BuscaLegis.ccj.ufsc.Br

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BuscaLegis.ccj.ufsc.Br"

Transcrição

1 BuscaLegis.ccj.ufsc.Br Intervenção do M. P. na investigação de paternidade, após a lei 8.560/92 Rodrigo Pacheco Marques* Nos termos do artigo 82, I, do Código de Processo Civil, é obrigatória a intervenção do Ministério Público nas ações em que haja interesse de incapazes. Assim, nas investigações propostas por menores é obrigatória a intervenção do Ministério Público. E nas ações propostas por pessoas maiores? Também se impõe a intervenção na forma do artigo 82, II, do mesmo Código, por se tratar de causa decorrente do estado da pessoa. Conforme dispõe o parágrafo 4º do artigo 2 da Lei 8560/92, o Ministério Público tem legitimidade para, sem excluir a dos pais, propor ação de investigação de paternidade. Daí se infere que a mãe não tem a faculdade de dispor do direito de reconhecimento de seu filho. Isto ocorre porque o interesse coletivo sobrepõe o interesse individual. Filho sem pai passou a ser assunto do Estado também e não só do filho e da genitora, com finalidade de manter uma base familiar estável. A legitimidade do Ministério Público em ajuizar esta ação causa grande discussão doutrinária. A maioria dos autores preferem que, sempre que for possível, a representante legal do menor interponha a ação através de advogado, não reconhecendo o Ministério Público como substituto processual.

2 O Ministério Público sempre deve atuar nos processos de investigação de paternidade, primeiramente como fiscal da lei, senão como pólo ativo da ação investigatória, que será impulsionada primeiramente pela mãe do menor. 8.1 PAPEL DAS PROMOTORIAS ESPECIALIZADAS Após vários estudos o estado do Paraná criou uma promotoria especializada em investigação de paternidade, sob a denominação de promotoria de investigação de paternidade, situada na Avenida Joaquim José Pedrosa n.º 50, no bairro do Cabral, próximo a vara de família, devido ao vínculo que possui com tal instituição. Esta promotoria é composta de um promotor de justiça, duas assistentes sociais, duas psicólogas e seis estagiários de direito, além de outros funcionários do Estado que desempenham diversas funções. O papel fundamental da promotoria acima descrita é identificar o pai de crianças, representadas por suas mães, que procuram a tutela estatal, além de dar todo apoio psicológico e social a mãe e sua prole. Importante ressaltar que o trabalho de tal instituição atinge principalmente famílias de baixa renda, que não tem condições de contratar um advogado. Segundo pesquisa feita em tal órgão, 85% das mães que procuram a promotoria de investigação de paternidade, recebem menos de 2 salários mínimos. Mais de 15% delas procuram a promotoria mais de uma vez, ou seja, possuem filhos com pais diferentes em relações de curta duração Funcionamento da promotoria de investigação de paternidade

3 Quando uma mãe necessita, por vontade própria ou por exigência do filho, identificar quem é o genitor de sua prole pode procurar um advogado ou a promotoria supracitada. Neste ponto será abordado apenas a função do Ministério Público, visto que a maioria das ações intentadas são oriundas deste órgão. Em média o Ministério Público entra com 300 ações de investigação de paternidade por ano, fora os acordos feitos direto na promotoria. Logo que a mãe procura os préstimos do Estado, é marcado um dia para que a genitora converse com a assistente social da entidade. Nesta entrevista será verificada a possível identidade do pai, assim como a situação em que vivem mãe e filho. Neste primeiro momento será feita uma averiguação afim de terminar com possíveis dúvidas e com finalidade de transformar a narração dos fatos numa possível ação a ser ajuizada, no caso da impossibilidade de um acordo. Após a entrevista uma notificação é enviada ao suposto pai, convocando o mesmo a comparecer na promotoria em data determinada para averiguar a possível paternidade. O endereço do suposto pai é fornecido pela mãe, apesar de que às vezes é necessário o endereço ser averiguado junto a vara de execuções penais, órgão que possuí convênio com o Ministério Público, para fornecimento de endereços. Enquanto não chega o dia marcado para o encontro no Ministério Público, a mãe é preparada psicologicamente para o que possa acontecer no dia do provável acordo. Importante deixar claro que é chamado apenas aquele indivíduo apontado pela mãe como pai do requerente e após estudo de probabilidade da referida paternidade. No dia marcado para o encontro da mãe, da criança e do pai com a promotora de justiça, visa-se um reconhecimento espontâneo da paternidade pelo indicado como pai, após a narração dos fatos descritos pela mãe. Se isto ocorrer na própria promotoria é redigido um termo de homologação de acordo, com regulamentação de alimento e visitas. Após feito o acordo, todos os documentos são enviados para que o juiz de direito homologue o que foi

4 acertado, de modo que se possa efetuar a averbação para novo registro e para que comecem ser pagos os alimentos. Atualmente na promotoria quem realiza os acordos são os estagiários de direito, restando ao promotor apenas aqueles casos obscuros e de difícil solução. Vale lembrar o papel fundamental que a presença da criança exerce sobre os sentimentos paternos, afinal, traços característicos facilmente são notados, ainda mais quando o pai não conhece seu rebento. Na maioria dos casos investigados o suposto pai nunca viu o filho, pois o mesmo fica com medo de sofrer danos morais ou materiais, a partir do primeiro contato. Outro aspecto importante é o total sigilo em que corre todo o procedimento, na medida em que não há é prestada nenhuma informação a terceiros. Caso não haja possibilidade de acordo, a promotora pode propor a realização de um exame de D.N.A, para acabar com todas as dúvidas acerca da paternidade. Neste caso, se o homem aceitar, normalmente as despesas são dividas entre suposto pai e mãe. Pelo convênio dos laboratórios com a promotoria, o exame de D.N.A custa em torno de R$ 800,00 (oitocentos reais), valor este que pode ser parcelado em várias vezes. Se este mesmo exame for realizado particularmente custaria aproximadamente R$ 1.100,00 (hum mil e cem reais). Algum tempo atrás o Poder Público pagava os exames para pessoas de baixa renda, o que não ocorre mais, embora já exista projeto de lei que visa o pagamento dos exames de D.N.A pelo Estado. Atualmente, no Brasil, existem muitas clínicas que realizam este tipo de exame, que dá mais de 99% de chance de acerto. Em Curitiba existem três clínicas que realizam o exame de D.N.A: a Clínica de doenças hereditárias, a clínica Genétika e o Laboratório Frischmann Aisengart. Todos estes laboratórios possuem a mesma capacitação técnica, o que difere um do outro é a forma de pagamento, pois um exige pagamento em cheque, outro exige fiador e outro requer pagamento através de boleto bancário

