RELATÓRIO DE AÇÕES 2014 GERÊNCIA DA MULHER

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RELATÓRIO DE AÇÕES 2014 GERÊNCIA DA MULHER"

Transcrição

1 RELATÓRIO DE AÇÕES 2014 GERÊNCIA DA MULHER

2 ÍNDICE 01. FORMAÇÃO COM MULHERES ARTESÃS DO ALTO DO MOURA CAPACITAÇÃO PARA PROFISSIONAIS DOS CENTROS DE REFERÊNCIA DE ATENDIMENTO ÀS MULHERES EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA SEMINÁRIO REGIONAL "O SISTEMA POLÍTICO E AS MULHERES" OFICINA DE EDUCAÇÃO PREVIDENCIÁRIA MULHERES COSTURANDO DIREITOS APRESENTAÇÃO DO GEORREFERENCIAMENTO CRECHES REUNIÃO DE REDE NO MINISTÉRIO PÚBLICO AULA INAUGURAL DO I CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GÊNERO, DESENVOLVIMENTO E POLÍTICAS PÚBLICAS 08. AÇÃO NA CEACA DE ENFRENTAMENTO AO TRABALHO INFANTIL E À EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES RODA DE DIÁLOGO MULHERES E PARTICIPAÇÃO ENCONTRO DE GESTORAS RMR, CARUARU, GARANHUNS, PETROLINA E GOIANA LANÇAMENTO DA CAMPANHA MULHERES INDEPENDENTES DIÁLOGO SOBRE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER NO MTST COLETIVA DE IMPRENSA SOBRE A PATRULHA MARIA DA PENHA DEBATE NA SEMANA DA MULHER DA ASCES APRESENTAÇÃO DO CENTRO DE REFERÊNCIA DA MULHER MARIA BONITA NA CLÍNICA DA MULHER 14 1

3 16. COMITÊ INTERSETORIAL DA MULHER CRM ITINERANTE RODA DE DIÁLOGO COM AS MULHERES IDOSAS DEBATE SOBRE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER NO PSF DO INDIANÓPOLIS CINE LILÁS BOA VISTA I E II PALESTRA SOBRE ENFRENTAMENTO À VIOLÊNCIA NO GOVERNO PRESENTE RODA DE DIÁLOGO NO MTST REUNIÃO DE REDE CREAS MUNICIPAL E CRMMB CINE LILÁS NA COLÔNIA PENAL FEMININA DE BUÍQUE PALESTRA NA BIBLIOTECA PÚBLICA MUNICIPAL ÁLVARO LINS COMITÊ GESTOR DO PROGRAMA CRACK, É POSSÍVEL VENCER PRÊMIO PREFEITURA AMIGA DA MULHER RODA DE DIÁLOGO PELO FIM DA VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES 29. MULHERES FORMADAS NO CURSO DE CONFEITARIA DO PROGRAMA MULHERES MIL RECEBEM FORMAÇÃO SOBRE FINANCIAMENTO E CONQUISTAM STAND PARA COMERCIALIZAÇÃO NA SEMANA SANTA FORMAÇÃO PARA MULHERES MIL NO IFPE MINISTÉRIO PÚBLICO E SECRETARIA DA MULHER E DE DIREITOS HUMANOS DIALOGAM SOBRE VIOLÊNCIA PALESTRA NA AÇÃO COMUNITÁRIA NO CRAS BONANÇA 27 2

4 33. CURSO DE CAPACITAÇÃO NO ATENDIMENTO À VÍTIMA DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR 34. APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO PROJETO MULHERES COSTURANDO DIREITOS EM BRASÍLIA 35. REUNIÃO COM A MARCHA MUNDIAL DAS MULHERES PARA DISCUSSÃO DE AÇÃO DE ENFRENTAMENTO À VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER NO SÃO JOÃO 36. PLANO DE AÇÕES INTEGRADAS PARA O ENFRENTAMENTO DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER NO PERÍODO JUNINO 37. ELEIÇÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DA MULHER SOCIEDADE CIVIL 38. PARCERIA COM A SECRETARIA ESTADUAL DA MULHER LEVA ASSOCIAÇÃO DE ARTESANATO SUSTENTÁVEL PARA DESFILE DE MODA NA FENEARTE 39. AUDIÊNCIA PÚBLICA PARA CRIAÇÃO DA VARA ESPECIALIZADA DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA A MULHER AÇÃO COM ESTUDANTES DA UNOPAR DIVULGAÇÃO DO CENTRO DE REFERÊNCIA DA MULHER AÇÃO QUEM QUER BEM NÃO FAZ MAL EM COMEMORAÇÃO AO DIA DA PESSOA IDOSA 43. CAMPANHA 16 DIAS DE ATIVISMO PELO FIM DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

5 RELATÓRIO ANUAL 2014 GERÊNCIA DA MULHER 01. FORMAÇÃO COM MULHERES ARTESÃS DO ALTO DO MOURA Período: 14/01/2014, 11/03/2014, 15/04/2014 e 06/05/2014 Local: Associação de Moradores do Alto do Moura Durante cinco meses, iniciando no final de 2013, aconteceram no Alto do Moura, com as mulheres que compõe o projeto da Casa da Mulher Artesã, em parceria com a Secretaria de Participação Social, formações em áreas específicas à mulher e à autonomia e empoderamento das mesmas. As formações foram ministradas por assessoras da SMDH, bem como profissionais da área administrativa. Após os encontros de formação, foi eleito um coletivo da Casa da Mulher Artesã que ficará permanentemente em contato com a SMDH, podendo nos solicitar continuação da formação, informações sobre o andamento das obras e demais dúvidas. Data Tema Responsável/Palestrante 12/11/2013 Abertura das palestras Elba Ravane (SMDH) Rafael Moreira (SPS) 10/12/2013 Gênero e Feminismo Manuela Donato (SMDH) 14/01/2014 Empoderamento e Katherine Lages (SMDH) Participação Política Adriano Ricardo (SPS) 11/03/2014 Gestão e Administração Bárbara Vasconcelos (SMDH) Felipe Vasco (SPS) Andreza Nogueira (UFPE) 15/04/2014 Bárbara Vasconcelos (SMDH) Construindo Um Modelo de Felipe Vasco (SPS) Gestão. Andreza Nogueira (UFPE) 06/05/2014 Avaliação e Encerramento Bárbara Vasconcelos (SMDH) Elba Ravane (SMDH) 4

6 02. CAPACITAÇÃO PARA PROFISSIONAIS DOS CENTROS DE REFERÊNCIA DE ATENDIMENTO ÀS MULHERES EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA Período: 27 a 30/01/2014 Local: Vila Rica Hotel Caruaru PE Temas abordados: Conceitos de Gênero, Lei Maria da Penha, Serviço de Abrigamento, Normas Técnicas e Uniformização dos Instrumentos Realizada pela Secretaria Estadual da Mulher de Pernambuco, a capacitação para profissionais dos Centros de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência iniciou com um resgate histórico da construção das relações de gênero na sociedade Ocidental, fazendo relação com a construção do conceito de Gênero e patriarcado. No período da tarde, foi feito um resgate histórico das lutas do movimento feminista para o enfrentamento da violência. No segundo dia, realizou-se um estudo dirigido voltado para a Lei nº /2006, a Lei Maria da Penha, no qual foi esclarecido dúvidas em cada capítulo e artigo. O estudo também foi feito com a Norma Técnica dos Centros de Referência de Atendimento à Mulher. Ambos foram facilitados por Conceição Amorim. No terceiro dia, foram abordados temas como a Lei Estadual e a Rede de Abrigamento, assim como seus serviços. Ainda foi realizada simulação da prática de interseção entre os CRAMs e o serviço de Abrigamento. No quarto dia foi apresentado os instrumentais como forma de uniformização nos CRAMs e finalizou com trocas de lembranças entre as equipes de diversas cidades. 5

7 03. SEMINÁRIO REGIONAL "O SISTEMA POLÍTICO E AS MULHERES" Data: 29/01/2014 Local: Casa de Cultura João Condé Organizado pelo Movimento das Mulheres Trabalhadoras Rurais, Casa da Mulher do Nordeste e Centro de Mulheres do Cabo, o seminário O Sistema Político e as Mulheres contou com mesa e debate com mesmo tema, realizado por Louise Caroline (Secretária de Participação Social), Adriana, da Marcha Mundial das Mulheres MMM e Eduardo, do Coletivo Escuta Popular. Em seguida, foi lançado o livro Mulheres construindo poder: um olhar sobre como as mulheres populares e diversas do Nordeste do Brasil transformam o poder. Aberta a oportunidade, depois dos debates e apresentação, foram colocadas as sugestões e encaminhamentos em prol do fortalecimento político das caruaruenses e organização de mulheres, estabelecendo-se algumas demandas para a Secretaria Especial da Mulher e Direitos Humanos, descritas abaixo: Articulação e fortalecimento das discussões em torno do Sistema Político, reforma política e o plebiscito, necessitando de atuações mais engajadas para alcançar resultados de impacto. Isso é necessário exatamente por não ser uma ação estatal, mas popular, que objetiva pressionar as estruturas políticas (Congresso) e jurídicas (STF). Articular com as mulheres organizadas em Caruaru, no MST e MMTR, a elaboração de uma cartilha que esclareça o Plebiscito e o relacione com os embates dessas mulheres, promovendo Rodas de Diálogos, palestras e divulgação em redes oficiais e sociais. Ações específicas nas quatro macrorregiões, respeitando as linhas de atuação da SMDH e territoriais. 6

