Conhecer e Aprender: Diálogos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Conhecer e Aprender: Diálogos"

Transcrição

1 Conhecer e Aprender: Diálogos Projeto de Acessibilidade Virtual da RENAPI Andréa Poletto Sonza Março de 2012

2 Pensando Inclusão no Câmpus Bento Gonçalves...

3 Como tudo começou : aluna cega em curso pós-médio de Informática; 2000: Reunião no então CEFET-SC Unidades de Florianópolis e São José 2004: Capacitação (60h) no IFSC promovido e financiado pelo TECNEP (SETEC/MEC) 2004: Criação e institucionalização do NAPNE no então CEFET-BG por portaria do diretor geral. 2006: Criação do Projeto de Acessibilidade Virtual junto à RENAPI (SETEC/MEC)

4 Como tudo começou : disponibilização da residência do diretor para a implementação da Habitação Universal 2008: declaração da SETEC/MEC reconhecendo a Habitação Universal do NAPNE - CEFET-BG 2009: Parceria com MPOG (Projeto ASES) 2010: Criação da Consultoria de Ações Inclusivas por portaria da reitora 2012: Institucionalização da Assessoria de Ações Inclusivas junto à PROEX do IFRS

5 Mas o que é Inclusão?

6 Conceito O sistema inclusivo reconhece que a escola precisa se adaptar para receber o aluno com necessidades especiais. Inclusão: processo bidirecional, que envolve ações junto a PNEs e junto à sociedade 8/12/27/1200EF0027.image_media_horizontal.jpg

7 Desenho Universal Desenho de produtos e ambientes para serem utilizáveis por todas as pessoas, no limite do possível, sem a necessidade de adaptação ou desenho especializado Seu propósito é atender as necessidades e viabilizar a participação social e acesso aos bens e serviços à maior gama possível de usuários. Pressupõe Acessibilidade Física e Virtual

8 Será isso o Desenho Universal?

9 Ou isso? Tm8/s320/opensador1.jpg

10 Talvez isso?

11 Ou então isso?

12 Mas por onde começar?

13 Conhecer para incluir...

14 NAPNE

15 Projeto de Acessibilidade Virtual da RENAPI

16 Uma rede integrada de pesquisa e inovação em TD formada por Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica das 5 regiões do país e gerenciadas pela SETEC/MEC

17 Estrutura Geral Gerência Nacional Marcelo Feres Tatiane Alves Marcus Vinícius Marco Braga Portal Nacional da EPCT EPCT Internacional Gestão das Redes de EPCT Observatório Biblioteca Digital EPCT Virtual Quali EPT Quali Gestão SIGA Acessibilidade Virtual

18 Participantes

19 Participantes SUL IFSC IF Farroupilha IF Sul Riograndense IFRS

20 Participantes SUDESTE IFSC IF Farroupilha IF Sul Riograndense IFRS IFSP IF Fluminense IFRJ CEFET MG IF Triângulo Mineiro IF Sudeste de Minas Gerais

21 Participantes NORDESTE IFMA IFPI IFCE IFRN IFPB IFPE IFAL IFBA IFBaiano IFSC IF Farroupilha IF Sul Riograndense IFRS IFSP IF Fluminense IFRJ CEFET MG IF Triângulo Mineiro IF Sudeste de Minas Gerais

22 Participantes NORTE IFPA IFTO IFMA IFPI IFCE IFAM IFRN IFPB IFPE IFAL IFBA IFBaiano IFSC IF Fluminense IFRJ IF Farroupilha IF Sul Riograndense IFRS IFSP CEFET MG IF Triângulo Mineiro IF Sudeste de Minas Gerais

23 Participantes CENTRO-OESTE IFPA IFTO IFMA IFPI IFCE IFAM IFRN IFPB IFMT SETEC/MEC IFGO IFSC IFPE IFAL IFBA IFBaiano IF Fluminense IFRJ IF Farroupilha IF Sul Riograndense IFRS IFSP CEFET MG IF Triângulo Mineiro IF Sudeste de Minas Gerais

24 O que estamos construindo Uma rede integrada de pesquisa e inovação formada por: 22 Instituições Federais de Educação nas 5 regiões 29 Núcleos de Pesquisa e Desenvolvimento em 17 estados e no Distrito Federal 82 Pesquisadores 141 Bolsistas de Iniciação científica e tecnológica OBS: Dados de 2011.

25 Estrutura de Pesquisa Projeto Acessibilidade Núcleos Pesquisadores Bolsistas Total Bento G (IFRS) Catu (IFBaiano) Guanambi (IFBaiano) Fortaleza (IFCE) TOTAL Obs: Dados 2012

26 Estrutura de Pesquisa Projeto Acessibilidade Estrutura: Gerente do Projeto - Andréa Poletto Sonza Gerente do Núcleo no IFRS Maurício Rosito Gerente do Núcleo no IFCE Agebson Façanha Gerente do Núcleo no IFBaiano (Catu) André Rezende Gerente do Núcleo no IFBaiano (Guanambi) Woquiton Fernandes

27 Estrutura de Pesquisa Projeto Acessibilidade Equipe: Professores e Bolsistas Alunos e Egressos (áreas): Informática Educação Inclusiva Pedagogia Psicopedagogia Eletrônica Física Matemática Letras... Obs: Bolsistas com necessidades especiais autenticidade nos trabalhos realizados.

