Apontamentos AS OBJECTIVAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Apontamentos AS OBJECTIVAS"

Transcrição

1

2 As objectivas actuais são constituídas por uma série de lentes, (elementos), montados em grupos, colocadas num tubo chamado barrilete. O facto de se agruparem lentes com caracteristicas diferentes, tem como intuito minimizar as aberrações que produzem Frequentemente substimadas em relação aos corpos das máquinas, são no entanto um elemento essencial para a produção de imagens de qualidade. O fabrico de objectivas é algo altamente especializado e sofisticado, passando pela escolha do vidro, (usado na maioria delas), aos tratamentos e revestimento destinados a reduzir aberrações. O elemento frontal é critico para um bom desempenho da objectiva. Esquema de montagem de lentes numa objectiva de 50 mm Os dois parâmetros que nos permitem distinguir as objectivas são a distância focal a luminosidade. Esta é dada pelo numero f. correspondente ao valor da máxima abertura do diafragma. A distância focal é dada normalmente em mm e está ligada à diagonal do formato da imagem e ao angulo de cobertura de cada objectiva.

3 Apontamentos AS OBJECTIVAS Conceito de objectiva normal O valor da distância focal em mm corresponde aproximadamente à diagonal do formato da imagem. Assim, conforme o tamanho do sensor, ou filme temos valores diferentes. Por exemplo, para máquinas analógicas que usam filme 35mm e para as "Full Frame" digitais, o tamanho da imagem é um rectangulo de 24x36 mm. A diagonal deste rectangulo é aproximadamente 45 mm. Podemos classificar as objectivas em 4 grupos: Normais - A distância focal é igual ou próxima da diagonal do formato Grande angular - A distância focal é inferior à diagonal do formato Teleobjectiva - A distância focal é superior à diagonal do formato

4 Apontamentos AS OBJECTIVAS Especiais - Podem ser grande angular, normal ou teleobjectiva As objectivas normais tem um angulo de cobertura semelhante ao da visão humana, cerca de 45 graus, por este motivo as imagens apresentam-se com as proporções em que estamos habituados a ver o que nos rodeia. As objectivas grande angular tem normalmente ângulos de cobertura superiores a 60 graus podendo ir até aos 180, (olho de peixe). As imagens que produzem são caracterizadas por uma perspectiva acelerada, em que os elementos no 1º plano são exageradamente grandes e os dos planos secundários muito pequenos. Por outro lado, as teleobjectivas tem ângulos de captura relativamente pequenos, de 30 até 1 ou 2 graus. Os planos compactam-se, perdendo-se a noção de profundidade

5 No grupo das objectivas especiais temos: As Macro, que se destinam sobretudo a fotografar muito próximo do assunto. Normalmente tem distâncias focais compreendidas entre os 50mm e 100 mm também se pode fazer macrofotografia recorrendo a lentes de aproximação, ou usando objectivas normais com um fole de extensão. Convém não confundir macrofotografia com microfotografia. Macrofotografia fazse com objectivas próprias, lentes de aproximação ou fole. A microfotografia é feita com uma máquina fotográfica adaptada a um microscópio usando o sistema de lentes que o equipa. As PC, "Perspective Correction", com correção de perspectiva. Normalmente tem distâncias focais curtas, usando-se bastante para fotografar arquitetura, ou quando se pretende grande profundidade de campo.

6 Os Zoom. São objectivas de distância focal variável. Estas objectivas, muito usadas hoje em dia em quase todas as máquinas, tem como vantagem serem uma espécie de 3 em 1, já que a mesma objectiva cobre várias distâncias focais. As mais comuns, são grande angular, normal e curta teleobjectiva, mas também há as que cobrem várias distâncias focais das grande angular, outras, curta, média e longa teleobjectiva. Esta é a grande vantagem dum zoom. O maior inconveniente prende-se com o facto do grande numero de lentes no seu interior não permitir um desempenho óptico com a mesma qualidade duma objectiva de focal fixa. Exemplos olho de peixe grande angular

7 teleobjectiva macro microfotografia É frequente fazer-se confusão entre as imagens captadas por grande angulares ou teleobjectivas com alteração da perspectiva. Ora a perspectiva altera-se com mudança do ponto de vista. Se fotografarmos com uma grande angular, a perspectiva "estica" e com uma tele " compacta-se", mas a perspectiva é a mesma. A perspectiva altera-se com o ponto de vista Objectiva normal, grande angular, teleobjectiva

8 É normal dar-se grande importância ao último modelo de máquina, (corpo), esquecendo que este será substituido por outro rápidamente. Nas objectivas essa substituição é muito mais lenta e uma boa objectiva comprada agora, continuará a ser uma objectiva boa daqui a muito anos, desde que estimada. Uma máquina com 4 ou 5 anos está com certeza irreversivelmente ultrapassada do ponto de vista tecnológico, mas uma objectiva não. Por isso, aconselho a investir em objectivas topo de gama e boas máquinas e não em máquinas topo de gama com boas objectivas. Objectivas, distâncias focais e sensores A questão da interligação entre as distâncias focais das objectivas e a sua relação com os tamanhos de sensores tem originado frequentes confusões. Actualmente, há dois grandes grupos nas máquinas digitais SLR. As que usam sensores com cerca de 15x20mm nas gamas baixa e média e as "full frame" 24x36 mm nos modelos topo de gama da Canon, Leica e Nikon, Nas primeiras, a diagonal do formato é cerca de 30 mm e nas segundas 45 mm. Podemos multiplicar por 1,5 o valor da distância focal das objectivas que equipam as SLR com sensores mais pequenos para encontrar a equivalência com o formato 35mm que serve de referência. 18x1,5 = 27mm e 55x1,5 = 82,5 mm

9 Por isso os Zoom base que equipam grande parte dos modelos são 18/55 nas que tem sensores mais pequenos e 28/80 nas "full frame". Na realidade os ângulos de cobertura são equivalentes. Contudo, este valor não é rigoroso, já que há pequenas diferenças nos tamanhos dos sensores que equipam sobretudo as Canon, Nikon e Pentax. Nas Canon, consoante o modelo, há dois tamanhos de sensor. As Olympus optaram por um outro formato, 4/3, com sensores mais pequenos, 13,5x18 mm, em que o factor de multiplicação é 2. Nesta máquinas a objectiva normal tem 25 mm de distância focal.

