Prof. Daniel J. Melo Brasil

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Prof. Daniel J. Melo Brasil"

Transcrição

1 CÓDIGO DE BARRAS

2 Objetivos Entender a tecnologia do código de barras Entender os padrões existentes e quais as suas adoções Entender os passos necessários para adoção da tecnologia de código de barras

3 Roteiro O que é código de barras? Para que são utilizados os código de barras? Como o código de barras representa os caracteres? O papel das organizações que estabelecem padrões Tipos de código de barras Ambiente de utilização dos códigos de barras 10 Passos para adoção do código de barras

4 O que é código de barras? É uma representação gráfica de dados que podem ser numéricos ou alfanuméricos dependendo do tipo de código de barras utilizado. A decodificação (leitura) dos dados é realizada por um equipamento chamado scanner

5 Para que são utilizados os código de barras? Identificação de Itens Comerciais Identificação de Pacientes Identificação de Documentos Identificação de Funcionários Identificação de Ingressos Arte

6 Como o código de barras representa os caracteres? O mapeamento entre mensagens e código de barras é chamado Simbologia Inclui: A codificação de um único dígito/caracter Marcadores de início e término Tamanho da Quiet Zone As simbologias podem ser classificadas em: Contínua x Discreta 2 larguras x n-larguras

7 Como o código de barras representa os caracteres? Exemplo da codigicação UPC Para cada dígito é alocado o mesmo espaço horizontal: exatamente 7 unidades. Para representar os números de 0 a 9 simplemesmente colorimos as listras horizontais com um padrão diferente de cores.

8 O papel da GS1 Organização sem fins lucrativos dedicadas ao desenvolvimento e implementação de padrões globais destinados ao aumento da produtividade na cadeia de suprimentos Estabelece os padrões para os principais tipos de código de barras utilizados na logística Garante a identificação única dos produtos através do GTIN Tecnologia Padronização

9 Tipos de Código de Barras Tipo Descrição Exemplo U.P.C. Simbologia largamente utilizada nos estados unidos e canadá para identificar itens comerciais EAN 13 É uma simbologia na qual está inserida o U.P.C. É utilizada largamente em todo o mundo para identificar itens comerciais em pontos de venda. EAN 8 É uma simbologia derivada do EAN 13. Foi introduzida para utilização em itens de pequena dimensão. ITF-14 É uma implementação do orgão GS1 do padrão Interleaved 2 of 5 para codificar o GTIN. Geralmente são utilizados em caixas de produtos.

10 Tipos de Código de Barras Tipo Descrição Exemplo GS1-128 GS1 Databar Data Matrix Comp. Compos to Os códigos de barras GS1-128 (anteriormente chamados de UCC/EAN-128 ou EAN-128), podem carregar todas as Chaves GS1 e todos os atributos, mas não podem ser usados para identificar itens que passam pelos PDVs Um conjunto de símbolos, alguns dos quais podem ser lidos por leitores nos pontos de venda (PDVs) de varejo. É menor que EAN/UPC, podendo carregar informações adicionais como números de série e números do lote e da data de durabilidade máxima. O GS1 DataMatrix é o único símbolo de "matrix 2D" especificado pela GS1 que está se tornando o símbolo de escolha na área da saúde. O Componente Composto é o único símbolo 2D linear especificado pela GS1

11 Ambiente de utilização do código de barras

12 Questão desafio - 1 Uma empresa pretende implantar um sistema de WMS e pretende identificar os endereços utilizando um dos tipos de código de barras especificado pela GS1. Qual deles ela deverá escolher? A) U.P.C. B) ITF 14 C) EAN 13 D) EAN 8 E) QUALQUER UMA DAS ALTERNATIVAS ACIMA F) NENHUMA DAS ALTERNATIVAS

13 Questão Desafio 2 Um empresa comercializa os seus produtos em caixas de 5, 10 e 15 unidades. A GS1 especifica um padrão para esse tipo de identificação. Qual é esse padrão? A) U.P.C. B) ITF 14 C) EAN 13 D) EAN 8 E) DATABAR F) CODE39

14 Resumo do capítulo O código de barras é uma tecnologia de identificação utilizada para representar caracteres Os códigos de barras são utilizados em quase todos os setores da economia para identificação de itens comerciais, documentos, pessoas, etc A forma como o código de barras codifica as mensagens é chamada de simbologia A organização que padroniza as simbologias dos códigos de barras é a GS1 Existem diversos tipos de códigos de barras padronizados pela GS1, entre eles estão o EAN/UPC, ITF-14, EAN-128, etc.

Prof. Daniel J. Melo Brasil

Prof. Daniel J. Melo Brasil CÓDIGO DE BARRAS Objetivos Entender os passos necessários para adoção da tecnologia de código de barras nos itens comerciais, na identificação de pallets, na identificação de endereços, etc. Adoção do

Leia mais

ANO XXII - 2011-2ª SEMANA DE JUNHO DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 24/2011 ASSUNTOS DIVERSOS ICMS - PA

ANO XXII - 2011-2ª SEMANA DE JUNHO DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 24/2011 ASSUNTOS DIVERSOS ICMS - PA ANO XXII - 2011-2ª SEMANA DE JUNHO DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 24/2011 ASSUNTOS DIVERSOS SISTEMA EAN - IMPLANTAÇÃO Introdução - Conceitos Básicos - Utilização do Código de Barras no Brasil - Objetivo

Leia mais

Webinar Pergunte ao especialista.