28 Pesquisa e Estudo em Desenvolvimento PESQUISA: Tecnologia Assistiva e Acessibilidade Virtual Soluções Acessíveis

29 Principais Ações (Soluções Acessíveis)

30 Testes de acessibilidade nos produtos da RENAPI

31 Site modelo de acessibilidade virtual

32 Gerenciador de Conteúdos Acessível

33 Site Referência de Acessibilidade e Suporte a outros IFs

34 Produção de Tecnologia Social Assistiva Linha Braile (para surdocegos) Comercial: ~R$ ,00 Desenvolvido: ~R$ 2.000,00

35 Produção de Tecnologia Social Assistiva Mouse de Botão Comercial Desenvolvido ~R$ 500,00 ~R$ 50,00

36 Produção de Tecnologia Social Assistiva Colmeia para Teclados Comercial Desenvolvido ~R$ 200,00 ~R$ 50,00 * Incluindo o teclado

37 Banco de Recursos Humanos Acessível

38 e-mag 3.0 e ASES (Convênio MPOG) e-mag: Documento com 45 recomendações a serem consideradas para que o processo de acessibilidade dos sítios e portais do governo brasileiro seja conduzido de forma padronizada e de fácil implementação. ASES: Avaliador e Simulador Automático de Acessibilidade de Sítios: ferramenta do governo federal, que permite avaliar, simular e corrigir a acessibilidade de páginas, sítios e portais da web. Os avaliadores de acessibilidade avaliam as páginas web de acordo com os padrões WCAG 2.0 da W3C e EMAG 3.0 do governo federal brasileiro.

39 Obrigada!

Desafios e perspectivas na pesquisa para o desenvolvimento de Tecnologia Assistiva. Andréa Poletto Sonza Abril de 2012

Desafios e perspectivas na pesquisa para o desenvolvimento de Tecnologia Assistiva. Andréa Poletto Sonza Abril de 2012 Desafios e perspectivas na pesquisa para o desenvolvimento de Tecnologia Assistiva Andréa Poletto Sonza Abril de 2012 Histórico Como tudo começou... 1998: aluna cega em curso pós-médio de Informática;

Leia mais

Acessibilidade nos sites das Instituições da Rede Federal de EPT

Acessibilidade nos sites das Instituições da Rede Federal de EPT Acessibilidade nos sites das Instituições da Rede Federal de EPT Maurício Covolan Rosito Gerente do Núcleo de Bento Gonçalves do projeto de Acessibilidade Virtual da RENAPI Everaldo Carniel Pesquisador

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO 14 a 16 de Setembro de 2011 Educação Profissional: Realidade e Perspectivas Contextualização Onde empreender? Inflação brasileira Sinopse Ações do Ministério da Educação Orçamento

Leia mais

NAPNEs e Assessoria de Ações. Andréa Poletto Sonza Abril, 2011

NAPNEs e Assessoria de Ações. Andréa Poletto Sonza Abril, 2011 NAPNEs e Assessoria de Ações Inclusivas do IFRS Andréa Poletto Sonza Abril, 2011 PROGRAMA/AÇÃO TECNEP - NAPNE Tecnologia, Educação, Cidadania e Profissionalização para Pessoas com Necessidades Especiais

Leia mais

Rede Nacional de Certificação Profissional e Formação Inicial e Continuada REDE CERTIFIC

Rede Nacional de Certificação Profissional e Formação Inicial e Continuada REDE CERTIFIC Rede Nacional de Certificação Profissional e Formação Inicial e Continuada REDE CERTIFIC Luiz Augusto Caldas Pereira SETEC /MEC POLÍTICAS DE VALIDACIÓN, ACREDITACIÓN, RECONOCIMIENTO DEAPRENDIZAJES OBTENIDOS

Leia mais

III FÓRUM DISTRITAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGCA INCLUSIVA IFB 25 a 28 de agosto de 2014

III FÓRUM DISTRITAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGCA INCLUSIVA IFB 25 a 28 de agosto de 2014 III FÓRUM DISTRITAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGCA INCLUSIVA IFB 25 a 28 de agosto de 2014 A INCLUSÃO PLENA EM CURSOS DA REDE FEDERAL DE CPCT PROCESSOS Me. Ilza de Carvalho Santos Assistente Social-

Leia mais

O papel das Instituições da Rede Federal de EPCT na Rede Nacional de Desenvolvimento de Tecnologia Assistiva. Andréa Poletto Sonza Jul/2013

O papel das Instituições da Rede Federal de EPCT na Rede Nacional de Desenvolvimento de Tecnologia Assistiva. Andréa Poletto Sonza Jul/2013 O papel das Instituições da Rede Federal de EPCT na Rede Nacional de Desenvolvimento de Tecnologia Assistiva Andréa Poletto Sonza Jul/2013 Tecnologia Assistiva Expressão utilizada para identificar todo

Leia mais

LISTA DAS INSTITUIÇÕES QUE FAZEM PARTE DO SISU 2014/1. * De acordo com o MEC, os dados são preliminares

LISTA DAS INSTITUIÇÕES QUE FAZEM PARTE DO SISU 2014/1. * De acordo com o MEC, os dados são preliminares LISTA DAS INSTITUIÇÕES QUE FAZEM PARTE DO SISU 2014/1 * De acordo com o MEC, os dados são preliminares ACRE IFAC - INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO ACRE UFAC - UNIVERSIDADE FEDERAL

Leia mais

Oficina: ASES 2.0 Beta 6.0

Oficina: ASES 2.0 Beta 6.0 Oficina: ASES 2.0 Beta 6.0 André Luiz Andrade Rezende ¹ ¹Rede de Pesquisa e Inovação em Tecnologias Digitais (RENAPI) Doutorando em Educação e Contemporaneidade (UNEB) Estes slides são concedidos sob uma

Leia mais

Educação Ministério da Educação. Ministério da Educação - MEC Coordenação-Geral de Gestão de Pessoas

Educação Ministério da Educação. Ministério da Educação - MEC Coordenação-Geral de Gestão de Pessoas - MEC Coordenação-Geral de Gestão de Pessoas Novembro de 2011 Experiências com Assistência à Saúde em Diversas Modalidades: para os servidores em Educação O Cenário O Público Novo Modelo A Performace O

Leia mais

Saiba mais em www.enem.net

Saiba mais em www.enem.net Lista de Universidades Federais que aceitam o Enem Saiba mais em www.enem.net REGIÃO CENTRO-OESTE UnB vai utilizar o Enem apenas para vagas remanescentes UFG 20% das vagas pelo SiSU; Enem 2011 também pode

Leia mais

e-mag 3.0 Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico Projeto de Acessibilidade Virtual da RENAPI SETEC/MEC Andréa Poletto Sonza

e-mag 3.0 Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico Projeto de Acessibilidade Virtual da RENAPI SETEC/MEC Andréa Poletto Sonza e-mag 3.0 Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico SETEC/MEC Andréa Poletto Sonza Brasília, 21 de Setembro de 2011 e-mag Acessibilidade Conceitos Por que acessibilidade? e-mag Histórico Versão 3.0

Leia mais

CARTA DO II FORUM NACIONAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA, ESPORTE E LAZER DOS INSTITUTOS FEDERAIS.