Escolha da Objectiva. Quais as principais características das objectivas que servem de base para a escolha das suas lentes?

Escolha da Objectiva. Quais as principais características das objectivas que servem de base para a escolha das suas lentes? Escolha da Objectiva Quais as principais características das objectivas que servem de base para a escolha das suas lentes? As lentes, também conhecidas como objectivas, são a parte mais importante do seu

Leia mais

Introdução à Fotografia Digital

Introdução à Fotografia Digital Introdução à Fotografia Digital Aula 1 Fundamentos, Câmeras, Obje3vas Disponível em www.ecoclics.com/wp- content/pdf/aula_ifd_1.pdf Roteiro da Aula Apresentações Programação do curso Câmeras Objetivas

Leia mais

Oficina de fotografia e tratamento de imagem. Facilitadora: Camila Silva Aula: 05

Oficina de fotografia e tratamento de imagem. Facilitadora: Camila Silva Aula: 05 Oficina de fotografia e tratamento de imagem Facilitadora: Camila Silva Aula: 05 Objetivas É uma lente óptica ou conjunto de lentes usada em conjunto com um corpo de câmera e um mecanismo para reproduzir

Leia mais

Apontamentos A MÁQUINA FOTOGRÁFICA

Apontamentos A MÁQUINA FOTOGRÁFICA Breve história das máquinas fotográficas As primeiras máquinas mais não eram que "caixas", descendentes da primitiva "camara obscura". A luz entrava por uma objectiva simples, formando a imagens no fundo

Leia mais

UTRAPASSAR OS LIMITES DA PROFUNDIDADE DE CAMPO

UTRAPASSAR OS LIMITES DA PROFUNDIDADE DE CAMPO UTRAPASSAR OS LIMITES DA PROFUNDIDADE DE CAMPO Texto e fotos: Paulo de Oliveira Foto: 1 Chama-se profundidade de campo à zona nítida á frente e para trás do plano de focagem da imagem. Estende-se na proporção

Leia mais

FOTOGRAFAR O CÉU (PARTE I)

FOTOGRAFAR O CÉU (PARTE I) FOTOGRAFAR O CÉU (PARTE I) Pedro Ré http://www.astrosurf.com/re Fotografar o céu é uma ambição natural de muitas pessoas, entre as quais se contam os entusiastas de fotografia e de astronomia, os amantes

Leia mais

A CÂMARA DIGITAL A CAPTURA DE UMA IMAGEM NUMA CÂMARA DIGITAL ENVOLVE OS SEGUINTES PROCESSOS:

A CÂMARA DIGITAL A CAPTURA DE UMA IMAGEM NUMA CÂMARA DIGITAL ENVOLVE OS SEGUINTES PROCESSOS: A CÂMARA DIGITAL A CAPTURA DE UMA IMAGEM NUMA CÂMARA DIGITAL ENVOLVE OS SEGUINTES PROCESSOS: EXISTEM TRÊS TIPOS DE SENSORES UTILIZADOS NAS CÂMARAS DIGITAIS: CCD - Charge Coupled Device CMOS - Complimentary

Leia mais

Fotografia Digital 1

Fotografia Digital 1 Fotografia Digital 1 Apresentação Constituída em 2007 é referência nacional no ensino da fotografia de paisagem natural 2 Uma das entidades que mais workshops lecciona anualmente em Portugal Cursos de

Leia mais

stacking focus a técnica de empilhamento de foco Nesta matéria, dividida em duas edições da revista Photos

stacking focus a técnica de empilhamento de foco Nesta matéria, dividida em duas edições da revista Photos stacking focus a técnica de empilhamento de foco Um outro modo de ver o mundo através da macrofotografia texto e fotos Tacio Philip Nesta matéria, dividida em duas edições da revista Photos & Imagens,

Leia mais

CAPÍTULO II A CÂMARA FOTOGRÁFICA

CAPÍTULO II A CÂMARA FOTOGRÁFICA CAPÍTULO II A CÂMARA FOTOGRÁFICA I - Princípios Básicos Toda câmera fotográfica é fundamentalmente uma câmara escura projetada segundo características específicas que envolvem sua óptica, mecânica e formato

Leia mais

Distância focal DISTÂNCIA FOCAL

Distância focal DISTÂNCIA FOCAL Distância focal DISTÂNCIA FOCAL: Unidade de medida relativa à distância existente entre o centro óptico de uma lente e o plano de foco. A distância focal determina a relação de grandeza de um motivo e

Leia mais

O VISOR TV. Texto e fotos: Paulo de Oliveira

O VISOR TV. Texto e fotos: Paulo de Oliveira O VISOR TV Texto e fotos: Paulo de Oliveira Quem quiser jogar pelo seguro e puder pagar esse conforto poderá adquirir, ou construir, um sistema de controlo remoto assistido por televisão. De qualquer modo

Leia mais

Perguntas e Respostas sobre Telescópios. Telescopio Refrator. tub o Bandeja porta oculares Haste de micro ajuste Tripé. Buscador Ajuste de foco

Perguntas e Respostas sobre Telescópios. Telescopio Refrator. tub o Bandeja porta oculares Haste de micro ajuste Tripé. Buscador Ajuste de foco Perguntas e Respostas sobre Telescópios A palavra telescópio é de origem grega e significa ver ao longe (Tele Skopen). Os telescópios têm dois tipos básicos: refratores, regidos pelo princípio físico da

Leia mais

Neste capítulo iremos ver as diferentes partes da

Neste capítulo iremos ver as diferentes partes da A ANATOMIA DA CÂMARA Thomaz. W.M. Harrell CAPITULO II A ANATOMIA DA CAMARA FOTOGRÁFICA (A Câmara Fotográfica e Suas Partes) Neste capítulo iremos ver as diferentes partes da câmara fotográfica de forma