Webinar Pergunte ao especialista. Webinar Pergunte ao especialista. Código de Barras: Entenda, crie e gerencie a identificação do seu produto. Edson Matos 26/02/2015 Padrões GS1 que serão abordados Webinar Para fazer perguntas coloque:

Leia mais

R evolução no ponto-de-venda Mais dados menos espaço

R evolução no ponto-de-venda Mais dados menos espaço R evolução no ponto-de-venda Mais dados menos espaço 1 Como varejistas, estamos sempre a procura de formas para melhorar a experiência de compra dos clientes. Tendo como base os últimos 25 anos do Sistema

Leia mais

5 passos para. implementação. do código de barras IDENTIFIQUE CAPTURE COMPARTILHE

5 passos para. implementação. do código de barras IDENTIFIQUE CAPTURE COMPARTILHE 5 passos para implementação do código de barras IDENTIFIQUE CAPTURE COMPARTILHE O que é o código de Barras? Os números de identificação de um produto podem ser representados por meio de um código, possibilitando

Leia mais

GS1 Brasil Associação Brasileira de Automação. 2011 GS1 Brasil

GS1 Brasil Associação Brasileira de Automação. 2011 GS1 Brasil GS1 Brasil Associação Brasileira de Automação O que são padrões? São acordos que estruturam qualquer atividade ou setor da economia. São regras ou guias que todos aplicam. Ou uma forma de medição, descrição,

Leia mais

Manual de código de Barras

Manual de código de Barras 1. VISÃO GERAL 1.1 MODITIVAÇÃO: O código de barras é uma forma de representar a numeração, que viabiliza a captura automática dos dados por meio de leitura óptica nas operações automatizadas (EAN Brasil,

Leia mais

Eficiência de Padrões na Cadeia Produtiva do Vinho. Ana Paula Vendramini Maniero

Eficiência de Padrões na Cadeia Produtiva do Vinho. Ana Paula Vendramini Maniero Eficiência de Padrões na Cadeia Produtiva do Vinho Ana Paula Vendramini Maniero A importância de padrões Calçados e tomadas são apenas dois exemplos simples Sem padrões, processos de negócios seriam muito

Leia mais

Conhecendo o Código de Barras Volume 1

Conhecendo o Código de Barras Volume 1 Conhecendo o Código de Barras Volume 1 Conhecendo o Código de Barras O material Conhecendo o Código de Barras tem como objetivo integrar a sua empresa, de forma ainda mais eficiente, à cadeia de suprimentos.

Leia mais

GS1 Contributo para uma Classificação Global

GS1 Contributo para uma Classificação Global GS1 Contributo para uma Classificação Global GS1 Portugal e o Sistema GS1 1ª Reunião da Rede Portuguesa sobre Composição dos Alimentos Projecto PortFIR 16 Dezembro 2008 Agenda Quem somos Sistema GS1 Quem

Leia mais

Guia de Codificação para Livros

Guia de Codificação para Livros Guia de Codificação para Livros 1. Introdução A GS1 e as Agências Internacionais do ISBN e ISSN elaboraram diretrizes para ajudar os editores na compreensão das funcionalidades do Sistema GS1 para o setor

Leia mais

Guia de apoio à codificação de medicamentos

Guia de apoio à codificação de medicamentos Guia de apoio à codificação de medicamentos Para atender à RDC 54/2013 (Versão 2) Apoio: Introdução... 3 Benefícios esperados... 3 Aplicações... 4 Embalagem secundária:... 4 Identificação: GTIN Codificação:

Leia mais

Rastreabilidade a Prática. Amanda Prado - Itaueira Flávia Ponte - GS1 Brasil

Rastreabilidade a Prática. Amanda Prado - Itaueira Flávia Ponte - GS1 Brasil 1 Rastreabilidade a Prática Amanda Prado - Itaueira Flávia Ponte - GS1 Brasil O que é Rastreabilidade? É a capacidade de recuperação do histórico, da aplicação ou da localização de uma entidade (ou item)

Leia mais

Padrões Globais para Rastreabilidade de Medicamentos. Patrícia Amaral

Padrões Globais para Rastreabilidade de Medicamentos. Patrícia Amaral Padrões Globais para Rastreabilidade de Medicamentos Patrícia Amaral Cadeias de Suprimentos de Saúde São seguras? São eficientes? São transparentes? Como estamos? Elevando a Segurança do Paciente O IOM*

Leia mais

Volume 8 ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE AU TOMAÇÃO

Volume 8 ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE AU TOMAÇÃO Volume 8 ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE AU TOMAÇÃO Esta edição do Caderno Eficiência descreve as principais funcionalidades, benefícios e características do CADASTRO NACIONAL DE PRODUTOS, nova ferramenta on-line

Leia mais

ROADSHOW BRAGA Códigos de Barras (EAN, GS1-128, GS1 DataBar e GS1 DataMatrix) 25 de Novembro 2010 Marcos Gaspar Carreira

ROADSHOW BRAGA Códigos de Barras (EAN, GS1-128, GS1 DataBar e GS1 DataMatrix) 25 de Novembro 2010 Marcos Gaspar Carreira ROADSHOW BRAGA Códigos de Barras (EAN, GS1-128, GS1 DataBar e GS1 DataMatrix) 25 de Novembro 2010 Marcos Gaspar Carreira The global language of business Standards Globais Desempenham um importante papel

Leia mais

Controle e visibilidade: Internet das Coisas Roberto Matsubayashi*

Controle e visibilidade: Internet das Coisas Roberto Matsubayashi* Controle e visibilidade: Internet das Coisas Roberto Matsubayashi* Existem diversas atividades fundamentais desempenhadas pelas empresas no cumprimento de sua missão, sempre com o objetivo de agregar de

Leia mais

GS1025-13 Miolo Wellcome Kit GS1.indd 2

GS1025-13 Miolo Wellcome Kit GS1.indd 2 Quem é a GS1 Como gerar seu Código de Barras Produtos e Soluções GS1 GS1025-13 Miolo Wellcome Kit GS1.indd 1 GS1025-13 Miolo Wellcome Kit GS1.indd 2 Quem é a GS1 GS1 Brasil A GS1 Brasil Associação Brasileira

Leia mais

SISTEMA DE RASTREABILIDADE BOVINA

SISTEMA DE RASTREABILIDADE BOVINA SISTEMA DE RASTREABILIDADE BOVINA Ricardo Toshio Yugue EAN BRASIL Grupo de Trabalho para Automação, Rastreabilidade e Padronização Comercial da Carne Bovina 24 SUMÁRIO presente projeto tem por objetivo

Leia mais

Afinal o que é Código de Barras DUN 14?

