SISTEMA DE ATENDIMENTO AO CLIENTE SAC INDY CAR

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SISTEMA DE ATENDIMENTO AO CLIENTE SAC INDY CAR"

Transcrição

1 FACULDADE MACHADO DE ASSIS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE GESTÃO EM SISTEMA DE INFORMAÇÃO SISTEMA DE ATENDIMENTO AO CLIENTE SAC INDY CAR LUCIANA KLEM MORENO DA SILVA REGINA BRASIL COUTINHO WANDA DOS SANTOS Rio de Janeiro 2006

2 SISTEMA DE ATENDIMENTO AO CLIENTE SAC INDY CAR LUCIANA KLEM MORENO DA SILVA REGINA BRASIL COUTINHO WANDA DOS SANTOS Trabalho de Curso apresentado ao Curso de Graduação em Administração em Gestão de Sistema de Informação como requisito parcial Para obtenção do Grau de Bacharel em Administração em Gestão de Sistema de Informação. Orientador: Silvio Montes Pereira Dias Co-orientador: Sonia Maria de Barros Loureiro Rio de Janeiro Faculdade Machado de Assis 2006

3 2 SISTEMA DE ATENDIMENTO AO CLIENTE SAC INDY CAR Aprovada em 22/12/2006. BANCA EXAMINADORA Prof. Orientador: Silvio Montes Pereira Dias Assinatura: Prof. Co-orientadora: Sônia Maria de Barros Loureiro Assinatura: Rio de Janeiro 2006

4 3 DEDICATÓRIA Ao nosso bom e eterno Deus, que tem sido a nossa defesa. Aos familiares, pelo apoio e companheirismo, que nos incentivaram a prosseguir nesta jornada. Aos nossos Mestres Aline Rosa, Thais Rosa e Marcelo Musci pela atenção e dedicação.

5 4 SISTEMA DE ATENDIMENTO AO CLIENTE SAC INDY CAR RESUMO A Micro Empresa Indy Car Rio Veículos LTDA está situada na Rua Felipe Cardoso, Nº 1.896, Santa Cruz, Rio de Janeiro - RJ. O SAC Indy Car será implantado para o desenvolvimento de uma base estratégica de informações capaz de fornecer dados para apoiar as estratégias competitivas da empresa. As informações que serão armazenadas no Sac Indy Car promoverão operações eficientes e administrativas na empresa. Visa agilizar o atendimento e um retorno mais rápido para o cliente. Propõe o desenvolvimento de um sistema de informação inovador e ágil, pois atualmente este atendimento é feito por formulários em papel que ficam em arquivos, dificultando o atendimento e impossibilitando que este seja feito com agilidade. Será possível atender às reclamações, solicitações e esclarecer dúvidas dos clientes, consultar o andamento de processo de vistoria e realizar pesquisas de satisfação. O programa será desenvolvido utilizando a modelagem orientada a objetos. A linguagem utilizada para a programação será o Borland Delphi 6.0, e para armazenamento das informações será utilizado o sistema gerenciador de banco de dados Microsoft Access. PALAVRAS-CHAVE: Atendimento. Sistema. Programa. Cliente. Informações.

6 5 SYSTEM OF ATTENDANCE TO THE CLIENT SAC INDY CAR ABSTRACT The Micro Company Indy Car Rio Veículos LTDA is situated in the Street Felipe Cardoso, Nº 1.896, Santa Cruz, Rio de Janeiro. The SAC Indy Car will be implanted for the development of a strategical base of information capable to supply given to support the competitive strategies of the company. The information that will be stored in the Sac Indy Car will promote efficient and administrative operations in the company. It aims at to speed the attendance and a faster return for the customer. It considers the development of a system of innovative and agile information, therefore currently this attendance is made by forms in paper that are in archives, making it difficult the attendance and disabling that this is made with agility. It will be possible to take care of to the claims, requests and to clarify doubts of the customers, to consult the course of inspection process and to carry through satisfaction research. The program will be developed using the guided modeling the objects. The language used for the programming will be the Borland Delphi 6.0, and for storage of the information the system will be used data base Microsoft Access. KEYWORDS: Attendance. System. Program. Client. Information.

7 6 LISTA DE QUADROS E FIGURAS Figura 1 Tabela 1 Figura 2 Tabela 2 Figura 3 Tabela 3 Figura 4 Tabela 4 Figura 5 Tabela 5 Figura 6 Tabela 6 Figura 7 Tabela 7 Figura 8 Figura 9 Figura 10 Figura 11 Figura 12 Figura 13 Figura 14 Figura 15 Organograma da Empresa Indy Car Veículos...12 Orçamento I...16 Diagrama de Caso de Uso...18 Orçamento II...17 Diagrama de Seqüência...20 Descrições Textuais dos Casos de Uso...19 Projeto Lógico de Banco de Dados...21 Cadastro Cliente...22 Projeto Físico de Banco de Dados...21 Descrição do Problema...22 Hierarquia das telas de Navegação...23 Histórico...22 Tela de Abertura...24 Padronização dos Botões...28 Tela de Login...24 Formulário Principal...24 Cadastro de Clientes Reclamações e Histórico de Ligações do Cliente...25 Tela Pesquisa...26 Tela de Relatório...26 Tela Histórico do Cliente...26 Tela de Relatório das Reclamações...27 Tela de Histórico das Ligações...27

8 7 SUMÁRIO INTRODUÇÃO...9 CAPÍTULO 1 - DESCRIÇÃO DO TEMA JUSTIFICATIVA OBJETIVOS ANÁLISE DO AMBIENTE ORGANIZACIONAL IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA DEFINIÇÃO DO RAMO DE ATIVIDADE ORGANOGRAMA DA EMPRESA PLATAFORMA TECNOLÓGICA LEVANTAMENTO DO SISTEMA REQUISITOS DO SISTEMA DESCRIÇÃO DAS REGRAS DE NEGÓCIO DESCRIÇÃO DO MINI MUNDO DO SISTEMA METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO ORÇAMENTO...16 CAPÍTULO 2 MODELO DE CASO DE USO DIAGRAMA DE CASO DE USO DESCRIÇÕES TEXTUAIS DOS ATORES DESCRIÇÕES TEXTUAIS DO CASO DE USO DIAGRAMA DE SEQÜÊNCIA...20 CAPÍTULO 3 PROJETO DE BANCO DE DADOS PROJETO LÓGICO DE BANCO DE DADOS PROJETO FÍSICO DE BANCO DE DADOS TIPIFICAÇÃO DOS ATRIBUTOS DOMÍNIO, OBRIGATORIEDADE E UNICIDADE...22 CAPÍTULO 4 PROJETO DE INTERFACE GRÁFICA HIERARQUIA DAS TELAS E MAPA DE NAVEGAÇÃO LAYOUT DE TELAS TELA DE ABERTURA TELA DE LOGIN FORMULÁRIO PRINCIPAL CADASTRO DE CLIENTES, RECLAMAÇÕES E HISTÓRICO DE LIGAÇÕES TELA DE PESQUISA TELA DE RELATÓRIO TELA DE HISTÓRICO DO CLIENTE TELA DE RELATÓRIO DAS RECLAMAÇÕES TELA DE HISTÓRICO DAS LIGAÇÕES DO CLIENTE...27

9 8 4.3 PADRONIZAÇÃO DOS BOTÕES...28 CAPÍTULO 5 CONCLUSÃO...29 REFERÊNCIAS...30 FOLHA DE APROVAÇÃO...31 FOLHA DE AUTORIZAÇÃO...32 ANEXO I LEVANTAMENTO DA CENTRAL DE ATENDIMENTO...33 ANEXO II CONTRATO...34 ANEXO III PROPOSTA DE SERVIÇO...37

10 9 INTRODUÇÃO A Micro Empresa Indy Car Rio Veículos LTDA está situada na Rua Felipe Cardoso, Nº 1.896, Santa Cruz, Rio de Janeiro - RJ. Foi inaugurada em 01/09/1998, registrada com o CNPJ / , possuindo apenas uma filial. Hoje possui uma equipe com dez funcionários registrados. A Indy Car compra e vende veículos novos e seminovos, à vista ou financiado por diversas financeiras conceituadas no mercado, como o Banco ABN (Banco Real), Santander, Itaú, HSBC, Finasa (Bradesco) e outras. A empresa possui um atendimento médio de 200 clientes por mês e faturamento anual de aproximadamente novecentos mil reais, possuindo uma participação média no mercado de 1,6%.