8 04. OFICINA DE EDUCAÇÃO PREVIDENCIÁRIA MULHERES COSTURANDO DIREITOS Vinculado ao projeto Mulheres Costurando Direitos: Diálogos Sociais houve a oficina de formação para mulheres que trabalham e empregam informalmente, acerca dos direitos trabalhistas, pautando ainda o contexto das mulheres nesse mercado de trabalho. Destacou-se a importância da formalização para se ter acesso aos direitos sociais, da aposentadoria. Foi trabalhado as diferentes maneiras de se aposentar e diversos direitos da constância do contrato de trabalho da costureira. Houve debate e exposição das realidades das mulheres caruaruenses. Houve a entrega dos certificados. 05. APRESENTAÇÃO DO GEORREFERENCIAMENTO CRECHES Data: 05/02/2014 Local: Sala de Monitoramento do Centro Administrativo Temas relevantes abordados: Creches O Georreferenciamento com foco nas creches, realizado pela Faculdade ASCES, apresentou os territórios onde há concentração da população de 0 a 4 anos ( zona urbana e rural). A partir da apresentação, possibilitou parceria com a ASCES para atuação em outras áreas de políticas públicas, como a violência doméstica e sexista. 06. REUNIÃO DE REDE NO MINISTÉRIO PÚBLICO Data: Local: Ministério Público 7

9 Atendendo ao convite do Ministério Público de Caruaru, a secretária Especial da Mulher e de Direitos Humanos, Elba Ravane, juntamente com a Gerente da Mulher, Amanda Samara, e a coordenadora do Centro de Referência da Mulher Maria Bonita (CRMMB), Cristiane Lina, participaram de uma reunião do órgão com a Rede de Atendimento à Mulher para apresentar o trabalho desenvolvido pela gestão municipal para as caruaruenses. No primeiro encontro do ano, discutiu-se os avanços da gestão municipal nas políticas públicas para as mulheres, a exemplo da construção do I Plano Municipal de Políticas para as Mulheres. Coube a coordenadora do CRMMB apresentar os resultados alcançados pelos serviços oferecidos no Centro de Referência. 07. AULA INAUGURAL DO I CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GÊNERO, DESENVOLVIMENTO E POLÍTICAS PÚBLICAS Local: UFPE Campus Agreste Caruaru e Recife receberam a aula inaugural do I Curso de Especialização em Gênero, Desenvolvimento e Políticas Públicas. Em Caruaru, foi realizado no Campus Agreste, no Auditório Novo, com a palestra da secretária Estadual da Mulher, Cristina Buarque, com o tema Políticas Publicas na Perspectiva de Promoção da Igualdade de Gênero. As aulas do curso, com duração de 15 meses, também serão desenvolvidas na sede da universidade em Caruaru, através de encontros quinzenais. O objetivo é formar especialistas com conhecimento crítico de teorias de relações de gênero e de metodologia de pesquisa e operacionalização de projetos. 8

10 08. AÇÃO NA CEACA DE ENFRENTAMENTO AO TRABALHO INFANTIL E À EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES Data: 12/02/2014 Local do Evento: CEACA A atividade foi realizada em parceria com a Coordenação de Abordagem Social da Secretaria da Criança, do Adolescente e de Políticas Sociais e com a Central de Abastecimento de Caruaru (CEACA), através de abordagem das crianças que estavam trabalhando. Foi preenchido um questionário em que se verificam as demandas existentes que serão apresentadas ao CREAS, mediante relatório, para que sejam adotadas as medidas necessárias. 09. RODA DE DIÁLOGO MULHERES E PARTICIPAÇÃO Data: 12/02/2014 Local: Assentamento do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) Temas abordados: Papéis de gênero, participação social e participação das mulheres. A roda de diálogo teve início com a realização de uma chuva de ideias com perguntas orientadoras, como: O que a mulher pode? O que o homem pode? O que 9

11 a mulher não pode? O que o homem não pode? elencadas as respostas, orientouse a discussão para questionar tais papéis e possibilidades, assim como a construção tendo como base a cultura machista. Apresentou-se os conceitos e mecanismos de participação como Conselhos, Associações, Movimentos e organizações, assim como Conferências, Fóruns, Audiências Públicas, Orçamento Participativo, dentre outros. O tema participação muitas vezes se apresenta como distante da realidade das mulheres, que apontam dificuldades em conhecer as estruturas e mecanismos de participação. A discussão em torno do feminismo ganhou maior repercussão quando relacionado ao mundo do trabalho. A divisão dos papéis dentro da casa ainda é assumido como parte das atividades femininas e, nesse caso, a participação desponta como um desafio para a pauta dos direitos da mulher. 10. ENCONTRO DE GESTORAS RMR, CARUARU, GARANHUNS, PETROLINA E GOIANA O espaço promovido pela Secretaria Estadual da Mulher viabiliza a discussão sobre as políticas públicas intersetoriais, ou seja, que podem ser desenvolvidas de maneira comum. Os 18 municípios, soma dos classificados como integrantes da Região Metropolitana e municípios de Goiana, Caruaru, Garanhuns e Petrolina, recebem, de forma descentralizada, o encontro de promoção da transversalidade com o objetivo de trabalhar estrategicamente ações em defesa da igualdade de gênero. Data Local Temas 25/02/2014 Jaboatão dos A) Transversalidade enquanto caminho para empoderar a política para as mulheres dentro do aparato do Estado, é uma meta, não um fim. B) Banco Mundial financiará o Lei Maria da Penha Vai às 10

12 Guararapes Escolas; C) Dias 18 e 19 de abril acontecerá o Encontro dos Municípios é importante que os OPMS, organizem-se para apresentar em stands as ações de Política para as Mulheres. 24/04/2014 Camaragibe D) Saúde da Mulher, palestra com Dr. Olímpio Moraes, da Secretaria Estadual de Saúde. E) Plano Intersetorial de Atenção Integral à Saúde da Mulher, na perspectiva de ampliar o diálogo entre os municípios sobre a necessidade de políticas convergentes 11. LANÇAMENTO DA CAMPANHA MULHERES INDEPENDENTES Data: 08/03/2014 Local: Marco Zero de Caruaru Caruaru, o Dia Internacional da Mulher é comemorado durante todo o mês de março. Durante as comemorações, a Secretaria Especial da Mulher e de Direitos Humanos lança a campanha que irá orientar as ações anuais da pasta. Este ano, a campanha tem como tema Mulheres Independentes: a força da caruaruense construindo o próprio futuro, tendo como foco a promoção da autonomia econômica das mulheres caruaruenses. Dando início às atividades, no dia 8 de março, data em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, a campanha anual foi lançada em diálogo com as trabalhadoras do comércio. No Marco Zero de Caruaru, foram oferecidos serviços de orientação sobre direitos trabalhistas, atendimento do Centro de Referência da Mulher Maria Bonita (CRMMB) e de saúde. 11

13 12. DIÁLOGO SOBRE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER NO MTST Data: 10/03/2014 Local: Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) Atendendo ao convite do próprio movimento, realizamos palestra no Assentamento do Movimento Sem Teto MTST sobre os tipos de violência, a Lei Maria da Penha, os mecanismos de proteção e rede de enfrentamento à violência. 13. COLETIVA DE IMPRENSA SOBRE A PATRULHA MARIA DA PENHA Data: 11/03/2014 Local: Delegacia da Mulher de Caruaru Por meio de uma coletiva de imprensa, realizada na Delegacia da Mulher de Caruaru, a metodologia e os objetivos da Patrulha Maria da Penha foram apresentados. A ação, que faz parte do programa estadual Justiça para as Mulheres: agora e sempre. Na ocasião, estiveram presentes a secretária da Mulher de Pernambuco, Cristina Buarque, a secretária especial da Mulher e de Direitos Humanos de Caruaru, Elba Ravane, a diretora geral de Enfrentamento da Violência de Gênero do Governo do 12

14 Estado, Fábia Lopes, a delegada da Mulher de Caruaru, Sérvula Bezerra, e o capitão da Polícia Militar, Edmilson Silva. Através da Patrulha Maria da Penha, a mulher vítima de violência doméstica e/ou familiar, que prestou queixa na Delegacia de Atendimento a Mulher e solicitou medida protetiva à Justica, é assistida com atendimento especializado em sua casa. As visitas regulares às residências têm por objetivo garantir a proteção da vítima e evitar reincidências do agressor. Após as visitas, cabe aos policiais a elaboração de relatórios sobre a situação que serão, posteriormente, encaminhados as secretarias responsáveis para as providências cabivéis, como a solicitação de agilidade no deferimento da medida protetiva. A Secretaria Especial da Mulher e de Direitos Humanos de Caruaru acompanhará as mulheres atendidas pela patrulha. O acompanhamento será feito pela equipe do Centro de Referência da Mulher Maria Bonita. 14. DEBATE NA SEMANA DA MULHER DA ASCES Data: 11/03/2014 Local: Auditório ASCES Temas abordados: Gênero, feminismo e autonomia econômica Público Alvo: alunas e alunos da ASCES A convite da instituição de ensino superior, a Secretaria Especial da Mulher de Caruaru participou de debate gênero e feminismo. A mesa foi composta por Elba Ravane (Secretária da Mulher de Caruaru), Clarissa Carvalho (Coordenadora da Mulher de Santa Cruz) e Manuella Donato (Professora da IES). Elba Ravane fez o percurso histórico das lutas feministas e suas pautas no Mundo até o Brasil. Clarissa Carvalho fez o debate do feminismo no cotidiano e a relação com a 13

15 autonomia econômica e a Profa. Manuella Donato coordenou o debate. A atividade contou com cerca de 120 estudantes. 15. APRESENTAÇÃO DO CENTRO DE REFERÊNCIA DA MULHER MARIA BONITA NA CLÍNICA CDA MULHER Data: 12/03/2014 Local: Clínica da Mulher Temas abordados: Funcionamento do CRMMB Público alvo: Usuárias da Clínica da Mulher Como parte das atividades em referência ao 8 de março, a Clínica da Mulher convidou a Secretaria Especial da Mulher e Direitos Humanos para dialogar com a as usuárias do serviço de saúde. Na ocasião, foi apresentado o serviço ofertado pelo Centro de Referência da Mulher de Caruaru, sua estrutura e funcionamento. Abordou-se também a temática da violência, como ela se faz presente na vida e nos lares das mulheres e a importância das mesmas romperem com ciclo de violência, assim como procurar a rede de proteção, caso a violência ocorra. 16. COMITÊ INTERSETORIAL DA MULHER Datas: 12/03/2014 Local: Sala de Monitoramento Foi realizada a primeira reunião de 2014 do comitê Intersetorial da Mulher de Caruaru, que contou com a presença do Prefeito José Queiroz, do Vice Prefeito Jorge Gomes, bem como da Deputada Laura Gomes, da Secretária de Participação Social Louise Caroline e da Secretária Especial da Mulher e de Direitos Humanos, Elba Ravane, além doas/das titulares e suplentes do referido comitê. Foi-se apresentada a retrospectiva das ações da SMDH, bem como as expectativas para 14

