...Alzheimer. Newsletter Labialfarma. Quando o tempo nos deixa recordar as memórias de uma vida, roubam-nos essa capacidade

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "...Alzheimer. Newsletter Labialfarma. Quando o tempo nos deixa recordar as memórias de uma vida, roubam-nos essa capacidade"

Transcrição

1 Newsletter Labialfarma Newsletter n 2 Fevereiro 2011 Quando o tempo nos deixa recordar as memórias de uma vida, roubam-nos essa capacidade O que é a Doença de Alzheimer? Também conhecida como Mal de Alzheimer, a Doença de Alzheimer é uma doença crónica, irreversível e progressiva que provoca a deterioração de diversas funções cognitivas: memória, atenção, concentração, linguagem, aptidões físicas e comportamentais. SUGESTÕES LABIALFARMA Fosfatidilserina Ómega 3 Polifenóis Ginkgo biloba Huperzia A Vitaminas do Complexo B Cafeína...Alzheimer saiba mais VIGIA LINHA ALZHEIMER saiba mais saiba mais A falta de memória é um dos primeiros sintomas da impiedosa Doença de Alzheimer. Seguidamente, a Doença de Alzheimer apodera-se das restantes funções mentais, colmatando na dependência física completa e na ausência permanente à realidade circundante.

2 O que é a Doença de Alzheimer? A Doença de Alzheimer é a causa mais comum de demência em maiores de 50 anos. Também conhecida como Mal de Alzheimer, a Doença de Alzheimer é uma doença crónica, irreversível e progressiva que provoca a deterioração de diversas funções cognitivas: memória, atenção, concentração, linguagem, aptidões físicas e comportamentais. A Doença de Alzheimer caracteriza-se por morte neuronal em determinadas partes do cérebro. Na Doença de Alzheimer verifica-se o aparecimento de agregados de proteínas fibrosas intracelulares (laminárias neurofibrilares) e placas com fragmentos de proteína beta-amilóide (placas amilóides), que impossibilitam a comunicação entre as células nervosas, com impacto negativo na neurotransmissão. Na Doença de Alzheimer ocorre, ainda, libertação de interleucinas, relacionadas com processos inflamatórios. Mais de 90 mil portugueses com Alzheimer A Alzheimer Europe calcula o número de cidadãos europeus com demência em mais de 7,3 milhões e, em Portugal, mais de 90 mil casos de Doença de Alzheimer. Prevê-se que estes números alarmantes dupliquem ou tripliquem nos próximos anos. Segundo os resultados de um estudo do Projecto European Collaboration on Dementia (Eurocode), todos os anos, 1,4 milhões de cidadãos europeus desenvolvem demência, o que significa que a cada 24 segundos, um novo caso é diagnosticado. O World Alzheimer Report estimou mais de 35 milhões de doentes de Alzheimer em todo o Mundo em 2010 e 115,4 milhões de Doentes de Alzheimer para A Labialfarma esclarece mitos Causas Apesar da contínua investigação, algumas causas da Doença de Alzheimer continuam desconhecidas. No entanto, foram já identificados alguns factores de risco que elevam a possibilidade de vir a sofrer-se da doença, tais como: Stress Oxidativo Tensão arterial alta Colesterol elevado e homocisteína Baixos níveis de estímulo intelectual, actividade social e exercício físico Obesidade e diabetes Lesões cerebrais graves ou repetidas. Mito: A Doença de Alzheimer não é fatal. Realidade: A Doença de Alzheimer não tem sobreviventes! Esta doença é altamente incapacitante: subtil e progressivamente vai retirando a memória, a capacidade de socialização, a fala, a autonomia a comer, fazer a higiene diária, andar vai retirando a identidade da pessoa. Mito: A Doença de Alzheimer só afecta a 3ª idade. Realidade: A Doença de Alzheimer pode afectar pessoas com anos. Nestes casos, estamos presente Doença de Alzheimer Precoce. Mito: A Doença de Alzheimer é uma doença hereditária. Realidade: A maioria dos casos de Doença de Alzheimer não é hereditária. Apenas cerca de 2-5% dos casos de Alzheimer estão relacionados com herança genética para estes casos a patologia denomina-se Doença de Alzheimer Familiar. Curiosidade: Dr. Alois Alzheimer Em 1906 o Dr. Alois Alzheimer examinou o cérebro de uma mulher que tinha falecido de uma rara doença mental, os seus sintomas incluíam perda de memória, problemas de linguagem e comportamento estranho. Dr. Alois Alzheimer verificou a presença de várias massas anormais (actualmente conhecidas por placas amilóides) e nódulos fibrosos retorcidos (actualmente chamados de laminárias neurofibrilares). Assim, Alois Alzheimer ficou conhecido por ter sido o primeiro a reconhecer como entidade patológica distinta, a doença neurodegenerativa que hoje tem o seu nome.

3 Sintomas e sinais da Doença de Alzheimer FASE INICIAL FASE INTERMÉDIA FASE GRAVE Lapsos na memória recente Intensificação da perda de memória Dependência física total: os comandos cerebrais já foram destruidos cbcb cbcb cbcb Repetição infinita de informações bla Mudanças de comportamento e de personalidade Estranhamento constante da própria casa e dos pertences Não anda e quase não fala Sentido de orientação, o doente perde-se Alternância de momentos de lucidez e confusão mental Não conhece ninguém nem a si mesmo Depressão Atitudes mais agressivas que o normal, às vezes sem justificação aparente Agressividade quando é contrariado A deglutição fica prejudicada Começa a dependência física: algumas actividades tornam-se penosas e outras perigosas Dificuldade em fixar informações novas pão? Vocabulário O doente esquece palavras óbvias Aparecimento de escoriações e problemas de circulação por passar longos períodos sentado ou deitado

4 Tratamento Apesar dos vários estudos desenvolvidos e em desenvolvimento no que concerne ao tratamento da Doença de Alzheimer, não existe cura para esta patologia. No entanto, existem princípios activos que podem ajudar a prevenir, estabilizar a doença e a minimizar os sintomas. SUGESTÕES LABIALFARMA Fosfatidilserina: A fosfatidilserina é o fosfolípido mais frequente nas membranas neuronais. Interfere activamente na condução dos impulsos nervosos e na própria libertação de neurotransmissores, aumentando os níveis neurotransmissores: dopamina, noradrenalina, acetilcolina e serotonina. A suplementação com fosfatidilserina parece minimizar a perda de dendrites neuronais e atrofia dos neurónios colinérgicos. Além disso, verificou-se que os níveis de fosfatidilserina se encontram diminuídos na idade avançada. Ómega 3: Os ácidos gordos insaturados, incluindo os ácidos gordos ómega 3, constituem, aproximadamente, 35% do conteúdo lipídico do cérebro. No processo de degeneração que caracteriza a Doença de Alzheimer ocorre libertação de interleucinas, relacionadas com processos inflamatórios. O Ómega 3 funciona como percursor de prostaglandinas e tromboxanos, agentes com propriedades anti-inflamatórias. O Ómega 3 contribui na transdução do sinal neuronal, modulando a actividade proteica membranar e os mecanismos de sinalização intracelulares. O Ómega 3 melhora a comunicação interneuronal. Polifenóis: Os polifenóis reduzem a lesão oxidativa no cérebro, aumentando a estimulação da libertação de neurotransmissores. Os polifenóis apresentam-se como excelentes indutores de mudanças neuroprotectivas na composição das proteínas cerebrais, prevenindo o aparecimento da proteína beta-amilóide danificada esta proteína encontra-se intimamente relacionada com a doença de Alzheimer. Exemplo de polifenóis: Oxiberries, Romã, Videira Vermelha, Mirtilo, etc.