5 A promotoria de investigação de paternidade entra em contato com os laboratórios, conforme as possibilidades dos averiguados e agenda o exame, após isto, as partes (mãe, criança e suposto pai) comparecem ao laboratório escolhido para a realização da coleta do material. Quando o resultado fica pronto os interessados são novamente chamados à promotoria para a entrega do exame. Segundo pesquisa feita junto a tal órgão, em mais de 90% dos casos, os pais indicados são realmente os pais biológicos. Dificilmente nos resultados negativos a mãe erra o pai do menor por dolo, se engana por falta de informação sexual. Entregue o exame o pai pode ou não reconhecer o filho suplicante, caso isto ocorra os procedimentos são os mesmos do acordo explicado anteriormente. Se o reconhecimento não ocorrer, a ação de investigação de paternidade é proposta nos termos da Constituição Federal, da Lei 8560/92, do Código Civil e do Código processual brasileiro. O exame de D.N.A com resultado positivo inviabiliza qualquer isenção de paternidade por parte do pai, que mais cedo ou mais tarde será declarado judicialmente genitor do requerente. Se o suposto pai, quando convocado não comparecer ou não aceitar o reconhecimento, a ação de investigação de paternidade é proposta compulsoriamente, tendo como base as informações prestadas pela mãe na entrevista inicial. Para que a ação seja proposta o Ministério Público exige pelo menos duas testemunhas e documentos de qualquer espécie que comprovem o vínculo da mãe com o investigado. Estes documentos de qualquer espécie podem ser fotos, cartas ou até bilhetes com a letra do suposto pai, que será analisada por perito posteriormente Considerações finais sobre a promotoria de investigação de paternidade

6 O Ministério Público visa a solução do impasse sobre possíveis laços biológicos, sem ter que apelar para uma ação judicial. Caso a solução seja difícil, a prestação jurisdicional será acionada para solução da lide. Talvez o sucesso da promotoria de investigação de paternidade esteja ligado ao papel social e educativo que é exercido sobre as mães, para que fatos como os citados acima não ocorram novamente. Para isto o acompanhamento psicológico é levado a sério tendo como princípio as raízes da base familiar. O papel educativo torna-se importante porque as pessoas que procuram a promotoria são de baixa renda e normalmente já passaram por problemas idênticos de paternidade, então a função do Estado é dar condições a estas mães de saberem o que estão fazendo, apresentando a estas métodos anticoncepcionais, não só para o controle da natalidade como para a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis. Segundo trabalho feito junto a promotoria de investigação de paternidade, cerca de 20% das mães que procuram este órgão não sabem quando e como podem engravidar. Muitas delas não procuram a justiça com medo do suposto pai não aceitar o menor ou agredir verbalmente e fisicamente a mãe, como se somente ela fosse culpada do nascimento de uma criança. Importante ressaltar, que todos os esforços são feitos na promotoria para que as mães não tratem seus filhos como problemas, pois devido as más condições de vida das genitoras estas normalmente culpam sua prole, até como forma de castigar também o pai do menor. *Formando em Direito pelas Faculdades Integradas Curitiba RG

7 Disponível em: Acesso em: 21 nov

Conselho Nacional de Justiça Corregedoria PROVIMENTO Nº 12

Conselho Nacional de Justiça Corregedoria PROVIMENTO Nº 12 Conselho Nacional de Justiça Corregedoria PROVIMENTO Nº 12 O Corregedor Nacional de Justiça, Ministro Gilson Dipp, no uso de suas atribuições legais e regimentais, CONSIDERANDO que durante as inspeções

Leia mais

3. SERVIÇOS ATENDIMENTO JURISDICIONAL

3. SERVIÇOS ATENDIMENTO JURISDICIONAL ATENDIMENTO JURISDICIONAL DOCUMENTOS PARA O ATENDIMENTO Documento de identificação pessoal (identidade ou certidão de nascimento) Certidão de casamento (se for casado) CPF Comprovante de renda de até 3

Leia mais

CARTILHA JUSTIÇA E FAMÍLIA

CARTILHA JUSTIÇA E FAMÍLIA CARTILHA JUSTIÇA E FAMÍLIA Orientação aos acadêmicos que atuarão em ações comunitárias relacionadas ao Direito da Família. Em caso de dúvida sobre a orientação jurídica e ser repassada, o aluno deverá

Leia mais

ENUNCIADOS DO FORUM NACIONAL DA MEDIAÇÃO E CONCILIAÇÃO

ENUNCIADOS DO FORUM NACIONAL DA MEDIAÇÃO E CONCILIAÇÃO ENUNCIADOS DO FORUM NACIONAL DA MEDIAÇÃO E CONCILIAÇÃO Semestralmente o Fórum Nacional da Mediação e Conciliação se reúne e promove discussões objetivando levantar boas práticas que possam aprimorar o

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA.

