Com base na coleção bibliográfica do Professor José V. de Pina

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Com base na coleção bibliográfica do Professor José V. de Pina"

Transcrição

1 História BES BES História Newsletter do Centro de História Nº 2 JuLho-Setembro 2013 Comemoração dos 550 anos do nascimento de Giovanni Pico della Mirandola ( ) Coleção Biblioteca de Estudos Humanísticos / Pina Martins Com base na coleção bibliográfica do Professor José V. de Pina Martins ( ), a exposição patente de 18 de julho a 22 setembro de 2013 no Museu de Artes Decorativas da Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva pretende evocar a vida e a obra do pensador italiano, Giovanni Pico della Mirandola ( ) e dar a conhecer ao público parte do acervo da preciosa Biblioteca de Estudos Humanísticos, património do Banco Espírito Santo desde Nesta exposição apresentamos importantes edições dos séculos XV e XVI que testemunham o pensamento e a obra de um dos maiores humanistas, apesar da sua curta vida de 31 anos. Distinguiu-se como autor da Dignidade do Homem, texto essencial do pensamento humanista; das 900 teses sobre filosofia, matemática, cabala e magia, cuja discussão foi proibida pelo Papa Inocêncio VIII; da Apologia em defesa do cristianismo autêntico, influenciando o pensamento de Erasmo de Roterdão, Thomas More e Savonarola; do texto filosófico do Do ser e da unidade, propondo conciliar o pensamento de Platão e de Aristóteles; e do polémico tratado Contra a astrologia. Contamos com cinco edições raras das Opera de Pico della Mirandola, das onze edições publicadas da obra completa do pensador, a par das edições de textos avulsos e referências por parte de outros autores do Humanismo, bem como, uma mostra de raras edições de textos do sobrinho e discípulo, Giovanni Francesco Pico, meticuloso editor da obra completa do tio, no ano de 1496 e, autor da sua biografia. Índice BIBLIOTECA Opera omnia de Giovanni Pico della Mirandola ( ) A inovação dos produtos bancários e as primeiras campanhas publicitárias Dicionário Portugal antigo e moderno Novas aquisições ARQUIVO O fundo arquivístico do 1º Barão e Conde de Rendufe ( ) MUSEU Máquina de somar Burroughs Pólos museológicos

2 2

3 Opera omnia de Giovanni Pico della Mirandola na Biblioteca de Estudos Humanísticos biblioteca G iovanni Pico della Mirandola nasce em Mirandola a 24 de fevereiro de Da sua curta vida de pouco mais de 30 anos ficaram os testemunhos de alguns dos melhores textos filosóficos e teológicos do Humanismo europeu. Um dos seus mais próximos seguidores é o sobrinho Giovanni Francesco que reúne as obras completas do tio. A primeira edição desta Opera omnia data de 1496, impressa em Bolonha por Benedetto (di Ettore) Faelli e inclui como introdução a primeira biografia de Giovanni Pico escrita pelo sobrinho. O exemplar adquirido pelo Professor José V. de Pina Martins é descrito na sua obra Histórias de livros para a história do livro (Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2007) juntamente com o relato do encontro em janeiro de 1975 com Georges Heillbrun, um dos maiores livreiros antiquários de Paris. «Foi então que lhe perguntei se os Opera omnia de Pico della Mirandola estavam disponíveis: - Quero oferecer-me um presente como lembrança do meu doctorat d Etat na Sorbonne. Ele sorriu e disse-me: - Desejo também associar-me a esse presente. Pagará o preço que a obra tinha em Poderá colocar o incunábulo ao lado do retrato que adquiriu. Chamo, porém, a sua atenção para um pormenor. Verá no seu exemplar o local da impressão Bolonha e dará da edição princeps, embora se trate de uma edição tão rara como OPERA OMNIA, [1496] 300 x 210 mm; [ ] fls. BEH/5 a original. Os bibliófilos não estão de acordo entre si, mas o verdadeiro local de impressão deve ser Lyon e o ano não depois de Agradeci-lhe efusivamente. A partir desse dia o incunábulo com os Opera omnia de Giovanni Pico ficou no meu escritório, na estante à esquerda da minha mesa de trabalho» catálogo Exposição comemorativa dos 550 anos do nascimento de Giovanni Pico della Mirandola ( ) Edição BES - Centro de História À venda no Museu da Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva e na Livraria Ferin 3

4 CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO Anos 60 do século XX A inovação dos produtos bancários e as primeiras campanhas publicitárias 4 O Centro de História custodia em suporte papel e audiovisual diversos anúncios, cartazes e folhetos de campanhas publicitárias do Banco, que permitem testemunhar a diversificação da oferta de produtos bancários para a captação de novos clientes ao longo da sua história. Nos anos 60 opera-se uma profunda reestruturação dos serviços do Banco, de que é exemplo a criação e entrada em funcionamento do Centro Mecanográfico. Paralelamente, são criados os serviços de prospeção externa para a captação de depósitos de particulares, e disponibilizadas, em 1965, as pioneiras operações denominadas de Crédito Individual, há muito praticadas no estrangeiro e sucessivamente adotadas pela concorrência de então, enquanto que, dois anos mais tarde, surgem os cheques de viagem e os cheques bilhete- -postal, a par da inauguração do moderno sistema de pagamento de cheques. Enquanto que os cheques de viagem proporcionam aos clientes um meio de pagamento fácil, seguro e económico, numa época em que o turismo começa a afirmar-se como uma importante atividade económica em Portugal, o cheque bilhete-postal é um processo fiável, rápido e moderno de enviar quantias até 5 mil escudos para qualquer ponto do País. À semelhança do que ocorria em outros países, o lançamento destes produtos não tradicionais é sustentado por campanhas publicitárias que projetam não só os produtos, mas divulgam a imagem institucional e o seu core business. Embora desde a década de 30, o Banco Espírito Santo fizesse publicidade aos seus serviços, ainda que de um modo disperso e avulso, a partir de setembro de 1965 lança no mercado português um tipo de campanha publicitária totalmente inovadora, assente em três princípios estratégicos: processar-se dentro da ética, não se basear na angariação de depósitos e possuir uma qualidade correspondente ao nome e prestígio da instituição bancária, com inícios de atividade, em A primeira campanha adjudicada à agência de publicidade Zeigar Standard inicia-se no outono de 1965 com a chamada campanha do símbolo, que se traduz em anúncios em que consta apenas o novo símbolo do Banco. Meses depois, ao símbolo é associado o slogan da marca Seu companheiro no progresso, que persistiu durante largos anos até ser substituído por um outro que teve maior longevidade: Onde cada um conta mais do que a sua conta.

