ECF- Escrituração Contábil Fiscal 2015

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ECF- Escrituração Contábil Fiscal 2015"

Transcrição

1 ECF- Escrituração Contábil Fiscal 2015 Versão 1.4 (03/09/2015)

2 Prazo de entrega /09/2015. Instrução Normativa RFB nº 1524, de 08 de dezembro de 2014) Art. 3º A ECF será transmitida anualmente ao Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) até o último dia útil do mês de setembro do ano seguinte ao ano-calendário a que se refira. A ECF (Escrituração Contábil Fiscal) substitui a DIPJ (Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica) e passa a ser a nova obrigação acessória de registros contábeis, imposta pela Receita Federal do Brasil (RFB) através da Instrução Normativa 1.422/2013, alterada posteriormente pela IN 1.524/2014. O que é a ECF? A ECF é uma ferramenta integrada ao SPED (Sistema Público de Escrituração Digital), que obriga todas as pessoas jurídicas incluindo as imunes e isentas, sejam elas tributadas pelo lucro real, lucro presumido ou lucro arbitrado, exceto aquelas optantes pelo Simples Nacional e outras disposições, a implantar e preencher essa nova obrigação. Nela deverão ser informadas todas as operações que influenciam a composição da base de cálculo da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) e do Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ), além do valor devido sobre cada uma. Qual a diferença da ECF em relação à DIPJ? A ECF é uma obrigação bem mais complexa do que a DIPJ, composta por 14 blocos, diferente da DIPJ, que continha poucas fichas. A grande novidade trazida pela ECF em contrapartida à DIPJ é a inserção de informações sobre o Livro Eletrônico de Apuração do Lucro Real (e-lalur) e também do Livro de Apuração da Contribuição Social (e-lacs), que estarão presentes no bloco M da nova obrigação. Tanto no e-lalur como no e-lacs, as partes A e B serão preenchidas e controladas por meio de validações. Além do que, na parte B haverá o abatimento de saldos de um ano em relação a outro. Vantagem trazida pela ECF Exime a apresentação da ficha IPI, cujo levantamento de informações se tornava oneroso para diversas organizações, tanto na parte da organização dos arquivos que pudessem ser incorporados ao sistema da DIPJ quanto na própria digitação dos dados na plataforma.

3 Orientações: IMPORTANTE: É de extrema importância a realização do Bloqueio do Movimento Contábil, uma vez que a ECD já foi entregue (para 2014). Desta forma os ajustes de ECF, mesmo que necessário alterar fechamentos de Lalur, não devem provocar mudanças contábeis, bastando para isso não chamar as opções de Guias/Demonstrativo. Na opção de Ajuda do SCPH, vem sendo repassadas orientações diversas desde dezembro/2014, ressaltando o que deve vir sendo adequado antes da ECD e ECF para que na geração destas obrigações as informações estejam de acordo, como por exemplo: - Empresas Sujeitas; - ECD - Escrituração Contábil Digital; - Plano Referencial; - Sub-Contas IN RFB 1515; - e-lalur / e-lacs; - Demonstrações Contábeis; - Obrigações Acessórias Eliminadas; O Principal intuito destas orientações iniciais, é que o usuário possa realizar os fechamentos contábeis e a divulgação das Demonstrações, sem que mais tarde (com os ajustes para ECF) tenha que alterar informações que impactem diretamente nessas. Procedimentos Iniciais: SCPH: - Manutenção de Empresas: - Ano Início ECD, somente deve ser informado para empresas que estiveram obrigadas a entrega da ECD. - Plano Referencial ECF: Verificar qual a forma de tributação da empresa (Lucro Real ou Presumido ou Imune/Isenta), para correta definição do plano referencial a ser utilizado.

4 Procedimentos em relação ao Cadastro de Empresas:

5 Procedimentos em relação ao Plano de Contas: - Ajustes referente ao Plano de Contas Referencial RFB - ECF. OBS.: Empresas Lucro Presumido que não foram obrigadas a entrega da ECD de 2014, fica facultativo o referenciamento das contas do Plano Referencial ECF). OBS.: Caso tenha informado Plano Referencial RFB, anteriormente, poderá ser utililizada a ferramenta De-Para para adequação do Plano Referencial RFB ECF. Caso o Plano Referencial RFB, não tenha sido informado anteriormente, deverá ser feito manualmente o referenciamento das contas apenas no Plano Referencial RFB ECF.

6 Procedimentos em relação ao Lalur: - Ajustes referente ao Lalur: Cadastro de Contas, Lançamentos de Lalur e Lançamentos Contábeis. Configurações obrigatórias para gerar o e-lalur e o e-lacs. - Coeficientes Em Cadastros\Lalur\Coeficientes, informar o ano e 1 para todos os meses. A configuração deve ser feita para todos os anos. - Contas Em Cadastros\Lalur\Contas, obrigatoriamente deve ter uma conta cadastrada com o Tipo Adição igual a Adição parte A e descrição igual a Contribuição Social (extamente com essa descrição) e Tipo Contábil igual a Lançamento Lalur. Sem essa configuração o sistema na faz a adição da CSLL automaticamente no cálculo do IRPJ.

7 - Forma de Apuração Em Cadastros\Lalur\Forma de Apuração, configurar conforme forma de apuração, deve ser feito mês a mês, independente de ser trimestral ou anual. No campo Conta de Provisão do IR deve ser informada somente a conta de Provisão de IRPJ do grupo resultado, e no campo Contas p/resultado Contábil informar o grupo de resultado do plano de contas.

8 Fechamento Lalur: OBS.: Novos campos para informar Deduções e Retenções, para empresas com forma de apuração do Lalur Balancete Mensal e Lucro Real Trimestral. Para as demais formas de apuração, as Deduções/Retenções deverão ser informadas no EFPH. O Lalur só é considerado fechado após a verificação do Demontrativo e Emissão das Guias. No Fechamento Lalur, ao gerar Guias, do valor das mesmas será gerado automaticamente o lançamento contábil (provisão-ir e CSLL). O processo de emissão das guias, também gera as mesmas para o Controle de Guias do EFPH, desde que, o endereço do EFPH seja informado na tela de fechamento do Lalur: ATENÇÃO: Não deverão ser atualizados valores de Guias do Lalur de 2014, pois este processo poderá modificada a contabilização, conforme mensagem abaixo:

9 - Geração da ECF: - Aba Signatários: Informação de (obrigatório); - Lucro Presumido Aba Informações Gerais: Para empresas que entregaram ECD, os campos Capital Registrado, Valor do Estoque, Saldo de Caixa e Bancos, Saldo de Aplicações Financeiras, Contas a Receber e Contas a Pagar, não são necessários; - Para empresas que não tem Estoque, o campo Valor do Estoque não deverá ser informado, porém, o campo Método de Avaliação de Estoques deverá conter informação, neste caso, selecionar qualquer uma das opções disponíveis. - Local Tabelas PVA: Informar o local onde estão gravadas as tabelas da ECF, normalmente localizadas em C:\arquivos de programas rfb\programas sped\ecf\recursos\tabelas (endereço necessário para busca das descrições das operações geradas nos registros pelo SCPH) ATENÇÃO: Se na geração da ECF, está sendo apresentada mensagem Empresa não possui Ano Inicio ECD no Cadastro da Empresa e a empresa não esteve obrigada a apresentação da ECD, é provável que o Plano Referencial vinculado esteja incorreto, pois este é exigido somente para PJ em Geral, Seguradoras e Financeiras.

