CÂMARA DOS SOLICITADORES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CÂMARA DOS SOLICITADORES"

Transcrição

1 1. O SISAAE/GPESE disponibiliza uma agenda que permite gerir as actividades do escritório do agente de execução, articulando ocorrências e prazos resultantes da movimentação de processos, tarefas e actividades. Apenas se refletem nessa agenda os dados que sejam inseridos manualmente. Repercutem-se nesta agenda, além das entradas que possam ser inseridas manualmente, as resultantes dos actos praticados, onde se inclui a estatística, quando assim seja configurado aquando da prática de determinado acto. Apenas é possível a utilização desta agenda quando ao agente de execução tenha o correio devidamente configurado no SISAAE/GPESE. A agenda do SISAAE/GPESE resulta de processos automáticos e autónomos dos utilizadores da plataforma. 2. A lista de actos pendentes permite: Consultar os actos pendentes num determinado processo, mas apenas quanto a datas anteriores àquela a que diga respeito a consulta. Permite consultar os actos pendentes, podendo o utilizador definir como critérios de busca, entre outros, a fase estatística em que o processo se encontre ou determinado intervalo de datas. Concluir os actos de forma automática e sucessiva. Concluir, gerando o documento competente, os actos pendentes seleccionados. 3. Através do SISAAE/GPESE posso enviar s. Estes: São enviados na data que pretenda (conforme a data colocada no prazo de resposta ). São enviados na data que se pretenda (conforme a data colocada na previsão para final do ato ). São enviados cerca de dez minutos depois de clicar movimentar. São enviados no momento em que clico movimentar. 4. Como proceder ao arquivo do processo com conclusão de atos pendentes: menu interno do estado do processo» Extinção/Findo e escolher o motivo da extinção» movimentar. A movimentação arquiva o processo automaticamente. menu externo processo» arquivar» e o movimento vai fechar automaticamente todos os atos pendentes. requerimento à secretaria a requerer o arquivo do processo. menu interno do estado do processo» Arquivo» e escolher o motivo do arquivo. 5 - Num processo com um executado e onde o exequente nomeou à penhora os saldos bancários que aquele, eventualmente, seja titular nos bancos CGD, BPI e BES, é possível gerar todas as notificações, simultaneamente? É possível, desde que que estejam inseridos os NIPC s das entidades bancárias indicadas. Página 1

2 Apenas é possível efetuar duas notificações de cada vez, considerando as limitações da geração de referências multibanco. Nos parâmetros de criação do documento selecionam-se os três bancos e o executado, enquanto entidade a quem diz respeito o documento, criando, num movimento único, as notificações para os três. Não é possível a realização de actos com multidestinatários. 6- A manutenção da estatística, além de obrigatória, é fundamental para despistar eventuais falhas ou atrasos. Considerando que existe um determinado prazo associado a cada uma das fases, como proceder sempre que esse prazo termine, sem que o acto de que dependa o seu terminus ocorra? Aumentar o prazo para data posterior, em Previsão para final do acto. Gerar nova fase estatística, mesmo que seja a mesma que aquela que terminou, e encerrar a pendente. Só se devem actualizar os processos que constem, no menu inicial, em Processos sem estatística actualizada. Apenas se devem actualizar a fase estatística quando o acto de que depende ocorra, mesmo que existam outras fases estatísticas em curso. 7- Quais as ferramentas necessárias para aceder à aplicação SISAAE/GPESE? Leitor pdf, um editor de texto, uma folha de cálculo Leitor pdf, um editor de texto e Java Virtual Machine Leitor pdf, Java Virtual Machine, um editor de texto e um navegador de web (browser) Leitor pdf, Java Virtual Machine, um editor de texto, uma folha de cálculo e um navegador de web (browser) 8- No menu externo, CONTABILIDADE DO PROCESSO, qual a diferença entre CONTA DE EXECUTADOS e PAGAMENTOS POR CONTA? O que se visualiza em pagamentos por conta aparece também na conta dos executados. Os pagamentos por conta referem-se aos pagamentos efetuados por qualquer entidade, seja exequente ou executado. Na conta dos executados visualizam-se todos os recebimentos do executado no processo enquanto nos pagamentos por conta visualizam-se os pagamentos efetuados por conta do executado, nomeadamente pela entidade patronal ou até pelo pai do executado. Página 2

3 Na conta dos executados visualiza-se o que os executados devem enquanto que em pagamento por conta visualiza-se o que foi pago pelo executado ou em nome deste. 9 Ao associar o exequente como cliente no SISAAE/GPESE deparei-me com o facto do NIF ser estrangeiro. Assim sendo: Não posso associar o cliente no SISAAE/GPESE porque dá erro ao pesquisar o mesmo na DGITA. Como é NIF estrangeiro devo associar o NIF do mandatário em substituição do NIF estrangeiro do exequente. Como é NIF estrangeiro devo inseri-lo acedendo ao detalhe da entidade e clicando em adicionar documento NIF estrangeiro. Depois já posso associá-lo como cliente. O exequente não é nosso cliente e como tal, seja estrangeiro ou não, não o associo no SISAAE/GPESE como cliente. 10 Após gerar uma citação no SISAAE/GPESE surge uma página para seleção dos dados para o documento, em que o destinatário já se encontra previamente indicado. Surge ainda um quadro com a indicação Entidade(s) a dar conhecimento. Se clicar em mandatário : Estou a dar conhecimento ao mandatário. Estou a indicar que irei dar conhecimento ao mandatário e, na impressão do documento, vai sair em marca de água esta informação. Para dar conhecimento ao mandatário é indiferente ter clicado na página que surge após gerar o documento ou antes na página inicial da movimentação. O mandatário só terá conhecimento do documento gerado se tiver clicado cc na página inicial da movimentação e no documento gerado. 11 Como consultar as novas comunicações do Tribunal num determinado processo? Na página inicial do SISAAE/GPESE selecionar Comunicações do Tribunal e depois selecionar o processo pretendido ou, no menu externo, selecionar Comunicações DGAJ e selecionar o processo pretendido. Na página inicial do SISAAE/GPESE selecionar Comunicações do Tribunal e depois selecionar o processo pretendido ou, no menu externo, selecionar Comunicações SRD e selecionar o processo pretendido. Na página inicial do SISAAE/GPESE selecionar Comunicações do Tribunal e depois selecionar o processo pretendido ou selecionando antes o processo, ir ao menu interno, e clicar em Comunicações Tribunal Outras. Página 3