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples

Leia mais

PROVIMENTO Nº 09/2012/CGJUS/TO. A CORREGEDORA-GERAL DA JUSTIÇA DO ESTADO DO TOCANTINS, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

PROVIMENTO Nº 09/2012/CGJUS/TO. A CORREGEDORA-GERAL DA JUSTIÇA DO ESTADO DO TOCANTINS, no uso de suas atribuições legais e regimentais, PROVIMENTO Nº 09/2012/CGJUS/TO Dispõe sobre a recepção, pelos Oficiais de Registro Civil das Pessoas Naturais, de indicações de supostos pais de pessoas registradas sem paternidade estabelecida, bem como

Leia mais

DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS AO PROCESSO DE SELEÇÃO E MATRÍCULA

DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS AO PROCESSO DE SELEÇÃO E MATRÍCULA DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS AO PROCESSO DE SELEÇÃO E MATRÍCULA A Ficha Socioeconômica deve ser preenchida, sem rasuras, assinada pelo (a) candidato(a) ou pelo(a) pai, mãe e/ou responsável legal e, apresentada

Leia mais

Pernambuco. O DESEMBARGADOR JONES FIGUEIRÊDO ALVES, CORREGEDOR GERAL. DA JUSTIÇA DO ESTADO DE PERNAMBUCO, EM EXERCÍCIO, no uso de

Pernambuco. O DESEMBARGADOR JONES FIGUEIRÊDO ALVES, CORREGEDOR GERAL. DA JUSTIÇA DO ESTADO DE PERNAMBUCO, EM EXERCÍCIO, no uso de PROVIMENTO Nº 009/2013 Dispõe sobre o reconhecimento voluntário de paternidade socioafetiva perante os Oficiais de Registro Civil das Pessoas Naturais do Estado de Pernambuco. O DESEMBARGADOR JONES FIGUEIRÊDO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA Processo CG nº 681/2006. Procedimentos

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA Processo CG nº 681/2006. Procedimentos Projeto Paternidade Responsável. Procedimentos genitoras Primeira Etapa Convocação das 1) Seleção de escolas Verificar no material fornecido o nome do Dirigente Regional, com o qual será feito contato

Leia mais

O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples ou originais de todo o grupo familiar os documentos abaixo:

O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples ou originais de todo o grupo familiar os documentos abaixo: LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples

Leia mais

Dispõe sobre a recepção, pelos Oficiais de Registro Civil das Pessoas Naturais, de indicações

Dispõe sobre a recepção, pelos Oficiais de Registro Civil das Pessoas Naturais, de indicações PROVIMENTO N.º 16 Dispõe sobre a recepção, pelos Oficiais de Registro Civil das Pessoas Naturais, de indicações de supostos pais de pessoas que já se acharem registradas sem paternidade estabelecida, bem

Leia mais

DOCUMENTOS E ORIENTAÇÕES QUE DEVEM SER OBSERVADOS PARA TRANSPLANTES COM DOADOR VIVO EM RELAÇÃO A CENTRAL ESTADUAL DE TRANSPLANTES DO PARANÁ

DOCUMENTOS E ORIENTAÇÕES QUE DEVEM SER OBSERVADOS PARA TRANSPLANTES COM DOADOR VIVO EM RELAÇÃO A CENTRAL ESTADUAL DE TRANSPLANTES DO PARANÁ DOCUMENTOS E ORIENTAÇÕES QUE DEVEM SER OBSERVADOS PARA TRANSPLANTES COM DOADOR VIVO EM RELAÇÃO A CENTRAL ESTADUAL DE TRANSPLANTES DO PARANÁ Através do presente sintetizamos as exigências legais previstas

Leia mais

Pesquisa sobre o Perfil dos Empreendedores e das Empresas Sul Mineiras

Pesquisa sobre o Perfil dos Empreendedores e das Empresas Sul Mineiras Pesquisa sobre o Perfil dos Empreendedores e das Empresas Sul Mineiras 2012 2 Sumário Apresentação... 3 A Pesquisa Perfil dos Empreendedores Sul Mineiros Sexo. 4 Estado Civil.. 5 Faixa Etária.. 6 Perfil

Leia mais

Quem pode solicitar o FIES na FMU?

Quem pode solicitar o FIES na FMU? O que é o FIES? O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do Ministério da Educação (MEC) destinado à concessão de financiamento a estudantes regularmente matriculados em cursos superiores

Leia mais

Depoimento Sem Dano Porto Alegre, AGOSTO de 2009

Depoimento Sem Dano Porto Alegre, AGOSTO de 2009 Depoimento Sem Dano Depoimento Sem Dano Porto Alegre, AGOSTO de 2009 Texto DR. Breno Beutler Júnior DR. José Antônio Daltoé Cezar Expediente projeto gráfico e Ilustrações Paulo Guilherme Marques Taylor

Leia mais

EDITAL No. 01/ 2014- NEDDIJ Programa UNIVERSIDADE SEM FRONTEIRAS Subprograma INCUBADORA DOS DIREITOS SOCIAIS

EDITAL No. 01/ 2014- NEDDIJ Programa UNIVERSIDADE SEM FRONTEIRAS Subprograma INCUBADORA DOS DIREITOS SOCIAIS EDITAL No. 01/ 2014- NEDDIJ Programa UNIVERSIDADE SEM FRONTEIRAS Subprograma INCUBADORA DOS DIREITOS SOCIAIS A Coordenadora do NÚCLEO DE ESTUDOS E DEFESA DE DIREITOS DA INFÂNCIA E DA JUVENTUDE vinculado

Leia mais

DIREITOS DA CRIANÇA, DO ADOLESCENTE E DO IDOSO. doutrina e legislação. Del Rey. Belo Horizonte, 2006

DIREITOS DA CRIANÇA, DO ADOLESCENTE E DO IDOSO. doutrina e legislação. Del Rey. Belo Horizonte, 2006 CARLOS CABRAL CABRERA Membro do Ministério Público do Estado de São Paulo. Professor de Direito Constitucional da Faculdade de Direito da Universidade Paulista UNIP. ROBERTO MENDES DE FREITAS JUNIOR Membro

Leia mais

VARA FEDERAL DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DE

VARA FEDERAL DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DE EXMO. SR. JUIZ FEDERAL DA PERNAMBUCO VARA FEDERAL DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DE Processo Administrativo n.º 1.26.000.000967/2008-95 Denúncia nº 224/2008 O Ministério Público Federal, por sua Representante infrafirmada,

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA.

LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. LISTA DE DOCUMENTOS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVERÃO SER APRESENTADOS PELO REQUERENTE JUNTAMENTE COM A FICHA PREENCHIDA E ASSINADA. O Responsável Financeiro deverá entregar cópias autenticadas/ simples

Leia mais

Dicas de Cobranças Externas

Dicas de Cobranças Externas Dicas de Cobranças Externas MINUTA/MODELO Manual Prá;tico de Normas de: COBRANÇA EXTERNA MANUAL PRÁTICO DE COBRANÇA EXTERNA I Objetivo O objetivo deste manual é auxiliar o cobrador externo no seu trabalho

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA Presidente: Mário Alberto Simões Hirs 1º Vice Presidente Eserval Rocha 2º Vice Presidente Vera Lucia Freire de Carvalho Corregedor Geral de Justiça Sinésio Cabral

Leia mais

MENSALIDADES ESCOLARES

MENSALIDADES ESCOLARES MENSALIDADES ESCOLARES O aumento das mensalidades escolares deve obedecer a algum parâmetro legal? O assunto mensalidades escolares é regulado pela Lei 9870, de 23 de novembro de 1999. Esta Lei, dentre

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO CFC N.º 1.406/12 Dispõe sobre o Regime de Parcelamento de Débitos de Anuidades e Multas (Redam III) para o Sistema CFC/CRCs. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições

Leia mais

PORTARIA-CONJUNTA Nº 280/2013

PORTARIA-CONJUNTA Nº 280/2013 Publicação: 08/04/13 DJE: 05/04/13 PORTARIA-CONJUNTA Nº 280/2013 Dispõe sobre serviço voluntário no âmbito do Poder Judiciário do Estado de Minas Gerais, para atendimento de demandas afetas à Copa das

Leia mais

Breves Considerações sobre o Superendividamento

Breves Considerações sobre o Superendividamento 116 Breves Considerações sobre o Superendividamento Luiz Eduardo de Castro Neves 1 O empréstimo de valores é realizado com a cobrança de juros, de forma a permitir uma remuneração pelo valor emprestado.

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO SETOR JURÍDICO DA ASSEMP

REGIMENTO INTERNO DO SETOR JURÍDICO DA ASSEMP REGIMENTO INTERNO DO DA ASSEMP O Setor Jurídico da ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DA PREFEITURA DE BELO HORIZONTE, doravante denominado Jurídico-ASSEMP, será regido de acordo com este regimento e

Leia mais

CONTRATADA EMPREHMET Empresa de Recursos Humanos e Medicina do Trabalho Ltda. Avenida Estados Unidos,46 loja 5. www.emprehmet.com.

CONTRATADA EMPREHMET Empresa de Recursos Humanos e Medicina do Trabalho Ltda. Avenida Estados Unidos,46 loja 5. www.emprehmet.com. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO PARA EXECUÇÃO DO LTIP LAUDO TÉCNICO DE INSALUBRIDADE E PERICULOSIDADE LTCAT LAUDO TÉCNICO DE CONDIÇÕES DO AMBIENTE DE TRABALHO CONTRATANTE RAZÃO SOCIAL: Endereço: Bairro:

Leia mais

Como proceder à notificação e para onde encaminhá-la?

Como proceder à notificação e para onde encaminhá-la? Se a família não quiser ou não puder assumir a notificação, o educador deverá informar a família que, por força da lei, terá que notificar o fato aos órgãos competentes. Como proceder à notificação e para

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 0654. Institui e regulamenta o serviço de voluntários no âmbito do MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ.

RESOLUÇÃO Nº 0654. Institui e regulamenta o serviço de voluntários no âmbito do MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ. RESOLUÇÃO Nº 0654 Institui e regulamenta o serviço de voluntários no âmbito do MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ. O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições legais conferidas

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO é a segunda profissão mais bem paga do país, segundo a FGV

ADMINISTRAÇÃO é a segunda profissão mais bem paga do país, segundo a FGV Page 4 of 13 Mesmo que a difamação parta de um ex-colega de setor, ele fala em nome da empresa, que responde pelos atos de seus funcionários. Segredos Ex-empregados que revelam segredos industriais da

Leia mais

Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo Autarquia Federal Lei nº 3.268/57

Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo Autarquia Federal Lei nº 3.268/57 Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo Autarquia Federal Lei nº 3.268/57 CONSULTA nº 110.469/11 Assunto: paciente menor, genitores separados, fornecimento prontuário Relator: Laide Helena

Leia mais

Cartilha do SISTEMA DE ATERMAÇÃO ONLINE SAO

Cartilha do SISTEMA DE ATERMAÇÃO ONLINE SAO Cartilha do SISTEMA DE ATERMAÇÃO ONLINE SAO Para o ajuizamento de ação no JEF e encaminhamento de manifestações/documentos para os JEFs, sem advogado, via internet. O mesmo atendimento que é feito no setor

Leia mais

CONTRATO 002/2015 DE LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTOS

CONTRATO 002/2015 DE LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTOS CONTRATO 002/2015 DE LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTOS As partes PODER LEGISLATIVO MUNICIPAL DE COXILHA, pessoa jurídica de direito Público, inscrita no CNPJ sob nº 13.524.704/0001-05, com endereço na Av. Fioravante

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE A PATERNIDADE GERALMENTE FEITAS POR PAIS

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE A PATERNIDADE GERALMENTE FEITAS POR PAIS PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE A PATERNIDADE GERALMENTE FEITAS POR PAIS P. O QUE É A PATERNIDADE? R. Paternidade significa ser um pai. A determinação da paternidade significa que uma pessoa foi determinada

Leia mais

COMPANHIA DE SEGUROS ALIANÇA DO BRASIL

COMPANHIA DE SEGUROS ALIANÇA DO BRASIL São Paulo, 5 de abril de 2012. Sr(a). Ref.: Solicitação de Documentos Segurado: Seguro: Apólice / Proposta n. o Aviso de Sinistro n. o Estipulante: Em atendimento a sua solicitação, confirmamos o recebimento

Leia mais

Segunda-feira, 30.01.12

Segunda-feira, 30.01.12 Segunda-feira, 30.01.12 Veja os destaques de hoje e do fim de semana: 1. OVG recebe doação de cadeiras de rodas do Complexo Prisional 2. Exame gratuito de DNA Jornal O Hoje, Capa - 28.01.12 OVG vai doar

Leia mais

CONTRATO PARTICULAR DE LOCAÇÃO DE BENS MÓVEIS EM IMÓVEL COMERCIAL Nº:

