ial Em tempo: agradecemos a confiança em nós depositada nas eleições do último dia 26, na qual fomos reconduzidos para mais um mandato.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ial Em tempo: agradecemos a confiança em nós depositada nas eleições do último dia 26, na qual fomos reconduzidos para mais um mandato."

Transcrição

1

2 Revista APCD - SBC 2 2º Trimestre 2010

3 Editor orial ial Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas Regional São Bernardo do Campo e Diadema Avenida João Firmino, 720 Bairro Assunção - Cep: São Bernardo do Campo - SP - APCD Fones/ Fax: (11) EAP Fones / Fax: / Site: DIRETORIA EXECUTIVA (Julho 2008 até Junho de 2010) President esidente: e: Dr. João Costa de Assis 1º Vice-Pr ice-president esidente: e: Dr. Luiz Paulo Colussi 2º Vice-Pr ice-president esidente: e: Dr. Fábio Akiyoshi Iwai 1ª Secretária: Dra. Catia Cristina Lima Molena 1º Tesour esoureir eiro: Dr. Francisco Ângelo Biagioni 2º Tesour esoureir eiro: Dr. Roberto A. Ribeiro Gerente Administrativo Marco Lucio Tancredi CONSELHO FISCAL (Julho 2008 até Junho de 2010) Dr. Hiromassa Iwai Dr. Luiz Alves Teixeira Dr. Pedro Carlos Biagioni Dra. Nádia Melo Slywitch CONSELHO ELEITORAL (Julho 2008 até Junho de 2010) Dr. Caio Perella de Rezende Dr. Frederico E. Machado Tebar Dr. José L. Teixeira Brancato Dr. Roberto A. Ribeiro Comunicação e Divulgação Dr João costa de Assis Dr Eduardo Tobinaga Drª Nádia Melo Slywitch CONOGE (Julho 2008 até Junho de 2010) President esidente: e: Dr. Fábio J. Cantozaro Vice-Pr ice-president esidente: e: Dr. Garbes M. Cebrian Grespan Repr epresent esentant ante e Acadêmico (Julho 2009 até Junho de 2010) Wellington Silva P. Lima Conselho Acadêmico (Julho 2009 até Junho de 2010) Presidente: Ricardo Kanaan M. de Almeida Vice-presidente: Eric Luis Sigarini DEPAR ARTAMENT AMENTOS Defesa de Classe e Ética Profissional Dr. Eduardo Tobinaga Dra. Rosana R. Tobinaga Dr. Vanir Luiz Peixoto Dr. Fernando Carneiro Ribeiro DIRETORIA EAP Diretor or: Dr. Hiromassa Iwai Assessor Científico: ico: Dr. Caio Perella de Rezende Coordenação: Elma Farias DIRETORIA AJD - OSCIP President esidente: e: Dr. Fábio Akiyoshi Iwai Vice: Dr. Tiago Mendonça Mileu Secretária: Dra. Cátia Cristina Lima Molena Diretor Adminis dministr trativ ativo Financeir inanceiro: Dr. Caio Perella de Rezende Delegado CROSP-SBC: Dr Marcelo Barbosa Ramos Fiscal CROSP-SBC: Dr Roberto A. Ribeiro ASSESSORIAS Jurídica: Dra. Lídia Martins da Cruz Guedes e Dr. Maurício de Cecco Porfírio Contábil: José Irineto Par arabéns abéns APCD-SBC/D É com muito orgulho que convidamos todos os sócios, alunos, professores e colaboradores para, juntos, comemorarmos os 50 anos da nossa APCD - regional São Bernardo do Campo e Diadema. Exatamente em 26 de junho deste ano, estaremos completando bodas de ouro de muita dedicação, perseverança e trabalho em prol da classe odontológica da nossa região. Durante todos estes anos, atravessamos diversas dificuldades, ultrapassamos barreiras e conquistamos vitórias, contando sempre com o apoio de profissionais abnegados que deixaram seu consultório e sua família, dedicando seu precioso tempo e sua generosidade para conduzir com todas as adversidades a nossa APCD. Gostaríamos de agradecer a todos que contribuíram de uma forma ou de outra com trabalho, tempo e dedicação para a chegarmos a esse cinquentenário, não é preciso citar nomes, pois todos sabem da sua importância e contribuição. Agradecemos ainda todos os profissionais que atuaram e atuam no nosso grupo de seletos coordenadores e professores de cursos - recebam nosso sincero respeito e agradecimento. Lembramos também da importância de todos os funcionários que passaram pela APCD e aqueles que até hoje contribuem para o nosso sucesso. Em tempo: agradecemos a confiança em nós depositada nas eleições do último dia 26, na qual fomos reconduzidos para mais um mandato. As opiniões expressas nas matérias na Revista da APCD SBC são de responsabilidade de seus autores e não refletem, necessariamente, as da diretoria da APCD, dos editores e anunciantes. É proibida a reprodução total ou parcial de matérias publicadas nesta revista por qualquer meio sem autorização por escrito da redação, de acordo com a Lei 5.988, de 01/12/73. A reprodução deve ser solicitada aos editores para negociação dos direitos de publicação. A APCD não se responsabiliza pelos serviços e produtos de empresas anunciantes neste veículo de comunicação. Todos os produtos e serviços estão sujeitos às normas do mercado, do Código de Defesa do Consumidor e do CONAR - Conselho Nacional de Auto-Regulamentação Publicitária. Tiragem: exemplares Per eriodicidade: Trimestral Jornalis nalista a Responsá esponsável: el: Sônia Macedo (Mtb ) Redação/Revisão/Fotos: Sônia Macedo Produção: DPI Editora (11) Abraço fraternal Dr João Costa de Assis (*) João Costa de Assis (foto), cirurgião-dentista, é presidente da APCD - Regional SBC e Diadema Revista APCD - SBC 3 2º Trimestre 2010

4 Jubileu Um brinde à APCD-SBC/D pelo seu jubileu "Às vinte e uma horas do dia vinte e seis de junho de hum mil e novecentos e sessenta, na sala da Associação Comercial, sita à Rua Marechal Deodoro, n o em São Bernardo do Campo, reuniram-se os Cirurgiões-Dentistas desta Comarca, mais os convidados, membros da Diretoria da Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas, Srs. Hélio de Freitas e Silva, secretário, e Rui Fonseca Bruneti, Diretor do Departamento do Interior, com a finalidade de fundarem a sua associação de Classe...". O primeiro parágrafo da Ata de Fundação da Secção Regional de São Bernardo da Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas marca oficialmente o início de uma trajetória de muito sucesso. Nestes 50 anos de trabalho árduo, a Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas de São Bernardo incorporou a cidade de Diadema, construiu sua belíssima sede, na rua João Firmino, implantou a Escola de Aperfeiçoamento Profissional, enfim, cresceu, modernizou-se, tornando-se nesse gigante de representatividade da classe odontológica e referência de cursos de especialização e aperfeiçoamento. Você, associado, faz parte dessa história. Temos muito para comemorar! Atenta, a diretoria planeja festejar o jubileu da APCD-SBC/D em agosto. Fique atento às informações. Comemoração em grande estilo Se apagar velinhas já é um momento de muita emoção, imagine, então, quando a data é comemorada com a família e os amigos, todos juntos, numa grande festa?! Justamente foi dessa maneira que o tesoureiro da APCD-SBC/D e chefe da Divisão de Saúde Bucal de São Bernardo Dr. Francisco Ângelo Biagioni festejou mais um ano de vida: com uma alegre e descontraída festa com os filhos, a esposa e os muitos amigos que somou durante a vida, promovida na sede da APCD- SBC/D, em 16 de março. Caprichada, a comemoração teve tudo que uma festa de aniversário exige: gostoso batepapo entre amigos, bom cardápio, com direito a bolo de aniversário com velinhas, e muita música. Inclusive, o cantor Frank Aguiar, vice-prefeito de São Bernardo e amigo do Dr Biagioni, deu uma canja para os convidados e cantou alguns de seus sucessos. Desnecessário dizer que todo mundo adorou, foi o maior sucesso. Revista APCD - SBC 4 1º 2º Trimestre 2010

5 Nova Diretoria Eleições APCD Em 26 de maio, foram realizadas eleições para escolha da nova diretoria da APCD Central e Regionais, gestão 2010/2013. Na APCD-SBC/D, o pleito aconteceu das 11h às 20h (cada APCD definiu o seu período de votação), com bom número de sócios exercendo sua cidadania associativa com tranquilidade e responsabilidade., inclusive com boa participação de jovens dentistas. A apuração aconteceu logo após o término das votações. Confira a nova diretoria: APCD-SBC/D gestão 2010/2013 Dr Joao Costa de Assis - Presidente Dr Francisco Angelo Biagioni - 1º Vice-Presidente Dr Fabio Akiyoshi Iwai - 2º Vice-Presidente Dr Florival Dias - 1º Tesoureiro Dr Roberto Augusto Ribeiro - 2º Tesoureiro Dra Catia Cristina Lima Molena - 1º Secretária Dra Nadia Melo Slywitch - 2º Secretaria APCD Central gestão 2010/2013 Dr Adriano Albano Forghieri - Presidente Dr Juscelino Kojima - 1º Vice-Presidente Dr Wilson Chediek - 2º Vice-Presidente Dr Maria Ângela Marmo Fávaro - Secretária Geral Dr Paulo Vianna Mesquita - Tesoureiro Geral Capacitação Diagnóstico em Câncer Bucal A Coordenação Nacional de Saúde Bucal do Ministério da Saúde, com apoio da Secretaria de Saúde de São Bernardo, promoveu programa de Capacitação de Dentistas para Diagnóstico em Câncer Bucal, que reuniu dentistas da prefeitura, em 5 de abril, no teatro Elis Regina. Lançamento do programa do Ministério da Saúde, o treinamento contou com palestrantes de renome, os quais abordaram vários aspectos sobre Câncer Bucal, quinto lugar entre as neoplasias malignas incidentes no homem e o sétimo entre as que acometem as mulheres no Brasil. O Estado de São Paulo possui, por sua vez, a segunda maior incidência mundial desta doença. "Parabéns à cidade de São Bernardo que demonstrou grande avanço na prevenção do câncer bucal", elogiou o coordenador nacional de Saúde Bucal, Gilberto Pucca, que, após reunir-se com o prefeito Luiz Marinho, marcou presença no evento, juntamente com o secretário de saúde de São Bernardo, Arthur Chioro, o chefe de Saúde Bucal de São Bernardo, Francisco Ângelo Biagioni, e o presidente da APCD- SBC/D, João Costa de Assis. Gilberto Pucca explicou aos cerca de 100 dentistas do treinamento que a cidade de São Bernardo foi escolhida para o lançamento do projeto justamente pelo amplo trabalho que vem desenvolvendo nessa área. O projeto será implantado em outras cidades do Estado até julho e em outras cidades do país até o final de O programa de Capacitação de Dentistas para Diagnóstico em Câncer Bucal, do Ministério da Saúde, destinará verba para os municípios construir, reformar e equipar os consultóri- os dentários. Em São Bernardo, 32 Unidades Básicas de Saúde serão beneficiadas e a previsão é que os novos consultórios estejam funcionando já no segundo semestre. Câncer de boca - O câncer de boca é uma denominação que inclui os cânceres de lábio, língua, bochechas, gengivas, céu da boca e assoalho da boca. Conforme boletim da Pro-Onco (Ministério da Saúde), cerca de 80% dos pacientes que procuram os serviços de diagnóstico e tratamento de câncer bucal já se encontram em estágios avançados desta doença. Nestes casos, as probabilidades de cura são muito remotas, o tratamento gera maior gasto e 60% desses pacientes chegam a óbito. Nos pacientes sobreviventes, as mutilações resultantes do tratamento são drásticas, acarretando sérias alterações psicológicas e sociais. Revista APCD - SBC 5 2º Trimestre 2010

