UNIPAR UNIÃO DE INDÚSTRIAS PETROQUÍMICAS S.A.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIPAR UNIÃO DE INDÚSTRIAS PETROQUÍMICAS S.A."

Transcrição

1 UNIPAR UNIÃO DE INDÚSTRIAS PETROQUÍMICAS S.A. (POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE APROVADA NA RCA DE 2002) FINALIDADE A política de divulgação de Ato ou Fato Relevante da Unipar observará a necessidade de divulgação de informações que, por sua natureza, possam gerar Ato ou Fato Relevante. DEFINIÇÕES Ato ou Fato Relevante: qualquer decisão do acionista controlador, deliberação de Assembléia Geral ou dos órgãos de administração da Unipar, ou qualquer outro ato ou fato de caráter político-administrativo, técnico, negocial ou econômicofinanceiro, ocorrido ou relacionado aos negócios da Unipar que possam influir na decisão do público investidor. Bolsas de Valores: bolsas de valores e/ou entidades de mercado organizado, nas quais os Valores Mobiliários sejam admitidos à negociação. Unipar: a companhia aberta, UNIPAR UNIÃO DE INDÚSTRIAS PETROQUÍMICAS S.A, com sede na Rua Araújo Porto Alegre, 36 4º andar, na Cidade do Rio de Janeiro, RJ, inscrita no CNPJ/MF sob o nº / CVM: Comissão de Valores Mobiliários. Vice-Presidente e Relações com Investidores: administrador indicado pelo Conselho de Administração da Unipar para o exercício de determinadas funções estatutariamente definidas, que será o responsável também pela execução e acompanhamento da política de divulgação ora estabelecida. Informação Privilegiada: informação relativa a Ato ou Fato Relevante ainda não divulgado ao mercado, na forma da legislação ou da presente política. Pessoas Ligadas: as pessoas que mantenham os vínculos indicados a seguir com diretores, membros do Conselho de Administração, do Conselho Fiscal e membros dos Órgãos com Funções Técnicas ou Consultivas da Unipar: (i) o cônjuge, de quem não se esteja separado judicialmente; (ii) o(a) companheiro(a); (iii) qualquer dependente incluído na declaração anual do imposto sobre a renda e (iv)

2 2 as sociedades controladas direta ou indiretamente, seja pelos administradores e assemelhados, seja pelas Pessoas Ligadas. Terceiros: público externo em geral, tais como: auditores independentes, analistas, corretores de valores, consultores e instituições integrantes do sistema de distribuição. Valores Mobiliários: em seu sentido mais amplo, ações, debêntures, bônus de subscrição, recibos e direitos de subscrição, notas promissórias e quaisquer dos títulos ou contratos que se enquadrem na definição legal de valores mobiliários, que sejam emitidos pela Unipar, bem como quaisquer valores mobiliários a eles referenciados. ALCANCE DESTA POLÍTICA São alcançados pela presente política o acionista controlador, os membros dos Conselhos de Administração e Fiscal, da Diretoria, gerentes, assessores, pessoas ligadas à Unipar e terceiros, quando for o caso, que por qualquer motivo tenham acesso a informações sobre Ato ou Fato Relevante. As pessoas alcançadas por esta política deverão: a) certificar-se de que todos os documentos relacionados a informações sobre Ato ou Fato Relevante circulem com aviso de confidencialidade e, ainda, que as correspondências, convencionais ou eletrônicas, tenham como destinatário pessoas de confiança, que estejam cientes de que as informações são prestadas em caráter sigiloso; b) encaminhar ao Vice-Presidente e Relações com Investidores da Unipar relação indicando nome, cargo e função das pessoas às quais foram franqueadas formalmente tais informações; e c) comunicar imediatamente o Vice-Presidente e Relações com Investidores da Unipar suspeita ou ocorrência de vazamento dessas informações de seu círculo restrito e determinável. PROCEDIMENTOS A Unipar observará procedimentos a serem indicados na divulgação de Ato ou Fato Relevante. A política ora traçada, circulará entre todos os administradores, gerentes, assessores, pessoas ligadas à Unipar e terceiros, quando for o caso, diretamente envolvidos no assunto para o devido e necessário cumprimento legal. No relacionamento com acionistas, investidores, analistas, corretores de valores e formadores de opinião, a Unipar prestará informações objetivas, confiáveis e tempestivas.

3 3 A Unipar não comentará boatos ou declarações desestabilizadoras, ressalvados os casos que possam gerar solicitação de esclarecimentos por parte de órgãos legais ou que prejudiquem a sua imagem ou os seus negócios. A comunicação da divulgação de Ato ou Fato Relevante será feita à CVM e às Bolsas de Valores, após o encerramento do pregão do dia. No dia seguinte, igual conteúdo estará sendo publicado em jornal de grande circulação, onde a Unipar veicula habitualmente seus informes legais, sem prejuízo da sua divulgação em outras mídias. Caso seja imperativa a divulgação de Ato ou Fato Relevante durante as negociações nas Bolsas de Valores, o Vice-Presidente e Relações com Investidores da Unipar solicitará às Bolsas de Valores a imediata suspensão da negociação dos valores mobiliários de sua emissão, até a adequada disseminação da informação. Os originais e/ou cópias dos Atos ou Fatos Relevantes divulgados e dos documentos produzidos em decorrência da observância da presente política serão arquivados junto à Vice-Presidência e Relações com Investidores da Unipar, cabendo à Assessoria Jurídica o controle da documentação pertinente. O texto de cada Ato ou Fato Relevante será sempre único para divulgação ao público investidor. SIGILO O acionista controlador, os membros dos Conselhos de Administração e Fiscal, da Diretoria, demais funcionários e pessoas ligadas à Unipar, ficam obrigados a guardar sigilo sobre informações relativas a Atos ou Fatos Relevantes, ainda não divulgados. O não cumprimento a determinação contida no parágrafo anterior sujeitará os infratores a processos de demissão na modalidade justa causa quando enquadráveis nessa possibilidade, sem prejuízo das sanções legais pertinentes, que se aplicam a todas as pessoas acima caracterizadas. O acionista controlador, os membros dos Conselhos de Administração e Fiscal, da Diretoria, demais funcionários e pessoas ligadas à Unipar, deverão zelar para que terceiros ao prestarem serviços à Unipar, que envolvam informações que irão, ou que poderão, resultar em Atos ou Fatos Relevantes, dêem às mesmas, tratamento sigiloso, devendo, para tanto, adotarem os seguintes procedimentos: a) informá-los da existência da Política relativa ao tratamento de Atos ou Fatos Relevantes;