10 EFPH: - Manutenção de Empresas: Informação de (obrigatório); - Revisão/Ajustes no Cadastros de Sócios em relação ao EFPH (Informações iguais). - Verificação do Cadastro de Históricos: % de CSLL e IRPJ; Retenções: - Registro Y570: Demonstrativo do Imposto de Renda e CSLL Retidos na Fonte: - Será gerado sob as seguintes condições: ::Ter sido lançado durante todo o ano base, nos lançamentos de saídas, todas as notas de serviços com retenção de IRF, e com informação do cliente. ::Ter informado nos históricos utilizados o código de retenção correspondente. ::Ter sido lançado durante todo o ano base, nos lançamentos de saídas, todas as notas de serviços com retenção de CSLL, e com informação do cliente, bem como os recebimentos, quando a retenção ocorreu sobre estes. :: Atenção: Para retenções de CSLL serão gerados apenas aquelas referentes à Lei 10833, com códigos 5952 ou 5987, os demais códigos (3877, 6228 e 9998) deverão ser informados e ou ajustados diretamente no sistema da SRF. DPPH: - Revisão/Ajustes nos Cadastros de Sócios em relação ao EFPH (Informações iguais). OBS.: Caso não tenha os sócios informados no DPPH, ou não tenha DPPH, as informações dos sócios serão geradas pelo EFPH, ou, ainda, caso não tenha EFPH (Imunes/Isentas), estas informações, serão geradas pelo DPPH. Caso não tenha informação de sócios nem no EFPH, nem no DPPH, não será gerado o registro Y600. ::Registro Y600: Identificação de Sócios ou Titular - depende de informações no cadastro de sócios no sistema EFPH ou no sistema DPPH. Cadastros Sócios: - Novos Campos: Informar se necessário Capital Votante diferente da participação normal, para sócio que não for do Brasil, ou ainda que tiver algum representante legal. (procurador..etc...) - Não serão permitidos tipos de sócios como 'Fundo de Investimento'. - A qualificação será definida pela natureza da empresa e o país, sendo que para S/A será Acionista, para MEI e individual será Titular e todas as demais será Sócio. - Data Entrada: Caso não esteja informada data de entrada será considerada data de abertura da empresa indicada no EFPH ou DPPH ou SCPH (nessa ordem). Nota: No caso de funcionários (dirigentes, administradores etc..) o país será sempre considerado como '105-Brasil' devendo ser ajustado diretamente no PVA caso existem residentes ou domiciliados no exterior. ::Registro Y611/12: Rendimentos de Dirigentes, Conselheiros, Sócios ou Titular - depende de informações no sistema DPPH.

11 -Processamento de valores: Serão consideradas filiais (mesmo método que era utilizado na DIPJ de anos anteriores, exceto que agora os diretores são os identificados no cadastro, e sempre gerará PL). 1) Pro Labore. (empregadores) 2) Distribuição de Lucros. (empregadores e sócios) -Cadastro de Funcionários - Rendimentos ECF: Indique a categoria conforme necessidade de geração de rendimentos (Registros Y611/12) para a ECF-Escrituração Contábil Fiscal a partir de OBS.: Para estas qualificações o funcionário deve constar em DIRF (do ano de 2014). - O cadastro de sócios servirá para atualizar (pelo CPF/CNPJ) o código do país (de empregadores, por exemplo, que não tenham lucros). Sequência de Geração:

12

13 Geração ECF / Painel: Ao final da geração da ECF, será apresentada mensagem de alerta para salvar no mesmo arquivo de importação, e que este foi copiado para a área de transferência. O arquivo vai ser sempre ECFano.PVA.TXT na pasta ECF de cada empresa. Atenção: Na geração de entrega à RFB pelo PVA, salvar neste mesmo arquivo para que o Painel tenha todas as funcionalidades de conferência. Geração da ECF Sequência Painel:

14 Gravação do arquivo para entrega PVA: Após a gravação do arquivo, deverá no SCPH ser executada a opção Verificar Status Local. Check Empresas: Permite conferir as empresas incluídas no painel com as empresas existentes no cadastro. Caso alguma empresa do cadastro não esteja no painel, apresenta lista para conferência e posterior geração se necessário. Serão considerados os campos 'Data Início ECD' e 'Simples' do Cadastro das Empresas para a verificação:

15 Campo Gerar: - Se tiver informação de Ano Inicio ECD será considerado Gerar = SIM, independente do campo Simples estar marcado ou não; - Se não tiver informação de Ano Inicio ECD, será verificado o campo Simples, se marcado, será considerado Gerar = NÃO. Fechamento IRPJ/CSLL: ATENÇÃO: O fechamento de possíveis diferenças dos valores de IRPJ e CSLL, entre PVA e SCPH, deverá ser feito antes da ECF ser assinada e entregue (conferência entre arquivo gerado pelo SCPH comparado com arquivo gravado para entrega no PVA). Se na verificação, o status do Fechamento IRPJ/CSLL for <<< SUCESSO >>>, significa que não houveram diferenças na apuração entre SCPH e PVA. Se na verificação, o status do Fechamento IRPJ/CSLL for <<< DIFERENÇAS/PROBLEMAS >>>, pode ser que não tenha ainda sido gravado o arquivo de entrega no PVA, ou tenha sido gravado em outro local ou com outro nome, ou realmente existem diferenças entre o fechamendo dos impostos entre SCPH e PVA.

16 Buscas entre sistemas: - Será permitido ao usuário setar localização, que será sempre solicitada na geração. Deverá ser informada a pasta da empresa a ser gerada a ECF, então sistema assumirá esta. Caso seja informado somente o local da Base, será buscado pelo CNPJ da primeira pasta encontrado. - Para algumas empresas não é necessário informações do EFPH, pois nesse sistema, não teria o que buscar, exemplo: Sindicatos, Igrejas... Neste caso, foi ajustado para efetuar a busca dos dados cadastrais somente do DPPH, e na geração,

17 quando abrir a janela do EFPH, basta dar um ESC ou Fechar a janela, que o sistema vai buscar os dados cadastrais no DPPH. Informações que virão do EFPH: - Registro 030-Dados Cadastrais: Natureza Jurídica, CNAE Fiscal, Endereço, número, complemento, código município e ; -Registro Y550: Vendas a Comercial Exportadora com Fim Específico de Exportação: Será buscado no EFPH mas somente se for indicado na Aba Parâmetros que existem essas vendas. EFPH: Movimento de itens das saídas menos movimento de itens das entradas, para históricos de faturamento e CFOP que indique operação equivalente. Valor do produto - desconto - desconto rateado + rateio outras/frete... - Serão consideradas filiais. - CFOP-s :: Saídas: 5501,5502,5504,5505, 6501,6502,6504,6505 :: Entradas: 1503,1504,1505,1506,2503,2504,2505,2506, - Obrigatório detalhamento itens SPED. Particularidades de cada registro: - Registro 010-Parametros de Tributação: Qualificação da PJ: baseado no Plano Referencial Indicado. - Registro K355-Saldos Finais das Contas Contábeis de Resultado Antes do Encerramento A partir do momento que existirem lançamentos contábeis com 'Centro de Custos', para todos os lançamentos dessa conta deverá existir CC informado. Caso alguma conta possua lançamentos com e sem centro de custos, ocasionará erro na validação do arquivo no PVA. - Registro M312: Números dos Lançamentos Relacionados à Conta Contábil: Será utilizada a informação do arquivo gerado pela ECD (CODLAN.PD), conforme código de lançamento informado no registro I200-Lançamentos Contábeis (Arquivo da ECD-A informação tem que ser igual nos dois arquivos). - Registro M362: Números dos Lançamentos Relacionados à Conta Contábil Será utilizada a informação do arquivo gerado pela ECD (CODLAN.PD), conforme código de lançamento informado no registro I200-Lançamentos Contábeis (Arquivo da ECD-A informação tem que ser igual nos dois arquivos). - Registro Y570: Demonstrativo do Imposto de Renda e CSLL Retidos na Fonte: - Os valores lançados em 'Outras Bases', referente retenções de IR e CS, não serão incluídos nesse registro, pois não constam todas as informações necessárias. - Lançamentos de saídas, todas as notas de serviços com retenção de IRF, e com informação do cliente. Ter informado nos históricos utilizados o código de retenção correspondente.