5 SUGESTÕES LABIALFARMA Ginkgo biloba: Exerce efeitos protectores do metabolismo celular, principalmente sobre os neurónios. Além disso, exibe uma potente acção antagonista da produção de radicais livres e da lipoperoxidação das membranas celulares. Melhora a oxigenação cerebral, aumentando o aporte de oxigénio às células cerebrais. Huperzina A: A Huperzina A é um inibidor natural da colinesterase, proveniente da planta chinesa Huperzia Serrata. Produz efeitos protectores que incluem: regulação do metabolismo do percursor da proteína beta-amilóide protecção contra o stress oxidativo, apoptose, disfunção mitocondrial, inflamação A sinergia deste conjunto de efeitos neuroprotectores são benéficos na diminuição da progressão da Doença de Ahzheimer e Demência Vascular. Vitaminas do Complexo B: As vitaminas do complexo B são essenciais para variadas funções no cérebro, entando implicadas nos processos de obtanção de energia, bem como sínteses de vários neurotransmissores. A sua presença nas doses diárias recomendadas é essencial para manter a saúde e o correcto funcionamento cerebral. Além disso, as vitaminas do complexo B permitem melhorar o processamento da informação a maiores velocidades. Cafeína: Segundo o Prof. A. Mendonça, tem sido sugerida a possibilidade da cafeína, pelas suas propriedades estimulantes do Sistema Nervoso Central, atenuar o declínio cognitivo associado ao envelhecimento, ou mesmo reduzir a probabilidade do desenvolvimento da Doença de Alzheimer. Num estudo epidemiológico recente, verificou-se que as mulheres com mais de 65 anos que consumiam cafeína regularmente tiveram, ao longo de 4 anos, menor declínio em provas de memória verbal e de memória visuo-espacial, do que mulheres não consumidoras de cafeína.

6 LINHA ALZHEIMER Indicado para: Evitar a progressão da Doença de Alzheimer Neuroprotecção Melhoria da Performance Cognitiva Memória Atenção Concentração Idade: A partir dos 40 anos Em casos especiais, os produtos pode ser utilizados em indivíduos com idade inferior a 40 anos. Linha Alzeimer: Propriedades Contribuir para uma melhor oxigenação cerebral Proporcionar um efeito estabilizante da estrutura das membranas das células neuronais Melhorar a comunicação intercelular Melhorar a libertação e recaptação de neurotransmissores Proteger as células cerebrais Exercer efeito antioxidante forte Alzheimer LFC000254A/348: Apresentação: 30 Cápsulas oblongo 20 em blister 10. Composição: Innomega DHA (Ácido docosahexaenóico) Vitaminas B6, B9, B12 Alzheimer LFC000248A/351: Apresentação: 30 Cápsulas em blister 10 (10.02.AC150). Composição por LipidCaps : Hepermemo DHA (Ácido docosahexaenóico) Glycina Max, Lecitina de Soja Fosfatidilserina Huperzina A Alzheimer LFC000253A/352: Apresentação: 30 Cápsulas oblongo 20 em blister 10. Composição: Memósio Vitaminas B6, B9, B12

7 Alzheimer LFC000253A/352: Apresentação: 30 Cápsulas oblongo 20 em blister 10. Composição: Memósio Vitaminas B6, B9, B12 Alzheimer 8984B/14831: Forma Farmacêutica: Extracto Hidrofílico. Apresentação: UnidosExpress de 70ml com Tripack integral. Embalagem de 7 unidades. Composição por 70ml: Oxiberries Ginkgo biloba Cafeína Vitaminas C, PP, B6, B2, B1 Alzheimer 8985/14727: Forma Farmacêutica: Emulsão. Apresentação: Saquetas de 5ml. Embalagem de 10/20 unidades. Composição: Omegavital Ácidos gordos Ómega 3 DHA (Ácido docosahexaenóico) EPA (Ácido eicosapentaenóico) Glycina max, Lecitina de soja Huperzina A Alzheimer 8986A/ LFC000269/309: Forma Farmacêutica: Comprimidos + LipidCaps Cápsulas Duras. Apresentação: Blister DUO. Composição por comprimido: Viperdox Aronia melanocarpa, Arónia Vitaminas C, PP, B6, B2, B1 Composição por cápsula dura: Óleo de Krill 500mg Alzheimer LFC000302/353: Apresentação: 30 Cápsulas oval 10 em blister 15. Composição: Huperdox Óleo de Krill Óleo de Peixe Huperzina A Alzheimer 8986A/14764-LFC000303/354: Forma Farmacêutica: Comprimidos + LipidCaps Cápsulas Duras. Apresentação: Blister DUO. Composição por comprimido: Viperdox Aronia melanocarpa, Arónia Vitaminas C, PP, B6, B2, B1 Composição por LipiCaps em Cápsulas Duras: Zheimerina DHA Huperzina A

8 VIGIA Sistema de Vigilância de Suplementos Alimentares IMPORTÂNCIA DO SISTEMA VIGIA Desde sempre se utilizaram plantas e extractos de plantas para fins medicinais. Hoje em dia, a fitoterapia (utilização de plantas com fins terapêuticos) continua a ter papel de destaque na promoção da saúde. A par da fitoterapia, a suplementação do nosso regime alimentar com vitaminas, minerais, ácidos gordos essenciais (como por exemplo, o ómega 3), aminoácidos, tem sido preponderante para quem pretende atingir o bem-estar geral, nesta sociedade stressante à qual pertencemos. As plantas e os seus extractos, as vitaminas, os minerais, os aminoácidos, as fibras, os ácidos gordos essenciais, entre outros, fazem parte de uma categoria de produtos denominada por Suplementos Alimentares ou Nutracêuticos (suplementos que contêm de uma forma concentrada agentes bioactivos presentes em alimentos), que servem de complemento de um regime alimentar normal, permitindo a obtenção e a manutenção de um bom estado de saúde. Sendo os Suplementos Alimentares e produtos Nutracêuticos consumidos para a obtenção de um efeito positivo na saúde, compreende-se facilmente que os seus constituintes exerçam acções fisiológicas e/ou metabólicas no organismo, que se podem traduzir em benefícios de saúde e/ou, nalguns casos pouco frequentes, em acontecimentos adversos. Assim, à luz dos conhecimentos científicos sobre a actividade e mecanismos de acção dos agentes bioactivos e substâncias activas de origem natural, entende-se que a eficácia destas substâncias está inevitavelmente associada à acção benéfica que estas provocam no organismo. Porém, simultaneamente nalgumas situações particulares, estas substâncias podem provocar acontecimentos adversos. Esta realidade não retira nenhuma importância a um activo de origem natural, nem à sua utilização na procura de uma melhor saúde ou bem-estar geral. Significa apenas que é necessário e importante monitorizar e controlar essa pequena percentagem de acontecimentos adversos e dar-lhe, em tempo útil, o devido e correcto acompanhamento. A qualidade e a segurança dos Suplementos Alimentares e dos produtos naturais são exigências de saúde pública e atingem maior relevância e actualidade pelas consequências que podem resultar para a saúde dos consumidores. Por isso, achamos da mais elevada pertinência e importância estender a nossa vigilância até ao limite, indo de encontro ao consumidor e disponibilizando-lhe meios para que nos ajudem a monitorizar todos estes parâmetros tão importantes para o Bem-estar e a Saúde das pessoas. Colocamo-nos, assim, ao serviço da Saúde Pública em particular, elevando a segurança dos consumidores, tendo para o efeito, criado um sistema de Vigilância para Suplementos Alimentares, o qual designámos por VIGIA Vigilância de Suplementos Alimentares. Produtos VIGIA, Produtos de Confiança Existe forma de garantir a segurança de um Suplemento Alimentar? E se me acontecer alguma coisa após da toma de um Suplemento Alimentar, a quem me dirijo? Como consigo identificar um Suplemento Alimentar de confiança? Estas podem ser algumas das perguntas que se colocam às pessoas na hora de comprar um Suplemento Alimentar. Todos sabemos que o argumento o que é natural, não faz mal, nem sempre é válido. Não existe nada na natureza que seja completamente inócuo. Assim, as respostas para estas interrogações devem passar por uma consciencialização da possibilidade de risco através da toma de Suplementos Alimentares, com a certeza que este risco encontra-se minimizado com a presença do Sistema VIGIA nos produtos e nas nossas vidas. Em caso de suspeita de reacção adversa, um consumidor que tomou um produto VIGIA, tem, ao seu dispor, uma equipa pluridisciplinar (Núcleo VIGIA) na área da saúde (farmacêuticos, médicos e peritos externos), com experiência em questões de segurança e de acompanhamento farmacoterapêutico. Encontrando o símbolo VIGIA num produto, o consumidor tem a garantia de um produto de excelente qualidade integrado num sistema de vigilância, que lhe confere segurança. Cada vez mais a preocupação com a segurança e qualidade é o factor mais determinante na escolha de um produto. Faça dos seus produtos, produtos de confiança, produtos VIGIA!

