Desenvolvendo Aplicações para TV Digital Interativa. Diemesleno Souza Carvalho. Dourados -MS, 20 de Abril de 2011.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Desenvolvendo Aplicações para TV Digital Interativa. Diemesleno Souza Carvalho. Dourados -MS, 20 de Abril de 2011."

Transcrição

1 Desenvolvendo Aplicações para TV Digital Interativa Diemesleno Souza Carvalho Dourados -MS, 20 de Abril de 2011.

2 Sobre o Palestrante Tecnólogo em Sistemas para Internet. Pós-graduando MBA em Gestão de Projetos. Trabalho com TI desde Palestrante em diversos eventos regionais. Ex-estagiário TRE-MS e Dataprev-MS. 2 anos na Sefaz-MS Analista/Programador. Analista de Sistemas Pleno InnfoMaster TI.

3 Tópicos Nivelamento sobre DTVi. Entender as tecnologias envolvidas. Quais os desafios do mercado? Quais as oportunidades do mercado? O que é necessário para criar aplicações? Exemplos de aplicações. Conhecendo as comunidades.

4 Nivelamento sobre DTVi

5 Nivelamento sobre DTVi TV Analógica.

6 Nivelamento sobre DTVi TV Analógica. Telespectador pasivo.

7 Nivelamento sobre DTVi TV Analógica. Mono canal.

8 Nivelamento sobre DTVi TV Analógica. Mono canal.

9 Nivelamento sobre DTVi TV Analógica. Mono canal.

10 Nivelamento sobre DTVi TV Analógica. Baixa qualidade de som.

11 Nivelamento sobre DTVi TV Analógica. Baixa qualidade de imagem.

12 Nivelamento sobre DTVi TV Analógica. Chata.

13 Nivelamento sobre DTVi TV Analógica. Chata. Sem novidades.

14 Nivelamento sobre DTVi TV Analógica. Chata. Sem novidades. Repetitiva.

15 Nivelamento sobre DTVi TV Analógica. Chata. Sem novidades. Repetitiva. Muitas vezes apelativa.

16 Nivelamento sobre DTVi TV Digital.

17 Nivelamento sobre DTVi TV Digital. Telespectador passivo.

18 Nivelamento sobre DTVi TV Digital. Múltiplos canais.

19 Nivelamento sobre DTVi TV Digital. Qualidade de som de CD.

20 Nivelamento sobre DTVi TV Digital. Imagem em alta definição.

21 Nivelamento sobre DTVi TV Digital. Diversidade de dispositivos.

22 Nivelamento sobre DTVi TV Digital. Diversidade de dispositivos. Informações sobre canais/programas.

23 Nivelamento sobre DTVi TV Digital. Diversidade de dispositivos. Informações sobre canais/programas. Equipamento caro.

24 Nivelamento sobre DTVi TV Digital. Diversidade de dispositivos. Informações sobre canais/programas. Equipamento caro. Poucas emissoras.

25 Nivelamento sobre DTVi TV Digital Interativa.

26 Nivelamento sobre DTVi TV Digital Interativa. Tem tudo que a TV Digital tem...

27 Nivelamento sobre DTVi TV Digital Interativa. Telespectador ativo.

28 Nivelamento sobre DTVi TV Digital Interativa. Telespectador ativo.

29 Nivelamento sobre DTVi TV Digital Interativa. Novas formas de se utilizar a TV.

30 Nivelamento sobre DTVi TV Digital Interativa. Novas formas de se utilizar a TV.

31 Nivelamento sobre DTVi TV Digital Interativa. Novas formas de se utilizar a TV.

32 Entendendo as tecnologias envolvidas

33 Entendendo as tecnologias envolvidas Middleware.

34 Entendendo as tecnologias envolvidas Middleware. «Camada de software capaz de prover o suporte necessário para o desenvolvimento de aplicações, podendo ser executadas em qualquer plataforma, independente de hardware ou sistema operacional.»

35 Entendendo as tecnologias envolvidas Middleware Ginga.

36 Entendendo as tecnologias envolvidas Arquitetura Middleware Ginga.

37 Entendendo as tecnologias envolvidas Interatividade.

38 Entendendo as tecnologias envolvidas Interatividade. «Trata da possibilidade do usuário telespectador receber uma mensagem e tratá-la da forma como desejar.»

39 Entendendo as tecnologias envolvidas Níveis de Interatividade.

40 Entendendo as tecnologias envolvidas Níveis de Interatividade. Nível 1 «A interatividade é apenas com o «A interatividade é apenas com o aparelho de TV, limitando-se a fazer escolhas. O usuário não interfere na programação.»

41 Entendendo as tecnologias envolvidas Níveis de Interatividade. Nível 2 «O usuário interage com a programação, que pode ser alterada com o simples uso do controle remoto. Neste nível, seria possível escolher, por exemplo, o final de uma novela.»

42 Quais os desafios do mercado?

43 Quais os desafios do mercado? Adequar emissoras de TV.

44 Quais os desafios do mercado? Adequar emissoras de TV. Baratear equipamentos.

45 Quais os desafios do mercado? Adequar emissoras de TV. Baratear equipamentos. Capacitar empresas de publicidade.

46 Quais os desafios do mercado? Adequar emissoras de TV. Baratear equipamentos. Capacitar empresas de publicidade. Capacitar publicitários.

47 Quais os desafios do mercado? Adequar emissoras de TV. Baratear equipamentos. Capacitar empresas de publicidade. Capacitar publicitários. Capacitar empresas de software.

48 Quais os desafios do mercado? Adequar emissoras de TV. Baratear equipamentos. Capacitar empresas de publicidade. Capacitar publicitários. Capacitar empresas de software. Capacitar desenvolvedores.

49 Quais os desafios do mercado? População total do Brasil:

50 Quais os desafios do mercado? Total de domicílios no Brasil:

51 Quais os desafios do mercado? Total da população atendida no Brasil:

52 Quais os desafios do mercado? Total de domicílios atendidos no Brasil:

53 Quais os desafios do mercado? Até o momento 45,98% da população brasileira já recebe o sinal digital em casa. Fonte: Anatel 14/04/2011

54 Quais as oportunidades do mercado?

55 Quais as oportunidades do mercado? Criar novos modelos de negócios.

56 Quais as oportunidades do mercado? Criar novos modelos de negócios. População fanática por Televisão.

57 Quais as oportunidades do mercado? Criar novos modelos de negócios. População fanática por Televisão. Mercado em franca expansão.

