EXPERIÊNCIA MUNDIAL EM LINHAS DE ALTA CAPACIDADE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EXPERIÊNCIA MUNDIAL EM LINHAS DE ALTA CAPACIDADE"

Transcrição

1 Seminário Transmissão de Energia Elétrica a Longa Distância EXPERIÊNCIA MUNDIAL EM LINHAS DE ALTA CAPACIDADE TECNOLOGIAS DISPONÍVEIS & PESQUISAS EM ANDAMENTO 05 de Outubro 2007 Recife, Brasil João B. G. Ferreira da Silva

2 Conteúdo 1. Introdução 2. LT s de Alta Capacidade: Conceito 3. A Evolução da Ultra Alta Tensão (UHV) 4. Os Sistemas UHAV em Operação 5. As iniciativas Pós Itaipu 6. Os avanços no Brasil 7. Projetos em Implantação 7.1 Pesquisa & Desenvolvimento 7.2 Projeto em Acompanhamento no Japão 7.3 Projetos em Estudos / Implantação na Índia 7.4 Projetos em Execução na China 8. Conclusões Referências: Régis, O.; Fröhlich, K; Yinbiao, S.; Lerch, E. et al.; Colombo, E.; Macharey, U.; Nakamura, A.; Yonguei, L; Zehong, L. et al.; Nayak, R.N.; Sasmal, R.P.; Lordan, R.

3 1. Introdução One of the dilemmas facing governments and utilities today is how to supply large amounts of electrical energy for growing populations in a way that is both efficient and has a minimal impact on the environment. In those countries, such as Brazil, China and India, the challenge lies in getting the electricity from the power generating stations thousands of kilometers away to the urban populations. "Ultra high voltage" offers the potential to meet this challenge. International Symposium on International Standards for Ultra High Voltage, Beijing, China, Julho de 2007

4 2. LT s Alta Capacidade: Conceito Ampacidade ou Limite Térmico Equação de equilíbrio térmico: o cabo ganha calor por corrente (efeito Joule) e por insolação; libera calor por convecção (vento) e irradiação 2 RI + Q = Q + Q s c i d Ao se aumentar a corrente o cabo aquece, dilata, aumenta a flecha, e reduz a distância de segurança (d), havendo portanto uma limitação desta corrente máxima: Fator limitante geralmente em linhas curtas

5 2. LT s Alta Capacidade: Conceito Potência Natural ou SIL (Surge Impedance Loading) SIL = V 2 /Z, onde V é a tensão e Z é a impedância V P Quanto menor Z, maior o SIL Z V C/2 C/2 Quando circula na linha uma potência (P) igual ao seu SIL, existe o equilíbrio entre a energia reativa gerada pela capacitância (C) e a energia consumida pela impedância série (Z), e não há queda de tensão. Estudos de sistemas exigem instalação de reatores, que reduzem o SIL efetivo, e impõem redução da potência máxima da linha: Fator limitante em linhas de longa distância

6 3. A evolução da UHV voltage [kv]. transmission forecast 1973 forecast AC 1973 AC DC DC year

7 3. A evolução da UHV Sistemas de EHV e UHV AC foram construídos nos últimos anos: - Nível voltagem de 735 a 765kV AC: Canadá, Brasil, Rússia (URSS), África do Sul, Coréia do Sul, EUA e Venezuela - Linhas de Transmissão de 1000 e 1200kV AC: Japão: LT s 1000kV-1100kV (*) Minami Niigata / Nishi Gunma (200 km) Kita Tochigi / Minami Iwaki (250 km) Rússia: LT s 1100kV-1200kV Ekibastuz Kokchetav (500 km) Kokchetav Kustanay (400 km) * Hoje estes sistemas são operados em 500kV - Ainda hoje os sistemas UHV de maior voltagem operados no mundo são os de ITAIPU: 765kV AC e ± 600kV DC

8 3. A evolução da UHV 19 m 15.5 m 16 m 48 m 16.5 m Line conductors Air gap clearance phase-earth [m] Kita Iwaki 8 x 31,5 mm ACSR 6,5 Ekibastuz Kokchetav 8 x 24.1 mm AS-330 8

9 3. A evolução da UHV Thermal Rating (MVA) Thermal Rating 765 kv Line 1200 kv Line RO W (m ) Right of way Requirement 765 kv Line 1200 kv Line Estimated Line Cost [Rs million/km ] Capital Line Cost 765 kv Line 1200 kv Line times approx. 55 % 2.2 times SIL (MW) Surge Impedance Loading 765 kv Line 1200 kv Line Pow er Flow - SIL per unit RO W (MW/m) Right of Way Utilization 765 kv Line 1200 kv Line Line Cost per SIL [Rs/km.MW] Cost Effectiveness 765 kv Line 1200 kv Line times 2 times approx. 70 %

10 3. A evolução da UHV km DC 2000 km AC cost [MUSD] km DC km AC voltage [kv]

11 3. A evolução da UHV km AC 10 Losses [%] km DC 2% more than t CO 2 equivalent /year 1000 km DC 1000 km AC Voltage [kv]

12 4. Os sistemas UHV em operação - Hydro-Québec 735kV (Canadá) - American Electric Power AEP 765kV (EUA) - Linhas russas de 750kV e 1150kV - Eletrificación del Caroni EDELCA 765kV (Venezuela) - FURNAS 765kV (Brasil) - New York Power Authority 765kV (EUA) - ESKOM lines 765kV (África do Sul) - Power Grid Corporation of India PGCIL 765kV (Índia) - Korean Electric Power KEPCO 765kV (Coréia do Sul) - Tokyo Electric Power TEPCO 1000kV (Japão) AEP 735kV FURNAS 765kV

13 4. Os sistemas UHV em operação Conclusões - Duas linhas com 1000kV construídas, mas nenhuma operando neste nível - Projetos variam consideravelmente. Novos projetos devem ser baseados na experiência dos antigos - Revisão Critérios de Confiabilidade: Vento / Gelo - Espaçadores amortecedores necessitam especial atenção - Feixe de condutores e anéis de corona necessitam cuidadosos estudos - Refinamento dos parâmetros de projeto para surto de manobra e descarga atmosférica - Procedimentos de restauração em emergência em paralelo com o projeto de linhas KEPCO 765kV ESKOM 765kV

14 5. As iniciativas pós ITAIPU Pós ITAIPU: período de estagnação - Fatores políticos e econômicos: - Falta crescimento econômico nos países desenvolvidos - Faltam recursos para investimento nos países em desenvolvimento - Dificuldades políticas para mudanças - Iniciativas: - Rússia, Japão, Itália - Linha corona 1000kV/CEPEL - Expectativa frustrada

15 5. As iniciativas pós ITAIPU RÚSSIA: Projeto 1150 kv - Estação de teste de 1150kV e linha construídas em sub-condutores por fase - Algumas rupturas de isoladores por efeito de galope nos condutores - Projeto para 1/4 a 7/8 de camada de gelo - Torres tipo autoportante estaiadas em V

16 5. As iniciativas pós ITAIPU TEPCO s Service Area JAPÃO: Projeto TEPC0 s 1000kV - Area = km 2 - One-tenth of Japan s land area - TEPCO s demand - 60 GW - One-third of Japan s total demand - 70% of the demand - Within 40km radius of Tokyo 40km Tokyo

17 5. As iniciativas pós ITAIPU - North-South route (190km) Construction by 1993 Kashiwazaki- Kariwa Minami-Iwaki Fukushima - East-West route (240km) Higashi- Gunma Nishi- Gunma Shin-Imaichi Construction by 1999 Tokyo Higashi- Yamanashi

18 5. As iniciativas pós ITAIPU UHV Transmission Tower and Line

19 5. As iniciativas pós ITAIPU Why 1100kV was selected as the Highest Voltage of UHV in Japan Double circuit lines must be used even for UHV transmission. The acquisition of ROW is difficult in a country where land space is narrow. UHV transmission lines go through mountainous areas. A more compact tower is more advantageous. 1100kV was preferred. 1100kV was also estimated to have an economic advantage. Next page