9 Referências bibliográficas: Alzheimer, Portal da Saúde, doencas+degenerativas/oqueeadoencadealzheimer.htm Alzheimer Portugal, Alzheimer s Association, Blueberry, Natural Medicines Comprehensive Data Base, pt=100&id=1013&ds=&name=blueberry&searchid= Byrth M., EFFECTS OF DOCOSAHEXAENOIC ACID ON THE PREVEN- TION AND DEVELOPMENT OF ALZHEIMER S DISEASE, 2007 Connor W. et al., The importance of fish and docosahexaenoic acid in Alzheimer disease, Am J Clin Nutr 2007;85:929 30, Desilets A., Role of huperzine A in the treatment of Alzheimer s disease, Ann Pharmacother DHA, Results from trials of DHA in Alzheimer's disease and age-related cognitive decline, Gao X, et al., Huperzine A protects isolated rat brain mitochondria against beta-amyloid peptide, Free Radic Biol Med Goepp J., Preserving Cognitive Function with aging, Life Extention Magazine, March Grape, Natural Medicines Comprehensive Data Base, 472&ds=&name=GRAPE&searchid= &cs=&s=ND Joseph JA, Shukitt-Hale B, Casadesus G. Reversing the deleterious effects of aging on neuronal communication and behavior: beneficial properties of fruit polyphenolic compounds. Am J Clin Nutr Jan;81(1 Suppl):313S-6S. Kidd P., Alzheimer s Disease, amnestetic mild cognitive impairment, and age-associated memory impairment: current understanding and progress toward integrative prevention., Altern Med Rev, Lecithin, Drugs.com Li J. et al., Huperzine A for Alzheimer s Disease, Conchrane Database Syst Ver., 2008 Apr 16; (2): CD Little J., et al., An update on huperzine A as a treatment for Alzheimer s disease., Expert Opion Investig Drugs, Phosphatidylserin, Natural Medicines Comprehensive Data Base, pt=100&id=992&ds=&name=phosphatidylserine&searchid= Volz H., Improvement in quality of life in the elderly. Results of a placebocontrolled study on the efficacy and tolerability of lecithin fluid in patients with impaired cognitive functions, MMW Fortschr Med Dec 9;146(Suppl 3-4): Wang B., et al., Efficacy and safety of natural acetylcholinesterase inhibitor huperzine A in the treatment of Alzheimer s disease: an updated meta-analysis., J Neural Transm Apr; 116(4): Epub 2009 Feb 17 Zhang H., Potential therapeutic targets of huperzine A for Alzheimer s disease and vascular dementia., Chem Biol Interact Sep 25; 175 (1-3): Epub 2008 May 13 Jackson D., Cognition ignition: improve memory, intelligence and the mind-muscle connection with these 11 supplements, Muscle & Fitness. FindArticles.com. 21 Oct, A LABIALFARMA agradece os seus comentários Contacte-nos para mais informações ou envie-nos as suas sugestões. clique aqui Edição: Inês Gonçalves Revisão: Rui Cruz Laboratório de Produtos Farmacêuticos e Nutracêuticos S.A. Edifício Labialfarma Nº1 - Felgueira Sobral - MRT - Portugal Telef Fax:

NÃO HÁ MEMÓRIA DE UMA CAUSA ASSIM

NÃO HÁ MEMÓRIA DE UMA CAUSA ASSIM NÃO HÁ MEMÓRIA DE UMA CAUSA ASSIM CONTACTOS ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE FAMILIARES E AMIGOS DE DOENTES DE ALZHEIMER SEDE Av. de Ceuta Norte, Lote 15, Piso 3 - Quinta do Loureiro 1300-125 Lisboa Tel: 213 610

Leia mais

Ômega 3: a gordura aliada do cérebro e do coração

Ômega 3: a gordura aliada do cérebro e do coração Ômega 3: a gordura aliada do cérebro e do coração Estes ácidos graxos também combatem a depressão, o diabetes e a obesidade Arenque é o peixe mais rico em ômega 3. Esses ácidos graxos são chamados de essenciais,

Leia mais

PROJECTO DE RESOLUÇÃO Nº 410/X

PROJECTO DE RESOLUÇÃO Nº 410/X PROJECTO DE RESOLUÇÃO Nº 410/X Que recomenda ao governo a revisão da comparticipação estatal na aquisição de medicamentos específicos para o tratamento da Demência na Doença de Alzheimer. I EXPOSIÇÃO DE

Leia mais

LITERATURA ÔMEGA 3 ÔMEGA 3

LITERATURA ÔMEGA 3 ÔMEGA 3 ÔMEGA 3 Introdução O cérebro humano representa apenas 2% do nosso peso total, mas usa aproximadamente 20% do oxigênio consumido por todo nosso corpo quando está em repouso. Ele é um órgão complexo que

Leia mais

ESSENCIAL PARA A SAÚDE

ESSENCIAL PARA A SAÚDE Newsletter Labialfarma Newsletter n 3 Junho 2011 ÓMEGA 3 ESSENCIAL PARA A SAÚDE No passado dia 3 de Março celebrou-se, pela segunda vez, o dia Internacional do Ómega 3. Esta celebração anual tem o propósito

Leia mais

Cuidados continuados dirigidos a pessoas idosas em situação de dependência

Cuidados continuados dirigidos a pessoas idosas em situação de dependência Cuidados continuados dirigidos a pessoas idosas em situação de dependência Angela Valença médica Neurologista Este tema é muito actual. A situação de dependência não é exclusiva de pessoas idosas mas o

Leia mais

SEGREDOS DO MUNDO DA QUÍMICA: OS MISTERIOSOS RADICAIS LIVRES

SEGREDOS DO MUNDO DA QUÍMICA: OS MISTERIOSOS RADICAIS LIVRES Universidade de Évora Departamento de Química Vânia Pais Aluna do Curso de Mestrado em Química Aplicada SEGREDOS DO MUNDO DA QUÍMICA: OS MISTERIOSOS RADICAIS LIVRES Com o passar dos anos, o aumento da

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 87/2014 VITALUX na Degeneração Macular Relacionada com a Idade (DMRI) forma atrófica

RESPOSTA RÁPIDA 87/2014 VITALUX na Degeneração Macular Relacionada com a Idade (DMRI) forma atrófica RESPOSTA RÁPIDA 87/2014 VITALUX na Degeneração Macular Relacionada com a Idade (DMRI) forma atrófica SOLICITANTE Dra. Denise Canêdo Pinto Juíza de Direito da Segunda Vara Cível da Comarca de Ponte Nova

Leia mais

Rivastigmina (Port.344/98 -C1)

Rivastigmina (Port.344/98 -C1) Rivastigmina (Port.344/98 -C1) Alzheimer DCB: 09456 CAS: 129101-54-8 Fórmula molecular: C 14 H 22 N 2 O 2.C 4 H 6 O 6 Nome químico: (S)-N-Ethyl-3-[(1-dimethylamino)ethyl]-N-methylphenylcarbamate hydrogen

Leia mais

Demências na Terceira idade. Enfª Mda Josiane Steil Siewert

Demências na Terceira idade. Enfª Mda Josiane Steil Siewert Demências na Terceira idade Enfª Mda Josiane Steil Siewert Grandes síndromes neuropsiquiatricas na terceira idade: Delirium Demencias Depressão Doenças Orgânicas do Cérebro Quando uma pessoa idosa de repente

Leia mais

Conheça 30 superalimentos para mulheres Dom, 02 de Dezembro de 2012 11:28 - Última atualização Dom, 02 de Dezembro de 2012 11:35

Conheça 30 superalimentos para mulheres Dom, 02 de Dezembro de 2012 11:28 - Última atualização Dom, 02 de Dezembro de 2012 11:35 Manter a saúde, deixar a barriga sarada e aumentar a energia são benefícios que podem ser conquistados com a escolha correta dos alimentos. Alguns itens colaboram para ter ossos fortes, queimar gordura,