58 Quais as oportunidades do mercado?

59 O que é necessário para criar aplicações?

60 O que é necessário para criar aplicações? Ginga-NCL Player

61 O que é necessário para criar aplicações? Ginga-NCL Player

62 O que é necessário para criar aplicações? Eclipse + jdk + JavaTV + XletView

63 O que é necessário para criar aplicações? Eclipse + jdk + JavaTV + XletView

64 O que é necessário para criar aplicações? NCL plugin para Eclipse.

65 O que é necessário para criar aplicações? NCL plugin para Eclipse.

66 O que é necessário para criar aplicações? Lua plugin para Eclipse.

67 O que é necessário para criar aplicações? Lua plugin para Eclipse.

68 O que é necessário para criar aplicações? winscp.

69 O que é necessário para criar aplicações? winscp.

70 O que é necessário para criar aplicações? Putty.

71 O que é necessário para criar aplicações? Putty.

72 O que é necessário para criar aplicações? Vmware Player.

73 O que é necessário para criar aplicações? Vmware Player.

74 O que é necessário para criar aplicações? Máquina virtual com Ginga.

75 O que é necessário para criar aplicações? Máquina virtual com Ginga.

76 Exemplo de aplicações

77 Conhecendo a comunidade

78 Conhecendo a comunidade Grupo Ginga Goias

79 Conhecendo a comunidade Ginga DF

80 Conhecendo a comunidade Ginga MS

81 Conhecendo a comunidade Ginga

82 Conhecendo a comunidade Ginga-NCL

83 Conhecendo a comunidade Clube-NCL

84 Referências Livro: Programando em NCL

85 Referências

86 Perguntas?

87 Obrigado! Contato:

GINGA - Software Livre para TV Digital Brasileira

GINGA - Software Livre para TV Digital Brasileira 1 of 6 23/6/2010 22:40 GINGA - Software Livre para TV Digital Brasileira Autor: Paulo Roberto Junior - WoLF Data: 13/04/2009 O que é GINGA Posso falar com minhas próprias indagações

Leia mais

TV Digital no Brasil e o Middleware Ginga. Luiz Eduardo Cunha Leite

TV Digital no Brasil e o Middleware Ginga. Luiz Eduardo Cunha Leite TV Digital no Brasil e o Middleware Ginga Luiz Eduardo Cunha Leite 1 Sistema de TV Digital no Brasil 3G 1 Seg 2 PTSN, Internet, etc. Nível de Transporte TCP / IP -SI -Carrossel de Dados e Objetos -MPE

Leia mais

TV Digital : Convergência e Interatividade. 2010 HXD Interactive Television

TV Digital : Convergência e Interatividade. 2010 HXD Interactive Television TV Digital : Convergência e Interatividade. A TELEVISÃO. A Televisão... o mais subversivo instrumento da comunicação deste século!" Assis Chateaubriand (1950). A Televisão Sem TV é duro de dizer quando

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UMA APLICAÇÃO PARA TV DIGITAL U- TILIZANDO A PLATAFORMA GINGA J

DESENVOLVIMENTO DE UMA APLICAÇÃO PARA TV DIGITAL U- TILIZANDO A PLATAFORMA GINGA J DESENVOLVIMENTO DE UMA APLICAÇÃO PARA TV DIGITAL U- TILIZANDO A PLATAFORMA GINGA J Angélica de Oliveira Faculdade de Engenharia de Computação CEATEC angelica.o@puccampinas.edu.br Prof. Dr. David Bianchini

Leia mais

PESPECTVIAS DO PROJETO DE PESQUISA DESENVOLVIMENTO DE MIDDLEWARE PARA DIVULGAÇÃO DE SABERES POPULARES NO CANAL DE INTERATIVIDADE DA TV DIGITAL *

PESPECTVIAS DO PROJETO DE PESQUISA DESENVOLVIMENTO DE MIDDLEWARE PARA DIVULGAÇÃO DE SABERES POPULARES NO CANAL DE INTERATIVIDADE DA TV DIGITAL * PESPECTVIAS DO PROJETO DE PESQUISA DESENVOLVIMENTO DE MIDDLEWARE PARA DIVULGAÇÃO DE SABERES POPULARES NO CANAL DE INTERATIVIDADE DA TV DIGITAL * Wellington Garcia PEREIRA 1 ; Hudson Henrique de Sousa LOPES

Leia mais

Desenvolvendo e Integrando Serviços Multiplataforma de TV Digital Interativa

Desenvolvendo e Integrando Serviços Multiplataforma de TV Digital Interativa Desenvolvendo e Integrando Serviços Multiplataforma de TV Digital Interativa Agenda Introdução Aplicações interativas de TV Digital Desafios de layout e usabilidade Laboratório de usabilidade Desafios

Leia mais

Desenvolvendo Aplicações para TV Digital Interativa

Desenvolvendo Aplicações para TV Digital Interativa Desenvolvendo Aplicações para TV Digital Interativa Sávio Luiz de Oliveira Almeida 1, Frederico Coelho 1 1 Universidade Presidente Antônio Carlos (UNIPAC) Barbacena MG Brasil 2 Departamento de Ciência

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações Interativas. GINGA NCL e LUA. Projeto TV Digital Social

Desenvolvimento de Aplicações Interativas. GINGA NCL e LUA. Projeto TV Digital Social Desenvolvimento de Aplicações Interativas GINGA NCL e LUA Projeto TV Digital Social Marco Antonio Munhoz da Silva DATAPREV Gestor do Proejeto TV Digital Social AGENDA Divisão dos assuntos em quatro partes

Leia mais

Entretenimento e Interatividade para TV Digital

Entretenimento e Interatividade para TV Digital Entretenimento e Interatividade para TV Digital Desenvolvimento de Aplicativos para TV Digital Interativa Rodrigo Cascão Araújo Diretor Comercial Apresentação da Empresa A EITV desenvolve software e provê

Leia mais

A TV DIGITAL COMO INSTRUMENTO DE ENSINO DE MATEMÁTICA. Adriano Aparecido de Oliveira, Juliano Schimiguel

A TV DIGITAL COMO INSTRUMENTO DE ENSINO DE MATEMÁTICA. Adriano Aparecido de Oliveira, Juliano Schimiguel A TV DIGITAL COMO INSTRUMENTO DE ENSINO DE MATEMÁTICA Adriano Aparecido de Oliveira, Juliano Schimiguel Universidade Cruzeiro do Sul/CETEC, Av. Ussiel Cirilo, 225 São Paulo Resumo A TV é um importante

Leia mais

1 Introdução. 1.1. Motivação

1 Introdução. 1.1. Motivação 1 Introdução A adoção do Ginga-NCL como middleware declarativo do SBTVD (Sistema Brasileiro de Televisão Digital) estabeleceu um marco no desenvolvimento de aplicações interativas para TV Digital terrestre