18 - Registro Y600: Identificação de Sócios ou Titular: Serão mesclados os cadastros de sócios do EFPH e do DPPH. - Registro Y671: Outras Informações (Lucro Real) O sistema gera apenas os campos 5 e Aquisições = Débitos nas contas de imobilizado do período. 6 - Baixas = Créditos nas contas de imobilizado do período. Os demais campos deverão ser preenchidos manualmente no PVA. - Registro Y800: Outras Informações Criada Aba de Outras Informações onde se podem incluir arquivos em formato RTF. Cada arquivo irá gerar um registro Y800 no arquivo da ECD. Os arquivos são gravados de acordo com o Ano ECF. Registros Não Gerados pelo SCPH: - Registro 0035: Identificação das SCP - Registro M315: Identificação de Processos Judiciais e Administrativos Referentes ao Lalur - Registro M365: Identificação de Processos Judiciais e Administrativos Referentes ao Lalur - Registro M415: Identificação de Processos Judiciais e Administrativos Referentes ao Lalur - Registro N615: Informações da Base de Cálculo dos Incentivos Fiscais - Registro P130: Demonstração das Receitas Incentivadas do Lucro Presumido - Registro P230: Cálculo da Isenção e Redução do Lucro Presumido - Registro Y560: Detalhamento das Exportações da Comercial Exportadora - Registro Y580: Doações a Campanhas Eleitorais - Registro Y590: Ativos no Exterior - Registro Y620: Participações Avaliadas Pelo Método de Equivalência Patrimonial - Registro Y630: Fundos/Clubes de Investimento - Registro Y640: Participações em Consórcios de Empresas - Registro Y650: Participantes do Consórcio - Registro Y660: Dados de Sucessoras - Registro Y680: Mês das Informações de Optantes pelo Refis (Lucros Real, Presumido e Arbitrado - Registro Y681: Informações de Optantes pelo Refis (Lucros Real, Presumido e Arbitrado - Registro Y682: Informações de Optantes pelo Refis - Imunes ou Isentas - Registro Y690: Informações de Optantes pelo PAES Registros Gerados pelo PVA automaticamente: - Registro L030: Identif. Dos Períodos e Formas de Apuração do IRPJ/CSLL no ano calendário. - Registro L100: Balanço Patrimonial (Calculado pelo PVA); - Registro M500: Controle de Saldos das Contas da Parte B do e-lalur e do e-lacs - Registros P100 Balanço Patrimonial e Registro P150 Demonstrativo do Resultado do

19 Exercício: são gerados pelo PVA com base nas informações dos registros J100/J156, K155/156 e K355/K Registro U100 Balanço Patrimonial e Registro U150 Demonstração de Resultado: são gerados pelo PVA com base nas informações dos registros J100/J156, K155/156 e K355/K356. Registros a serem informados diretamente no PVA: - Registro N600: Demonstração do Lucro da Exploração - Registro N610: Cálculo da Isenção e Redução do Imposto Sobre o Lucro Real - Registro Y540: Discriminação da Receita de Vendas dos Estabelecimentos por Atividade - Registro Y671: Outras Informações (Lucro Real), exceto os campos 5-Aquisições e 6-Baixas; Blocos Não Gerados pelo SCPH - BLOCO T - Lucro Arbitrado - BLOCO X - Informações Econômicas - BLOCO 9 - Encerramento de Arquivo (Este bloco não será gerado pois o validador o desconsidera) Particularidades dos Blocos: - BLOCO C - Informações Recuperadas ECD O Bloco C, somente é preenchido efetuando a Recuperação da ECD dentro da ECF. Porem, essa recuperação pode ocasionar erros com relação as Contas Referenciais que na ECD não eram obrigatórias e na ECF sim. Nesses casos, devera ser seguido orientações repassadas pela RFB conforme abaixo: - Importação do arquivo ECF; - Recuperação dos saldos da ECD; - Importação somente do bloco J do ECF; - BLOCO E - Informações Recuperadas ECF anterior e cálculos dados ECD Esse bloco também somente é preenchido pela recuperação da ECF. Porem, é a ECF do ano anterior. - BLOCO K - Saldos das Contas Contábeis e Referenciais: Na validação de ECF de empresa de Lucro Presumido, poderá ocorrer advertência: Existe uma diferença (R$ ****) entre a soma dos saldos finais credores com a soma dos saldos finais devedores. Esta mensagem ocorre porque o PVA aponta que o fechamento do balanço deve ser em função das empresas do presumido apurar o imposto trimestralmente. Como a Lei permite que seja apurado apenas um Balanço Anual (e na maioria dos casos é desta forma que foi feito, e entregue a ECD inclusive). Como se trata de advertência, pode ser entregue a ECF desta forma. Caso o usuário opte por fazer o fechamento trimestral, ficará diferente da ECF, e, para este caso não encontramos orientação.

20 - BLOCO P Lucro Presumido: Todas as informações relativas a apuração dos impostos de Lucro Presumido serão geradas por informações oriundas do EFPH. - BLOCO U Imunes/Isentas: Mesmo que a empresa Imune/Isenta, esteja enquadrada como Lucro Real, NÃO serão gerado os blocos L, M e N. PVA: - O bloco 0 (zero) (Parâmetros de Tributação, Parâmetros Complementares, Dados Cadastrais, Identificação de SCP e Identificação dos Signatários) não é sobrescrito em importações seguintes a primeira, caso necessário alterar informações deste, deverá ser excluída a escrituração e novamente importada. - Na importação do arquivo dentro do PVA, o mesmo irá apresentar o seguinte questionamento: Realiza transporte de valores? Sim ou Não? Obrigatoriamente deverá ser optado por SIM, em função da base de calculo e valores que serão gerados automaticamente pelo PVA, conforme informações constantes nos registros gerados pelo SCPH.

21 Resumo dos blocos ECF:

ECF- Escrituração Contábil Fiscal 2015

ECF- Escrituração Contábil Fiscal 2015 ECF- Escrituração Contábil Fiscal 2015 Versão 1.0 (08/2015) Prazo de entrega 2015-30/09/2015. Instrução Normativa RFB nº 1524, de 08 de dezembro de 2014) Art. 3º A ECF será transmitida anualmente ao Sistema

Leia mais

ECF- Escrituração Contábil Fiscal 2015

ECF- Escrituração Contábil Fiscal 2015 ECF- Escrituração Contábil Fiscal 2015 Versão 1.2 (26/08/2015) Prazo de entrega 2015-30/09/2015. Instrução Normativa RFB nº 1524, de 08 de dezembro de 2014) Art. 3º A ECF será transmitida anualmente ao

Leia mais

SPED Escrituração Contábil Fiscal (ECF)

SPED Escrituração Contábil Fiscal (ECF) SPED Escrituração Contábil Fiscal (ECF) Este tutorial destina-se a empresas de Regime Lucro Presumido. A exportação para o SPED Escrituração Contábil Fiscal (ECF) no Sistema LedWin, deverá ser feita da

Leia mais

Resumo Socion das configurações no JB Cepil para geração da ECF

Resumo Socion das configurações no JB Cepil para geração da ECF Resumo Socion das configurações no JB Cepil para geração da ECF 1 - Configurações Necessárias Empresa Lucro Real: 1.1 Pacote 3000 Apontar o plano referencial a ser utilizado pela empresa; 1.2 Pacote 3012

Leia mais

1. O que é ECF? 2. Obrigatoriedade; 3. Prazo de Entrega; 4. Informações e Estrutura; 5. Penalidades; 6. Considerações Finais.

1. O que é ECF? 2. Obrigatoriedade; 3. Prazo de Entrega; 4. Informações e Estrutura; 5. Penalidades; 6. Considerações Finais. ECF Escrituração Contábil Fiscal Aspectos gerais. Por: Luana Romaniuk. Em junho de 2015. SUMÁRIO 1. O que é ECF? 2. Obrigatoriedade; 3. Prazo de Entrega; 4. Informações e Estrutura; 5. Penalidades; 6.