Leia mais

DOSSIER INFORMATIVO ANTIOXIDANTES

DOSSIER INFORMATIVO ANTIOXIDANTES DOSSIER INFORMATIVO ANTIOXIDANTES JUNHO 2011 O PAPEL DOS ANTIOXIDANTES O estilo de vida actual, associado aos maus hábitos alimentares, leva à necessidade da suplementação com vitaminas e minerais antioxidantes

Leia mais

O DNA DAS DOENÇAS NEURODEGENERATIVAS

O DNA DAS DOENÇAS NEURODEGENERATIVAS O DNA DAS DOENÇAS NEURODEGENERATIVAS Paulo Cesar Naoum Academia de Ciência e Tecnologia de São José do Rio Preto - SP www.ciencianews.com.br Dezembro de 2009 Entre todos os mamíferos, a espécie humana

Leia mais

Diana Pais (Estagiária de Dietética) Centro Hospitalar de Tondela - Viseu

Diana Pais (Estagiária de Dietética) Centro Hospitalar de Tondela - Viseu 1 Diana Pais (Estagiária de Dietética) Estilo de Vida Saudável Ter uma alimentação saudável; 2 Tomar sempre o pequeno-almoço; Praticar exercício físico, pelo menos, 30 minutos por dia; Dormir, pelo menos,

Leia mais

Ingredientes: Óleo de castanha do pará e vitamina E. Cápsula: gelatina (gelificante) e glicerina (umectante).

Ingredientes: Óleo de castanha do pará e vitamina E. Cápsula: gelatina (gelificante) e glicerina (umectante). Registro no M.S.: 6.5204.0093.001-2 Concentração: 1000 mg Apresentação: Embalagem com 1000 cápsulas; Embalagem com 5000 cápsulas; Embalagem pet com 500 cápsulas envelopadas; Refil com 2000 cápsulas envelopadas.

Leia mais

Envelhecimento da população realidade portuguesa. Unidade de Neurologia Vânia Almeida

Envelhecimento da população realidade portuguesa. Unidade de Neurologia Vânia Almeida Envelhecimento da população realidade portuguesa Unidade de Neurologia Vânia Almeida 21 de Setembro de 2015 Sumário Definição de Demência Incidência Global de Demência Prevalência Global de Demência Realidade

Leia mais

Newsletter Labialfarma

Newsletter Labialfarma Newsletter Labialfarma Newsletter n 4 Setembro 2011 SELFCaps LiqFillCaps Tecnologia Farmacêutica Revolucionária As formulações SELFCaps LiqFillCaps apresentam um potencial incomparável com as demais formulações

Leia mais

ÓLEO DE CHIA REGISTRO:

ÓLEO DE CHIA REGISTRO: Ficha técnica ÓLEO DE CHIA REGISTRO: Registro no M.S. nº 6.5204.0100.001-9 CÓDIGO DE BARRAS N : 7898171286926 EMBALAGEM: Plástica, metálica e vidro. APRESENTAÇÃO COMERCIALIZADA: Embalagem de lata metálica

Leia mais

TEMA: QUETIAPINA NO TRATAMENTO DA AGITAÇÃO PSICOMOTORA DE PACEINTE PORTADOR DE DOENÇA DE ALZHEIMER

TEMA: QUETIAPINA NO TRATAMENTO DA AGITAÇÃO PSICOMOTORA DE PACEINTE PORTADOR DE DOENÇA DE ALZHEIMER NTRR63/2013 Solicitante: Des. Alyrio Ramos Desembargador da 8ª Câm. Cível - TJMG Número do processo:1.0145.12.066387-0/001 Réu: Estado de Minas e Município de Pirapora Data: 03/05/2013 Medicamento X Material

Leia mais

DOENÇA DE ALZHEIMER: FATORES FISIOPATOLÓGICOS, BIOQUÍMICOS E GÊNICOS

DOENÇA DE ALZHEIMER: FATORES FISIOPATOLÓGICOS, BIOQUÍMICOS E GÊNICOS DOENÇA DE ALZHEIMER: FATORES FISIOPATOLÓGICOS, BIOQUÍMICOS E GÊNICOS Aracele Silva Cardoso, Jéssica Lorrayne Viana Ferreira, Larissa Godoy Del Fiaco e Rodrigo da Silva Santos Faculdade de Medicina Alfredo

Leia mais

Envelhecimento Cerebral e Demências

Envelhecimento Cerebral e Demências Envelhecimento Cerebral e Demências Thiago Monaco thiagomonaco@ yahoo.com Envelhecimento Cerebral e Demências Envelhecimento Cerebral D. Comuns D. Menos Comuns D. potencialmente tratáveis Envelhecimento

Leia mais

DHA VEGETAL PÓ. Ômega 3 de fonte vegetariana

DHA VEGETAL PÓ. Ômega 3 de fonte vegetariana Informações Técnicas DHA VEGETAL PÓ Ômega 3 de fonte vegetariana DENOMINAÇÃO QUÍMICA: Ácido docosa-hexaenóico CAS NUMBER: 6217-54-5 SINÔNIMOS: Ácido Cervonico PARTE UTILIZADA: Alga NOME CENTIFICO: Ulkenia

Leia mais

TEMA: RIVASTIGMINA NO TRATAMENTO DA DOENÇA DE ALZHEIMER

TEMA: RIVASTIGMINA NO TRATAMENTO DA DOENÇA DE ALZHEIMER Data: 13/12/2013 NTRR 254/2013 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Solicitante: Pedro Guimarães Pereira Juiz de Direito, 2ª Vara da Comarca de Várzea da Palma Número do processo: 0044371-71.2013.8.13.0708

Leia mais

Fonte: Jornal Carreira & Sucesso - 151ª Edição

Fonte: Jornal Carreira & Sucesso - 151ª Edição IDENTIFICANDO A DEPRESSÃO Querida Internauta, Lendo o que você nos escreveu, mesmo não sendo uma profissional da área de saúde, é possível identificar alguns sintomas de uma doença silenciosa - a Depressão.

Leia mais

Mirtazapina é Indicada para o Tratamento de Fibromialgia

Mirtazapina é Indicada para o Tratamento de Fibromialgia Mirtazapina é Indicada para o Tratamento de Fibromialgia Melhora a Qualidade de Vida dos Pacientes Diminui a Dor Musculoesquelética Beneficia a Qualidade do Sono Reduz a Incapacidade Relacionada à Doença

Leia mais

CAMU CAMU. Suplemento ideal para o sistema imunológico. Informações Técnicas. NOME CIENTÍFICO: Myrciaria dubia. FAMÍLIA: Asteraceae (Compositae)

CAMU CAMU. Suplemento ideal para o sistema imunológico. Informações Técnicas. NOME CIENTÍFICO: Myrciaria dubia. FAMÍLIA: Asteraceae (Compositae) Informações Técnicas CAMU CAMU Suplemento ideal para o sistema imunológico NOME CIENTÍFICO: Myrciaria dubia FAMÍLIA: Asteraceae (Compositae) PARTE UTILIZADA: Fruta fresca INTRODUÇÃO O impacto de quadros

Leia mais

RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NA DOENÇA DE ALZHEIMER

RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NA DOENÇA DE ALZHEIMER RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NA DOENÇA DE ALZHEIMER ANDREIA GOMES DA SILVA Discente do Curso de Tecnologia em Radiologia das Faculdades Integradas de MARY HELLEN PEREIRA NUNES Discente do Curso de Tecnologia

Leia mais

REGISTRO: Isento de Registro no M.S. conforme Resolução RDC n 27/10. CÓDIGO DE BARRAS N : 7898171287947(Frutas vermelhas) 7898171287954(Abacaxi)

REGISTRO: Isento de Registro no M.S. conforme Resolução RDC n 27/10. CÓDIGO DE BARRAS N : 7898171287947(Frutas vermelhas) 7898171287954(Abacaxi) Ficha técnica CHÁ VERDE COM CÓLAGENO, VITAMINA C E POLIDEXTROSE Pó para Preparo de Bebida a Base de Chá Verde, com Colágeno hidrolisado, vitamina C e polidextrose Sabor Abacaxi e frutas vermelhas REGISTRO:

Leia mais

Depressão. A depressão afecta pessoas de formas diferentes e pode causar vários sintomas físicos, psicológicos (mentais) e sociais.

