Diesel S-10. nas estradas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Diesel S-10. nas estradas"

Transcrição

1 Nº 50 Ano 9 maio/junho 2013 Diesel S-10 nas estradas Depois de seis meses do lançamento, o novo óleo diesel com baixo teor de enxofre ganha o país e pode ter o volume duplicado até o final de 2013 Amazônia Os desafios do abastecimento aéreo na floresta

2 PALAVRA br Roberto Rosa Desafios e soluções Nesta edição da revista Soluções BR, você pode conferir algumas das ações da Petrobras Distribuidora para atender a um mercado cada vez mais exigente e em permanente expansão. A reportagem de capa traz um balanço das vendas do Diesel S-10, que substituiu o S-50 a partir de janeiro deste ano. Com um volume de vendas crescente, o produto está disponível em todo o Brasil, para abastecimento de caminhões fabricados com modernas tecnologias de tratamento das emissões de óxido de nitrogênio e material particulado. Por falar em logística de distribuição, outro desafio que vamos mostrar é o abastecimento dos helicópteros da Petrobras em pleno coração da Amazônia, onde a BR supera as adversidades naturais da maior floresta tropical do planeta, disponibilizando uma infraestrutura itinerante, capaz de atuar com segurança e agilidade. Excelência em logística e também em produtos: veja como a gasolina de aviação da BR, o combustível mais utilizado na pulverização agrícola do Rio Grande do Sul, se mostrou um importante elemento na conquista da safra recorde dos gaúchos. Boa leitura! José Lima de Andrade Neto, Presidente da Petrobras Distribuidora

3 sumário Entrevista Movimentação nos aeroportos Francelino Silva Paes Aviação Desafios na Amazônia Aviação Redução do ICMS do Jet-A Agronegócio Safra impulsionada Investimentos Tecnologia para os negócios Mineração Workshop no Norte Tecnologia Atendimento móvel Pavimentação Nova nomenclatura para os produtos asfálticos Reportagem de Capa O avanço do S-10, o diesel dos novos motores Geração na Ponta Gerenciamento de energia Energia Tecnologia para o gás natural Eventos BR se destaca em feiras e premiações Segurança Segurança industrial Inovação Táxis elétricos Plano de Negócios Rumo ao crescimento Programa de Fidelidade Premmia + Smiles Patrocínio Máquinas velozes Opinião A força das feiras agrícolas em Goiás Publicação da Petrobras Distribuidora S.A. PRESIDENTE José Lima de Andrade Neto DIRETOR DE MERCADO CONSUMIDOR Andurte de Barros Duarte Filho DIRETOR DA REDE DE POSTOS DE SERVIÇO Luiz Claudio Caseira Sanches DIRETOR FINANCEIRO Nestor Cuñat Cerveró DIRETOR DE OPERAÇÕES E LOGÍSTICA José Zonis CONSELHO EDITORIAL Antonio Carlos Alves Caldeira Carlos Eduardo Duff da Motta Pereira Edson Chil Flavia Lopes de Abreu Cavalcanti Francelino da Silva Paes Gilce de Oliveira Sant Anna Hévila Aparecida Arbex Leonardo Cesar de Barros Luis Marcelo Freitas Sandra Braga Nery Viviane Salathe GERENTE DE COMUNICAÇÃO E RELAÇÕES INSTITUCIONAIS Sylvia Sampaio Lopo Gerente de Planejamento de Comunicação Luis Fernando Meinicke Farias GERENTE DE IMPRENSA E Comunicação Interna Carolina Rocha Campos Pires EDITORA Carla de Paula Santos (MTB 32599/RJ) PRODUTOR César Gonçalves de Almeida REPORTAGEM Carla de Paula Santos e Rodrigo Miguez REVISÃO Inah de Paula Comunicações DIAGRAMAÇÃO Inah de Paula Comunicações PRODUÇÃO GRÁFICA Inah de Paula Comunicações FOTO DE CAPA Ing Image Produzida por Inah de Paula Comunicações TIRAGEM 9 mil exemplares 2

4 Entrevista Arquivo BR MOVIMENTAÇÃO NOS AEROPORTOS: eventos internacionais aquecem o segmento Francelino Silva Paes Gerente de Produtos de Aviação Eventos internacionais de grande porte movimentam o Brasil em 2013 e abrem o calendário especial, que vai até 2016, quando a cidade do Rio de Janeiro será sede das Olimpíadas. neste ano, logo após a Copa das Confederações, que aconteceu em seis capitais brasileiras, será realizada a Jornada Mundial da Juventude, em julho, também no Rio de Janeiro. 3

5 Entrevista Nesta entrevista, o gerente Executivo Francelino da Silva Paes, da Gerência de Produtos de Aviação (GPA), fala sobre as ações que a Petrobras Distribuidora está desenvolvendo para reforçar sua capacidade de atendimento. O objetivo da Companhia é fazer frente ao aquecimento da demanda por produtos e serviços aeroportuários, diante da expectativa de aumento do número de turistas estrangeiros e domésticos nos aeroportos brasileiros. A BR vai investir, de 2013 até 2017, cerca de R$ 580 milhões no setor. Soluções BR: Como a BR Aviation se preparou para atender ao crescimento das demandas de consumo de combustível nos aeroportos, no período da Copa das Confederações? Francelino: A BR Aviation, por meio das suas gerências comerciais, de operações e de planejamento, identificou a previsão de aumento de demanda em decorrência dos eventos que ocorrerão neste ano. Na Copa das Confederações, por exemplo, é consenso entre os órgãos de aviação que haverá crescimento de, aproximadamente, 3 milhões de litros. Os voos atuais das companhias aéreas regulares suportaram a procura dos usuários, e houve aumento dos voos de aviação executiva, já incluído no volume descrito acima, nos aeroportos de Jacarepaguá e Santos Dumont. IngImage Os voos atuais das companhias aéreas regulares suportaram a procura dos usuários, e houve aumento dos voos de aviação executiva, já incluído no volume descrito acima, nos aeroportos de Jacarepaguá e Santos Dumont. 4

6 Soluções BR: De acordo com a Secretaria de Aviação Civil, os aeroportos do Rio de Janeiro devem ter recebido cerca de 47 mil passageiros para a final da Copa das Confederações. Quais são as expectativas de vendas da GPA para esse período? Francelino: Durante todo o período da realização da Copa das Confederações, temos uma expectativa de passageiros adicionais de cerca de 335 mil. Para a final da Copa, que ocorreu no Rio de Janeiro, estima-se um acréscimo de passageiros, somente no Aeroporto do Galeão, o que acrescerá nossas vendas em 1000 m³. Soluções BR: E para o evento da Jornada Mundial da Juventude, com a vinda do Papa Francisco à cidade do Rio de Janeiro? Sites de vendas de passagens aéreas já registram, desde março, crescimento também da procura para o Rio cinco vezes maior, principalmente para julho, época do evento religioso. Francelino: Nesse período, a estimativa é de aumento de 22 milhões de litros, notadamente no Aeroporto do Galeão. Com base nessa identificação de demanda, estamos aumentando o número das Unidades de Abastecimento de Aeronaves (UAA s). Soluções BR: Para a BR Aviation, qual é o impacto da recepção desses eventos internacionais pelo Brasil? Quais são as principais ações e os projetos em andamento? Francelino: As ações estão focadas em três recursos: os recursos humanos, com o aumento do número de técnicos de abastecimento; o recebimento de 33 novas UAA s, que totalizaram 509 unidades até o início da Copa das Confederações; e os ajustes em nossos estoques, destacando, inclusive, as obras de ampliação de tancagem nos aeroportos de Fortaleza (CE), Salvador (BA), Belém (PA) e Porto Alegre (RS). Além disso, tendo em vista que receberemos diversos voos da Aviação Executiva, estamos preparando ações específicas de atendimento aos nossos IngImage Programa de Relacionamento: BR Aviation Club cria campanha com prêmios exclusivos 5

7 Entrevista clientes, como, por exemplo, uma nova campanha do programa de relacionamento BR Aviation Club e a divulgação dos serviços prestados nas unidades do BR Aviation Center. Soluções BR: Além da cidade do Rio de Janeiro, quais as capitais que tiveram prioridade? Francelino: Foram priorizadas todas as demais capitais que sediaram a Copa das Confederações, quais sejam: Salvador, Fortaleza, Brasília, Recife e Belo Horizonte. Independentemente disso, temos que estar preparados para todos os eventos que ocorrem no país. Soluções BR: A estrutura aeroportuária nacional está preparada para essa que é considerada a maior demanda de aviação já assumida pelo país? Francelino: Nos últimos 10 anos, o mercado de aviação no Brasil mais que triplicou, saltando de 30 milhões de passageiros transportados, em 2003, para 100 milhões no ano passado. A aviação brasileira é considerada uma das mais seguras do mundo, o que pode ser confirmado pelo fato de o Brasil ser membro do grupo de elite da Organização de Aviação Civil Internacional (OACI), desde a sua criação. Logo, com os ajustes que estão sendo realizados por todas as instituições e empresas que compõem o Sistema Aeroportuário Brasileiro, a demanda para esses grandes eventos será atendida. Soluções BR: E quanto ao combustível? Francelino: No que tange ao combustível, temos a plena convicção de que estamos preparados para atender aos nossos clientes com excelente nível de qualidade. A BR tem uma forte presença no mercado global de aviação, possuindo a maior rede de distribuição de combustíveis, IngImage 6

