13 de fevereiro INÍCIO: 8h DURAÇÃO: 4 horas. 20 questões objetivas 4 questões práticas ARTES VISUAIS NOME: CARTEIRA :

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "13 de fevereiro 2011. INÍCIO: 8h DURAÇÃO: 4 horas. 20 questões objetivas 4 questões práticas ARTES VISUAIS NOME: CARTEIRA :"

Transcrição

1 13 de fevereiro 2011 INÍCIO: 8h DURAÇÃO: 4 horas CONTEÚDO: 20 questões objetivas 4 questões práticas ARTES VISUAIS NOME: CARTEIRA :

2

3 HABILIDADES ESPECÍFICAS - ARTES VISUAIS - ETAPA TÉORICA 01. Relacione as colunas, ligando corretamente cada momento da História da Arte, Coluna I, a suas características, Coluna II. Coluna I Coluna II 1- Renascimento Italiano ( ) Influenciado pela Contrarreforma, traz uma religiosidade dramática, intensa, procurando envolver emocionalmente as pessoas. Alguns artistas fundamentais são Caravaggio e Bernini. 2- Arte Medieval ( ) Tem como característica marcante sua ligação com o cristianismo e o uso de uma linguagem mais simbólica e menos naturalista, como podemos notar nas igrejas românicas e góticas. 3- Arte Egípcia ( ) Arte desenvolvida na região entre os rios Tigre e Eufrates, compreende várias nações que habitaram a região, como sumérios, assírios e babilônicos. 4- Arte Mesopotâmica ( ) Revoluciona a arte europeia dos séculos XV e XVI ao propor a volta dos ideais humanistas à arte, colocando o homem e a natureza em evidência. Alguns artistas fundamentais são Michelangelo, Rafael e Leonardo da Vinci. 5- Barroco Italiano ( ) Tem duração de mais de 3000 anos, sempre focada na religiosidade e, principalmente, na preparação para a vida após a morte. Suas construções mais marcantes são as pirâmides. Assinale a alternativa cuja sequência da Coluna II, de cima para baixo, esteja correta. (A) (B) (C) (D) (E) Analise as afirmações abaixo sobre algumas vanguardas europeias do século XX e, a seguir, assinale a alternativa correta. I. O Cubismo é uma vanguarda cuja proposta era, nas telas, mostrar a realidade de todos os ângulos ao mesmo tempo fazendo perder os limites entre o objeto e seu contexto. Um de seus criadores é Pablo Picasso. II. Nas obras do Expressionismo Alemão, temos sempre a tentativa de expressar a alegria de viver e a beleza da natureza. Um dos artistas associados a essa tendência é Henry Matisse. III. No Surrealismo, os artistas buscam tematizar a fantasia, o sonho e o inconsciente, fazendo associações de imagens sem compromisso com a lógica da realidade. Entre os artistas mais conhecidos que se ligaram ao movimento está Salvador Dali. IV. No Neoplasticismo, as obras são concebidas apenas com linhas verticais e horizontais; além disso, a paleta de cores é limitada às primárias, ao preto e ao branco. Um exemplo é o trabalho do artista Piet Mondrian. (A) Apenas as afirmativas I e II estão corretas. (B) Apenas as afirmativas II e III estão corretas. (C) Apenas as afirmativas I e IV estão corretas. (D) Apenas as afirmativas I, III e IV estão corretas. (E) Apenas uma das afirmativas está correta. Página 1

4 03. Abaixo, temos 3 reproduções de obras fundamentais da arte europeia do século XV a XIX. Os nomes de seus autores, em ordem, são: La Maja desnuda - c Óleo s/ tela Pietá a 1499 Mármore Moça com brinco de pérola Óleo s/ tela (A) Rafael, El Greco e Hieronymus Bosch. (B) Leonardo da Vinci, Ticiano e Sandro Botticelli. (C) Eugène Delacroix, Jan Vermeer e Francisco Goya (D) Caravaggio, Michelangelo e Eugène Delacroix (E) Francisco Goya, Michelangelo e Jan Vermeer. Página 2

5 04. Leia atentamente o texto abaixo: O que provocou esta revolução da mancha de cor? Não o sabemos e o próprio Manet decerto não lhe previu as implicações. Tudo leva a crer que ele sentiu a urgência de criar um novo estilo como resposta ao desafio da fotografia. O lápis da natureza, inventado um quarto de século antes, confirmara a verdade objetiva da perspectiva renascentista, mas estabelecera um nível de representação exata a que nenhuma imagem feita à mão poderia aspirar. Era preciso salvar a pintura da competição com a máquina fotográfica. (JANSON, 1996, p. 356). Refletindo sobre a relação entre a invenção da fotografia e a pintura moderna, analise as afirmações abaixo. I. Os artistas sentem-se impelidos a buscar novas possibilidades, voltando-se menos para a observação da natureza e mais para elementos da própria pintura: cores, formas, composições, etc. II. Apesar dos esforços dos artistas para reinventar a pintura no século XX, a invenção da fotografia e, posteriormente, do cinema faz com que a pintura seja gradualmente aposentada e torne-se inexpressiva na Arte Moderna. III. Por ser apenas um meio de reprodução mecânica da realidade, não podemos classificar a fotografia como uma forma de arte propriamente dita. É correto o que se afirma apenas em: (A) I. (B) II. (C) III. (D) I e II. (E) II e III. 05. Associe os artistas brasileiros, Coluna I, às suas respectivas descrições, Coluna II; a seguir, assinale a alternativa com a sequência correta da coluna II, de cima para baixo. Coluna I Coluna II 1- Alfredo Volpi ( ) Seu trabalho traz uma grande ênfase na participação do público, em obras como Bichos e Baba Antropofágica 2- Lygia Clark ( ) Surgido na chamada Geração 80 é hoje um dos principais artistas contemporâneos brasileiros, destacando-se na Bienal de SP com a obra Bandeira Branca. 3- Aleijadinho ( ) Expoente do Barroco Nacional, é autor de obras como Os 12 profetas e Os passos da paixão. 4- Tarsila do Amaral ( ) Junto com Oswald Andrade lança, em 1928, o Manifesto Antropofágico, que repensa a dependência cultural no Brasil. 5- Nuno Ramos ( ) Imigrante italiano que em suas principais obras limitou a temática às fachadas, mastros de barcos e bandeirinhas. (A) (B) (C) (D) (E) Página 3

6 06. Abaixo, temos 3 reproduções de obras fundamentais da arte europeia do século XIX e XX. Os nomes de seus autores, em ordem, são: A fonte Urinol invertido A traição das imagens Óleo s/ tela Mulher chorando Oleo s/ tela (A) Pablo Picasso, Tolouse Lautrec e Marcel Duchamp. (B) Marcel Duchamp, René Magritte e Pablo Picasso. (C) René Magritte, Henry Rousseau e Salvador Dali. (D) René Magritte, Henry Matisse e Claude Monet. (E) Edouard Manet, Constantin Brancusi e Pablo Picasso. Página 4

7 07. Abaixo, temos 3 reproduções de obras fundamentais da arte brasileira. Os nomes de seus autores, em ordem, são: Bicho Placas de metal unidas por dobradiças O Abaporu, 1928 Óleo s/ tela O lavrador de café, 1934 Óleo s/ tela (A) Lygia Clark, Hélio Oiticica e Tarsila do Amaral. (B) Lygia Pape, Manabu Mabe e Nelson Leirner, (C) Tarsila do Amaral, Rubens Gerchman e Vik Muniz, (D) Lygia Clark, Tarsila do Amaral e Cândido Portinari. (E) Beatriz Milhazes, Cildo Meireles e Cândido Portinari 08. Leia atentamente a citação abaixo: No início dos anos 60 ainda era possível pensar nas obras de arte pertencentes a uma de duas amplas categorias: a pintura e a escultura. (...) Depois de 1960 houve uma decomposição das certezas quanto a este sistema de classificação. Sem dúvida, alguns artistas ainda pintam e outros fazem aquilo a que a tradição se referiria como escultura, mas estas práticas agora ocorrem num espectro mais amplo de atividades. (ARCHER, p. 01, 2001). Ao afirmarmos que o autor acima define as formas de produção artística, datadas após 1960, como Arte Contemporânea, para as afirmações abaixo, marque com V as afirmações verdadeiras e, com F, as falsas. ( ) As obras de arte, na contemporaneidade, utilizam diferentes linguagens em sua produção e execução, tais como: dança, música, pintura, teatro, escultura, literatura, entre outros. ( ) Uma das características da Arte Contemporânea é a apropriação de signos e símbolos retirados da cultura de massa e do cotidiano, como histórias em quadrinhos, publicidade, imagens televisivas e cinematográficas. ( ) Devido a abertura às possibilidades e experimentações, após 1960, a pintura e a escultura não se enquadram, de forma alguma, no que definimos como arte contemporânea. ( ) Diferente da arte tradicional representada principalmente pela pintura e pela escultura, no momento contemporâneo, torna-se cada vez mais difícil definir um sistema de classificações de obras de arte, pois o artista se vê livre para todas Assinale a sequência correta. (A) F, V, V, F. (B) V, V, F, V. (C) V, F, V, V. (D) V, V, F, F. (E) V, V, V, F. Página 5