11 10 CAPÍTULO 1 DESCRIÇÃO DO TEMA O SAC Indy Car será implantado a fim de possibilitar um maior volume de ligações, atendimentos e distribuição automática de chamadas (DAC). O Sac Indy Car permitirá que a empresa desenvolva uma base estratégica de informações capaz de fornecer dados para apoiar as estratégias competitivas da empresa. As informações que serão armazenadas no Sac Indy Car serão um recurso valioso na promoção de operações eficientes e administrativas da empresa. Visa agilizar o atendimento, desenvolvendo um sistema onde o cliente possa ter um retorno mais rápido. "Os investimentos em tecnologia da informação também podem permitir a uma empresa reter clientes e fornecedores (e barrar concorrentes) pela formação de novas relações valiosas com eles. Isto pode impedir que clientes abandonem uma empresa em favor de suas concorrentes ou intimidem uma empresa quanto a aceitação de relações menos lucrativas. As primeiras tentativas de utilizar a tecnologia dos sistemas de informação nessas relações se concentraram em melhorar significativamente a qualidade do atendimento aos clientes JUSTIFICATIVA No mercado atual, é de suma importância a excelência no atendimento ao cliente. É muito importante ouví-lo, saber suas opiniões, sugestões, reclamações e sua satisfação. O Sistema de Atendimento ao Cliente é o principal canal entre a empresa e o consumidor, viabilizando a comunicação e estreitando esse relacionamento, que é vital para o sucesso da empresa. O cliente está dando uma oportunidade de melhoria quando procura a empresa e, desde que ela o ouça de um ponto de vista mais flexível, e não de forma superficial, como se faz na maioria dos Serviços de Atendimento ao Cliente, os resultados podem se compensadores. 2 Os clientes esperam consistência no suporte e nos serviços, independentemente do canal de comunicação. Além disso, a qualidade do atendimento ao cliente de uma empresa costuma ser um diferencial competitivo e um determinante crítico do sucesso. 1 O'BRIEN, James A. Sistemas de Informação e as Decisões Gerenciais na Era da Internet. 9.ed. São Paulo: SARAIVA, p. 2 RAMOS, Vera Lucia. Onde as empresas pecam no atendimento ao cliente. Disponível em <www.abonacional.org.br>. Acesso em 7 dez 2006.

12 11 Atualmente a Empresa não possui qualquer tipo de sistema de informatização, e por isto, o Sac Indy Car propõe o desenvolvimento de um sistema de informação inovador e ágil, pois atualmente este atendimento é feito por formulários em papel que ficam em arquivos, o que dificulta o atendimento e impossibilita que este seja feito com agilidade. 1.2 OBJETIVO O SAC Indy Car tem como objetivo agilizar e implementar as informações tornando o atendimento mais ágil. Será possível atender às reclamações, solicitações e esclarecer dúvidas dos clientes, consultar o andamento de processo de vistoria e realizar pesquisas de satisfação. Assim, a empresa poderá alcançar um atendimento que assegure a qualidade dos serviços prestados, flexibilidade e a satisfação dos interesses dos clientes. Com isto, a empresa estará também estreitando os laços com os clientes, que é fundamental para manterse competitiva no mercado e atingir a excelência do atendimento. "O atendimento adequado é apontado por muitos especialistas como sendo capaz de diferenciar uma empresa de seus concorrentes. Prega-se que quando uma equipe é capaz de tornar agradável o contato com o cliente, a probabilidade de que ele retorne é muito maior ANÁLISE DO AMBIENTE ORGANIZACIONAL IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA A Empresa Indy Car Rio Veículos LTDA está situada na Rua Felipe Cardoso, Nº 1.896, no bairro de Santa Cruz - Rio de Janeiro, sendo esta sua única filial. Atua no ramo de varejo de veículos novos, seminovos e usados. Os proprietários Maristela Marques, Marcelo Nascimento e Nilson Ribeiro são os responsáveis pelas principais decisões da empresa, negociações com fornecedores e assuntos financeiros. Atualmente seu quadro de funcionários é composto por um gerente, um assistente administrativo, três vendedores e dois auxiliares administrativos do SAC. 3 VIOLIN, Fábio. Pecados no atendimento ao cliente. Disponível em: <http://www.consultores.com.br>. Acesso: 11 dez

13 DEFINIÇÃO DO RAMO DE ATIVIDADE Apesar de existirem várias empresas atuando no ramo, sempre há espaço para novas empresas. Cada uma deve buscar o seu diferencial nos serviços prestados e no atendimento, que contribuirá para que a empresa tenha sucesso. A Indy Car selecionou um quadro de pessoal especializado, visando operar todos os seus departamentos com a qualidade requerida. Ao final do primeiro ano de atividades, a Indy Car superou todas as expectativas em relação ao mercado de concessionárias de automóveis. Seu faturamento anual em 2005 foi de aproximadamente R$ ,00 (novecentos mil reais), conquistando uma participação no mercado de 1,8%. Em março de 2007 estará expandindo a rede com a inauguração de mais uma loja no Bairro de Campo Grande no Rio de Janeiro ORGANOGRAMA DA EMPRESA Na figura 1 podemos visualizar o organograma da Empresa Indy Car. Figura 1 Organograma da Empresa Indy Car Veículos

14 13 Descrição das Funções: Diretor: Proprietários da empresa e responsáveis pelas negociações com fornecedores e principais decisões. Gerente: Responsáveis pela supervisão das vendas, da parte administrativa e coordenação do SAC. Vendedor: Responsáveis pelas vendas. Assistente Administrativo: Responsável pela rotina administrativa da empresa. Auxiliar Administrativo: Responsáveis pelo atendimento ao cliente PLATAFORMA TECNOLÓGICA A empresa possui apenas um microcomputador Pentium II com 64 Mb de memória e HD com 10 Gb, que será destinado à atividades administrativas da empresa. Para a implantação e desenvolvimento do sistema será necessário a aquisição de dois micro computadores Pentium IV com 128 MB RAM, HD de 80 GB, monitores de 15 polegadas e uma placa de rede 10/100 Mb LEVANTAMENTO DO SISTEMA REQUISITOS DO SISTEMA O sistema proporcionará maior organização dos cadastros; O sistema possibilitará visualização do histórico do cliente, permitindo ao funcionário do SAC fazer um atendimento personalizado; Este banco de cadastro proporcionará a realização de campanhas futuras, como acompanhamento de satisfação, envio de convites promocionais e boletins informativos via ; O sistema suprirá o canal de comunicação entre o cliente e a empresa em tempo hábil; O sistema permitirá fazer o acompanhamento do cliente até a conclusão do atendimento.

15 DESCRIÇÃO DAS REGRAS DO NEGÓCIO O requisito básico para que o cliente seja atendido é o fornecimento do CPF; Emitir número da solicitação; Fazer a busca por CPF; Somente o Auxiliar Administrativo e o gerente terão a senha de acesso ao sistema; O sistema permitirá cadastrar mais de uma reclamação por cliente com o mesmo CPF; Gerar relatório diariamente; DESCRIÇÃO DO MINI MUNDO DO SISTEMA Quando o cliente deseja fazer uma reclamação e entra em contato com o SAC através do telefone, o auxiliar administrativo faz a busca no sistema através do CPF e verifica se o cliente é cadastrado. Caso sim, a reclamação é registrada no campo "Descrição". No final do expediente, o gerente analisa o relatório do dia, e no dia seguinte envia a resposta para o auxiliar administrativo. O auxiliar administrativo entra em contato com o cliente por telefone e dá o parecer do gerente. Se o cliente ficar satisfeito com a solução, encerramos a reclamação. Caso contrário, registra-se nova reclamação. Se o cliente não for cadastrado, o auxiliar administrativo solicita o seu nome, CPF, telefone, endereço e e faz o cadastro. O auxiliar administrativo registra a reclamação no campo "Descrição" e dá um prazo para o cliente de até 48 horas. No final do expediente, o gerente analisa o relatório do dia, e no dia seguinte envia a resposta para o auxiliar administrativo. O auxiliar administrativo entra em contato com o cliente por telefone e dá o parecer do gerente. Se o cliente ficar satisfeito com a solução, encerramos a reclamação. Caso contrário, registra-se nova reclamação. Quando o cliente entra em contato via para fazer uma reclamação, o auxiliar administrativo envia uma cópia para o gerente. O gerente analisa e retorna com a resposta para o auxiliar administrativo. O auxiliar administrativo envia a resposta para o cliente via e- mail ou, caso necessário, por telefone. Se o cliente deseja registrar alguma sugestão e entra em contato por telefone, o auxiliar administrativo faz a busca no sistema através do CPF e verifica se o cliente é cadastrado. Caso sim, a sugestão é registrada no campo "Descrição". No final do expediente, o gerente analisa o relatório do dia, e no dia seguinte envia a resposta para o auxiliar

16 15 administrativo. Se o cliente não for cadastrado, o auxiliar administrativo solicita o seu nome, CPF, telefone, endereço e e faz o cadastro. O auxiliar administrativo registra a sugestão no campo "Descrição". Caso a sugestão seja feita via , o auxiliar administrativo envia uma cópia para o gerente. Se o cliente entra em contato para fazer um elogio, o auxiliar administrativo faz a busca no sistema através do CPF e verifica se o cliente é cadastrado. Caso sim, o elogio é registrado no campo "Descrição". No final do expediente, o gerente analisa o relatório do dia, e no dia seguinte envia a resposta para o auxiliar administrativo. Se o cliente não for cadastrado, o auxiliar administrativo solicita o seu nome, CPF, telefone, endereço e e faz o cadastro. O auxiliar administrativo registra o elogio no campo "Descrição". Caso o elogio seja feito via , o auxiliar administrativo envia uma cópia para o gerente. Quando o cliente entra em contato para fazer solicitações referentes a documentações, o auxiliar administrativo faz a busca no sistema através do CPF e verifica se o cliente é cadastrado. Caso sim, o auxiliar administrativo registra a solicitação referente à documentação no campo "Descrição" e encaminha para o Assistente Administrativo, que é o responsável por documentações. Se o cliente não for cadastrado, o auxiliar administrativo solicita o seu nome, CPF, telefone, endereço e , faz o cadastro, registra a solicitação referente a documentação no campo "Descrição" e encaminha para o Assistente Administrativo. Quando o cliente entra em contato para informações sobre modelos, compra e venda de automóveis e preços, o auxiliar administrativo faz a busca no sistema através do CPF e verifica se o cliente é cadastrado. Caso sim, o auxiliar administrativo registra o assunto no campo "Descrição" e encaminha para o vendedor. Se o cliente não for cadastrado, o auxiliar administrativo solicita o seu nome, CPF, telefone, endereço e , faz o cadastro, registra o assunto no campo "Descrição" e encaminha para o vendedor. Se o cliente entrar em contato para reclamações referentes à problemas mecânicos ou elétricos no veículo, o auxiliar administrativo faz a busca no sistema através do CPF e verifica se o cliente é cadastrado. Caso sim, o auxiliar administrativo registra o assunto no campo "Descrição" e encaminha para a oficina. Se o cliente não for cadastrado, o auxiliar administrativo solicita o seu nome, CPF, telefone, endereço e , faz o cadastro, registra o assunto no campo "Descrição" e encaminha para a oficina.