8 presente em 103 aeroportos. Até o mês da Copa de 2014, estaremos presentes em 116 aeroportos. Não temos histórico de atraso junto aos nossos clientes nem de falta de produtos em nenhum desses aeroportos em que já atuamos. Estamos plenamente prontos e capacitados para atender às demandas existentes e às que virão pela frente. Soluções BR: A BR divulgou seu Plano de Negócios , no qual está prevista uma série de investimentos de infraestrutura aeroportuária e de aumento de tancagem até Já é possível destacar algumas dessas ações que visam a otimizar a logística de distribuição da BR, fazendo frente ao aumento do volume de vendas de produtos de aviação? Francelino: Desde 2010, a BR tem ampliado significativamente os investimentos em infraestrutura nos aeroportos. Apenas como exemplo, em 2009, nossos investimentos estavam no patamar de R$ 32,8 milhões, e no ano de 2012 tivemos investimentos na ordem de R$ 105,6 milhões. Nos últimos cinco anos, investimos o total de R$ 304,2 milhões nos aeroportos. De 2013 até 2017, investiremos cerca de R$ 580 milhões. Soluções BR: Há previsão de aumento da capacidade de tancagem, até 2017, em outros aeropor- Rogério Reis / Banco de Imagens Petrobras A BR tem uma forte presença no mercado global de aviação, possuindo a maior rede de distribuição de combustíveis, presente em 103 aeroportos. tos, além dos já contemplados, em virtude dos eventos que ocorrerão neste ano? Francelino: Além das obras de ampliação já mencionadas, teremos um aumento de tancagem em torno de de litros nos aeroportos de Brasília, Guarulhos, Cuiabá, Belém, Confins, Campinas e Galeão. No que se refere à quantidade de caminhões abastecedores, saímos de um número de 352, em 2007, para 509 caminhões, considerando o mês de maio, e a previsão é de que até o final de 2013 cheguemos ao número de 546 caminhões. Ou seja, a Diretoria da Petrobras Distribuidora tem dado especial atenção à atividade de aviação. 7

9 aviação Desafios na AMAZÔNIA BR supera as adversidades naturais da floresta para oferecer uma estrutura pioneira de atendimento às operações da Petrobras Jesuel Pires de Almeida 8

10 A maior distribuidora de combustíveis do Brasil dispõe de infraestrutura logística para atuar até no coração da Floresta Amazônica. Ao prover as necessidades de abastecimento dos helicópteros da Petrobras, que realiza prospecção de petróleo em áreas remotas, a BR Aviation mantém estruturas itinerantes de atendimento, capazes de suprir as demandas com segurança e agilidade, sem agredir a biodiversidade local. Para se ter uma ideia da dimensão desses desafios, são realizadas cerca de operações de abastecimento por ano. Para executar suas atividades em um território extenso e com poucas vias de acesso por terra, a BR montou uma estrutura dinâmica de transporte de combustíveis, que contempla o uso de balsas. Os helicópteros que apoiam as equipes da Petrobras na região precisam ser reabastecidos em breves períodos, o que demanda alternativas eficientes para pouso e suprimento. O combustível fornecido pela BR Aviation é retirado do Terminal de Manaus (TEMAN) e conduzido em balsas-tanque ou carretas-tanque até os pontos de apoio (ou locações), situados, geralmente, ao longo dos rios Urucu, Tefé e Juruá. Depois de recebido, amostras são colhidas e enviadas ao laboratório, para análise de recertificação. Apenas mediante o laudo de conformidade, o combustível é liberado para ser utilizado nas aeronaves. Segundo Jesuel Pires de Almeida, gerente da BR no Aeroporto de Manaus (GAMAN), tais cuidados precisam ser tomados para garantir a segurança dos abastecimentos na Floresta. Um rigoroso controle de qualidade é seguido, através de ensaios laboratoriais, testes de água em suspensão, controles de tempe- ratura e densidade, drenagem diária dos tanques e atenção aos demais procedimentos atinentes. O combustível fornecido pela BR, tanto nos aeroportos quanto nas operações especiais na Floresta Amazônica, recebe o mesmo controle de qualidade, que vai desde a refinaria aos tanques das aeronaves. Os laboratórios fazem as análises das amostras para checar e garantir a qualidade do combustível, mesmo nas áreas mais remotas, explica. Por ser transportado em via fluvial, o combustível percorre longas distâncias até chegar à estação de abastecimento. Lá, é retirado das balsas por meio de um sistema de bombeamento que conta com uma tubulação fabricada especialmente para a transferência de combustíveis de aviação. Cada balsa possui, em média, capacidade para armazenar cerca de 400 m³ de combustível. Balsas-tanque ou carretas-tanque são utilizadas para levar o combustível até os pontos de apoio, ao longo dos rios Urucu, Tefé e Juruá Jesuel Pires de Almeida 9

11 AVIAÇÃO Planejamento sidades climáticas da Floresta É graças à criatividade na podem ser administradas. A BR elaboração de uma logística flexível, compatível com as normas e razoável de combustível para envia uma quantidade calculada e procedimentos internacionais atender a uma demanda de até de segurança operacional, que a seis meses, evitando, assim, um BR Aviation torna viável o abastecimento de aeronaves em instalaronaves que sobrevoam a região. colapso no abastecimento das aeções compactas e até flutuantes, A falta de chuvas em certos períodos é um desafio que a equipe em meio a um dos mais complexos ecossistemas do planeta. local da BR precisa enfrentar todos As estruturas são montadas os anos. A maioria dos afluentes de acordo com a demanda de dos rios amazônicos é plenamente cada cliente. Para a Petrobras, navegável somente entre os meses de janeiro e julho. O verão e o planejamento e a logística são elaborados dentro da necessidade de cada locação, o que deve andamento das operações, já que a estiagem podem comprometer o considerar o tipo de combustível, restringem em até 80% a navegabilidade dos rios. o tempo de operação e o período de atuação, afirma Jesuel. A geografia da área, intensamente irrigada por grandes rios e Somente com um planejamento logístico estratégico as adver- por cursos d água de variados ta- Jesuel Pires de Almeida A estiagem é um dos desafios que a BR Aviation enfrenta para o abastecimento da Amazônia Cumprirmos com nosso compromisso de superar os desafios empresariais na Amazônia, respeitando as pessoas e preservando o meio ambiente. manhos, faz com que o transporte hidroviário seja tomado como ponto de referência para a rede de transporte na Floresta, uma vez que os rios da Amazônia são as nossas rodovias, comenta. Meio ambiente Uma grande preocupação da Companhia é prevenir e mitigar os impactos à biodiversidade em suas diferentes frentes de atuação. Por essa razão, as instalações de abastecimento implantadas no interior da Floresta possuem coletores de água e óleo, o que impede que os resíduos oleosos, eventualmente gerados, contaminem o solo e a água da região. As balsas estacionárias são cercadas por barreiras, de forma a evitar que um eventual derramamento se espalhe pelos rios. As medidas fazem parte dos procedimentos preventivos praticados pela Petrobras Distribuidora, que visam a garantir que o meio ambiente não sofra nenhum impacto. 10

12 Jesuel Pires de Almeida Alternativas eficientes, para pouso e suprimento dos helicópteros, atendem as demandas com segurança, sem comprometer a biodiversidade local A BR criou uma cultura e estabeleceu diretrizes na Amazônia para nortear todas as suas atividades de transporte, movimentação, abastecimento de aeronaves, transferências de combustível de balsas para tanques com a finalidade de otimizar o atendimento e aperfeiçoar a gestão dos poluentes e resíduos gerados nas operações. Por tratar-se de uma reserva ecológica mundial, rotinas rigorosas de segurança devem ser adotadas. A Gerência de Operações a Padrões de Aviação da BR (GPA/GOPA) desenvolveu procedimentos baseados em parâmetros a serem seguidos por toda a equipe, treinada para agir preventivamente. Know-how Em se tratando de combustível de aviação, as primeiras estruturas de abastecimento da Petrobras Distribuidora na Amazônia, também chamadas de Operações Especiais, foram montadas para atender às demandas das forças armadas em virtude da distância continental do local de treinamento até o ponto supridor. Com a experiência de campo adquirida, a BR passou a dar suporte à Petrobras e às demais empresas como HRT, Transpetro e Georadar que operam nas atividades de pesquisa e exploração de petróleo na Amazônia, resultando em seu pioneirismo na logística e no fornecimento de combustível de aviação na região. As operações especiais, realizadas pela BR Aviation, são únicas em seu gênero, ultrapassando fronteiras, derrubando obstáculos, quebrando paradigmas. As dificuldades encontradas nessa região, relacionadas aos modais de transporte e à imensidão amazônica, com suas peculiaridades, constituem enormes desafios aos profissionais que operam a logística de suprimento da Companhia, diz o gerente. 11

