MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO BOLETIM DE SERVIÇO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO BOLETIM DE SERVIÇO"

Transcrição

1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO BOLETIM DE SERVIÇO Nº 05/2013 MAIO 2013

2 PRESIDENTE DA REPÚBLICA Dilma Vana Rousseff MINISTRO DA EDUCAÇÃO Aloizio Mercadante Oliva SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA Marco Antônio de Oliveira INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO REITOR Roberto Gil Rodrigues Almeida PRÓ-REITOR DE ADMINISTRAÇÃO Ernani Cláudio Borges PRÓ-REITOR DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL Mauro Borges França PRÓ-REITOR DE ENSINO Luiz Alberto Rezende PRÓ-REITOR DE EXTENSÃO Eurípedes Ronaldo Ananias Ferreira PRÓ-REITOR DE PESQUISA E INOVAÇÃO Carlos Alberto Alves de Oliveira EQUIPE RESPONSÁVEL PELO BOLETIM Coordenação Geral de Gestão de Pessoas

3 Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro BS Boletim de Serviço Nº 05 de 31/05/2013 ÍNDICE REITORIA RESOLUÇÕES AD REFERENDUM... 4 PORTARIAS ORDENS DE SERVIÇO ALTERAÇÕES EM ESCALA DE FÉRIAS AUSÊNCIAS JUSTIFICADAS LICENÇAS MÉDICAS DIÁRIAS SUBSTITUIÇÕES REMUNERADAS RETIFICAÇÕES CAMPUS ITUIUTABA PORTARIAS ORDENS DE SERVIÇO ALTERAÇÕES EM ESCALA DE FÉRIAS LICENÇAS MÉDICAS LICENÇAS POR MOTIVO DE DOENÇA EM PESSOA DA FAMÍLIA AUSÊNCIAS JUSTIFICADAS AUXÍLIO NATALIDADE DIÁRIAS SUBSTITUIÇÕES REMUNERADAS CAMPUS PARACATU PORTARIAS ALTERAÇÕES EM ESCALA DE FÉRIAS LICENÇAS MÉDICAS ASSISTÊNCIA PRÉ-ESCOLAR AUSÊNCIAS JUSTIFICADAS DIÁRIAS

4 SUBSTITUIÇÕES REMUNERADAS CAMPUS PATROCÍNIO ORDENS DE SERVIÇO ALTERAÇÕES EM ESCALA DE FÉRIAS PROGRAMAÇÃO DE FÉRIAS LICENÇAS MÉDICAS LICENÇAS POR MOTIVO DE DOENÇA EM PESSOA DA FAMÍLIA SUBSTITUIÇÕES REMUNERADAS CAMPUS PATOS DE MINAS ALTERAÇÃO EM ESCALA DE FÉRIAS CAMPUS UBERABA PORTARIAS DESPACHOS ALTERAÇÕES EM ESCALA DE FÉRIAS LICENÇAS MÉDICAS LICENÇAS POR MOTIVO DE DOENÇA EM PESSOA DA FAMÍLIA AUSÊNCIAS JUSTIFICADAS AUXÍLIO NATALIDADE LICENÇA À GESTANTE LICENÇA PATERNIDADE DIÁRIAS SUBSTITUIÇÕES REMUNERADAS EXTRATOS DE TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CAMPUS UBERLÂNDIA BOLETIM DE SERVIÇO MAIO/ CAMPUS UBERLÂNDIA CENTRO BOLETIM DE SERVIÇO MAIO/

5 REITORIA RESOLUÇÕES AD REFERENDUM RESOLUÇÃO AD REFERENDUM Nº 40/2013, DE 07 DE MAIO DE 2013 Dispõe sobre o Regulamento do Núcleo de Apoio Pedagógico dos câmpus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro IFTM. O PRESIDENTE SUBSTITUTO DO CONSELHO SUPERIOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO, no uso das atribuições que lhe confere a Lei nº de 29/12/2008, publicada no DOU de 30/12/2008, o Estatuto aprovado pela Resolução nº 01/2009, do dia 17/08/2009, publicada no DOU de 21/08/2009 e Portaria N. 35 de 12/01/2012, publicada no DOU de 13/01/2012, Seção 2, página 27 RESOLVE: Art. 1º - Aprovar Ad Referendum o Regulamento do Núcleo de Apoio Pedagógico dos câmpus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro IFTM, conforme anexo. Art.2º - Esta Resolução entra em vigor nesta data. Uberaba, 07 de maio de Eurípedes Ronaldo Ananias Ferreira Presidente Substituto do Conselho Superior do IFTM INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO Página 4

6 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO REGULAMENTO DO NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO DOS CÂMPUS DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO NAP/IFTM UBERABA 2013 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO Página 5

7 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO CAPÍTULO I DA NATUREZA, DAS FINALIDADES E DOS OBJETIVOS Art. 1º O presente Regulamento disciplina a organização, o funcionamento e as atribuições do Núcleo de Apoio Pedagógico dos Câmpus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro NAP/IFTM. Art. 2º O NAP é um setor de apoio e assessoramento didático-pedagógico à Direção de Ensino, à Coordenação Geral de Ensino ou equivalentes, às coordenações de cursos, aos docentes e aos estudantes em todos os processos de ensino e aprendizagem, visando assegurar a implementação das políticas e diretrizes educacionais dos diferentes níveis/modalidades de ensino. Art. 3º O NAP deverá ser instituído em cada um dos Câmpus do IFTM, atendidas as seguintes condições: I. estar vinculado à Direção de Ensino ou equivalente; II. oferecer, em conjunto com os demais setores do IFTM, suporte acadêmico e pedagógico às atividades de ensino, pesquisa e extensão; III. manter estreita relação com a comunidade acadêmica, apoiando a elaboração, a execução, a avaliação e, se necessário, o redimensionamento de projetos e atividades educacionais. Art. 4º São objetivos do NAP: I. assessorar a equipe gestora de ensino, os docentes, o Núcleo Docente Estruturante NDE e o Colegiado na concepção, consolidação, avaliação e atualização dos projetos pedagógicos de cursos; II. apoiar os docentes no planejamento das atividades de ensino e na prática educacional voltada à inovação para a qualidade do ensino, da pesquisa e da extensão; III. acompanhar as atividades acadêmicas contribuindo para a permanência e o sucesso escolar dos estudantes. CAPÍTULO II DAS ATRIBUIÇÕES Art. 5º São atribuições do NAP: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO Página 6

8 I. participar da elaboração, atualização e execução do Plano de Desenvolvimento Institucional PDI e do Projeto Pedagógico Institucional PPI; II. zelar pela integração da formação acadêmica com a realidade social e o mundo do trabalho; III. elaborar e desenvolver o Plano de Ação Pedagógica Anual apresentando-o à Direção de Ensino; IV. implementar e desenvolver as atividades do Plano de Trabalho Anual do NAP; V. apresentar à Direção de Ensino ou equivalente, ao final de cada ano letivo, um relatório das atividades desenvolvidas; VI. participar da elaboração, implementação, avaliação e atualização dos Projetos Pedagógicos dos Cursos PPC; VII. apoiar a implementação das mudanças educacionais decorrentes de publicações legais; VIII. informar e orientar estudantes e docentes sobre os regulamentos e orientações normativas de cunho acadêmico no âmbito do IFTM; IX. acompanhar, assessorar, apoiar e avaliar as atividades pedagógicas e curriculares em conjunto com as coordenações de cursos; X. acompanhar e participar, no âmbito de suas competências, do processo de ensino e aprendizagem, orientando a elaboração dos projetos pedagógicos e dos planos de ensino e a avaliação da aprendizagem; XI. analisar sistematicamente, em conjunto com as coordenações de cursos e o corpo docente, os dados quantitativos e qualitativos referentes ao rendimento e à movimentação escolar dos estudantes como transferências, cancelamentos e trancamentos; XII. orientar, em conjunto com as coordenações de cursos, ações que favoreçam o processo de ensino e aprendizagem com vistas à permanência, ao sucesso escolar e à inserção sócio-profissional dos estudantes; XIII. analisar os resultados do desempenho dos estudantes em avaliações externas nacionais como subsídios para eventuais intervenções; XIV. estimular, em conjunto com as coordenações de cursos, atividades de estudos e pesquisas na área educacional; XV. sugerir e/ou participar da elaboração, implementação e avaliação de programas de formação continuada de docentes do IFTM; XVI. estimular o intercâmbio de experiências didático-pedagógicas, a pesquisa e a reflexão das ações relacionadas ao processo de ensino e aprendizagem; XVII. participar, quando solicitado, do processo de seleção de docentes; XVIII. solicitar a aquisição de livros e periódicos na área pedagógica; INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO Página 7

