Sonia Silva Rua Domingos Ceroni 86

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sonia Silva Rua Domingos Ceroni 86"

Transcrição

1 BOLETIM 40 maio de 2004 REFERÊNCIA 1 - CATÁLOGO DE ÓRGÃOS DA CIDADE DE SÃO PAULO, de Dorotéa Kerr. São Paulo, Annablume, p. ISBN Professora da Universidade Estadual Paulista (UNESP) conta a história dos órgãos na cidade de São Paulo, que confunde-se com a história da megalópole. Ele chegou aqui junto com a religião e a civilização portuguesa. Depois, com a imigração européia a expansão do protestantismo por missionários americanos, no século 19, seguiu recontando a história paulistana. 2 - DICIONÁRIO DO NORDESTE, de Fred Navarro. São Paulo, Estação Liberdade, p. ISBN Reúne um dos mais expressivos acervos lingüísticos do país, o da região Nordeste, da Bahia até o Maranhão. Contém pouco mais de palavras e cerca de diferentes acepções, de origens diversas (portuguesas, indígenas, espanholas, africanas, árabes, holandesas, gregas, inglesas, francesas, etc.) com referências a terra, animais, geografia e o dia-a-dia das pessoas, pesquisadas em fontes diversas, entre elas literatos e artistas, como João Cabral de Melo Neto, Ariano Suassuna, Chico César, Chico Science, etc. 3 - MANUAL DE HISTÓRIA ORAL, de Verena Alberti. Rio de Janeiro, Ed. FGV, p. ISBN Fornece orientações preciosas para a implantação de programas de história oral, abrangendo todas as etapas de preparação e tratamento de entrevistas. Vide também: 43 e 80 ARTE 4 - ANSELMO DUARTE: O HOMEM DA PALMA DE OURO, org. de Luiz Carlos Merten. São Paulo, IMESP, p. ISBN Artista ganhador da Palma de Ouro em Cannes, França, com o filme O Pagador de Promessa, na década de 60, tem aqui revelada sua vida pessoal e profissional atribuladas, da glória à amargura. 5 - A ARTE SECRETA DE MICHELANGELO, de Gilson Barreto e Marcelo G. de Oliveira. São Paulo, Arx, p. 230p. ISBN Um médico cirurgião e um químico brasileiros, ambos graduados na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), descobrem um código secreto nas pinturas e esculturas de Michelangelo, situadas na Capela Sistina, revelando as peças anatômicas que ele deixou escondidas em suas obras de arte. 6 - O CAÇADOR DE DIAMANTES: O PRIMEIRO ROTEIRO CINEMATOGRÁFICO BRASILEIRO COMPLETO, org. de Maximo Barro. São Paulo, IMESP, p. (Coleção Aplauso). ISBN Uma raridade para os estudiosos de cinema esse primeiro roteiro completo do cinema brasileiro. 7 - A CRÍTICA BRASILEIRA EM BUSCA DE UMA IDENTIDADE ARTÍSTICA ( ), de Fátima Morethy Couto. Campinas, SP, Ed. UNICAMP, p. ISBN Analisa o discurso da crítica a partir de textos da época, principalmente de Ferreira Gullar e Mário Pedrosa, repassa os movimentos das artes plásticas do modernismo à nova figuração. 8 - DOCUMENTÁRIO BRASIL TRADIÇÃO E TRANSFORMAçÃO, org. de Francisco Elinaldo Teixeira. São Paulo, Summus, p. ilust. fotos. ISBN Reúne obra de 12 especialistas no tema, recobrindo cerca de 80 anos da produção documental brasileira. Traça a história do filme documental no Brasil, dos anos 20 até os dias atuais e traz artigos que analisam o trabalho de documentaristas, como Glauber Rocha, Leon Hirszman, Humberto Mauro, Joaquim Pedro de Andrade, etc. Página 1 de 13

2 9 - LORENZZATO, de Fernando Pedro da Silva. C/Arte, ISBN X A obra de Amadeu Luciano Lorenzzato está associada à tradição popular: São casarios, favelas, cenas do cotidiano, etc. O artista não tem escola e, como se define, é autodidata e franco atirador O MELHOR TEATRO DE DOMINGOS DE OLIVEIRA, de Domingos de Oliveira. São Paulo, Global, p. ISBN Apresenta 4 peças do premiado dramaturgo: Do Fundo do Lago Escuro; Amores; Separações e Primeira Valsa PICASSO NA OCA, de vários autores. Brasil Connects Cult, p. ilust. ISBN Ricamente ilustrado, o livro reúne o conjunto de obras de Pablo Picasso presentes na exposição organizada na Oca, no Parque Ibirapuera da cidade de São Paulo, em 2004, acompanhadas de texto bilíngüe (português/francês), com notas explicativas. Vide também: 13, 15, 20, 37 e 48 BIOGRAFIA 12 - CHICO BUARQUE DO BRASIL, org. de Rinaldo Fernandes. São Paulo, Garamond, p. ISBN Livro-homenagem aos 60 anos de vida de Chico que, em 48 textos, fala do compositor, seu teatro, sua relação com o cinema e o trabalho de ficcionista, em artigos e depoimentos de Moacyr Scliar, Antonio Cândido, José Saramago, Leonardo Boff, Frei Betto, etc DEPORTADO PARA A VIDA, de Emeric Marcier. Rio de Janeiro, Francisco Alves, p. ilust. ISBN Memórias do pintor Emeric Marcier ( ), considerado um dos principais artistas sacros de século 20. Nascido judeu na Romênia, refugiou-se no Brasil durante a II Guerra Mundial, onde conviveu com grandes nomes da vida cultural brasileira, como Portinari, Drummond, Bandeira, Niemeyer e outros. Aqui converteu-se ao catolicismo e dedicou-se ao gênero sacro e também a retratos e naturezas-mortas O DIA EM QUE GETÚLIO MATOU ALLENDE, de Flávio Tavares. 2.ed. Rio de Janeiro, Record, p. ISBN Um encontro casual do jovem estudante Flávio Tavares com Salvador Allende, na China, em 1954, logo após o suicídio de Getúlio Vargas. O autor, jornalista político, conta o que viu e ouviu nos centros do poder, durante os anos 1950 a 1960, bem como a história íntima de seus personagens ENQUANTO HOUVER DANÇA, de Teresa Drummond. Rio de Janeiro, Bom Texto, p. ISBN Impossível falar sobre dança no Brasil sem falar da amazonense Maria Antonietta Guaycurús de Souza. Vivendo no Rio de Janeiro, ela se tornou professora de dança de salão desde 1945 e incentivou a carreira de grandes dançarinos da atualidade HISTÓRIA DE LULA O OPERÁRIO PRESIDENTE, de Brito Alves. Espaço e Tempo, p. ISBN Lula é um exemplo vivo da mobilidade social que existe no Brasil, de retirante nordestino a operário e líder sindical. O livro traz informações coletadas em fontes como livros, revistas e centenas de entrevistas e artigos publicados na imprensa LUZ NO FIM DO TÚNEL HISTÓRIA DE SUCESSO DE UM EX-INTERNO DA FEBEM, de Cleonde Evangelista. Arte e Ciência, p. ISBN Conta como um adolescente, ex-interno na Fundação Para o Bem-Estar do Menor (FEBEM) conseguiu recuperar-se e ter êxito na vida MEU NOME NÃO É JOHNNY, de Guilherme Fiúza. Rio de Janeiro, Record, p. ISBN Página 2 de 13

3 A vida real de João Guilherme Estrella, nascido em berço de ouro no bairro do Leblon, cidade do Rio de Janeiro e convertido em personagem graúdo na vida criminosa, como barão da cocaína na Zona Sul do Rio, com suas voltas e reviravoltas MOINHO, ESMOLA, MOEDA, LIMÃO CONVERSA EM FAMÍLIA, de Bolívar Lamounier. Angurium, p. ilust. encadernado 17x24cm. ISBN A pretexto de decifrar seu nome de família, o consagrado cientista político analisa o Brasil partindo de seus familiares, para descobrir sua terra natal TARSILA POR TARSILA, por Tarsila do Amaral. Celebris, p. ilust. encadernado ISBN A Tarsila autora é sobrinha-neta da modernista Tarsila e, durante cinco anos, remexeu todos os baús, caixas e gavetas, entrevistou familiares, artistas e amigos, pesquisou em arquivos, jornais e revistas para retratar, de forma simples, o dia-a-dia da pintora, o maior nome da pintura brasileira de todos os tempos. Vide também: 4, 5 e 64 DIREITO 21 - CRIMINOLOGIA E SUBJETIVIDADE NO BRASIL, de Cristina Rauter. Rio de Janeiro, Revan, p. ISBN Discute a criminologia brasileira enfocando 2 aspectos: a história da criminologia no Brasil e as avaliações e exames de indivíduos considerados criminosos. ECONOMIA 22 - FEDERALISMO E INTEGRAÇÃO ECONÔMICA REGIONAL: DESAFIOS PARA O MERCOSUL, org. de Fernando Rezende e Fabrício Augusto de Oliveira. Rio de Janeiro, Fundação Konrad Adenauer, ISBN Resultado do Seminário Federalismo Fiscal no Mercosul: Os Desafios da Integração Regional, trata da questão da globalização dos mercados financeiros e de produtos A FEMINIZAÇÃO DO MUNDO DO TRABALHO: ENTRE A EMANCIPAÇÃO E A PRECARIZAÇÃO, de Cláudia Mazzei Nogueira. Campinas, SP, Autores Associados, p. ISBN Busca entender se a crescente inserção da mulher no mundo do trabalho no capitalismo contemporâneo traz elementos que favorecem e fortalecem o processo de emancipação feminina ISSO SIM É REAL, de César Azambuja. Clio Ed., p. ISBN Ex-gerente de Marketing mostra o vale tudo que a Coca Cola faz para ganhar mercado, principalmente contra as pequenas fábricas brasileiras de refrigerantes LIÇÕES DE ECONOMIA CONSTITUCIONAL BRASILEIRA, de Jorge Vianna Monteiro. Rio de Janeiro, Ed. FGV, p. ISBN Passa em revista uma grande variedade de processos da economia brasileira, principalmente o ocaso do Estado constitucional em várias questões METÁFORAS DO BRASIL DEMISSÕES VOLUNTÁRIAS, CRISE E RUPTURAS NO BANCO DO BRASIL, de Léa Carvalho Rodrigues. São Paulo, Annablume, p. ISBN Apresenta as mudanças ocorridas no Banco do Brasil no período de 1995 a 2000, com análise do Programa de Demissões Voluntárias (PDV). EDUCAÇÃO Página 3 de 13

