Prof. Ricardo Carvalho. Material preparado e de responsabilidade da professor Riccardo Carvalho

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Prof. Ricardo Carvalho. Material preparado e de responsabilidade da professor Riccardo Carvalho"

Transcrição

1 GESTÃO E LIDERANÇA: PESPECTIVAS S PARA O SÉCULO XXI Prof. Ricardo Carvalho

2 O QUE É A ARTE NA GESTÃO COM PESSOAS? O relacionar humano é a mais suprema das obras de arte. Centro dos processos humanos como meio de criar equilíbrio entre os seres e o mundo, transformando as pessoas. Por que a arte? Assim como as organizações, aarte se obriga a desafiar classificações e antecipar tendências. É preciso soltar as amarras da criatividade para repensar um homem em um novo espaço que possa conter a sua imaginação. Ser um artista naquilo que faz.

3 A LIDERANÇA: A ORIGEM

4 A LIDERANÇA DO PRIMITIVO AO HOMO-SAPIENS

5 A LIDERANÇA DO PRIMITIVO AO HOMO-SAPIENS Acuado pelo medo do que não conhece, pelo pavor daquilo que não consegue compreender, conta com sua curiosidade natural, o instinto de preservação e o fascínio pela própria vida.

6 O LEGADO DA LIDERANÇA

7 A VERDADEIRA LIDERANÇA COMEÇA PELO AUTOCONHECIMENTO: CONHEÇA-TE A TI MESMO

8 AS TRÊS QUESTÕES DA HUMANIDADE COMO ALAVANCAS DA GESTÃO COM PESSOAS Quem sou eu? De onde euvim? E para onde vou? Sócrates E a maiêutica socrática: a arte de fazer nascer o espírito no interlocutor para que ele descubra verdades dentro de si próprio.

9 AS CORPORAÇÕES: AS ARTES E O OFÍCIO

10 OS TEMPOS MODERNOS? E a pos-modernidade?

11 POR UMA GESTÃO COM PESSOAS É PRECISO ROMPER OS MODELOS MENTAIS Modelos mentais são idéias profundamente arraigadas, generalizações, ou mesmo imagens que influenciam nosso modo de encarar o mundo e nossas atitudes. Muitas vezes não temos consciência de nossos modelos mentais ou das influências que eles exercem sobre nosso comportamento.

12 VISÃO DE FUTURO A verdadeira viagem da descoberta não consiste em buscar novas paisagens mas em ter novos olhos.

13 DISPOSIÇÕES MENTAIS O mundo executivo é complicado e confuso. Não é com simplificação que se vai entendê-lo, mas com a capacidade de sintetizar, num todo abrangente, idéias geradas por diferentes disposições mentais. Henry Mintzberg

14 DISPOSIÇÃO MENTAL REFLEXIVA Refletir, em latim, significa dobrar, recurvar, o que sugere que a atenção, antes de se voltar para fora, precisa voltar-se para dentro.

15 DISPOSIÇÃO MENTAL ANALÍTICA Etimologicamente, análise tem o sentido de soltar, separar, examinar, libertar. A análise liberta fenômenos complexos. Maurits Cornelis Escher

16 DISPOSIÇÃO MENTAL COSMOPOLITA Significa enveredarmos por mundos que transcendem o nosso. Estarmos em constante exploração.

17 DISPOSIÇÃO MENTAL COLABORATIVA Uma disposição mental colaborativa significa ifi transcender o empowerment e chegar ao comprometimento.

18 DISPOSIÇÃO MENTAL DA AÇÃO Canalizar a energia emocional, com consciência do terreno e manter a direção.

19 COMPROMETIMENTO Como as pessoas se comprometem? Elas se comprometem com aquilo que consideram importante para elas! Para que o comprometimento seja sustentável é preciso que haja senso de inclusão.

20 TRIEDO ORGANIZACIONAL EU Gestão OUTRO Gestão Intercultural Mercado ORGANIZAÇÃO

21 NOVAS SENSIBILIDADES PARA LIDERANÇA Capacidade de ver novas oportunidades Criar beleza artística e emocional Construir uma narrativa envolvente Combinar idéias aparentemente não relacionadas para criar algo inédito Capacidade de conectar o ainda não visto

22 O CONTEMPORÂNEO DA LIDERANÇA Capacidade de antecipar cenários complexos. Expandir a noção do que é possível, fazendo as coisas acontecerem. A 3ª visão; o 3º olho; o olhar clínico, 6º sentido, a intuição. Reconhecer a importância do Inconsciente.

23 LIDERANÇA E LEGADO TRANSGERACIONAL Tradicionais Baby-boomers Geração X Geração Y Ano de nascimento Até Perspectiva Prática Otimista Cética Esperançosa Ética profissional Postura diante da autoridade Dedicados Focados Equilibrados Decididos Respeito Amor/Ódio Desinteresse Cortesia Liderança por... Hierarquiai Consenso Competência Coletivismo i Espírito de... Sacrifício Automotivação Anticompromisso Inclusão Obs.: HSM Management Update nº 57 publicou os resultados de uma pesquisa sobre gerações na ativa nas empresas latino-americanas realizada pelo Ibope Inteligência sob coordenação da Stanton Chase International e do Grupo Foco. Nessa pesquisa, os grupos tradicionais e baby-boomers foram reunidos sob o título seniores ; a geração X foi subdividida em geração X e céticos, e a geração Y, em geração internet e juniores. Fonte: HSM Management 70 setembro-outubro 2008

24 NOVOS PRINCÍPIOS PARA UMA LIDERANÇA COM VISÃO DE FUTURO Dobrar a quantidade de perguntas em relação ao número de afirmações. Desligar-se do computador e de todos os eletrônicos: deixar um espaço mental VAZIO para pensar. Fazer um chck-list das coisas que devem DEIXAR de fazer. Descobrir o que te faz apaixonar e onde encontrar a paz.

25 MOTIVAÇÃO O GRANDE INGREDIENTE PARA UMA GESTÃO COM PESSOAS Moti ação = Motivos para a Ação Força que nos impulsiona a agir.

26 O QUE É CONHECER PESSOAS? Percorrer com a vista (o que está escrito). Perceber (sinais, signos, mensagem) e compreender osg significado. Observar, intuindo ou deduzindo a significação, interpretar o sentido de... Reconhecer, perceber, sentir.