16 2014, a nova política intersetorial da Secretaria entre e o Projeto Mulheres Construindo a Autonomia Econômica. 17. CRM ITINERANTE O CRM Itinerante consiste em levar às comunidades em situação de vulnerabilidade social os serviços ofertados pelo Centro de Referência da Mulher Maria Bonita, como atendimento psicossocial e orientação jurídica, com informações sobre o que é violência, quais seus tipos, mecanismos de proteção e rede de atendimento e proteção à mulher vítima. Data Ação/Comunidade Outros serviços ofertados 12/02/ /03/2014 Ação Comunitária / Vila de Itaúna Ação do CRAS de Taquara / Praça do Alto do Moura Orientações sobre Bolsa Família, previdência social, acesso à água e violência contra as mulheres Serviços na área de saúde, educação preventiva e ações socioeducativas, além de apresentações culturais 28/03/2014 CRAS de Pau Santo 25/04/2014 Projeto Colmeia/SESC Serviços na área de saúde, educação preventiva e ações socioeducativas, além da apresentação cultural da Mazurca. Orientação jurídica trabalhista e de saúde, Oficinas diversas, Emissão de Documentos e boletos, Corte de cabelo e apresentações artísticas. 15/05/2014 Acontece no Campo Murici Exposição Transcritos, Orientações e serviços de saúde, serviços do CREAS e CRAS, Orçamento participativo e apresentações artísticas, palestra sobre 15

17 20/05/ /05/ /06/2014 Acontece no Campo Cachoeira Seca Acontece no Campo Malhada de Pedra Acontece no Campo Xicuru drogas licitas e ilícitas por representantes da Guarda Municipal - DESTRA Exposição Transcritos, Orientações e serviços de saúde, serviços do CREAS e CRAS, Orçamento participativo e apresentações artísticas, palestra sobre drogas licitas e ilícitas por representantes da Guarda Municipal - DESTRA Exposição Transcritos, Orientações e serviços de saúde, serviços do CREAS e CRAS, Orçamento participativo e apresentações artísticas, palestra sobre drogas licitas e ilícitas por representantes da Guarda Municipal - DESTRA Exposição Transcritos, Orientações e serviços de saúde, serviços do CREAS e CRAS, Orçamento participativo e apresentações artísticas, palestra sobre drogas licitas e ilícitas por representantes da Guarda Municipal - DESTRA Vila de Itaúna (12/02/14) 16

18 Praça do Alto do Moura Ação do CRAS de Taquara (11/03/14) CRAS de Pau Santo (28/03/14) Projeto Colmeia Acontece no Campo 17

19 Acontece no Campo 18. RODA DE DIÁLOGO COM AS MULHERES IDOSAS Data: 13/03/2014 Local: Centro de Convivência do Idoso- CCI Público Alvo: Idosas e Idosos que frequentam o CCI A roda de diálogo, que contou com cerca de 60 idosas, apresentou as políticas inclusivas e específicas para as mulheres, incluindo a Campanha Mulheres Independentes e a política de enfrentamento à violência com recorte para as mulheres idosas. Em dinâmica realizada, foram levantados temas levantados como violência, educação e formação, serviço de atendimento e saúde. Cada grupo falou sobre as demandas que identificaram, houve debate e depoimentos. 19. DEBATE SOBRE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER NO PSF DO INDIANÓPOLIS Data: 14/03/2014 Local: PSF Indianópolis Público Alvo: Usuárias atendidas pelo posto de saúde do Indianópolis Temas relevantes abordados: Violência contra a mulher Como parte de ação desenvolvida no PSF, em comemoração ao dia 8 de março, aresentamos os serviços ofertados pelo CRMMB e a rede de enfrentamento 18

20 à violência. Além da palestra, foram ofertados serviços na área de saúde, educação preventiva e ações socioeducativas. 20. CINE LILÁS BOA VISTA I E II Data: 17/03/2014 Público alvo: Moradoras do Boa Vista I e II Local: Auditório da Associação dos Moradores da Boa Vista I e II Temas relevantes abordados: Gênero e feminismo Foram apresentados os vídeos A vovozinha o feminismo e Acorda Raimundo, seguido de debates em torno dos papéis no cotidiano das mulheres e como isso poderia ser mudado. Houve uma fala da Secretária em nome do acesso à arte e Cultura como ferramenta para pensarmos nosso lugar, como mulheres, no mundo, no Brasil, em Pernambuco, em Caruaru e no bairro. Houve uma homenagem feita à Secretária Elba Ravane. 19

21 21. PALESTRA SOBRE ENFRENTAMENTO À VIOLÊNCIA NO GOVERNO PRESENTE Data: 18/03/2014 Local do Evento: Pátio do Governo Presente A secretária Elba Ravane discorre sobre o Enfrentamento à Violência, fala do contexto histórico que contribuiu e contribui com a perpetuação dessa herança machista que coloca a mulher em posição inferior em praticamente todos os espaços. Bem como, fala de violência e de suas consequências na vida da mulher e da importância da rede de atendimento para auxiliar a vítima a sair do ciclo de violência. 22. RODA DE DIÁLOGO NO MTST Data: 24/03/2014 Local: Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) Em referência ao Dia Internacional da Mulher, a Secretaria Especial da Mulher e Direitos Humanos, foi convidada por várias instituições, para prestar formações, quanto a importância da data, seu contexto histórico, a luta das mulheres no mundo e as transformações sociais das quais temos ao longo das décadas. Dentro deste calendário de formação, a assessoria de promoção de direitos e elevação de qualidade de vida, esteve presente no assentamento do Movimento dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Sem Teto (MTST), localizada no Alto do Moura. Na ocasião, foram priorizados os temas de violência contra a mulher, autonomia e empoderamento. 20

22 23. REUNIÃO DE REDE CREAS MUNICIPAL E CRMMB Data: 25/03/2014 Público Alvo: Equipes técnicas do CREAS e CRMMB Temas relevantes abordados: Na perspectiva de fortalecimento da rede atendimento e da política de acolhimento à mulher vítima de violência, são realizadas reuniões de rede sistemáticas, para discutir sobre os sobre o trabalho em rede, os serviços ofertados pelo CRMMB, perfil dos serviços, encaminhamentos de casos de violência contra a mulher e nivelar as informações entre os serviços. 24. CINE LILÁS NA COLÔNIA PENAL FEMININA DE BUÍQUE Data; 26/03/2014 Local: Colônia Penal Feminina de Buíque Visando oportunizar o acesso à cultura, lazer e arte, gerando conhecimento e atitudes críticas acerca da realidade, o Cine Lilás contou com a apresentação do Filme Tomates Verdes Fritos, no intuito de promover o debate em torno da solidariedade e amizade, superação de dificuldades e violência sexista, e com o curta Vida Maria. 21

23 Houve debate e diálogo acerca das condições que as levaram e o que pensam em fazer ao sair de lá, como gostariam de serem recebidas, numa perspectiva social. 25. PALESTRA NA BIBLIOTECA PÚBLICA MUNICIPAL ÁLVARO LINS Data: 26/03/2014 Local: Auditório da Biblioteca Pública Municipal Álvaro Lins Temas abordados: Palestra sobre Enfrentamento a Violência Atendendo ao convite da coordenação da biblioteca municipal, a Secretaria Especial da Mulher e Direitos Humanos realizou palestra sobre o que é violência, os tipos e sua consequência na vida da Mulher, perpassando pelo contexto histórico de sua origem e pela Lei Maria da Penha. Durante a discussão, foi explicado sobre o funcionamento da rede de atendimento em Pernambuco e Caruaru, dando ênfase aos serviços prestados pelo Centro de Referência da Mulher Maria Bonita. A programação seguiu com apresentações culturais do grupo da Terceira Idade da Obra Kolpping. 26. COMITÊ GESTOR DO PROGRAMA CRACK, É POSSÍVEL VENCER Datas: 26/03/2014, 09/04/2014, O Programa Crack, é possível vencer foi lançado pelo governo federal com a finalidade de prevenir o uso e promover a atenção integral ao usuário de crack e seus familiares. A lei nº /2006, que institui o Sistema Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD) e estabelece medidas para prevenção do uso indevido, atenção e reinserção social de usuários e dependentes de álcool e outras drogas, reunindo diversas ações que envolvem diretamente as políticas de saúde, assistência social, segurança publica, educação e garantia do direito, é o marco 22

24 legal da mudança de paradigma no Brasil. As ações são organizadas em três eixos temáticos: Prevenção, Cuidado e Autoridade. O primeiro passo para implantação do programa foi a criação dos Comitês Gestores distrital, estaduais e municipais. No âmbito municipal, o comitê tem como funções, planejar, divulgar, implementar e monitorar as ações relacionadas ao programa do município, garantir a integração das ações do programa nas áreas da saúde, segurança pública, assistência social, justiça, direitos humanos e educação, organizar fluxo de atendimento integrado da rede municipal de serviço de atenção ao usuário abusivo de drogas e seus familiares, em harmonia com as redes estaduais. Em Caruaru, a Secretaria Especial da Mulher e Direitos Humanos integra o eixo prevenção, levando o recorte de gênero para as discussões. 27. PRÊMIO PREFEITURA AMIGA DAS MULHERES Data: 31/03/2014 Local: ALEPE O prêmio é concedido pela Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) em parceria com a Secretaria Estadual da Mulher, reconhecendo os municípios que mais se destacaram no desenvolvimento de políticas públicas de promoção da igualdade de gênero. Na ocasião, foram premiados os municípios de Caruaru, Jaboatão dos Guararapes, Petrolândia e Condado. Foram avaliados os critérios de ocupação feminina nos cargos do primeiro escalão, ações de enfrentamento à violência contra a mulher e programas de qualificação profissional. A Prefeitura de Caruaru, através do trabalho desenvolvido pela Secretaria Especial da Mulher e de Direitos Humanos, foi indicada pelas deputadas estaduais Laura Gomes e Teresa Leitão para concorrer ao prêmio. 23