CARTA DO II FORUM NACIONAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA, ESPORTE E LAZER DOS INSTITUTOS FEDERAIS. CARTA DO II FORUM NACIONAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA, ESPORTE E LAZER DOS INSTITUTOS FEDERAIS. No período de 27 a 29 de junho de 2012, durante o II Fórum Nacional de Políticas Públicas de

Leia mais

Universidades Federais CA

Universidades Federais CA Universidades Federais CA 1 NORTE Universidade Federal do Acre Universidade do Amapá Universidade do Amazonas Universidade Federal do Pará Universidade Federal Rural da Amazônia Universidade do Oeste do

Leia mais

e-mag Checklist de Acessibilidade Manual para Deficientes Visuais

e-mag Checklist de Acessibilidade Manual para Deficientes Visuais Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Departamento de Governo Eletrônico Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Leia mais

LISTA DE SIGLAS E ABREVIATURAS

LISTA DE SIGLAS E ABREVIATURAS LISTA DE SIGLAS E ABREVIATURAS MPA Ministério da Pesca e Aquicultura MB Marinha do Brasil MEC Ministério da Educação MD Ministério da Defesa MTE - Ministério do Trabalho e Emprego MRE Ministério das Relações

Leia mais

ATIVIDADES AUTOGESTIONADAS TIPO 1 Técnico-Científicas Versão atualizada em 14.04.2015 *As correções estão sublinhadas e em negrito

ATIVIDADES AUTOGESTIONADAS TIPO 1 Técnico-Científicas Versão atualizada em 14.04.2015 *As correções estão sublinhadas e em negrito ATIVIDADES AUTOGESTIONADAS TIPO 1 Técnico-Científicas Versão atualizada em 14.04.2015 *As correções estão sublinhadas e em negrito NOME DA INSTITUIÇÃO TÍTULO DA ATIVIDADE FORMATO DA ATIVIDADE DATA ABEDUTE

Leia mais

Balanço da Política de Cotas 2012-2013. Aloizio Mercadante Ministro de Estado da Educação

Balanço da Política de Cotas 2012-2013. Aloizio Mercadante Ministro de Estado da Educação Balanço da Política de Cotas 2012-2013 Aloizio Mercadante Ministro de Estado da Educação Estabelece que: Lei 12.711, de 29 de Agosto de 2012 No mínimo 50% das vagas das Instituições Federais de Educação

Leia mais

Universidades Federais CA

Universidades Federais CA Universidades Federais CA Universidade Federal do Acre Universidade do Amapá Universidade do Amazonas* Universidade Federal do Pará Universidade Federal Rural da Amazônia* Universidade do Oeste do Pará*

Leia mais

I ENCONTRO DE REPRESENTANTES DE BIBLIOTECAS DAS INSTITUIÇÕES DA REDE FEDERAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL, CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA I ERBI.

I ENCONTRO DE REPRESENTANTES DE BIBLIOTECAS DAS INSTITUIÇÕES DA REDE FEDERAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL, CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA I ERBI. I ENCONTRO DE REPRESENTANTES DE BIBLIOTECAS DAS INSTITUIÇÕES DA REDE FEDERAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL, CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA I ERBI. RECOMENDAÇÕES APRESENTAÇÃO Com a missão de "Promover a excelência

Leia mais

Governo Eletrônico no Brasil

Governo Eletrônico no Brasil Governo Eletrônico no Brasil João Batista Ferri de Oliveira Natal, 18 de Setembro de 2009 II Simpósio de Ciência e Tecnologia de Natal Estrutura da apresentação Estrutura organizacional Diretrizes Principais

Leia mais

As potencialidades da Educação a Distância na escolarização e profissionalização da pessoa com deficiência no País

As potencialidades da Educação a Distância na escolarização e profissionalização da pessoa com deficiência no País Audiência Pública As potencialidades da Educação a Distância na escolarização e profissionalização da pessoa com deficiência no País Carlos Bielschowsky Secretário de Educação a Distância Dados globais

Leia mais

Acessibilidade Web na Universidade O que é? Por quê? Como Fazer? Amanda Meincke Melo amanda.melo@unipampa.edu.br http://ammelobr.blogspot.

Acessibilidade Web na Universidade O que é? Por quê? Como Fazer? Amanda Meincke Melo amanda.melo@unipampa.edu.br http://ammelobr.blogspot. Acessibilidade Web na Universidade O que é? Por quê? Como Fazer? Amanda Meincke Melo amanda.melo@unipampa.edu.br http://ammelobr.blogspot.com/ 2 Agenda Conceitos Acessibilidade Web Cenários Estudos de

Leia mais

Procedimentos para a análise de acessibilidade de sites

Procedimentos para a análise de acessibilidade de sites Procedimentos para a análise de acessibilidade de sites Agebson Rocha Façanha, Renato Busatto Figueiredo, Phyllipe do Carmo Félix Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) Campus

Leia mais

Resultados 2007 e Planejamento 2008

Resultados 2007 e Planejamento 2008 Resultados 2007 e Planejamento 2008 13 de dezembro de 2007 CEFET-CE: Marques, Serra, Cassandra e Maurício CEFET-SC: Jesué ETF-TO: Paulo Paz, Liliane EAF Cárceres: Geila, Marcos Paulo CEFET-RR: Roberto

Leia mais

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016 Versão 1.0 1 APRESENTAÇÃO O Planejamento