27 SENTIDOS DO TRABALHO E LIDERANÇA Características do Trabalho Definição 1. Propósito social 1. Útil para a sociedade 2. Correção moral 2. Moralmente justificável 3. Oportunidade para aprender 3. Estimula o desenvolvimento 4. Autonomia 4. Permite o uso de habilidades para resolução de problemas e liberdade para organizar seu modo de trabalhar 5. Cujo resultado é reconhecido 5. Reconhecimento através de incentivos psicossociais e monetários adequados 6. Relações positivas 6. Interessantes contatos network

28 A VISÃO BRASILEIRA... PETER DRUCKER ( ) Quero ressaltar uma coisa: aprendi que no Brasil as coisas dão certo quando são feitas ao modo brasileiro. É um modo que provavelmente não funcionaria em nenhum outro lugar no mundo, mas que funciona no Brasil. Um mistério... Peter Drucker HSM, 2006

29 ANÁLISE BRASIL E LIDERANÇA Alta capacidade de inventar, adaptar, inovar. Ginga, jeitinho, jogo de cintura. Entender o todo pelas partes visão holística e intuitiva, partindo do macro para chegar ao micro. É dar nó em pingo d água. Da gambiarra constroe recurso técnico

30 NOVAS INTELIGÊNCIAS PARA UMA GESTÃO COM PESSOAS MÚLTIPLAS (Gardner): (Gad e) Espacial, a musical, corporal, naturalista, intrapessoal e interpessoal. EMOCIONAL E SOCIAL (Goleman): Precisão empática, cognição social, sintonia e sincronia.

31 Que sinais, vestígios, indícios, pistas e movimentos começam a ser vislumbrados para se repensar/antever e construir novos processos de uma gestão com pessoas?

32 PARA A LIDERANÇA COM VISÃO DE FUTURO É PRECISO BUSCAR SEUS SONHOS

33 LIDERANÇA NO SÉCULO XXI VAI EXIGIR MAIS DE NOSSAS EMOÇÕES...

34 A CONECTIVIDADE COMO GRANDE PRÉ-REQUISITO PARA SE PENSAR A LIDERANÇA DO AMANHÃ...

PARTE VI ADMINISTRAÇÃO EMPREENDEDORA. Prof. Glauber Santos glauber@justocantins.com.br www.justocantins.com.br

PARTE VI ADMINISTRAÇÃO EMPREENDEDORA. Prof. Glauber Santos glauber@justocantins.com.br www.justocantins.com.br PARTE VI ADMINISTRAÇÃO EMPREENDEDORA REFLEXÃO O que leva uma pessoa a ser empresário? A realidade de ser empresário. Nem tudo são flores, os espinhos sempre estão juntos... BRASIL Um país Empreendedor

Leia mais

Empreendedorismo e comportamento empreendedor: como transformar gestores em profissionais empreendedores

Empreendedorismo e comportamento empreendedor: como transformar gestores em profissionais empreendedores Empreendedorismo e comportamento empreendedor: como transformar gestores em profissionais empreendedores Ana Maria Bueno (CEFETPR/PG) ana@pg.cefetpr.br Dr ª. Magda L.G. Leite (CEFETPR/PG) magda@pg.cefetpr.br

Leia mais

1ª. Apostila de Filosofia O que é Filosofia? Para que a Filosofia? A atitude filosófica. Apresentação

1ª. Apostila de Filosofia O que é Filosofia? Para que a Filosofia? A atitude filosófica. Apresentação 1 1ª. Apostila de Filosofia O que é Filosofia? Para que a Filosofia? A atitude filosófica. Apresentação O objetivo principal de Introdução Filosofia é despertar no aluno a percepção que a análise, reflexão

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SOROCABA

UNIVERSIDADE DE SOROCABA UNIVERSIDADE DE SOROCABA PRÓ REITORIA DE GRADUAÇÃO CURSO DE GESTÃO EM RECURSOS HUMANOS Alessandra dos Santos Silva Helenice Moraes Rosa Roseneia Farias Gazoli Valdilene Batista de Lima O QUE PODEMOS APRENDER

Leia mais

LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO

LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO LIDERANÇA É INFLUÊNCIA Habilidade de inspirar as pessoas a agir, conquistá-las por inteiro A diferença entre poder e autoridade: Fazer a sua vontade mesmo que não desejem. Fazer a sua vontade, por causa

Leia mais

EMPREENDEDORISMO. Maria Alice Wernesbach Nascimento Rosany Scarpati Riguetti Administração Geral Faculdade Novo Milênio

EMPREENDEDORISMO. Maria Alice Wernesbach Nascimento Rosany Scarpati Riguetti Administração Geral Faculdade Novo Milênio EMPREENDEDORISMO Maria Alice Wernesbach Nascimento Rosany Scarpati Riguetti Administração Geral Faculdade Novo Milênio RESUMO: O trabalho visa abordar o que vem a ser empreendedorismo e iconoclastas, bem

Leia mais

Empreendedorismo. Tópico 1 O (a) Empreendedor (a)

Empreendedorismo. Tópico 1 O (a) Empreendedor (a) Empreendedorismo Tópico 1 O (a) Empreendedor (a) Conteúdo 1. Objetivos do Encontro... 3 2. Introdução... 3 3. A formação do empreendedor... 3 4. Empreendedorismo nato ou desenvolvido?... 4 4.1 Características

Leia mais

P23 LÍDER COACH GERINDO PESSOAS GERANDO RESULTADOS

P23 LÍDER COACH GERINDO PESSOAS GERANDO RESULTADOS P23 LÍDER COACH GERINDO PESSOAS GERANDO RESULTADOS A maior habilidade de um Líder é desenvolver habilidades extraordinárias em pessoas comuns. (Abraham Lincoln) Objetivo Provocar uma reflexão sobre o papel

Leia mais

Inovação Tecnológica!

Inovação Tecnológica! Inovação Tecnológica! Engraçado, costumam dizer que tenho sorte, só eu sei que quanto mais eu me preparo Mais sorte eu tenho. A nthony Robbins Consultora Cássia Ghelfi Raza Marcelo Como você vai mover-se

Leia mais

FORMAÇÃO EM COACHING PROFISSIONAL & LÍDER COACH

FORMAÇÃO EM COACHING PROFISSIONAL & LÍDER COACH CHEGOU A HORA DE VOCÊ SE TORNAR UM COACH! CERTIFICAÇÃO INTERNACIONAL EM COACHING 4 ING AGORA, COMO CONSEGUIR É A QUESTÃO! A vida nunca está parada, existe sempre movimento, um fluxo que nos leva na direção

Leia mais

INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS E APRENDIZAGEM

INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS E APRENDIZAGEM INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS E APRENDIZAGEM Tópicos Quem é Howard Gardner O que é Inteligência? Inteligências Múltiplas (IM) IM + Educação Estilos de Aprendizagem QUEM É HOWARD GARDNER? Professor de Psicologia

Leia mais

Empreendedorismo. O perfil empreendedor

Empreendedorismo. O perfil empreendedor Empreendedorismo O perfil empreendedor Empreendedorismo O perfil empreendedor O Empreendedor É uma pessoa capaz de transformar um sonho, um problema ou uma oportunidade de negócios em uma solução viável.