Afinal o que é Código de Barras DUN 14? Afinal o que é Código de Barras DUN 14? Escrito por: Eng. Luciano T.Junior O que é DUN 14?...3 Considerações sobre o DUN 14...4 Como é o código de barras DUN 14?...5 Produtos e Serviços LinhaBase para

Leia mais

Vice-Presidência do Negócio Postal Departamento de Marketing Brasília, outubro de 2015

Vice-Presidência do Negócio Postal Departamento de Marketing Brasília, outubro de 2015 Requisitos técnicos para preparação do bloco de endereçamento de cartas para tratamento em sistemas automatizados, utilizando o CEPNet e Código Bidimensional Datamatrix 2D. Versão 0.1, 27/10/2015 1 Sumario

Leia mais

TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS GS1 Portugal entrada em vigor 01/01/2014

TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS GS1 Portugal entrada em vigor 01/01/2014 TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS entrada em vigor 01/01/2014 ÍNDICE TABELA DE PREÇOS E CONDIÇÕES COMERCIAIS 01 ADMISSÃO À GS1 PORTUGAL JÓia Quota Anual Condições Comerciais 02 PRODUTOS GS1 PORTUGAL

Leia mais

Rastreabilidade de medicamentos - dentro e fora do hospital - Nilson Gonçalves Malta

Rastreabilidade de medicamentos - dentro e fora do hospital - Nilson Gonçalves Malta Rastreabilidade de medicamentos - dentro e fora do hospital - Nilson Gonçalves Malta Hospital Israelita Albert Einstein Abril 2015 Requisitos para rastreabilidade Códigos de barras em todos os produtos

Leia mais

Sistema EAN UCC para a Rastreabilidade

Sistema EAN UCC para a Rastreabilidade Sistema EAN UCC para a Rastreabilidade Marcos Gaspar Carreira Técnico de CAD Um Mundo Um Sistema The Global Language of Business A Linguagem Global dos Negócios GS1 Início de actividade em 1977; Com sede

Leia mais

Brasil. Pensou em código de barras. Pensou GS1 Brasil. Manual do Usuário do Sistema GS1

Brasil. Pensou em código de barras. Pensou GS1 Brasil. Manual do Usuário do Sistema GS1 Brasil Pensou em código de barras. Pensou GS1 Brasil. Manual do Usuário do Sistema GS1 Manual do Usuário do Sistema GS1 Passo a Passo para a Aplicação dos Códigos de Barras EAN/UPC Pode-se dividir a aplicação

Leia mais

Brasil Pensou em código de barras. Pensou GS1 Brasil. Como gerar seu Código de Barras

Brasil Pensou em código de barras. Pensou GS1 Brasil. Como gerar seu Código de Barras Brasil Pensou em código de barras. Pensou GS1 Brasil. Como gerar seu Código de Barras Passo a passo de como gerar o seu Código de Barras Sua empresa acabou de se filiar à GS1 Brasil, consequentemente

Leia mais

Obrigatoriedade do código de Barras nos Produtos

Obrigatoriedade do código de Barras nos Produtos Código: PT-130517 Módulo: PRODUTOS Data: 17/05/2013 Revisão: 17/05/2013 Assunto: Obrigatoriedade do código de Barras nos Produtos GTIN - "Global Trade Item Number" Número Global de Item Comercial na Nota

Leia mais

FILIAÇÃO À GS1 PORTUGAL

FILIAÇÃO À GS1 PORTUGAL FILIAÇÃO À GS1 PORTUGAL Jóia Admissão à Associação (Direitos e Deveres Estatutários) 150,00 Quota Anual Permanência como Associado e Acesso e Licença de Utilização dos Produtos/Serviços GS1 Volume de negócios

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE AU TOMAÇÃO. UMA QUESTÃO DE SEGURANÇA Padrões GS1: Tranquilidade para você e seu cliente. Volume 7

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE AU TOMAÇÃO. UMA QUESTÃO DE SEGURANÇA Padrões GS1: Tranquilidade para você e seu cliente. Volume 7 ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE AU TOMAÇÃO UMA QUESTÃO DE SEGURANÇA Padrões GS1: Tranquilidade para você e seu cliente. Volume 7 Padrões do Sistema GS1 Habilitando a visibilidade da cadeia de valor. Identificação

Leia mais

Tecnologia da Informação em Aplicações Logísticas. Professor: Msc. Marco Aurélio C. da Silva

Tecnologia da Informação em Aplicações Logísticas. Professor: Msc. Marco Aurélio C. da Silva Tecnologia da Informação em Aplicações Logísticas Professor: Msc. Marco Aurélio C. da Silva Importância da TI na Logística A TI foi um fator preponderante para o desenvolvimento da Logística nos últimos

Leia mais

Brasil EPC. Código Eletrônico de Produto. Volume 3

Brasil EPC. Código Eletrônico de Produto. Volume 3 Brasil EPC Código Eletrônico de Produto Volume 3 A implementação do código eletrônico de produto (EPC) e da tecnologia de identificação por radiofrequência (RFID), promete importantes benefícios aos consumidores

Leia mais

Encarte Técnico GS1-128

Encarte Técnico GS1-128 Encarte Técnico GS1-128 1. Introdução O Sistema GS1 é composto pelas seguintes bases: Sistema de numeração, que inclui o GTIN (Número Global de Item Comercial), o SSCC (Código de Série de Unidade Logística),

