WEBJORNALISMO HIPERMIDIÁTICO NA WEB 2.0: O USO DE FERRAMENTAS GRATUITAS PARA NOTICIAR

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "WEBJORNALISMO HIPERMIDIÁTICO NA WEB 2.0: O USO DE FERRAMENTAS GRATUITAS PARA NOTICIAR"

Transcrição

1 ABCIBER - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PESQUISADORES EM CIBERCULTURA II SIMPÓSIO NACIONAL De 10 a 12 de novembro de 2008 PUC - São Paulo, Brasil WEBJORNALISMO HIPERMIDIÁTICO NA WEB 2.0: O USO DE FERRAMENTAS GRATUITAS PARA NOTICIAR Cláudio José Toldo 1 Faculdade SATC, Criciúma-SC, Brasil Leila Laís Gonçalves 2 Unesc, Criciúma-SC, Brasil Resumo Este artigo traz uma experiência de produção de Webjornalismo na Web 2.0 com o uso de ferramentas gratuitas. Discute as características do conteúdo jornalístico na Web e apresenta sua aplicação no projeto Jornal Criciúma. São apresentadas as ferramentas gratuitas utilizadas na edição e publicação de conteúdos hipermidiáticos na Web e relata os resultados da sua aplicação. Palavras-chave: Webjornalismo, Web 2.0, ferramentas gratuitas, hipermídia 1. Introdução O termo Webjornalismo, apresentado nas discussões, é toda a atividade jornalística que tem como objetivo a publicação de conteúdos informativos na World Wide Web (WWW). Silva Jr. (2000) e Pavlik (2001) apontam três fases distintas do Webjornalismo: a transpositiva, a perceptiva e hipermidiática. Neste artigo, explora-se a terceira fase, abordando as ferramentas gratuitas disponíveis na Web 2.0 para produção da narrativa hipermídia e veiculação da notícia. É importante observar que a crescente disponibilização de ferramentas online gratuitas para edição e publicação de informação na Web, com todos estes recursos e potencialidades, deve ser acompanhada do desenvolvimento de habilidades e 1 Professor das disciplinas Web Jornalismo I e II, especialista em Comunicação nas Organizações. 2 Professora das disciplinas Hipermídia e Imagens Digitais, Mestre em Ciência da Computação.

2 competências específicas no profissional de comunicação que pretende trabalhar em meios digitais. Dois pontos são relevantes: a capacitação tecnológica envolvendo conhecimento de aplicativos de edição e publicação de textos, imagens, vídeos e áudio digitais e o desenvolvimento de habilidades conceituais e teóricas referentes à produção de conteúdo jornalístico na Web. Dessa forma, as atividades práticas em disciplinas de Webjornalismo ou similares dos cursos de Jornalismo devem contemplar tanto ferramentas quanto as questões ideológicas e editoriais, propiciando a experimentação, a crítica e a aproximação do fazer profissional. Dentro deste contexto, foi desenvolvido o Projeto Jornal Criciúma na disciplina de Webjornalismo II do curso de Jornalismo da Faculdade SATC, no primeiro semestre de 2008, com intuito de desenvolver nos acadêmicos o conhecimento prático do fazer jornalístico para a Web 2.0. Este artigo descreve a trajetória do desenvolvimento do projeto, sob o ponto de vista de construção cooperativa e colaborativa, desde sua concepção até sua publicação. São discutidas, como enfoque, as ferramentas online gratuitas utilizadas na edição, armazenamento e publicação dos conteúdos informativos. 2. Contextualizando o Webjornalismo e a Web 2.0 Diferentes classificações e nomenclaturas são utilizadas para caracterizar o jornalismo praticado no ciberespaço (PALACIOS et al., 2002; MIELNICZUK, 2003; SCHWINGEL, 2005). Não há consenso quanto ao termo e, de acordo com a origem, são usadas as nomenclaturas jornalismo online ou jornalismo digital (norteamericanos e brasileiros), jornalismo eletrônico, jornalismo multimídia ou ciberjornalismo (espanhóis). A sistematização proposta por Mielniczuk (2003) apóiase nos meios tecnológicos que produzem e disseminam a informação para denominar o tipo de prática jornalística. Dessa forma, a autora justifica a aplicação do termo Webjornalismo para referir-se à utilização de uma parte específica da Internet, a Web, como meio de produção e disponibilização de informação no jornalismo contemporâneo. Silva Jr. (2000) e Pavlik (2001) apontam três fases distintas do Webjornalismo: a transpositiva, a perceptiva e hipermidiática. De acordo com Silva Jr. (2000), na prática mais recente do Webjornalismo, a terceira fase, pode-se constatar a intensificação do uso de recursos hipermidiáticos na construção da notícia envolvendo estruturas hipertextuais, convergência entre suportes diferentes (multimodalidade) e a disseminação de um mesmo produto em várias plataformas e/ou serviços informativos. Para Bastos (2005), a narrativa hipermídia integra vídeo, som e gráficos no sistema de armazenamento e manipulação dos conteúdos informativos, permitindo que na edição das notícias sejam utilizados diferentes recursos de mídia. Na evolução das fases do Webjornalismo foram sendo agregadas características comuns citadas por Bardoel e Deuze (2000), Palacios (1999) e Mielniczuk (2003) como sendo: interatividade, personalização, hipertextualidade e multimidialidade e duas específicas: memória e instantaneidade. A interatividade busca a inclusão do usuárioleitor como participante do processo jornalístico através de troca de s (leitorjornalista); da participação com comentários, enquetes e opinião; discussão em fórum e chats; e da navegação livre e seletiva de conteúdos. A personalização, customização do conteúdo ou a individualização consiste na configuração do produto jornalístico de acordo com os interesses do usuário. As possibilidades de configuração podem ser

3 apresentadas nas opções de pré-seleção de assuntos de interesse carregados automaticamente ao entrar no site; disponibilização do serviço de newsletter a partir do cadastro do usuário, que pode escolher assuntos sobre os quais deseja receber notícias por ; seleção do site como tela de abertura do navegador; e configuração de exibição do conteúdo do site com escolha de cores, tamanho de fonte e disposição das informações. A característica de hipertextualidade é empregada na estruturação e apresentação dos conteúdos, organizando a informação de blocos curtos e ligados por links, que conduzem para páginas de conteúdos correlacionados. O hipertexto pode ser utilizado como narrativa apresentada em hipertexto, elementos de navegação no conteúdo (menu), indicação de conteúdo extra (mais informação, fotos, arquivos de som, vídeo, animações, arquivos texto), material publicitário (banner) ou links externos. A multimidialidade é caracterizada pela convergência dos formatos das mídias tradicionais (imagem, texto e som) na narração do fato jornalístico em um mesmo suporte, agregando recursos como vídeo, galeria de fotos, infografia e animação. A viabilidade técnica e econômica de arquivamento e acesso às informações já produzidas possibilita a construção da memória das notícias. Esta característica dá suporte à hipertextualidade e a multimidialidade utilizada, por exemplo, na complementação de informações, comparativos e como referências anteriores. A instantaneidade é conseguida pela junção das possibilidades dos recursos tecnológicos digitais e de redes que proporcionam agilidade e facilidade na produção e distribuição das informações. A rapidez pode ser verificada na atualização dos conteúdos que são recebidos em tempo real pelos usuários-leitores. Os produtos jornalísticos da terceira fase buscam aplicar mais efetivamente as características do Webjornalismo, explorando as potencialidades oferecidas pela Web para este fim. É possível verificar nos conteúdos produzidos a presença, cada vez mais freqüente, de recursos de multimídia, como sons e animações; de interatividade, como enquetes, chats e fóruns de discussões; de colaboração, como comentários, avaliação e referências; de personalização, com opções para a configuração de visualização; de hipertextualidade, com a utilização do hipertexto tanto na organização das informações como na complementação e desdobramento do conteúdo; de memória, como a disposição cronológica das publicações; e de instantaneidade, com a disponibilização de atualizações de conteúdo a qualquer tempo. Recursos estes que visam enriquecer a narrativa jornalística, ampliando as possibilidades de construção e apresentação da notícia. É possível verificar que produzir conteúdo jornalístico para Web requer adequação às especificidades desse meio e de seus utilizadores. No que diz respeito ao meio Web, os avanços tecnológicos, a disponibilização de recursos e serviços e a mudança na forma de utilização, produção e disponibilização de conteúdo e nas regras para obter sucesso neste meio vêm ao encontro das características requeridas pelo Webjornalismo. Um novo termo, Web 2.0, foi cunhado em 2004 pela empresa O'Reilly Media, para designar uma segunda geração de comunidades e serviços baseados na plataforma Web. Segundo O'Reilly (2005), a regra mais importante é desenvolver aplicativos que empregam os efeitos da rede para se tornarem melhores à medida que são usados, aproveitando a inteligência coletiva. Neste sentido, a Web 2.0, enquanto plataforma que comunica e compartilha conteúdos e serviços, traz potencialidades e recursos que possibilitam tanto a produção, incluindo processos de criação coletivos com o uso de ferramentas online, quanto à veiculação do Webjornalismo hipermidiático. Ferramentas de edição, publicação e interação de conteúdo multimídia Web são disponibilizadas gratuitamente entre elas:

