CURSO DE ATUALIZAÇÃO DE REGRAS TÊNIS DE CAMPO PROF. PATRICIA MEDRADO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CURSO DE ATUALIZAÇÃO DE REGRAS TÊNIS DE CAMPO PROF. PATRICIA MEDRADO"

Transcrição

1 CURSO DE ATUALIZAÇÃO DE REGRAS PROF. PATRICIA MEDRADO

2 Ao ensinar as regras do esporte é importante situar o jogo como um embate amigável, onde estarão presentes a oposição e a cooperação, bem como frisar as condutas desportivas que devem nortear o comportamento antes, durante e ao término da partida: Os adversários devem se cumprimentar, não importando o resultado, com um abraço ou aperto de mão, cada um do seu lado da rede. Ao final de cada exercício ou ponto, em dupla, os participantes devem se cumprimentar com high five.

3 Jogo de simples Realizado entre dois jogadores. Para saber quem vai começar sacando, é realizado um sorteio girando a raquete ou jogando uma moeda para cima (cara ou coroa). Quem ganhar tem duas opções: escolher sacar ou receber, escolher o lado que quer começar.

4 Sacador e recebedor Os jogadores ficam em lados opostos à rede. O jogador que após ganhar o sorteio e escolher sacar, começa o jogo, posicionando-se atrás da linha de fundo, do lado direito da marca central. O sacador deve lançar a bola e acertá-la com a raquete, antes que ela bata no chão. A bola do saque deve passar por sobre a rede e acertar a área de saque do lado diagonalmente oposto, antes de ser devolvida pelo recebedor.

5 Sacador e recebedor O jogador tem direito a duas tentativas de saque para cada ponto. Se errar os dois (dupla falta), o jogador perde o ponto. O recebedor pode ficar em qualquer lugar do seu lado da quadra, desde que deixe a bola bater no chão antes de devolver o saque. O sacador deve alternar os saques para a direita ou esquerda da quadra, começando cada game pelo lado direito.

6 Contagem Uma partida é normalmente realizada em melhor de três sets. Cada set é composto de 6 ou mais games (No 6-6 deve ser disputado um tie-break).

7 Game Parte de um set. É ganho quando um jogador faz quatro pontos ou após ganhar os dois pontos seguidos após o Os pontos ganhos pelo sacador devem sempre vir na frente. A seqüência dos pontos é: game

8 Game - exemplo Primeiro ponto ganho pelo sacador: 15/0 Segundo ponto ganho pelo sacador: 30/0 Primeiro ponto ganho pelo recebedor: 30/15 Segundo ponto ganho pelo recebedor: 30/30 Quando cada jogador ganha três pontos, a contagem fica (ou 40 iguais). Quem ganhar o próximo ponto terá a vantagem. Se estiver sacando fica vantagem a favor. Se estiver recebendo, vantagem contra. Se o jogador que tiver a vantagem, ganhar o próximo ponto, ganhará o game; perdendo, a contagem volta ao IGUAIS e assim sucessivamente até que o mesmo jogador ganhe dois pontos seguidos.

9 Tie- break Game especial, jogado quando a partida chega a 6-6. Os pontos são contados um a um. O jogador que fizer sete pontos primeiro, (tendo dois ou mais de diferença, ganha o set (7/6). Começa a sacar quem recebeu o saque no game anterior. Este jogador saca apenas um ponto. A partir desse ponto, os jogadores devem sacar cada um, dois pontos consecutivos porém sempre começando do lado esquerdo da quadra, ou seja: saca-se primeiro para a área de saque esquerda do recebedor e o ponto seguinte, para a área direita do recebedor.

10 Disputa do ponto O jogador poderá ficar em qualquer lugar do seu lado da quadra, exceto quando estiver sacando. É permitido bater a bola no ar (voleio) ou após um quique (exceção na devolução do saque). O ponto é ganho quando a bola rebatida passa sobre a rede e quica, dentro dos limites da linha de jogo e o adversário não consegue devolvê-la. A bola que toca a linha é considerada dentro. A bola continua em jogo quando toca a rede ou o poste, passando para o lado oposto na área correspondente.

11 Disputa do ponto No saque, se a bola tocar a rede e cair dentro da área correspondente será considerada um let e a jogada se repetirá. Ou seja se for no primeiro saque, o jogador terá direito a mais dois e no segundo apenas um saque. Perde-se o ponto quando: a bola ficar na rede ou fora do limite da área do jogo; a bola tocar no jogador ou na sua roupa; quando um dos jogadores tocar na rede ou no poste com a raquete ou seu corpo durante o ponto. Não é permitido rebater a bola antes que ela ultrapasse a rede, rebatê-la depois do segundo quique no solo ou agarrá-la no ar mesmo que esteja fora dos limites da área de jogo.

12 Jogo de duplas Realizado entre quatro jogadores. As regras precedentes também serão aplicadas em jogo de duplas com as seguintes alterações: O limite da área do jogo vai até as linhas laterais de duplas (corredores). Os jogadores de cada dupla devem decidir no início de cada set, de que lado vão receber os saques e quem sacará primeiro. Esta ordem deverá permanecer inalterada até o término do set.

13 Jogo de duplas A alternância dos saques entre as duplas é realizada da seguinte forma: o parceiro do jogador que sacou no primeiro game, sacará no terceiro e o parceiro do sacador do segundo game da dupla adversária sacará no quarto game e assim sucessivamente. Ex: dupla A e B x dupla C e D Ganha o sorteio a dupla A e B e decidem que A será o primeiro sacador. 1º game: saca A 2º game: saca C 3º game: saca B 4º game: saca D 5º game: saca A...

14 Jogo de duplas - Disputa de ponto Com a exceção da resposta do saque onde a posição do recebedor deve permanecer inalterada até o término do set, qualquer jogador pode rebater a bola durante o ponto.

15 Ace: Saque indefensável onde o adversário não toca a bola. Antivibrador: Assessório colocado entre as cordas da raquete com a finalidade de reduzir a vibração do encordoamento. ATP: Associação dos Tenistas Profissionais. Bate-pronto: Golpe realizado logo após o quique da bola.

16 Bate-bola: Aquecimento com troca de bolas realizado antes do início de uma partida ou apenas como treino. O tempo de bate-bola numa partida oficial é de no máximo 5 minutos. Break point: Ponto que deve ser vencido pelo recebedor para ganhar o game. Cabeça de chave: Disposição dos tenistas com as melhores colocações, de modo que não se cruzem nas primeiras rodadas.

17 Cabo handle: Final da raquete, onde deve ser empunhada. CBT: Confederação Brasileira de Tênis. Rege as atividades do tênis feminino, masculino, profissional e amador. Chapada flat: Bola rebatida com quase nenhum efeito. Chave draw ou draft: Disposição dos jogos de um torneio.

18 Continental continental: Empunhadura nascida no Continente Europeu. Era usada antigamente em todos os golpes. Atualmente é mais indicada apenas para os voleios, saques e smashes. Copa Davis Davis Cup: Competição masculina por equipe onde os tenistas representam seus países. Cruzada cross court: Bola batida em diagonal.

19 Curtinha drop shot: Golpe executado pelo jogador com quique perto da rede. Devolução: Resposta de saque. Drills: Exercícios onde se enfatiza as repetições das jogadas. Dupla falta double fault: Erro dos dois saques a que tem direito o jogador, resultando na perda do ponto.