Leia mais

20 Anos de Tradição Carinho, Amor e Educação.

20 Anos de Tradição Carinho, Amor e Educação. Colégio Tutto Amore Colégio Sapience Carinho, Amor e Educação. Trabalhamos com meio-período e integral em todos os níveis de ensino. www.tuttoamore.com.br Nossa História No ano de 1993 deu-se o ponto de

Leia mais

OBJETIVO DESENVOLVER UM MELHOR CONHECIMENTO DE SI MESMO E

OBJETIVO DESENVOLVER UM MELHOR CONHECIMENTO DE SI MESMO E TRABALHO EM EQUIPE: SUPERANDO DESAFIOS OBJETIVO DESENVOLVER UM MELHOR CONHECIMENTO DE SI MESMO E DOS OUTROS. ANALISAR, ESTUDAR E DISCUTIR AS RELAÇÕES INTERPESSOAIS EXISTENTES NA EQUIPE DE TRABALHO, VISANDO

Leia mais

Um caminho para cuidar daqueles que colaboram no cuidado de outros, com mais serenidade.

Um caminho para cuidar daqueles que colaboram no cuidado de outros, com mais serenidade. APHILAV 10 ENCONTRO DE HIGIENIZAÇÃO E LAVANDERIA HOSPITALAR DA REGIÃO SUL Um caminho para cuidar daqueles que colaboram no cuidado de outros, com mais serenidade. Rejania Guido Dias rejania@terra.com.br

Leia mais

Objetivos. Discutir as novas tendências de mercado; Ampliar a visão de Gestão; Compreender os múltiplos papéis do Gestor;

Objetivos. Discutir as novas tendências de mercado; Ampliar a visão de Gestão; Compreender os múltiplos papéis do Gestor; Gestão de Pessoas Objetivos Discutir as novas tendências de mercado; Ampliar a visão de Gestão; Compreender os múltiplos papéis do Gestor; Discernir sobre os efeitos e benefícios da comunicação; Fomentar

Leia mais

EMPREENDEDORISMO COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA

EMPREENDEDORISMO COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA EMPREENDEDORISMO COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA A revolução do empreendedorismo O empreendedorismo é uma revolução silenciosa, que será para o século 21 mais do que a revolução industrial

Leia mais

Essas descobertas foram analisadas e testadas, e percebeu-se que podiam ser aplicadas em diversas áreas.

Essas descobertas foram analisadas e testadas, e percebeu-se que podiam ser aplicadas em diversas áreas. AULA 1-) SABER QUERER Olá, amigos! Meu nome é Kau Mascarenhas e sou um arquiteto de gente. Sim, tenho formação acadêmica em Arquitetura mas atualmente trabalho como consultor e conferencista em Desenvolvimento

Leia mais

Tribunais Gestão de Pessoas Aprendizagem Organizacional Educação Corporativa Keyvila Menezes

Tribunais Gestão de Pessoas Aprendizagem Organizacional Educação Corporativa Keyvila Menezes Tribunais Gestão de Pessoas Aprendizagem Organizacional Educação Corporativa Keyvila Menezes 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. APRENDIZAGEM ORGANIZACIONAL Para

Leia mais

TÍTULO: QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO (QVT): ESTUDO DE CASO EM UMA CONCESSIONÁRIA DE MOTOS EM JALES-SP CATEGORIA: CONCLUÍDO

TÍTULO: QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO (QVT): ESTUDO DE CASO EM UMA CONCESSIONÁRIA DE MOTOS EM JALES-SP CATEGORIA: CONCLUÍDO TÍTULO: QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO (QVT): ESTUDO DE CASO EM UMA CONCESSIONÁRIA DE MOTOS EM JALES-SP CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO

Leia mais

SUBPREFEITURA SÃO MIGUEL PTA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL E A GESTÃO PÚBLICA

SUBPREFEITURA SÃO MIGUEL PTA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL E A GESTÃO PÚBLICA Roka 15 SUBPREFEITURA SÃO MIGUEL PTA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL E A GESTÃO PÚBLICA Dr. Roberto Kanaane FATORES PSICOLÓGICOS DETERMINANTES DA SAÚDE MENTAL EMOÇÃO RACIOCÍNIO SAÚDE MENTAL DISCERNIMENTO JULGAMENTO

Leia mais

Fundação: Sócio-Fundador: Sócia-Diretora Administrativa: Atuação Principal: São Paulo:

Fundação: Sócio-Fundador: Sócia-Diretora Administrativa: Atuação Principal: São Paulo: Fundação: Sócio-Fundador: Sócia-Diretora Administrativa: Atuação Principal: São Paulo: 05/07/1988 Marcelo Ponzoni Cristiane Lança Ponzoni São Paulo e Ribeirão Preto Sede Própria com 700m2 C O M U N I C

Leia mais

EMPREENDEDORISMO DANIELA FREIRE COUTINHO ROSANY SCARPATI RIGUETTI TECNOLÓGO EM GESTAO FINANCEIRA FACULDADE NOVO MILENIO

EMPREENDEDORISMO DANIELA FREIRE COUTINHO ROSANY SCARPATI RIGUETTI TECNOLÓGO EM GESTAO FINANCEIRA FACULDADE NOVO MILENIO EMPREENDEDORISMO DANIELA FREIRE COUTINHO ROSANY SCARPATI RIGUETTI TECNOLÓGO EM GESTAO FINANCEIRA FACULDADE NOVO MILENIO RESUMO: Este artigo contém citações de alguns dos mestres do empreendedorismo e também

Leia mais

DE QUE COR É O MEU CORPO? ATELIÊS PARA CRIANÇAS DOS 4 AOS 6 ANOS DIA 16 DE FEVEREIRO DAS 10H00 ÁS 12H00

DE QUE COR É O MEU CORPO? ATELIÊS PARA CRIANÇAS DOS 4 AOS 6 ANOS DIA 16 DE FEVEREIRO DAS 10H00 ÁS 12H00 DE QUE COR É O MEU CORPO? ATELIÊS PARA CRIANÇAS DOS 4 AOS 6 ANOS DIA 16 DE FEVEREIRO DAS 10H00 ÁS 12H00 LOCAL: SURYA - ASSOCIAÇÃO DE REIKI E TERAPIAS ALTERNATIVAS AVENIDA DE NEGREIROS, LOTE 1499 - R/C

Leia mais

Estudo Numerológico Escolha de nome de bebê

Estudo Numerológico Escolha de nome de bebê Estudo Numerológico Escolha de nome de bebê Os metafísicos afirmam que a alma escolhe a família antes do nascimento e, intui os pais na escolha do nome que possa refletir suas capacidades. O momento em

Leia mais

Facilitadora: Ana Leila Moura

Facilitadora: Ana Leila Moura Facilitadora: Ana Leila Moura RELAÇÕES INTERPESSOAIS FÁBULA A UNIÃO DE FLORA - RAINHA DA VEGETAÇÃO E ZÉFIRO - O VENTO OESTE. Diz-se que um dia ambos se encontraram: No momento do encontro, a senhora da

Leia mais

3º ENCONTRO DE LÍDERES BETELENSES

3º ENCONTRO DE LÍDERES BETELENSES 3º ENCONTRO DE LÍDERES BETELENSES Se é dar ânimo, que assim faça; se é contribuir, que contribua generosamente; se é exercer liderança, que exerça com zelo; se é mostrar misericórdia, que o faça com alegria.