4 blogs 3, fotologs 4, wikis 5, webcast 6, podcast 7 e vodcast 8. No tocante às suas características, estas ferramentas são de fácil utilização, não necessitam de instalação e manutenção constantes, além de permitirem o trabalho cooperativo e colaborativo. Quanto aos seus recursos, as ferramentas de edição e publicação de conteúdos online disponibilizam espaço para armazenamento de dados; trabalham dentro do princípio da reutilização de conteúdos; oferecem recursos de interatividade, como chats, enquetes, fóruns de discussões e comentários; possuem opções para a configuração de interface; permitem a inserção de diferentes recursos, como vídeo, imagem e áudio; inclusão de widgets 9, add-on, feed RSS 10, mashups 11, serviço de tagging (rotulação) ou folksonomia 12 com o uso de tags (etiquetas ou marcadores) para indexação de conteúdo e mecanismos de busca. Sendo assim, estas ferramentas permitem a utilização do hipertexto, formato de documento Web, não apenas como um recurso de organização dos conteúdos, mas também passam a empregá-lo na narrativa de fatos (MIELNICZUK, 2003). Apesar de todas essas possibilidades tecnológicas agregadas às pesquisas e referenciais teóricos, mesmo que não conclusivos, tendo em vista a dinamicidade do meio, a produção de conteúdo jornalístico na Web ainda apresenta deficiências. Dentre as carências encontra-se a qualificação e preparação do profissional jornalista neste cenário que envolve produção de conteúdo com elementos multimídia, forma diferenciada de narrativa da notícia, coberturas em redes sociais, utilização de recursos diferenciados, interatividade e colaboração ou mesmo uso, de forma inteligente, das ferramentas de edição e publicação Web. Na formação acadêmica, disciplinas que tratam do assunto vêm sendo incorporadas as matrizes curriculares, sendo compostas por um conjunto de conteúdos teóricos e principalmente atividades práticas no formato, muitas vezes, de jornal-laboratório. De acordo com Melo (1986), a implantação dos laboratórios e equipamentos experimentais reduz o distanciamento da realidade e propicia a realização de projetos que se assemelham/confrontam com os padrões convencionais da comunicação industrial e estimulam a visão crítica perante a comunicação atualmente produzida. Dentro desta perspectiva, todo esforço de unir ensino, pesquisa e prática fortalece o processo de ensino e aprendizagem na busca do conhecimento, na experimentação do fazer, nas experiências do contexto do mercado de trabalho, contribuindo na construção de um profissional melhor qualificado. 3 Blog ou weblog é um sistema de publicação freqüente de conteúdo multimídia online. 4 Fotolog é um serviço de publicação de fotografias na Internet. 5 Wiki é um software colaborativo que permite a edição e publicação coletiva de documentos Web. 6 Webcast é a transmissão ao vivo utilizando a Internet por meio da tecnologia streaming para distribuir o sinal de áudio e vídeo em fluxo continuo de informação. 7 Podcast é a publicação de arquivos de áudio na Internet. 8 Vodcast é um método de distribuição de vídeos pela Internet ou por uma rede de computadores que utiliza as ferramentas desenvolvidas para os podcast. 9 Widgets são pequenos aplicativos que fornecem funcionalidades específicas ao utilizador, como previsão do tempo, cotação de moedas, relógio, etc. 10 Feed são alimentadores ou fontes. RSS (Rich Site Summary ou Really Simple Syndication) é uma tecnologia para agregar conteúdo Web. Feed RSS são sistemas que possibilitam o compartilhamento de conteúdo de forma simplificada. 11 Mashup é um website ou uma aplicação web que usa conteúdo de mais de uma fonte para criar um novo serviço completo. 12 Folksonomia é uma maneira de indexar informações, na qual cada usuário da informação pode classificá-la com uma ou mais palavras-chaves.

5 3. Projeto Jornal Criciúma na Web 2.0 O Projeto Jornal Criciúma constituiu uma atividade prática da disciplina de Webjornalismo II do curso de Jornalismo da Faculdade SATC, desenvolvida no primeiro semestre de Foram envolvidos vinte e um alunos da terceira fase que cursaram, em semestre anterior, a disciplina de Webjornalismo I como pré-requisito. O projeto visou à experimentação da produção de conteúdo jornalístico hipermiático para a Web 2.0 com o uso de ferramentas gratuitas fundamentadas nas características do Webjornalismo. O Jornal Criciúma (Figura 1), disponível no endereço é um blog jornalístico para cobertura do dia-a-dia da cidade de Criciúma nas editorias política, polícia, geral, economia, esporte, clima e entretenimento. Figura 1 - Jornal Criciúma Serão apresentados a seguir os aspectos metodológicos de desenvolvimento do projeto, a aplicação das características do Webjornalismo no Jornal Criciúma, as ferramentas gratuitas para edição e publicação de conteúdo, os resultados e perspectivas do projeto. 3.1 Aspectos Metodológicos O trabalho se apresenta como uma pesquisa exploratória, na qual se buscou proporcionar maior familiaridade com o processo e ferramentas para o fazer do Webjornalismo hipermidiático. Foi realizado um estudo de caso que permitiu um detalhado conhecimento do objeto, reflexão e descrição de cada procedimento. A coleta de dados, tanto para a concepção do projeto quanto para a produção dos conteúdos hipermidiáticos do Jornal Criciúma, foi realizada através de pesquisa bibliográfica, consulta em blogs e sites jornalísticos disponíveis na Web e entrevistas semiestruturadas.

6 O desenvolvimento da pesquisa se deu em oito etapas. Na primeira etapa foi realizada uma revisão bibliográfica conceituando, contextualizando, caracterizando e exemplificando o Webjornalismo. Como segunda etapa, foi apresentado, discutido e delineado o Projeto Jornal Criciúma, considerando as características: interatividade, personalização, hipertextualidade, multimidialidade, memória e instantaneidade. Na etapa seguinte, foram pesquisadas, analisadas e definidas as ferramentas de publicação e armazenamento de conteúdo hipermídia, avaliando: usabilidade, possibilidades de encaixe (embed - link para blog), facilidade de endereço (URL), flexibilidade no tamanho e diversidade de formato das mídias para upload e download, gratuidade, espaço de armazenamento e disponibilidade para recursos como widgets, slideshow, personalização e elementos de interação. As ferramentas foram avaliadas de acordo com sua aplicação: blogs, repositórios de áudio, vídeo e imagem. O projeto de interface foi elaborado no coletivo na quarta etapa do projeto, considerando aspectos de usabilidade e questões de arquitetura de informação. O mesmo processo se deu na seleção das editorias para cobertura do cotidiano da cidade de Criciúma, na quinta etapa. Foram definidas equipes responsáveis por cada editoria, encarregadas de operacionalizar a produção e publicação dos conteúdos informacionais hipermídia. Na sexta etapa foram definidas as interações e a inserção de widgets personalizados por editorias. Os conteúdos da página inicial e sua dinâmica de atualização foram definidos coletivamente na sétima etapa. A avaliação e revisão dos conteúdos publicados aconteceram de forma contínua, papel exercido pelo professor, que mediou todo o processo. Contudo, também se constituiu na oitava e última etapa como um momento de avaliação coletiva do projeto. 3.2 Características do Webjornalismo no Jornal Criciúma As características do Webjornalismo citadas por Bardoel e Deuze (2000), Palacios (1999) e Mielniczuk (2003), discutidas anteriormente e analisadas no projeto de jornal-laboratório Jornal Criciúma são a multimidialidade, interatividade, hipertextualidade, personalização e memória. A multimidialidade é aplicada na cobertura cotidiana das notícias com a utilização de multimídia (vídeos, sons, arquivos textos, infografia e animações) para complementar ou realizar a narrativa dos fatos. Os recursos podem ser acessados a partir de links com abertura de outra janela para exibição de conteúdo (Figura 2 1. Multimidialidade) ou exibidas diretamente na tela do site (Figura 3 6. Multimidialidade). Como interatividade, o Jornal Criciúma apresenta enquetes, fóruns, chats e e- mail e os exemplos podem ser visualizados na figura 2 (4. Interatividade e 5. Interatividade). A hipertextualidade é utilizada para a estruturação do conteúdo, na apresentação da narrativa, na complementação de conteúdo e para links externos. Como exemplo, a capa do site apresenta as chamadas das matérias de cada editoria e um link (Continuar lendo...) dá a possibilidade do usuário-leitor de acessar as matérias completas (Figura 2 2. Hipertextualidade). Outras aplicações da hipertextualidade podem ver vistas na estrutura de Menu do site (Figura 3 8. Hipertextualidade) e no link interno Quem Somos e nos links extenos Blogs Parceiros, Sites, Jornais, Radios e TV (Figura 3 9. Hipertextualidade).