Depressão. A depressão afecta pessoas de formas diferentes e pode causar vários sintomas físicos, psicológicos (mentais) e sociais. Depressão Introdução A depressão é uma doença séria. Se estiver deprimido, pode ter sentimentos de tristeza extrema que duram longos períodos. Esses sentimentos são muitas vezes suficientemente severos

Leia mais

Documento Técnico A Actividade Física e a Promoção da Saúde na 3ª Idade

Documento Técnico A Actividade Física e a Promoção da Saúde na 3ª Idade Documento Técnico A Actividade Física e a Promoção da Saúde na 3ª Idade DIVISÃO DESPORTO - CME A Actividade Física e a Promoção da Saúde na 3ª Idade 1.1. Conceito de Saúde Segundo a Organização Mundial

Leia mais

Colesterol 3. Que tipos de colesterol existem? 3. Que factores afectam os níveis de colesterol? 4. Quando está o colesterol demasiado elevado?

Colesterol 3. Que tipos de colesterol existem? 3. Que factores afectam os níveis de colesterol? 4. Quando está o colesterol demasiado elevado? Colesterol Colesterol 3 Que tipos de colesterol existem? 3 Que factores afectam os níveis de colesterol? 4 Quando está o colesterol demasiado elevado? 4 Como reduzir o colesterol e o risco de doença cardiovascular?

Leia mais

23ª Imagem da Semana: Tomografia computadorizada de crânio

23ª Imagem da Semana: Tomografia computadorizada de crânio 23ª Imagem da Semana: Tomografia computadorizada de crânio Enunciado Paciente do sexo feminino, 86 anos, previamente hígida, há 4 meses com queixas de problemas de memória, déficit de atenção, lentificação

Leia mais

TEMA: Cloridrato de Memantina para tratamento de Alzheimer

TEMA: Cloridrato de Memantina para tratamento de Alzheimer NTRR 80/2013 Solicitante: Juiz de Direito: Alexsander Antenor Penna Silva Número do processo: 0091428-11.2013.8.13.0183 Data: 30/04/2013 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Impetrato: Estado

Leia mais

Menos calorias com alimentação termogenica

Menos calorias com alimentação termogenica Menos calorias com alimentação termogenica Eliane Petean Arena Nutricionista CRN Rua : Conselheiro Antonio Prado N: 9-29 Higienópolis Bauru - SP Telefone : (14) 3243-7840 ALIMENTOS TERMOGENICOS Todo alimento

Leia mais

CHEGOU UM NOVO CONCEITO DE EQUILÍBRIO. ACREDITAMOS QUE EKVILIBRO É A ESSÊNCIA PARA VIVER EM PLENO ESTADO DE SAÚDE E BEM-ESTAR.

CHEGOU UM NOVO CONCEITO DE EQUILÍBRIO. ACREDITAMOS QUE EKVILIBRO É A ESSÊNCIA PARA VIVER EM PLENO ESTADO DE SAÚDE E BEM-ESTAR. NOVEMBRO 2014 CHEGOU UM NOVO CONCEITO DE EQUILÍBRIO. ACREDITAMOS QUE EKVILIBRO É A ESSÊNCIA PARA VIVER EM PLENO ESTADO DE SAÚDE E BEM-ESTAR. O QUE É A EKVILIBRO? Um novo conceito de equilíbrio. Divíde-se

Leia mais

DEMÊNCIAS. Medicina Abril 2007. Francisco Vale Grupo de Neurologia Comportamental HCFMRP-USP

DEMÊNCIAS. Medicina Abril 2007. Francisco Vale Grupo de Neurologia Comportamental HCFMRP-USP DEMÊNCIAS Medicina Abril 2007 Francisco Vale Grupo de Neurologia Comportamental HCFMRP-USP Queixa de memória, autocrítica excessiva depressão, ansiedade efeito de doença sistêmica ou medicação envelhecimento

Leia mais

Será que doses elevadas de creatina "atrasam o início clínico" da doença de Huntington? Porquê a creatina?

Será que doses elevadas de creatina atrasam o início clínico da doença de Huntington? Porquê a creatina? Notícias científicas sobre a Doença de Huntington. Em linguagem simples. Escrito por cientistas. Para toda a comunidade Huntington. Será que doses elevadas de creatina "atrasam o início clínico" da doença

Leia mais

DOPING DROGAS E MÉTODOS

DOPING DROGAS E MÉTODOS DOPING Considera-se doping (*), o uso de substâncias, técnicas ou métodos, proibidos pela regulamentação desportiva, que visam alterar o estado físico e ou mental do atleta com o objectivo de aumentar

Leia mais

DOSSIER INFORMATIVO. Descodificar o conceito dos antioxidantes

DOSSIER INFORMATIVO. Descodificar o conceito dos antioxidantes DOSSIER INFORMATIVO Descodificar o conceito dos antioxidantes 1 QUADRO RESUMO aos antioxidantes ajudam o organismo a combater os efeitos nefastos dos radicais livres; aos radicais livres são elementos

Leia mais

Informe Técnico n. 56, de 6 de fevereiro de 2014.

Informe Técnico n. 56, de 6 de fevereiro de 2014. Informe Técnico n. 56, de 6 de fevereiro de 2014. Assunto: Esclarecimentos sobre as avaliações de eficácia de alegações de propriedades funcionais para produtos adicionados simultamente de fitoesteróis

Leia mais

CENTRO DE APOIO OPERACIONAL DE DEFESA DA SAÚDE CESAU

CENTRO DE APOIO OPERACIONAL DE DEFESA DA SAÚDE CESAU ORIENTAÇÃO TÉCNICA N.º 01 /2014 - CESAU Objeto: Parecer. Promotoria de Justiça GESAU / Medicamento Rivastigmina para tratamento de Alzheimer REFERÊNCIA: Grupo de Atuação Especial de Defesa da Saúde - GESAU

Leia mais

SEJA COMPETITIVO, PROMOVENDO A QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO ACÇÕES DE SENSIBILIZAÇÃO

SEJA COMPETITIVO, PROMOVENDO A QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO ACÇÕES DE SENSIBILIZAÇÃO www.medialcare.pt SEJA COMPETITIVO, PROMOVENDO A QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO ACÇÕES DE SENSIBILIZAÇÃO 1 ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Com a colaboração de uma especialista em Nutrição, propomos apresentar a temática

Leia mais

FOSFOLIPÍDEOS DO CAVIAR (F. C. ORAL)

FOSFOLIPÍDEOS DO CAVIAR (F. C. ORAL) FOSFOLIPÍDEOS DO CAVIAR (F. C. ORAL) Modulador Inflamatório TECNOLOGIA PATENTEADA F. C. ORAL Material de divulgação científica direcionado a farmacêuticos e profissionais da área. EXCLUSIVIDADE POLYTECHNO

Leia mais

CURSO DE EXTENSÃO EM NUTRIÇÃO ORTOMOLECULAR E BIOFUNCIONAL

CURSO DE EXTENSÃO EM NUTRIÇÃO ORTOMOLECULAR E BIOFUNCIONAL CURSO DE EXTENSÃO EM NUTRIÇÃO ORTOMOLECULAR E BIOFUNCIONAL Coordenação: Prof. Dra. Fernanda da Silveira Osso Prof. Dra. Cristina Fajardo Diestel Prof. MSc. José Aroldo L. Gonçalves Filho Carga Horária:

Leia mais

SPRAY MEL, PRÓPOLIS E ROMÃ 30ML. Cód. Produto: 1002 Cód. Barras: 7897646303489 NCM: 04100000 Caixa Embarque: 60 NCM: 04100000 EXTRATO DE PRÓPOLIS 30ML

SPRAY MEL, PRÓPOLIS E ROMÃ 30ML. Cód. Produto: 1002 Cód. Barras: 7897646303489 NCM: 04100000 Caixa Embarque: 60 NCM: 04100000 EXTRATO DE PRÓPOLIS 30ML SPRAY MEL E PRÓPOLIS 30ML SPRAY MEL, PRÓPOLIS E ROMÃ 30ML SPRAY MEL, PRÓPOLIS GENGIBRE E LIMÃO 30ML Cód. Produto: 1000 Cód. Barras: 7897646303458 Cód. Produto: 1002 Cód. Barras: 7897646303489 Cód. Produto:

Leia mais

Imunodepressão em Atletas Os marcadores Laboratoriais

Imunodepressão em Atletas Os marcadores Laboratoriais Imunodepressão em Atletas Os marcadores Laboratoriais Quem Sou? Carlos Ballarati : Formação Medicina: Formado em Medicina pela PUC-SP Sorocaba em 1988. Residência Médica: Clinica Medica Unicamp em 1989

Leia mais

Disciplina: FISIOLOGIA CELULAR CONTROLE DA HOMEOSTASE, COMUNICAÇÃO E INTEGRAÇÃO DO CORPO HUMANO (10h)

Disciplina: FISIOLOGIA CELULAR CONTROLE DA HOMEOSTASE, COMUNICAÇÃO E INTEGRAÇÃO DO CORPO HUMANO (10h) Ementário: Disciplina: FISIOLOGIA CELULAR CONTROLE DA HOMEOSTASE, COMUNICAÇÃO E INTEGRAÇÃO DO CORPO HUMANO (10h) Ementa: Organização Celular. Funcionamento. Homeostasia. Diferenciação celular. Fisiologia

Leia mais

CENTRO DE OSTEOPATIA MAÇÃS PLACE

CENTRO DE OSTEOPATIA MAÇÃS PLACE CENTRO DE OSTEOPATIA MAÇÃS PLACE Quem somos A nossa equipa apresenta um atendimento personalizado ao nível da Osteopatia através de uma abordagem multidisciplinar de qualidade, avaliação, diagnóstico e

Leia mais

CURSO DE EXTENSÃO EM NUTRIÇÃO ORTOMOLECULAR E BIOFUNCIONAL

CURSO DE EXTENSÃO EM NUTRIÇÃO ORTOMOLECULAR E BIOFUNCIONAL CURSO DE EXTENSÃO EM NUTRIÇÃO ORTOMOLECULAR E Coordenação: Prof. Dra. Fernanda da Silveira Osso Prof. Dra. Cristina Fajardo Diestel Prof. MSc. José Aroldo L. Gonçalves Filho Duração: 04 meses Carga Horária:

Leia mais

PRINCIPAIS DIFICULDADES ENCONTRADAS NOS CUIDADOS DO MAL DE ALZHEIMER

PRINCIPAIS DIFICULDADES ENCONTRADAS NOS CUIDADOS DO MAL DE ALZHEIMER ISBN 978-85-61091-05-7 Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 PRINCIPAIS DIFICULDADES ENCONTRADAS NOS CUIDADOS DO MAL DE ALZHEIMER Larissa da Silva Wathier 1 ;

Leia mais

Mangosteen10 % Garcinia mangostana. Alto poder antioxidante Fruta funcional Propriedades nutracêuticas

Mangosteen10 % Garcinia mangostana. Alto poder antioxidante Fruta funcional Propriedades nutracêuticas Mangosteen10 % Garcinia mangostana Alto poder antioxidante Fruta funcional Propriedades nutracêuticas Se tratando de fitoterápico: Nome científico: Garcinia mangostana L Sinônimos:mangostão, mangostão,

Leia mais

FARMACOTERAPIA EXCLUSIVA Nutracêuticos para o tratamento da dependência Química

FARMACOTERAPIA EXCLUSIVA Nutracêuticos para o tratamento da dependência Química FARMACOTERAPIA EXCLUSIVA Nutracêuticos para o tratamento da dependência Química NUTRACÊUTICOS PARA TRATAMENTO DAS DEPENDÊNCIAS QUÍMICAS TRATAMENTO COM ALTA EFETIVIDADE Os mais recentes estudos científicos

Leia mais

Fármacos que atuam nos distúrbios degenerativos do SNC: Parkinson (DP) e Alzheimer (DA)

Fármacos que atuam nos distúrbios degenerativos do SNC: Parkinson (DP) e Alzheimer (DA) degenerativos do SNC: Parkinson (DP) e Alzheimer (DA) Prof. Dr. Gildomar Lima Valasques Junior Farmacêutico Clínico-Industrial Doutor em Biotecnologia Jequié 2015 Distúrbios degenerativos: Perda progressiva

Leia mais

ACESSE O NOSSO SITE: WWW.TOPDIET.COM.BR. VISITE O SITE DA TOPDIET: www.topdiet.com.br

ACESSE O NOSSO SITE: WWW.TOPDIET.COM.BR. VISITE O SITE DA TOPDIET: www.topdiet.com.br ACESSE O NOSSO SITE: WWW.TOPDIET.COM.BR VISITE O SITE DA TOPDIET: www.topdiet.com.br 1 BELEZA CUIDADOS COM O CORPO E A PELE O colágeno é uma importante proteína produzida pelo nosso corpo. Um organismo

Leia mais

PARECER Nº 02 / 2010

PARECER Nº 02 / 2010 PARECER Nº 02 / 2010 ASSUNTO: Adequação técnico-científica da admissão das pessoas com demência nas unidades de dia e promoção da autonomia da RNCCI (art.º 21 do Dec. Lei. 101/2006 de 6 de Junho) 1. A

Leia mais

Apresentado por: Ram Chaudhari, Ph.D., FACN, CNS Vice-Presidente Sênior Executivo, Diretor Chefe Científico

Apresentado por: Ram Chaudhari, Ph.D., FACN, CNS Vice-Presidente Sênior Executivo, Diretor Chefe Científico Apresentado por: Ram Chaudhari, Ph.D., FACN, CNS Vice-Presidente Sênior Executivo, Diretor Chefe Científico PAGE 2 Melhorando a Função Cognitiva Os estilos de vida e as pressões competitivas do mundo atual

Leia mais

Projecto de Lei nº 501/X

Projecto de Lei nº 501/X Grupo Parlamentar Projecto de Lei nº 501/X Altera a portaria n.º 1474/2004, de 21 de Dezembro, no que concerne ao escalão de comparticipação dos medicamentos destinados às pessoas que sofrem de Doença

Leia mais

Médico neurologista Membro da Comissão Científica Alzheimer Portugal Membro do GEECD

Médico neurologista Membro da Comissão Científica Alzheimer Portugal Membro do GEECD A Demência em Portugal Celso Pontes Médico neurologista Membro da Comissão Científica Alzheimer Portugal Membro do GEECD A Demência em Portugal O que sabemos? O que queremos saber? A Demência e os números

Leia mais

ENVELHECER COM SABEDORIA Alimente-se melhor para Manter a sua Saúde e Independência

ENVELHECER COM SABEDORIA Alimente-se melhor para Manter a sua Saúde e Independência ENVELHECER COM SABEDORIA Alimente-se melhor para Manter a sua Saúde e Independência 1. ALIMENTE-SE MELHOR Prevê-se que em 2025 1, só na Europa, o grupo etário mais idoso (acima dos 80 anos), passe de 21,4

Leia mais

A1 i Online ID: 55118163 02-08-2014 Audiência 8420 País: Portugal Âmbito: Informação Geral OCS: i Online Equipa liderada por cientista português avança na compreensão da doença de Parkinson URL: http://www.ionline.pt/artigos/mundo-iciencia/equipa-liderada-cientista-portuguesavanca-na-compreensao-da-doenca-parkinson/pag/-1

Leia mais

Cranberry. Tratamento e prevenção infecção urinária

Cranberry. Tratamento e prevenção infecção urinária Cranberry Tratamento e prevenção infecção urinária Nome científico: Vaccinium macrocarpon Família: Ericaceae Parte utilizada: fruto Ativos: antocianidinas, flavonóides, proantocianidinas, taninos condensados

Leia mais

Deficiência Mental O QUE É A DEMÊNCIA?