Leia mais

LIDERANÇA, ÉTICA, RESPEITO, CONFIANÇA

LIDERANÇA, ÉTICA, RESPEITO, CONFIANÇA Dado nos últimos tempos ter constatado que determinado sector da Comunidade Surda vem falando muito DE LIDERANÇA, DE ÉTICA, DE RESPEITO E DE CONFIANÇA, deixo aqui uma opinião pessoal sobre o que são estes

Leia mais

AUTOCONHECIMENTO: DESCUBRA O TESOURO QUE HÁ DENTRO DE VOCÊ

AUTOCONHECIMENTO: DESCUBRA O TESOURO QUE HÁ DENTRO DE VOCÊ Silvia Cristina Correia Romin Você sabe como o autoconhecimento é importante ou pelo menos já ouviu falar, mas realmente, O QUANTO VOCÊ SE CONHECE? Neste E-book, vamos entender os três principais benefícios

Leia mais

Desenvolvimento de Marcas Fortes. Criação de Brand Equity

Desenvolvimento de Marcas Fortes. Criação de Brand Equity Desenvolvimento de Marcas Fortes Criação de Brand Equity 1. O que é brand equity? Equity significa valor/patrimônio. Brand equity = valor da marca/patrimônio de marca. A American Marketing Association

Leia mais

Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade Hebert Schiavelli Página 1

Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade Hebert Schiavelli Página 1 Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade Hebert Schiavelli Página 1 A maior Ambição do Homem é querer Colher aquilo que Não Semeou. Hebert Schiavelli (Empreendedor) Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade

Leia mais

EMPREENDEDORISMO. RESUMO: O presente artigo vem por meio de referenciais teóricos definir,

EMPREENDEDORISMO. RESUMO: O presente artigo vem por meio de referenciais teóricos definir, EMPREENDEDORISMO WESCLEY RANGEL ROSANY SCARPATI RIGUETTI ADMINISTRAÇÃO GERAL FACULDADE NOVO MILÊNIO RESUMO: O presente artigo vem por meio de referenciais teóricos definir, caracterizar e por meio de citações

Leia mais

4º DESAFIO NACIONAL DA REDE PROJETO PESCAR CONCURSO CULTURAL DE DOCUMENTÁRIOS 2014

4º DESAFIO NACIONAL DA REDE PROJETO PESCAR CONCURSO CULTURAL DE DOCUMENTÁRIOS 2014 CONCURSO CULTURAL DE DOCUMENTÁRIOS REGULAMENTO O DESAFIO! O Desafio Nacional Pescar nasceu da vontade de compartilhar com a Rede Pescar práticas inovadoras e criativas que, por vezes, ficavam restritas

Leia mais

Módulo 6 Cultura organizacional, Liderança e Motivação

Módulo 6 Cultura organizacional, Liderança e Motivação Módulo 6 Cultura organizacional, Liderança e Motivação Um ambiente em constante mutação, com alterações cada vez mais rápidas e significativas, exige uma empresa com capacidade de adaptação crescente ao

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO ATO DE LER

A IMPORTÂNCIA DO ATO DE LER A IMPORTÂNCIA DO ATO DE LER OLIVEIRA, Jucinéia Costa. Discente do curso de Pedagogia da FAHU/ACEG PELOZO, Rita de Cássia Borguetti. Docente da FAHU/ACEG E-MAIL: ritapelozo@itelefonica.com.br RESUMO: O

Leia mais

FACULDADE DE CALDAS NOVAS UNICALDAS SANDRA REGINA SILVA MARTINS NÚCLEO DE ATENDIMENTO PSICOPEDAGÓGICO CALDAS NOVAS 2013

FACULDADE DE CALDAS NOVAS UNICALDAS SANDRA REGINA SILVA MARTINS NÚCLEO DE ATENDIMENTO PSICOPEDAGÓGICO CALDAS NOVAS 2013 1 FACULDADE DE CALDAS NOVAS UNICALDAS SANDRA REGINA SILVA MARTINS NÚCLEO DE ATENDIMENTO PSICOPEDAGÓGICO CALDAS NOVAS 2013 2 FACULDADE DE CALDAS NOVAS UNICALDAS SANDRA REGINA SILVA MARTINS NÚCLEO DE ATENDIMENTO

Leia mais

Pedagogia das Diferenças: Um Olhar sobre a Inclusão

Pedagogia das Diferenças: Um Olhar sobre a Inclusão Pedagogia das Diferenças: Um Olhar sobre a Inclusão Autor: Brena Samyly S. de Paula, Élida Mônica S. da Silva, Karlianne Sousa Silva Falção e Marilia Moreira Pinho Data: 13/05/2010 Resumo Nosso trabalho

Leia mais

Como transformar a sua empresa numa organização que aprende

Como transformar a sua empresa numa organização que aprende Como transformar a sua empresa numa organização que aprende É muito interessante quando se fala hoje com profissionais de Recursos Humanos sobre organizações que aprendem. Todos querem trabalhar em organizações

Leia mais

PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL E DO TRABALHO POT

PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL E DO TRABALHO POT 1 PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL E DO TRABALHO POT 2 ESSE CURSO FOI CRIADO E É PROMOVIDO PELA INSTITUIÇÃO Todos os Direitos Reservados 3 1 Origem da Psicologia Organizacional e do Trabalho 4 ORIGEM Desde os

Leia mais

ASPECTOS PRINCIPAIS SOBRE

ASPECTOS PRINCIPAIS SOBRE ASPECTOS PRINCIPAIS SOBRE EMPREENDEDORISMO Empreendedorismo A Administração da revolução O empreendedorismo é uma revolução silenciosa, que será para o século 21 mais do que a revolução industrial foi

Leia mais

Inteligência emocional ajuda a conquistar vagas de liderança

Inteligência emocional ajuda a conquistar vagas de liderança Inteligência emocional ajuda a conquistar vagas de liderança Tempo de Mulher Arieta Arruda 14 horas atrás Houve um tempo em que as pessoas queriam mostrar sua face mais racional no mercado de trabalho,

Leia mais

SM É UM ATOR VIVO E COMPROMETIDO COM O MUNDO DA CULTURA E DA EDUCAÇÃO. RESPALDA-NOS UMA TRAJETÓRIA DE MAIS DE 60 ANOS DE TRABALHO.