8 09. Leia atentamente o texto abaixo. As preocupações cromáticas de seu neoconcretismo foram inicialmente conduzidas para a série dos Núcleos, espaços formados com os planos de cor. Seguiram-se os Penetráveis, com trajetos labirínticos sugestivos, a exemplo do Projeto Cães de Caça, advindo depois os Bólides, caixas de madeira pintada ou transparentes revelando pigmentos contidos (que se engavetam), exprimindo uma 'manifestação da cor no espaço'. O Parangolé, capas de vestir que envolvem passistas de uma escola de samba e ele próprio, preludiou Tropicália, apresentada no MAM do Rio em 1967, ambiente constituído com a presença de elementos da flora e da fauna brasileiras. (ZANINI, 1983, p. 675) Analise as afirmações abaixo e, a seguir, assinale a alternativa correta. I. O artista ao qual o autor se refere é Hélio Oiticica. II. Na arte brasileira, assim como no mundo todo, temos a partir da década de 1960, uma forte tendência ao uso dos mais diferentes materiais como componentes de uma obra de arte. III. Os Parangolés não podem ser considerados obras de arte, uma vez que devem ser vestidos e não apenas admirados em museus, como é típico das obras de arte. IV. O artista referido no texto foi um dos mais importantes representantes da arte contemporânea brasileira, com grande reconhecimento mundial. (A) Apenas a afirmação II está correta. (B) Apenas a afirmação I, II e IV estão corretas. (C) Apenas as afirmações I e III estão corretas. (D) Apenas as afirmações I, II e III estão corretas. (E) Todas as afirmações estão corretas. 10. Associe os artistas sul-mato-grossenses, Coluna I, às suas respectivas descrições, Coluna II; a seguir, assinale a alternativa com a sequência correta da coluna II, de cima para baixo. Coluna I Coluna II 1- Jorapímo ( ) Artista cujas esculturas tornaram-se um símbolo do estado, sendo até hoje reproduzidas como souvenir por seus descendentes. 2- Humberto Espíndola ( ) Artista com reconhecimento nacional e internacional, tendo participado na década de 1970 de importantes eventos, como as bienais de São Paulo e Veneza. 3- Lídia Baís ( ) Corumbaense, focaliza em sua pintura o homem, a fauna, a flora, a terra e a água pantaneiras; pinta também os casarios do porto de Corumbá, barcas, pescadores, etc. 4- Wega Nery ( ) Na primeira metade do século XX, realiza pinturas de aspecto místico ou sobrenatural, retratos, autorretratos e alegorias, nas quais, fazendo uso de técnica rudimentar, atinge um surrealismo ingênuo. 5- Conceição dos Bugres ( ) Corumbaense, destaca-se nacionalmente com suas pinturas abstratas, principalmente na década de (A) (B) (C) (D) (E) Página 6

9 11. Analise as afirmações sobre a arte contemporânea e, a seguir, assinale a alternativa correta. I. A Europa, antes o centro irradiador das tendências artísticas, perde essa posição, a partir da década de 1950, para os EUA, que assumem esse papel até as últimas décadas do século XX. II. III. Hoje, no século XXI, observamos na arte o mesmo processo globalizador presente em toda a cultura e já não é possível falar de um único continente ou país como centro irradiador de todas as tendências artísticas da atualidade. A internet é um meio importante para romper as barreiras territoriais, permitindo contato com as mais distantes manifestações artísticas e fazendo com que as informações sobre o mundo da arte circulem muito rapidamente. (A) Somente as afirmações I e II estão corretas. (B) Somente a afirmação I está correta. (C) Somente a afirmação III está correta. (D) Todas as afirmações estão corretas. (E) Todas as afirmações estão incorretas. 12. Observe as imagens abaixo: Evandro Prado Série caixa preta, 2006 Assemblage Evandro Prado Habemus Cocam, 2006 Acrílica s/ tela Sabendo que o artista Evandro Prado causou grande impacto no público devido a sua proposta apresentada em uma coletânea de pinturas, assemblages e instalações, onde a temática sobre a cocacola surge como ícone e objeto de adoração, é INCORRETO afirmar que: (A) Evandro Prado, artista sul-mato-grossense, é um exemplo que ilustra como a arte contemporânea extrapola os regionalismos para se tornar global. (B) O artista em questão utiliza de sua obra para fazer uma crítica à sociedade de consumo. (C) O artista apresenta, em sua produção, as seguintes características da arte contemporânea: apropriação de objetos do cotidiano e liberdade de expressão. (D) Com as obras apresentadas acima, a proposta do artista é negar suas raízes sul-mato-grossenses, devido ao fato de não expor, em seu trabalho, elementos regionais tais como a fauna e a flora pantaneira. (E) Ao contrário dos artistas tradicionais, empenhados em agradar o público com suas obras, nos últimos dois séculos surgem diversos artistas com propostas que intencionam o choque e não apenas a contemplação estética. Página 7

10 13. Leia atentamente o texto e observe a imagem abaixo: A arte recente tem utilizado não apenas tinta, metal e pedra, mas também luz, ar, som, palavras, pessoas, comida, e muitas coisas. Hoje existem poucas técnicas e métodos de trabalho, se é que existem, que podem garantir ao objeto acabado sua aceitação como arte. (...) Embora a pintura possa continuar sendo importante para muitos, ao lado dos artistas tradicionais há aqueles que utilizam fotografia e vídeo, e outros que se engajam em atividades tão variadas como caminhadas, apertos de mão ou cultivo de plantas. (ARCHER, prefácio, 2001) Cildo Meireles Inserções em Circuitos ideológicos: projeto Coca Cola, 1970 Readymade com interferência Ao relacionarmos o texto com a imagem apresentada acima, é INCORRETO afirmar: (A) A arte do momento atual, dita como arte contemporânea, se apropria das coisas do mundo e, principalmente, de elementos que representam a realidade urbana. (B) A arte contemporânea procura manter, a qualquer custo, o conceito de obra-prima, aquela que dura para sempre, por isso se utiliza de objetos do nosso cotidiano, como cadeiras, garrafas, ente outros. (C) A arte contemporânea se aproxima da vida, nela, tudo pode ser incorporado, o espectador é provocado e convidado às mais variadas reflexões sobre a arte e sobre a vida. (D) A arte contemporânea se beneficia de imagens comuns e descartáveis, veiculadas pelas mídias e novas tecnologias. (E) Os objetos do cotidiano, muitas vezes, deixam de ser meros elementos a serem inseridos na obra para se transformarem na própria obra, sendo utilizados como representação de valores e conceitos. Página 8

11 14. Abaixo, temos 3 reproduções de obras fundamentais da Arte Contemporânea. Os nomes de seus autores, em ordem, são: Number 32, 1950 esmalte s/ tela Campbell s Soup, 1968 Serigrafia One and Three Chairs, 1965 Fotografia, cadeira e texto impresso (A) Jackson Pollock, Roy Lichtenstein e Joseph Kosuth. (B) Jasper Johns, Andy Warhol e Yoko Ono. (C) Eva Hesse, Jean Michel Basquiat e Damien Hirst. (D) Joseph Beuys, Sophie Calle e Jackson Pollock. (E) Jackson Pollock, Andy Warhol e Joseph Kosuth. Página 9