CONTRATO PARTICULAR DE LOCAÇÃO DE BENS MÓVEIS EM IMÓVEL COMERCIAL Nº: CONTRATO PARTICULAR DE LOCAÇÃO DE BENS MÓVEIS EM IMÓVEL COMERCIAL Nº: LOCADOR: Salão de Beleza ou (Estética), situado na Rua, Bairro, CEP, Cidade, Estado, inscrito no CNPJ sob o número, Alvará Municipal

Leia mais

10 LINHAS I. DOS FATOS. A autora teve um relacionamento esporádico. com o réu, no qual nasceu Pedro.

10 LINHAS I. DOS FATOS. A autora teve um relacionamento esporádico. com o réu, no qual nasceu Pedro. Caso prático Joana teve um relacionamento esporádico com Flávio, do qual nasceu Pedro. Durante cinco anos, o infante foi cuidado exclusivamente por sua mãe e sua avó materna, nunca tendo recebido visita

Leia mais

Modelo de Contrato de Prestação de Serviços de Consultoria

Modelo de Contrato de Prestação de Serviços de Consultoria Modelo de Contrato de Prestação de Serviços de Consultoria Contrato de locação de serviços que entre si fazem (nome e qualificação de quem está contratando: natureza ou profissão, endereço e dados como

Leia mais

EDITAL DE ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO PARA O TESTE DE CLASSIFICAÇÃO 2012 DO IFRS - Campus Rio Grande ISENÇÃO DE TAXA

EDITAL DE ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO PARA O TESTE DE CLASSIFICAÇÃO 2012 DO IFRS - Campus Rio Grande ISENÇÃO DE TAXA EDITAL DE ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO PARA O TESTE DE CLASSIFICAÇÃO 2012 DO IFRS - Campus Rio Grande ISENÇÃO DE TAXA O INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL - CAMPUS

Leia mais

EDITAL Nº 56/2012 - PROENS/IFPR APOIO A PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS DESPORTIVOS E OLIMPÍADAS DE CONHECIMENTO 1

EDITAL Nº 56/2012 - PROENS/IFPR APOIO A PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS DESPORTIVOS E OLIMPÍADAS DE CONHECIMENTO 1 EDITAL Nº 56/2012 - PROENS/IFPR APOIO A PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS DESPORTIVOS E OLIMPÍADAS DE CONHECIMENTO 1 A PRÓ-REITORIA DE ENSINO (PROENS) DO INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ (IFPR), por intermédio da Diretoria

Leia mais

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO 1 1) O DIREITO MATERIAL DE PAGAMENTO POR CONSIGNAÇÃO a) Significado da palavra consignação b) A consignação como forma de extinção da obrigação c) A mora accipiendi 2 c)

Leia mais

Regulamento Estágio Curricular Obrigatório

Regulamento Estágio Curricular Obrigatório Regulamento Estágio Curricular Obrigatório CST em Fabricação Mecânica CST em Gestão de Recursos Humanos CST em Mecatrônica Industrial 1 CAPÍTULO I DA JUSTIFICATIVA E FINALIDADES Art. 1º - O programa de

Leia mais

Poder Judiciário do Estado de Mato Grosso do Sul Corregedoria-Geral de Justiça

Poder Judiciário do Estado de Mato Grosso do Sul Corregedoria-Geral de Justiça Autos n.º 126.152.0025/2007 PARECER N.º 091/2007 PEDIDO DE PROVIDÊNCIA EXTENSÃO DO PROJETO MEU PAI NO PAPEL A OUTRAS COMARCAS PRÁTICA ADOTADA INICIALMENTE COMARCA DE CASSILÂNDIA OBJETIVO REDUZIR O ÍNDICE

Leia mais

Conselho da Justiça Federal

Conselho da Justiça Federal RESOLUÇÃO Nº 440, DE 30 DE MAIO DE 2005 Dispõe sobre o pagamento de honorários de advogados dativos, peritos, tradutores e intérpretes, em casos de assistência judiciária gratuita e disciplina os procedimentos

Leia mais

Dúvidas mais frequentes. Concurso Público para de servidores Técnicos Administrativos em Educação IMPORTANTE

Dúvidas mais frequentes. Concurso Público para de servidores Técnicos Administrativos em Educação IMPORTANTE Dúvidas mais frequentes Concurso Público para de servidores Técnicos Administrativos em Educação IMPORTANTE O Edital 30/2015 do concurso e seus anexos, todos disponíveis no sitio eletrônico do INSTITUTO

Leia mais

Briefing da entrevista

Briefing da entrevista Briefing da entrevista Membros, as questões a seguir têm o objetivo de orientar a entrevista de obtenção de dados e informações para uso no relatório no plano de convênio de crédito consignado para empresas

Leia mais

EDITAL BOLSA SOCIAL DOM ADÉLIO TOMASIN

EDITAL BOLSA SOCIAL DOM ADÉLIO TOMASIN EDITAL BOLSA SOCIAL DOM ADÉLIO TOMASIN A CISNE Faculdade de Quixadá e a CISNE Faculdade Tecnológica de Quixadá informam a abertura do Edital da Bolsa Social Dom Adélio Tomasin para todos os cursos de graduação

Leia mais

LEI Nº 6381, DE 09 DE JANEIRO DE 2013.

LEI Nº 6381, DE 09 DE JANEIRO DE 2013. LEI Nº 6381, DE 09 DE JANEIRO DE 2013. OBRIGA AS INSTITUIÇÕES DE ENSINO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO A SOLICITAR À MÃE DE CRIANÇA OU ADOLESCENTE QUE NÃO POSSUA PATERNIDADE ESTABELECIDA, DE FORMA CONFIDENCIAL

Leia mais

MANUAL DE SERVIÇOS 1. PLANO DE ASSISTÊNCIA JURÍDICA FAMILIAR PAF

MANUAL DE SERVIÇOS 1. PLANO DE ASSISTÊNCIA JURÍDICA FAMILIAR PAF MANUAL DE SERVIÇOS 1. PLANO DE ASSISTÊNCIA JURÍDICA FAMILIAR PAF 1.1 SERVIÇOS PRESTADOS Souza & Evangelista Advocacia e Consultoria Jurídica propicia atividades jurídicas privativas de advogados nas vias

Leia mais

CONVÊNIO (PREENCHER NOME FANTASIA OU SIGLA DA EMPRESA CONVENIADA)

CONVÊNIO (PREENCHER NOME FANTASIA OU SIGLA DA EMPRESA CONVENIADA) CONVÊNIO (PREENCHER NOME FANTASIA OU SIGLA DA EMPRESA CONVENIADA) Nº : (Para uso exclusivo do COREN-AM) Instrumento Particular de Parceria e Outras Avenças Por este instrumento e na melhor forma de direito,

Leia mais

ThaO que é o FIES? Quem pode solicitar o FIES?

