TIM Participações S.A. Resultados do 1T06. 5 de Maio de 2006

Save this PDF as:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TIM Participações S.A. Resultados do 1T06. 5 de Maio de 2006"

Transcrição

1 TIM Participações S.A. Resultados do 5 de Maio de

2 Principais realizações Desempenho do Mercado Desempenho Financeiro 2

3 Status da Reestruturação Corporativa Principais realizações Melhorando a Estrutura Corporativa Em 16 de março, a assembléia dos acionistas aprovou a incorporação da TIM Celular, sem voto contra Nenhum acionista exerceu o direito de retirada que expirou em 19 de abril Em 4 de maio, o Conselho aprovou um novo passo em nossa reorganização. Estrutura Atual TIM Participações 100% 100% 100% TIM Celular TIM Nordeste TIM Sul 100% TIM Maxitel Estrutura Proposta TIM Participações TIM Celular + TIM Sul TIM Maxitel + TIM Nordeste 100% 100% Esta transação, que está sendo submetida à aprovação da Anatel, irá: otimizar ainda mais a estrutura da empresa, permitindo redução nos custos referentes à manutenção de duas entidades separadas e, acelerar o direito de utilizar os prejuízos fiscais acumuladas empresas incorporadadas, no valor de R$5,5 bilhões ao final do. Esperamos que a transação seja finalizada durante o 3T06. 3

4 Principais realizações TIM: Crescimento com rentabilidade em um mercado altamente competitivo Crescimento Sólido Forte Desempenho Financeiro (ano-a-ano) Crescimento de 44% ano-a-ano, na base total de clientes, comparado com 30% do mercado brasileiro. Maior % de pós-pago em relação à concorrência: 20,6% versus 19,5% do mercado Líder em adições líquidas de pós-pago no trimestre (30,2%) com 24,8% de participação ao final do período Líder em tecnologia inovadora: 37% de participação no mercado de GSM Sucesso na retenção de clientes: taxa de churn estável Aperfeiçoamento do CRM e de ferramentas de segmentação que permitem a redução do custo de aquisição Crescimento de 21% na receita de serviços 45% de expansão na receita de VAS Redução de 21% no custo de aquisição de clientes Inadimplência estável, como percentual da receita bruta total: 3,1% Incremento de 58% do EBITDA, com margem de 24,3% (+6,2 p.p. em relação ao 1T05) A caminho do ponto de equilíbrio: redução de 34% do prejuízo líquido 4

5 Principais realizações Desempenho do Mercado Desempenho Financeiro 5

6 Crescimento Contínuo do Mercado de Celulares no Mercado Nacional e Penetração Crescimento de linhas ano-a-ano TIM Mercado 60,6% 60,8% 56,4% 39,7% 39,8% 37,6% 38,0% 68,6 41,6% 75,5 44,0% 80,0 48,5% 31,4% 47,3% 86,2 43,5% 30,3% 48,1% 89,4 Nos últimos 12 meses, a base de clientes da TIM cresceu 43,5%, muito acima do crescimento do mercado (+30,3%) Taxa decrescente de crescimento do mercado, porém, superando as expectativas: 3,7% no trimestre e 30,3% na comparação ano-a-ano 1T05 2T05 3T05 4T05 Total de linhas do mercado (mm) Penetração Nacional Mercado mais racional com forte foco em subsídio de aparelhos pós-pago e básicos. Fonte: banco de dados da Anatel 6

7 Desempenho da Participação de Mercado Participação de Mercado Distância entre a participação de mercado da TIM vs. os principais concorrentes Primeiro Player Crescimento ano-a-ano Vs. Primeiro Player Vs. Terceiro Player TIM 39,3% 21,3% 20,8% Terceiro Player 37,7% 36,1% 22,2% 21,5% 22,9% 21,8% 34,5% 23,4% 21,6% 1T05 2T05 3T05 4T05 33,7% ~ - 6 pp 23,5% ~ + 2 pp 21,8% ~ + 1 pp Melhor participação de mercado alcançada em São Paulo Capital: 25,9% (+ 7,4 p.p. ano-a-ano), atingindo o 2º lugar na região. ~ + 1,2 p.p. ano-a-ano 1T05 2T05 3T05 4T05 0,5 1,7 1T05 2T05 3T05 4T05-10,2-18,0 ~ - 7,7 p.p. ano-a-ano Diminuindo a distância para o 1º Concorrente e aumentando a distância do 3º Concorrente 7