12 15. Segundo Wucius Wong (1998), há conceitos e princípios que organizam e estruturam a linguagem visual para a criação do desenho em um aspecto estético e funcional. Sabendo que a linha, um elemento conceitual do desenho, possibilita representar a expressividade de um artista de acordo com sua intensidade e velocidade, observe as figuras abaixo e relacione o desenho com sua definição conceitual: Coluna I Linha com velocidade acelerada e inconstante com característica gestual livre e espontânea. Coluna II ( ) Linha com velocidade constante, rígida e pouco expressiva, monótona. ( ) Linha com velocidade acelerada, rígida e apresentando ritmo repetitivo em seu deslocamento, gerando um pouco mais de expressividade. Linha com velocidade constante e ondulada, apresentando ritmo suave em seu deslocamento, gerando sensação de leveza. ( ) ( ) Assinale a alternativa cuja sequência da Coluna II, de cima para baixo, esteja correta. (A) D - A - B - C (B) A - D - B - C (C) C - B - A - D (D) B - A - D - C (E) D - C - B - A 16. Segundo Michael Rush (2006), a arte na internet, embora cada vez mais sofisticada, incorpora, em grande parte, imagens desenvolvidas fora do computador e depois nele introduzidas por um scanner ou equipamento digital de vídeo. Alguns artistas, contudo, por sua própria conta ou encarregados por museus ou centros de arte, estão desenvolvendo trabalhos que realmente envolvem o computador como meio de expressão. Analise, abaixo, as afirmativas sobre a relação da arte com as novas tecnologias. I. A arte inserida na WEB se apresenta como obra interativa e colaborativa, dando a possibilidade do espectador de participação na proposta artística. II. A arte inserida na WEB é apenas um meio de divulgação de obras produzidas digitalmente, como fotografias e ilustrações. III. A arte inserida na WEB pode ser, também, um meio de divulgação de obras expostas em espaços como museus e galerias. Assinale a alternativa correta. (A) Apenas a afirmativa I está correta. (B) Apenas as afirmativas I e II estão corretas. (C) Apenas as afirmativas I e III estão corretas. (D) Apenas a afirmativa II está correta. (E) Todas as afirmativas estão incorretas. Página 10

13 17. Observe atentamente as 3 figuras abaixo e as suas respectivas definições. Quadro I Quadro II Quadro III Spencer Tunick Dublin Installation, 2008 Instalação Beatriz Milhazes As meninas de Lázaro, 1960 Técnica mista Kasimir Malevich Quadrado preto e quadrado vermelho, 1915 Óleo s/ tela A sequencialidade da forma corresponde a uma ordenação espacial seguindo uma certa lógica. A complexidade formal compreende um aspecto visual constituído por muitos elementos, resultando em uma leitura difícil e lenta. A simplicidade formal na linguagem visual envolve o imediatismo e facilidade na leitura e, geralmente, envolve a simplificação da forma. A obra e a sua correspondente definição está(ão) correto(s): (A) Apenas no quadro I. (B) Apenas no quadro II. (C) Apenas no quadro III. (D) Apenas nos quadros I e II. (E) Nos quadros I, II e III. 18. A 29ª Bienal de Arte de São Paulo se apresentou, em 2010, com uma proposta de reflexão sobre Arte e Política, cujo título foi: Há sempre um copo de mar para um homem navegar", baseado no verso do poeta Jorge de Lima. Sabendo que esse evento reúne artistas do mundo todo com a intenção de estimular a produção e o conhecimento em Artes Visuais, ao refletirmos sobre a relação do título proposto com a produção artística contemporânea, podemos considerar várias interpretações: I. O verso poderia ser uma forma de afirmar que são infinitas as possibilidades de criação e produção na arte contemporânea. II. O verso poderia ser uma forma de afirmar que o artista contemporâneo vivencia um momento de total liberdade de experimentação artística. III. No verso, o objeto copo poderia ser utilizado como metáfora para definir o espaço limitado no processo de criação, diante de tantas experimentações artísticas já realizadas. Assinale a alternativa correta. (A) Apenas a afirmativa I está correta. (B) Apenas as afirmativa I e II estão corretas. (C) Apenas as afirmativas I e III estão corretas. (D) Apenas a afirmativa II está correta. (E) Todas as afirmativas estão incorretas. Página 11

14 19. Desde o Modernismo, com o advento da fotografia, os artistas demonstraram verdadeira fascinação pelas novas tecnologias e, gradualmente, as tecnologias foram tomando a linha de frente do experimentalismo nas artes. De acordo com essa afirmação, assinale a alternativa INCORRETA. (A) Ao fazerem uso das novas tecnologias midiáticas, os artistas expandiram o campo das artes para o cinema, vídeo e computação gráfica. (B) A invenção da fotografia transformou a natureza da arte, trazendo novos estímulos para a pintura, transformando, antes de tudo, o nosso modo de ver. (C) A estética da videoarte é, antes de tudo, experimental, conceitual e lúdica. (D) A computação gráfica, inserida na arte, visa cumprir, somente, a função dos processos já definidos na produção da pintura e da escultura tradicionais, só que agora se apresentam como ferramentas em formato digital e se denominam como pintura e escultura digital. (E) A produção artística que utiliza os meios tecnológicos digitais como principal ferramenta não possui de forma clara uma classificação (como a escultura ou a pintura), pois, a cada dia surge uma nova experimentação, seja utilizando os recursos do vídeo, da nanotecnologia, da robótica entre outras tantas possibilidades. 20. Sabendo que uma composição bidimensional é feita a partir da junção de vários elementos que estruturam a linguagem visual, observe as imagens abaixo: Figura 01 Figura 02 Van Gogh A noite estrelada, 1889 Óleo s/ tela Piet Mondrian Ritmo de linhas negras, 1935/42 Óleo s/ tela Relacionando as imagens com o texto acima, analise as afirmativas abaixo e assinale a INCORRETA. (A) Ambas as obras possuem a linha como um elemento importante em sua composição. (B) A obra de Van Gogh (Figura 01) se apresenta visualmente como uma composição que evidencia o gestual na produção da composição, dando uma sensação de maior intensidade expressiva. (C) A obra de Piet Mondrian (Figura 02) se apresenta como uma composição mais expressiva, em relação à de Van Gogh, devido ao uso das linhas retas. (D) A obra de Piet Mondrian (Figura 02) se apresenta como uma composição com linhas com velocidade constante em relação a obra de Van Gogh, que se apresenta com linhas com velocidade mais acelerada. (E) Em sua obra (Figura 02), Piet Mondrian não busca simular profundidade e volume na imagem, características ainda presentes na pintura de Van Gogh (Figura 01). Página 12

15 HABILIDADES ESPECÍFICAS - ARTES VISUAIS - ETAPA PRÁTICA 01. Utilizando livremente apenas 01 (uma) folha de papel Canson A3, construa uma forma tridimensional através de dobraduras e/ou recortes e/ou colagens. Material a ser utilizado: Lápis (2B, 4B e 6B), borracha, tesoura, cola em bastão, lápis de cor, giz de cera e canetas hidrocor. Identifique o seu trabalho com o seu número de inscrição e seu nome. Para cada questão a seguir, coloque o seu número de inscrição, o seu nome e o número da questão, no verso da folha. 02. A partir do objeto construído na questão 01, desenvolva, em uma folha de papel Canson A4, um desenho de observação enfatizando a linha. Material a ser utilizado: Lápis (2B, 4B e 6B) e borracha. 03. Baseando-se livremente no desenho produzido na questão anterior, faça, em uma folha de papel Canson A4, uma nova composição relacionando cor e forma. Material a ser utilizado: Lápis (2B, 4B e 6B), borracha, lápis de cor, giz de cera e canetas hidrocor. 04. Leia atentamente a definição e observe os exemplos do projeto e execução de uma arte ambiental inseridos abaixo: "A arte ambiente ou ambiental não faz referência a um movimento artístico particular, mas sinaliza uma tendência da arte contemporânea que se volta mais decididamente para o espaço - incorporando-o à obra e/ou transformando-o, seja ele o espaço da galeria, o ambiente natural ou as áreas urbanas. Diante da expansão da obra no espaço, o espectador é convocado a se colocar dentro dela, experimentando-a; não como observador distanciado, mas parte integrante do trabalho." (Disponível em acesso 15/12/2010) Christo Wrapped Reichstag, Projeto para Berlin, 1987 Grafite, pastel, carvão e giz de cera Christo e Jeanne-Claude Wrapped Reichstag, Berlin Arte Ambiental Página 13

16 Observando a imagem do obelisco da cidade de Campo Grande, monumento erguido em 1933 em homenagem aos fundadores da cidade, desenvolva graficamente, na Folha A, um projeto gráfico de arte ambiental para esse espaço urbano, baseando-se livremente no resultado visual da questão 03 e utilizando como recurso de produção todos os materiais disponíveis. E explique também sua proposta de arte ambiental, em até 5 linhas. Obelisco da cidade de Campo Grande, 1933 Página 14