17 METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO O programa será desenvolvido utilizando a modelagem orientada a objetos. A linguagem escolhida para a programação será o Borland Delphi 6.0, e para armazenamento das informações será utilizado o sistema gerenciador de banco de dados Microsoft Access. A metodologia utilizada foi uma entrevista realizada com o Sr. Marcelo Coelho, o diretor comercial da empresa (Anexo I). 1.6 ORÇAMENTO É apresentado nas tabelas I e II orçamentos distintos para análise e escolha do que trará maior benefício para a empresa. Tabela I Pessoal Analista 80h x 40,00 = R$ 3.200,00 Programador 50h x 30,00 = R$ 1.500,00 Sub Total R$ 4.700,00 Recursos Tecnológicos Micro 2 x 1.600,00 = R$ 3.200,00 Software Windows XP Professional = R$ 502,00 Sub Total R$ 3.702,00 Custo total R$ 8.402,00 Tabela 1 - Orçamento I

18 17 Configuração dos Micros: Processador: Pentium Ghz Memória: DDR MB MHz Placa Mãe: M963GV Placa de Vídeo: GeForce FX 5500 Modem: LG 56K v92 Hard Disk: HD Samsung 80 GB RPM Monitor: LG T530S 15" Teclado: XPC Mouse: XPC Tabela II Pessoal Analista 80h x 40,00 = R$ 3.200,00 Programador 50h x 30,00 = R$ 1.500,00 Sub Total R$ 4.700,00 Recursos Tecnológicos Micro 2 x 1.680,00 = R$ 3.360,00 Software Windows XP Professional = R$ 587,00 Sub Total R$ 3.947,90 Custo total R$ 8.647,00 Tabela II Orçamento II

19 18 Configuração dos Micros: Processador: Pentium GHz Memória: DDR Mb MHz Placa Mãe: P25G Placa de Vídeo: GeForce FX 5500 Modem: LG 56K v92 Hard Disk: HD Samsung 80 GB RPM Monitor: Samsung 15" Teclado: TEC Mouse: XPC

20 19 CAPÍTULO 2 MODELO DE CASOS DE USO 2.1 DIAGRAMA DE CASO DE USO Um caso de uso é uma técnica de modelagem usada para descrever o que um novo sistema deve fazer. Ele é construído através de um processo interativo no qual as discussões entre o cliente e os desenvolvedores do sistema conduzem a uma especificação do sistema da qual todos estão de acordo. O diagrama de caso de uso do projeto SAC Indy Car pode ser visualizado na figura 2. Figura 2 Diagrama de Caso de Uso

21 DESCRIÇÃO TEXTUAIS DOS ATORES Atendente: O atendente registra as reclamações ou solicitações dos clientes e encaminha ao gerente. Após a resposta, informa o parecer final ao cliente. Gerente: Analisa o problema e dá o feedback para o atendente do SAC. Assistente Administrativo: Controla toda a parte de documentações do veículo e do cliente. 2.3 DESCRIÇÕES TEXTUAIS DOS CASOS DE USOS REGISTRAR CLIENTE Gravar as informações cadastrais do cliente. REGISTRAR INFORMAÇÃO Gravar a reclamação ou solicitação do cliente. VISUALIZAR RESPOSTA Exibe a solução da gerência. VISUALIZAR HISTÓRICO Exibe o histórico do Cliente. GERENCIAR RELATÓRIOS DIÁRIOS Controle e análise dos relatórios do dia. CONTROLAR ANÁLISE Visualizar as reclamações ou solicitações dos clientes. REGISTAR PARECER Gravar o parecer da solicitação do cliente. VERIFICAR DOCUMENTAÇÃO Exibe as pendências relativas a documentação. Tabela 3 - Descrições Textuais dos Casos de Usos

22 DIAGRAMA DE SEQÜÊNCIA Diagrama de seqüência é um tipo de diagrama usado em UML, representado a seqüência de processos (mais especificamente, de mensagens passadas entre objetos) num programa de computador. Podemos visualizar o diagrama de seqüência na figura 3. Figura 3 - Diagrama de seqüência

23 22 CAPÍTULO 3 PROJETO DE BANCO DE DADOS 3.1 PROJETO LÓGICO DE BANCO DE DADOS Figura 4 - Projeto Lógico de Banco de Dados 3.2. PROJETO FÍSICO DE BANCO DE DADOS Figura 5 Projeto Físico de Banco de Dados

24 TIPIFICAÇÃO DOS ATRIBUTOS DOMÍNIO, OBRIGATORIEDADE E UNICIDADE Tabela Cadastro Cliente: CAMPO TIPO OBRIGATORIEDADE UNICIDADE NomeCliente TEXTO X Cpf NÚMERO X X TelResidencial NUMERO X Tabela Telcelular 1.3 NUMERO X X Endereco TEXTO X HIPERLINK X Tabela 4 Cadastro Cliente Tabela Descrição Problema TIPO OBRIGATORIEDADE UNICIDADE CAMPO Cpf NÚMERO X X Descricao MEMORANDO X Data DATA/HORA X Tabela 5 Descrição do Problema Tabela Histórico CAMPO TIPO OBRIGATORIEDADE UNICIDADE Cpf NÚMERO X X DescricaoHistorico TEXTO X CodigoHistorico NUMERO X X DataHistorico DATA/HORA X Tabela 6 - Historico

25 24 CAPÍTULO 4 PROJETO DE INTERFACE GRÁFICA 4.1 HIERARQUIA DAS TELAS E MAPA DE NAVEGAÇÃO SAC LOGIN SENHA MENU CADASTRO CLIENTE PESQUISAR SOBRE SAIR INCLUIR EXCLUIR ALTERAR PESQUISAR CLIENTE VOLTAR CANCELAR SAIR PESQUISAR Figura 6 Hierarquia das telas de Navegação

26 LAYOUT DE TELAS Tela De Abertura Figura 7 - Tela De Abertura Tela De Login Figura 8 Tela de Login Formulário Principal Figura 9 Formulário Principal

27 Cadastro de Clientes, Reclamações e Histórico de Ligações do Cliente. Figura 10 Cadastro de Clientes, Reclamações e Histórico de Ligações do Cliente.

28 Tela de Pesquisa Figura 11 Tela de Pesquisa Tela de Relatório Figura 12 Tela de Relatório Tela de Histórico do Cliente Figura 13 Tela de Histórico do Cliente

29 Tela de Relatório das Reclamações. Figura 14 Tela de Relatório das Reclamações Tela de Histórico das Ligações do Cliente. Figura 15 - Tela de Histórico das Ligações do Cliente

30 Padronização Dos Botões Pesquisar Imprimir Sair Cadastrar Salvar Excluir Cancelar Alterar Registro Ir para o Primeiro Voltar Avançar Ir para o Último Cadastrar Reclamações Confirmar Tabela 07 Padronização dos botões

31 30 CAPÍTULO 5 CONCLUSÃO O maior ativo de qualquer empresa são seus clientes. Porém, poucas empresas conhecem meios para melhorar e otimizar seu relacionamento com clientes e sair na frente da concorrência. Nos dias atuais, a excelência no atendimento ao cliente é fundamental para a empresa manter-se no mercado. O Sac Indy Car criará um canal de comunicação visado um melhor conhecimento sobre seus clientes, priorizando estreitar este relacionamento, trabalhando em busca de sua conquista e retenção. Serão realizados atendimento de reclamações, solicitações, dúvidas, consultas e sugestões. Para a implantação do Sac Indy Car será necessário a aquisição de dois microcomputadores. Foram feitos dois orçamentos, e após análise, concluiu-se que o valor do orçamento número 1 é inferior ao orçamento número 2, e atende perfeitamente às necessidades da empresa. O programa será desenvolvido utilizando a modelagem orientada a objetos. A linguagem escolhida para a programação será o Borland Delphi 6.0, e para armazenamento das informações utilizaremos o sistema gerenciador de banco de dados Microsoft Access.