20 Duplas doubles: Jogo formado por quatro jogadores (dois de cada lado da quadra). Duplas mistas: Jogo de duplas formado por um homem e uma mulher de cada lado. Eastern: Empunhadura nascida na costa leste dos EUA. Usada para golpes de fundo e na iniciação do saque e voleios. Efeito spin: Rotação da bola.

21 Empunhadura- grip: Modo de segurar a raquete. Falta de pé foot fault: Erro cometido ao sacar quando o jogador invade a quadra ou pisa na linha antes de tocar a bola com a raquete. Federation Cup: Competição feminina por equipe onde as tenistas representam seus países. Game: Parte de um set. Composto por no mínimo quatro pontos (no 40 iguais é necessário ganhar dois pontos seguidos).

22 Golpe de aproximação approach shot: Dado com o objetivo de ir à rede, finalizar o ponto. Golpe de direita forehand: golpe básico do tênis, executado com a palma da mão voltada para a rede. Golpe de esquerda backhand: golpe básico do tênis, executado com as costas da mão voltada para a rede. (Se for realizado com apenas uma mão).

23 Grand Slam: São os quatro torneios mais importantes do circuito: Aberto da Austrália, Aberto da França (Roland Garros), Wimbledon e Abewrto dos estados Unidos (U.S. Open). ITF, International Tennis Federation: sigla da Federação Internacional de Tênis. Órgão máximo do tênis, controla e regulamenta o esporte. Saque ou serviço: golpe básico do tênis. Inicia os pontos e deve ser executado sem que a bola bata no chão.

24 Set point: último ponto do set. Voleio: golpe básico do tênis, é executado antes que a bola toque no chão. Juiz de cadeira: autoridade máxima dentro da quadra (exceto se existir um árbitro geral). Anuncia a contagem, decide sobre as bolas dentro ou fora, controla o tempo e aplica penalidades.

25 Juiz de linha: auxiliares do juiz de cadeira, verifica se as bolas caíram dentro ou fora da área de jogo. Juiz de rede: anuncia os lets (saque que deve ser repetido por ter tocado na rede e caído dentro da área específica). Deve ficar sentado junto ao poste da rede. Lançamento toss: envio da bola para o alto na fase inicial do saque.

26 Let: marcado pelo juiz de cadeira, é a repetição de uma jogada por qualquer motivo. Lob: golpe executado normalmente para encobrir o adversário que está na rede. Match point :último ponto de uma partida. Net ball: bola do saque que toca a rede. Paralela down the line: bola rebatida paralela às linhas da quadra.

27 Passada passing shot: bola jogada com o intuito de passar o jogador que está na rede. Play: palavra usada para pelo jogador no início do ponto, para certificar-se que o adversário está pronto para o jogo. Set: conjunto de pontos e jogos (no máximo 7) de uma partida.

28 Smash overhead: golpe executado por cima da cabeça, com o mesmo movimento do saque (resposta do lob). Qualifying: torneio classificatório para a chave principal. Ranking: posicionamento dos tenistas de acordo com os pontos obtidos em torneios. Recebedor receiver: o jogador que recebe o saque.

29 Sacador server: o jogador que deve sacar naquele respectivo game. Slice: efeito contrário à trajetória da bola, gerada pelo movimento descendente da raquete. Tie-breaker tie-break: sistema implantado em 1970 para encurtar a decisão de um set quando o resultado é 6/6. Top spin: efeito ou rotação imprimida na bola, gerada pelo movimento ascendente da raquete.

30 Vantagem: ponto vencido por um dos jogadores, após a contagem de 40 a 40 (iguais). A vantagem pode ser do sacador (a favor) ou recebedor (contra). Western: empunhadura nascida no oeste dos EUA. Usada por muitos dos jogadores da atualidade (Guga, Nadal, Justine Henin, etc). Utilizada para o golpe de direita, ideal para rebater bolas altas.

31 Winner: bola ganhadora, indefensável. W.O. walk over: desclassificação por não comparecimento ao jogo. WTA (Woman s Tennis Association): Associação das Tenistas Profissionais.

32

33 CONTATOS INSTITUTO PATRICIA MEDRADO Tel: (11) Site:

REGRAS OFICIAIS. 1.3. De cada lado deste quadrado será demarcada, à 7 metros da rede e paralela a esta, uma linha denominada linha da área de saque.

REGRAS OFICIAIS. 1.3. De cada lado deste quadrado será demarcada, à 7 metros da rede e paralela a esta, uma linha denominada linha da área de saque. REGRAS OFICIAIS 1. A QUADRA 1.1. A área de jogo trata-se de um retângulo de 10 metros de largura por 20 metros de comprimento. 1.2. Este retângulo será dividido na sua metade por uma rede, formando em

Leia mais

R E G R A S D E T Ê N I S

R E G R A S D E T Ê N I S R E G R A S D E T Ê N I S Regra 1 A QUADRA (Antiga 1 e 34) A quadra deve ser um retângulo de 23,77 m de comprimento por 8,23 m de largura, para os jogos de simples. Para os jogos de duplas e quadra deve

Leia mais

Rua Visconde de Aguiar Toledo, 296 - Campo Belo - São Paulo/SP - CEP 04612-100 - Tel.: (11) 3051-6688 Web site: www.tenispaulista.com.

Rua Visconde de Aguiar Toledo, 296 - Campo Belo - São Paulo/SP - CEP 04612-100 - Tel.: (11) 3051-6688 Web site: www.tenispaulista.com. R E G R A S D E T Ê N I S Regra 1 A QUADRA A quadra deve ser um retângulo de 23,77m de comprimento por 8,23m de largura, para os jogos de simples. Para os jogos de duplas e quadra deve medir 10,97m de

Leia mais

FAZ UM SMASH À ROTINA! REGRAS OFICIAIS WWW.AROUNDTHEFUTURE.PT

FAZ UM SMASH À ROTINA! REGRAS OFICIAIS WWW.AROUNDTHEFUTURE.PT FAZ UM SMASH À ROTINA! REGRAS OFICIAIS WWW.AROUNDTHEFUTURE.PT REGRAS OFICIAIS 1. O CAMPO 1.1. A área de jogo é um rectângulo de 10 metros de largura por 20 metros de comprimento. 1.2. Este rectângulo será

Leia mais

REGRAS DO TENIS DE CAMPO

REGRAS DO TENIS DE CAMPO 1 REGRAS DO TENIS DE CAMPO Regra 1 - A Quadra A quadra deve ser um retângulo de 23,77 m de comprimento por 8,23 m de largura. Deve ser dividida ao meio por uma rede suspensa através de uma corda ou cabo

Leia mais

TÉNIS. As pessoas que apostam responsavelmente certificam-se que conhecem todas as particularidades do evento em que irão apostar.