17

18 LEIA AS INSTRUÇÕES 1. Confira, na etiqueta colada na carteira, os seus dados cadastrais. Qualquer erro, solicite a correção ao fiscal. 2. Não manuseie este caderno e o cartão-resposta até receber a autorização do fiscal. 3. Ao receber a autorização, verifique, neste caderno, se constam todas as questões e se há imperfeições gráficas que lhe causem dúvidas. Qualquer reclamação só será aceita durante os quinze minutos iniciais da prova. 4. No cartão-resposta, confira o seu nome e o seu número, e assine. Verifique se há imperfeições gráficas ou marcações indevidas no campo destinado às suas respostas. Se houver, reclame imediatamente. 5. Este caderno contém questões objetivas. Cada questão objetiva contém cinco alternativas, identificadas pelas letras (A), (B), (C), (D) e (E), das quais apenas uma é a correta. Transcreva para o cartão-resposta a letra correspondente à alternativa correta, preenchendo todo o espaço do círculo. 6. Não faça rasuras, não dobre, não amasse e não manche o cartão-resposta. Responda a todas as questões. 7. Você somente poderá deixar este recinto após 1h30 do início da prova. 8. Você será excluído desta Etapa caso: a) utilize, durante a realização da prova, máquinas e/ou relógios de calcular, rádios gravadores, headphones, telefones celulares, chapéus/bonés ou similares, bem como fontes de consulta de qualquer espécie; b) deixe a sala em que se realiza esta prova levando consigo este caderno e(ou) o cartãoresposta; c) comunique-se com outros candidatos ou efetue empréstimos; d) pratique atos contrários às normas e(ou) à disciplina.

ARTES VISUAIS. 01 - A obra apresentada, a seguir, é de Claude Monet: Ninféias (1916) 1919). A respeito dessa obra, é correto afirmar que

ARTES VISUAIS. 01 - A obra apresentada, a seguir, é de Claude Monet: Ninféias (1916) 1919). A respeito dessa obra, é correto afirmar que ARTES VISUAIS 01 - A obra apresentada, a seguir, é de Claude Monet: Ninféias (1916) 1919). A respeito dessa obra, é correto afirmar que (001) é impressionista, por existir uma tendência à geometrização

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO. Artes

CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO. Artes COLÉGIO ARNALDO 2015 CADERNO DE ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO. Artes Aluno (a): 5º ano: Turma: Professor (a): Valor: 20 pontos Este trabalho deverá ser entregue IMPRETERIVELMENTE no dia da prova. Prezado(a)

Leia mais

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE ARTE

PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE ARTE PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE ARTE 6 ano 1 volume CONTEÚDOS OBJETIVOS 1.Cores da Pré-História Arte na pedra - Período Paleolítico - Período Neolítico Surgimento da dança, da música e do teatro. - Manifestações

Leia mais

DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 Pontos NOTA: RELAÇÃO DOCONTEÚDO PARA A RECUPERAÇÃO FINAL

DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 Pontos NOTA: RELAÇÃO DOCONTEÚDO PARA A RECUPERAÇÃO FINAL DISCIPLINA: ARTE PROFESSORA: Cristiana de Souza DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 Pontos NOTA: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 8º ANO TURMA: A e B ALUNO (A): Nº: 01. RELAÇÃO DO CONTEÚDO RELAÇÃO DOCONTEÚDO

Leia mais

06. Explique o método de pintura impressionista. Neste texto, correlacione a escolha da cor com o formato da pincelada?

06. Explique o método de pintura impressionista. Neste texto, correlacione a escolha da cor com o formato da pincelada? Estudo dirigido para o segundo ano do ensino médio, Artes Milton Gomes Coelho A arte do Impressionismo 01. Liste fatos que modificaram o ritmo das cidades no século XIX. Resposta: pág. 223 02. Relacione,

Leia mais

PROFESSOR: EQUIPE DE EDUCAÇÃO ARTÍSTICA

PROFESSOR: EQUIPE DE EDUCAÇÃO ARTÍSTICA PROFESSOR: EQUIPE DE EDUCAÇÃO ARTÍSTICA BANCO DE QUESTÕES - EDUCAÇÃO ARTÍSTICA 3ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO - PARTE 1 =============================================================================================

Leia mais

Sobre a arte contemporânea, é correto afirmar que

Sobre a arte contemporânea, é correto afirmar que QUESTÃO 01 A arte contemporânea está consolidada no contexto atual das artes, mesmo sendo diversas vezes apontada como esquisita pelo público geral. Essa reação ocorre porque a arte contemporânea a) passou

Leia mais

PROVA DE HABILIDADES ESPECÍFICAS ARTES VISUAIS ETAPA TEÓRICA

PROVA DE HABILIDADES ESPECÍFICAS ARTES VISUAIS ETAPA TEÓRICA PROVA DE HABILIDADES ESPECÍFICAS ARTES VISUAIS ETAPA TEÓRICA 01. O Museu de Arte de São Paulo - MASP - sofreu, em dezembro de 2007, o roubo de duas importantes obras de seu acervo. Assinale a alternativa

Leia mais

DADAÍSMO Profa. Cristiane Lourenço

DADAÍSMO Profa. Cristiane Lourenço DADAÍSMO Profa. Cristiane Lourenço DADAÍSMO Formado em 1916 em Zurique por jovens franceses e alemães que, se tivessem permanecido em seus respectivos países, teriam sido convocados para o serviço militar,

Leia mais

História da Arte - Linha do Tempo

História da Arte - Linha do Tempo História da Arte - Linha do Tempo PRÉ- HISTÓRIA (1000000 A 3600 a.c.) Primeiras manifestações artísticas. Pinturas e gravuras encontradas nas paredes das cavernas. Sangue de animais, saliva, fragmentos

Leia mais

PROFESSOR: EQUIPE DE EDUCAÇÃO ARTÍSTICA

PROFESSOR: EQUIPE DE EDUCAÇÃO ARTÍSTICA PROFESSOR: EQUIPE DE EDUCAÇÃO ARTÍSTICA BANCO DE QUESTÕES - EDUCAÇÃO ARTÍSTICA 3ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO - PARTE 3 =============================================================================================

Leia mais

Série. MAT Disciplina: Arte Professor: FERNANDA CARDOSO ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO

Série. MAT Disciplina: Arte Professor: FERNANDA CARDOSO ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO Polícia Militar do Estado de Goiás CPMG Hugo de Carvalho Ramos Ano Letivo - 2015 Série ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO - Todas essas atividades, tanto as perguntas como respostas deverão ser COPIADAS E RESPONDIDAS

Leia mais

LUZ E SOMBRA NA ARTE

LUZ E SOMBRA NA ARTE LUZ E SOMBRA NA ARTE A luz e a sombra são elementos fundamentais da linguagem visual. Com elas podemos criar no desenho, na pintura e escultura belíssimos efeitos como o de dilatação do espaço, o de profundidade

Leia mais

DURAÇÃO DA PROVA: 4 horas. Nome: Carteira Nº:

DURAÇÃO DA PROVA: 4 horas. Nome: Carteira Nº: FUNDAÇÃO UNIIVERSI IDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL PROCESSO SELETIVO DA UFMS ARTES VISUAIS LEIA AS INSTRUÇÕES 1. Confira, na etiqueta colada na carteira, os seus dados cadastrais. Qualquer erro, solicite

Leia mais

INSTRUÇÕES NÃO AMASSE, NÃO DOBRE, NÃO SUJE, NÃO RASURE ESTE MATERIAL.