32 31 REFERÊNCIAS O'BRIEN, James A. Sistemas de Informação e as Decisões Gerenciais na Era da Internet. 9.ed. São Paulo : SARAIVA, p. RAMOS, Vera Lucia. Onde as empresas pecam no atendimento ao cliente. Disponível em <www.abonacional.org.br>. Acesso em 7 dez VIOLIN, Fábio. Pecados no atendimento ao cliente. Disponível em: <http://www.consultores.com.br>. Acesso: 11 dez

33 32 FACULDADE MACHADO DE ASSIS ADMINISTRAÇÃO EM GESTÃO DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO: SISTEMA DE ATENDIMENTO AO CLIENTE SAC INDY CAR ELABORADO POR: LUCIANA KLEM MORENO DA SILVA REGINA BRASIL COUTINHO WANDA DOS SANTOS Foi pelos professores e aceita pela direção da faculdade Machado de Assis como requisito parcial a título de Bacharel em Administração de Gestão de Sistema de Informação. Orientador: Silvio Montes Pereira Dias Orientadora: Sônia Maria de Barros Loureiro Rio de Janeiro, 10 de maio de 2007.

34 33 AUTORIZAÇÃO Autorizo a reprodução e/ ou divulgação, total ou parcial, da presente obra, por qualquer meio, convencional ou eletrônico, desde que citada a fonte. Luciana Klem Moreno da Silva Tel.: (21) / (21) Regina Brasil Coutinho Tel.: (21) / Wanda dos Santos Tel.: (21) Faculdade Machado de Assis Rio de Janeiro, 10 de maio de Praça Marques de Herval, 4 - Santa Cruz

35 34 ANEXO I: LEVANTAMENTO DA CENTRAL DE ATENDIMENTO 1 - Qual o ramo de Atividade da empresa? Micro empresa no ramo de comércio varejista de veículos automotores novos, seminovos e usados. 2 - Quais as características dos serviços ofertadas pelo SAC? Reclamações, dúvidas e sugestões. 3 - Quais as deficiências apontadas pela empresa no sistema atual? Falta de padronização das informações; Lentidão no atendimento; Falta de dados e estatísticas. 4 - Qual a situação desejada? Atendimento mais rápido, moderno e eficiente. 5 - Qual a meta de atendimento, retorno e resolução? Existe uma duração na realização do atendimento ao cliente, a meta é diminuir o tempo de duração no momento do atendimento. 6 - Qual o tipo de retorno e meios de comunicação com o cliente? Telefone e Quais são as principais ocorrências controladas? Dúvidas sobre produtos, serviços e reclamação. 8 - Quais as despesas da central de atendimento? Linhas pagas pela empresa. 9 - Qual será o número de atendentes na central de atendimento? Dois O que a empresa espera do sistema em análise? Que o sistema resolva os problemas e dificuldades dos clientes de forma satisfatória, promovendo a fidelização do público alvo.

36 35 ANEXO II - CONTRATO PARA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA DE INFORMÁTICA Pelo presente instrumento particular de Contrato para Desenvolvimento de Sistema de Informática que entre si celebram de um lado, Micro Empresa Indy Car Rio Veículos LTDA, situada na Rua Felipe Cardoso, nº 1.896, Santa Cruz, Rio de Janeiro - RJ, inscrita no CNPJ sob o nº / , neste ato representadas na forma de seu Contrato Social por Marcelo Coelho, RG nº IFP/RJ, CPF nº , de ora em diante denominada simplesmente CONTRATANTE, e, de outro lado LRW Sistemas Ltda, com sede à Rua Monte Brasil, nº 10, Santa Cruz, Estado Rio de Janeiro - RJ, inscrita no CNPJ sob o nº / , neste ato representadas na forma de seu Contrato Social por Luciana Klem, RG nº , órgão expedidor DIC/RJ, CPF nº , Regina Brasil, RG n , órgão expedidor IFP/RJ, CPF n e Wanda dos Santos, RG , órgão expedidor IFP/RJ, CPF de n , de ora em diante denominada simplesmente CONTRATADA, têm entre si justo e Contratado o que segue: 1. O presente contrato tem como objeto o desenvolvimento do sistema de informática, por parte da CONTRATADA, para uso específico da CONTRATANTE, intitulado "SAC INDY CAR". 2. O prazo para desenvolvimento do sistema obedecerá ao seguinte cronograma. 3. O desenvolvimento e acompanhamento do sistema dar-se-á conforme estabelecido no cronograma, abrangendo reuniões e avaliações dos usuários da CONTRATANTE para desenvolvimento do Sistema. 4. Após a execução do cronograma inicialmente previsto, se ainda houver pendências em relação ao desenvolvimento, as partes definirão, de comum acordo, um cronograma complementar, estabelecendo um número de visitas bastantes para a finalização do processo de desenvolvimento. 5. Finalizado o processo de desenvolvimento, a CONTRATADA fará ajustes de adequação, compreendendo a atualização de novas versões do sistema, atendimento de suporte aos usuários, por telefone ou INTERNET, e visitas necessárias referentes às mudanças relacionadas ao sistema. 6. Em remuneração pelos serviços mencionados na cláusula 1ª, a CONTRATADA receberá da CONTRATANTE as quantias abaixo: a) No início da execução do cronograma: R$ 3.000,00 (Três Mil Reais), pagos da seguinte forma: cheque ou espécie.

37 36 b) Na conclusão do cronograma: R$ 5.000,00 (Cinco Mil Reis), pagos da seguinte forma: Cheque ou espécie c) Na aprovação final do sistema, pela CONTRATANTE: R$ 1.200,00 (Hum Mil e Duzentos Reais), pagos da seguinte forma: no ato da aprovação e em espécie. 7. Os custos adicionais com visitas, transporte e estadia, desde que previamente autorizados, serão reembolsados da seguinte forma: (já incluso no orçamento). 8. Não será cobrado da CONTRATANTE qualquer custo adicional referente a correções e ajustes efetuadas no Sistema, salvo se decorrentes de implementações adicionais específicas e devidamente aprovadas por escrito pela CONTRATANTE, como: acréscimos de relatórios, módulos ou configurações solicitadas pela CONTRATANTE á CONTRATADA. 9. Qualquer das partes poderá rescindir o presente instrumento, mediante prévia comunicação à outra parte, por escrito, com antecedência mínima de 10 dias, nas seguintes condições: não será reembolsado o valor pago inicialmente, caso o sistema já tenha sido iniciado. 10. O presente contrato considerar-se-á rescindido se: a) a CONTRATANTE, sem prévio consentimento escrito da CONTRATADA, negociar, ceder ou emprestar a terceiros, no todo ou em parte, seja a que título for, os direitos e obrigações ora assumidas; b) se qualquer uma das partes se mostrar inadimplente quanto às obrigações assumidas neste instrumento. 11. É vedado à CONTRATADA negociar o Sistema com terceiros, sob qualquer forma, total ou parcialmente. O não cumprimento do disposto nesta cláusula implicará o pagamento de uma indenização no importe de R$ ,00 (Vinte Mil Reais). 12. A CONTRATADA obriga-se a manter sigilo sobre informações confidenciais a que tiver acesso durante a realização deste trabalho. 13. A responsabilidade da CONTRATADA restringir-se-á ao aplicativo "SAC INDY CAR", não respondendo por problemas relacionados ao ambiente, como redes, sistemas operacionais, hardware, etc. 14. A CONTRATADA não se responsabiliza por danos decorrentes do mau uso do sistema, alimentação errônea e / ou falta de conferência de dados gerados, bem como a inexistência de cópias de segurança dos dados atualizados. 15. A CONTRATANTE obriga-se a colaborar com a CONTRATADA no sentido de fornecer informações e executar as tarefas solicitadas, visando o desenvolvimento do sistema de acordo com os cronogramas de implantação.

Av. Santos Dumont, 505 - Sala 203 Londrina-PR CEP 86039-090 Tel.: 43 3029 4544 e-mail: comercial@arandusistemas.com.br Site:

Av. Santos Dumont, 505 - Sala 203 Londrina-PR CEP 86039-090 Tel.: 43 3029 4544 e-mail: comercial@arandusistemas.com.br Site: ARANDU SISTEMAS O objetivo principal da Arandu é oferecer ferramentas que facilitem a GESTÃO EMPRESARIAL, que sejam inteligentes, viáveis e rápidos, procurando sempre a plena satisfação do Cliente. As

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS NA MODALIDADE DE ENSINO A DISTÂNCIA

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS NA MODALIDADE DE ENSINO A DISTÂNCIA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS NA MODALIDADE DE ENSINO A DISTÂNCIA Contrato de prestação de serviços educacionais que fazem entre si SOCIEDADE BENEFICENTE ISRAELITA BRASILEIRA HOSPITAL

Leia mais

Projeto de Software da Empresa Confecções San Diego

Projeto de Software da Empresa Confecções San Diego Universidade do Contestado UNC Engenharia de Software Prof. Douglas Azevedo Diego Rodrigo Grein Luiz Augusto Bergmann Otávio Rodolfo Piske Projeto de Software da Empresa Confecções San Diego MAFRA 2003

Leia mais

M O D E L O INSTRUMENTO PARTICULAR DE LICENÇA DE USO, PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E MANUTENÇÃO DE SOFTWARE

M O D E L O INSTRUMENTO PARTICULAR DE LICENÇA DE USO, PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E MANUTENÇÃO DE SOFTWARE M O D E L O INSTRUMENTO PARTICULAR DE LICENÇA DE USO, PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E MANUTENÇÃO DE SOFTWARE Por este Instrumento Particular de Licença de Uso, Prestação de Serviços e Manutenção de SOFTWARE, a

Leia mais

ENGENHARIA DE SOFTWARE

ENGENHARIA DE SOFTWARE Pág. 1 0. ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...2 2. OBJETIVOS....2 3. ESTIMATIVAS DO PROJETO....4 4. RISCOS DO PROJETO....5 4.1. Identificação e Análise dos Riscos....5 4.1.1. Riscos de Projeto...6 4.1.2. Riscos Técnicos....6

Leia mais

UNIVERSIDADE CÂNDIDO MENDES

UNIVERSIDADE CÂNDIDO MENDES UNIVERSIDADE CÂNDIDO MENDES COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO E ATIVIDADES COMPLEMENTARES DEPARTAMENTO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Emerson Barros de Meneses

Leia mais

Seja um parceiro Xact Tecnologia e ofereça ao mercado nossas soluções, voltadas para gerenciamento total dos processos críticos do negócio.