TÉNIS. As pessoas que apostam responsavelmente certificam-se que conhecem todas as particularidades do evento em que irão apostar. TÉNIS As pessoas que apostam responsavelmente certificam-se que conhecem todas as particularidades do evento em que irão apostar. Elas decidem com antecedência quanto tempo e dinheiro querem gastar. Jogar

Leia mais

DICIONÁRIO DE TÊNIS A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z

DICIONÁRIO DE TÊNIS A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z DICIONÁRIO DE TÊNIS A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z Abuso de equipamento - quando um jogador joga a raquete no chão, por exemplo. Vale

Leia mais

BARRAGEM TENNIS OPEN 2015

BARRAGEM TENNIS OPEN 2015 REGULAMENTO BARRAGEM TENNIS OPEN 2015 I - Da barragem: Art. 1 - Os Torneios e a Barragem têm como principal objetivo a integração dos alunos e maior variedade de parceiros, bem como a manutenção e garantia

Leia mais

Regulamento do Circuito das Estações para o 6º Open de Beach Tennis ASBT primavera 2015 04 05 e 06 de setembro

Regulamento do Circuito das Estações para o 6º Open de Beach Tennis ASBT primavera 2015 04 05 e 06 de setembro Regulamento do Circuito das Estações para o 6º Open de Beach Tennis ASBT primavera 2015 04 05 e 06 de setembro As inscrições para o 6º OPEN DE BEACH TENNIS ASBT PRIMAVERA 2015 deverão ser feitas através

Leia mais

AS LEIS DO TÊNIS DE MESA Capítulo 2

AS LEIS DO TÊNIS DE MESA Capítulo 2 AS LEIS DO TÊNIS DE MESA Capítulo 2 2.1 A MESA 2.1.1 A parte superior da mesa, chamada superfície de jogo, deve ser retangular, com 2,74 m de comprimento por 1,525 m de largura, e situar-se em um plano

Leia mais

R E G R A S D E T Ê N I S

R E G R A S D E T Ê N I S R E G R A S D E T Ê N I S INTRODUÇÃO A Federação Internacional de Tênis (ITF) é o órgão máximo do jogo de tênis e seus deveres e responsabilidades incluem a determinação das Regras de Tênis. Para atender

Leia mais

Badminton. História. Regulamento da modalidade

Badminton. História. Regulamento da modalidade Badminton História As origens do Badminton deixam dúvidas nos historiadores, assim temos: China no ano 3500 a.c, Índia, na cidade de Poona, por volta do ano de 1800. Em 1862, o duque Beaufort organizou

Leia mais

JOGOS UNIVERSITÁRIOS CAMILIANOS - JUCAM 2013

JOGOS UNIVERSITÁRIOS CAMILIANOS - JUCAM 2013 REGULAMENTO PARA O VOLEIBOL EQUIPES Uma equipe é formada por 10 jogadores. E somente 6 jogadores podem participar do jogo tendo como obrigatoriedade 3 homens e 3 mulheres em quadra para condições de jogo.

Leia mais

Poderá participar qualquer Tenista residente ou não residente na cidade de Paulínia-SP, que esteja de acordo com o regulamento do ranking Itapoan.

Poderá participar qualquer Tenista residente ou não residente na cidade de Paulínia-SP, que esteja de acordo com o regulamento do ranking Itapoan. REGULAMENTO DO RANKING TÊNIS ITAPOAN Versão 3.0 Sumário 1. ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DO RANKING 2 2. PARTICIPAÇÃO NO RANKING 2 2.1. Nível Técnico dos Jogadores 2 3. RANKING 2 3.1. Ingresso ao Ranking 3 3.2.

Leia mais

CIRCUITO NACIONAL CORREIOS DE BEACH TENNIS REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO

CIRCUITO NACIONAL CORREIOS DE BEACH TENNIS REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO CIRCUITO NACIONAL CORREIOS DE BEACH TENNIS REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO O Campeonato será realizado nos meses de Junho, Agosto,Outubro e a Etapa Master final do ano(local e data a confirmar),

Leia mais

REGULAMENTO CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013

REGULAMENTO CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013 REGULAMENTO CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013 1. DO CONCEITO O Curitiba Tennis Classic é uma competição aberta composta de uma série de eventos competitivos disputado por equipes de tenistas amadores. O evento

Leia mais

LIGA REGIONAL 2016 / REGULAMENTO

LIGA REGIONAL 2016 / REGULAMENTO LIGA REGIONAL 2016 / REGULAMENTO 1-CALENDÁRIO: DATA INSC. INÍCIO TÉRMINO TORNEIO E CIDADE ATÉ 06/01 16/01 à 06/02 TÊNIS CLUBE DE SOROCABA ATÉ 03/02 13/02 à 13/03 ST/RICARDO MIRANDA/CERQUILHO ATÉ 09/03

Leia mais

VOLEIBOL. 11. O Jogador que executa o saque, deve estar em qual posição? 1) Em que ano foi criado o voleibol? a) 1997. a) posição número 6.

VOLEIBOL. 11. O Jogador que executa o saque, deve estar em qual posição? 1) Em que ano foi criado o voleibol? a) 1997. a) posição número 6. VOLEIBOL 1) Em que ano foi criado o voleibol? a) 1997 b) 2007 c) 1996 d) 1975 e)1895 2. Quem inventou o voleibol? a) William G. Morgan b) Pelé c) Roberto Carlos d) Ronaldinho Gaúcho e) Michael Jackson

Leia mais

IV JOGOS MUNICIPAIS DA TERCEIRA IDADE DE PORTO ALEGRE 1, 2 e 3 de julho de 2005 - Ginásio Tesourinha REGULAMENTO ESPECÍFICO. Módulo Competitivo

IV JOGOS MUNICIPAIS DA TERCEIRA IDADE DE PORTO ALEGRE 1, 2 e 3 de julho de 2005 - Ginásio Tesourinha REGULAMENTO ESPECÍFICO. Módulo Competitivo PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTES, RECREAÇÃO E LAZER IV JOGOS MUNICIPAIS DA TERCEIRA IDADE DE PORTO ALEGRE 1, 2 e 3 de julho de 2005 - Ginásio Tesourinha REGULAMENTO

Leia mais

CAMPEONATO BRASILEIRO INFANTO-JUVENIL CIRCUITO NACIONAL CORREIOS ETAPA BRASÍLIA

CAMPEONATO BRASILEIRO INFANTO-JUVENIL CIRCUITO NACIONAL CORREIOS ETAPA BRASÍLIA CAMPEONATO BRASILEIRO INFANTO-JUVENIL CIRCUITO NACIONAL CORREIOS ETAPA BRASÍLIA REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO O Campeonato será realizado no mês de julho, regendo-se pelo presente regulamento,

Leia mais

INCLUSÃO DO TÊNIS DE CAMPO NO PROGRAMA ESCOLA DA FAMILIA NA CIDADE DE UNIÃO PAULISTA-SP COMO PROPOSTA DE SOCIALIZAÇÃO

INCLUSÃO DO TÊNIS DE CAMPO NO PROGRAMA ESCOLA DA FAMILIA NA CIDADE DE UNIÃO PAULISTA-SP COMO PROPOSTA DE SOCIALIZAÇÃO UNISALESIANO Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Curso de Educação Física Érica Jaqueline Papile Candido INCLUSÃO DO TÊNIS DE CAMPO NO PROGRAMA ESCOLA DA FAMILIA NA CIDADE DE UNIÃO PAULISTA-SP

Leia mais

Art. 02 Este Regulamento Geral é o conjunto das disposições que regem as modalidades que integram a COPA SENAI 2010.