5 em destaque Portugal antigo e moderno : diccionario geographico, estatistico, chorographico, heraldico, archeologico, historico, biographico e etymologico de todas as cidades, villas e freguezias de Portugal e de grande numero de aldeias / Augusto Soares d Azevedo Barbosa de Pinho Leal 12 vols. Lisboa: Livraria Editora de Mattos Moreira & Companhia, Reeditada pela Barbosa & Xavier, Lda. - Artes Gráficas, 2006 Edição brochada e fac-similada 250,00 (Encontra-se à venda na Livraria Ferin, Lisboa) O Dicionário Portugal Antigo e Moderno, coligido por Augusto de Pinho Leal ( ), militar português e historiador constitui uma obra de referência para a história geográfica, corográfica e política nacional, com amplas vertentes para o estudo da nossa etnografia, genealogia, heráldica, lendas, usos e costumes. A sua publicação, organizada alfabeticamente em 12 volumes, por nome das cidades, vilas e freguesias de Portugal, inicia-se em 1873, sendo os dois últimos volumes coligidos após o falecimento de Pinho de Leal, em 1884, pelo abade de Miragaia, Pedro Augusto Ferreira. novas aquisições O esplendor da austeridade : Mil anos de empreendedorismo das Ordens e Congregações em Portugal: Arte, Cultura e Solidariedade dir. José Eduardo Franco, coord. Susana Os Paços do Concelho do Porto Fernando de Sousa; Joaquim Jaime B. Ferreira-Alves CEPESE - Centro de Estudos da População, Economia e Sociedade / Câmara Municipal do Porto, maio de 2012 Alves-Jesus; Augusto Borges; João Fontes Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 2011 The slave trade and the origins of international human rights law Jenny S. Martinez Oxford University Press, 2012 Revista de la Historia de la Economía y de la Empresa n.º Crisis Financieras en la Historia dir. José Víctor Arroyo Martín coord. Luis Mª Bilbao; Ramón Lanza BBVA - Archivo Histórico,

6 arquivo o fundo arquivístico do 1º Barão e Conde de Rendufe ( ) 6 O arquivo histórico do Banco Espírito Santo custodia diversos fundos arquivísticos com valor histórico e patrimonial de cariz familiar, de que é exemplo, o fundo de Simão da Silva Ferraz de Lima e Castro, 1º Barão de Rendufe e Conde de Rendufe (Porto, 1795-Bruxelas, 1857), presumivelmente pai de José Maria do Espírito Santo e Silva ( ), private banker e fundador do Grupo Banco Espírito Santo, cujas origens remontam a Filho do fidalgo da Casa Real e Comendador da Ordem de Cristo, Tomás da Silva Ferraz ( ) e de Ana Aurélia Ferraz de Lima e Castro ( ), Simão da Silva Ferraz de Lima e Castro, nasce no Porto, a 12 de maio de 1795 e é batizado a 28 de maio, sendo um dos seus padrinhos, Luís Pinto de Sousa, Ministro e Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros. Formado em Leis pela Universidade de Coimbra, em 1819, assume dois anos depois, o cargo de Corregedor do Crime do Bairro Alto, em Lisboa e, em 1823, o de Intendente Geral da Polícia da Corte e Reino, que exerce até Em 1824, e em reconhecimento pelas funções desempenhadas, é agraciado com os títulos de Barão de Rendufe e Fidalgo da Casa Real e, em 1825, Comendador da Ordem de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa. O seu percurso profissional caracteriza-se pela aliança entre a carreira política nacional,- com destaque para a de Deputado da Nação, Par do Reino e Senador -, e a diplomacia europeia, no qual desempenha a partir da década de 40 Oitocentista, as funções de Enviado Extraordinário e Ministro Plenipotenciário nas Cortes de Berlim, Madrid e Paris. A 10 de abril de 1849 casa-se no Castelo de Viviers, em Roeulx, perto de Bruxelas, com Émérence de Boudry, filha de Jean Baptiste de Boudry e de Marie Philippine-Ghislaine Joseph Gallier. A 13 de outubro de 1852 é agraciado com o título de Conde de Rendufe. Falece em Roeulx, a 16 de janeiro de 1857, sendo a cerimónia fúnebre celebrada sete Litografia do Conde de Rendufe. Gosman fils, Bruxelas Cód. Ref.: AHBES-AFSSFLC-0002 dias depois na Igreja de Saint Jacques-sur-Coudenberg e inumado em Mignault. O fundo arquivístico do século XIX, encontra-se organizado, descrito num sistema de gestão disponível na intranet, segundo as Normas do Conselho Internacional de Arquivos e os documentos digitalizados numa resolução mínima de 300 dpis, formatos JPEG e TIFF e, acondicionados por razões de preservação em caixas acid free. Do fundo subsistem diversos documentos avulsos, como correspondência enquanto Intendente Geral da Polícia, com membros do Ministério dos Negócios Estrangeiros, uma gravura e um quadro do nobre liberal (colecionados por Ricardo Ribeiro do Espírito Santo Silva, seu presumível neto), uma litografia e livro de ascendência familiar, bem como, cinco livros de correspondência adquiridos pelo

7 Banco Espírito Santo a um alfarrabista norte-americano, em Os livros manuscritos pelo Barão de Rendufe e encadernados a pele, compilam a correspondência oficial, enquanto testemunho da atividade diplomática ( ) e a correspondência particular ( ), expedida na sua maioria ao círculo de amigos e familiares sobre assuntos de gestão patrimonial. Para além da documentação manuscrita e iconográfica, o arquivo completa-se com a obra de sua autoria, Memoria sobre a organisação antiga e moderna do exercito prussiano pelo Barão de Renduffe, Par do Reino, enviado extraordinario e ministro plenipotenciario de sua magestade fidelissima, em Berlim, publicada por Ordem do Governo, em Lisboa, pela Imprensa Nacional, no ano de 1844 [73 pags.]. Em suma, a documentação aqui ilustrada constitui uma das principais fontes primárias para o projeto de investigação em curso do Centro de História, sob o tema - Um diplomata português nas cortes de Berlim, Madrid e Paris. O Barão de Rendufe, , a editar futuramente. Máquina de somar Burroughs museu William Seward Burroughs ( ), natural de Rochester, entrou para o Cayuga County National Bank of Auburn, Nova Iorque, após completar a sua formação. Como escriturário, passava longas horas em operações de somas. Após sete anos de trabalho bancário, no início dos anos 80 do século XIX, William S. Burroughs começa a trabalhar numa loja de máquinas e a investir na concepção de uma máquina de somar tendo a precisão como base do seu trabalho. Em 1886 é o fundador da American Arithmometer Company, que mais tarde se tornou na Burroughs Adding Machine Company (1904). A produção da sua firma teria sempre como principal cliente as instituições bancárias que procuravam modernizar os seus serviços. No Banco Espírito Santo e Comercial de Lisboa, a partir de finais dos anos 30 o investimento na compra de máquinas Burroughs para os sectores das Posições, Contabilidade e Juros pretendia aprefeiçoar os processos administrativos através do recurso a inovações tecnológicas de modo a corresponder às exigências da crescente clientela e negócios. Num artigo sobre o Banco Espírito Santo e Comercial de Lisboa publicado no Correio dos Açôres em 16 de julho de 1944, fazia-se uma viagem pelas instalações da sede na Rua do Comércio. A Secção de contabilidade contava com mais de sessenta empregados e «aqui a mecânica coopera activamente com a contabilidade. As numerosas Máquina de somar utilizada no Banco máquinas Burroughs desempenham um papel importante no serviço Espírito Santo e Comercial de Lisboa de expedição de letras, pois anotam a operação de remessa, mostrando automaticamente o saldo.» BES Museu Invº Marca Burroughs, E.U.A.,

8 pólos museológicos Rua do Comércio Grupo Cultural e Desportivo dos Trabalhadores do GBES painéis informativos da história do BES DGCS-CN Business Continuity Site - Carnaxide painéis informativos da história do BES DRH documentação histórica 8 Localização Rua do Comércio, n.º 109, 2.º Piso, Lisboa Horário Segunda a Sexta-feira, das 8:30 às 16:30 Telefone Fax Ext Esta Newsletter contêm informação privilegiada e/ou confidencial, destinada exclusivamente ao(s) destinatário(s). Não poderá revelar, copiar, distribuir ou de alguma forma usar o seu conteúdo Banco Espírito Santo, SA. Todos os Direitos Reservados DEO - Tagus Parque objetos do Museu BES

Museu de Artes Decorativas Portuguesas Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva Lisboa

Museu de Artes Decorativas Portuguesas Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva Lisboa Museu de Artes Decorativas Portuguesas Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva Lisboa 18 Museu de Artes Decorativas Portuguesas Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva APRESENTAÇÃO Instalado no Palácio

Leia mais

Acervos Patrimoniais: Novas Perspetivas e Abordagens CAM

Acervos Patrimoniais: Novas Perspetivas e Abordagens CAM Acervos Patrimoniais: Novas Perspetivas e Abordagens CAM De visita à Biblioteca do Professor José Mattoso: o que não sabemos e devemos saber Judite A. Gonçalves de Freitas FCHS-UFP Mértola- 16. Março.