20 5. As iniciativas pós ITAIPU Adoption of 1100kV as The Highest AC Voltage Highest Voltage (kv) Number of Circuits per Route Number of Routes Transmission Capacity GW (Insufficient) 10GW >10GW >10GW Technical Feasibility Easy Feasible Feasible Difficult Total Construction Cost Tower Height (m)

21 5. As iniciativas pós ITAIPU - ENEL: The Italian 1000kV Project - The research ( ) - The realization ( ) - The commissioning ( ) - The service ( )

22 5. As iniciativas pós ITAIPU The Italian 1000kV Project - Quasi flat conductor configuration - Insulating catenary - Conductors: 8 aluminum 31.5mm - Insulator: cap-and-pin - Crossarm less (CRS): Guyed structure - Masts: lattice structured - Guy: a pair of steel wires - Foundation: different types

23 6. Os avanços no Brasil - As LT s EHV 500 AC surgiram no Brasil no final dos anos 60 / anos 70: - LT s Furnas / Marimbondo / Itumbiara: Furnas - LT s 460kV Ilha Solteira: CESP - LT s 500kV São Simão: CEMIG - LT s 500kV P. Afonso / Camaçari: CHESF - LT s 500kV J. Lacerda: Eletrosul - Final anos 70 UHE Itaipu (Furnas): LT s 765kV AC e ± 600kV DC LT 500kV S. Simão: CEMIG

24 6. Os avanços no Brasil - Anos 80 surgem as LT s 500kV compactas / sistema Tucuruí com cerca 20% aumento do SIL (Eletronorte) - Final dos anos 80 russos propõem linhas HSIL - Início anos 90 começam estudos LPNE (CHESF, FURNAS, CEPEL) no Brasil - Final década de 90 construída 1ª LT HSIL no Brasil: LT 500kV P. Dutra / Fortaleza (CHESF) com feixes assimétricos e 25% aumento SIL /2003 Furnas constrói LT 500kV Cach. Paulista / Adrianópolis com feixes expandidos simétricos (1200mm) /2007 Estudos P&D Fexcom Furnas e Linhas LNC Fexcom (Portela) ITAIPU ± 600kV DC

25 6. Os avanços no Brasil 500kV Flat Guyed 4 Rook Conductor SIL: 1000 MW 500kV Compact Line 4 Rail Conductor SIL: 1200 MW CIEN ELETRONORTE

26 6. Os avanços no Brasil 500kV Compact Cross-rope 4 Rail Conductor SIL: 1200 MW ELETRONORTE 500kV HSIL Lines 4 Rail Conductor SIL: 1250 MW (P. DUTRA FORTALEZA) CHESF

27 6. Os avanços no Brasil 4 Rail Conductor 500kV Expanded Bundle SIL: 1200 MW (CACHOEIRA PAULISTA ADRIANÓPOLIS) FURNAS 500kV FEXCOM Cross-rope 4 Rail Conductor SIL: 1500 MW FEXCOM ABB

28 6. Os avanços no Brasil Lateral Phase Central Phase 500kV CRS Compact HSIL Testes Lab. CEPEL 6 Rail Conductor SIL: 2200 MW P&D FURNAS

29 6. Os avanços no Brasil 800kV CRS Expanded LNC 8 Rail Conductor SIL: 4800 MW C. PORTELA L = 2500 km MASTS: Steel: ASTM A572 G50 Main Member: L125x10 Diagonals: L45x4 Cross-Rope: φ 1 ¾ Guy: φ 1 5/8 Weight: 10.8ton

30 7.1. Pesquisa & desenvolvimento Key results of engineering research - Beginning research on Speeding-up at the end of Building-up three UHV test bases - Systematic research for engineering application 1200 kv AC Test Line Wuhan-China

31 7.1. Pesquisa & desenvolvimento 800kV DC test base in Beijing

32 7.1. Pesquisa & desenvolvimento Mechanical test base in Beijing

33 7.1. Pesquisa & desenvolvimento 1000kV\1000MVA Auto transformer 1000kV\320Mvar Shunt reactor

34 7.1. Pesquisa & desenvolvimento 1000kV disconnectors, ES and bus

35 7.1. Pesquisa & desenvolvimento 6-inch thyristors UHVDC Valve

36 7.1. Pesquisa & desenvolvimento: impactos ambientais Global warming potential (GWP) of construction Overhead lines Transmission towers Ground wires Insulators CO2-Equiv. Emissions [t/a] kv AC 800 kv DC 1000 kv AC (J) 1000 kv AC (RUS, CN) Large cross-section (810 mm 2 ) for 1000kV AC (J) High amount of Aluminium Highest impacts due to the manufacture of 1000kV AC (J) Least impacts by 800kV DC transmission

37 7.1. Pesquisa & desenvolvimento: impactos ambientais GWP including transmission losses Transmission losses Overhead lines Transmission towers Ground wires Insulators CO2-Equiv. Emissions [t/a] kv AC 800 kv DC 1000 kv AC (J) 1000 kv AC (RUS, CN) Dominating effect: Impacts of power losses Estimated specific power-mix emissions of t CO 2 - equivalent/mwh Least losses with 800kV DC Lowest impacts by 800kV DC transmission

38 7.1. Pesquisa & desenvolvimento: impactos ambientais Transmission towers for the transmission systems Tubular construction of 1000kV AC (J) towers Highest amount of low-alloy steel Double Circuit layout for 1000kV AC (J) towers and extreme height Smallest right of way (38 m) A: 1000 kv AC (J); ROW: 38 m B: 800 kv DC; 2 parallel towers; ROW: 100 m C: 1000 kv AC (Rus, CN); 2 parallel towers; ROW: 200 m D: 420 kv AC; 5 parallel tower; ROW: 350 m A B C D

39 7.2. Projeto em acompanhamento no Japão UHV Transmission Tower and Line

40 7.2. Projeto em acompanhamento no Japão UHV Testing Facilities in Japan Full scale tower & lines for corona noise test. Akagi, CRIEPI Length: 600m Number of Towers: 3

41 7.2. Projeto em acompanhamento no Japão UHV Testing Facilities in Japan Full scale tower for switching impulse testing. Shiobara, CRIEPI 2 phases Maximum voltage: (1 st phase) 2.6MV, (2 nd ) 2.3MV

42 7.2. Projeto em acompanhamento no Japão UHV Testing Facilities in Japan Full scale conductor bundle for testing corona noise. Shiobara, CRIEPI Size of Cage; 8m 8m 24m Maximum voltage: up to 1200kV

43 7.2. Projeto em acompanhamento no Japão UHV Substation Equipment Test Site

44 7.2. Projeto em acompanhamento no Japão 1100kV Transmission Lines Current State of TEPCO s UHV 430 km UHV designed transmission lines had been constructed, and they are operated at 550kV. 1100kV Substation Equipment All necessary substation equipment has been energized in a field test yard since Upgrading to 1100kV Planned for mid-2010s.