7 A personalização é encontrada na possibilidade de inscrição no serviço de feed RSS para receber as atualizações do site: postagens ou comentários (Figura 2 3. Personalização). A memória de conteúdos publicados pode ser resgatada no link Arquivo, por ordem cronológica da informação (ano, mês e título) exibindo em primeiro lugar os textos postados em data mais recente (Figura 3 7. Memória). 2. Hipertextualidade 3. Personalização 4. Interatividade 1. Multimidialidade 5.Interatividade Figura 2 - Características do Webjornalismo no Jornal Criciúma

8 8. Hipertextualidade 6.Multimidialidade 7Memória 9. Hipertextualidade Figura 3 - Características do Webjornalismo no Jornal Criciúma 3.3 Ferramentas Gratuitas para Edição e Publicação de Conteúdo

9 A discussão, disponibilização e utilização de ferramentas computacionais gratuitas para publicação de conteúdo acompanham a evolução da Web. A disponibilização de serviços de publicação gratuitos ganhou força e foi consolidada com os web+log (ou simplesmente blog). Com o surgimento de novas necessidades, como a inclusão de galeria de fotos, vídeos, inclusão de funcionalidades diferenciadas, outros sistemas de publicação de conteúdos foram sendo disponibilizados. Apresentamos a seguir as ferramentas gratuitas para edição e publicação de conteúdos utilizadas no projeto Jornal Criciúma e as justificativas de sua escolha Ferramenta de criação de blog O Blogger (http://www.blogger.com), criado pela Pyra Labs em 1999 e comprado pelo Google em 2003, é um serviço que oferece ferramentas para publicação de textos, imagens, áudio e vídeo na Internet. O usuário não tem que escrever nenhum código ou preocupar-se com instalação de programas em servidores ou scripts. Permite ao usuário mudar livre e completamente o visual do blog. O Blogger (Figura 4) permite a hospedagem de blogs em seu BlogSpot ou num servidor do usuário (via FTP). Figura 4. Ferramenta de criação de blog - Blogger Esta ferramenta foi escolhida em função das seguintes necessidades: usabilidade, possibilidade de aceitar encaixe (embed - link), facilidade de endereço (URL), flexibilidade de extensão e tamanho fazer upload de arquivos, gratuidade e espaço de pelo menos 1Gb, disponibilidade de widgeds, disponibilidade de personalização da página Ferramenta de publicação de imagens O ImageShack (http://imageshack.us) proporciona um serviço fácil para uso e acolhimento de imagens. O serviço de hospedagem é livre. Pode ser usado para guardar imagens, arquivos em flash, vídeos e compartilhá-los pela rede em blogs e sites. A escolha desta ferramenta (Figura 5) se deu em função das seguintes necessidades: usabilidade, possibilidade de encaixe (embed - link para blog), facilidade

10 de endereço (URL), flexibilidade no tamanho das fotos para upload e download, gratuidade e espaço em Gb, possibilidade de slideshow e encaixe (embed). Figura 5. Ferramenta de publicação de imagem ImageShack Ferramenta de publicação de áudio O Mp3Tube (http://mp3tube.net) permite aos usuários carregar, ouvir e compartilhar áudios. O conteúdo de áudio pode ser disponibilizado em blogs e sites pessoais através de mecanismos (APIs) desenvolvidos pelo site. Esta ferramenta (Figura 6) foi escolhida em função das seguintes necessidades: usabilidade, possibilidade de encaixe (embed - link para blog), facilidade de endereço (URL), flexibilidade de extensão e tamanho dos áudios para upload e download, gratuidade e grande espaço em Gb. Figura 6. Ferramenta de publicação de áudio Mp3Tube Ferramenta de publicação de vídeo

11 O YouTube (http://youtube.com) permite aos usuários carregar, assistir e compartilhar vídeos. Ele utiliza o formato Macromedia Flash para disponibilizar o conteúdo. O material encontrado no YouTube pode ser disponibilizado em blogs e sites pessoais através de mecanismos (APIs) desenvolvidos pelo site. O serviço do YouTube (Figura 7) foi escolhido em função das seguintes necessidades: usabilidade, possibilidade de encaixe (embed - link para blog), facilidade de endereço (URL), flexibilidade de extensão e tamanho dos vídeos para upload e download, gratuidade e espaço em Gb. Figura 7. Ferramenta de publicação de vídeo YouTube 3.4 Resultados e Perspectivas No Webjornalismo, as tecnologias e recursos de edição e publicação de conteúdos informacionais não devem ser considerados apenas como ferramentas, mas sim, como integrantes dessa prática jornalística. O conhecimento e prática nestas ferramentas, aliados a uma sólida concepção teórica, são fundamentais para a formação do profissional de jornalismo atuante no contexto da Web. O processo de elaboração coletiva, colaborativa e cooperativa dos conteúdos e a atuação prática com o uso das ferramentas, que permearam todo o projeto no estudo de caso relatado, desde a concepção até sua publicação, foram fundamentais para o desenvolvimento das habilidades e competências essenciais ao profissional de Webjornalismo. Sob o ponto de vista tecnológico, a utilização de ferramentas online gratuitas no estudo de caso mostrou eficiência, adequação e apontaram outras potencialidades não exploradas no desenvolvimento do blog jornalístico hipermidiático. A experimentação permitiu a avaliação e a crítica embasadas no referencial teórico, bem como possibilitou a aproximação do fazer profissional. Os resultados alcançados com o uso de ferramentas online gratuitas na elaboração do blog jornalístico Jornal Criciúma podem ser avaliados a partir das características do Webjornalismo. Quanto à interatividade, foram implementados comentários e enquetes cujos recursos estão disponíveis na ferramenta de publicação de blog utilizada. Para personalização do layout, foi customizado um template disponível

12 na ferramenta de publicação. O recurso de hipertextualidade foi utilizado para referências de outras matérias, fontes de informação e como recurso de navegação. A multimidialidade foi aplicada na narrativa jornalística dos fatos, utilizando encaixe (embed) apontando para repositórios de imagem, vídeo e áudio. O recurso de memória foi usado na forma de suite. Como perspectivas futuras e continuidade da pesquisa, pretendem-se aplicar nos próximos semestres letivos o mesmo projeto, com enfoques diferentes, abordando, por exemplo, a escrita coletiva e a metodologia de elaboração. 4. Conclusões A partir da contextualização do Webjornalismo, suas fases e características, e da Web 2.0, com suas especificidades e nova forma de pensar e utilizar a Internet, buscouse experimentar as potencialidades das ferramentas gratuitas e sua contribuição para um fazer jornalístico diferenciado. Observou-se que as ferramentas utilizadas vêm ao encontro das características do Webjornalismo de terceira geração, oferecendo recursos e serviços de edição e publicação de conteúdo multimidiático, interativo, com recursos de estruturação e narração hipertextual, possibilidade de personalização, registro e acesso facilitado aos conteúdos publicados, refletindo a memória dos fatos. O projeto Jornal Criciúma atingiu seu maior objetivo de propiciar aos acadêmicos do curso de Jornalismo a conciliação da fundamentação teórica e a atividade prática no exercício do Webjornalismo. O Jornal Criciúma buscou efetivar e explorar as potencialidades do meio, oferecidas ao jornalismo com a utilização refletida das ferramentas em consonância com os conceitos e características estudados. É importante salientar que o estudo de caso se apresentou útil para vivenciar o processo, apontar tendências e levantar possibilidades sobre a terceira fase de desenvolvimento do Webjornalismo, porém não encerra a discussão. Ao contrário, apenas introduz as noções gerais sobre esta prática. Compreende-se a necessidade de formação continuada, constantes adequações e adaptações com vistas a estender e ampliar as potencialidades do meio para a realização de um jornalismo próprio para a Web Referências Bibliográficas BARDOEL, Jo; DEUZE, Mark. Network Journalism: converging competences of old and new media professionals. In: VSOM-conference 'Horizon 1999', 1999 Proceedings... Utrecht, The Netherlands, BASTOS, Helder. Ciberjornalismo e Narrativa Hipermédia Prima. Com - Revista de Ciências da Informação e da Comunicação do CETAC, Edição Nº1, Lisboa, out Disponível em <http://prisma.cetac.up.pt/artigospdf/ciberjornalismo_e_narrativa_hipermedia.pdf>. Acesso em 10 fev