Leia mais

Mestrado em Contabilidade, Fiscalidade e Finanças Empresariais. Edição 2009/2010. Cidade da Praia, Cabo Verde

Mestrado em Contabilidade, Fiscalidade e Finanças Empresariais. Edição 2009/2010. Cidade da Praia, Cabo Verde Mestrado em Contabilidade, Fiscalidade e Finanças Empresariais Edição 2009/2010 Cidade da Praia, Cabo Verde A ponte para o futuro Mestrado em Contabilidade, Fiscalidade e Finanças Empresariais Edição 2009/2010

Leia mais

OS FOTÓGRAFOS DA COMPANHIA AGRÍCOLA E COMERCIAL DOS VINHOS DO PORTO (AAF, SA.)

OS FOTÓGRAFOS DA COMPANHIA AGRÍCOLA E COMERCIAL DOS VINHOS DO PORTO (AAF, SA.) OS FOTÓGRAFOS DA COMPANHIA AGRÍCOLA E COMERCIAL DOS VINHOS DO PORTO (AAF, SA.) Paula Montes Leal e Carlos Jorge Barreira Arquivo Histórico da A. A. Ferreira No seguimento da comunicação apresentada ao

Leia mais

www.sef.pt O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras assinalou da Sede do Serviço no Tagus Park.

www.sef.pt O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras assinalou da Sede do Serviço no Tagus Park. NEWSLETTER 0 JULHO 2009 O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras assinalou a comemoração do seu 33º Aniversário com a inauguração das novas instalações da Sede do Serviço no Tagus Park. As novas instalações

Leia mais

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR. 2638 Diário da República, 1.ª série N.º 93 14 de Maio de 2008

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR. 2638 Diário da República, 1.ª série N.º 93 14 de Maio de 2008 2638 Diário da República, 1.ª série N.º 93 14 de Maio de 2008 4 Ratificar a decisão de início de procedimento e de escolha do procedimento prévio à contratação, bem como todos os actos procedimentais subsequentes

Leia mais

«BANCO DE BARCELOS» É de realçar que os bancos regionais em 1875, acomodavam 41% dos bancos instituídos em todo o Portugal.

«BANCO DE BARCELOS» É de realçar que os bancos regionais em 1875, acomodavam 41% dos bancos instituídos em todo o Portugal. «BANCO DE BARCELOS» O ano de 1919, foi um ano caraterizado por um grande alargamento da rede de agências do Banco Nacional Ultramarino. O aumento de redes operou-se por todo o continente português, incluindo

Leia mais

Eng.º José Pinto Leite

Eng.º José Pinto Leite Dia 27 de Maio Investimento e sustentabilidade Eng.º José Pinto Leite Programa Polis Congresso LIDER A 09 Sustentabilidade e o POLIS José Manuel Pinto Leite IST 27/05/2009 1 Sustentabilidade e o POLIS

Leia mais

Fundação Romi. Centro de Documentação

Fundação Romi. Centro de Documentação Fundação Romi Centro de Documentação Neste espaço os mais importantes períodos da história barbarense são pontuados, partindo dos povos primitivos, passando pela fundadora, a cana-de-açúcar, os impactos

Leia mais

Relatório de Gestão. Instituto Português de Corporate Governance

Relatório de Gestão. Instituto Português de Corporate Governance Actividades realizadas no exercício de : Publicação do Livro Corporate Governance - Reflexões I da Comissão Jurídica; Contratação de Jurista para Secretário-Executivo do IPCG, com funções de assistência

Leia mais

ENCICLOPÉDIA VERBO LUSO-BRASILEIRA DE CULTURA EDIÇÃO SÉCULO XXI

ENCICLOPÉDIA VERBO LUSO-BRASILEIRA DE CULTURA EDIÇÃO SÉCULO XXI ENCICLOPÉDIA VERBO LUSO-BRASILEIRA DE CULTURA EDIÇÃO SÉCULO XXI A Enciclopédia VERBO, Edição Século XXI constitui o mais formidável conjunto organizado de conhecimentos, culturais, científicos e outros,

Leia mais

Preâmbulo CAPÍTULO I. Disposições gerais. Artigo 1.º. Missão e atribuições

Preâmbulo CAPÍTULO I. Disposições gerais. Artigo 1.º. Missão e atribuições REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DO SINDICATO DOS MAGISTRADOS DO MINISTÉRIO PÚBLICO Preâmbulo A Biblioteca do Sindicato dos Magistrados do Ministério Público foi criada em 1974, data da fundação do próprio Sindicato.

Leia mais

Museu Nacional da Arte Antiga

Museu Nacional da Arte Antiga Museu Nacional da Arte Antiga Índice 1. Horários e localização: 2. Ingresso 3. História do museu 4. Informações acerca do museu 5. As 10 obras de referência do MNAA 6. Coleções 1 - Horário e Localização

Leia mais

O NOSSO TEMPO Uma História da Galp Energia. Uma edição de:

O NOSSO TEMPO Uma História da Galp Energia. Uma edição de: O NOSSO TEMPO Uma História da Galp Energia Uma edição de: Apresentação O livro O Nosso Tempo Uma História da Galp Energia traça o percurso da Galp Energia desde as suas origens até aos dias de hoje. Em

Leia mais

Cristiana Freitas Paulo Barreiro de Sousa Município de Ponte de Lima

Cristiana Freitas Paulo Barreiro de Sousa Município de Ponte de Lima Município de Ponte de Lima Agenda Breve resenha sobre a informatização dos serviços de informação do MPL Biblioteca, Arquivo e Museus; Abordagem integrada do património cultural a nível internacional;

Leia mais

Responsabilidade social nos arquivos da mobilidade e dos transportes. práticas institucionais de externalização cultural

Responsabilidade social nos arquivos da mobilidade e dos transportes. práticas institucionais de externalização cultural Responsabilidade social nos arquivos da mobilidade e dos transportes práticas institucionais de externalização cultural Nas organizações cuja missão e atribuições se concentram na prossecução e exercício

Leia mais

NAVEGAÇÃO, COMÉRCIO E RELAÇÕES POLÍTICAS: OS PORTUGUESES NO MEDITERRÂNEO OCIDENTAL (1385-1466)