25 28. RODA DE DIÁLOGO PELO FIM DA VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES O evento teve início com Diplomação dos diretores do Grêmio Estudantil. Seguido de apresentação do Grupo Danç Arte Um Bilhão que se Ergue, coreografia de alcance mundial voltada para a mobilização em torno do fim da violência doméstica e sexual contra mulheres e meninas em todo mundo. Em seguida foi realizada uma Roda de Diálogo sobre violência contra as mulheres, com Ricardo Castro (Psicólogo IFPE), falando sobre Homens pelo fim da Violência Contra as Mulheres e Joselma França (Assessora de Enfrentamento à Violência da SMDH), falando sobre Políticas Públicas Municipais de Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres 24

26 29. MULHERES FORMADAS NO CURSO DE CONFEITARIA DO PROGRAMA MULHERES MIL, RECEBEM FORMAÇÃO SOBRE FINANCIAMENTO E CONQUISTAM STAND PARA COMERCIALIZAÇÃO NA SEMANA SANTA. Período: Abril/2014 Local: Pólo Cultural de Caruaru Durante as comemorações da Semana Santa, em Caruaru, em parceria com a Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru e com o CRED Amigo, as participantes do curso de confeitaria do programa Mulheres Mil tiveram a primeira experiência comercial após a capacitação. De quarta-feira a domingo, no período da noite, acompanhando a programação do "Caruaru, Parada Obrigatória", a Estação Ferroviária recebeu um stand com doces, salgados, bolos, sanduíches e outros quitutes, todos preparados pelas alunas do projeto. A Prefeitura de Caruaru, através da Secretaria Especial da Mulher e de Direitos Humanos, o Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) são parceiros na execução do programa do Governo Federal. 25

27 30. FORMAÇÃO PARA MULHERES MIL NO IFPE Data: 14/04/2014 Local: IFPE Como forma de assegurar o debate de gênero nas discussões dos cursos de qualificação que são oferecidos através das instituições parceiras, realizamos discussão com a temática Política de Gênero com foco em violência, com as alunas do Programa Mulheres Mil. 31. MINISTÉRIO PÚBLICO E SECRETARIA DA MULHER E DE DIREITOS HUMANOS DIALOGAM SOBRE VIOLÊNCIA Data: 23/04/2014 Local: Secretaria Especial da Mulher e Direitos Humanos A Secretária Especial da Mulher e de Direitos Humanos, Elba Ravane, e a assessora de Enfrentamento a Violência, Joselma França, receberam, integrantes do Núcleo da Mulher do Ministério Público de Pernambuco. Na ocasião, foram discutidas estratégias de fortalecimento das ações de enfrentamento à violência doméstica e/ou sexista no município. Outras reuniões serão agendadas para que o grupo continue o diálogo, na perspectiva de romper com as desigualdades de gênero. A interiorização da atuação do Núcleo Estadual da Mulher do Ministério Público de Pernambuco fortalece a articulação da rede de enfrentamento à violência contra mulher em Caruaru. A ação no Ministério Público é fundamental para por um fim a esta violência que todos os dias violam os Direitos Humanos das Mulheres. 26

Projetos da Frente Popular em Caruaru

Projetos da Frente Popular em Caruaru Projetos da Frente Popular em Caruaru Nosso projeto tem orgulho de poder listar por horas suas ações e podemos afirmar sem medo de errar que não há um trecho de três quilômetros nessa cidade que não tenha

Leia mais

Encaminhamentos Resultantes dos Encontros Regionais OPMs. Abril e Maio de 2014

Encaminhamentos Resultantes dos Encontros Regionais OPMs. Abril e Maio de 2014 Encaminhamentos Resultantes dos Encontros Regionais OPMs Abril e Maio de 2014 1. Criação do Ministério de Políticas para as Mulheres 1.1. Fortalecer o processo de implementação das políticas para as mulheres;

Leia mais

EIXO 2 PROTEÇÃO E DEFESA DOS DIREITOS: PROPOSTAS APROVADAS OBTIVERAM ENTRE 80 e 100% DOS VOTOS

EIXO 2 PROTEÇÃO E DEFESA DOS DIREITOS: PROPOSTAS APROVADAS OBTIVERAM ENTRE 80 e 100% DOS VOTOS EIXO 2 PROTEÇÃO E DEFESA DOS DIREITOS: PROPOSTAS APROVADAS OBTIVERAM ENTRE 80 e 100% DOS VOTOS Garantir a elaboração e implementação da Política e do Plano Decenal de Direitos Humanos de Criança e Adolescente

Leia mais

PROGRAMA Nº- 105 CASA DA MULHER/CENTRO ESPECIALIZADO DE ATENDIMENTO A MULHER CASA ABRIGO

PROGRAMA Nº- 105 CASA DA MULHER/CENTRO ESPECIALIZADO DE ATENDIMENTO A MULHER CASA ABRIGO ÓRGÃO RESPONSÁVEL: Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulher NOME: PROGRAMA Nº- 105 CASA DA MULHER/CENTRO ESPECIALIZADO DE ATENDIMENTO A MULHER CASA ABRIGO Código Descrição FUNÇÃO: 14 Direitos

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA AS MULHERES (SEMUL) Relatório

SECRETARIA MUNICIPAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA AS MULHERES (SEMUL) Relatório SECRETARIA MUNICIPAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA AS MULHERES (SEMUL) Relatório I Seminário de Enfrentamento à Violência de Gênero no Município de Natal 26 e 27/03/2015 Local: Auditório do Conselho Regional

Leia mais

Eixos do Plano de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes do Município de Palmas

Eixos do Plano de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes do Município de Palmas Eixos do Plano de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes do Município de Palmas Período de execução 2015/2019 EIXO PREVENÇÃO EIXO - PREVENÇÃO Objetivo: Assegurar ações preventivas

Leia mais

Plano Porto Alegre das Mulheres

Plano Porto Alegre das Mulheres Gabinete da Primeira Dama Gabinete de Planejamento Estratégico Coordenação das Mulheres Plano Porto Alegre das Mulheres Mapa de Políticas por Diretriz 1 Novembro/2011 Plano Porto Alegre das Mulheres ROTEIRO

Leia mais

Programação. Fortaleza

Programação. Fortaleza Em outubro, o Sesc Ceará realiza uma programação especial como parte da Campanha Outubro Rosa. As ações destinadas a todas as mulheres buscam orientar sobre a prevenção do câncer. Serão abordados temas

Leia mais

REGIÃO SUL. Grupo 1 EXPLORAÇÃO SEXUAL Políticas Envolvidas. Assistência Social. Saúde. Segurança pública. Sistema de justiça. Turismo.

REGIÃO SUL. Grupo 1 EXPLORAÇÃO SEXUAL Políticas Envolvidas. Assistência Social. Saúde. Segurança pública. Sistema de justiça. Turismo. REGIÃO SUL Eixos de Atuação 1. Informação e Mobilização Planejamento das Ações Intersetoriais 1.1 Realizar campanhas articuladas entre as políticas para prevenção do turismo sexual (agentes de saúde, professores

Leia mais

14/Mar/2013 :: Edição 31 ::

14/Mar/2013 :: Edição 31 :: 14/Mar/2013 :: Edição 31 :: Cadernos do Poder Executivo Poder Geraldo Julio de Mello Filho Executivo DECRETO Nº 26.993 DE 13 DE MARÇO DE 2013 EMENTA: Descreve as competências e atribuições dos cargos comissionados

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES PCTI 2014

RELATÓRIO DE ATIVIDADES PCTI 2014 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO PROGRAMA DE COMBATE AO TRABALHO INFANTIL (PCTI) GESTÃO REGIONAL RELATÓRIO DE ATIVIDADES PCTI 2014 www.trt7.jus.br/trabalhoinfantil SEMANA CEARENSE

Leia mais

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO...3 CONSIDERAÇÕES DA SECRETARIA MUNICIPAL DE POLÍTICAS PARA AS MULHERES SPM...5

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO...3 CONSIDERAÇÕES DA SECRETARIA MUNICIPAL DE POLÍTICAS PARA AS MULHERES SPM...5 PLANO MUNICIPAL DE POLÍTICAS PARA MULHERES ICATÚ 2013-2015 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO...3 CONSIDERAÇÕES DA SECRETARIA MUNICIPAL DE POLÍTICAS PARA AS MULHERES SPM...5 1. PRINCÍPIOS DA POLÍTICA NACIONAL PARA AS

Leia mais

MPPA PARTICIPA DAS CONFERÊNCIAS DE POLITICAS PUBLICAS DE BELÉM E ANANINDEUA.