13 MELO, José Marques de. Ação educativa nas escolas de Comunicação: desafios, perplexidades. In: KUNSCH, Margarida Maria Krohling (org.). Comunicação e educação: caminhos cruzados. São Paulo: Edições Loyola, MIELNICZUK, Luciana. Jornalismo na web: uma contribuição para o estudo do formato da notícia na escrita hipertextual f. Tese (Doutorado) Universidade Federal da Bahia, Faculdade de Comunicação, Salvador. Disponível em: <http://www.facom.ufba.br/jol/producao_teses.htm> Acesso em: 04 fev O'REILLY, Tim. What Is Web 2.0: Design Patterns and Business Models for the Next Generation of Software. 09/30/2005. Disponível em: <http://www.oreillynet.com/pub/a/oreilly/tim/news/2005/09/30/what-is-web-20.html>. Acesso em: 10 fev PALACIOS. Marcos. O que há de (realmente) novo no Jornalismo Online? Conferência proferida por ocasião do concurso público para Professor Titular na FACOM/UFBA, Salvador, Bahia, em PALACIOS, Marcos; MIELNICZUK, Luciana; BARBOSA, Suzana; RIBAS, Beatriz; NARITA, Sandra. Um Mapeamento de Características e Tendências no Jornalismo Online Brasileiro e Português. Comunicarte, Revista de Comunicação e Arte, vol 1, n.2, Universidade de Aveiro, set. 2002, Disponível em: <http://www.facom.ufba.br/jol/index.htm>. Acesso em: 10 fev PAVLIK, John. Journalism and new media. New York: Columbia University Press, SCHWINGEL, Carla. Jornalismo digital de quarta geração: a emergência de sistemas automatizados para o processo de produção industrial no Jornalismo Digital. Disponível em: <http://www.ufrgs.br/gtjornalismocompos/doc2005/carlaschwingel2005.doc>. Acesso em: 11 fev SILVA JR. Jose Afonso. Jornalismo 1.2: características e usos da hipermídia no jornalismo, com estudo de caso do Grupo Estado de São Paulo. Dissertação Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporânea da Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2000.

TVVILAEMBRATEL.WEBS.COM 1 Uma experiência com sistemas de CMS

TVVILAEMBRATEL.WEBS.COM 1 Uma experiência com sistemas de CMS TVVILAEMBRATEL.WEBS.COM 1 Uma experiência com sistemas de CMS Anissa CAVALCANTE 2 Jessica WERNZ 3 Márcio CARNEIRO 4, São Luís, MA PALAVRAS-CHAVE: CMS, webjornalismo, TV Vila Embratel, comunicação 1 CONSIDERAÇÕES

Leia mais

A Rotina de Atualização na TV Uol: Produção, Participação e Colaboração 1. Thais CASELLI 2. Iluska COUTINHO 3

A Rotina de Atualização na TV Uol: Produção, Participação e Colaboração 1. Thais CASELLI 2. Iluska COUTINHO 3 A Rotina de Atualização na TV Uol: Produção, Participação e Colaboração 1 RESUMO Thais CASELLI 2 Iluska COUTINHO 3 Universidade Federal de Juiz De Fora, Juiz de Fora, MG Este trabalho verifica como é a

Leia mais

WEBJORNALISMO. Aula 04: Características do Webjornalismo. Características do webjornalismo

WEBJORNALISMO. Aula 04: Características do Webjornalismo. Características do webjornalismo WEBJORNALISMO Aula 04: Características do Webjornalismo Prof. Breno Brito Características do webjornalismo O webjornalismo apresenta algumas características específicas em relação a aspectos que quase

Leia mais

Jornalismo Interativo

Jornalismo Interativo Jornalismo Interativo Antes da invenção da WWW, a rede era utilizada para divulgação de informações direcionados a públicos muito específicos e funcionavam através da distribuição de e-mails e boletins.

Leia mais

COMUNICAUFMA Um experimento em jornalismo digital baseado em sistemas de gerenciamento de conteúdo e cloud computing. 1

COMUNICAUFMA Um experimento em jornalismo digital baseado em sistemas de gerenciamento de conteúdo e cloud computing. 1 I Jornada de Pesquisa e Extensão Projeto Experimental COMUNICAUFMA Um experimento em jornalismo digital baseado em sistemas de gerenciamento de conteúdo e cloud computing. 1 Leonardo Ferreira COSTA 2 Pablo

Leia mais

JORNALISMO NA INTERNET

JORNALISMO NA INTERNET UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE COMUNICAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO JORNALISMO NA INTERNET Coord. Prof. Dr. Marcos Palacios Equipe: Susana Barbosa Carla Schwingel Salvador, 2002 1. Definição

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL www.blogger.com Autor: Calvin da Silva Cousin Orientação: Profª Drª Sílvia Porto Meirelles Leite SUMÁRIO 1. O

Leia mais

Computação nas nuvens (Vantagens)

Computação nas nuvens (Vantagens) Computação em Nuvem Computação em nuvem O conceito de computação em nuvem (em inglês, cloud computing) refere-se à possibilidade de utilizarmos computadores menos potentes que podem se conectar à Web e

Leia mais

SISTEMAS DE PUBLICAÇÃO NO CIBERJORNALISMO O caso experimental do portal reginal Educação em Pauta

SISTEMAS DE PUBLICAÇÃO NO CIBERJORNALISMO O caso experimental do portal reginal Educação em Pauta SCHWINGEL, C. Sistemas de publicação no Jornalismo Digital: o caso do portal regional experimental Educação em Pauta. In: Fórum de Professores de Jornalismo, Maceió. 2005. CD ROM. SCHWINGEL, C. Sistemas

Leia mais

Características do jornalismo on-line

Características do jornalismo on-line Fragmentos do artigo de José Antonio Meira da Rocha professor de Jornalismo Gráfico no CESNORS/Universidade Federal de Santa Maria. Instantaneidade O grau de instantaneidade a capacidade de transmitir

Leia mais

Trabalho interdisciplinar e atividade extensionista na UEPG: o projeto Portal Comunitário

Trabalho interdisciplinar e atividade extensionista na UEPG: o projeto Portal Comunitário Trabalho interdisciplinar e atividade extensionista na UEPG: o projeto Portal Comunitário SOUZA, Kauana Mendes 1 ; XAVIER, Cintia 2 Universidade Estadual de Ponta Grossa, Paraná, PR RESUMO O projeto Portal

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL http://pt.wordpress.com http://.wordpress.org Autor: Calvin da Silva Cousin Orientação: Profª Drª Sílvia Porto

Leia mais

Portal de conteúdos Linha Direta

Portal de conteúdos Linha Direta Portal de conteúdos Linha Direta Tecnologias Educacionais PROMOVEM SÃO Ferramentas Recursos USADAS EM SALA DE AULA PARA APRENDIZADO SÃO: Facilitadoras Incentivadoras SERVEM Necessárias Pesquisa Facilitar

Leia mais

Aula 1: Introdução à Disciplina Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina

Aula 1: Introdução à Disciplina Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Programação para Internet Rica 1 Aula 1: Introdução à Disciplina Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Objetivo: Identificar os princípios que se destacam como características da Web 2.0. INTRODUÇÃO

Leia mais

Jornalismo digital: as características do portal Extra Online 1

Jornalismo digital: as características do portal Extra Online 1 Jornalismo digital: as características do portal Extra Online 1 Naine Carvalho da SILVA 2 Felipe Gil FERNANDES 3 Guilherme Augusto de Souza PINHEIRO 4 Luciane Guiomar BARBOSA 5 Susy Elaine da Costa FREITAS