4 Não dá para visualizar novas comunicações do Tribunal exceto nos processo virtuais. 12 No SISAAE/GPESE posso: Gerir toda a correspondência dentro e fora do GPESE. Gerir toda a correspondência apenas gerada no GPESE. Imprimir os avisos de receção se não forem timbrados. Imputar automaticamente os custos do envio do correio no processo correspondente, desde que estes sejam iguais à tabela fornecida pelos CTT Ao efetuar um documento pela movimentação do processo, na edição do documento, será apresentada a versão existente no GPESE/SISAAE comum a todos os utilizadores. Se pretender criar uma nova versão: Deverá proceder à criação do documento, com a versão pretendida, e convertê-lo em formato PDF, de forma a ser possível a sua inserção em GPESE/SISAAE. Deverá pedir uma autorização prévia ao suporte informático do SISAAE/GPESE, de forma a permitir criar uma nova versão do documento e, quando receber resposta positiva, poderá proceder à sua criação. Poderá alterar o texto que estiver editável e se pretender guardar essa versão clica em Criar Modelo e indica um nome para essa versão. Deve criar um novo documento em Word, com a versão pretendida e gravá-lo numa pasta de documentos, indicando um nome para essa versão. 14- Posso efetuar alguns movimentos em bloco no SISAAE/GPESE? Sim, nomeadamente tirar a capa e consultar o registo informático dos executados de vários processos novos. Sim, nomeadamente fazer pesquisas à Segurança Social de vários processos em curso. Não, os movimentos em bloco são os que se referem aos blocos de cartas emitidas. Sim, mas o processo tem de ter dois ou mais executados. 15 Ao pesquisar um processo em curso cujo nome do mandatário eu só me recordava chamar-se José Alberto, se no campo da pesquisa de processos em curso indicar: Jos? Alberto* Página 4

5 Os resultados devolvidos são todos os processos cujos nomes dos mandatários contêm as palavras José e Alberto. Os resultados devolvidos são todos os processos cujos nomes dos mandatários começam por José e acabam em Alberto. Os resultados devolvidos são todos os processos cujos nomes dos mandatários começam por José Alberto ou Jose Alberto e cujos apelidos se desconhecem. Nada devolve pois o símbolo? não faz parte dos critérios de pesquisa do GPESE, apenas o *. 16 No detalhe do processo posso: Inserir os juros. Alterar a morada do executado. Alterar o número interno do processo. Todas as anteriores. 17 Depois de gerar e emitir um IUP, verifiquei que a quantia lá referida estava mal e que assim iria entregar dinheiro a mais ao exequente por conta dos resultados obtidos no processo. Vou ao menu externo, na gestão de processos, referências multibanco e anulo o IUP e emito outro. Vou à aplicação pagamentos-na-hora e revalido o IUP, alterando o seu valor. Espero pelo menos 7 dias e emito um novo IUP. Comunico com o departamento informático da Câmara dos Solicitadores e solicito a sua anulação já que a mesma não é possível pelo SISAAE/GPESE Para inserir um executado na Lista Pública de Execuções. Qual o procedimento? Efetuar requerimento ao Juiz requerendo a inserção do executado na Lista Pública de Execuções. Comunicando à secretaria a extinção por falta de bens a mesma insere o executado na Lista Pública de Execuções. Arquivando o processo com a fase extinto por falta de bens, o GPESE/SISAAE faz a inserção automática. Página 5

6 No menu Comunicações Tribunal» Lista Pública» Inserir na Lista Pública de Execuções» Gerar Documento, definir a fase e o valor da dívida e movimentar Como inserir dados para o cálculo dos juros? No detalhe do processo no campo destinado a juros, clicar em Inserir, especificar o valor do capital, juros vencidos, juros compensatórios vencidos, outras despesas, data do requerimento executivo, tipo de juro, definir se no processo vão ser cobrados juros compensatórios e imposto de selo e clicar em inserir. No historial do clicar em corrigir anomalias- falta de dados para cálculo de juros, especificar o valor do capital, juros vencidos, juros compensatórios vencidos, outras despesas, data do requerimento executivo, tipo de juro, definir se no processo vão ser cobrados juros compensatórios e imposto de selo e clicar em inserir. Na movimentação do processo clicar em corrigir anomalias- falta de dados para cálculo de juros, especificar o valor do capital, juros vencidos, juros compensatórios vencidos, outras despesas, data do requerimento executivo, tipo de juro, definir se no processo vão ser cobrados juros compensatórios e imposto de selo e clicar em inserir. Todos os anteriores Após o Agente de Execução proceder ao registo de penhora de imóvel, como proceder ao seu pagamento: Adicionar a conservatória como interveniente no processo e dirigir-lhe o ato Pagamento de Serviços disponível no submenu Ordem de Pagamentos. Aí indica-se o valor a pagar (valor esse que tem de estar conciliado) e insere-se os dados da referência multibanco ou o NIB da Conservatória e emitir gerar o IUP. Efetuar pagamento no BCP. Através da validação com o certificado digital do agente de execução, aceder ao predial online e obter a referência multibanco. Efetuar pagamento no BCP. Registar o movimento contabilístico em GPESE/SISAAE. No multibanco, efetuar o pagamento da entidade e referência gerada pela conservatória. Adicionar a conservatória como interveniente no processo. Escolher movimentos contabilísticos com terceiros, no menu movimentos contabilísticos e emitir o documento Registo de facturas de terceiros, preencher os parâmetros de criação de documento e enviar com o comprovativo do pagamento. Não existe qualquer ato a ser praticado em GPESE/SISAAE no âmbito das penhoras de imóveis, todos os atos são praticados no predial online. Página 6

Câmara dos Solicitadores Conselho Geral. Curso de Empregados Forenses de Agentes de Execução. Curso de Empregados Forenses de Agentes de Execução

Câmara dos Solicitadores Conselho Geral. Curso de Empregados Forenses de Agentes de Execução. Curso de Empregados Forenses de Agentes de Execução Exame Conhecimentos Básicos Processuais e do Programa SISAAE Duração: 1 hora 16 de Março Nome completo e legível Identificação do Agente de Execução 1 Instruções de preenchimento: Resposta: A resposta

Leia mais

Câmara dos Solicitadores

Câmara dos Solicitadores Exmos. Colegas, As alterações introduzidas com vista à conciliação dos movimentos bancários têm, conforme já se havia previsto, provocado alguns problemas na infra-estrutura, obrigando a várias intervenções

Leia mais

Artigo 17º do RCP. Boas práticas processuais.