6 Trabalho volunt oluntár ário io Ajuda ao próximo: trabalho compensador! Conhecida pela maioria das crianças em fase de troca de dente de leite, a fada do dente é um personagem invisível que, para alegria dos pequenos, pega o dente de leite que caiu, colocado debaixo do travesseiro, à noite, e deixa dinheiro no lugar. Ao contrário do imaginário infantil, para 75 idosos da Casa Asilar, em Riacho Grande, a fada do dente aparece em carne e osso, tem nome e presta atendimento odontológico básico essencial. A feliz história começou em 2003, quando o conceituado dentista Conrado Abrahão Pinto, proprietário do Spa Odontológico, aceitou convite para prestar assistência odontológica voluntária no asilo. "O convite veio num momento da minha vida profissional em que sentia a necessidade de usar a minha profissão para ajudar ao próximo", disse Dr Conrado. Apesar de o asilo ter consultório dentário, o equipamento estava totalmente abandonado. Dr Conrado não pensou duas vezes, conversou com sua equipe do Spa Odontológico, que aceitou prontamente participar de um mutirão odontológico. O tratamento consistiu, numa primeira fase, na colocação de próteses total e móvel e, depois, na prevenção e promoção da saúde bucal. "Evitamos tratamentos mais invasivos por causa da idade e do estado de saúde dos idosos, a maioria com problemas sistêmicos e psicológicos", explicou Dr Conrado. No primeiro mês, foram colocadas quase 60 próteses, obtidas a um custo próximo de zero, graças à parceria com o Laboratório de Prótese Vitório Lauro D'Amico. Para deixar tudo em ordem, durante quatro meses o atendimento foi feito duas vezes por semana. Segundo Dr Conrado, boa parte dos idosos tinha perdido quase todos os dentes, por isso a dieta era basicamente líquida. Com a colocação das próteses, foi necessário ensinar os idosos como mastigar novamente. "Com o consumo de alimentos mais sólidos, a saúde melhorou, sem contar que as próteses também ajudaram a melhorar a autoestima", conta Dr Conrado, que garante que esse trabalho de ajuda ao próximo proporciona um imenso sentimento de satisfação e alegria realmente compensador. "Uma senhora me presenteou com um pano de prato que ela mesma bordou. A emoção foi tão gratificante, que chorei com aquele singelo ato". De pai para filha Comprovando a sabedoria popular de que o pai deve dar o exemplo ao filho, o trabalho assistencial do Dr Conrado contagiou sua filha Larissa já na época em que cursava a faculdade de odontologia. Depois de formada, Dra Larissa abraçou a causa e, juntamente com a odontóloga Renata Madrid, passou a administrar a clínica do asilo. "É um enorme prazer saber que graças ao meu trabalho eu faço diferença na vida de uma pessoa tanto na saúde como na parte estética, melhorando sua autoestima", comentou a jovem dentista. Ampliando o caminho aberto pelo pai, Dra Larissa pretende também promover atendimento assistencial odontológico para crianças necessitadas - entendimentos nesse sentido já estão sendo feitos. Pai e filha concordam que todos os profissionais das mais diferentes áreas deveriam dedicar parte de seu tempo para alguma causa social. Para eles, o sorriso sincero, a alegria pura dos assistidos, são emoções que não têm preço. E vão além: "Se cada um der um pouquinho, esse pouquinho se transforma em montão". A Casa Asilar fica na Av Coração Eucarístico de Jesus, 300, Bairro dos Fincos, Riacho Grande. Revista APCD - SBC 6 2º Trimestre 2010

7 Agenda Científica III Esthetic-Day Quer oferecer qualidade e alta estética em seu consultório? Venha se aprimorar, desvendando mitos e simplificando as técnicas. Descubra como no III Esthetic-Day. Facetas Laminadas (diretas e indiretas) "Simplificando e planejando a estética em seu consultório" 27 de agosto de 2010 (sexta-feira) Vagas limitadas! Faça já a sua inscrição Inscrição: 2 kg de alimento não perecível (que serão revertidos a entidades assistenciais) Você não pode perder. Agende-se! Inscreva-se!!! Informações: EAP / Contatos: Prof. Paulo T Minami - ( / ) Prof. Alipio P.P. Guedes - ( / ) ou Visite: Siga-nos no twitter: I Ortho Day 17 de setembro, das 8h às 18 h Temas abordados: A Ortopedia facial - Uma visão contemporânea Self ligation - O braquete autoligado Mini-implantes como ancoragem na Ortodontia Invisalign - A alternativa transparente do tratamento Protração mandibular Inscrição: 2 kg de alimento não perecível (que serão revertidos a entidades assistenciais) Informações/inscrição: EAP / V Turma de Especialização em Dentística com Enfase em Estética Seleção em 17/09/2010 Faça já sua inscrição - vagas limitadas III Encontro de Reabilitação Oral 21 de outubro Acompanhe mais informações na próxima edição da revista APCDSBC/D Revista APCD - SBC 7 2º Trimestre 2010

8 Artigo Sutileza mastigatória Paulo Fortes * A "Sutileza Mastigatória" é algo muito complexo e está ligada, por exemplo, à capacidade que possuímos de distinguir o que colocamos na boca. Assim sendo, reconhecemos: pano, plástico, madeira, osso, espinha de peixe, metal, pedra, etc. Entende-se que essa capacidade está relacionada, principalmente, aos terminais proprioceptivos das membranas periodontais dos dentes anteriores, sendo essa uma das funções desses dentes. Entretanto, não se pode ignorar que os discos articulares também participam dessa missão. O professor Turell(1) falou sobre isso tentando nos fazer entender essa propriedade e nos explicava como existindo, nos discos, a capacidade de se autocolocar sobre os côndilos no momento de mastigarmos alimentos especiais, que exigiam mais força ou mais delicadeza. Assim os discos se posicionariam de maneiras diferentes diante de alimentos diferentes. Durante a apresentação realizada de maneira bastante interessante pelo professor Okeson(2), manifestou-se um colega anatomista que, tendo realizado muitas dissecações em ATMs, disse nunca ter encontrado músculos, artérias e veias necessárias para movimentar os discos e, portanto, achava descabida tal informação. Pois bem, hoje entendo a colocação desses professores e, entendo mais ainda, que um anatomista nunca possa entender tal explicação. É a questão do "ver para crer" ou "sentir para crer". Nossa profissão é composta de ciência e arte, e talvez aí esteja uma das explicações do "fio da navalha". Trata-se de "Sutileza Mastigatória". Capacidade essa que, quando comprometida, acarreta o ato de apertar ou ranger dos dentes, como busca de conforto ou mau hábito, e que o professor Okeson chama ultrapassar o limiar de tolerabilidade. Essa visão permite solucionar os problemas da "Autodestruição Progressiva do Sistema Mastigatório", doença que chamamos simplificadamente de "Má Oclusão". Não acredi- to que só Anatomistas tenham dificuldade de entender a colocação do professor Turell. Demorei muito para entender e é possível que muitos colegas também tenham tal dificuldade. Trata-se de algo muito complexo e é preciso refletir a respeito, porque a perda da Sutileza Mastigatória significa o início do problema. Em outras palavras: perde-se a "proteção mútua" que dentes anteriores e posteriores mantêm entre si. A posição de oclusão cêntrica não existe mais. Os discos perdem a capacidade de sutileza, as membranas periodontais dos dentes anteriores começam a sofrer, e está instalada a doença "Má Oclusão". O paciente torna-se um "troglodita da boca". Passa a apertar ou ranger seus dentes, o que não é normal e tão pouco fisiológico, embora tantos colegas tentem explicar como sendo o desgaste natural dos dentes. Ora, os dentes não foram feitos para se desgastarem, a medida que não se tocam em momento algum; caso contrário, seria possível vermos esta situação também em outras espécies de animais com vida tão longa quanto a nossa, como é o caso da "Chita", o macaco do "Tarzan", que está viva até hoje. Os dentes tocam-se apenas na deglutição e na fonética, quando pronunciam-se palavras que incluem a letra "T", e é nesses momentos que a natureza regula a erupção compensatória, fazendo com que os dentes nunca ultrapassem sua altura correta, que, por sua vez, depende do tamanho dos músculos em seu tônus normal. É de se entender que o desgaste natural ocorra por conta apenas desses fatores e nunca por conta de abrasão, que se chega a notar a olhos vistos. A abrasão deve ser entendida como patológica, causada pela "Má Oclusão", que se iniciou com a quebra da proteção mútua e deve ser tratada com a devolução do registro de Relação de Oclusão Cêntrica, que nada mais é do que a máxima intercuspidação dental nas posições de Relação Cêntrica e Dimensão Vertical de Oclusão (DVO) corretas. Na clínica, normalmente vemos pacientes com "Sutileza Mastigatória". São jovens com idades inferiores a 30 anos. Caracterizam-se por possuírem dentes lindos, de cores claras (A1-B1-C1-D1), bem posicionados, sem facetas de desgaste, sem sensibilidade de colo e tão pouco mobilidade dental. Não há sinais de destruição do sistema mastigatório. É a nova geração. É a geração "pós-cárie". Entretanto, a partir dos 40 anos, os pacientes passam a perder tais características; as senhoras notam rugas oriundas, principalmente, da perda de DVO (perda das pontinhas de cúspides) e falam em recorrer à cirurgia plástica, como se a solução estivesse realmente ali. Outros nos procuram em busca de clareamento dental, mas ninguém, nem mesmo nós, os dentistas, sabemos que a solução está em devolver aquele estado de "Harmonia Dental", necessário para que haja "Sutileza Mastigatória". Há muitos anos não nos permitíamos tratar pacientes com esses pequenos sinais. A boca estava funcionando, logo era melhor deixá-los de lado e entendê-los como sendo decorrentes da idade. Aceitávamos esse tipo de destruição. Entendo que não valia à pena trocar as pontas de cúspides com pequenos desgastes por elementos metálicos, pois, além de antiestéticos, o risco de infiltração de cárie era alto. Hoje, além de estéticos, os tratamentos não são invasivos. A adesão ao esmalte aumentou tanto, que é perfeitamente normal restaurar a morfologia oclusal dos dentes pela técnica direta - utilizando-se resinas foto polimerizáveis - com sucesso absoluto, desde que haja a preocupação com a devolução correta da DVO e, para isso, se tenha um conhecimento básico da Oclusão. (1) TURELL, Julio C. (2) OKESON, Jeffrey P * Paulo Fortes Professor responsável pelo curso de Reabilitação Oral da APCD -SBC/D e membro da Sociedade Brasileira de Reabilitação Oral - SBRO Revista APCD - SBC 8 2º Trimestre 2010