NAVEGAÇÃO, COMÉRCIO E RELAÇÕES POLÍTICAS: OS PORTUGUESES NO MEDITERRÂNEO OCIDENTAL (1385-1466) TEXTOS UNIVERSITÁRIOS DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS NAVEGAÇÃO, COMÉRCIO E RELAÇÕES POLÍTICAS: OS PORTUGUESES NO MEDITERRÂNEO OCIDENTAL (1385-1466) Filipe Themudo Barata FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN JUNTA

Leia mais

CONCURSO DE FOTOGRAFIA "ENFERMAGEM É CULTURA"

CONCURSO DE FOTOGRAFIA ENFERMAGEM É CULTURA CONCURSO DE FOTOGRAFIA "ENFERMAGEM É CULTURA" A Escola Superior de Enfermagem São Francisco das Misericórdias encontra-se a desenvolver um projecto relacionado com o tema Enfermagem É Cultura, inserido

Leia mais

LEONARDO CAETANO DE ARAÚJO

LEONARDO CAETANO DE ARAÚJO LEONARDO CAETANO DE ARAÚJO O Conselheiro Leonardo Caetano de Araújo, nasceu em Parada de Gatim, Vila Verde (Braga), a 11 de Maio de 1818, quatro anos antes da independência do Brasil, e faleceu com 85

Leia mais

Cronologia do Mosteiro de S. Bento da Saúde

Cronologia do Mosteiro de S. Bento da Saúde Cronologia do Mosteiro de S. Bento da Saúde 1 1545 1563 Concílio de Trento. 2 1567 Fundação da Congregação de S. Bento no reino de Portugal. 3 1569 O Mosteiro beneditino de São Martinho de Tibães torna-se

Leia mais

Proteção de direitos e divulgação de arquivos

Proteção de direitos e divulgação de arquivos Electrónica ISCTE 31 janeiro 2012 Proteção de direitos e divulgação de arquivos Helena Simões Patrício Sumário 1. Introdução: a proteção de direitos em ambiente digital 3. Proteção de documentos de arquivo

Leia mais

TEMPO AO TEMPO, NO MUSEU HERING "TIME TO TIME" IN HERING'S MUSEUM. Em Blumenau, a história e as tradições são preservadas de muitas formas e

TEMPO AO TEMPO, NO MUSEU HERING TIME TO TIME IN HERING'S MUSEUM. Em Blumenau, a história e as tradições são preservadas de muitas formas e TEMPO AO TEMPO, NO MUSEU HERING "TIME TO TIME" IN HERING'S MUSEUM Marli Rudnik Em Blumenau, a história e as tradições são preservadas de muitas formas e uma delas é através do acervo e das exposições dos

Leia mais

A atividade é promovida pelo Agrupamento de Escolas Sidónio Pais e pela Câmara Municipal de Caminha

A atividade é promovida pelo Agrupamento de Escolas Sidónio Pais e pela Câmara Municipal de Caminha A atividade é promovida pelo Agrupamento de Escolas Sidónio Pais e pela Câmara Municipal de Caminha CAMINHA VAI ACOLHER COLÓQUIO INTERDISCIPLINAR DOS 150 ANOS DO NASCIMENTO DE LUCIANO PEREIRA DA SILVA

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Diário da República, 1.ª série N.º 82 28 de Abril de 2010 1461

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Diário da República, 1.ª série N.º 82 28 de Abril de 2010 1461 Diário da República, 1.ª série N.º 82 28 de Abril de 2010 1461 Através do Decreto -Lei n.º 212/2006, de 27 de Outubro (Lei Orgânica do Ministério da Saúde), e do Decreto -Lei n.º 221/2007, de 29 de Maio,

Leia mais

REGULAMENTO 1º PHOTO MUSEU DO VINHO BAIRRADA 2013 ÂMBITO E APLICAÇÃO

REGULAMENTO 1º PHOTO MUSEU DO VINHO BAIRRADA 2013 ÂMBITO E APLICAÇÃO REGULAMENTO 1º PHOTO MUSEU DO VINHO BAIRRADA 2013 ÂMBITO E APLICAÇÃO 1. O Photo Museu do Vinho Bairrada, organizado pela Autarquia de Anadia/Museu do Vinho da Bairrada, apresenta-se sob a forma de concurso

Leia mais

CURRICULUM VITAE 3. FORMAÇÃO PROFISSIONAL/OUTRAS HABILITAÇÕES

CURRICULUM VITAE 3. FORMAÇÃO PROFISSIONAL/OUTRAS HABILITAÇÕES CURRICULUM VITAE 1. IDENTIFICAÇÃO PESSOAL Nome Completo: Ricardo Miguel Salsinha Aniceto Morada Fiscal: Telheiro de São Vicente, nº24, 1100-594 LISBOA Data de Nascimento: 12/10/1981 Local de Nascimento:

Leia mais

Catarina Bernardina de (...) Cardozo, dos bens que ficaram por falecimento de seu marido e Pai, o Coronel Manuel José Cardozo

Catarina Bernardina de (...) Cardozo, dos bens que ficaram por falecimento de seu marido e Pai, o Coronel Manuel José Cardozo CASA DA BREIA A Casa da Breia situa-se no lugar da Breia, na freguesia de S. Paio de Jolda neste concelho de Arcos de Valdevez. Temos notícias da casa, como propriedade da família, através de um testamento

Leia mais

Anexo C. Estabelecimentos de Ensino Superior. Índice

Anexo C. Estabelecimentos de Ensino Superior. Índice Anexo C Estabelecimentos de Ensino Superior Índice Anexo C1 - Estabelecimentos de Ensino Superior: Situação em 1980...c.2 Anexo C2 - Estabelecimentos de Ensino Superior: Situação em 1990...c.4 Anexo C3

Leia mais

I CONCURSO DE FOTOGRAFIA SOBRE AGRICULTURA SUSTENTAVEL REGULAMENTO

I CONCURSO DE FOTOGRAFIA SOBRE AGRICULTURA SUSTENTAVEL REGULAMENTO E/27562/2012 I CONCURSO DE FOTOGRAFIA SOBRE AGRICULTURA SUSTENTAVEL 2012 REGULAMENTO ENQUADRAMENTO O I Concurso de Fotografia sobre Agricultura Sustentável é uma iniciativa da Câmara Municipal de Loures,

Leia mais

Um lugar de encontro...sempre!

Um lugar de encontro...sempre! Um lugar de encontro...sempre! Caro leitor e amigo, Em Novembro continuamos com um programa bastante diversificado, abrangendo várias faixas etárias e áreas temáticas. Destacamos as actividades para pais

Leia mais

Horários: 10h30 12h30 / 15h00 20h00 (com marcação prévia)

Horários: 10h30 12h30 / 15h00 20h00 (com marcação prévia) MUSEU DO CARRO ELÉTRICO Inaugurado em 1992, o Museu do Carro Elétrico nasceu da dedicação e voluntarismo de um pequeno grupo de entusiastas e apaixonados por este meio de transporte coletivo, impulsionados

Leia mais

Desenvolvimento. e Mudança Social Portugal nos últimos dois séculos. Homenagem a Míriam Halpem Pereira

Desenvolvimento. e Mudança Social Portugal nos últimos dois séculos. Homenagem a Míriam Halpem Pereira Desenvolvimento e Mudança Social Portugal nos últimos dois séculos Homenagem a Míriam Halpem Pereira José Vicente Serrão Magda de Avelar Pinheiro Maria de Fátima Sá e Melo Ferreira (organizadores) Imprensa