SM É UM ATOR VIVO E COMPROMETIDO COM O MUNDO DA CULTURA E DA EDUCAÇÃO. RESPALDA-NOS UMA TRAJETÓRIA DE MAIS DE 60 ANOS DE TRABALHO. SM É UM ATOR VIVO E COMPROMETIDO COM O MUNDO DA CULTURA E DA EDUCAÇÃO. RESPALDA-NOS UMA TRAJETÓRIA DE MAIS DE 60 ANOS DE TRABALHO. Porque a SM é mais do que uma editora, é mais do que uma empresa, é um

Leia mais

Estratégia de Desenvolvimento de Pessoas em Ação

Estratégia de Desenvolvimento de Pessoas em Ação Estratégia de Desenvolvimento de Pessoas em Ação Caros colegas, orienta o modo como nossa organização trabalha para selecionar, desenvolver, motivar e valorizar o bem mais importante da Bausch + Lomb nossas

Leia mais

CURIOSIDADE É UMA COCEIRA QUE DÁ NAS IDÉIAS

CURIOSIDADE É UMA COCEIRA QUE DÁ NAS IDÉIAS PAUTA DO ENCONTRO Início : 13hs30 1. Parte teórica 20 2. Oficina elaboração de mapas conceituais e infográficos ( processo) 40 3. Socialização dos resultados ( produto) 40 4. Avaliação geral da proposta

Leia mais

PROFESSOR FORMADOR, MESTRE MODELO? ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo Afonso de PUC-SP PASSOS, Laurizete Ferragut UNESP GT-20: Psicologia da Educação

PROFESSOR FORMADOR, MESTRE MODELO? ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo Afonso de PUC-SP PASSOS, Laurizete Ferragut UNESP GT-20: Psicologia da Educação PROFESSOR FORMADOR, MESTRE MODELO? ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo Afonso de PUC-SP PASSOS, Laurizete Ferragut UNESP GT-20: Psicologia da Educação Considerando a importância de estudos que abordem dimensões

Leia mais

ÍNDICE PRIMEIRA PARTE A ARTE DA COMUNICAÇÃO

ÍNDICE PRIMEIRA PARTE A ARTE DA COMUNICAÇÃO ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 13 PRIMEIRA PARTE A ARTE DA COMUNICAÇÃO 1. ESCUTAR OS FILHOS... 17 1.1 Dar tempo... 18 1.2 Prestar atenção... 19 1.3 Interpretar bem a mensagem... 19 1.4 Manifestar compreensão...

Leia mais

Centro Acadêmico Paulo Freire - CAPed Maceió - Alagoas - Brasil ISSN: 1981-3031

Centro Acadêmico Paulo Freire - CAPed Maceió - Alagoas - Brasil ISSN: 1981-3031 COORDENADOR PEDAGÓGICO E SUA IMPORTÂNCIA NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM Polyana Marques Lima Rodrigues 1 poly90lima@hotmail.com Willams dos Santos Rodrigues Lima 2 willams.rodrigues@hotmail.com RESUMO

Leia mais

Poucos livros, tratando de um objeto científico conseguiram

Poucos livros, tratando de um objeto científico conseguiram INTELIGÊNCIA EMOCIONAL OU INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS Antonio Carlos Gil* 1. O sucesso da inteligência emocional Poucos livros, tratando de um objeto científico conseguiram a proeza de Inteligência emocional,

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS Conhecimento do Mundo Formação Pessoal e Social Movimento Linguagem Oral e Escrita Identidade e Autonomia Música Natureza e Sociedade Artes Visuais Matemática OBJETIVOS

Leia mais

PATRULHA AMBIENTAL MIRIM: Um espaço de Emancipação dos Sujeitos

PATRULHA AMBIENTAL MIRIM: Um espaço de Emancipação dos Sujeitos PATRULHA AMBIENTAL MIRIM: Um espaço de Emancipação dos Sujeitos RESUMO Elizane Pegoraro Bertineti 1 Tanise Stumf Böhm 2 O presente texto busca apresentar o trabalho realizado pela Patrulha Ambiental Mirim

Leia mais

O currículo do século XXI: a integração das TIC ao currículo - inovação, conhecimento científico e aprendizagem

O currículo do século XXI: a integração das TIC ao currículo - inovação, conhecimento científico e aprendizagem O currículo do século XXI: a integração das TIC ao currículo - inovação, conhecimento científico e aprendizagem Estudo de Caso Escola Municipal Governador André Franco Montoro, Campo Limpo Paulista. Um

Leia mais

PROPOSTA DE TRABALHO ENSINO MÉDIO 2010. Pais e Alunos

PROPOSTA DE TRABALHO ENSINO MÉDIO 2010. Pais e Alunos PROPOSTA DE TRABALHO ENSINO MÉDIO 2010 Pais e Alunos Proposta de Trabalho Ensino Médio 2010 A partir de 2010 o nosso projeto pedagógico do Ensino Médio estará ainda mais comprometido com a formação integral

Leia mais

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL HABILIDADE DE SE IDENTIFICAR E GERIR AS PRÓPRIAS EMOÇÕES E DE OUTRAS PESSOAS. 2013 Hogan Assessment Systems Inc.

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL HABILIDADE DE SE IDENTIFICAR E GERIR AS PRÓPRIAS EMOÇÕES E DE OUTRAS PESSOAS. 2013 Hogan Assessment Systems Inc. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL EQ A HABILIDADE DE SE IDENTIFICAR E GERIR AS PRÓPRIAS EMOÇÕES E DE OUTRAS PESSOAS Relatório para Tal Fulano ID HC748264 Data 12, Novembro, 2014 2013 Hogan Assessment Systems Inc.