MPPA PARTICIPA DAS CONFERÊNCIAS DE POLITICAS PUBLICAS DE BELÉM E ANANINDEUA. MPPA PARTICIPA DAS CONFERÊNCIAS DE POLITICAS PUBLICAS DE BELÉM E ANANINDEUA. A promotora de justiça LUCINERY HELENA RESENDE DO NASCIMENTO participou das Conferências Municipais de Políticas para as Mulheres

Leia mais

Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais

Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais Estatuto da Criança e do Adolescente: 18 anos, 18 Compromissos A criança e o adolescente no centro da gestão municipal O Estatuto

Leia mais

ANEXO IV PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL. Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO

ANEXO IV PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL. Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL ANEXO IV Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO 1-Promoção dos Direitos de Crianças e Adolescentes Buscar apoio das esferas de governo (Federal e Estadual)

Leia mais

Secretaria Nacional de Enfrentamento a Violencia contra as Mulheres

Secretaria Nacional de Enfrentamento a Violencia contra as Mulheres Secretaria Nacional de Enfrentamento a Violencia contra as Mulheres Setembro de 2012 Secretaria de Políticas para as Mulheres/PR Diretrizes para Enfrentamento ao Protocolo de Palermo Tráfico de Mulheres

Leia mais

Estado de Mato Grosso Prefeitura Municipal de Itanhangá CNPJ: 07.209.225/0001-00 Gestão 2013/2016

Estado de Mato Grosso Prefeitura Municipal de Itanhangá CNPJ: 07.209.225/0001-00 Gestão 2013/2016 LEI Nº 325/2013 Data: 04 de Novembro de 2013 SÚMULA: Dispõe sobre o Plano Municipal de Políticas Públicas Sobre Drogas, que tem por finalidade fortalecer e estruturar o COMAD como órgão legítimo para coordenar,

Leia mais

- 2015. REDE DE PROTEÇÃO A MULHER - Vitória da Conquista - Bahia PROGRAMAÇÃO

- 2015. REDE DE PROTEÇÃO A MULHER - Vitória da Conquista - Bahia PROGRAMAÇÃO - 2015 REDE DE PROTEÇÃO A MULHER - Vitória da Conquista - Bahia PROGRAMAÇÃO DATA HORÁRIO ATIVIDADE / OBJETIVO RESPONSÁVEL LOCAL 02 /03/15 (segunda - feira) 16:00h Solenidade de Instalação da Vara de Violência

Leia mais

Políticas Setoriais Secretarias Municipais: Saúde, Assistência Social, Educação, Direitos Humanos(quando houver). Participações Desejáveis

Políticas Setoriais Secretarias Municipais: Saúde, Assistência Social, Educação, Direitos Humanos(quando houver). Participações Desejáveis PARÂMETROS PARA A CONSTITUIÇÃO DAS COMISSÕES INTERSETORIAIS DE ACOMPANHAMENTO DO PLANO NACIONAL DE PROMOÇÃO, PROTEÇÃO E DEFESA DO DIREITO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES À CONVIVÊNCIA FAMILIAR E COMUNITÁRIA

Leia mais

Roteiro de Diretrizes para Pré-Conferências Regionais de Políticas para as Mulheres. 1. Autonomia econômica, Trabalho e Desenvolvimento;

Roteiro de Diretrizes para Pré-Conferências Regionais de Políticas para as Mulheres. 1. Autonomia econômica, Trabalho e Desenvolvimento; Roteiro de Diretrizes para Pré-Conferências Regionais de Políticas para as Mulheres 1. Autonomia econômica, Trabalho e Desenvolvimento; Objetivo geral Promover a igualdade no mundo do trabalho e a autonomia

Leia mais

Campanha dos16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher. Vitória da Conquista - Bahia

Campanha dos16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher. Vitória da Conquista - Bahia Campanha dos16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher Vitória da Conquista - Bahia A Campanha dos16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher, realizada pela Rede de Proteção

Leia mais

INFORMAÇÕES SOBRE O MUNICÍPIO DE ARARAQUARA RELATÓRIO CENTRO DE REFERÊNCIA DA MULHER

INFORMAÇÕES SOBRE O MUNICÍPIO DE ARARAQUARA RELATÓRIO CENTRO DE REFERÊNCIA DA MULHER INFORMAÇÕES SOBRE O MUNICÍPIO DE ARARAQUARA O Município de Araraquara está localizado no centro do Estado de São Paulo, possuindo uma área total 1.312 Km2 com 77,37 Km2 ocupados pela área urbana. Sua posição

Leia mais

Secretaria de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres 1º Fórum de Violência contra a Mulher: Múltiplos olhares

Secretaria de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres 1º Fórum de Violência contra a Mulher: Múltiplos olhares Secretaria de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres 1º Fórum de Violência contra a Mulher: Múltiplos olhares Campinas, Abril de 2014 Violência contra as Mulheres: dados Internacional: 1 de cada

Leia mais

Excelentíssimo Senhor Presidente da Câmara de Vereadores e demais Edis.

Excelentíssimo Senhor Presidente da Câmara de Vereadores e demais Edis. MENSAGEM Nº. 02/2013 Excelentíssimo Senhor Presidente da Câmara de Vereadores e demais Edis. Com nossos cordiais cumprimentos encaminhamos a V. Exa. e digníssimos Pares dessa R. Casa Legislativa, o Projeto

Leia mais

Programa Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes.

Programa Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes. Programa Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes. Crescendo junto com o Brasil. Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente Secretaria

Leia mais

NEVM PARTICIPA DE PRE- ENCONTRO DE MULHERE DA UFPA.

NEVM PARTICIPA DE PRE- ENCONTRO DE MULHERE DA UFPA. NEVM PARTICIPA DE PRE- ENCONTRO DE MULHERE DA UFPA. A promotora de Justiça LUCINERY HELENA RESENDE FERREIRA DO NASCIMENTO, coordenadora do Núcleo de Enfrentamento a Violência Contra a Mulher participou

Leia mais

FÓRUM MUNDIAL DE DIREITOS HUMANOS. Data: 10 a 13 de Dezembro de 2013 Local: Brasília

FÓRUM MUNDIAL DE DIREITOS HUMANOS. Data: 10 a 13 de Dezembro de 2013 Local: Brasília FÓRUM MUNDIAL DE DIREITOS HUMANOS Data: 10 a 13 de Dezembro de 2013 Local: Brasília Nome do Evento: Fórum Mundial de Direitos Humanos Tema central: Diálogo e Respeito às Diferenças Objetivo: Promover um

Leia mais

ANEXO II CONDIÇÕES E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA APOIO E/ OU IMPLANTAÇÃO DE ÓRGÃOS COLEGIADOS E APOIO A FÓRUNS E REDES

ANEXO II CONDIÇÕES E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA APOIO E/ OU IMPLANTAÇÃO DE ÓRGÃOS COLEGIADOS E APOIO A FÓRUNS E REDES ANEXO II CONDIÇÕES E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA APOIO E/ OU IMPLANTAÇÃO DE ÓRGÃOS COLEGIADOS E APOIO A FÓRUNS E REDES I ÁREAS DE INTERESSE Criança e Adolescente Apoio aos Fóruns, Comitês, Associações

Leia mais

VIII CONFERÊCIA MUNICIPAL DOS DIREITOS DA MULHER 18 e 19 de Julho de 2014 Câmara Municipal de Londrina PROPOSTAS APROVADAS

VIII CONFERÊCIA MUNICIPAL DOS DIREITOS DA MULHER 18 e 19 de Julho de 2014 Câmara Municipal de Londrina PROPOSTAS APROVADAS Eixo: Enfrentamento de todas as formas de violência contra as mulheres 1. Instituir um serviço de patrulha em conjunto com a Polícia Militar e Delegacia da Mulher, para proteger as mulheres, com BOs de

Leia mais

Sua empresa é CIDADÃ?

Sua empresa é CIDADÃ? Sua empresa é CIDADÃ? A Câmara de Comércio e Indústria do Estado do Rio de Janeiro (CAERJ) em uma iniciativa inédita está compilando informações corporativas de todos os segmentos: indústria, comércio

Leia mais

8ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE MINAS GERAIS

8ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE MINAS GERAIS 8ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE MINAS GERAIS DOCUMENTO FINAL EIXO 1 PROMOÇÃO DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE Ações de mobilização: 1. Ampla mobilização, por

Leia mais

PROPOSTAS PARA O ESTADO BRASILEIRO - NÍVEIS FEDERAL, ESTADUAL E MUNICIPAL

PROPOSTAS PARA O ESTADO BRASILEIRO - NÍVEIS FEDERAL, ESTADUAL E MUNICIPAL PROPOSTAS PARA O ESTADO BRASILEIRO - NÍVEIS FEDERAL, ESTADUAL E MUNICIPAL MEDIDAS CONCRETAS PARA O ENFRENTAMENTO DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER NO ÂMBITO DOMÉSTICO/FAMILIAR A presente Matriz insere-se no

Leia mais

Caravana de Direitos Humanos pelo Brasil Agenda dia 18 de Agosto

Caravana de Direitos Humanos pelo Brasil Agenda dia 18 de Agosto Caravana de Direitos Humanos pelo Brasil Agenda dia 18 de Agosto ATIVIDADE LOCAL HORA RESPONSÁVEL Mutirão da Cidadania para a População em Situação de Rua CREAS População de Rua 08h às 12h SDH/FOR Ato

Leia mais

Política Municipal para a População em Situação de Rua em Belo Horizonte

Política Municipal para a População em Situação de Rua em Belo Horizonte Política Municipal para a População em Situação de Rua em Belo Horizonte Elizabeth Leitão Secretária Municipal Adjunta de Assistência Social Prefeitura Municipal de Belo Horizonte Março de 2012 Conceito

Leia mais

Projeto TEMPO DE DESPERTAR Em homenagem a Robin Willians

Projeto TEMPO DE DESPERTAR Em homenagem a Robin Willians Projeto TEMPO DE DESPERTAR Em homenagem a Robin Willians I. INTRODUÇÃO Durante uma pesquisa realizada exclusivamente com homens pelo Instituto Avon/Data Popular e lançada em novembro de 2013, alguns dados

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DAS CONFERÊNCIAS MUNICIPAIS, DISTRITAL E ESTADUAIS DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE GUIA NÚMERO 1

ORIENTAÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DAS CONFERÊNCIAS MUNICIPAIS, DISTRITAL E ESTADUAIS DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE GUIA NÚMERO 1 ORIENTAÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DAS CONFERÊNCIAS MUNICIPAIS, DISTRITAL E ESTADUAIS DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE GUIA NÚMERO 1 SUMÁRIO Apresentação 03 Tema 06 Objetivos 06 Cronograma de realização

Leia mais

IESB EM AÇÃO. Projeto IESB nas Escolas. Programa de Responsabilidade Social do IESB Cátedra Unesco