9 Revista APCD - SBC 9 2º Trimestre 2010

10 Homenagem Dr Hiromassa Iwai, diretor da EAP D da Associação Paulista de Medicina de SBC/D, e o oftalmologista Dr Motomu konno foram homenageados pelo Rotary São Bernardo-Rudge Ramos, que compõe o distrito n 4420, pelos relevantes serviços prestados à comunidade de Rudge Ramos, durante jantar da Festa Japonesa, em maio. Em seu agradecimento ao Rotary São Bernardo-Rudge Ramos, na pessoa do seu presidente Sr. Lupercio João Juliatto, Dr. Hiromassa enalteceu o Rotary na sua grandeza, no seu valor inigualável e na sua importância na prestação de serviço e trabalho humanitário. "A doação e a generosidade são sentimentos que marcam sobremaneira os rotarianos", disse Dr Hiromassa, que comparou, com orgulho, esses sentimentos nobres e altruístas do Rotary com as ações da APCD-SBC/D, que desenvolve trabalho de tratamento dentário para a população menos favorecida, promovendo a saúde, o sorriso bucal e, principalmente, a altaestima. "Vale, portanto, lembrar a seguinte frase: O dar não é tanto uma questão de quanto temos na mãos, mas quanto amor temos no coração", ressaltou Dr Hiromassa Para concluir, Dr. Hiromassa expressou todo o seu orgulho de representar a comunidade nipo-brasileiro de Rudge Ramos, destacando como valores da cultura nipônica que devem ser cultivados e preservados: a retidão, o respeito aos idosos, a tenacidade e a paciência "Assimilamos essa cultura dos nossos pais e avós e esperamos que esse espírito nipônico contribua de uma forma positiva com a nossa sociedade brasileira, que nós respeitamos e amamos incondicionalmente", afirmou Dr Hiromassa Revista APCD - SBC 10 2º Trimestre 2010

11 Especialização Cursos EAP Especialização CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA Coordenador: Prof. Dr. Celso Zilbovicius Doutor e Mestre em Ciências Odontológicas Área de Concentração em Odontologia Social e Especialista em Saúde Pública Início: Em andamento Duração: 18 meses Valor 18 x 285,00 Dia da semana: Sexta-feira das 18 ás 22h sábado das 8h ás 12 e das 14 ás 17h ( mensal) CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM IMPLANTODONTIA Coordenadores: Dr. Nilton de Bortoli Jr. - Especialista em Implantologia Oral pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO); - Mestre em Prótese Fixa; - Doutor em Prótese na Universidade de São Paulo (USP); - Professor responsável pelo curso de Aperfeiçoamento em Implantologia Oral dado na Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Odontologia da Universidade de São Paulo (USP). Dr. Sérgio de Oliveira - Especialista em Implantologia Oral pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO); - Professor do Curso de Aperfeiçoamento em Implantologia Oral dado na Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Odontologia da Universidade de São Paulo (USP); - Secretário geral da Associação Paulista de Implantologia Oral; - Ministrador do Curso em Implantodontia na Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas. Dr. Rogério Lacaz Netto - Especialista em Periodontia; - Doutor em Periodontia pela UNESP / São José dos Campos; - Livre Docente pela UNESP / São José dos Campos; - Ex-diretor da UNESP / São José dos Campos. Início: Em andamento Dia da semana: segunda-feira, das 14 às 22h (semanal) Duração: 24 meses Valor: 24 x R$ 1.500,00 OBJETIVO: Dar condições para que o aluno ao final do curso esteja apto a realizar qualquer intervenção cirúrgica-protética implantológica e com conhecimento em tudo que se refere a implantes. BIBLIOGRAFIA: 1º SISTEMA DE IMPALNTES BRANEMARK, JOHN BEUMER III & STEVEN G. LEWIS, EDITORA PANCAST. 2º PRÓTESE SOBRE IMPLANTES; VICENTE JIME- NEZ - LOPEZ, QUINTESSENCE BOOKS. 3º PROTESSIS TEJIDO-INTEGRADOS, BRANEMA- RK/ ZARB/ ALBREKSSON, QUINTESSENCE BOOKS. 4º OSSEOINTEGRAÇÃO E REABILITAÇÃO OCLU- SAL, SUMYA HOBO / EIJI ICHIDO/ LILY T. GAR- CIA, EDITORA SANTOS. 5º CONTEPORAY IMLANT DENTISTRY, CARL E. MISH, EDITORA PANCAST. 6º PRINCÍPIOS BÁSICOS DA OSSEOINTEGRAÇÃO. PRINCÍPIOS BÁSICOS DE PRÓTESE. CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PRÓTESE DENTÁRIA IV TURMA Coordenador: Prof. Dr. Renato Jóias Início: 05/08/10 Duração: 24 meses Teórico, prático e clínico Dia da semana: quinta-feira, das 13h às 22h (semanal) Investimento: 24 X R$ 980,00 BIBLIOGRAFIA: - Shillingburg Jr., H.T., Jacob, R.& Bracktt, S.E.: Fundamentos dos Preparos Dentários. Quintessence 1988; - Martignoni, M.& Schonenberger, A: Precision Fixed Prosthodontics: Clinicand LaboratoryAspects. Chicago Quintessence, 1990; - Meartwell Jr., C.H.: Sylabus of Complete Dentures; - Turano, J.C. e Turano, L.M. Fundamentos de Prótese Total - Quintessence 1993; - Henderson, D. & Steffel, V.L. Prótese Parcial Removível de MC Craken - Ed. Artes Médicas 1979;Okeson, J. P. Fundamentos de Oclusão e Desordens Temporo Mandibular- Ed. Santos 1 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ORTODONTIA VI TURMA Coordenadora: Profª Dra. Sandra Maria Nobre - Doutora em Biopatologia Bucal - Área de Concentração Radiologia Odontológica pela UNESP - São José dos Campos - Mestre e Especialista em Ortodontia pela UMESP - São Bernardo do Campo - Especialista em Radiologia Odontológica pela APCD - Central PROFESSORES ASSISTENTES: Profª Dra. Priscila Domingues de Almeida - Doutora em Ortodontia pela UNICAMP - Piracicaba - Mestre e Especialista em Ortodontia pela UMESP - São Bernardo do Campo Prof. Dr. Jefferson Luiz Oshiro Tanaka - Doutor em Biopatologia Bucal, Área de Concentração Radiologia pela UNESP, São José dos Campos; Mestre em Biopatologia Bucal Área de Concentração Radiologia pela UNESP, São José dos Campos; Especialista em Radiologia Odontológica - Associação Brasileira de Ensino Odontológico (ABENO), SP; Especialista em Ortodontia e Ortopedia Facial, Universidade Estadual de Londrina (UEL/PR); Especializando em Implantodontia, Universidade Cruzeiro do Sul, Campus Londrina (Unicsul/Londrina) Prof. Luís Paulo Ferreira Bellini - Mestre em Odontologia - Área de concentração Clínica Infantil Ortodontia pela UNIP - Especialista em Ortodontia e Ortopedia Facial pela APCD - São Bernardo do Campo Prof. Roberto Hiroshi Matsui - Doutor em Biopatologia Bucal, Área de Concentração Radiologia Odontológica pela UNESP São José dos Campos; Mestre em Odontologia, Área de concentração Clínica Infantil Ortodontia pela UNIP; Especialista em Ortodontia e Ortopedia Facial pela APCD São Bernardo do Campo Profa. Andressa Serafim Ladislau - Mestre em Clínica Infantil-Ortodontia pela Universidade Paulista -UNIP São Paulo; Especialista em Ortodontia pela APCD-SBC Prof. Luis Paulo Prof. Marco Antonio Rocco - Mestre em Odontologia, Área de concentração Clínica Infantil Ortodontia pela UNIP; Especialista em Ortopedia Funcional dos Maxilares Prof. Celso a Prof. Mircia Yuri Nakamura Chinen - Especialista em Ortodontia pela APCD-SBC Profa. Adriana Prado Calheta - Especialista em Ortodontia e Ortopedia Facial pela APCD - São Bernardo do Campo Prof. Celso Cavalheiro - Especialista em Ortodontia e Ortopedia Facial pela APCD - São Bernardo do Campo - Mestrando pela UNIFESP Prof. Roberto César Pereira de Oliveira - Especialista em Ortodontia e Ortopedia Facial pela APCD - São Bernardo do Campo Início: 09/12/2010 Duração: 36 meses Carga Horária: 1200 horas /aula Dias da semana: quintas e sextas-feiras (quinzenal) Horário: das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30 Teórico, prático, laboratorial e clínico ESPECIALIZAÇÃO EM PERIODONTIA Coordenador: Prof. Dr. Ulisses Fernando Lodi Salgado - Doutor, Mestre e Especialista em Periodontia - UNI- CAMP/UNITAU - USP Ministradores: Prof. Fernando Diniz Salgado - Mestre em Periodontia - UNITAU - Especialista em Periodontia - APCD Revista APCD - SBC 11 2º Trimestre 2010