9 XIX. participar da elaboração do Calendário Acadêmico; XX. propor e participar da elaboração do cronograma de atividades pedagógicas em articulação com a Direção de Ensino ou equivalente; XXI. articular, conforme a necessidade, o atendimento ao estudante junto ao psicólogo, assistente social e à Coordenação de Apoio ao Educando, ou equivalentes; XXII. manter atualizada a documentação do NAP; XXIII. apoiar e/ou participar das atividades extraclasses tais como palestras, seminários, simpósios, cursos; XXIV. manter a integração e a interlocução com as equipes gestoras do ensino. CAPÍTULO III DA COMPOSIÇÃO Art. 6º O NAP é constituído por todos os pedagogos e técnicos em assuntos educacionais TAE, um representante da Coordenação de Apoio ao Educando ou equivalente e, quando houver, os psicólogos e os assistentes sociais. Art. 7º O NAP terá um responsável e seu substituto, indicados por portaria expedida pela Direção Geral do Câmpus. Parágrafo Único. Os responsáveis e seus substitutos serão pedagogos ou técnicos em assuntos educacionais. CAPÍTULO IV DO FUNCIONAMENTO Art. 8º O NAP reunir-se-á ordinariamente no mínimo duas vezes por mês e extraordinariamente mediante convocação do responsável ou de seu substituto. 1º. As reuniões extraordinárias serão convocadas pelo responsável do Núcleo ou seu substituto, sempre que houver necessidade, com no mínimo 48 (quarenta e oito) horas de antecedência. 2º. As reuniões serão registradas em atas, elaboradas por um dos membros do Núcleo indicado pelo responsável ou seu substituto. Art. 9º As deliberações das reuniões do NAP serão por votação direta dos seus membros, vencendo a maioria simples (cinquenta por cento mais um). Parágrafo Único. Para as reuniões a que se refere o caput deste artigo, deverão estar presentes a maioria simples de todos os membros que compõem o Núcleo. CAPÍTULO V DAS COMPETÊNCIAS DO RESPONSÁVEL PELO NAP E DE SEU SUBSTITUTO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO Página 8

10 Art. 10 Compete ao responsável pelo Núcleo: I. cumprir e fazer cumprir este regulamento; II. conduzir as reuniões do NAP; III. coordenar as ações desenvolvidas pelo NAP; IV. zelar pelo cumprimento das atribuições do NAP; V. arquivar os relatórios das atividades e os documentos do NAP; VI. receber e encaminhar correspondências, documentos e relatórios do NAP aos setores competentes; VII. convocar os membros do NAP para as reuniões, enviando as pautas com antecedência mínima de 48 (quarenta e oito) horas. Art. 11 Compete ao substituto do responsável pelo NAP: I. substituir o responsável pelo Núcleo, quando da sua ausência, cumprindo as funções que lhe competem. CAPÍTULO VI DAS DISPOSIÇÕES FINAIS Art. 12 Para o desenvolvimento de seus trabalhos, projetos e ações, o NAP poderá consultar outros profissionais e/ou colaboradores. Art. 13 Ao final de cada semestre/período letivo, o NAP avaliará suas ações, redirecionando-as, quando necessário. Art. 14 Este regulamento poderá ser alterado, com aprovação dos órgãos superiores competentes, sempre que as demandas didático-pedagógicas assim o exigirem. Art. 15 Os casos omissos serão apreciados e julgados pelos Responsáveis e pela Diretoria de Ensino. Art. 16 O presente Regulamento entrará em vigor na data da sua homologação pelo Conselho Superior do IFTM. INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO Página 9

11 REITORIA PORTARIAS PORTARIA Nº 421 DE 02 DE MAIO DE 2013 Página 2, e Lei nº de 29/12/2008, publicada no DOU de 30/12/2008, resolve: I - Designar o Pregoeiro e sua Equipe de Apoio para a realização de licitações da ia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro, relativo ao exercício 2013/2014: A) Pregoeiro Servidor Cargo Campus Tiago Alves de Sousa Auxiliar em Administração ia B) Equipe de Apoio Servidor Cargo Campus Ane Caroline Aparecida Chagas Vieira Assistente em Administração ia Daniela Abadia Carneiro Administrador ia José Guilherme Soares Silva Caetano Auxiliar em Administração ia Josiany Resende Vilas Boas Assistente em Administração ia Márcio Faria Lourenço Assistente em Administração ia Sandra Sales de Jesus Administrador ia C) Apoio/ Suplente Pregoeiro Servidor Cargo Campus Gabriel Silva Severino Administrador ia PORTARIA Nº 422 DE 02 DE MAIO DE 2013 Página 2, e Lei nº de 29/12/2008, publicada no DOU de 30/12/2008, e tendo em vista o que consta do processo nº / , resolve: I Conceder aposentadoria voluntária à servidora VERA LÚCIA PEGORER DE OLIVEIRA, nº , ocupante do cargo de Professor de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico, Código de Vaga nº , Classe D IV, Nível 02, do Quadro Permanente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro Campus Uberaba, de acordo com o art. 3º, incisos I e II da Emenda Constitucional nº 47/2005 c/c o art. 40, 18 da CF/88 (redação atual), com proventos integrais acrescidos de 2% (dois por cento) de Adicional de Tempo de Serviço, de acordo com os artigos 67 e 244 da Lei nº 8.112/90 e da Retribuição por Titulação prevista no art. 117 da Lei nº /08. II Em decorrência da aposentadoria, declarar vago o referido cargo. I INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO Página 10

12 PORTARIA Nº 423 DE 02 DE MAIO DE 2013 Página 2, e Lei nº de 29/12/2008, publicada no DOU de 30/12/2008, resolve: I - Dispensar, a partir de 01/05/2013, o Titular da Gratificada do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro, conforme abaixo: A) Campus Uberaba Servidor Paulo Sérgio Mendes Alves Cargo Assistente em Administração ou Cargo Denominação Coordenador de Patrimônio Código FG-04 PORTARIA Nº 424 DE 02 DE MAIO DE 2013 Página 2, e Lei nº de 29/12/2008, publicada no DOU de 30/12/2008, resolve: I - Designar, a partir de 01/05/2013, os Titulares para as Funções Gratificadas do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro, conforme abaixo: A) Campus Uberaba Servidor Paulo Henrique Soares de Carvalho Dário Montes Cargo ou Cargo Denominação Código Professor de EBTT Coordenador de Esporte e Lazer FG-05 Assistente em Administração Coordenador de Patrimônio FG-04 PORTARIA Nº 425 DE 02 DE MAIO DE 2013 Página 2, e Lei nº de 29/12/2008, publicada no DOU de 30/12/2008, resolve: I - Dispensar, a partir de 01/05/2013, a Substituta da Gratificada do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro, conforme abaixo: A) Campus Uberaba ou Cargo Servidor Cargo Denominação Código Geovana Dagrava Administrador Coordenadora de Patrimônio FG-04 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO Página 11

13 PORTARIA Nº 426 DE 02 DE MAIO DE 2013 Página 2, e Lei nº de 29/12/2008, publicada no DOU de 30/12/2008, resolve: I - Designar, a partir de 01/05/2013, o Substituto para a Gratificada do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro, conforme abaixo: A) Campus Uberaba ou Cargo Servidor Cargo Denominação Código Donizetti Pascoal Primo Marceneiro Coordenador de Patrimônio FG-04 PORTARIA Nº 427 DE 02 DE MAIO DE 2013 Página 2, e Lei nº de 29/12/2008, publicada no DOU de 30/12/2008, resolve: I - Dispensar, a partir de 02/05/2013, o Titular da Gratificada do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro, conforme abaixo: A) Campus Patrocínio Servidor Denis Henrique Caixeta Cargo Assistente em Administração ou Cargo Denominação Coordenador de Licitação e Compras Código FG-02 PORTARIA Nº 428 DE 02 DE MAIO DE 2013 Página 2, e Lei nº de 29/12/2008, publicada no DOU de 30/12/2008, resolve: I - Exonerar, a partir de 02/05/2013, o Titular do Cargo de Direção do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro, conforme abaixo: A) Campus Patos de Minas Servidor Weverson Silva Morais Cargo Professor de EBTT ou Cargo Denominação Diretor de Implantação do Campus Patos de Minas Código CD-03 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO Página 12

14 PORTARIA Nº 429 DE 02 DE MAIO DE 2013 Página 2, e Lei nº de 29/12/2008, publicada no DOU de 30/12/2008, resolve: I - Exonerar, a partir de 02/05/2013, os Titulares dos Cargos de Direção do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro, conforme abaixo: A) Campus Paracatu Servidor Heraldo Marcus Rosi Cruvinel Ronaldo Eduardo Diláscio Cargo Médico Veterinário Professor de EBTT ou Cargo Denominação Diretor Geral Pro-Tempore Diretor de Ensino Código CD-02 CD-04 PORTARIA Nº 430 DE 02 DE MAIO DE 2013 Página 2, e Lei nº de 29/12/2008, publicada no DOU de 30/12/2008, resolve: I - Exonerar, a partir de 02/05/2013, o Substituto do Cargo de Direção do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro, conforme abaixo: A) Campus Patos de Minas Servidor Waldemar Pamplona da Silva Cargo Professor EBTT ou Cargo Denominação Diretor de Implantação do Campus Patos de Minas Código CD-03 PORTARIA Nº 431 DE 02 DE MAIO DE 2013 Página 2, e Lei nº de 29/12/2008, publicada no DOU de 30/12/2008, resolve: I - Exonerar, a partir de 02/05/2013, a Substituta do Cargo de Direção do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro, conforme abaixo: A) Campus Paracatu ou Cargo Servidor Cargo Denominação Código Nísia Maria Teresa Salles Pedagogo Diretora de Ensino CD-04 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO Página 13