4 4 b) incluir nos contratos com terceiros, cláusula relativa à obrigatoriedade da guarda de sigilo; c) quando da inexistência desse tipo de cláusula, exigir a assinatura de Termo de Confidencialidade; d) informar, mediante correspondência interna ao Vice-Presidente e Relações com Investidores da Unipar, a natureza dos serviços que estão sendo prestados à Unipar e as informações de natureza relevante que estão ou que poderão ser geradas. Sempre que a administração da Unipar decidir pela guarda de sigilo sobre a divulgação de Ato ou Fato Relevante e esta escapar ao seu controle, o Vice- Presidente e Relações com Investidores da Unipar providenciará a sua imediata divulgação ao público investidor. DEVERES, RESPONSABILIDADES E OBRIGAÇÕES O Vice-Presidente e Relações com Investidores da Unipar será o responsável pela divulgação de informações referentes a Atos ou Fatos Relevantes, embora os demais membros da administração respondam solidariamente nos casos de descumprimento das normas legais relativas a divulgação de Ato ou Fato Relevante. O acionista controlador, os membros dos Conselhos de Administração e Fiscal e da Diretoria deverão comunicar ao Vice-Presidente e Relações com Investidores da Unipar qualquer Ato ou Fato Relevante de que tenham conhecimento, ou que esteja em curso nos negócios sob sua responsabilidade, para decisão sobre a guarda de sigilo ou divulgação. Na hipótese de ser constatada a omissão do Vice-Presidente e Relações com Investidores da Unipar em divulgar Ato ou Fato Relevante de conhecimento da administração, como um todo ou individualmente, caberá a esses membros indistintamente, notificá-lo, por escrito e em tempo hábil, para que seja realizada a sua divulgação. Tais membros somente se eximirão da responsabilidade caso comuniquem diretamente o Ato ou Fato Relevante à CVM. O Vice-Presidente e Relações com Investidores da Unipar enviará formalmente ao acionista controlador, aos membros da administração - Conselho de Administração, Diretoria e Conselho Fiscal gerentes, assessores, pessoas ligadas à Unipar e terceiros, quando for o caso, os termos desta política de Ato ou Fato Relevante, juntamente com uma cópia da Instrução CVM nº 358 de 03/01/02, para conhecimento, adesão formal e cumprimento. O Vice-Presidente e Relações com Investidores da Unipar será o responsável pela execução e acompanhamento da política de divulgação de Ato ou Fato Relevante,

5 5 cabendo-lhe, também, dirimir eventuais dúvidas ou questionamento relacionados à aplicação desta política. A Unipar comunicará à CVM qualquer alteração ocorrida na sua política de divulgação de Ato ou Fato Relevante. SITUAÇÕES ATÍPICAS Caso as ações da Unipar apresentem variações atípicas na cotação ou quantidade negociada, o Vice-Presidente e Relações com Investidores da Unipar deverá inquirir, as pessoas com acesso a informações relevantes, a fim de averiguar se têm conhecimento sobre Ato ou Fato Relevante que deva ser divulgado e, se for o caso, providenciar a sua imediata divulgação ao público investidor. EXCEÇÃO À IMEDIATA DIVULGAÇÃO Os Atos ou Fatos Relevantes poderão, excepcionalmente, deixar de ser divulgados se o acionista controlador ou os administradores da Unipar entenderem que sua divulgação colocará em risco interesse legítimo da Unipar. Os administradores e o acionista controlador poderão submeter à CVM a sua decisão de, excepcionalmente, manter em sigilo Atos ou Fatos Relevantes cuja divulgação entendam colocar em risco interesse legítimo da Unipar. DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÃO SOBRE NEGOCIAÇÕES DE ADMINISTRADORES E PESSOAS LIGADAS Os membros dos Conselhos de Administração e Fiscal, da Diretoria, gerentes, assessores, pessoas ligadas à Unipar, e de quaisquer órgãos com funções técnicas ou consultivas, criados por disposição estatutária, ficam obrigados a comunicar à CVM e à Unipar e, se for o caso, à Bolsa de Valores e entidade do mercado de balcão organizado nas quais os valores mobiliários de emissão da Unipar estejam admitidos à negociação, a quantidade, as características e a forma de aquisição dos valores mobiliários de sua emissão e de sociedades controladas ou controladoras, que sejam companhias abertas, ou a eles referenciados, de que sejam titulares, bem como as alterações em suas posições. A comunicação deverá ser encaminhada ao Vice-Presidente e Relações com Investidores da Unipar e, por este à CVM. A comunicação deverá ser efetivada imediatamente após a investidura no cargo, e no prazo máximo de 10 (dez) dias após o término do mês em que se verificar alteração das posições por eles detidas, indicando o saldo da posição no período.

6 6 As pessoas naturais aqui mencionadas indicarão, ainda, os valores mobiliários que sejam de propriedade de cônjuge do qual não estejam separados judicialmente, de companheiro(a), de qualquer dependente incluído em sua declaração anual de imposto sobre a renda, e de sociedades controladas direta ou indiretamente. DISPOSIÇÕES GERAIS A observância da presente política não exime as pessoas que assinaram o Termo de Adesão de quaisquer outras obrigações impostas pela CVM, por lei ou norma regulamentar. Os modelos dos termos de comunicação e de adesão referidos na Instrução CVM nº 358/2002, a serem firmados pelas pessoas referidas nesta política, estão anexados à presente como Anexos I, II e III. A transgressão desta política de divulgação de Ato ou Fato Relevante, configura infração grave e sujeita o infrator às penalidades previstas na Lei nº 6.385/76, e na Instrução CVM 358/2002.

POLÍTICAS DE DIVULGAÇÃO E USO DE INFORMAÇÃO SOBRE ATO OU FATO RELEVANTE E DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES ABRANGÊNCIA

POLÍTICAS DE DIVULGAÇÃO E USO DE INFORMAÇÃO SOBRE ATO OU FATO RELEVANTE E DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES ABRANGÊNCIA A Diretoria da Participações Industriais do Nordeste S.A. ( Companhia ) comunica que, por deliberação do Conselho de Administração, em reunião extraordinária realizada em 30.06.2002, foram aprovadas as

Leia mais

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES, PRESERVAÇÃO DE SIGILO E DE NEGOCIAÇÃO DA ALIANSCE SHOPPING CENTERS S.A.

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES, PRESERVAÇÃO DE SIGILO E DE NEGOCIAÇÃO DA ALIANSCE SHOPPING CENTERS S.A. POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES, PRESERVAÇÃO DE SIGILO E DE NEGOCIAÇÃO DA ALIANSCE SHOPPING CENTERS S.A. I - DEFINIÇÕES 1. As definições utilizadas na presente Política de Divulgação de

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES E DIVULGAÇÃO DE ATOS OU FATOS RELEVANTES

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES E DIVULGAÇÃO DE ATOS OU FATOS RELEVANTES POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES E DIVULGAÇÃO DE ATOS OU FATOS RELEVANTES I OBJETO Este instrumento disciplina as práticas diferenciadas de negociação de ações e divulgação de atos ou fatos relevantes da

Leia mais

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES E DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES E DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES E DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES 2 I. Finalidade A presente Política de Divulgação de Informações e de Negociação de Ações tem como finalidade estabelecer as práticas de divulgação

Leia mais

Política de Divulgação de Ato ou Fato Relevante da Marisa Lojas S.A.