13 AVIAÇÃO Arquivo BR Estruturas de abastecimento foram montadas para atender às demandas das forças armadas na região, que é uma reserva ecológica Jesuel reforça, ainda, que, nas atividades desenvolvidas na região amazônica, ganha destaque a importância da participação proativa da equipe da Gerência de Aeroporto de Manaus, cujo envolvimento, dedicação e profissionalismo solidificam o atendimento de excelência prestado para a Petrobras. Charles Alves Cavalcanti, gerente Setorial de Transportes da Petrobras, aponta a relação franca, aberta e produtiva entre as empresas. Com a parceria de trabalho entre a BR e a Petrobras, com certeza, nosso desempenho deve ser cada vez mais crescente. Temos a previsão de ampliar os cenários e sites operacionais em 2014, e o fornecimento de combustíveis é considerado um fator crucial para o sucesso de nossos projetos. Reconhecimento Para assegurar-se da eficiência do trabalho realizado, a BR busca, constantemente, reavaliar os métodos empregados, de forma a ajustá-los às necessidades de seus clientes. Eliseu Robert Lage Oliveira é gerente Setorial de Contratação de Bens da Petrobras. Convidado a falar sobre o relacionamento entre as empresas, entre outros fatores, ele destaca o constante compartilhamento de informações como elemento que contribui para o fortalecimento do vínculo entre o cliente e o fornecedor. No tocante à contribuição prestada pela BR Aviation para viabilizar o abastecimento das aeronaves da Petrobras, em uma região tão ampla quanto desafiadora, o gerente ressalta a qualificação e a experiência do corpo técnico da BR, do ponto de vista operacional, como essenciais para o provimento de soluções. 12

14 Indo um pouco mais além, Eliseu se mostra otimista ao avaliar as expectativas de desempenho da Petrobras nas atividades que desenvolve na região Norte, impulsionadas pelo suprimento fornecido pela BR. Abaixo, segue o depoimento completo do gerente Setorial de Contratação de Bens da Unidade de Operação de Exploração e Produção da Amazônia. As operações especiais, realizadas pela BR Aviation, são únicas em seu gênero, ultrapassando fronteiras, derrubando obstáculos, quebrando paradigmas. Arquivo BR Parceria Esse relacionamento comercial é de longa data, mas eu ingressei no processo a partir de 2007, quando comecei a trabalhar com os contratos firmados com a BR Aviation. Ao longo desses anos, esse relacionamento tem se fortalecido com base no constante compartilhamento de oportunidades, riscos e decisões. No início, tínhamos um contrato para cada nova demanda de abastecimento que surgia: contrato para abastecimento de aeronaves para transporte de pessoas e cargas; contrato para suporte à equipe de sísmica; contrato para suporte às sondas etc. Com o tempo, as pessoas envolvidas com a contratação foram adquirindo maior experiência sobre o processo, evoluindo também o conteúdo e a forma dos compromissos contratuais. Hoje, temos um único contrato para atendimento às diversas demandas da Unidade, e, quando necessário, temos maturidade e flexibilidade para discutir novas demandas. Qualificação A BR Aviation tem papel fundamental nas nossas operações, e contamos com a expertise de seu corpo técnico, conhecedor de nossa realidade diferenciada e dos desafios de produzir petróleo e gás na Amazônia. Dessa interação surgiram inovações, como a adequação de procedimento de abastecimento voltado para nossa especificidade operacional na Floresta. Trata-se do hot refueling, que é um processo pelo qual a aeronave é reabastecida em solo, enquanto os motores ainda estão acionados, evitando o corte dos motores, no qual, então, o tempo de reabastecimento para partir novamente é, significativamente, menor. A contribuição da BR também se dá no compromisso com a garantia de total segurança de nossas operações com combustíveis, desde o transporte e o armazenamento, passando pela certificação e pelo abastecimento final. Dessa forma, cuidamos da segurança das pessoas e da realização plena dos negócios da estatal na região. Balanço Ao longo desses anos trabalhando na Gerência de Contratação de Bens da UO-AM (Unidade de Operação de Exploração e Produção da Amazônia), convivi com alguns gerentes da BR Aviation em Manaus: Mauro Bruno Bonotto, Luiz Henrique Perez de Almeida, Luis Cláudio de Andrade e, atualmente, Jesuel Pires de Almeida. Acredito que evoluímos de uma mera relação comercial para a construção de uma parceria sólida e eficiente, através da qual temos conseguido atender às demandas dos clientes internos da UO-AM. Obviamente que, pelo meio do caminho, tivemos percalços e lições aprendidas, por vezes, duras lições aprendidas, mas, como disse Peter Senge, as organizações só aprendem por meio de indivíduos que aprendem. A aprendizagem individual não garante a aprendizagem organizacional. Entretanto, sem ela, a aprendizagem organizacional não ocorre. Hoje, considero que temos uma equipe de alto desempenho e com foco na nossa missão 13

15 AVIAÇÃO maior na região, que é produzir petróleo e gás com segurança em meio à maior floresta tropical existente o equivalente a 1/3 das reservas de florestas tropicais úmidas e o maior banco genético do planeta. Desafios A realidade logística amazônica é o nosso maior desafio. A Província Petrolífera de Urucu está a cerca de 600 km de distância da capital Manaus ou cerca de 10 dias de navegação. O consumo de combustíveis é distribuído ao longo do ano, todavia, é sabido que, no segundo semestre de cada ano, quando há menos chuvas e o tempo seco permite intensificar a execução dos projetos da Unidade, a tendência é de que a média de consumo seja maior. Devido ao ciclo fluvial dos rios amazônicos, nas vias utilizadas para navegação até as frentes operacionais, ocorre o fenômeno de oscilação de calado, em virtude do regime hidrológico, onde o nível do rio aumenta nas estações chuvosas e diminui nas estações de seca, sendo que, no período de dezembro a maio de cada ano, predominam as fases enchente/cheia. É esperado, nessa época, portanto, que a navegação transcorra dentro da normalidade; já entre junho e novembro, contamos com o predomínio das fases vazante/seca, alterando as condições de navegabilidade, podendo haver restrição e até impedimento completo de navegação, em determinados trechos, para as embarcações em geral, incluindo as utilizadas no transporte de combustíveis. Por esse motivo, no período de junho a novembro, a BR mobiliza esforços adicionais para garantir a continuidade operacional e manter os combustíveis armazenados próximos aos locais de utilização. Sendo assim, desejamos que a UO-AM e a BR continuem aprendendo e inovando, para, assim, cumprirmos com nosso compromisso de superar os desafios empresariais na Amazônia, respeitando as pessoas e preservando o meio ambiente. CONTATO BR: Jesuel Pires de Almeida / (92) A base terrestre da Província Petrolífera do Campo de Urucu é um dos pontos de distribuição de combustível na Amazônia Andre Motta de Souza/ Banco de Imagens Petrobras 14

16 aviação REDUÇÃO DO ICMS DO JET-A1 Rogério Reis / Banco de Imagens Petrobras Decisão da Câmara Legislativa do Distrito Federal, homologada em abril deste ano, determinou a redução do Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do Jet-A1, de 25% para 12%, em Brasília. A aprovação do projeto já repercute positivamente com aumento da demanda de combustível de aviação no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em menos de um mês após a entrada em vigor da nova alíquota. A medida permitiu a redução do preço do combustível para o cliente final. De acordo com Ernesto Edoardo Denti, gerente no Aeroporto de Brasília (GABRA), já é possível observar um crescimento médio de 20% do volume de vendas do querosene de aviação da BR. Estávamos com uma venda média na ordem de 800 m³/dia (ou m³/mês). Com a redução do ICMS, observamos que nossa média diária atingiu m³ (ou uma venda mês de m³). Além da redução do imposto, as obras de expansão e modernização do aeroporto tendem a exercer impacto sobre os números. Com a inclusão de novas rotas a partir da cidade, haverá também uma procura maior por combustíveis. Antes, havia menos slots no aeroporto de Brasília, o que reduzia a capacidade de operação das companhias aéreas. Com a ex- pansão do pátio de aeronaves, a movimentação será maior, assim como a nossa atuação, acredita o gerente. Denti informa que a BR já negocia com a Inframérica, operadora do aeroporto, a ampliação do pool de armazenagem e distribuição de combustíveis, de forma a acompanhar o crescimento da demanda de venda do Jet-A1. Queremos ampliar nossa área de estocagem no local, impedindo a ocorrência de atrasos no abastecimento e mantendo, assim, a qualidade do atendimento prestado aos nossos clientes, completa o gerente. CONTATO BR: Ernesto Edoardo Denti / (61)