45 7.3. Projetos em estudos/implantação na Índia Surplus Regions MW MW Indian Power Scenario At a glance MW Deficit Regions MW Installed Capacity : MW Peak Demand : MW Peak Availability : MW Energy growth : 8-9% / annum

46 7.3. Projetos em estudos/implantação na Índia Indian Power Grid - Present 765kV Lines Km 400kV Lines Km 220/132kV Lines Km HVDC bipoles: 3 HVDC back-to-back: 7 FSC 18 TCSC 6 - NER, ER, NR & WR operating as single grid of 90000MW - SR Grid 37GW - Inter-regional capacity: MW LAKSHADWEEP PONDA National Grid -Existing NR KOTA MALANPUR GWALIOR KOLHAPUR AGRA UJJAIN WR BELGAUM SR NAGJHARI KOLAR AURAIYA GORAKHPUR BALIA VINDHYACHAL CHANDRAPUR RAIPUR TALCHER 1000 BALIMELA MW U.SILERU KORBA Inter-Regional Capacity MW SAHU PURI MUZAFFARPUR PATNA SASARAM DEHRI BUDHIPADAR ROURKELA GAZUWAKA HVDC BIPOLE HVDC BACK-TO-BACK 765 kv 400 kv ER BIRPARA MALDA Legend ANDAMAN & NICOBAR NER BONGAIGAON SALAKATI 220 kv

47 7.3. Projetos em estudos/implantação na Índia Expansion of National Grid Physical Plan - BY New Transmission Lines km - 765kV km; 400kV km - New Substations kV 15 (1. GIS) ; 400kV 50 (6. GIS) - FSC HVDC System ± 800kV, 6000MW kV UHVAC SuperGrid overlying 400kV/765kV AC network - 2

48 7.3. Projetos em estudos/implantação na Índia Transmission System Through Chicken Neck Area Options: ±800kV HVDC: 8 ±800kV HVDC: 5; 765kV EHVAC: 6 LT s ±800kV HVDC: 4; 1200kV UHVAC: 2 LT s (adopted)

49 7.3. Projetos em estudos/implantação na Índia LT 1200 kv AC parameters Line Parameters of 1200kV/765kV/400kV Transmission System 1200kV 765kV 400kV Nominal Voltage (kv) Highest voltage(kv) Resistance (pu/km) x x x10-5 Reactance (pu/km) x x x10-4 Susceptance (pu/km) x x x10-3 Surge Impedance Loading (MW) Base kv :1200kV/765kV/400kV; Base MVA :100 MVA

50 7.3. Projetos em estudos/implantação na Índia 765kV Tower (existente) POWER GRID ÍNDIA 1200kV Tower (em implantação)

51 7.3. Projetos em estudos/implantação na Índia: ± 800 kv HVDC Basic Engineering Issues For Transmission Line - Type of Conductor: Lapwing - Number of Conductor: 6 - Conductor Height: 20m - Pole to Pole Spacing: 22m - Electric Field: 25kV/m - Ion Current Density: 100 Na/m 2

52 7.4. Projetos em execução na China Installed Capacity GW Years

53 7.4. Projetos em execução na China % % Installed capacity (GW) Electric energy (TWh)

54 7.4. Projetos em execução na China The total length of transmission lines of 220kV and above: longer than km. From 1996, both the total installed capacity and the annual power generation ranked the second in the world.

55 7.4. Projetos em execução na China Installed Generation Capacity (100GW) In Annual GDP: 4000 billion USD 12 Installed Capacity: >1000GW Electric Energy: >4600TWh

56 7.4. Projetos em execução na China Abundant in coal and hydro resources: Top Two in the world Play the dominant role in the power supply Lack of oil and gas: 10th and 22nd Reservation of resource in per capita term: 40% of the world average level

57 7.4. Projetos em execução na China The distribution of generation resources and power load is extremely unbalanced 2/3 of hydro power in the southwest; 2/3 of coal resource in the northwest; 65% of total power consumption in the east and coast areas.

58 7.4. Projetos em execução na China 东 北 西 北 华 北 Coal base Hydro power 西 藏 华 中 华 东 Load center 南 方 台 湾

59 7.4. Projetos em execução na China Voltage standard - UHV AC: 1000kV, max. 1100kV - UHV DC: ±800kV. Technical feasibility - Used in the engineering design - Partly demonstrated in test bases The application of 1000kV AC, and ±800kV DC with capacity of 6400MW is engineering practical Manufacturing ability of UHV equipment - Experience of 750kV AC equipments - Experience of HVDC equipments

60 7.4. Projetos em execução na China Preliminary consideration of the UHV AC grid in 2012

61 7.4. Projetos em execução na China Tentative plan and progress - As the kick-off action of UHV development, China will first construct 1000kV UHV AC pilot project and ±800kV UHV DC project. UHV AC pilot project - Purpose: Test the performance of UHV system Verify the reliability of equipment Optimization of research and design Realize commercial operation

62 7.4. Projetos em execução na China - UHV JINDONGNAN-NANYANG-JINGMEN : total length of line route is about 640km. The line pass plain, hill and mountain, altitude varying between 50m and 1300m. - Nominal voltage of 1000kV, maximum working voltage of 1100kV, expected transmission capacity of 5000MW and emergency capacity of 9000MW in future. - Construction work has beginning in 2006, and commissioning will be started at the end of 2008.

63 7.4. Projetos em execução na China Jindongnan: GIS (2CB); 1 set of 3*1000MVA transformer, and 1 set of 3*320MVar shunt reactor; Nanyang: HGIS (2CB); 2 sets of 3*240MVar shunt reactor; Jinmen: HGIS (2CB); 1 set of 3*1000MVA transformer, and 1 set of 3*200MVar shunt reactor; NCG CCG Nanyang Jindong nan Jinmen

64 7.4. Projetos em execução na China

65 7.4. Projetos em execução na China Preliminary consideration of the UHV AC grid in 2012

66 7.4. Projetos em execução na China - Wind: 27m/s. - Ice cover: 10mm. - Structure importance factor: A bundle with 8 ACSR 500mm 2 sub-conductor was chosen. - A ACS wire with diameter of 17mm be selected as normal ground wire, and an OPGW having similar characteristics as another ground wire. - Insulators: Project to be divided into three levels namely level A, B and C with , and >0.25 mg/cm 2 ESDD respectively. 54 pieces of 300kN double sheds porcelain insulators per string will be used at level A site. Composite insulators be used in level B and C sites.

67 7.4. Projetos em execução na China - Series ZMP: applied to altitude up to 500m - Series ZMQ: applied to altitude up to 500m - Series ZBS: applied to altitude range from m.

68 7.4. Projetos em execução na China Towers - Delta configuration Suspension tower erected in Wuhan Test Station

69 7.4. Projetos em execução na China UHV DC pilot project - Purpose: point-to-point bulk energy transfer over very long distance - Hydropower reservation in the lower reach of Jinsha River: 38000MW - The first stage project: 18600MW

70 7.4. Projetos em execução na China

71 7.4. Projetos em execução na China Bird View of UHV DC converter station

72 7.4. Projetos em execução na China Conclusions - In China, UHV transmission technology and its application is an inevitable choice. The power industry is facing a tremendous development opportunity. - In the following 10 to 15 years, a robust UHV grid will be formed in China. At the moment, the UHV AC and DC pilot projects are already under construction.

73 8. Conclusões... In those countries, such as Brazil, China and India. "Ultra high voltage" offers the potential to meet this challenge. - A ultra alta tensão é uma realidade no mundo. E o Brasil? - Proposta: 1. Aproveitar os avanços tecnológicos atuais e reiniciar estudos/pesquisas kV AC e ±800kV DC 2. Construção tramo experimental (CEPEL) kV AC (Fexcom & LNC) 3. Equipar Lab. Adrianópolis para testes equip. ±800kV 4. Recursos: Consórcio P&D s ANEEL 5. Acordo cooperação técnica: MOU com CEPRI / SG/SGCC China

Seminario Innovación en parques de generación y redes eléctricas de transmisión

Seminario Innovación en parques de generación y redes eléctricas de transmisión Seminario Innovación en parques de generación y redes eléctricas de transmisión 500 kv CRS OHL ELETRONORTE FURNAS 6 BUNDLE HSIL CEPEL Lab. 6 THYRISTORS CHINA 500 kv FEX OHL FURNAS 02-04 de Dezembro 2007

Leia mais

ABINEE TEC 2007. O uso de Elos de HVDC para Usinas Hidroelétricas Remotas ANHEMBI - SÃO PAULO - SP. John Graham

ABINEE TEC 2007. O uso de Elos de HVDC para Usinas Hidroelétricas Remotas ANHEMBI - SÃO PAULO - SP. John Graham ABINEE TEC 2007 ANHEMBI - SÃO PAULO - SP O uso de Elos de HVDC para Usinas Hidroelétricas Remotas John Graham 1. Introdução 2. Sistema Brasileiro Longa distancia Flexibilidade 3. Economia no Nível de Tensão