Leia mais

TDC 2011 - T-Commerce e T-Banking- Aplicações Seguras. Julho de 2011 Aguinaldo Boquimpani Gerente Senior de Produtos TOTVS TQTVD

TDC 2011 - T-Commerce e T-Banking- Aplicações Seguras. Julho de 2011 Aguinaldo Boquimpani Gerente Senior de Produtos TOTVS TQTVD TDC 2011 - T-Commerce e T-Banking- Aplicações Seguras Julho de 2011 Aguinaldo Boquimpani Gerente Senior de Produtos TOTVS TQTVD TDC 2011 AGENDA I. Cadeia de valor da TV Digital Interativa II. O Ginga e

Leia mais

NCL e Java. Aquiles Burlamaqui

NCL e Java. Aquiles Burlamaqui Construindo programas de TV Digital Interativa usando NCL e Java Aquiles Burlamaqui Sumário Introdução Middleware Aplicações de TVDI Ginga NCL Ginga J Conclusões Introdução TV Digital Interativa O que

Leia mais

APLICAÇÃO PARA A TV DIGITAL INTERATIVA UTILIZANDO A API JAVATV Eli CANDIDO JUNIOR 1 Francisco Assis da SILVA 2

APLICAÇÃO PARA A TV DIGITAL INTERATIVA UTILIZANDO A API JAVATV Eli CANDIDO JUNIOR 1 Francisco Assis da SILVA 2 APLICAÇÃO PARA A TV DIGITAL INTERATIVA UTILIZANDO A API JAVATV Eli CANDIDO JUNIOR 1 Francisco Assis da SILVA 2 RESUMO: A televisão é uma das principais fontes de informação, entretenimento e cultura. A

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO Centro das Ciências Exatas e Tecnologia Faculdade de Matemática, Física e Tecnologia

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO Centro das Ciências Exatas e Tecnologia Faculdade de Matemática, Física e Tecnologia PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO Centro das Ciências Exatas e Tecnologia Faculdade de Matemática, Física e Tecnologia 1.00.00.00-3 - CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA 1.03.00.00-7 - CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

Leia mais

Amadeus-TV: Portal Educacional na TV Digital Integrado a um Sistema de Gestão de Aprendizado

Amadeus-TV: Portal Educacional na TV Digital Integrado a um Sistema de Gestão de Aprendizado Amadeus-TV: Portal Educacional na TV Digital Integrado a um Sistema de Gestão de Aprendizado Bruno de Sousa Monteiro Orientação: Prof. Dr. Fernando da Fonseca de Souza Prof. Dr. Alex Sandro Gomes 1 Roteiro

Leia mais

TV DIGITAL INTERATIVA: UM RECURSO DIDÁTICO NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA

TV DIGITAL INTERATIVA: UM RECURSO DIDÁTICO NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA SET Congresso 2012 TV DIGITAL INTERATIVA: UM RECURSO DIDÁTICO NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA Pricila de Souza, Hálison Maia, Marlos Rodrigues, Samir Batalha,

Leia mais

Visão Geral das Tecnologias Envolvidas no Desenvolvimento de Aplicações Interativas para o Sistema Brasileiro de TV

Visão Geral das Tecnologias Envolvidas no Desenvolvimento de Aplicações Interativas para o Sistema Brasileiro de TV Visão Geral das Tecnologias Envolvidas no Desenvolvimento de Aplicações Interativas para o Sistema Brasileiro de TV Felipe S. PEREIRA 1, Danielle COSTA 2 1 aluno do curso de Análise e Desenvolvimento de

Leia mais

Aplicativo de Publicidade Sensível ao Contexto para TV Digital Móvel.

Aplicativo de Publicidade Sensível ao Contexto para TV Digital Móvel. Universidade Federal de Pernambuco Centro de Informática Graduação em Ciência da Computação 2010.2 Proposta de Trabalho de Graduação Aplicativo de Publicidade Sensível ao Contexto para TV Digital Móvel.

Leia mais

Desenvolvimento de Sistemas para TV Digital. Prof. Fabrício J. Barth fbarth@tancredo.br Faculdades Tancredo Neves

Desenvolvimento de Sistemas para TV Digital. Prof. Fabrício J. Barth fbarth@tancredo.br Faculdades Tancredo Neves Desenvolvimento de Sistemas para TV Digital Prof. Fabrício J. Barth fbarth@tancredo.br Faculdades Tancredo Neves Objetivo Apresentar os conceitos básicos para o desenvolvimento de sistemas para TV Digital.

Leia mais

Engenharia da Computação. Tópicos Avançados em Engenharia de Software. Aula 3

Engenharia da Computação. Tópicos Avançados em Engenharia de Software. Aula 3 Engenharia da Computação Tópicos Avançados em Engenharia de Software Aula 3 (03/03) mario.godoy@univasf.edu.br http://www.univasf.edu.br/~mario.godoy/ Universidade Federal do Vale do São Francisco - UNIVASF

Leia mais

PADRÕES DE MIDDLEWARE PARA TV DIGITAL

PADRÕES DE MIDDLEWARE PARA TV DIGITAL PADRÕES DE MIDDLEWARE PARA TV DIGITAL Rafael V. Coelho Fundação Universidade Federal do Rio Grande (FURG) Rio Grande - RS rafaelvc2@gmail.com Resumo. Este trabalho discute os tipos de Middleware usados

Leia mais

Introdução Padrão Brasileiro de TV Digital. Desenvolvimento de Aplicações Interativas. Trabalhos em andamento

Introdução Padrão Brasileiro de TV Digital. Desenvolvimento de Aplicações Interativas. Trabalhos em andamento Introdução Padrão Brasileiro de TV Digital Middleware GINGA Desenvolvimento de Aplicações Interativas Linguagem NCL (Nested Context Language) Trabalhos em andamento 1 2 3 4 Maior resolução de imagem Melhor

Leia mais

TV Dig ital - S ocial

TV Dig ital - S ocial Edson Luiz Castilhos Gerente Célula Software Livre - RS Marco Antonio Munhoz da Silva Gestor Projeto TV Digital Social 1 AGENDA O que é TV Digital? Histórico TV Analógica x TV Digital Sistema de TV Digital

Leia mais

Direcionando a Estratégia de TI do Grupo RBS

Direcionando a Estratégia de TI do Grupo RBS Direcionando a Estratégia de TI do Grupo RBS Perfil do Grupo RBS Retrato da TI no segmento Mídia Pilares Estratégicos da TI Principais Projetos da TI Perfil do Grupo RBS 50 anos de fundação 5,7 mil colaboradores