Seja um parceiro Xact Tecnologia e ofereça ao mercado nossas soluções, voltadas para gerenciamento total dos processos críticos do negócio. Seja um parceiro Xact Tecnologia e ofereça ao mercado nossas soluções, voltadas para gerenciamento total dos processos críticos do negócio. Participe da rede de distribuição dos produtos exclusivos da

Leia mais

Proposta Comercial. Proposta Comercial de prestação de serviços de Desenvolvimento de web site para o Vereador Marcelo Ramos.

Proposta Comercial. Proposta Comercial de prestação de serviços de Desenvolvimento de web site para o Vereador Marcelo Ramos. Proposta Comercial de prestação de serviços de Desenvolvimento de web site para o Vereador Marcelo Ramos. 1 1. APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA Brasília, 14 de maio de 2010. A LTDA. vem, por meio deste documento,

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Sumário 1. Sobre este documento...3 2. Suporte técnico...3 3. Requisitos de hardware...3 3.1. Estação...3 3.2. Servidor...4 4. Instalação...4 4.1. Instalação do Group Folha no servidor...6

Leia mais

Unioeste Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Unioeste Universidade Estadual do Oeste do Paraná Unioeste Universidade Estadual do Oeste do Paraná CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS Colegiado de Informática Curso de Bacharelado em Informática Especificação de Requisitos e Modelagem Orientada

Leia mais

Termos de Uso Sistema Diário de Obras Online

Termos de Uso Sistema Diário de Obras Online Termos de Uso Sistema Diário de Obras Online Estes são os termos que determinarão o nosso relacionamento Este contrato refere-se ao sistema Diário de Obras Online, abrangendo qualquer uma de suas versões

Leia mais

Manual de Instalação Corporate

Manual de Instalação Corporate Manual de Instalação Corporate Sumário 1. Sobre este documento...3 2. Suporte técnico...3 3. Requisitos de hardware...3 3.1. Estação...3 3.2. Servidor...4 4. Instalação...4 4.1. Instalação do Imobiliária21

Leia mais

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO RM Agilis Manual do Usuário Ouvidoria, Correspondência Interna, Controle de Processos, Protocolo Eletrônico, Solicitação de Manutenção Interna, Solicitação de Obras em Lojas,

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO nº 003/2011

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO nº 003/2011 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO nº 003/2011 Por este instrumento particular de Contrato de Prestação de Serviços, entre si fazem CONSÓRCIO QUIRIRI jurídica devidamente inscrita no CNPJ sob nº. 02.375.463/0001-63,

Leia mais

Evandro sistemas comerciais e web.

Evandro sistemas comerciais e web. Evandro sistemas comerciais e web. Sistema de Gerenciamento Comercial. Contatos: Site: www.evandropf.ubbi.com.br e-mail: acraseado@yahoo.com.br msn: evanf@bol.com.br Tel. (19)9212-7827 O Sistema Este sistema

Leia mais

Palavras-Chaves: Arquitetura, Modelagem Orientada a Objetos, UML.

Palavras-Chaves: Arquitetura, Modelagem Orientada a Objetos, UML. MODELAGEM ORIENTADA A OBJETOS APLICADA À ANÁLISE E AO PROJETO DE SISTEMA DE VENDAS ALTEMIR FERNANDES DE ARAÚJO Discente da AEMS Faculdades Integradas de Três Lagoas ANDRE LUIZ DA CUNHA DIAS Discente da

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA INS 14.16. Instrução Normativa: 14.16/08-01. Revisão nº 0102. Data da Revisão: 22/10/2012. Resolução Sup.

INSTRUÇÃO NORMATIVA INS 14.16. Instrução Normativa: 14.16/08-01. Revisão nº 0102. Data da Revisão: 22/10/2012. Resolução Sup. INSTRUÇÃO NORMATIVA INS 14.16 Telemarketing Ativo Origem: Diretoria Superintendência Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado de Mato Grosso Instrução Normativa: 14.16/08-01 Revisão nº 0102

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES CONTRATO DE LOCAÇÃO DE SISTEMA DE ENGENHARIA GERENCIADOR DE OBRAS ON LINE IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES LOCADOR: Obra24horas Soluções Web para Engenharia Ltda., com sede na Rua Formosa, 75 1º andar

Leia mais

Modelagem do Sistema EMD Vanice Pinheiro do Amaral Silva, Alberto da Silva Lobo

Modelagem do Sistema EMD Vanice Pinheiro do Amaral Silva, Alberto da Silva Lobo Modelagem do Sistema EMD Vanice Pinheiro do Amaral Silva, Alberto da Silva Lobo NTI Núcleo de Tecnologia e Informação Fundação Unirg 1. Introdução A utilização da informática surgiu como uma ferramenta

Leia mais

Documento de Requisitos

Documento de Requisitos UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE INFORMÁTICA GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO Documento de Requisitos Sistema Gerenciador de Atendimento de Chamados Técnicos Grupo: Luiz Augusto Zelaquett

Leia mais

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1 DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1 SUMÁRIO DEFINIÇÃO DE REQUISITOS 4 1. INTRODUÇÃO 4 1.1 FINALIDADE 4 1.2 ESCOPO 4 1.3 DEFINIÇÕES, ACRÔNIMOS

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO. ASP Consultoria e Desenvolvimento de Softwares Ltda. SISTEMA DE GESTÃO COMERCIAL. Manual de Operação do SIMPLES 1

MANUAL DE OPERAÇÃO. ASP Consultoria e Desenvolvimento de Softwares Ltda. SISTEMA DE GESTÃO COMERCIAL. Manual de Operação do SIMPLES 1 Manual de Operação do SIMPLES 1 MANUAL DE OPERAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO COMERCIAL ASP Consultoria e Desenvolvimento de Softwares Ltda. Manual de Operação do SIMPLES 2 A Empresa A ASP Desenvolvimento de Softwares

Leia mais

Software Web para: Empresas, Governo, Organizações, Entidades de Classe, Sindicatos, ONG's e Profissionais Liberais

Software Web para: Empresas, Governo, Organizações, Entidades de Classe, Sindicatos, ONG's e Profissionais Liberais MANUAL DO USUÁRIO BITÁVEL GERENCIADOR ONLINE DE NEWSLETTERS (GOLNEWS) Software Web para: Empresas, Governo, Organizações, Entidades de Classe, Sindicatos, ONG's e Profissionais Liberais Versão 1.0 1 Índice

Leia mais

Manual do sistema SMARsa WEB

Manual do sistema SMARsa WEB Manual do sistema SMARsa WEB Módulo Solicitação/Ouvidoria SMARsa WEB Solicitação/Ouvidoria Versão 2.7 1 Sumário INTRODUÇÃO...4 OBJETIVOS...4 Bem-vindo ao sistema SMARsa WEB: Módulo solicitação/ouvidoria...5

Leia mais

Banco Volkswagen Manual do Sistema CCO CESSÃO DE DIREITOS - PF CCO CESSÃO DE DIREITOS CENTRAL DE CRÉDITO ON-LINE

Banco Volkswagen Manual do Sistema CCO CESSÃO DE DIREITOS - PF CCO CESSÃO DE DIREITOS CENTRAL DE CRÉDITO ON-LINE Banco Volkswagen Manual do Sistema CCO CESSÃO DE DIREITOS - PF CCO CESSÃO DE DIREITOS CENTRAL DE CRÉDITO ON-LINE Histórico do Documento Tipo de Norma: Manual Operacional Número: 19 Departamento Responsável:

Leia mais

Resumo de TCC Desenvolvimento de um sistema ERP com foco nas tecnologias de software livre / código aberto

Resumo de TCC Desenvolvimento de um sistema ERP com foco nas tecnologias de software livre / código aberto UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina CTC Centro Tecnológico INE Departamento de Informática e Estatística INE5631 Projetos I Prof. Renato Cislaghi Resumo de TCC Desenvolvimento de um sistema ERP

Leia mais

CRManager. CRManager. TACTIUM CRManager. Guia de Funcionalidades. Versão 5.0 TACTIUM CRManager Guia de Funcionalidades. www.softium.com.