4 27 - BERÇOS DE HERÓIS O PAPEL DAS ESCOLAS MILITARES NA FORMAÇÃO DE SALVADORES DA PÁTRIA, de Miriam de Oliveira dos Santos. São Paulo, Annablume, p. ISBN Fala sobre o papel das escolas militares no desenvolvimento nacional, entre o final do século 19 e as primeiras décadas do século 20 e sua participação nos desígnios políticos do Brasil CURRÍCULO INTERTRANSCULTURAL NOVOS ITINERÁRIOS PARA A EDUCAÇÃO, de Paulo Roberto Padilha. São Paulo, Cortez, p. (Biblioteca Freiriana) ISBN Releitura do movimento da escola-cidadã, enfatizando a necessidade de se superar a visão monocultural do currículo DO SILÊNCIO DO LAR AO SILÊNCIO ESCOLAR, de Eliane Cavalleiro. São Paulo, Humanitas- FFLCH-USP/Contexto, p. ISBN Fruto de pesquisas sobre situações preconceituosos e discriminatórias no ambiente escolar nas quais os educadores, muitas vezes, preferem o silêncio UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA, de Aldo Vannucchi. Loyola, ISBN Mostra o que é uma universidade comunitária em seus aspectos como missão, ensino, extensão, pesquisa, avaliação, etc. Vide também: 70 FOTOGRAFIA 31 - J. R.DURAN, de D.R. Duran. W11, p. encadernado. ISBN Edição luxuosa, com 124 fotografias, entre publicadas e inéditas, resume o trabalho de 8 anos de um dos maiores fotógrafos do Brasil LUZ INVISÍVEL, de Márcio Scavone. DBA, p. encadern. com sobrecapa. ISBN Prestigiado fotógrafo apresenta seleção de fotos que revelam a inesperada luz que volta instantaneamente de cada pessoa, como um auto-retrato LUIZ CARLOS FELIZARDO, org. de Simonetta Persichetti e Thales Trigo. São Paulo, SENAC, p. ISBN Reunião de trabalhos do fotógrafo Felizardo, com pormenores da imagem. FUTEBOL 34 - CHUVA DE GLÓRIAS A TRAJETÓRIA DO SÃO CRISTÓVÃO DE FUTEBOL E REGATAS, de Raymundo Quadros. Campinas, SP, Pontes, p. ilust. ISBN Clube de futebol carioca, situado na zona Norte da cidade do Rio de Janeiro, com mais de 100 anos de existência, tem aqui contada sua história É CAMPEÃO A MONTAGEM DE UM TIME VENCEDOR, de Wanderley Luxemburgo e Ingo Ostrovsky. Griphus, p. illust. ISBN O técnico de futebol Wanderley Luxemburgo, que fez do Cruzeiro de Belo Horizonte um campeão e também fez os times vencedores da Copa do Brasil e do Campeonato Brasileiro, conta aqui a psicologia usada para mexer com a cabeça dos jogadores e os esquemas táticos dos jogos. HISTÓRIA 36 - BARTOLOMÉ DE LAS CASAS, de José A. Freitas Neto. São Paulo, Annablume, São Paulo, Annablume, p. ISBN Fala da filosofia do Frei Las Casas, sobre a não-violência contra os indígenas e a denúncia de práticas que eliminaram parte da população nativa e sua proposta para um império cristão sustentando pela leitura religiosa. Página 4 de 13

5 37 - O BRASIL NAS LETRAS DE UM PINTOR MANUEL DE ARAÚJO PORTO ALEGRE ( ), de Letícia Squef. Campinas, SP, Ed. UNICAMP, p. ISBN Examina os escritos de Manuel de Araújo Porto Alegre dispersos em vários acervos, revelando como o pintor se transformou em um importante pensador da cultura brasileira.e sua decidida influência sobre quase todas as atividades artísticas do Segundo Império. Foi também o primeiro a tentar escrever uma história da arte brasileira A DITADURA ENCURRALADA, de Elio Gaspari. São Paulo, Companhia das Letras, p. ISBN X Dá continuidade aos livros sobre os anos de chumbo da nossa história (A Ditadura Envergonhada, A Ditadura Escancarada e A Ditadura Derrotada), oferecendo informações de bastidores e ressaltando um dos períodos mais fechados da ditadura militar no Brasil DO ÂMBITO SAGRADO DA IGREJA AO CEMITÉRIO PÚBLICO, de Maria Aparecida Pagoto. São Paulo, IMESP, p. (Coleção Teses e Monografias, v. 7). ISBN Estuda a morte e tudo que a precede, desde suas raízes sócio-psicológicas até a saída dos cemitérios dos terrenos da Igreja Católica para a área pública, bem como os usos e costumes ligados a tudo que é fúnebre durante os últimos 200 anos O DISCURSO AUTONOMISTA NO TOCANTINS, de Maria do Espírito Santo Rosa Cavalcante. São Paulo, Ed. USP, p. ISBN Analisa o movimento pela autonomia administrativa do antigo estado de Goiás, que culminou com a criação do Estado do Tocantins, em 1988, idéia que já existia desde o início do século A GUERRA DOS BÁRBAROS POVOS INDÍGENAS E A COLONIZAÇÃO DO SERTÃO NORDESTE DO BRASIL ( ), de Pedro Puntoni. São Paulo, Ed. USP, p. ilust. mapas e grav. ISBN A Guerra dos Bárbaros, como ficaram conhecidos os conflitos ocorridos de 1651 a 1704, entre soldados, missionários e agentes da Coroa Portuguesa e índios de nações diversas esses chamados de bárbaros pelos colonizadores HISTÓRIAS DE FAMÍLIAS ESCRAVAS CAMPINAS, SÉCULO XIX, de Cristiany Miranda Rocha. Campinas, SP, Ed. UNICAMP, p. ISBN X Reconstrução das famílias dos escravos em Campinas, ao longo de mais da metade do século 19, com base em manuscritos, recenseamentos, registros de batismos e casamentos, etc., tendo como cenário as propriedades rurais da família do capitão Camillo Xavier Bueno da Silveira HISTÓRIA DO BRASIL NO SÉCULO 20 ( ), de Oscar Pilagallo. São Paulo, PubliFolha, p. ISBN Duas décadas de história, começando com a eleição de Jânio Quadros, em 1960 e terminando com a fundação do Partido dos Trabalhadores (PT), em Entre esses 2 fatos o país mergulhou na ditadura militar e dentro dela aconteceu o governo de Jango Goulart, o movimento estudantil, o Tropicalismo, a guerrilha e a tortura e, acima de tudo, o desejo da redemocratização PIONEIROS DO RÁDIO E DA TV NO BRASIL, de David José Lessa Mattos. São Paulo, Codex, p. ISBN Os depoimentos reunidos aqui fazem parte de um acervo documental da Associação dos Pioneiros, Profissionais e Incentivadores da Televisão Brasileira POR MARES GROSSOS E AREIAS FINAS A MISSÃO CARIJÓ: RECONSTITUIÇÃO DE UMA AVENTURA SEISCENTISTA NO LITORAL SUL-BRASILEIRO, de Ruy Ruben Ruschel. Porto Alegre, RS, Est, p. ISBN Reconstitui a presença dos missionários jesuítas, Padres João Lobato e Jerônimo Rodrigues, entre 1605 e 1607, no litoral sul do Brasil. Viajaram, acompanhados de alguns índios, a pé pela praia, e de canoa pelo mar, até o estado de Santa Catarina e viveram 2 anos entre os índios Carijós, para catequizá-los REFORMA AGRÁRIA NO BRASIL: HISTÓRIA E ATUALIDADE DA LUTA PELA TERRA, de Leonilde Servolo de Medeiros. São Paulo, Fund. Perseu Abramo, p. ISBN Página 5 de 13

6 Desde meados do século 20 o tema da reforma agrária tem mostrado extraordinária força política no Brasil. O livro ajuda a entender a permanência desse debate e a complexidade das relações que geraram os demandantes de terra RESISTÊNCIA DA MULHER ESCRAVA, de Marilza Kreche P. Bittencourt. Porto Alegre, RS, Est, p. Não tem ISBN Indica uma questão de gênero numa situação histórica da mulher negra brasileira a situação de escrava. Desvela o lado feminino negro da cultura brasileira VIAGEM COM DEBRET, de Valéria Lima. Rio de Janeiro, Jorge Zahar, p. ISBN Jean-Baptiste Debret ( ) viveu 15 anos entre os brasileiros. O fruto dessa longa permanência foram os volumes de sua Viagem Pitoresca e Histórica ao Brasil. Nesta viagem o leitor poderá acompanhar as histórias de índios, negros e brancos e, com elas, a marcha da civilização no Brasil VIDAS QUE SANGRAM A HISTÓRIA A COMUNIDADE JUDAICA EM BELO HORIZONTE, de Rômulo Somberg Pfeiffer. Belo Horizonte, MG, C/ Arte, p. ISBN Saga dos imigrantes judeus desde seus países de origem até Belo Horizonte, Minas Gerais, passando pela grande mudança e adaptação aos costumes locais. Vide também: 1, 3, 19, 21, 27, 79, 82, 83, 92, 94, 96 e 109 LÍNGUA PORTUGUESA 50 - APRENDENDO PORTUGUÊS NAS ESCOLAS DO XINGU: PARQUE INDÍGENA DO XINGU, TERRA INDÍGENA PARANÁ, TERRA INDÍGENA CAPOTO-JARINA, de vários autores. São Paulo, Instituto Socioambiental/Associação Terra Indígena do Xingu/IMESP, p. ilust. 22x28cm. ISBN Lições de português que integram um projeto amplo de trabalho pela manutenção da cultura dos índios e a garantia de sua identidade PORTUGUÊS PRÁTICO UM JEITO ORIGINAL DE TIRAR DÚVIDAS DE PORTUGUÊS, de Ivo Korytowski. Rio de Janeiro, Campus, p. ilust. desenhos ISBN Apresenta uma série de curiosidade e casos engraçados e as diferenças entre o português do Brasil e o de Portugal e também uma coletânea de erros comuns, muitos deles hilários, colhidos na vida real, muitos deles em letras da musica popular brasileira, textos de bons escritores, etc. Ilustrado pelo cartunista Jaguar. Vide também: 2 LITERATURA MULHERES QUE ESTÃO FAZENDO A NOVA LITERATURA BRASILEIRA, de Luiz Ruffato. Rio de Janeiro, Record, p. ISBN Antologia de mulheres escritoras, de norte a sul do Brasil, pertencentes à nova geração do século ABISMO DE ROSAS, de Dalton Trevisan. Rio de Janeiro, Record, p. ISBN Contos sobre as experiências furtivas que arrastam homens e mulheres para os abismos da sedução ALDEOTA, de Jader de Carvalho. Foraleza, CE, Fundação Demócrito Rocha, p. (Coleção Clássicos Cearenses) ISBN Ficção que conta a saga de um boiadeiro, Chicó, e como foi formado seu império pessoal através de fraudes e sonegações, a exemplo de personalidades importantes da vida real no Ceará BALADAS, de Hilda Hilst. Rio de Janeiro, Globo, p. ISBN Página 6 de 13