17 Agronegócio safra IMPULSIONADA Mercado aeroagrícola em expansão conta com mais agilidade e eficiência nas técnicas de pulverização das culturas do Rio Grande do Sul Com clima favorável, a produção agrícola brasileira atingirá novo recorde em No Rio Grande do Sul, após as perdas expressivas de 2012, estima-se que a safra de verão produza um dos maiores volumes de grãos de todos os tempos. A gasolina de aviação da Petrobras Distribuidora (Avgas), o combustível mais utilizado pelas aeronaves agrícolas do Estado, também vem contribuindo para os avanços. De 26%, em 2011, a BR hoje conta com uma participação de mercado de 55,2%. O volume da safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas (2013) está estimado em, aproximadamente, 181,3 milhões de toneladas, um valor 12% superior ao da produção de 2012, segundo o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPD), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), realizado em março. De acordo com a pesquisa, o cresci- mento se deve ao aumento da área plantada no país e, principalmente, à recuperação da produtividade, sobretudo do milho e da soja. A cultura da soja apresentou um crescimento de 23,2% 80,9 milhões de toneladas, ou seja, mais de 15 milhões de toneladas acima do volume colhido no ano passado. A produção do milho deverá evoluir 5% em relação à safra de A primeira e a segunda safras do cereal, somadas, segundo o levantamento, registrarão novo recorde este ano. Com relação à distribuição por volume de produção, o LSPD indica a região Sul como a principal produtora, com 72,1 milhões de toneladas (39,8% de participação no mercado). O Centro-Oeste aparece em segundo, com uma produção de 71,6 milhões de toneladas e participação de 39,5%. Conforme explica Nelson Antônio Paim, presidente do Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (Sindag), três fatores podem ser apontados como os principais responsáveis pela supersafra do Rio Grande do Sul, principal produtor da região. O primeiro deles é o clima, que, à exceção da região Nordeste, apresentou-se extremamente favorável ao desenvolvimento das culturas. O segundo, o bom preço da maioria dos produtos agrícolas. O terceiro fator (influenciado pelo segundo), é o aumento dos investimentos nas lavouras, principalmente em benefício da mecanização e da utilização de insumos. De acordo com Paim, o agricultor, esperando bons preços e bom clima aplicou mais recursos na plantação, o que fez crescer a produtividade. Os reflexos da safra recorde na economia do Estado devem gerar um crescimento até duas vezes superior ao da economia brasileira. O valor bruto de produção (VBP) também será maior em De acordo com a Empresa de Assistên- 16

18 cia Técnica e Extensão Rural do Rio Grande do Sul (Emater-RS), as atuais cotações das commodities se encontram em patamares superiores aos praticados dois anos atrás. Na safra anterior, parte das plantações foi severamente prejudicada pelas chuvas irregulares e pelas estiagens prolongadas, com grandes perdas nos estados do Sul e em parte do Centro-Oeste. Com a estabilização do clima, especialmente no Rio Grande do Sul, a primeira safra de verão já está em fase adiantada de colheita; a segunda, em desenvolvimento vegetativo e floração. PULVERIZAÇÃO AÉREA Conforme nos conta o presidente do Sindag, ao longo dos últimos dez anos, o setor aeroagrícola vem conquistando novas áreas e culturas, especialmente em virtude do aumento da produtividade das lavouras e do consequente crescimento da produção agrícola no País. O modal aéreo de pulverização se mostra um excelente aliado do produtor, especialmente quando comparado ao método terrestre, executado por tratores. As principais vantagens estruturais referem-se à existência de uma legislação completa, em âmbito federal, que abrange aspectos aeronáuticos, agronômicos e ambientais, além da execução dos serviços sob responsabilidade técnica (cada empresa deve manter um engenheiro agrônomo como responsável). Do ponto de vista operacional, as principais vantagens da pulverização aérea decorrem da rapidez do tratamento; de uma operação sem danos às plantas (o amassamento ); da uniformidade de distribuição do produto; da operação em qualquer condição de solo; e, ainda, da não distribuição de inóculos (fungos, insetos) de uma área infestada para outra sadia, já que o avião não entra em contato com as plantas, diz Nelson Paim. De acordo com Luiz Tadeu Pacheco, gerente de Aeroporto de Porto Alegre (GAPOA), a utilização da pulverização aeroagrícola está diretamente relacionada aos fatores climáticos. Quando ocorre distribuição regular de chuvas, o trator pode danificar parte do solo ao percorrer a lavoura encharcada. Uma aeronave representa menor perda da produção, por otimizar o uso da terra. Pacheco explica que as chuvas frequentes favorecem a proliferação de pragas e insetos, o que exige maior rapidez no combate. Em função da dinâmica no campo, o gerente destaca os desafios do abastecimento da Petrobras Distribuidora, que precisa lidar, constantemente, com a urgência de entrega requerida pelos clientes. IngImage 17

19 Agronegócio O setor agrícola é um nicho de mercado totalmente diferente da nossa rotina de atendimento de pista, nos aeroportos. Nestes, esperamos a aeronave pousar para efetuarmos o abastecimento. Já no campo, precisamos ir atrás da aeronave, sendo o conhecimento da logística e da necessidade de cada cliente condições imprescindíveis para o sucesso de nossa atuação. Mercado O Brasil já possui a segunda maior frota de aeronaves agrícolas do mundo (1.720 unidades, em 2012), atrás apenas dos Estados Unidos. Na última década, o setor aeroagrícola apresentou expansão contínua, crescendo à razão de 6 a 7% ao ano, e estabelecendo-se como um componente cada vez mais essencial para o desenvolvimento da agricultura do país. A evolução do mercado aeroagrícola se explica menos pela expansão de área e mais pelo aumento da produtividade e da substituição das aplicações convencionais, comenta o presidente do Sindag. De acordo com o Sindicato, a estimativa de área tratada por O Brasil já possui a segunda maior frota de aeronaves agrícolas do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos. Na última década, o setor aeroagrícola apresentou expansão contínua, crescendo à razão de 6% a 7% ao ano, e estabelecendose como um componente cada vez mais essencial para o desenvolvimento da agricultura do país. aeronaves no país é de cerca de 20% do total, havendo, ainda, um grande mercado a ser conquistado. O setor é inteiramente regulamentado pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) responsável pela publicação das Normas Técnicas e de Trabalho, bem como dos registros estatísticos da área. A ANAC é a entidade encarregada do registro e da operação das empresas e aeronaves que atuam no segmento agrícola, bem como da habilitação dos pilotos e pessoal de manutenção. Já o MAPA é quem cuida do registro e da operação das empresas e habilitação (especialização) do pessoal técnico e de apoio (engenheiros agrônomos e técnicos em agropecuária), explica Paim. Tecnologia O Brasil já dispõe do que há de mais moderno em tecnologia de aplicação aérea, como o sistema de orientação por DGPS (orientação via satélite, que amplia a precisão da aeronave no momento da execução das faixas de aplicação). A aviação aeroagrícola nacional, utiliza modernos bicos e atomizadores rotativos e distribuidores de produtos sólidos de última geração. 18 Bruno Veiga / Banco de Imagens Petrobras

20 Lucas Saporiti Equipamentos exclusivos são utilizados para transportar, manusear e armazenar o Avgas, que atende às exigências e especificações internacionais No Brasil, todo o pessoal técnico envolvido nas aplicações é especializado para o trabalho aeroagrícola, formado em cursos ministrados pelo Ministério da Agricultura e pela ANAC, acrescenta o presidente do Sindag. Tais cuidados são necessários para garantir a segurança da aplicação e a eficiência da prática de pulverização aérea. AVGAS A gasolina de aviação da Petrobras Distribuidora é o combustível mais utilizado nas mais de 300 aeronaves cadastradas no Rio Grande do Sul. Em 2012, a Companhia forneceu mais de m 3 de Avgas para as empresas de aviação agrícola do estado. Em 2011, o share da BR Aviation foi de 26%. Em 2013, conforme o Sindicom, até o mês de fevereiro, a participação da empresa no Estado evoluiu para 55,2 %. De acordo com Luiz Tadeu Pacheco, o Avgas atende às mais exigentes especificações internacionais. O produto da BR apresenta propriedades, requisitos de desempenho e cuidados diferenciados das demais gasolinas. Em todo o processo de manuseio, transporte e armazenamento, são usados equipamentos exclusivos para o produto, sendo o sistema periodicamente inspecionado para garantir que esteja limpo e isento de contaminação. Após ser produzido na refinaria da Petrobras, em Cubatão (SP), o Avgas é transferido para o terminal de Canoas, de onde é distribuído para os clientes. O gerente acredita que a ampliação da participação da BR no Estado é uma consequência do esforço empreendido pela Companhia para manter-se mais próxima de seus clientes. CONTATOS BR: Luiz Tadeu Pacheco / (51) Nelson Antônio Paim / (66)

MANUAL DA AVIAÇÃO Jogos Olímpicos e Paralímpicos 2016

MANUAL DA AVIAÇÃO Jogos Olímpicos e Paralímpicos 2016 MANUAL DA AVIAÇÃO Jogos Olímpicos e Paralímpicos 2016 Pela primeira vez, o setor de aviação está lançando todas as diretrizes operacionais com mais de 300 dias de antecedência, o que contribui decisivamente

Leia mais

Serviços Scania. Serviços Scania. Tudo o que o você precisa para cuidar bem do seu Scania, em um só lugar.