IESB EM AÇÃO. Projeto IESB nas Escolas. Programa de Responsabilidade Social do IESB Cátedra Unesco IESB EM AÇÃO Programa de Responsabilidade Social do IESB Cátedra Unesco PROJETO IESB NAS ESCOLAS O Projeto IESB nas Escolas tem como objetivo levar o estudante do IESB para aplicar na prática seus conhecimentos

Leia mais

Salvador e Lauro de Freitas discutem saúde e religiões afro-brasileiras

Salvador e Lauro de Freitas discutem saúde e religiões afro-brasileiras Salvador e Lauro de Freitas discutem saúde e religiões afro-brasileiras Fotos: Alberto Lima Nos dias 14 e 15 de setembro, as Secretarias da Saúde de Salvador e Lauro de Freitas, Bahia, promoveram o I Seminário

Leia mais

PLANO MUNICIPAL DE ENFRENTAMENTO A VIOLÊNCIA SEXUAL CONTRA A CRIANÇA E O ADOLESCENTE

PLANO MUNICIPAL DE ENFRENTAMENTO A VIOLÊNCIA SEXUAL CONTRA A CRIANÇA E O ADOLESCENTE PLANO MUNICIPAL DE ENFRENTAMENTO A VIOLÊNCIA SEXUAL CONTRA A CRIANÇA E O ADOLESCENTE APRESENTAÇÃO: A violência sexual contra a criança e o adolescente tem sido um problema de difícil enfrentamento por

Leia mais

PROJETO EDUCA-AÇÃO Prevenção da violência doméstica nas Instituições de Ensino

PROJETO EDUCA-AÇÃO Prevenção da violência doméstica nas Instituições de Ensino PROJETO EDUCA-AÇÃO Prevenção da violência doméstica nas Instituições de Ensino I. INTRODUÇÃO Os altos índices de violência doméstica e familiar contra a mulher em todo o Estado demonstram a necessidade

Leia mais

V Plenária Nacional de Economia Solidária

V Plenária Nacional de Economia Solidária V Plenária Nacional de Economia Solidária Relatório para Plenárias Locais e Estadual de Economia Solidária Escreva abaixo de cada tópico. Nome da Atividade V Plenária de Economia Solidária do Estado da

Leia mais

RESOLUÇÃO CONJUNTA CNAS/CONANDA Nº 001 DE 09 DE JUNHO DE 2010

RESOLUÇÃO CONJUNTA CNAS/CONANDA Nº 001 DE 09 DE JUNHO DE 2010 RESOLUÇÃO CONJUNTA CNAS/CONANDA Nº 001 DE 09 DE JUNHO DE 2010 Estabelece parâmetros para orientar a constituição, no âmbito dos Estados, Municípios e Distrito Federal, de Comissões Intersetoriais de Convivência

Leia mais

Relatório do 1º Seminário Regional da Rede de Atenção à Criança e ao Adolescente em Situação de Rua - Região Norte Manaus.

Relatório do 1º Seminário Regional da Rede de Atenção à Criança e ao Adolescente em Situação de Rua - Região Norte Manaus. Relatório do 1º Seminário Regional da Rede de Atenção à Criança e ao Adolescente em Situação de Rua - Região Norte Manaus. 1. Resumo Descritivo Data: 31 de outubro de 2013. Local: Assembleia Legislativa

Leia mais

Gestão Participativa em BH. Belo Horizonte, 01 de dezembro 2010

Gestão Participativa em BH. Belo Horizonte, 01 de dezembro 2010 Gestão Participativa em BH Belo Horizonte, 01 de dezembro 2010 1 Gestão Participativa em BH Belo Horizonte tem um longo histórico de gestão democrático-popular; Existe forte determinação política para:

Leia mais

Aprova o Regimento Interno do Centro de Referência de Assistência Social - CRAS. D E C R E T A:

Aprova o Regimento Interno do Centro de Referência de Assistência Social - CRAS. D E C R E T A: DECRETO N 1.289, DE 28 DE AGOSTO DE 2014. Aprova o Regimento Interno do Centro de Referência de Assistência Social - CRAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE DOURADOS, Estado de Mato Grosso do Sul, no uso das atribuições

Leia mais

Estatística de projetos de leis protocolados, aprovados e em tramitação

Estatística de projetos de leis protocolados, aprovados e em tramitação PROPOSIÇÕES 2010 2011 Mensagens do Prefeito Municipal 084 79 Anteprojetos de Leis 056 26 Projetos de Leis (de autoria dos Senhores Vereadores) 098 70 Projetos de Leis Complementares 015 8 Projetos de Decretos

Leia mais

JOVEM MULHER OBJETIVOS E METAS

JOVEM MULHER OBJETIVOS E METAS JOVEM MULHER OBJETIVOS E METAS 1. Criar um grupo de trabalho para discutir a garantia de conscientização da questão de gênero, (outra redação: Promover a discussão da questão de gênero nas instituições

Leia mais

A SECRETARIA MUNICIPAL DE POLÍTICAS PARA MULHERES AS AÇÕES SÃO DESENVOLVIDAS POR QUATRO ÁREAS ESTRATÉGICAS:

A SECRETARIA MUNICIPAL DE POLÍTICAS PARA MULHERES AS AÇÕES SÃO DESENVOLVIDAS POR QUATRO ÁREAS ESTRATÉGICAS: O QUE É QUE FAZ A SECRETARIA MUNICIPAL DE POLÍTICAS PARA MULHERES A Prefeitura de São Paulo, em maio de 2013, seguindo a política implementada nacionalmente e atendendo uma reivindicação histórica do movimento

Leia mais

Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania

Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania 1) Curso de Educação para Agressores - ONG Coletivo Feminista Sexualidade e Saúde. Visa a reconstrução comportamental da conduta dos homens, em atendimento

Leia mais

Conhecendo a Fundação Vale

Conhecendo a Fundação Vale Conhecendo a Fundação Vale 1 Conhecendo a Fundação Vale 2 1 Apresentação Missão Contribuir para o desenvolvimento integrado econômico, ambiental e social dos territórios onde a Vale atua, articulando e

Leia mais

Objetivo 1. Reduzir a Criminalidade Proposta Responsável/Sugestões Indicador

Objetivo 1. Reduzir a Criminalidade Proposta Responsável/Sugestões Indicador Coordenador: SEGURANÇA Visão: Que Santa Maria tenha os melhores indicadores de Segurança Pública, entre os municípios do Rio Grande do Sul com mais de 100 mil habitantes, garantindo a prevenção e o controle

Leia mais

RELATÓRIO. Atividades Desenvolvidas pela Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres 2009

RELATÓRIO. Atividades Desenvolvidas pela Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres 2009 RELATÓRIO Atividades Desenvolvidas pela Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres 2009 1 Sumário 1 Identificação... 3 2 Apresentação... 4 3 Competências... 5 4 Objetivo... 7 5 Metas

Leia mais

Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Assistência Social Gerência de Planejamento,

Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Assistência Social Gerência de Planejamento, Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Assistência Social Gerência de Planejamento, Projetos e Capacitação Ministério do Desenvolvimento Social

Leia mais

O Desafio da Implementação das Políticas Transversais

O Desafio da Implementação das Políticas Transversais O Desafio da Implementação das Políticas Transversais Professora: Juliana Petrocelli Período: Novembro de 2013 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS SECRETARIA NACIONAL DE PROMOÇÃO DOS

Leia mais

PROJETO REDE ITINERANTE CONTRA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA DIVULGAÇÃO E MEMORIAL FOTOGRÁFICO DO PROJETO

PROJETO REDE ITINERANTE CONTRA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA DIVULGAÇÃO E MEMORIAL FOTOGRÁFICO DO PROJETO Veículo: Site Institucional do Ministério Público do Pará http://www.mppa.mp.br/index.php?action=menu.interna&id=4963&class=n Principal SANTARÉM: Rede itinerante de serviços de combate à violência doméstica

Leia mais

Pacto Gaúcho pelo Fim do Racismo Institucional

Pacto Gaúcho pelo Fim do Racismo Institucional Pacto Gaúcho pelo Fim do Racismo Institucional Aos 21 de março de 2014, dia em que o mundo comemora o Dia Internacional contra a Discriminação Racial instituído pela ONU em 1966, adotamos o presente Pacto

Leia mais

EIXO DE TRABALHO 01 DIREITO A CIDADANIA, PARTICIPAÇÃO SOCIAL E POLÍTICA E A REPRESENTAÇÃO JUVENIL

EIXO DE TRABALHO 01 DIREITO A CIDADANIA, PARTICIPAÇÃO SOCIAL E POLÍTICA E A REPRESENTAÇÃO JUVENIL EIXO DE TRABALHO 01 DIREITO A CIDADANIA, PARTICIPAÇÃO SOCIAL E POLÍTICA E A REPRESENTAÇÃO JUVENIL Proposta I Fomentar a criação de grêmios estudantis, fóruns de juventude, diretórios centrais de estudantes,

Leia mais

MINIFÓRUM CULTURA 10. Fórum Permanente para Elaboração do Plano Municipal de Cultura 2012 a 2022 RELATÓRIA DA AUDIÊNCIA PÚBLICA

MINIFÓRUM CULTURA 10. Fórum Permanente para Elaboração do Plano Municipal de Cultura 2012 a 2022 RELATÓRIA DA AUDIÊNCIA PÚBLICA MINIFÓRUM CULTURA 10 Fórum Permanente para Elaboração do Plano Municipal de Cultura 2012 a 2022 RELATÓRIA DA AUDIÊNCIA PÚBLICA Orientação aprovada: Que a elaboração do Plano Municipal de Cultura considere

Leia mais

Proposta. Projeto Brasileiro. Brasília, outubro de 2012

Proposta. Projeto Brasileiro. Brasília, outubro de 2012 Proposta Projeto Brasileiro Brasília, outubro de 2012 1 - Existe, em seu país, política pública, programa ou estratégia de acesso ao Direito, para a população em condição de vulnerabilidade (grupos vulneráveis)?

Leia mais

MPPA PARTICIPA DA CAMPANHA 16 DIAS DE ATIVISMO PELO FIM DA VIOLENCIA DOMESTICA.