Art. 02 Este Regulamento Geral é o conjunto das disposições que regem as modalidades que integram a COPA SENAI 2010. COPA SENAI 2010 REGULAMENTO GERAL SESI SENAI - SP 2010 REGULAMENTO GERAL FASE INTERCLASSES I DOS OBJETIVOS Art. 01 A COPA SENAI 2010, tem por finalidade o bem estar e a integração do aluno perante a sociedade

Leia mais

COPA DAS FEDERAÇÕES REGULAMENTO GERAL PARA 2014

COPA DAS FEDERAÇÕES REGULAMENTO GERAL PARA 2014 COPA DAS FEDERAÇÕES REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO Anualmente a CBT - Confederação Brasileira de Tênis promoverá a Copa das Federações, para definir o Estado Campeão Brasileiro. A Copa das

Leia mais

Conheça as medidas oficiais da quadra e as regras do Beach Tennis

Conheça as medidas oficiais da quadra e as regras do Beach Tennis Para começar a jogar Conheça as medidas oficiais da quadra e as regras do Beach Tennis Por Marcela Evangelista HÁ MAIS DE 30 ANOS, quando o Beach Tennis surgiu nas areias da Itália, tratava-se de uma atividade

Leia mais

REGULAMENTO TORNEIO POR EQUIPES CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013

REGULAMENTO TORNEIO POR EQUIPES CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013 REGULAMENTO TORNEIO POR EQUIPES CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013 1. DO CONCEITO O Curitiba TennisClassic é um série de eventos competitivos disputada entre as melhores equipes nas categorias por idade, de

Leia mais

Modalidade Alternativa: Badminton

Modalidade Alternativa: Badminton Escola Básica e Secundária Rodrigues de Freitas Modalidade Alternativa: Badminton Ações técnico-táticas Regulamento Professora: Andreia Veiga Canedo Professora Estagiária: Joana Filipa Pinto Correia Ano

Leia mais

O CÓDIGO DO TÊNIS. Disponível no site da USTA

O CÓDIGO DO TÊNIS. Disponível no site da USTA O CÓDIGO DO TÊNIS Disponível no site da USTA Tradução/versão: Aurélio Marcos Ribeiro (*) Foi redigido pelo Coronel Nicolas E.Powel (Nick Powel) para partidas em que não haja árbitros presentes. O Código

Leia mais

TÊNIS DE CAMPO COMPETIÇÃO INFANTO-JUVENIL. Profa.Ms. Cláudia Perrella Teixeira

TÊNIS DE CAMPO COMPETIÇÃO INFANTO-JUVENIL. Profa.Ms. Cláudia Perrella Teixeira TÊNIS DE CAMPO COMPETIÇÃO INFANTO-JUVENIL Profa.Ms. Cláudia Perrella Teixeira jeu de paume - tênis de campo - séc. XI - passatempo da nobreza - idade média - competições estudantis séc. XIX - profissionalismo

Leia mais

3x3 Regras do Jogo. quadra se alguma for utilizada podem ser adaptadas ao espaço disponível

3x3 Regras do Jogo. quadra se alguma for utilizada podem ser adaptadas ao espaço disponível 3x3 Regras do Jogo As Regras do Jogo de Basquete Oficiais da FIBA são válidas para todas as situações de jogo não especificamente mencionadas nestas Regras do Jogo 3x3. Art. 1 Quadra e Bola O jogo será

Leia mais

REGRAS DO JOGO DE TÉNIS

REGRAS DO JOGO DE TÉNIS REGRAS DO JOGO DE TÉNIS Traduzido pelo Conselho de Arbitragem 31/01/ INDICE Prólogo 3 1. O Campo 4 2. Acessórios Permanentes 5 3. A Bola 5 4. A Raqueta 6 5. Pontuação num Jogo 6 6. Pontuação num Set 7

Leia mais

Esportes de Rebatida. Aula 2. Tênis e tênis de mesa. Rio 2016 Versão 1.0

Esportes de Rebatida. Aula 2. Tênis e tênis de mesa. Rio 2016 Versão 1.0 Esportes de Rebatida Aula 2 Tênis e Rio 2016 Versão 1.0 Objetivos 1 Apresentar três esportes da categoria de REBATIDA e suas principais regras. 2 Conhecer a história do surgimento desses esportes e sua

Leia mais

Regulamento do Tênis de Campo

Regulamento do Tênis de Campo Regulamento do Tênis de Campo R a n k i n g I n t e r n o T ê n i s C l u b e S ã o J o s é d o s C a m p o s A v. N o v e d e J u l h o, 2 3 - V i l a A d y a n a S ã o J o s é d o s C a m p o s - S P

Leia mais

AS REGRAS DO VOLEIBOL

AS REGRAS DO VOLEIBOL AS REGRAS DO VOLEIBOL NÚMERO DE JOGADORES Cada equipa é composta, no máximo, por 12 jogadores inscritos no boletim de jogo. Apenas 6 jogadores ocupam o terreno de jogo ( 6 efectivos e 6 suplentes ). O

Leia mais

Prof. MURER, EVANDRO INTRODUÇÃO AO TÊNIS

Prof. MURER, EVANDRO INTRODUÇÃO AO TÊNIS Prof. MURER, EVANDRO INTRODUÇÃO AO TÊNIS O Ténis é um desporto de origem francesa, que é disputado em diferentes tipos de quadras, que podem ser de terra batida(saibro), piso rápido (lisonda) ou lento

Leia mais

E Nas extremidades da rede existem duas antenas que delimitam o espaço aéreo de jogo.

E Nas extremidades da rede existem duas antenas que delimitam o espaço aéreo de jogo. V O L E I B O L A quadra de jogo A quadra de voleibol mede 18 x 9 metros e é demarcada por linhas de 5 centímetros de espessura. Possui uma linha central que divide a quadra em duas áreas com 9 x 9 metros.

Leia mais

REGRAS MUNDIAIS DO SQUASH INDIVIDUAL

REGRAS MUNDIAIS DO SQUASH INDIVIDUAL REGRAS MUNDIAIS DO SQUASH INDIVIDUAL 2009 (INCLUINDO OS APÊNDICES 1-8) APROVADO PELA THE WORLD SQUASH FEDERATION EFETIVO 1º DE ABRIL DE 2009 Traduzido por Nelson Neto e Karen Redfern Revisão Final Nelson

Leia mais

1 Regras dos Esportes de Verao da Special Olympics Basketball BASQUETEBOL

1 Regras dos Esportes de Verao da Special Olympics Basketball BASQUETEBOL 1 BASQUETEBOL As Regras Oficiais da Special Olympics devem governar todas as competições de Basquete da Special Olympics. Como um programa de esportes internacional, a Special Olympics criou estas regras

Leia mais

XV JOGOS ARI DE SÁ. Ensino Fundamental I 2015 REGULAMENTO

XV JOGOS ARI DE SÁ. Ensino Fundamental I 2015 REGULAMENTO XV JOGOS ARI DE SÁ Ensino Fundamental I 2015 REGULAMENTO ABERTURA 1. DIA: 26/09/2015 ( Sábado ) 9h 2. LOCAL: Manhã Ginásio 2.1 - Concentração Manhã: galeria do Ensino Fundamental I 2.2 - Desfile de abertura

Leia mais

Condução do jogo. Associação de Ténis de Mesa do Distrito de Viseu Filipe Manuel Lima