Leia mais

Conhecendo o GLN. Número Global de Localização. Volume 2

Conhecendo o GLN. Número Global de Localização. Volume 2 Conhecendo o GLN Número Global de Localização Volume 2 Conhecendo o GLN O material Conhecendo o GLN tem como objetivo integrar a sua empresa, de forma ainda mais eficiente, à cadeia de suprimentos. Além

Leia mais

Rotulagem nutricional Intercâmbio de informação entre Sync PT, GS1 Portugal e PortFIR/SGRIA, INSA

Rotulagem nutricional Intercâmbio de informação entre Sync PT, GS1 Portugal e PortFIR/SGRIA, INSA Rotulagem nutricional Intercâmbio de informação entre Sync PT, GS1 Portugal e PortFIR/SGRIA, INSA 6ª Reunião Anual PORTFIR 31 Outubro 2013 Silvério Paixão O Mundo está a mudar Sabia que? Os Consumidores

Leia mais

Considerações de legibilidade de código de barras e OCR

Considerações de legibilidade de código de barras e OCR OCR e fontes de código de 3 de 9 1 Considerações de legibilidade de código de e OCR de tela Existem diversos fatores que podem afetar a legibilidade de caracteres OCR e de código de e de OCR, incluindo

Leia mais

Leitor de códigos de barras Manual do Usuário

Leitor de códigos de barras Manual do Usuário Versão: 1.0.0 CPX-2200 Leitor de códigos de barras Manual do Usuário Leitor de código de barras CPX-2200 Manual do Usuário Ver: 1.0.0 Revisado em: 01/10/2013 1 Compex Tecnologia Ltda. Índice CPX-2200...

Leia mais

O Sistema GS1 Normas para os T&L

O Sistema GS1 Normas para os T&L O Sistema GS1 Normas para os T&L MARCA Optimize as suas Operações Workshop Movimente Normas GS1 Eficiência nos T&L 29 Novembro, Hotel Villa Rica - Lisboa O QUE É A GS1? Sem Fins Lucrativos Neutra em relação

Leia mais

Capítulo 12 Identificação automática e captura de dados

Capítulo 12 Identificação automática e captura de dados Capítulo 12 Identificação automática e captura de dados Seções: 1. Visão geral dos métodos de identificação automática 2. Tecnologia de códigos de barra 3. Identificação por radiofrequência 4. Outras tecnologias

Leia mais

A EVOLUÇÃO DO CÓDIGO DE BARRAS NO BRASIL

A EVOLUÇÃO DO CÓDIGO DE BARRAS NO BRASIL A EVOLUÇÃO DO CÓDIGO DE BARRAS NO BRASIL RESUMO O presente trabalho mostra que a Automação é uma ferramenta de oportunidades, que traz benefícios a sociedade e ao mundo dos negócios, contudo pode trazer

Leia mais

Manual do Utilizador EAN UCC CODIPOR 72006. 1 www.gs1pt.org

Manual do Utilizador EAN UCC CODIPOR 72006. 1 www.gs1pt.org 1 www.gs1pt.org índice 1. INTRODUÇÃO... 4 2. FUNDAMENTOS E PRINCÍPIOS DO SISTEMA EAN UCC... 6 2.1 ÁREAS DE APLICAÇÃO... 6 2.2 IDENTIFICAÇÃO NUMÉRICA EAN UCC... 6 GTIN NÚMERO GLOBAL DE ITEM COMERCIAL...

Leia mais

Fácil & Prático. Guia de Configuração. Versão 1.0 SL 80

Fácil & Prático. Guia de Configuração. Versão 1.0 SL 80 Fácil & Prático Guia de Configuração Versão 1.0 SL 80 Guia de Configuração Versão 1.0 1 Guia de Configuração SL-80 Versão 1.0 Copyright @ 2013 Este manual é protegido por copyright, com todos os direitos

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE ELETROTÉCNICA ELETRÔNICA DIGITAL - ET75C - Profª Elisabete N Moraes

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE ELETROTÉCNICA ELETRÔNICA DIGITAL - ET75C - Profª Elisabete N Moraes //24 UNIVERIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE ELETROTÉCNICA ELETRÔNICA DIGITAL - ET75C - Profª Elisabete N Moraes AULA 6 CODIFICADORE E DECODIFICADORE Em 3 de outubro de 24.

Leia mais

Passo a Passo para a Aplicação dos Códigos de Barras EAN UCC

Passo a Passo para a Aplicação dos Códigos de Barras EAN UCC EAN UCC 1 2 MANUAL DO USUÁRIO Passo a Passo para a Aplicação dos Códigos de Barras EAN UCC Pode-se dividir a aplicação do código de barras EAN UCC em etapas distintas: 1 a Etapa: Estruturar as numerações

Leia mais

O Valor e os Benefícios do Sistema de Padrões GS1

O Valor e os Benefícios do Sistema de Padrões GS1 O Valor e os Benefícios do Sistema de Padrões GS1 O GS1 projeta e gerencia um sistema global de padrões de cadeia de suprimentos. Nos últimos trinta anos, a GS1 dedicou-se ao projeto e implementação de

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE INTEGRADA AVM

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE INTEGRADA AVM UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE INTEGRADA AVM IMPLANTAÇÃO DE AUTOMAÇÃO DE ESTOQUES EM PEQUENOS NEGÓCIOS COMO VANTAGEM COMPETITIVA Por: Elaine Silva Ramos Orientador: Prof.

