CARLOS EDUARDO SILVA VOLPATO ENGENHARIA OFERECIDA PARA O (S)CURSO (S) DE: ENGENHARIA DE ALIMENTOS. Ementa (Síntese do Conteúdo)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CARLOS EDUARDO SILVA VOLPATO ENGENHARIA OFERECIDA PARA O (S)CURSO (S) DE: ENGENHARIA DE ALIMENTOS. Ementa (Síntese do Conteúdo)"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRO-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETORIA DE REGISTRO E CONTROLE ACADÊMICO CONTEÚDO DE DISCIPLINA CARGA HORÁRIA CÓDIGO DENOMINAÇÃO CR. TEÓR. PRÁT. TOT. ENG 239 INTRODUÇÃO AO CONTROLE AMBIENTAL DEPARTAMENTO PROFESSOR(ES) CARLOS EDUARDO SILVA VOLPATO ENGENHARIA CLÁUDIO GOUVÊA BOTELHO LUIZ ROBERTO GUIMARÃES GUILHERME OFERECIDA PARA O (S)CURSO (S) DE: ENGENHARIA DE ALIMENTOS Ementa (Síntese do Conteúdo) Introdução; Água na natureza; A água e o homem; Impurezas encontradas na água, Parâmetros de qualidade da água, Requisitos e padrões de Qualidade da Àgua; Noções sobre tratamento da água; Poluição das águas; Características das águas residuárias, Noções sobre tratamento da águas residuárias. Poluição no solo, seus danos, suas causas, legislação Ambiental e reciclagem de poluentes. Objetivos: A disciplina procura dar uma visão integrada das ações de controle da poluição de cada um dos grandes segmentos do meio ambiente, a saber: o Recurso àgua, o Recurso Ar e o Recurso Solo. No âmbito de cada segmento ambiental, Àgua Ar Solo, a poluição é tratamento como fenômeno causa-efeito de modo abranger todos os aspectos relacionados com o controle das fontes de poluição, suas técnicas de controle, isso do lado das causas, e também os relacionados com a capacidade de assimilação e a qualidade das águas e usos dos recursos, estes últimos, do lado dos efeitos. Também os aspectos relacionados a legislação ambiental atual e procura dar noções de reciclagem de materiais poluentes. Chefe do Departamento de Lavras, / / Assinaturas:

2 Conteúdo Programático CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1.0Introdução à disciplina 1.1 Apresentação dos professores e estudantes 1.2 Apresentação do plano de curso 1.3 Metodologia de ensino-aprendizagem e avaliação 2.0A Àgua 2.1 A Àgua na natureza 2.2 A Água e o homem 2.3 Impurezas encontradas na água 2.4 Parâmetros de qualidade da água 2.5 Requisitos e padrões de qualidade da água 2.6 Noções básicas sobre tratamento de água de abasteciemento e residuárias 2.7 Visita ao Laboratório de análise da água do DEG (LAADEG) 2.8 Aspectos legais e Institucionais 3.0O ar 3.1 Usos do Ar 3.2 Danos Causados pela Poluição do Ar 3.3 Meteorologia 3.4 Qualidade do Ar 3.5 Fontes de Poluição 3.6 Dispersão Atmosfera de Poluentes 3.7 Técnicas de Controle 3.8 Aspectos legais e Institucionais 4.0O solo 4.1 Usos do solo 4.2 danos 4.3 Formação do Solo e suas Propriedades 4.4 Qualidade do solo 4.5 Fontes de Poluição 4.6 Atenuação da Poluição no solo 4.7 Técnicas de Controle 4.8 Aspectos legais e Instucioanais 5.0Reciclagem 5.1 Aspectos legais e Institucionais 6.0Avaliação 6.1 Avaliação do conteúdo do curso

3 6.2 Avaliação da atuação do estudante 6.3 Avaliação da atuação do professor 6.4 Avaliação das condições materiais e físicas em eu se desenvolve o curso BIBLIOGRAFIA ANTUNES, Paulo de Bessa. Direito Ambiental como Direito Econômico Análise Crítica. Revista de Informação Legislativa, Brasília, n. 115,p , jul/set ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Rumo a Certificação Verde Revista ABNT, São Paulo, n. 0, p , jan/fev BACKER, Paulo de. Gestão Ambiental: a administração verde. Tradução de Heloísa Martins Costa. Rio de Janeiro: Qualitymark Ed.., BARUAU VERITAS. Curso de formação de auditores internos de sistemas de gestão ambiental. CAIRNCROSS, Frances. Meio ambiental: custos e benefícios. Tradução de Cid Knipel Moreira. São Paulo: Nobel, CASTRO, A A Manual de saneamento e proteção ambiental para os municípios. 2 ed. Belo Horizonte: DESA-UFMG, p. CHERNICHARO, C. A L. Princípios do tratamento biológico de águas residuárias, Reatores anaeróbicos. 1997, 246p. COMPASSI, Marlon K. Gestão da Qualidade Ambiental no Setor de Couro, Calçado e de componentes. Revista Tecnicouro, Novo Hamburgo, v. 17, n.2, abr CONSTANTINO, Carlos Ernani. Delitos Ecológicos: a lei Ambiental Comentada Artigo por Artigo. 1 ed.. São Paulo: Atlas, p. DERISIO, J. C. Introdução ao Controle de Poluição Ambiental. Editora Signus. São Paulo p. DONAIRE, D. Gestão Ambiental na Empresa. São Paulo: Atlas, DONAIRE, D. A internacionalização da gestão ambiental na empresa. Revista de Administração, São Paulo v.31,n.1,p.44-51, jan/mar GAZETA MERCANTIL. Panorama Setorial: Indústria de Embalagem. Dez

4 GAZETA MERCANTIL. Gestão Ambienatl. Compromisso da empresa, Encarte especial, Abr/mai GRADY, A; GRADY, E. Biological watewater treatment theory and application. 1980, 963 p. GRADY, A; GRADY, E. Microbiology For enviromental scientists and engineers 1980, 736 P. KINLAW, Dennis C. Empresa competitiva e ecológica: desempenho sustentado na era ambiental. Tradução de Lenke Prese alves de Araújo. São Pulo: Makron Books, MAIMON, Dália. Eco-Estratégia nas Empresas Brasileiras: Realidade ou Discurso? Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v.34, n 4,p , jul/ago MAIMON, Dalia. Passaporte verde: Gerência ambiental e competitividade. Rio de Janeiro: qualitimark Ed., MOURA, L. A A de Qualidade e Gestão Ambiental: sugestões para implantação das normas ISSO nas empresas. São Paulo: Editora Oliveira Mendes, PAULI, Gunter. Emissão Zero: a busca de novos paradigmas: o que os negócios podem oferecer à sociedade. Porto Alegre: EDIPUCRS, REIS, Maurício J. L. ISO gerênciamento ambiental. Um novo desafio para sua competitividade. Ed. Qualitymark, Rio de Janeiro, ROMM, Joseph. Um Passo além da qualidade: como aumentar seus lucros e produtividade através de uma administração ecológica. Tradução Caetano M. F. Pimentel. São Paulo: Futura, TIBOR, T.; FELDMAM, I ISO Um guia para as Normas de Gestão Ambiental. Editora Futura: São Paulo, ( ) VALLE, Cyro Eyer do. Qualidade ambiental: como ser competitivo protegendo o meio ambiente: (como se preparar para as Normas ISSO 14000). São Paulo: Pioneira, 1995.