Condução do jogo. Associação de Ténis de Mesa do Distrito de Viseu Filipe Manuel Lima Condução do jogo Menu Condução do Jogo Intervalos Serviço Bola Nula Um Ponto Contagem Sistema de aceleração Adaptação à mesa Os jogadores estão autorizados a uma adaptação à mesa de jogo até a um máximo

Leia mais

CAMPEONATO BRASILEIRO DE PADEL

CAMPEONATO BRASILEIRO DE PADEL CAMPEONATO BRASILEIRO DE PADEL REGULAMENTO 2015 O Campeonato Brasileiro de Padel é promovido, implantado e administrado pela Confederação Brasileira de Padel COBRAPA. O presente regulamento é válido para

Leia mais

III TORNEIO DE BASQUETE 3 x 3 MASCULINO E FEMININO CEFER - USP RIBEIRÃO PRETO - 2015

III TORNEIO DE BASQUETE 3 x 3 MASCULINO E FEMININO CEFER - USP RIBEIRÃO PRETO - 2015 III TORNEIO DE BASQUETE 3 x 3 MASCULINO E FEMININO CEFER - USP RIBEIRÃO PRETO - 2015 I - OBJETIVOS: Incentivar a integração de todos como também valorizar e estimular a prática esportiva, como fator de

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO JOGOS DE INTEGRAÇÃO REGULAMENTO TÉCNICO DO BASQUETEBOL MASCULINO

REGULAMENTO TÉCNICO JOGOS DE INTEGRAÇÃO REGULAMENTO TÉCNICO DO BASQUETEBOL MASCULINO REGULAMENTO TÉCNICO JOGOS DE INTEGRAÇÃO REGULAMENTO TÉCNICO DO BASQUETEBOL MASCULINO Art. 1 O torneio de basquetebol masculino será realizado de acordo com as regras estabelecidas pela Federação Internacional

Leia mais

CANTANHEDE CLUBE ESCOLA DE TÉNIS NEWSLETTER SETEMBRO 2013

CANTANHEDE CLUBE ESCOLA DE TÉNIS NEWSLETTER SETEMBRO 2013 CLUBE ESCOLA DE TÉNIS CANTANHEDE www.clubeteniscantanhede.com NEWSLETTER SETEMBRO 2013 newslettercetc@gmail.com Nesta edição: PAIS DE UM JOVEM TENISTA: QUE COMPORTAMENTO ANTÓNIO GARRIDO: REGRAS DO TÉNIS

Leia mais

REGRAS MUNDIAIS DO SQUASH INDIVIDUAL

REGRAS MUNDIAIS DO SQUASH INDIVIDUAL WORLD SQUASH FEDERATION REGRAS MUNDIAIS DO SQUASH INDIVIDUAL 2010 (VIGÊNCIA EM 1º DE NOVEMBRO DE 2010) Tradução original por Nelson Neto e Karen Redfern Adaptação para Regras 2010, Revisão e Formatação

Leia mais

REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY

REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY XIII JOGOS AFFEMG Associação dos Funcionários Fiscais de Minas Gerais 1- DO LOCAL REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY 1.1 - Os jogos acontecerão em campos de futebol society de grama sintética ou natural, aprovados

Leia mais

DA FINALIDADE: Homens só poderão substituir homens e mulheres só poderão substituir mulheres.

DA FINALIDADE: Homens só poderão substituir homens e mulheres só poderão substituir mulheres. DA FINALIDADE: Art. 1º - Os JOGOS DE VERÃO ARCO SPM 2013 MODALIDADE VOLEIBOL 4X4, tem como finalidade principal, promover o congraçamento das equipes e o aumento da adesão à prática de exercícios físicos

Leia mais

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE TAMBORÉU REGRAS

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE TAMBORÉU REGRAS ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE TAMBORÉU REGRAS TÍTULO I -O JOGO DE TAMBORÉU Art. 1º - O tamboréu é esporte jogado por atletas colocados em posições opostas em cada metade da quadra, que é dividida por uma rede.

Leia mais

07/05/2013. VOLEIBOL 9ºAno. Profª SHEILA - Prof. DANIEL. Voleibol. Origem : William Morgan 1895 ACM s. Tênis Minonette

07/05/2013. VOLEIBOL 9ºAno. Profª SHEILA - Prof. DANIEL. Voleibol. Origem : William Morgan 1895 ACM s. Tênis Minonette VOLEIBOL 9ºAno Profª SHEILA - Prof. DANIEL Origem : William Morgan 1895 ACM s Tênis Minonette GRECO, 1998 1 Caracterização: O voleibol é um jogo coletivo desportivo, composto por duas equipes, cada uma

Leia mais

1. História do Voleibol. 2. Caracterização do Voleibol. 2. Regras do Voleibol. Documento de Apoio de Voleibol VOLEIBOL

1. História do Voleibol. 2. Caracterização do Voleibol. 2. Regras do Voleibol. Documento de Apoio de Voleibol VOLEIBOL VOLEIBOL 1. História do Voleibol O Voleibol foi criado em 1885, em Massachussets, por William G. Morgan, responsável pela Educação Física no Colégio de Holyoke, no Estado de Massachussets, nos Estados

Leia mais

OS SEIS ERROS MENTAIS QUE MAIS ATRAPALHAM SEU JOGO

OS SEIS ERROS MENTAIS QUE MAIS ATRAPALHAM SEU JOGO OS SEIS ERROS MENTAIS QUE MAIS ATRAPALHAM SEU JOGO Tênis é em grande parte um jogo mental. Um bom tenista deve ser mentalmente forte para conseguir lidar com as adversidades e manter um jogo consistente.

Leia mais

III Virada Esportiva ATC Gênesis - 2013

III Virada Esportiva ATC Gênesis - 2013 III Virada Esportiva ATC Gênesis - 2013 CIRCUITO INTERNO DE TÊNIS ATC RANKING GERAL 2013 REGULAMENTO 4ª ETAPA VIRADA ESPORTIVA DO TORNEIO: O Ranking Geral do Alphaville Tênis Clube objetiva a melhor integração

Leia mais

IX Guará Open de Tênis

IX Guará Open de Tênis IX Guará Open de Tênis Regulamento v1 [07/07/2015] Pág.: 1/8 IX Guará Open de Tênis Organizado pela Liga Real e pela Associação dos Tenistas Peladeiros ATPe Regras e disposições gerais O torneio será disputado

Leia mais

Basquete 3x3 Tour Nacional Etapas Regionais/FINAL 2013

Basquete 3x3 Tour Nacional Etapas Regionais/FINAL 2013 Basquete 3x3 Tour Nacional Etapas Regionais/FINAL 2013 REGRAS As Regras do Jogo de Basquete Oficiais da FIBA são válidas para todas as situações de jogo não especificamente mencionadas nestas Regras do

Leia mais

Regulamento Individual de cada Jogo JOGO LOUCO

Regulamento Individual de cada Jogo JOGO LOUCO Regulamento Individual de cada Jogo JOGO LOUCO OBJECTIVO: Efetuar um percurso de ida e volta, num total de cerca de 40 metros, no menor tempo possível. PARTICIPANTES: 6 elementos de cada Equipa. DESENVOLVIMENTO:

Leia mais

REGULAMENTO BEACH TENNIS

REGULAMENTO BEACH TENNIS REGULAMENTO BEACH TENNIS 1. FILIAÇÃO 1.1. VALOR 1.2. BENEFÍCIOS 2. RANKING 2.1. VALIDAÇÃO 2.2. PONTUAÇÃO PARA JOGADOR 2.3. PONTUAÇÃO NO RANKING BRASILEIRO 3. TORNEIOS HOMOLOGADOS PELA CBT 3.1. ESPECIFICAÇÕES

Leia mais

O essencial sobre Autor: Francisco Cubal

O essencial sobre Autor: Francisco Cubal O essencial sobre Autor: Francisco Cubal 1 Qual a história do Voleibol? Em 1895 o professor de Educação Física G. Morgan, nos Estados Unidos, criou uma modalidade desportiva que, devido ao seu toque no

Leia mais

Torneio 4x4 misto de Vôlei de Praia

Torneio 4x4 misto de Vôlei de Praia Torneio 4x4 misto de Vôlei de Praia REGULAMENTO 1. DEFINIÇÃO 1.1 O torneio de vôlei de areia na AABB é um evento que busca incentivar a prática esportiva e promover a qualidade de vida entre os associados

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO JICOF JOGOS INTERNOS DO COLÉGIO FRACTAL

REGULAMENTO GERAL DO JICOF JOGOS INTERNOS DO COLÉGIO FRACTAL REGULAMENTO GERAL DO JICOF JOGOS INTERNOS DO COLÉGIO FRACTAL CAPÍTULO I DAS FINALIDADES Os jogos internos do COLÉGIO FRACTAL (JICOF) têm por finalidade principal humanizar a prática desportiva, valorizando

Leia mais

2.3 Tacada legal 2. 3. 1. Manutenção da mão; 2. 3. 2. Não anúncio de bola e bolsa; 2.4 Bolas embolsadas 2.5 Bolas fora da mesa 2. 5. 1.

2.3 Tacada legal 2. 3. 1. Manutenção da mão; 2. 3. 2. Não anúncio de bola e bolsa; 2.4 Bolas embolsadas 2.5 Bolas fora da mesa 2. 5. 1. Índice 1.1 Mesas Bolas Equipamento 1.2 Saída Posicionamento das bolas 1.3 Tacada 1.4 Bola não embolsada Turno 1.5 Ordem de saída 1.6 Abertura Saída 1.7 Jogo Começo 1.8 Abertura Desvio da bola branca 1.9

Leia mais

REGULAMENTO RANKING APHAVILLE DOM PEDRO

REGULAMENTO RANKING APHAVILLE DOM PEDRO REGULAMENTO RANKING APHAVILLE DOM PEDRO Sumário 1. ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DO RANKING... 2 2. PARTICIPAÇÃO NO RANKING... 2 2.1. Nível Técnico dos Jogadores... 2 3. RANKING... 2 3.1. Ingresso ao Ranking...

Leia mais

PROVAS INTERNAS. Provas Internas - Período: 04 de maio de 2013. Pontuação Geral das Provas Internas: PROVA TIPO 1º 2º

PROVAS INTERNAS. Provas Internas - Período: 04 de maio de 2013. Pontuação Geral das Provas Internas: PROVA TIPO 1º 2º 1ª Etapa PROVAS INTERNAS Provas Internas - Período: 04 de maio de 2013 Pontuação Geral das Provas Internas: PROVA TIPO 1º 2º 1. Desfile de Abertura Prévia 3000 2800 2. Grito de Guerra na Gincana Prévia

Leia mais

XXV OLIMPÍADA ECC 2014

XXV OLIMPÍADA ECC 2014 XXV OLIMPÍADA ECC 2014 CALENDÁRIO De 30/09 a 03/10 2014 Horário: de 30/09 até 02/10-7h10 às18h30 03/10-7h10 às 17h00 MODALIDADES VÔLEI BASQUETE HANDEBOL FUTEBOL DE SALÃO (FUTSAL) FUTEBOL DE CAMPO (FUTCAMPO)

Leia mais

Esportes de Rebatida. Aula 4. Badminton e goalball Rio 2016 Versão 1.0

Esportes de Rebatida. Aula 4. Badminton e goalball Rio 2016 Versão 1.0 Esportes de Rebatida Aula 4 Badminton e Rio 2016 Versão 1.0 Objetivos 1 Apresentar dois esportes da categoria de REBATIDA e suas principais regras. 2 Conhecer a história do surgimento desses esportes e

Leia mais

REGRAS DE JOGO POOL (8) e (9)

REGRAS DE JOGO POOL (8) e (9) REGRAS DE JOGO POOL (8) e (9) Introdução 1. Elementos intervenientes 1. 1. Um delegado 1. 2. Um árbitro 1. 3. Dois Jogadores (Conforme a competição), equipados de acordo com o estipulado pelo Bilhar Clube

Leia mais

AS REGRAS DO TAMBORÉU

AS REGRAS DO TAMBORÉU AS REGRAS DO TAMBORÉU TÍTULO I - O JOGO DE TAMBORÉU art. 1º - O tamboréu é esporte jogado por atletas colocados em posições opostas em cada metade da quadra, que é dividida por uma rede. O objetivo de

Leia mais

Olimpíadas Especiais UBM/PMBM Regulamento Técnico 2014

Olimpíadas Especiais UBM/PMBM Regulamento Técnico 2014 Olimpíadas Especiais UBM/PMBM Regulamento Técnico 2014 I - DOS JOGOS Art.1 - A Olimpíada Especial UBM/PMBM tem por finalidade desenvolver o intercâmbio desportivo e social entre os atletas, professores

Leia mais

Diego Gobbi. _atleta profissional de squash Ranking Profissional Brasileiro 259# Ranking Professional Squash Association (PSA Mundial)

Diego Gobbi. _atleta profissional de squash Ranking Profissional Brasileiro 259# Ranking Professional Squash Association (PSA Mundial) _atleta profissional de squash Ranking Profissional Brasileiro 4# Ranking Professional Squash Association (PSA Mundial) 259# Atual Campeão Brasileiro e Sul-Americano Juvenil de Squash _perfil Nome: Diego

Leia mais

Voleibol. Professor:Pedro Engler Neto

Voleibol. Professor:Pedro Engler Neto Voleibol Professor:Pedro Engler Neto Histórico O voleibol foi criado por William G. Morgam em 09 de fevereiro de 1895. Na Associação Cristã de Moços,HoYolke Massachussets, Eua. E a intenção de Morgan era

Leia mais

Caracterização. Objetivo

Caracterização. Objetivo VOLEIBOL Caracterização O voleibol é um jogo desportivo coletivo praticado por duas equipas, cada uma composta por seis jogadores efetivos e, no máximo, seis suplentes, podendo um ou dois destes jogadores

Leia mais

REGULAMENTO DE FUTSAL

REGULAMENTO DE FUTSAL REGULAMENTO DE FUTSAL Capítulo I DAS FINALIDADES Art. 1º O campeonato de futsal masculino, é promovido como uma das modalidades dos VI JOGOS NACIONAIS DA MAGISTRATURA, promovido e organizado pela AMB Associação

Leia mais

Regulamento II Torneio de Ténis de Mesa N3E

Regulamento II Torneio de Ténis de Mesa N3E Instituto Superior Técnico Taguspark Sala 1.20 Email: geral@n3e.ist.utl.pt Website: n3e.ist.utl.pt Regulamento II Torneio de Ténis de Mesa N3E Este Torneio será disputado numa classe única, sem haver divisões

Leia mais

REGRAS MUNDIAIS DO SQUASH INDIVIDUAL 2014

REGRAS MUNDIAIS DO SQUASH INDIVIDUAL 2014 WORLD SQUASH FEDERATION REGRAS MUNDIAIS DO SQUASH INDIVIDUAL 2014 (Incluindo Regras Apêndices 1 9) VIGÊNCIA EM 1º DE JANEIRO DE 2014 Tradução - NELSON NETO Membro do Comitê de Arbitragem da WSF SUMÁRIO

Leia mais

Drop-shot - O mesmo que deixada. Drop-volley - Deixada executada antes que a bola pique na quadra.