Deficiência Mental O QUE É A DEMÊNCIA? Deficiência Mental Nesta publicação trataremos de um tema de grande importância para toda a comunidade que é o Estudo das Demências. Graças à melhora das condições sanitárias e de cuidados com a saúde,

Leia mais

FIQUE DE BOM HUMOR! Por Dra. Taís Baddo, nutricionista

FIQUE DE BOM HUMOR! Por Dra. Taís Baddo, nutricionista FIQUE DE BOM HUMOR! Por Dra. Taís Baddo, nutricionista A máxima de que você é o que come se aplica também ao bom humor. Há uma série de alimentos que podem contribuir para melhorar o ânimo porque estimulam

Leia mais

Uniquímica lança novo canal de comunicação. Informativo Bimestral

Uniquímica lança novo canal de comunicação. Informativo Bimestral Informativo Bimestral Uniquímica lança novo canal de comunicação A Uniquímica, através da Gerência de Ovos PUFA, lança um novo veículo de Comunicação. É o Jornal VIDA PUFA. O Informativo será enviado via

Leia mais

Congresso do Desporto Desporto, Saúde e Segurança

Congresso do Desporto Desporto, Saúde e Segurança Congresso do Desporto Desporto, Saúde e Segurança Projecto Mexa-se em Bragança Organização: Pedro Miguel Queirós Pimenta Magalhães E-mail: mexaseembraganca@ipb.pt Web: http://www.mexaseembraganca.ipb.pt

Leia mais

Doença de Alzheimer: uma visão epidemiológica quanto ao processo de saúde-doença.

Doença de Alzheimer: uma visão epidemiológica quanto ao processo de saúde-doença. Doença de Alzheimer: uma visão epidemiológica quanto ao processo de saúde-doença. Bruno Araújo da Silva Dantas¹ bruno_asd90@hotmail.com Luciane Alves Lopes² lucianesevla.l@gmail.com ¹ ²Acadêmico(a) do

Leia mais

Roberto Satler Cetlin R2 CLN ANCP

Roberto Satler Cetlin R2 CLN ANCP Roberto Satler Cetlin R2 CLN ANCP Aspectos Históricos Final do século XIX: primeiras descrições da associação entre SNC e anemia megaloblástica (Leichtenstern e Lichtheim). Início do séc. XX: descritas

Leia mais

Ácidos Graxos Essenciais. Prevenção e Tratamento

Ácidos Graxos Essenciais. Prevenção e Tratamento Ácidos Graxos Essenciais Prevenção e Tratamento AGEs na pele - Histórico 1929 Primeiras alterações ocorridas na pele decorrentes da deficiência de AGEs; (BURN, G.O. & BURN, M.M. - A new deficiency disease

Leia mais

Não são só os números. Doença de Alzheimer. Aumento do número de pessoas com demência até 2050, indica estudo. saúde

Não são só os números. Doença de Alzheimer. Aumento do número de pessoas com demência até 2050, indica estudo. saúde Aumento do número de pessoas com demência até 2050, indica estudo Doença de Alzheimer Segundo o relatório da Alzheimer s Disease International (ADI), «em 2009, estimou-se que 35,6 milhões de pessoas em

Leia mais

sinta a beleza... . Ativos na Pele. Concentração Máxima QUEM SOMOS COMPRIMIDOS de colágeno Suplemento de Vitamina C www.sunflower.com.

sinta a beleza... . Ativos na Pele. Concentração Máxima QUEM SOMOS COMPRIMIDOS de colágeno Suplemento de Vitamina C www.sunflower.com. QUEM SOMOS A Sunflower é uma indústria brasileira com mais de 15 anos de experiência no desenvolvimento, produção e comercialização de alimentos funcionais, nutracêuticos e suplementos alimentares. Consolidada

Leia mais

Disciplina de BIOQUÍMICA do Ciclo Básico de MEDICINA Universidade dos Açores. 1º Ano ENSINO PRÁTICO DIABETES MELLITUS

Disciplina de BIOQUÍMICA do Ciclo Básico de MEDICINA Universidade dos Açores. 1º Ano ENSINO PRÁTICO DIABETES MELLITUS Disciplina de BIOQUÍMICA do Ciclo Básico de MEDICINA Universidade dos Açores 1º Ano ENSINO PRÁTICO DIABETES MELLITUS Diabetes Mellitus É a doença endócrina mais comum encontrada na clínica; - Caracterizada

Leia mais

Retinopatia diabética. A retinopatia diabética é uma das causas mais comuns de cegueira no Reino Unido. A causa principal desta doença é a diabetes.

Retinopatia diabética. A retinopatia diabética é uma das causas mais comuns de cegueira no Reino Unido. A causa principal desta doença é a diabetes. Retinopatia diabética Introdução A retinopatia diabética é uma das causas mais comuns de cegueira no Reino Unido. A causa principal desta doença é a diabetes. A retinopatia é a lesão dos pequenos vasos

Leia mais

Café e Saúde. Os benefícios do Café Alzheimer Parkinson

Café e Saúde. Os benefícios do Café Alzheimer Parkinson Livro II Café e Saúde Os benefícios do Café Alzheimer Parkinson Estado de Alerta índice Prefácio 4 Café e Alzheimer 6 Café e doenças neurodegenerativas 8 Café: desempenho e estado de alerta 10 Notícias

Leia mais

Funções dos lípidos:

Funções dos lípidos: Gorduras ou Lípidos Os lípidos são componentes essenciais de todos os organismos podendo ser obtidos a partir da alimentação ou ser sintetizados pelo nosso organismo. Constituem um grupo heterogéneo de

Leia mais

PARECER CREMEC Nº 26/2011 01/10/2011

PARECER CREMEC Nº 26/2011 01/10/2011 PARECER CREMEC Nº 26/2011 01/10/2011 Processo-Consulta Protocolo CREMEC nº 5032/2011 Assunto: DOENÇA DE ALZHEIMER Relatora: DRA. PATRÍCIA MARIA DE CASTRO TEIXEIRA EMENTA: DOENÇA DE ALZHEIMER. PORTADOR.

Leia mais

ESCLEROSE LATERAL AMIOTRÓFICA

ESCLEROSE LATERAL AMIOTRÓFICA Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira ESCLEROSE LATERAL AMIOTRÓFICA O que é ELA? O primeiro passo para você conhecer melhor a esclerose

Leia mais

REGULAÇÃO DE SUPLEMENTOS ALIMENTARES

REGULAÇÃO DE SUPLEMENTOS ALIMENTARES REGULAÇÃO DE SUPLEMENTOS ALIMENTARES X REUNIÃO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA DE ALIMENTOS Stefani Faro de Novaes Especialista em Regulação e Vigilância Sanitária 24 e 25 de novembro de 2014 Rio de Janeiro -

Leia mais

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS. Proposta de RECOMENDAÇÃO DO CONSELHO

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS. Proposta de RECOMENDAÇÃO DO CONSELHO PT PT PT COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS Bruxelas, 22.7.2009 COM(2009) 379 final 2009/0113 (CNS) Proposta de RECOMENDAÇÃO DO CONSELHO relativa a medidas de luta contra as doenças neurodegenerativas,

Leia mais

Epilepsia e distúrbio de aprendizagem: tem relação?

Epilepsia e distúrbio de aprendizagem: tem relação? Epilepsia e distúrbio de aprendizagem: tem relação? Apresentação: Daniele Istile (2º ano) Maria Gabriela Cavalheiro (4ºano) Orientação: Doutoranda Thaís dos Santos Gonçalves Local: Anfiteatro da Biblioteca

Leia mais

No Brasil, a esquizofrenia ocupa 30% dos leitos psiquiátricos hospitalares; Ocupa 2ºlugar das primeiras consultas psiquiátricas ambulatoriais;

No Brasil, a esquizofrenia ocupa 30% dos leitos psiquiátricos hospitalares; Ocupa 2ºlugar das primeiras consultas psiquiátricas ambulatoriais; Curso - Psicologia Disciplina: Psicofarmacologia Resumo Aula 7- Psicofármacos e Esquizofrenia Esquizofrenia Uma das mais graves doenças neuropsiquiátricas e atinge 1% da população mundial; No Brasil, a

Leia mais

O CENÁRIO As 3 Epidemias: Aterosclerose. Depressão. Neurose

O CENÁRIO As 3 Epidemias: Aterosclerose. Depressão. Neurose O CENÁRIO As 3 Epidemias: Aterosclerose Depressão Neurose A A maior doença a hoje, não é a lepra ou a tuberculose, mas a sensação de abandono, de não ser amado. Madre Tereza de Calcutá Infarto Agudo do