Leia mais

Iniciação à Fotografia Prof. Gust avo L. Pozza

Iniciação à Fotografia Prof. Gust avo L. Pozza Iniciação à Fotografia Prof. Gust avo L. Pozza Câm ara Escura Tipos de Câmeras A Câmera Básica Componentes comuns em todas as câmeras Visor Objetiva Plano do filme Diafragma Obturador Mecanismos de foco

Leia mais

Tecnologias PowerShot SX500 IS e PowerShot SX160 IS

Tecnologias PowerShot SX500 IS e PowerShot SX160 IS Tecnologias PowerShot SX500 IS e PowerShot SX160 IS EMBARGO: 21 Agosto 2012, 15:00 (CEST) Objetiva grande angular de 24mm com zoom ótico de 30x (PowerShot SX500 IS) Desenvolvida segundo os mesmos processos

Leia mais

CÂMERAS. fotográficas

CÂMERAS. fotográficas CÂMERAS fotográficas Quanto ao suporte: Digital Analógico Como classificar e diferenciar os tipos de Câmeras? Quanto a automação: Automáticas Semi-automáticas Auto e manual Quanto ao visor: Visor direto

Leia mais

São Paulo, SP Brasil Todos os direitos reservados!

São Paulo, SP Brasil Todos os direitos reservados! Sua Câmera fotográfica Digital Mód03Bas_Cs00B01 www.fotomboe.com São Paulo, SP Brasil Todos os direitos reservados! 2014 Vivaldo Armelin Júnior www.fotomboe.com Lembretes A Proposta do curso Chegamos ao

Leia mais

Fotos Analógicas (Processo químico) e Digitais (Processo eletrônico)

Fotos Analógicas (Processo químico) e Digitais (Processo eletrônico) CÂMERA FOTOGRÁFICA Foto analógica Foto digital Fotos Analógicas (Processo químico) e Digitais (Processo eletrônico) O DIAFRAGMA OBJETO DIAFRAGMA EM IRIS OBJETO IRIS RETINA ABERTURA PUPILA LENTE CRISTANILO

Leia mais

Mini Workshop de Fotografia (+60 ) Marcos Semola. DSF BSM Latin America. 23-27 de Novembro de 2009 Shell CIPA Day

Mini Workshop de Fotografia (+60 ) Marcos Semola. DSF BSM Latin America. 23-27 de Novembro de 2009 Shell CIPA Day Mini Workshop de Fotografia (+60 ) Marcos Semola DSF BSM Latin America 23-27 de Novembro de 2009 Shell CIPA Day Agenda 1. Por que esta palestra? 2. Por que o hobby da fotografia 3. O que você precisa para

Leia mais

MÓDULO 9. A luz branca, que é a luz emitida pelo Sol, pode ser decomposta em sete cores principais:

MÓDULO 9. A luz branca, que é a luz emitida pelo Sol, pode ser decomposta em sete cores principais: A COR DE UM CORPO MÓDULO 9 A luz branca, que é a luz emitida pelo Sol, pode ser decomposta em sete cores principais: luz branca vermelho alaranjado amarelo verde azul anil violeta A cor que um corpo iluminado

Leia mais

Comunicado de imprensa

Comunicado de imprensa Comunicado de imprensa Canon apresenta a EOS 7D tecnologias inovadoras e design intuitivo definem uma nova experiência fotográfica Lisboa, 1 de Setembro de 2009: A Canon revela a câmara digital SLR EOS

Leia mais

Ao se falar sobre fotografia cinematográfica estão envolvidos diversos elementos que devem ser levados em consideração:

Ao se falar sobre fotografia cinematográfica estão envolvidos diversos elementos que devem ser levados em consideração: 1 OBJETIVAS E COMPOSIÇÃO Ao se falar sobre fotografia cinematográfica estão envolvidos diversos elementos que devem ser levados em consideração: 1 - AS LENTES: As objetivas são comumente chamadas de lentes,

Leia mais

Entendendo o Astigmatismo. Introdução. Lentes especiais sem astigmatismo MAS450/854. 9 de março de 2003

Entendendo o Astigmatismo. Introdução. Lentes especiais sem astigmatismo MAS450/854. 9 de março de 2003 Entendendo o Astigmatismo MAS450/854 Primavera 2003 9 de março de 2003 Introdução Lentes especiais sem astigmatismo Lentes cilíndricas cruzadas com astigmatismo o Foco horizontal o Foco vertical o Plano

Leia mais

Fotografia Digital no Brasil

Fotografia Digital no Brasil 1 Fotografia Digital no Brasil Hoje temos uma grande variedade de câmaras digitais, mas como elas captam a imagem e a transformam em informação digital é o que vamos ver a seguir. Um Pouco de História

Leia mais

MANUAL DE FOTOGRAFIA

MANUAL DE FOTOGRAFIA MANUAL DE FOTOGRAFIA 1. A máquina fotográfica. Breve história As primeiras fotografias tiradas, datam de 1826, mas só em 1870, é que foi possível obter um sistema que permitisse a comercialização de chapas

Leia mais

FOTOGRAFIA NA MONTANHA - Dicas

FOTOGRAFIA NA MONTANHA - Dicas FOTOGRAFIA NA MONTANHA - Dicas Tirar fotos não é apenas uma ação de apontar a máquina e apertar o botão (a menos que essa seja sua intenção artística). É necessário saber o que vai retratar e como vai

Leia mais

Oficina de fotografia e tratamento de imagem. Facilitadora: Camila Silva Aula: 01

Oficina de fotografia e tratamento de imagem. Facilitadora: Camila Silva Aula: 01 Oficina de fotografia e tratamento de imagem Facilitadora: Camila Silva Aula: 01 Histórico da Fotografia A fotografia surgiu do desejo do homem retratar o mundo a sua volta. Desde os primórdios, com a

Leia mais

Tecnologias PowerShot G1 X Mark II, PowerShot SX700 HS, IXUS 155 e PowerShot D30

Tecnologias PowerShot G1 X Mark II, PowerShot SX700 HS, IXUS 155 e PowerShot D30 Tecnologias PowerShot G1 X Mark II, PowerShot SX700 HS, IXUS 155 e PowerShot D30 EMBARGO: 12 de fevereiro de 2014, 04:00 (UCT) Este documento explica as novas tecnologias que não se encontram nos modelos