5 VON SPERLING, M. Introdução a qualidade das águas e ao tratamento de esgotos. 2 ed. Belo Horizonte: DESA-UFMG, 1996.v.1, 243 p.

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM AUDITORIA DA QUALIDADE E AMBIENTAL

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM AUDITORIA DA QUALIDADE E AMBIENTAL Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Curitiba Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação Departamento Acadêmico de Química e Biologia CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM AUDITORIA

Leia mais

Faculdade Independente do Nordeste Credenciada pela Portaria MEC 1.393, de 04/07/2001 publicada no D.O.U. de 09/07/2001.

Faculdade Independente do Nordeste Credenciada pela Portaria MEC 1.393, de 04/07/2001 publicada no D.O.U. de 09/07/2001. CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: Gestão Ambiental e Desenvolvimento Sustentável Código: ADM 454 Período Letivo: 2013.1 Professor:

Leia mais

Habilitação recomendada para ministrar o componente curricular:

Habilitação recomendada para ministrar o componente curricular: Ementa do Curso Curso: SEGURANÇA DO TRABALHO Etapa: 1ª Componente Curricular: PROTEÇÃO AMBIENTAL - PA Carga Horária: 80 H/A Habilitação recomendada para ministrar o componente curricular: BIÓLOGO ENGENHEIRO

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ENGENHARIA AMBIENTAL

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ENGENHARIA AMBIENTAL DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ENGENHARIA AMBIENTAL 9º PERÍODO CÓDIGO PERÍ DISCIPLINAS DO NONO CRÉDITOS PRÉ - CO- ODO PERÍODO TEÓRICOS PRÁTICOS TOTAL REQUISITOS REQUISITOS HGS 1570 9 Sociologia aplicada a

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EMENTA E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. EMENTA (Síntese do Conteúdo)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EMENTA E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. EMENTA (Síntese do Conteúdo) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EMENTA E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Código: EASD034 Pág/Pág: 01/04 CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO MODALIDADE A DISTÂNCIA

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ENGENHARIA AMBIENTAL

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ENGENHARIA AMBIENTAL DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ENGENHARIA AMBIENTAL 8º PERÍODO CÓDIGO PERÍ DISCIPLINAS DO CRÉDITOS PRÉ - CO- ODO OITAVO PERÍODO TEÓRICOS PRÁTICOS TOTAL REQUISITOS REQUISITOS ENG 1530 8 Administração e Finanças

Leia mais

I. Dados Identificadores. II. Ementa. Conteúdo Programático

I. Dados Identificadores. II. Ementa. Conteúdo Programático I. Dados Identificadores Curso Disciplina Tecnologia em Processos Químicos Tecnologia e Gestão Ambiental Semestre 6º Carga Horária Semanal: 04 h/a Semestral: 80 horas II. Ementa A classificação dos resíduos

Leia mais

CONTABILIDADE AMBIENTAL: A CONTABILIDADE COMO SISTEMA DE INFORMAÇÃO QUANTO A PREOCUPAÇÃO AMBIENTAL

CONTABILIDADE AMBIENTAL: A CONTABILIDADE COMO SISTEMA DE INFORMAÇÃO QUANTO A PREOCUPAÇÃO AMBIENTAL CONTABILIDADE AMBIENTAL: A CONTABILIDADE COMO SISTEMA DE INFORMAÇÃO QUANTO A PREOCUPAÇÃO AMBIENTAL Douglas Ribeiro Lucas, autor Denilson da Silva Lucas, co-autor José Adenildo da Silva, co-autor 1 FACESM/Gpde,

Leia mais

PLANO DE CURSO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO SUL DE MINAS - IFSM CAMPUS DE INCONFIDENTES - MG

PLANO DE CURSO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO SUL DE MINAS - IFSM CAMPUS DE INCONFIDENTES - MG PLANO DE CURSO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO SUL DE MINAS - IFSM CAMPUS DE INCONFIDENTES - MG DISCIPLINA N O de aulas/semana CARGA HORÁRIA Teórica Prática Total FUNDAMENTOS DE GERENCIAMENTO

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA BETA S/A

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA BETA S/A EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA BETA S/A Daniele de Freitas Trintin 1 Elvis Silveira Martins 2 RESUMO Este trabalho analisa a atual situação do conhecimento sobre a importância da educação

Leia mais

MédioTécnico ( ) Técnico Modular ( )

MédioTécnico ( ) Técnico Modular ( ) Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médio ( ) MédioTécnico ( ) Técnico Modular ( ) Graduação (x) Pós-graduação ( ) I. Dados Identificadores Curso Tecnologia em Processos Químicos Disciplina HIGIENE, SEGURANÇA

Leia mais

Sistemas e Instrumentos de Gestão Ambiental

Sistemas e Instrumentos de Gestão Ambiental Sistemas e Instrumentos de Gestão Ambiental Série ISO 14000 Prof. Gustavo Rodrigo Schiavon Eng. Ambiental A questão ambiental empresarial encontrase em fases distintas nos diversos países do mundo: De

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2009

PLANO DE ENSINO 2009 PLANO DE ENSINO 2009 Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médio ( ) Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Graduação ( x ) Pós-graduação ( ) Curso I. Dados Identificadores Disciplina Professor

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013. Habilitação Profissional: Técnico de Nível Médio de Técnico em Administração

Plano de Trabalho Docente 2013. Habilitação Profissional: Técnico de Nível Médio de Técnico em Administração Plano de Trabalho Docente 2013 ETEC PAULINO BOTELHO Ensino Técnico Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnico de Nível Médio de Técnico em Administração