Leia mais

Treinamento. Roteiro da Teleaula. Roteiro da Teleaula. Gestão de RH. Prof: Roberto Huck

Treinamento. Roteiro da Teleaula. Roteiro da Teleaula. Gestão de RH. Prof: Roberto Huck Gestão de RH Prof: Roberto Huck Treinamento Roteiro da Teleaula 1. Cenário atual; 2. Conceito de Treinamento e Desenvolvimento; 3. Desenvolvimento de Pessoas e Desenvolvimento Organizacional; 4. Mútuo

Leia mais

Jogos digitais e a mediação na perspectiva da psicologia históricocultural

Jogos digitais e a mediação na perspectiva da psicologia históricocultural Jogos digitais e a mediação na perspectiva da psicologia históricocultural Prof. Me. Wagner Antonio Junior Secretaria Municipal da Educação de Bauru e-mail: wag.antonio@gmail.com Comunicação Oral Pesquisa

Leia mais

ARTE CIRCENSE E A EDUCAÇÃO

ARTE CIRCENSE E A EDUCAÇÃO ARTE CIRCENSE E A EDUCAÇÃO Magali Deckert Arndt 1 Noemi Boer 2 Marjorie Dariane da Silva Machado³ Ingrid Mello 4 INTRODUÇÃO O teatro é uma das mais antigas manifestações culturais do homem e o tem acompanhado

Leia mais

A LUDICIDADE NO CONTEXTO ESCOLAR

A LUDICIDADE NO CONTEXTO ESCOLAR Resumo A LUDICIDADE NO CONTEXTO ESCOLAR Ana Regina Donato de Moraes 1 Lourdes Keila Casado Pulucena 2 Lucieni Vaz dos Santos 3 Aprender brincando não é apenas um passatempo, quando se trata de ensinar.

Leia mais

TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO. Fundamentos da Administração. Conteúdo programático: Administração e suas Perspectivas

TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO. Fundamentos da Administração. Conteúdo programático: Administração e suas Perspectivas TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO Fundamentos da Administração Prof. Me. Olney Bruno da Silveira Junior Conteúdo programático:. Ênfase nas tarefas e Ênfase na Estrutura Organizacional. Ênfase nas Pessoas. Ênfase

Leia mais

Capacidades a desenvolver ao longo da opção de Dança

Capacidades a desenvolver ao longo da opção de Dança AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MARTIM DE FREITAS ESCOLA BÁSICA 2/3 MARTIM DE FREITAS Opção de Dança Aulas Previstas 7º ano (50 minutos) 1ºP - 14 2ºP - 13 3ºP - 7 8º ano (50+50) 1ºP - 27 2ºP - 26 3ºP - 14 Os grandes

Leia mais

Dicas para Liderar com alta performance

Dicas para Liderar com alta performance Walbron Siqueira 5 Dicas para Liderar com alta performance Faça da melhoria contínua um hábito e seja o protagonista de sua carreira Sobre o autor Walbron Siqueira é bancário, especialista em gestão de

Leia mais

Aula 10. Delegação X Empowerment

Aula 10. Delegação X Empowerment Aula 10 Delegação X Empowerment Profa. Ms. Daniela Cartoni daniela.cartoni@veris.edu.br DELEGAÇÃO X EMPOWERMENT Delegar significa orientar o colaborador para que execute uma determinada atividade no lugar

Leia mais

CENARIO INDUSTRIAL TECNOLOGIA RELACIONAMENTO COMPETÊNCIA

CENARIO INDUSTRIAL TECNOLOGIA RELACIONAMENTO COMPETÊNCIA COMPETIÇÃO GLOBAL Se você estiver pensando em fazer coisas melhores, pelo menos duas vezes mais rápido, com a metade dos recursos, você tem uma atitude mental certa para desafiar efetivamente a competição

Leia mais

www.belcorp.biz VIII/09

www.belcorp.biz VIII/09 CÓDIGO DE ÉTICA www.belcorp.biz VIII/09 Na Belcorp acreditamos que cada pessoa tem o poder de transformar seus sonhos em realidade. Assumir este poder significa reconhecer que nossas ações e decisões têm

Leia mais

Tecnologia do Pará IFPA. gomesisaias68@yahoo.com.br. 1 Graduando do Curso de Licenciatura em Geografia do Instituto Federal de Educação, Ciência e

Tecnologia do Pará IFPA. gomesisaias68@yahoo.com.br. 1 Graduando do Curso de Licenciatura em Geografia do Instituto Federal de Educação, Ciência e GEOGRAFANDO BELÉM Isaias Gomes de Jesus Junior 1 Resumo O presente artigo vem apresentar a Tecnologia Educacional Geografando Belém. Esta Tecnologia Educacional, de princípio, foi desenvolvida para apresentar

Leia mais

A CONTRIBUIÇÃO DOS CONTOS DE FADAS NA FORMAÇÃO HUMANA

A CONTRIBUIÇÃO DOS CONTOS DE FADAS NA FORMAÇÃO HUMANA A CONTRIBUIÇÃO DOS CONTOS DE FADAS NA FORMAÇÃO HUMANA Maria Elizabete Nascimento de Oliveira 1 PPGE /IE UFMT m.elizabte@gmail.com RESUMO A pesquisa em foco refere-se à relevância dos contos de fadas na

Leia mais

Enfa Profa Dra Vânia Fighera Olivo. Desenvolvimento Competências

Enfa Profa Dra Vânia Fighera Olivo. Desenvolvimento Competências Enfa Profa Dra Vânia Fighera Olivo Desenvolvimento Competências A ATENÇÃO MULTIPROFISSIONAL Não é, apenas, um grupo de diferentes pessoas com diferentes profissões atuando juntas, numa unidade de saúde,

Leia mais

Objetivo. Aumentar sua Qualidade de Vida, utilizando a Ansiedade de forma Saudável e Produtiva.

Objetivo. Aumentar sua Qualidade de Vida, utilizando a Ansiedade de forma Saudável e Produtiva. Objetivo Aumentar sua Qualidade de Vida, utilizando a Ansiedade de forma Saudável e Produtiva. Definição da palavra Ansiedade Comoção aflitiva de quem receia que uma coisa suceda ou não. Sofrimento de

Leia mais

Você gostaria de atingir os objetivos que traçou para sua vida de maneira mais consistente e sustentável? Gostaria de melhorar o seu aproveitamento, trabalhar menos pressionado ou estressado, e ainda aumentar

Leia mais

20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR

20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR 20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR Resultados Processo de aprendizagem EXPLORAÇÃO Busco entender como as coisas funcionam e descobrir as relações entre as mesmas. Essa busca por conexões

Leia mais

Manifeste Seus Sonhos

Manifeste Seus Sonhos Manifeste Seus Sonhos Índice Introdução... 2 Isso Funciona?... 3 A Força do Pensamento Positivo... 4 A Lei da Atração... 7 Elimine a Negatividade... 11 Afirmações... 13 Manifeste Seus Sonhos Pág. 1 Introdução