Leia mais

OBJETIVAS FOTOGRAFICOS DSLR

OBJETIVAS FOTOGRAFICOS DSLR OBJETIVAS FOTOGRAFICOS DSLR 8mm F3.5 UMC Ojo de pez CSII 10mm F2.8 AS NCS CS 12mm F2.8 AS NCS Ojo de pez 14mm F2.8 16mm F2.0 AS UMC CS 24mm F1.4 24mm F3.5 Tilt/Shift AS UMC 35mm F1.4 AS UMC 50mm F1.4 AS

Leia mais

Afotografia de casamento é uma. O equipamento certo para

Afotografia de casamento é uma. O equipamento certo para Técnica&Prática Fotografia Social O equipamento certo para clicar casamentos Do cartão de memória à câmera: saiba em quais objetivas investir, o tipo de luz ideal e o que não pode ficar de fora da bolsa

Leia mais

Glossário de Fotopublicidade

Glossário de Fotopublicidade Glossário de Fotopublicidade Câmera analógica: câmera que captura as imagens em filme/película. Câmera digital: câmera que salva imagens como arquivos digitais em algum tipo de disco de memória em vez

Leia mais

CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL

CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL formação em imagem www.100iso.pt Módulos 1. Câmaras e Imagens Digitais. 2. Controlar a Exposição. 3. Controlar a Nitidez. 4. Captar Luz e Cor. 5. Compreender as Objectivas.

Leia mais

Eclipse solar observado em Lovania através de uma câmara escura, 1544

Eclipse solar observado em Lovania através de uma câmara escura, 1544 Eclipse solar observado em Lovania através de uma câmara escura, 1544 2 A luz entrava na câmara através de uma pequena abertura (pinhole ou buraco de agulha) projectando a imagem na parede oposta. 3 No

Leia mais

Objetiva se Normal, Grande angular ou Tele-objetiva

Objetiva se Normal, Grande angular ou Tele-objetiva O B J E T I V A S Lentes e objetivas Chamamos de LENTE a um vidro polido com características específicas capazes de, ao transmitir os raios de luz que por ele passam, formar uma imagem qualquer sob determinadas

Leia mais

Introdução: Mas, todas estas lentes podem ser na verdade convergentes ou divergentes, dependendo do que acontece com a luz quando esta passa por ela.

Introdução: Mas, todas estas lentes podem ser na verdade convergentes ou divergentes, dependendo do que acontece com a luz quando esta passa por ela. Introdução: Com este trabalho experimental pretende-se observar o comportamento de feixes ao atravessar lentes e, ao mesmo tempo, verificar o comportamento dos feixes ao incidir em espelhos. Os conceitos

Leia mais

Sensores de câmeras digitais: uma visão geral

Sensores de câmeras digitais: uma visão geral Sensores de câmeras digitais: uma visão geral Mário Jorge Tavares 1 Introdução Muita coisa mudou, para melhor, desde que os filmes negativos e os diapositivos (também conhecidos como slides ou cromos)

Leia mais

Instrumentos e Técnicas de Observação. Associação de Astrónomos Amadores da Madeira Marco Joaquim

Instrumentos e Técnicas de Observação. Associação de Astrónomos Amadores da Madeira Marco Joaquim Instrumentos e Técnicas de Observação Associação de Astrónomos Amadores da Madeira Marco Joaquim Quais os instrumentos a utilizar. Quais as suas principais características. Dados importantes para a sua

Leia mais

Tecnologia 4K ultra HD. Nosso foco é permitir que você veja todos os detalhes, em todos os lugares

Tecnologia 4K ultra HD. Nosso foco é permitir que você veja todos os detalhes, em todos os lugares Tecnologia 4K ultra HD Nosso foco é permitir que você veja todos os detalhes, em todos os lugares 2 Tecnologia 4K ultra HD Permitindo que você veja todos os detalhes, em qualquer lugar Cobrir grandes áreas

Leia mais

Tecnologia 4K ultra HD. O nosso foco é permitir que veja todos os detalhes, em qualquer local

Tecnologia 4K ultra HD. O nosso foco é permitir que veja todos os detalhes, em qualquer local Tecnologia 4K ultra HD O nosso foco é permitir que veja todos os detalhes, em qualquer local 2 Tecnologia 4K ultra HD Para ver todos os detalhes, em qualquer local Cobrir uma área grande e identificar

Leia mais

Primeiras Informações

Primeiras Informações Primeiras Informações Para que um trabalho escolar fique com melhor qualidade é importante registrálo, não apenas para ser apresentado aos pais, mas principalmente como arquivo. Guardar o registro de trabalhos

Leia mais

www.fisicanaveia.com.br

www.fisicanaveia.com.br www.fisicanaveia.com.br Instrumentos Ópticos Lupa Instrumentos Ópticos Instrumentos Ópticos Luneta Astronômica Luneta ou Telescópio Refrator Instrumentos Ópticos Telescópio Refletor Telescópio Refletor

Leia mais

Introdução à Astrofotografia Sérgio D. Cabau Jr NASE-Brasil

Introdução à Astrofotografia Sérgio D. Cabau Jr NASE-Brasil Introdução à Astrofotografia Sérgio D. Cabau Jr NASE-Brasil Introdução A astrofotografía remonta desde os primórdios da humanidade quando a máxima tecnologia que o ser humano possuia eram apenas os próprios

Leia mais

GUIA ABSOLUTAMENTE COMPLETO PARA FOTÓGRAFOS INICIANTES

GUIA ABSOLUTAMENTE COMPLETO PARA FOTÓGRAFOS INICIANTES GUIA ABSOLUTAMENTE COMPLETO PARA FOTÓGRAFOS INICIANTES Por Jônatas Caldas ÍNDICE DE ASSUNTOS > Introdução > > > Tipos de Câmeras Tipos de Lentes Confusão Semiprofissional e Superzoom > Conclusão UMA PRODUÇÃO