INSTRUÇÕES NÃO AMASSE, NÃO DOBRE, NÃO SUJE, NÃO RASURE ESTE MATERIAL. INSTRUÇÕES Para a realização destas provas, você recebeu este Caderno de Questões e duas Folhas de Respostas. NÃO AMASSE, NÃO DOBRE, NÃO SUJE, NÃO RASURE ESTE MATERIAL. 1. Caderno de Questões Verifique

Leia mais

CONTEÚDO E HABILIDADES ARTES REVISÃO. Aula 6.1 Conteúdo: Revisão da Unidade II

CONTEÚDO E HABILIDADES ARTES REVISÃO. Aula 6.1 Conteúdo: Revisão da Unidade II Aula 6.1 Conteúdo: Revisão da Unidade II 1 Habilidades: Revisar os Conteúdos da Unidade II para realizar avaliação II. 2 Revisão 1 Barroco: expressão, do português homônimo, tem o sentido pérola imperfeita,

Leia mais

VANGUARDA DISCIPLINA: ARTES PROFESSORA: ANA PRISCILA

VANGUARDA DISCIPLINA: ARTES PROFESSORA: ANA PRISCILA VANGUARDA DISCIPLINA: ARTES PROFESSORA: ANA PRISCILA Em seu sentido literal, vanguarda (vem do francês Avant Garde, guarda avante ) faz referência ao batalhão militar que precede as tropas em ataque durante

Leia mais

QUESTÃO 04 QUESTÃO 05

QUESTÃO 04 QUESTÃO 05 QUESTÃO 01 Arte abstrata é uma arte: a) que tem a intenção de representar figuras geométricas. b) que não pretende representar figuras ou objetos como realmente são. c) sequencial, como, por exemplo, a

Leia mais

MATERIAL COMPLEMENTAR PARA ESTUDOS HISTÓRIA DA ARTE- 2ª SÉRIE ENSINO MÉDIO

MATERIAL COMPLEMENTAR PARA ESTUDOS HISTÓRIA DA ARTE- 2ª SÉRIE ENSINO MÉDIO Arte Moderna Expressionismo A busca por expressar os problemas da sociedade da época e os sentimentos e emoções do homem no inicio do século xx Foi uma reação ao impressionismo, já que o movimento preocupou-se

Leia mais

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / NOME:

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / NOME: 1 o ano Ensino Fundamental Data: / / NOME: Quando os portugueses chegaram ao Brasil, em 1500, observaram que os índios expressavam-se através da pintura em seus corpos, em objetos e em paredes. A arte

Leia mais

Nome: Nº: Turma: Português. 3º ano Gabarito da LT Wilton Maio/10. Diogo Mainardi - Veja. Mister maker

Nome: Nº: Turma: Português. 3º ano Gabarito da LT Wilton Maio/10. Diogo Mainardi - Veja. Mister maker Nome: Nº: Turma: Português 3º ano Gabarito da LT Wilton Maio/10 Diogo Mainardi - Veja Mister maker Mister Maker tem um programa no Discovery Kids. Ele ensina a pintar coelhos e paisagens marinhas usando

Leia mais

Habilidades Específicas. Artes Visuais

Habilidades Específicas. Artes Visuais Habilidades Específicas Artes Visuais 1. INTRODUÇÃO O curso de Artes Visuais tem como objetivo o desenvolvimento do conhecimento sensível por meio da percepção e da sensibilização estética. Ele não se

Leia mais

ARTES PLÁSTICAS (BACHARELADO)

ARTES PLÁSTICAS (BACHARELADO) assinatura do(a) candidato(a) Admissão por Transferência Facultativa 2. a Transferência Facultativa/2010 ARTES PLÁSTICAS (BACHARELADO) Segunda Etapa Prova Dissertativa LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO.

Leia mais

O mais importante é tentar criar algo novo, sem negar a fonte que serviu de inspiração.

O mais importante é tentar criar algo novo, sem negar a fonte que serviu de inspiração. O que é releitura? A proposta dessa mostra é fazer um convite para se conhecer obras de arte em profundidade e, ao mesmo tempo, usar ao máximo a criatividade individual ao tentar recriá-las. Um exemplo

Leia mais

futurismo Filippo Marinetti Oswald de Andrade Anita Malfatti

futurismo Filippo Marinetti Oswald de Andrade Anita Malfatti FUTURISMO O futurismo é um movimento artístico e literário, que surgiu oficialmente em 20 de fevereiro de 1909 com a publicação do Manifesto Futurista, pelo poeta italiano Filippo Marinetti, no jornal

Leia mais

CORREÇÃO DO QUESTIONÁRIO PARA REVISÃO DE PROVA DO 2º BIMESTRE ARTES 6º ANO Respostas:

CORREÇÃO DO QUESTIONÁRIO PARA REVISÃO DE PROVA DO 2º BIMESTRE ARTES 6º ANO Respostas: BIMESTRE ARTES 6º ANO 01- A palavra espaço pode ter vários sentidos. Podemos entendê-la como sinônimo de lugar. No sentido matemático quando consideramos as três dimensões e na astronomia, espaço é a porção

Leia mais

RENASCIMENTO ITALIANO

RENASCIMENTO ITALIANO ARTES / 2º ANO PROF.MÍLTON COELHO RENASCIMENTO ITALIANO Contexto histórico O termo significa reviver os ideais greco-romanos; na verdade o Renascimento foi mais amplo, pois aumentou a herança recebida

Leia mais

ARTE BRASILEIRA PÓS SEMANA DE 1922

ARTE BRASILEIRA PÓS SEMANA DE 1922 ARTE BRASILEIRA PÓS SEMANA DE 1922 A Semana de Arte Moderna de 1922 foi um momento de ruptura que dividiu a arte brasileira entre academicismo e modernismo. Não foi, porém, uma unanimidade nacional e gerou

Leia mais

PROJETO ATIVIDADES ARTÍSTICAS/CRIATIVAS

PROJETO ATIVIDADES ARTÍSTICAS/CRIATIVAS PROJETO ATIVIDADES ARTÍSTICAS/CRIATIVAS CONSULTORIA PEDAGÓGICA: Prof. Dr. Lutiere Dalla Valle Professor da Universidade Federal de Santa Maria atua na formação de professores de artes visuais e artistas

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 2ª Etapa 2014. Ano: 7º Turma: 7.1

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 2ª Etapa 2014. Ano: 7º Turma: 7.1 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 2ª Etapa 2014 Disciplina: HISTORIA Professor (a): RODRIGO CUNHA Ano: 7º Turma: 7.1 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

Fauvismo, Cubismo, Surrealismo, Futurismo, Dadaísmo, Expressionismo e Suprematismo VANGUARDAS EUROPÉIAS

Fauvismo, Cubismo, Surrealismo, Futurismo, Dadaísmo, Expressionismo e Suprematismo VANGUARDAS EUROPÉIAS Fauvismo, Cubismo, Surrealismo, Futurismo, Dadaísmo, Expressionismo e Suprematismo VANGUARDAS EUROPÉIAS CONTEXTO HISTÓRICO As vanguardas européias foram manifestações artístico-literárias surgidas na Europa,

Leia mais

ARTE E ARTESANATO: Implicações Conceituais e

ARTE E ARTESANATO: Implicações Conceituais e ARTE E ARTESANATO ARTE E ARTESANATO: Implicações Conceituais e Possibilidades S Pedagógicas Conceitos e Funções da Arte O que define o valor da Arte de uma época é o conceito de Arte que é subjacente a

Leia mais

PROCESSO SELETIVO Nº 061/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE BIRIGUI - SP

PROCESSO SELETIVO Nº 061/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE BIRIGUI - SP PROCESSO SELETIVO Nº 061/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE BIRIGUI - SP PROFESSOR II DE ARTES Nome do(a) Candidato(a) Número de Inscrição Este caderno de questões esta assim constituído: DISCIPLINAS Nº QUESTOES

Leia mais

O CONSUMO AMERICANO E O POSICIONAMENTO POLÍTICO BRASILEIRO

O CONSUMO AMERICANO E O POSICIONAMENTO POLÍTICO BRASILEIRO O CONSUMO AMERICANO E O POSICIONAMENTO POLÍTICO BRASILEIRO Trabalho apresentado ao módulo Realismo (1960) ou Novo Realismo, como requisito parcial para obtenção do título de especialista do curso de História

Leia mais

PARTE 01 Questões Teóricas

PARTE 01 Questões Teóricas PARTE 01 Questões Teóricas SOMAR OS PONTOS CORRESPONDENTES ÀS PROPOSIÇÕES ASSINALADAS CORRETAMENTE E MARCAR NA FOLHA DE RESPOSTAS A SOMA ENCONTRADA. 01 - No Renascimento, o Moisés de Michelangelo não expressava

Leia mais

TURMA 801. Aula 07 PERSPECTIVA LINEAR

TURMA 801. Aula 07 PERSPECTIVA LINEAR TURMA 801 Aula 07 PERSPECTIVA LINEAR Nós habitamos um mundo tridimensional. Ou seja, vemos o mundo em três dimensões: a altura, a largura e a profundidade. É por conta da profundidade que dizemos a árvore

Leia mais

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SANTO ANTÔNIO ESTUDO DIRIGIDO DE ARTE. Ensino Fundamental II - 9º ano MANHÃ. Aluno(a): Turma:

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SANTO ANTÔNIO ESTUDO DIRIGIDO DE ARTE. Ensino Fundamental II - 9º ano MANHÃ. Aluno(a): Turma: INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SANTO ANTÔNIO PROFESSORA ARILENE RODRIGUES ZICHTL ESTUDO DIRIGIDO DE ARTE Ensino Fundamental II - 9º ano MANHÃ Aluno(a): Turma: Caro aluno, Visando aumentar seu conhecimento e em