MPPA PARTICIPA DA CAMPANHA 16 DIAS DE ATIVISMO PELO FIM DA VIOLENCIA DOMESTICA. MPPA PARTICIPA DA CAMPANHA 16 DIAS DE ATIVISMO PELO FIM DA VIOLENCIA DOMESTICA. A convite da Coordenadora Estadual de Politicas para Mulheres Presidenta do Conselho Estadual de Promoção e Defesa dos Direitos

Leia mais

PREVENÇÃO DE VIOLÊNCIAS E PROMOÇÃO DA CULTURA DE PAZ

PREVENÇÃO DE VIOLÊNCIAS E PROMOÇÃO DA CULTURA DE PAZ MINISTÉRIO DA SAÚDE IMPACTO DA VIOLÊNCIA NA SAÚDE DAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES PREVENÇÃO DE VIOLÊNCIAS E PROMOÇÃO DA CULTURA DE PAZ VOCÊ É A PEÇA PRINCIPAL PARA ENFRENTAR ESTE PROBLEMA Brasília - DF 2008

Leia mais

GABINETE DO PREFEITO

GABINETE DO PREFEITO GABINETE DO PREFEITO O Plano de Metas é um instrumento de gestão que orienta a Prefeitura na direção de uma cidade sustentável e oferece aos cidadãos e à imprensa um mecanismo para avaliar os compromissos

Leia mais

TEMA AS EQUIPES DE REFERÊNCIAS POR SERVIÇOS DE PROGRAMAS

TEMA AS EQUIPES DE REFERÊNCIAS POR SERVIÇOS DE PROGRAMAS TEMA AS EQUIPES DE REFERÊNCIAS POR SERVIÇOS DE PROGRAMAS Programação Primeiro Dia: I Seção Discutindo Papéis 1-8h30 às 12h30 Abertura e Boas-vindas Dinâmica de Apresentação Acordos de Convivência Trabalho

Leia mais

Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte Eunápolis Bahia

Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte Eunápolis Bahia Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte Eunápolis Bahia PORTARIA Nº 14/2009 Aprova o Regulamento da I Conferência Municipal de Cultura de Eunápolis-BA e dá outras providências. A SECRETÁRIA

Leia mais

A Promotora de Justiça discutiu os avanços que a alteração legislativa representa para a causa da mulher e os seus reflexos no Ordenamento Penal.

A Promotora de Justiça discutiu os avanços que a alteração legislativa representa para a causa da mulher e os seus reflexos no Ordenamento Penal. VI Conferência Internacional de Direitos Humanos foi organizada pela OAB/PA e ocorreu no período de 27 a 29 de abril, no período da manhã no Hangar Centro de Convenções da Amazônia, em Belém.. Neste ano,

Leia mais

GALBA TACIANA SARMENTO VIEIRA

GALBA TACIANA SARMENTO VIEIRA GALBA TACIANA SARMENTO VIEIRA No Brasil, a questão do combate ao uso de drogas teve início na primeira metade do século XX, nos governos de Eptácio Pessôa e Getúlio Vargas; A primeira regulamentação sobre

Leia mais

PROPOSTAS APROVADAS NA VII CONFERÊNCIA MUNICIPAL DOS DIREITOS DA MULHER Realizada dias 29 e 30 de Junho de 2012

PROPOSTAS APROVADAS NA VII CONFERÊNCIA MUNICIPAL DOS DIREITOS DA MULHER Realizada dias 29 e 30 de Junho de 2012 PROPOSTAS APROVADAS NA VII CONFERÊNCIA MUNICIPAL DOS DIREITOS DA MULHER Realizada dias 29 e 30 de Junho de 2012 EIXO 1: Enfrentamento de todas as formas de violência contra as mulheres 1. Melhorar a divulgação

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DIA INTERNACIONAL DA MULHER. Atividade Data Local Horário. 07/03 Praça Criativa do Jardim das Oliveiras. Senador Canedo - GO

PROGRAMAÇÃO DIA INTERNACIONAL DA MULHER. Atividade Data Local Horário. 07/03 Praça Criativa do Jardim das Oliveiras. Senador Canedo - GO PROGRAMAÇÃO DIA INTERNACIONAL DA MULHER Atividade Data Local Horário Entidade/Órgão 1. I Encontro Rosa 07/03 Praça Criativa do Jardim das Oliveiras 9h Prefeitura de Senador Canedo Palestras: Mulheres que

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ MESTRADO EM PLANEJAMENTO E GOVERNANÇA PÚBLICA

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ MESTRADO EM PLANEJAMENTO E GOVERNANÇA PÚBLICA UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ MESTRADO EM PLANEJAMENTO E GOVERNANÇA PÚBLICA REDE DE PROTEÇÃO À CRIANÇA E AO ADOLESCENTE EM SITUAÇÃO DE RISCO PARA A VIOLÊNCIA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA

Leia mais

Faço saber que a Câmara Municipal de Mangueirinha, Estado do Paraná aprovou e eu, ALBARI GUIMORVAM FONSECA DOS SANTOS, sanciono a seguinte lei:

Faço saber que a Câmara Municipal de Mangueirinha, Estado do Paraná aprovou e eu, ALBARI GUIMORVAM FONSECA DOS SANTOS, sanciono a seguinte lei: LEI Nº 1580/2010 Dá nova nomenclatura a Conferência, ao Conselho e ao Fundo Municipal de Assistência ao Idoso criado pela Lei nº 1269/2004 e dá outras providencias. Faço saber que a Câmara Municipal de

Leia mais

Edital nº 003/2010/GSIPR/SENAD / MS PLANO INTEGRADO DE ENFRENTAMENTO AO CRACK E OUTRAS DROGAS

Edital nº 003/2010/GSIPR/SENAD / MS PLANO INTEGRADO DE ENFRENTAMENTO AO CRACK E OUTRAS DROGAS PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA GABINETE DE SEGURANÇA INSTITUCIONAL SECRETARIA NACIONAL DE POLITICAS SOBRE DROGAS MINISTÉRIO DA SAÚDE Comitê Gestor do Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas

Leia mais

ANEXO I PROGRAMA ESTADUAL DE PROTEÇÃO SOCIAL BÁSICA E ESPECIAL, DA REDE SOCIAL SÃO PAULO

ANEXO I PROGRAMA ESTADUAL DE PROTEÇÃO SOCIAL BÁSICA E ESPECIAL, DA REDE SOCIAL SÃO PAULO ANEXO I PROGRAMA ESTADUAL DE PROTEÇÃO SOCIAL BÁSICA E ESPECIAL, DA REDE SOCIAL SÃO PAULO I- DA PROTEÇÃO SOCIAL BÁSICA. II- DA PROTEÇÃO SOCIAL ESPECIAL. III- DO CO-FINANCIAMENTO E DOS REQUISITOS, PARA O

Leia mais

PENSANDO NA PRÁTICA: AS AÇÕES E ATIVIDADES EXECUTADAS NOS CRAS/CREAS FACILITADORA: INÊS DE MOURA TENÓRIO

PENSANDO NA PRÁTICA: AS AÇÕES E ATIVIDADES EXECUTADAS NOS CRAS/CREAS FACILITADORA: INÊS DE MOURA TENÓRIO a Área da Assistência Social PENSANDO NA PRÁTICA: AS AÇÕES E ATIVIDADES EXECUTADAS NOS CRAS/CREAS FACILITADORA: INÊS DE MOURA TENÓRIO Assistência Social na PNAS Situada como proteção social não contributiva;

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE CANOAS SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE CANOAS SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 01/2011 - SMDS O Município de Canoas, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, torna público o presente e convida os interessados e as interessadas a apresentar

Leia mais

O Suas Sistema Único da Assistência Social em perspectiva Valéria Cabral Carvalho, CRESS nº 0897 Luiza Maria Lorenzini Gerber, CRESS nº 0968

O Suas Sistema Único da Assistência Social em perspectiva Valéria Cabral Carvalho, CRESS nº 0897 Luiza Maria Lorenzini Gerber, CRESS nº 0968 O Suas Sistema Único da Assistência Social em perspectiva Valéria Cabral Carvalho, CRESS nº 0897 Luiza Maria Lorenzini Gerber, CRESS nº 0968 Com a Constituição Federal de 1988, a Assistência Social passa

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE INSCRIÇÕES HOMOLOGADAS. Nome Cidade Conselho. Nome Cidade Conselho

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE INSCRIÇÕES HOMOLOGADAS. Nome Cidade Conselho. Nome Cidade Conselho CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE INSCRIÇÕES HOMOLOGADAS Adailton de Deus Lima Ibimirim Direitos DOUTRINA DE PROTEÇÃO INTEGRAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES DIREITO LÍQUIDO E

Leia mais

MATO GROSSO: MUITO ALÉM DO DEVER FUNCIONAL

MATO GROSSO: MUITO ALÉM DO DEVER FUNCIONAL MATO GROSSO: MUITO ALÉM DO DEVER FUNCIONAL Cuiabá-MT teve a primeira Promotoria de Justiça a aplicar a Lei Maria da Penha no Brasil, iniciando seus trabalhos no dia 22/09/2006, dia em que a Lei Maria da

Leia mais

Apresentação Este documento apresenta as diretrizes e estratégias propostas pelo Programa Municipal de Atenção às Drogas da Prefeitura de São José

Apresentação Este documento apresenta as diretrizes e estratégias propostas pelo Programa Municipal de Atenção às Drogas da Prefeitura de São José 1 2 Apresentação Este documento apresenta as diretrizes e estratégias propostas pelo Programa Municipal de Atenção às Drogas da Prefeitura de São José dos Campos-SP. Trata-se de um conjunto de ações intersecretariais,

Leia mais

PROJETO: ATITUDE POSITIVA ITAPIRAPUÃ GOIÁS

PROJETO: ATITUDE POSITIVA ITAPIRAPUÃ GOIÁS PROJETO: ATITUDE POSITIVA ITAPIRAPUÃ GOIÁS Itapirapuã Goiás, 23 de março de 2010 1 INTRODUÇÃO 2 JUSTIFICATIVA 3 OBJETIVO 3.1 OBJETIVOS GERAIS 3.2 OBJETIVOS ESPECIFICOS 4 AÇÕES 5 RESULTADOS ESPERADOS 6

Leia mais

JOVEM ÍNDIO E JOVEM AFRODESCENDENTE/JOVEM CIGANO E OUTRAS ETNIAS OBJETIVOS E METAS

JOVEM ÍNDIO E JOVEM AFRODESCENDENTE/JOVEM CIGANO E OUTRAS ETNIAS OBJETIVOS E METAS JOVEM ÍNDIO E JOVEM AFRODESCENDENTE/JOVEM CIGANO E OUTRAS ETNIAS OBJETIVOS E METAS 1. Assegurar com políticas públicas e programas de financiamento o direito dos jovens índios, afrodescendentes, camponeses

Leia mais

Câmara Municipal de Volta Redonda RJ PROGRAMA Nº - 132

Câmara Municipal de Volta Redonda RJ PROGRAMA Nº - 132 PROGRAMA Nº - 132 Benefícios Eventuais SUB-FUNÇÃO: 244 ASSISTÊNCIA COMUNITÁRIA Implantar e implementar serviços de Benefícios Eventuais. Operacionalização para concessão dos Benefícios Eventuais - Art.