Leia mais

CLUBE MILLENNIUM BCP CURSO DE INICIAÇÃO FOTOGRAFIA DIGITAL NIVEL 1 / ZONA CENTRO

CLUBE MILLENNIUM BCP CURSO DE INICIAÇÃO FOTOGRAFIA DIGITAL NIVEL 1 / ZONA CENTRO CLUBE MILLENNIUM BCP CURSO DE INICIAÇÃO FOTOGRAFIA DIGITAL NIVEL 1 / ZONA CENTRO ENTIDADE FORMADORA ENTIDADE CERTIFICADA PELO IAPMEI STUDIO8A RUA LUCIANO FREIRE, Nº 8-A, 1600-143 LISBOA TELF. 217960007

Leia mais

Realizado por: Nuno Barros nº27283 Filipe Gonçalves nº27285 Ângelo Sousa nº28158 André Martins nº28531

Realizado por: Nuno Barros nº27283 Filipe Gonçalves nº27285 Ângelo Sousa nº28158 André Martins nº28531 Realizado por: Nuno Barros nº27283 Filipe Gonçalves nº27285 Ângelo Sousa nº28158 André Martins nº28531 Também conhecido por digitalizador Scanner é um periférico de entrada Leitura de textos e imagens

Leia mais

SISTEMA DE GRAVAÇÃO DIGITAL COM UM MICROCOMPUTADOR (DVD OU PLACAS DE CAPTURA DE VÍDEO)

SISTEMA DE GRAVAÇÃO DIGITAL COM UM MICROCOMPUTADOR (DVD OU PLACAS DE CAPTURA DE VÍDEO) SISTEMA DE GRAVAÇÃO DIGITAL COM UM MICROCOMPUTADOR (DVD OU PLACAS DE CAPTURA DE VÍDEO) Há vários tipos de sistemas de gravações digitais. Os mais baratos consistem de uma placa para captura de vídeo, que

Leia mais

Benefícios das Ortofotos Geradas a Partir das Imagens da ADS40 com Sensor SH52

Benefícios das Ortofotos Geradas a Partir das Imagens da ADS40 com Sensor SH52 Benefícios das Ortofotos Geradas a Partir das Imagens da ADS40 com Sensor SH52 Abstract As câmeras aéreas digitais são a mais avançada tecnologia de precisão para obtenção de imagens aerofotogramétricas.

Leia mais

Instrumentos Ópticos

Instrumentos Ópticos Instrumentos Ópticos Associação de Lentes. Lentes Justapostas: Lentes Justapostas Separação Nula. A lente equivalente à associação de duas lentes justapostas, apresenta vergência dada por: C res = C 1

Leia mais

Dia 21 (sábado de manhã, das 10 às 13h00) Saida para exterior Aula práctica de Fotografia num local a escolher)

Dia 21 (sábado de manhã, das 10 às 13h00) Saida para exterior Aula práctica de Fotografia num local a escolher) Local: Évora Hotel Av. Tulio Espanca, Apartado 93 Évora Tel: 266 403 315 Inscrições e Informações: Contactar Pedro Vilhena Site: Pedro Vilhena Fotografia Tm: 96 807 61 81 email: pedrovilhena.fotografo@gmail.com

Leia mais

Foco e profundidade de campo

Foco e profundidade de campo Foco e profundidade de campo Foco Quando tiramos uma foto queremos que nosso destaque, no geral, esteja nítido e visível. O foco pode ser manual ou automático. Manualmente você gira o anel da sua lente.

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. GINESTAL MACHADO Ano lec.2013-2014. Curso Profissional de Técnico de Multimédia. Planificação

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. GINESTAL MACHADO Ano lec.2013-2014. Curso Profissional de Técnico de Multimédia. Planificação ESCOLA SECUNDÁRIA DR. GINESTAL MACHADO Ano lec.2013-2014 Curso Profissional Técnico Multimédia Planificação Disciplina: Design, Comunicação e Audiovisuais Ano: 11º Conteúdos Objetivos Estratégias/Atividas

Leia mais

LUZ. Esses três elementos combinados permitem que o fotógrafo escolha como a imagem será feita.

LUZ. Esses três elementos combinados permitem que o fotógrafo escolha como a imagem será feita. FOTOGRAFIA LUZ A luz é o elemento primordial de uma imagem. Para ter controle na entrada de luz na câmera, o fotógrafo controla o ISO, a velocidade da cortina e o diafragma da lente. Esses três elementos

Leia mais

Eu não nasci de óculos!

Eu não nasci de óculos! A U A UL LA Eu não nasci de óculos! Enquanto Roberto conversa com Gaspar, Ernesto coloca os óculos de Roberto e exclama: - Puxa, estou enxergando tudo embaralhado. Tudo meio turvo! - É como você tivesse

Leia mais

LENTES ESFÉRICAS (LEI DE GAUSS)

LENTES ESFÉRICAS (LEI DE GAUSS) LENTES ESFÉRICAS (LEI DE GAUSS) 1. Um objeto real é colocado perpendicularmente ao eixo principal de uma lente convergente, de distância focal f. Se o objeto está a uma distância 3 f da lente, a distância

Leia mais

Formação de imagens por superfícies esféricas

Formação de imagens por superfícies esféricas UNIVESIDADE FEDEAL DO AMAZONAS INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS DEPATAMENTO DE FÍSICA Laboratório de Física Geral IV Formação de imagens por superfícies esféricas.. Objetivos:. Primeira parte: Espelho Côncavo

Leia mais

EXPERIMENTO N o 6 LENTES CONVERGENTES INTRODUÇÃO

EXPERIMENTO N o 6 LENTES CONVERGENTES INTRODUÇÃO EXPERIMENTO N o 6 LENTES CONVERGENTES INTRODUÇÃO Ao incidir em uma lente convergente, um feixe paralelo de luz, depois de passar pela lente, é concentrado em um ponto denominado foco (representado por

Leia mais

CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL COMPLETO

CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL COMPLETO CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL COMPLETO Módulos 1. Câmaras e Imagens Digitais. 2. Controlar a Exposição. 3. Controlar a Nitidez. 4. Captar Luz e Cor. 5. Compreender as Objectivas. 6. Fotografia com o Flash