Artigo 17º do RCP. Boas práticas processuais. Artigo 17º do RCP Boas práticas processuais. O presente documento descreve a aplicação prática das alterações ao artigo 17º do RCP (cobrança do custo pelas consultas ao abrigo do 833ºA do CPC) Data: 20

Leia mais

ACÇÃO EXECUTIVA PENHORA DE IMÓVEIS. Armando A Oliveira Agente de Execução

ACÇÃO EXECUTIVA PENHORA DE IMÓVEIS. Armando A Oliveira Agente de Execução ACÇÃO EXECUTIVA PENHORA DE IMÓVEIS Armando A Oliveira Agente de Execução Parecendo, à primeira vista, uma forma simples de assegurar o pagamento do crédito, há que ter em consideração que a penhora de

Leia mais

Gestão da Empresa Online

Gestão da Empresa Online Gestão da Empresa Online 1. O que é uma Certidão Permanente? É o acesso, através da Internet, em tempo real e em qualquer momento, a todos os registos de uma entidade registada em conservatória do registo

Leia mais

actualização gratuita *para clientes Gnotarium com contrato de manutenção activo.

actualização gratuita *para clientes Gnotarium com contrato de manutenção activo. novidades da versão 4.0 Registo automóvel o Pedido de certidão automóvel o Pedidos de registo automóvel o Estado dos pedidos Registo predial o Pedido de certidão predial o Pedido de depósito o Pedido de

Leia mais

actualização gratuita *para clientes SOLUTIO Local com contrato de manutenção activo.

actualização gratuita *para clientes SOLUTIO Local com contrato de manutenção activo. novidades da versão 2.0 Registo automóvel o Pedido de certidão automóvel o Pedidos de registo automóvel o Estado dos pedidos Registo predial o Pedido de certidão predial o Pedido de depósito o Pedido de

Leia mais

CENTRAL OFFICE - GESTOR DE PROCESSOS - DESDE 75 /MÊS

CENTRAL OFFICE - GESTOR DE PROCESSOS - DESDE 75 /MÊS Eng. Fábio Rocha Assunto: CENTRAL OFFICE - GESTOR DE PROCESSOS - DESDE 75 /MÊS O "Central Office - Gestor de Processos" é uma plataforma informática desenvolvida com o objetivo de auxiliar e otimizar a

Leia mais

Serviço de Faturação Eletrónica

Serviço de Faturação Eletrónica E-Invoicing Serviço prestado em acordo de interoperabilidade com a: Nov.2013 Ref. 02.007.14353 ÍNDICE 1 O que é uma Fatura Eletrónica? 3 2 Porquê a Faturação Eletrónica? 4 3 Quais as Vantagens? 7 4 O papel

Leia mais

Portal Web de Apoio às Filiadas

Portal Web de Apoio às Filiadas Portal Web de Apoio às Filiadas Manual de Utilizador Externo Titularidade: FCMP Data: 2014-02-03 Versão: 1 1 1. Introdução 3 2. Descrição das Funcionalidades 4 2.1. Entrada no sistema e credenciação de

Leia mais

Plataforma Colaborativa Gestão e Arquivo Digital de Documentos e Mensagens

Plataforma Colaborativa Gestão e Arquivo Digital de Documentos e Mensagens Pasta O / Entrada e Digitalização O / Back-Office O / Tratar Mensagem O / Registo de Entrada O / Pesquisa e Arquivo O / Recolha de Estatísticas Plataforma Colaborativa Gestão e Arquivo Digital de Documentos

Leia mais

manual de utilizador da versão 1.0 Documento versão 1.0

manual de utilizador da versão 1.0 Documento versão 1.0 Documento versão 1.0 Conteúdo 1. Introdução ao Solutio...7 1.1 Autenticação...8 1.2 Funcionamento...9 2. Agenda...12 3. Elaboração de contratos...13 3.1 Iniciar processo...13 3.2 Definir actos...18 3.2.1

Leia mais

Manual de Utilizador Aplicação Cliente Web Versão 1.0.00

Manual de Utilizador Aplicação Cliente Web Versão 1.0.00 Manual de Utilizador Aplicação Cliente Web Versão 1.0.00 Edição 1 Agosto 2011 Elaborado por: GSI Revisto e Aprovado por: COM/ MKT Este manual é propriedade exclusiva da empresa pelo que é proibida a sua

Leia mais

Modelos artigo 15ºA da Portaria 331-B/2009

Modelos artigo 15ºA da Portaria 331-B/2009 Modelos artigo 15ºA da Portaria 331-B/2009 Implementação de actos específicos para cumprimento do disposto no artigo 15ºA da Portaria 331-B/2009 de 30 de Março. Proposta de modelos para SISAAE/GPESE e

Leia mais

Registo de Nomeação/Alteração dos Órgãos Sociais Manual de Procedimentos

Registo de Nomeação/Alteração dos Órgãos Sociais Manual de Procedimentos Registo de Nomeação/Alteração dos Órgãos Sociais Manual de Procedimentos Procedimentos do Registo de 1. Autenticar apresentante / Login 2. Introduzir Informação do registo de Órgãos Sociais 3. Enviar os

Leia mais

Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária)

Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária) Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária) /curriculum Julho de 2008 Versão 1.1 1 Introdução O objectivo deste guia é auxiliar o utilizador da Plataforma

Leia mais

Obter Recibos Electrónicos

Obter Recibos Electrónicos Obter Recibos Electrónicos Início > Os seus serviços > Obter > Recibos verdes electrónicos>emitir Início > Os seus serviços > Obter > Recibos verdes electrónicos>emitir Recibo Acto isolado Início > Os

Leia mais

MANUAL TPROFESSOR VERSÃO 1.0. Com base na versão 34 da aplicação

MANUAL TPROFESSOR VERSÃO 1.0. Com base na versão 34 da aplicação MANUAL DO TPROFESSOR VERSÃO 1.0 Com base na versão 34 da aplicação Truncatura / "Manual TProfessor" / 2 INDICE INTRODUÇÃO... 3 CONVENÇÕES... 3 INÍCIO DA UTILIZAÇÃO... 4 SUMÁRIOS... 5 COMO SUMARIAR....