Leia mais

A linguagem do webjornalismo nos portais de comunicação da Paraíba 1

A linguagem do webjornalismo nos portais de comunicação da Paraíba 1 A linguagem do webjornalismo nos portais de comunicação da Paraíba 1 Alidiane Emanuela dos Santos Ataíde 2 Resumo Os setores editoriais tradicionais jornais, revistas e livros estão adaptando seus estilos

Leia mais

SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CIBERJORNALISMO A rastreabilidade como característica do ciberjornalismo1

SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CIBERJORNALISMO A rastreabilidade como característica do ciberjornalismo1 SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CIBERJORNALISMO A rastreabilidade como característica do ciberjornalismo1 2 Lucas Santiago Arraes Reino Resumo: Por muitos anos as características do ciberjornalismo foram definidas

Leia mais

COMUNICAÇÃO INDIVIDUAL CARACTERÍSTICAS DA NOTÍCIA NA WEB CONSIDERAÇÕES SOBRE MODELOS NARRATIVOS

COMUNICAÇÃO INDIVIDUAL CARACTERÍSTICAS DA NOTÍCIA NA WEB CONSIDERAÇÕES SOBRE MODELOS NARRATIVOS II ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISADORES EM JORNALISMO SOCIEDADE BRASILEIRA DE PESQUISADORES EM JORNALISMO SBPJor FACULDADE DE COMUNICAÇÃO - UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA 26 E 27 DE NOVEMBRO DE 2004 SALVADOR

Leia mais

Proposta. Soluções Comunicação Digital

Proposta. Soluções Comunicação Digital Proposta Soluções Comunicação Digital Fevereiro 2013 Proposta Proposta para fornecimento de soluções digitais para comunicação, gestão do conhecimento e aprendizagem para o CBVE. Portal Institucional Plataforma

Leia mais

NOVAS MÍDIAS DIGITAIS - AULA 01 - APRESENTAÇÃO

NOVAS MÍDIAS DIGITAIS - AULA 01 - APRESENTAÇÃO NOVAS MÍDIAS DIGITAIS - AULA 01 - APRESENTAÇÃO O QUE É MÍDIA DIGITAL? É conjunto de meios de comunicação baseados em tecnologia digital, permitindo a distribuição de informação na forma escrita, sonora

Leia mais

WEBJORNALISMO. Aula 03: Contextualizando o webjornalismo. Conceitos e Nomenclaturas

WEBJORNALISMO. Aula 03: Contextualizando o webjornalismo. Conceitos e Nomenclaturas WEBJORNALISMO Aula 03: Contextualizando o webjornalismo Prof. Breno Brito Conceitos e Nomenclaturas Jornalismo digital Jornalismo eletrônico Ciberjornalismo Jornalismo on-line Webjornalismo 2 Prof. Breno

Leia mais

ENSINO DE MATEMÁTICA PONTO BLOG

ENSINO DE MATEMÁTICA PONTO BLOG ENSINO DE MATEMÁTICA PONTO BLOG Moema Gomes Moraes 1 RESUMO: Este trabalho faz uma reflexão sobre os aspectos relacionados ao uso de Blogs no ensino de Matemática. Para isto, ele inicia fazendo uma reflexão

Leia mais

definição, conceitos e passo a passo

definição, conceitos e passo a passo Sites e blogs: definição, conceitos e passo a passo Ana Paula Bossler Pedro Zany Caldeira Diego Venturelli Introdução O suporte de comunicação mais utilizado em todo o mundo é a Internet, um repositório

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: website; jornalismo online; comunicação organizacional.

PALAVRAS-CHAVE: website; jornalismo online; comunicação organizacional. Contribuições para a comunicação organizacional de um curso de Jornalismo: Website do Curso de Comunicação Social - Jornalismo da UFSJ 1 Priscila NATANY 2 Alessandra de FALCO 3 Universidade Federal de

Leia mais

Tópicos Especiais em Informática. Msc. Márcio Alencar

Tópicos Especiais em Informática. Msc. Márcio Alencar Tópicos Especiais em Informática Msc. Márcio Alencar Recursos Certamente, um dos atrativos do chamado e- Learning (ou ensino á distância com uso de ferramentas computacionais/eletrônicas), são os novos

Leia mais

Sistema de Mídia Digital

Sistema de Mídia Digital Sistema de Mídia Digital Sistema completo para gestão de conteúdo informativo, entretenimento e publicidade para diversos ramos mercadológicos: Supermercados; Ônibus; Academias; Shoppings; Universidades;

Leia mais

Cadernos de Reportagem: Incentivo ao Senso Crítico no Jornalismo 1

Cadernos de Reportagem: Incentivo ao Senso Crítico no Jornalismo 1 Cadernos de Reportagem: Incentivo ao Senso Crítico no Jornalismo 1 Vinícius DAMAZIO 2 Luciana PACHECO 3 Gabriel SAMPAIO 4 Sylvia MORETZSOHN 5 Ildo NASCIMENTO 6 Universidade Federal Fluminense, Niterói,

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Aprecie as apresentações a seguir. Boa leitura!

APRESENTAÇÃO. Aprecie as apresentações a seguir. Boa leitura! APRESENTAÇÃO A Informatiza Soluções Empresariais está no mercado desde 2006 com atuação e especialização na criação de sites e lojas virtuais. A empresa conta com um sistema completo de administração de

Leia mais

TV VILA EMBRATEL Uma experiência de Web TV Comunitária a partir de uma solução de Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo

TV VILA EMBRATEL Uma experiência de Web TV Comunitária a partir de uma solução de Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo TV VILA EMBRATEL Uma experiência de Web TV Comunitária a partir de uma solução de Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo Anissa Ayala CAVALCANTE 1 - UFMA Jessica WERNZ 2 - UFMA Márcio CARNEIRO 3 - UFMA

Leia mais

Tabela de Preços Sugeridos

Tabela de Preços Sugeridos WEBSITE Estrutura básica Área institucional Área estática: quem somos, o que fazemos, onde estamos etc. Área de contato E-mail, telefone, formulário etc. Área core Gerenciador de conteúdo para cadastro

Leia mais

Especialização em Marketing Digital - NOVO

Especialização em Marketing Digital - NOVO Especialização em Marketing Digital - NOVO Apresentação Previsão de Início Agosto/2013 Inscrições em Breve - Turma 01 - Campus Stiep O ambiente de negócios tem sido modificado pelas Novas Tecnologias da

Leia mais

UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO. Relatório de Gestão Setorial do Exercício 2012

UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO. Relatório de Gestão Setorial do Exercício 2012 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Relatório de Gestão Setorial do Exercício 2012 Cruz das Almas BA 2013 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO

Leia mais

Aula 03 Internet. Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br http://www.profbrunogomes.com.br/

Aula 03 Internet. Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br http://www.profbrunogomes.com.br/ Aula 03 Internet Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br http://www.profbrunogomes.com.br/ Agenda da Aula Internet O que é a Internet? A Internet é: Rede mundial de computadores interconectados; Serve

Leia mais

Proposta Revista MARES DE MINAS

Proposta Revista MARES DE MINAS SATIS 2011 Proposta Revista MARES DE MINAS 21/03/2011 A SATIS Índice 1 A Satis 1 A Proposta 1 Serviços 2 Mapa do Site 2 SEO 3 Sistema de gerenciamento de conteudo 4 Cronograma e Prazos 5 Investimento 6

Leia mais

OFICINA BLOG DAS ESCOLAS

OFICINA BLOG DAS ESCOLAS OFICINA BLOG DAS ESCOLAS Créditos: Márcio Corrente Gonçalves Mônica Norris Ribeiro Março 2010 1 ACESSANDO O BLOG Blog das Escolas MANUAL DO ADMINISTRADOR Para acessar o blog da sua escola, acesse o endereço

Leia mais

Apresentação do Website Diário Manezinho: Notícias sobre a Ilha e a região 1

Apresentação do Website Diário Manezinho: Notícias sobre a Ilha e a região 1 Apresentação do Website Diário Manezinho: Notícias sobre a Ilha e a região 1 Ana Carolina Fernandes MAXIMIANO 2 Bruno da SILVA 3 Rita de Cássia Romeiro PAULINO 4 Universidade Federal de Santa Catarina,

Leia mais

Um mapeamento de características e tendências no jornalismo online brasileiro

Um mapeamento de características e tendências no jornalismo online brasileiro 1 Um mapeamento de características e tendências no jornalismo online brasileiro Marcos Palacios *, Luciana Mielniczuk **, Suzana Barbosa ***, Beatriz Ribas **** e Sandra Narita **** Este trabalho representa

Leia mais

MÓDULO MULTIMÉDIA. Text PROFESSOR: RICARDO RODRIGUES. MAIL: rprodrigues@escs.ipl.pt esganarel@gmail.com. URL: http://esganarel.home.sapo.