Leia mais

Sistemas de Informação. Sistemas Operacionais 4º Período

Sistemas de Informação. Sistemas Operacionais 4º Período Sistemas de Informação Sistemas Operacionais 4º Período Primeiro Sistema Operacional Porque o novo Windows não chama Windows 9, mas sim Para os desenvolvedores de software, a explicação

Leia mais

4 Plano de Recuperação

4 Plano de Recuperação 4 Plano de Recuperação Como pode ser observado na Seção 3.2, um projeto de um middleware para TVD deve considerar o fato que ele será embarcado em plataformas diversas e, portanto, que fará uso de diversas

Leia mais

Sistemas Operacionais. Prof. M.Sc. Sérgio Teixeira. Aula 05 Estrutura e arquitetura do SO Parte 2. Cursos de Computação

Sistemas Operacionais. Prof. M.Sc. Sérgio Teixeira. Aula 05 Estrutura e arquitetura do SO Parte 2. Cursos de Computação Cursos de Computação Sistemas Operacionais Prof. M.Sc. Sérgio Teixeira Aula 05 Estrutura e arquitetura do SO Parte 2 Referência: MACHADO, F.B. ; MAIA, L.P. Arquitetura de Sistemas Operacionais. 4.ed. LTC,

Leia mais

Introdução a Computação Móvel

Introdução a Computação Móvel Introdução a Computação Móvel Computação Móvel Prof. Me. Adauto Mendes adauto.inatel@gmail.com Histórico Em 1947 alguns engenheiros resolveram mudar o rumo da história da telefonia. Pensando em uma maneira

Leia mais

4. A FERRAMENTA ITVNEWS

4. A FERRAMENTA ITVNEWS 57 4. A FERRAMENTA ITVNEWS Este capítulo apresenta a ferramenta itvnews. A seção 4.1 apresenta uma visão geral sobre a ferramenta e seu funcionamento. A seção 4.2 apresenta a análise da ferramenta, em

Leia mais

TIC TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO - DOC CONTABILIDADE DE OLHO NA TECNOLOGIA

TIC TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO - DOC CONTABILIDADE DE OLHO NA TECNOLOGIA O que é o Ginga? Tire suas dúvidas sobre o sistema de interatividade na TV digital que será obrigatório a partir do ano que vem O Ginga se tornará obrigatório para 75% dos modelos fabricados no País a

Leia mais

Serviço de Controle e Programação para Dispositivos Remotos para Aplicações Interativas e Imersivas na TV Digital

Serviço de Controle e Programação para Dispositivos Remotos para Aplicações Interativas e Imersivas na TV Digital Serviço de Controle e Programação para Dispositivos Remotos para Aplicações Interativas e Imersivas na TV Digital Eduardo Agostinho¹, Victor Nogueira³, Samuel Azevedo³, Luiz Marcos Gonçalves³, Anelisa

Leia mais

SUPLEMENTO Nº 02. O presente Suplemento tem por finalidade introduzir no Edital da Licitação as seguintes alterações:

SUPLEMENTO Nº 02. O presente Suplemento tem por finalidade introduzir no Edital da Licitação as seguintes alterações: SUPLEMENTO Nº 02 O presente Suplemento tem por finalidade introduzir no Edital da Licitação as seguintes alterações: 1. A data limite de acolhimento de propostas fica alterada para 19.02.2008. 2. A CLÁUSULA

Leia mais

Plataforma Interativa de Vídeo

Plataforma Interativa de Vídeo Plataforma Interativa de Vídeo Milonga DWM Soluções em Comunicação e Tecnologia Interativa, empresa do Grupo Ciclotron. Desenvolvemos soluções com foco na experiência do usuário, implantado um novo conceito

Leia mais

TECNOLOGIA DISSEMINANDO ARTE: QUAIS AS PERSPECTIVAS PARA O FUTURO DA TV DIGITAL?

TECNOLOGIA DISSEMINANDO ARTE: QUAIS AS PERSPECTIVAS PARA O FUTURO DA TV DIGITAL? 277 TECNOLOGIA DISSEMINANDO ARTE: QUAIS AS PERSPECTIVAS PARA O FUTURO DA TV DIGITAL? TECHNOLOGY SPREADING ART: WHAT ARE THE PROSPECTS FOR THE FUTURE OF DIGITAL TV Alexandre Navarro Teixeira 1, Vânia Cristina

Leia mais

Pesquisas em Redes de Computadores e Sistemas Multimídia

Pesquisas em Redes de Computadores e Sistemas Multimídia Pesquisas em Redes de Computadores e Sistemas Multimídia Profa. Débora Christina Muchaluat Saade Instituto de Computação - UFF debora@ic.uff.br Roteiro equipe Linhas de Pesquisa Redes Mesh Redes Avançadas

Leia mais

Projeto GingaForAll Especialização do GingaCC para Diversas Plataformas

Projeto GingaForAll Especialização do GingaCC para Diversas Plataformas Projeto GingaForAll Especialização do GingaCC para Diversas Plataformas Sindolfo Miranda Filho sindolfo@ppgsc.ufrn.br Departamento de Informática e Matematica Aplicada Polo de Tecnologia da Informação

Leia mais

Utilização de uma Arquitetura e um Modelo Escalável para um Programa de EAD Meditizado pela TV Digital Interativa 1

Utilização de uma Arquitetura e um Modelo Escalável para um Programa de EAD Meditizado pela TV Digital Interativa 1 Utilização de uma Arquitetura e um Modelo Escalável para um Programa de EAD Meditizado pela TV Digital Interativa 1 Sergio Ferreira do Amaral 2 Carlos Otávio Schocair Mendes 3 Mônica Cristina Garbin 4

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÃO INTERATIVA EM GINGA PARA O PROGRAMA SOM E PROSA DA TELEVISÃO UNIVERSITÁRIA UNESP

DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÃO INTERATIVA EM GINGA PARA O PROGRAMA SOM E PROSA DA TELEVISÃO UNIVERSITÁRIA UNESP LUCAS SILVEIRA DE AZEVEDO FABIO CARDOSO FERNANDO RAMOS GELONEZE RENE LOPEZ INTRODUÇÃO TELEVISÃO UNIVERSITÁRIA UNESP BAURU SP UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA - PARCEIRA DO CANAL FUTURA -PROGRAMAS DE TELEVISÃO