Serviços Scania. Serviços Scania. Tudo o que o você precisa para cuidar bem do seu Scania, em um só lugar. Serviços Scania Serviços Scania. Tudo o que o você precisa para cuidar bem do seu Scania, em um só lugar. SERVIÇOS SCANIA Serviços Scania. Máxima disponibilidade do seu veículo para o melhor desempenho

Leia mais

Scania Serviços. Serviços Scania.

Scania Serviços. Serviços Scania. Serviços Scania Scania Serviços. Serviços Scania. Tudo o que o você precisa para cuidar Tudo bem do o que seu o Scania, você precisa em um para só lugar. cuidar bem do seu Scania, em um só lugar. SERVIÇOS

Leia mais

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 PROSPERE NA NOVA ECONOMIA A SPEKTRUM SUPORTA A EXECUÇÃO DA SUA ESTRATÉGIA Para as empresas que buscam crescimento

Leia mais

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Maio de 2010 Conteúdo Introdução...4 Principais conclusões...5 Dados adicionais da pesquisa...14 Nossas ofertas de serviços em mídias sociais...21

Leia mais

EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 ANEXO 9 DO CONTRATO PLANO DE TRANSFERÊNCIA OPERACIONAL (PTO)

EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 ANEXO 9 DO CONTRATO PLANO DE TRANSFERÊNCIA OPERACIONAL (PTO) EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 CONCESSÃO PARA AMPLIAÇÃO, MANUTENÇÃO E EXPLORAÇÃO DOS AEROPORTOS INTERNACIONAIS BRASÍLIA CAMPINAS GUARULHOS EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 ANEXO 9 DO CONTRATO PLANO DE TRANSFERÊNCIA

Leia mais

Planejar Soluções em TI e Serviços para Agronegócio. Software de Gestão Rural ADM Rural 4G

Planejar Soluções em TI e Serviços para Agronegócio. Software de Gestão Rural ADM Rural 4G Planejar Soluções em TI e Serviços para Agronegócio Software de Gestão Rural ADM Rural 4G 2011 ADM Rural 4G Agenda de Apresentação E Empresa Planejar O Software ADM Rural 4G Diferenciais Benefícios em

Leia mais

ARMAZENAMENTO NA FAZENDA

ARMAZENAMENTO NA FAZENDA Adriano Mallet adrianomallet@agrocult.com.br ARMAZENAMENTO NA FAZENDA O Brasil reconhece que a armazenagem na cadeia do Agronegócio é um dos principais itens da logística de escoamento da safra e fator

Leia mais

A costa da África pode ser um foco da indústria no futuro próximo;

A costa da África pode ser um foco da indústria no futuro próximo; Fleury Pissaia * Entre 2011 e 2015, investimento previsto no setor industrial é de R$ 600 bilhões. Desse montante, indústria do petróleo representa 62%. No mesmo período, R$ 750 bilhões serão alocados

Leia mais

Iniciativas de Produção Mais Limpa na Indústria de Petróleo e Gás. Daniela Machado Zampollo Lucia de Toledo Camara Neder

Iniciativas de Produção Mais Limpa na Indústria de Petróleo e Gás. Daniela Machado Zampollo Lucia de Toledo Camara Neder Iniciativas de Produção Mais Limpa na Indústria de Petróleo e Gás Daniela Machado Zampollo Lucia de Toledo Camara Neder Sumário A Empresa - Petrobras A Exploração e Produção de Óleo e Gás Gestão Ambiental

Leia mais

O IBGE divulgou a pouco o primeiro prognóstico para a safra de 2011: www.ibge.gov.br Em 2011, IBGE prevê safra de grãos 2,8% menor que a de 2010

O IBGE divulgou a pouco o primeiro prognóstico para a safra de 2011: www.ibge.gov.br Em 2011, IBGE prevê safra de grãos 2,8% menor que a de 2010 O IBGE divulgou a pouco o primeiro prognóstico para a safra de 2011: www.ibge.gov.br Em 2011, IBGE prevê safra de grãos 2,8% menor que a de 2010 O IBGE realizou, em outubro, o primeiro prognóstico para

Leia mais

Isaias Quaresma Masetti. Gerente Geral de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica masetti@petrobras.com.br

Isaias Quaresma Masetti. Gerente Geral de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica masetti@petrobras.com.br Inovação Tecnológica Frente aos Desafios da Indústria Naval Brasileira Isaias Quaresma Masetti Gerente Geral de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica masetti@petrobras.com.br ... O maior obstáculo à indústria

Leia mais

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br Corporativo Transformar dados em informações claras e objetivas que possibilitem às empresas tomarem decisões em direção ao sucesso. Com essa filosofia a Star Soft Indústria de Software e Soluções vem

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1 BUSINESS GAME UGB Eduardo de Oliveira Ormond Especialista em Gestão Empresarial Flávio Pires Especialista em Gerencia Avançada de Projetos Luís Cláudio Duarte Especialista em Estratégias de Gestão Marcelo

Leia mais

Mensagens ambientais da HP

Mensagens ambientais da HP Mensagens ambientais da HP Definição da promessa Projeto para o meio ambiente Por ser líder ambiental há décadas no setor tecnológico, a HP faz a diferença com um projeto abrangente de estratégia ambiental,

Leia mais

00P6 - Subvenção Econômica para o Desenvolvimento da Aviação Regional (MP nº 652, de 2014)

00P6 - Subvenção Econômica para o Desenvolvimento da Aviação Regional (MP nº 652, de 2014) Programa 2017 - Aviação Civil Número de Ações 26 Tipo: Operações Especiais 00P6 - Subvenção Econômica para o Desenvolvimento da Aviação Regional (MP nº 652, de 2014) Esfera: 10 - Orçamento Fiscal Função:

Leia mais

As atuais condições da infraestrutura de transporte e logística do Brasil têm

As atuais condições da infraestrutura de transporte e logística do Brasil têm ESTUDO DA CNT APONTA QUE INFRAESTRUTURA RUIM AUMENTA CUSTO DO TRANSPORTE DE SOJA E MILHO As atuais condições da infraestrutura de transporte e logística do Brasil têm impacto significativo na movimentação

Leia mais

Petrobras aprova Plano de Negócios 2010-2014

Petrobras aprova Plano de Negócios 2010-2014 1 Petrobras aprova Plano de Negócios 2010-2014 O Conselho de Administração aprovou o Plano de Negócios 2010-2014, com investimentos totais de US$ 224 bilhões, representando a média de US$ 44,8 bilhões

Leia mais

Excelência. locações e transporte Ltda. www.excelenciaguindastes.com.br

Excelência. locações e transporte Ltda. www.excelenciaguindastes.com.br www.excelenciaguindastes.com.br A Guindastes e uma empresa de Goiânia Goiás QUEM SOMOS que presta serviço em todo território nacional no segmento de Locação de Guindastes, Locação de Munck, Grupo Geradores,

Leia mais

Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP

Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP Parceiros de serviços em nuvem gerenciada Aumente sua velocidade e flexibilidade com a implantação da nuvem gerenciada de software da SAP Implemente a versão mais recente do software da SAP de classe mundial,

Leia mais

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br Soluções em Software para Medicina Diagnóstica www.digitalmed.com.br NOTA DE AGRADECIMENTO Primeiramente, agradecemos pela sua receptividade em conhecer as nossas soluções, afinal, é sempre uma imensa

Leia mais

R$ 281 milhões de ebitda 52

R$ 281 milhões de ebitda 52 R$ 281 milhões de ebitda 52 Líder e pioneira em seu mercado, a Ultragaz evoluiu em 2009 na implementação de programas de eficiência operacional destinados ao mercado domiciliar, o UltraLevel, e ao mercado

Leia mais

Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global

Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global Exportações de açúcar da empresa devem aumentar 86% na safra 2009/2010 A Copersucar completa

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental

Política de Responsabilidade Socioambiental Política de Responsabilidade Socioambiental SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 OBJETIVO... 3 3 DETALHAMENTO... 3 3.1 Definições... 3 3.2 Envolvimento de partes interessadas... 4 3.3 Conformidade com a Legislação

Leia mais

As condições de acessibilidade e mobilidade nas cidades receptoras. Diretoria de Engenharia - DE

As condições de acessibilidade e mobilidade nas cidades receptoras. Diretoria de Engenharia - DE As condições de acessibilidade e mobilidade nas cidades receptoras Diretoria de Engenharia - DE Cidades candidatas e seus aeroportos Aeroportos da INFRAERO primeira e última imagem que o turista estrangeiro

Leia mais

Logística e Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos. Profª Caroline Pauletto Spanhol

Logística e Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos. Profª Caroline Pauletto Spanhol Logística e Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos Profª Caroline Pauletto Spanhol Cadeia de Abastecimento Conceitos e Definições Elementos Principais Entendendo a Cadeia de Abastecimento Integrada Importância