7 Compilação dos 3 primeiros livros de poesia da consagrada poetisa, falecida no ano passado, Hilda Hilst Presságio, de 1950; Balada de Alzira, de 1951 e Balada do Festival, de O BAÚ DE NELSON RODRIGUES OS PRIMEIROS ANOS DE CRÍTICA E REPORTAGEM ( ), sel. e org. de Caco Coelho, pref. de Carlos Heitor Cony. São Paulo, Companhia das Letras, p. ISBN Crônicas, críticas e reportagens da época que Nelson Rodrigues ( ) se iniciava no jornalismo, na ficção e dramaturgia O CÂNONE REPUBLICANO II, de Flávio R. Kothe. Brasília, DF, Ed. UnB, p. ISBN Obra que dá seqüência à trilogia formada por O Cânone Colonial, O Cânone Imperial e O Cânone Republicano. Conduz à reflexão, a partir da revisão crítica da formação histórica, dos grandes movimentos sociais e sobre a situação dos povos reunidos no Brasil CARNE CRUA, de Ana Ferreira. Rio de Janeiro,. Objetiva, p. ISBN Romance onde a protagonista sabe que para ficar célebre é preciso ter muita coragem e alguma falta de pudor CRÔNICAS DO BRASIL CONTEMPORÂNEO, v.1 e 2, de José Sarney. São Paulo, A Girafa, livros ( p.) ISBNs e Contos que revelam, mais uma vez, o olhar atento de um espectador da história nacional, dando seqüência ao vasto panorama da realidade brasileira, abrangendo desde o governo Fernando Henrique Cardoso até os primórdios da campanha e da eleição do presidente Lula DE SÃO PAULO CINCO CRÔNICAS DE MÁRIO DE ANDRADE ( ), org. de Telê Porto Ancona Lopes. São Paulo, SENAC, p. ISBN Em São Paulo já era uma promissora metrópole de habitantes e forte impulso de crescimento mas ainda mantinha um ar provinciano. Mário de Andrade, jovem intelectual, já acelerava seus passos de jornalista crítico, colaborando em jornais e revistas da cidade e do Rio de Janeiro. Para a revista Ilustração Brasileira escreveu essas 5 crônicas, sob o título geral de De São Paulo DOSE DUPLA PIADAS E HISTÓRIAS QUE GOSTAMOS DE CONTAR, de Paulo Silvino e Agildo Ribeiro. São Paulo, Ediouro, p. ISBN A famosa dupla de comediantes traz piadas de português, da sogra, de papagaio e outras e também causos e algumas histórias reais, todos com humor de qualidade FILHAS DO SEGUNDO SEXO, de Paulo Francis. Rio de Janeiro, Francis, p. ISBN Novelas que compõem um mergulho na lama da elite brasileira A FOTO, de Alberto Renault. Rio de Janeiro, Objetiva, p. ISBN O autor fala de pessoas de mundos distintos, que enfrentam o mesmo desafio sobreviver aos valores descartáveis dos dias atuais A GUERRA NO BOM FIM, de Moacyr Scliar. Porto Alegre, RS, L&PM Pocket, ISBN Escritor judeu relembra seus tempos de menino, quando vivia com a família na cidade de Porto Alegre, nos anos 40, no bairro Bom Fim, o coração judaico da capital gaúcha. Novela que mistura realismo e fantasia LITERATURA E VIDA LITERÁRIA, de Flora Sussekind. Belo Horizonte, Ed. UFMG, p. ISBN A crítica literária Flora Sussekind analisa a produção literária na sua relação com a vida cultural e política nos anos de autoritarismo durante a ditadura militar. Nas décadas seguintes ela revisitou o modelo panorâmico, como em Dobradiças e Vitrines e Escalas e Ventríloquos O MELHOR DAS COMÉDIAS DA VIDA PRIVADA, de Luís Fernando Veríssimo. Rio de Janeiro, Objetiva, p. ISBN Consagrado escritor gaúcho escolheu suas histórias preferidas do livro que se tornou um clássico do humor brasileiro nos anos 90 e acrescentou 35 novas crônicas, inéditas em livro. Página 7 de 13

8 67 - MELHORES CRÔNICAS DE IGNÁCIO DE LOYOLA BRANDÃO, org. de Cecília Almeida Salles. São Paulo, Global, p. ISBN Contém textos bem humorados, irônicos, intrigantes e reflexivos MEUS CONTOS PREFERIDOS, de Lygia Fagundes Telles. Rio de Janeiro, Rocco, p. ISBN Contos que suscitam verdadeiras experiências com o amor, a saudade, a culpa, o medo e a fé MÍNIMOS, MÚLTIPLOS, COMUNS, de João Gilberto Noll. Rio de Janeiro, Francis, p. ISBN Apresenta, em 338 romances mínimos, uma história intuída do Universo, uma odisséia literária rumo à origem das coisas, em contos agrupados sob os títulos Gênese; Os Elementos; As Criaturas; O Mundo e O Retorno MONTEIRO LOBATO E O LEITOR, ESSE CONHECIDO, de Eliane Debus. Florianópolis, SC, Ed. UFSC/UNIVALI, p. ISBN A autora traz à luz a faceta do Monteiro Lobato que se correspondia com seus pequenos leitores as crianças procurando incentivá-las ao conhecimento da literatura, ao consumo de livros e ao gosto pela literatura OS MOVIMENTOS SIMULADOS, de Fernando Sabino. Rio de Janeiro, Record, p. ISBN Ao remexer seus arquivos, o autor encontrou os originais desse seu romance, em 232 páginas amareladas. Em Cartas perto do Coração, trocadas em 1946 com Clarice Lispector, referiu-se ao livro. Ela aconselhou-o a dar um largo tempo aos seus movimentos e, realmente, ele deu um tempo longo demais para publicar o livro quase 60 anos MUSA PARASIDÍACA: ANTOLOGIA DA PÁGINA DE CULTURA ( ), de Josely Vianna Baptista e Francisco Faria, apres, de Luis Dolhmikoff. Primeiro de Maio, PR, Mirabilia, p. ilust. fotos 21x26cm. encadern. com sobrecapa ISBN Poesia, prosa, crítica literária e depoimentos produzidos fora do eixo Rio de Janeiro-São Paulo, no sul do Brasil, estados de Paraná e Santa Catarina, na década de PAIXÃO POR SÃO PAULO, org. de Luiz Roberto Guedes. São Paulo, Terceiro Nome, p. ISBN Antologia que reúne 130 poemas de 70 poetas do século 20, que, em ordem alfabética de nomes, vão desfiando, em temática variada, a história da metrópole. Modernistas como Oswald de Andrade, românticos como Vinicius de Moraes, clássicos como Martins Fontes, etc. Também poetas de diferentes épocas POEMAS [e] CORRESPONDÊNCIA COM FERNANDO PESSOA, de Mário de Sá Carneiro, org. de Teresa Sobral Cunha. São Paulo, Companhia das Letras, livros ( p.) ISBNs e Sá Carneiro e Pessoa, além de companheiros da mesma geração foram amigos, quando Pessoa vivia em Lisboa e Carneiro em Paris, entre 1912 e Trocaram cartas. Nos 2 livros organizados pela pesquisadora portuguesa Sobral Cunha, a vida e obra que se tornou um verdadeiro mito literário O PROSCRITO, de Ruy Tapioca. Rio de Janeiro, Rocco, p. ISBN Romance de escritor baiano que é uma sátira às origens da sociedade baiana QUE ACHAS DO PADRE BEBER EM SERVIÇO? de Marcello Ricardo Almeida. Florianópolis, SC, Ed. UFSC, p. ISBN Contos marcados pela ironia, pela graça e pelo humor inteligente e acessível, principalmente no que se refere à crítica social SEXO, MENTIRAS E INTERNET, de Eduardo Ramos Dantas. São Paulo, Scortecci, p. ISBN História de 1 ano e meio de um relacionamento que começou através de um mouse e um teclado, levou ao altar e teve um desfecho surpreendente. Página 8 de 13

9 78 - TEATRO DE RUPTURA: OSWALD DE ANDRADE, de Sábato Magaldi. São Paulo, Global, p. ISBN O autor, crítico literário, reescreve a teoria sobre a literatura dramática brasileira, reivindicando a precedência da obra de Oswald de Andrade sobre o consensual marco da nossa modernidade no teatro, a peça Vestido de Noiva, de Nelson Rodrigues. Vide também: 10 e 81 MÚSICA 79 - DA MARGINALIDADE AO ESTRELATO O SAMBA NA CONSTRUÇÃO DA NACIONALIDADE ( ), de Fabiana Lopes da Cunha. São Paulo, Annablume, p. ISBN Conta sobre o samba, desde os rituais e celebrações das comunidades africanas escravizadas no Brasil até o conjunto de influências, locais e internacionais, que levaram à consolidação da cultura popular de massa, de forte conotação nacionalista. Enfoca o processo de transformação radical da vida urbana no Rio de Janeiro, entre o final do século 19 e as primeiras décadas do século 20, até a ascensão do regime Vargas FOLHA EXPLICA CHICO BUARQUE, de Fernando Barros e Silva. São Paulo, PubliFolha, p. broch. com sobrecapa. ISBN Nenhum outro compositor resume tão bem, em suas canções, a trajetória do Brasil nos últimos 35 anos. O livro combina traços biográficos com análise de suas canções e leitura de seus romances MÚSICA POPULAR E MODERNA POESIA BRASILEIRA, de Affonso Romano de Sant Anna. 2.ed. Landmark, p. ISBN Segunda edição de estudo publicado pela primeira vez em 1970, que trata das relações entre música popular e poesia literária brasileira ao longo do século 20, começando com o Modernismo de 22 e Noel Rosa, passando pela Geração 45 e os samba-canção, a Vanguarda e a Bossa Nova, a música de protesto, o Tropicalismo e a Marginalia OUTRAS CONVERSAS SOBRE OS JEITOS DA CANÇÃO, de Berenice Cavalcante, Heloísa M. G. Starling e José Eisemberg. São Paulo, Fund. Perseu Abramo/Nova Fronteira, p. (Coleção: Decantando a República; inventário histórico e político da canção popular moderna brasileira, v.1). ISBN Analisa as origens do samba carioca e os processos de massificação desse gênero musical e discute como a história da canção popular acabou inevitavelmente entrelaçada à história da nossa República. Vide também: 1 e 12 POLÍTICA 83 - ASSASSINADOS PELA DITADURA, de Luis Fernando Assunção. Florianópolis, SC, Insular, p. ISBN Relata sobre as vítimas da perversidade política que ainda marca a história recente do Brasil, assassinados pela ditadura militar DEMOCRACIA, DIREITO E TERCEIRO SETOR, de Joaquim Falcão. Rio de Janeiro, Ed.FGV, p. ISBN Um olhar democrático, com sentido político e jurídico, sobre o Terceiro Setor: as fundações, as ONGs, os institutos, as associações, enfim, as sociedades em fins lucrativos, que assumem responsabilidades sociais de caráter político E NO INÍCIO ERAM AS BASES: GEOGRAFIA POLÍTICA DO VOTO E COMPORTAMENTO LEGISLATIVO NO BRASIL, de Nelson Rojas de Carvalho. Rio de Janeiro, Revan, p. ISBN Mestre pela London School of Economics and Political Science e Doutor pelo IUPERJ, traz aqui um desdobramento de sua Tese de Doutoramento. Mostra várias aberrações do atual sistema eleitoral Página 9 de 13