Leia mais

Compreendendo os Efeitos da Projeção nas Imagens Aéreas

Compreendendo os Efeitos da Projeção nas Imagens Aéreas Compreendendo os Efeitos da Projeção nas Imagens Aéreas Introdução Com a atual popularização dos sistemas CAD, ficou muito fácil para usuários de cartografia carregarem um arquivo vetorial, oriundo de

Leia mais

Manual de Fotografia Digital

Manual de Fotografia Digital Manual de Fotografia Digital Abril 2008 Núcleo de Estágio de Informática Faculdade de Ciências da Universidade do Porto Escola Secundária Alberto Sampaio Índice Abril 2008... 1 Índice... 2 Guia de Fotografia

Leia mais

Artigo Opinião AEP /Novembro 2010 Por: Agostinho Costa

Artigo Opinião AEP /Novembro 2010 Por: Agostinho Costa Artigo Opinião AEP /Novembro 2010 Por: Agostinho Costa COMO ESTIMULAR A MUDANÇA NA SUA EMPRESA Parte II «O novo líder é aquele que envolve as pessoas na acção, que transforma seguidores em líderes, e que

Leia mais

EXERCÍCIOS EXTRAS LENTES

EXERCÍCIOS EXTRAS LENTES EXERCÍCIOS EXTRAS LENTES 1) Qual a lente que deve ser usada para a correção da miopia? 2) Como se poderia queimar uma folha seca, com gelo e sol? 3) Utilizando-se a luz solar e uma lente podemos queimar

Leia mais

Diâmetro da imagem da Lua = Distância focal / 110. Tabela 1- Diâmetro do disco lunar e campo coberto (filme de 35 mm) em função da distância focal.

Diâmetro da imagem da Lua = Distância focal / 110. Tabela 1- Diâmetro do disco lunar e campo coberto (filme de 35 mm) em função da distância focal. Fotografar a Lua Pedro Ré http://www.astrosurf.com/re A Lua é um dos objectos celestes mais fáceis de fotografar. É relativamente simples obter boas fotografias lunares recorrendo a equipamento pouco sofisticado.

Leia mais

Grupo: Ederson Luis Posselt Geovane Griesang Ricardo Cassiano Fagundes

Grupo: Ederson Luis Posselt Geovane Griesang Ricardo Cassiano Fagundes Curso: Ciências da computação Disciplina: Física aplicada a computação Professor: Benhur Borges Rodrigues Relatório experimental 05: Formação da imagem e propagação retilínea da luz; Medida da distância

Leia mais

dicas para fazer vídeos

dicas para fazer vídeos dicas para fazer vídeos idealista oferece a possibilidade de integrar vídeos num anúncio, utilizando as últimas tecnologias de streaming-vídeo, de um modo rápido e simples além do vídeo profissional, com

Leia mais

Tecnologias IXUS 210. Ecrã Táctil LCD PureColor II

Tecnologias IXUS 210. Ecrã Táctil LCD PureColor II Tecnologias IXUS 210 Interface Táctil Avançada A IXUS 210 inclui o ecrã táctil IXUS com a interface de utilizador mais avançada até hoje, proporcionando acesso ao menu principal da câmara, bem como ícones

Leia mais

Museu de Angra do Heroísmo 2008. Jorge A. Paulus Bruno. Paulo Lobão. Oficial Design. Paulo Lobão, Tristão F. Andrade

Museu de Angra do Heroísmo 2008. Jorge A. Paulus Bruno. Paulo Lobão. Oficial Design. Paulo Lobão, Tristão F. Andrade Produção Coordenação Museu de Angra do Heroísmo 2008 Jorge A. Paulus Bruno Conteúdos técnicos e fotografia Paulo Lobão Design Montagem Oficial Design Paulo Lobão, Tristão F. Andrade Apoio à montagem Augusto

Leia mais

Comprovação dos índices de refração

Comprovação dos índices de refração Comprovação dos índices de refração 1 recipiente de vidro; 1 bastão de vidro, e Glicerina. 1. Encha até a metade o recipiente com glicerina, depois basta afundar o bastão de vidro na glicerina e pronto!

Leia mais

de duas lentes convergentes associadas coaxialmente. A primeira está próxima do objeto, sendo

de duas lentes convergentes associadas coaxialmente. A primeira está próxima do objeto, sendo COLÉGIO MILITAR DE JUIZ DE FORA CMJF DISCIPLINA: Física 2 a Série Ensino Médio / 2007 Professor: Dr. Carlos Alessandro A. da Silva Notas de Aula: Instrumentos Ópticos e Óptica da Visão INSTRUMENTOS ÓPTICOS

Leia mais

SESC Petrolina 09, 10 e 11 de agosto de 2010. Marcus Ramos UNIVASF

SESC Petrolina 09, 10 e 11 de agosto de 2010. Marcus Ramos UNIVASF SESC Petrolina 09, 10 e 11 de agosto de 2010 Marcus Ramos UNIVASF Engenheiro elétrico (USP/82); Mestre em Sistemas Digitais (USP/91); Professor do curso de Engenharia de Computação da UNIVASF em Juazeiro-BA

Leia mais

CÂMERAS DE FILME 35mm BINÓCULOS

CÂMERAS DE FILME 35mm BINÓCULOS LEGENDA *. Às vezes a melhor imagem está muito próxima; outras vezes está muito distante. Você pode capturar ambas rapidamente com a ajuda da versátil função zoom. (*O número no ícone pode mudar para cada

Leia mais

No manual da webcam, ele descobriu que seu sensor de imagem tem dimensão total útil de 2

No manual da webcam, ele descobriu que seu sensor de imagem tem dimensão total útil de 2 1. (Ufsc 2015) Fotografar é uma arte que se popularizou com os celulares e se intensificou com as redes sociais, pois todos querem postar, publicar os seus registros, suas selfies. Talvez alguns celulares

Leia mais

Lentes de vidro comprimento focal fixo Para: - Focar - Ampliar a Imagem - Controlar a Intensidade de Iluminação Alteração da posição relativa entre o