Leia mais

Soluções inteligentes em energia. Energia para a vida

Soluções inteligentes em energia. Energia para a vida Soluções inteligentes em energia Energia para a vida O Brasil e o mundo contam com a nossa energia. A Prátil é uma empresa de soluções inteligentes em energia, que atua nos segmentos de infraestrutura

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORAMENTO DA QUALIDADE DOS COMBUSTÍVEIS PMQC

PROGRAMA DE MONITORAMENTO DA QUALIDADE DOS COMBUSTÍVEIS PMQC PROGRAMA DE MONITORAMENTO DA QUALIDADE DOS COMBUSTÍVEIS PMQC SUPERINTEDÊNCIA DE BIOCOMBUSTÍVEIS E DE QUALIDADE DE PRODUTOS SBQ Alexandre de Souza Lima Salvador Junho/2008 AGENTES DO ABASTECIMENTO Posição

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO PROJETO PÚBLICO ALVO

APRESENTAÇÃO DO PROJETO PÚBLICO ALVO SUMÁRIO 4 APRESENTAÇÃO DO PROJETO 6 JUSTIFICATIVA 7 OBJETIVOS 7 PÚBLICO ALVO 8 HISTÓRICO DO EVENTO 12 EMPRESAS E INSTITUIÇÕES PARCEIRAS APRESENTAÇÃO DO PROJETO Foto 1: Vista aérea do evento A Expoarroz

Leia mais

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico CUSTOMER SUCCESS STORY Abril 2014 Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico PERFIL DO CLIENTE Indústria: Mídia Companhia: Valor Econômico Funcionários:

Leia mais

Uso da biotecnologia garante US$ 3,6 bilhões à agricultura brasileira, aponta novo estudo da ABRASEM

Uso da biotecnologia garante US$ 3,6 bilhões à agricultura brasileira, aponta novo estudo da ABRASEM Uso da biotecnologia garante US$ 3,6 bilhões à agricultura brasileira, aponta novo estudo da ABRASEM Resultados incluem primeiro ano de cultivo de milho geneticamente modificado, além das já tradicionais

Leia mais

10 ANOS DO PROGRAMA COMUNITÁRIO PETROBRAS/REVAP.

10 ANOS DO PROGRAMA COMUNITÁRIO PETROBRAS/REVAP. POP: Prêmio Nacional de Relações Públicas Categoria: Relações Públicas e Responsabilidade Social Profissional: Aislan Ribeiro Greca Empresa: Petrobras 10 ANOS DO PROGRAMA COMUNITÁRIO PETROBRAS/REVAP. 2008

Leia mais

Perguntas e respostas Mais Qualidade

Perguntas e respostas Mais Qualidade Perguntas e respostas Mais Qualidade O que é o Programa Mais Qualidade? O Mais Qualidade é um programa da Bayer CropScience que tem como objetivo a obtenção de frutas com qualidade superior. Tudo isso

Leia mais

Carta de Apresentação

Carta de Apresentação Carta de Apresentação Estamos encaminhando nosso portfólio na intenção de apresentar nossa empresa. Fundada em 2005, a JB Transportes & Logística tem um único objetivo: a eficiência no transporte. Para

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Elaboração Luiz Guilherme D CQSMS 10 00 Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes Avaliação da Necessidade de Treinamento

Leia mais

LOGÍSTICA MADE DIFFERENT LOGÍSTICA

LOGÍSTICA MADE DIFFERENT LOGÍSTICA LOGÍSTICA MADE DIFFERENT LOGÍSTICA ENTREGA ESPECIAL Na economia globalizada 24/7 de hoje, a logística e a gestão de armazéns eficientes são essenciais para o sucesso operacional. O BEUMER Group possui

Leia mais

Desempenho Recente e Perspectivas para a Agricultura

Desempenho Recente e Perspectivas para a Agricultura Desempenho Recente e Perspectivas para a Agricultura A safra de grãos do país totalizou 133,8 milhões de toneladas em 2009, de acordo com o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) de dezembro,

Leia mais

Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste

Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste O que é FCO? O Fundo de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) é um fundo de crédito criado pela Constituição Federal de 1988 com o objetivo de promover

Leia mais

Docente do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial UNOESTE. E mail: joselia@unoeste.br

Docente do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial UNOESTE. E mail: joselia@unoeste.br Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 141 A LOGÍSTICA COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO Douglas Fernandes 1, Josélia Galiciano Pedro 1 Docente do Curso Superior

Leia mais

Moratória da Soja no Bioma Amazônia Brasileiro

Moratória da Soja no Bioma Amazônia Brasileiro Moratória da Soja no Bioma Amazônia Brasileiro Uma iniciativa multistakeholder de sucesso no combate ao desflorestamento Conferência da Convenção-Quadro sobre Mudança do Clima Copenhague, Dinamarca Dezembro

Leia mais

www.nsclogistica.com.br

www.nsclogistica.com.br www.nsclogistica.com.br A Missão, Visão Valores Infra-Estrutura Nossa Frota Soluções Gris A A NSC logística atua no segmento de logística de telecomunicações desde 1988, estrategicamente situada as margens

Leia mais

SKF é uma marca comercial registrada do Grupo SKF.

SKF é uma marca comercial registrada do Grupo SKF. SKF é uma marca comercial registrada do Grupo SKF. SKF 2011 Os direitos autorais desta publicação pertencem ao editor e seu conteúdo não pode ser reproduzido (mesmo em parte) sem uma permissão por escrito.

Leia mais

Hélice Tríplice. Henry Etzkowitz e Loet Leydesdorff. Universidades (ciência conhecimento)

Hélice Tríplice. Henry Etzkowitz e Loet Leydesdorff. Universidades (ciência conhecimento) Hélice Tríplice Henry Etzkowitz e Loet Leydesdorff Universidades (ciência conhecimento) Empresas (produtos e serviços) Governos (setor regulador e fomentador da atividade econômica) Inovação aberta visando

Leia mais

A INFORMÁTICA NO AGRONEGÓCIO

A INFORMÁTICA NO AGRONEGÓCIO CESA - CENTRO DE ESTUDOS SOCIAIS APLICADOS ADMINISTRAÇÃO EDELGIR RUB PESCE JUNIOR IGOR DE ALENCAR ARARIPE FAÇANHA LEONARDO HENRIQUE MARCOVIQ BORGES RODRIGO KLOCKER DE CAMARGO A INFORMÁTICA NO AGRONEGÓCIO

Leia mais

Plano Estratégico Petrobras 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014 2018

Plano Estratégico Petrobras 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014 2018 Plano Estratégico Petrobras 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014 2018 A Petrobras comunica que seu Conselho de Administração aprovou o Plano Estratégico Petrobras 2030 (PE 2030) e o Plano de Negócios

Leia mais

Mudanças Climáticas. Mudanças Climáticas. Uma Questão Empresarial Estratégica

Mudanças Climáticas. Mudanças Climáticas. Uma Questão Empresarial Estratégica 1 Mudanças Climáticas Uma Questão Empresarial Estratégica 2 O aquecimento global é o maior problema que a humanidade enfrenta atualmente. As empresas devem incorporar esta questão à visão estratégica dos

Leia mais

Pós-venda Mercedes-Benz preparado para os novos produtos e tecnologias

Pós-venda Mercedes-Benz preparado para os novos produtos e tecnologias Pós-venda Informação à Imprensa Pós-venda Mercedes-Benz preparado para os novos produtos e tecnologias Data: 23 de outubro de 2011 Todos os itens necessários para a nova linha de veículos já estão disponíveis

Leia mais

COPA DO MUNDO FIFA 2014 BRASIL. Oportunidades e Desafios

COPA DO MUNDO FIFA 2014 BRASIL. Oportunidades e Desafios COPA DO MUNDO FIFA 2014 BRASIL Oportunidades e Desafios COPA DO MUNDO - OPORTUNIDADES Um evento esportivo do porte de uma Copa do Mundo é como uma grande vitrine do país no exterior e corresponde a um

Leia mais

O Marketing no Setor de Transporte de Cargas: Serviços Intangíveis e Sustentabilidade

O Marketing no Setor de Transporte de Cargas: Serviços Intangíveis e Sustentabilidade Acadêmico Autor: Horácio Braga LALT - Laboratório de Aprendizagem em Logística e Transportes Faculdade de Engenharia Civil - UNICAMP O Marketing no Setor de Transporte de Cargas: Serviços Intangíveis e

Leia mais

Nossa História. Ajudando o mundo a produzir os alimentos de que precisa

Nossa História. Ajudando o mundo a produzir os alimentos de que precisa Nossa História Ajudando o mundo a produzir os alimentos de que precisa O desafio é imenso: acabar com a fome, dobrar a produção de alimentos até 2050 e ajudar a reduzir o impacto ambiental da agricultura

Leia mais

Desenvolvimento da agenda sustentabilidade & negócios

Desenvolvimento da agenda sustentabilidade & negócios Desenvolvimento da agenda sustentabilidade & negócios Em 2013, a Duratex lançou sua Plataforma 2016, marco zero do planejamento estratégico de sustentabilidade da Companhia. A estratégia baseia-se em três