Leia mais

EXPERIMENTO DIGITAL PARA TRANSMISÃO INTERATIVA DE JOGOS DE FUTEBOL

EXPERIMENTO DIGITAL PARA TRANSMISÃO INTERATIVA DE JOGOS DE FUTEBOL EXPERIMENTO DIGITAL PARA TRANSMISÃO INTERATIVA DE JOGOS DE FUTEBOL Ranieri Alves dos Santos 1 Vitor Freitas Santos 2 Marcos Paes Peters 3 Resumo: O presente trabalho apresenta uma abordagem interativa

Leia mais

ÍNDICE 16 INTERATIVIDADE 02 INTRODUÇÃO. 16 Aplicativos. 02 Ideia do Livro. 20 Como Usar. 02 Para quem foi escrito. 20 Ícone invite 03 TV DIGITAL

ÍNDICE 16 INTERATIVIDADE 02 INTRODUÇÃO. 16 Aplicativos. 02 Ideia do Livro. 20 Como Usar. 02 Para quem foi escrito. 20 Ícone invite 03 TV DIGITAL ÍNDICE 02 INTRODUÇÃO 02 Ideia do Livro 02 Para quem foi escrito 03 TV DIGITAL 03 O que é 04 Fatos e números do Brasil 05 Diferenças entre TV comum e TV a cabo 07 COMO FUNCIONA 07 Interatividade 16 INTERATIVIDADE

Leia mais

Metodologia de Integração entre Aplicações Web e Aplicações para TV Digital

Metodologia de Integração entre Aplicações Web e Aplicações para TV Digital 1 Metodologia de Integração entre Aplicações Web e Aplicações para TV Digital Eduardo Barrére Universidade Federal de Juiz de Fora eduardo.barrere@ice.ufjf.br Paula Marin Leite Universidade Federal de

Leia mais

Ambientes de Trabalho

Ambientes de Trabalho Ambientes de Trabalho Versão Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 15/08/2012 1.0 Criação de documento EPG 04/06/2014 1.1 Atualização do documento EPG 06/04/2015 1.2 Atualizado conforme

Leia mais

Prof. José Maurício S. Pinheiro UniFOA 2009-2

Prof. José Maurício S. Pinheiro UniFOA 2009-2 Tecnologias WEB Virtualização de Sistemas Prof. José Maurício S. Pinheiro UniFOA 2009-2 Conceitos Virtualização pode ser definida como técnica que combina ou divide recursos computacionais para prover

Leia mais

INTERATIVIDADE EM TV DIGITAL E CRIAÇÃO DE APLICAÇÕES INTERATIVAS: RELATO DO PROJETO T-AUTOR E SUA APLICABILIDADE PARA A ÁREA EDUCACIONAL

INTERATIVIDADE EM TV DIGITAL E CRIAÇÃO DE APLICAÇÕES INTERATIVAS: RELATO DO PROJETO T-AUTOR E SUA APLICABILIDADE PARA A ÁREA EDUCACIONAL INTERATIVIDADE EM TV DIGITAL E CRIAÇÃO DE APLICAÇÕES INTERATIVAS: RELATO DO PROJETO T-AUTOR E SUA APLICABILIDADE PARA A ÁREA EDUCACIONAL Márcio Carneiro dos Santos 1 Resumo: O presente artigo descreve

Leia mais

Canal 2. Justificativa

Canal 2. Justificativa Índice Canal 1 - Justificativa do Livro...2 Canal 2 - Como Tudo Começou?...4 Canal 3 - De Onde Vem a Imagem?...6 Canal 4 - Como Aparece a Imagem?...8 Canal 5 - Como ocorre a transmissão?...10 Canal 6 -

Leia mais

TV Digital e Educação a Distância: Discutindo Alguns Pontos e Propondo um Protótipo de Sistema

TV Digital e Educação a Distância: Discutindo Alguns Pontos e Propondo um Protótipo de Sistema TV Digital e Educação a Distância: Discutindo Alguns Pontos e Propondo um Protótipo de Sistema Felipe Stutz de Matos, Wilhelm Santanna Julião, Neide Santos Departamento de Ciência da Computação Universidade

Leia mais

Introdução ao Desenvolvimento de Aplicações para Televisão Digital

Introdução ao Desenvolvimento de Aplicações para Televisão Digital Capítulo 4 Introdução ao Desenvolvimento de Aplicações para Televisão Digital Mario Godoy Neto 1,2, Carlos André Guimarães Ferraz 2 1 Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF) Av. Antonio

Leia mais

WEB TV. O Seu canal de Televisão na Internet

WEB TV. O Seu canal de Televisão na Internet WEB TV O Seu canal de Televisão na Internet Apresentamos-lhe a WEB TV Uma nova forma de comunicar! A Televisão via Internet VISIBILIDADE INTERATIVIDADE CONECTIVIDADE COMUNICAÇÃO O que é a WEB TV? A Web

Leia mais

Edriano Carlos Campana UM AMBIENTE COMPUTACIONAL PARA EMULAR EM REDE APLICAÇÕES INTERATIVAS DESENVOLVIDAS PARA TELEVISÃO DIGITAL

Edriano Carlos Campana UM AMBIENTE COMPUTACIONAL PARA EMULAR EM REDE APLICAÇÕES INTERATIVAS DESENVOLVIDAS PARA TELEVISÃO DIGITAL UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO FACULDADE DE ARQUITETURA, ARTES E COMUNICAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TELEVISÃO DIGITAL: INFORMAÇÃO E CONHECIMENTO Edriano Carlos Campana UM

Leia mais

B ringing Al l U sers to the Television

B ringing Al l U sers to the Television PUC Minas Campus de Poços de Caldas Departamento de Ciência da Computação Laboratório de Televisão Digital Interativa B ringing Al l U sers to the Television Prof. Dr. João Benedito dos Santos Junior Coordenador

Leia mais

Demonstrações: Requisitos do M iddleware

Demonstrações: Requisitos do M iddleware 1 Copyright 2012 TeleMídia Agenda Introdução à TV Digital Demonstrações: Requisitos do M iddleware M odelo de Referência Ginga: NCL (Lua) Considerações Finais 2 Copyright 2012 TeleMídia Copyright Laboratório

Leia mais

DAVID MARCONY CATVBRASIL catvbrasil@gmail.com

DAVID MARCONY CATVBRASIL catvbrasil@gmail.com DAVID MARCONY CATVBRASIL catvbrasil@gmail.com Mini Currículo David Marcony CATVBRASIL Trabalho com Mikrotik desde 2005 Participei de vários treinamentos Mikrotik Criei um dos primeiro manual de Mikrotik

Leia mais

PANORAMA DA PRODUÇÃO DE CONTEÚDO INTERATIVO NO MERCADO BRASILEIRO DE TELEVISÃO ABERTA EM 2011.