8 Base de Clientes: combinando crescimento e melhora no mix Linhas TIM (mm) Mix de pós-pago Linhas GSM 21,0 Ano-a-ano + 43% Trimestre-a-trimestre Part. de mercado (%) Part. de mercado pós-pago (%) 14,6 69% 85% 1T05 21,3% 23,5% 22,8% 24,8% + 75% 21,1% 20,6% 20,3% + 0,5 p.p. 19,9% 20,1% 19,7% 19,5% 19,2% + 0,3 p.p. 18,9% 18,9% 19,4% 19,2% + 0,3 p.p. 18,9% 18,0% 18,6% 1T05 2T05 3T05 4T05 TIM Mercado Concorrentes Líder em adições líquidas de pós-pago no trimestre Melhor qualidade na base de clientes: 20,6% de linhas pós-pagas vs. 19,1% do 1º concorrente e 16,4% do 3º concorrente Fonte: Banco de dados da Anatel. 8

9 Crescendo com o custo de retenção e aquisição otimizados SAC R$ 19,7% % 23,8% 150 Estratégia bem-sucedida de valor e fidelidade SAC/ARPU Taxa Mensal de Churn 1T05 % adições brutas de pós-pago 5,3X 5,0X 1T05 Churn estável + 0,1 p.p. 2,3% 2,4% 1T05 Volume recorde de adições brutas com rígido controle do custo de aquisição Estratégia racional de aquisição de clientes: melhoria no mix de adições brutas Redução do churn no segmento de alto valor: - 1,4 p.p., enquanto a taxa consolidada de churn permanece estável 9

10 Segmentação mais profunda da oferta Principais vantagens competitivas Construindo liderança baseada na atenção total ao cliente Diferenciais da TIM atualmente Pós-Pago Principais Drivers de Crescimento Diferenciais para usuários de alto valor Roaming Internacional Foco nos planos TIM Brasil Planos comunitários (oferta família) (8 pacotes completos) Subsídio direcionado no segmento de alto valor Pré-Pago Segmentação profunda (novos planos pré-pagos TIM + ) Lançamento dos planos exclusivos Baixo custo de aquisição: Cartão SIM + Oferta de tráfego TIM +25 e TIM +5 destinados ao usuário pré-pago de alto valor Redução de subsídios Corporativo Blackberry / Nokia communicator/ Treo EDGE Planos de longa distância e roaming internacional VAS SMS/MMS Carta Servizi como um serviço Relançamento do portal WAP Foco em forte inovação & lançamento de ofertas exclusivas Desconto em volume para contratos nacionais Evolução de VAS de um atributo de posicionamento para crescimento de receita Mobilidade, conveniência e VAS de última geração 10

11 Sucesso nas Atividades de Marketing Forte segmentação de ofertas para o varejo Pós-pago Pré-pago Ofertas TIM Chip Only Bônus para recarga em até 48 horas TIM + 25 & TIM + 5 Recompensando o tráfego sainte TIM Light TIM Conta Fixa Foco na comodidade: Controle de despesas Planos TIM Brasil Ofertas completas e diferenciadas combinando voz e serviço de dados Aumento na recarga feita em até 48 horas após a ativação da linha Resultados 2x ARPU comparado à média deste segmento Forte participação nas adições brutas para o segmento no período TIM Conta Fixa : 33% das adições brutas do varejo TIM Light : 24% das adições brutas de pós-pago do varejo Estímulo às adições brutas de pós-pago: mais de 70% de crescimento desde o lançamento. 11