Leia mais

Assistência Social da benesse ao Direito A experiência de Campinas

Assistência Social da benesse ao Direito A experiência de Campinas Assistência Social da benesse ao Direito A experiência de Campinas Arnaldo Rezende Setembro/2010. Um pouco da origem... 1543 Implantação da 1ª. Santa Casa de Misericórdia. 1549 - Chegada dos Jesuítas no

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO SUL PPA 2010/2013 CLASSIFICAÇÃO DOS PROGRAMAS E AÇÕES POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO SUBFUNÇÃO PROGRAMA AÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO SUL PPA 2010/2013 CLASSIFICAÇÃO DOS PROGRAMAS E AÇÕES POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO SUBFUNÇÃO PROGRAMA AÇÃO FUNÇÃO: 01 - LEGISLATIVA 31 Ação Legislativa 0001- Execução da Ação Legislativa 2001 - Manutenção das Atividades Legislativas da Câmara Municipal FUNÇÃO: 02 - JUDICIÁRIA 122 Administração Geral 0006- Defesa

Leia mais

CONSELHO ESTADUAL DO IDOSO DE SANTA CATARINA MODELO PARA IMPLANTAÇÃO DE CONSELHO MUNICIPAL DO IDOSO

CONSELHO ESTADUAL DO IDOSO DE SANTA CATARINA MODELO PARA IMPLANTAÇÃO DE CONSELHO MUNICIPAL DO IDOSO CONSELHO ESTADUAL DO IDOSO DE SANTA CATARINA MODELO PARA IMPLANTAÇÃO DE CONSELHO MUNICIPAL DO IDOSO CONSELHO ESTADUAL DO IDOSO DE SANTA CATARINA CEI/SC COMISSÃO REGIONAL DO IDOSO DE ROTEIRO PARA IMPLANTAÇÃO

Leia mais

1. Escopo ou finalidade da iniciativa

1. Escopo ou finalidade da iniciativa 1. Escopo ou finalidade da iniciativa Por meio do Programa Rede Judicial de Proteção objetiva-se reduzir a reprodução de infrações penais semelhantes às cometidas, a partir de intervenções orientadas para

Leia mais

Conta Bancária Banco: Banco do Brasil Nº Conta Corrente: 39.684-2 Nº Agência:2803-7

Conta Bancária Banco: Banco do Brasil Nº Conta Corrente: 39.684-2 Nº Agência:2803-7 1. IDENTIFICAÇÃO Abrangência do Projeto: (X) Estadual ( ) Regional ( ) Intermunicipal (no mínimo três municípios) 1.1. Dados Cadastrais do Proponente Entidade Proponente: Vida Promoção Social (VPS) CNPJ:

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO E CONTROLE PROGRAMA Nº- 250

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO E CONTROLE PROGRAMA Nº- 250 PROGRAMA Nº- 250 QUALIFICAÇÃO E CAPACITAÇÃO DE PROFISSIONAIS E DEPENDENTES QUÍMICOS SUB-FUNÇÃO: 244 ASSISTÊNCIA COMUNITÁRIA Realizar Cursos de Capacitação para Profissionais que atuam na área de reabilitação

Leia mais

MINUTA DE DECRETO MUNICIPAL

MINUTA DE DECRETO MUNICIPAL CONJACI CONSELHO DISTRITAL DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DE JACI-PARANÁ Distrito de Jaci-Paraná Município de Porto Velho - RO MINUTA DE DECRETO MUNICIPAL Dezembro de 2012. MINUTA DE DECRETO MUNICIPAL

Leia mais

PROJETO DE LEI 01-00147/2013 dos Vereadores Floriano Pesaro (PSDB) e Laércio Benko (PHS)

PROJETO DE LEI 01-00147/2013 dos Vereadores Floriano Pesaro (PSDB) e Laércio Benko (PHS) PROJETO DE LEI 01-00147/2013 dos Vereadores Floriano Pesaro (PSDB) e Laércio Benko (PHS) Estabelece diretrizes para a Política Municipal de Promoção da Cidadania LGBT e Enfrentamento da Homofobia, e dá

Leia mais

Proposta de Programa de Governo da Frente de Unidade Popular - Psol-Pcb-Pstu

Proposta de Programa de Governo da Frente de Unidade Popular - Psol-Pcb-Pstu Proposta de Programa de Governo da Frente de Unidade Popular - Psol-Pcb-Pstu Economia Objetivos - elevar o patamar de mobilização popular, não apenas para denunciar as mazelas da política econômica nacional,

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA INTERMINISTERIAL Nº- 17, DE 24 DE ABRIL DE 2007

PORTARIA NORMATIVA INTERMINISTERIAL Nº- 17, DE 24 DE ABRIL DE 2007 PORTARIA NORMATIVA INTERMINISTERIAL Nº- 17, DE 24 DE ABRIL DE 2007 Institui o Programa Mais Educação, que visa fomentar a educação integral de crianças, adolescentes e jovens, por meio do apoio a atividades

Leia mais

Projetos de Extensão SERVIÇO SOCIAL Estudo sociais em parceria com o fórum de UVA

Projetos de Extensão SERVIÇO SOCIAL Estudo sociais em parceria com o fórum de UVA Projetos de Extensão SERVIÇO SOCIAL Estudo sociais em parceria com o fórum de UVA Serviços técnicos do Serviço Social na área da família e infância nos processos do Fórum de União da Vitória O Serviço

Leia mais

- REGIMENTO INTERNO -

- REGIMENTO INTERNO - - REGIMENTO INTERNO - Secretaria de Assistência Social Leis nº 6.529/05 e nº 6.551/06, Decretos nº 12.634/06, nº 13.239/07, nº 15.181/11, 15.454/12 e nº 15.581/12 I - Secretaria Executiva: - auxiliar e

Leia mais

CONHEÇA OS NOSSOS PROJETOS

CONHEÇA OS NOSSOS PROJETOS CONHEÇA OS NOSSOS PROJETOS APRESENTAÇÃO Em Dezembro de 2004 por iniciativa da Federação das Indústrias do Estado do Paraná o CPCE Conselho Paranaense de Cidadania Empresarial nasceu como uma organização

Leia mais

Carta Política. Campanha Cidades Seguras para as Mulheres

Carta Política. Campanha Cidades Seguras para as Mulheres Carta Política Campanha Cidades Seguras para as Mulheres Brasil - 2014 Nós, mulheres de diversas localidades e comunidades de Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro e São Paulo, que há muito

Leia mais

PROJETO: REPENSANDO A (IN)DISCIPLINA

PROJETO: REPENSANDO A (IN)DISCIPLINA COLÉGIO TIRADENTES DA PMMG- BARBACENA PROJETO: REPENSANDO A (IN)DISCIPLINA JUSTIFICATIVA Percebendo que a indisciplina escolar é o problema que mais afeta o bom andamento dos alunos iremos trabalhar com

Leia mais

SISTEMA DE PARTICIPAÇÃO POPULAR E CIDADÃ

SISTEMA DE PARTICIPAÇÃO POPULAR E CIDADÃ SISTEMA DE PARTICIPAÇÃO POPULAR E CIDADÃ 1 1. Participação regular dos cidadãos no processo de definição das políticas públicas e definição das diretrizes para o desenvolvimento. 2. Deslocamento das prioridades

Leia mais

PROPOSTAS PRIORITÁRIAS

PROPOSTAS PRIORITÁRIAS PROPOSTAS PRIORITÁRIAS EIXO1: PRODUÇÃO SIMBÓLICA E DIVERSIDADE CULTURAL SUB EIXO: 1.1 - Produção de Arte e Bens Simbólicos 1 - Implementar políticas de intercâmbio em nível regional, nacional e internacional

Leia mais

PLANO INTEGRADO DE ENFRENTAMENTOÀ FEMINIZAÇÃO DA AIDS NO CEARÁ - 2009

PLANO INTEGRADO DE ENFRENTAMENTOÀ FEMINIZAÇÃO DA AIDS NO CEARÁ - 2009 COORDENADORIA DE PROMOÇÃO E PROTEÇÃO À SAÚDE - COPROM NÚCLEO DE PREVENÇÃO E CONTROLE DE DOENÇAS NUPREV PLANO INTEGRADO DE ENFRENTAMENTOÀ FEMINIZAÇÃO DA AIDS NO CEARÁ - 2009 Responsáveis pela elaboração:

Leia mais

FOME ZERO. O papel do Brasil na luta global contra a fome e a pobreza

FOME ZERO. O papel do Brasil na luta global contra a fome e a pobreza FOME ZERO O papel do Brasil na luta global contra a fome e a pobreza Seminário Internacional sobre Seguro de Emergência e Seguro Agrícola Porto Alegre, RS -- Brasil 29 de junho a 2 de julho de 2005 Alguns

Leia mais