Política de Divulgação de Ato ou Fato Relevante da Marisa Lojas S.A. Política de Divulgação de Ato ou Fato Relevante da Marisa Lojas S.A. A presente Política de Divulgação de Informações relevantes tem como princípio geral estabelecer o dever da Marisa Lojas S.A. ( Companhia

Leia mais

Aprovada na Reunião do Conselho de Administração de 10.05.2012. Sumário

Aprovada na Reunião do Conselho de Administração de 10.05.2012. Sumário POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES E DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES Aprovada na Reunião do Conselho de Administração de 10.05.2012 Sumário I. Finalidade... 3 II. Abrangência... 3 III. Divulgação de Informação

Leia mais

TRACTEBEL ENERGIA S.A. CNPJ/MF 02.474.103/0001-19 POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES E DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES

TRACTEBEL ENERGIA S.A. CNPJ/MF 02.474.103/0001-19 POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES E DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES TRACTEBEL ENERGIA S.A. CNPJ/MF 02.474.103/0001-19 POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES E DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES 1 ÍNDICE I. Finalidade... 3 II. Abrangência... 3 III. Definições... 4 IV. Divulgação de

Leia mais

MANUAL DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES E NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA COMPANHIA.

MANUAL DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES E NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA COMPANHIA. MANUAL DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES E NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA COMPANHIA. 1 Objetivos e Princípios Este Manual tem por objeto o estabelecimento de padrões de conduta e transparência

Leia mais

MARISOL S.A. POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO E USO DE INFORMAÇÕES E POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES

MARISOL S.A. POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO E USO DE INFORMAÇÕES E POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES MARISOL S.A. POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO E USO DE INFORMAÇÕES E POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES I - OBJETO A Política de Divulgação de Atos ou Fatos Relevantes, da MARISOL S.A., inscrita no CNPJ sob o n.º 84.429.752/0001-62

Leia mais

TRACTEBEL ENERGIA S.A. CNPJ/MF 02.474.103/0001-19 POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES E DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES

TRACTEBEL ENERGIA S.A. CNPJ/MF 02.474.103/0001-19 POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES E DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES TRACTEBEL ENERGIA S.A. CNPJ/MF 02.474.103/0001-19 POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES E DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES Versão: 02 Aprovação: 130ª RCA, de 20.02.2014 ÍNDICE I. FINALIDADE... 3 II. ABRANGÊNCIA...

Leia mais

TOTVS S.A. CNPJ/MF Nº 53.113.791/0001-22 NIRE 35.300.153.171 ANEXO I À ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 18 DE DEZEMBRO DE 2015

TOTVS S.A. CNPJ/MF Nº 53.113.791/0001-22 NIRE 35.300.153.171 ANEXO I À ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 18 DE DEZEMBRO DE 2015 TOTVS S.A. CNPJ/MF Nº 53.113.791/0001-22 NIRE 35.300.153.171 ANEXO I À ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 18 DE DEZEMBRO DE 2015 POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES E

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO ELEKTRO ELETRICIDADE E SERVIÇOS S.A.

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO ELEKTRO ELETRICIDADE E SERVIÇOS S.A. CNPJ 02.328.280/0001-97 POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA ELEKTRO ELETRICIDADE E SERVIÇOS S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF nº 02.238.280/0001-97 Rua Ary Antenor de Souza, nº 321,

Leia mais

Política de Negociação de Valores Mobiliários de Emissão da CPFL Energia S.A.

Política de Negociação de Valores Mobiliários de Emissão da CPFL Energia S.A. Política de Negociação de Valores Mobiliários de Emissão da CPFL Energia S.A. I. FINALIDADE 1. O objetivo da Política de Negociação de Valores Mobiliários de Emissão da CPFL Energia S.A. (a Companhia )

Leia mais

Política de Divulgação de Ato ou Fato Relevante do BRB BANCO DE BRASÍLIA S.A. Companhia Aberta CNPJ 00.000.208/0001-00 NIRE 5330001430 CVM 01420-6

Política de Divulgação de Ato ou Fato Relevante do BRB BANCO DE BRASÍLIA S.A. Companhia Aberta CNPJ 00.000.208/0001-00 NIRE 5330001430 CVM 01420-6 Política de Divulgação de Ato ou Fato Relevante do BRB BANCO DE BRASÍLIA S.A. Companhia Aberta CNPJ 00.000.208/0001-00 NIRE 5330001430 CVM 01420-6 FINALIDADE 1. - São regulados pelas disposições da presente

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA LE LIS BLANC DEUX COMÉRCIO E CONFECÇÕES DE ROUPAS S.A. I. PROPÓSITO

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA LE LIS BLANC DEUX COMÉRCIO E CONFECÇÕES DE ROUPAS S.A. I. PROPÓSITO POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA LE LIS BLANC DEUX COMÉRCIO E CONFECÇÕES DE ROUPAS S.A. I. PROPÓSITO Este Manual visa a consolidar as regras e procedimentos que devem ser observados

Leia mais

COMPANHIA ESTADUAL DE ÁGUAS E ESGOTOS CEDAE CNPJ/MF: 33.352.394/0001-04 Companhia Aberta

COMPANHIA ESTADUAL DE ÁGUAS E ESGOTOS CEDAE CNPJ/MF: 33.352.394/0001-04 Companhia Aberta COMPANHIA ESTADUAL DE ÁGUAS E ESGOTOS CEDAE CNPJ/MF: 33.352.394/0001-04 Companhia Aberta POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATOS OU FATOS RELEVANTES E PRESERVAÇÃO DE SIGILO I DEFINIÇÕES As definições utilizadas

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS Política de Negociação de Valores Mobiliários de Emissão da Estácio Participações S.A. 1. Propósito Este Manual visa a consolidar as regras e procedimentos que devem ser observados pelos (i) Administradores

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA FORNO DE MINAS ALIMENTOS S.A.

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA FORNO DE MINAS ALIMENTOS S.A. POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA FORNO DE MINAS ALIMENTOS S.A. 1 PROPÓSITO A presente Política de Negociação de Valores Mobiliários tem como propósito estabelecer regras para

Leia mais

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES E DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES E DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS Objetivos da POLÍTICA 1. Esta POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES E DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ( POLÍTICA ) estabelece as diretrizes e os procedimentos que orientam a WEG S.A., as empresas

Leia mais

ANEXO II À ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA JULIO SIMÕES LOGÍSTICA S.A. REALIZADA EM 30 DE NOVEMBRO DE 2009

ANEXO II À ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA JULIO SIMÕES LOGÍSTICA S.A. REALIZADA EM 30 DE NOVEMBRO DE 2009 ANEXO II À ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA JULIO SIMÕES LOGÍSTICA S.A. REALIZADA EM 30 DE NOVEMBRO DE 2009 POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA JULIO SIMÕES LOGÍSTICA

Leia mais

Acordo de Acionistas. ou Fato Relevante CPFL Energia S.A. Atual Denominação Social da Draft II Participações S.A.