Leia mais

Desafios para projetos futuros de transmissão a longas distâncias. Sidnei Ueda Nexans Brasil SA

Desafios para projetos futuros de transmissão a longas distâncias. Sidnei Ueda Nexans Brasil SA Desafios para projetos futuros de transmissão a longas distâncias Sidnei Ueda Nexans Brasil SA Nov/2008 1 Roteiro apresentação Introdução Demanda da eletricidade Desafios para transmissão a longas distâncias

Leia mais

Brazil China Energy Dialogue

Brazil China Energy Dialogue LETS -THE INFRASTRUCTURE WEEK Brazil China Energy Dialogue Mauricio Aredes COPPE/UFRJ discuss the Chinese presence in the Brazilian energy sector and what are the prospects of this strategic partnership

Leia mais

OBJETIVOS. Usar com mais eficiência os recursos financeiros na expansão do sistema elétrico;

OBJETIVOS. Usar com mais eficiência os recursos financeiros na expansão do sistema elétrico; DEMANDA D Desenvolvimento de novas topologias de subestações, linhas e redes aéreas para minimizar o investimento de implantação, operação e manutenção OBJETIVOS Usar com mais eficiência os recursos financeiros

Leia mais

Peter Øye, CEO & President, Markleen AS. Response and Containment systems

Peter Øye, CEO & President, Markleen AS. Response and Containment systems Peter Øye, CEO & President, Markleen AS Response and Containment systems What we do: Markleen supplies complete Oil Spill Response Systems for PSVs to NOFO and Petrobras standards. Oil Booms Skimmer Fast

Leia mais

Transmissão em Corrente Contínua em Ultra-Alta Tensão

Transmissão em Corrente Contínua em Ultra-Alta Tensão Transmissão em Corrente Contínua Master-Untertitelformat bearbeiten Panorama Atual e Perspectivas Futuras no Brasil Siemens AG 2012 Energy Sector Ultra-High Voltage Transmission Systems Brazilian SC B4

Leia mais

PRESS CLIPPING 13 13 July 2015 www.mecasolar.com

PRESS CLIPPING 13 13 July 2015 www.mecasolar.com PRESS CLIPPING 13 13 July 2015 www.mecasolar.com MECASOLAR attends ENERSOLAR BRASIL MECASOLAR is attending one of the leading solar events in Brazil, to be held in São Paulo from 15 to 17 July. The company

Leia mais

Brazil: Wind Energy Opportunities

Brazil: Wind Energy Opportunities Brazil: Wind Energy Opportunities Anne McIvor, Cleantech Investor BWEC 2012 2-3 April - São Paulo Brazilian Wind Energy The Brazilian Wind States BAHIA BAHIA: Projects Focus on semi-arido (semi-desert)

Leia mais

Cyclic loading. Yield strength Maximum strength

Cyclic loading. Yield strength Maximum strength Cyclic Test Summary Results SAFECAST Project Yield strength Maximum strength Cyclic loading Yield displacement (d y ) Ultimate displacement Total energy dissipated by the connection Total energy dissipated

Leia mais

Capacitores de Potência para Alta Tensão

Capacitores de Potência para Alta Tensão Capacitores de Potência para Alta Tensão Answers for energy. O mercado de capacitores de potência vem crescendo constantemente graças aos novos investimentos em sistemas de transmissão, que visam a atender

Leia mais

Energy Management: 2009/2010

Energy Management: 2009/2010 Energy Management: 2009/2010 Class# T05 Energy Prices, basics and dynamics Prof. Miguel Águas miguel.aguas@ist.utl.pt ELECTRICITY Class# T05: Energy Prices, basics and dynamics Slide 2 of 53 National electricity

Leia mais

LINHAS DE TRANSMISSÃO

LINHAS DE TRANSMISSÃO linhas/ 1 LINHAS DE TRANSMISSÃO Desde início da década de 60, a THEMAG assume a liderança entre as empresas de engenharia brasileiras com capacidade de desenvolver projetos e estudos para os grandes Empreendimentos

Leia mais

LINHA DE PRODUTOS E SERVIÇOS

LINHA DE PRODUTOS E SERVIÇOS LINHA DE PRODUTOS E SERVIÇOS Usados nos sistemas de geração, transmissão e distribuição das concessionárias de energia elétrica e das empresas dos mais diversos ramos de atividade, com aplicações convencionais

Leia mais

Análise de Sistemas Elétricos de Potência 1

Análise de Sistemas Elétricos de Potência 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA Análise de Sistemas Elétricos de Potência 1 A ula 0 2 : Vi s ã o Geral do S i s tema E l é trico de P otência P r o f. F l á v i o V a n d e r s o n G o m e s E - m

Leia mais

3/8" HELIFLEX Air Dielectric Coaxial Cable

3/8 HELIFLEX Air Dielectric Coaxial Cable Product Data Sheet HCA38-50J 3/8" HELIFLEX Air-Dielectric Coaxial Cable Product Description HELIFLEX 3/8" low loss air dielectric cable Application: UHF, VHF All information contained in the present datasheet

Leia mais

Iony Patriota de Siqueira K.1

Iony Patriota de Siqueira K.1 Apresentação Agenda Força-Tarefa Manutenção Centrada na Confiabilidade de Subestações Primeira Reunião /0/00 Abertura Objetivos Comunicação Atividades do Cigré Termo de Referência Bibliografia de Referência

Leia mais

INTERLIGAÇÃO DAS BARRAS DE GARABI 1 E GARABI 2, TESTES REAIS E CONSEQUÊNCIAS PARA OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO DO SISTEMA

INTERLIGAÇÃO DAS BARRAS DE GARABI 1 E GARABI 2, TESTES REAIS E CONSEQUÊNCIAS PARA OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO DO SISTEMA INTERLIGAÇÃO DAS BARRAS DE GARABI 1 E GARABI 2, TESTES REAIS E CONSEQUÊNCIAS PARA OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO DO SISTEMA Equipe de Proteção e Controle - Garabi DIEGO ROBERTO MORAIS, DR. ENG. CONHECENDO O GRUPO

Leia mais

Public Transport in Numbers

Public Transport in Numbers Nino Aquino ninoaquino@sinergiaestudos.com.br Sinergia Estudos e Projetos Ltda www.sinergiaestudos.com.br September 2009 Demand in bus systems Urban Bus Systems Main State Capitals* Passengers per month

Leia mais

Gerenciamento de projetos SMART GRID

Gerenciamento de projetos SMART GRID Gerenciamento de projetos SMART GRID OBJETIVO Em razão da (o): Grandiosidade e complexidade dos projetos SMART GRID Contexto econômico local e global vs. QUALIDADE dos serviços públicos. p Exigências de

Leia mais

CABO OPGW SUAS IMPLICAÇÕES PARA O SISTEMA ELÉTRICO

CABO OPGW SUAS IMPLICAÇÕES PARA O SISTEMA ELÉTRICO CABO OPGW SUAS IMPLICAÇÕES PARA O SISTEMA ELÉTRICO CABO OPGW Principais Funções Proteger o sistema elétrico contra as descargas atmosféricas; Prover um retorno para as correntes de curto circuito envolvendo

Leia mais

POTENCIAL DE INTERCÂMBIO DE ENERGIA ELÉTRICA ENTRE OS SISTEMAS ELÉTRICOS DO BRASIL E DA ARGENTINA

POTENCIAL DE INTERCÂMBIO DE ENERGIA ELÉTRICA ENTRE OS SISTEMAS ELÉTRICOS DO BRASIL E DA ARGENTINA Revista Brasileira de Energia, Vol. 17, N o. 1, 1 o Sem. 2011, pp. 73-81 73 POTENCIAL DE INTERCÂMBIO DE ENERGIA ELÉTRICA ENTRE OS SISTEMAS ELÉTRICOS DO BRASIL E DA ARGENTINA André Luiz Zanette 1 RESUMO

Leia mais

Desafios da incorporação de novas tecnologias no planejamento, caso Brasil. Dourival de Souza Carvalho Junior. EPE Empresa de Pesquisa Energética

Desafios da incorporação de novas tecnologias no planejamento, caso Brasil. Dourival de Souza Carvalho Junior. EPE Empresa de Pesquisa Energética Desafios da incorporação de novas tecnologias no planejamento, caso Brasil Dourival de Souza Carvalho Junior EPE Empresa de Pesquisa Energética dourival.carvalho@epe.gov.br Desafios da incorporação de

Leia mais

Gestão de Ativos de Distribuição

Gestão de Ativos de Distribuição Gestão de Ativos de Distribuição Smart Grid na Cemig Denys Cláudio Cruz de Souza Superintendência de Desenvolvimento e Engenharia da Distribuição O que é Smart Grid? Sistema elétrico inteligente, que integra

Leia mais

Edifíco CEM - Estrada D. Maria II, Macau www.cem-macau.com. Companhia de Electricidade de Macau - CEM, S.A.