Lentes de vidro comprimento focal fixo Para: - Focar - Ampliar a Imagem - Controlar a Intensidade de Iluminação Alteração da posição relativa entre o Lentes e Aberturas Lentes de vidro comprimento focal fixo Para: - Focar - Ampliar a Imagem - Controlar a Intensidade de Iluminação Alteração da posição relativa entre o conjunto de lentes Lentes Magnéticas

Leia mais

Comunicado de imprensa

Comunicado de imprensa Comunicado de imprensa Regresso da pequena e potente série PowerShot S Lisboa, 19 de Agosto de 2009: A Canon anuncia a PowerShot S90 marcando o regresso da série PowerShot S. A PowerShot S90 segue a tradição

Leia mais

O MELHOR PONTO DE VISTA. Texto e fotos: Paulo de Oliveira

O MELHOR PONTO DE VISTA. Texto e fotos: Paulo de Oliveira O MELHOR PONTO DE VISTA Texto e fotos: Paulo de Oliveira Foto 1 Passei alguns anos a vociferar pelo regulador de mergulho impropérios obscenos contra os malditos construtores de caixas estanques que nunca

Leia mais

CLUBE MILLENNIUM BCP CURSO DE INICIAÇÃO FOTOGRAFIA DIGITAL NIVEL 1

CLUBE MILLENNIUM BCP CURSO DE INICIAÇÃO FOTOGRAFIA DIGITAL NIVEL 1 CLUBE MILLENNIUM BCP CURSO DE INICIAÇÃO FOTOGRAFIA DIGITAL NIVEL 1 ENTIDADE FORMADORA ENTIDADE CERTIFICADA PELO IAPMEI STUDIO8A RUA LUCIANO FREIRE, Nº 8-A, 1600-143 LISBOA TELF. 217960007 STUDIO8A@GMAIL.COM

Leia mais

Antes de tudo fica aqui o aviso mais importante de todos os documentos relacionados com esta temática: este é um documento conceptual.

Antes de tudo fica aqui o aviso mais importante de todos os documentos relacionados com esta temática: este é um documento conceptual. PROJECTOR CASEIRO Antes de tudo fica aqui o aviso mais importante de todos os documentos relacionados com esta temática: este é um documento conceptual. Se não tem jeito para as pequenas ou grandes bricolages

Leia mais

Roteiro elaborado com base na documentação que acompanha o conjunto por: Osvaldo Guimarães PUC-SP

Roteiro elaborado com base na documentação que acompanha o conjunto por: Osvaldo Guimarães PUC-SP 1 Roteiro elaborado com base na documentação que acompanha o conjunto por: Osvaldo Guimarães PUC-SP Alguns experimentos de óptica básica Este item é composto por um conjunto de peças avulsas que permitem

Leia mais

Energético Burn 1. PALAVRAS CHAVE: Fotografia; Fotografia Publicitária, Energético.

Energético Burn 1. PALAVRAS CHAVE: Fotografia; Fotografia Publicitária, Energético. Energético Burn 1 Humberto Leopoldo P. CARDOSO FILHO 2 Tainá Claudino dos SANTOS 3 Anamaria TELES 4 Universidade Regional de Blumenau, FURB, Blumenau, SC RESUMO A fotografia aqui apresentada foi concebida

Leia mais

Reabilitação Sustentável

Reabilitação Sustentável Reabilitação Sustentável APRESENTAÇÃO 4 A empresa QUEM SOMOS 5 A nossa visão, missão e valores SOLUÇÕES 6 À sua medida REABILITAÇÃO SUSTENTÁVEL 7 O próximo desafio ARQUITETURA 8 Deixe que as suas ideias

Leia mais

Fotografia Digital Obtenção da Imagem e Impressão

Fotografia Digital Obtenção da Imagem e Impressão Fotografia Digital Obtenção da Imagem e Impressão 1 Diferenças entre o CCD e o Filme: O filme como já vimos, é uma película de poliéster, coberta em um dos lados por uma gelatina de origem animal com partículas

Leia mais

Característica K132 K220 K223 K112L K112H

Característica K132 K220 K223 K112L K112H Microscópios Possuem design ergonômico, ajustes coaxiais de fácil acesso e de alta precisão, foco ajustável, objetivas de excelente contraste que proporcionam imagens nítidas e claras. Os microscópios

Leia mais

ÓPTICA GEOMÉTRICA MENU DE NAVEGAÇÃO. LENTES ESFÉRICAS LENTES CONVERGENTES Elementos

ÓPTICA GEOMÉTRICA MENU DE NAVEGAÇÃO. LENTES ESFÉRICAS LENTES CONVERGENTES Elementos ÓPTICA GEOMÉTRICA MENU DE NAVEGAÇÃO Clique em um item abaixo para iniciar a apresentação LENTES ESFÉRICAS LENTES CONVERGENTES Elementos Propriedades Construção Geométrica de Imagens LENTES DIVERGENTES

Leia mais

Conceito Técnico de Fotografia

Conceito Técnico de Fotografia Fotografia Digital Conceito Técnico de Fotografia Fotografar é, por princípio, registrar a luz refletida pelo assunto (entende-se por assunto o que está sendo fotografado). Na câmara digital, como na convencional,

Leia mais

8 c o i s a s FOTOGRAFAR. Ana Flor www.anaflor.fot.br

8 c o i s a s FOTOGRAFAR. Ana Flor www.anaflor.fot.br 8 c o i s a s que vocêê precisa saber para FOTOGRAFAR Ana Flor www.anaflor.fot.br Introdução Esta apostila não pretende ser um manual de como ser um ótimo fotógrafo ou como usar sua câmera. Aqui você encontrará

Leia mais

CAPÍTULO 5: Fotografar o céu através de um telescópio

CAPÍTULO 5: Fotografar o céu através de um telescópio CAPÍTULO 5: Fotografar o céu através de um telescópio 5.1- Introdução No presente capítulo será abordada a fotografia através de telescópios. São descritos os principais tipos de telescópios, bem como

Leia mais

Guia para fotografar com pouca luz. Versão 1. Texto e fotografias de Christian Camilo. 2 Christian Camilo Camiloart.com 2015

Guia para fotografar com pouca luz. Versão 1. Texto e fotografias de Christian Camilo. 2 Christian Camilo Camiloart.com 2015 1 Christian Camilo Camiloart.com 2015 1 2 Guia para fotografar com pouca luz Versão 1 Texto e fotografias de Christian Camilo T 2 Christian Camilo Camiloart.com 2015 3 Índice FOTOGRAFANDO EM AMBIENTES

Leia mais

Forma de Captura de Imagens Digitais:

Forma de Captura de Imagens Digitais: Forma de Captura de Imagens Digitais: - Câmaras Digitais. -Videografia. - Scanner Normal. - Scanner plano B/P (tons de cinza). - Scanner plano Colorido. - Scanner plano profissional. - Scanner de tambor.