Leia mais

PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA

PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA 2015 CONSTITUIÇÃO DO JÚRI Joaquim Sérvulo Rodrigues Membro da Direcção da COTEC Portugal, Presidente do Júri; Carlos Brazão Director Sénior de Vendas

Leia mais

História BES. Iniciamos com este número a publicação da. historia@bes.pt. há 20 anos a preservar o património histórico do Grupo bes

História BES. Iniciamos com este número a publicação da. historia@bes.pt. há 20 anos a preservar o património histórico do Grupo bes História BES BES História Newsletter do Centro de História Nº 1 ABRIL-JUNHO 2013 há 20 anos a preservar o património histórico do Grupo bes por Carlos Alberto Damas Iniciamos com este número a publicação

Leia mais

O Arquivo de Ciência e Tecnologia

O Arquivo de Ciência e Tecnologia Encontro Arquivos Científicos 3 e 4 de julho de 2014 FCSH, Lisboa O Arquivo de Ciência e Tecnologia Paula Meireles Madalena Ribeiro O Arquivo de Ciência e Tecnologia 1. Projeto de tratamento e divulgação

Leia mais

Apresentação. Como usar a Biblioteca

Apresentação. Como usar a Biblioteca Apresentação A Biblioteca FAAP, constituída pela Biblioteca Central e Salas de Leitura localizadas nas unidades de Ribeirão Preto, São José dos Campos e Centro de Excelência, tem por finalidade fornecer

Leia mais

DESTAQUE BIBLIOGRÁFICO

DESTAQUE BIBLIOGRÁFICO DESTAQUE BIBLIOGRÁFICO OUTUBRO 2013 1 25 ANOS DE PORTUGAL EUROPEU 25 anos de Portugal europeu : a economia, a sociedade e os fundos estruturais / coord. Augusto Mateus; pref. António Barreto; rev. Hélder

Leia mais

1ª Secção 2ª secção 3ª Secção 4ª Secção 5ª Secção 6ª Secção 7ª Secção &LrQFLDVÃÃ $UWHVÃ HÃ )LORVRILDÃÃ 3RYRVÃÃ %LRJUDILDVÃ (SRSHLDVÃ 3UREOHPDVÃ GRÃ HÃ7pFQLFDVÃ /HWUDVÃ HÃ5HOLJL}HVÃ HÃFLYLO]Do}HVÃ +XPDQDVÃ

Leia mais

Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas - Comissão de História da Contabilidade -

Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas - Comissão de História da Contabilidade - Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas - Comissão de História da Contabilidade - VII ENCONTRO DE HISTÓRIA DA CONTABILIDADE Oração para a abertura do quinto curso da Aula do Comércio, por Alberto Jaqueri

Leia mais

9.ª EDIÇÃO 24 Fevereiro a 02 Março ORGANIZAÇÃO SINDICATO DOS JOGADORES PROFISSIONAIS DE FUTEBOL PRODUÇÃO RM PREMIUM EVENTS

9.ª EDIÇÃO 24 Fevereiro a 02 Março ORGANIZAÇÃO SINDICATO DOS JOGADORES PROFISSIONAIS DE FUTEBOL PRODUÇÃO RM PREMIUM EVENTS 9.ª EDIÇÃO 24 Fevereiro a 02 Março ORGANIZAÇÃO SINDICATO DOS JOGADORES PROFISSIONAIS DE FUTEBOL PRODUÇÃO RM PREMIUM EVENTS conceito O futebol, fonte de paixão e emoção, continua a potenciar extremismos

Leia mais

Casas-Museu dos Médicos em Portugal

Casas-Museu dos Médicos em Portugal Casas-Museu dos Médicos em Portugal O MÉDICO QUE SÓ SABE DE MEDICINA NEM DE MEDICINA SABE Prof. Doutor Abel Salazar AUGUSTO MOUTINHO BORGES, CLEPUL, Academia Portuguesa da História Apresentação Após a

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA Gestão Empresarial Internacional e Diplomacia Económica International Management and Economic Diplomacy 2 O aumento das exportações

Leia mais

Estação de Aveiro. 1 http://www.trainlogistic.com

Estação de Aveiro. 1 http://www.trainlogistic.com Estação de Aveiro 1 http://www.trainlogistic.com A Estação Ferroviária de Aveiro, também conhecida como Estação de Aveiro, é uma interface ferroviária da Linha do Norte, que serve a localidade de Aveiro,

Leia mais

Newsletter LIGA DOS COMBATENTES. Forte do Bom Sucesso e Museu do Combatente. Exmo(a). Sr(a). Bem-vindo à nossa newsletter mensal FBS

Newsletter LIGA DOS COMBATENTES. Forte do Bom Sucesso e Museu do Combatente. Exmo(a). Sr(a). Bem-vindo à nossa newsletter mensal FBS Newsletter LIGA DOS COMBATENTES Exmo(a). Sr(a). Bem-vindo à nossa newsletter mensal FBS De 7 a 10 de Junho de 2013, a Liga dos Combatentes programou a Semana de Portugal no Museu do Combatente e Forte

Leia mais

Gestão Bancária Gestão e Sistemas de Informação

Gestão Bancária Gestão e Sistemas de Informação Gestão Bancária Gestão e Sistemas de Informação O Instituto Superior de Gestão Bancária (ISGB) é um estabelecimento de ensino superior dirigido preferencialmente às necessidades de todo o Setor Financeiro.

Leia mais

PROJETO BIBLIOTECA VIRTUAL-DIGITAL

PROJETO BIBLIOTECA VIRTUAL-DIGITAL GOVERNO DO ESTADO DO EspíRITO SANTO SECRETARIA DE ESTADO DE ECONOMIA E PLANEJAMENTO - SEP INSTITUTO JONES DOS SANTOS NEVES PROJETO BIBLIOTECA VIRTUAL-DIGITAL Vitória, 2011 GOVERNO DO ESTADO DO EspíRITO

Leia mais

PLANO DE MARKETING. Trabalho realizado por: Vera Valadeiro, nº20. TAG 4/2010 17 Valores

PLANO DE MARKETING. Trabalho realizado por: Vera Valadeiro, nº20. TAG 4/2010 17 Valores 0366 PLANO DE MARKETING Trabalho realizado por: Vera Valadeiro, nº20 TAG 4/2010 17 Valores Índice Introdução Diagnóstico Análise do Mercado Análise da Concorrência Análise da Empresa Análise SWOT Objectivos

Leia mais

JORGE BORGES DE MACEDO (1921-1996) Por Álvaro Costa de Matos 1. 1. Bibliografia activa essencial

JORGE BORGES DE MACEDO (1921-1996) Por Álvaro Costa de Matos 1. 1. Bibliografia activa essencial JORGE BORGES DE MACEDO (1921-1996) Por Álvaro Costa de Matos 1 1. Bibliografia activa essencial É vastíssima a obra de Jorge Borges de Macedo. Ao todo engloba aproximadamente 400 títulos, ou talvez mais

Leia mais

Breve Apontamento Biográfico

Breve Apontamento Biográfico Breve Apontamento Biográfico José Rodrigues de Sucena No 80º. Aniversário do seu Falecimento 15.Abril.2005 Conde de Sucena. Quem foi? O que fez? Quando? Serão perguntas que as próximas gerações farão,

Leia mais

BRASIL: O ENSINO SUPERIOR ÀS PRIMEIRAS UNIVERSIDADES COLÔNIA IMPÉRIO PRIMEIRA REPÚBLICA

BRASIL: O ENSINO SUPERIOR ÀS PRIMEIRAS UNIVERSIDADES COLÔNIA IMPÉRIO PRIMEIRA REPÚBLICA BRASIL: O ENSINO SUPERIOR ÀS PRIMEIRAS UNIVERSIDADES COLÔNIA IMPÉRIO PRIMEIRA REPÚBLICA Tânia Regina Broeitti Mendonça 1 INTRODUÇÃO: Os espanhóis fundaram universidades em seus territórios na América desde

Leia mais

Certificado do registo criminal (pessoas singulares)

Certificado do registo criminal (pessoas singulares) Certificado do registo criminal (pessoas singulares) 1. Quem pode pedir um certificado do registo criminal? a) O próprio; b) Os ascendentes, relativamente a descendentes menores, ausentes do país ou impossibilitados

Leia mais

A obra de Joaquim Manuel de Macedo através de anúncios do Jornal do Comércio do Rio de Janeiro.