Leia mais

GESTÃO AMBIENTAL RESPONSABILIDADE COM O FUTURO

GESTÃO AMBIENTAL RESPONSABILIDADE COM O FUTURO GESTÃO AMBIENTAL RESPONSABILIDADE COM O FUTURO Cláudia C. Almeida davidv@fatecnet.ufsm.br David V. de Oliveira davidv@fatecnet.ufsm.br Helga H. S. Perlin helgaperlin@zipmail.com.br Simone R. Didonet sdidonet@terra.com.br

Leia mais

CEP. 29.075-910 -ES Brasil- Tel. (27) 3335.2599 E-mail: cursoadm@npd.ufes.br PROGRAMA DE DISCIPLINA. Disciplina: GESTÃO AMBIENTAL Semestre: 2014/11

CEP. 29.075-910 -ES Brasil- Tel. (27) 3335.2599 E-mail: cursoadm@npd.ufes.br PROGRAMA DE DISCIPLINA. Disciplina: GESTÃO AMBIENTAL Semestre: 2014/11 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas Departamento de Administração Av. Fernando Ferrari, 514 - Campus Universitário - Goiabeiras CEP. 29.075-910 -ES Brasil-

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO AMBIENTAL

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO AMBIENTAL CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO AMBIENTAL Conteúdo Programático 1) Gestão Ambiental e Desenvolvimento Sustentável: Conceitos Básicos (12 h) - Principais questões ambientais no Brasil e no mundo. - Conceitos

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO EDITAL PRGDP Nº 30/2013 ENGENHEIRO AMBIENTAL CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS DE LÍNGUA PORTUGUESA, MATEMÁTICA E LEGISLAÇÃO

CONCURSO PÚBLICO EDITAL PRGDP Nº 30/2013 ENGENHEIRO AMBIENTAL CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS DE LÍNGUA PORTUGUESA, MATEMÁTICA E LEGISLAÇÃO CONCURSO PÚBLICO EDITAL PRGDP Nº 30/2013 ENGENHEIRO AMBIENTAL CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS DE LÍNGUA PORTUGUESA, MATEMÁTICA E LEGISLAÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA Será avaliada a capacidade de: 1) Leitura

Leia mais

A Contabilidade Estratégica na Gestão da Qualidade Ambiental

A Contabilidade Estratégica na Gestão da Qualidade Ambiental A Contabilidade Estratégica na Gestão da Qualidade Ambiental Valério Vitor Bonelli Antonio Robles Junior Resumo: A adequação às exigências ambientais dos mercados, governos e sociedade, apesar de demandar

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DE SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL NA EMPRESA

IMPLANTAÇÃO DE SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL NA EMPRESA IMPLANTAÇÃO DE SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL NA EMPRESA Ariana Oliveira Beber 1 RESUMO O presente artigo visa mostrar algumas considerações sobre as vantagens econômicas, sociais e ambientais através da

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS UFPEL CENTRO DE ENGENHARIAS CENG CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS UFPEL CENTRO DE ENGENHARIAS CENG CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 2015-2. PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: Administração Aplicada à Gestão Ambiental. I. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Universidade Federal de Pelotas - UFPel 2. Campus: Porto 3. Endereço: Rua: Gomes Carneiro, 01

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Ambiente e Saúde MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Técnico em Meio Ambiente FORMA/GRAU:( )integrado ( x )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura

Leia mais

Componente Curricular: Gestão Ambiental. Pré-requisito: -------

Componente Curricular: Gestão Ambiental. Pré-requisito: ------- C U R S O D E E N G E N H A R I A D E P R O D U Ç Ã O Autorizado pela Portaria nº 1.150 de 25/08/10 DOU Nº 165 de 27/08/10 Componente Curricular: Gestão Ambiental Código: ENGP - 552 Pré-requisito: -------

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Administração Geral Disciplina Gestão de Operações Código Semestre 5º Carga Horária Semestral: 80 horas Semanal: 4 horas

PLANO DE ENSINO. Administração Geral Disciplina Gestão de Operações Código Semestre 5º Carga Horária Semestral: 80 horas Semanal: 4 horas PLANO DE ENSINO I. Dados Identificadores Curso Administração Geral Disciplina Gestão de Operações Código Semestre 5º Carga Horária Semestral: 80 horas Semanal: 4 horas II. Objetivos 1. Objetivo Geral Propiciar

Leia mais

CONTABILIDADE AMBIENTAL E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

CONTABILIDADE AMBIENTAL E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL CONTABILIDADE AMBIENTAL E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Samir Bazzi (FAE Centro Universitário) samir.bazzi@fae.edu RESUMO A evolução, e até mesmo a necessidade, da contabilidade tradicional para a contabilidade

Leia mais

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES ACERCA DOS BENEFÍCIOS ECONÔMICOS, SOCIAIS E AMBIENTAIS ADVINDOS DA OBTENÇÃO DA CERTIFICAÇÃO ISO 14000 PELAS EMPRESAS

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES ACERCA DOS BENEFÍCIOS ECONÔMICOS, SOCIAIS E AMBIENTAIS ADVINDOS DA OBTENÇÃO DA CERTIFICAÇÃO ISO 14000 PELAS EMPRESAS ALGUMAS CONSIDERAÇÕES ACERCA DOS BENEFÍCIOS ECONÔMICOS, SOCIAIS E AMBIENTAIS ADVINDOS DA OBTENÇÃO DA CERTIFICAÇÃO ISO 14000 PELAS EMPRESAS Valdir Frigo Denardin * Glaucia Vinter ** Resumo A preocupação

Leia mais

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES ACERCA DOS BENEFÍCIOS ECONÔMICOS, SOCIAIS E AMBIENTAIS ADVINDOS DA OBTENÇÃO DA CERTIFICAÇÃO ISO 14000 PELAS EMPRESAS

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES ACERCA DOS BENEFÍCIOS ECONÔMICOS, SOCIAIS E AMBIENTAIS ADVINDOS DA OBTENÇÃO DA CERTIFICAÇÃO ISO 14000 PELAS EMPRESAS ALGUMAS CONSIDERAÇÕES ACERCA DOS BENEFÍCIOS ECONÔMICOS, SOCIAIS E AMBIENTAIS ADVINDOS DA OBTENÇÃO DA CERTIFICAÇÃO ISO 14000 PELAS EMPRESAS Valdir Frigo Denardin * Glaucia Vinter ** Resumo A preocupação

Leia mais

ESTRATÉGIAS EMPRESARIAIS BASEADAS NA PRESERVAÇÃO AMBIENTAL: A AVALIAÇÃO DAS EMPRESAS INDUSTRIAIS DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA

ESTRATÉGIAS EMPRESARIAIS BASEADAS NA PRESERVAÇÃO AMBIENTAL: A AVALIAÇÃO DAS EMPRESAS INDUSTRIAIS DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA ESTRATÉGIAS EMPRESARIAIS BASEADAS NA PRESERVAÇÃO AMBIENTAL: A AVALIAÇÃO DAS EMPRESAS INDUSTRIAIS DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA Ademir Clemente CEPEC/UFPR Alceu Souza PPAD/PUCPR Melissa Kobus Sasson

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EMENTA E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. EMENTA (Síntese do Conteúdo) OBJETIVOS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EMENTA E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. EMENTA (Síntese do Conteúdo) OBJETIVOS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EMENTA E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Código: EASD026 Pág/Pág: 01/05 CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO MODALIDADE A DISTÂNCIA

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Ambiente, saúde e segurança CURSO: Técnico em Meio Ambiente FORMA/GRAU:( )integrado ( x )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura (

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE TAQUARITINGA PLANO DE ENSINO 2013 2º SEMESTRE DE 2013 14 ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE TAQUARITINGA PLANO DE ENSINO 2013 2º SEMESTRE DE 2013 14 ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS 1 FACULDADE DE TECNOLOGIA DE TAQUARITINGA ANO PLANO DE ENSINO 2013 2º SEMESTRE DE 2013 DEPARTAMENTO 14 ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DISCIPLINA 1435 SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO PROFESSOR RESPONSÁVEL

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ CÂMPUS CURITIBA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ CÂMPUS CURITIBA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ CÂMPUS CURITIBA Pró-Reitoria de Extensão, Pesquisa e Inovação Diretoria de Extensão e Políticas de Inclusão

Leia mais

Tecnologia em Gestão Ambiental

Tecnologia em Gestão Ambiental Tecnologia em Gestão Ambiental Sistemas e Instrumentos de Gestão Ambiental Prof. Gustavo Rodrigo Schiavon Eng. Ambiental EMENTA Panorama histórico mundial e brasileiro sobre meio ambiente e gestão ambiental;

Leia mais

Análise da Sustentabilidade na Baixada Santista: Uso da Certificação como Instrumento para a Melhoria do Sistema de Gestão Ambiental.

Análise da Sustentabilidade na Baixada Santista: Uso da Certificação como Instrumento para a Melhoria do Sistema de Gestão Ambiental. Análise da Sustentabilidade na Baixada Santista: Uso da Certificação como Instrumento para a Melhoria do Sistema de Gestão Ambiental. Edna Veloso de Medeiros - prof_edna@yahoo.com.br Centro Estadual de

Leia mais

PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: TÓPICOS ESPECIAIS EM ADMINISTRAÇÃO II CURSO: ADMINISTRAÇÃO SEMESTRE: 6º

PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: TÓPICOS ESPECIAIS EM ADMINISTRAÇÃO II CURSO: ADMINISTRAÇÃO SEMESTRE: 6º PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: TÓPICOS ESPECIAIS EM ADMINISTRAÇÃO II CÓDIGO: CURSO: ADMINISTRAÇÃO SEMESTRE: 6º CARGA HORÁRIA SEMANAL: 2 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 40 PROFESSOR RESPONSÁVEL: RICARDO DE JESUS

Leia mais

ESTUDO DO TEMPO DE DETENÇÃO HIDRÁULICO (TDH) EM REATORES UASB E SUA RELAÇÃO COM A EFICIÊNCIA DE REMOÇÃO DE DBO

ESTUDO DO TEMPO DE DETENÇÃO HIDRÁULICO (TDH) EM REATORES UASB E SUA RELAÇÃO COM A EFICIÊNCIA DE REMOÇÃO DE DBO CATEGORIA: Pôster Eixo Temático Tecnologias ESTUDO DO TEMPO DE DETENÇÃO HIDRÁULICO (TDH) EM REATORES UASB E SUA RELAÇÃO COM A EFICIÊNCIA DE REMOÇÃO DE DBO Athos Moisés Lopes Silva 1 Orientador - Paulo

Leia mais

IMPLEMENTAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL NA EMPRESA FL BRASIL LTDA UM ESTUDO DE CASO

IMPLEMENTAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL NA EMPRESA FL BRASIL LTDA UM ESTUDO DE CASO IMPLEMENTAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL NA EMPRESA FL BRASIL LTDA UM ESTUDO DE CASO Meny Aparecida da Silva PUC-MG Departamento de Administração de Empresas / Email: meny92@hotmail.com Av. Dom José

Leia mais

Conteúdo Específico do curso de Gestão Ambiental

Conteúdo Específico do curso de Gestão Ambiental Conteúdo Específico do curso de Gestão Ambiental 1.CURSOS COM ÊNFASE EM : Gestão Ambiental de Empresas 2. CONCEPÇÃO DOS CURSOS: O Brasil possui a maior reserva ecológica do planeta sendo o número um em

Leia mais

CERTIFICAÇAO AMBIENTAL

CERTIFICAÇAO AMBIENTAL ISO 14000 - A NOVA NORMA GERENCIAMENTO E -- CERTIFICAÇAO AMBIENTAL DE AMBIENTAL *Francesco De Cicco A futura norma internacional para o meio ambiente - a série ISO 14000 - e a importância para as empresas

Leia mais

PLANO DE ENSINO. I. Dados Identificadores. ADMINISTRAÇÃO Disciplina Gestão de Projetos Código Semestre 7º Carga Horária Semestral: 80 Semanal: 4

PLANO DE ENSINO. I. Dados Identificadores. ADMINISTRAÇÃO Disciplina Gestão de Projetos Código Semestre 7º Carga Horária Semestral: 80 Semanal: 4 PLANO DE ENSINO I. Dados Identificadores Curso ADMINISTRAÇÃO Disciplina Gestão de Projetos Código Semestre 7º Carga Horária Semestral: 80 Semanal: 4 II. Objetivos Objetivo Geral: Criar um ambiente de aprendizado

Leia mais

Sistemas Compactos de Tratamento de Esgotos Sanitários para Pequenos Municípios

Sistemas Compactos de Tratamento de Esgotos Sanitários para Pequenos Municípios Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Alto Rio Jacuí - COAJU III Seminário Estadual sobre os Usos Múltiplos da Água Erechim, 30 de julho de 2010 Sistemas Compactos de Tratamento de Esgotos Sanitários

Leia mais

PROPOSTA REFERENTE AO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE ANÁLISE SANITÁRIA

PROPOSTA REFERENTE AO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE ANÁLISE SANITÁRIA PROPOSTA REFERENTE AO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE ANÁLISE SANITÁRIA 1- DO CURSO O Curso de Especialização em Gestão em Análise Sanitária destina-se a profissionais com curso superior em áreas correlatas

Leia mais

ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br

ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br ENGENHARIA AMBIENTAL COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br 180 Currículos dos Cursos do CCE UFV Currículo do Curso de Engenharia Engenheiro ATUAÇÃO O curso de Engenharia da UFV habilita o futuro profissional

Leia mais

Há compromisso ambiental nas decisões de compra de equipamentos das empresas gráficas?