10 brasileiro e revela que, dos 100 maiores colégios eleitorais do país, nada menos que 61 não elegeram nenhum representante nas eleições de 1994 e GLOBALIZAÇÃO, REGIONALIZAÇÃO E SOBERANIA, de Enrique Ricardo Lewandowski. São Paulo, Juarez de Oliveira, p. ISBN Dedica-se a discutir o tema de um provável desaparecimento do Estado e o fim da soberania, face aos processos de globalização e regionalização. Estuda o assunto a partir de uma perspectiva histórica, com ênfase nos novos blocos políticos e econômicos que surgiram depois da Segunda Guerra Mundial, como a União Européia, Mercosul, NAFTA, ASEAN, etc GOVERNO LULA: DECIFRANDO O ENIGMA, de Laura T. Soares, Emir Sader e outros. São Paulo, Viramundo/Boitempo, p. ISBN Busca entender os rumos e políticas aplicadas pelo primeiro governo de esquerda a atingir a presidência da Republica, partindo de 4 temas: políticas e movimento sociais; política nacional; política internacional e política econômica, com abordagens a Reforma da Previdência, Fome Zero, FMI, Movimento dos Sem Terra, Desemprego, Mercosul, etc MARCHA AO CORAÇÃO DO LATIFÚNDIO, de Sérgio Antonio Gorgen. Petrópolis, Vozes, p. ISBN Registro da luta que os camponeses pobres travam contra a tirania do latifúndio improdutivo A MENTIROSA URNA, de Walter Costa Porto. São Paulo, Martins Fontes, p. (Coleção Temas Brasileiros) ISBN Aborda as deformações que mancharam os pleitos por meio das fraudes, atas, com documentação a partir do início da primeira metade do século 16 até as eleições mais recentes O QUE É O GOVERNO LULA, de Luiz Otávio Cavancanti. Landy, p. ISBN Procura identificar as ações que o governo Lula vem adotando na condução de seu projeto governamental, as escolhas estratégicas, as lógicas das decisões fixadas, o esforço para constituir pactos sociais, os confrontos potenciais, etc OS ÚLTIMOS CIDADÃOS: CONFLITO E MODERNIZAÇÃO NO BRASIL RURAL ( ), de Peter P. Houtzager, trad. de Graziela Schneider. São Paulo, Globo, p. ISBN Coletânea de ensaios de cientista político holandês, pesquisador do Instituto de Estudos do Desenvolvimento da Universidade de Sussex, em temas como o obstáculo à modernização, as dificuldades de integrar os trabalhadores rurais, o autoritarismo, o clientelismo, etc. Vide também: 14, 16, 25, 38, 46, 79 e 98 RELIGIÃO 92 - O COMEÇO DO PROTESTANTISMO NO BRASIL: DESCRIÇÃO DA INSTALAÇÃO DA PRIMEIRA COMUNIDADE LUTERANA NO BRASIL, EM NOVA FRIBURGO, ESTADO DO RIO DE JANEIRO, por Armindo L. Miiller. Porto Alegre, RS, Est, p. ISBN O luteranismo chegou ao Brasil junto com os imigrantes europeus, que vieram em massa, e eram adeptos do protestantismo, especialmente os alemães que foram para Nova Friburgo, no estado do Rio de Janeiro, em IEMANJÁ E OGUM, de Lydia Cabrera. São Paulo, Ed. USP, p. ISBN Escrito pela cubana Lydia Cabrera, fruto de rigorosa pesquisa de campo, o livro traz as várias etapas dos rituais de iniciação das filhas e filhos de santo desses 2 orixás, as leituras e prescrições do Oráculo, as inúmeras lendas das duas mais celebradas divindades das águas. Traz também depoimentos de sacerdotes, sacerdotisas e fiéis SENHOR DOS PASSOS, de Moacir Pereira. Florianópolis, Insular, p. ISBN Página 10 de 13

11 Reúne informações sobre a Irmandade do Senhor dos Passos e o Hospital de Caridade de Florianópolis, conduzindo-nos pela mais tradicional festa religiosa, popular e cultural do Estado de Santa Catarina a procissão do Senhor dos Passos. Para isso o autor foi buscar, na Península Ibérica, as origens dessa secular manifestação de fé cristã. SOCIEDADE (antropologia, cultura, sociologia) 95 - APA CANANÉIA, IGUAPE, PERUÍBE/SP ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL COMO AGÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: CANANÉIA, IGUAPE, PERUÍBE (SP), de Marília Britto Rodrigues de Moraes. São Paulo, Annablume, p. ISBN Originalmente Dissertação de Mestrado sobre as áreas de proteção ambiental, que, para serem bem sucedidas necessitam do apoio das comunidades locais. Salienta que é sempre importante a troca de experiências entre os participantes e amigos das APAs BASTOS UMA COMUNIDADE ÉTNICA JAPONESA NO BRASIL, de Chiyoko Mita. São Paulo, Humanitas-FFLCH-USP, p. ISBN Originalmente Tese de Doutoramento na Universidade de São Paulo, a autora, professora na Universidade de Sofia, sediada em Tókio, Japão, estuda a implantação da Colônia Bastos, no noroeste do Estado de São Paulo, reconstituindo a sua organização social, vida material e reconstituindo a trajetória do emigrante japonês até sua chegada no Brasil. Tudo pesquisado em depoimentos, fontes históricas e bibliográficas, publicadas no Japão CAPITAL SOCIAL, de Maria Celina d Araújo. Rio de Janeiro, Jorge Zahar, p. ISBN Faz a defesa do conceito de capital social e de seu uso como instrumento para a consolidação de políticas públicas, para o desenvolvimento sustentado e para a revitalização da sociedade civil e da democracia COMO UMA FAMÍLIA: SOCIABILIDADE, TERRITÓRIOS DE PARENTESCO E SINDICALISMO RURAL, de John Cunha Comerford. Rio de Janeiro, Relume Dumará/NUAP, p. (Coleção Antropologia Política) ISBN Resultado de pesquisa realizada pelo autor na Zona da Mata de Minas Gerais, como parte da tese de Doutoramento em Antropologia Social. Investiga os pressupostos sociais da construção de grupos de sindicatos de trabalhadores rurais na Zona da Mata, bem como as condições sociais que estão na base do sindicalismo rural COSMÓPOLIS, de Guilherme de Almeida. Rio de Janeiro, Nacional, p. ISBN O autor, o Príncipe dos Poetas brasileiros, publicou esse livro originalmente em Reúne 8 artigos sobre os personagens, cenários e lugares de São Paulo, em 1929, então um importante momento de transição (imigração, arquitetura, desenvolvimento) DIFÍCEIS GANHOS FÁCEIS DROGAS E JUVENTUDE POBRE NO RIO DE JANEIRO, de Vera Malaguti Batista. Rio de Janeiro, Revan, p. ISBN Professora da Universidade Estadual do Rio de Janeiro traz à luz a questão do envolvimento da juventude pobre e o tráfico de drogas e da utilização de drogas como conforto para os jovens excluídos da sociedade neoliberal EROTISMO, SEXUALIDADE, CASAMENTO E INFIDELIDADE SEXUALIDADE CONJUGAL E PREVENÇÃO DO HIV E DA AIDS, de Ana Maria Fonseca Zampieri. Rio de Janeiro, Agora, p. ISBN Aborda tabus no cenário do casamento brasileiro heterossexual, contendo vários aspectos da visão do mundo, da ciência e das relações de gênero EXPERIÊNCIA CULTURAL JUDAICA NO BRASIL, de Mônica Grin. TopBooks, p. ISBN Reúne artigos resultantes do XI Encontro Internacional da Latin American Jewish Studies Association, realizado no Rio de Janeiro, em Sobre diferentes temas, 13 pesquisadores renomados, como Página 11 de 13

12 Bernardo Sorj, Graciela Ben Dror, Leo Spitzer e outros, escrevem sobre diásporas judaicas, histórias, tempos sombrios, etc IGUALDADE DE OPORTUNIDADES PARA AS MULHERES UM CAMINHO EM CONSTRUÇÃO, org. de Eva Alterman Blay. São Paulo, Humanitas-FFLCH-USP, p. ISBN Examina como os profissionais em saúde, sexualidade, mídia, violência, etc, adotaram um novo olhar sobre suas atividades quando alertadas para a perspectiva de construir a igualdade INGRESSO PARA A FEBEM, de Rogério Gimenes de Pontes. Labortexto, p.ilust. (Coleção: Juventude em Cena) ISBN Escrito por 3 ex-internos da Fundação para o Bem Estar do Menor (FEBEM), da Unidade de Pirituba, narra as experiências de vida e o dia-a-dia de jovens que caem na criminalidade e vão para a FEBEM MUDANÇA SOCIAL NO PIAUÍ, de Washington Bonfim. Rio de Janeiro, Revan, p. ISBN X A realidade do Piauí a partir das ciências sociais e da política, abordando a temática geral da mudança e do desenvolvimento regional, mídia, opinião pública, políticas locais, etc POLÍTICAS DE RESOLUÇÃO DE CONFLITOS SOCIOAMBIENTAIS NO BRASIL O PAPEL DO MINISTÉRIO PÚBLICO E DOS MOVIMENTOS AMBIENTALISTAS NA ILHA DE SANTA CATARINA, de Agripa Faria Alexandre. Florianópolis, SC, Ed. UFSC/Ed. FURB, p. ISBN Analisa e critica o papel do Ministério Público e dos movimentos ambientalistas na Ilha de Santa Catarina, diante dos atentados ambientais ocorridos naquele meio ambiente privilegiado, que, por sua beleza chama a atenção no Brasil e no exterior ROTARY CLUB HÁBITOS, ESTILO DE VIDA E SOCIABILIDADE, de Maria da Graça Jacintho Setton. São Paulo, Annablume, p. ISBN Fala que os clubes de serviço, como os dos rotarianos, aqui definidos como produtores de capital social e capital simbólico, são um associativismo que serve de instrumento de distinção, de aproximação e separação social OS SABORES DA AMÉRICA, de Rosa Belluzzo. São Paulo, SENAC, p. ISBN Desfilam neste livro os inebriantes sabores e a movimentada história da América, aquela que foi cenário das viagens descobridoras de Colombo e da conquista de Cortez. Uma cozinha rica de produtos autóctones, como a mandioca, batata, abóbora e milho, combinando com ensopados e ingredientes vindos da Espanha, Portugal e outras regiões. Saborosíssimos!!! A SAGA DOS ALEMÃES DO HUNSRUCH PARA SANTA MARIA DO MUNDO NOVO, de Erni Guilherme Engelmann. Porto Alegre, RS, Martins, p.ilust. 22x30cm encadern. bilíngüe português/alemão ISBN Álbum comemorativo aos 180 anos de imigração, história e genealogia alemãs no Rio Grande do Sul TELENOVELA INTERNACIONALIZAÇÃO E INTERCULTURALIDADE, de Maria I. V. Lopes. Rio de Janeiro, Loyola, p. ISBN Fruto de uma parceria entre Universidade de São Paulo e Rede Globo de Televisão, onde uma equipe de especialistas analisa a telenovela sob diferentes pontos de vista, visando fazer entender melhor seu processo de internacionalização e interculturalidade VIDA PÚBLICA E IDENTIDADE NACIONAL - LEITURAS BRASILEIRAS, de Adrián Gurza Lavalle. São Paulo, Globo, p. ISBN Análise da cultura brasileira para explicar as interpretações da cultura brasileira no que tange ao público e ao privado. Os obstáculos para a afirmação da esfera pública foram identificados nos valores morais, padrões de cultura, traços de caráter e tipos sociais característicos da cultura nacional VIÚVAS DA TERRA, de Klester Cavalcanti. São Paulo, Planeta, ISBN X Página 12 de 13