A obra de Joaquim Manuel de Macedo através de anúncios do Jornal do Comércio do Rio de Janeiro. A obra de Joaquim Manuel de Macedo através de anúncios do Jornal do Comércio do Rio de Janeiro. Resumo: Doutoranda Juliana Maia de Queiroz 1 (UNICAMP). Em 1868, Joaquim Manuel de Macedo publicou o romance

Leia mais

Joana Margarida Gonçalo Ferreira de Oliveira

Joana Margarida Gonçalo Ferreira de Oliveira Curriculum Vitae Joana Margarida Gonçalo Ferreira de Oliveira Dados pessoais Morada: Rua Dona Estefânia nº 3, 4º. 1150-129 Lisboa Contactos: 91 4359997 jmgfoliveira@hotmail.com Local e data de nascimento:

Leia mais

PROPIEDADE INTELECTUAL NA INTERNET

PROPIEDADE INTELECTUAL NA INTERNET PROPIEDADE INTELECTUAL NA INTERNET Fundação Calouste Gulbenkian. Lisboa 2 de dezembro (09h-14h) Carlos Guervós Maíllo (Moderador) Subdirector General de Propiedad Intelectual (Secretaría de Estado de Cultura)

Leia mais

Instituto de Cooperação Científica e Tecnológica Internacional

Instituto de Cooperação Científica e Tecnológica Internacional Registo de autoridade arquivística Instituto de Cooperação Científica e Tecnológica Internacional Identificação Tipo de entidade Entidade coletiva Forma autorizada do nome Instituto de Cooperação Científica

Leia mais

ARTEBR EXPOSIÇÃO DE FERNANDO VILELA CIDADES GRÁFICAS

ARTEBR EXPOSIÇÃO DE FERNANDO VILELA CIDADES GRÁFICAS ARTEBR EXPOSIÇÃO DE FERNANDO VILELA CIDADES GRÁFICAS A empresa ARTEBR desenvolve projetos em arte, educação e literatura para diversas instituições culturais brasileiras. Atua nas áreas de consultoria

Leia mais

ESPAÇOS E ACTORES DA CIÊNCIA EM PORTUGAL (XVIII-XX)

ESPAÇOS E ACTORES DA CIÊNCIA EM PORTUGAL (XVIII-XX) ESPAÇOS E ACTORES DA CIÊNCIA EM PORTUGAL (XVIII-XX) C O O R D E N A Ç ÃO Maria Fernanda Rollo Maria de Fátima Nunes Madalena Esperança Pina Maria Inês Queiroz SUMÁRIO INTRODUÇÃO 7 ESPAÇOS E ACTORES: LUGARES

Leia mais

FUNDAÇÃO PATRIMÔNIO HISTÓRICO DA ENERGIA E SANEAMENTO MUSEU DA ENERGIA DE ITU EDITAL DE CAPTAÇÃO DE PROJETOS PARA VISITAÇÃO AO MUSEU DA ENERGIA DE ITU

FUNDAÇÃO PATRIMÔNIO HISTÓRICO DA ENERGIA E SANEAMENTO MUSEU DA ENERGIA DE ITU EDITAL DE CAPTAÇÃO DE PROJETOS PARA VISITAÇÃO AO MUSEU DA ENERGIA DE ITU FUNDAÇÃO PATRIMÔNIO HISTÓRICO DA ENERGIA E SANEAMENTO MUSEU DA ENERGIA DE ITU EDITAL DE CAPTAÇÃO DE PROJETOS PARA VISITAÇÃO AO MUSEU DA ENERGIA DE ITU Ano: 2015 Edital nº 01/2015 Temas: energia elétrica;

Leia mais

MEU FATOR DE SUCESSO A essência do seu trabalho PLANO DE CARREIRA E VANTAGENS

MEU FATOR DE SUCESSO A essência do seu trabalho PLANO DE CARREIRA E VANTAGENS MEU FATOR DE SUCESSO A essência do seu trabalho PLANO DE CARREIRA E VANTAGENS Seja Bem Vinda! Em 1995 quando ao lado da minha família idealizei a Fator 5, tinha a meu favor a minha força de vontade, minha

Leia mais

«Concurso Jovem Agricultor Português»

«Concurso Jovem Agricultor Português» «Concurso Jovem Agricultor Português» Como já é tradição, desde há muito, que a Caixa não descura a intenção de apoiar e estimular a economia nacional, assim como outras áreas de interesse, mostrando com

Leia mais

Preâmbulo. José Vieira de Carvalho nasceu no lugar de Crestins, Freguesia de Moreira da Maia, em 18 de Abril de 1938.

Preâmbulo. José Vieira de Carvalho nasceu no lugar de Crestins, Freguesia de Moreira da Maia, em 18 de Abril de 1938. BOLSA DE ESTUDO PROF. DOUTOR JOSÉ VIEIRA DE CARVALHO REGULAMENTO Preâmbulo José Vieira de Carvalho nasceu no lugar de Crestins, Freguesia de Moreira da Maia, em 18 de Abril de 1938. Licenciou-se em Ciências

Leia mais

«O TEMPO DA MÁQUINA DE ESCREVER»

«O TEMPO DA MÁQUINA DE ESCREVER» «O TEMPO DA MÁQUINA DE ESCREVER» Sobre a coleção de máquinas de escrever da Caixa Geral de Depósitos A Máquina de Escrever marcou um período importante na história da tecnologia e a sua evolução foi uma

Leia mais

O Mapa de Referência sobre o Plano de Contas de Pedido de Apoio Financeiro. Versão (Fevereiro de 2013)

O Mapa de Referência sobre o Plano de Contas de Pedido de Apoio Financeiro. Versão (Fevereiro de 2013) O Mapa de Referência sobre o Plano de Contas de Pedido de Apoio Financeiro Versão (Fevereiro de 2013) Índice 1. O mapa de referência destinado ao ponto 4.1 do impresso Requerimento de Apoio Financeiro

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA

CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA DIRECÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA GRUPO DE TRABALHO PARA AS COMEMORAÇÕES MUNICIPAIS DO CENTENÁRIO DA REPÚBLICA PLANO DE ACTIVIDADES (2010) Lisboa, Dezembro de 2009 1 Comemorações

Leia mais

05newsletter VISEUNOVO SRU. VISEU NOVO, SRU Sociedade de Reabilitação Urbana de Viseu... MARÇO 2015