Leia mais

O prime gestão é um software online constituído por vários módulos:

O prime gestão é um software online constituído por vários módulos: O prime gestão é um software online constituído por vários módulos: Assistências Técnicas (indicado para empresas que façam deslocações, intervenções ex: sector de jardinagem, informática, reparação de

Leia mais

Plataforma de Inventários. Setembro de 2013

Plataforma de Inventários. Setembro de 2013 Plataforma de Inventários Setembro de 2013 Ligações externas Home Page * do site www.inventarios.pt Página inicial Acedendo a www.inventarios.pt no browser, a página inicial será parecida a esta. Página

Leia mais

JURINFOR JURIGEST Facturação e Mapas

JURINFOR JURIGEST Facturação e Mapas JURINFOR JURIGEST Facturação e Mapas Índice Índice 1. Facturação...1 1.1. Gestão de Notas de Honorários...2 1.1.1. Emitir uma Nota de Honorários...3 1.1.2. Consultar Notas de Honorários Emitidas... 18

Leia mais

Ministério Público. Guia de Consulta Rápida

Ministério Público. Guia de Consulta Rápida Ministério Público Ministério Público Guia de Consulta Rápida Versão 3 (Outubro de 2009) - 1 - ÍNDICE 1. ACEDER AO CITIUS MINISTÉRIO PÚBLICO... 4 2. BARRA DE TAREFAS:... 4 3. CONFIGURAR O PERFIL DO UTILIZADOR...

Leia mais

MANUAL DA TRANSFERÊNCIA ELECTRÓNICA DE DADOS

MANUAL DA TRANSFERÊNCIA ELECTRÓNICA DE DADOS MANUAL DA TRANSFERÊNCIA ELECTRÓNICA DE DADOS O relacionamento com os prestadores convencionados tem vindo a sustentar-se na utilização de transferências electrónicas de dados (TED) que permitem alterar

Leia mais

Manual SRCT - v.ps.2 UTILIZADORES. Apoio à gestão das Declarações de Vendas dos Produtos de Saúde. Contacto: taxa.04@infarmed.

Manual SRCT - v.ps.2 UTILIZADORES. Apoio à gestão das Declarações de Vendas dos Produtos de Saúde. Contacto: taxa.04@infarmed. Manual SRCT - v.ps.2 UTILIZADORES Apoio à gestão das Declarações de Vendas dos Produtos de Saúde Contacto: taxa.04@infarmed.pt 2008/Setembro NOTAS EXPLICATIVAS 1. As Declaração de Vendas a que se referem

Leia mais

Manual de Utilização MU001-2.0/2015. Secretaria Virtual/e-SCA(Perfil utilizador - Estudante)

Manual de Utilização MU001-2.0/2015. Secretaria Virtual/e-SCA(Perfil utilizador - Estudante) Manual de Utilização MU001-2.0/2015 Secretaria Virtual/e-SCA(Perfil utilizador - Estudante) 1. Introdução I 2. Primeiros passos I 3. Unidade Curricular I 4. Recursos e actividades I 5. Atualizações e Serviços

Leia mais

Manual do Utilizador Externo

Manual do Utilizador Externo Manual do Utilizador Externo PPI Pedidos de Pagamento Julho 2009 Manual do Utilizador Externo PPI - Pedidos de Pagamento Versão 1.0 1 Índice 1. Introdução... 3 1.1 Âmbito do sistema... 3 1.2 Estrutura

Leia mais

Manual de Serviços WEB

Manual de Serviços WEB Manual de Serviços WEB Guias www.expresso24.pt Env_R1.1 Pag. 1 de 6 I Guias inserção de nova guia A opção de Guias permite fazer a gestão de guias do dia: Gravação Consulta Eliminação Logo que entra na

Leia mais

SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INTELECTUAL

SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INTELECTUAL SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INTELECTUAL Manual de Utilização Direcção dos Serviços de Economia do Governo da RAEM Novembro de 2014 SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INTELECTUAL Manual

Leia mais

APOIO AO BENEFICIÁRIO - FEDER - - MAIS CENTRO - GUIA DE SUBMISSÃO ELECTRÓNICA DOS PEDIDOS DE PAGAMENTO

APOIO AO BENEFICIÁRIO - FEDER - - MAIS CENTRO - GUIA DE SUBMISSÃO ELECTRÓNICA DOS PEDIDOS DE PAGAMENTO APOIO AO BENEFICIÁRIO - FEDER - - MAIS CENTRO - GUIA DE SUBMISSÃO ELECTRÓNICA DOS PEDIDOS DE PAGAMENTO GUIA DE PREENCHIMENTO: - SUBMISSÃO ELECTRÓNICA DOS PEDIDOS DE PAGAMENTO - SUBMISSÃO DE CHECK-LIST

Leia mais

Índice. http://www.gosoft.com.br/atualiza/gosoftsigadmservico.pdf Versão 4.0

Índice. http://www.gosoft.com.br/atualiza/gosoftsigadmservico.pdf Versão 4.0 Índice I ENVIO DE BOLETOS POR E-MAIL... 2 APRESENTAÇÃO... 2 ALTERAÇÕES NO SIGADM CONDOMÍNIO... 4 ALTERAÇÕES NO SIGADM IMÓVEIS... 6 ALTERAÇÕES NO SIGADM CONCILIAÇÃO BANCÁRIA... 8 ALTERAÇÕES NO SIGADM CONDOMÍNIO

Leia mais

WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET

WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET MANUAL DO UTILIZADOR WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET 1. 2. PÁGINA INICIAL... 3 CARACTERÍSTICAS... 3 2.1. 2.2. APRESENTAÇÃO E ESPECIFICAÇÕES... 3 TUTORIAIS... 4 3. DOWNLOADS... 5 3.1. 3.2. ENCOMENDAS (NOVOS

Leia mais

Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica I Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Conteúdo Part I Introdução

Leia mais

Introdução. I. Nova Mensagem

Introdução. I. Nova Mensagem Introdução A partir da plataforma do Geonaut é possível enviar mensagens aos recursos, este módulo é muito importante porque permite informar ou pedir informação a um recurso pretendido. Além de se poder

Leia mais

Aplicação Administrativa de Gestão

Aplicação Administrativa de Gestão Aplicação Administrativa de Gestão DIAGNIMAGEM, Sociedade Unipessoal, Lda Clínica de Exames e Diagnósticos de Imagiologia A Empresa é constituída por 4 departamentos: Gerência (1) Administrativo/ Contabilidade

Leia mais

Índice. Como aceder ao serviço de Certificação PME? Como efectuar uma operação de renovação da certificação?