Há compromisso ambiental nas decisões de compra de equipamentos das empresas gráficas? Há compromisso ambiental nas decisões de compra de equipamentos das empresas gráficas? Larissa Kvitko kvitko.la@hotmail.com FURB Alex Vilvert comercial@acessoeditoracao.com.br FURB Resumo:A sustentabilidade

Leia mais

José Rodolfo Tenório LIMA (1); Thaisa Kelly da Silva LIRA (2);

José Rodolfo Tenório LIMA (1); Thaisa Kelly da Silva LIRA (2); A IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL, BASEADO NA NBR ISO 14001:2004 - UM ESTUDO DE CASO DE UMA EMPRESA PRESTADORA DE SERVIÇOS DO POLÓ CLOROQUIMICO DE ALAGOAS José Rodolfo Tenório LIMA (1); Thaisa

Leia mais

PROGRAMA DA DISCIPLINA

PROGRAMA DA DISCIPLINA UPE Campus Petrolina Obrigatória: ( X ) PROGRAMA DA DISCIPLINA Curso: Licenciatura Plena em Geografia Disciplina: Ecologia e Desenvolvimento Sustentável Carga Horária:45 Teórica: 30 Prática: 15 Semestre:

Leia mais

GESTÃO AMBIENTAL MUNICIPAL : Preservação ambiental e o desenvolvimento sustentável

GESTÃO AMBIENTAL MUNICIPAL : Preservação ambiental e o desenvolvimento sustentável GESTÃO AMBIENTAL MUNICIPAL : Preservação ambiental e o desenvolvimento sustentável EVANIA SCHNEIDER Centro Universitário UNIVATES e-mail: evania@bewnet.com.br RESUMO A preocupação ecológica passou a ser

Leia mais

Qualidade Ambiental ABNT

Qualidade Ambiental ABNT Qualidade Ambiental ABNT PROGRAMA ABNT DE ROTULAGEM AMBIENTAL Andreia Oliveira ABNT Fundação em 1940; Entidade privada, sem fins lucrativos e considerada de utilidade pública; Único fórum brasileiro de

Leia mais

UFV Catálogo de Graduação 2011 197 ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br

UFV Catálogo de Graduação 2011 197 ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2011 197 ENGENHARIA AMBIENTAL COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br 198 Currículos dos Cursos do CCE UFV Engenheiro Ambiental ATUAÇÃO O curso de Engenharia Ambiental da UFV

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL COM ESTUDO EXPLORATÓRIO NA EMPRESA PODIUM ALIMENTOS 1

IMPLANTAÇÃO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL COM ESTUDO EXPLORATÓRIO NA EMPRESA PODIUM ALIMENTOS 1 IMPLANTAÇÃO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL COM ESTUDO EXPLORATÓRIO NA EMPRESA PODIUM ALIMENTOS 1 FERNANDA PINHEIRO ZANELATI 2 ALEXANDRINA SILVANA DA SILVA 3 RESUMO: Os modelos sustentáveis de desenvolvimento requerem

Leia mais

GEOGRAFIA, MEIO AMBIENTE E CERTIFICAÇÃO AMBIENTAL Henrique Elias Pessoa Gutierres

GEOGRAFIA, MEIO AMBIENTE E CERTIFICAÇÃO AMBIENTAL Henrique Elias Pessoa Gutierres GEOGRAFIA, MEIO AMBIENTE E CERTIFICAÇÃO AMBIENTAL Henrique Elias Pessoa Gutierres Nas últimas décadas, o mundo tem testemunhado o desenvolvimento da consciência ambiental em diferentes setores da sociedade,

Leia mais

Autorizado pela Portaria nº 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01

Autorizado pela Portaria nº 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 C U R S O D E E N G E N H A R I A D E P R O D U Ç Ã O Autorizado pela Portaria nº 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: GESTÃO AMBIENTAL E SUSTENTABILIDADE Código: Pré-Requisito: -----

Leia mais

PLANO DE ENSINO-APRENDIZAGEM 1º Semestre de 2009

PLANO DE ENSINO-APRENDIZAGEM 1º Semestre de 2009 PLANO DE ENSINO-APRENDIZAGEM 1º Semestre de 2009 Departamento: Mecânica Disciplina: Eletricidade Aplicada II Sigla: ELET II Modalidade.: Projetos mecânicos. Carga Horária Semanal: 05 horas-aulas Carga

Leia mais

AULA 5 SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL. Professor: ALAN Coordenador: Prof. LAÉRCIO

AULA 5 SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL. Professor: ALAN Coordenador: Prof. LAÉRCIO 1 Professor: ALAN Coordenador: Prof. LAÉRCIO 1 2 Reconheça o que está ao alcance dos seus olhos, e o que está oculto tornar-se-á claro para você. Jesus de Nazaré 2 3 1. Citar as principais contribuições

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ENGENHARIA AMBIENTAL

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ENGENHARIA AMBIENTAL DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ENGENHARIA AMBIENTAL 7º PERÍODO CÓDIGO PERÍ ODO ENG 4500 7 DISCIPLINAS DO SÉTIMO PERÍODO Conservação e Recuperação Ambiental CRÉDITOS TEÓRICOS PRÁTICOS TOTAL PRÉ - REQUISITOS

Leia mais

UNIDADE CURRICULAR: CERTIFICAÇÃO E AUDITORIA AMBIENTAL

UNIDADE CURRICULAR: CERTIFICAÇÃO E AUDITORIA AMBIENTAL UNIDADE CURRICULAR: CERTIFICAÇÃO E AUDITORIA AMBIENTAL PERÍODO LETIVO: 6º CARGA HORÁRIA: 50h TEORIA: 50h Promover o aprendizado multidisciplinar necessário para o desempenho das atividades de auditoria

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2009

PLANO DE ENSINO 2009 PLANO DE ENSINO 2009 Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médio ( ) Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Graduação (X) Pós-graduação ( ) I. Dados Identificadores Curso Superior de Tecnologia