15 PORTARIA Nº 432 DE 02 DE MAIO DE 2013 Página 2, e Lei nº de 29/12/2008, publicada no DOU de 30/12/2008, resolve: I - Dispensar, a partir de 02/05/2013, o Substituto da Gratificada do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro, conforme abaixo: A) Campus Uberlândia Centro ou Cargo Servidor Cargo Denominação Código Bruno Queiroz Pinto Professor EBTT Coordenador de Ensino FG-01 PORTARIA Nº 433 DE 02 DE MAIO DE 2013 Página 2, e Lei nº de 29/12/2008, publicada no DOU de 30/12/2008, resolve: I Alterar no Quadro de Funções das Portarias IFTM-ia nº 788 de 18/09/2012, publicada no DOU de 19/09/2012, nº 181 de 13/04/2010, publicada no DOU de 20/04/2010 e nº 989 de 14/11/2012, publicada no DOU de 29/11/2012, as funções abaixo decorrentes da substituição de funções ou da redistribuição constante da Portaria Ministerial nº 764 de 05/08/2009, DOU de 07/08/2009 e/ou da Portaria Ministerial nº 180 de 19/02/2010, DOU de 22/02/2010: SITUAÇÃO ATÉ 02/05/2013 SITUAÇÃO A PARTIR DE 02/05/2013 DENOMINAÇÃO ANTIGA Código Código NOVA DENOMINAÇÃO Direção de Implantação do Campus Patos de Minas CD-03 Cargo de Direção CD-03 Diretoria de Ensino Campus Paracatu CD-04 Cargo de Direção CD-04 Coordenação de Ensino - Campus Avançado Uberlândia FG-01 Gratificada FG-01 II Incluir no Quadro de Funções, as funções abaixo decorrentes da substituição de funções ou da redistribuição constante da Portaria Ministerial nº 764 de 05/08/2009, DOU de 07/08/2009 e/ou da Portaria Ministerial nº 180 de 19/02/2010, DOU de 22/02/2010: SITUAÇÃO ATÉ 02/05/2013 SITUAÇÃO A PARTIR DE 02/05/2013 DENOMINAÇÃO ANTIGA Código Código NOVA DENOMINAÇÃO Cargo de Direção CD-04 Coordenação Geral de Administração e Planejamento Campus Patrocínio CD-04 Cargo de Direção CD-02 Direção-Geral Pro-Tempore Campus Patos de Minas CD-02 Cargo de Direção CD-03 Assessor da ia CD-03 Cargo de Direção CD-04 Coordenação Geral de Ensino Campus Paracatu CD-04 Cargo de Direção CD-04 Coordenação Geral de Ensino Campus Uberlândia Centro CD-04 III Esta Portaria entra em vigor nesta data. INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO Página 14

16 PORTARIA Nº 434 DE 02 DE MAIO DE 2013 Página 2, e Lei nº de 29/12/2008, publicada no DOU de 30/12/2008, resolve: I - ar, a partir de 02/05/2013, o Titular para o Cargo de Direção do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro, conforme abaixo: A) Campus Patrocínio Servidor Denis Henrique Caixeta Cargo Assistente em Administração ou Cargo Denominação Coordenador Geral de Administração e Planejamento Código CD-04 PORTARIA Nº 435 DE 02 DE MAIO DE 2013 Página 2, e Lei nº de 29/12/2008, publicada no DOU de 30/12/2008, resolve: I - ar, a partir de 02/05/2013, o Titular para o Cargo de Direção do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro, conforme abaixo: A) Campus Patos de Minas Servidor Weverson Silva Morais Cargo Professor de EBTT ou Cargo Denominação Diretor Geral Pro-Tempore Código CD-02 PORTARIA Nº 436 DE 02 DE MAIO DE 2013 Página 2, e Lei nº de 29/12/2008, publicada no DOU de 30/12/2008, resolve: I - ar, a partir de 02/05/2013, o Titular para o Cargo de Direção do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro, conforme abaixo: A) Campus Uberaba/ia Servidor Heraldo Marcus Rosi Cruvinel Cargo Médico Veterinário ou Cargo Denominação Assessor da ia Código CD-03 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO Página 15

17 PORTARIA Nº 437 DE 02 DE MAIO DE 2013 Página 2, e Lei nº de 29/12/2008, publicada no DOU de 30/12/2008, resolve: I - Dispensar, a partir de 02/05/2013, o Titular da Gratificada do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro, conforme abaixo: A) Campus Paracatu Servidor Gustavo Alexandre de Oliveira Silva Cargo Professor de EBTT ou Cargo Denominação Coordenador de Curso da Área de Informática e Eletrônica Código FG-02 PORTARIA Nº 438 DE 02 DE MAIO DE 2013 Página 2, e Lei nº de 29/12/2008, publicada no DOU de 30/12/2008, resolve: I - ar, a partir de 02/05/2013, os Titulares para os Cargos de Direção do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro, conforme abaixo: A) Campus Paracatu Servidor Ronaldo Eduardo Diláscio Gustavo Alexandre de Oliveira Silva Cargo Professor de EBTT Professor de EBTT ou Cargo Denominação Diretor Geral Pro-Tempore Coordenador Geral de Ensino Código CD-02 CD-04 PORTARIA Nº 439 DE 02 DE MAIO DE 2013 Página 2, e Lei nº de 29/12/2008, publicada no DOU de 30/12/2008, resolve: I - Dispensar, a partir de 02/05/2013, o Titular da Gratificada do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro, conforme abaixo: A) Campus Uberlândia Centro ou Cargo Servidor Cargo Denominação Código Alex Dias Professor de EBTT Coordenador de Ensino FG-01 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO Página 16

18 PORTARIA Nº 440 DE 02 DE MAIO DE 2013 Página 2, e Lei nº de 29/12/2008, publicada no DOU de 30/12/2008, resolve: I - Designar, a partir de 02/05/2013, o Titular para a Gratificada do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro, conforme abaixo: A) Campus Paracatu Servidor Cargo Gustavo de Souza Neves Professor de EBTT ou Cargo Denominação Coordenador de Curso da Área de Informática e Eletrônica Código FG-02 PORTARIA Nº 441 DE 02 DE MAIO DE 2013 Página 2, e Lei nº de 29/12/2008, publicada no DOU de 30/12/2008, resolve: I - ar, a partir de 02/05/2013, o Titular para o Cargo de Direção do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro, conforme abaixo: A) Campus Uberlândia Centro Servidor Alex Dias Cargo Professor de EBTT ou Cargo Denominação Coordenador Geral de Ensino Código CD-04 PORTARIA Nº 442 DE 02 DE MAIO DE 2013 Página 2, e Lei nº de 29/12/2008, publicada no DOU de 30/12/2008, CONSIDERANDO o disposto no Artigo 9º, inciso I e Artigo 10 da Lei 8.112, de 11/12/1990, com redação dada pela Lei nº de 10/12/1997, de acordo com o Decreto 7.312/2010 de 22/09/2010, DOU de 23/09/2010 e Resolução IFTM-CONSUP "Ad Referendum" nº 36/2013, de 05/04/2013, e conforme detalhamento abaixo de Edital de Abertura e Edital de Homologação, resolve: I - ar, em caráter efetivo, o candidato habilitado em Concurso Público, para o cargo integrante da Carreira de Magistério do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Quadro Permanente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro, em regime de 40 (quarenta) horas semanais com Dedicação Exclusiva, nos termos da Lei /2008, conforme detalhamento abaixo: 1. GRUPO: NÍVEL SUPERIOR - GRUPO / CARGO: CARGO: PROFESSOR DO ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO 1.2. CLASSE E NÍVEL INICIAL: CLASSE D I, NÍVEL CAMPUS UBERLÂNDIA CENTRO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO Página 17