Leia mais

Partes da Câmara. Vantagens. Características mais Importantes. Especificações. Versão Portuguesa. Versão Portuguesa WWW.SWEEX.COM.

Partes da Câmara. Vantagens. Características mais Importantes. Especificações. Versão Portuguesa. Versão Portuguesa WWW.SWEEX.COM. Partes da Câmara JB000120 Sweex 3.2 Megapixel digital camera Frente Flash Visor de imagem Vantagens Câmara multi-funcional 5 em 1: Câmara digital com a possibilidade de efectuar gravações vídeo e áudio,

Leia mais

PRÁTICA 1: MICROSCOPIA DE LUZ

PRÁTICA 1: MICROSCOPIA DE LUZ PRÁTICA 1: MICROSCOPIA DE LUZ INTRODUÇÃO: O microscópio de luz é um aparelho que destina-se a observação de objetos muito pequenos, difíceis de serem examinados em detalhes a olho nu. O tipo de microscópio

Leia mais

Dica Profissional Equipamento Basico 149 q8 FINAL:Dica Profissional Equipamento Basico 149.qxd 3/2/2009 11:08 Página 70. O equipamento ideal

Dica Profissional Equipamento Basico 149 q8 FINAL:Dica Profissional Equipamento Basico 149.qxd 3/2/2009 11:08 Página 70. O equipamento ideal Dica Profissional Equipamento Basico 149 q8 FINAL:Dica Profissional Equipamento Basico 149.qxd 3/2/2009 11:08 Página 70 DICAS PROFISSIONAIS O equipamento ideal para se tornar um profissional Confira algumas

Leia mais

Todas as imagens Alexandre Ribeiro 60 DIGITAL PHOTOGRAPHER BRASIL

Todas as imagens Alexandre Ribeiro 60 DIGITAL PHOTOGRAPHER BRASIL 60 DIGITAL PHOTOGRAPHER BRASIL Todas as imagens Alexandre Ribeiro Aula prática com o leitor Macro e close-ups Nelson Paim explica um dos temas mais técnicos e reveladores da fotografia em uma aula prática

Leia mais

Rev.1 18.01.2013. Estantes cantoneira

Rev.1 18.01.2013. Estantes cantoneira 18.01.2013 Estantes cantoneira O sistema de estantes em cantoneira foi concebido para satisfazer as necessidades de armazenagem nas indústrias, oficinas, armazéns, etc, tendo em vista uma solução económica.

Leia mais

LENTES ESFÉRICAS Fórmula de Gauss

LENTES ESFÉRICAS Fórmula de Gauss LENTES ESFÉRICAS Fórmula de Gauss. (Unicamp 203) Um objeto é disposto em frente a uma lente convergente, conforme a figura abaixo. Os focos principais da lente são indicados com a letra F. Pode-se afirmar

Leia mais

Vivaldo Armelin Júnior

Vivaldo Armelin Júnior Vivaldo Armelin Júnior 2015 Neste módulo apresentamos uma solução para quem tem câmera compacta simples, que não permite imagens verdadeiramente macro e não possuem zoom óptico, o recorte. Introdução Não

Leia mais

MICROSCÓPIO DIGITAL ISM-PM200SA

MICROSCÓPIO DIGITAL ISM-PM200SA MICROSCÓPIO DIGITAL ISM-PM200SA suporte obter foto ajuste de intensidade da iluminação ajuste de foco ajuste de ampliação placa branca/preta Computador não incluso Pode-se obter fotos ou vídeos. Fornecido

Leia mais

Imagiologia de raios X planar

Imagiologia de raios X planar Universidade Técnica de Lisboa Instituto Superior Técnico Mestrado em Engenharia Biomédica Imagiologia de raios X planar Técnicas de Imagiologia Nuno Santos n.º 55746, dodgeps@hotmail.com Rúben Pereira

Leia mais

Pan osau r us. Cabeça Panorâmica para Tripé. Instruções de Montagem. (English Original Version) by Greg Rubottom www.gregwired.

Pan osau r us. Cabeça Panorâmica para Tripé. Instruções de Montagem. (English Original Version) by Greg Rubottom www.gregwired. Pan osau r us Cabeça Panorâmica para Tripé Instruções de Montagem (English Original Version) by Greg Rubottom www.gregwired.com Jan2008 (versão em Português) by Carlos Oliveira Nov2009 ---o--dedique algum

Leia mais

Cirurgia Minimamente Invasiva, agora totalmente ao seu alcance. Solução Completa em Videocirurgia de Alta Definição

Cirurgia Minimamente Invasiva, agora totalmente ao seu alcance. Solução Completa em Videocirurgia de Alta Definição Cirurgia Minimamente Invasiva, agora totalmente ao seu alcance Solução Completa em Videocirurgia de Alta Definição A Covidien é uma empresa dedicada em difundir a utilização de técnicas cirúrgicas minimamente

Leia mais

QUINTUS e QUINTUS ZOOM

QUINTUS e QUINTUS ZOOM EndoWorld MICRO 9 01/2013-PT QUINTUS e QUINTUS ZOOM Adaptador de TV de alto rendimento para microscópios cirúrgicos da Leica Microsystems QUINTUS e QUINTUS ZOOM Adaptador de TV de alto rendimento para

Leia mais