Leia mais

MEIO AMBIENTE: UMA QUESTAO DE CONSCIENTIZACÃO E PRESERVACÃO DO HOMEM EM PROL DE SUA PRÓPRIA SOBREVIVÊNCIA INTRODUCÃO

MEIO AMBIENTE: UMA QUESTAO DE CONSCIENTIZACÃO E PRESERVACÃO DO HOMEM EM PROL DE SUA PRÓPRIA SOBREVIVÊNCIA INTRODUCÃO 1 MEIO AMBIENTE: UMA QUESTAO DE CONSCIENTIZACÃO E PRESERVACÃO DO HOMEM EM PROL DE SUA PRÓPRIA SOBREVIVÊNCIA Patrícia Edí Ramos Escola Estadual Maria Eduarda Pereira Soldera São José dos Quatro Marcos INTRODUCÃO

Leia mais

PLANO DE ENSINO. I. Dados Identificadores

PLANO DE ENSINO. I. Dados Identificadores PLANO DE ENSINO I. Dados Identificadores Curso ADMINISTRAÇÃO Disciplina Mercados Internacionais Código Semestre 6º semestre Carga Horária Semestral: 80 Semanal: 4 II. Objetivos 1. Objetivo Geral: Familiarizar

Leia mais

A EMPRESA COMO MODELO DE SUSTENTABILIDADE. Barbara Augusta PAULETO¹ RGM 071257 Fabiane Aparecida RODRIGUES¹ RGM 072625

A EMPRESA COMO MODELO DE SUSTENTABILIDADE. Barbara Augusta PAULETO¹ RGM 071257 Fabiane Aparecida RODRIGUES¹ RGM 072625 A EMPRESA COMO MODELO DE SUSTENTABILIDADE Barbara Augusta PAULETO¹ RGM 071257 Fabiane Aparecida RODRIGUES¹ RGM 072625 Renato Francisco Saldanha SILVA² Ailton EUGENIO 3 Resumo Muitas empresas mostram ser

Leia mais

22/06/2015. Cronograma finalização da disciplina GA I. Instrumentos de Gestão Ambiental. ambiental. Auditoria Ambiental

22/06/2015. Cronograma finalização da disciplina GA I. Instrumentos de Gestão Ambiental. ambiental. Auditoria Ambiental Cronograma finalização da disciplina GA I Instrumentos de Gestão Ambiental São ferramentas que auxiliam o gestor no seu plano de gestão ambiental Política e Legislação Ambiental Licenciamento Ambiental

Leia mais

Comparação dos sistemas de gestão e legislações de saneamento na França, Estados Unidos e Brasil

Comparação dos sistemas de gestão e legislações de saneamento na França, Estados Unidos e Brasil VIII Semana de Ciência e Tecnologia do IFMG campus Bambuí I Seminário dos Estudantes de Pós Graduação Comparação dos sistemas de gestão e legislações de saneamento na França, Estados Unidos e Brasil 1

Leia mais

O Reuso da Água no contexto da Política Municipal de Combate às Mudanças Climáticas

O Reuso da Água no contexto da Política Municipal de Combate às Mudanças Climáticas O Reuso da Água no contexto da Política Municipal de Combate às Mudanças Climáticas Weber Coutinho Gerente de Planejamento e Monitoramento Ambiental Secretaria Municipal de Meio Ambiente Junho / 2015 Mudanças

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO ANEXO I. PROJETO DE CURTA DURAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1 Título do

Leia mais

Tratamento de Efluentes

Tratamento de Efluentes Tratamento de Efluentes A IMPORTÂNCIA DO TRATAMENTO DE EFLUENTES E A REGULAMENTAÇÃO DO SETOR INTRODUÇÃO Conservar a qualidade da água é fundamental, uma vez que apenas 4% de toda água disponível no mundo

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: PRODUÇÃO ALIMENTÍCIA CURSO: Curso Técnico em Agroindústria FORMA/GRAU:( )integrado ( x )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( )

Leia mais

SUSTENTABILIDADE NO SÉCULO XXI : UMA AÇÃO SOCIAL QUE TRARÁ RETORNOS

SUSTENTABILIDADE NO SÉCULO XXI : UMA AÇÃO SOCIAL QUE TRARÁ RETORNOS SUSTENTABILIDADE NO SÉCULO XXI : UMA AÇÃO SOCIAL QUE TRARÁ RETORNOS Arley Gonçalves Vieira 1 RESUMO A gestão ambiental é uma questão que vem se tornando um fator intrigante para quem deseja abrir seu próprio

Leia mais

CONSIDERANDO a solicitação da Comissão Coordenadora do Programa, conforme processo nº 38393/2007;

CONSIDERANDO a solicitação da Comissão Coordenadora do Programa, conforme processo nº 38393/2007; DELIBERAÇÃO Câmara de Pós-Graduação Nº 008/2008 Reestrutura o Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Edificações e Saneamento, Mestrado, com área de concentração em Engenharia de Edificações e Saneamento.

Leia mais

XXIV Encontro Nac. de Eng. de Produção - Florianópolis, SC, Brasil, 03 a 05 de nov de 2004

XXIV Encontro Nac. de Eng. de Produção - Florianópolis, SC, Brasil, 03 a 05 de nov de 2004 Implantação e certificação do sistema de gestão da qualidade do Programa Especial de Treinamento da Engenharia de Produção da UFSC conforme a norma ISO 9001:2000 Victor Monte Mascaro Vietti (PET Produção

Leia mais

MédioTécnico ( ) Técnico Modular ( ) Modulo de Operações Unitárias Carga Horária Semanal: 2 h Semestral: 40 h

MédioTécnico ( ) Técnico Modular ( ) Modulo de Operações Unitárias Carga Horária Semanal: 2 h Semestral: 40 h Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médio ( ) MédioTécnico ( ) Técnico Modular ( ) Graduação ( X ) Pós-graduação ( ) I. Dados Identificadores Curso Tecnologia em Processos Químicos Disciplina Projeto

Leia mais

TÍTULO: SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADES ATIBAIA

TÍTULO: SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADES ATIBAIA TÍTULO: SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADES ATIBAIA AUTOR(ES): SIMONE DE MIRANDA MENDES SOARES ORIENTADOR(ES):

Leia mais

Sistema de Tratamento de Esgoto Sanitário. Categoria do projeto: III Projetos finalizados (projetos encerrados)

Sistema de Tratamento de Esgoto Sanitário. Categoria do projeto: III Projetos finalizados (projetos encerrados) Sistema de Tratamento de Esgoto Sanitário. Mostra Local de: Araruna Categoria do projeto: III Projetos finalizados (projetos encerrados) Nome da Instituição/Empresa: Empresa Máquinas Agrícolas Jacto S/A,

Leia mais

Aulas expositivas. Discussões em grupo. Análise de textos. Estudos de caso. Apresentações em classe.