05newsletter VISEUNOVO SRU. VISEU NOVO, SRU Sociedade de Reabilitação Urbana de Viseu... MARÇO 2015 05newsletter VISEU NOVO, SRU Sociedade de Reabilitação Urbana de Viseu... MARÇO 2015 VISEUNOVO SRU Viseu Novo, SRU Sociedade de Reabilitação Urbana de Viseu Morada Casa do Miradouro Largo António José

Leia mais

PATRIMÔNIO EM PROSA E VERSO: a correspondência de Rodrigo Melo Franco de Andrade para Augusto Meyer. Laura Regina Xavier

PATRIMÔNIO EM PROSA E VERSO: a correspondência de Rodrigo Melo Franco de Andrade para Augusto Meyer. Laura Regina Xavier PATRIMÔNIO EM PROSA E VERSO: a correspondência de Rodrigo Melo Franco de Andrade para Augusto Meyer Laura Regina Xavier Justificativa Escolhemos o tema Patrimônio, tendo em vista a nossa realidade profissional,

Leia mais

Objetivos. Página - 2

Objetivos. Página - 2 Índice Índice... 1 Objetivos... 2 Configurações... 3 Cadastro de Bancos... 3 Plano de Contas... 3 Conta Corrente... 4 Instruções Bancárias... 6 Portadores Bancários... 7 Cadastro de Clientes... 8 Boletos...

Leia mais

12CNG CONGREssO NaCiONal de GEOtECNia GUIMArães 2010

12CNG CONGREssO NaCiONal de GEOtECNia GUIMArães 2010 26 A 29 de abril. GUIMARãES 2010 geotecnia e desenvolvimento sustentável Convite A Sociedade Portuguesa de Geotecnia (SPG) e o Departamento de Engenharia Civil da Universidade do Minho (DEC-UM) têm a honra

Leia mais

Desejamos a todos um excelente ano letivo!

Desejamos a todos um excelente ano letivo! O Museu Municipal de Loulé apresenta o programa Visita Brincando, para o ano letivo 2014/2015. Este programa é construído em torno do nosso Património Cultural e pretende contribuir para despertar o olhar,

Leia mais

MUNICÍPIO DE FIGUEIRÓ DOS VINHOS

MUNICÍPIO DE FIGUEIRÓ DOS VINHOS 1 Missão da Biblioteca Os princípios orientadores da Biblioteca Municipal Simões de Almeida (tio) têm como base o Manifesto da UNESCO sobre as Bibliotecas Públicas, pelo que no cumprimento da sua missão

Leia mais

MAIS HUMANAS! Quanto eu devo pagar - Para utilizar nossa estrutura, o instrutor além de não pagar, ainda recebe 60% pelos cursos vendidos

MAIS HUMANAS! Quanto eu devo pagar - Para utilizar nossa estrutura, o instrutor além de não pagar, ainda recebe 60% pelos cursos vendidos Cursos humanizados - A Educar e Transformar se dedica ao sonho de gerar cursos para lideranças profissionais de recursos humanos, com mentalidade de humanização na administração, cursos para líderes, motivação,

Leia mais

FONTES PRIMÁRIAS SOBRE A HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL: BOLETINS E CIRCULARES DO APOSTOLADO POSITIVISTA (1881-1927) APRESENTAÇÃO

FONTES PRIMÁRIAS SOBRE A HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL: BOLETINS E CIRCULARES DO APOSTOLADO POSITIVISTA (1881-1927) APRESENTAÇÃO FONTES PRIMÁRIAS SOBRE A HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL: BOLETINS E CIRCULARES DO APOSTOLADO POSITIVISTA (1881-1927) APRESENTAÇÃO João Carlos da Silva 1 A produção da IPB reúne uma farta publicação de

Leia mais

Prof. Lucas Santiago

Prof. Lucas Santiago Classificação e Tipos de Sistemas de Informação Administração de Sistemas de Informação Prof. Lucas Santiago Classificação e Tipos de Sistemas de Informação Sistemas de Informação são classificados por

Leia mais

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Junho 2009

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Junho 2009 Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Junho 2009 O papel do private equity na consolidação do mercado imobiliário residencial Prof. Dr. Fernando Bontorim Amato O mercado imobiliário

Leia mais

GUIA PARA COMPRA ONLINE

GUIA PARA COMPRA ONLINE GUIA PARA COMPRA ONLINE www.tipsal.pt QUEM SOMOS A TIPSAL - Técnicas Industriais de Protecção e Segurança, Lda foi fundada em 1980. Somos uma empresa de capitais exclusivamente nacionais com sede social

Leia mais

PARECER Nº 13/2009 1- APRESENTAÇÃO

PARECER Nº 13/2009 1- APRESENTAÇÃO PARECER Nº 13/2009 Manifesta-se sobre a declaração de interesse público e social do acervo de Abdias Nascimento, sob a guarda do Instituto de Pesquisas e Estudos Afro-Brasileiros - IPEAFRO 1- APRESENTAÇÃO

Leia mais

Junta de Freguesia de Reguengos de Monsaraz

Junta de Freguesia de Reguengos de Monsaraz Junta de Freguesia de Reguengos de Monsaraz Arquivo Histórico Acessibilidade: Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz Arquivo Municipal 7200-370 Reguengos de Monsaraz Telefone: 266 508 040 Fax: 266 508

Leia mais

Todas as ações de formação terão lugar na sede da empresa.

Todas as ações de formação terão lugar na sede da empresa. Luis Pavão Limitada Rua Rafael Andrade, 29-1150-274 Lisboa Telefone e Fax 21 812 68 45 Site: www.lupa.com.pt Correio eletrónico para inscrições: mariamm@lupa.com.pt Plano de Ações de Formação Todas as

Leia mais

Escolas de Pentatlo Moderno

Escolas de Pentatlo Moderno Escolas de Pentatlo Moderno ÍNDICE O que é o franchising PENTAKID? 3 Serviços PENTAKID 5 Marketing 6 Recursos Humanos 7 Financiamento 8 Processo de aquisição 9 Ficha técnica 10 Carta de resposta 11 2 O

Leia mais

fundação Vitor e Graça Carmona e Costa RELATÓRIO DE ACTIVIDADES

fundação Vitor e Graça Carmona e Costa RELATÓRIO DE ACTIVIDADES RELATÓRIO DE ACTIVIDADES EXERCÍCIO DE 2011 ACTIVIDADE DESENVOLVIDA EXERCÍCIO DE 2011 Este exercício de 2011 é o décimo quinto ano de actividade da Fundação Carmona e Costa, que continuou o seu trabalho

Leia mais

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE ESPINHO - INSTITUIÇÕES ADERENTES E RESPECTIVOS CONTACTOS -

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE ESPINHO - INSTITUIÇÕES ADERENTES E RESPECTIVOS CONTACTOS - CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE ESPINHO - INSTITUIÇÕES ADERENTES E RESPECTIVOS CONTACTOS - Data da última atualização: maio 2015 1 Agrupamento de Centros de Saúde do Grande Porto IX - Espinho/Gaia (ACES

Leia mais

Regulamento CONCURSO: A Biodiversidade da minha Cidade 2012. Regulamento de concurso - 2012. 1 - Entidade Promotora. 2 Objectivo

Regulamento CONCURSO: A Biodiversidade da minha Cidade 2012. Regulamento de concurso - 2012. 1 - Entidade Promotora. 2 Objectivo CONCURSO: A Biodiversidade da minha Cidade 2012 Regulamento 1 - Entidade Promotora O Concurso A Biodiversidade na Minha Cidade é uma iniciativa da Câmara Municipal de Gouveia, que conta com a colaboração