12 Segmento Corporativo Foco em inovação & Lançamento de ofertas exclusivas Part. de Mercado - Segmento Corporativo 1 29% Concorrência Blackberry: Aumentando o portfolio de serviços Primeira Companhia a oferecer no Brasil: mais de 1 ano de exclusividade Cobertura nacional Roaming internacional O mais avançado portfolio de aparelhos Nova oferta Blackberry Corporativo Participação de mercado de Pequenas e médias empresas: 30,4% Crescimento de linhas da TIM por segmento no Todas as funções de um modo fácil e barato Novo plano combinando volume e conveniência (controle de despesas) Segmento Corporativo +70% ano-a-ano Controle do Plano da Companhia Linhas Totais +43% ano-a-ano % Roaming International Foco em conquistar grandes contas Promoções locais de tarifas Fonte: Pesquisa - Dimensionamento do Mercado Corporativo Brasileiro de Telefonia Celular - Ericsson Business Consulting; Estudo Pyramid e estimativas marketing. 12

13 Foco no VAS: Inovação Fácil & Útil Aumento de penetração de serviços Evolução da segmentação: Conceito de comunidade Crescimento do SMS Transmissão de dados por meio de EDGE Push Blackberry VAS: portfolio de aparelhos Relançamento do portal WAP Parcerias para conteúdos estratégicos Lançamento do carta servizi SMS+MMS Estímulo a prêmios SMS z Blackberry Corporativo: solução competitiva & inovadora z Torpedo promocional nos finais de semana z Foco regional (conteúdo e oferta) z Fáceis configurações para o SMS, MMS e Data z Novo site WAP e conteúdos mais elaborados 7,6% 13

14 Reforçando o cuidado com o cliente Tamanho: mais de 30 milhões de contatos no trimestre -9% Eficiência: redução no tempo médio de atendimento 1T05 Efetividade: aumento no % de ligações atendidas +6% 1T05 Resultado: melhor posicionado em taxa de reclamações entre os principais concorrentes Reclamações por clientes TIM 3º 1º 4º concorrente Fonte: Anatel CRC Abril 06 Outros concorrentes 14

15 Principais realizações Desempenho do Mercado Desempenho Financeiro 15

16 Forte Crescimento da Receita e Participação de Mercado Receita Bruta Análise da Receita Bruta R$ MM 2.378,4 17% 83% 6,3% 1T05 Receita de Serviços 2.889,0 15% 85% 7,3% Ano-a-ano Vendas de Aparelhos Receita de Voz (R$ milhões) VAS (R$ milhões) % Receita de Aparelhos (R$ milhões) % Aparelhos vendidos (mil) % Preço médio de aparelhos (R$) 359,7 Ano-a-ano % +21% Volume de Tráfico (Bilhões min.) 5,1 + 33% + 15% % de médio-alto custo de aparelhos vendidos 40% + 17p.p. Total da Receita Líquida % Forte posicionamento na venda do chip ( Chip Only ), como estratégia de baixo custo de aquisição Receita de VAS sobre receita de serviços Receita Líquida de Serviços % Receita Líquida de Serviços - 3 principais concorrentes Crescimento Sustentável TIM 3º 1º 31% 22% 47% 1T05 34% 24% 42% ~+3p.p. ~ +2 p.p. ~ -5 p.p. Performance excepcional confirmada considerando o crescimento da receita líquida de serviços: +21% ano-a-ano vs. -1% do 1º concorrente e 19% do 3º concorrente 16

17 Análise do ARPU Desempenho do ARPU Aumentando a receita do VAS ARPU (R$) 32,8 +23% +24% 33,6 26,7 27,0 TIM Média da concorrência.* 30,0 +23% 24,5 Receita de VAS Ano-a-ano +45% 6,3% 7,3% 3T05* 4T05 Manter forte distância no ARPU vs. mercado Tendência impactada pela constante formação do mercado e forte sazonalidade -10% Sazonalidade da tendência do ARPU no mercado Serviços de dados e interação 36% 1T05 Receita de VAS (R$ milhões) % sobre Receita Bruta de Serviços Crescimento ano-a-ano Usuários SMS P2P + 58% MMS P2P + 83% Data + 239% -8% 4T03 1T04 2T04 3T04 4T04 1T05 2T05 3T05 4T05-9%/10% SMS/MMS P2P 64% Uso SMS P2P + 54% MMS P2P + 52% Data + 336% *Média ponderada: 1º e 3º concorrente ** Estimativa. 17