13 Fruto de 5 anos de pesquisa sobre a violência agrária no Brasil, o autor entrevistou mais de 70 pessoas, entre advogados, policiais, parentes de vítimas, órfãos, sobreviventes de massacres, sociólogos e acusados. Analisou também mais de páginas de inquéritos policiais e processos judiciais. E ouviu, principalmente, as viúvas, as mais sofridas vítimas, pois sem o marido - mantenedor da família - essas humildes mulheres e seus filhos têm de enfrentar muitas outras dificuldades. Vide também: 17, 18, 23, 29, 37, 47, 49, 84 e 91 Página 13 de 13

Finalmente, chegamos ao último Roteiro de Estudos do Segundo ano! Você já sabe como proceder! Organize seu material, revise o conteúdo e mãos à obra!

Finalmente, chegamos ao último Roteiro de Estudos do Segundo ano! Você já sabe como proceder! Organize seu material, revise o conteúdo e mãos à obra! ROTEIRO DE ESTUDOS DE LITERATURA PARA A 3ª ETAPA 2ª SÉRIE Finalmente, chegamos ao último Roteiro de Estudos do Segundo ano! Você já sabe como proceder! Organize seu material, revise o conteúdo e mãos à

Leia mais

Homens da África Ahmadou Kourouma. Edições SM. Cabelos de axé: identidade e resistência Raul Lody. Editora SENAC

Homens da África Ahmadou Kourouma. Edições SM. Cabelos de axé: identidade e resistência Raul Lody. Editora SENAC ÁFRICA Homens da África Ahmadou Kourouma. Edições SM Ricamente ilustrada por fotos e desenhos, esta obra traça um painel detalhado da vida dos habitantes da África do Oeste: sua tradição oral, detalhes

Leia mais

Affonso Romano: A glória do autor é virar folclore

Affonso Romano: A glória do autor é virar folclore Affonso Romano: A glória do autor é virar folclore Com mais de 50 livros publicados, Affonso Romano de Sant Anna é uma das referências da literatura brasileira contemporânea. Agora mesmo, ele está saindo

Leia mais

PROGRAMA DE ENSINO IV. AS FUNDAÇÕES DO PENSAMENTO POLÍTICO, SOCIAL E ECONÔMICO BRASILEIRO.

PROGRAMA DE ENSINO IV. AS FUNDAÇÕES DO PENSAMENTO POLÍTICO, SOCIAL E ECONÔMICO BRASILEIRO. CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS CCHL MESTRADO DE CIÊNCIA POLÍTICA DISCIPLINA: FORMAÇÃO SOCIAL E POLÍTICA DO BRASIL PROFESSOR: CLEBER DE DEUS CONSULTAS: A COMBINAR COM O PROFESSOR PERÍODO: 2008.1 E-mail:

Leia mais

AVALIAÇÃO Testes escritos e seminários.

AVALIAÇÃO Testes escritos e seminários. CARGA HORÁRIA: 60 horas-aula Nº de Créditos: 04 (quatro) PERÍODO: 91.1 a 99.1 EMENTA: Visão panorâmica das literaturas produzidas em Portugal, Brasil, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São

Leia mais

Idade recomendada: 16 anos - retirada de ingressos: uma hora antes de cada sessão - Sala Lima Barreto - entrada franca

Idade recomendada: 16 anos - retirada de ingressos: uma hora antes de cada sessão - Sala Lima Barreto - entrada franca Os anos de chumbo pelos olhos do documentário de 2 a 7/12 apoio: Fundação Padre Anchieta Centro Paulista de Rádio e TV Educativas - Centro de Documentação, TV Câmara, Cinemateca Brasileira e Tatu Filmes

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE

PLANO DE TRABALHO DOCENTE COLÉGIO ESTADUAL CRISTO REI ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO Rua das Ameixeiras, 119 Núcleo Cristo Rei Fone/Fax: 0xx42 3624 3095 CEP 85060-160 Guarapuava Paraná grpcristorei@seed.pr.gov.br PLANO DE TRABALHO

Leia mais

EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR HORISTA

EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR HORISTA EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR HORISTA 1) Sociologia II A Escola de Ciências Sociais / CPDOC da FGV-RJ informa a abertura de processo seletivo para a contratação de um professor horista para a disciplina

Leia mais

Arcoverde: Páginas que Ninguém Leu 1. Aline de Souza Silva SIQUEIRA 2 Adriana Xavier Dória MATOS 3 Universidade Católica de Pernambuco, Recife, PE

Arcoverde: Páginas que Ninguém Leu 1. Aline de Souza Silva SIQUEIRA 2 Adriana Xavier Dória MATOS 3 Universidade Católica de Pernambuco, Recife, PE Arcoverde: Páginas que Ninguém Leu 1 Aline de Souza Silva SIQUEIRA 2 Adriana avier Dória MATOS 3 Universidade Católica de Pernambuco, Recife, PE RESUMO Este trabalho se propõe uma jornada Arcoverde adentro

Leia mais

de 20, à criação do samba no Rio de Janeiro ou ao cinema novo. Ao mesmo tempo procurei levar em conta as aceleradas transformações que ocorriam nesta

de 20, à criação do samba no Rio de Janeiro ou ao cinema novo. Ao mesmo tempo procurei levar em conta as aceleradas transformações que ocorriam nesta 5 Conclusão A década de 70 foi com certeza um período de grande efervescência para a cultura brasileira e em especial para a música popular. Apesar de ser muito difícil mensurar a constituição de um termo

Leia mais

PRIMEIRA TEMPORADA: Meu Intelectual Favorito

PRIMEIRA TEMPORADA: Meu Intelectual Favorito PRIMEIRA TEMPORADA: Meu Intelectual Favorito Breve Resumo Cada programa trará uma personalidade midiática em um emocionante e revelador encontro com seu Favorito, um ídolo em algum campo de conhecimento,

Leia mais

Inúmeras maneiras de expor, de forma crítica e responsável, o que vai pelas cabeças das pessoas quando o assunto são as drogas...

Inúmeras maneiras de expor, de forma crítica e responsável, o que vai pelas cabeças das pessoas quando o assunto são as drogas... CRIAÇÃO E PRODUÇÃO: O PROGRAMA Drogas, prevenir ou remediar? Livros, filmes, novelas, documentários, peças teatrais,... Difícil imaginar de que forma esta questão ainda não foi abordada, sob os mais diversos

Leia mais

Programa ADAI Projetos Brasileiros

Programa ADAI Projetos Brasileiros Programa ADAI Projetos Brasileiros Brasil 1999 1ª Convocatória Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte: Conservação preventiva de acervo audiovisual. Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami:

Leia mais

1º ano CULTURA, DIVERSIDADE E SER HUMANO TRABALHO, CONSUMO E LUTAS POR DIREITOS

1º ano CULTURA, DIVERSIDADE E SER HUMANO TRABALHO, CONSUMO E LUTAS POR DIREITOS 1º ano Estudo da História Estudo da História O Brasil antes dos portugueses América antes de Colombo Povos indígenas do Brasil A colonização portuguesa A colonização europeia na América Latina Introdução:

Leia mais

PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE

PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE - Sistemas sociais e culturais de notação de tempo ao longo da história, - As linguagens das fontes históricas; - Os documentos escritos,

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Período: 77.1 79.2 OBJETIVOS: Levar o aluno a conhecer e sistematizar o processo das técnicas e das formas, das técnicas e das principais concepções poéticas e ideológicas dos movimentos de vanguarda européia

Leia mais

LUÍS REIS TORGAL. SUB Hamburg A/522454 ESTADO NOVO. Ensaios de História Política e Cultural [ 2. IMPRENSA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA

LUÍS REIS TORGAL. SUB Hamburg A/522454 ESTADO NOVO. Ensaios de História Política e Cultural [ 2. IMPRENSA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA LUÍS REIS TORGAL SUB Hamburg A/522454 ESTADOS NOVOS ESTADO NOVO Ensaios de História Política e Cultural [ 2. a E D I Ç Ã O R E V I S T A ] I u IMPRENSA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA 2 0 0 9 ' C O I M B R

Leia mais

500 anos: O Brasil Colônia na TV

500 anos: O Brasil Colônia na TV 500 anos: O Brasil Colônia na TV Episódio 5: A Conquista da terra e da gente Resumo O episódio 5, A Conquista da terra e da gente, parte da série 500 anos: O Brasil Colônia na TV, apresenta o processo

Leia mais

MODERNISMO NO BRASIL Cap. 1 e 2 - séculos XIX e XX FELIPE HARRISBERGER DE GODOY

MODERNISMO NO BRASIL Cap. 1 e 2 - séculos XIX e XX FELIPE HARRISBERGER DE GODOY MODERNISMO NO BRASIL Cap. 1 e 2 - séculos XIX e XX FELIPE HARRISBERGER DE GODOY Os seis passos para a modernidade Chegada da Família Real Portuguesa (1808); Missão Artística Francesa; Academia Imperial

Leia mais

ANÍSIO TEIXEIRA E AS POLÍTICAS DE EDIFICAÇÕES ESCOLARES NO RIO DE JANEIRO (1931-1935) E NA BAHIA (1947-1951)

ANÍSIO TEIXEIRA E AS POLÍTICAS DE EDIFICAÇÕES ESCOLARES NO RIO DE JANEIRO (1931-1935) E NA BAHIA (1947-1951) ANÍSIO TEIXEIRA E AS POLÍTICAS DE EDIFICAÇÕES ESCOLARES NO RIO DE JANEIRO (1931-1935) E NA BAHIA (1947-1951) DÓREA, Célia Rosângela Dantas Universidade do Estado da Bahia UNEB 1. INTRODUÇÃO O presente