Leia mais

Cellagon Felice www.olabemestar.eu

Cellagon Felice www.olabemestar.eu A minha beleza é Felice. Cellagon Felice Unhas robustas e bonitas! Cabelo forte e brilhante! Pele saudável e flexível! Tecidos firmes......quem não deseja tal coisa para si próprio? A condição básica para

Leia mais

7/3/2014 Alegações de propriedade funcional aprovadas

7/3/2014 Alegações de propriedade funcional aprovadas Contraste normal Alto Contraste Alegações de propriedade funcional aprovadas As alegações horizontais apresentadas a seguir fazem parte de um processo contínuo e dinâmico de reavaliação das alegações aprovadas

Leia mais

A actividade física e o desporto: um meio para melhorar a saúde e o bem-estar

A actividade física e o desporto: um meio para melhorar a saúde e o bem-estar A actividade física e o desporto: um meio para melhorar a saúde e o bem-estar A actividade física e os desportos saudáveis são essenciais para a nossa saúde e bem-estar. Actividade física adequada e desporto

Leia mais

Eficácia da Suplementação de Ômega-3 como Agente Modulador da Periodontite Crônica. Reduz o Sangramento e a Inflamação Gengival

Eficácia da Suplementação de Ômega-3 como Agente Modulador da Periodontite Crônica. Reduz o Sangramento e a Inflamação Gengival Eficácia da Suplementação de Ômega-3 como Agente Modulador da Periodontite Crônica Reduz o Sangramento e a Inflamação Gengival Novo Tratamento para Estomatite Aftosa Recorrente Ômega-3 Reduz os Sinais

Leia mais

Alimentos com Alegações de Propriedades Funcionais e ou de Saúde, Novos Alimentos/Ingredientes, Substâncias Bioativas e Probióticos

Alimentos com Alegações de Propriedades Funcionais e ou de Saúde, Novos Alimentos/Ingredientes, Substâncias Bioativas e Probióticos FONTE: ANVISA Alimentos com Alegações de Propriedades Funcionais e ou de Saúde, Novos Alimentos/Ingredientes, Substâncias Bioativas e Probióticos IX - Lista de alegações de propriedade funcional aprovadas

Leia mais

Cellagon www.olabemestar.eu

Cellagon www.olabemestar.eu A minha energia é T.GO. Cellagon www.olabemestar.eu Após inúmeras conversas com atletas e Campeões de desportos de inverno, tenistas, jogadores de golfe, praticantes de atletismo, ciclistas, corredores

Leia mais

SAÚDE, SUCESSO E FELICIDADE! CONHEÇA AGORA UM ESTILO DE VIDA E NEGÓCIO QUE DESEJA TUDO DE MELHOR PARA VOCÊ!

SAÚDE, SUCESSO E FELICIDADE! CONHEÇA AGORA UM ESTILO DE VIDA E NEGÓCIO QUE DESEJA TUDO DE MELHOR PARA VOCÊ! SAÚDE, SUCESSO E FELICIDADE! CONHEÇA AGORA UM ESTILO DE VIDA E NEGÓCIO QUE DESEJA TUDO DE MELHOR PARA VOCÊ! NOSSO CENÁRIO BUSCA CONSTANTE POR VIDA SAUDÁVEL TECNOLOGIA E MEDICINA DA LONGEVIDADE SETORES

Leia mais

NÚMERO: 002/2011 DATA: 14/01/2011 ASSUNTO: PALAVRAS CHAVE: PARA: CONTACTO:

NÚMERO: 002/2011 DATA: 14/01/2011 ASSUNTO: PALAVRAS CHAVE: PARA: CONTACTO: NÚMERO: 002/2011 DATA: 14/01/2011 ASSUNTO: PALAVRAS CHAVE: PARA: CONTACTO: Diagnóstico e Classificação da Diabetes Mellitus Diabetes ; Diagnóstico Médicos e Enfermeiros do Serviço Nacional de Saúde Departamento

Leia mais

PROVA ESPECÍFICA Cargo 33

PROVA ESPECÍFICA Cargo 33 27 PROVA ESPECÍFICA Cargo 33 QUESTÃO 41 Kendler e colaboradores (1983), segundo Paulo Dalgalarrondo, propuseram uma série de dimensões da atividade delirante, que seriam indicadoras da gravidade do delírio.

Leia mais

Gastos com medicamentos para tratamento da Doença de Alzheimer pelo Ministério da Saúde, 2007-2011

Gastos com medicamentos para tratamento da Doença de Alzheimer pelo Ministério da Saúde, 2007-2011 Gastos com medicamentos para tratamento da Doença de Alzheimer pelo Ministério da Saúde, 2007-2011 Marina Guimarães Lima, Cristiane Olinda Coradi Departamento de Farmácia Social da Faculdade de Farmácia

Leia mais

ÁCIDOS GRAXOS. Alegação

ÁCIDOS GRAXOS. Alegação DECLARACIONES FUNCIONALES O DE SALUD As alegações horizontais apresentadas a seguir fazem parte de um processo contínuo e dinâmico de reavaliação das alegações aprovadas com base em evidências científicas.

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 448/2014

RESPOSTA RÁPIDA 448/2014 RESPOSTA RÁPIDA 448/2014 SOLICITANTE NÚMERO DO PROCESSO Dr. Eduardo Tavares Vianna Juiz de Direito de Coronel Fabriciano 0060337-30.2014.8.13.0194 DATA 04 de agosto de 2014 SOLICITAÇÃO Senhor (a) Diretor

Leia mais

O que é natural não faz mal

O que é natural não faz mal O que é natural não faz mal Contaminantes Ineficácia Riscos Ação farmacológica Efeitos tóxicos Efeitos adversos Espécie errada Produtos constituídos por extratos de espécies vegetais com tradição de uso

Leia mais

Ingredientes: Óleo de açaí e vitamina E. Cápsula: gelatina (gelificante) e glicerina (umectante).

Ingredientes: Óleo de açaí e vitamina E. Cápsula: gelatina (gelificante) e glicerina (umectante). Registro no M.S.: 6.5204.0095.001-3 Concentração: 500 mg Apresentação: Embalagem com 1000 cápsulas; Embalagem com 5000 cápsulas; Embalagem pet com 500 cápsulas envelopadas; Refil com 2000 cápsulas envelopadas.

Leia mais

Importância das Vitaminas, Antioxidantes e. Ómega-3 na Doença de Alzheimer

Importância das Vitaminas, Antioxidantes e. Ómega-3 na Doença de Alzheimer Monografia Importância das Vitaminas, Antioxidantes e Ómega-3 na Doença de Alzheimer The Role of Vitamins, Antioxidants and Omega-3 in Alzheimer s Disease Sara Margarida Covas Lourenço da Costa Orientada

Leia mais

50% dos acidentes automobilísticos. 25% dos suicídios

50% dos acidentes automobilísticos. 25% dos suicídios A mensagem que induz a beber com moderação abre o caminho para todos os problemas que o alcoolismo traz. Crescem as pressões sobre o uso abusivo de álcool. Esse hábito remonta a épocas imemoriais e os

Leia mais

Alzheimer, a dor do esquecimento

Alzheimer, a dor do esquecimento Tipo de mídia: Internet Site: Época Online Duração da matéria: 12 57 Alzheimer, a dor do esquecimento A rotina e os desafios de pacientes e cuidadores NATHALIA TAVOLIERI 16/01/2014 Após perder a mulher,

Leia mais

Ministério da Saúde Consultoria Jurídica/Advocacia Geral da União

Ministério da Saúde Consultoria Jurídica/Advocacia Geral da União Nota Técnica N 23/2012 Brasília, maio de 2012. Princípio Ativo: cloridrato de memantina. Nomes Comerciais 1 : Ebix,Clomenac,Heimer,Zider,Alois. Medicamento de Referência: Ebix. Medicamentos Similares:

Leia mais

Dias Abertos no CNC Semana da Ciência e da Tecnologia 2012

Dias Abertos no CNC Semana da Ciência e da Tecnologia 2012 Dias Abertos no CNC Semana da Ciência e da Tecnologia 2012 Centro de Neurociências e Biologia Celular Universidade de Coimbra Durante a Semana da Ciência e da Tecnologia, de 19 a 25 de Novembro, instituições

Leia mais