12 Especialização Profª Neila Sumie Tamashiro - Mestre em Ciências Biológicas - ICB/USP - Especialista em Periodontia - APCD Profª Juliana Stuart - Especialista em Periodontia - APCD Profª Flávia Regina Bortolotto - Especialista em Periodontia - APCD Início: 04/08/2010 Data de exame de seleção: 28/07/2010 Duração: 24 meses Dia da semana: quarta-feira, das 8h às 18h (semanal) Vagas: 12 Valor: 24 x R$ 850,00 ou 30 x 680,00 Conteúdo Programático Módulo I Inglês aplicado à Periodontia utilizando os temas das monografias - Profª Dra. Leda Szabo Parte teórica e clínica: - Anatomia e histologia periodontal; - Aspectos patológicos e radiológicos das doenças periodontais; - Classificação atual das doenças periodontais; - Diagnósticos e planejamento do tratamento periodontal; - Instrumentais: tipos e afiação; - Procedimentos básicos; - Teste de atividade bacteriana. Módulo II - Parte teórica e clínica: - Medicina Periodontal: Analgésicos e Antibióticos; - Reavaliação dos casos tratados; - Treinamento das Técnicas cirúrgicas e suturas em mandíbula animal; - Técnicas cirúrgicas: gengivectomia, retalho, cirurgias mucogengivais; - Furca: plastias, rizectomias, tunelizações; - Técnicas regenerativas: Membranas. Módulo III - Inter-relação com as diversas especialidades: Ortodontia, Endodontia, Dentística, Prótese e Implantodontia; - Estética em Periodontia: formação de papila e aumento de gengiva inserida. Módulo IV - Enxertos ósseos: autógenos, alógenos e xenógenos; - Plasma rico em plaquetas(prp); - Terapia Oclusal. Módulo V - Manutenção e Controle; - Conceitos básicos de Implantodontia; - Seminários dos casos clínicos; - Apresentação das monografias. Bibliografia - Carranza 9ª edição - Lindhe 3ª edição CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENDODONTIA IX TURMA (2010/2011) Coordenador: Prof. Dr. Sergio Toshinori Maeda - Especialista, Mestre e Doutor em Endodontia - FOB-USP Professores Ministradores: Prof. Dr. Marcio Braga Lauretti - Doutor em Endodontia-USP Prof. Dr. José Lauriere H. Guimarães - Doutor em Endodontia - USP Profª. Dra. Adriana Paisano - Doutora em Endodontia - USP Prof. MS. Kleber K. T. de Carvalho - Mestre em Endodontia - UMESP Prof. MS. Luis M. Mansi - Mestre em Endodontia - UMESP Prof. MS. Sergio K. Kamei - Mestre em Endodontia - UMESP Prof. MS. Luis G.B. Lauretti - Mestre em Endodontia - USP Profs. Colaboradores: Karen Cristina P. Ayres - Especialista em Endondontia Exame de seleção: 20/07/2010 Início: 03/08/2010 Duração: 18 meses Natureza: Teórico, laboratorial e clínico integrado Dia da semana: terça-feira, manhã, tarde e noite Carga horária Total: 825 h/a Investimento: 20 X R$ 750,00 Objetivos: 1- Qualificar o profissional cirurgião dentista como especialista para que atinja o nível técnico-científico suficiente para decidir e atuar com segurança e desenvoltura no âmbito da especialidade endodôntica. 2- Aprofundar as bases biológicas, possibilitando um conhecimento atual e completo sobre a terapêutica endodôntica. 3- Possibilitar o contato com os recentes avanços em Endodontia, especialmente a instrumentação rotatória com instrumentos de níquel-titânio, viabilizando a sua aplicabilidade clínica e solucionando os problemas endodônticos. 4- Capacitar o profissional a executar cirurgias parendodônticas, empregando diversos biomateriais para o preenchimento de defeitos ósseos. 5- Uso clínico da Laserterapia. Seleção dos candidatos: Será realizada de acordo com os seguintes critérios. a) Prova escrita sobre temas de Endodontia b) Avaliação do curriculum vitae c) Entrevista Bibliografia recomendada: LEONARDO,M.R. & LEAL, J.M. Tratamento de canais radiculares. 3ª ed. São Paulo Panamericana, PAIVA,J.G & ANTONIAZZI,J.H. Endodontia: Bases para a prática clínica. 2ª ed. Porto Alegre. Artes Médicas, CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ODONTOGERIATRIA III TURMA Coordenadores: Dr. Paulo Cezar de Rezende - Especialista em Odontogeriatria - Especialista em Implantodontia - Prof. Responsável pelo Curso de Aperfeiçoamento e Especialização em Odontogeriatria na APCD/EAP-SBC - Prof. Curso de Implantodontia na Fundação da USP e na APCD/EAP-SBC Dr. Caio Perrella de Rezende - Especialista em Periodontia - Mestre em Buco-maxilo facial Equipe: Dr. Marcos de Oliveira Dias (especialista em Radiologia, Odontogeriatria e Mestre em Buco-maxilo facial) Dr. Ciro Perrella de Rezende (especialista em Prótese) Dra. Cláudia Moraes Queiroz (especialista em Odontogeriatria e Mestre em Ciências da Saúde) Dra. Catia Cristina Molena (especialista em Odontogeriatria e Mestre em Ciências da Saúde) Dr. Marcelo de Azevedo (especialista em Odontogeriatria, Implantodontia) Dr. Edson Batista Andrade Jr. (especialista em Odontogeriatria) Professores convidados: Médicos, Nutricionistas, Cirurgiões dentistas (com doutorado ou mestrado em suas áreas) para realizar palestras e seminários com os alunos da especialização. Programação: - Visão Global do envelhecimento - Doenças sistêmicas relacionadas aos pacientes idosos - Farmacologia - Odontogeriatria abrangendo: dentistica, endodontia, periodontia, cirurgia, radiologia, semiologia, prótese, laserterapia, implantodontia. - Integração multidiciplinar - Atendimento consultório, anbulatorial e home-care - Módulos de implantodontia basico (cirurgia) e prótese sobre implantes serão ministrados durante o curso. Início: Em andamento Dia da Semana: quarta-feira, das 14h às 20h, e quinta-feira, das 8h às 12h (quinzenal) Natureza do Curso: Teórico/ Prático e Clínico Duração do Curso: 18 meses Valor: 18 x R$ 800,00 ou 24 x de R$ 600,00 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CIRURGIA E TRAUMATOLOGIA BUCO MAXILO FACIAL Coordenador: Prof. Dr. Ricardo Saraiva Goldman Equipe: Dra. Nadia Melo Slywitch, Dra. Carin Marcone Início: 06/08/2010 Duração: 24 meses Dias da semana: quarta-feira, das 16h às 22h, e sexta-feira, das 8h às 12h Vagas: 12 Investimento: primeiro ano 12x R$ 1.200,00 segundo ano 12x R$ 1.300,00 Objetivo: Preparar o Cirurgião Dentista para atuar na difícil especialidade de Cirurgia e Traumatologia Buco Maxilo Facial, introduzindo-o em técnicas consagradas e atualizadas, visando o seu aprimoramento para o atendimento tanto em cirurgia oral como diagnóstico e tratamento dos traumas de face. A sua formação passa pelo aprendizado da rotina hospitalar, onde este profissional aprenderá e será Revista APCD - SBC 12 2º Trimestre 2010

CRONOGRAMA CURSO IMPLANTE E PERIO

CRONOGRAMA CURSO IMPLANTE E PERIO CRONOGRAMA CURSO IMPLANTE E PERIO Equipe: Coordenador Geral: Prof. Dr. Rafael Pinelli Henriques Doutor pela FOB USP Bauru S.P. Diretor COPH Bauru Coordenadora Específica: Profa. Dra. Gabriela Gennaro Especialista

Leia mais

Dr. Felipe Groch CRO 101.353 Especialização em Implantes Dentários

Dr. Felipe Groch CRO 101.353 Especialização em Implantes Dentários Nosso consultório odontológico está equipado para oferecer ao produtor rural todos os tratamentos odontológicos disponíveis na atualidade. Segue abaixo uma discriminação detalhada de cada tratamento oferecido

Leia mais

30º CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM PERIODONTIA

30º CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM PERIODONTIA 30º CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM PERIODONTIA Fevereiro a Novembro/2014 Coordenador: José Alfredo Gomes de Mendonça Av. Pasteur, 89 / conj. 1507/10 - Bairro Funcionários Belo Horizonte - MG - 30.150-290

Leia mais

ial Abraço Fraternal Dr João Costa de Assis (*) João Costa de Assis (foto), cirurgião-dentista, é presidente da APCD - Regional SBC e Diadema

ial Abraço Fraternal Dr João Costa de Assis (*) João Costa de Assis (foto), cirurgião-dentista, é presidente da APCD - Regional SBC e Diadema Revista APCD - SBC 2 1º Trimestre 2010 Editor orial ial Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas Regional São Bernardo do Campo e Diadema Avenida João Firmino, 720 Bairro Assunção - Cep: 09810-250 São

Leia mais

Centro Av. Frei Pacífico Wagner,653 11660 903 Caraguatatuba SP T F 55 12 3897 2000

Centro Av. Frei Pacífico Wagner,653 11660 903 Caraguatatuba SP T F 55 12 3897 2000 Nome Curso: IMPLANTE. Implantando idéias, um curso diferente. Curso de extensão Universitária Natureza: Teórico prático Data do inicio do curso: 27 de agosto de 2010 Local: Clinica Universitário Módulo

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEIS SUPERIOR, MÉDIO E TÉCNICO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE PALMARES

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEIS SUPERIOR, MÉDIO E TÉCNICO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE PALMARES CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEIS SUPERIOR, MÉDIO E TÉCNICO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE PALMARES AVISO DE RETIFICAÇÃO DE EDITAL Nº 01 A Comissão de Concurso torna publica

Leia mais

CARAMÊS ADVANCED EDUCATION CENTER

CARAMÊS ADVANCED EDUCATION CENTER NOVO PROGRAMA [Revisto & Atualizado] CARAMÊS ADVANCED EDUCATION CENTER CURSO MODULAR DE FORMAÇÃO DE ASSISTENTES DENTÁRIOS 6.ª edição Início a 21 de novembro de 2015 ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DESCRIÇÃO

Leia mais

CURSO DE ODONTOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.

CURSO DE ODONTOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág. CURSO DE ODONTOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 Componente Curricular: CLÍNICA INTEGRADA II Código: ODO-031 Pré-requisito: Clínica

Leia mais

EDITAL Abertura de inscrições para a seleção de candidatos ao Programa de Mestrado em Odontologia da UNIP. Ano Letivo de 2013 (segundo semestre)

EDITAL Abertura de inscrições para a seleção de candidatos ao Programa de Mestrado em Odontologia da UNIP. Ano Letivo de 2013 (segundo semestre) EDITAL Abertura de inscrições para a seleção de candidatos ao Programa de Mestrado em Odontologia da UNIP Recomendado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior CAPES, de acordo com

Leia mais

RESOLUÇÃO. Artigo 2º - O Currículo, ora alterado, será implantado no início do ano 2000, para os matriculados no 1º semestre.