Drop-shot - O mesmo que deixada. Drop-volley - Deixada executada antes que a bola pique na quadra. Glossário Ace - Saque veloz e/ou colocado, o qual o recebedor não consegue sequer tocar a bola com sua raquete. Alley - Corredor da quadra de duplas. Alta - Bola que não atinge os limites da quadra do

Leia mais

Nome: Turma : N.º. Grupo 1 (24 %) Basquetebol (Cada questão 3%)

Nome: Turma : N.º. Grupo 1 (24 %) Basquetebol (Cada questão 3%) Teste Escrito 1 Educação Física 3º CEB 1.º Período 2011/2012 Nome: Turma : N.º O Professor Encarregado de Educação Avaliação Lê atentamente as afirmações e as opções de resposta. De seguida, assinala na

Leia mais

Regulamento do Circuito Smashtour 2013

Regulamento do Circuito Smashtour 2013 REGULAMENTO CIRCUITO SMASHTOUR 2014 Regulamento do Circuito Smashtour 2013 1 - O Circuito será disputado em três fases, com um mínimo de 19 provas de cada fase de desenvolvimento Mínimo de 1 e máximo de

Leia mais

MATERIAL DE APOIO ED. FÍSICA PROFª. THAÍS LUCENA ALUNO(A): Nº RECIFE, DE DE 2012.

MATERIAL DE APOIO ED. FÍSICA PROFª. THAÍS LUCENA ALUNO(A): Nº RECIFE, DE DE 2012. DO INFANTIL ENSINO AO COMPLETO VESTIBULAR MATERIAL DE APOIO ED. FÍSICA PROFª. THAÍS LUCENA ALUNO(A): Nº RECIFE, DE DE 2012. 1. O sorteio do jogo - O sorteio é efetuado na presença dos dois capitães de

Leia mais

É constituída por 12 jogadores: -6 jogadores efetivos -6 jogadores suplentes -Até 2 líberos

É constituída por 12 jogadores: -6 jogadores efetivos -6 jogadores suplentes -Até 2 líberos Regras básicas de vôlei Vôlei é um desporto praticado numa quadra dividida em duas partes por uma rede, possuindo duas equipes de seis jogadores em cada lado. O objetivo da modalidade é fazer passar a

Leia mais

REGRAS OFICIAIS DO JOGO DE DAMAS

REGRAS OFICIAIS DO JOGO DE DAMAS REGRAS OFICIAIS DO JOGO DE DAMAS DAMAS INTERNACIONAIS 1. DO JOGO E DOS JOGADORES 1.1. O jogo de Damas é um desporto mental, praticado entre duas pessoas. 1.2. Por definição, essas pessoas são os jogadores.

Leia mais

COMUNICADO OFICIAL N.: 15 DATA: 2012.07.17 ALTERAÇÕES, EMENDAS E CORREÇÕES LEIS DO JOGO DE FUTSAL 2012/13 + DECISÕES IFAB A TODOS OS MEMBROS DA FIFA

COMUNICADO OFICIAL N.: 15 DATA: 2012.07.17 ALTERAÇÕES, EMENDAS E CORREÇÕES LEIS DO JOGO DE FUTSAL 2012/13 + DECISÕES IFAB A TODOS OS MEMBROS DA FIFA ALTERAÇÕES, EMENDAS E CORREÇÕES LEIS DO JOGO DE FUTSAL 2012/13 + DECISÕES IFAB A TODOS OS MEMBROS DA FIFA Zurique, 2 de julho de 2012 Em colaboração com a subcomissão do International Football Association

Leia mais

NEWSLETTER CETC ABRIL 2014

NEWSLETTER CETC ABRIL 2014 NEWSLETTER CETC ABRIL 2014 A B R I L 2 0 1 4 E M D E S T A Q U E : ABRIL 2014 Competição juvenil Os fundamentos do ténis V O L U M E I I, N º 4 N E W S L E T T E R C E T C @ G M A I L. C O M Adriano Carvalho

Leia mais

1ºTorneio Bancário Society de Clubes Paulista REGULAMENTO 2015

1ºTorneio Bancário Society de Clubes Paulista REGULAMENTO 2015 REGULAMENTO 2015 1º Torneio Bancário Society de Clubes Paulista 2015, é uma promoção da Secretaria de Esporte do Sindicato dos Bancários, e tem por finalidade efetuar o congraçamento entre os bancários

Leia mais

11º CAMPEONATO BRASILEIRO DE TERCETOS - 2015

11º CAMPEONATO BRASILEIRO DE TERCETOS - 2015 11º CAMPEONATO BRASILEIRO DE TERCETOS - 2015 R E G U L A M E N T O 1. Datas, horários e locais de disputa O 11º Campeonato Brasileiro de Tercetos será realizado em Minas Gerais, no período de 4 a 7 de

Leia mais

Bola 8 Regras. Índice. Federação Portuguesa de Bilhar. Regras Bola-8 Página 1

Bola 8 Regras. Índice. Federação Portuguesa de Bilhar. Regras Bola-8 Página 1 Bola 8 Regras Índice 1.1 Mesas Bolas Equipamento 1.2 Saída Posicionamento das bolas 1.3 Tacada 1.4 Tacada Bola Anunciada 1.5 Bola não embolsada Turno 1.6 Ordem de saída 1.7 Abertura Saída 1.8 Jogo Começo

Leia mais

NEWSLETTER CETC. 2014 promete... JANEIRO 2014

NEWSLETTER CETC. 2014 promete... JANEIRO 2014 JA N E I R O 2 0 1 4 E M D E S T A Q U E : NEWSLETTER CETC JANEIRO 2014 Plano de actividades V O L U M E I I, N E W S L E T T E R C E T C @ G M A I L. C O M Torneio Gerações Arbitragem 2014 promete...