Índice. Como aceder ao serviço de Certificação PME? Como efectuar uma operação de renovação da certificação? Índice Como aceder ao serviço de Certificação PME? Como efectuar uma operação de renovação da certificação? Como efectuar uma operação de confirmação de estimativas? Como aceder ao Serviço de Certificação

Leia mais

MANUAL OPERACIONAL DO SISTEMA ESTADUAL DE CONTROLE DE PESCA

MANUAL OPERACIONAL DO SISTEMA ESTADUAL DE CONTROLE DE PESCA SISTEMA IMASUL DE REGISTROS E INFORMAÇÕES ESTRATÉGICAS DO MEIO AMBIENTE MANUAL OPERACIONAL DO SISTEMA ESTADUAL DE CONTROLE DE PESCA Manual Operacional para uso exclusivo do módulo do Sistema Estadual de

Leia mais

Como proceder à renovação ou à confirmação de dados estimados

Como proceder à renovação ou à confirmação de dados estimados Como proceder à renovação ou à confirmação de dados estimados Para efectuarem qualquer operação de certificação (ex: confirmação de dados estimados, renovação da certificação), as empresas devem aceder

Leia mais

Apresentação do Segplus FX 2014

Apresentação do Segplus FX 2014 1 Apresentação do Segplus FX 2014 Alguns destaques do software Segplus gestão seguros Digitalização, visualização e gravação de documentos ligados a segurados, apólices, sinistros etc. Criação, envio,

Leia mais

17. Quais os documentos que devem ser submetidos com o pedido de registo de compra e. Venda com reserva de propriedade?...8

17. Quais os documentos que devem ser submetidos com o pedido de registo de compra e. Venda com reserva de propriedade?...8 Perguntas Frequentes Advertência: O IRN disponibiliza conteúdos com carácter informativo e geral, sobre o pedido de registo Automóvel Online. Esta informação não substitui o atendimento técnico e qualificado

Leia mais

Relatório SHST - 2003

Relatório SHST - 2003 Relatório da Actividade dos Serviços de Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho Relatório SHST - 2003 Programa de Validação e Encriptação Manual de Operação Versão 1.1 DEEP Departamento de Estudos, Estatística

Leia mais

EoL Empresa Online Manual de Utilização

EoL Empresa Online Manual de Utilização EoL Empresa Online Manual de Utilização Procedimentos da Empresa Online 1. Reservar o Nome da Empresa 2. Inserir informação da Empresa 3. Inserir informação da Empresa (Participantes da Sociedade) 4. Aderir

Leia mais

ncpc 12 QUESTÕES SOBRE PRÁTICAS PROCESSUAIS NO (NOVO) CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL Armando A. Oliveira 25 de junho de 2015

ncpc 12 QUESTÕES SOBRE PRÁTICAS PROCESSUAIS NO (NOVO) CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL Armando A. Oliveira 25 de junho de 2015 ncpc 12 QUESTÕES SOBRE PRÁTICAS PROCESSUAIS NO (NOVO) CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL Armando A. Oliveira 25 de junho de 2015 Interação entre A.E. e tribunal Um dos principais entraves ao regular funcionamento

Leia mais

ACÇÃO 1.1.2 INVESTIMENTOS DE PEQUENA DIMENSÃO GUIA DE PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO

ACÇÃO 1.1.2 INVESTIMENTOS DE PEQUENA DIMENSÃO GUIA DE PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO ACÇÃO 1.1.2 INVESTIMENTOS DE PEQUENA DIMENSÃO GUIA DE PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO INSTRUÇÕES PARA UMA CORRECTA UTILIZAÇÃO DO FORMULÁRIO Funcionamento genérico Os formulários estão disponíveis apenas nos

Leia mais

Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica I Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Conteúdo Part I Introdução

Leia mais

Internet e Email no Akropole. Internet e Email no Akropole

Internet e Email no Akropole. Internet e Email no Akropole Internet e Email no Akropole Internet e Email no Akropole O Akropole tira proveito da ligação à internet, podendo efectuar várias operações de maior valia, com ou sem intervenção directa do utilizador.

Leia mais

MANUAL ARTSOFT Mobile Pre Sales

MANUAL ARTSOFT Mobile Pre Sales MANUAL ARTSOFT Mobile Pre Sales INDÍCE O que é?... 3 Como se configura?... 3 ARTSOFT... 3 ANDROID... 3 Login... 4 Home... 5 Funcionalidades... 6 Sincronização... 6 Contas... 7 Consultas... 7 Resumos...

Leia mais

COMISSÃO DA CARTEIRA PROFISSIONAL DE JORNALISTA

COMISSÃO DA CARTEIRA PROFISSIONAL DE JORNALISTA COMISSÃO DA CARTEIRA PROFISSIONAL DE JORNALISTA Manual para requisição de títulos profissionais e actos a eles associados (emissões, revalidações,...) por via electrónica www.ccpj.pt Com a entrada em funcionamento

Leia mais

Manual do Sistema "Vida - Controle Financeiro" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Vida - Controle Financeiro Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Vida - Controle Financeiro" Editorial Brazil Informatica I Vida - Controle Financeiro Conteúdo Part I Introdução 2 1 Vida Controle... Financeiro 2 Part II Novidades Versão 2.9 (Contas)

Leia mais

Ambiente de Pagamentos

Ambiente de Pagamentos GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA FAZENDA COORDENADORIA DA ADMINISTRAÇÃOTRIBUTÁRIA DIRETORIA DE INFORMAÇÕES Ambiente de Pagamentos Manual do Contribuinte Versão 26/09/2011 Índice Analítico 1.

Leia mais

MANUAL ARTSOFT Mobile AutoSales

MANUAL ARTSOFT Mobile AutoSales MANUAL ARTSOFT Mobile AutoSales INDÍCE O que é?... 3 Como se configura?... 3 ARTSOFT... 3 ANDROID... 3 Login... 4 Home... 5 Funcionalidades... 6 Sincronização... 6 Contas... 7 Consultas... 7 Resumos...

Leia mais

Manual Gestix Guia do Utilizador. Gestix.com

Manual Gestix Guia do Utilizador. Gestix.com Manual Gestix Guia do Utilizador Gestix.com Copyright Este documento é Copyright 2008 Westix TI Lda. Todos os direitos reservados. Todas as marcas registadas referidas neste Manual são propriedade dos

Leia mais

FICHA INFORMATIVA SISAAE/GPESE

FICHA INFORMATIVA SISAAE/GPESE Câmara dos Solicitadores Colégio de Especialidade de Agentes de Execução Número 6/2012 Data: 06/03/2012 FICHA INFORMATIVA SISAAE/GPESE Descrição: Comunicações com os tribunais e actualização estatística

Leia mais

9 de Junho 2014 Contencioso de Cobrança

9 de Junho 2014 Contencioso de Cobrança PROCEDIMENTO EXTRAJUDICIAL PRÉ-EXECUTIVO A Lei n.º 32/2014, de 30 de Maio, aprovou o procedimento extrajudicial pré-executivo (PEPEX), que visa a identificação de bens penhoráveis antes de ser instaurada

Leia mais

Guia de utilização. Acesso Universal

Guia de utilização. Acesso Universal Guia de utilização Março de 2009 Índice Preâmbulo... 3 Acesso à Plataforma... 4 Área de Trabalho... 5 Apresentar Propostas... 12 Classificar Documentos... 20 Submeter a Proposta... 21 Solicitação de Esclarecimentos/Comunicações...