19 Candidato Polyana Aparecida R. da Silva Área de Concentração Código de Vaga Educação Edital de Abertura Nº 17/2012 de 19/04/2012 DOU de 20/04/2012 e 31/2012 de 28/05/2012 DOU de 31/05/2012 Edital de Homologação Nº 47/2012 de 31/07/2012 DOU de 31/07/2012 PORTARIA Nº 443 DE 02 DE MAIO DE 2013 Página 2, e Lei nº de 29/12/2008, publicada no DOU de 30/12/2008, CONSIDERANDO o disposto no Artigo 9º, inciso I e Artigo 10 da Lei 8.112, de 11/12/1990, com redação dada pela Lei nº de 10/12/1997, de acordo com o Decreto 7.312/2010 de 22/09/2010, DOU de 23/09/2010 e Resolução IFTM-CONSUP "Ad Referendum" nº 36/2013, de 05/04/2013, e conforme detalhamento abaixo de Edital de Abertura e Edital de Homologação, resolve: I ar, em caráter efetivo, o candidato habilitado em Concurso Público, para o cargo integrante da Carreira de Magistério do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Quadro Permanente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro, em regime de 40 (quarenta) horas semanais, nos termos da Lei /2008, conforme detalhamento abaixo: 1. GRUPO: NÍVEL SUPERIOR - GRUPO / CARGO: CARGO: PROFESSOR DO ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO 1.2. CLASSE E NÍVEL INICIAL: CLASSE D I, NÍVEL CAMPUS ITUIUTABA Candidato Marcelo Loures Ribeiro Área de Concentração Manutenção e Hardware de Computadores Código de Vaga Edital de Abertura Nº 17/2012 de 19/04/2012 DOU de 20/04/2012 e 31/2012 de 28/05/2012 DOU de 31/05/2012 Edital de Homologação Nº 47/2012 de 31/07/2012 DOU de 31/07/2012 PORTARIA Nº 444 DE 02 DE MAIO DE 2013 Página 2, e Lei nº de 29/12/2008, publicada no DOU de 30/12/2008, CONSIDERANDO o disposto no Artigo 9º, inciso I e Artigo 10 da Lei 8.112, de 11/12/1990, com redação dada pela Lei nº de 10/12/1997, de acordo com o Decreto 7.312/2010 de 22/09/2010, DOU de 23/09/2010 e Resolução IFTM-CONSUP "Ad Referendum" nº 36/2013, de 05/04/2013, e conforme detalhamento abaixo de Edital de Abertura e Edital de Homologação, resolve: I ar, em caráter efetivo, o candidato habilitado em Concurso Público, para o cargo integrante da Carreira de Magistério do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Quadro Permanente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro, em regime de 40 (quarenta) horas semanais com Dedicação Exclusiva, nos termos da Lei /2008, conforme detalhamento abaixo: 1. GRUPO: NÍVEL SUPERIOR - GRUPO / CARGO: CARGO: PROFESSOR DO ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO 1.2. CLASSE E NÍVEL INICIAL: CLASSE D I, NÍVEL CAMPUS ITUIUTABA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO Página 18

20 Candidato Luciana Lourdes Silva Área de Concentração Desenvolvimento de Sistemas Código de Vaga Edital de Abertura Nº 17/2012 de 19/04/2012 DOU de 20/04/2012 e 31/2012 de 28/05/2012 DOU de 31/05/2012 Edital de Homologação Nº 47/2012 de 31/07/2012 DOU de 31/07/2012 PORTARIA Nº 445 DE 02 DE MAIO DE 2013 Página 2, e Lei nº de 29/12/2008, publicada no DOU de 30/12/2008, CONSIDERANDO o disposto no Artigo 9º, inciso I e Artigo 10 da Lei 8.112, de 11/12/1990, com redação dada pela Lei nº de 10/12/1997, de acordo com o Decreto 7.312/2010 de 22/09/2010, DOU de 23/09/2010 e Resolução IFTM-CONSUP "Ad Referendum" nº 36/2013, de 05/04/2013, e conforme detalhamento abaixo de Edital de Abertura e Edital de Homologação, resolve: I ar, em caráter efetivo, o candidato habilitado em Concurso Público, para o cargo integrante da Carreira de Magistério do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Quadro Permanente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro, em regime de 40 (quarenta) horas semanais com Dedicação Exclusiva, nos termos da Lei /2008, conforme detalhamento abaixo: 1. GRUPO: NÍVEL SUPERIOR - GRUPO / CARGO: CARGO: PROFESSOR DO ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO 1.2. CLASSE E NÍVEL INICIAL: CLASSE D I, NÍVEL CAMPUS UBERLÂNDIA Candidato Área de Concentração Código de Vaga Renant Araújo Morais História Edital de Abertura Nº 17/2012 de 19/04/2012 DOU de 20/04/2012 e 31/2012 de 28/05/2012 DOU de 31/05/2012 Edital de Homologação Nº 47/2012 de 31/07/2012 DOU de 31/07/2012 PORTARIA Nº 446 DE 02 DE MAIO DE 2013 Página 2, e Lei nº de 29/12/2008, publicada no DOU de 30/12/2008, CONSIDERANDO o disposto no Artigo 9º, inciso I e Artigo 10 da Lei 8.112, de 11/12/1990, com redação dada pela Lei nº de 10/12/1997, de acordo com o Decreto 7.312/2010 de 22/09/2010, DOU de 23/09/2010 e Resolução IFTM-CONSUP "Ad Referendum" nº 36/2013, de 05/04/2013, e conforme detalhamento abaixo de Edital de Abertura e Edital de Homologação, resolve: I ar, em caráter efetivo, o candidato habilitado em Concurso Público, para o cargo integrante da Carreira de Magistério do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Quadro Permanente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro, em regime de 40 (quarenta) horas semanais com Dedicação Exclusiva, nos termos da Lei /2008, conforme detalhamento abaixo: 1. GRUPO: NÍVEL SUPERIOR - GRUPO / CARGO: CARGO: PROFESSOR DO ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO 1.2. CLASSE E NÍVEL INICIAL: CLASSE D I, NÍVEL CAMPUS PATROCÍNIO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO Página 19

RESOLUÇÃO Nº 38/2013/Consup Florianópolis, 07 de outubro de 2013.

RESOLUÇÃO Nº 38/2013/Consup Florianópolis, 07 de outubro de 2013. RESOLUÇÃO Nº 38/2013/Consup Florianópolis, 07 de outubro de 2013. A PRESIDENTE DO DO IF-SC no uso das atribuições que lhe foram conferidas pelo Decreto de 15/12/2011, publicado no DOU de 16/12/2011 e atendendo

Leia mais

GOVERNO FEDERAL COMISSÃO INTERNA DE SUPERVISÃO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS

GOVERNO FEDERAL COMISSÃO INTERNA DE SUPERVISÃO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS GOVERNO FEDERAL COMISSÃO INTERNA DE SUPERVISÃO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS 2011 GOVERNO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

BOLETIM DE SERVIÇO Nº 07/2013 31 de julho de 2013

BOLETIM DE SERVIÇO Nº 07/2013 31 de julho de 2013 BOLETIM DE SERVIÇO Nº 07/2013 31 de julho de 2013 Campus Muriaé Av. Monteiro de Castro, nº 550, Barra Muriaé MG CEP:36.880-000 Página 1 PRESIDENTA DA REPÚBLICA DILMA VANA ROUSSEFF MINISTRO DA EDUCAÇÃO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA RESOLUÇÃO Nº 5, DE 3 DE AGOSTO DE 2010 (*)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA RESOLUÇÃO Nº 5, DE 3 DE AGOSTO DE 2010 (*) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA RESOLUÇÃO Nº 5, DE 3 DE AGOSTO DE 2010 (*) Fixa as Diretrizes Nacionais para os Planos de Carreira e Remuneração dos Funcionários

Leia mais

Do Colegiado de Curso. Da Constituição do Colegiado

Do Colegiado de Curso. Da Constituição do Colegiado REGULAMENTO INTERNO DO COLEGIADO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS - UNITINS Do Colegiado de Curso Art. 1º. O Colegiado de Curso é a instância básica dos cursos de graduação, responsável

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DO MARAJÓ BREVES FACULDADE DE MATEMÁTICA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DO MARAJÓ BREVES FACULDADE DE MATEMÁTICA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DO MARAJÓ BREVES FACULDADE DE MATEMÁTICA REGIMENTO INTERNO DA FACULDADE DE MATEMÁTICA, CAMPUS UNIVERSITÁRIO DO MARAJÓ BREVES, UFPA.

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS REGIMENTO INTERNO UNIVERSIDADE ABERTA DO TRABALHADOR

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS REGIMENTO INTERNO UNIVERSIDADE ABERTA DO TRABALHADOR FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS REGIMENTO INTERNO UNIVERSIDADE ABERTA DO TRABALHADOR SÃO CARLOS 2011 SUMÁRIO TÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO Art. 1º a 3... 3 Capítulo I Da Natureza (art. 1º)... 3 Capítulo II

Leia mais

procederá as anotações pertinentes no prontuário do servidor. Art. 3º. Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

procederá as anotações pertinentes no prontuário do servidor. Art. 3º. Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Salvador, Bahia Terça-feira 04 de agosto de 2015 Ano XCIX N o 21.747 PORTARIA Nº 1.925/2015 - Deferir a IÊDA DE JESUS FRANÇA, Analista Universitário, matrícula nº 74000575-4, lotada na Pró-Reitoria de

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 2-CADCAM/C/UNICENTRO, DE 04 DE MAIO DE 2015. Aprova o Regulamento da Farmácia Escola do Campus Cedeteg, UNICENTRO-PR. O PRESIDENTE DO CONSELHO ADMINISTRATIVO DO CAMPUS CEDETEG, UNIDADE UNIVERSITÁRIA

Leia mais

prorrogação CÂMPUS POUSO ALEGRE

prorrogação CÂMPUS POUSO ALEGRE prorrogação CÂMPUS POUSO ALEGRE NOVEMBRO/2014 GOVERNO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONA0L E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL DE MINAS

Leia mais

Aberta e a Distância - CEAD, da UNIFAL-MG.