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS GUARULHOS

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS GUARULHOS INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS GUARULHOS PROJETO ACESSIBILIDADE TIC: ACESSIBILIDADE AO CURRÍCULO POR MEIO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Projeto aprovado

Leia mais

NAPNE. Campus Charqueadas

NAPNE. Campus Charqueadas NAPNE Campus Charqueadas Diretor Geral: José Luiz Lopes Itturriet Chefe de Departamento de Ensino: André Capellão Chefe de Departamento de Administração: Darling Geruza Rio Andreia Cabral Colares Coordenadora

Leia mais

Panorama da EPT. Fonte: Manpower/BBC

Panorama da EPT. Fonte: Manpower/BBC Panorama da EPT 1/3 dos empregadores brasileiros tem dificuldades de contratar; (64%) (Média mundial - 31%) EUA 2006: 44% - 2010: 14% Irlanda 2006: 32% - 2010: 4% Grã-Bretanha 2006: 42% - 2010: 9% Espanha

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Apucarana (AP) / Campo Mourão (CM) / Cornélio Procópio (CP) / Curitiba (CT) / Dois Vizinhos (DV) Francisco Beltrão (FB) / Guarapuava (GP) / Londrina (LD) / Medianeira (MD) / Pato Branco (PB) Ponta Grossa

Leia mais

RELATÓRIO DIAGNÓSTICO DO PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL 2009 2013 ANÁLISE DAS METAS E AÇÕES PROPOSTAS PARA A EXTENSÃO

RELATÓRIO DIAGNÓSTICO DO PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL 2009 2013 ANÁLISE DAS METAS E AÇÕES PROPOSTAS PARA A EXTENSÃO RELATÓRIO DIAGNÓSTICO DO PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL 2009 2013 ANÁLISE DAS METAS E AÇÕES PROPOSTAS PARA A EXTENSÃO FLORIANÓPOLIS, 2013 ESTRUTURA ADMINISTRATIVA DO IFSC REITORA Maria Clara Kaschny

Leia mais

Instituições participantes do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) em janeiro de 2012, por curso e número de inscrições Sigla IES Curso Inscrições

Instituições participantes do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) em janeiro de 2012, por curso e número de inscrições Sigla IES Curso Inscrições Instituições participantes do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) em janeiro de 2012, por curso e número de inscrições Sigla IES Curso Inscrições IFSP INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Leia mais

Sistema de Educação a Distância Publica no Brasil UAB- Universidade Aberta do Brasil. Fernando Jose Spanhol, Dr

Sistema de Educação a Distância Publica no Brasil UAB- Universidade Aberta do Brasil. Fernando Jose Spanhol, Dr Sistema de Educação a Distância Publica no Brasil UAB- Universidade Aberta do Brasil Fernando Jose Spanhol, Dr www.egc.ufsc.br www.led.ufsc.br O Sistema UAB Denominação representativa genérica para a rede

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES E PROJETOS EXECUTADOS EM 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES E PROJETOS EXECUTADOS EM 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES E PROJETOS EXECUTADOS EM 2004 A Fundação Aprender, no ano de 2004, procurou cumprir as etapas previstas no Planejamento 2003, levando a efeito iniciativas no sentido de ampliar

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS ALAGOAS UNEAL Total geral 0 UNCISAL Total geral 0 IFAL Total geral 0 UFAL Total geral 0 Total Alagoas 0 AMAZONAS IFAM Total geral 0 UEA CIÊNCIAS NATURAIS 2ª LICENCIATURA PRESENCIAL AM HUMAITÁ 40 UEA CIÊNCIAS

Leia mais

Planilha1 1. CONSOLIDAR OS CURSOS OFERTADOS

Planilha1 1. CONSOLIDAR OS CURSOS OFERTADOS Planilha1 Indicadores: 1. CONSOLIDAR OS CURSOS OFERTADOS Índice de Eficiência Acadêmica Meta: 55% Índice de Retenção do Fluxo Escolar Meta: 18% Relação Concluintes x vaga ofertada Meta: 5% Realização de

Leia mais

A INSTITUCIONALIZAÇÃO DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS GRACIELA DOS SANTOS OLIVEIRA*, LUCILIA LINO DE PAULA**

A INSTITUCIONALIZAÇÃO DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS GRACIELA DOS SANTOS OLIVEIRA*, LUCILIA LINO DE PAULA** 1 A INSTITUCIONALIZAÇÃO DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS GRACIELA DOS SANTOS OLIVEIRA*, LUCILIA LINO DE PAULA** RESUMO A pesquisa visa apresentar e discutir a implantação

Leia mais

JOGOS DOS INSTITUTOS FEDERAIS ETAPA NORDESTE

JOGOS DOS INSTITUTOS FEDERAIS ETAPA NORDESTE 04 1 1 - DOS RESULTADOS E DADOS ESTATÍSTICOS DO PERIÓDO DE 07 A 09/09/2016 BASQUETEBOL 1 08:00 FEMININO A IFBA 14 X 30 IFCE 2 09:00 FEMININO B IFMA 11 X 36 IFRN 3 10:00 MASCULINO A IFBA 20 X 61 IFRN 4

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE CONTEÚDO ACESSÍVEL PARA DEFICIENTES VISUAIS ¹

DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE CONTEÚDO ACESSÍVEL PARA DEFICIENTES VISUAIS ¹ DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE CONTEÚDO ACESSÍVEL PARA DEFICIENTES VISUAIS ¹ Ernaque Viana Malta 1 ; Ronivaldo Roriz dos Santos 1 ; Woquiton Lima Fernandes 2 1 Estudante da 3ª série

Leia mais

Manual do usuário Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas Fase Especificação

Manual do usuário Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas Fase Especificação Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Departamento de Governo Eletrônico Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão. Diretoria de Políticas de Educação Especial

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão. Diretoria de Políticas de Educação Especial MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão Diretoria de Políticas de Educação Especial Coordenação Geral de Políticas Pedagógicas de Educação Especial

Leia mais

Análise do formato semanal do AVEA Moodle utilizando o padrão WCAG 2.0 para alunos cegos