Aulas expositivas. Discussões em grupo. Análise de textos. Estudos de caso. Apresentações em classe. CURSO: ADMINISTRAÇÃO SEMESTRE: 3 DISCIPLINA: MARKETING CARGA HORARIA: 80 HORAS Ementário: Conceitos gerais de marketing. Macro e microambiente. Planejamento estratégico de marketing. Comportamento do consumidor.

Leia mais

Universidade do Estado do Rio de Janeiro Vice-Reitoria Curso de Abordagem da Violência na Atenção Domiciliar Unidade 2 Violência e idoso

Universidade do Estado do Rio de Janeiro Vice-Reitoria Curso de Abordagem da Violência na Atenção Domiciliar Unidade 2 Violência e idoso Universidade do Estado do Rio de Janeiro Vice-Reitoria Curso de Abordagem da Violência na Atenção Domiciliar Unidade 2 Violência e idoso Em Introdução, veremos os conceitos gerais referentes à violência,

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E SISTEMAS

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E SISTEMAS UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E SISTEMAS CRISTIANE HEUSER IDENTIFICAÇÃO DE ASPECTOS E IMPACTOS AMBIENTAIS EM UMA EMPRESA

Leia mais

GESTÃO AMBIENTAL E CIDADANIA

GESTÃO AMBIENTAL E CIDADANIA GESTÃO AMBIENTAL E CIDADANIA João Sotero do Vale Júnior ¹ a) apresentação do tema/problema: A questão ambiental está cada vez mais presente no cotidiano da população das nossas cidades, principalmente

Leia mais

O Ambiente Empresarial e a Sustentabilidade

O Ambiente Empresarial e a Sustentabilidade O Ambiente Empresarial e a Sustentabilidade Instrumentos de Gestão Empresarial: Buscando se inserir os princípios relacionados à sustentabilidade no âmbito e na realidade empresarial, diversos instrumentos

Leia mais

OS PADRÕES BRASILEIROS DE QUALIDADE DAS ÁGUAS E OS CRITÉRIOS PARA PROTEÇÃO DA VIDA AQUÁTICA, SAÚDE HUMANA E ANIMAL

OS PADRÕES BRASILEIROS DE QUALIDADE DAS ÁGUAS E OS CRITÉRIOS PARA PROTEÇÃO DA VIDA AQUÁTICA, SAÚDE HUMANA E ANIMAL OS PADRÕES BRASILEIROS DE QUALIDADE DAS ÁGUAS E OS CRITÉRIOS PARA PROTEÇÃO DA VIDA AQUÁTICA, SAÚDE HUMANA E ANIMAL Luciana Vaz do Nascimento Marcos von Sperling (*) (*) Departamento de Engenharia Sanitária

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Carga Horária Semestral: 40h Semestre do Curso: 1º

PLANO DE ENSINO. Carga Horária Semestral: 40h Semestre do Curso: 1º PLANO DE ENSINO Curso: TURISMO Disciplina: Metodologia Científica Aplicada ao Turismo Carga Horária Semestral: 40h Semestre do Curso: 1º 1 - Ementa (sumário, resumo) Métodos das ciências e a interdisciplinaridade

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA Executivo em Saúde Coordenação Acadêmica: Profª TANIA FURTADO EMENTA DO CURSO 1) Gestão dos Serviços em Saúde A participação dos serviços em uma Organização

Leia mais

II-149 TRATAMENTO CONJUNTO DO LIQUIDO LIXIVIADO DE ATERRO SANITÁRIO E ESGOTO DOMESTICO NO PROCESSO DE LODOS ATIVADOS CONVENCIONAL

II-149 TRATAMENTO CONJUNTO DO LIQUIDO LIXIVIADO DE ATERRO SANITÁRIO E ESGOTO DOMESTICO NO PROCESSO DE LODOS ATIVADOS CONVENCIONAL II-149 TRATAMENTO CONJUNTO DO LIQUIDO LIXIVIADO DE ATERRO SANITÁRIO E ESGOTO DOMESTICO NO PROCESSO DE LODOS ATIVADOS CONVENCIONAL Ernane Vitor Marques (1) Especialista em Engenharia Sanitária e Meio Ambiente

Leia mais

VIABILIDADE ECONÔMICO-FINANCEIRA PARA IMPLANTAÇÃO DO SES AJURICABA-RS

VIABILIDADE ECONÔMICO-FINANCEIRA PARA IMPLANTAÇÃO DO SES AJURICABA-RS VIABILIDADE ECONÔMICO-FINANCEIRA PARA IMPLANTAÇÃO DO SES AJURICABA-RS Giuliano Crauss Daronco (1) Doutor em Recursos Hídricos e Saneamento. Departamento de Ciências Exatas e Engenhariais. (DCEEng). Universidade

Leia mais

Plano de Ensino de Gestão de Projetos II. Centro Universitário Padre Anchieta - Disciplina: Gestão de Projetos II

Plano de Ensino de Gestão de Projetos II. Centro Universitário Padre Anchieta - Disciplina: Gestão de Projetos II Plano de Ensino de Gestão de Projetos II 1 Objetivos/Competências/Habilidades: Fornecer aos estudantes o conhecimento relacionado ao gerenciamento de projetos e capacitá-los na utilização de ferramentas

Leia mais

AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DE REATOR UASB EM INDÚSTRIA DE ALIMENTOS

AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DE REATOR UASB EM INDÚSTRIA DE ALIMENTOS AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DE REATOR UASB EM INDÚSTRIA DE ALIMENTOS Rebecca Manesco Paixão 1 ; Luiz Henrique Biscaia Ribeiro da Silva¹; Ricardo Andreola ² RESUMO: Este trabalho apresenta a avaliação do desempenho

Leia mais

Plano de Ensino. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 3º Ano. Marcelo Eder Lamb Analice Marchezan

Plano de Ensino. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 3º Ano. Marcelo Eder Lamb Analice Marchezan IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Gestão e Negócios Plano de Ensino CURSO: Técnico em Vendas e Negociação FORMA/GRAU:( X )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA DIVISÃO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS PROGRAMA DE DISCIPLINA DEPARTAMENTO DE SAÚDE CÓDIGO: SAU532 DISCIPLINA: GESTÃO EMPRESARIAL EM ORGANIZAÇÕES NA ÁREA DA SAÚDE CARGA HORÁRIA: 45h EMENTA: Abordagens contemporâneas

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D - 19 PERÍODO: 5 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO DO TRABALHO I NOME DO CURSO: DIREITO 2.