Aberta e a Distância - CEAD, da UNIFAL-MG. RESOLUÇÃO Nº 023/2011, DE 28 DE ABRIL DE 2011 CONSELHO UNIVERSITÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG O Conselho Universitário da UNIFAL-MG, no uso de suas atribuições regimentais e estatutárias,

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE - NDE DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FSV

REGULAMENTO DO NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE - NDE DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FSV CAPÍTULO I Das considerações preliminares Art. 1º. O presente Regulamento disciplina as atribuições e o funcionamento do Núcleo Docente Estruturante NDE dos Cursos Superiores Tecnológicos, de Bacharelado

Leia mais

Regimento do Curso de Bacharelado em Artes Cênicas da Universidade Federal de Santa Catarina

Regimento do Curso de Bacharelado em Artes Cênicas da Universidade Federal de Santa Catarina Regimento do Curso de Bacharelado em Artes Cênicas da Universidade Federal de Santa Catarina CAPÍTULO I Das Disposições Iniciais Art. 1º - O Curso de Bacharelado em Artes Cênicas, criado pela Resolução

Leia mais

prorrogação Pouso Alegre

prorrogação Pouso Alegre prorrogação Pouso Alegre Fevereiro/2012 GOVERNO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONA0L E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL DE MINAS GERAIS

Leia mais

CÂMPUS PASSOS ABRIL/2013

CÂMPUS PASSOS ABRIL/2013 CÂMPUS PASSOS ABRIL/2013 GOVERNO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL DE MINAS GERAIS PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Leia mais

CÂMPUS MUZAMBINHO JANEIRO/2015 IFSULDEMINAS BOLETIM DE SERVIÇO 1

CÂMPUS MUZAMBINHO JANEIRO/2015 IFSULDEMINAS BOLETIM DE SERVIÇO 1 CÂMPUS MUZAMBINHO JANEIRO/2015 IFSULDEMINAS BOLETIM DE SERVIÇO 1 GOVERNO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Leia mais

REGIMENTO DO NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE (NDE) DO CURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO CAFS

REGIMENTO DO NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE (NDE) DO CURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO CAFS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CAMPUS AMILCAR FERREIRA SOBRAL CAFS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO BR 343 KM 3,5 Bairro Meladão CEP 64.800-000 Floriano PI. Fone (89) 3522-0138 REGIMENTO DO

Leia mais

REGULAMENTO DOS COLEGIADOS DOS CURSOS SUPERIORES DO IF BAIANO CAMPUS SANTA INÊS

REGULAMENTO DOS COLEGIADOS DOS CURSOS SUPERIORES DO IF BAIANO CAMPUS SANTA INÊS REGULAMENTO DOS COLEGIADOS DOS CURSOS SUPERIORES DO IF BAIANO CAMPUS SANTA INÊS Aprovado pelo Colegiado do Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas em 26/03/2014. Aprovado pelo Colegiado do Curso de

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS REGIMENTO INTERNO ESCOLA MUNICIPAL DE GOVERNO

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS REGIMENTO INTERNO ESCOLA MUNICIPAL DE GOVERNO FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS REGIMENTO INTERNO ESCOLA MUNICIPAL DE GOVERNO SÃO CARLOS 2011 SUMÁRIO TÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO Art. 1º a 3º... 3 Capítulo I Da Natureza (art. 1º)... 3 Capítulo II Da Finalidade

Leia mais

AGUARDANDO APROVAÇÃO DO COUNI

AGUARDANDO APROVAÇÃO DO COUNI Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional REGULAMENTO DO COLEGIADO DE CURSO DE GRADUAÇÃO E EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DA UTFPR RESOLUÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DOS COLEGIADOS DE CURSO CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DOS COLEGIADOS DE CURSO CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DOS COLEGIADOS DE CURSO CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art.1º. O Colegiado de Curso, previsto no Regimento Geral da Faculdade Guairacá é órgão da Coordenação Didática, destinado a

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CONSELHO DE GRADUAÇÃO R E G I M E N T O I N T E R N O CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CONSELHO DE GRADUAÇÃO R E G I M E N T O I N T E R N O CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CONSELHO DE GRADUAÇÃO R E G I M E N T O I N T E R N O CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1. Este Regimento dispõe sobre a composição, competências e funcionamento

Leia mais

Professor Rodrigo Marques de Oliveira Presidente do Conselho Acadêmico do IFMG - Campus Governador Valadares

Professor Rodrigo Marques de Oliveira Presidente do Conselho Acadêmico do IFMG - Campus Governador Valadares SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS GOVERNADOR VALADARES - CONSELHO ACADÊMICO Av. Minas Gerais, 5.189 - Bairro Ouro

Leia mais

Universidade Positivo Resolução n o 04 de 16/04/2010 Normas Acadêmicas do Stricto Sensu

Universidade Positivo Resolução n o 04 de 16/04/2010 Normas Acadêmicas do Stricto Sensu RESOLUÇÃO N o 04 de 16/04/2010 - CONSEPE Dispõe sobre as normas das atividades acadêmicas dos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu da Universidade Positivo. O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão,

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 008, de 30 de junho de 2003

RESOLUÇÃO N o 008, de 30 de junho de 2003 RESOLUÇÃO N o 008, de 30 de junho de 2003 Aprova Regimento do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Letras Teoria Literária e Crítica da Cultura da UFSJ O PRESIDENTE DO CONSELHO DELIBERATIVO SUPERIOR

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 012, de 27 de março de 2008. 1 (Modificado o Regimento pela Res. 022/2011 e 061/2011)

RESOLUÇÃO N o 012, de 27 de março de 2008. 1 (Modificado o Regimento pela Res. 022/2011 e 061/2011) RESOLUÇÃO N o 012, de 27 de março de 2008. 1 (Modificado o Regimento pela Res. 022/2011 e 061/2011) Cria o Núcleo de Educação a Distância (NEAD) e aprova seu Regimento Interno. O PRESIDENTE DO CONSELHO

Leia mais

Prefeitura Municipal de Sabará Rua Dom Pedro II, 200 CEP: 34505-000 Sabará MG Fones: (31) 3672-7672 - (31) 3674-2909

Prefeitura Municipal de Sabará Rua Dom Pedro II, 200 CEP: 34505-000 Sabará MG Fones: (31) 3672-7672 - (31) 3674-2909 PROJETO DE LEI Nº 023, de 05 de maio de 2015 Dispõe sobre o processo de ingresso à direção das Instituições de Ensino do Municipio, estabelece a estrutura de cargos e salários dos Diretores e Vice Diretores

Leia mais

RESOLUÇÃO CSA N.º 05, DE 14 DE ABRIL DE 2015

RESOLUÇÃO CSA N.º 05, DE 14 DE ABRIL DE 2015 RESOLUÇÃO CSA N.º 05, DE 14 DE ABRIL DE 2015 Altera o Regimento Interno da Comissão Própria de Avaliação (CPA) das Faculdades Ponta Grossa. A Presidente do Conselho Superior de Administração das Faculdades

Leia mais

SUMÁRIO 1. CONSELHO UNIVERSITÁRIO 1250 2. CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E ADMINISTRAÇÃO 3. REITORIA 1250 4. DIRETORIA DE PESSOAL 1251

SUMÁRIO 1. CONSELHO UNIVERSITÁRIO 1250 2. CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E ADMINISTRAÇÃO 3. REITORIA 1250 4. DIRETORIA DE PESSOAL 1251 ANO 12 Nº 45 ITAJUBÁ(MG), 08 DE NOVEMBRO DE 2013 SUMÁRIO 1. CONSELHO UNIVERSITÁRIO 1250 2. CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E ADMINISTRAÇÃO 1250 3. REITORIA 1250 4. DIRETORIA DE PESSOAL 1251 5. PREFEITURA

Leia mais

REGULAMENTO DO COLEGIADO DE CURSO CAPÍTULO I DA NATUREZA E FINALIDADES

REGULAMENTO DO COLEGIADO DE CURSO CAPÍTULO I DA NATUREZA E FINALIDADES REGULAMENTO DO COLEGIADO DE CURSO CAPÍTULO I DA NATUREZA E FINALIDADES Art. 1º O Colegiado de Curso é órgão consultivo, normativo, de planejamento acadêmico e executivo, para os assuntos de política de