Leia mais

PLANO DE EXECUÇAO DE USO DO MATERIAL EM ATIVIDADES EXTRAS 6º ANO 1 FOLHA DE CARTOLINA DUPLA FACE PRETA; 02 METROS DE TECIDO ALGODÃOZINHO

PLANO DE EXECUÇAO DE USO DO MATERIAL EM ATIVIDADES EXTRAS 6º ANO 1 FOLHA DE CARTOLINA DUPLA FACE PRETA; 02 METROS DE TECIDO ALGODÃOZINHO PLANO DE EXECUÇAO DE USO DO MATERIAL EM ATIVIDADES EXTRAS 6º ANO MÊS DATA COMEMORATIVA MATERIAL JUSTIFICATIVA OBJETIVO JANEIRO FEVEREIRO MARÇO ABRIL 14/02- DIA DA AMIZADE; 21/03- DIA DO TEATRO; 27/03-

Leia mais

Questão 1 / Tarefa 1. Questão 1 / Tarefa 2. Questão 1 / Tarefa 3. Questão

Questão 1 / Tarefa 1. Questão 1 / Tarefa 2. Questão 1 / Tarefa 3. Questão Neste teste, a resolução da questão 1 exige a audição de uma sequência de três músicas que serão executadas sem interrupção: uma vez, no início do teste; uma vez, dez minutos após o término da primeira

Leia mais

CÓDIGO: APL008 Concepções e manifestações artísticas da pré-história ao início da idade moderna. (renascimento europeu).

CÓDIGO: APL008 Concepções e manifestações artísticas da pré-história ao início da idade moderna. (renascimento europeu). 43 RELAÇÃO DE EMENTAS CURSO: ARTES VISUAIS DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS DISCIPLINA: Artes Visuais I CÓDIGO: APL008 Concepções e manifestações artísticas da pré-história ao início da idade moderna. (renascimento

Leia mais

História da arte estilo ENEM

História da arte estilo ENEM História da arte estilo ENEM 01 - Assinale a alternativa que menciona o acontecimento a que Oswald de Andrade se reporta para nomear o Movimento Antropofágico. a) A adesão de Graça Aranha ao movimento

Leia mais

Docente: Adriana Severino da Silva Ano: 2013

Docente: Adriana Severino da Silva Ano: 2013 Planejamento Anual de Arte- história da arte ENSINO MÉDIO Docente: Adriana Severino da Silva Ano: 2013 I. INTRODUÇÃO Ensinar história da arte no ensino médio significa fortalecer a experiência sensível

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO CÓDIGO UNIDADE 042 CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CÓD. CURSO CURSO PROPAGANDA, PUBLICIDADE E CRIAÇÃO CÓD. DISC. DISCIPLINA 34033408 ARTE BRASILEIRA II CRÉDITOS ETAPA 3 Período CH ANO 2009

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Infraestrutura Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: FORMA/GRAU:(X )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: ( x ) Presencial

Leia mais

como a arte se apropria do mundo?

como a arte se apropria do mundo? como a arte se apropria do mundo? Carlos Zilio, Massificação (João), 1966. Vinílica sobre madeira. 80 145 26 cm. Marilá Dardot, Entre nós, 2006. Instalação. Dimensões variáveis. Rosângela Rennó, Zé Lobato

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL 05/2014

PROCESSO SELETIVO EDITAL 05/2014 PROCESSO SELETIVO EDITAL 05/2014 CARGO E UNIDADES: Professor de Educação Infantil e Fundamental (MACAÍBA) Atenção: NÃO ABRA este caderno antes do início da prova. Tempo total para resolução desta prova:

Leia mais

Habilidades Específicas em Artes Visuais. Prova de História da Arte

Habilidades Específicas em Artes Visuais. Prova de História da Arte Habilidades Específicas em Artes Visuais Prova de História da Arte I. Analise as duas obras cujas reproduções foram fornecidas, comentando suas similaridades e diferenças no que se refere aos aspectos

Leia mais

EXPRESSIONISMO FAUVISMO CUBISMO SÉC. XX

EXPRESSIONISMO FAUVISMO CUBISMO SÉC. XX EXPRESSIONISMO FAUVISMO CUBISMO SÉC. XX História da Arte Profª Natalia Pieroni IDADE CONTEMPORÂNEA LINHA DO TEMPO - HISTORIOGRAFIA Período PRÉ-HISTÓRIA Origens do homem até 40000 a. C IDADE ANTIGA 40000

Leia mais

O que é uma instalação?

O que é uma instalação? O que é uma instalação? A arte contemporânea vive, pulsa, voa, viaja e morre. Absorve e constrói o espaço à sua volta ao mesmo tempo que o desconstrói. A desconstrução de espaços, de conceitos e idéias

Leia mais

Português 3º ano Wilton. Vanguardas na Europa e no Brasil

Português 3º ano Wilton. Vanguardas na Europa e no Brasil Português 3º ano Wilton Vanguardas na Europa e no Brasil Roberson de Oliveira 1 Vanguardas na Europa e no Brasil No dia 20 de dezembro de 1917, o jornal O Estado de S. Paulo publicou o artigo Paranoia

Leia mais

FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I CONTEÚDO E HABILIDADES ARTES. Conteúdo: - Cubismo e Abstracionismo

FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I CONTEÚDO E HABILIDADES ARTES. Conteúdo: - Cubismo e Abstracionismo CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I Conteúdo: - Cubismo e Abstracionismo 2 CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL I Habilidades: - Conhecer e distinguir diferentes momentos

Leia mais

O RENASCIMENTO FOI UM MOVIMENTO CULTURAL, OCORRIDO NO INÍCIO DA IDADE MODERNA E QUE FEZ RENASCER A CULTURA GRECO-ROMANA

O RENASCIMENTO FOI UM MOVIMENTO CULTURAL, OCORRIDO NO INÍCIO DA IDADE MODERNA E QUE FEZ RENASCER A CULTURA GRECO-ROMANA O RENASCIMENTO FOI UM MOVIMENTO CULTURAL, OCORRIDO NO INÍCIO DA IDADE MODERNA E QUE FEZ RENASCER A CULTURA GRECO-ROMANA IDADE ANTIGA CULTURA GRECO-ROMANA ANTROPOCÊNTRICA ANTROPO = Homem CÊNTRICA = centro

Leia mais

PROVA DISCURSIVA - PROFISSIONAL BÁSICO. (FORMAÇÃO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL) 2 a FASE

PROVA DISCURSIVA - PROFISSIONAL BÁSICO. (FORMAÇÃO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL) 2 a FASE 10 EDITAL N o 02/2011 (FORMAÇÃO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL) 2 a FASE 01 - Você recebeu do fiscal o seguinte material: LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO. a) este CADERNO DE QUESTÕES, com os enunciados das

Leia mais

O RENASCIMENTO. A pintura do Renascimento confirma as três conquistas que os artistas do último período gótico HISTORICISMO

O RENASCIMENTO. A pintura do Renascimento confirma as três conquistas que os artistas do último período gótico HISTORICISMO HISTORICISMO 1308 Dante Alighieri começa a escrever A Divina Comédia. 1333 Simoni de Martini pinta O Anjo e a Anunciação. 1415 Navegadores portugueses chegam a Ceuta. 1448 Gutenberg inventa a imprensa.