PANORAMA DA PRODUÇÃO DE CONTEÚDO INTERATIVO NO MERCADO BRASILEIRO DE TELEVISÃO ABERTA EM 2011. PANORAMA DA PRODUÇÃO DE CONTEÚDO INTERATIVO NO MERCADO BRASILEIRO DE TELEVISÃO ABERTA EM 2011. Matheus Colen Fundação Armando Alvares Penteado, São Paulo, Brasil, matheus.cln@gmail.com Resumo: A interatividade

Leia mais

E-BOOK [TÍTULO DO DOCUMENTO] Matrix [NOME DA EMPRESA] [Endereço da empresa]

E-BOOK [TÍTULO DO DOCUMENTO] Matrix [NOME DA EMPRESA] [Endereço da empresa] E-BOOK [TÍTULO DO DOCUMENTO] Matrix [NOME DA EMPRESA] [Endereço da empresa] 1 Sumário O Surgimento do Analista de Redes Sociais... 2 O que é um Analista de Redes Sociais?... 5 Qual é o Perfil do Analista

Leia mais

Arquitetura de Sistemas Distribuídos

Arquitetura de Sistemas Distribuídos Arquitetura de Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus Monte Castelo Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia

Leia mais

Uso da TV Digital na Educação a Distância

Uso da TV Digital na Educação a Distância Uso da TV Digital na Educação a Distância Eduardo da Silva 1,Vanessa Battestin Nunes 1 1 Instituto Federal do Espírito Santo (IFES), Campus Serra. Rod. ES 010, s/n Manguinhos Serra ES. Cep: 29164-231 edsilva@redegazeta.com.br,

Leia mais

Entretenimento e Interatividade para TV Digital

Entretenimento e Interatividade para TV Digital Entretenimento e Interatividade para TV Digital Interatividade na TV Digital Ginga e Plataformas de Desenvolvimento Rodrigo Cascão Araújo Diretor Comercial O que é a TV Digital Transmissão da emissora

Leia mais

Bringing All Users to the Television

Bringing All Users to the Television PUC Minas Campus de Poços de Caldas Departamento de Ciência da Computação Laboratório de Televisão Digital Interativa Bringing All Users to the Television Guia de Instalação, Configuração e Desenvolvimento

Leia mais

SUITE de TESTES: O desafio da conformidade de middleware. 24 de Agosto, 2010. 15:00 às s 17:00. Coordenação da SUITE de TESTES

SUITE de TESTES: O desafio da conformidade de middleware. 24 de Agosto, 2010. 15:00 às s 17:00. Coordenação da SUITE de TESTES SUITE de TESTES: O desafio da conformidade de middleware 24 de Agosto, 2010 15:00 às s 17:00 Coordenação da SUITE de TESTES O que é uma Norma? Documento, estabelecido por consenso e aprovado por organismo

Leia mais

MDD Mídias Interativas. A Evolução da TV no Brasil

MDD Mídias Interativas. A Evolução da TV no Brasil Pós-Graduação MDD Mídias Interativas A Evolução da TV no Brasil Apresentações Profª. Graciana Simoní Fischer de Gouvêa Email: graciana.fischer@prof.infnet.edu.br Evolução da TV Evolução do Homem x TV Evolução

Leia mais

TV Digital: Visão Geral do Sistema Brasileiro

TV Digital: Visão Geral do Sistema Brasileiro TV Digital: Visão Geral do Sistema Brasileiro O conteúdo deste tutorial foi obtido do trabalho elaborado pelos autores Aldilenice e Rodrigo para a etapa de classificação do III Concurso Teleco de Trabalhos

Leia mais

Jornalismo Multiplataforma. Tecnologias Redes e Convergência. eduardo.barrere@ice.ufjf.br

Jornalismo Multiplataforma. Tecnologias Redes e Convergência. eduardo.barrere@ice.ufjf.br Jornalismo Multiplataforma Tecnologias Redes e Convergência eduardo.barrere@ice.ufjf.br Panorama Em 2011, a TV atingiu 96,9% (http://www.teleco.com.br/nrtv.asp) TV Digital Uma novidade???? TV Digital Resolve

Leia mais

Uma análise sobre a produção de conteúdo e a interatividade na TV digital interativa

Uma análise sobre a produção de conteúdo e a interatividade na TV digital interativa Uma análise sobre a produção de conteúdo e a interatividade na TV digital interativa Mariana da Rocha C. Silva Mariana C. A. Vieira Simone C. Marconatto Faculdade de Educação-Unicamp Educação e Mídias

Leia mais

Trilha TV Digital Oportunidades para desenvolvedores - Visão de Mercado e Tecnologia

Trilha TV Digital Oportunidades para desenvolvedores - Visão de Mercado e Tecnologia Trilha TV Digital Oportunidades para desenvolvedores - Visão de Mercado e Tecnologia David Britto Conselheiro & Coordenador do Módulo de Mercado - Fórum SBTVD Membro do Comitê Executivo (EC) - Java Community

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM PROPÓTIPO DE UM SET TOP BOX COM O MIDDLEWARE GINGA, NO RASPBERRY PI COM UM SISTEMA EMBARCADO LINUX

DESENVOLVIMENTO DE UM PROPÓTIPO DE UM SET TOP BOX COM O MIDDLEWARE GINGA, NO RASPBERRY PI COM UM SISTEMA EMBARCADO LINUX DESENVOLVIMENTO DE UM PROPÓTIPO DE UM SET TOP BOX COM O MIDDLEWARE GINGA, NO RASPBERRY PI COM UM SISTEMA EMBARCADO LINUX A. B. Nunes (IC) ¹ ; N. Freitas (IC)¹; R. Alcântara (IC)²; V. Silveira (IC)²; Jessé

Leia mais

A TV digital que vem aí

A TV digital que vem aí C A P A A TV digital que vem aí por Gabriela Di Giulio DESAFIOS SÃO MUITOS: MARCO REGULATÓRIO, MODERNIZAÇÃO TECNOLÓGICA, PRODUÇÃO DE CONTEÚDO, INTERATIVIDADE E CONQUISTA DO TELESPECTADOR Imagem com alta

Leia mais

5 Apresentação do método de avaliação de desempenho aplicado ao Programa TV Digital para as Áreas Rurais

5 Apresentação do método de avaliação de desempenho aplicado ao Programa TV Digital para as Áreas Rurais 5 Apresentação do método de avaliação de desempenho aplicado ao Programa TV Digital para as Áreas Rurais 5.1 A Rede Globo A Rede Globo é uma das maiores redes de televisão do mundo, com milhões de espectadores