Leia mais

Guia de Utilização Acesso Universal Janeiro 2010 PLATAFORMA ELECTRÓNICA VORTAL

Guia de Utilização Acesso Universal Janeiro 2010 PLATAFORMA ELECTRÓNICA VORTAL Guia de Utilização Acesso Universal Janeiro 2010 PLATAFORMA ELECTRÓNICA VORTAL Acesso Universal Guia de Utilização Acesso Universal Janeiro 2010 Índice Preâmbulo... 3 Acesso à Plataforma... 4 Área de Trabalho...

Leia mais

GUIA DE APOIO CANDIDATURA

GUIA DE APOIO CANDIDATURA Ano 2013 Câmara Municipal de Lisboa Direção Municipal Habitação e Desenvolvimento Social GUIA DE APOIO CANDIDATURA Indice RECOMENDAÇÕES GERAIS PARA O PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DE CANDIDATURA... 3 SIMULADOR...

Leia mais

SOLUTIO 1.4. actualização gratuita. novidades da versão 1.4

SOLUTIO 1.4. actualização gratuita. novidades da versão 1.4 ~ SOLUTIO 1.4 novidades da versão 1.4 personalização da factura edição online de minutas e modelos; requisição de IMT para todos os factos previstos no portal das finanças; indicação no processo da entidade

Leia mais

Visão Empresa de Contabilidade. Versão 8.1A-13

Visão Empresa de Contabilidade. Versão 8.1A-13 Visão Empresa de Contabilidade Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse

Leia mais

Rua Latino Coelho, 37-B 1050-132 Lisboa Portugal T. +351 213 232 960 F. +351 213 232 999

Rua Latino Coelho, 37-B 1050-132 Lisboa Portugal T. +351 213 232 960 F. +351 213 232 999 Guia do Utilizador 1. Abertura de Conta... 3 1.1 Manual... 3 1.2 Online... 3 1.2.1 Introdução... 3 1.2.2 Titulares... 4 1.2.3 Confirmar dados... 6 1.2.4 Finalizar... 7 2 Iniciar sessão... 9 3 A Minha Conta...

Leia mais

GUIÃO DE PREENCHIMENTO MÓDULO CONTRATOS

GUIÃO DE PREENCHIMENTO MÓDULO CONTRATOS GUIÃO DE PREENCHIMENTO MÓDULO CONTRATOS Índice 1 Introdução... 4 1.1 Enquadramento... 5 1.2 Organização do Guião... 5 2 Instruções de Utilização Balcão 2020... 6 2.1 Acesso à aplicação Módulos Contratos...

Leia mais

POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA

POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DIRECÇÃO NACIONAL Plataforma eletrónica Versão 1.0 Departamento de Segurança Privada Abril de 2012 Manual do Utilizador dos Serviços Online do SIGESP Versão 1.0 (30 de abril

Leia mais

Certidão Permanente. Manual de Procedimentos

Certidão Permanente. Manual de Procedimentos Certidão Permanente Manual de Procedimentos Procedimentos da Certidão Permanente On-line Sim 2. Elaborar Pedido de Subscrição 1. Autenticar apresentante / Login 1.1. Subscrição da Certidão? 4. Efectuar

Leia mais

SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL

SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL Manual de Utilização - Gestão de Utilizador Direcção dos Serviços de Economia do Governo da RAEM SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL

Leia mais

SClínico - SAPE - Autor: Eloy Boo ULSAM - USF LETHES Ponte de Lima

SClínico - SAPE - Autor: Eloy Boo ULSAM - USF LETHES Ponte de Lima - Autor: Eloy Boo ULSAM - USF LETHES Ponte de Lima SClínico SAPE Agradecimentos: À enfermeira Cármen Cunha, pela sua grande paciência, disponibilidade e ajuda. Índice geral 1. Introdução... 3 2. Iniciar

Leia mais

Formação Ordem dos Notários

Formação Ordem dos Notários Formação Ordem dos Notários Principais aspetos relacionados com as obrigações dos Notários como Entidades de Registo e o Processo de Emissão de Certificados Digitais Qualificados Agenda Módulo I 1. Certificação

Leia mais

Manual do utilizador condómino da aplicação web GOcondomínios GOcondomínios Gestão de Condomínios 100% online

Manual do utilizador condómino da aplicação web GOcondomínios GOcondomínios Gestão de Condomínios 100% online Manual do utilizador condómino da aplicação web GOcondomínios GOcondomínios Gestão de Condomínios 100% online www.gocondominio.pt desenvolvido por: SOPENFOR Sociedade de Projetos de Engenharia e Informática

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES O MEU SERVIÇO E CONTA-CORRENTE. Versão 1.1

PERGUNTAS FREQUENTES O MEU SERVIÇO E CONTA-CORRENTE. Versão 1.1 PERGUNTAS FREQUENTES O MEU SERVIÇO E CONTA-CORRENTE Versão 1.1 16 de março de 2011 ÍNDICE 1 Como aceder a 3 1.1 COMO DEVO FAZER PARA ACEDER À ÁREA DE PEDIDOS DE DECLARAÇÕES, NA CGA DIRECTA? 3 1.2 COMO

Leia mais

ÍNDICE. Acesso para agências...3. Organização por pastas...4. Download das facturas a partir do site...5. Pesquisa de facturas...8

ÍNDICE. Acesso para agências...3. Organização por pastas...4. Download das facturas a partir do site...5. Pesquisa de facturas...8 2 ÍNDICE Acesso para agências...3 Organização por pastas...4 Download das facturas a partir do site...5 Pesquisa de facturas...8 Configurar notificações por email...11 3 Bem-vindo ao manual de uso do novo

Leia mais

BREVE NOTA SOBRE A CITAÇÃO EDITAL E EDITAIS DE VENDA PROCESSOS POSTERIORES A 31/03/2010 V1.0 15/06/2010

BREVE NOTA SOBRE A CITAÇÃO EDITAL E EDITAIS DE VENDA PROCESSOS POSTERIORES A 31/03/2010 V1.0 15/06/2010 ARMANDO A OLIVEIRA SOLICITADOR BREVE NOTA SOBRE A CITAÇÃO EDITAL E EDITAIS DE VENDA PROCESSOS POSTERIORES A 31/03/2010 V1.0 15/06/2010 2111@solicitador.net 1. Resumo Breve nota sobre o novo regime de publicidade

Leia mais

prodj Condições Gerais de Venda On-line

prodj Condições Gerais de Venda On-line Índice 1. Contactos da prodj... 2 2. Processo de compra na loja on line da prodj... 2 2.1. Registo introdução, correcção e eliminação de dados pessoais... 2 2.2. Segurança no registo... 2 2.2. Compra...