Leia mais

Leia estas instruções:

Leia estas instruções: Leia estas instruções: 1 2 3 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Caso se identifique em qualquer outro local deste

Leia mais

Contexto do Dadaísmo

Contexto do Dadaísmo O Movimento Dadá Contexto do Dadaísmo O Movimento Dadá O movimento Dadá ou Dadaísmo foi uma vanguarda moderna iniciada em Zurique, em 1916, no chamado Cabaret Voltaire, por um grupo de escritores e artistas

Leia mais

Composição fotográfica

Composição fotográfica 3. Uso de diagonais 4. Regra dos terços 5. O Ponto Dourado Composição fotográfica 15 dicas para ter imagens com harmonia e proporção. Este tutorial vai ajudá-lo a usar melhor uma câmera fotográfica, compacta

Leia mais

Leia estas instruções:

Leia estas instruções: Leia estas instruções: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Caso se identifique em qualquer

Leia mais

Município de Ascurra (Processo Seletivo 03/2013) Data: 19/01/2014 GABARITO OFICIAL

Município de Ascurra (Processo Seletivo 03/2013) Data: 19/01/2014 GABARITO OFICIAL Município de Ascurra (Processo Seletivo 03/2013) Data: 19/01/2014 CARGO Professor de Artes (105) GABARITO OFICIAL QUESTÃO ALTERNATIVA CORRETA 01 ANULADA 02 A 03 A 04 A 05 D 06 B 07 C 08 B 09 C 10 A 11

Leia mais

PARANGOLEZINHO - Regina Ricci 2007

PARANGOLEZINHO - Regina Ricci 2007 PARANGOLEZINHO - Regina Ricci 2007 1 1 Proposta elaborada com base na obra de Hélio Oiticica, pintor, escultor, performático e artista multimídia que em suas diversas propostas incluiu o Parangolé para

Leia mais

HISTÓRIA DA ARTE LINHA DO TEMPO

HISTÓRIA DA ARTE LINHA DO TEMPO A arte na Grécia A arte no Egito A arte na Pré-História A arte Gótica A arte Românica A arte Romana Segunda metade do séc. XX Primeira metade do séc XX Pós-Impressionismo O Pontilhismo A arte Barroca O

Leia mais

PROJETO EU SOU POP MÁRCIA R.G.VALE 2009/ 2

PROJETO EU SOU POP MÁRCIA R.G.VALE 2009/ 2 PROJETO EU SOU POP MÁRCIA R.G.VALE 2009/ 2 A implantação do projeto EU SOU POP dará oportunidade de acesso ao universo artístico aos alunos do ensino médio. Esse projeto tem a intenção de contribuir para

Leia mais

Pedagogia. O olhar sensível. Profa. Ms. Maria Inês Breccio. Ensino de Artes: fundamentos e práticas

Pedagogia. O olhar sensível. Profa. Ms. Maria Inês Breccio. Ensino de Artes: fundamentos e práticas Pedagogia Profa. Ms. Maria Inês Breccio Ensino de Artes: fundamentos e práticas Olá, sintam-se abraçados! O olhar sensível (...) a arte é social nos dois sentidos: depende da ação de fatores do meio, que

Leia mais

ROTAS DE APRENDIZAGEM 2015-2016 ED. VISUAL 8.º Ano

ROTAS DE APRENDIZAGEM 2015-2016 ED. VISUAL 8.º Ano Projeto 1: ANIMAÇÂO GRÁFICA DA CAPA Professora: Elisabete Mesquita_mesquita.beta@gmail.com Objetivo Geral: Reinventar uma foto do aprendente através do desenho e colagem. Deste estudo resultará a ilustração

Leia mais

Cores e Formas. Aplicando os conceitos da reciclagem, fazer uso das formas geométricas como materiais para a composição e decomposição de figuras.

Cores e Formas. Aplicando os conceitos da reciclagem, fazer uso das formas geométricas como materiais para a composição e decomposição de figuras. Cores e Formas 1) Objetivo Geral Aplicando os conceitos da reciclagem, fazer uso das formas geométricas como materiais para a composição e decomposição de figuras. 2) Objetivo Específico Reconhecimento,

Leia mais

Rodrigo Pascoal Lopes da Silva Vinicius Araújo Mille Wladas Savickas OPTICAL ART

Rodrigo Pascoal Lopes da Silva Vinicius Araújo Mille Wladas Savickas OPTICAL ART Rodrigo Pascoal Lopes da Silva Vinicius Araújo Mille Wladas Savickas OPTICAL ART SÃO PAULO 2011 OPTICAL ART Movimento da arte abstrata que se desenvolveu na década de 1960. A OP ART (abreviatura de óptical

Leia mais

Semana do Design 2009. Programação dos workshops 3/11-3ª-feira

Semana do Design 2009. Programação dos workshops 3/11-3ª-feira Semana do Design 2009 Programação dos workshops 3/11-3ª-feira Workshop 1. Tema: Design de personagens e Toy Art Professor: Marcelo Bosqueti Data: 3/11 Local: Oficina de marcenaria Proposta da atividade:

Leia mais

ESCOLA ADVENTISTA SANTA EFIGÊNIA EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL

ESCOLA ADVENTISTA SANTA EFIGÊNIA EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL ESCOLA ADVENTISTA SANTA EFIGÊNIA EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL Rua Prof Guilherme Butler, 792 - Barreirinha - CEP 82.700-000 - Curitiba/PR Fone: (41) 3053-8636 - e-mail: ease.acp@adventistas.org.br

Leia mais

Centro Educacional Juscelino Kubitschek

Centro Educacional Juscelino Kubitschek Centro Educacional Juscelino Kubitschek ALUNO: N.º: DATA: / / ENSINO: Fundamental II 8ª série) DISCIPLINA: Artes PROFESSOR (A): Equipe de Artes TURMA: TURNO: Roteiro e Lista de estudo para recuperação

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO SEMESTRE DA TURMA: 1º ANO DA TURMA: 2015 EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO SEMESTRE DA TURMA: 1º ANO DA TURMA: 2015 EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: INFRAESTRUTURA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Arquitetura e Urbanismo FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( x bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE:

Leia mais

Habilidades Específicas

Habilidades Específicas Habilidades Específicas ARTES VISUAIS 16 de NOVEMBRO de 2008 Início: 8h DURAÇÃO DA PROVA: 4H Conteúdo: 20 questões objetivas e 4questões práticas Este caderno não será liberado NOME: CARTEIRA Nº PROVA

Leia mais

Arte abstrata ou abstracionismo é um estilo artístico moderno em que os objetos ou pessoas são representados, em de pinturas ou esculturas, através

Arte abstrata ou abstracionismo é um estilo artístico moderno em que os objetos ou pessoas são representados, em de pinturas ou esculturas, através Arte abstrata ou abstracionismo é um estilo artístico moderno em que os objetos ou pessoas são representados, em de pinturas ou esculturas, através de formas irreconhecíveis. O formato tradicional (paisagens

Leia mais

A Idade Média e O Renascimento

A Idade Média e O Renascimento Estes textos são produzidos sob patrocínio do Departamento Cultural da Clínica Naturale.Direitos são reservados. A publicação e redistribuição de qualquer conteúdo é proibida sem prévio consentimento.

Leia mais

PROVA DE HABILIDADES ESPECÍFICAS - ARQUITETURA E URBANISMO

PROVA DE HABILIDADES ESPECÍFICAS - ARQUITETURA E URBANISMO ARQUITETURA E URBANISMO 15 DE NOVEMBRO DE 2009 Início: 8h ÜËÎßY]Ñ Üß ÐÎÑÊßæ ìø Conteúdo: 4QUESTÕES Este caderno não será liberado. NOME: CARTEIRA Nº PROVA DE HABILIDADES ESPECÍFICAS - ARQUITETURA E URBANISMO

Leia mais

REVISÃO PARA PROVA. Surrealismo; Cinema e Vídeo-Arte; Minimalismo. Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes

REVISÃO PARA PROVA. Surrealismo; Cinema e Vídeo-Arte; Minimalismo. Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes REVISÃO PARA PROVA Surrealismo; Cinema e Vídeo-Arte; Minimalismo Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes O SURREALISMO foi o movimento artístico moderno da representação do irracional

Leia mais

PÓS MODERNISMO ARTE CONTEMPORÂNEA. Profª Rafaela Silva

PÓS MODERNISMO ARTE CONTEMPORÂNEA. Profª Rafaela Silva PÓS MODERNISMO ARTE CONTEMPORÂNEA Profª Rafaela Silva CONTEXTUALIZAÇÃO O Brasil, sofrendo as conseqüências da II Guerra Mundial, assistiu às decisivas transformações que ocorreriam no seu término, imprimindo

Leia mais

ARTES PLÁSTICAS - LICENCIATURA (NOTURNO)

ARTES PLÁSTICAS - LICENCIATURA (NOTURNO) assinatura do(a) candidato(a) ADMISSÃO PARA PORTADOR DE DIPLOMA DE CURSO SUPERIOR 2.ª DCS/2011 ARTES PLÁSTICAS - LICENCIATURA (NOTURNO) LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. Prova Dissertativa 1 Ao receber

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL. DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III e IV ARTE

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL. DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III e IV ARTE CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL 2013 DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III e IV ARTE OBJETIVOS GERAIS Desenvolver o pensamento artístico, estético e crítico; Estimular a percepção visual

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL IV ARTE

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL IV ARTE CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL 2015 DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL IV ARTE OBJETIVOS GERAIS Desenvolver o pensamento artístico, estético e crítico; Estimular a percepção visual e

Leia mais

Currículo Referência em Artes Visuais Ensino Médio

Currículo Referência em Artes Visuais Ensino Médio Currículo Referência em Artes Visuais Ensino Médio 1º ANO - ENSINO MÉDIO Objetivos Conteúdos Expectativas - Conhecer a área de abrangência profissional da arte e suas características; - Reconhecer e valorizar