Análise do formato semanal do AVEA Moodle utilizando o padrão WCAG 2.0 para alunos cegos 10 Edição-2015 Análise do formato semanal do AVEA Moodle utilizando o padrão WCAG 2.0 para alunos cegos Eduardo Dalcin¹, Ana Cláudia Pavão Siluk² ¹Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha

Leia mais

3 Jornal da Federação - 2012 ENCONTRO REGIONAL SUDESTE 4 Jornal da Federação - 2012 ENCONTRO REGIONAL NORDESTE Jornal da Federação - 2012 ENCONTRO REGIONAL SUL 5 Jornal da Federação - 2012 ENCONTRO REGIONAL

Leia mais

Carta para a Preservação do Patrimônio Arquivístico Digital Preservar para garantir o acesso

Carta para a Preservação do Patrimônio Arquivístico Digital Preservar para garantir o acesso Carta para a Preservação do Patrimônio Arquivístico Digital Preservar para garantir o acesso Considerando que a informação arquivística, produzida, recebida, utilizada e conservada em sistemas informatizados,

Leia mais

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA MCT MUSEU PARAENSE EMÍLIO GOELDI MPEG

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA MCT MUSEU PARAENSE EMÍLIO GOELDI MPEG MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA MCT MUSEU PARAENSE EMÍLIO GOELDI MPEG PROJETO: DESENVOLVIMENTO DE UMA PROPOSTA DE REESTRUTURAÇÃO DO SITE DA ESTAÇÃO CIENTÍFICA FERREIRA PENNA, VISANDO ATENDER AOS PADRÕES

Leia mais

AC Universidade Federal do Acre UFAC ,0%

AC Universidade Federal do Acre UFAC ,0% VEJA A DISTRIBUIÇÃO DAS VAGAS DO SISU 2015 Sistema de Seleção Unificado oferece mais de 205 mil vagas em instituições públicas de ensino superior Inscrições devem ser feitas de 19 a 22 de janeiro no site

Leia mais

TEMA 02 : Estruturação dos NAPNE (Tecnologia Assistiva e Recursos Multifuncionais)

TEMA 02 : Estruturação dos NAPNE (Tecnologia Assistiva e Recursos Multifuncionais) PROPOSTAS DE AÇÕES DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA PARA O IFB E A REDE FEDERAL TEMA 01: Gestão dos NAPNE (Vinculação/gestão) 1. No campus, o Napne deverá estar vinculado à Direção de Ensino (e não à coordenação

Leia mais

CARTILHA SIGA-EPCT. Processo de Implantação: Concepção, Diretrizes, Cronograma e Instrumento de Avaliação. Versão 11/09/2010. Ministério da Educação

CARTILHA SIGA-EPCT. Processo de Implantação: Concepção, Diretrizes, Cronograma e Instrumento de Avaliação. Versão 11/09/2010. Ministério da Educação CARTILHA SIGA-EPCT Processo de : Concepção, Diretrizes, Cronograma e Instrumento de Avaliação Versão 11/09/2010 Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Ministério da Educação Sumário 1. Apresentação

Leia mais

Minuta do Capítulo 8 do PDI: Políticas de Atendimento aos Discentes

Minuta do Capítulo 8 do PDI: Políticas de Atendimento aos Discentes Minuta do Capítulo 8 do PDI: Políticas de Atendimento aos Discentes Elaborada pela Diretoria de Assuntos Estudantis 1 1 Esta minuta será apreciada pelo Colegiado de Ensino, Pesquisa e Extensão nos dias

Leia mais

2009 2010 2011 total 58.888 158.947 124.881 344.910

2009 2010 2011 total 58.888 158.947 124.881 344.910 Formação inicial 80000 Plano Nacional de Formação de Professores 70000 60000 50000 40000 Formação Pedagógica 30000 2ªLicenciatura 1ªLicenciatura especial 20000 1ªLicenciatura existente 10000 0 Presencial

Leia mais

DA ORGANIZAÇÃO COORDENADORES DE MODALIDADES LOCAIS E DIAS DE COMPETIÇÃO

DA ORGANIZAÇÃO COORDENADORES DE MODALIDADES LOCAIS E DIAS DE COMPETIÇÃO 04 1 2 DA ORGANIZAÇÃO Os Jogos Brasileiros das Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica JIF 2013 - Etapa Nacional encerram-se neste sexta (22/11), em Foz do Iguaçu (PR), com as finais

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS Centro Federal de Educação Tecnológica do Amazonas CEFET-AM Lei Nº 11. 892, de 29 de dezembro de 2008, Art. 5º, inciso IV, criou o Instituto

Leia mais

BALANCED SCORECARD - BSC DO CAMPUS VOLTA REDONDA

BALANCED SCORECARD - BSC DO CAMPUS VOLTA REDONDA OBJETIVOS BALANCED SCORECARD - BSC DO CAMPUS VOLTA REDONDA INDICADORES METAS RESPONSÁVEL PRAZO STATUS Implementação da Norma 17025 no Conclusão em. Laboratório de Metrologia Reinaldo Santana Produção e

Leia mais

2º Congresso de Inovação em Materiais e Equipamentos para Saúde (CIMES) Tecnologia Assistiva CTI CNRTA www.cti.gov.br/cnrta Fabiana Bonilha

2º Congresso de Inovação em Materiais e Equipamentos para Saúde (CIMES) Tecnologia Assistiva CTI CNRTA www.cti.gov.br/cnrta Fabiana Bonilha 2º Congresso de Inovação em Materiais e Equipamentos para Saúde (CIMES) Tecnologia Assistiva CTI CNRTA www.cti.gov.br/cnrta Fabiana Bonilha Público-alvo "Pessoas com deficiência são aquelas que têm impedimentos

Leia mais

Universidade Aberta do Brasil - UAB Metas e Desafios

Universidade Aberta do Brasil - UAB Metas e Desafios Universidade Aberta do Brasil - UAB Metas e Desafios Manoel Brod Siqueira Diretor de Educação a Distância - DED/CAPES 19/maio/2014 Coordenação de Aperfeiçoamento do Pessoal de Nível Superior Agência de