Acordo de Acionistas. ou Fato Relevante CPFL Energia S.A. Atual Denominação Social da Draft II Participações S.A. Acordo de Acionistas Política de da Divulgação CPFL Energia de S.A. Ato ou Fato Relevante CPFL Energia S.A. Atual Denominação Social da Draft II Participações S.A. Sumário I Ii Iii Iv V Vi Vii Viii Público-Alvo

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO COM VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA COMPANHIA

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO COM VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA COMPANHIA POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO COM VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA COMPANHIA NEGOCIAÇÃO COM VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA TECNISA S.A., OU A ELES REFERENCIADOS, POR POTENCIAIS OU EFETIVOS DETENTORES DE INFORMAÇÃO

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA BRASCAN RESIDENTIAL PROPERTIES S.A.

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA BRASCAN RESIDENTIAL PROPERTIES S.A. POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA BRASCAN RESIDENTIAL PROPERTIES S.A. I. PROPÓSITO 1.1 A presente Política visa a consolidar as regras e procedimentos que devem ser observados

Leia mais

A. DEFINIÇÕES E ADESÃO

A. DEFINIÇÕES E ADESÃO POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA CYRELA BRAZIL REALTY S.A. EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES APROVADA PELO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO EM REUNIÃO NO DIA 10 DE MAIO DE 2012 A. DEFINIÇÕES

Leia mais

Os termos e expressões relacionados abaixo e utilizados no âmbito desta Política, terão o seguinte significado

Os termos e expressões relacionados abaixo e utilizados no âmbito desta Política, terão o seguinte significado Políticas de Divulgação 1) Definições Os termos e expressões relacionados abaixo e utilizados no âmbito desta Política, terão o seguinte significado 1.1. Acionistas Controladores ou Controladora : o acionista

Leia mais

MAESTRO LOCADORA DE VEÍCULOS S.A. NIRE 35.300.414.284 CNPJ/MF nº 08.795.211/0001-70

MAESTRO LOCADORA DE VEÍCULOS S.A. NIRE 35.300.414.284 CNPJ/MF nº 08.795.211/0001-70 MAESTRO LOCADORA DE VEÍCULOS S.A. NIRE 35.300.414.284 CNPJ/MF nº 08.795.211/0001-70 POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO E FATO RELEVANTE DA MAESTRO LOCADORA DE VEÍCULOS S.A. A presente Política de Divulgação

Leia mais

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE RENAR MAÇÃS S/A

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE RENAR MAÇÃS S/A POLÍTCA DE DVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE RENAR MAÇÃS S/A A Política estabelece diretrizes e procedimentos a serem observados na divulgação de ato ou fato relevante e na manutenção do sigilo de tais

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS TEGMA GESTÃO LOGÍSTICA S.A. ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO E PRINCÍPIOS GERAIS 2. DEFINIÇÕES 3. OBJETIVOS E ABRANGÊNCIA 4. PERÍODO DE VEDAÇÕES ÀS NEGOCIAÇÕES 5. AUTORIZAÇÃO

Leia mais

UNICASA INDÚSTRIA DE MÓVEIS S.A.

UNICASA INDÚSTRIA DE MÓVEIS S.A. POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÃO RELEVANTE DA COMPANHIA DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES E MANUTENÇÃO DE SIGILO POR POTENCIAIS OU EFETIVOS DETENTORES DE INFORMAÇÃO RELEVANTE, NOS TERMOS DA INSTRUÇÃO CVM Nº

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA VIVER INCORPORADORA E CONSTRUTORA S.A.

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA VIVER INCORPORADORA E CONSTRUTORA S.A. POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA VIVER INCORPORADORA E CONSTRUTORA S.A. 1. OBJETIVO, ADESÃO E ADMINISTRAÇÃO 1.1 - A presente Política de Negociação tem por objetivo estabelecer

Leia mais

Política de Negociação de Valores Mobiliários de Emissão da KROTON EDUCACIONAL S.A. I Definições e Adesão

Política de Negociação de Valores Mobiliários de Emissão da KROTON EDUCACIONAL S.A. I Definições e Adesão Política de Negociação de Valores Mobiliários de Emissão da KROTON EDUCACIONAL S.A. I Definições e Adesão 1. As definições utilizadas no presente instrumento têm os significados que lhes são atribuídos

Leia mais

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO E USO DE INFORMAÇÕES SOBRE ATO OU FATO RELATIVO À EMPRESA DE INFOVIAS S/A

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO E USO DE INFORMAÇÕES SOBRE ATO OU FATO RELATIVO À EMPRESA DE INFOVIAS S/A POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO E USO DE INFORMAÇÕES SOBRE ATO OU FATO RELATIVO À EMPRESA DE INFOVIAS S/A 1. Introdução e Objetivo A Empresa de Infovias S/A sempre pautou a sua conduta pelo princípio da transparência,

Leia mais

Manual de Política de Divulgação e Uso de Informações Relevantes da Claro Telecom Participações S.A.

Manual de Política de Divulgação e Uso de Informações Relevantes da Claro Telecom Participações S.A. Claro Telecom Participações S.A. É compromisso da zelar pela qualidade, consistência, suficiência, transparência e celeridade na divulgação das informações disponíveis a respeito de suas atividades. O

Leia mais

EVEN CONSTRUTORA E INCORPORADORA S.A.

EVEN CONSTRUTORA E INCORPORADORA S.A. POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA COMPANHIA EVEN CONSTRUTORA E INCORPORADORA S.A. Aprovada em Reunião do Conselho de Administração da Companhia realizada em 27 de abril de 2012

Leia mais

TOTVS S.A. CNPJ/MF 53.113.791/0001-22 NIRE 35.300.153.171 ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 28 DE OUTUBRO DE 2014

TOTVS S.A. CNPJ/MF 53.113.791/0001-22 NIRE 35.300.153.171 ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 28 DE OUTUBRO DE 2014 TOTVS S.A. CNPJ/MF 53.113.791/0001-22 NIRE 35.300.153.171 ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 28 DE OUTUBRO DE 2014 1. - DATA, HORA E LOCAL DA REUNIÃO: Realizada no dia 28 de outubro

Leia mais

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO - COMGÁS

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO - COMGÁS POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE DA COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO - COMGÁS ÍNDICE I - Definições Aplicáveis... 3 II - Propósito e Abrangência... 4 III - Princípios... 5 IV - Ato ou Fato

Leia mais

Bradespar S.A. Capítulo I Abrangência. Capítulo II Definições

Bradespar S.A. Capítulo I Abrangência. Capítulo II Definições Bradespar S.A. e de Negociação de Valores Mobiliários de Emissão da Bradespar S.A. Capítulo I Abrangência Art. 1 o ) As Políticas de Divulgação de Ato ou Fato Relevante e de Negociação de Valores Mobiliários

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA TOTVS S.A. I. DEFINIÇÕES E ADESÃO

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA TOTVS S.A. I. DEFINIÇÕES E ADESÃO POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA TOTVS S.A. I. DEFINIÇÕES E ADESÃO 1. As definições utilizadas na presente Política de Negociação têm os significados que lhes são atribuídos

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA MPX ENERGIA S/A

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA MPX ENERGIA S/A POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA MPX ENERGIA S/A 1 1. Objetivo A presente Política de Negociação de es Mobiliários de emissão da MPX ( Política ) tem por objetivo estabelecer

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÃO PARA DIVULGAÇÃO DE ATOS OU FATOS RELEVANTES

MANUAL DE INSTRUÇÃO PARA DIVULGAÇÃO DE ATOS OU FATOS RELEVANTES MANUAL DE INSTRUÇÃO PARA DIVULGAÇÃO DE ATOS OU FATOS RELEVANTES 1. CARACTERIZAÇÃO O presente documento destina-se a estabelecer a Política de Divulgação de Ato ou Fato Relevante da Companhia Aberta Companhia

Leia mais

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES E POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO COM VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DO MINERVA S.A.