Edifíco CEM - Estrada D. Maria II, Macau www.cem-macau.com. Companhia de Electricidade de Macau - CEM, S.A. Edifíco CEM - Estrada D. Maria II, Macau www.cem-macau.com Companhia de Electricidade de Macau - CEM, S.A. PRINCIPAIS ELEMENTOS ESTATÍSTICOS Key Statistics 1 A ligação ao futuro para si e para Macau Switching

Leia mais

Sustainability issues in the Brazilian automotive industry: electric cars and end-of-life vehicles

Sustainability issues in the Brazilian automotive industry: electric cars and end-of-life vehicles Sustainability issues in the Brazilian automotive industry: electric cars and end-of-life vehicles Adcley Souza (adcley.souza@hotmail.com) Sustainability issues in the Brazilian automotive industry: electric

Leia mais

Miniature Solenoid Valve Type 200

Miniature Solenoid Valve Type 200 2/2-Way, Direct-acting, G1/8 - M5 Advantages/Benefits Normally closed Body materials: brass, stainless steel Short response time Compact design Design/Function Applications is a direct-acting plungertype

Leia mais

Novas tecnologias de armazenamento de energia

Novas tecnologias de armazenamento de energia Novas tecnologias de armazenamento de energia New technologies for energy storage Alberto Jorge Bernardo www.efacec.com Porquê? Why? Aumento da penetração de renováveis (RES) Increase of renewables penetration

Leia mais

Following up the Brazilian Smart Grid Roadmap Current D&D Smart Grid Projects in Brazil. Nelson Kagan University of Sao Paulo - Brazil

Following up the Brazilian Smart Grid Roadmap Current D&D Smart Grid Projects in Brazil. Nelson Kagan University of Sao Paulo - Brazil 1 Following up the Brazilian Smart Grid Roadmap Current D&D Smart Grid Projects in Brazil Nelson Kagan University of Sao Paulo - Brazil The Brazilian RoadMap The SG Roadmap was finished in 2012. It consisted

Leia mais

Conferência - Mobilidade Eléctrica

Conferência - Mobilidade Eléctrica Conferência - Mobilidade Eléctrica 30-03-2011 CRITICAL SOFTWARE Título Dependable Technologies for Critical Systems Spin-off da Universidade de Coimbra, Julho 1998 Desenvolvimento de tecnologia dual Business

Leia mais

Energy Balance. Rio de Janeiro, 27th October 2011 Olga C. R. L. Simbalista. Corporate Participation

Energy Balance. Rio de Janeiro, 27th October 2011 Olga C. R. L. Simbalista. Corporate Participation XXVIII National Seminar on Large Dams Energy Balance Rio de Janeiro, 27th October 2011 Olga C. R. L. Simbalista Director of Planning,, Business Manegement and Corporate Participation BRAZIL AND WORLD DATA

Leia mais

Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water

Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water André Rauen Leonardo Ribeiro Rodnei Fagundes Dias Taiana Fortunato Araujo Taynah Lopes de Souza Inmetro / Brasil

Leia mais

Operação de Instalações Marítimas

Operação de Instalações Marítimas ENIDH, Abril 2011 Sumário 1 Steering Gear 2 Bow Thrust 3 Propeller Servo 1 Steering Gear 2 Bow Thrust 3 Propeller Servo Steering Gear System Comprises two identical hydraulic systems. Each system includes:

Leia mais

REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL

REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL JOÃO CRESTANA President of Secovi SP and CBIC National Commission of Construction Industry SIZE OF BRAZIL Population distribution by gender, according to age group BRAZIL 2010

Leia mais

Asas de confiança, para produtos delicados. Wings of trust, for frail products.

Asas de confiança, para produtos delicados. Wings of trust, for frail products. Asas de confiança, para produtos delicados. Wings of trust, for frail products. Serviço dedicado e cuidado redobrado com carga sensível à temperatura. Dedicated service and extra care for temperature

Leia mais

The Current Situation of Water Supply and Business Opportunties in Pernambuco, Brazil

The Current Situation of Water Supply and Business Opportunties in Pernambuco, Brazil The Current Situation of Water Supply and Business Opportunties in Pernambuco, Brazil Flávio Coutinho Cavalcante Engineering Project Manager COMPESA flaviocoutinho@compesa.com.br Brazil Location BRAZIL

Leia mais

Painel 4 A importância da interclusterização no desenvolvimento da economia do mar - A perspetiva do Pólo da Energia -

Painel 4 A importância da interclusterização no desenvolvimento da economia do mar - A perspetiva do Pólo da Energia - Painel 4 A importância da interclusterização no desenvolvimento da economia do mar - A perspetiva do Pólo da Energia - 6ª EXPO ENERGIA 8 Novembro 2011 Painel Mercados emergentes nas energias renováveis:

Leia mais

GHG missions in sugar cane ethanol production and avoided CO2

GHG missions in sugar cane ethanol production and avoided CO2 Biocombustíveis GHG missions in sugar cane ethanol production and avoided CO2 Balance of CO2 capture by sugar cane: D = C + E + F + G (3) Net avoided CO2 by sugar cane ethanol = H + H A B - C (4) A B C

Leia mais

Braskem Máxio. Maio / May 2015

Braskem Máxio. Maio / May 2015 Maio / May 2015 Braskem Máxio Braskem Máxio Braskem Maxio é um selo que identifica resinas de PE, PP ou EVA dentro do portfólio da Braskem com menor impacto ambiental em suas aplicações. Esta exclusiva

Leia mais

GRUPNOR A ENGENHARIA AO SERVIÇO DOS TRANSPORTES VERTICAIS. Design and Quality

GRUPNOR A ENGENHARIA AO SERVIÇO DOS TRANSPORTES VERTICAIS. Design and Quality GRUPNOR A ENGENHARIA AO SERVIÇO DOS TRANSPORTES VERTICAIS Design and Quality G A GRUPNOR é uma empresa Portuguesa com mais de três décadas de existência. É uma marca de referência no mercado dos elevadores,

Leia mais

a partnership for new applications of virtual and augmented reality targeting the automotive industry Portugal Fraunhofer Gesellschaft Agreement

a partnership for new applications of virtual and augmented reality targeting the automotive industry Portugal Fraunhofer Gesellschaft Agreement a partnership for new applications of virtual and augmented reality targeting the automotive industry Portugal Fraunhofer Gesellschaft Agreement Porto, 18th April 2007 Outline 1. Presentation of CEIIA

Leia mais

Energia Solar Fotovoltaica, MC Brito Sizing PV Systems 3/11/1009

Energia Solar Fotovoltaica, MC Brito Sizing PV Systems 3/11/1009 Define load, location, inclination Determine irradiation Calculate installed power to fulfil load Calculate number of modules Define system specs (battery, charge regulator, inverter) Example Stand alone

Leia mais

Low Carbon Scenarios for Brazil. Amaro Pereira PPE/COPPE/UFRJ

Low Carbon Scenarios for Brazil. Amaro Pereira PPE/COPPE/UFRJ Low Carbon Scenarios for Brazil Amaro Pereira PPE/COPPE/UFRJ Project Team Co-ordinators Prof. Emilio La Rovere and Carolina Dubeux Technical team Amaro Pereira (Energy) Anamélia Medeiros (Agriculture)

Leia mais

APRESENTAÇÃO. ABNT CB-3 Comitê Brasileiro de Eletricidade Comissão de Estudo CE 03:064.01 Instalações Elétricas de Baixa Tensão NBR 5410

APRESENTAÇÃO. ABNT CB-3 Comitê Brasileiro de Eletricidade Comissão de Estudo CE 03:064.01 Instalações Elétricas de Baixa Tensão NBR 5410 APRESENTAÇÃO ABNT CB-3 Comitê Brasileiro de Eletricidade Comissão de Estudo CE 03:064.01 Instalações Elétricas de Baixa Tensão NBR 5410 Instalações elétricas de baixa tensão NBR 5410:1997 NBR 5410:2004

Leia mais

BEM VINDOS! Visão Geral As tecnologias de armazenamento de energia se encontram em estágio avançado de desenvolvimento e comercialização em diferentes lugares do mundo como América do Norte, Europa e Ásia.