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 047, de 16 de outubro de 2006. (Modificada pela Res. 039/2012 e 002/2013)

RESOLUÇÃO N o 047, de 16 de outubro de 2006. (Modificada pela Res. 039/2012 e 002/2013) RESOLUÇÃO N o 047, de 16 de outubro de 2006. (Modificada pela Res. 039/2012 e 002/2013) Aprova o Regulamento Geral dos Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu. O PRESIDENTE DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE

Leia mais

Regimento Geral dos Núcleos Docentes Estruturantes da Faculdade de Jussara

Regimento Geral dos Núcleos Docentes Estruturantes da Faculdade de Jussara Mantenedora Centro de Ciências de Jussara Mantida Faculdade de Jussara - FAJ Regimento Geral dos Núcleos Docentes Estruturantes da Faculdade de Jussara Jussara 2009 Regimento geral dos Núcleos Docentes

Leia mais

U N I V E R S I D A D E C A T Ó L I C A D E B R AS Í L I A P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O E P E S Q U I S A P R PG P/ U C B

U N I V E R S I D A D E C A T Ó L I C A D E B R AS Í L I A P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O E P E S Q U I S A P R PG P/ U C B U N I V E R S I D A D E C A T Ó L I C A D E B R AS Í L I A P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O E P E S Q U I S A P R PG P/ U C B REGULAMENTO GERAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA

REGULAMENTO DO NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA REGULAMENTO DO NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA Art. 1º - O Núcleo Docente Estruturante do Curso de Graduação em Odontologia, instituído pela Portaria IMMES nº 010, de 15 de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO UNIVERSITÁRIO INSTITUTO DE ESTUDOS EM SAÚDE COLETIVA REGIMENTO TÍTULO I DA INSTITUIÇÃO E SEUS FINS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO UNIVERSITÁRIO INSTITUTO DE ESTUDOS EM SAÚDE COLETIVA REGIMENTO TÍTULO I DA INSTITUIÇÃO E SEUS FINS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO UNIVERSITÁRIO Aprova o Regimento do Instituto de Estudos em Saúde Coletiva da UFRJ. INSTITUTO DE ESTUDOS EM SAÚDE COLETIVA REGIMENTO TÍTULO I DA INSTITUIÇÃO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 097/2014, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2014

RESOLUÇÃO Nº 097/2014, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS Conselho Superior Rua Ciomara Amaral de Paula, 167 Bairro Medicina 37550-000 - Pouso Alegre/MG Fone: (35)

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MONTES CLAROS SECRETARIA DOS CONSELHOS RESOLUÇÃO N 182 CEPEX/2006

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MONTES CLAROS SECRETARIA DOS CONSELHOS RESOLUÇÃO N 182 CEPEX/2006 SECRETARIA DOS CONSELHOS RESOLUÇÃO N 182 CEPEX/2006 APROVA A ALTERAÇÃO DA SIGLA DO NÚCLEO DE PROPRIEDADE INTELECTUAL E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E O SEU REGIMENTO O Reitor e Presidente do CONSELHO DE ENSINO,

Leia mais

PORTARIAS DO REITOR 73 03/02/2014 74 04/02/2014

PORTARIAS DO REITOR 73 03/02/2014 74 04/02/2014 PORTARIAS DO REITOR Nº DATA DESCRIÇÃO 72 03/02/2014 Conceder ao servidor FERNANDO EDUARDO DE SOUZA CARVALHO, ocupante do cargo de Assistente em Administração, SIAPE n. 1614945, licença para tratar de interesses

Leia mais

Aprovado pelo CONSUNI - UFRJ - 25 de agosto de 2011

Aprovado pelo CONSUNI - UFRJ - 25 de agosto de 2011 REGIMENTO DO INSTITUTO ALBERTO LUIZ COIMBRA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DE ENGENHARIA (COPPE) DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO. Aprovado por unanimidade pelo Conselho Deliberativo da COPPE em

Leia mais

O CONSELHO UNIVERSITÁRIO da UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE, no uso de suas atribuições e considerando o que consta do Processo,

O CONSELHO UNIVERSITÁRIO da UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE, no uso de suas atribuições e considerando o que consta do Processo, Anteprojeto de RESOLUÇÃO Nº. Considerando a acelerada expansão verificada no ICHF nos últimos anos, por conta da expansão do numero de cursos de graduação, pós-graduação stricto e lato sensu Considerando

Leia mais

REGULAMENTO DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

REGULAMENTO DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU REGULAMENTO DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU Res. Consun nº 96/10, de 24/11/10. Art. 1º Art. 2º Art. 3º Art. 4º TÍTULO I DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU CAPÍTULO I DAS FINALIDADES

Leia mais

REGULAMENTO DO COLEGIADO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET

REGULAMENTO DO COLEGIADO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET REGULAMENTO DO COLEGIADO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET BARBACENA 2010 CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES O presente regulamento disciplina as atribuições e o funcionamento

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 021/2007 DO CONSELHO SUPERIOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG

RESOLUÇÃO Nº 021/2007 DO CONSELHO SUPERIOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Comissão Permanente de Propriedade Intelectual RESOLUÇÃO Nº 021/2007 DO CONSELHO SUPERIOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG

Leia mais

UNIVERSIDADE DE PASSO FUNDO CONSELHO UNIVERSITÁRIO

UNIVERSIDADE DE PASSO FUNDO CONSELHO UNIVERSITÁRIO UNIVERSIDADE DE PASSO FUNDO CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO CONSUN Nº 07/2010 Define e regulamenta o funcionamento dos programas de pós-graduação stricto sensu O Conselho Universitário da Universidade

Leia mais

DECRETO Nº 6.555, DE 8 DE SETEMBRO DE 2008.

DECRETO Nº 6.555, DE 8 DE SETEMBRO DE 2008. DECRETO Nº 6.555, DE 8 DE SETEMBRO DE 2008. Dispõe sobre as ações de comunicação do Poder Executivo Federal e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o

Leia mais

Art. 1º Aprovar o Regimento Interno da Pró-Reitoria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas da Universidade Federal de São João del-rei PROGP- UFSJ.

Art. 1º Aprovar o Regimento Interno da Pró-Reitoria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas da Universidade Federal de São João del-rei PROGP- UFSJ. RESOLUÇÃO N o 017, de 7 de maio de 2007. Aprova Regimento Interno da Pró-Reitoria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas PROGP. O PRESIDENTE DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 6.094, DE 24 DE ABRIL DE 2007. Dispõe sobre a implementação do Plano de Metas Compromisso Todos pela Educação, pela União

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ESTUDOS AFRO-BRASILEIROS E INDÍGENAS NEABI

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ESTUDOS AFRO-BRASILEIROS E INDÍGENAS NEABI REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ESTUDOS AFRO-BRASILEIROS E INDÍGENAS NEABI TITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento disciplina a organização, o funcionamento e as atribuições do Núcleo

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - CED REGIMENTO INTERNO TÍTULO I DA NATUREZA, DAS FINALIDADES E DOS OBJETIVOS

CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - CED REGIMENTO INTERNO TÍTULO I DA NATUREZA, DAS FINALIDADES E DOS OBJETIVOS RESOLUÇÃO CONSU Nº. 06/2015, DE 24 DE MARÇO DE 2015 O Vice-Reitor, no exercício da Presidência do Conselho Superior Universitário da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas, no uso de suas

Leia mais

RESOLUÇÃO CNRM/004/2001

RESOLUÇÃO CNRM/004/2001 RESOLUÇÃO CNRM/004/2001 A PRESIDENTE DA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA (CNRM), no uso de sua atribuições previstas no art. 5.º do Decreto n.º 80.281, de 05 de setembro de 1977, e considerando o

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 20/2012, DE 14 DE AGOSTO DE 2012

RESOLUÇÃO Nº 20/2012, DE 14 DE AGOSTO DE 2012 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MEC - INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO RESOLUÇÃO Nº 20/2012, DE 14 DE AGOSTO DE 2012 Aprova a regulamentação do Programa de Incentivo à Pesquisa,

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ REGIMENTO DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ REGIMENTO DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ REGIMENTO DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO TERESINA-PI 2005 RESOLUÇÃO Nº 011/84 CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Aprova o Regimento do Conselho de

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 09/2010

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 09/2010 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 09/2010 Aprova o Regimento Interno da Comissão Interna de Supervisão da Carreira dos Cargos

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO UNIVERSITÁRIO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO UNIVERSITÁRIO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 25/2014 Regulamenta a política de afastamento para qualificação e capacitação do Pessoal Técnico- Administrativo,

Leia mais

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CAPÍTULO I DA RESIDÊNCIA MÉDICA E SEUS OBJETIVOS Art. 1º - O Curso de Residência Médica da Faculdade de Medicina de Marília constitui modalidade de ensino de pós-graduação, lato sensu, caracterizado por