Leia mais

A Bandeira Brasileira e Augusto Comte

A Bandeira Brasileira e Augusto Comte A Bandeira Brasileira e Augusto Comte Resumo Este documentário tem como ponto de partida um problema curioso: por que a frase Ordem e Progresso, de autoria de um filósofo francês, foi escolhida para constar

Leia mais

Competência(s) / Objetivo(s) de Aprendizagem Conhecer a vida e a obra do poeta Carlos Drummond de Andrade a partir de um documentário não tradicional;

Competência(s) / Objetivo(s) de Aprendizagem Conhecer a vida e a obra do poeta Carlos Drummond de Andrade a partir de um documentário não tradicional; Ensino Médio Cinema e Educação: O Poeta das Sete Faces Disciplinas/Áreas do Conhecimento: Língua Portuguesa; Arte; História; Sociologia; Competência(s) / Objetivo(s) de Aprendizagem Conhecer a vida e a

Leia mais

Da formação á prática na saúde

Da formação á prática na saúde REALIZAÇÃO: GRUPO DE PESQUISA EM SOCIOLOGIA DA SAÚDE UFPR/CNPq PRROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIOLOGIA DA UFPR Mestrado e Doutorado em Sociologia PATROCÍNIO: APOIO: SETOR DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE

Leia mais

Língua Portuguesa. 1º ano. Unidade 1

Língua Portuguesa. 1º ano. Unidade 1 Língua Portuguesa 1º ano Unidade 1 Linguagem Linguagem, língua, fala Unidade 4 - capítulo 12 Linguagem verbal e não verbal Unidade 4 - capítulo 12 e 13 Signo linguístico Unidade 4 - capítulo 12 Denotação

Leia mais

PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA TREZE COLÔNIAS Base de ocupação iniciativa privada: Companhias de colonização + Grupos de imigrantes = GRUPOS DISTINTOS [excedente da metrópole;

Leia mais

BRASIL: O ENSINO SUPERIOR ÀS PRIMEIRAS UNIVERSIDADES COLÔNIA IMPÉRIO PRIMEIRA REPÚBLICA

BRASIL: O ENSINO SUPERIOR ÀS PRIMEIRAS UNIVERSIDADES COLÔNIA IMPÉRIO PRIMEIRA REPÚBLICA BRASIL: O ENSINO SUPERIOR ÀS PRIMEIRAS UNIVERSIDADES COLÔNIA IMPÉRIO PRIMEIRA REPÚBLICA Tânia Regina Broeitti Mendonça 1 INTRODUÇÃO: Os espanhóis fundaram universidades em seus territórios na América desde

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Letras

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Letras ÁREAS DE ORIENTAÇÕES DOS PROFESSORES DO CURSO DE LETRAS (Licenciatura e Bacharelado) DOCENTE Área(s) de orientação Temas preferenciais de orientação Alexandre - Literatura - Elaboração de propostas Huady

Leia mais

Ciências Humanas. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo

Ciências Humanas. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo Ciências Humanas baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo 1 PROPOSTA CURRICULAR DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS HUMANAS Elementary School 2 K5 Conteúdos Gerais Conteúdos Específicos Habilidades

Leia mais

Desde a sua fundação o GRUPO MPE tem a preocupação de incentivar a cultura em nosso país, principalmente ao cinema e à música brasileira.

Desde a sua fundação o GRUPO MPE tem a preocupação de incentivar a cultura em nosso país, principalmente ao cinema e à música brasileira. INCENTIVO À CULTURA Desde a sua fundação o GRUPO MPE tem a preocupação de incentivar a cultura em nosso país, principalmente ao cinema e à música brasileira. Por isso criamos o projeto MPB pela MPE. Ao

Leia mais

1º ano. A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10: Item 2

1º ano. A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10: Item 2 1º ano O absolutismo e o Estado Moderno Capítulo 12: Todos os itens A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10:

Leia mais

1. O que é Folclore? Uma análise histórica e crítica do conceito.

1. O que é Folclore? Uma análise histórica e crítica do conceito. Objetivos Proporcionar o entendimento das características gerais do processo folclórico brasileiro; Estruturar o profissional de Eventos para conhecer particularidades de alguns acontecimentos que envolvem

Leia mais

PROPOSTA PEDAGÓGICA. Elaborada por Ana Carolina Carvalho

PROPOSTA PEDAGÓGICA. Elaborada por Ana Carolina Carvalho PROPOSTA PEDAGÓGICA Elaborada por Ana Carolina Carvalho PROPOSTA PEDAGÓGICA Crianças do Brasil Suas histórias, seus brinquedos, seus sonhos elaborada por ANA CAROLINA CARVALHO livro de JOSÉ SANTOS ilustrações

Leia mais

Conteúdo Básico Comum (CBC) de HISTÓRIA do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano Exames Supletivos/2015

Conteúdo Básico Comum (CBC) de HISTÓRIA do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano Exames Supletivos/2015 SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO MÉDIO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Conteúdo

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL CESAR STANGE EFM.

COLÉGIO ESTADUAL CESAR STANGE EFM. COLÉGIO ESTADUAL CESAR STANGE EFM. PLANO DE TRABALHO DOCENTE - 2012 Professora: Ana Claudia Martins Ribas Disciplina: História - 8º ano -Fundamental 1º BIMESTRE Conteúdos Básicos: -Povos, Movimentos e

Leia mais

2. (Pucrs 2014) Considere as afirmações abaixo sobre a crise do Antigo Sistema Colonial e a Independência do Brasil (1822).

2. (Pucrs 2014) Considere as afirmações abaixo sobre a crise do Antigo Sistema Colonial e a Independência do Brasil (1822). 1. (Enem 2014) A transferência da corte trouxe para a América portuguesa a família real e o governo da Metrópole. Trouxe também, e sobretudo, boa parte do aparato administrativo português. Personalidades

Leia mais

1º ano. 1) Relações de Trabalho, Relações de Poder...

1º ano. 1) Relações de Trabalho, Relações de Poder... Liberdade, propriedade e exploração. A revolução agrícola e as relações comerciais. Capítulo 1: Item 5 Relações de trabalho nas sociedades indígenas brasileiras e americanas. Escravidão e servidão. Divisão

Leia mais

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES Introdução ao tema A importância da mitologia grega para a civilização ocidental é tão grande que, mesmo depois de séculos, ela continua presente no nosso imaginário. Muitas

Leia mais

História. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo

História. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo História baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo 1 PROPOSTA CURRICULAR DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA Middle e High School 2 6 th Grade A vida na Grécia antiga: sociedade, vida cotidiana, mitos,

Leia mais

CONSTRUINDO A DEMOCRACIA SOCIAL PARTICIPATIVA

CONSTRUINDO A DEMOCRACIA SOCIAL PARTICIPATIVA CONSTRUINDO A DEMOCRACIA SOCIAL PARTICIPATIVA Clodoaldo Meneguello Cardoso Nesta "I Conferência dos lideres de Grêmio das Escolas Públicas Estaduais da Região Bauru" vamos conversar muito sobre política.

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

400 anos do cavaleiro sonhador

400 anos do cavaleiro sonhador 400 anos do cavaleiro sonhador Há 400 anos, Miguel de Cervantes publicava a primeira parte de Dom Quixote, livro que marcou a história da literatura. Críticos e estudiosos retomam a efeméride para discutir

Leia mais

A CONTRACULTURA NA MÚSICA DOS ANOS 60 - SCRIPT DO JOGRAL

A CONTRACULTURA NA MÚSICA DOS ANOS 60 - SCRIPT DO JOGRAL 1 DEPARTAMENTO DE LETRAS E ARTES LICENCIATURA EM LETRAS COM A LÍNGUA INGLESA LITERATURA BRASILEIRA JOÃO BOSCO DA SILVA (prof.bosco.uefs@gmail.com) A CONTRACULTURA NA MÚSICA DOS ANOS 60 - SCRIPT DO JOGRAL

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS

CÂMARA DOS DEPUTADOS CÂMARA DOS DEPUTADOS CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO E INFORMAÇÃO MULHERES NA POLÍTICA Exposição organizada pelo Museu da Câmara dos Deputados mostrando a trajetória da mulher brasileira na política. Centro de

Leia mais

HISTÓRIA E NARRAÇÃO NEGRA: O DIÁRIO DE CAROLINA MARIA DE JESUS

HISTÓRIA E NARRAÇÃO NEGRA: O DIÁRIO DE CAROLINA MARIA DE JESUS HISTÓRIA E NARRAÇÃO NEGRA: O DIÁRIO DE CAROLINA MARIA DE JESUS Aline Cavalcante e Silva (Bolsista PIBIC/CNPq/UFPB) aline.mbz@hotmail.com Orientador: Dr. Elio Chaves Flores (PPGH/UFPB) elioflores@terra.com.br

Leia mais

Material de divulgação da Editora Moderna

Material de divulgação da Editora Moderna Material de divulgação da Editora Moderna Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ HISTÓRIA PROSEL/PRISE 1ª ETAPA

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ HISTÓRIA PROSEL/PRISE 1ª ETAPA HISTÓRIA PROSEL/PRISE 1ª ETAPA EIXOS TEMÁTICOS: I. MUNDOS DO TRABALHO COMPETÊNCIA HABILIDADES CONTEÚDO -Compreender as relações de trabalho no mundo antigo, nas sociedades pré-colombianas e no mundo medieval.