Leia mais

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Licenciatura em Engenharia Informática Degree in Computer Science Engineering Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Performance analysis of large distributed

Leia mais

CT MAIN. E ngenheiros anos

CT MAIN. E ngenheiros anos 40 CT MAIN E ngenheiros anos CT MAIN - Escritório sede, localizado em São Paulo, Brasil A E M P R E S A A CT MAIN é, atualmente, uma das empresas de Engenharia brasileira melhor estruturada e dedica-se

Leia mais

Stressing with Real Time Load to Installation the Stay Cable in the Brasilia Bridge

Stressing with Real Time Load to Installation the Stay Cable in the Brasilia Bridge Stressing with Real Time Load to Installation the Stay Cable in the Brasilia Bridge Pedro Afonso de Oliveira Almeida Fernando Rebouças Stucchi Professor of Department of Structure and Geotechnical Engineering,

Leia mais

BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET

BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET 2015 1 e-mail:mario@labma.ufrj.br Tables BR-EMS, mortality experience of the Brazilian Insurance Market, were constructed,

Leia mais

Air Quality Photochemical Simulations using the system MM5 SMOKE CMAQ for Brazil

Air Quality Photochemical Simulations using the system MM5 SMOKE CMAQ for Brazil NCQAr LAMMA UFRJ UFRJ CCMN IGEO LAMMA NCQAr Universidade Federal do Rio de Janeiro Centro de Ciências Matemáticas e da Natureza Instituto de Geociências - Departamento de Meteorologia Laboratório de Modelagem

Leia mais

Protection against the direct lightning strike

Protection against the direct lightning strike Protecção contra a queda directa de raio Tipo 1 Redes Eléctricas Protection against the direct lightning strike DESCRIÇÃO Os descarregadores de corrente tipo raio, (Tipo 1 segundo a norma EN 61643-11),

Leia mais

ART559-07 - CD 262-07 - PÁG.: 1

ART559-07 - CD 262-07 - PÁG.: 1 ART559-07 - CD 262-07 - PÁG.: 1 EFEITOS DOS REATORES DE INTERFASE DOS EQUIPAMENTOS DE TRAÇÃO URBANA (METRÔ), EM SISTEMAS DE SUPRIMENTO DE ENERGIA (APLICAÇÃO NOS METRÔS DE SUPERFÍCIE DE BRASÍLIA E BELO

Leia mais

GIS in Disaster Risk Management in Mozambique

GIS in Disaster Risk Management in Mozambique GIS in Disaster Risk Management in Mozambique 1 Contents 1. Disasters in Mozambique 2. Role of GIS 3. Some Examples 4. CIG Profile 2 1. Disasters in Mozambique Frequent disasters are: Droughts Floods (+

Leia mais

Automatic machines for ladder and stepladder production

Automatic machines for ladder and stepladder production Automatic machines for ladder and stepladder production We provide solutions for: Bending / Driling / Punching / Riveting / Assembly Small Stepladder Aluminium Stepladder Extension Ladder Ladder Folding

Leia mais

Análise do Mercado de Alumínio

Análise do Mercado de Alumínio Análise do Mercado de Alumínio 5º. Seminario de Trefilação - ABM 24.11.2014 Preparado por: Eng. Ayrton Filleti Diretor Técnico/ Presidente Emérito Associação Brasileira do Alumínio - ABAL Roteiro Introducão

Leia mais

NCE/10/00391 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/10/00391 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/10/00391 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/10/00391 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

Catálogo casa de banho l WC accessories. gestos que apetecem l tempting gestures

Catálogo casa de banho l WC accessories. gestos que apetecem l tempting gestures Catálogo casa de banho l WC accessories gestos que apetecem l tempting gestures VALENÇA BRAGA A NOSSA MISSÃO......VALORIZAR E ENGRADECER A TUPAI PORTO AVEIRO ÁGUEDA - COIMBRA GPS - N 40.58567º W 8.46558º

Leia mais

LIGHT em números. Light in numbers

LIGHT em números. Light in numbers LIGHT em números Light in numbers 2015 LIGHT em números Light in numbers 2015 4 Mapa da Área de Concessão Concession Area Map NÚMEROS DA ÁREA DE CONCESSÃO DA LIGHT LIGHT CONCESSION AREA FIGURES 1 3 2

Leia mais

STEEL PIPES FOR THE OIL AND GAS INDUSTRY TUBOS DE AÇO PARA O SETOR DE PETRÓLEO E GÁS SUPPLY CONDITIONS CONDIÇÕES DE FORNECIMENTO

STEEL PIPES FOR THE OIL AND GAS INDUSTRY TUBOS DE AÇO PARA O SETOR DE PETRÓLEO E GÁS SUPPLY CONDITIONS CONDIÇÕES DE FORNECIMENTO STEEL PIPES FOR THE OIL AND GAS INDUSTRY TUBOS DE AÇO PARA O SETOR DE PETRÓLEO E GÁS Pipes used for prospecting, drilling, oil, gas and by-products transport and processing, as well as in refineries, chemical

Leia mais

32228 - Furnas Centrais Elétricas S.A.

32228 - Furnas Centrais Elétricas S.A. Quadro Síntese - Função, Subfunção e Programa Total Órgão Total Unidade Função Total Subfunção Total Programa Total 25. Energia 752. Energia Elétrica 0292. Energia nos Eixos do Centro-oeste 17.976.432

Leia mais

FÁBRICA DE CABOS ELÉCTRICOS LUANDA, ANGOLA

FÁBRICA DE CABOS ELÉCTRICOS LUANDA, ANGOLA FÁBRICA DE CABOS ELÉCTRICOS LUANDA, ANGOLA Sobre Milbridge A Milbridge Holding SA sedeada em Viana com mais de 400 trabalhadores, tem como objectivo formar uma equipa motivada para encarar com optimismo

Leia mais

Energy Storage Systems: The great obstacle for a sustainable society

Energy Storage Systems: The great obstacle for a sustainable society Energy Storage Systems: The great obstacle for a sustainable society João Marcus Abreu Curti M.Sc. Electrical Engineer, PMP Workshop Interno de Competências - 2013 2 Main topics The importance of Energy

Leia mais

Alexandre Kenji Tsuchiya

Alexandre Kenji Tsuchiya Alexandre Kenji Tsuchiya Fundado em 2003, o Instituto Totum conta com profissionais com grande experiência e altamente qualificados em projetos de créditos de carbono. Os serviços envolvem uma ampla faixa

Leia mais

Cigré/Brasil. CE B5 Proteção e Automação. Seminário Interno de Preparação para o Colóquio do SC B5 2009

Cigré/Brasil. CE B5 Proteção e Automação. Seminário Interno de Preparação para o Colóquio do SC B5 2009 Cigré/Brasil CE B5 Proteção e Automação Seminário Interno de Preparação para o Colóquio do SC B5 2009 Rio de Janeiro, 15-16 de setembro de 2009 Dados do Artigo Número: PS1 107 Título: Client Conformance