1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D - 19 PERÍODO: 5 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO DO TRABALHO I NOME DO CURSO: DIREITO 2. 1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D - 19 PERÍODO: 5 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO DO TRABALHO I NOME DO CURSO: DIREITO 2. EMENTA CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 Introdução

Leia mais

Técnicas de Racionalização de Processos

Técnicas de Racionalização de Processos 1 Técnicas de Racionalização de Processos Prof. Nelson Alves nelson.alves@unip.br Agosto/2009 OBJETIVOS GERAIS 2 Desenvolver as seguintes competências: orientação para as necessidades dos clientes orientação

Leia mais

PLANO DE ENSINO ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA. DEPARTAMENTO: Estatística e Informática (DEINFO) PROFESSOR RESPONSÁVEL: Francielle Silva dos Santos

PLANO DE ENSINO ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA. DEPARTAMENTO: Estatística e Informática (DEINFO) PROFESSOR RESPONSÁVEL: Francielle Silva dos Santos UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n Dois Irmãos 52171-900 Recife-PE Fone: 0xx-81-332060-40 proreitor@preg.ufrpe.br PLANO DE ENSINO

Leia mais

AUDITORIA AMBIENTAL PARA DESENVOLVIMENTO DE FORNECEDORES

AUDITORIA AMBIENTAL PARA DESENVOLVIMENTO DE FORNECEDORES Belo Horizonte/MG 24 a 27/11/2014 AUDITORIA AMBIENTAL PARA DESENVOLVIMENTO DE FORNECEDORES M. H. M. Nunes(*), L. M. Castro * Mineração de Alumínio da Votorantim Metais, maura.nunes@vmetais.com.br. RESUMO

Leia mais

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO AMBIENTAL E SELEÇÃO DE INDICADORES. Centro de Tecnologia e Geociência (CTG) da Universidade Federal de Pernambuco - UFPE

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO AMBIENTAL E SELEÇÃO DE INDICADORES. Centro de Tecnologia e Geociência (CTG) da Universidade Federal de Pernambuco - UFPE GIA/003 21 a 26 de Outubro de 2001 Campinas - São Paulo - Brasil GRUPO XI GRUPO DE ESTUDOS DE IMPACTOS AMBIENTAIS AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO AMBIENTAL E SELEÇÃO DE INDICADORES Ricardo Cavalcanti Furtado 1,

Leia mais

Sustentabilidade aplicada aos negócios: um estudo de caso da empresa Natura S.A.

Sustentabilidade aplicada aos negócios: um estudo de caso da empresa Natura S.A. Sustentabilidade aplicada aos negócios: um estudo de caso da empresa Natura S.A. Autoria: Silas Dias Mendes Costa 1 e Antônio Oscar Santos Góes 2 1 UESC, E-mail: silas.mendes@hotmail.com 2 UESC, E-mail:

Leia mais

Convenção Low Carbon Oeste Sustentável DESAFIOS DO SECTOR ENERGÉTICO E O VALOR DA ECOEFICIÊNCIA

Convenção Low Carbon Oeste Sustentável DESAFIOS DO SECTOR ENERGÉTICO E O VALOR DA ECOEFICIÊNCIA Convenção Low Carbon Oeste Sustentável DESAFIOS DO SECTOR ENERGÉTICO E O VALOR DA ECOEFICIÊNCIA Joaquim Borges Gouveia bgouveia@ua.pt DEGEI UAVEIRO 10 de julho de 2014 Uma Visão: Desenvolvimento Sustentável

Leia mais

Marcos Antonio Lima de Oliveira, MSc Quality Engineer ASQ/USA Diretor da ISOQUALITAS www.qualitas.eng.br qualitas@qualitas.eng.

Marcos Antonio Lima de Oliveira, MSc Quality Engineer ASQ/USA Diretor da ISOQUALITAS www.qualitas.eng.br qualitas@qualitas.eng. 01. O QUE SIGNIFICA A SIGLA ISO? É a federação mundial dos organismos de normalização, fundada em 1947 e contanto atualmente com 156 países membros. A ABNT é representante oficial da ISO no Brasil e participou

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO EDITAL PRGDP Nº 30/2013 ENGENHEIRO CIVIL CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS DE LÍNGUA PORTUGUESA, MATEMÁTICA E LEGISLAÇÃO

CONCURSO PÚBLICO EDITAL PRGDP Nº 30/2013 ENGENHEIRO CIVIL CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS DE LÍNGUA PORTUGUESA, MATEMÁTICA E LEGISLAÇÃO CONCURSO PÚBLICO EDITAL PRGDP Nº 30/2013 ENGENHEIRO CIVIL CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS DE LÍNGUA PORTUGUESA, MATEMÁTICA E LEGISLAÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA Será avaliada a capacidade de: 1) Leitura e compreensão

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO QUANTITATIVA DE ESGOTOS E CARGAS POLUIDORAS. Profa. Margarita Maria Dueñas O.

CARACTERIZAÇÃO QUANTITATIVA DE ESGOTOS E CARGAS POLUIDORAS. Profa. Margarita Maria Dueñas O. CARACTERIZAÇÃO QUANTITATIVA DE ESGOTOS E CARGAS POLUIDORAS Profa. Margarita Maria Dueñas O. CONTEÚDO Introdução e conceitos Vazão de esgoto Vazão doméstica Consumo de água Consumo per cápita de água Faixas

Leia mais

Qualidade na Indústria da Construção Civil

Qualidade na Indústria da Construção Civil Adm. Claudio Moitinho 5º SEMINÁRIO DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO CIVIL UCSAL Qualidade na Indústria da Construção Civil O CÓDIGO DE HAMURABI 1700 A.C Se um construtor negociasse um imóvel que não fosse sólido

Leia mais

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria nº 378 de 27/05/15-DOU de 28/05/15 Componente Curricular: Direito Administrativo II

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria nº 378 de 27/05/15-DOU de 28/05/15 Componente Curricular: Direito Administrativo II COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria nº 378 de 27/05/15-DOU de 28/05/15 Componente Curricular: Direito Administrativo II Código: DIR-369-b Pré-requisito: Direito Administrativo I Período

Leia mais

Audiência Pública. Piedade. 20 de Junho de 2013

Audiência Pública. Piedade. 20 de Junho de 2013 Audiência Pública Piedade 20 de Junho de 2013 Objetivo do Encontro Audiência Pública sobre o Convênio com o Governo do Estado, Contrato de Programa com a Sabesp e Plano Municipal de Saneamento do município

Leia mais

Qualidade e Sustentabilidade na Construção Civil

Qualidade e Sustentabilidade na Construção Civil Qualidade e Sustentabilidade na Construção Civil Série ISO 9000: Modelo de certificação de sistemas de gestão da qualidade mais difundido ao redor do mundo: Baseada na norma ISO 9000 No Brasil: a ABNT

Leia mais