RESOLUÇÃO. Artigo 2º - O Currículo, ora alterado, será implantado no início do ano 2000, para os matriculados no 1º semestre. RESOLUÇÃO CONSEPE 51/99 ALTERA O PLANO CURRICULAR E O REGIME DO CURSO DE ODONTOLOGIA, DO CÂMPUS DE BRAGANÇA PAULISTA. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no uso da atribuição

Leia mais

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRABALHO

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRABALHO VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRABALHO Orientador Empresarial Dentistas-Consolidação das Normas para Procedimentos nos Conselhos de Odontologia-Alteração RESOLUÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CAMPUS DE SOBRAL CURSO DE ODONTOLOGIA PATOLOGIA GERAL E ORAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CAMPUS DE SOBRAL CURSO DE ODONTOLOGIA PATOLOGIA GERAL E ORAL SUB- PATOLOGIA GERAL E ORAL Estomatologia Métodos de Diagnóstico I e II Processos Patológicos PROGRAMA SUGERIDO (PROVA ESCRITA / DIDÁTICA / PRÁTICA) - TEMAS 1. Cistos dos maxilares. 2. Neoplasias benignas

Leia mais

INFORMÁTICA ANS GUIA TISS CERTIFICADO DIGITAL TABELA TUSS TABELA DE ATOS ESPECIALIDADES

INFORMÁTICA ANS GUIA TISS CERTIFICADO DIGITAL TABELA TUSS TABELA DE ATOS ESPECIALIDADES INFORMÁTICA ANS GUIA TISS CERTIFICADO DIGITAL TABELA TUSS TABELA DE ATOS ESPECIALIDADES 21/06/2014 A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) é a agência reguladora vinculada ao Ministério da Saúde

Leia mais

Curso de Aperfeiçoamento em Cirurgia Oral para o Clínico Geral

Curso de Aperfeiçoamento em Cirurgia Oral para o Clínico Geral Curso de Aperfeiçoamento em Cirurgia Oral para o Clínico Geral Resumo O Curso de Aperfeiçoamento em Cirurgia Oral para o Clínico Geral, com ênfase em cirurgia dos dentes retidos, tem como objetivo capacitar

Leia mais

LATO SENSU - ESPECIALIZAÇÃO

LATO SENSU - ESPECIALIZAÇÃO PUC MINAS FAC. DE ODONTOLOGIA PÓS-GRADUAÇÃO - 2007 LATO SENSU - ESPECIALIZAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM ESTOMATOLOGIA Profª. Franca Arenare Jeunon (Coordenadora) - Mestre Prof. Carlos Roberto Martins - Doutor

Leia mais

8º Curso de Aperfeiçoamento em Implantologia e Prótese sobre Implantes (2014)

8º Curso de Aperfeiçoamento em Implantologia e Prótese sobre Implantes (2014) 8º Curso de Aperfeiçoamento em Implantologia e Prótese sobre Implantes (2014) ESTA PÓS GRADUAÇÃO DESTINA-SE A TODOS OS MÉDICOS DENTISTAS QUE PRETENDAM INICIAR OU APROFUNDAR CONHECIMENTOS NA ÁREA DE REABILITAÇÃO

Leia mais

Diretoria de Saúde da Marinha Centro Médico Assistencial da Marinha Odontoclínica Central da Marinha

Diretoria de Saúde da Marinha Centro Médico Assistencial da Marinha Odontoclínica Central da Marinha Diretoria de Saúde da Marinha Centro Médico Assistencial da Marinha Odontoclínica Central da Marinha MANUAL DE DIREITOS E RESPONSABILIDADES DOS PACIENTES www.ocm.mar.mil.br MARINHA DA BRASIL ODONTOCLÍNICA

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PRÓTESE DENTÁRIA. Universidade Estadual do Oeste do Paraná UNIOESTE

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PRÓTESE DENTÁRIA. Universidade Estadual do Oeste do Paraná UNIOESTE CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PRÓTESE DENTÁRIA Universidade Estadual do Oeste do Paraná Reconhecido pelo Conselho Federal de Odontologia - Portaria CF0 447/2004-2004. Resolução 020/2004 CEPE COORDENADOR :

Leia mais

Curso de Especialização em Endodontia

Curso de Especialização em Endodontia Curso de Especialização em Endodontia Coordenador: Prof. Nilton Vivacqua EndodontiaAvancada.com OBJETIVOS DO CURSO Este curso tem como objetivos colocar à disposição de clínicos gerais, a oportunidade

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM ODONTOPEDIATRIA COM ÊNFASE EM ORTODONTIA PREVENTIVA E ORTOPEDIA AO PACIENTE INFANTIL

ESPECIALIZAÇÃO EM ODONTOPEDIATRIA COM ÊNFASE EM ORTODONTIA PREVENTIVA E ORTOPEDIA AO PACIENTE INFANTIL ESPECIALIZAÇÃO EM ODONTOPEDIATRIA COM ÊNFASE EM ORTODONTIA PREVENTIVA E ORTOPEDIA AO PACIENTE INFANTIL APRESENTAÇÃO Este curso objetiva formar especialistas em Odontopediatria com capacitação para reconhecer,

Leia mais

COBERTURAS DO PLANO VIP PLUS

COBERTURAS DO PLANO VIP PLUS COBERTURAS DO PLANO VIP PLUS DESCRIÇÃO DO SERVIÇO 01. DIAGNÓSTICO Exame clínico inicial Consultas com hora marcada Exame clínico final Exame admissional (exame de sanidade dentária) 02. ATENDIMENTO DE

Leia mais

Especialidades Odontológicas

Especialidades Odontológicas Especialidades Odontológicas Urubatan Medeiros Doutor (USP) - Professor Titular do Departamento de Odontologia Preventiva e Comunitária (UERJ/UFRJ) - Consultor do Ministério da Saúde I - Introdução A Odontologia

Leia mais

IMPLANTODONTIA E REABILITAÇÃO ORAL

IMPLANTODONTIA E REABILITAÇÃO ORAL Duração: 12 meses aperfeiçoamento e 30 meses especialização Periodicidade: 1 módulo/mês PÚBLICO ALVO: Cirurgiões dentistas que queiram iniciar sua formação em implantodontia e reabilitação oral, como também

Leia mais

DIPLOMA UNIVERSITÁRIO DE IMPLANTOLOGIA E REABILITAÇÃO ORAL (30 ECTS)

DIPLOMA UNIVERSITÁRIO DE IMPLANTOLOGIA E REABILITAÇÃO ORAL (30 ECTS) DIPLOMA UNIVERSITÁRIO DE IMPLANTOLOGIA E REABILITAÇÃO ORAL (30 ECTS) Curso realizado em parceria entre a Universidade Fernando Pessoa e o Centro Europeu de Pós Graduação Medicina Dentária Objetivos do

Leia mais

Perfil do egresso Profissional generalista, e com possibilidades de aprofundamento em áreas específicas, consciente de suas responsabilidades no

Perfil do egresso Profissional generalista, e com possibilidades de aprofundamento em áreas específicas, consciente de suas responsabilidades no Perfil do egresso Profissional generalista, e com possibilidades de aprofundamento em áreas específicas, consciente de suas responsabilidades no processo saúde/doença, com sólida formação técnico-científica,

Leia mais

Tabela de Procedimentos Odontológicos Página: 1 de 8 Especialidade: DENTÍSTICA RESTAURADORA

Tabela de Procedimentos Odontológicos Página: 1 de 8 Especialidade: DENTÍSTICA RESTAURADORA Tabela de Procedimentos Odontológicos Página: 1 de 8 Grupo: 100-Diagnose - As consultas deverão ser faturadas em Guias de Atendimento - GA, separadamente dos demais procedimentos, que serão faturados na

Leia mais

2. Quando o implante dental é indicado?

2. Quando o implante dental é indicado? Dúvidas sobre implantodontia: 1. O que são implantes? São cilindros metálicos (titânio) com rosca semelhante a um parafuso que são introduzidos no osso da mandíbula (arco inferior) ou da maxila (arco superior),

Leia mais

Cré d. Cód Sem Módulo Ementa Créd

Cré d. Cód Sem Módulo Ementa Créd Conselho Universitário - CONSUNI Câmara de Ensino Curso de Graduação em Odontologia da UNIPLAC Quadro de Equivalência para Fins de Aproveitamento de Estudos entre duas Estruturas Curriculares Modulares

Leia mais

27 DE OUTUBRO DE 2015

27 DE OUTUBRO DE 2015 27 DE OUTUBRO DE 2015 27/10/2015 Mesa Redonda 27/10/2015 Procedimentos Cirúrgicos Periodontais para a Estética do Sorriso Dr. Luiz Fernando Ruiz Naldi (FO-UFG, ABO-GO e Liga Acadêmica de Periodontia LAPE).