Leia mais

Luiz Pinguelli Rosa. SEMINÁRIO Florianópolis, junho de 2015. O Setor Elétrico no Contexto da Política de Energia e Mudança Climática

Luiz Pinguelli Rosa. SEMINÁRIO Florianópolis, junho de 2015. O Setor Elétrico no Contexto da Política de Energia e Mudança Climática SEMINÁRIO Florianópolis, junho de 2015 O Setor Elétrico no Contexto da Política de Energia e Mudança Climática Luiz Pinguelli Rosa Diretor da COPPE UFRJ * Secretário do Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas

Leia mais

Teixeira Duarte Distribuição Teixeira Duarte Distribution. Marcas representadas Represented brands. Aposta na competência Focus on competence

Teixeira Duarte Distribuição Teixeira Duarte Distribution. Marcas representadas Represented brands. Aposta na competência Focus on competence Teixeira Duarte Distribuição Teixeira Duarte Distribution Marcas representadas Represented brands Aposta na competência Focus on competence Mercados de atuação Marketplaces Angola Angola Brasil Brazil

Leia mais

Otimização geral de processos (OEE) Fabian Prehn Campinas Setembro 2014

Otimização geral de processos (OEE) Fabian Prehn Campinas Setembro 2014 Otimização geral de processos (OEE) Fabian Prehn Campinas Setembro 2014 Agenda Agenda Futuro da produção farmacêutica Future of pharmaceutical production Compressão como principal ponto no processo de

Leia mais

Energia em Foco Estratégias e Dasafios para o Futuro

Energia em Foco Estratégias e Dasafios para o Futuro Energia em Foco Estratégias e Dasafios para o Futuro Novos Modelos de Negócios para o Setor de Energia Elétrica Richard Kauffman Chairman of Energy and Finance for New York Office of New York Governor

Leia mais

N e w p r o d u c t r e l e a s e

N e w p r o d u c t r e l e a s e Table of content Product features 1 Electrical specification 3 Ordering information 12 Expected released date 12 P r o d u c t f e a t u r e s The product offers a nominal output voltage of 24 V, a wide

Leia mais

AVALIAÇÃO PROSPECTIVA DA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NO MUNDO E NO BRASIL. Marcio Soares Dias

AVALIAÇÃO PROSPECTIVA DA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NO MUNDO E NO BRASIL. Marcio Soares Dias AVALIAÇÃO PROSPECTIVA DA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NO MUNDO E NO BRASIL Marcio Soares Dias Centro de Desenvolvimento da Tecnologia Nuclear CDTN Comissão Nacional de Energia Nuclear- CNEN Tel. (031) 3499

Leia mais

Transformadores de Potência Confiabilidade mundialmente comprovada desde 1894

Transformadores de Potência Confiabilidade mundialmente comprovada desde 1894 Transformadores de Potência Confiabilidade mundialmente comprovada desde 1894 Power transformers Proven worldwide reliability since 1894 www.toshiba.com.br Toshiba T&D do Brasil Ltda - TTDB Na fábrica

Leia mais

Interface de Acesso a Circuitos Dedicados Digitais a 64Kbit/s e Nx64Kbit/s

Interface de Acesso a Circuitos Dedicados Digitais a 64Kbit/s e Nx64Kbit/s Especificações técnicas dos interfaces de rede da PT Comunicações Interface de Acesso a Circuitos Dedicados Digitais a 64Kbit/s e Nx64Kbit/s Especificação do interface Cliente-Rede Data: 2004.01.20 Página

Leia mais

PÁRA-RAIOS PARA BAIXA TENSÃO MODELO NLB-Z TIPO FE NLBZ-FE

PÁRA-RAIOS PARA BAIXA TENSÃO MODELO NLB-Z TIPO FE NLBZ-FE PÁRA-RAIOS PARA BAIXA TESÃO MODELO LB-Z TIPO FE LBZ-FE REVISÃO - R04 DATA - 26/09/2006 PAGIA - 1 de 10 PÁRA-RAIOS PARA BAIXA TESÃO MODELO LB-Z TIPO FE PÁRA-RAIOS LB-Z FE Invólucro em material termoplástico,

Leia mais

Transmissão e Distribuição de Energia Transmission Lines. Resumo da Obra Work Summary. Descrição dos Trabalhos

Transmissão e Distribuição de Energia Transmission Lines. Resumo da Obra Work Summary. Descrição dos Trabalhos Recuperação de Linha de Transmissão de Energia Mocuba (Província da Zambézia), Moçambique Restoration of 220 kv Transmission Line Section Mocuba (Zambezia Province), Mozambique Descrição dos Trabalhos

Leia mais

CIESP Painel4 10/09/2015

CIESP Painel4 10/09/2015 CIESP Painel4 10/09/2015 Ricardo Hering (ricardo.hering@ge.com) Diretor de Vendas GE Digital Energy Imagination at work. Agenda GE Digital energy Filmes: The next industrial revolution is here History

Leia mais

City of Curitiba Institute for Research and Urban Planning of Curitiba

City of Curitiba Institute for Research and Urban Planning of Curitiba City of Curitiba Institute for Research and Urban Planning of Curitiba Cléver Ubiratan Teixeira de Almeida President Energy Efficiency in Cities: Curitiba s Green Line World Bank s Energy Week April 2009

Leia mais

Future Trends: Global Perspective. Christian Kjaer Chief Executive Officer European Wind Energy Association

Future Trends: Global Perspective. Christian Kjaer Chief Executive Officer European Wind Energy Association Future Trends: Global Perspective Christian Kjaer Chief Executive Officer European Wind Energy Association Brazil Wind Power 2010 Rio de Janeiro 1 September 2010 Members include the following leading players:

Leia mais

Climate Change - Coal Overview

Climate Change - Coal Overview CSLF : Capacity Building Climate Change - Coal Overview Fernando Luiz Zancan President - Associação Brasileira do Carvão Mineral - ABCM Salvador - 08 September 2008 BRAZILIAN COAL INDUSTRY Resources: 31,7

Leia mais

ICS-GT INTEGRATED CONTROL SYSTEM FOR GAS TURBINE

ICS-GT INTEGRATED CONTROL SYSTEM FOR GAS TURBINE ICS-GT INTEGRATED CONTROL SYSTEM FOR GAS TURBINE ICS Gas Turbine Complete Control ICS-GT control system is an plc-based, integrated solution for gas turbine control and protection. The ICS-GT control system

Leia mais

Afumex Solar. 0,6/1 kv A.C. / 0,9/1,8 kv D.C.

Afumex Solar. 0,6/1 kv A.C. / 0,9/1,8 kv D.C. Aplicação: Prysmian Afumex Solar é destinado ao uso em Sistemas de Fornecimento de Energia Fotovoltaica: Indoor e/ou Outdoor, em áreas industriais e agrícolas. Podem ser aplicados em equipamentos com proteção

Leia mais

A MÁQUINA ASSÍNCRONA TRIFÁSICA BRUSHLESS EM CASCATA DUPLAMENTE ALIMENTADA. Fredemar Rüncos

A MÁQUINA ASSÍNCRONA TRIFÁSICA BRUSHLESS EM CASCATA DUPLAMENTE ALIMENTADA. Fredemar Rüncos Resumo da Dissertação apresentada à UFSC como parte dos requisitos necessários para obtenção do grau de Mestre em Engenharia Elétrica. A MÁQUINA ASSÍNCRONA TRIFÁSICA BRUSHLESS EM CASCATA DUPLAMENTE ALIMENTADA

Leia mais

booths remain open. Typical performance analysis objectives for the toll plaza system address the following issues:

booths remain open. Typical performance analysis objectives for the toll plaza system address the following issues: booths remain open. Typical performance analysis objectives for the toll plaza system address the following issues: What would be the impact of additional traffic on car delays? Would adding Simulação

Leia mais

André Balzi Abril de 2014 Desafios da Expansão da Transmissão do SIN com o Aumento de Fontes Renováveis Intermitentes Conectando Parques Eólicos