Leia mais

Norma Global para a Rastreabilidade: A base para a visibilidade, qualidade e segurança na cadeia de valor

Norma Global para a Rastreabilidade: A base para a visibilidade, qualidade e segurança na cadeia de valor Norma Global para a Rastreabilidade: A base para a visibilidade, qualidade e segurança na cadeia de valor Introdução O Sistema GS1, devido à sua capacidade de fornecer uma identificação única e global

Leia mais

O Futuro dos Padrões no Setor Varejista e de Bens de Consumo. Roberto Masubayashi Innovation and Strategic Alliances Director

O Futuro dos Padrões no Setor Varejista e de Bens de Consumo. Roberto Masubayashi Innovation and Strategic Alliances Director O Futuro dos Padrões no Setor Varejista e de Bens de Consumo Roberto Masubayashi Innovation and Strategic Alliances Director O começo... Invenção Código de Barras 1949 Código de Barras é inventado por

Leia mais

GS1 Brasil Associação Brasileira de Automação. Entenda, Crie e gerencie o código de barras

GS1 Brasil Associação Brasileira de Automação. Entenda, Crie e gerencie o código de barras GS1 Brasil Associação Brasileira de Automação Entenda, Crie e gerencie o código de barras Agenda O que é, e qual a atuação da GS1 Como identificar produtos e criar código de barras Como a empresa obtém

Leia mais

RASTREAMENTO DE MEDICAMENTOS

RASTREAMENTO DE MEDICAMENTOS RASTREAMENTO DE MEDICAMENTOS COORDENAÇÃO DO GRUPO DE TRABALHO PORTARIAS Nº 255/2011 E Nº 535/2011 PROPOSTA DE RESOLUÇÃO 40ª Reunião Ordinária do Conselho Consultivo Anvisa Brasília, 13 de junho de 2013

Leia mais

NORMALIZAÇÃO Normas Globais para a Codificação de Produtos 14 de Dezembro 2010 Silvério Paixão

NORMALIZAÇÃO Normas Globais para a Codificação de Produtos 14 de Dezembro 2010 Silvério Paixão NORMALIZAÇÃO Normas Globais para a Codificação de Produtos 14 de Dezembro 2010 Silvério Paixão The global language of business Construindo pontes entre diversos parceiros da cadeia de distribuição Qual

Leia mais

Manual de Aplicação para OPH1004

Manual de Aplicação para OPH1004 Manual de Aplicação para OPH1004 Versão: VAREJO 04 Varejo - Versão: Varejo04 - Página 1 1. Teclas... 3 2. Estrutura de Menus... 4 2. 1. Inventário... 5 2.1.1. Inventário... 5 2.1.2. Ver Inventário... 7

Leia mais

O Futuro dos Padrões no Setor Varejista de Bens de Consumo

O Futuro dos Padrões no Setor Varejista de Bens de Consumo Tema: Apresentador: O Futuro dos Padrões no Setor Varejista de Bens de Consumo Roberto Matsubayashi Diretor de Inovação e Alianças Estratégicas GS1 BRASIL e-mail: roberto.matsubayashi@gs1br.org Impacto

Leia mais

Experiência de implementação de soluções RFID e RTLS em função do Inventário e de controlo de stock tanto em armazéns como em lojas

Experiência de implementação de soluções RFID e RTLS em função do Inventário e de controlo de stock tanto em armazéns como em lojas Experiência de implementação de soluções RFID e RTLS em função do Inventário e de controlo de stock tanto em armazéns como em lojas Silvério Paixão l Director de Inovação & Standars l GS1 Portugal 17 e

Leia mais

Rastreabilidade e Autenticidade de. Ricardo Yugue

Rastreabilidade e Autenticidade de. Ricardo Yugue Rastreabilidade e Autenticidade de Medicamentos Ricardo Yugue O Conceito de Rastreabilidade Rastreabilidade éa capacidade de recuperação do histórico, da aplicação ou da localização de uma entidade (ou

Leia mais

Ask the local Barcoding Expert. Silvério Paixão, GS1 Portugal 23 Outubro, 2012

Ask the local Barcoding Expert. Silvério Paixão, GS1 Portugal 23 Outubro, 2012 Ask the local Barcoding Expert Silvério Paixão, GS1 Portugal 23 Outubro, 2012 9 7 8 8 5 7 1 6 4 4 9 5 3 Se podes olhar, vê. Se podes ver, repara. ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA José Saramago Agenda Quem Somos

Leia mais

4 Sistema de Informações

4 Sistema de Informações 4 Sistema de Informações 4.1 O conceito de informação O desenvolvimento das operações logísticas de uma determinada empresa ou organização está visceralmente ligado ao fluxo e intercâmbio de informações

Leia mais

A CURA GLOBAL PARA A SAÚDE PÚBLICA

A CURA GLOBAL PARA A SAÚDE PÚBLICA A CURA GLOBAL PARA A SAÚDE PÚBLICA Um relatório novo e independente divulgado pela McKinsey&Company estimou os benefícios em vidas e valor da implementação de um único padrão global para a saúde pública.

Leia mais

GUIA RÁPIDO LEITURA DE CÓDIGO DE BARRA PADRÃO GS1

GUIA RÁPIDO LEITURA DE CÓDIGO DE BARRA PADRÃO GS1 GUIA RÁPIDO LEITURA DE CÓDIGO DE BARRA PADRÃO GS1 RMS Software S.A. - Uma Empresa TOTVS Todos os direitos reservados. A RMS Software é a maior fornecedora nacional de software de gestão corporativa para

Leia mais

Alinhamento de dados com Sync PT Data Pool. Lisboa 2014-03-06

Alinhamento de dados com Sync PT Data Pool. Lisboa 2014-03-06 Alinhamento de dados com Sync PT Data Pool Lisboa 2014-03-06 3 O Alinhamento de dados com a plataforma SYNC PT Data Pool O PROJETO IMPLEMENTAÇÃO O PROCESSO 4 O Alinhamento de dados com a plataforma SYNC

Leia mais

Centro Universitário Salesiano de Campinas UNISAL. Tecnologia Maio 2006 Islei Tordin Ra 06030445 Saul Domingos Ra 06030378

Centro Universitário Salesiano de Campinas UNISAL. Tecnologia Maio 2006 Islei Tordin Ra 06030445 Saul Domingos Ra 06030378 Centro Universitário Salesiano de Campinas UNISAL Tecnologia Maio 2006 Islei Tordin Ra 06030445 Saul Domingos Ra 06030378 Power Point Código de barras Utilização Facilidades Técnologia Podemos ficar ricos