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Gestão de Stocks Local. v2011

ZS Rest. Manual Avançado. Gestão de Stocks Local. v2011 Manual Avançado Gestão de Stocks Local v2011 1 1. Índice 2. Introdução... 3 3. Iniciar o ZSRest FrontOffice... 4 4. Produto... 5 b) Activar gestão de stocks... 5 i. Opção: Faz gestão de stocks... 5 ii.

Leia mais

VERTENTE GESTÃO GLOBAL DE FICHEIROS E ADC S

VERTENTE GESTÃO GLOBAL DE FICHEIROS E ADC S VERTENTE GESTÃO GLOBAL DE FICHEIROS E ADC S PROCEDIMENTOS INICIAIS Opção Utilitários/Selecção de Empresas Em primeiro lugar deverá seleccionar e parametrizar quais as Empresas que irão utilizar o aplicativo.

Leia mais

M a n u a l d o C a n d i d a t o

M a n u a l d o C a n d i d a t o Para efectuar o processo de candidatura deverá aceder ao site abaixo indicado. Link: http://ff.academicos.ul.pt/cssnetff Para iniciar o processo é necessário clicar no tipo de curso que se pretende candidatar,

Leia mais

Documento de actualização funcional. Refª JURI-DEV-20121221-v1

Documento de actualização funcional. Refª JURI-DEV-20121221-v1 Documento de actualização funcional Refª JURI-DEV-20121221-v1 21 de Dezembro de 2012 Índice 1 Certificação com envio de ficheiro SAFT-PT para AT... 3 1.1 Sobre a Certificação... 3 1.2 Novas regras para

Leia mais

Relatório SHST - 2003

Relatório SHST - 2003 Relatório da Actividade dos Serviços de Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho Relatório SHST - 2003 Programa de Recolha da Informação Manual de Operação Versão 1.0 DEEP Departamento de Estudos, Estatística

Leia mais

Constituir uma empresa na Internet

Constituir uma empresa na Internet Constituir uma empresa na Internet Para constituir uma empresa sociedade por quotas, unipessoal ou anónima - através do serviço Empresa Online, por Internet, o interessado tem de possuir um cartão do cidadão

Leia mais

Manual da Área Financeira. 2Ás Contabilidade e Consultoria, Lda

Manual da Área Financeira. 2Ás Contabilidade e Consultoria, Lda Manual da Área Financeira 2Ás Contabilidade e Consultoria, Lda Rev. 1/2014 de 11/09/2014 Sumário 1. INTRODUÇÃO 3 2. REPORTS: CONSULTA 4 2.1 CRITÉRIOS DE SELEÇÃO 4 3. IMPOSTOS E OUTROS: CONSULTA 6 3.1 CRITÉRIOS

Leia mais

APRESENTAÇÃO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM EPIC

APRESENTAÇÃO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM EPIC APRESENTAÇÃO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM EPIC 01 AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM AVA O AVA é o ambiente na internet no qual o aluno acessa todo o conteúdo pedagógico do curso. É o local de armazenamento

Leia mais

LNDnet. Lançamento de notas pelos docentes. Portal académico

LNDnet. Lançamento de notas pelos docentes. Portal académico LNDnet Lançamento de notas pelos docentes Portal académico A base para elaboração do presente manual foi o manual da Digitalis (SIGES.11.0.0 Manual de Utilizador) ao no qual foram registada as adaptações

Leia mais

BALCÃO DIGITAL. Manual de Utilização

BALCÃO DIGITAL. Manual de Utilização BALCÃO DIGITAL Manual de Utilização BALCÃO DIGITAL 2 ÍNDICE COMO ADERIR ADESÃO À CARTEIRA DE SERVIÇOS DO BALCÃO DIGITAL ACTIVAÇÃO DA CARTEIRA DE SERVIÇOS DO BALCÃO DIGITAL Contratos Comunicar Leitura Adesão

Leia mais

Ano de Referência 2010 RELATÓRIO ÚNICO E ANEXOS. Perguntas Frequentes Relatório Único e Anexos Versão 1.0 1

Ano de Referência 2010 RELATÓRIO ÚNICO E ANEXOS. Perguntas Frequentes Relatório Único e Anexos Versão 1.0 1 RELATÓRIO ÚNICO E ANEXOS Versão 1.0 1 PERGUNTAS FREQUENTES Relatório Único ENTREGA - QUESTÕES LEGAIS (15 ) Qual é o conteúdo do Relatório Único? O Relatório Único é constituído pelo relatório propriamente

Leia mais

Manual de Cliente Caixadirecta Angola Empresas

Manual de Cliente Caixadirecta Angola Empresas ÍNDICE 1 Informação de Internet Banking Empresas......3 2 Funcionamento da aplicação....9 2.1 Login....9 2.2 Património... 12 2.2.1 Posição integrada... 12 2.2.2 Agenda de Vencimentos... 12 2.3 Documentos

Leia mais

GESTÃO DOCUMENTAL E FLUXOS DE TRABALHO

GESTÃO DOCUMENTAL E FLUXOS DE TRABALHO GESTÃO DOCUMENTAL E FLUXOS DE TRABALHO 2 GESTÃO DOCUMENTAL VANTAGENS Informação sempre acessível, acesso fácil e rápido Redução do espaço, custos de armazenamento e impressão Redução da duplicação de dados

Leia mais

ZSRest/ZSPos. Manual de Stocks. BackOffice

ZSRest/ZSPos. Manual de Stocks. BackOffice BackOffice 1 1. Índice 2. Introdução... 3 3. Iniciar o ZSRest/ZSPos FrontOffice... 4 4. Produto... 5 Activar gestão de stocks... 5 5. Armazém... 7 a) Adicionar Armazém... 8 b) Modificar Armazém... 8 c)