Leia mais

HISTORIADORES DE MIRANDELA A História é o estudo da acção humana ao longo do tempo através concomitantemente do estudo dos processos e dos eventos ocorridos no passado. Por metonímia, o conjunto destes

Leia mais

COMUNICAÇÃO DA ACÇÃO DE FORMAÇÃO

COMUNICAÇÃO DA ACÇÃO DE FORMAÇÃO COMUNICAÇÃO DA ACÇÃO DE FORMAÇÃO Data 3 de Novembro a 15 de Dezembro de 2015 Ação de formação Área temática Cód. Ref. Formadores Horário INTRODUÇÃO À ARQUIVÍSTICA Gestão Documental S16 Helena Neves / Rui

Leia mais

David Sampaio Dias Barbosa

David Sampaio Dias Barbosa David Sampaio Dias Barbosa Morada institucional Universidade Católica Portuguesa CEHR - Universidade Católica Portuguesa - Palma de Cima 2649-023 Lisboa PORTUGAL Formação académica 1972 - Licenciatura

Leia mais

1 Newsletter. Março-Maio 2015 RUA SOAR DE CIMA ( MUSEU ALMEIDA MOREIRA) 3500-211 VISEU

1 Newsletter. Março-Maio 2015 RUA SOAR DE CIMA ( MUSEU ALMEIDA MOREIRA) 3500-211 VISEU 1 Newsletter 1. Quem Somos 2. Objetivos 3. Os Parceiros 4. Inauguração do Gabinete de Apoio - BEIRA AMIGA 5. Visita ao Gabinete de Inserção Profissional (da UGT) 6. Participação no Brainstorming Setorial

Leia mais

Biblioteca Ramiro da Silva Oliveira

Biblioteca Ramiro da Silva Oliveira Biblioteca Ramiro da Silva Oliveira Bibliotecária Juliana Ribeiro de Campos Solla CRB-8 201/2013 Provisório Horário de Atendimento de segunda a sexta-feira das 8:00 h às 12:00 h e das 17:00 h às 21:00

Leia mais

Figura 14 Barão de Viana Autor José Antonio da Cunha Couto Óleo sobre tela, 65 x 54 cm Museu de Arte da Bahia

Figura 14 Barão de Viana Autor José Antonio da Cunha Couto Óleo sobre tela, 65 x 54 cm Museu de Arte da Bahia 42 Couto foi possuidor de uma obra pictórica extensa, sendo o retratista que mais produziu em seu tempo, conhecido pelo colorido e pelas expressões fisionômicas dos seus retratos 12. Em Alves (1976, p.59),

Leia mais

um filme para o público universitário

um filme para o público universitário um filme para o público universitário «Este filme é um documentário valiosíssimo do passado, do presente e do futuro. Assume uma linguagem universal criando espaço para que o espectador reflicta e crie

Leia mais

Gabinete do Governador e dos Conselhos

Gabinete do Governador e dos Conselhos Discurso do Governador do Banco de Cabo Verde, Carlos Burgo, no acto de inauguração da nova agência do Banco Africano de Investimento no Plateau, Cidade da Praia, 5 de Fevereiro de 2010. 1 Exmo. Sr. Presidente

Leia mais

Lei do ICMS São Paulo Lei 12.268 de 2006

Lei do ICMS São Paulo Lei 12.268 de 2006 Governo do Estado Institui o Programa de Ação Cultural - PAC, e dá providências correlatas. O GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Faço saber que a Assembléia Legislativa decreta e eu promulgo a seguinte

Leia mais

Amares Anos 60 Festas de S. António Foto Kim Amares Amares na actualidade Arquivo BE ESA

Amares Anos 60 Festas de S. António Foto Kim Amares Amares na actualidade Arquivo BE ESA Amares Anos 60 Festas de S. António Foto Kim Amares Amares na actualidade Arquivo BE ESA Meio século pode ser um tempo relativamente curto em termos históricos, mas é um tempo suficiente para provocar

Leia mais

RARIDADES BIBLIOGRÁFICAS

RARIDADES BIBLIOGRÁFICAS RARIDADES BIBLIOGRÁFICAS As obras abaixo indicadas podem ser adquiridas e enviadas contra reembolso, após encomenda para palacio.vilavicosa@fcbraganca.pt ou Fax 268 989 808 ABRANTES, Ventura Ledesma, 1883-1956

Leia mais

Monumento ao Pescador, Costa da Caparica, 1985

Monumento ao Pescador, Costa da Caparica, 1985 Monumento ao Pescador, Costa da Caparica, 1985 Mural em Baixo-relevo, Casa Mortuária de Alhos Vedros, 1986 Monumento ao Bombeiro, Sines, 1992 Viagem, Almada, 1994 Um Olhar Sobre o Rio, Área de serviço

Leia mais

Regulamento da Acção Promocional Passatempo Ganhe uma experiência com os Hair Stylists TRESemmé

Regulamento da Acção Promocional Passatempo Ganhe uma experiência com os Hair Stylists TRESemmé Regulamento da Acção Promocional Passatempo Ganhe uma experiência com os Hair Stylists TRESemmé 1- Entidade responsável pela campanha A Unilever Jerónimo Martins, Lda., com sede no Largo Monterroio Mascarenhas,

Leia mais

Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX

Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX Reconstituição virtual do Mosteiro de Stª Mª de Seiça nos meados do século XIX Occidente Revista Illustrada de Portugal e do Estrangeiro, nº 317, 11 Outubro 1887 Encontros de Cultura e Património Mosteiro

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE PARTICIPAÇÃO

CONDIÇÕES GERAIS DE PARTICIPAÇÃO No ano de 2015 em que o PCG PLANETÁRIO CALOUSTE GULBENKIAN celebra o seu quinquagésimo aniversário, irá decorrer a exposição 50 Anos, 50 Artistas Um olhar sobre o Planetário regulada pelo presente diploma.

Leia mais

SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE 2ª DIVISÃO, 8ª SECÇÃO

SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE 2ª DIVISÃO, 8ª SECÇÃO DIRECÇÃO DE CULTURA E HISTÓRIA MILITAR ARQUIVO HISTÓRICO MILITAR SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE 2ª DIVISÃO, 8ª SECÇÃO INVENTÁRIO DE DOCUMENTOS Lisboa 2007 FICHA TÉCNICA: Direcção de Cultura e História Militar Arquivo

Leia mais

CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO em Administração e Gestão de Serviços de Saúde ESEnfCVPOA Mestre Fernanda Príncipe

CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO em Administração e Gestão de Serviços de Saúde ESEnfCVPOA Mestre Fernanda Príncipe Curso Coordenação Direção CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO em Administração e Gestão de Serviços de Saúde ESEnfCVPOA Mestre Fernanda Príncipe ESEnfCVPOA Mestre Henrique Pereira Código: 3451 Descrição Objetivos Destinatários

Leia mais

ARTEBR LIVRO SABORES DO BRASIL

ARTEBR LIVRO SABORES DO BRASIL ARTEBR LIVRO SABORES DO BRASIL A empresa ARTEBR desenvolve projetos em arte, educação e literatura para diversas instituições culturais brasileiras. Atua nas áreas de consultoria e assessoria em arte e

Leia mais