Leia mais

NORMATIZAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR

NORMATIZAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR NORMATIZAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR Atuação e conceitos da Odontologia Hospitalar e Medicina Oral A Odontologia exercida pela grande maioria dos dentistas brasileiros enfoca

Leia mais

CLÍNICA DO SORRISO PREÇÁRIO DAS FAMÍLIAS NUMEROSAS

CLÍNICA DO SORRISO PREÇÁRIO DAS FAMÍLIAS NUMEROSAS CLÍNICA DO SORRISO PREÇÁRIO DAS FAMÍLIAS NUMEROSAS CONSULTAS Consulta de Medicina Dentária (Check-up) Consulta de Urgência (após o horário de funcionamento normal) 30 CIRURGIA ORAL Exodontia simples 25

Leia mais

II CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DENTÍSTICA

II CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DENTÍSTICA II CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DENTÍSTICA Coordenadora: Profa.Dra. Fabiana Scarparo Naufel mail: biberes@terra.com.br Celular: (45) 9978.1515 Corpo Docente: Profa.Dra. Fabiana Scarparo Naufel Profa do Curso

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CCS ODT - CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA P L A N O D E E N S I N O

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CCS ODT - CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA P L A N O D E E N S I N O UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CCS ODT - CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA P L A N O D E E N S I N O DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Semestre: 2011/2 Nome da disciplina Departamentos: ODT

Leia mais

TABELA PARA O AGREGADO FAMILIAR. Tabela 2011

TABELA PARA O AGREGADO FAMILIAR. Tabela 2011 Dental Clinic New Generaction www.newgeneraction.com.pt Os sócios, colaboradores e familiares do SIT, poderão usufruir do Plano de Medicina Oral - DentalClinic New Generaction, mediante o pagamento de

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 2.891, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2002

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 2.891, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2002 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 2.891, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2002 Define o currículo do Curso de Graduação em Odontologia. O REITOR

Leia mais

CRONOGRAMA CURSO IMPLANTE E PERIO INÍCIO: 23 DE JANEIRO DE 2013

CRONOGRAMA CURSO IMPLANTE E PERIO INÍCIO: 23 DE JANEIRO DE 2013 Equipe: Coordenador Geral: Prof. Dr. Rafael Pinelli Henriques Doutor pela FOB USP Bauru S.P. Diretor COPH Bauru CRONOGRAMA CURSO IMPLANTE E PERIO INÍCIO: 23 DE JANEIRO DE 2013 Coordenadora Específica:

Leia mais

Cobertura dos Planos Odontológicos OdontoPrev

Cobertura dos Planos Odontológicos OdontoPrev Cobertura dos Planos Odontológicos OdontoPrev Plano Integral... TRATAMENTO AMBULATORIAL/DIAGNÓSTICO Consulta EMERGÊNCIA Colagem de fragmentos (consiste na recolocação de partes de dente que sofreu fratura,

Leia mais

- Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, promovido pela PUCRS, Porto Alegre, setembro de 1979.

- Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, promovido pela PUCRS, Porto Alegre, setembro de 1979. PARTICIPAÇÃO EM CURSOS - Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, promovido pela PUCRS, Porto Alegre, setembro de 1979. - Prótese Fixa; Prótese Removível, promovido pela ABO/RS, em Porto Alegre, julho,

Leia mais

ODONTOLOGIA PERIODONTIA I. 5º Período / Carga Horária: 90 horas

ODONTOLOGIA PERIODONTIA I. 5º Período / Carga Horária: 90 horas ODONTOLOGIA PERIODONTIA I 5º Período / Carga Horária: 90 horas 1. PRÉ-REQUISITO: Biossegurança e Orientação Profissional Odontológica; Diagnóstico por Imagem I; Patologia Buço Denta. 2. EMENTA: O aluno

Leia mais

Tabela de Preços/Descontos. Público em geral. Consulta de Medicina Dentária. Dentisteria e Estética. Restauração com Compósito ou Amálgama 50 45

Tabela de Preços/Descontos. Público em geral. Consulta de Medicina Dentária. Dentisteria e Estética. Restauração com Compósito ou Amálgama 50 45 SMILt Tabela de Preços/Descontos Designação Público em geral Comunidade IPLeiria Consulta de Medicina Dentária Consulta de Medicina Dentária 50 45 Consulta de Urgência 50 45 Dentisteria e Estética Restauração

Leia mais

CURSO TÉCNICO EM SAÚDE BUCAL (TSB)

CURSO TÉCNICO EM SAÚDE BUCAL (TSB) CURSO TÉCNICO EM SAÚDE BUCAL (TSB) INFORMAÇÕES SOBRE O CURSO CARGA HORÁRIA: 1.200 HORAS COM ESTÁGIO DURAÇÃO : 2 ANOS PERIODICIDADE: SEMANAL (2ª, 3ª E 4ª) HORÁRIO DAS AULAS: 19H AS 21H INFORMAÇÕES SOBRE

Leia mais

I. DOS PRÉ-REQUISITOS.

I. DOS PRÉ-REQUISITOS. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA UFSM FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO INSCRIÇÕES PARA SELEÇÃO DE ALUNOS DO CURSO DE CAPACITAÇÃO EM CLÍNICA ODONTOLÓGICA INTEGRADA

Leia mais

CURSO DE BACHARELADO EM ODONTOLOGIA-FORMAÇÃO ODONTÓLOGO

CURSO DE BACHARELADO EM ODONTOLOGIA-FORMAÇÃO ODONTÓLOGO CURSO DE BACHARELADO EM ODONTOLOGIA-FORMAÇÃO ODONTÓLOGO E-mail: odontologia@immes.com.br Telefone (96)3223-4244 ramal: 228 Objetivos do Curso Formar Odontólogo para atuar em todos os níveis de atenção

Leia mais

O ingresso no Programa de Mestrado é feito por meio do exame de seleção, que consta de:

O ingresso no Programa de Mestrado é feito por meio do exame de seleção, que consta de: EDITAL DE SELEÇÃO 002/2016 Estarão abertas, a partir do dia 04 de março de 2016, as inscrições para a seleção de candidatos ao Programa de Pós-Graduação em Ciências Odontológicas nas Áreas de Concentração

Leia mais

Exame do Sistema Estomatognático usando Análise Oclusal e Índice Epidemiológico para DCMs. Ana Carla Rios

Exame do Sistema Estomatognático usando Análise Oclusal e Índice Epidemiológico para DCMs. Ana Carla Rios Exame do Sistema Estomatognático usando Análise Oclusal e Índice Epidemiológico para DCMs Ana Carla Rios O Exame do Sistema Estomatognático utilizando a análise oclusal é parte importante do processo diagnóstico

Leia mais

MEGA IMERSÃO EM RECONSTRUÇÃO TECIDUAL ESTÉTICA PERI-IMPLANTAR SÃO PAULO

MEGA IMERSÃO EM RECONSTRUÇÃO TECIDUAL ESTÉTICA PERI-IMPLANTAR SÃO PAULO MEGA IMERSÃO EM RECONSTRUÇÃO TECIDUAL ESTÉTICA PERI-IMPLANTAR SÃO PAULO Data: 19 a 23 de agosto de 2013. PROFESSORES Prof. Dr. Júlio César Joly Especialista em Periodontia CFO Mestre e Doutor em Clínica

Leia mais

Escrito por Administrator Ter, 02 de Fevereiro de 2010 09:14 - Última atualização Qua, 10 de Março de 2010 08:44

Escrito por Administrator Ter, 02 de Fevereiro de 2010 09:14 - Última atualização Qua, 10 de Março de 2010 08:44 Mitos e Verdades da Odontologia Mitos: Quanto maior e colorida for nossa escova dental, melhor! Mentira. A escova dental deve ser pequena ou média para permitir alcançar qualquer região da nossa boca.

Leia mais

Plano de Ensino 1. IDENTIFICAÇÃO: UNIDADE DE CIRURGIA BUCO MAXILAR III

Plano de Ensino 1. IDENTIFICAÇÃO: UNIDADE DE CIRURGIA BUCO MAXILAR III MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO FACULDADE DE ODONTOLOGIA DEPARTAMENTO DE CIRURGIA, TRAUMATOLOGIA E PRÓTESE BUCO-MAXILO-FACIAIS Plano de Ensino 1. IDENTIFICAÇÃO:

Leia mais

CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM IMPLANTE e PRÓTESE SOBRE IMPLANTE CENTRO DE ESTUDOS

CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM IMPLANTE e PRÓTESE SOBRE IMPLANTE CENTRO DE ESTUDOS CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM IMPLANTE e PRÓTESE SOBRE IMPLANTE CENTRO DE ESTUDOS MANUAL DO ALUNO 2014 Docentes e Professores Convidados Prof. Dr. Jean Kleber Brito CRO 9795-GO Implantodontista / Prótese- Diretor

Leia mais

Anexo II da Resolução nº 146/2003-CEPE UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

Anexo II da Resolução nº 146/2003-CEPE UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO Anexo II da Resolução nº 146/2003-CEPE UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO - PERÍODO LETIVO/ANO: 2008 ANO DO CURSO: 3 Curso: Odontologia Modalidade: Profissionalizante

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA. Reconhece a Acupuntura, a Homeopatia e a Odontologia do Esporte como especialidades odontológicas.

CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA. Reconhece a Acupuntura, a Homeopatia e a Odontologia do Esporte como especialidades odontológicas. CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA RESOLUÇÃO CFO-160, DE 2 DE OUTUBRO DE 2015 Reconhece a Acupuntura, a Homeopatia e a Odontologia do Esporte como especialidades odontológicas. O presidente do Conselho Federal

Leia mais

Diagnóstico - Primeira Consulta. Radiologia ou Radiografia

Diagnóstico - Primeira Consulta. Radiologia ou Radiografia Diagnóstico - Primeira Consulta Consulta Inicial: É a primeira consulta feita com o cirurgião-dentista, com o objetivo de diagnosticar as patologias presentes e estabelecer o tratamento a ser feito. Exame

Leia mais

DIVISÂO DE ENSINO E PESQUISA. Especialização em Cirurgia e Traumatologia Buco- Maxilo- Facial na Modalidade de Residência.

DIVISÂO DE ENSINO E PESQUISA. Especialização em Cirurgia e Traumatologia Buco- Maxilo- Facial na Modalidade de Residência. HOSPITAL FEDERAL DOS SERVIDORES DO ESTADO DIVISÂO DE ENSINO E PESQUISA. SERVIÇO DE CIRURGIA ORAL E MAXILOFACIAL EDITAL PARA O CONCURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CIRURGIA BUCO- MAXILO- FACIAL NA MODALIDADE DE

Leia mais

A EMPRESA. Visão. Missão

A EMPRESA. Visão. Missão MANUAL DE RH 2015 A EMPRESA Com mais de 18 anos e com profundo conhecimento sobre saúde bucal, a DENTALPAR destaca-se no mercado odontológico pela qualidade nos serviços prestados e por promover e manter

Leia mais

FORMAÇÃO EM IMPLANTOLOGIA E PRÓTESE FIXA

FORMAÇÃO EM IMPLANTOLOGIA E PRÓTESE FIXA 28 Maio - 2 Junho 2012 FORMAÇÃO EM IMPLANTOLOGIA E PRÓTESE FIXA curriculum v vitae curric u Prof. Dr. Fernando Almeida Phd 2006 FMDUP - Faculdade de Medicina Dentária da Universidade do Porto. Administrador

Leia mais

Doenças Periodontais. Tratamento e Prevenção. 1º e-book - COS - Clínica Odontológica Soares

Doenças Periodontais. Tratamento e Prevenção. 1º e-book - COS - Clínica Odontológica Soares Doenças Periodontais Tratamento e Prevenção 1º e-book - COS - Clínica Odontológica Soares Gengivite e Periodontite Guia para o paciente Aprenda mais sobre as Doenças Periodontais (de gengiva) As doenças