Leia mais

PARTE V ADMINISTRAÇÃO DE CONFLITOS

PARTE V ADMINISTRAÇÃO DE CONFLITOS PARTE V ADMINISTRAÇÃO DE CONFLITOS Ganhar, nem sempre. Amadurecer, sempre. Prof. Glauber Santos glauber@justocantins.com.br www.justocantins.com.br Introdução É impossível imaginar uma empresa onde não

Leia mais

Apresentação da FAMA

Apresentação da FAMA Pós-Graduação Lato Sensu CURSO DE ESPECIIALIIZAÇÃO 432 horras/aulla 1 Apresentação da FAMA A FAMA nasceu como conseqüência do espírito inovador e criador que há mais de 5 anos aflorou numa família de empreendedores

Leia mais

O sucesso de hoje não garante o sucesso de amanhã

O sucesso de hoje não garante o sucesso de amanhã Com certeza, esse final de século XX e começo de século XXI mudarão nossas vidas mais do que elas mudaram há 30-40 anos atrás. É muito difícil avaliar como será essa mudança, mas é certo que ela virá e

Leia mais

Liderança de equipes. Estudo. 6 ecoenergia Julho/2013. A indústria do petróleo e seus derivados no

Liderança de equipes. Estudo. 6 ecoenergia Julho/2013. A indústria do petróleo e seus derivados no Estudo Liderança de equipes Damáris Vieira Novo Psicóloga organizacional, mestre em administração, professora da FGVe consultora em gestão de pessoas dvn.coach@hotmail.com A indústria do petróleo e seus

Leia mais

Prof. Paulo Barreto www.paulobarretoi9consultoria.com.br REVISÃO DE PROVA

Prof. Paulo Barreto www.paulobarretoi9consultoria.com.br REVISÃO DE PROVA Prof. Paulo Barreto www.paulobarretoi9consultoria.com.br REVISÃO DE PROVA Grupo 01 Conceitos de Negociação Negociação é um processo de comunicação bilateral, com o objetivo de se chegar a uma decisão conjunta

Leia mais

EMPREENDEDORISMO. Instrutora: Keila Coimbra Senac Varejo 1/44. Foto: Stock.Schng

EMPREENDEDORISMO. Instrutora: Keila Coimbra Senac Varejo 1/44. Foto: Stock.Schng EMPREENDEDORISMO Instrutora: Keila Coimbra Senac Varejo Foto: Stock.Schng 1/44 CONCEITO Empreendedorismo é o estudo voltado para o desenvolvimento de competências e habilidades relacionadas à criação de

Leia mais

Liderança: Seja a pessoa certa, no lugar certo.

Liderança: Seja a pessoa certa, no lugar certo. Liderança: Seja a pessoa certa, no lugar certo. Suelen Teixeira Martins Master Coach, membro da Academia Brasileira de Coach, Certificada Internacionalmente pelo BCI (BEHAVIORAL COACH INSTITUTE). Musicista

Leia mais

O PAPEL EMPREENDEDOR NO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE * PALAVRAS-CHAVE: Sistema de Gestão da Qualidade. Representante da Diretoria. ISO 9001.

O PAPEL EMPREENDEDOR NO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE * PALAVRAS-CHAVE: Sistema de Gestão da Qualidade. Representante da Diretoria. ISO 9001. O PAPEL EMPREENDEDOR NO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE * Adalberto Luiz de Souza ** RESUMO: Este texto tem por finalidade descrever o papel do representante da direção, referente ao atendimento de requisito

Leia mais

Empreendedorismo. Prof. Lucas Pacheco lucapachecos@hotmail.com

Empreendedorismo. Prof. Lucas Pacheco lucapachecos@hotmail.com Empreendedorismo Prof. Lucas Pacheco lucapachecos@hotmail.com "Olhar é uma coisa, ver o que se olha é outra, entender o que se vê é uma outra, aprender o que você entende é uma coisa a mais, mas agir sobre

Leia mais

1 O que é terapia sexual

1 O que é terapia sexual 1 O que é terapia sexual Problemas, das mais diversas causas, estão sempre nos desafiando, dificultando o nosso diaa-dia. A vida é assim, um permanente enfrentamento de problemas. Mas existem alguns que

Leia mais

UNIDADE I OS PRIMEIROS PASSOS PARA O SURGIMENTO DO PENSAMENTO FILOSÓFICO.

UNIDADE I OS PRIMEIROS PASSOS PARA O SURGIMENTO DO PENSAMENTO FILOSÓFICO. UNIDADE I OS PRIMEIROS PASSOS PARA O SURGIMENTO DO PENSAMENTO FILOSÓFICO. PARTE 1 O QUE É FILOSOFIA? não é possível aprender qualquer filosofia; só é possível aprender a filosofar. Kant Toda às vezes que

Leia mais

Curso sobre a EFT. (a acupuntura emocional sem agulhas) e os princípios da Psicologia Energética

Curso sobre a EFT. (a acupuntura emocional sem agulhas) e os princípios da Psicologia Energética Curso sobre a EFT (a acupuntura emocional sem agulhas) e os princípios da Psicologia Energética Curso com certificado, credenciado pela AAMET (Association of Advancement of Meridian Techniques www.aamet.org)

Leia mais

4.1.1) ATUALIZAÇÃO. (1) www.nuevamirada.cl/la_pedagogiahtml

4.1.1) ATUALIZAÇÃO. (1) www.nuevamirada.cl/la_pedagogiahtml Figura 96 - Trecho do desenho da paisagem local, formado por desenhos individuais colados justapostos um no outro, constituindo uma só peça, um extenso rolo A localização da escola, no tocante a sua topografia,

Leia mais

A PERCEPÇÃO DAS SENSAÇÕES DO CORPO NA FLEXIBILIDADE DA POSTURA E NO CONTATO COM O AMBIENTE

A PERCEPÇÃO DAS SENSAÇÕES DO CORPO NA FLEXIBILIDADE DA POSTURA E NO CONTATO COM O AMBIENTE 1 A PERCEPÇÃO DAS SENSAÇÕES DO CORPO NA FLEXIBILIDADE DA POSTURA E NO CONTATO COM O AMBIENTE RESUMO Luciana Gandolfo O objetivo da prática da eutonia é orientar a pessoa a focalizar a atenção em um segmento

Leia mais

Construção, desconstrução e reconstrução do ídolo: discurso, imaginário e mídia

Construção, desconstrução e reconstrução do ídolo: discurso, imaginário e mídia Construção, desconstrução e reconstrução do ídolo: discurso, imaginário e mídia Hulda Gomides OLIVEIRA. Elza Kioko Nakayama Nenoki do COUTO. Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Letras. huldinha_net@hotmail.com

Leia mais

DISCUSSÕES SOBRE JOVENS EMPREENDEDORES: um panorama teórico da situação atual no Brasil RESUMO