Leia mais

Artes. O abandono da pintura. 7 ano Volume 4 Professor: Alexandro Lima

Artes. O abandono da pintura. 7 ano Volume 4 Professor: Alexandro Lima O abandono da pintura 7 ano Volume 4 Professor: Alexandro Lima 1 Professor: Alexandro Lima O abandono da pintura Atividades A arte tem o bom hábito de estragar todas as teorias artísticas. (Marcel Duchamp)

Leia mais

CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL AULA ARTES. Aula 4.2 Conteúdo: Romantismo Realismo Impressionismo

CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL AULA ARTES. Aula 4.2 Conteúdo: Romantismo Realismo Impressionismo Aula 4.2 Conteúdo: Romantismo Realismo Impressionismo 1 Habilidades: Reconhecer diferentes funções da arte, do trabalho de produção dos artistas em seus meios culturais. 2 Romantismo Designa uma tendência

Leia mais

Arquitetura e Urbanismo

Arquitetura e Urbanismo Aptidão Arquitetura e Urbanismo APTIDÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO 1. INTRODUÇÃO Considerando que o trabalho do arquiteto é na verdade a articulação de inúmeras variáveis que se materializam e se configuram

Leia mais

Arte Ensino Fundamental. Fase Final (6º a 9º ano)

Arte Ensino Fundamental. Fase Final (6º a 9º ano) Arte Ensino Fundamental Fase Final (6º a 9º ano) 2012 APRESENTAÇÃO Caro(a) professor(a), (...) Protege-me das incursões obrigatórias que sufocam o prazer da descoberta e com o silêncio ( intimamente sábio

Leia mais

PRÊMIO INCENTIVO À EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO SANTISTA GOVERNO FEDERAL

PRÊMIO INCENTIVO À EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO SANTISTA GOVERNO FEDERAL PRÊMIO INCENTIVO À EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO SANTISTA GOVERNO FEDERAL NOME: Auria Oliveira Costa Santos ENDEREÇO: Avenida Coronel Teixeira, nº 5263, Bairro: Boa Esperança CEP-

Leia mais

DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 NOTA:

DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 NOTA: DISCIPLINA: ARTE PROFESSORA: CRISTIANA DE SOUZA DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 NOTA: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 1ª SÉRIE TURMA: A / B NOME COMPLETO: I N S T R U Ç Õ E S 1. Este trabalho

Leia mais

Prova de conhecimentos específicos de de HISTÓRIA DA CULTURA E ARTES

Prova de conhecimentos específicos de de HISTÓRIA DA CULTURA E ARTES Provas Especialmente Adequadas Destinadas a Avaliar a Capacidade para a Frequência dos Cursos Superiores do Instituto Politécnico de Leiria dos Maiores de 23 Anos 2013 Prova de conhecimentos específicos

Leia mais

IDENTIDADE E AUTORRETRATO

IDENTIDADE E AUTORRETRATO IDENTIDADE E AUTORRETRATO Greice Silveira Monica Neves Rodrigues Justificativa O desenho é de grande importância na construção da identidade da criança, colocando-a presente no mundo, criando relações

Leia mais

O retrato através da História da Arte

O retrato através da História da Arte ós na ala de Aula - Arte 6º ao 9º ano - unidade 5 Inicie sua aula observando retratos conhecidos da História da Arte e, em seguida, converse com os alunos sobre os retratos na História. Pergunte a eles

Leia mais

PROVA DE HABILIDADES ESPECÍFICAS ARTES VISUAIS ETAPA TEÓRICA

PROVA DE HABILIDADES ESPECÍFICAS ARTES VISUAIS ETAPA TEÓRICA NOME: CARTEIRA Nº PROVA DE HABILIDADES ESPECÍFICAS ARTES VISUAIS ETAPA TEÓRICA 01 - Com relação à teoria da cor, é correto afirmar: (A) As cores-luz primárias são cores puras que não se fragmentam como

Leia mais

Caderno de Questões UNICAMP 2002. A Unicamp comenta suas provas. vestibular nacional

Caderno de Questões UNICAMP 2002. A Unicamp comenta suas provas. vestibular nacional UNICAMP 2002 vestibular nacional Caderno de Questões A Unicamp comenta suas provas Prova de Aptidão Educação Artística Vestibular Unicamp 2001 As provas de aptidão para Educação Artística - Habilitação

Leia mais

PROVA DE HABILIDADES ESPECÍFICAS ARTES VISUAIS ETAPA TEÓRICA

PROVA DE HABILIDADES ESPECÍFICAS ARTES VISUAIS ETAPA TEÓRICA ARTES VISUAIS 15 DE NOVEMBRO DE 2009 Início: 8h ÜËÎßY]Ñ Üß ÐÎÑÊßæ ìø Conteúdo: 20 questões objetivas e 4questões práticas Este caderno não será liberado. NOME: CARTEIRA Nº PROVA DE HABILIDADES ESPECÍFICAS

Leia mais

A descoberta de novos continentes, a visão antropocêntrica do mundo, a invenção da bússola e da imprensa, a afirmação dos estados nacionais; a

A descoberta de novos continentes, a visão antropocêntrica do mundo, a invenção da bússola e da imprensa, a afirmação dos estados nacionais; a A descoberta de novos continentes, a visão antropocêntrica do mundo, a invenção da bússola e da imprensa, a afirmação dos estados nacionais; a difusão de variadas formas artísticas inspiradas no mundo

Leia mais

DISCIPLINA DE ARTE CONTEÚDOS:

DISCIPLINA DE ARTE CONTEÚDOS: DISCIPLINA DE ARTE OBJETIVOS: 6 ano Construir, expressar-se e comunicar-se em artes plásticas e visuais, articulando percepção, memória, imaginação, sensibilidade e reflexão. Desenvolver relação de autoconfiança

Leia mais

EXPERIMENTALISMO ARTÍSTICO E A DÉCADA DE 60 NO BRASIL: POR UM NOVO SENTIDO DE PARTICIPAÇÃO SOCIAL

EXPERIMENTALISMO ARTÍSTICO E A DÉCADA DE 60 NO BRASIL: POR UM NOVO SENTIDO DE PARTICIPAÇÃO SOCIAL EXPERIMENTALISMO ARTÍSTICO E A DÉCADA DE 60 NO BRASIL: POR UM NOVO SENTIDO DE PARTICIPAÇÃO SOCIAL Izabella Maria da Silva Medeiros 1 ; Paulo Marcondes Ferreira Soares 2 1 Estudante do Curso de Psicologia

Leia mais

Conteúdos Bimestrais Sugeridos para a Área Artes Visuais 6º Ano

Conteúdos Bimestrais Sugeridos para a Área Artes Visuais 6º Ano Bimestrais Sugeridos para a Área Artes Visuais 6º Ano Compreendendo as Artes Visuais como área de conhecimento, que busca a formação de um sujeito atuante nos diferentes contextos da sociedade, pretendemos

Leia mais

Do Expressionismo Abstracto NY àpop Art

Do Expressionismo Abstracto NY àpop Art Do Expressionismo Abstracto NY àpop Art Expressionismo abstracto NY Informalismo europeu Grupo CoBrA Escultura Giacometti~Brancusi Nouveau Réalisme Pop Art Hiper Realismo Expressionismo abstracto nova-iorquino

Leia mais

artigos . Luís Edegar de Oliveira Costa Professor da Faculdade de Artes Visuais da UFG

artigos . Luís Edegar de Oliveira Costa Professor da Faculdade de Artes Visuais da UFG artigos PAULO FOGAÇA nas Artes Plásticas em Goiás: Indícios de Contextualização. Luís Edegar de Oliveira Costa Professor da Faculdade de Artes Visuais da UFG A aparição da arte moderna em Goiás, sua formulação

Leia mais

Universidade São Marcos Pedagogia Comunicação, Educação e Novas Tecnologias RELEITURA DE OBRAS. Jane Ap. Fiorenzano RGM: 048581

Universidade São Marcos Pedagogia Comunicação, Educação e Novas Tecnologias RELEITURA DE OBRAS. Jane Ap. Fiorenzano RGM: 048581 Universidade São Marcos Pedagogia Comunicação, Educação e Novas Tecnologias RELEITURA DE OBRAS Jane Ap. Fiorenzano RGM: 048581 Lenivani S. Brandão RGM: 047438 Melissa F. Caramelo RGM: 049607 Sandra P.

Leia mais