Leia mais

GUIA DE SAÚDE BUCAL E TRAUMATISMO DENTAL PARA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA)

GUIA DE SAÚDE BUCAL E TRAUMATISMO DENTAL PARA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA) GUIA DE SAÚDE BUCAL E TRAUMATISMO DENTAL PARA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA) AUTORES Ingryd Coutinho de Oliveira Priscila Cunha Nascimento Discentes da Graduação em Odontologia e Bolsistas de Ensino

Leia mais

ANEXO I TABELA PARA ASSISTIDOS PLANO INDIVIDUAL INTERMEDIÁRIO FAIXA ETÁRIA PLANO INTERMEDIÁRIO

ANEXO I TABELA PARA ASSISTIDOS PLANO INDIVIDUAL INTERMEDIÁRIO FAIXA ETÁRIA PLANO INTERMEDIÁRIO ANEXO I TABELA PARA ASSISTIDOS PLANO INDIVIDUAL INTERMEDIÁRIO FAIXA ETÁRIA PLANO INTERMEDIÁRIO DE 0 A 17 ANOS R$56,00 DE 18 A 29 ANOS R$78,40 DE 30 A 39 ANOS R$100,80 DE 40 A 49 ANOS R$123,20 DE 50 A 59

Leia mais

CURRÍCULO PLENO 1.ª SÉRIE CÓDIGO DISCIPLINA TEOR PRAT CHA 99-7162-02 BIOQUÍMICA 40 40 80 99-8302-02 COMUNICAÇÃO ORAL E ESCRITA* 80 0 80

CURRÍCULO PLENO 1.ª SÉRIE CÓDIGO DISCIPLINA TEOR PRAT CHA 99-7162-02 BIOQUÍMICA 40 40 80 99-8302-02 COMUNICAÇÃO ORAL E ESCRITA* 80 0 80 MATRIZ CURRICULAR Curso: ODONTOLOGIA Graduação: BACHARELADO Habilitação: CIRURGIÃO - DENTISTA Regime: SERIADO ANUAL - INTEGRAL Duração: 4 (QUATRO) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL - MÍNIMO =

Leia mais

USO DE MATERIAIS REEMBASADORES À BASE DE SILICONE NO HOME CARE EM ODONTOGERIATRIA

USO DE MATERIAIS REEMBASADORES À BASE DE SILICONE NO HOME CARE EM ODONTOGERIATRIA USO DE MATERIAIS REEMBASADORES À BASE DE SILICONE NO HOME CARE EM ODONTOGERIATRIA Autores: Dr. Fernando Luiz Brunetti Montenegro (*) Dr. Leonardo Marchini (**) Nas últimas décadas, têm-se observado, em

Leia mais

É a etapa inicial do tratamento do canal, consiste em o dentista atingir a polpa dentária (nervinho do dente).

É a etapa inicial do tratamento do canal, consiste em o dentista atingir a polpa dentária (nervinho do dente). É a etapa inicial do tratamento do canal, consiste em o dentista atingir a polpa dentária (nervinho do dente). Consiste na regularização do alvéolo (local onde está inserido o dente), geralmente após a

Leia mais

SHEILA DE JESUS GOMES. Cursos de Prótese Dentária do Estado de São Paulo e Capital SÃO JOSÉ DO RIO PRETO-SP 2010

SHEILA DE JESUS GOMES. Cursos de Prótese Dentária do Estado de São Paulo e Capital SÃO JOSÉ DO RIO PRETO-SP 2010 1 SHEILA DE JESUS GOMES Cursos de Prótese Dentária do Estado de São Paulo e Capital SÃO JOSÉ DO RIO PRETO-SP 2010 2 SHEILA DE JESUS GOMES Cursos de Prótese Dentária do Estado de São Paulo e Capital Trabalho

Leia mais

Código Estruturado. 79 81000138 Diagnóstico anatomopatológico em material de biópsia. 79 81000154 Diagnóstico anatomopatológico em peça cirúrgica na

Código Estruturado. 79 81000138 Diagnóstico anatomopatológico em material de biópsia. 79 81000154 Diagnóstico anatomopatológico em peça cirúrgica na TUSS Odontologia Código Procedimento US Código Estruturado Especialidade US DIAGNÓSTICO DIAGNÓSTICO 01.01 CONSULTA ODONTOLÓGICA INICIAL 65 81000065 Consulta odontológica inicial 65 01.05 CONSULTA ODONTOLÓGICA

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS, TECNOLOGIA E SAÚDE CURSO DE ODONTOLOGIA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS, TECNOLOGIA E SAÚDE CURSO DE ODONTOLOGIA UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS, TECNOLOGIA E SAÚDE CURSO DE ODONTOLOGIA PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR POR PRAZO DETERMINADO EDITAL N 0/06 O Diretor do Centro de Ciências,

Leia mais

Prezado (a) beneficiário (a):

Prezado (a) beneficiário (a): REABILITAÇÃO COM COROA TOTAL METÁLICA UNITÁRIA - INCLUI PEÇA PROTÉTICA REABILITAÇÃO COM NÚCLEO METÁLICO FUNDIDO / NÚCLEO PRÉ - FABRICADO REABILITAÇÃO COM RESTAURAÇÃO METÁLICA FUNDIDA (RMF) UNITÁRIA - INCLUI

Leia mais

CURSO INTENSIVO CLINICO E LABORATORIAL PARA CIRURGÕES DENTISTAS

CURSO INTENSIVO CLINICO E LABORATORIAL PARA CIRURGÕES DENTISTAS CURSO INTENSIVO CLINICO E LABORATORIAL PARA CIRURGÕES Dr. Dario Adolfi Dr. Gustavo Javier Vernazza Dr. Oswaldo Scopin de Andrade Data: 20 a 24 de setembro de 2010 PROGRAMA DO CURSO PRIMERO DIA Dr. Gustavo

Leia mais

MANUAL DO COORDENADOR REGIONAL VOLUNTÁRIO E TERMO DE COMPROMISSO DO COORDENADOR REGIONAL

MANUAL DO COORDENADOR REGIONAL VOLUNTÁRIO E TERMO DE COMPROMISSO DO COORDENADOR REGIONAL MANUAL DO COORDENADOR REGIONAL VOLUNTÁRIO E TERMO DE COMPROMISSO DO COORDENADOR REGIONAL 2010 TURMA DO BEM A Turma do Bem é uma OSCIP Organização da Sociedade Civil de Interesse Público fundada em 2002

Leia mais

Av. Júlio de Castilhos, 2101, sala 51, Centro 95010-005. Caxias do Sul-RS (54) 32239207 (54) 99012424 ncguerra@terra.com.br

Av. Júlio de Castilhos, 2101, sala 51, Centro 95010-005. Caxias do Sul-RS (54) 32239207 (54) 99012424 ncguerra@terra.com.br Currículo Natalia Comerlato Guerra Hecher Cirurgiã Dentista Especialista em Dentística Restauradora Av. Júlio de Castilhos, 2101, sala 51, Centro 95010-005. Caxias do Sul-RS (54) 32239207 (54) 99012424

Leia mais

MISSÃO DA EMPRESA. O nosso compromisso é atingir e superar as expectativas dos clientes, garantindo sua total satisfação, fazendo da Dental Plus

MISSÃO DA EMPRESA. O nosso compromisso é atingir e superar as expectativas dos clientes, garantindo sua total satisfação, fazendo da Dental Plus MISSÃO DA EMPRESA O nosso compromisso é atingir e superar as expectativas dos clientes, garantindo sua total satisfação, fazendo da Dental Plus Manual sinônimo do Dentista de excelência Credenciado em

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Faculdade de Odontologia Departamento de Odontopediatria e Ortodontia

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Faculdade de Odontologia Departamento de Odontopediatria e Ortodontia UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Faculdade de Odontologia Departamento de Odontopediatria e Ortodontia DISCIPLINAS DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ODONTOPEDIATRIA 1. ODONTOPEDIATRIA PROFESSOR RESPONSÁVEL:

Leia mais

DentalRede, Lda Tabela a aplicar ao: Exército Português

DentalRede, Lda Tabela a aplicar ao: Exército Português DentalRede, Lda Tabela a aplicar ao: Exército Português 1 - CONSULTA 10110 Exame clínico/consulta S/Custo 2 - ODONTOLOGIA PREVENTIVA 20630 Destartarização, polimento (Limpeza) S/Custo 20610 Aplicação tópica

Leia mais

Matriz Curricular. Carga Horária. Unidades Acadêmicas. Período

Matriz Curricular. Carga Horária. Unidades Acadêmicas. Período Matriz Curricular Período 1º Unidades Acadêmicas UAI: Introdução ao Estudo da Odontologia Conhecer a estrutura do indivíduo nas suas bases biomoleculares e celulares quanto às propriedades e interrelações

Leia mais

TABELA INTEGRAL DE PROCEDIMENTOS Plano Master

TABELA INTEGRAL DE PROCEDIMENTOS Plano Master TABELA INTEGRAL DE PROCEDIMENTOS Plano Master (ANEXO A - ROL DE PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS EXIGIDOS PELA ANS)- Tabela Cliente CH = Coeficiente de Honorário Odontológico Valor do CH = R$ USO = Unidade

Leia mais

EXAMES LABORATORIAIS DIAGNOSTICO ANATOMOPATOLOGICO EM MATERIAL DE BIOPSIA NA REGIAO BUCO-MAXILO- 81000138 FACIAL

EXAMES LABORATORIAIS DIAGNOSTICO ANATOMOPATOLOGICO EM MATERIAL DE BIOPSIA NA REGIAO BUCO-MAXILO- 81000138 FACIAL UNIODONTO PORTO ALEGRE Modalidade pré-pagamento sem coparticipação, ou seja, o contratante pagará apenas o valor da mensalidade e terá a sua disposição todos os beneficios previstos pela ANS. Atendimento

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Emilia Bueno. OBJETIVO Cirurgiã-dentista/ Periodontista

CURRICULUM VITAE. Emilia Bueno. OBJETIVO Cirurgiã-dentista/ Periodontista CURRICULUM VITAE Emilia Bueno OBJETIVO Cirurgiã-dentista/ Periodontista FORMAÇÃO -Pós-Graduação: Especialização em Periodontia pela EAP-APCD central Dezembro de 2006. São Paulo, SP - Graduação: Odontologia

Leia mais

Como obter resultados com a otimização dos consultórios com os TSB e ASB

Como obter resultados com a otimização dos consultórios com os TSB e ASB Como obter resultados com a otimização dos consultórios com os TSB e ASB 6º SINPLO Simpósio Internacional de Planos Odontológicos Fabiana Car Pernomiam 2011 Ergonomia racionalizar o trabalho, possibilitar