Leia mais

Prof. Victor Halla. Unidade IV FUNDAMENTOS DE SISTEMAS

Prof. Victor Halla. Unidade IV FUNDAMENTOS DE SISTEMAS Prof. Victor Halla Unidade IV FUNDAMENTOS DE SISTEMAS OPERACIONAIS Conteúdo Estudo de Casos; Linux e Windows; Características; VMware e Xen; Características; Ferramentas; Custo total de posse TCO = Total

Leia mais

Programação Gráfica de Robôs na TV e no PC

Programação Gráfica de Robôs na TV e no PC Programação Gráfica de Robôs na TV e no PC Anelisa Diógenes Freitas², Carla da Costa Fernandes¹, Samuel Oliveira de Azevedo¹, Aquiles Medeiros Filgueira Burlamaqui², Renata Pitta Barros¹, Luiz Eduardo

Leia mais

Sistema de acesso a dispositivos eletrônicos através da TV Digital interativa. Aluno: Rodrigo Brüning Wessler Orientador: Francisco Adell Péricas

Sistema de acesso a dispositivos eletrônicos através da TV Digital interativa. Aluno: Rodrigo Brüning Wessler Orientador: Francisco Adell Péricas Sistema de acesso a dispositivos eletrônicos através da TV Digital interativa Aluno: Rodrigo Brüning Wessler Orientador: Francisco Adell Péricas Roteiro da Apresentação Introdução Objetivos Fundamentação

Leia mais

RÁDIO. Proposta Comercial. Investimento / Pagamento

RÁDIO. Proposta Comercial. Investimento / Pagamento RÁDIO Introdução Os bastidores políticos. O contexto dos fatos, decisões e alianças das lideranças políticas e empresariais de Sorocaba. Os rumos do quadro político de Sorocaba e região. Os reflexos locais

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA JNC MOBILE 2.0. Anderson Buon Berto Gilberto Torrezan Filho. Florianópolis - SC 2005/1

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA JNC MOBILE 2.0. Anderson Buon Berto Gilberto Torrezan Filho. Florianópolis - SC 2005/1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA JNC MOBILE 2.0 Anderson Buon Berto Gilberto Torrezan Filho Florianópolis - SC 2005/1 1 Sumário 1 Introdução 3 2 Denição do Problema 3 3 Trabalhos Correlatos 4 4 Solução

Leia mais

Desenvolvimento de um aplicativo básico usando o Google Android

Desenvolvimento de um aplicativo básico usando o Google Android Desenvolvimento de um aplicativo básico usando o Google Android (Organização do Ambiente) Programação de Dispositivos Móveis Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus

Leia mais

Automação Residencial: rumo a um futuro pleno de novas soluções

Automação Residencial: rumo a um futuro pleno de novas soluções Automação Residencial: rumo a um futuro pleno de novas soluções Luiz Antônio M. Pereira PUC-Rio lpereira@inf.puc-rio.br Agenda Introdução História e Contexto Atual Necessidades e Tendências As Novas Soluções

Leia mais

Ginga-NCL com objetos de mídia SSML embutidos Relatório Técnico: Requisitos

Ginga-NCL com objetos de mídia SSML embutidos Relatório Técnico: Requisitos PUC-Rio - Departamento de Informática Ginga-NCL com objetos de mídia SSML embutidos Relatório Técnico: Requisitos Rafael Diniz Matrícula: 1312398 5 de agosto de 2014 Sumário 1 Introdução 2 1.1 Propósito...........................................

Leia mais

Integração de diferentes áreas tecnológicas para o desenvolvimento de aplicações interativas na TV Digital

Integração de diferentes áreas tecnológicas para o desenvolvimento de aplicações interativas na TV Digital Integração de diferentes áreas tecnológicas para o desenvolvimento de aplicações interativas na TV Digital Karen S. Borges, André Schulz, Alexandro Bordignon, Adriano Simioni e Valter Roesler. Instituto

Leia mais

Televisão Digital Interativa se faz com Ginga. Guido Lemos de Souza Filho LAVID DI - UFPB

Televisão Digital Interativa se faz com Ginga. Guido Lemos de Souza Filho LAVID DI - UFPB Televisão Digital Interativa se faz com Ginga Guido Lemos de Souza Filho LAVID DI - UFPB Instituições Selecionadas para Elaborar Propostas de Alternativas Tecnológicas Requisitos básicos b do SBTVD Robustez

Leia mais

Jogos eletrônicos na TV Digital brasileira: gêneros e desafios para esta nova plataforma

Jogos eletrônicos na TV Digital brasileira: gêneros e desafios para esta nova plataforma Jogos eletrônicos na TV Digital brasileira: gêneros e desafios para esta nova plataforma Luis R. G. Brandão, Ricardo M. C. Segundo, Tatiana A. Tavares Laboratório de Aplicações de Vídeo Digital (LAVID),

Leia mais

INTERNET, RÁDIO E TV NA WEB

INTERNET, RÁDIO E TV NA WEB INTERNET, RÁDIO E TV NA WEB Moysés Faria das Chagas Graduado em Comunicação Social - Rádio e TV (Unesa) Pós-graduado em Arte-Educação (Universo) Mídia-Educação (UFF) MBA em TV Digital, Radiodifusão e Novas

Leia mais

GfK Audience Measurements & Insights MEDIÇÃO DE AUDIÊNCIA DE TV E VÍDEO

GfK Audience Measurements & Insights MEDIÇÃO DE AUDIÊNCIA DE TV E VÍDEO MEDIÇÃO DE AUDIÊNCIA DE TV E VÍDEO Em nenhum momento de toda a história dos meios de comunicação modernos houve tantas mudanças fundamentais na distribuição e mensuração da mídia. Com o surgimento da transmissão

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios

Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Capítulo 4 Infra-Estrutura de TI: Hardware e Software 2 1 OBJETIVOS

Leia mais

Procedimento licitatório para conferir Autorizações de Uso de Radiofrequências. 700 MHz

Procedimento licitatório para conferir Autorizações de Uso de Radiofrequências. 700 MHz Procedimento licitatório para conferir Autorizações de Uso de Radiofrequências 700 MHz Lotes e Áreas de Prestação Preços (*) Somente será licitado caso não exista Proponente vencedor em algum dos Lotes

Leia mais

Programa Acessa Escola prevê a instalação de 4.300 salas de informática em escolas públicas de São Paulo

Programa Acessa Escola prevê a instalação de 4.300 salas de informática em escolas públicas de São Paulo REVISTAS TIC BRASIL 03/02/2009 TERÇA-FEIRA EDUCAÇÃO Programa Acessa Escola prevê a instalação de 4.300 salas de informática em escolas públicas de São Paulo Uma das novidades do Campus Party 2009, evento