Leia mais

SIBA SISTEMA DE INFORMAÇÃO DE BOLETINS DE ALOJAMENTO MANUAL DE UTILIZADOR

SIBA SISTEMA DE INFORMAÇÃO DE BOLETINS DE ALOJAMENTO MANUAL DE UTILIZADOR SIBA SISTEMA DE INFORMAÇÃO DE BOLETINS DE ALOJAMENTO MANUAL DE UTILIZADOR VERSÃO DATA DESCRIÇÃO AUTOR 1.0 24-10-2008 VERSÃO INICAL LÍDIA AGOSTINHO 1.1 20-11-2008 ACTUALIZAÇÃO DE ECRANS LÍDIA AGOSTINHO

Leia mais

Manual do Utilizador GESTFOR Gestão da Formação

Manual do Utilizador GESTFOR Gestão da Formação Manual do Utilizador GESTFOR Gestão da Formação 1. INTRODUÇÃO...1 2. MÓDULO DE GESTÃO...2 2.1. ENTIDADES...3 2.1.1. TERCEIROS...4 2.1.1.1. CONSULTAR OS TERCEIROS...4 2.1.1.2. CRIAR UM TERCEIRO...5 2.1.1.3.

Leia mais

Licenciatura em Informática. - Análise e Conceção de Sistemas de Informação. Gestão de Condómino. Documento de Análise.

Licenciatura em Informática. - Análise e Conceção de Sistemas de Informação. Gestão de Condómino. Documento de Análise. Licenciatura em Informática - Gestão de Condómino Documento de Análise Realizado por: José Marcos, Nº 100118005 Pedro Santo, Nº 130118025 Marius Seres, Nº 130118012 Santarém, 20 de Janeiro 2015 Índice

Leia mais

Manual de utilização do Moodle

Manual de utilização do Moodle Manual de utilização do Moodle Docentes Universidade Atlântica 1 Introdução O conceito do Moodle (Modular Object Oriented Dynamic Learning Environment) foi criado em 2001 por Martin Dougiamas, o conceito

Leia mais

DECLARAÇÕES DE PRODUTO

DECLARAÇÕES DE PRODUTO CERTIFICADO DE ORIGEM ON LINE FIERGS MANUAL DE OPERAÇÕES DECLARAÇÕES DE PRODUTO Inovação tecnológica através do uso de Ferramenta de WEB para maximização da qualidade e eficiência no atendimento, com redução

Leia mais

PHC Letras CS BUSINESS AT SPEED

PHC Letras CS BUSINESS AT SPEED PHC Letras CS A gestão de todas as tarefas relacionadas com Títulos de Dívida A execução de todos os movimentos com títulos de dívida a receber ou a pagar e o controle total da situação por cliente ou

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES DE UTILIZAÇÃO

TERMOS E CONDIÇÕES DE UTILIZAÇÃO TERMOS E CONDIÇÕES DE UTILIZAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO A Quatro Educativo, na pessoa de Paulo Sérgio da Silva Vieira, tem sede na Rua do Barreiro nº 5, Casal da Estortiga, 2495-102 Santa Catarina da Serra.

Leia mais

MB290 Reencaminhar Fax

MB290 Reencaminhar Fax A permite reencaminhar Faxes para um contacto existente na lista. Contacto esse que pode ser de Email, Pasta Partilhada, FTP e até mesmo para um contacto telefónico(fax).ou seja, o permite também reencaminhar

Leia mais

CALL VN E APV- EXTRANET PEUGEOT MANUAL DO UTILIZADOR

CALL VN E APV- EXTRANET PEUGEOT MANUAL DO UTILIZADOR CALL VN E APV- EXTRANET PEUGEOT MANUAL DO UTILIZADOR Índice Noções Básicas 3 Workflow 4 Permissões 5 Acessos 5 Layout 5 Autenticação 6 Homepage 8 Contactos 8 Upload 11 Relatórios 15 Verbatins 18 Utilizadores

Leia mais

Constituir uma empresa na Internet

Constituir uma empresa na Internet Constituir uma empresa na Internet Para constituir uma empresa sociedade por quotas, unipessoal ou anónima - através do serviço Empresa Online, por Internet, o interessado tem de possuir um certificado

Leia mais

PORTAL DE SERVIÇOS AUTOMATIZADOS À PREFEITURA

PORTAL DE SERVIÇOS AUTOMATIZADOS À PREFEITURA O Portal de Serviços Automatizados à Prefeitura disponibiliza ao contribuinte a emissão de faturas referente os débitos do IPTU, ISSQN e DÍVIDAS DIVERSAS, do exercício e dívida ativa, tanto negociada (parcelamentos)

Leia mais

[MANUAL DO NOVO PROGRAMA DE GESTÃO DE UNIVERSIDADES SENIORES]

[MANUAL DO NOVO PROGRAMA DE GESTÃO DE UNIVERSIDADES SENIORES] Dez 2014, v1 RUTIS Associação Rede de Universidades da Terceira idade [MANUAL DO NOVO PROGRAMA DE GESTÃO DE UNIVERSIDADES SENIORES] Desenvolvido por RUTIS Manual do Novo programa de Gestão de Universidades

Leia mais

2013 GVDASA Sistemas Configuração dos Portais 2

2013 GVDASA Sistemas Configuração dos Portais 2 2013 GVDASA Sistemas Configuração dos Portais 2 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta

Leia mais

ADSE DIRECTA - PROTOCOLOS DE DOCUMENTOS REGIME LIVRE MANUAL DE APOIO AOS ORGANISMOS

ADSE DIRECTA - PROTOCOLOS DE DOCUMENTOS REGIME LIVRE MANUAL DE APOIO AOS ORGANISMOS ADSE DIRECTA - PROTOCOLOS DE DOCUMENTOS REGIME LIVRE MANUAL DE APOIO AOS ORGANISMOS Este documento destina-se a apoiar os serviços processadores na elaboração dos protocolos dos documentos de despesa em

Leia mais

Outlook 2003. Nivel 1. Rui Camacho

Outlook 2003. Nivel 1. Rui Camacho Outlook 2003 Nivel 1 Objectivos gerais Enviar e Responder a mensagens de correio electrónico, e gestão de contactos, marcação de compromissos e trabalhar com notas. Objectivos específicos Começar a trabalhar

Leia mais

Plataforma Colaborativa Gestão e Arquivo Digital de Documentos e Mensagens

Plataforma Colaborativa Gestão e Arquivo Digital de Documentos e Mensagens Pasta TOC Plataforma Colaborativa Gestão e Arquivo Digital de e Mensagens Atualização e Migração: - Atualização tecnológica para a mais recente tecnologia de desenvolvimento Oracle - Migração de conteúdos

Leia mais