Leia mais

PALESTRA. A ECF e a Eficiência no Controle Fiscal

PALESTRA. A ECF e a Eficiência no Controle Fiscal PALESTRA A ECF e a Eficiência no Controle Fiscal Palestrante: Ivo Ribeiro Viana Advogado, contabilista, especialista em direito tributário pela PUC-SP, MBE em gestão e controladoria pela FECAP-SP. Consultor

Leia mais

ECF DIPJ INCLUÍDA NO SPED

ECF DIPJ INCLUÍDA NO SPED ECF DIPJ INCLUÍDA NO SPED O que é ECF Escrituração Contábil Fiscal? Demonstra o cálculo do IRPJ e da CSLL Sucessora da DIPJ Faz parte do projeto SPED Instituída pela Instrução Normativa RFB 1.422/2013

Leia mais

Mapeamento ECF. w w w. b r l c o n s u l t o r e s. c o m. b r

Mapeamento ECF. w w w. b r l c o n s u l t o r e s. c o m. b r Mapeamento ECF Projeto SPED ECF Introdução A Escrituração Contábil Fiscal (ECF) substitui a Declaração de Informações Econômico- Fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ), a partir do ano-calendário 2014. São

Leia mais

ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF)

ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF) ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF) Grant Thornton - Brasil Junho de 2015 Agenda Considerações Iniciais; Obrigatoriedade de Transmissão; Penalidades (Multas); Informações a serem Transmitidas; Recuperação

Leia mais

ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL SPED ECF. PROFESSOR: FELLIPE GUERRA Sergipe, 24 de Agosto de 2015.

ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL SPED ECF. PROFESSOR: FELLIPE GUERRA Sergipe, 24 de Agosto de 2015. ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL SPED ECF PROFESSOR: FELLIPE GUERRA Sergipe, 24 de Agosto de 2015. PROFESSOR: FELLIPE GUERRA Contador, Consultor Empresarial e Especialista em SPED. Coordenador da Comissão

Leia mais

Manual de Geração da ECF Escrituração Contábil e Fiscal Contábil Phoenix

Manual de Geração da ECF Escrituração Contábil e Fiscal Contábil Phoenix Manual de Geração da ECF Escrituração Contábil e Fiscal Contábil Phoenix A seguir iremos demonstrar o processo para uma perfeita geração da ECF (Escrituração Contábil e Fiscal). Fique atento as telas e

Leia mais

1-Outras Informações, 2-Balanço (Ativo e Passivo), 3-DRE (Custos, Despesas e Resultado), 4- DLPA, 5-REFIS e 6-PAES.

1-Outras Informações, 2-Balanço (Ativo e Passivo), 3-DRE (Custos, Despesas e Resultado), 4- DLPA, 5-REFIS e 6-PAES. Prezado Cliente, Para exportar os dados do programa JBCepil- Windows para a -2012 (Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica), segue configurações abaixo a serem realizadas. Configurações

Leia mais

ECF - escrituração contábil fiscal

ECF - escrituração contábil fiscal ECF - escrituração contábil fiscal O que é a ECF? Escrituração Contábil Fiscal é uma nova obrigação do SPED Sistema Público de Escrituração Digital, que entrará em vigor em 2015 e nessa deverão ser informados

Leia mais

ECF - Lucro Real - Regras Gerais e Preenchimento. 1. Tela inicial da ECF... 3. 2. Visualização dos dados da ECF... 3

ECF - Lucro Real - Regras Gerais e Preenchimento. 1. Tela inicial da ECF... 3. 2. Visualização dos dados da ECF... 3 ECF - Lucro Real - Regras Gerais e Preenchimento 1. Tela inicial da ECF... 3 2. Visualização dos dados da ECF... 3 3. Bloco 0 - Abertura e Identificação... 4 3.1 Registro 0000 - Abertura do Arquivo Digital

Leia mais

ECF Considerações Iniciais

ECF Considerações Iniciais Outubro de 2014 ECF Considerações Iniciais A ECF é mais um dos projetos da RFB que integrará o SPED (Disciplinada pela Instrução Normativa RFB 1.422/2013). O layout da ECF pode ser encontrado no website

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA WCONTÁBIL GERAÇÃO DO ARQUIVO FCONT

MANUAL DO SISTEMA WCONTÁBIL GERAÇÃO DO ARQUIVO FCONT MANUAL DO SISTEMA WCONTÁBIL GERAÇÃO DO ARQUIVO FCONT Página 1 INTRODUÇÃO Este material traz as informações necessárias de como proceder a preparação os dados e configuração do sistema Wcontábil na geração

Leia mais

ECF ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL

ECF ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL ECF ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL Geração da ECF para empresas optantes pelo Lucro Presumido Informações importantes A Escrituração Contábil Fiscal é uma nova obrigação acessória, cuja primeira entrega

Leia mais

Instruções SPED Fiscal ECF

Instruções SPED Fiscal ECF Instruções SPED Fiscal ECF DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autora: Laila Maria Doc. Vrs. 02 Revisão: Aprovado em: Agosto de 2015. Nota de copyright Copyright 2015 Teorema Informática, Guarapuava. Todos os direitos

Leia mais

Criar nova ECF(Escrituração Contabil Fiscal) e recuperar dados da ECD no PVA(Validador do SPED)

Criar nova ECF(Escrituração Contabil Fiscal) e recuperar dados da ECD no PVA(Validador do SPED) Criar nova ECF(Escrituração Contabil Fiscal) e recuperar dados da ECD no PVA(Validador do SPED) Tabela de Conteudo - Indices 1 - Criando Nova declaração... 3 1.1 - Procedimentos Iniciais... 3 1.2 - Recuperando

Leia mais

Prof. Filemon Augusto de Oliveira

Prof. Filemon Augusto de Oliveira Prof. Filemon Augusto de Oliveira Mini Curriculum Prof. Filemon Augusto de Oliveira Contador Especialista em Gestão Financeira MBA Controladoria e Auditoria Empresário Contábil Membro do GT Tributário

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Comparativo leiaute DIPJ 2014 x ECF

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Comparativo leiaute DIPJ 2014 x ECF Comparativo leiaute DIPJ 2014 x ECF 05/05/2014 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas Pelo Time da Eficiência Comercial... 3 3. Análise da Legislação... 4 3.1 Comparativo

Leia mais

SPED Contábil e SPED ECF

SPED Contábil e SPED ECF SPED Contábil e SPED ECF Impactos nas Rotinas Empresárias Prof. Marcos Lima Marcos Lima Contador (graduado pela UECE) Especialista em Auditoria (UNIFOR) Diretor de Relacionamentos da Fortes Contabilidade

Leia mais

LEI 12.973/2014 E SPED: ADAPTAÇÃO ÀS NOVAS OBRIGAÇÕES TRIBUTÁRIAS

LEI 12.973/2014 E SPED: ADAPTAÇÃO ÀS NOVAS OBRIGAÇÕES TRIBUTÁRIAS LEI 12.973/2014 E SPED: ADAPTAÇÃO ÀS NOVAS OBRIGAÇÕES TRIBUTÁRIAS Visão geral dos impactos das novas evidenciações e diferenças de práticas contábeis advindas da IN 1.515. Subcontas. ECF e suas implicações.