Leia mais

ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE INTERATIVO COM GINGA-NCL PARA TV DIGITAL

ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE INTERATIVO COM GINGA-NCL PARA TV DIGITAL ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE INTERATIVO COM GINGA-NCL PARA TV DIGITAL João Vitor Carvalho de Melo jvcmelo@aluno.ufabc.edu.br Universidade Federal do ABC Avenida dos Estados, 5001 - Bairro

Leia mais

PERSONALIZANDO A TV DIGITAL. Elaine Cecília Gatto

PERSONALIZANDO A TV DIGITAL. Elaine Cecília Gatto PERSONALIZANDO A TV DIGITAL Elaine Cecília Gatto Agenda Sobre... Personalização Sistemas de Recomendação Trabalhos na Área Sobre... Bacharel em Engenharia de Computação pela UNIFEV Mestre em Ciência de

Leia mais

SÃO PAULO - 30 DE NOVEMBRO DE 2007

SÃO PAULO - 30 DE NOVEMBRO DE 2007 SÃO PAULO - 30 DE NOVEMBRO DE 2007 Juliana Baroni em Dance Dance Dance : Band e Globo já produzem novelas digitais Guia de compras Como escolher melhores TVs, conversores e antenas Tudo o que você precisa

Leia mais

Prof. Ms. José Eduardo Santarem Segundo santarem@univem.edu.br. Demonstrar o impacto que o tema virtualização tem representado no mercado

Prof. Ms. José Eduardo Santarem Segundo santarem@univem.edu.br. Demonstrar o impacto que o tema virtualização tem representado no mercado Prof. Ms. José Eduardo Santarem Segundo santarem@univem.edu.br Demonstrar o impacto que o tema virtualização tem representado no mercado de TI. Apresentar alguns conceitos e técnicas sobre a tecnologia

Leia mais

Windows Partners Day Oportunidades de Mercado com Windows Media Center

Windows Partners Day Oportunidades de Mercado com Windows Media Center Windows Partners Day Oportunidades de Mercado com Windows Media Center Windows Media Center (MCE) Uma interface para os usuários consumirem todos os seus conteúdos digitais: fotos, músicas, programas de

Leia mais

Mecanismo para Armazenamento das Interações dos Usuários de Set-top Box em uma Ferramenta para Análise de Interação

Mecanismo para Armazenamento das Interações dos Usuários de Set-top Box em uma Ferramenta para Análise de Interação Mecanismo para Armazenamento das Interações dos Usuários de Set-top Box em uma Ferramenta para Análise de Interação BASÍLIO, Samuel da Costa Alves BARRÈRE, Eduardo RESUMO O Sistema Brasileiro de Televisão

Leia mais

Tradição, pioneirismo e credibilidade.

Tradição, pioneirismo e credibilidade. Tradição, pioneirismo e credibilidade. A Converge Comunicações desenvolve serviços convergentes com foco em novas tecnologias, soluções e tendências. Nosso portfólio inclui a organização de feiras, congressos

Leia mais

Conceitos Inovadores na Operação da Rede Nacional de TV Pública Digital RNTPD

Conceitos Inovadores na Operação da Rede Nacional de TV Pública Digital RNTPD Conceitos Inovadores na Operação da Rede Nacional de TV Pública Digital RNTPD Rio de Janeiro, 10 de dezembro 2009 Rede Nacional de TV Pública Digital Cobertura em todos os municípios com mais de 100 mil

Leia mais

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NA ÁREA DA CONSTRUÇÃO CIVIL: UMA EXPERIÊNCIA PROMISSORA

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NA ÁREA DA CONSTRUÇÃO CIVIL: UMA EXPERIÊNCIA PROMISSORA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NA ÁREA DA CONSTRUÇÃO CIVIL: UMA EXPERIÊNCIA PROMISSORA Maria Inês Franco Motti Sonia Maria José Bombardi Fundacentro Fundação Jorge Duprat de Segurança e Medicina do Trabalho O mundo

Leia mais

TV digital: novas tendências e o design de interfaces

TV digital: novas tendências e o design de interfaces João Paulo Amaral Schlittler TV digital: novas tendências e o design de interfaces As mídias digitais interativas criaram uma demanda pelo design de interfaces facilitadoras da interação entre máquinas,

Leia mais

4 Arquitetura para aplicações NCL dinâmicas

4 Arquitetura para aplicações NCL dinâmicas 4 Arquitetura para aplicações NCL dinâmicas Além de ser composta por objetos de mídia com conteúdo audiovisual, uma aplicação NCL dinâmica precisa ter objetos NCLua geradores de conteúdo em sua composição.

Leia mais

Análise de Interação e Audiência em Sistemas de Tv Digital Interativa

Análise de Interação e Audiência em Sistemas de Tv Digital Interativa Análise de Interação e Audiência em Sistemas de Tv Digital Interativa Samuel da Costa Alves Basilio, Marcelo Ferreira Moreno, Eduardo Barrére 1 Departamento de Ciência da Computação Universidade Federal

Leia mais

Projeto de Sistemas Distribuídos. Prof. Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com

Projeto de Sistemas Distribuídos. Prof. Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com Projeto de Sistemas Distribuídos Prof. Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com Exemplos de SD Quais podem ser? Ex. de SD: Internet Internet é um conjunto de redes de computadores, de muitos tipos diferentes,

Leia mais

Explorando a interatividade com entrada de dados textuais em ambiente de TV Digital

Explorando a interatividade com entrada de dados textuais em ambiente de TV Digital Explorando a interatividade com entrada de dados textuais em ambiente de TV Digital Herlon Silva Santos¹, Samuel Azevedo², Aquiles Medeiros Filgueira Burlamaqui¹, Luiz Marcos Garcia Gonçalves², Luiz Eduardo

Leia mais

A nova fase da TV Digital Brasileira

A nova fase da TV Digital Brasileira INTERATIVIDADE A nova fase da TV Digital Brasileira No fim de 2012 a TV Câmara dos Deputados e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) começaram os testes para a implementação da TV Interativa na rede pública

Leia mais

Infra-estrutura tecnológica para EaD na UFJF: situação atual e projeções

Infra-estrutura tecnológica para EaD na UFJF: situação atual e projeções Infra-estrutura tecnológica para EaD na UFJF: situação atual e projeções Prof. Dr. Mauricio L. Aguilar Molina, DSc. Coordenador Tecnológico Núcleo de Educação à Distância - UFJF www.nead.ufjf.br mauricio.aguilar@ufjf.edu.br

Leia mais