Leia mais

60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos PROGRAMAÇÃO

60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos PROGRAMAÇÃO VIII Semana do Assistente Social 60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos 12 a 15 de maio de 2008 Escola de Serviço Social da PUC Minas Apoio: Núcleo de Direitos Humanos - Pró-Reitoria de Extensão

Leia mais

SOCIOLOGIA, PROBLEMAS E PRÁTICAS, LISBOA, CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E ESTUDOS DE SOCIOLOGIA

SOCIOLOGIA, PROBLEMAS E PRÁTICAS, LISBOA, CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E ESTUDOS DE SOCIOLOGIA SOCIOLOGIA, PROBLEMAS E PRÁTICAS, LISBOA, CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E ESTUDOS DE SOCIOLOGIA ACESSO AOS TEXTOS INTEGRAIS DOS N.º 34-54 (http://www.scielo.oces.mctes.pt/scielo.php?script=sci_issues&pid=0873-6529&lng=pt&nrm=iso)

Leia mais

CURRICULUM VITAE ALCILENE CAVALCANTE (DE OLIVEIRA) - Doutora em Literatura - Mestra em História. paulistana brasileira

CURRICULUM VITAE ALCILENE CAVALCANTE (DE OLIVEIRA) - Doutora em Literatura - Mestra em História. paulistana brasileira CURRICULUM VITAE ALCILENE CAVALCANTE (DE OLIVEIRA) - Doutora em Literatura - Mestra em História E-mail: alcilene.cavalcante@terra.com.br paulistana brasileira QUALIFICAÇÃO ACADÊMICA 2007-2003 Pós-Graduação

Leia mais

Matéria: literatura Assunto: pintura - di cavalcanti Prof. IBIRÁ

Matéria: literatura Assunto: pintura - di cavalcanti Prof. IBIRÁ Matéria: literatura Assunto: pintura - di cavalcanti Prof. IBIRÁ Literatura DI CAVALCANTI Introdução Emiliano Augusto Cavalcanti de Albuquerque e Melo, mais conhecido como Di Cavalcanti, foi um importante

Leia mais

Colégio dos Santos Anjos Avenida Iraí, 1330 Planalto Paulista www.colegiosantosanjos.g12.br A Serviço da Vida por Amor

Colégio dos Santos Anjos Avenida Iraí, 1330 Planalto Paulista www.colegiosantosanjos.g12.br A Serviço da Vida por Amor Colégio dos Santos Anjos Avenida Iraí, 1330 Planalto Paulista www.colegiosantosanjos.g12.br A Serviço da Vida por Amor Curso: Fundamental I Ano: 5º ano Componente Curricular: História Professor (a): Cristiane

Leia mais

casamento tipo exportação Na bolsa, além de cartões de memória Fotografia de Dicas Profissionais

casamento tipo exportação Na bolsa, além de cartões de memória Fotografia de Dicas Profissionais Os noivos Roland e Vesna, clicados em rua de Liubliana, capital da Eslovênia: mesmo em um país desconhecido, o fotógrafo precisa buscar lugares interessantes para fazer seu trabalho Fotografia de casamento

Leia mais

3 º Bimestre. Aula 142 Conteúdos: Sustentabilidade

3 º Bimestre. Aula 142 Conteúdos: Sustentabilidade 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA 3 º Bimestre Sustentabilidade Aula 142 Conteúdos: Procedimentos de leitura- gêneros textuais e suas finalidades. Leitura

Leia mais

Testemunha 4. Sinopse. Apresentação. Rio de Janeiro, Brasil 2011 documentário 70 min HD cor

Testemunha 4. Sinopse. Apresentação. Rio de Janeiro, Brasil 2011 documentário 70 min HD cor Testemunha 4 Rio de Janeiro, Brasil 2011 documentário 70 min HD cor Sinopse Uma personagem, uma atriz e o passar das horas em um interrogatório do Holocausto. Apresentação O documentário acompanha a trajetória

Leia mais

2 Público não é político. É o espaço coletivo, do cidadão.

2 Público não é político. É o espaço coletivo, do cidadão. A MÚSICA NA SOCIALIZAÇÃO DAS MENINAS DE SINHÁ GIL, Thais Nogueira UFMG thaisgil@terra.com.br GT: Movimentos Sociais e Educação / n.03 Agência Financiadora: CAPES O que acontece quando os sujeitos excluídos

Leia mais

MUSEU DA CIDADE OCA RECEBE A MAIOR EXPOSIÇÃO JÁ REALIZADA SOBRE A CIVILIZAÇÃO MAIA

MUSEU DA CIDADE OCA RECEBE A MAIOR EXPOSIÇÃO JÁ REALIZADA SOBRE A CIVILIZAÇÃO MAIA MUSEU DA CIDADE OCA RECEBE A MAIOR EXPOSIÇÃO JÁ REALIZADA SOBRE A CIVILIZAÇÃO MAIA Mayas: revelação de um tempo sem fim reúne pela primeira vez mais de 380 objetos e homenageia esta civilização em todo

Leia mais

Viagem Cultural Rosário São Paulo 8ª série

Viagem Cultural Rosário São Paulo 8ª série Viagem Cultural Rosário São Paulo 8ª série Aprendizagem é mais do que aquisição ou apreensão da rede de determinados corpos de conhecimentos conceituais, selecionados socialmente como relevantes e organizados

Leia mais

Apontamentos das obras LeYa em relação ao Currículo em Movimento do DISTRITO FEDERAL. Geografia Leituras e Interação

Apontamentos das obras LeYa em relação ao Currículo em Movimento do DISTRITO FEDERAL. Geografia Leituras e Interação Apontamentos das obras LeYa em relação ao Currículo em Movimento do DISTRITO FEDERAL Geografia Leituras e Interação 2 Caro professor, Este guia foi desenvolvido para ser uma ferramenta útil à análise e

Leia mais

Tipo de atividade: Passeio/visita e redação. Objetivo: Conhecer alguns centros e templos religiosos existentes no bairro/cidade e desenvolver

Tipo de atividade: Passeio/visita e redação. Objetivo: Conhecer alguns centros e templos religiosos existentes no bairro/cidade e desenvolver A série Sagrado é composta por programas que, através de um recorte históricocultural, destacam diferentes pontos de vista das tradições religiosas. Dez representantes religiosos respondem aos questionamentos

Leia mais

O documentário gaúcho contemporâneo: memória e identidade (1995-2010). De Moringue a Barão do Jacuí: a trajetória de Francisco Pedro de Abre.

O documentário gaúcho contemporâneo: memória e identidade (1995-2010). De Moringue a Barão do Jacuí: a trajetória de Francisco Pedro de Abre. 35. MESTRADO EM HISTÓRIA (CÓDIGO 1049) 35.1. Área de Concentração e vagas: História, Poder e Cultura: 15 (quinze) vagas 35.1.1 Linha de Pesquisa e vagas: Integração, Política e Fronteira: oito vagas PROFESSOR

Leia mais

HISTÓRIA DO DINHEIRO NO BRASIL

HISTÓRIA DO DINHEIRO NO BRASIL HISTÓRIA DO DINHEIRO NO BRASIL Marcos Faber www.historialivre.com Introdução Numismática (do grego antigo νόµισµα - nomisma, através do latim numisma, moeda) é a ciência que tem por objetivo o estudo das

Leia mais

A estrutura social e as desigualdades

A estrutura social e as desigualdades 3 A estrutura social e as desigualdades Unidade As desigualdades sociais instalaram se no Brasil com a chegada dos portugueses. Os povos indígenas foram vistos pelos europeus como seres exóticos e ainda

Leia mais

protásio lemos da luz

protásio lemos da luz Ciência José Goldemberg protásio lemos da luz cultura fernanda montenegro especial prêmio conrado wessel pesquisa fapesp Mudar para melhorar Categoria Arte foi a que mais sofreu modificações até o formato

Leia mais

RADIODIFUSÃO E TELECOMUNICAÇÕES. Características que devem influenciar Legislação

RADIODIFUSÃO E TELECOMUNICAÇÕES. Características que devem influenciar Legislação RADIODIFUSÃO E Características que devem influenciar Legislação 1 ROTEIRO 1. Rádio e Televisão Abertos, de recepção livre e gratuita no Brasil Modelo Federativo Características Importância 2. Conteúdos

Leia mais

Projeto Eleições 2014 e o Exercício da Cidadania

Projeto Eleições 2014 e o Exercício da Cidadania Governo do Distrito Federal Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal Coordenação Regional de Ensino do Plano Piloto e Cruzeiro Centro de Ensino Fundamental Polivalente Projeto Eleições 2014

Leia mais

A Corte Chegou Cândida Vilares e Vera Vilhena PROJETO DE LEITURA. Ficha Autoras: Romance histórico. As autoras A vivência como professoras

A Corte Chegou Cândida Vilares e Vera Vilhena PROJETO DE LEITURA. Ficha Autoras: Romance histórico. As autoras A vivência como professoras A Corte Chegou Cândida Vilares e Vera Vilhena PROJETO DE LEITURA 1 As autoras A vivência como professoras foi a base de trabalho das autoras. Na sala de aula, puderam conviver com a realidade de leitura

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO CÓDIGO UNIDADE 042 CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CÓD. CURSO CURSO PROPAGANDA, PUBLICIDADE E CRIAÇÃO CÓD. DISC. DISCIPLINA 34033408 ARTE BRASILEIRA II CRÉDITOS ETAPA 3 Período CH ANO 2009

Leia mais

Expansão do território brasileiro

Expansão do território brasileiro Expansão do território brasileiro O território brasileiro é resultado de diferentes movimentos expansionistas que ocorreram no Período Colonial, Imperial e Republicano. Esse processo ocorreu através de

Leia mais

UFSC. Resposta: 02 + 04 + 16 = 22. Comentário. Resposta: Comentário

UFSC. Resposta: 02 + 04 + 16 = 22. Comentário. Resposta: Comentário Resposta: 02 + 04 + 16 = 22 Resposta: 01. Incorreta. Na região dos Rios Tigre e Eufrates tivemos o desenvolvimento da Civilização Mesopotâmica, que, mesmo enfrentando guerras, desenvolveu atividades artísticas

Leia mais

RAÇA BRASIL TEMAS & CÓDIGOS GRUPOS TEMÁTICOS

RAÇA BRASIL TEMAS & CÓDIGOS GRUPOS TEMÁTICOS Personalidade Personalidade Carreira 521 Personalidade Personalidade Perfil 412 Estética Cabelos Femininos 157 Negritude Discriminação Racial 130 Sociedade Eventos 122 Estética Moda Feminina & Masculina

Leia mais

1º ano. 1º Bimestre. 2º Bimestre. 3º Bimestre. Capítulo 26: Todos os itens O campo da Sociologia. Capítulo 26: Item 5 Senso Crítico e senso comum.

1º ano. 1º Bimestre. 2º Bimestre. 3º Bimestre. Capítulo 26: Todos os itens O campo da Sociologia. Capítulo 26: Item 5 Senso Crítico e senso comum. 1º ano A Filosofia e suas origens na Grécia Clássica: mito e logos, o pensamento filosófico -Quais as rupturas e continuidades entre mito e Filosofia? -Há algum tipo de raciocínio no mito? -Os mitos ainda

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE EDUCAÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR AVALIADORES DAS MONOGRAFIAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE EDUCAÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR AVALIADORES DAS MONOGRAFIAS UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE EDUCAÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR AVALIADORES DAS MONOGRAFIAS N ALUNOS TEMAS AVALIADORES DATA NOTA 1 Adriana Costa Valença. O futsal como conteúdo

Leia mais

QUESTÃO 04 QUESTÃO 05

QUESTÃO 04 QUESTÃO 05 QUESTÃO 01 Arte abstrata é uma arte: a) que tem a intenção de representar figuras geométricas. b) que não pretende representar figuras ou objetos como realmente são. c) sequencial, como, por exemplo, a

Leia mais

O trabalho escravo no Brasil Algumas imagens

O trabalho escravo no Brasil Algumas imagens O trabalho escravo no Brasil Algumas imagens Jean Baptiste Debret nasceu em Paris, na França, em 18 de abril de 1768. Formado pela Academia de Belas Artes de Paris, Debret foi um dos membros da Missão

Leia mais

EXPANSÃO TERRITORIAL DO BRASIL

EXPANSÃO TERRITORIAL DO BRASIL EXPANSÃO TERRITORIAL DO BRASIL Foi a conquista e ocupação do interior do território, além dos limites do Tratado de Tordesilhas. Essa expansão foi responsável pela extensão territorial do Brasil de hoje.