Leia mais

Criar nova ECF(Escrituração Contabil Fiscal) e recuperar dados da ECD no PVA(Validador do SPED)

Criar nova ECF(Escrituração Contabil Fiscal) e recuperar dados da ECD no PVA(Validador do SPED) Criar nova ECF(Escrituração Contabil Fiscal) e recuperar dados da ECD no PVA(Validador do SPED) TABELA DE CONTEUDO - INDICES 1 - Criando Nova declaração... 3 1.1 - Procedimentos Iniciais... 3 1.2 - Recuperando

Leia mais

ECF ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL

ECF ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL ECF ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL Geração da ECF para empresas optantes pelo Lucro Real Informações importantes Este roteiro visa apresentar uma sugestão para a geração e entrega da ECF para as empresas

Leia mais

1.1 - Campo 17 - Indicador de entidade sujeita a auditoria independente

1.1 - Campo 17 - Indicador de entidade sujeita a auditoria independente SPED Contábil Alterações do Layout 3.0 Produto : RM TOTVS Gestão Contábil 11.82 Processo : SPED Contábil Subprocesso : Data da publicação : 16/04/15 Este documento tem o objetivo de apresentar as alterações

Leia mais

Resumo Socion das configurações no JB Cepil para geração da ECF

Resumo Socion das configurações no JB Cepil para geração da ECF Resumo Socion das configurações no JB Cepil para geração da ECF 1 - Configurações Necessárias: 1.1 Pacote 3000 Apontar o plano referencial a ser utilizado pela empresa; 1.2 Pacote 3012 (planos referenciais)

Leia mais

Livro Eletrônico de Escrituração e Apuração do IRPJ e CSLL sobre o Lucro Líquido da Pessoa Jurídica Tributada pelo Lucro Real e-lalur

Livro Eletrônico de Escrituração e Apuração do IRPJ e CSLL sobre o Lucro Líquido da Pessoa Jurídica Tributada pelo Lucro Real e-lalur Livro Eletrônico de Escrituração e Apuração do IRPJ e CSLL sobre o Lucro Líquido da Pessoa Jurídica Tributada pelo Lucro Real e-lalur São Paulo, 11 de setembro de 2012 Abrangência do Sped NF-e Integração

Leia mais

Manual Escrituração Contábil Digital

Manual Escrituração Contábil Digital SPED Contábil Vínculo de Contas e Geração do Arquivo O SPED Sistema Público de Escrituração Digital é composto por três grandes subprojetos: Escrituração Contábil Digital, Escrituração Fiscal Digital e

Leia mais

AUDITORIA FISCO-CONTÁBIL DAS DEMONSTRAÇÕES ELETRÔNICAS COMPLIANCE FISCAL ELETRÔNICO

AUDITORIA FISCO-CONTÁBIL DAS DEMONSTRAÇÕES ELETRÔNICAS COMPLIANCE FISCAL ELETRÔNICO AUDITORIA FISCO-CONTÁBIL DAS DEMONSTRAÇÕES ELETRÔNICAS COMPLIANCE FISCAL ELETRÔNICO Nossos serviços de auditoria das Obrigações Eletrônicas utilizam ferramentas que permitem auditar os arquivos enviados

Leia mais

ECF ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL

ECF ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL ECF ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL Geração da ECF para empresas optantes pelo Lucro Real INFORMAÇÕES IMPORTANTES Este roteiro visa apresentar uma sugestão para a geração e entrega da ECF para as empresas

Leia mais

Configuração de Acumuladores

Configuração de Acumuladores Configuração de Acumuladores Os acumuladores são cadastro usados pelo Módulo Domínio Sistemas Fiscal para permitir a totalização dos valores lançados nos movimentos de entradas, saídas, serviços, outras

Leia mais

Manual de Geração da ECF Escrituração Contábil e Fiscal IRPJ/JR Phoenix

Manual de Geração da ECF Escrituração Contábil e Fiscal IRPJ/JR Phoenix Manual de Geração da ECF Escrituração Contábil e Fiscal IRPJ/JR Phoenix De acordo com o Decreto no 6.022, de 22 de janeiro de 2007 e pela Instrução Normativa RFB no 1.422, de 19 de dezembro de 2013 e alterações

Leia mais

OBRIGAÇÕES FISCAIS SOCIAIS DA APM

OBRIGAÇÕES FISCAIS SOCIAIS DA APM COMUNICADO FDE / DRA Nº 001/2015 OBRIGAÇÕES FISCAIS E SOCIAIS DA APM 2 0 1 5 Página 1 de 9 O objetivo deste texto é informar aos dirigentes das Associações de Pais e Mestres APMs de Escolas Estaduais conveniadas

Leia mais

Elaborado por: Gisleise Nogueira de Aguiar. O conteúdo desta apostila é de inteira responsabilidade do autor (a).

Elaborado por: Gisleise Nogueira de Aguiar. O conteúdo desta apostila é de inteira responsabilidade do autor (a). Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

SPED ECF. ECF Escrituração Contábil Fiscal. Danilo Lollio São Paulo - SP. Esta apresentação é de propriedade da Wolters Kluwer Prosoft.

SPED ECF. ECF Escrituração Contábil Fiscal. Danilo Lollio São Paulo - SP. Esta apresentação é de propriedade da Wolters Kluwer Prosoft. SPED ECF ECF Escrituração Contábil Fiscal Danilo Lollio São Paulo - SP Esta apresentação é de propriedade da Wolters Kluwer Prosoft. É proibida a reprodução, distribuição ou comercialização deste conteúdo.

Leia mais

Instrução Normativa RFB n 1.353/13 MAIO DE 2.013

Instrução Normativa RFB n 1.353/13 MAIO DE 2.013 Instrução Normativa RFB n 1.353/13 MAIO DE 2.013 PRINCIPAIS CONSIDERAÇÕES O Art. 1 da IN RFB n 1353/13 instituiu a Escrituração Fiscal Digital do Imposto sobre a Renda e da Contribuição Social sobre o

Leia mais

Cordilheira Escrita Fiscal 2.109A

Cordilheira Escrita Fiscal 2.109A LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais

Manual Operacional Versão 2.2

Manual Operacional Versão 2.2 1 Manual Operacional Versão 2.2 2 SUMÁRIO 1) Assistente de configuração 4 2) Módulo Geral 9 2.1) Administradora 9 2.2) Empresa 9 2.3) Grupo de Empresa 12 2.4) Responsável 13 2.5) CEP 13 2.6) Configurações

Leia mais

É necessário que a contabilidade de 2013 da empresa esteja com o período encerrado.

É necessário que a contabilidade de 2013 da empresa esteja com o período encerrado. Geração do SPED ECD e FCONT referente ao exercício de 2013. É necessário que a contabilidade de 2013 da empresa esteja com o período encerrado. Porém antes de encerrar o exercício, efetue os procedimentos

Leia mais

ECF Escrituração Contábil Fiscal. Maio de 2015

ECF Escrituração Contábil Fiscal. Maio de 2015 Maio de 2015 Histórico Desde o ano de 2007, com a criação Sistema público de Escrituração Digital (SPED), por meio do Decreto nº 6.022, o fisco vem gradativamente migrando sua base de análises para os

Leia mais

EFD PIS/COFINS. O que é a EFD PIS/COFINS?...2. A EFD PIS/COFINS no Cordilheira Escrita Fiscal...2. 1. Procedimentos Iniciais...2

EFD PIS/COFINS. O que é a EFD PIS/COFINS?...2. A EFD PIS/COFINS no Cordilheira Escrita Fiscal...2. 1. Procedimentos Iniciais...2 EFD PIS/COFINS SUMÁRIO O que é a EFD PIS/COFINS?...2 A EFD PIS/COFINS no Cordilheira Escrita Fiscal...2 1. Procedimentos Iniciais...2 a) Classificando as Empresas... 3 b) Conferindo os Cadastros que Influenciam

Leia mais

Informações Importantes Escrituração Contábil Digital ECD. 2 Existe um ambiente de treinamento dentro do próprio Sped Contábil?