CRManager. CRManager. TACTIUM CRManager. Guia de Funcionalidades. Versão 5.0 TACTIUM CRManager Guia de Funcionalidades. www.softium.com. Tactium Tactium CRManager CRManager TACTIUM CRManager Guia de Funcionalidades 1 O TACTIUM CRManager é a base para implementar a estratégia de CRM de sua empresa. Oferece todo o suporte para personalização

Leia mais

SISTEMA DE GERENCIAMENTO PARA EMPRESAS DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA

SISTEMA DE GERENCIAMENTO PARA EMPRESAS DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA Resumo SISTEMA DE GERENCIAMENTO PARA EMPRESAS DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA Felipe Marques Limonta 1 limonta8@gmail.com Rafael Lucas Monteiro 2 rafaelmonteiro100@hotmail.com Carlos Alberto Lucas 3 profcarloslucas@gmail.com

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO

Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO Sistema Integrado de Gerenciamento ARTESP MANUAL DO USUÁRIO SIGA EXTRANET - FRETAMENTO Versão 1.0 Julho/2012 ÍNDICE 1 REQUISITOS MÍNIMOS PARA INSTALAÇÃO... 4 1.1 Equipamento e Sistemas Operacionais 4 1.1.1

Leia mais

DESCRIÇÃO SUCINTA DO SISTEMA SCAP

DESCRIÇÃO SUCINTA DO SISTEMA SCAP Descrição Sucinta do Sistema - 2 - SUMÁRIO DESCRIÇÃO SUCINTA DO SISTEMA SCAP Light... 3 1 - O que é o Sistema SCAP Light... 3 2 - Características Gerais... 3 3 - Funcionalidades do Sistema SCAP Light...

Leia mais

Manual do Usuário Sistema Podológico 2007 AFA Assessoria e Informática Ltda. www.afa.inf.br

Manual do Usuário Sistema Podológico 2007 AFA Assessoria e Informática Ltda. www.afa.inf.br AFA Assessoria e Informática Ltda. www.afa.inf.br Índice INTRODUCAO SISTEMA PODOLOGICO 2007... 4 REQUISITOS DE HARDWARE E SOFTWARE... 5 MSDE vs. SQL SERVER... 5 PADRÕES E CARACTERISTICAS NAS TELAS DO SISTEMA...

Leia mais

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo em sua oficina. O sistema foi desenvolvido para ser utilizado

Leia mais

Manual do usuário. Mobile Auto Download

Manual do usuário. Mobile Auto Download Manual do usuário Mobile Auto Download Mobile Auto Download Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Este manual serve como referência para a sua instalação e

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Sistema Nota Fiscal Eletrônica. Sil Tecnologia LTDA

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Sistema Nota Fiscal Eletrônica. Sil Tecnologia LTDA Sistema Nota Fiscal Eletrônica Sil Tecnologia LTDA SUMÁRIO INTRODUÇÃO 4 1. CONHECENDO OS COMANDOS DO SISTEMA 5 1.1 Tela Inicial do Sistema 5 1.2 Navegador de registros 6 1.3 Filtro de Registros 6 2. TELA

Leia mais

DOCUMENTO DE REQUISITOS

DOCUMENTO DE REQUISITOS 1/38 DOCUMENTO DE REQUISITOS GED Gerenciamento Eletrônico de Documentos Versão 1.1 Identificação do Projeto CLIENTE: NOME DO CLIENTE TIPO DO SISTEMA OU PROJETO Participantes Função Email Abilio Patrocinador

Leia mais

Desenvolvimento da Iluminação Pública no Brasil. Sistemas de gestão da iluminação pública

Desenvolvimento da Iluminação Pública no Brasil. Sistemas de gestão da iluminação pública 14 Capítulo IX Sistemas de gestão da iluminação pública Por Luciano Haas Rosito* Conforme apresentado no capítulo anterior, uma das oportunidades de melhoria na iluminação pública justamente refere-se

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA DÉBORA DE MEIRA PADILHA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA DÉBORA DE MEIRA PADILHA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA DÉBORA DE MEIRA PADILHA PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO DO SOFTWARE PERGAMUM NA ESCOLA BÁSICA DR. PAULO FONTES Florianópolis

Leia mais

Palavras-Chaves: engenharia de requisitos, modelagem, UML.

Palavras-Chaves: engenharia de requisitos, modelagem, UML. APLICAÇÃO DA ENGENHARIA DE REQUISITOS PARA COMPREENSÃO DE DOMÍNIO DO PROBLEMA PARA SISTEMA DE CONTROLE COMERCIAL LEONARDO DE PAULA SANCHES Discente da AEMS Faculdades Integradas de Três Lagoas RENAN HENRIQUE

Leia mais

MANUAL DO SERVICE DESK SYSTEM

MANUAL DO SERVICE DESK SYSTEM Manual do Sumário Conhecendo o SERVICE DESK SYSTEM... 3 - A tela de Acesso ao sistema:... 3 - A tela do sistema após o acesso(exemplo):... 3 OCORRÊNCIAS... 4 - Abertura de chamados:... 4 - Atendendo um

Leia mais

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 MANTER FUNCIONÁRIO RELEASE 4.1

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 MANTER FUNCIONÁRIO RELEASE 4.1 DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 MANTER FUNCIONÁRIO RELEASE 4.1 SUMÁRIO DEFINIÇÃO DE REQUISITOS 4 1. INTRODUÇÃO 4 1.1 FINALIDADE 4 1.2 ESCOPO 4 1.3 DEFINIÇÕES, ACRÔNIMOS

Leia mais

Manual de Instalação Flex

Manual de Instalação Flex Manual de Instalação Flex Sumário 1. Sobre este documento... 3 2. Suporte técnico... 3 3. Requisitos de hardware... 4 4. Instalação... 5 4.1. Instalação no servidor... 5 4.1.1. Instalação do sistema...

Leia mais

Apresentação do produto Versão Premium 9.0 (GMPE)

Apresentação do produto Versão Premium 9.0 (GMPE) Apresentação do produto Versão Premium 9.0 (GMPE) Qual a importância que o relacionamento com os clientes tem para a sua empresa? Goldmine CRM é para as empresas que atribuem importância máxima à manutenção

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Sumário 1. Sobre este documento... 3 2. Suporte técnico... 3 3. Requisitos de hardware... 4 3.1. Estação... 4 3.2. Servidor... 4 4. Instalação... 5 4.1. Instalação no servidor... 5

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE TECNOLOGIA EM ANALISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE TECNOLOGIA EM ANALISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE TECNOLOGIA EM ANALISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS Professor: Adriel Ziesemer Disciplina: Engenharia de Software TRABALHO ACADÊMICO Cristian Santos - nº 45671 Guilherme

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1 MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 2.1. Instalação... 4 2.1.1. Servidor - Computador Principal... 4 2.1.2. Estação - Computador na Rede... 6 2.1.3. Estação - Mapeamento

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO MANUAL DE UTILIZAÇÃO Módulo de operação Ativo Bem vindo à Vorage CRM! Nas próximas paginas apresentaremos o funcionamento da plataforma e ensinaremos como iniciar uma operação básica através do nosso sistema,

Leia mais

Banco Volkswagen Manual do Sistema CCO CDC - Pessoa Física

Banco Volkswagen Manual do Sistema CCO CDC - Pessoa Física Banco Volkswagen Manual do Sistema CCO CDC - Pessoa Física CCO CONSÓRCIO CENTRAL DE CRÉDITO ON-LINE CCO Central de Crédito On-Line Histórico do Documento Tipo de Norma: Manual Operacional Número: 26 Departamento

Leia mais

Consórcio Nacional Volkswagen Manual do Sistema CCO CONSÓRCIO - Pessoa Física CCO CONSÓRCIO CENTRAL DE CRÉDITO ON-LINE

Consórcio Nacional Volkswagen Manual do Sistema CCO CONSÓRCIO - Pessoa Física CCO CONSÓRCIO CENTRAL DE CRÉDITO ON-LINE Consórcio Nacional Volkswagen Manual do Sistema CCO CONSÓRCIO - Pessoa Física CCO CONSÓRCIO CENTRAL DE CRÉDITO ON-LINE Histórico do Documento Tipo de Norma: Manual Operacional Número: 18 Departamento Responsável:

Leia mais

1.Introdução. 2. Posicionamento

1.Introdução. 2. Posicionamento 1.Introdução 1.1 Finalidade Este documento tem o objetivo de demonstrar as necessidades e problemas que a rede de clínicas de vacinação IMUNIZA encontra em seu dia a dia, propondo após um levantamento

Leia mais

PORTAL DE RELACIONAMENTO GROUP

PORTAL DE RELACIONAMENTO GROUP PORTAL DE RELACIONAMENTO GROUP MANUAL DO USUÁRIO Portal de Relacionamento - Manual do usuário... 1 SUMÁRIO 1. Informações gerais... 3 2. Sobre este documento... 3 3. Suporte técnico... 3 4. Visão Geral

Leia mais

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização WebEDI - Tumelero Manual de Utilização Pedidos de Compra Notas Fiscais Relação de Produtos 1. INTRODUÇÃO Esse documento descreve o novo processo de comunicação e troca de arquivos entre a TUMELERO e seus

Leia mais

Termo de adesao.qxp:layout 1 12/4/08 5:02 PM Page 1

Termo de adesao.qxp:layout 1 12/4/08 5:02 PM Page 1 Termo de adesao.qxp:layout 1 12/4/08 5:02 PM Page 1 Termo de adesao.qxp:layout 1 12/4/08 5:02 PM Page 2 PROGRAMA Bayer para Você A ser preenchido pela BAYER: TERMO DE ADESÃO Estabelecimento Número : Data:

Leia mais

SOFTWARE PARA ADMINISTRAÇÃO DE SALÕES DE BELEZA. O seu salão já está utilizando os recursos que o sistema TEODORA oferece?