Leia mais

RASTREABILIDADE - RDC 59/2009 e IN 01/2010

RASTREABILIDADE - RDC 59/2009 e IN 01/2010 RASTREABILIDADE - RDC 59/2009 e IN 01/2010 Logística Curso Formação de Auditores para a Cadeia Industrial Farmacêutica 2 Sobre o Docente Programação SONJA HELENA MADEIRA MACEDO Graduada em Farmácia-Bioquímica

Leia mais

I M P L E M E N TA Ç Ã O D O C Ó D I G O B I D I M E N S I O N A L D A T A M A T R I X

I M P L E M E N TA Ç Ã O D O C Ó D I G O B I D I M E N S I O N A L D A T A M A T R I X I M P L E M E N TA Ç Ã O D O C Ó D I G O B I D I M E N S I O N A L D A T A M A T R I X T E C N O L O G I A D A I N F O R M A Ç Ã O C Ó D I G O B I D I M E N S I O N A L D A T A M A T R I X PROCESSOS E

Leia mais

Sistema do Ciclo do Sangue Fundação Hemominas HEMOTE Plus

Sistema do Ciclo do Sangue Fundação Hemominas HEMOTE Plus Sistema do Ciclo do Sangue Fundação Hemominas HEMOTE Plus A partir de 24 de Fevereiro de 2015 a Fundação HEMOMINAS (FH) substituirá o Sistema de informática do Ciclo do Sangue. Esta mudança permitirá melhoria

Leia mais

Cadastro Nacional de Produtos. Overview

Cadastro Nacional de Produtos. Overview Cadastro Nacional de Produtos Overview 1 Visão Geral O que é? Uma nova ferramenta de gestão de numeração (GTIN, GLN) e cadastramento de produtos. A quem se destina? Associados GS1. Benefícios Ampliar a

Leia mais

Estudo de Mercado Fiabilidade de Leitura em Loja

Estudo de Mercado Fiabilidade de Leitura em Loja Estudo de Mercado Fiabilidade de Leitura em Loja Decorreu no primeiro trimestre 2009, um estudo de avaliação de implementação e desempenho dos códigos de barras comerciais, no âmbito do espaço nacional.

Leia mais

Tecnologia Aplicada à Logística

Tecnologia Aplicada à Logística Tecnologia Aplicada à Logística Movimentação e TI Alunos: Keriton Leandro Fernando TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NA LOGÍSTICA Definição de Informação na Logística É um elemento de grande importância nas operações

Leia mais

Regras de Alocação do GTIN para o Setor da Saúde

Regras de Alocação do GTIN para o Setor da Saúde Regras de Alocação do GTIN para o Setor da Saúde 03 Outubro 2007, Final Todos os direitos reservados a GS1 2007 1 Resumo do documento Item do documento Valor Atual Título do documento Regras de Alocação

Leia mais

Unique Device Identification - UDI. UDI - (ABIMO/ABIMED) e ANVISA

Unique Device Identification - UDI. UDI - (ABIMO/ABIMED) e ANVISA Unique Device Identification - UDI UDI - (ABIMO/ABIMED) e ANVISA Desafios para implementação 24/11/2014 Lílian Garcia Orofino Nancy Mesas do Rio Objetivo do grupo 1. Leitura e análise crítica da 1ª experiência

Leia mais

Prof. Jean Cavaleiro. Unidade I LOGÍSTICA INTEGRADA:

Prof. Jean Cavaleiro. Unidade I LOGÍSTICA INTEGRADA: Prof. Jean Cavaleiro Unidade I LOGÍSTICA INTEGRADA: PRODUÇÃO E COMÉRCIO Introdução Entender a integração logística. A relação produção e demanda. Distribuição e demanda. Desenvolver visão sistêmica para

Leia mais

WMS. Agenda. Warehouse Management Systems (WMS) Warehouse Management Systems Sistema de Gerenciamento de Armazéns

WMS. Agenda. Warehouse Management Systems (WMS) Warehouse Management Systems Sistema de Gerenciamento de Armazéns WMS Warehouse Management Systems Sistema de Gerenciamento de Armazéns Breno Amorim brenoamorim@hotmail.com Informática Aplicada a Logística Profº Breno Amorimsexta-feira, 11 de setembro de 2009 Agenda

Leia mais

OPL9815 Inventário Configurável

OPL9815 Inventário Configurável OPL9815 Inventário Configurável Versão: PXOINCG (OPL9815) 30/09/2015: Revisão 01 Opticon Latin America Versão: INCG - Página 1 1. Funcionalidades... 3 2. Teclas... 3 3. Estrutura de Menus... 4 3. 1. Coleta...

Leia mais

Armazenagem, Controle e Distribuição. Aula 3. Contextualização. Principais Atribuições. Controles de Estoque. Plano de Ação. Instrumentalização

Armazenagem, Controle e Distribuição. Aula 3. Contextualização. Principais Atribuições. Controles de Estoque. Plano de Ação. Instrumentalização Armazenagem, Controle e Distribuição Aula 3 Contextualização Prof. Walmar Rodrigues da Silva Controles de Estoque Principais Atribuições Planejamento Controle Gestão de estoques PDCA Sistema de administração

Leia mais

Guia prático para gerar

Guia prático para gerar Guia prático para gerar Código de Barras e QR Code Aprenda como fazer códigos de barras em Word, Excel, Coreldraw e como produzir um QR Code. 1 O que é um Código de Barras? O código de barras UPC (em inglês

Leia mais

Via MARTE. Reunião com os Fornecedores 27/07/2011. Auditório da Via Marte

Via MARTE. Reunião com os Fornecedores 27/07/2011. Auditório da Via Marte Via MARTE Reunião com os Fornecedores NF-e e integração Logística 27/07/2011 Auditório da Via Marte NF-e Documentação = Manuais e Legislação em: http://www.nfe.fazenda.gov.br Responsabilidades; Versão