Informações Importantes Escrituração Contábil Digital ECD. 2 Existe um ambiente de treinamento dentro do próprio Sped Contábil? Informações Importantes Escrituração Contábil Digital ECD 1 - Onde eu consigo visualizar o manual de orientação do ECD? No help do validador, em Ajuda Ajuda. Ou no link: file:///c:/arquivos%20de%20programas%20rfb/programas

Leia mais

Escrituração Contábil Digital (ECD) Escrituração Contábil Fiscal (ECF)

Escrituração Contábil Digital (ECD) Escrituração Contábil Fiscal (ECF) Escrituração Contábil Digital (ECD) Escrituração Contábil Fiscal (ECF) José Jayme Moraes Junior Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil Supervisor Nacional da ECD e da ECF Escrituração Contábil Digital

Leia mais

EFD PIS/COFINS NOVIDADES G5 PHOENIX 1 CADASTRO DE ITENS. Foram acrescentados os seguintes campos no Cadastro de Itens:

EFD PIS/COFINS NOVIDADES G5 PHOENIX 1 CADASTRO DE ITENS. Foram acrescentados os seguintes campos no Cadastro de Itens: EFD PIS/COFINS NOVIDADES G5 PHOENIX 1 CADASTRO DE ITENS Foram acrescentados os seguintes campos no Cadastro de Itens: 1.1 Subtela Cod.Grupo Bebidas Frias. Teclando ctrl+enter neste campo o sistema abre

Leia mais

1. Controle de exercício

1. Controle de exercício 1 1. Controle de exercício Para realizar lançamentos e emitir relatório o módulo Contabil obriga a criação de exercícios, que na verdade representam os anos de atividade da empresa. Confira algumas dicas

Leia mais

Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido

Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido Sumário Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido 1. Cadastro de Empresas... 2 2. Cadastro de Participantes...

Leia mais

Principais Aspectos do Sistema Público de Escrituração Digital SPED

Principais Aspectos do Sistema Público de Escrituração Digital SPED Principais Aspectos do Sistema Público de Escrituração Digital SPED Como trabalhamos? no passado a pouco tempo Daqui para frente ECD Escrituração Contábil Digital IN RFB 787/07 O que é? : É a substituição

Leia mais

Manual de Integração - E-Fiscal X Telecont

Manual de Integração - E-Fiscal X Telecont Atualizado em Maio/2008 Pág 1/36 Para integrar os dados do sistema Efiscal com o sistema Telecont, efetue os procedimentos abaixo: CADASTRO DE EMPRESAS ABA BÁSICO Acesse menu Arquivos Empresas Usuárias

Leia mais

Manual. EFD Contribuições

Manual. EFD Contribuições Treinamento Escrita Fiscal Material desenvolvido por: Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Implantta Serviços

Leia mais

Instrução Normativa RFB nº 1.397, de 16 de setembro de 2013

Instrução Normativa RFB nº 1.397, de 16 de setembro de 2013 Instrução Normativa RFB nº 1.397, de 16 de setembro de 2013 DOU de 17.9.2013 Dispõe sobre o Regime Tributário de Transição (RTT) instituído pelo art. 15 da Lei nº 11.941, de 27 de maio de 2009. O SECRETÁRIO

Leia mais

http://www.receita.fazenda.gov.br/prepararimpressao/imprimepagina.asp

http://www.receita.fazenda.gov.br/prepararimpressao/imprimepagina.asp Page 1 of 7 Instrução Normativa SRF nº 213, de 7 de outubro de 2002 DOU de 8.10.2002 Dispõe sobre a tributação de lucros, rendimentos e ganhos de capital auferidos no exterior pelas pessoas jurídicas domiciliadas

Leia mais

NOVIDADES COMPLY VERSÃO 4.00

NOVIDADES COMPLY VERSÃO 4.00 NOVIDADES COMPLY VERSÃO 4.00 Página 1 de 15 Maiores informações a respeito dos assuntos destacados abaixo devem ser obtidas no Manual do Comply v4.00 disponível no Portal de Produtos. Página 2 de 15 CADASTROS

Leia mais

Data Cempro Informática Ltda. Integração WinLivros X ContabMilenium

Data Cempro Informática Ltda. Integração WinLivros X ContabMilenium Integração WinLivros X ContabMilenium Para configurar a integração entre os sistemas WinLivros e ContabMilenium devemos primeiramente verificar se a base de dados é integrada (se está no mesmo local) ou

Leia mais

GUIA PRÁTICO EFD-CONTRIBUIÇÕES

GUIA PRÁTICO EFD-CONTRIBUIÇÕES GUIA PRÁTICO EFD-CONTRIBUIÇÕES Maio de 2012 O QUE É A EFD-Contribuições trata de arquivo digital instituído no Sistema Publico de Escrituração Digital SPED, a ser utilizado pelas pessoas jurídicas de direito

Leia mais

O que é um inventário?

O que é um inventário? Com a chegada do fim de ano e os encerramentos fiscais e contábeis, as empresas fazem o processo de inventário do seu estoque. O que é um inventário? Inventário basicamente é uma lista de bens e materiais

Leia mais

Boletim Técnico. Geração Sped Contábil Layout 2.00. Procedimento para Implementação. Procedimentos para Utilização

Boletim Técnico. Geração Sped Contábil Layout 2.00. Procedimento para Implementação. Procedimentos para Utilização Boletim Técnico Geração Sped Contábil Layout 2.00 Produto : Data da criação EMS2/TOTVS 11 MLF - Layout Fiscal/Gerador de Arquivos do Layout Sped Contábil : 01/07/2013 País(es) : Brasil Chamado : THOGB3

Leia mais

Informações gerais sobre a EFD-PIS/COFINS

Informações gerais sobre a EFD-PIS/COFINS Informações gerais sobre a EFD-PIS/COFINS Legislação Conforme instituído pela Instrução Normativa RFB nº 1.052, de 5 de julho de 2010, sujeitam à obrigatoriedade de geração de arquivo da Escrituração Fiscal

Leia mais

1. FCONT CONTROLE FISCAL CONTÁBIL DE TRANSIÇÃO

1. FCONT CONTROLE FISCAL CONTÁBIL DE TRANSIÇÃO 1. FCONT CONTROLE FISCAL CONTÁBIL DE TRANSIÇÃO Conforme disciplina a Instrução Normativa RFB nº 949/09, O FCONT é uma escrituração, das contas patrimoniais e de resultado, em partidas dobradas, que considera

Leia mais

Escrituração Contábil Fiscal (ECF)

Escrituração Contábil Fiscal (ECF) Escrituração Contábil Fiscal (ECF) Índice 1. ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF)... 4 1.1. 1.2. 1.3. 1.4. Obrigatoriedade... 5 Geração da ECF... 6 Prazo... 6 Multa... 6 1.5. Blocos e Registros da ECF...

Leia mais

Manual do Usuário 5. EXECUTANDO OPERAÇÕES NO MENU IMPOSTO...2

Manual do Usuário 5. EXECUTANDO OPERAÇÕES NO MENU IMPOSTO...2 1 5. EXECUTANDO OPERAÇÕES NO MENU IMPOSTO...2 5.1 Digitações dos Sócios...2 5.1.1 Campo CPF...2 5.1.1.a Campo Saldo Anterior...3 5.1.1.b Campo Saldo...3 5.1.1.c Campo Isento...3 5.1.1.d Campo Tributado...3

Leia mais

EM 2015 ALGUMAS EXIGENCIAS PASSAM A SER MAIS EVIDENTES, E UMA DELAS E O ECF EMPRESAS OPTANTES PELO LUCRO PRESUMIDO E REAL.

EM 2015 ALGUMAS EXIGENCIAS PASSAM A SER MAIS EVIDENTES, E UMA DELAS E O ECF EMPRESAS OPTANTES PELO LUCRO PRESUMIDO E REAL. EM 2015 ALGUMAS EXIGENCIAS PASSAM A SER MAIS EVIDENTES, E UMA DELAS E O ECF EMPRESAS OPTANTES PELO LUCRO PRESUMIDO E REAL. A VELOCIDADE DE INFORMACAO NOS NOSSOS DIAS SE TORNA A CHAVE PARA TANTAS MUDANCAS.