MÓDULO MULTIMÉDIA. Text PROFESSOR: RICARDO RODRIGUES. MAIL: rprodrigues@escs.ipl.pt esganarel@gmail.com. URL: http://esganarel.home.sapo. MÓDULO MULTIMÉDIA PROFESSOR: RICARDO RODRIGUES MAIL: rprodrigues@escs.ipl.pt esganarel@gmail.com URL: http://esganarel.home.sapo.pt Text GABINETE: 1G1 - A HORA DE ATENDIMENTO: SEG. E QUA. DAS 11H / 12H30

Leia mais

Jordana Fonseca BARROS 2 Marco Antônio GEHLEN 3 Universidade Federal do Maranhão, Imperatriz, MA

Jordana Fonseca BARROS 2 Marco Antônio GEHLEN 3 Universidade Federal do Maranhão, Imperatriz, MA www.imperatriznoticias.com.br Um Webjornal Muldisciplinar 1 Jordana Fonseca BARROS 2 Marco Antônio GEHLEN 3 Universidade Federal do Maranhão, Imperatriz, MA RESUMO O projeto de extensão denominado Jornal

Leia mais

Autoria Web Apresentação e Visão Geral sobre a Web

Autoria Web Apresentação e Visão Geral sobre a Web Apresentação e Visão Geral sobre a Web Apresentação Thiago Miranda Email: mirandathiago@gmail.com Site: www.thiagomiranda.net Objetivos da Disciplina Conhecer os limites de atuação profissional em Web

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: Internet; Web; Webjornalismo; Portal; Estadão.

PALAVRAS-CHAVE: Internet; Web; Webjornalismo; Portal; Estadão. Análise das características do webjornalismo no portal de notícias Estadão 1 ROCHA, Arisson Leda da 2 JÚNIOR, Josemar Pereira de Freitas 3 MATOS, Igson Luiz de Souza 4 MACIEL, Alexsander Nickson Leda 5

Leia mais

ESTRUTURA PARA PORTAIS ELETRÔNICOS MUNICIPAIS

ESTRUTURA PARA PORTAIS ELETRÔNICOS MUNICIPAIS ESTRUTURA PARA PORTAIS ELETRÔNICOS MUNICIPAIS 1. Apresentação Os sites e sistemas web desenvolvidos pela Dynamika apresentam um conjunto de critérios de desenvolvimento que visam entregar o projeto de

Leia mais

DISCIPLINAS CURRICULARES (PCN) INFORMÁTICA PRODUÇÃO DE MATERIAL

DISCIPLINAS CURRICULARES (PCN) INFORMÁTICA PRODUÇÃO DE MATERIAL A nossa meta é envolver alunos e professores num processo de capacitação no uso de ferramentas tecnológicas. Para isto, mostraremos ao professor como trabalhar as suas disciplinas (matemática, português,

Leia mais

A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO

A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO Resumo: Dolores Follador Secretaria de Estado da Educação do Paraná e Faculdades Integradas do Brasil - Unibrasil doloresfollador@gmail.com

Leia mais

Funcionalidades e elementos de comunicação e interação social no contexto dos Ambientes Aprendizes e Informados na Biblioteca Virtual em Saúde

Funcionalidades e elementos de comunicação e interação social no contexto dos Ambientes Aprendizes e Informados na Biblioteca Virtual em Saúde Funcionalidades e elementos de comunicação e interação social no contexto dos Ambientes Aprendizes e Informados na Biblioteca Virtual em Saúde São Paulo Setembro 2009 BIREME/OPAS/OMS Centro Latino-Americano

Leia mais

Blog cultural FdotS 1. Susy Elaine da Costa Freitas 2 Anielly Laena de Azevedo Dias 3. Universidade Federal do Amazonas

Blog cultural FdotS 1. Susy Elaine da Costa Freitas 2 Anielly Laena de Azevedo Dias 3. Universidade Federal do Amazonas Blog cultural FdotS 1 Susy Elaine da Costa Freitas 2 Anielly Laena de Azevedo Dias 3 Universidade Federal do Amazonas Resumo: o weblog Fdots foi criado com o propósito de exercitar as técnicas de redação

Leia mais

Desenho didático para cursos online

Desenho didático para cursos online Desenho didático para cursos online Edméa Santos Professora da UERJ Professora-tutora do PROGED/ISP/UFBA E-mail: mea2@uol.com.br Site: www.docenciaonline.pro.br/moodle Que é cibercultura? Educação online:

Leia mais

Montando um Site. Wordpress

Montando um Site. Wordpress Montando um Site Wordpress O Sistema Wordpress O Wordpress é uma plataforma de vanguarda para publicação pessoal, com foco na estética, nos Padrões Web e na usabilidade. Ao mesmo tempo um software livre

Leia mais

CentralSul de Notícias: A Rotina Produtiva de uma Agência Experimental Online 1

CentralSul de Notícias: A Rotina Produtiva de uma Agência Experimental Online 1 CentralSul de Notícias: A Rotina Produtiva de uma Agência Experimental Online 1 COSTA 2 Daiane dos Santos; FONSECA 3 Aurea Evelise dos Santos; ZUCOLO 4 Rosana Cabral 1 Trabalho submetido ao SEPE 2011 Simpósio

Leia mais

Edital Nº 01/2008 Seleção de empresa para a criação do layout do novo site da Feevale

Edital Nº 01/2008 Seleção de empresa para a criação do layout do novo site da Feevale Edital Nº 01/2008 Seleção de empresa para a criação do layout do novo site da Feevale A Associação Pró Ensino Superior em Novo Hamburgo ASPEUR, mantenedora do Centro Universitário Feevale, com sede na

Leia mais

Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor

Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor Sumário Pré-requisitos para o Moodle... Entrar no Ambiente... Usuário ou senha esquecidos?... Meus cursos... Calendário... Atividades recentes...

Leia mais

NEWSLETTER COMO PROPULSORA DE ACESSOS NO SITE PORTAL COMUNITÁRIO

NEWSLETTER COMO PROPULSORA DE ACESSOS NO SITE PORTAL COMUNITÁRIO 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( X) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA NEWSLETTER COMO PROPULSORA DE ACESSOS

Leia mais

Internet, ensino de jornalismo e comunidade

Internet, ensino de jornalismo e comunidade Internet, ensino de jornalismo e comunidade Paulo Roberto Botão Mestre em Comunicação Social pela Umesp Instituto Superior de Ciências Aplicadas (Isca Faculdades) Limeira/SP Universidade Metodista de Piracicaba

Leia mais

Manual de Uso. Intranet

Manual de Uso. Intranet Manual de Uso Intranet última atualização: setembro de 2013 1 2 Sumário 1- Acesso 04 2- Gerenciamento de páginas 04 3- Gerenciamento de layout e aparência das páginas 3.1- Layout 3.3- Aparência 07 07 08

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL ALUNO Versão 1.0 2014 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE POLÍTICAS PARA AS MULHERES

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE POLÍTICAS PARA AS MULHERES PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE POLÍTICAS PARA AS MULHERES Via N1 Leste s/n, Pavilhão das Metas, Praça dos Três Poderes - Zona Cívico Administrativa - CEP: 70.150-908 Telefones: (061) 3411.4246

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org documento inicial Portal do Fórum Social Mundial introdução Entendemos que um site como do Fórum

Leia mais

Classes Funcionais 21

Classes Funcionais 21 Classes Funcionais 21 3 Classes Funcionais Em todo trabalho de classificação funcional é necessário determinar quais serão as classes funcionais utilizadas. Esta divisão não se propõe a ser extensiva,

Leia mais

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões MÍDIA KIT INTERNET Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões Segundo pesquisa da Nielsen IBOPE, até o 1º trimestre/2014 número 18% maior que o mesmo período de 2013. É a demonstração

Leia mais

ACESSO PARA OS CURSOS DO DIGITAL BASIC INFORMÁTICA POR 6 MESES

ACESSO PARA OS CURSOS DO DIGITAL BASIC INFORMÁTICA POR 6 MESES ACESSO PARA OS CURSOS DO DIGITAL BASIC INFORMÁTICA POR 6 MESES Para ter acesso às aulas interativas do Digital Basic Informática por 6 meses, siga os passos abaixo: A contagem do prazo de acesso de 6 meses