SOFTWARE PARA ADMINISTRAÇÃO DE SALÕES DE BELEZA. O seu salão já está utilizando os recursos que o sistema TEODORA oferece? SOFTWARE PARA ADMINISTRAÇÃO DE SALÕES DE BELEZA O seu salão já está utilizando os recursos que o sistema TEODORA oferece? Não? Então conheça o sistema que é a maior inovação tecnológica voltada para o

Leia mais

INSTRUÇÕES - RESCISÃO DE CONTRATO DE ARRENDAMENTO MERCANTIL

INSTRUÇÕES - RESCISÃO DE CONTRATO DE ARRENDAMENTO MERCANTIL V.02-abr.07 INSTRUÇÕES - RESCISÃO DE CONTRATO DE ARRENDAMENTO MERCANTIL 1. RESCISÃO DE CONTRATO Para dar início ao processo de Rescisão é necessário entrar em contato com a Central de Atendimento e solicitar

Leia mais

Nome da Empresa Sistema digitalizado no almoxarifado do EMI

Nome da Empresa Sistema digitalizado no almoxarifado do EMI Nome da Empresa Documento Visão Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 23/02/2015 1.0 Início do projeto Anderson, Eduardo, Jessica, Sabrina, Samuel 25/02/2015 1.1 Correções Anderson e Eduardo

Leia mais

Manual de Instalação, Administração e Uso do Sistema Elétric

Manual de Instalação, Administração e Uso do Sistema Elétric Manual de Instalação, Administração e Uso do Sistema Elétric Versão 1.0 Autores Bruna Cirqueira Mariane Dantas Milton Alves Robson Prioli Nova Odessa, 10 de Setembro de 2013 Sumário Apoio 1. Licença deste

Leia mais

Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Universidade Estadual do Oeste do Paraná Universidade Estadual do Oeste do Paraná Estudo de Requisitos de um software para uma loja de lentes de contato Bruno Eduardo Soares Leonardo Zanotto Baggio Maykon Valério da Silva Cascavel, 10 de Junho

Leia mais

MANUAL ESCOLA FLEX. Revisado em 09/07/2008. Sistema Flex www.sistemaflex.com

MANUAL ESCOLA FLEX. Revisado em 09/07/2008. Sistema Flex www.sistemaflex.com MANUAL ESCOLA FLEX Revisado em 09/07/2008 Sistema Flex www.sistemaflex.com Índice Manual Escola Flex Índice... 2 Tela de Abertura (Splash Screen)... 3 Login... 4 Seleção de Empresas... 5 Tela Principal...

Leia mais

Processos de Compras. Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar

Processos de Compras. Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Processos de Compras Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar 1 Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Sumário Controle de Compras... 4 Parametrização... 4 Funcionamento... 4 Processo de Controle...

Leia mais

Sistema de Automação Comercial de Pedidos- Versão 1.1

Sistema de Automação Comercial de Pedidos- Versão 1.1 Termo de Abertura Sistema de Automação Comercial de Pedidos- Versão 1.1 Iteração 1.0- Release 1.0 Versão do Documento: 1.1 Histórico de Revisão Data Versão do Documento Descrição Autor 18/03/2011 1.0 Versão

Leia mais

PROCEDIMENTOS ITAKE PROCEDIMENTOS ITAKE TELECOM

PROCEDIMENTOS ITAKE PROCEDIMENTOS ITAKE TELECOM PROCEDIMENTOS ITAKE TELECOM 1 Conceito Geral Comercial ao pós vendas. Comercial Efetuado contato com cliente. Coletar dados. E fazer o estudo de caso para entender as necessidades do cliente. Verificar

Leia mais

Relacionamento Clientes

Relacionamento Clientes FENÍCIA CRM & SRM O Fenícia CRM (Customer Relationship Management - Sistema de Gerenciamento do Relacionamento com os Clientes) é uma ferramenta de gestão com foco no cliente, essencial para angariar e

Leia mais

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA.

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA MANUAL DO VTWEB CLIENT CADASTROS /PEDIDOS E PROCEDIMENTOS Resumo Esse manual tem como o seu objetivo principal a orientação de uso do

Leia mais

Manual do módulo Hábil NFC-e Emissor de Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica

Manual do módulo Hábil NFC-e Emissor de Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica Manual do módulo Hábil NFC-e Emissor de Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica Hábil Empresarial 2014 by Ltda (0xx46) 3225-6234 I Hábil Empresarial NFC-e Índice 1 Cap. I Introdução 1 O que é... o Hábil NFC-e

Leia mais

MANUAL ISS DIGITAL Av. Augusto de Lima, 479-15º Andar - Sala 1511 Centro - Belo Horizonte/MG CEP: 30.190-000 (31) 3201-1639 / Fax: (31) 3212-1215

MANUAL ISS DIGITAL Av. Augusto de Lima, 479-15º Andar - Sala 1511 Centro - Belo Horizonte/MG CEP: 30.190-000 (31) 3201-1639 / Fax: (31) 3212-1215 Av. Augusto de Lima, 479-15º Andar - Sala 1511 Centro - Belo Horizonte/MG CEP: 30.190-000 (31) 3201-1639 / Fax: (31) 3212-1215 1. INTRODUÇÃO Dispõe sobre o sistema eletrônico de gerenciamento de dados

Leia mais

Software para Gerenciamento de Sistemas de Gestão

Software para Gerenciamento de Sistemas de Gestão Software para Gerenciamento de Sistemas de Gestão Sabemos que implementar e monitorar um Sistema de Gestão é um grande desafio, pois temos que planejar, controlar e verificar muitos registros, papéis,

Leia mais

TOPLAB VERSÃO WEB 3.0 Solução completa para o gerenciamento de laboratórios de análises clínicas Interface web

TOPLAB VERSÃO WEB 3.0 Solução completa para o gerenciamento de laboratórios de análises clínicas Interface web Página 01 TOPLAB VERSÃO WEB 3.0 Solução completa para o gerenciamento de laboratórios de análises clínicas Interface web Página 02 Plataforma O TOPLAB foi projetado para funcionar na web, nasceu 'respirando

Leia mais

SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DA RECEITA PED MANUAL INTERNET

SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DA RECEITA PED MANUAL INTERNET SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DA RECEITA MANUAL INTERNET ÍNDICE Sistema Integrado de Administração da Receita 1 INTRODUÇÃO GERAL... 4 2 INTRODUÇÃO AO... 4 2.1 OBJETIVOS... 4 2.2 BENEFÍCIOS... 4 2.3

Leia mais

CONTRATO DE ACESSO AO DEUTSCHE BANK CUSTÓDIA WEB

CONTRATO DE ACESSO AO DEUTSCHE BANK CUSTÓDIA WEB CONTRATO DE ACESSO AO DEUTSCHE BANK CUSTÓDIA WEB Pelo presente instrumento particular, de um lado, (a) DEUTSCHE BANK S.A. - BANCO ALEMÃO, instituição financeira com sede na Cidade de São Paulo, Estado

Leia mais

Documento de Requisitos

Documento de Requisitos Documento de Requisitos Sistema Gerenciador de Locadora Documento de Requisitos Versão 1.1 Responsável: Gustavo Teles DR01 Documento de Requisitos 01 Página 1 de 10 Controle de Alteração: Data Versão Descrição

Leia mais

SISTEMA VANIA MODAS. Processo de Engenharia de Software II 4º Ano do Curso de Bacharelado em Informática

SISTEMA VANIA MODAS. Processo de Engenharia de Software II 4º Ano do Curso de Bacharelado em Informática UNIOESTE Universidade Estadual do Oeste do Paraná CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS Colegiado de Informática Curso de Bacharelado e Informática SISTEMA VANIA MODAS Processo de Engenharia de Software

Leia mais

Manual de Usuário INDICE

Manual de Usuário INDICE Manual de Usuário INDICE Características do Sistema... 02 Características Operacionais... 03 Realizando o Login... 04 Menu Tarifador... 05 Menu Relatórios... 06 Menu Ferramentas... 27 Menu Monitor... 30

Leia mais

FsBank. Manual do Usuário

FsBank. Manual do Usuário FsBank Manual do Usuário Manual do Usuário Copyright Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução 2 ÍNDICE 1. COMENTÁRIOS... 1.1. Apresentação do Sistema (uso, benefícios, características)...7 1.2.

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO DO M3

MANUAL DO USUÁRIO DO M3 MANUAL DO USUÁRIO DO M3 1 CADASTROS 1.1 Clientes Abre uma tela de busca na qual o usuário poderá localizar o cadastro dos clientes da empresa. Preencha o campo de busca com o nome, ou parte do nome, e

Leia mais

TS Cursos Preparatórios LTDA CNPJ 03.841.751/0001 29

TS Cursos Preparatórios LTDA CNPJ 03.841.751/0001 29 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE AULAS VIA INTERNET PROTOCOLO VIP CONTRATANTE: (Nome da Contante), com sede em (xxx), na Rua (xxx), nº (xxx), bairro (xxx), Cep (xxx), no Estado (xxx), inscrita no C.N.P.J.