Leia mais

DECLARAÇÕES Lucro Presumido, Isentas e Simples

DECLARAÇÕES Lucro Presumido, Isentas e Simples DECLARAÇÕES Lucro Presumido, Isentas e Simples Wagner Mendes Contador, Pós-Graduado em Controladoria, Auditoria e Tributos, Consultor Tributário, Especialista em Tributos Federais, Contabilidade e Legislação

Leia mais

Escrituração Contábil Digital ECD. Brasília, 18 de maio de 2012

Escrituração Contábil Digital ECD. Brasília, 18 de maio de 2012 Escrituração Contábil Digital ECD Brasília, 18 de maio de 2012 Abrangência do Sped NF-e Integração ECD NFS-e ReceitanetBX EFD Int e-lalur CT-e EFD Social FCont EFD Contribuições e-lalur Livro Eletrônico

Leia mais

empresas constantes de seus anexos, de acordo com o Estado da Federação em que estava localizado o contribuinte.

empresas constantes de seus anexos, de acordo com o Estado da Federação em que estava localizado o contribuinte. SPED O Sistema Público de Escrituração Digital, mais conhecido como Sped, trata de um projeto/obrigação acessória instituído no ano de 2007, através do Decreto nº 6.022, de 22 de janeiro de 2007. É um

Leia mais

SEMINÁRIO ECF CRC SANTA CATARINA

SEMINÁRIO ECF CRC SANTA CATARINA SEMINÁRIO ECF CRC SANTA CATARINA Este material foi produzido pela BDO para o presente seminário, com base na legislação publicada até o momento. As informações não devem ser consideradas como suficientes

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Demonstrativo de Preço de transferência - Transfer Pricing consolidado na matriz

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Demonstrativo de Preço de transferência - Transfer Pricing consolidado na matriz Demonstrativo de Preço de transferência - Transfer Pricing consolidado na matriz 18/12/2013 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria...

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Demonstrações Contábeis por Tipo e Tamanho de Empresa e Reflexos na Escrituração Contábil Digital (ECD)

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Demonstrações Contábeis por Tipo e Tamanho de Empresa e Reflexos na Escrituração Contábil Digital (ECD) 1 Parecer Consultoria Tributária Segmentos Demonstrações Contábeis por Tipo e Tamanho de Empresa e Reflexos na Escrituração Contábil Digital (ECD) 04/06/2014. Contábeis por Tipo e Tamanho de Empresa 1

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO WFISCAL SPED PIS COFINS. Lucro Presumido Regime de Competência Escrituração Consolidada por CFOP

MANUAL DO USUÁRIO WFISCAL SPED PIS COFINS. Lucro Presumido Regime de Competência Escrituração Consolidada por CFOP MANUAL DO USUÁRIO WFISCAL SPED PIS COFINS Lucro Presumido Regime de Competência Escrituração Consolidada por CFOP Página: 1 INTRODUÇÃO Este material traz as informações sobre as características do SPED

Leia mais

Digitação de Centros de Custo pela movimentação de produtos dos documentos fiscais (Pacotes: 3102,3103,3270,3271,3272).

Digitação de Centros de Custo pela movimentação de produtos dos documentos fiscais (Pacotes: 3102,3103,3270,3271,3272). Lista completa das atualizações JBCepil: Inovações: Digitação de Centros de Custo pela movimentação de produtos dos documentos fiscais (Pacotes: 3102,3103,3270,3271,3272). Disponibilizada no sistema nova

Leia mais

TUTORIAL LUCRO PRESUMIDO BLOCO 0 ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF)

TUTORIAL LUCRO PRESUMIDO BLOCO 0 ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF) TUTORIAL LUCRO PRESUMIDO BLOCO 0 ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF) A Escrituração Contábil Fiscal (ECF) é uma nova obrigação imposta às pessoas jurídicas estabelecidas no Brasil. O sujeito passivo deverá

Leia mais

Material de Apoio. SEB - Contas a Pagar. Versão Data Responsável Contato 1 05/12/2011 Paula Fidalgo paulaf@systemsadvisers.com

Material de Apoio. SEB - Contas a Pagar. Versão Data Responsável Contato 1 05/12/2011 Paula Fidalgo paulaf@systemsadvisers.com Material de Apoio SEB - Contas a Pagar Versão Data Responsável Contato 1 05/12/2011 Paula Fidalgo paulaf@systemsadvisers.com Conteúdo CONFIGURAÇÃO... 3 Cadastro de Fornecedores... 3 Métodos de Pagamento...

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária de Segmentos Adoção Inicial a Lei nº 12.973/2014 contabilização mantida em subcontas

Parecer Consultoria Tributária de Segmentos Adoção Inicial a Lei nº 12.973/2014 contabilização mantida em subcontas Adoção Inicial a Lei nº 12.973/2014 contabilização mantida em subcontas 24/09/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 4 3.1

Leia mais

ECD + ECF - NOVAS REGRAS - 2014

ECD + ECF - NOVAS REGRAS - 2014 XII ENCONTRO ALAGOANO DE CONTABILIDADE CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DE ALAGOAS ECD + ECF - NOVAS REGRAS - 2014 Prof. Filemon Augusto de Oliveira MUITO PRAZER!!! Fé Família Trabalho AGRADECIMENTOS

Leia mais

SPED CONTÁBIL. Escrituração Contábil Digital. Professor Filemon Augusto de Oliveira 23/05/2014 Congresso de Contabilidade do Agreste Alagoano

SPED CONTÁBIL. Escrituração Contábil Digital. Professor Filemon Augusto de Oliveira 23/05/2014 Congresso de Contabilidade do Agreste Alagoano SPED CONTÁBIL Escrituração Contábil Digital Professor Filemon Augusto de Oliveira 23/05/2014 Congresso de Contabilidade do Agreste Alagoano É HORA DE AGRADECER!!! O modelo mudou... Quem escrevia cartinha,

Leia mais

Manual. SPED Fiscal. Treinamento Escrita Fiscal. Material desenvolvido por:

Manual. SPED Fiscal. Treinamento Escrita Fiscal. Material desenvolvido por: Treinamento Escrita Fiscal Material desenvolvido por: Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Implantta Serviços

Leia mais

SPED Contábil - Versão 2.0

SPED Contábil - Versão 2.0 SPED Contábil - Versão 2.0 A Escrituração Contábil Digital (ECD) é parte integrante do projeto SPED e tem por objetivo a substituição da escrituração em papel pela escrituração transmitida via arquivo,

Leia mais

LAY-OUT ARQUIVOS DE INTEGRAÇÃO (Notas Fiscais e CTRC)

LAY-OUT ARQUIVOS DE INTEGRAÇÃO (Notas Fiscais e CTRC) EMPRESA: LAY-OUT ARQUIVOS DE INTEGRAÇÃO (Notas Fiscais e CTRC) NOME DO ARQUIVO Existem dois nomes possíveis: um para as notas de saída e outro para as notas de entrada. - Saídas : O nome do arquivo deve

Leia mais

Nota Fiscal de Serviços eletrônica NFS-e. Introdução. Apresentação

Nota Fiscal de Serviços eletrônica NFS-e. Introdução. Apresentação Nota Fiscal de Serviços eletrônica NFS-e Manual do Usuário Prestador Introdução Este manual tem como objetivo apresentar a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) que será utilizado pelos contribuintes

Leia mais

SPED CONTÁBIL TREINAMENTO CONTABIL, 2014

SPED CONTÁBIL TREINAMENTO CONTABIL, 2014 SPED CONTÁBIL TREINAMENTO CONTABIL, 2014 SPED PRAZOS O que é SPED? Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) ou Escrituração Digital Contábil (ECD) é a substituição da escrituração em papel pela Escrituração

Leia mais

Escrituração Contábil Fiscal (ECF)

Escrituração Contábil Fiscal (ECF) Escrituração Contábil Fiscal (ECF) Índice 1. ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF)... 4 1.1. 1.2. 1.3. 1.4. Obrigatoriedade... 5 Geração da ECF... 6 Prazo... 6 Multa... 6 1.5. Blocos e Registros da ECF...