Leia mais

Manual de Referência de Código de Barras

Manual de Referência de Código de Barras Manual de Referência de Código de Barras Versão 0 POR 1 Introdução 1 Descrição geral 1 1 Este manual de referência fornece informação sobre impressão de códigos de barras com utilização de comandos de

Leia mais

Escola de Engenharia da Universidade do Minho Licenciatura em Engenharia Electrónica Industrial

Escola de Engenharia da Universidade do Minho Licenciatura em Engenharia Electrónica Industrial Escola de Engenharia da Licenciatura em Engenharia Electrónica Disciplina de SIAI 2004/05 Diapositivos de apoio a aulas Cristina Manuela Peixoto dos Santos Departamento de Electrónica TEMA 2 Sistemas de

Leia mais

Matemática. Tema 1: Controle dos códigos de identificação Referência no GUIA Capa Número de aulas previstas: 6

Matemática. Tema 1: Controle dos códigos de identificação Referência no GUIA Capa Número de aulas previstas: 6 Matemática Tema 1: Controle dos códigos de identificação Referência no GUIA Capa Número de aulas previstas: 6 Competências e habilidades Espera-se que, ao terminar o estudo deste tema, o aluno melhore

Leia mais

UM ESTUDO SOBRE A EVOLUÇÃO DO CÓDIGO DE BARRAS LINEAR ATÉ O QR CODE E SUA APLICAÇÃO EM UM ESTUDO DE CASO

UM ESTUDO SOBRE A EVOLUÇÃO DO CÓDIGO DE BARRAS LINEAR ATÉ O QR CODE E SUA APLICAÇÃO EM UM ESTUDO DE CASO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO- GRANDENSE - IFSUL, CAMPUS PASSO FUNDO CURSO DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET NÓRTON MATTIELLO VANZ UM ESTUDO SOBRE A EVOLUÇÃO DO CÓDIGO

Leia mais

Agenda. Simpósio Internacional EPC e GDSN 2005. A Importância da Padronização Para a Cadeia de Suprimentos

Agenda. Simpósio Internacional EPC e GDSN 2005. A Importância da Padronização Para a Cadeia de Suprimentos Simpósio Internacional EPC e GDSN 2005 A Importância da Padronização Para a Cadeia de Suprimentos Sergio Ribinik CEO GS1 BRASIL MEMBRO DO ADVISORY COUNCIL DA GS1 E DO BOARD OF GOVERNORS DO EPC GLOBAL Agenda

Leia mais

Leitor CCD Long Range. PS-950 3em1. Boletos Bancários. Notas Fiscais Eletrônicas. Códigos de Produtos

Leitor CCD Long Range. PS-950 3em1. Boletos Bancários. Notas Fiscais Eletrônicas. Códigos de Produtos Leitor CCD Long Range PS-950 3em1 Notas Fiscais Eletrônicas Boletos Bancários Códigos de Produtos Obrigado por comprar um Produto Comtac Você comprou um produto de uma empresa que oferece alta qualidade

Leia mais

Considerações Iniciais

Considerações Iniciais 1. Introdução Este documento tem por objetivo explicar o Portal Nacional do Setor Calçadista para a Otimização Logística. Do portal passamos para o detalhamento do funcionamento do aplicativo cliente disponibilizado

Leia mais

Engª de Produção Prof.: Jesiel Brito. Sistemas Integrados de Produção ERP. Enterprise Resources Planning

Engª de Produção Prof.: Jesiel Brito. Sistemas Integrados de Produção ERP. Enterprise Resources Planning ERP Enterprise Resources Planning A Era da Informação - TI GRI Information Resource Management -Informação Modo organizado do conhecimento para ser usado na gestão das empresas. - Sistemas de informação

Leia mais

Varejo e Tecnologia:

Varejo e Tecnologia: Seminário GVcev Varejo e Tecnologia: Presente e Perspectivas Iniciativas de Colaboração Sergio Ribinik CEO da GS1 BRASIL MEMBRO DO ADVISORY COUNCIL DA GS1 MEMBRO DO BOARD DO EPC GLOBAL Agenda Tecnologia

Leia mais

Código de Barras ISSN

Código de Barras ISSN Código de Barras ISSN Escrito por: Eng. Luciano T.Junior O Código ISSN...3 O que o Número ISSN Representa?... 3 O Código de Barras ISSN...4 Código de Barras Adicionais... 4 Outras Informações...6 O LinhaBase

Leia mais

Código de Barras. Código de Barras - Automação da entrada de dados. Código Magnético - Automação da entrada de dados

Código de Barras. Código de Barras - Automação da entrada de dados. Código Magnético - Automação da entrada de dados Código de Barras Baseado no site da GS1. http://www.gs1br.org/main.jsp?lumchannelid=402881762ba79a24012baab496330d7a http://www.invertexto.com/codigo-barras http://www.gs1br.org/ Código de Barras Código

Leia mais

Associação Brasileira de Automação GS1 Brasil

Associação Brasileira de Automação GS1 Brasil Associação Brasileira de Automação GS1 Brasil Estudo o uso do código de barras no Brasil 30 de junho de 2015 Consumidor e o Código de Barras 2 Consumidor e o Código de Barras - Perfil 45% - HOMENS 55%

Leia mais

GS1. Um sistema de padrões que gera valor. 30 de Novembro 2012 10h00. Wilson José da Cruz Silva wilson.cruz@gs1br.

GS1. Um sistema de padrões que gera valor. 30 de Novembro 2012 10h00. Wilson José da Cruz Silva wilson.cruz@gs1br. GS1 Um sistema de padrões que gera valor 30 de Novembro 2012 10h00 Wilson José da Cruz Silva wilson.cruz@gs1br.org (11) 3068-6249 2 3 O conceito EPC Necessidade básica: Identificar 4 EPC como meio de identificação

Leia mais

Impressoras Argox. Manual de Programação. Linguagem PPLB. Revisão 1.1. Julho 2002. Torres Indústria e Comércio de Etiquetas e Adesivos Ltda.