ThaO que é o FIES? Quem pode solicitar o FIES? ThaO que é o FIES? O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do Ministério da Educação (MEC) destinado à concessão de financiamento a estudantes regularmente matriculados em cursos superiores

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA)

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA) RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA) 1. INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 Será concedida a Bolsa Filantrópica com base nos critérios básicos consignados nos

Leia mais

CONTRATO DE COMODATO DE IMÓVEL

CONTRATO DE COMODATO DE IMÓVEL 1/5 CONTRATO DE COMODATO DE IMÓVEL Pelo presente instrumento particular de contrato, que tem de um lado FUNDAÇÃO FACULDADE DE MEDICINA, pessoa jurídica de direito privado, de fins não lucrativos, reconhecida

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES PARA O QUADRO DE ESTAGIÁRIOS DO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CURSO SUPERIOR DIREITO EDITAL Nº 01/2013 SÃO FRANCISCO DE

Leia mais

5) COMPROMISSO PARTICULAR DE VENDA E COMPRA E OUTRAS COMPROMISSÁRIO VENDEDOR:..., brasileiro, solteiro, produtor rural, inscrito no CPF sob o

5) COMPROMISSO PARTICULAR DE VENDA E COMPRA E OUTRAS COMPROMISSÁRIO VENDEDOR:..., brasileiro, solteiro, produtor rural, inscrito no CPF sob o 5) COMPROMISSO PARTICULAR DE VENDA E COMPRA E OUTRAS AVENÇAS PARTES CONTRATANTES COMPROMISSÁRIO VENDEDOR:..., brasileiro, solteiro, produtor rural, inscrito no CPF sob o n.... e no RG sob o n...., residente

Leia mais

Câmara Municipal de Jacutinga Estância Hidromineral

Câmara Municipal de Jacutinga Estância Hidromineral CONTRATO N.º 006/2015 PROCESSO N.º 008/2015 DISPENSA N.º 005/2015 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE IMPLANTAÇÃO DO PORTAL DA TRANSPARÊNCIA NA INTERNET QUE CELEBRAM A CÂMARA MUNICIPAL DE JACUTINGA E

Leia mais

CURSO INTENSIVO DE PERICIA JUDICIAL AMBIENTAL TURMA II SÃO CARLOS (SP)

CURSO INTENSIVO DE PERICIA JUDICIAL AMBIENTAL TURMA II SÃO CARLOS (SP) UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS AMBIENTAIS CURSO INTENSIVO DE PERICIA JUDICIAL AMBIENTAL TURMA II SÃO CARLOS (SP) Objetivos: Capacitar profissionais e estudantes para atuarem

Leia mais

CONSELHOS TUTELARES FUNÇÕES E ATRIBUIÇÕES

CONSELHOS TUTELARES FUNÇÕES E ATRIBUIÇÕES CONSELHOS TUTELARES FUNÇÕES E ATRIBUIÇÕES Conselho Tutelar Órgão permanente e autônomo, não jurisdicional, encarregado pela sociedade de zelar pelo cumprimento dos direitos da criança e do adolescente,

Leia mais

O oficial deve declarar no registro o número da DNV e arquivar essa via no cartório.

O oficial deve declarar no registro o número da DNV e arquivar essa via no cartório. Registro Civil das Pessoas Naturais temas práticos parte 2 Temas práticos de registro civil das pessoas naturais Priscila de Paula, registradora civil em Cajamar Vamos tratar de alguns aspectos relacionados

Leia mais

Inventário e Partilha

Inventário e Partilha 108 Inventário e Partilha Flávia de Azevedo Faria Rezende Chagas 1 O palestrante, Dr. Sérgio Ricardo de Arruda Fernandes, iniciou sua explanação abordando a abertura da via extrajudicial, prevista na Resolução

Leia mais

RESOLUÇÃO AGE Nº 279, DE 6 DE OUTUBRO DE 2011. (Texto Consolidado)

RESOLUÇÃO AGE Nº 279, DE 6 DE OUTUBRO DE 2011. (Texto Consolidado) RESOLUÇÃO AGE Nº 279, DE 6 DE OUTUBRO DE 2011. (Texto Consolidado) Regulamenta o oferecimento e a aceitação de seguro garantia e da carta de fiança no âmbito da Advocacia Geral do Estado - AGE. O ADVOGADO-GERAL

Leia mais

Contrato (on-line) de Loja Virtual. Última modificação: 07/05/2015. Bem vindo a Propaganda Certa!

Contrato (on-line) de Loja Virtual. Última modificação: 07/05/2015. Bem vindo a Propaganda Certa! Contrato (on-line) de Loja Virtual Última modificação: 07/05/2015 Bem vindo a Propaganda Certa! Este contrato (on-line) de Loja Virtual (o "Contrato") é celebrado entre Propaganda Certa, emprsa de razão

Leia mais

PROCEDIMENTO INVESTIGATÓRIO PRELIMINAR Nº 060/2006 PROTOCOLO GERAL 4881/2008

PROCEDIMENTO INVESTIGATÓRIO PRELIMINAR Nº 060/2006 PROTOCOLO GERAL 4881/2008 PROCEDIMENTO INVESTIGATÓRIO PRELIMINAR Nº 060/2006 PROTOCOLO GERAL 4881/2008 Interessados: MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADUAL 19ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE MARINGÁ, CAOP ÀS PROMOTORIAS

Leia mais

CURSOS TÉCNICOS SUBSEQUENTES

CURSOS TÉCNICOS SUBSEQUENTES CURSOS TÉCNICOS SUBSEQUENTES PEDIDO DE ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO DO PROCESSO SELETIVO PARA CURSOS TÉCNICOS SUBSEQUENTES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS - CAMPUS PALMAS