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES E POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO COM VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DO MINERVA S.A. POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES E POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO COM VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DO MINERVA S.A. 1 - NORMAS GERAIS 1.1 - Introdução e Princípios Gerais 1.1.1 - O Minerva é uma

Leia mais

BANCO DO BRASIL SISTEMA DE AUTO-REGULAÇÃO

BANCO DO BRASIL SISTEMA DE AUTO-REGULAÇÃO BANCO DO BRASIL SISTEMA DE AUTO-REGULAÇÃO O, em cumprimento às determinações da Comissão de Valores Mobiliários-CVM, a partir da edição da Instrução CVM 31, em 1984, adota procedimentos com vistas a disciplinar

Leia mais

Vale aprova Política de Negociação

Vale aprova Política de Negociação Fato Relevante Vale aprova Política de Negociação A Vale S.A. (Vale) informa que o Conselho de Administração aprovou uma nova Política de Negociação de Valores Mobiliários de emissão da Vale em substituição

Leia mais

1. Os termos e expressões relacionados abaixo, quando utilizados nesta Política, terão o seguinte significado:

1. Os termos e expressões relacionados abaixo, quando utilizados nesta Política, terão o seguinte significado: POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS 1. Os termos e expressões relacionados abaixo, quando utilizados nesta Política, terão o seguinte significado: 1.1. Companhia : Braskem S.A. 1.2. Controladora

Leia mais

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO E USO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES E PRESERVAÇÃO DE SIGILO DA COMPANHIA BRASILEIRA DE DISTRIBUIÇÃO

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO E USO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES E PRESERVAÇÃO DE SIGILO DA COMPANHIA BRASILEIRA DE DISTRIBUIÇÃO POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO E USO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES E PRESERVAÇÃO DE SIGILO DA COMPANHIA BRASILEIRA DE DISTRIBUIÇÃO Aprovada em Reunião do Conselho de Administração da Companhia realizada em 29 de agosto

Leia mais

DIAGNÓSTICOS DA AMÉRICA S/A CNPJ/MF n.º 61.486.650/0001-83 NIRE n.º 35.300.172.507. Companhia Aberta

DIAGNÓSTICOS DA AMÉRICA S/A CNPJ/MF n.º 61.486.650/0001-83 NIRE n.º 35.300.172.507. Companhia Aberta DIAGNÓSTICOS DA AMÉRICA S/A CNPJ/MF n.º 61.486.650/0001-83 NIRE n.º 35.300.172.507 Companhia Aberta ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 12 DE NOVEMBRO DE 2015 ANEXO I Política de Divulgação

Leia mais

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE DA RAÍZEN ENERGIA S.A.

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE DA RAÍZEN ENERGIA S.A. POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE DA RAÍZEN ENERGIA S.A. 1. OBJETIVO 1.1. O objetivo da presente Política de Divulgação é estabelecer as regras e procedimentos a serem adotados pela Raízen

Leia mais

2.1. Nesse contexto, o Pronunciamento visa a contribuir para as melhores práticas concernentes:

2.1. Nesse contexto, o Pronunciamento visa a contribuir para as melhores práticas concernentes: CODIM COMITÊ DE ORIENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÃO AO MERCADO (ABRAPP - ABRASCA AMEC ANBIMA ANCORD - ANEFAC APIMEC BM&FBOVESPA CFC IBGC IBRACON IBRI) Proposta de Texto Final PRONUNCIAMENTO DE ORIENTAÇÃO

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA MARFRIG FRIGORÍFICOS E COMÉRCIO DE ALIMENTOS S.A.

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA MARFRIG FRIGORÍFICOS E COMÉRCIO DE ALIMENTOS S.A. POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA MARFRIG FRIGORÍFICOS E COMÉRCIO DE ALIMENTOS S.A. APROVADA NA RCA DE 18/03/2009 SUMÁRIO I OBJETIVO... 3 II - ADMINISTRAÇÃO DA POLÍTICA... 3 II.1

Leia mais

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE QUEIROZ GALVÃO EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO S.A.

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE QUEIROZ GALVÃO EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO S.A. POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE QUEIROZ GALVÃO EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO S.A. I. PROPÓSITO, ABRAGÊNCIA E ESCOPO A presente Política de Divulgação de Ato ou Fato Relevante da QGEP tem como propósito

Leia mais

Deveres e Responsabilidades dos Membros do Conselho de Administração e do Conselho Fiscal. Os Deveres dos Conselheiros na Instrução CVM nº 358/02

Deveres e Responsabilidades dos Membros do Conselho de Administração e do Conselho Fiscal. Os Deveres dos Conselheiros na Instrução CVM nº 358/02 1 Deveres e Responsabilidades dos Membros do Conselho de Administração e do Conselho Fiscal Os Deveres dos Conselheiros na Instrução CVM nº 358/02 Elizabeth Lopez Rios Machado SUPERINTENDÊNCIA DE RELAÇÕES

Leia mais

MARCOPOLO S.A. C.N.P.J nr. 88.611.835/0001-29 NIRE Nº. 43 3 0000723 5 Companhia Aberta ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

MARCOPOLO S.A. C.N.P.J nr. 88.611.835/0001-29 NIRE Nº. 43 3 0000723 5 Companhia Aberta ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Reunião: Política de Negociação de Valores Mobiliários (Portuguese only) MARCOPOLO S.A. C.N.P.J nr. 88.611.835/0001-29 NIRE Nº. 43 3 0000723 5 Companhia Aberta ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO COM VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO COM VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO COM VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA TRISUL S.A. Companhia Aberta CNPJ nº o8.811.643/0001-27 / NIRE 35.300.341.627 Av. Paulista, 37 15º andar Bairro Paraíso, CEP 01311-000 - São

Leia mais

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO COM VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO COM VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES E POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO COM VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA JBS S.A. Companhia Aberta CNPJ nº o2.916.265/0001-60 / NIRE 35.300.330.587 Av. Marginal Direita

Leia mais

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO COM VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO COM VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES E POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO COM VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA ABRIL EDUCAÇÃO S.A. CNPJ/MF nº 02.541.982/0001-54/NIRE 3530017583-2 Avenida Otaviano Alves

Leia mais

Política de Divulgação de Atos ou Fatos Relevantes da Quality Software S.A. ( Política de Divulgação )

Política de Divulgação de Atos ou Fatos Relevantes da Quality Software S.A. ( Política de Divulgação ) Política de Divulgação de Atos ou Fatos Relevantes da Quality Software S.A. ( Política de Divulgação ) Versão: 1.0, 08/03/2013 Fatos Relevantes v 1.docx 1. INTRODUÇÃO E OBJETIVO... 3 2. PESSOAS SUJEITAS

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA SATIPEL INDUSTRIAL S.A.