André Balzi Abril de 2014 Desafios da Expansão da Transmissão do SIN com o Aumento de Fontes Renováveis Intermitentes Conectando Parques Eólicos André Balzi Abril de 2014 Desafios da Expansão da Transmissão do SIN com o Aumento de Fontes Renováveis Intermitentes Conectando Parques Eólicos Aplicação e Projetos de Sistemas HVDC Light Aplicação e

Leia mais

SELEÇÃO E CÁLCULO DE TRANSMISSÃO POR CORREIAS V V BELT TRANSMISSION SELECTION AND CALCULATION TR02

SELEÇÃO E CÁLCULO DE TRANSMISSÃO POR CORREIAS V V BELT TRANSMISSION SELECTION AND CALCULATION TR02 te SELEÇÃO E CÁLCULO DE TRANSMISSÃO POR CORREIAS V V BELT TRANSMISSION SELECTION AND CALCULATION Dados de Entrada (Conhecidos) Potencia de acionamento (motor)(kw, CV, HP) Rotação (motor)(rpm) Tipo de equipamento

Leia mais

CARLOS ROBERTO SUTTER

CARLOS ROBERTO SUTTER CARLOS ROBERTO SUTTER CREA-RJ.: xxxxx Engenheiro Eletricista - UFRJ, 1971. Idiomas: Inglês Cursos e Aperfeiçoamento Máquinas Elétricas -por Edward T. metcalf, PROMON, Rio de Janeiro, 1978, 1979 Congressos

Leia mais

O MAPA DO APAGÃO DE ENGENHEIROS NO BRASIL

O MAPA DO APAGÃO DE ENGENHEIROS NO BRASIL O MAPA DO APAGÃO DE ENGENHEIROS NO BRASIL João Candido Fernandes jcandido@feb.unesp.br Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Engenharia de Bauru Av. Luiz Edmundo Coube, 14-01 CEP: 17033-360

Leia mais

Workshop Infraestrutura - Energia. Desafios para a expansão solar fotovoltaica no Brasil

Workshop Infraestrutura - Energia. Desafios para a expansão solar fotovoltaica no Brasil Workshop Infraestrutura - Energia Desafios para a expansão solar fotovoltaica no Brasil Amilcar Guerreiro Director de Estudios de Energía Eléctrica Empresa de Pesquisa Energética - EPE São Paulo, SP 24

Leia mais

Inválido para efeito de certificação

Inválido para efeito de certificação Escola Superior Náutica Infante D. Henrique Nome: Departamento de Transportes e Logística Licenciatura em Pilotagem Ficha da unidade curricular Electricidade e Electrónica do Navio Código: 3003 Tipo de

Leia mais

Overview -Experiences of ITAIPU in the Electric Vehicle Project

Overview -Experiences of ITAIPU in the Electric Vehicle Project Overview -Experiences of ITAIPU in the Electric Vehicle Project Rio de Janeiro - 2012 June 18th. Eng. Celso Ribeiro Barbosa de Novais CTO - Sustainable Electrical Mobility ITAIPU BINACIONAL Historical

Leia mais

COMITÊ DO ESPECTRO PARA RADIODIFUSÃO - CER SPECTRUM DAY 16.08.2011 A REVISÃO DA REGULAMENTAÇÃO DO USO DA FAIXA DE 3,5 GHZ UMA NECESSIDADE COMPROVADA.

COMITÊ DO ESPECTRO PARA RADIODIFUSÃO - CER SPECTRUM DAY 16.08.2011 A REVISÃO DA REGULAMENTAÇÃO DO USO DA FAIXA DE 3,5 GHZ UMA NECESSIDADE COMPROVADA. COMITÊ DO ESPECTRO PARA RADIODIFUSÃO - CER SPECTRUM DAY 16.08.2011 A REVISÃO DA REGULAMENTAÇÃO DO USO DA FAIXA DE 3,5 GHZ UMA NECESSIDADE COMPROVADA. PAULO RICARDO H. BALDUINO 0 Conteúdo 1. Introdução

Leia mais

Preposições em Inglês: www.napontadalingua.hd1.com.br

Preposições em Inglês: www.napontadalingua.hd1.com.br Preposições na língua inglesa geralmente vem antes de substantivos (algumas vezes também na frente de verbos no gerúndio). Algumas vezes é algo difícil de se entender para os alunos de Inglês pois a tradução

Leia mais

RECURSOS GEOTÉRMICOS DE PORTUGAL José Martins Carvalho. 1º Seminário da Plataforma Portuguesa de Geotermia Superficial PPGS 8 Julho 2013, LIsboa

RECURSOS GEOTÉRMICOS DE PORTUGAL José Martins Carvalho. 1º Seminário da Plataforma Portuguesa de Geotermia Superficial PPGS 8 Julho 2013, LIsboa RECURSOS GEOTÉRMICOS DE PORTUGAL José Martins Carvalho 1º Seminário da Plataforma Portuguesa de Geotermia Superficial PPGS 8 Julho 2013, LIsboa SÃO MIGUEL GEOTHERMAL PROJECT Ribeira Grande geothermal

Leia mais

Cabo SO-M / SO-M Cable

Cabo SO-M / SO-M Cable Cabo / Cable 750 V Descrição: Os cabos móveis tipo são recomendados para utilização em circuitos de energia e controle de máquinas providas de dispositivo de recolhimento de cabos do tipo festoon ou cortina

Leia mais

Climate Change and Energy Security in Brazil: Understanding the Impact of Climate Change on the Energy Sector

Climate Change and Energy Security in Brazil: Understanding the Impact of Climate Change on the Energy Sector Climate Change and Energy Security in Brazil: Understanding the Impact of Climate Change on the Energy Sector Prof. Roberto Schaeffer (with Alexandre Szklo and Andre Lucena) Energy Planning Program, COPPE

Leia mais

Edifício CEM - Estrada D. Maria II, Macau www.cem-macau.com. Companhia de Electricidade de Macau - CEM, S.A.

Edifício CEM - Estrada D. Maria II, Macau www.cem-macau.com. Companhia de Electricidade de Macau - CEM, S.A. 5 澳門馬交石炮台馬路澳電大樓 Edifício CEM - Estrada D. Maria II, Macau www.cem-macau.com 澳門電力股份有限公司 Companhia de Electricidade de Macau - CEM, S.A. 電力統計資料 CEM em Números CEM Statistics PRINCIPAIS ELEMENTOS ESTATÍSTICOS

Leia mais

Componentes Cerâmicos em Substituições Articulares Protéticas: Onde estamos hoje?

Componentes Cerâmicos em Substituições Articulares Protéticas: Onde estamos hoje? Venha buscar o seu Voucher para 1 Pendrive. Para todos os participantes. Componentes Cerâmicos em Substituições Articulares Protéticas: Onde estamos hoje? Simpósio 4 de Setembro de 2015, das 12:30 as 14:00

Leia mais

Copyright 2011 OSIsoft, LLC 1

Copyright 2011 OSIsoft, LLC 1 1 PI System na CEMIG Presented by André Cavallari Wantuil D. Teixeira Agenda Institucional; Implantação do PI System na CEMIG; Hidrologia e Planejamento Energético; CMDR - Centro de Monitoramento e Diagnóstico

Leia mais

LT 500 kv ESTREITO FERNÃO DIAS CD PROJETO BÁSICO

LT 500 kv ESTREITO FERNÃO DIAS CD PROJETO BÁSICO POJETO BÁSICO CAPÍTULO 15 SISTEMA DE ATEAMENTO Capítulo 15 Pág.1/13 CONTEÚDO 1. OBJETIVO 2. DADOS 3. ESISTIVIDADE DO SOLO DA EGIÃO 4. METODOLOGIA DE CÁLCULO DA ESISTÊNCIA DOS CABOS CONTAPESOS 5. SISTEMA

Leia mais

6 Não será permitido o uso de dicionário.

6 Não será permitido o uso de dicionário. 1 2 3 4 5 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Se, em qualquer outro local deste Caderno, você assinar, rubricar,

Leia mais