Leia mais

XX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2012-22 a 26 de outubro Rio de Janeiro - RJ - Brasil

XX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2012-22 a 26 de outubro Rio de Janeiro - RJ - Brasil XX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2012-22 a 26 de outubro Rio de Janeiro - RJ - Brasil Klendson Marques Canuto Adriano Santiago Bruno Vamberto Lima Cabral Companhia Energética

Leia mais

SISGAP - Sistema Gerenciador de Avaliações Psicopedagógicas

SISGAP - Sistema Gerenciador de Avaliações Psicopedagógicas SISGAP - Sistema Gerenciador de Avaliações Psicopedagógicas Geandré Meller Zacher 1 Luiz Gustavo Galves Mahlmann 2 Newton Muller 3 RESUMO Este artigo tem como finalidade apresentar o projeto SISGAP, que

Leia mais

InfoMix Tecnologia. Soluções em Tecnologia da Informação. SYSFARM Sistema de Gerenciamento de Farmácias. Documento Requisitos Versão 1.

InfoMix Tecnologia. Soluções em Tecnologia da Informação. SYSFARM Sistema de Gerenciamento de Farmácias. Documento Requisitos Versão 1. SYSFARM Sistema de Gerenciamento de Farmácias Documento Requisitos Versão 1.1 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 06/09/2009 1.0 Elaboração da para análise da 1º versão Marcos Silva do documento

Leia mais

INTRODUÇÃO REQUISITOS TECNOLÓGICOS E DE AMBIENTE

INTRODUÇÃO REQUISITOS TECNOLÓGICOS E DE AMBIENTE INTRODUÇÃO Na intenção de realizar um novo sistema financeiro para a gestão de recursos de convênios celebrados pela Academia Brasileira de Ciências, o setor de informática juntamente com o setor financeiro

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13 1-13 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Basic Exchange System

Basic Exchange System BXS Basic Exchange System Manual de Configuração AJUSTE DE HORA DÍGITRO Versão 1.2 Manual de Configuração do Ajuste de Hora Dígitro Código de Identificação: 012073012.010779FNS041015 Versão 1.2 by Dígitro

Leia mais

Grifon Alerta. Manual do Usuário

Grifon Alerta. Manual do Usuário Grifon Alerta Manual do Usuário Sumário Sobre a Grifon Brasil... 4 Recortes eletrônicos... 4 Grifon Alerta Cliente... 4 Visão Geral... 4 Instalação... 5 Pré-requisitos... 5 Passo a passo para a instalação...

Leia mais

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 Atendente... 3

SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 Atendente... 3 SUMÁRIO Acesso ao sistema... 2 1. Login no sistema... 2 Atendente... 3 1. Abrindo uma nova Solicitação... 3 1. Consultando Solicitações... 5 2. Fazendo uma Consulta Avançada... 6 3. Alterando dados da

Leia mais

TROCA E DEVOLUÇÃO E CLIENTES

TROCA E DEVOLUÇÃO E CLIENTES TROCA E DEVOLUÇÃO E CLIENTES RMS Software S.A. - Uma Empresa TOTVS Todos os direitos reservados. A RMS Software é a maior fornecedora nacional de software de gestão corporativa para o mercado de comércio

Leia mais

Sistema de Controle de Solicitação de Desenvolvimento

Sistema de Controle de Solicitação de Desenvolvimento Sistema de Controle de Solicitação de Desenvolvimento Introdução O presente documento descreverá de forma objetiva as principais operações para abertura e consulta de uma solicitação ao Setor de Desenvolvimento

Leia mais

MANUAL DE TRABALHO - CONTRATO MENSAL - MTQ Rev. 08 Criado em: 30/03/2012 Última revisão em: 08/09/2014

MANUAL DE TRABALHO - CONTRATO MENSAL - MTQ Rev. 08 Criado em: 30/03/2012 Última revisão em: 08/09/2014 MANUAL DE TRABALHO - CONTRATO MENSAL - MTQ Rev. 08 Criado em: 30/03/2012 Última revisão em: 08/09/2014 MANUAL DE TRABALHO A Qualitá Ocupacional, com o objetivo de facilitar a utilização dos serviços prestados

Leia mais

TACTIUM ecrm Guia de Funcionalidades

TACTIUM ecrm Guia de Funcionalidades TACTIUM ecrm Guia de Funcionalidades 1 Interagir com seus clientes por variados meios de contato, criando uma visão unificada do relacionamento e reduzindo custos. Essa é a missão do TACTIUM ecrm. As soluções

Leia mais

produção MANUAL APRESENTAÇÃO

produção MANUAL APRESENTAÇÃO MANUALWEB 1 APRESENTAÇÃO MANUAL da produção online Conheça as funções, características e as facilidades para autorizar e faturar os atendimentos realizados aos beneficiários Unimed. Rio MANUALWEB 2 SUMÁRIO

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Competências Analista 1. Administração de recursos de infra-estrutura de tecnologia da informação 2.

Leia mais

MANUAL USUÁRIO AUDATEX WEB

MANUAL USUÁRIO AUDATEX WEB MANUAL USUÁRIO AUDATEX WEB Audatex Web Nível Usuário (Versão 1.0) Gerência de Suporte Técnico Departamento de Treinamento Resp.: Roberto de Luca Jr. Versão 1.0 Revisão 1 Data 13/02/2007 SUMÁRIO GERAL Introdução...

Leia mais

1.1. Sistema Sumus Tarifador for Windows BI (Business Intelligence)

1.1. Sistema Sumus Tarifador for Windows BI (Business Intelligence) 1. Descrição dos produtos e serviços da solução 1.1. Sistema Sumus Tarifador for Windows BI (Business Intelligence) É um sistema Sumus de tarifação indicado para médias empresas. Ele realiza desde a coleta

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Ferramenta de Fidelização Eletrônica ÁGUA DOCE - SABORES DO BRASIL

MANUAL DO USUÁRIO. Ferramenta de Fidelização Eletrônica ÁGUA DOCE - SABORES DO BRASIL MANUAL DO USUÁRIO Ferramenta de Fidelização Eletrônica ÁGUA DOCE - SABORES DO BRASIL Interface de Controle Franqueado http://abf.e-deploy.com.br/controle/ Versão 1.0 Conteúdo Sobre a e-deploy... 3 Sobre

Leia mais

VALECARDLOGÍSTICA. Contrato para Geração Gratuita do Código Identificador da Operação de Transporte CIOT

VALECARDLOGÍSTICA. Contrato para Geração Gratuita do Código Identificador da Operação de Transporte CIOT VALECARDLOGÍSTICA Contrato para Geração Gratuita do Código Identificador da Operação de Transporte CIOT Por este instrumento particular, as PARTES, de um lado como CONTRATADA, a Empresa autorizada a utilizar

Leia mais

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE PARA REVENDAS

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE PARA REVENDAS CONTRATO DE FORNECIMENTO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE PARA REVENDAS FORNECEDOR: WORKSOFT INFORMÁTICA LTDA., pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ/MF sob nº. 08.707.221/0001-06, com sede

Leia mais

Procedimento Quanto a Solicitação e Emissão de Cheque Avulso

Procedimento Quanto a Solicitação e Emissão de Cheque Avulso I - FINALIDADE: Informatizar o processo de solicitação e emissão de cheques avulsos, além de proporcionar maior segurança e sigilo das informações. II - ÂMBITO DE APLICAÇÃO: Este procedimento se aplica

Leia mais

Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos

Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos Manual de Utilização Financeiras Versão 1.2 Manual de utilização do software para os usuários do Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos, com

Leia mais

Manual Unilote. Versão 2.1

Manual Unilote. Versão 2.1 Manual Unilote Versão 2.1 1 INDICE Apresentação...4 Principais Características...4 Requisitos Mínimos...4 Requisitos Mínimos de Software...4 Instalação...5 PRIMEIRO PASSOS Dados da Empresa...6 Acessando

Leia mais

Manual Laboratório. ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014

Manual Laboratório. ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014 2014 Manual Laboratório ICS Sistemas de Gestão em Saúde ICS 01/01/2014 Sumário Acesso ao Sistema... 2 Menu Cadastros... 4 Cadastro de usuários... 4 Inclusão de Novo Usuário... 5 Alteração de usuários...

Leia mais

1 ACESSO AO PORTAL UNIVERSITÁRIO 3 3 PLANO DE ENSINO 6 4 AULAS 7 5 AVALIAÇÃO E EXERCÍCIO 9 6 ENQUETES 12 7 QUADRO DE AVISOS 14

1 ACESSO AO PORTAL UNIVERSITÁRIO 3 3 PLANO DE ENSINO 6 4 AULAS 7 5 AVALIAÇÃO E EXERCÍCIO 9 6 ENQUETES 12 7 QUADRO DE AVISOS 14 portal@up.com.br Apresentação Este manual contém informações básicas, e tem como objetivo mostrar a você, aluno, como utilizar as ferramentas do Portal Universitário e, portanto, não trata de todos os

Leia mais