Leia mais

SPED PIS E COFINS SPED PIS E COFINS. Sistema Questor SPED PIS E COFINS - SPED PIS E COFINS - 0brigatoriedade. Objetivos do Curso

SPED PIS E COFINS SPED PIS E COFINS. Sistema Questor SPED PIS E COFINS - SPED PIS E COFINS - 0brigatoriedade. Objetivos do Curso Sistema Questor SPED PIS E COFINS SPED Sistema Público de Escrituração Digital EFD Escrituração Fiscal Digital Instrutor: - Jocenei Friedrich Apoio: - Sejam todos bem-vindos Objetivos do Curso Conhecer

Leia mais

SPED ECD 2015 Conteúdo

SPED ECD 2015 Conteúdo Conteúdo Apresentação... 3 Para gerar o Arquivo... 4 1. Passo a passo... 4 2. Referenciação do Plano de Contas... 7 3. Relatórios... 8 4. Obrigações Federais... 8 2 Apresentação Bem-vindo ao Guia SPED

Leia mais

Mesa de Debates CRC/RJ Lei 12.973/2014 e o novo regime tributário pós RTT. Claudio Yano 20 de maio de 2014

Mesa de Debates CRC/RJ Lei 12.973/2014 e o novo regime tributário pós RTT. Claudio Yano 20 de maio de 2014 Mesa de Debates CRC/RJ Lei 12.973/2014 e o novo regime tributário pós RTT Claudio Yano 20 de maio de 2014 DIPJ 2014 Prazo de entrega Programa Gerador aprovado pela IN RFB 1.463/14; Prazo para entrega:

Leia mais

Escrita Fiscal Tron SPED FISCAL

Escrita Fiscal Tron SPED FISCAL 1 Escrita Fiscal Tron SPED FISCAL A Escrituração Fiscal Digital - EFD é um arquivo digital que se constitui de um conjunto de escriturações de documentos fiscais e de outras informações de interesse dos

Leia mais

www.pwc.com.br Sped Contábil (ECD) e Escrituração Contábil e Fiscal (ECF) em 2016

www.pwc.com.br Sped Contábil (ECD) e Escrituração Contábil e Fiscal (ECF) em 2016 www.pwc.com.br Sped Contábil (ECD) e Escrituração Contábil e Fiscal (ECF) em 2016 Escrituração Contábil - ECD Alteração de prazos para entrega em 2016 Prazo para entrega em 2015 Prazo para entrega em 2016

Leia mais

Emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica

Emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Introdução A emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica traz ao cliente TTransp a possibilidade de documentar eletronicamente as operações de serviço prestadas

Leia mais

TUTORIAL UTILIZAÇÃO DE FUNCIONALIDADES AUDITOR FISCAL

TUTORIAL UTILIZAÇÃO DE FUNCIONALIDADES AUDITOR FISCAL TUTORIAL UTILIZAÇÃO DE FUNCIONALIDADES AUDITOR FISCAL VERSÃO DO SISTEMA 3.0/2015 VERSÃO DO DOCUMENTO 1.0 Índice 1. OBJETIVO GERAL... 2 2. ACESSO AO SISTEMA AUDITOR FISCAL... 3 3. SISTEMA AUDITOR FISCAL

Leia mais

Guia Rápido ECF e ECD - SPED Contábil 2016

Guia Rápido ECF e ECD - SPED Contábil 2016 ÍNDICE Introdução... 3 SPED Contábil: Maio de 2016... 4 O que é o ECD - SPED Contábil?... 4 Empresas obrigadas a entregar o SPED Contábil... 4 Layout 4: enquadre de forma legal sua empresa... 5 Prazo de

Leia mais

expert PDF Trial Escrituração Contábil Digital Elaborado por: José Sérgio Fernandes de Mattos

expert PDF Trial Escrituração Contábil Digital Elaborado por: José Sérgio Fernandes de Mattos Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400 - ramal 1529 (núcleo de relacionamento) Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva, 60 Higienópolis

Leia mais

Sistema de Livros Fiscais Imediata

Sistema de Livros Fiscais Imediata 1 Sistema de Livros Fiscais Imediata 2 Descritivo das Rotinas Operacionais do Sistema de Livros Fiscais para geração EFD PIS/Cofins SPED Contribuições Após a instalação do Sistema de Livros Fiscais, basta

Leia mais

Plantão de Dúvidas. Escrituração Contábil Fiscal ECF e Escrituração Contábil Digital - ECD

Plantão de Dúvidas. Escrituração Contábil Fiscal ECF e Escrituração Contábil Digital - ECD Plantão de Dúvidas Tema: Escrituração Contábil Fiscal ECF e Escrituração Contábil Digital - ECD com Lázaro Rosa da Silva 1 - Somos uma entidade sem fins lucrativos e temos mensalmente um PIS Sobre Folha

Leia mais

Roteiro de Procedimentos para EFD PIS/COFINS.

Roteiro de Procedimentos para EFD PIS/COFINS. Roteiro de Procedimentos para EFD PIS/COFINS. Este roteiro tem o objetivo orientar os passos básicos dentro do sistema JB Cepil, para preparar o sistema e as informações para a correta geração do arquivo

Leia mais

Índice I. DADOS DA EMPRESA... 2. a) Dados para contabilização da Empresa Modelo... 3. b) Cálculo do IRPJ... 4. c) Cálculo da Contribuição Social...

Índice I. DADOS DA EMPRESA... 2. a) Dados para contabilização da Empresa Modelo... 3. b) Cálculo do IRPJ... 4. c) Cálculo da Contribuição Social... Índice I. DADOS DA EMPRESA... 2 a) Dados para contabilização da Empresa Modelo... 3 b) Cálculo do IRPJ... 4 c) Cálculo da Contribuição Social... 5 d) Plano de Contas... 6 e) Histórico Padrão... 7 f) Lançamentos

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e)

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e) Manual da Declaração Eletrônica de Serviços de Instituições Financeiras (DES-IF) Todos os dados e valores apresentados neste manual são ficticios. Qualquer dúvida consulte a legislação vigente. Página

Leia mais

PER/DCOMP, SINCO e SVA GUIA DE EXPORTAÇÃO E VALIDAÇÃO

PER/DCOMP, SINCO e SVA GUIA DE EXPORTAÇÃO E VALIDAÇÃO PER/DCOMP, SINCO e SVA GUIA DE EXPORTAÇÃO E VALIDAÇÃO O programa PER/DCOMP tem por finalidade permitir ao contribuinte o preenchimento, validação do conteúdo e gravação do Pedido de Restituição, Ressarcimento

Leia mais

Roteiro de geração do SPED

Roteiro de geração do SPED Roteiro de geração do SPED 1 Índice Introdução...3 Cadastro da Empresa...3 Histórico Padrão...4 Plano de Contas...4 Código de Aglutinação...5 Inserindo plano de contas de aglutinação de forma automática...5

Leia mais

Jd Soft Informática Ltda F o n e : ( 0 4 8 ) 3 2 4 7-0 0 0 1

Jd Soft Informática Ltda F o n e : ( 0 4 8 ) 3 2 4 7-0 0 0 1 DPPH VERSÃO 9.231 RAIS DIRF e SIMPLES NACIONAL LC 128/2008. AJUSTES GERAIS INFORMATIVO DPPH [FOLHA] - N. º 001 16/01/2009 a)- EMPRESAS - Manutenção: Natureza do Estabelecimento: Incluído códigos '322-0

Leia mais

Jd Soft Informática Ltda F o n e : ( 0 4 8 ) 3 2 4 7-0 0 0 1

Jd Soft Informática Ltda F o n e : ( 0 4 8 ) 3 2 4 7-0 0 0 1 MANUAL DE CADASTRO EFPH Roteiro para cadastramento EFPH Para fazer o cadastro das empresas ter sempre em mãos; - Cartão CNPJ atualizado. - FAC Ficha de Atualização Cadastral para Inscrição Estadual. -

Leia mais

Sistema Público de Escrituração Digital. Diário Geral com Escrituração Resumida R. Balancetes Diários e Balanços - B

Sistema Público de Escrituração Digital. Diário Geral com Escrituração Resumida R. Balancetes Diários e Balanços - B Rio de Janeiro, 17 de fevereiro de 2009 Livros Abrangidos Diário Geral G Diário Geral com Escrituração Resumida R Diário Auxiliar - A Razão Auxiliar - Z Balancetes Diários e Balanços - B ESCRITURAÇÃO DIGITAL

Leia mais