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. 1ª Reuniao de Gestão Ampliada Reitoria, 18-9-2013

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. 1ª Reuniao de Gestão Ampliada Reitoria, 18-9-2013 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 1ª Reuniao de Gestão Ampliada Reitoria, 18-9-2013 Pauta 1)Introdução: Cronograma Geral da Fase III do PDI e da elaboração do capítulo 3 - Planejamento Estratégico Objetivos da

Leia mais

Deficiências. Deficiência Física Deficiência Auditiva Deficiência Visual Deficiência Mental Deficiência Múltipla. Tem dificuldade para:

Deficiências. Deficiência Física Deficiência Auditiva Deficiência Visual Deficiência Mental Deficiência Múltipla. Tem dificuldade para: Deficiências Deficiência Física Deficiência Auditiva Deficiência Visual Deficiência Mental Deficiência Múltipla Tem dificuldade para: ver a tela usar o mouse usar o teclado ler um texto ouvir um som navegar

Leia mais

ENGENHARIA DE USABILIDADE Unidade V Acessibilidade à Web. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com

ENGENHARIA DE USABILIDADE Unidade V Acessibilidade à Web. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Conteúdo Programático Conceitos e Importância Projeto e desenvolvimento de Web acessível Acessibilidade É o processo e as técnicas usadas para criar

Leia mais

JOGOS DOS INSTITUTOS FEDERAIS ETAPA NACIONAL

JOGOS DOS INSTITUTOS FEDERAIS ETAPA NACIONAL JOGOS DOS INSTITUTOS FEDERAIS ETAPA NACIONAL Período de 03 a 08 de Outubro Poços de Caldas - MG Programação do JIF Nacional 1- ATLETISMO PISTA MUNICIPAL Dia 05/10/2017 - Manhã e Tarde Dia 06/10/2017 -

Leia mais

Características epeculiaridades das Revistas técnico-científicas nos IF s. JoséYvan Pereira Leite ifrn.edu.br

Características epeculiaridades das Revistas técnico-científicas nos IF s. JoséYvan Pereira Leite ifrn.edu.br Características epeculiaridades das Revistas técnico-científicas nos IF s JoséYvan Pereira Leite jyp.leite@ ifrn.edu.br RevistasdosIF s IFB Revista EIXO IFCE Revista Conexões IFPB Revista Principia IFPE

Leia mais

JOGOS DOS INSTITUTOS FEDERAIS ETAPA NORDESTE

JOGOS DOS INSTITUTOS FEDERAIS ETAPA NORDESTE 05 1 1 - DOS RESULTADOS DO DIA 10/09/2016 BASQUETEBOL Local: Quadra 01- IFPB Semi Final JOGO HORA NAIPE CHAVE EQUIPE PLACAR EQUIPE 16 08:00 FEMININO Semi Final 1 CH A - IFCE 23 X 19 2 CH B- IFPI 17 09:00

Leia mais

São Paulo, 22 de novembro de 2005 SES-SP BIREME/OPAS/OMS

São Paulo, 22 de novembro de 2005 SES-SP BIREME/OPAS/OMS Projeto de Gestão de Informação Técnico- Científica para a Secretaria de Estado da Saúde do Estado de São Paulo sob Coordenação da Coordenadoria de Controle de Doenças. São Paulo, 22 de novembro de 2005

Leia mais

ASSESSORIA DE AÇÕES INCLUSIVAS

ASSESSORIA DE AÇÕES INCLUSIVAS ASSESSORIA DE AÇÕES INCLUSIVAS PRÓ-REITORIA DE ENSINO TÂNIA DUBOU HANSEL INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA Política de Inclusão na Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica O Instituto Federal Farroupilha

Leia mais

Dimensões e características da Web brasileira: um estudo do.gov.br. Agosto de 2010

Dimensões e características da Web brasileira: um estudo do.gov.br. Agosto de 2010 Dimensões e características da Web brasileira: um estudo do.gov.br Agosto de 2010 Agenda: Introdução Objetivos da pesquisa Desafios técnicos para o estudo da Web Análise dos resultados O que é o Projeto

Leia mais

A Avaliação e a nota 4 do curso de Licenciatura em Física

A Avaliação e a nota 4 do curso de Licenciatura em Física A Avaliação e a nota 4 do curso de Licenciatura em Física Para quem tiver curiosidade, entre os 310 cursos em atividade em todo o país (segundo a estranha tabela do E-MEC), são poucas as instituições que

Leia mais

Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Subseqüente ao Ensino Médio, na modalidade a distância, para:

Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Subseqüente ao Ensino Médio, na modalidade a distância, para: INSTITUIÇÃO: IFRS CAMPUS BENTO GONÇALVES CNPJ: 94728821000192 ENDEREÇO: Avenida Osvaldo Aranha, 540. Bairro Juventude. CEP: 95700-000 TELEFONE: (0xx54) 34553200 FAX: (0xx54) 34553246 Curso de Educação

Leia mais

A UAB ESTÁ INSTITUCIONALMENTE INTEGRADA COMO PROGRAMA PERMANENTE NA ESTRUTURA DA NOVA CAPES

A UAB ESTÁ INSTITUCIONALMENTE INTEGRADA COMO PROGRAMA PERMANENTE NA ESTRUTURA DA NOVA CAPES A UAB ESTÁ INSTITUCIONALMENTE INTEGRADA COMO PROGRAMA PERMANENTE NA ESTRUTURA DA NOVA CAPES UAB NA NOVA CAPES CAPES DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA DED UAB COORDENAÇÃO GERAL DE INFRA-ESTRUTURA DE PÓLOS

Leia mais

I Simpósio Internacional de Tecnologia Assistiva do CNRTA Softwares de Acessibilidade

I Simpósio Internacional de Tecnologia Assistiva do CNRTA Softwares de Acessibilidade I Simpósio Internacional de Tecnologia Assistiva do CNRTA Softwares de Acessibilidade Andréa Poletto Sonza Junho de 2014 Tecnologia Assistiva Recursos: Estão incluídos brinquedos e roupas adaptadas, computadores,

Leia mais

Os Desafios da Capacitação da População.