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DOS COLEGIADOS DE CURSOS DE GRADUAÇÃO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE SETE LAGOAS UNIFEMM

REGIMENTO INTERNO DOS COLEGIADOS DE CURSOS DE GRADUAÇÃO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE SETE LAGOAS UNIFEMM REGIMENTO INTERNO DOS COLEGIADOS DE CURSOS DE GRADUAÇÃO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE SETE LAGOAS UNIFEMM Sete Lagoas, 2010 2 REGIMENTO INTERNO DOS COLEGIADOS DE CURSOS DE GRADUAÇÃO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 18/00 - CEPE R E S O L V E:

RESOLUÇÃO Nº 18/00 - CEPE R E S O L V E: RESOLUÇÃO Nº 18/00 - CEPE Aprova as normas básicas da atividade acadêmica dos Cursos de Graduação na modalidade de Educação à Distância da Universidade Federal do Paraná. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO FACULDADE DE DIREITO JUSTIFICATIVA

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO FACULDADE DE DIREITO JUSTIFICATIVA 1 DOS ÓRGÃOS DELIBERATIVOS JUSTIFICATIVA Dois grandes órgãos de deliberação superior foram propostos: O Conselho Universitário e o Conselho de Administração e Finanças. Este último, com a missão de deliberar

Leia mais

BOLETIM DE SERVIÇO Nº 003/2016 31 de março de 2016

BOLETIM DE SERVIÇO Nº 003/2016 31 de março de 2016 BOLETIM DE SERVIÇO Nº 003/2016 31 de março de 2016 Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais Câmpus Juiz de Fora Rua Bernardo Mascarenhas,1283. Fábrica - 36.080-001 31/03/2016 Página 1 PRESIDENTE DA

Leia mais

CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO. BOLETIM INTERNO N o 07 ASSUNTOS GERAIS E ADMINISTRATIVOS

CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO. BOLETIM INTERNO N o 07 ASSUNTOS GERAIS E ADMINISTRATIVOS CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO BOLETIM INTERNO N o 07 Brasília-DF, 13 de fevereiro de 2015 - Para conhecimento e devida execução, publica-se o seguinte: ASSUNTOS GERAIS E ADMINISTRATIVOS CONTROLADORIA-GERAL

Leia mais

Lei: Art. 8º É dever dos pais ou responsáveis efetuar a matrícula dos menores, a partir dos 6 (seis) anos de idade, no ensino fundamental.

Lei: Art. 8º É dever dos pais ou responsáveis efetuar a matrícula dos menores, a partir dos 6 (seis) anos de idade, no ensino fundamental. Lei: Art. 5º. I - educação básica, nas etapas da educação infantil e ensino fundamental, obrigatória e gratuita a partir dos 4 (quatro) anos de idade, assegurada inclusive a sua oferta gratuita para todos

Leia mais

PORTARIA Nº, DE FEVEREIRO DE 2013

PORTARIA Nº, DE FEVEREIRO DE 2013 PORTARIA Nº, DE FEVEREIRO DE 2013 Define as diretrizes gerais para o processo de avaliação de desempenho para fins de progressão e de promoção das Carreiras do Magistério Superior e do Ensino Básico, Técnico

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 31, DE 30 DE JUNHO DE 2011

RESOLUÇÃO Nº 31, DE 30 DE JUNHO DE 2011 RESOLUÇÃO Nº 31, DE 30 DE JUNHO DE 2011 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal do Pampa, em sessão de 30 de junho de 2011, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo artigo 16 e pelo

Leia mais

PORTARIAS DA REITORIA - 2015

PORTARIAS DA REITORIA - 2015 PORTARIAS DA REITORIA - 2015 PORTARIA R Nº 195, de 27/02/2015 Determinar a interrupção das férias, de 2015, programadas para o período de 24/02/2015 à 24/02/2015, relativo a primeira parcela, do(a) servidor(a)

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIRON - CPA

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIRON - CPA REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIRON - CPA Av. Mamoré, nº 1520, Bairro Três Marias CEP: 78919-541 Tel: (69) 3733-5000 Porto Velho - RO 1 CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Leia mais

REGULAMENTO Título I DA COSAT Art. 1º - Os servidores (técnico-administrativos e docentes) da Universidade organizarão na sua unidade, acadêmica e

REGULAMENTO Título I DA COSAT Art. 1º - Os servidores (técnico-administrativos e docentes) da Universidade organizarão na sua unidade, acadêmica e REGULAMENTO Título I DA COSAT Art. 1º - Os servidores (técnico-administrativos e docentes) da Universidade organizarão na sua unidade, acadêmica e administrativa, e nos órgãos suplementares da administração

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N. 638, DE 22 DE JANEIRO DE 2008

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N. 638, DE 22 DE JANEIRO DE 2008 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N. 638, DE 22 DE JANEIRO DE 2008 Aprova o Regimento do Campus Universitário do Marajó-Soure. O REITOR DA UNIVERSIDADE

Leia mais

RESOLUÇÃO AD REFERENDUM Nº 42/2014, DE 23 DE JUNHO DE 2014

RESOLUÇÃO AD REFERENDUM Nº 42/2014, DE 23 DE JUNHO DE 2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MEC - INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO RESOLUÇÃO AD REFERENDUM Nº 42/2014, DE 23 DE JUNHO DE 2014 Dispõe sobre a aprovação do Regulamento

Leia mais

LEI N. 1.513, DE 11 DE NOVEMBRO DE 2003

LEI N. 1.513, DE 11 DE NOVEMBRO DE 2003 LEI N. 1.513, DE 11 DE NOVEMBRO DE 2003 Dispõe sobre a gestão democrática do sistema de ensino público do Estado do Acre e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE seguinte Lei: FAÇO SABER

Leia mais

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino Corrida da Saúde Classificação geral do corta-mato, realizado no dia 23 de Dezembro de 2007, na Escola E.B. 2,3 de Valbom. Contou com a participação dos alunos do 4º ano e do 2º e 3º ciclos do Agrupamento

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE BOLETIM DE SERVIÇO GABINETE DO REITOR PORTARIAS. REITORIA DA UFCG - ANO 2014 N o 24. Campina Grande Paraíba

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE BOLETIM DE SERVIÇO GABINETE DO REITOR PORTARIAS. REITORIA DA UFCG - ANO 2014 N o 24. Campina Grande Paraíba UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE BOLETIM DE SERVIÇO GABINETE DO REITOR PORTARIAS REITORIA DA UFCG - ANO 2014 N o 24 Campina Grande Paraíba Boletim de Serviço - Reitoria da UFCG - Ano 2014 Nº 24-18

Leia mais

Boletim de Serviço. Nº 12 Março de 2012

Boletim de Serviço. Nº 12 Março de 2012 Boletim de Serviço Nº 12 Março de 2012 Este boletim de serviço destina-se à publicação dos atos administrativos do Câmpus Feliz do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Leia mais

Profª. Drª. Maria Berenice Alho da Costa Tourinho Reitora. Prof.ª Dr.ª Maria Cristina Victorino de França Vice-Reitora

Profª. Drª. Maria Berenice Alho da Costa Tourinho Reitora. Prof.ª Dr.ª Maria Cristina Victorino de França Vice-Reitora BOLETIM DE SERVIÇO Nº 14de 15/02/2013 ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 2 Profª. Drª. Maria Berenice Alho da Costa Tourinho Reitora Prof.ª Dr.ª Maria Cristina Victorino de França Vice-Reitora Profº Ms Adilson

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FACULDADE DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL RESOLUÇÃO Nº 001, DE 16 DE MAIO DE 2011.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FACULDADE DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL RESOLUÇÃO Nº 001, DE 16 DE MAIO DE 2011. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FACULDADE DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL RESOLUÇÃO Nº 001, DE 16 DE MAIO DE 2011. Dispõe sobre a normativa de organização e funcionamento

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PRPGP - UCB

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PRPGP - UCB UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PRPGP - UCB MESTRADO EM GESTÃO DO CONHECIMENTO E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - MGCTI REGULAMENTO DO MESTRADO EM GESTÃO DO CONHECIMENTO

Leia mais

CAPÍTULO I DA IDENTIFICAÇÃO

CAPÍTULO I DA IDENTIFICAÇÃO CAPÍTULO I DA IDENTIFICAÇÃO Art. 1º O Laboratório de Línguas é um órgão complementar de fomento ao ensino, pesquisa, extensão, e prestação de serviços vinculado ao Centro de Letras e Ciências Humanas sob

Leia mais

Mais do que faculdade, uma escola de empreendedores. Regulamento do Colegiado de curso da Faculdade Montes Belos

Mais do que faculdade, uma escola de empreendedores. Regulamento do Colegiado de curso da Faculdade Montes Belos Mais do que faculdade, uma escola de empreendedores Regulamento do Colegiado de curso da Faculdade Montes Belos São Luís de Montes Belos, novembro de 2011 REGULAMENTO COLEGIADO DE CURSOS REGULAMENTO INTERNO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MEC - INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MEC - INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MEC - INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO RESOLUÇÃO AD REFERENDUM Nº 41/2014, DE 10 DE JUNHO DE 2014 Dispõe sobre a aprovação do regulamento

Leia mais

DECRETO Nº 4.732, DE 10 DE JUNHO DE 2003. Dispõe sobre a Câmara de Comércio Exterior - CAMEX, do Conselho de Governo.