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA SATIPEL INDUSTRIAL S.A. POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA SATIPEL INDUSTRIAL S.A. 1. Princípio Geral: Escopo 1.1 A POLÍTICA estabelece diretrizes e procedimentos a serem observados pela Companhia e pessoas

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA COMPANHIA BRASILEIRA DE DISTRIBUIÇÃO

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA COMPANHIA BRASILEIRA DE DISTRIBUIÇÃO POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA COMPANHIA BRASILEIRA DE DISTRIBUIÇÃO Aprovada em Reunião do Conselho de Administração da Companhia realizada em 29 de agosto de 2013. 1 POLÍTICA

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA MARCOPOLO S.A.

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA MARCOPOLO S.A. POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA MARCOPOLO S.A. I - OBJETIVO E ABRANGÊNCIA Art. 1 o. A presente Política de Negociação tem por objetivo estabelecer as regras e procedimentos

Leia mais

INTRODUÇÃO CAPÍTULO I. Definições. Os termos e expressões listados a seguir, quando utilizados nesta Política, terão os seguintes significados:

INTRODUÇÃO CAPÍTULO I. Definições. Os termos e expressões listados a seguir, quando utilizados nesta Política, terão os seguintes significados: POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO E USO DE INFORMAÇÕES E NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA B2W COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO INTRODUÇÃO A presente Política de Divulgação e Uso de Informações e Negociação

Leia mais

Manual da Política de Divulgação

Manual da Política de Divulgação Manual da Política de Divulgação BM&F BOVESPA S.A. BOLSA DE VALORES, MERCADORIAS E FUTUROS MANUAL DA POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE E NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS I. Definições II.

Leia mais

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE E DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DA WEG S.A.

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE E DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DA WEG S.A. POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE E DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DA WEG S.A. Objetivos da POLÍTICA 1. Esta POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE E DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES

Leia mais

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE DA TARPON INVESTIMENTOS S.A.

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE DA TARPON INVESTIMENTOS S.A. POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE DA TARPON INVESTIMENTOS S.A. I - DEFINIÇÕES E ADESÃO 1. As definições utilizadas na presente Política de Divulgação têm os significados que lhes são atribuídos

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA E TRANSPARÊNCIA

CÓDIGO DE CONDUTA E TRANSPARÊNCIA CÓDIGO DE CONDUTA E TRANSPARÊNCIA DA TELEMAR PARTICIPAÇÕES S.A., TELE NORTE LESTE PARTICIPAÇÕES S.A. E TELEMAR NORTE LESTE S.A. INTRODUÇÃO O presente Código de Conduta e Transparência para Divulgação e

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO COM VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO COM VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO COM VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA Invest Tur Brasil Desenvolvimento Imobiliário Turístico S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 08.723.106/0001-25 NIRE 35.300.340.540 Rua Ramos Batista,

Leia mais

TOTVS S.A. CNPJ/MF nº 53.113.791/0001-22 NIRE 35.300.153.171 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 11 DE SETEMBRO DE 2006

TOTVS S.A. CNPJ/MF nº 53.113.791/0001-22 NIRE 35.300.153.171 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 11 DE SETEMBRO DE 2006 TOTVS S.A. CNPJ/MF nº 53.113.791/0001-22 NIRE 35.300.153.171 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 11 DE SETEMBRO DE 2006 1. - DATA, HORA E LOCAL DA REUNIÃO: Realizada às 10h00 do dia

Leia mais

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE DA EMPRESA GLOBEX UTILIDADES S/A 1. PÚBLICO ALVO

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE DA EMPRESA GLOBEX UTILIDADES S/A 1. PÚBLICO ALVO POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE DA EMPRESA GLOBEX UTILIDADES S/A 1. PÚBLICO ALVO a) a própria Globex; b) acionistas controladores, diretos ou indiretos; c) diretores estatutários; d) membros

Leia mais

Política de Divulgação de Informações e de Negociação de Valores Mobiliários de Emissão da CIA. HERING FINALIDADE. Capítulo I.

Política de Divulgação de Informações e de Negociação de Valores Mobiliários de Emissão da CIA. HERING FINALIDADE. Capítulo I. Política de Divulgação de Informações e de Negociação de Valores Mobiliários de Emissão da CIA. HERING FINALIDADE A presente Política de Divulgação de Informações e de Negociação de Valores Mobiliários

Leia mais

CONCESSIONÁRIA RODOVIAS DO TIETÊ S.A. CNPJ/MF Nº 10.678.505/0001-63 NIRE Nº 35.300.366.476

CONCESSIONÁRIA RODOVIAS DO TIETÊ S.A. CNPJ/MF Nº 10.678.505/0001-63 NIRE Nº 35.300.366.476 CONCESSIONÁRIA RODOVIAS DO TIETÊ S.A. CNPJ/MF Nº 10.678.505/0001-63 NIRE Nº 35.300.366.476 POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATOS OU FATOS RELEVANTES E PRESERVAÇÃO DE SIGILO I. DEFINIÇÕES E ADESÃO 1. As definições

Leia mais

ANEXO A FERTILIZANTES HERINGER S.A. CNPJ/MF 22.266.175/0001-88 POLITICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES E PRESERVAÇÃO DE SIGILO

ANEXO A FERTILIZANTES HERINGER S.A. CNPJ/MF 22.266.175/0001-88 POLITICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES E PRESERVAÇÃO DE SIGILO ANEXO A FERTILIZANTES HERINGER S.A. CNPJ/MF 22.266.175/0001-88 POLITICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES E PRESERVAÇÃO DE SIGILO I - DEFINIÇÕES E ADESÃO 1. As definições utilizadas na presente Política

Leia mais

1.Introdução... 2. 2. Definições... 2. 3. Objetivos e Princípios... 3. 4. Negociação por meio de Corretoras Credenciadas e Períodos de Bloqueio...

1.Introdução... 2. 2. Definições... 2. 3. Objetivos e Princípios... 3. 4. Negociação por meio de Corretoras Credenciadas e Períodos de Bloqueio... Índice 1.Introdução... 2 2. Definições... 2 3. Objetivos e Princípios... 3 4. Negociação por meio de Corretoras Credenciadas e Períodos de Bloqueio... 4 5. Restrições à Negociação na Pendência de Divulgação

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA QUALICORP S.A.

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA QUALICORP S.A. POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA QUALICORP S.A. I. DEFINIÇÕES 1.1 Os termos e expressões relacionados a seguir, quando utilizados nesta Política de Negociação, terão o seguinte

Leia mais

Política de Divulgação de Informações Relevantes e Preservação de Sigilo

Política de Divulgação de Informações Relevantes e Preservação de Sigilo Índice 1. Definições... 2 2. Objetivos e Princípios... 3 3. Definição de Ato ou Fato Relevante... 4 4. Deveres e Responsabilidade... 5 5. Exceção à Imediata Divulgação... 7 6. Dever de Guardar Sigilo...