Leia mais

- 2 - Olá, eu sou o. Zé Virtual. e estou aqui para tirar suas dúvidas quanto ao Juizado Central

- 2 - Olá, eu sou o. Zé Virtual. e estou aqui para tirar suas dúvidas quanto ao Juizado Central - 2 - Olá, eu sou o Zé Virtual e estou aqui para tirar suas dúvidas quanto ao Juizado Central - 3 - JUIZADO CENTRAL uma Justiça mais rápida e acessível O Juizado Central foi criado para solucionar, de

Leia mais

Dúvidas mais frequentes Fase de inscrição no concurso

Dúvidas mais frequentes Fase de inscrição no concurso Dúvidas mais frequentes Fase de inscrição no concurso IMPORTANTE O edital regulador do concurso e seus anexos, todos disponíveis no sitio eletrônico do concurso, concentram todas as informações relacionadas

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO FAAG 2016 1º Semestre de 2016

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO FAAG 2016 1º Semestre de 2016 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO FAAG 2016 1º Semestre de 2016 A Professora Lúcia Helena Aravéchia de Oliveira, Diretora da FAAG - Faculdade de Agudos, Instituição situada à Avenida Marginal Vereador Delfino

Leia mais

DIREÇÃO DO FORO DA COMARCA DE BELO HORIZONTE PORTARIA N 001/2012

DIREÇÃO DO FORO DA COMARCA DE BELO HORIZONTE PORTARIA N 001/2012 DJe de 13/06/2012 (cópia sem assinatura digital) DIREÇÃO DO FORO DA COMARCA DE BELO HORIZONTE PORTARIA N 001/2012 Dispõe quanto ao procedimento para encaminhamento e oitiva dos genitores que manifestem

Leia mais

3 BLOCOS TEMÁTICOS PROPOSTOS. Ensino Religioso História Geografia. cotidiano

3 BLOCOS TEMÁTICOS PROPOSTOS. Ensino Religioso História Geografia. cotidiano 1 TÍTULO DO PROJETO O REGISTRO DE NASCIMENTO 2 CICLO OU SÉRIE 1º CICLO OU SÉRIE 1º CICLO 7 anos 3 BLOCOS TEMÁTICOS PROPOSTOS Ensino Religioso História Geografia Alteridade (O Eu/ EU sou História local

Leia mais

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções)

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( x ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE

Leia mais

1.1.2. O Tarifário completo encontra-se, sempre, disponível em nossa Recepção.

1.1.2. O Tarifário completo encontra-se, sempre, disponível em nossa Recepção. Política de Reservas - Hotel Ponta do Morro 1. Do Tarifário 1.1.1. Nossas diárias possuem valores que variam de acordo com a época do ano, tipo de apartamento e quantidade de pessoas hospedadas. Variam

Leia mais

Petição Inicial MERITÍSSIMO JUIZ DE DIREITO DO JUÍZO DE FAMÍLIA E SUCESSÕES DA COMARCA DE UBERABA-MG.

Petição Inicial MERITÍSSIMO JUIZ DE DIREITO DO JUÍZO DE FAMÍLIA E SUCESSÕES DA COMARCA DE UBERABA-MG. MERITÍSSIMO JUIZ DE DIREITO DO JUÍZO DE FAMÍLIA E SUCESSÕES DA COMARCA DE UBERABA-MG. Petição Inicial xxxxxx, menor absolutamente incapaz, neste ato representado por sua mãe Lara ccccccc, brasileira, solteira,

Leia mais

NPJ - Núcleo de Prática Jurídica

NPJ - Núcleo de Prática Jurídica NPJ - Núcleo de Prática Jurídica O Núcleo de Prática Jurídica - NPJ da FSG constitui-se como o espaço que promove a articulação entre o ensino, a pesquisa e a extensão e é voltado para a formação prática

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIOS PARA ENTREVISTA

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIOS PARA ENTREVISTA DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIOS PARA ENTREVISTA DOCUMENTAÇÃO DO CANDIDATO Cópia da identidade Cópia CPF Comprovante de ensino médio (histórico original e cópia) Se cursou todo ou parte do ensino médio na rede

Leia mais

EMILE DURKHEIM E O FATO SOCIAL

EMILE DURKHEIM E O FATO SOCIAL EMILE DURKHEIM E O FATO SOCIAL EMILE DURKHEIM (1858-1917) -Livro: as regras do Método Sociológicos (1895) -Relações entre indivíduo e sociedade -Contribuição: a sociologia é uma disciplina que pode ser

Leia mais

Sr. Advogado, leia com atenção antes de adquirir seu certificado digital:

Sr. Advogado, leia com atenção antes de adquirir seu certificado digital: Sr. Advogado, leia com atenção antes de adquirir seu certificado digital: Para adquirir o Certificado Digital OAB, o solicitante deverá seguir os seguintes passos: Realizar a compra através da página da

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL X EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL X EXAME DE ORDEM UNIFICADO Enunciado PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL José Afonso, engenheiro, solteiro, adquiriu de Lúcia Maria, enfermeira, solteira, residente na Avenida dos Bandeirantes, 555, São Paulo/SP, pelo valor de

Leia mais

CONTRATADA EMPREHMET Empresa de Recursos Humanos e Medicina do Trabalho Ltda. Avenida Estados Unidos,46 loja 5. www.emprehmet.com.

CONTRATADA EMPREHMET Empresa de Recursos Humanos e Medicina do Trabalho Ltda. Avenida Estados Unidos,46 loja 5. www.emprehmet.com. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO PARA MATRICULA EM CURSOS DETERMINADOS PELAS NORMAS REGULAMENTADORAS DO MINISTÉRIO DO TRABALHO A SEREM REALIZADOS NO ANO DE 2016. CONTRATANTE RAZÃO SOCIAL: Endereço: Bairro:

Leia mais

ALIMENTOS GRAVÍDICOS?

ALIMENTOS GRAVÍDICOS? ALIMENTOS GRAVÍDICOS? Elaborado em 07.2008. Maria Berenice Dias desembargadora do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, vicepresidente nacional do Instituto Brasileiro de Direito de Família (IBDFAM).