Leia mais

Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais

Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais m³ ANÁLISE MENSAL DO MERCADO DE BIODIESEL: EDIÇÃO Nº 6 - JULHO DE 2013 A, documento elaborado pela Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais ABIOVE, possui o intuito de levar ao mercado informações

Leia mais

A LOCAMERICA SEMINOVOS

A LOCAMERICA SEMINOVOS A LOCAMERICA A Locamerica é uma companhia especializada em locação de frotas customizadas para empresas. Desde 13 no mercado, a locadora ocupa o segundo lugar no ranking das maiores do setor em número

Leia mais

Portfólio Formal. Projetos e consultorias prestadas pela EMPRESA JÚNIOR DO CURSO DE ENGENHARIA DE BIOSSISTEMAS

Portfólio Formal. Projetos e consultorias prestadas pela EMPRESA JÚNIOR DO CURSO DE ENGENHARIA DE BIOSSISTEMAS Portfólio Formal Projetos e consultorias prestadas pela EMPRESA JÚNIOR DO CURSO DE ENGENHARIA DE BIOSSISTEMAS APRESENTAÇÃO Uma Empresa Júnior é uma associação civil, sem fins lucrativos, constituída e

Leia mais

//Sobre VISÃO MISSÃO. Honestidade, Responsabilidade. Respeito. Colaboração.

//Sobre VISÃO MISSÃO. Honestidade, Responsabilidade. Respeito. Colaboração. . Quem somos //Sobre A Oficina1 é uma consultoria direcionada à tecnologia da informação, com foco na implementação dos ERPs Protheus e OpenBravo, além do aplicativo de Service Desk SysAid, abrangendo

Leia mais

2.1. COMPETINDO COM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

2.1. COMPETINDO COM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 1 2.1. COMPETINDO COM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Fundamentos da Vantagem Estratégica ou competitiva Os sistemas de informação devem ser vistos como algo mais do que um conjunto de tecnologias que apoiam

Leia mais

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Outubro 2009 Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Sustentabilidade Articulação Ampliação dos limites Sistematização Elementos do Novo Modelo Incubação

Leia mais

O que sua escola precisa, agora bem aqui na sua mão! Responsabilidade em gestão de instituições de ensino

O que sua escola precisa, agora bem aqui na sua mão! Responsabilidade em gestão de instituições de ensino O que sua escola precisa, agora bem aqui na sua mão! Responsabilidade em gestão de instituições de ensino Escolher o Sponte Educacional é escolher inteligente Sistema web para gerenciamento de instituições

Leia mais

Situação da Armazenagem no Brasil 2006

Situação da Armazenagem no Brasil 2006 Situação da Armazenagem no Brasil 2006 1. Estática de Armazenagem A capacidade estática das estruturas armazenadoras existentes no Brasil, registrada em dezembro de 2006 é de até o mês de novembro de 2006

Leia mais

EMBRAER ANUNCIA PERSPECTIVAS DE LONGO PRAZO PARA AVIAÇÃO Estimativas de demanda mundial abrangem os mercados de jatos comerciais e executivos

EMBRAER ANUNCIA PERSPECTIVAS DE LONGO PRAZO PARA AVIAÇÃO Estimativas de demanda mundial abrangem os mercados de jatos comerciais e executivos EMBRAER ANUNCIA PERSPECTIVAS DE LONGO PRAZO PARA AVIAÇÃO Estimativas de demanda mundial abrangem os mercados de jatos comerciais e executivos São José dos Campos, 7 de novembro de 2008 A Embraer (BOVESPA:

Leia mais

Medida Provisória 652: Novo cenário para a Aviação Regional. Ana Cândida de Mello Carvalho amcarvalho@tozzinifreire.com.br

Medida Provisória 652: Novo cenário para a Aviação Regional. Ana Cândida de Mello Carvalho amcarvalho@tozzinifreire.com.br Medida Provisória 652: Novo cenário para a Aviação Regional Ana Cândida de Mello Carvalho amcarvalho@tozzinifreire.com.br Sumário 1. Dados da SAC sobre o Setor Aeroportuário 2. Plano Geral de Outorgas

Leia mais

Módulo 07 Gestão de Conhecimento

Módulo 07 Gestão de Conhecimento Módulo 07 Gestão de Conhecimento Por ser uma disciplina considerada nova dentro do campo da administração, a gestão de conhecimento ainda hoje tem várias definições e percepções, como mostro a seguir:

Leia mais

Página 1 de 19 Data 04/03/2014 Hora 09:11:49 Modelo Cerne 1.1 Sensibilização e Prospecção Envolve a manutenção de um processo sistematizado e contínuo para a sensibilização da comunidade quanto ao empreendedorismo

Leia mais

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE Modelo de Otimização de SAM Controle, otimize, cresça Em um mercado internacional em constante mudança, as empresas buscam oportunidades de ganhar vantagem competitiva

Leia mais

Case: BI disponível no Smartphone. Empresa : Indiana Seguros S/A. CIO : Reinaldo D Errico.

Case: BI disponível no Smartphone. Empresa : Indiana Seguros S/A. CIO : Reinaldo D Errico. Case: BI disponível no Smartphone. Empresa : Indiana Seguros S/A. CIO : Reinaldo D Errico. Institucional 1943 Década de 90 Nacionalização Internacionalização Institucional COMPOSIÇÃO ACIONÁRIA: 60% FAMÍLIA

Leia mais

5.500 postos de serviço

5.500 postos de serviço 5.500 postos de serviço Em 2009, a Ipiranga manteve sua trajetória de expansão acelerada da escala, com a aquisição das operações da rede de distribuição de combustíveis da Texaco no Brasil e investimentos

Leia mais

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti e d a id 4 m IN r fo a n m Co co M a n ua l Governança AMIGA Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti Um dos grandes desafios atuais da administração

Leia mais

Milho: preços elevados mesmo com super-safra norte-americana

Milho: preços elevados mesmo com super-safra norte-americana Milho: preços elevados mesmo com super-safra norte-americana Super-safra norte-americana Em seu boletim de oferta e demanda mundial de setembro o Usda reestimou para cima suas projeções para a safra 2007/08.

Leia mais

PROGRAMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA SAMARCO. Programa de Educação Ambiental Interno

PROGRAMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA SAMARCO. Programa de Educação Ambiental Interno PROGRAMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA SAMARCO Programa de Educação Ambiental Interno Condicionante 57 LO 417/2010 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO 04 2. IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA 05 3. REGULAMENTO APLICÁVEL 06 3.1. FEDERAL

Leia mais

Produção de grãos na Bahia cresce 14,64%, apesar dos severos efeitos da seca no Estado

Produção de grãos na Bahia cresce 14,64%, apesar dos severos efeitos da seca no Estado AGROSSÍNTESE Produção de grãos na Bahia cresce 14,64%, apesar dos severos efeitos da seca no Estado Edilson de Oliveira Santos 1 1 Mestre em Economia, Gestor Governamental da SEAGRI; e-mail: edilsonsantos@seagri.ba.gov.br

Leia mais

GESTÃO DE RECURSOS PATRIMONIAIS E LOGÍSTICOS

GESTÃO DE RECURSOS PATRIMONIAIS E LOGÍSTICOS Unidade I GESTÃO DE RECURSOS PATRIMONIAIS E LOGÍSTICOS Prof. Fernando Leonel Conteúdo da aula de hoje 1. Planejamento e controle de estoques. 2. A importância dos estoques. 3. Demanda na formação dos estoques.

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO PROGRAMAÇÃO DO EVENTO Dia 08/08 // 09h00 12h00 PLENÁRIA Nova economia: includente, verde e responsável Nesta plenária faremos uma ampla abordagem dos temas que serão discutidos ao longo de toda a conferência.

Leia mais

BIODIESEL. O NOVO COMBUSTÍVEL DO BRASIL.

BIODIESEL. O NOVO COMBUSTÍVEL DO BRASIL. Folder final 12/4/04 2:45 AM Page 1 BIODIESEL. O NOVO COMBUSTÍVEL DO BRASIL. PROGRAMA NACIONAL DE PRODUÇÃO E USO DO BIODIESEL Folder final 12/4/04 2:45 AM Page 2 BIODIESEL. A ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Maximize o desempenho das suas instalações. Gerenciamento Integrado de Facilities - Brasil

Maximize o desempenho das suas instalações. Gerenciamento Integrado de Facilities - Brasil Maximize o desempenho das suas instalações Gerenciamento Integrado de Facilities - Brasil Sua empresa oferece um ambiente de trabalho com instalações eficientes e de qualidade? Como você consegue otimizar

Leia mais

LOGÍSTICA Prof. Edwin B. Mitacc Meza

LOGÍSTICA Prof. Edwin B. Mitacc Meza LOGÍSTICA Prof. Edwin B. Mitacc Meza Prova 1 09 de Maio de 2013 Nome: 1ª QUESTÃO (1,0) Segundo os dados divulgados pela ood and Agriculture Organization (AO, 2011) sobre as exportações brasileiras, em

Leia mais

Mercedes-Benz apresenta o óleo lubrificante de sua própria marca

Mercedes-Benz apresenta o óleo lubrificante de sua própria marca Todos os itens necessários para a nova linha de veículos já estão disponíveis na Central de Distribuição de Peças da Mercedes-Benz em Campinas Empresa oferece treinamento a frotistas e concessionários

Leia mais

Internet of Things. utilizá-la em diversos tipos de negócios.