Leia mais

Política de Divulgação e Uso de Informações e de Negociação de Valores Mobiliários de Emissão da Arteris S.A. Introdução

Política de Divulgação e Uso de Informações e de Negociação de Valores Mobiliários de Emissão da Arteris S.A. Introdução Política de Divulgação e Uso de Informações e de Negociação de es Mobiliários de Emissão da Arteris S.A. Introdução A presente Política de Divulgação e Uso de Informações e de Negociação de es Mobiliários

Leia mais

Política de Negociação de Valores Mobiliários Política

Política de Negociação de Valores Mobiliários Política de Negociação de Valores Mobiliários de Negociação de Valores Mobiliários Versão 1.0 Data de criação 01/08/2012 Data de modificação Não Aplicável Tipo de documento Índice 1. PRINCÍPIOS GERAIS... 4 2. DEFINIÇÕES...

Leia mais

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES E PRESERVAÇÃO DE SIGILO DA

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES E PRESERVAÇÃO DE SIGILO DA POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES E PRESERVAÇÃO DE SIGILO DA KROTON EDUCACIONAL S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF n.º 02.800.026/0001-40 NIRE 31.300.025.187 I Definições e Adesão 1. As definições

Leia mais

DURATEX S.A. CNPJ. 97.837.181/0001-47 Companhia Aberta NIRE 35300154410

DURATEX S.A. CNPJ. 97.837.181/0001-47 Companhia Aberta NIRE 35300154410 DURATEX S.A. CNPJ. 97.837.181/0001-47 Companhia Aberta NIRE 35300154410 POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS (aprovada na RCA de 12.08.2009 e alterada nas RCA s de 14.06.2010, 04.11.2011 e 22.04.2014)

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA CCX CARVÃO DA COLÔMBIA S.A.

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA CCX CARVÃO DA COLÔMBIA S.A. 1. Objetivo A presente Política de Negociação de es Mobiliários de emissão da CCX Carvão da Colômbia S.A. ( Política e Companhia, respectivamente) tem por objetivo estabelecer as regras e procedimentos

Leia mais

MAGNESITA REFRATÁRIOS S.A. POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO COM VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO PRÓPRIA

MAGNESITA REFRATÁRIOS S.A. POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO COM VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO PRÓPRIA MAGNESITA REFRATÁRIOS S.A. POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO COM VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO PRÓPRIA E POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES E PRESERVAÇÃO DE SIGILO 2 SUMÁRIO 1. NORMAS GERAIS... 3 1.1.

Leia mais

I Definições aplicáveis às Políticas de Divulgação e de Negociação

I Definições aplicáveis às Políticas de Divulgação e de Negociação Política de Divulgação e Uso de Informações e Política de Negociação de Valores Mobiliários de Emissão da SARAIVA A Saraiva S.A. Livreiros Editores ( SARAIVA ou Sociedade ), sociedade com Registro de Capital

Leia mais

ITAÚSA - INVESTIMENTOS ITAÚ S.A. CNPJ 61.532.644/0001-15 Companhia Aberta NIRE 35300022220

ITAÚSA - INVESTIMENTOS ITAÚ S.A. CNPJ 61.532.644/0001-15 Companhia Aberta NIRE 35300022220 ITAÚSA - INVESTIMENTOS ITAÚ S.A. CNPJ 61.532.644/0001-15 Companhia Aberta NIRE 35300022220 POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE (aprovada na RCA de 31.7.2002 e alterada nas RCAs de 9.5.2005,

Leia mais

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO E USO DE INFORMAÇÕES POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO E USO DE INFORMAÇÕES PARA O MERCADO DA OGX PETRÓLEO E GAS PARTICIPAÇÕES S.A.

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO E USO DE INFORMAÇÕES POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO E USO DE INFORMAÇÕES PARA O MERCADO DA OGX PETRÓLEO E GAS PARTICIPAÇÕES S.A. POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO E USO DE INFORMAÇÕES PARA O MERCADO DA OGX PETRÓLEO E GAS PARTICIPAÇÕES S.A. Junho 2009 1 1. Objetivo A presente Política de Divulgação e Uso de Informações para o Mercado da OGX

Leia mais

4 - AUTORIDADE E RESPONSABILIDADE Cabe ao DECC a execução e o acompanhamento do disposto nesta Norma, que contará com o auxílio da DAUD.

4 - AUTORIDADE E RESPONSABILIDADE Cabe ao DECC a execução e o acompanhamento do disposto nesta Norma, que contará com o auxílio da DAUD. Título: POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE 1 - OBJETIVO Estabelecer diretrizes para disciplinar a divulgação de informações da Companhia, de forma a tornar compatíveis as necessidades dos

Leia mais

MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE A AUSTRALIAN SECURITIES COMMISSION E A COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DO BRASIL

MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE A AUSTRALIAN SECURITIES COMMISSION E A COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DO BRASIL MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE A AUSTRALIAN SECURITIES COMMISSION E A COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DO BRASIL INTRODUÇÃO 1. A Australian Securities Commission e a Comissão de Valores Mobiliários, reconhecendo

Leia mais

BTG PACTUAL PARTICIPATIONS, LTD. POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES E PRESERVAÇÃO DE SIGILO

BTG PACTUAL PARTICIPATIONS, LTD. POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES E PRESERVAÇÃO DE SIGILO BTG PACTUAL PARTICIPATIONS, LTD. POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES RELEVANTES E PRESERVAÇÃO DE SIGILO (Aprovada em Reunião do Conselho de Administração da Companhia (Director s Meeting) realizada em

Leia mais

TEXTO INTEGRAL DA INSTRUÇÃO CVM 40, DE 07 DE NOVEMBRO DE 1984, COM ALTERAÇÕES INTRODUZIDAS PELAS INSTRUÇÕES CVM 45/85, 54/86, 224/94 E 441/06

TEXTO INTEGRAL DA INSTRUÇÃO CVM 40, DE 07 DE NOVEMBRO DE 1984, COM ALTERAÇÕES INTRODUZIDAS PELAS INSTRUÇÕES CVM 45/85, 54/86, 224/94 E 441/06 TEXTO INTEGRAL DA INSTRUÇÃO CVM N o 40, DE 07 DE NOVEMBRO DE 1984, COM ALTERAÇÕES INTRODUZIDAS PELAS INSTRUÇÕES CVM N os 45/85, 54/86, 224/94 E 441/06. Dispõe sobre a Constituição de funcionamento de Clubes

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS Aprovada pelo Conselho de Administração em 03 de maio de 2012 1. INTRODUÇÃO Esta Política de Negociação estabelece diretrizes e procedimentos a serem observados

Leia mais

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE LE LIS BLANC DEUX COMÉRCIO E CONFECÇÕES DE ROUPAS S.A. POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE LE LIS BLANC DEUX COMÉRCIO E CONFECÇÕES DE ROUPAS S.A. POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE LE LIS BLANC DEUX COMÉRCIO E CONFECÇÕES DE ROUPAS S.A. POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE I DEFINIÇÕES E ADESÃO 1. As definições utilizadas

Leia mais

07.07.2002. A disponibilização do Manual e da Política não autoriza o uso da marca e/ou do logotipo da AmBev por terceiros.