Os Desafios da Capacitação da População. Os Desafios da Capacitação da População. depariosto@terra.com.br LIDERANÇA PSB Câmara dos Deputados, 31 junho 2011 INDICADORES SOCIAIS A Educação, Ciência e Tecnologia são os melhores caminhos para diminuirmos

Leia mais

Portal Federativo. Novembro - 2008

Portal Federativo. Novembro - 2008 Portal Federativo Novembro - 2008 DECRETO DE 15.04.2008 Art. 1o Fica instituído Grupo de Trabalho Interministerial com a finalidade de propor e acompanhar a implementação de medidas administrativas no

Leia mais

Novo Sistema de Gestão do IFAM

Novo Sistema de Gestão do IFAM Novo Sistema de Gestão do IFAM Os módulos serão implantados atendendo aos critérios: Sistema/Módulo Entrega Prazo de Entrega Módulo Administrativo Integração SIAFI Módulo de Recursos Humanos Protocolo

Leia mais

Planejamento Estratégico de TIC. da Justiça Militar do Estado. do Rio Grande do Sul

Planejamento Estratégico de TIC. da Justiça Militar do Estado. do Rio Grande do Sul Planejamento Estratégico de TIC da Justiça Militar do Estado do Rio Grande do Sul MAPA ESTRATÉGICO DE TIC DA JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO (RS) MISSÃO: Gerar, manter e atualizar soluções tecnológicas eficazes,

Leia mais

Minuta do Capítulo 10 do PDI: Relações Externas

Minuta do Capítulo 10 do PDI: Relações Externas Minuta do Capítulo 10 do PDI: Relações Externas Elaborada pela Diretoria de Extensão e pela Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação 1 1 Esta minuta será apreciada pelo Colegiado de Ensino, Pesquisa

Leia mais

Projeto: Rede MERCOSUL de Tecnologia

Projeto: Rede MERCOSUL de Tecnologia ANEXO XIII XXXIII REUNIÓN ESPECIALIZADA DE CIENCIA Y TECNOLOGÍA DEL MERCOSUR Asunción, Paraguay 1, 2 y 3 de junio de 2005 Gran Hotel del Paraguay Projeto: Rede MERCOSUL de Tecnologia Anexo XIII Projeto:

Leia mais

20RG - Expansão e Reestruturação de Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica

20RG - Expansão e Reestruturação de Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica Programa 2031 - Educação Profissional e Tecnológica Número de Ações 200 Ação Orçamentária - Padronizada Setorial 20RG - Expansão e Reestruturação de Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica

Leia mais

UTILIZAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARES EDUCACIONAIS PARA PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS.

UTILIZAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARES EDUCACIONAIS PARA PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS. MINISTERIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UTILIZAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARES EDUCACIONAIS PARA PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS. Elaine Cristina Dias Calaça

Leia mais

JOGOS DOS INSTITUTOS FEDERAIS ETAPA NORDESTE

JOGOS DOS INSTITUTOS FEDERAIS ETAPA NORDESTE 02 1 1 - DOS RESULTADOS E DADOS ESTATÍSTICOS DO DIA 07/09/2016 BASQUETEBOL 1 08:00 FEMININO A IFBA 14 X 30 IFCE 2 09:00 FEMININO B IFMA 11 X 36 IFRN 3 10:00 MASCULINO A IFBA 20 X 61 IFRN 4 11:00 MASCULINO

Leia mais

ELENCO DELLE PRINCIPALI ISTITUZIONI PUBBLICHE (FEDERALI E STATALI) ACRE. Universidade Federal do Acre (UFAC) (*)

ELENCO DELLE PRINCIPALI ISTITUZIONI PUBBLICHE (FEDERALI E STATALI) ACRE. Universidade Federal do Acre (UFAC) (*) APPENDICE C ELENCO DELLE PRINCIPALI ISTITUZIONI PUBBLICHE (FEDERALI E STATALI) ACRE Universidade Federal do Acre (UFAC) (*) Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre (IFAC) ALAGOAS Universidade

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PERÍODO 2012 A 2016 MANAUS/AM VERSÃO 1.0 1 Equipe de Elaboração João Luiz Cavalcante Ferreira Representante da Carlos Tiago Garantizado Representante

Leia mais

CATÁLOGO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA DO SISP

CATÁLOGO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA DO SISP SERVIÇOS DE CONSULTORIA EIXO TEMÁCO: GOVERNANÇA DE Implantação de Metodologia de Elaborar e implantar uma metodologia de gerenciamento de projetos no órgão solicitante, com a finalidade de inserir as melhores

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE MODALIDADES E TEMÁTICAS

SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE MODALIDADES E TEMÁTICAS SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE MODALIDADES E TEMÁTICAS ESPECIAIS DE ENSINO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL A Política

Leia mais

Atualização sobre os produtos e serviços da BVS

Atualização sobre os produtos e serviços da BVS Atualização sobre os produtos e serviços da BVS http://brasil.bvs.br/reuniao-redebvs-2014/ #BVSBrasil2014 Renato Murasaki murasaki@paho.org Metodologias e Tecnologias de Informação Administração de Fontes

Leia mais

PDI 2014/2017. Sistema de Bibliotecas do IFRS - SiBIFRS

PDI 2014/2017. Sistema de Bibliotecas do IFRS - SiBIFRS PDI 2014/2017 Sistema de Bibliotecas do IFRS - SiBIFRS O Sistema de Bibliotecas do IFRS (SiBIFRS) está em fase de estruturação. Atualmente ele é composto Grupos de Trabalho (GTs) pelas doze Bibliotecas

Leia mais

1. RESULTADOS 1.1 Proposta de Portfólio de Projetos

1. RESULTADOS 1.1 Proposta de Portfólio de Projetos registro dos resultados OFICINA OFICINA IDEIAS DE S Ifes 1. RESULTADOS 1.1 Proposta de Portfólio de Projetos SUBS Programa de capacitação e Qualificação Programa de capacitação implantado Estratégia de