Leia mais

FOTOJORNALISMO COMO BASE DE DADOS E MEMÓRIA: ROTINAS DE ARQUIVAMENTO E UTILIZAÇÃO DE FOTOS NO PROJETO 'LENTE QUENTE'

FOTOJORNALISMO COMO BASE DE DADOS E MEMÓRIA: ROTINAS DE ARQUIVAMENTO E UTILIZAÇÃO DE FOTOS NO PROJETO 'LENTE QUENTE' 1 ÁREA TEMÁTICA: ( x ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA FOTOJORNALISMO COMO BASE DE DADOS E MEMÓRIA: ROTINAS DE

Leia mais

ANA LÚCIA DE OLIVEIRA BARRETO

ANA LÚCIA DE OLIVEIRA BARRETO COLÉGIO MILITAR DO RIO DE JANEIRO GUIA BÁSICO DE UTILIZAÇÃO DA REDE COLABORATIVA Construçãoo de Saberes no Ensino Médio ANA LÚCIA DE OLIVEIRA BARRETO CMRJ - 2010 2 LISTA DE FIGURAS Figura 01: Exemplo de

Leia mais

Potencialidades Tecnológicas e Educacionais - Parte II

Potencialidades Tecnológicas e Educacionais - Parte II UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA V SEMINÁRIO DE DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DOCENTE Patric da Silva Ribeiro patricribeiro@unipampa.edu.br Maicon Isoton maiconisoton@gmail.com Potencialidades Tecnológicas

Leia mais

APOLO NEWS: um novo meio de aproveitar tudo o que a internet oferece 1

APOLO NEWS: um novo meio de aproveitar tudo o que a internet oferece 1 APOLO NEWS: um novo meio de aproveitar tudo o que a internet oferece 1 Igor Samuel de Oliveira PRADO 2 Juscelino Ribeiro de OLIVEIRA Júnior 3 Shaianna da Costa ARAÚJO 4 Orlando Maurício de Carvalho BERTI

Leia mais

ÍNDICE MANUAL SITE ADMINISTRÁVEL TV. 1. Introdução 2. Acessando o site administrável/webtv SITE ADMINISTRÁVEL 3. CONFIGURAÇÕES

ÍNDICE MANUAL SITE ADMINISTRÁVEL TV. 1. Introdução 2. Acessando o site administrável/webtv SITE ADMINISTRÁVEL 3. CONFIGURAÇÕES MANUAL SITE ADMINISTRÁVEL TV ÍNDICE 1. Introdução 2. Acessando o site administrável/webtv SITE ADMINISTRÁVEL 3. CONFIGURAÇÕES 3.1 - Dados Cadastrais 3.2 - Noticias 3.3 Redes Sociais 3.4 - Player 4. DESIGN

Leia mais

As Agências de Notícias como Fonte de Informação no Jornal Último Segundo 1

As Agências de Notícias como Fonte de Informação no Jornal Último Segundo 1 As Agências de Notícias como Fonte de Informação no Jornal Último Segundo 1 Gisele Flor Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - Campus Arcos 2 Filomena Maria Avelina Bomfim - Pontifícia Universidade

Leia mais

Blog FocAia: Vale do Araguaia no mapa da blogosfera 1

Blog FocAia: Vale do Araguaia no mapa da blogosfera 1 Blog FocAia: Vale do Araguaia no mapa da blogosfera 1 Fábio Silva de OLIVEIRA 2 Ana Carolina Vilela Souza Silvestre de PAIVA 3 Atila Cezar Rodrigues LIMA e COELHO 4 Hélio Ferreira MENDES JÚNIOR 5 Lazaro

Leia mais

RECUPERANDO INFORMAÇÃO SOBRE TEXTOS PUBLICADOS NO TWITTER

RECUPERANDO INFORMAÇÃO SOBRE TEXTOS PUBLICADOS NO TWITTER RECUPERANDO INFORMAÇÃO SOBRE TEXTOS PUBLICADOS NO TWITTER Autores: Miguel Airton FRANTZ 1 ;; Angelo Augusto FROZZA 2, Reginaldo Rubens da SILVA 2. Identificação autores: 1 Bolsista de Iniciação Científica

Leia mais

TRABALHOS TÉCNICOS Serviço de Documentação e Informação EDIÇÃO E GESTÃO DE CONTEÚDO PARA WEB

TRABALHOS TÉCNICOS Serviço de Documentação e Informação EDIÇÃO E GESTÃO DE CONTEÚDO PARA WEB TRABALHOS TÉCNICOS Serviço de Documentação e Informação EDIÇÃO E GESTÃO DE CONTEÚDO PARA WEB Gestão do Conhecimento hoje tem se materializado muitas vezes na memória organizacional da empresa. O conteúdo

Leia mais

MANUAL. Perfil de Professor

MANUAL. Perfil de Professor MANUAL Perfil de Professor Índice 1. Acesso 1.1. Acessando o Canal do Norte... 03 2. Disciplinas 2.1. Acessando Disciplinas... 07 3. Recursos 3.1. Adicionando Recursos... 10 3.2. Página de texto simples...

Leia mais

Blog Academia Manfight 1. Fabio Alexandre de Vasconcelos PEREIRA 2 Liliana Rodrigues da SILVA 3. Faculdade Martha Falcão/DeVry, Manaus, AM

Blog Academia Manfight 1. Fabio Alexandre de Vasconcelos PEREIRA 2 Liliana Rodrigues da SILVA 3. Faculdade Martha Falcão/DeVry, Manaus, AM Blog Academia Manfight 1 Fabio Alexandre de Vasconcelos PEREIRA 2 Liliana Rodrigues da SILVA 3 Faculdade Martha Falcão/DeVry, Manaus, AM RESUMO Esse trabalho tem como objetivo explicar como foi desenvolvido

Leia mais

SISTEMA PARA PORTAL DE NOTÍCIAS: Jornais, Revistas, Televisão etc

SISTEMA PARA PORTAL DE NOTÍCIAS: Jornais, Revistas, Televisão etc SISTEMA PARA PORTAL DE NOTÍCIAS: Jornais, Revistas, Televisão etc Técnica SEO: Search engine Optimization "INDEXADOR" Web Software para Grandes Portais (Gera todo o conteúdo SEO - Otimizado nas buscas)

Leia mais

Proposta de trabalho para produção do website do Programa Café Colombo. Walmar Andrade atendimento@fatorw.com (81) 9922-7168

Proposta de trabalho para produção do website do Programa Café Colombo. Walmar Andrade atendimento@fatorw.com (81) 9922-7168 Proposta de trabalho para produção do website do Programa Café Colombo Walmar Andrade atendimento@fatorw.com (81) 9922-7168 01. Apresentação Fator W é a marca fantasia através da qual o desenvolvedor web

Leia mais

A DIVULGAÇÃO DO CURSO DE JORNALISMO ATRAVÉS DO SITE E DAS REDES SOCIAIS

A DIVULGAÇÃO DO CURSO DE JORNALISMO ATRAVÉS DO SITE E DAS REDES SOCIAIS 11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( X ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO

Leia mais

Projeto de Digitalização de Jornais do Acervo da Fundação Cásper Líbero PRONAC: 102700

Projeto de Digitalização de Jornais do Acervo da Fundação Cásper Líbero PRONAC: 102700 Projeto de Digitalização de Jornais do Acervo da Fundação Cásper Líbero PRONAC: 102700 Valor total do Projeto: R$ 2.283.138,52 Apresentação: O jornal A Gazeta foi comprado por Cásper Líbero em 1918. Produziu

Leia mais

Web site Espia Amazonas 1

Web site Espia Amazonas 1 1 Web site Espia Amazonas 1 Lidiane CUNHA 2 Adália CORDEIRO 3 Breno CABRAL 4 Iara RODRIGUES 5 Marcela MORAES 7 Gabrielle NASCIMENTO 8 Faculdade Boas Novas, Manaus, AM RESUMO O web site Espia Amazonas foi

Leia mais

PROJETO CIDADÃO EM REDE: DE CONSUMIDOR A PRODUTOR DE INFORMAÇÃO SOBRE O TERRITÓRIO PLANO DE TRABALHO

PROJETO CIDADÃO EM REDE: DE CONSUMIDOR A PRODUTOR DE INFORMAÇÃO SOBRE O TERRITÓRIO PLANO DE TRABALHO PROJETO CIDADÃO EM REDE: DE CONSUMIDOR A PRODUTOR DE INFORMAÇÃO SOBRE O TERRITÓRIO PLANO DE TRABALHO CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO TECNOLÓGICA PRODEB-UFBA PRODEB/DSS Diretoria de Sistemas e Serviços UFBA/LCAD

Leia mais

Intranet Embrapa. Princípios e conceitos

Intranet Embrapa. Princípios e conceitos Intranet Embrapa Princípios e conceitos Brasília, 9 de setembro de 2014 2 1. Apresentação O projeto de uma Nova Intranet para a Embrapa teve início em julho de 2012, com o diagnóstico das Intranets das

Leia mais

Frequências: São Paulo 102,1 MHz; Litoral Paulista MHz 90,1; Endereço: Av. Paulista, 2.200 15º andar CEP 01310-300 São Paulo SP

Frequências: São Paulo 102,1 MHz; Litoral Paulista MHz 90,1; Endereço: Av. Paulista, 2.200 15º andar CEP 01310-300 São Paulo SP Empresa Nome fantasia: Rádio Kiss FM Razão Social: Kiss Telecomunicações LTDA. Frequências: São Paulo 102,1 MHz; Litoral Paulista MHz 90,1; Campinas 107,9 MHz; Brasília 94,1 MHz CNPJ: 59.477.240/0001-24.