Internet of Things. utilizá-la em diversos tipos de negócios. Internet of Things 10 formas de utilizá-la em diversos tipos de negócios. INTRODUÇÃO As interfaces Machine to Machine (M2M) estão facilitando cada vez mais a comunicação entre objetos conectados. E essa

Leia mais

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br

Soluções em Software para Medicina Diagnóstica. www.digitalmed.com.br Soluções em Software para Medicina Diagnóstica www.digitalmed.com.br NOTA DE AGRADECIMENTO Primeiramente, agradecemos pela sua receptividade em conhecer as nossas soluções, afinal, é sempre uma imensa

Leia mais

Cidadania Global na HP

Cidadania Global na HP Cidadania Global na HP Mensagem abrangente Com o alcance global da HP, vem sua responsabilidade global. Levamos a sério nossa função como ativo econômico, intelectual e social para as Comunidades em que

Leia mais

TRANQUILIDADE. Logística que supera desafios. Escolha o melhor suporte do Mercosul. Mais que movimentar materiais com agilidade,

TRANQUILIDADE. Logística que supera desafios. Escolha o melhor suporte do Mercosul. Mais que movimentar materiais com agilidade, Logística que supera desafios. Mais que movimentar materiais com agilidade, segurança e eficiência, a Transpes oferece um pacote de soluções completas para vários tipos de operações logísticas. Conte com

Leia mais

TRIAD SYSTEMS DESTAQUES. Desenvolvimento para Dispositivos Móveis. Metodologia Ágil. Expertise em. Fábrica de Testes Mobile.

TRIAD SYSTEMS DESTAQUES. Desenvolvimento para Dispositivos Móveis. Metodologia Ágil. Expertise em. Fábrica de Testes Mobile. Expertise em Metodologia Ágil Desenvolvimento para Dispositivos Móveis Fábrica de Testes Mobile Aderência a Cloud e Big Data DESTAQUES TRIAD SYSTEMS Nós somos a TRIAD SYSTEMS, uma empresa de TI, 100% brasileira,

Leia mais

3 O Cimento no Brasil. 10 Características da Indústria Cimenteira. 12 O Cimento no Custo da Construção. 13 Carga Tributária. 15 Panorama Internacional

3 O Cimento no Brasil. 10 Características da Indústria Cimenteira. 12 O Cimento no Custo da Construção. 13 Carga Tributária. 15 Panorama Internacional 3 O Cimento no Brasil 3 Processo produtivo 4 Histórico 5 Indústria 6 Produção 7 Consumo 8 Produção e consumo aparente regional 9 Vendas internas e exportação 10 Características da Indústria Cimenteira

Leia mais

Diferenciais do Programa de Qualificação de Revendas:

Diferenciais do Programa de Qualificação de Revendas: ultragaz 51 A Ultragaz atua em um mercado voltado ao consumo de massa, no qual a marca, foco no cliente, escala e baixos custos de distribuição são fatores-chave de diferenciação e rentabilidade. milhões

Leia mais

A Feira do Empreendedor 2014 em São Paulo faz parte de um circuito de feiras que será realizado em vários estados da federação.

A Feira do Empreendedor 2014 em São Paulo faz parte de um circuito de feiras que será realizado em vários estados da federação. 1 A Feira do Empreendedor é um evento de sucesso promovido pelo SEBRAE-SP, com o objetivo de oferecer informação, conhecimento e oportunidade para empresários e futuros empreendedores. A Feira do Empreendedor

Leia mais

COMÉRCIO E DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS.

COMÉRCIO E DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS. COMÉRCIO E DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS. A Rio Quality existe com o objetivo de proporcionar a total satisfação dos clientes e contribuir para o sucesso de todos. Essa integração se dá através do investimento

Leia mais

Soluções em Tecnologia da Informação

Soluções em Tecnologia da Informação Soluções em Tecnologia da Informação Curitiba Paraná Salvador Bahia A DTS Sistemas é uma empresa familiar de Tecnologia da Informação, fundada em 1995, especializada no desenvolvimento de soluções empresariais.

Leia mais

Software de gerenciamento de trabalho

Software de gerenciamento de trabalho Software de gerenciamento de trabalho Software de gerenciamento de trabalho GoalPost O software de gerenciamento de trabalho (LMS) GoalPost da Intelligrated fornece informações sob demanda para medir,

Leia mais

MORATÓRIA DA SOJA: Avanços e Próximos Passos

MORATÓRIA DA SOJA: Avanços e Próximos Passos MORATÓRIA DA SOJA: Avanços e Próximos Passos - Criação e Estruturação da Moratória da Soja - Realizações da Moratória da Soja - A Prorrogação da Moratória - Ações Prioritárias Relatório Apresentado pelo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CENTRO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO MAX ALEXANDRE AMERICO CANAL DE VENDA - INTERNET

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CENTRO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO MAX ALEXANDRE AMERICO CANAL DE VENDA - INTERNET UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CENTRO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO MAX ALEXANDRE AMERICO CANAL DE VENDA - INTERNET CURITIBA 2014 MAX ALEXANDRE AMERICO CANAL DE VENDA - INTERNET Monografia

Leia mais

Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais

Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais 1 PROGRAMA CAS: CERTIFICAÇÃO AEROAGRÍCOLA SUSTENTÁVEL CIRCULAR CAS 01/2015 INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE OS PROCEDIMENTOS PARA OBTENÇÃO DO CAS Nível III O CAS Nível III (Certificação da conformidade de equipamentos,

Leia mais

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação Pesquisa realizada com os participantes do de Apresentação O perfil do profissional de Projetos Pesquisa realizada durante o 12 Seminário Nacional de, ocorrido em 2009, traça um importante perfil do profissional

Leia mais

Relatório de Sustentabilidade

Relatório de Sustentabilidade Relatório de Sustentabilidade Política de sustentabilidade da Rodorei Transportes Política de sustentabilidade da Rodorei Transportes A Rodorei Transportes adota, há dez anos, uma política agressiva de

Leia mais

Circular de Oferta 5102/ sto Ago

Circular de Oferta 5102/ sto Ago Circular de Oferta Agosto / 2015 Índice Introdução 03 Quem Somos 04 Como funciona o negócio 05 Vantagens de ser constituir uma agência 06 Produtos e serviços 07 Ferramentas de apoio 08 Atividades desempenhadas

Leia mais

Pesquisa TERCEIRIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO NO BRASIL

Pesquisa TERCEIRIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO NO BRASIL Pesquisa TERCEIRIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO NO BRASIL Data da Pesquisa: Junho 2009 Realização: Pesquisa realizada através do Site www.indicadoresdemanutencao.com.br Divulgação e Colaboração: Divulgação e colaboração

Leia mais

Fone: 55 11 2384-7736 - www.wissenconsulting.com.br - atendimento@wissenconsulting.com.br

Fone: 55 11 2384-7736 - www.wissenconsulting.com.br - atendimento@wissenconsulting.com.br Nosso método de trabalho foi criado para atender VOCÊ A WISSEN CONSULTING têm como compromisso ajudá-lo a alcançar o sucesso na implementação de ferramentas de gestão e colaboração para que você possa

Leia mais

Gestão da Tecnologia da Informação

Gestão da Tecnologia da Informação Gestão da Tecnologia da Informação A TCI BPO Com atuação em todo o Brasil, a TCI oferece excelência na prestação dos serviços em BPO - Business Process Outsourcing, levando aos seus clientes as melhores

Leia mais

LMA, Solução em Sistemas

LMA, Solução em Sistemas LMA, Solução em Sistemas Ao longo dos anos os sistemas para gestão empresarial se tornaram fundamentais, e por meio dessa ferramenta as empresas aperfeiçoam os processos e os integram para uma gestão mais

Leia mais

ESTUDO DA CRIAÇÃO DE UMA PLATAFORMA MULTIMODAL Prof. Ph.D. Cláudio Farias Rossoni Área delimitada onde em um mesmo local se encontram disponibilizados: DUTOVIAS HIDROVIAS RODOVIAS AEROVIAS FERROVIAS Área

Leia mais

Pesquisa sobre Logística no E-commerce Brasileiro 2013

Pesquisa sobre Logística no E-commerce Brasileiro 2013 Pesquisa sobre Logística no E-commerce Brasileiro 2013 www.brazilpanels.com.br www.abcomm.com.br www.ecommerceschool.com.br Apoio: INTRODUÇÃO A Logística foi escolhida para ser o tema do primeiro estudo

Leia mais