Leia mais

PREFEITURA DE GOIANIA - IMAS ATUALIZADO EM : 02/08/2010 RELATORIO DE PROCEDIMENTOS ODONTOLOGICOS POR ESPECIALIDADE VALOR DO CH ODONTOLOGICO : R$ 0,22

PREFEITURA DE GOIANIA - IMAS ATUALIZADO EM : 02/08/2010 RELATORIO DE PROCEDIMENTOS ODONTOLOGICOS POR ESPECIALIDADE VALOR DO CH ODONTOLOGICO : R$ 0,22 PREFEITURA DE GOIANIA - IMAS ATUALIZADO EM : 02/08/2010 RELATORIO DE PROCEDIMENTOS ODONTOLOGICOS POR ESPECIALIDADE VALOR DO CH ODONTOLOGICO : R$ 0,22 ESPECIALIDADE : 001 - PRONTO SOCORRO CODIGO DESCRICAO

Leia mais

TREINO TEÓRICO E CLÍNICO: EXCELÊNCIA EM IMPLANTOLOGIA PORTUGAL E BRASIL. CREDENCIAMENTO DE 3ª TURMA

TREINO TEÓRICO E CLÍNICO: EXCELÊNCIA EM IMPLANTOLOGIA PORTUGAL E BRASIL. CREDENCIAMENTO DE 3ª TURMA TREINO TEÓRICO E CLÍNICO: EXCELÊNCIA EM IMPLANTOLOGIA PORTUGAL E BRASIL. CREDENCIAMENTO DE 3ª TURMA COORDENAÇÃO CIENTÍFICA Prof. Dr. Eduardo Januzzi ( Brasil ) Doutorado em Saúde Baseada em Evidências

Leia mais

CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO 2010

CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO 2010 14 APCD vila mariana GRADE CIENTÍFICA - APCD Regional Vila Mariana CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO 2010 ESPECIALIZAÇÃO EM PERIODONTIA com ênfase em Cirurgias Plásticas Gengivais Coordenadores: EDUARDO MESQUITA

Leia mais

I CURSO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR EM BETIM

I CURSO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR EM BETIM 2012 I CURSO DE ODONTOLOGIA HOSPITALAR EM BETIM REALIZAÇÃO: e Secretaria Municipal de Saúde de Betim Local: Auditório do Hospital Público Regional de Betim, Avenida Mattos Lazzarotti, 3800 Ingá Betim MG.

Leia mais

Diretrizes Assistenciais

Diretrizes Assistenciais Diretrizes Assistenciais Protocolo de Tratamento Odontológico Versão eletrônica atualizada em Janeiro 2009 A EQUIPE DE SAÚDE BUCAL NA UTMO Fernanda de Paula Eduardo Letícia Mello Bezinelli Pacientes que

Leia mais

CONEXÃO SISTEMAS DE PRÓTESE AGÊNCIA USP DE NOTÍCIAS

CONEXÃO SISTEMAS DE PRÓTESE AGÊNCIA USP DE NOTÍCIAS CONEXÃO SISTEMAS DE PRÓTESE 18/08/2005-22:14 Construindo Sorrisos O objetivo do projeto Construindo Sorrisos é conscientizar a população sobre os cuidados necessários para evitar cáries. Todos os profissionais

Leia mais

ODONTOLOGIA CANINA. Introdução

ODONTOLOGIA CANINA. Introdução ODONTOLOGIA CANINA Juliana Kowalesky Médica Veterinária Mestre pela FMVZ -USP Pós graduada em Odontologia Veterinária - ANCLIVEPA SP Sócia Fundadora da Associação Brasileira de Odontologia Veterinária

Leia mais

CENTRO DE ESPECIALIDADES ODONTOLÓGICAS REGIONAL CEO/ CISA

CENTRO DE ESPECIALIDADES ODONTOLÓGICAS REGIONAL CEO/ CISA CENTRO DE ESPECIALIDADES ODONTOLÓGICAS REGIONAL CEO/ CISA Versão I 2013 PROTOCOLO INTEGRADO DE ESPECIALIDADES ODONTOLÓGICAS CEO CISA/IJUI 1. ENDODONTIA 2. PERIODONTIA 3. CIRURGIA ORAL MENOR 4. PACIENTES

Leia mais

Pós-graduação em Periodontologia para Médicos Dentistas

Pós-graduação em Periodontologia para Médicos Dentistas Pós-graduação em Periodontologia para Médicos Dentistas Programa O curso de pós-graduação em periodontologia da MD Formação em parceria com a Clínica Gingiva de Madrid destina-se a todos os Médicos Dentistas

Leia mais

Assessoria ao Cirurgião Dentista

Assessoria ao Cirurgião Dentista Assessoria ao Cirurgião Dentista Publicação mensal interna a Papaiz edição IV agosto de 2014 Escrito por: Dr. André Simões, radiologista da Papaiz Diagnósticos Odontológicos por Imagem 11 3894 3030 papaizassociados.com.br

Leia mais

-CURSO DE PROTESE FIXA: IX JORNADA CATARINENSE DE ODONTOLOGIA-CRICIUMA-DURAÇÃO(12 HRS) EM 15 DE OUTUBRO DE 1978.

-CURSO DE PROTESE FIXA: IX JORNADA CATARINENSE DE ODONTOLOGIA-CRICIUMA-DURAÇÃO(12 HRS) EM 15 DE OUTUBRO DE 1978. CURSO SUPERIOR -UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA. CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO E RESPECTIVA COLAÇÃO DE GRAU DE CIRURGIÃO DENTISTA,DURACÃO DE QUATRO ANOS:FORMATURA:15.12.78. CURSOS EXTRA-CURRICULARES-

Leia mais

Controle de Hemorragia sem Aplicação de Agente Hemostático em região Buco-maxilo-facial 82000484 130

Controle de Hemorragia sem Aplicação de Agente Hemostático em região Buco-maxilo-facial 82000484 130 ANEXO I TABELA DE PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS AGEMED Baseado na Lei 9656 e RN 211 - Edição julho/2014 Terminologia Unificada da Saúde Suplementar (TUSS). NOMENCLATURA / PROCEDIMENTO CÓDIGO TUSS RAIO X

Leia mais

www.odontologiaconcursos.com.br

www.odontologiaconcursos.com.br CONTEÚDO DO CURSO ONLINE CURSO PREPARATÓRIOS PARA CONCURSOS PÚBLICOS C o n t e ú d o d o c u r s o O N L I N E - 0 3 / 1 0 / 2 0 1 2 Área do aluno Vídeos Total de 270 horas de aulas Brasília - DF Intensivo

Leia mais

Bem-vindo ao Plano Odontológico Riachuelo!

Bem-vindo ao Plano Odontológico Riachuelo! Bem-vindo ao Plano Odontológico Riachuelo! Sorria! Assim como cerca de 6,2 milhões de brasileiros, você agora poderá contar com os melhores serviços odontológicos do país. Este Plano, resultado de uma

Leia mais

Semestre: 2 Quantidade de Módulos:8 Unidade de Ensino:Núcleo de Saúde

Semestre: 2 Quantidade de Módulos:8 Unidade de Ensino:Núcleo de Saúde 212 Semestre: 2 Módulo: 8º Período e Mês Início do Módulo:216/1 Numero da Página: 1 Impresso em:16/12/215 11:48:45 5697 TÉCNICAS DE PESQUISA EM ODONTOLOGIA II DCOP(N/C)APS 2 1 Estudo dos tipos de trabalhos

Leia mais

CURSO INTERNACIONAL DE REABILITAÇÃO ORAL E ESTÉTICA PERIIMPLANTAR

CURSO INTERNACIONAL DE REABILITAÇÃO ORAL E ESTÉTICA PERIIMPLANTAR CURSO INTERNACIONAL DE REABILITAÇÃO ORAL E ESTÉTICA PERIIMPLANTAR 2012 2013 INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES Rose Cabral Telemóvel 935 014 972 e-mail: rose.cabral@signovinces.com.br Daniele Siqueira Telefones:

Leia mais

RETIFICAÇÃO Nº 01 AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2007

RETIFICAÇÃO Nº 01 AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2007 Estado de Santa Catarina PREFEITURA MUNICIPAL DE HERVAL D OESTE RETIFICAÇÃO Nº 01 AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2007 CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E/OU PROVAS E TÍTULOS, PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO

Leia mais

Cobertura RN 338 Lei 9656/98:

Cobertura RN 338 Lei 9656/98: Cobertura RN 338 Lei 9656/98: CÓDIGO PROCEDIMENTO Flex 30% GRUPO 87000032 CONDICIONAMENTO EM ODONTOLOGIA PARA PACIENTES COM NECESSIDADES ESPECIAIS R$ 7,62 CONSULTAS 81000030 CONSULTA ODONTOLÓGICA R$ 10,58

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM ODONTOPEDIATRIA

ESPECIALIZAÇÃO EM ODONTOPEDIATRIA EDITAL DE INSCRIÇÃO, AVALIAÇÃO DE NÍVEL E MATRÍCULA 1. INFORMAÇÕES GERAIS A Coordenação do curso realizado pela EAPGOIAS em parceria com a Soebras, com sede à Rua 6-A, nº120, Setor Aeroporto, CEP: 74070-070

Leia mais

Manual do Cliente. Ao aderir o plano da OdontoGroup, você recebe o cartão de acesso para a sua identificação perante nossa rede credenciada.

Manual do Cliente. Ao aderir o plano da OdontoGroup, você recebe o cartão de acesso para a sua identificação perante nossa rede credenciada. Manual do Cliente IDENTIFICAÇÃO ODONTOGROUP Ao aderir o plano da OdontoGroup, você recebe o cartão de acesso para a sua identificação perante nossa rede credenciada. No seu cartão de acesso personalizado,

Leia mais

RESOLUÇÃO. Artigo 4º - Os alunos inseridos no regime anual seguem o currículo previsto na Resolução CONSEPE 38/96, até sua extinção.

RESOLUÇÃO. Artigo 4º - Os alunos inseridos no regime anual seguem o currículo previsto na Resolução CONSEPE 38/96, até sua extinção. RESOLUÇÃO CONSEPE 91/2000 ATERA O CURRÍCULO DO CURSO DE ODONTOLOGIA DO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE CCBS. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no uso de suas atribuições

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ODONTOLOGIA Atividades Complementares Atividades extracurriculares desenvolvidades pelo aluno durante os 10 semestres do curso, nas áreas de ensino, pesquisa

Leia mais