Leia mais

Diretrizes de Apoio às Ações de Extensão no IFRS Campus Osório

Diretrizes de Apoio às Ações de Extensão no IFRS Campus Osório Diretrizes de Apoio às Ações de Extensão no IFRS Campus Osório O presente documento visa orientar a estruturação de propostas de Extensão vinculadas ao - Campus Osório. Este instrumento consta das diretrizes

Leia mais

PLANO DE AÇÃO-DIREÇÃO DO CAMPUS TERESINA ZONA SUL GESTÃO 2013-2017

PLANO DE AÇÃO-DIREÇÃO DO CAMPUS TERESINA ZONA SUL GESTÃO 2013-2017 PLANO DE AÇÃO-DIREÇÃO DO CAMPUS TERESINA ZONA SUL GESTÃO 2013-2017 O ensino, como a justiça, como a administração, prospera e vive muito mais realmente da verdade e da moralidade, com que se pratica do

Leia mais

PLANO DE TRABALHO COM AÇÕES ESTRATÉGICAS PARA A DIREÇÃO GERAL DO IF BAIANO CAMPUS BOM JESUS DA LAPA NO QUADRIÊNIO 2014 2018

PLANO DE TRABALHO COM AÇÕES ESTRATÉGICAS PARA A DIREÇÃO GERAL DO IF BAIANO CAMPUS BOM JESUS DA LAPA NO QUADRIÊNIO 2014 2018 ~ MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO CAMPUS BOM JESUS DA LAPA PLANO DE TRABALHO COM AÇÕES ESTRATÉGICAS PARA

Leia mais

Governo eletrônico e a integração de processos de serviços públicos para melhoria do atendimento a sociedade

Governo eletrônico e a integração de processos de serviços públicos para melhoria do atendimento a sociedade Governo eletrônico e a integração de processos de serviços públicos para melhoria do atendimento a sociedade Rogério Santanna dos Santos Brasília, 03 de junho de 2009 Fórum Internacional das Centrais de

Leia mais

Diretrizes curriculares nacionais e os projetos pedagógicos dos cursos de graduação

Diretrizes curriculares nacionais e os projetos pedagógicos dos cursos de graduação Diretrizes curriculares nacionais e os projetos pedagógicos dos cursos de graduação Curso de Atualização Pedagógica Julho de 2010 Mediador: Adelardo Adelino Dantas de Medeiros (DCA/UFRN) Diretrizes Curriculares

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão Diretoria de Políticas de Educação Especial Constituição Federal/88 Artigo 208, III - atendimento preferencialmente

Leia mais

Política Nacional de Educação Especial, na perspectiva da Educação Inclusiva (2008)

Política Nacional de Educação Especial, na perspectiva da Educação Inclusiva (2008) Política Nacional de Educação Especial, na perspectiva da Educação Inclusiva (2008) Público-alvo da Educação Especial Alunos com: surdez deficiência física, intelectual cegueira, baixa visão, surdocegueira

Leia mais

PATRÍCIA NEVES RAPOSO UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA panera@brturbo.com.br

PATRÍCIA NEVES RAPOSO UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA panera@brturbo.com.br PATRÍCIA NEVES RAPOSO UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA panera@brturbo.com.br De quem são esses olhos? De quem são esses olhos? De quem são esses olhos? De quem são esses olhos? De quem são esses olhos?

Leia mais

RESULTADOS OFICIAIS DAS MODALIDADES COLETIVAS JIF 2013

RESULTADOS OFICIAIS DAS MODALIDADES COLETIVAS JIF 2013 05 1 2 DA ORGANIZAÇÃO Os Jogos Brasileiros das Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica JIF 2013 - Etapa Nacional chega a seu final e com certeza que deixará saudades a todos aqueles

Leia mais

Contrata Consultor na modalidade Produto

Contrata Consultor na modalidade Produto Contrata Consultor na modalidade Produto PROJETO 914BRZ1127/SETEC EDITAL Nº 03/2009 1. Perfil: ACOMPANHAMENTO DA GESTÃO EM PROJETOS - PERFIL I Ministério da Educação. Especialização na área de educação,

Leia mais

CONVITE Nº 01/2012 ANEXO I - DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS

CONVITE Nº 01/2012 ANEXO I - DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS CONVITE Nº 01/2012 ANEXO I - DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS OBJETIVO E ESCOPO 1. Informações Gerais 1.1 Objetivo geral do trabalho: desenvolvimento de novo site institucional para o Senac (www.senac.br), nas versões

Leia mais

CADASTRAMENTO DE PROJETOS DE EXTENSÃO

CADASTRAMENTO DE PROJETOS DE EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO CÂMPUS MORRINHOS CADASTRAMENTO DE PROJETOS DE

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELA DIREÇÃO DE ENSINO DO CÂMPUS CURITIBA NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2013

RELATÓRIO DE ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELA DIREÇÃO DE ENSINO DO CÂMPUS CURITIBA NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2013 RELATÓRIO DE ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELA DIREÇÃO DE ENSINO DO CÂMPUS CURITIBA NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2013 A Direção de Ensino do câmpus Curitiba, compreendendo todas as suas seções, com a finalidade

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA EDITAL PROCESSO SELETIVO

CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA EDITAL PROCESSO SELETIVO CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA EDITAL PROCESSO SELETIVO De ordem do Exmo. Professor Luis Carlos de Souza Vieira, Magnífico Reitor do Centro Universitário Newton Paiva, mantido pelo Instituto Cultural

Leia mais

Dimensões e características da Web brasileira: um estudo do.gov.br. Agosto de 2010

Dimensões e características da Web brasileira: um estudo do.gov.br. Agosto de 2010 Dimensões e características da Web brasileira: um estudo do.gov.br Agosto de 2010 Agenda: Introdução Objetivos da pesquisa Desafios técnicos para o estudo da Web Parceiros Secretaria de Logistica e Tecnologia

Leia mais