Leia mais

FORMAÇÃO LEITORA NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Daniela Andrade Coelho da Fonseca 1, Marilani Soares Vanalli 2

FORMAÇÃO LEITORA NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Daniela Andrade Coelho da Fonseca 1, Marilani Soares Vanalli 2 Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 1155 FORMAÇÃO LEITORA NA EDUCAÇÃO INFANTIL Daniela Andrade Coelho da Fonseca 1, Marilani Soares Vanalli 2 1 Mestranda

Leia mais

Onde: Museu da Cerâmica Udo Knoff, Rua Frei Vicente, nº 03, Pelourinho

Onde: Museu da Cerâmica Udo Knoff, Rua Frei Vicente, nº 03, Pelourinho EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS FEIRA DE CORES E SABORES A mostra, contemplada pelo Fundo de Cultura da Bahia através do IPAC, tem a intenção de valorizar os patrimônios materiais e imateriais da Feira de São Joaquim

Leia mais

PROJETO INTERDISCIPLINAR BALAIO DE IDEIAS

PROJETO INTERDISCIPLINAR BALAIO DE IDEIAS PROJETO INTERDISCIPLINAR BALAIO DE IDEIAS 6º ANO / ENSINO FUNDAMENTAL Goiânia, 2014 COLÉGIO AGOSTINIANO NOSSA SENHORA DE FÁTIMA A maior riqueza de um país é a sua cultura I. APRESENTAÇÃO No decorrer do

Leia mais

LITERATURA INFANTIL E JUVENIL E A FORMAÇÃO DE LEITORES NA BIBLIOTECA ESCOLAR. Lília Santos

LITERATURA INFANTIL E JUVENIL E A FORMAÇÃO DE LEITORES NA BIBLIOTECA ESCOLAR. Lília Santos LITERATURA INFANTIL E JUVENIL E A FORMAÇÃO DE LEITORES NA BIBLIOTECA ESCOLAR Lília Santos NA BIBLIOTECA ESCOLAR, a MEDIAÇÃO com crianças e jovens acontece o tempo todo. É preciso ter atenção com os conteúdos

Leia mais

Por uma nova política indigenista. Uma entrevista com Marcos Terena

Por uma nova política indigenista. Uma entrevista com Marcos Terena Série Movimentos Sociais Por uma nova política indigenista. Uma entrevista com Marcos Terena Entre os dias 22 e 25 de abril, houve a IV Festa Nacional do Índio, na Praia da Enseada, em Bertioga. Trata-se

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR:

ESTRUTURA CURRICULAR: ESTRUTURA CURRICULAR: Definição dos Componentes Curriculares Os componentes curriculares do Eixo 1 Conhecimentos Científico-culturais articula conhecimentos específicos da área de história que norteiam

Leia mais

O DIREITO ÀS MEMÓRIAS NEGRAS E A OUTRAS HISTÓRIAS : AS COLEÇÕES DO JORNAL O EXEMPLO. Maria Angélica Zubaran

O DIREITO ÀS MEMÓRIAS NEGRAS E A OUTRAS HISTÓRIAS : AS COLEÇÕES DO JORNAL O EXEMPLO. Maria Angélica Zubaran O DIREITO ÀS MEMÓRIAS NEGRAS E A OUTRAS HISTÓRIAS : AS COLEÇÕES DO JORNAL O EXEMPLO Maria Angélica Zubaran Sabemos que, no âmbito das ciências humanas, a memória está relacionada aos processos da lembrança

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO DIRETORIA DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO DIRETORIA DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO DIRETORIA DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO Sequência de aulas de História Autora: Professora Vanessa Maria Rodrigues Viacava

Leia mais

CIVILIDADE E EDUCAÇÃO DAS CRIANÇAS JAPONESAS: PRIMEIRAS APROXIMAÇÕES COM NORBERT ELIAS

CIVILIDADE E EDUCAÇÃO DAS CRIANÇAS JAPONESAS: PRIMEIRAS APROXIMAÇÕES COM NORBERT ELIAS CIVILIDADE E EDUCAÇÃO DAS CRIANÇAS JAPONESAS: PRIMEIRAS APROXIMAÇÕES COM NORBERT ELIAS Orientanda: Joice Camila dos Santos Kochi Orientadora: Magda Sarat Co-orientadora: Míria Izabel Campos Universidade

Leia mais

Cultura e política no Brasil: de Getúlio a Ditadura Militar

Cultura e política no Brasil: de Getúlio a Ditadura Militar Cultura e política no Brasil: de Getúlio a Ditadura Militar 1 A Era Vargas (1930-1945) Assumiu após a vitória sobre as oligarquias em 1930. 2ª Guerra Mundial: Início dúbio com posterior alinhamento aos

Leia mais

Lançamento de Livros e Sessão de Autógrafos 12 de Julho - 19h30

Lançamento de Livros e Sessão de Autógrafos 12 de Julho - 19h30 Lançamento de Livros e Sessão de Autógrafos 12 de Julho - 19h30 Ana Isabel Madeira (Apresentação pela autora - sala 1) Referência da Obra: Madeira, A. (2012). A Construção do Saber Comparado em Educação:

Leia mais

1 REGISTRO, Tânia Cristina. O arranjo de fotografias em unidades de informação: fundamentos teóricos e

1 REGISTRO, Tânia Cristina. O arranjo de fotografias em unidades de informação: fundamentos teóricos e Michelle Cartolano de Castro Ribeiro. Catolicismo e Espiritismo: potenciais de pesquisa a partir do Fundo José Pedro Miranda (Centro Universitário Barão de Mauá pós-graduando) O espaço de estudo usado

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia em comemoração ao Dia Internacional da Mulher

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia em comemoração ao Dia Internacional da Mulher , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia em comemoração ao Dia Internacional da Mulher Palácio do Planalto, 12 de março de 2003 Minha cara ministra Emília Fernandes, Minha cara companheira Benedita da

Leia mais

Cotas Pra Quê? 1. PALAVRAS-CHAVE: Documentário; Educação; Sistema de Cotas; Ensino Superior.

Cotas Pra Quê? 1. PALAVRAS-CHAVE: Documentário; Educação; Sistema de Cotas; Ensino Superior. Cotas Pra Quê? 1 Sarah Rocha MARTINS 2 Luan Barbosa OLIVEIRA 3 Camilla Alves Ribeiro PAES LEME 4 Instituto de Ensino Superior de Rio Verde, Rio Verde, Goiás RESUMO Este documentário foi planejado e desenvolvido

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA SOBRE RAÇA E DISCRIMINAÇÃO RACIAL

SEQUÊNCIA DIDÁTICA SOBRE RAÇA E DISCRIMINAÇÃO RACIAL SEQUÊNCIA DIDÁTICA SOBRE RAÇA E DISCRIMINAÇÃO RACIAL DISCIPLINA: SOCIOLOGIA O propósito desta sequência didática é discutir com e/em interação com os jovens-alunos, a questão do preconceito racial e o

Leia mais

Terra Papagalli é uma obra ficcional dos escritores brasileiros de José Roberto Torero e Marcus Aurelius Pimenta, publicada pela primeira vez em 1997

Terra Papagalli é uma obra ficcional dos escritores brasileiros de José Roberto Torero e Marcus Aurelius Pimenta, publicada pela primeira vez em 1997 1 Terra Papagalli é uma obra ficcional dos escritores brasileiros de José Roberto Torero e Marcus Aurelius Pimenta, publicada pela primeira vez em 1997 pela Editora Objetiva. Misturando fatos históricos

Leia mais

A obra de Joaquim Manuel de Macedo através de anúncios do Jornal do Comércio do Rio de Janeiro.

A obra de Joaquim Manuel de Macedo através de anúncios do Jornal do Comércio do Rio de Janeiro. A obra de Joaquim Manuel de Macedo através de anúncios do Jornal do Comércio do Rio de Janeiro. Resumo: Doutoranda Juliana Maia de Queiroz 1 (UNICAMP). Em 1868, Joaquim Manuel de Macedo publicou o romance

Leia mais

BANDEIRAS E BANDEIRANTES

BANDEIRAS E BANDEIRANTES Museu da Cidade de São Paulo BANDEIRAS E BANDEIRANTES São Paulo do Piratininga foi fundada em 1554, no entorno do Colégio dos Jesuítas, na elevação entre os rios Tamanduateí e Anhangabaú. Aos poucos, esta

Leia mais

APRESENTAÇÃO. O local de exibição é o ambiente escolar, sempre acompanhado de atividade didática sobre o tema.

APRESENTAÇÃO. O local de exibição é o ambiente escolar, sempre acompanhado de atividade didática sobre o tema. APRESENTAÇÃO O Projeto Cinema na Escola é um Projeto Cultural desenvolvido no curso de Pós-Graduação em Gestão Cultural SENAC/2011, elaborado e dirigido pelo Produtor Audiovisual Ricardo Fagundes e tem

Leia mais

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo FESPSP PROGRAMA DE DISCIPLINA

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo FESPSP PROGRAMA DE DISCIPLINA 1 Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo FESPSP PROGRAMA DE DISCIPLINA No equilíbrio entre as várias partes do livro, dei maior peso à fase que se inicia nos fins do século XIX e vai até

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2003

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2003 RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2003 1 Índice: 1. Março 1.1. Sarau Poético: POESIA, Substantivo Feminino 2. Abril 2.1. Mostra de Cinema Infantil: TAINÁ Uma Aventura na Amazônia 2.2. Exposição de Quadros PONTE

Leia mais

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014 5º1 1 ANA CATARINA R FREITAS SIM 2 BEATRIZ SOARES RIBEIRO SIM 3 DIOGO ANTÓNIO A PEREIRA SIM 4 MÁRCIO RAFAEL R SANTOS SIM 5 MARCO ANTÓNIO B OLIVEIRA SIM 6 NÁDIA ARAÚJO GONÇALVES SIM 7 SUNNY KATHARINA G

Leia mais

6 Cultura e ideologia

6 Cultura e ideologia Unidade 6 Cultura e ideologia Escrever sobre cultura no Brasil significa trabalhar com muitas expressões como festas, danças, canções, esculturas, pinturas, gravuras, literatura, mitos, superstições e

Leia mais

PALESTRA 1 DINÂMICA E ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA DE DOCUMENTAÇÃO E DAS BIBLIOTECAS DO CPII. VAGAS: 60

PALESTRA 1 DINÂMICA E ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA DE DOCUMENTAÇÃO E DAS BIBLIOTECAS DO CPII. VAGAS: 60 PALESTRA 1 DINÂMICA E ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA DE DOCUMENTAÇÃO E DAS BIBLIOTECAS DO CPII. VAGAS: 60 Professor Responsável: MARTA REGINA DE JESUS Dias / Hora / Local: 6a. Feira - 09/08 das 9:00 às 12:00h

Leia mais