Leia mais

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Índice Como acessar o Moodle Editando seu PERFIL Editando o curso / disciplina no Moodle Incluindo Recursos

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL LUIZ SOARES ANDRADE PLANO DE AÇÃO 2015

ESCOLA ESTADUAL LUIZ SOARES ANDRADE PLANO DE AÇÃO 2015 ESCOLA ESTADUAL LUIZ SOARES ANDRADE PLANO DE AÇÃO 2015 NOVA ANDRADINA MS MARÇO DE 2015 ESCOLA ESTADUAL LUIZ SOARES ANDRADE PLANO DE AÇÃO 2015 Plano de ação a ser desenvolvido no ano letivo de 2015, pelo

Leia mais

Portfólio Web Design e Marketing Digital

Portfólio Web Design e Marketing Digital Portfólio Web Design e Marketing Digital Chandra Santos Especialista em Marketing e Design Digital pela ESPM Rio. Bacharel em Comunicação Social/Jornalismo pela Estácio (Clique nos ícones e me acompanhe)

Leia mais

Entrevista Caru Schwingel defende incluir programação digital na formação do novo jornalista Interview Caru Schwingel advocates include digital programming in forming the new journalist Entrevista Caru

Leia mais

PROPOSTA DE UM MODELO DE SISTEMA HIPERMÍDIA PARA APRESENTAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

PROPOSTA DE UM MODELO DE SISTEMA HIPERMÍDIA PARA APRESENTAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO PROPOSTA DE UM MODELO DE SISTEMA HIPERMÍDIA PARA APRESENTAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Fabiana Pacheco Lopes 1 1 Universidade Presidente Antônio Carlos (UNIPAC) fabipl_21@yahoo.com.br Resumo.Este

Leia mais

Construtor de sites SoftPixel GUIA RÁPIDO - 1 -

Construtor de sites SoftPixel GUIA RÁPIDO - 1 - GUIA RÁPIDO - 1 - Sumário Introdução...3 Por que utilizar o Construtor de Sites?...3 Vantagens do Construtor de Sites...3 Conceitos básicos...3 Configuração básica do site...5 Definindo o layout/template

Leia mais

Para uma melhor compreensão das ferramentas disponíveis no ambiente, é importante:

Para uma melhor compreensão das ferramentas disponíveis no ambiente, é importante: Módulo A Introdutório - Bases legais, ao Curso políticas, e ao conceituais Ambiente Virtual e históricas da educação Apresentação Este módulo tem por objetivo promover o conhecimento do Ambiente Virtual

Leia mais

Otimização de resultados: o website da I Semana Integrada de Comunicação como ferramenta indispensável para a gestão 1

Otimização de resultados: o website da I Semana Integrada de Comunicação como ferramenta indispensável para a gestão 1 Otimização de resultados: o website da I Semana Integrada de Comunicação como ferramenta indispensável para a gestão 1 Fernando FRESINGHELI 2 Aline FABIANO 3 Lucas VELASQUE 4 Rayan MAGALHÃES 5 Ivana CAVALCANTE

Leia mais

CONSTRUÇÃO DE BLOG COM O BLOGGER

CONSTRUÇÃO DE BLOG COM O BLOGGER CONSTRUÇÃO DE BLOG COM O BLOGGER Blog é uma abreviação de weblog, qualquer registro frequênte de informações pode ser considerado um blog (últimas notícias de um jornal online por exemplo). A maioria das

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS. Aula 09

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS. Aula 09 FACULDADE CAMÕES PORTARIA 4.059 PROGRAMA DE ADAPTAÇÃO DE DISCIPLINAS AO AMBIENTE ON-LINE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL DOCENTE: ANTONIO SIEMSEN MUNHOZ, MSC. ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: FEVEREIRO DE 2007. Internet,

Leia mais

Webjornalismo Audiovisual: as Características do Jornalismo Online na TV Terra 1

Webjornalismo Audiovisual: as Características do Jornalismo Online na TV Terra 1 Webjornalismo Audiovisual: as Características do Jornalismo Online na TV Terra 1 Thais CASELLI 2 Iluska COUTINHO 3 Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, MG RESUMO O presente trabalho analisa

Leia mais

ALUNES MANUAL DO USUÁRIO. Guia rápido Alunes

ALUNES MANUAL DO USUÁRIO. Guia rápido Alunes ALUNES MANUAL DO USUÁRIO Guia rápido Alunes 1 Manual de Instruções Versão 2.0 Alunes Informática 2 Sumário Introdução... 5 Pré-requisitos... 5 Principal/Home... 6 Como editar texto do home... 7 Desvendando

Leia mais

REITORA Ulrika Arns. VICE-REITOR Almir Barros da Silva Santos Neto. DIRETOR DO NTIC Leonardo Bidese de Pinho

REITORA Ulrika Arns. VICE-REITOR Almir Barros da Silva Santos Neto. DIRETOR DO NTIC Leonardo Bidese de Pinho REITORA Ulrika Arns VICE-REITOR Almir Barros da Silva Santos Neto DIRETOR DO NTIC Leonardo Bidese de Pinho COORDENAÇÃO DE APOIO AO USUÁRIO Sandro da Silva Camargo UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA NTIC - NÚCLEO

Leia mais

Formação de professores para docência online

Formação de professores para docência online Formação de professores para docência online uma pesquisa interinstitucional Marco Silva EDU/UERJ Educar em nosso tempo conta com uma feliz coincidência histórica: a dinâmica comunicacional da cibercultura,

Leia mais

PROPOSTA DE CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE WEBSITE

PROPOSTA DE CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE WEBSITE PROPOSTA DE CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE WEBSITE Através do presente documento, a agência ACNBRASIL tem como objetivo apresentar uma proposta de criação e desenvolvimento de Website para COOPERATIVA DE

Leia mais

Jornalismo de Revista: Análise comparativa entre os formatos impresso e web nas revistas Boa Forma e TPM 1.

Jornalismo de Revista: Análise comparativa entre os formatos impresso e web nas revistas Boa Forma e TPM 1. Jornalismo de Revista: Análise comparativa entre os formatos impresso e web nas revistas Boa Forma e TPM 1. Resumo Alana Damasceno Arruda Camara 2 Paula Janay Alves 3 João Eduardo Silva de Araújo 4 L.Graciela

Leia mais

Manual da Ferramenta BLOG Programa de Formação Continuada 2012

Manual da Ferramenta BLOG Programa de Formação Continuada 2012 Manual da Ferramenta BLOG Programa de Formação Continuada 2012 1º Semestre/2012 Joice Lopes Leite e Ana Paula Daikubara 0 Índice Utilização da ferramenta BLOG...02 Criando um BLOG...04 Como administrar

Leia mais

ÁREA DO PROFESSOR (TUTOR)

ÁREA DO PROFESSOR (TUTOR) ÁREA DO PROFESSOR (TUTOR) 2- FÓRUM O fórum serve para avaliar os alunos através da participação na discussão sobre um ou mais assuntos, inserção de textos ou arquivos. Os fóruns de discussão compõem uma

Leia mais

Cronograma Encontro I aula 2: Webjornalismo

Cronograma Encontro I aula 2: Webjornalismo Cronograma Encontro I aula 1: Agência de No6cias Imprensa Jovem ü Encontro I aula 2: Webjornalismo Encontro II Fotojornalismo Encontro III - Radiojornalismo I Encontro IV - Radiojornalismo II Encontro

Leia mais