Leia mais

Regulamento da categoria Profissional

Regulamento da categoria Profissional SUMÁRIO 1. PARTICIPAÇÃO... 1 2. FAIXA ETÁRIA... 1 3. FORMA DE DISPUTA... 1 4. REGRAS... 1 5. PISO DA QUADRA E TIPO DE BOLAS... 1 6. WO... 2 7. CLASSES DE TORNEIOS... 2 8. CHAVES... 2 8.1. Número de participantes

Leia mais

Regras básicas e fudamentos do volei

Regras básicas e fudamentos do volei Regras básicas e fudamentos do volei História do volei O criador do voleibol foi o americano William George Morgan. Isto ocorreu em 9 de fevereiro de 1895. O volei foi criado com o intuito de ser um esporte

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVA CAMPEONATO NACIONAL DAS ASSOCIAÇOES MATRAQUILHOS E FUTEBOL DE MESA FEDERAÇÃO PORTUGUESA

REGULAMENTO DE PROVA CAMPEONATO NACIONAL DAS ASSOCIAÇOES MATRAQUILHOS E FUTEBOL DE MESA FEDERAÇÃO PORTUGUESA FEDERAÇÃO PORTUGUESA MATRAQUILHOS E FUTEBOL DE MESA FUNDADA EM 0 DE FEVEREIRO DE 200 FILIADA NA ITSF - INTERNATIONAL TABLE SOCCER FEDERATION SEDE OFICIAL AV. ENG.º ARMANDO MAGALHAES, 31 4440-505 VALONGO

Leia mais

REGULAMENTO PADRÃO PARA TORNEIOS ABERTOS - 2014

REGULAMENTO PADRÃO PARA TORNEIOS ABERTOS - 2014 REGULAMENTO PADRÃO PARA TORNEIOS ABERTOS - 2014 1 - DO CAMPEONATO Os campeonatos abertos serão regidos pelo presente regulamento em consonância com resoluções, atualizações e normas aprovadas pela diretoria

Leia mais

REGULAMENTO II Maratona Voleibol do Nordeste (4x4)

REGULAMENTO II Maratona Voleibol do Nordeste (4x4) REGULAMENTO II Maratona Voleibol do Nordeste (4x4) CAPÍTULO I Instalações e Materiais Terreno de Jogo - Cada campo terá 13 metros de comprimento por 6,5 metros de largura. 1) Linhas de marcação - O campo

Leia mais

As 11 técnicas fundamentais dos golpes de fundo de quadra

As 11 técnicas fundamentais dos golpes de fundo de quadra As 11 técnicas fundamentais dos golpes de fundo de quadra VERSÃO RESUMIDA Introdução do manual É feito para quem quer resultados, tenistas ou professores! 1 Simples e completo! 11 fundamentos que tratam

Leia mais

www.ndu.net.br Sede Social Rua Luís Góis, 2.187 Mirandópolis São Paulo SP Cep: 04043-400 Fone: (11) 7708-7429

www.ndu.net.br Sede Social Rua Luís Góis, 2.187 Mirandópolis São Paulo SP Cep: 04043-400 Fone: (11) 7708-7429 Organização, compromisso e qualidade em prol do esporte universitário paulista www.ndu.net.br Sede Social Rua Luís Góis, 2.187 Mirandópolis São Paulo SP Cep: 04043-400 Fone: (11) 7708-7429 REGULAMENTO

Leia mais

* Regulamento Técnico 2016 * FUTSAL

* Regulamento Técnico 2016 * FUTSAL * Regulamento Técnico 2016 * FUTSAL 1. DOS JOGOS: Os jogos de Futsal serão regidos pelas Regras Oficiais vigentes da Confederação Brasileira de Futsal, observadas as exceções previstas neste Regulamento

Leia mais

2 CLASSIFICAÇÃO / PONTUAÇÃO

2 CLASSIFICAÇÃO / PONTUAÇÃO 1 CONSTITUIÇÃO DAS EQUIPAS E CONFIGURAÇÃO DOS JOGOS O número de praticantes desportivos por equipa que podem ser inscritos no boletim de jogo é os seguintes: 2º Ciclo: 4 jogadores (Jogos 2x2); 3º Ciclo

Leia mais

REGULAMENTO CIRCUITO BANCO DO BRASIL VÔLEI DE PRAIA OPEN /NACIONAL

REGULAMENTO CIRCUITO BANCO DO BRASIL VÔLEI DE PRAIA OPEN /NACIONAL REGULAMENTO DO CIRCUITO BANCO DO BRASIL VÔLEI DE PRAIA OPEN /NACIONAL Etapas de Cuiabá/MT e Goiânia/GO ÍNDICE CAPÍTULO 1: 1.1 CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE VOLEIBOL...04 1.2 DIREITOS DA CBV SOBRE OS EVENTOS

Leia mais

CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 CIDADE DE CABO FRIO - RJ Dias 04, 05, 06 e 07 de Junho de 2015 DE VOLEIBOL DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESPORTES DE

CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 CIDADE DE CABO FRIO - RJ Dias 04, 05, 06 e 07 de Junho de 2015 DE VOLEIBOL DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESPORTES DE REALIZAÇÃO : APOIO: ASSOCIAÇÃO MASTER DE DE VOLEIBOL DO RIO DE JANEIRO AMAVOLEI PREFEITURA MUNICIPAL CABO FRIO SECRETARIA DE ESPORTES DE CABO FRIO CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 VOLEIBOL DE PRAIA O CABO FRIO

Leia mais

Cada campo terá 13 metros de comprimento por 6,5 de largura. 13 m. Deve ser distanciado de qualquer obstáculo, se possível, pelo menos 1 (um)

Cada campo terá 13 metros de comprimento por 6,5 de largura. 13 m. Deve ser distanciado de qualquer obstáculo, se possível, pelo menos 1 (um) MINI-VOLEIBOL 2014/15 TORNEIO 4X4 Regulamento da Prova CAPÍTULO I INSTALAÇÕES E MATERIAL O Terreno de Jogo Cada campo terá 13 metros de comprimento por 6,5 de largura 13 m 6,5 m metro. Deve ser distanciado

Leia mais

ANÁLISE DA QUALIDADE TÉCNICA DO SAQUE EM ATLETAS DE VOLEIBOL SENTADO

ANÁLISE DA QUALIDADE TÉCNICA DO SAQUE EM ATLETAS DE VOLEIBOL SENTADO ANÁLISE DA QUALIDADE TÉCNICA DO SAQUE EM ATLETAS DE VOLEIBOL SENTADO RESUMO MEIRA, A. N. BATISTA, G. R. OLIVEIRA, L. S. CAPPELLAZZO, E. S. Esse estudo teve como objetivo analisar a qualidade técnica do

Leia mais

AS REGRAS DO BASQUETEBOL

AS REGRAS DO BASQUETEBOL AS REGRAS DO BASQUETEBOL A BOLA A bola é esférica, de cabedal, borracha ou material sintéctico. O peso situa-se entre 600 g e 650g e a circunferência deve estar compreendida entre 75 cm e 78 cm. CESTOS

Leia mais

PARCERIA APEA/SP E APCEF/SP

PARCERIA APEA/SP E APCEF/SP PARCERIA APEA/SP E APCEF/SP DATA / LOCAL: 26 e 27/09/2015 / CECOM - APCEF/SP REGULAMENTO TÉCNICO TRUCO Art. 1º. O torneio de Truco do V JOGOS DOS APOSENTADOS, será realizado de acordo com as regras estabelecidas

Leia mais

REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL DE GIRA-PRAIA DE SUB. 16,18 e 20-2014

REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL DE GIRA-PRAIA DE SUB. 16,18 e 20-2014 REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL DE GIRA-PRAIA DE SUB. 16,18 e 20-2014 ARTIGO 1º O Campeonato Nacional de Gira- Praia de Subs é uma competição de Voleibol de Praia de âmbito nacional, organizada pela

Leia mais