DISCUSSÕES SOBRE JOVENS EMPREENDEDORES: um panorama teórico da situação atual no Brasil RESUMO 1 DISCUSSÕES SOBRE JOVENS EMPREENDEDORES: um panorama teórico da situação atual no Brasil Willian Dela Rosa Canha FAFIJAN Jaiane Aparecida Pereira FAFIJAN/UEM RESUMO O presente estudo tem por objetivo

Leia mais

ENSINAR CIÊNCIAS FAZENDO CIÊNCIA

ENSINAR CIÊNCIAS FAZENDO CIÊNCIA ENSINAR CIÊNCIAS FAZENDO CIÊNCIA Antonio Carlos Pavão Quero saber quantas estrelas tem no céu Quero saber quantos peixes tem no mar Quero saber quantos raios tem o sol... (Da canção de João da Guabiraba

Leia mais

Unidade 1 20/04/2009. Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores. Disciplina: Dinâmica nas Organizações. Prof.: Fernando Hadad Zaidan

Unidade 1 20/04/2009. Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores. Disciplina: Dinâmica nas Organizações. Prof.: Fernando Hadad Zaidan Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores Disciplina: Dinâmica nas Organizações Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 1 2 Bibliografia da disciplina Bibliografia Obrigatória CARAVANTES,

Leia mais

INTELIGÊNCIA PRODUTIVA

INTELIGÊNCIA PRODUTIVA INTELIGÊNCIA PRODUTIVA SIDINEI MARCELO DOS SANTOS Uniesp - Faculdade Renascença SP RESUMO: Este artigo pretende discutir o homem como ser único, com características e habilidades únicas e por isso temos

Leia mais

Curso Realizando Meu Potencial

Curso Realizando Meu Potencial Introdução Ralph Waldo Emerson, pensador americano do Século 19, possivelmente baseado na Parábola dos Talentos, de Mateus 25, afirmou: Aquilo que está para trás de você e aquilo que está à frente de você

Leia mais

Unidade III ORIENTAÇÃO E PRÁTICA DE GESTÃO DA EDUCAÇÃO EM AMBIENTES ESCOLARES E NÃO ESCOLARES. Prof. Tarciso Oliveira

Unidade III ORIENTAÇÃO E PRÁTICA DE GESTÃO DA EDUCAÇÃO EM AMBIENTES ESCOLARES E NÃO ESCOLARES. Prof. Tarciso Oliveira Unidade III ORIENTAÇÃO E PRÁTICA DE GESTÃO DA EDUCAÇÃO EM AMBIENTES ESCOLARES E NÃO ESCOLARES Prof. Tarciso Oliveira 7. A gestão da educação em ambientes não escolares A pedagogia como ciência da educação

Leia mais

SUMÁRIO O QUE É COACH? 2

SUMÁRIO O QUE É COACH? 2 1 SUMÁRIO INTRODUÇÃO...3 O COACHING...4 ORIGENS...5 DEFINIÇÕES DE COACHING...6 TERMOS ESPECÍFICOS E SUAS DEFINIÇÕES...7 O QUE FAZ UM COACH?...8 NICHOS DE ATUAÇÃO DO COACHING...9 OBJETIVOS DO COACHING...10

Leia mais

ENSINAR MATEMÁTICA UTILIZANDO MATERIAIS LÚDICOS. É POSSÍVEL?

ENSINAR MATEMÁTICA UTILIZANDO MATERIAIS LÚDICOS. É POSSÍVEL? 1 de 7 ENSINAR MATEMÁTICA UTILIZANDO MATERIAIS LÚDICOS. É POSSÍVEL? Jéssica Alves de Oliveira Maria José dos Santos Chagas Tatiane de Fátima Silva Seixas RESUMO: De uma maneira geral, existe, por parte

Leia mais

Atividades lúdicas na educação o Caminho de tijolos amarelos do aprendizado.

Atividades lúdicas na educação o Caminho de tijolos amarelos do aprendizado. Atividades lúdicas na educação o Caminho de tijolos amarelos do aprendizado. Vania D'Angelo Dohme (Mackenzie) 1. Considerações iniciais Johan Huizinga foi um importante historiador alemão, que viveu entre

Leia mais

MULHER EMPREENDEDORA

MULHER EMPREENDEDORA MULHER EMPREENDEDORA Mara Angélica Schutze Voigt 1 Albertina de Souza Prust 2 Centro Universitário Leonardo da Vinci UNIASSELVI Curso Gestão Comercial (GCO 0070) Prática do Módulo II 13/05/2013 RESUMO

Leia mais

Design de superfície e arte: processo de criação em estamparia têxtil como lugar de encontro. Miriam Levinbook

Design de superfície e arte: processo de criação em estamparia têxtil como lugar de encontro. Miriam Levinbook Design de superfície e arte: processo de criação em estamparia têxtil como lugar de encontro. Miriam Levinbook Resumo: Este artigo propõe conexões a respeito do design de superfície em estamparia têxtil

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA REDENTOR 1º FOCO: FORMAÇÃO BÁSICA I:

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA REDENTOR 1º FOCO: FORMAÇÃO BÁSICA I: MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA REDENTOR 1º FOCO: FORMAÇÃO BÁSICA I: Compreender o comportamento do homem nas relações sociais, nas relações de poder, na percepção de si mesmo e na relação

Leia mais

E.I.E. Caminhos da Tradição - Todos os direitos reservados.

E.I.E. Caminhos da Tradição - Todos os direitos reservados. Análise da Mandala Pessoal Pessoa Exemplo 19/06/2006 Cara XXX, A sua Mandala é uma Mandala Mista, isto quer dizer que ela contém vários itens que são característicos de diversas Mandalas chamadas por nós

Leia mais

EDUCAÇÃO ESCOLAR: GESTOR OU ADMINISTRADOR?

EDUCAÇÃO ESCOLAR: GESTOR OU ADMINISTRADOR? EDUCAÇÃO ESCOLAR: GESTOR OU ADMINISTRADOR? Maria Rafaela de Oliveira FECLESC-UECE Renata Leite Moura FECLESC-UECE RESUMO Este trabalho apresenta algumas reflexões acerca da Educação Escolar e dos desafios

Leia mais

CENTRO SOCIAL SANTA CRUZ DO DOURO MANUAL DE GESTÃO DE CONFLITOS

CENTRO SOCIAL SANTA CRUZ DO DOURO MANUAL DE GESTÃO DE CONFLITOS CENTRO SOCIAL SANTA CRUZ DO DOURO Você deve ser a mudança que deseja ver no mundo. (Mahatma Gandhi) GESTÃO DE CONFLITOS Gestão de Conflitos é a arte de identificar, lidar e minimizar/resolver situações

Leia mais