07.07.2002. A disponibilização do Manual e da Política não autoriza o uso da marca e/ou do logotipo da AmBev por terceiros. 07.07.2002 A Companhia de Bebidas das Américas AmBev está tornando disponível às companhias abertas, sem copyright, conforme compromisso assumido com a CVM, o Manual de Divulgação e Uso de Informações

Leia mais

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES PARA O MERCADO DE CAPITAIS

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES PARA O MERCADO DE CAPITAIS POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES PARA O MERCADO DE CAPITAIS 1. OBJETIVO A presente Política de Divulgação de Informações tem como objetivo geral estabelecer o dever da Companhia em divulgar, de forma

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES 1. Objetivo 1.1. Formalização de uma Política de Negociação de Ações das empresas METALÚRGICA GERDAU S.A. e GERDAU S.A. (conjuntamente com coligadas e controladas diretas ou indiretas, doravante referidas

Leia mais

CODIM COMITÊ DE ORIENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES AO MERCADO (ABRASCA AMEC ANBID ANCOR APIMEC BOVESPA CFC - IBGC IBRACON - IBRI)

CODIM COMITÊ DE ORIENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES AO MERCADO (ABRASCA AMEC ANBID ANCOR APIMEC BOVESPA CFC - IBGC IBRACON - IBRI) CODIM COMITÊ DE ORIENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES AO MERCADO (ABRASCA AMEC ANBID ANCOR APIMEC BOVESPA CFC - IBGC IBRACON - IBRI) PRONUNCIAMENTO DE ORIENTAÇÃO CODIM 05, de 27 de Novembro de 2008.

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE INOVAÇÃO DE FIBRIA CELULOSE S.A. CAPÍTULO I DO COMITÊ DE INOVAÇÃO

REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE INOVAÇÃO DE FIBRIA CELULOSE S.A. CAPÍTULO I DO COMITÊ DE INOVAÇÃO REGIMENTO INTERNO DO COMITÊ DE INOVAÇÃO DE FIBRIA CELULOSE S.A. CAPÍTULO I DO COMITÊ DE INOVAÇÃO 1. O Comitê de Inovação (o "Comitê") é um órgão colegiado de assessoramento e instrução, instituído pelo

Leia mais

ÂMBITO E FINALIDADE DAS DEFINIÇÕES INICIAIS

ÂMBITO E FINALIDADE DAS DEFINIÇÕES INICIAIS Estabelece normas e procedimentos a serem observados nas operações realizadas em bolsas e mercados de balcão organizado por meio da rede mundial de computadores e dá outras providências. O PRESIDENTE DA

Leia mais

RESOLUCAO 2.689. Dispõe sobre aplicações de investidor não residente nos mercados financeiro e capitais.

RESOLUCAO 2.689. Dispõe sobre aplicações de investidor não residente nos mercados financeiro e capitais. RESOLUCAO 2.689 Dispõe sobre aplicações de investidor não residente nos mercados financeiro e de capitais. O BANCO CENTRAL DO BRASIL, na forma do art. 9. da Lei n. 4.595, de 31 de dezembro de 1964, torna

Leia mais

A Importância do RI na Abertura de Capital. Etapas do Processo de IPO. José Luiz Homem de Mello 03 de outubro de 2007

A Importância do RI na Abertura de Capital. Etapas do Processo de IPO. José Luiz Homem de Mello 03 de outubro de 2007 A Importância do RI na Abertura de Capital Etapas do Processo de IPO José Luiz Homem de Mello 03 de outubro de 2007 Agenda Registro Inicial de Companhia Aberta Registro de Oferta Pública de Distribuição

Leia mais

INTRODUÇÃO 3 MERCADO DE CAPITAIS 3 MERCADO DE BALCÃO 5 INTERMEDIÁRIOS 6 TÍTULOS NEGOCIADOS 7 MODALIDADES DE OPERAÇÕES E TIPOS DE ORDEM 9

INTRODUÇÃO 3 MERCADO DE CAPITAIS 3 MERCADO DE BALCÃO 5 INTERMEDIÁRIOS 6 TÍTULOS NEGOCIADOS 7 MODALIDADES DE OPERAÇÕES E TIPOS DE ORDEM 9 1 2 ÍNDICE INTRODUÇÃO 3 MERCADO DE CAPITAIS 3 MERCADO DE BALCÃO 5 INTERMEDIÁRIOS 6 TÍTULOS NEGOCIADOS 7 MODALIDADES DE OPERAÇÕES E TIPOS DE ORDEM 9 SISTEMAS DE NEGOCIAÇÃO 9 INFORMAÇÕES DIVULGADAS 10 CUSTÓDIA

Leia mais

INSTRUÇÃO CVM Nº 243, DE 1º DE MARÇO DE 1996. DAS ENTIDADES RESPONSÁVEIS PELO MERCADODE BALCÃO ORGANIZADO

INSTRUÇÃO CVM Nº 243, DE 1º DE MARÇO DE 1996. DAS ENTIDADES RESPONSÁVEIS PELO MERCADODE BALCÃO ORGANIZADO TEXTO INTEGRAL DA INSTRUÇÃO CVM N o 243, DE 1 o DE MARÇO DE 1996, COM AS ALTERAÇÕES INTRODUZIDAS PELAS INSTRUÇÕES CVM N o 250/96, 343/00, 440/06 E 461/07.. Disciplina o funcionamento do mercado de balcão

Leia mais

MANUAL DE CONDUTA PARA DIVULGAÇÃO E USO DE INFORMAÇÕES E POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA GAFISA S.A.

MANUAL DE CONDUTA PARA DIVULGAÇÃO E USO DE INFORMAÇÕES E POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA GAFISA S.A. MANUAL DE CONDUTA PARA DIVULGAÇÃO E USO DE INFORMAÇÕES E POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DE EMISSÃO DA GAFISA S.A. MANUAL DE CONDUTA PARA DIVULGAÇÃO E USO DE INFORMAÇÕES E POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO

Leia mais

AS NOVAS REGRAS DE REGISTRO DE EMISSORES DE VALORES MOBILIÁRIOS NO MERCADO DE CAPITAIS BRASILEIRO

AS NOVAS REGRAS DE REGISTRO DE EMISSORES DE VALORES MOBILIÁRIOS NO MERCADO DE CAPITAIS BRASILEIRO REVISTA JURÍDICA CONSULEX ONLINE Conjuntura Walter Douglas Stuber Sócio Fundador de Walter Stuber Consultoria Jurídica, atuando como advogado especializado em direito empresarial, societário, financeiro

Leia mais