Leia mais

ANEXO II SOLICITAÇÃO DE ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS TÉCNICOS INTEGRADOS AO ENSINO MÉDIO 2016 - CAMPUS ARAGUAÍNA/IFTO

ANEXO II SOLICITAÇÃO DE ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS TÉCNICOS INTEGRADOS AO ENSINO MÉDIO 2016 - CAMPUS ARAGUAÍNA/IFTO ANEXO II SOLICITAÇÃO DE ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS TÉCNICOS INTEGRADOS AO ENSINO MÉDIO 2016 - /IFTO *É obrigatório o preenchimento de todos os itens deste questionário

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CRIAÇÃO DE WEBSITE

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CRIAÇÃO DE WEBSITE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CRIAÇÃO DE WEBSITE 1. DOS SERVIÇOS: 1.1 O presente contrato tem como objeto a formulação do conjunto de páginas eletrônicas e gráficas, aqui denominado simplesmente

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SERTÃOZINHO

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SERTÃOZINHO CONVÊNIO DE CONCESSÃO DE ESTÁGIO PROFISSIONALIZANTE QUE ENTRE SI CELEBRAM.E O CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA, POR INTERMÉDIO DA FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SERTÃOZINHO. Pelo presente

Leia mais

Informações Gerais sobre Vistos Passo a Passo

Informações Gerais sobre Vistos Passo a Passo Informações Gerais sobre Vistos Passo a Passo Se você planeja viajar aos Estados Unidos e precisa solicitar o visto pela primeira vez ou quer renovar um visto que ainda esteja válido ou que tenha expirado

Leia mais

EDITAL 08/2015-DF DE CONVOCAÇÃO DAS ENTIDADES RESOLVE:

EDITAL 08/2015-DF DE CONVOCAÇÃO DAS ENTIDADES RESOLVE: EDITAL 08/2015-DF DE CONVOCAÇÃO DAS ENTIDADES O Doutor Rhamice Ibrahim Ali Ahmad Abdallah - MM. Juiz de Direito e Diretor do Foro da Comarca de Rondonópolis, Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições

Leia mais

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL Nº 15/2012 O Diretor Geral da Faculdade de Medicina de Marília, no uso de suas atribuições legais, torna público o Regulamento de Isenção de Pagamento de Taxa de Inscrição, na forma de Lei nº. 10.879,

Leia mais

Caso prático V exame de ordem unificado

Caso prático V exame de ordem unificado Caso prático V exame de ordem unificado Em 19 de março de 2005, Agenor da Silva Gomes, brasileiro, natural do Rio de Janeiro, bibliotecário, viúvo, aposentado, residente na Rua São João Batista, n. 24,

Leia mais

MINUTA (ANEXO II) CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICO-HOSPITALARES E CIRÚRGICOS

MINUTA (ANEXO II) CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICO-HOSPITALARES E CIRÚRGICOS MINUTA (ANEXO II) CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICO-HOSPITALARES E CIRÚRGICOS Pelo presente instrumento particular e na melhor forma de direito, de um lado, o CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS

Leia mais

Re s p o n s a b i l i z a ç ã o e

Re s p o n s a b i l i z a ç ã o e Anexo II Di r e t r i z e s Ge r a i s d o s Se rv i ç o s d e Re s p o n s a b i l i z a ç ã o e Educação do Agressor SERVIÇO DE RESPONSABILIZAÇÃO E EDUCAÇÃO DO AGRESSOR Ap r e s e n ta ç ã o A presente

Leia mais

CAPÍTULO 3 - TIPOS DE DADOS E IDENTIFICADORES

CAPÍTULO 3 - TIPOS DE DADOS E IDENTIFICADORES CAPÍTULO 3 - TIPOS DE DADOS E IDENTIFICADORES 3.1 - IDENTIFICADORES Os objetos que usamos no nosso algoritmo são uma representação simbólica de um valor de dado. Assim, quando executamos a seguinte instrução:

Leia mais

DIVÓRCIO CONSENSUAL OU DIVÓRCIO LITIGIOSO

DIVÓRCIO CONSENSUAL OU DIVÓRCIO LITIGIOSO DIVÓRCIO CONSENSUAL OU DIVÓRCIO LITIGIOSO Xerox da certidão de casamento; Xerox da carteira de identidade e do CPF do autor (aquele que está procurando a Defensoria Pública) (No caso de Divórcio Consensual,

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0071.07.034954-4/001 Númeração 0349544- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Bitencourt Marcondes Des.(a) Bitencourt Marcondes 25/03/2009 30/04/2009

Leia mais

INFORMATIVO BOLSA DE ESTUDO SOCIAL 2016

INFORMATIVO BOLSA DE ESTUDO SOCIAL 2016 INFORMATIVO BOLSA DE ESTUDO SOCIAL 2016 Este formulário destina-se ao estudo socioeconômico familiar, para avaliar o processo de concessão de Bolsas Sociais para o ano letivo de 2016, visando atender os

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais

DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA 2015 DETALHES A OBSERVAR

DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA 2015 DETALHES A OBSERVAR DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA 2015 DETALHES A OBSERVAR Muito embora não seja uma novidade, já que a maioria das pessoas estejam obrigadas a entregar a Declaração de Imposto de Renda, trazemos aqui alguns

Leia mais

REGULAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA ALUNO CARENTE 2015

REGULAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA ALUNO CARENTE 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUCMINAS E DO COLÉGIO SANTA MARIA REGULAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA ALUNO CARENTE 2015 1. INSCRIÇÃO 1.1 Poderão participar do Processo, de que trata este

Leia mais

1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS A Fundace Fundação para Pesquisa do Desenvolvimento da Administração, Contabilidade e Economia, fundação de apoio formada pelos professores da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade FEA-RP/USP

Leia mais

REGULAMENTO DE BOLSA DE ESTUDO SOCIAL 2015

REGULAMENTO DE BOLSA DE ESTUDO SOCIAL 2015 REGULAMENTO DE BOLSA DE ESTUDO SOCIAL 2015 I DO CONCEITO Art. 1º. Entende-se como Bolsa de Estudo Social, a concessão de descontos, em virtude da situação financeira momentânea do aluno, de até 40% (quarenta

Leia mais