Impressoras Argox. Manual de Programação. Linguagem PPLB. Revisão 1.1. Julho 2002. Torres Indústria e Comércio de Etiquetas e Adesivos Ltda. Impressoras Argox Manual de Programação Linguagem PPLB Revisão 1.1 Julho 2002 Rua Odorico Mendes, 325 Bairro Moóca São Paulo SP Web site: www.torres.ind.br e-mail: torres@torres.ind.br Telefone: (11) 3346-6900

Leia mais

Pergunte ao Especialista: Rastreabilidade para Segurança do Alimento RDC-24 da ANVISA

Pergunte ao Especialista: Rastreabilidade para Segurança do Alimento RDC-24 da ANVISA Pergunte ao Especialista: Rastreabilidade para Segurança do Alimento RDC-24 da ANVISA Nilson Gasconi 14 de Julho de 2016 Objetivos Resolução da ANVISA RDC-24 Conceituar rastreabilidade. Proporcionar conhecimento

Leia mais

Copyright 2006 GrupoPIE Portugal S.A.

Copyright 2006 GrupoPIE Portugal S.A. ScanPAL A Restauração do Séc. XXI ScanPAL Copyright 2006 GrupoPIE Portugal S.A. - 2 - ScanPAL Índice Pag. 1. ScanPAL Terminal Portátil...5 1.1. Organização do Software...7 2. Operações...8 2.1. Operações

Leia mais

CONECTO. Tecnologia Java. Rua Henrique Setter, 85 Itoupava Central 89062-440 - Blumenau SC www.cechinel.com.br Página - 1

CONECTO. Tecnologia Java. Rua Henrique Setter, 85 Itoupava Central 89062-440 - Blumenau SC www.cechinel.com.br Página - 1 Apresentação CONECTO Tecnologia Java Página - 1 Sumário 1. Descrição...3 2. Estrutura da comunicação... 4 3. Apresentação...5 4. Funcionamento...6 5. Transmissão das Ocorrências...7 6. Mensagens...8 7.

Leia mais

Prix 6 Touch A solução completa e inovadora em pesagem, rotulagem, automação e mídia interna para o mercado varejista.

Prix 6 Touch A solução completa e inovadora em pesagem, rotulagem, automação e mídia interna para o mercado varejista. Prix 6 Touch A solução completa e inovadora em pesagem, rotulagem, automação e mídia interna para o mercado varejista. A Toledo do Brasil é líder em soluções de pesagem no país e está profundamente comprometida

Leia mais

ANEXO I CONCEITOS DE INOVAÇÃO

ANEXO I CONCEITOS DE INOVAÇÃO ANEXO I CONCEITOS DE INOVAÇÃO O requisito mínimo para se definir uma inovação é a introdução de novos elementos/instrumentos nos processos produtivos, de gestão ou comerciais, que favoreçam a melhor participação

Leia mais

Fonte: http://www.mckinsey.com

Fonte: http://www.mckinsey.com 30000000 70000000 Fonte: http://www.mckinsey.com 700000 1400000 Fonte: http://www.mckinsey.com 22000 43000 Fonte: http://www.mckinsey.com Fonte: http://www.mckinsey.com Disponível em: http://www.gs1.org/healthcare/mckinsey

Leia mais

Prix 5 Plus A solução completa em pesagem, rotulagem, automação e mídia interna para o mercado varejista.

Prix 5 Plus A solução completa em pesagem, rotulagem, automação e mídia interna para o mercado varejista. Prix 5 Plus A solução completa em pesagem, rotulagem, automação e mídia interna para o mercado varejista. A Toledo do Brasil é líder em soluções de pesagem no país e está profundamente comprometida com

Leia mais

WEBGIS Sistema Informativo Territorial

WEBGIS Sistema Informativo Territorial PREFEITURA MUNICIPAL DE PONTA GROSSA WEBGIS Sistema Informativo Territorial MANUAL DE UTILIZAÇÃO Autor: Rony Camargo de Brito Primeira edição: 20-06-2008 Atualizado: 08-10-2008 Todos os Direitos Reservados

Leia mais

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de OCR e separação de documentos de código de correção

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de OCR e separação de documentos de código de correção Este procedimento corresponde ao fluxo de trabalho de Indexação de OCR com separação de código de correção no programa de treinamento do Capture Pro Software. As etapas do procedimento encontram-se na

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO 1 - FUNDAMENTOS DA GESTÃO DE ESTOQUES 1

SUMÁRIO CAPÍTULO 1 - FUNDAMENTOS DA GESTÃO DE ESTOQUES 1 SUMÁRIO INTRODUÇÃO XIll CAPÍTULO 1 - FUNDAMENTOS DA GESTÃO DE ESTOQUES 1 OBJETIVO DO CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO 1 APRESENTAÇÃO 1 BREVE HISTÓRICO DA ABORDAGEM SOBRE os ESTOQUES 4 INTRODUÇÃO À GESTÃO DE ESTOQUES

Leia mais

Padrões Globais para o Setor da Saúde

Padrões Globais para o Setor da Saúde Padrões Globais para o Setor da Saúde Panorama do Setor da Saúde Pharma World (including Europe) coding & serialisation requirements Cyprus 2010 Product Code USA 2010 FDA SNI guidance Denmark 2011 Product

Leia mais

5 PASSOS para implementação do Código de Barras

5 PASSOS para implementação do Código de Barras 5 PASSOS para implementação do Código de Barras www.gs1br.org O que é o Código de Barras? Os números de identificação de um produto podem ser representados por meio de um código, possibilitando sua leitura

Leia mais