DECRETO Nº 4.732, DE 10 DE JUNHO DE 2003. Dispõe sobre a Câmara de Comércio Exterior - CAMEX, do Conselho de Governo. DECRETO Nº 4.732, DE 10 DE JUNHO DE 2003. Dispõe sobre a Câmara de Comércio Exterior - CAMEX, do Conselho de Governo. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84, incisos

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ADMINISTRAÇÃO DA UNIGRANRIO

REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ADMINISTRAÇÃO DA UNIGRANRIO UNIVERSIDADE DO GRANDE RIO Prof. José de Souza Herdy Reconhecida pela Portaria MEC 940/94 D.O.U. de 16 de Junho de 1994 PRÓ - REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROPEP REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE

Leia mais

- o princípio constitucional da garantia de celeridade na tramitação dos processos, incluído pela Emenda Constitucional 45/2004;

- o princípio constitucional da garantia de celeridade na tramitação dos processos, incluído pela Emenda Constitucional 45/2004; ATO DO CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO - CONSEPE Resolução Nº xx, de xx de xxx de 2015 Regulamenta o afastamento de docentes efetivos da UFRA, para fins de estudo e cooperação. O Reitor da Universidade

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO NUCLEO DE ESTUDOS DE POLÍTICAS PÚBLICAS EM DIREITOS HUMANOS SUELY SOUZA DE ALMEIDA - NEPP-DH

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO NUCLEO DE ESTUDOS DE POLÍTICAS PÚBLICAS EM DIREITOS HUMANOS SUELY SOUZA DE ALMEIDA - NEPP-DH UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO NUCLEO DE ESTUDOS DE POLÍTICAS PÚBLICAS EM DIREITOS HUMANOS SUELY SOUZA DE ALMEIDA - NEPP-DH Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas em Direitos Humanos -

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS DELIBERAÇÃO Nº 056/2013 CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE FRUTAL FAF TÍTULO I DO REGULAMENTO E DO ÓRGÃO

REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE FRUTAL FAF TÍTULO I DO REGULAMENTO E DO ÓRGÃO REGULAMENTO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE FRUTAL FAF TÍTULO I DO REGULAMENTO E DO ÓRGÃO Art. 1º Este Regulamento Interno disciplina as normas relativas ao funcionamento da Comissão Própria

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO UNIVERSITÁRIO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO UNIVERSITÁRIO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 33/2012 Autoriza a criação do Comitê de Gestão e Tecnologia da Informação (CGTI), da Universidade Federal da

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA RESOLUÇÃO N 008/2014 DE 30 DE ABRIL DE 2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA RESOLUÇÃO N 008/2014 DE 30 DE ABRIL DE 2014 RESOLUÇÃO N 008/2014 DE 30 DE ABRIL DE 2014 Normatiza os procedimentos para concessão de afastamentos para capacitação de servidores docentes da Universidade Federal da Integração Latino-Americana - UNILA.

Leia mais

REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DA NATUREZA E MISSÃO

REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DA NATUREZA E MISSÃO Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DA NATUREZA E MISSÃO Art. 1º O CENTRO BRASILEIRO DE PESQUISA EM AVALIAÇÃO E SELEÇÃO

Leia mais

Sebastião Rildo Fernandes Diniz Presidente do Conselho Diretor

Sebastião Rildo Fernandes Diniz Presidente do Conselho Diretor SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO Nº 13 DO CONSELHO DIRETOR DE 05 DE OUTUBRO DE 2005. O Presidente do Conselho Diretor do Centro Federal de Educação Tecnológica de Petrolina, no

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul EDITAL Nº 031/2015 PROCESSO CLASSIFICATÓRIO DE AFASTAMENTO DE SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UNIDADE ORGANIZACIONAL CAMPUS BENTO GONÇALVES DO IFRS O Diretor-Geral da Unidade Organizacional

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL. PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAPONGAS www.arapongas.pr.gov.br/diario.php. DECRETO Nº 925/13, de 22 de agosto de 2013

DIÁRIO OFICIAL. PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAPONGAS www.arapongas.pr.gov.br/diario.php. DECRETO Nº 925/13, de 22 de agosto de 2013 De Acordo com a Lei 3.465 de 19 de Dezembro de 2007 DIÁRIO OFICIAL PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAPONGAS www.arapongas.pr.gov.br/diario.php QUARTA-FEIRA - 28/08/2013 ANO: V Nº: 1023 PÁG: 01 EDIÇÃO DE HOJE:

Leia mais

BOLETIM DE SERVIÇO Nº 01/2014 28 de fevereiro de 2014

BOLETIM DE SERVIÇO Nº 01/2014 28 de fevereiro de 2014 BOLETIM DE SERVIÇO Nº 01/2014 28 de fevereiro de 2014 CÂMPUS SÃO JOÃO DEL-REI Rua Américo Davim Filho, s/nº - Bairro Vila São Paulo CEP: 36.301-358 São João del-rei MG BOLETIM DE SERVIÇO Nº. 01/2014 28/02/2014

Leia mais

MINUTA FUNDAÇÃO DE APOIO A SERVIÇOS TÉCNICOS, ENSINO E FOMENTO A PESQUISAS REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I PRINCÍPIOS GERAIS

MINUTA FUNDAÇÃO DE APOIO A SERVIÇOS TÉCNICOS, ENSINO E FOMENTO A PESQUISAS REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I PRINCÍPIOS GERAIS MINUTA FUNDAÇÃO DE APOIO A SERVIÇOS TÉCNICOS, ENSINO E FOMENTO A PESQUISAS REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I PRINCÍPIOS GERAIS Art. 1º A FUNDAÇÃO DE APOIO A SERVIÇOS TÉCNICOS, ENSINO E FOMENTO A PESQUISAS -

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 3.736, DE 15 DE SETEMBRO DE 2011

RESOLUÇÃO Nº 3.736, DE 15 DE SETEMBRO DE 2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO RESOLUÇÃO Nº 3.736, DE 15 DE SETEMBRO DE 2011 Dispõe sobre o afastamento do país e concessão de passagens para servidores da UNIRIO. O Conselho de

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 016/2015 DE 05 DE MARÇO DE 2015

RESOLUÇÃO Nº 016/2015 DE 05 DE MARÇO DE 2015 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 016/2015 DE 05

Leia mais

Considerando que a excepcionalidade do regime de oferta gera processos de gestão acadêmica e administrativa distintos da rotina institucional;

Considerando que a excepcionalidade do regime de oferta gera processos de gestão acadêmica e administrativa distintos da rotina institucional; RESOLUÇÃO CONSEPE 22/2014 APROVA O REGULAMENTO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSOS GERENCIAIS, MODALIDADE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EAD, DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF, PARA TURMAS COM INÍCIO EM

Leia mais

Aprovado no CEP em 13/01/2010, Resolução 02/2010 REGULAMENTO PARA OS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU DA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE

Aprovado no CEP em 13/01/2010, Resolução 02/2010 REGULAMENTO PARA OS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU DA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE 1 Aprovado no CEP em 13/01/2010, Resolução 02/2010 REGULAMENTO PARA OS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU DA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PARTE I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I DAS MODALIDADES

Leia mais

CAMPUS JUAZEIRO DO NORTE

CAMPUS JUAZEIRO DO NORTE Ano XLVII Nº 281 Fevereiro/ 2012 CAMPUS JUAZEIRO DO NORTE Editado pelo Gabinete do Diretor Av.Plácido Aderaldo Castelo, 1646 Planalto CEP: 63040540 CE Fone/Fax (88) 2101 5300 gabinetejn@ifce.edu.br S

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 28/2015/CS/IFS

RESOLUÇÃO Nº 28/2015/CS/IFS RESOLUÇÃO Nº 28/2015/CS/IFS Aprova a reformulação do Regulamento para concessão de afastamento de docentes para participação em programas de pósgraduação stricto sensu no âmbito do IFS. O PRESIDENTE DO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS - UFAL Comissão Especial para Elaboração da Minuta de Resolução sobre Distribuição da Carga Horária Docente

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS - UFAL Comissão Especial para Elaboração da Minuta de Resolução sobre Distribuição da Carga Horária Docente MINUTA DE RESOLUÇÃO Nº XX/2013 - CONSUNI/UFAL, de XX/XX/2013. REGULAMENTA A DISTRIBUIÇÃO DA CARGA HORÁRIA SEMANAL DE ATIVIDADES DO CORPO DOCENTE DA UFAL. O CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal

Leia mais