18 Desempenho do EBITDA EBITDA Peso na Margem EBITDA 1 R$ MM 327,3 18,1% 1T05 +6,2 p.p. 518,2 24,3% Margem EBITDA sobre Receita Líquida Total Ano-a-ano +58% A) Custos Variáveis Interconexão Custo dos Aparelhos (A) + (B) -4,6p.p. B) Fixo & Comercial Despesas Comerciais -1,0 p.p. Administrativas e Outros -0,4 p.p. Custos com Pessoal +0,3 p.p. Custos Industriais -0,7 p.p. -3,9 p.p. -0,5 p.p. -1,6 p.p. -6,2 p.p. 1 Calculado com base na variação ano-a-ano da porcentagem da despesa operacional sobre as receitas totais Alto preço de aquisição dos aparelhos com impacto positivo nos subsídios Crescimento do pessoal reflete as melhorias no CRM, e desenvolvimento do serviço de pré e pós-vendas. 18

19 Do EBITDA ao Resultado Final Ano-a-ano % +58% +25% -74% +29% 6% -100% +35% (R$ MM) 191,0-108,7 82,3-19,6-2,1 19,4 80,0 (R$ Million) 518,2 (547,0) A caminho do ponto de equilíbrio (28,7) (86,5) (36,5) (151,8) EBITDA Depreciação Amortização EBIT Receita Financeira Líquida Impostos e Outros Minoritários Prejuízo Líquido 19

20 +349 Posição Financeira Líquida R$ MM Posição Financeira Líquida (Análise ano-a-ano) (97) EBITDA: +518 CAPEX: (169) CAPEX 4T05: (1.089) Taxa FISTEL em 2005: (302) Aparelhos adquiridos no 4T05: (516) Outras mudanças: T05 4T05 (97) Posição Financeira Líquida Dez 05 (1.598) Fluxo de caixa Operacional (96) (37) líquido: 1,250 (56) (1.536) EBITDA -CAPEX Capital de Giro Operacional Resultado financeiro líquido: (87) Outros: (9) Outras não operacionais Imposto de Renda Dividendos Posição Financeira Líquida (1.386) (1.536) Historicamente, expressiva geração de caixa nos trimestres subseqüentes Efeito sazonal do capital de giro: 43% do CAPEX de 2005 foi realizado no 4T05, enquanto que os pagamentos foram feitos no 30,3% dos aparelhos de 2005 foram adquiridos no 4T05 enquanto que os pagamentos foram feitos no Taxa Fistel sobre a base de clientes em 2005 foi paga em uma única prestação em março de

21 Considerações Futuras As declarações contidas nessa apresentação, assim como observações feitas pela administração da TIM Participações S.A. (a Companhia ou TSU ) que não constituam fatos consumados, são previsões e/ou estimativas futuras envolvendo fatores que podem fazer com que os resultados reais da Companhia sejam materialmente diferentes dos resultados históricos ou de quaisquer resultados expressos ou implícitos por essas previsões e estimativas. A Companhia alerta que os usuários desta apresentação não devem fundamentar suas decisões de investimento nessas previsões e estimativas futuras, pois elas estão baseadas em suposições que podem não se materializar Relações com Investidores Avenida das Américas, Bloco 01 6 andar Barra da Tijuca Rio de Janeiro, RJ Fone: / / Fax: Acesse nosso website: 21

Tele Celular Sul. Apresentação dos Resultados do 1º Trimestre/2002

Tele Celular Sul. Apresentação dos Resultados do 1º Trimestre/2002 Tele Celular Sul Apresentação dos Resultados do 1º Trimestre/2002 8 de Maio, 2002 Agenda Estratégia Operacional Realizações no 1º Trimestre/2002 Estratégia Operacional Ações para 2002 Capacidade do CRM

Leia mais

Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA 1T13. Abril 2013

Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA 1T13. Abril 2013 Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA Abril 2013 1T13 Estratégia RESIDENCIAL Convergência de serviços com crescimento de Banda Larga e TV Paga MOBILIDADE PESSOAL Crescimento do pós e rentabilização

Leia mais

TIM Participações S.A. Resultados do 2T de julho de 2006

TIM Participações S.A. Resultados do 2T de julho de 2006 TIM Participações S.A. Resultados do 2T06 24 de julho de 2006 1 Principais Realizações Desempenho do Mercado Desempenho Financeiro Ambiente Regulatório 2 Principais realizações Crescimento contínuo e com

Leia mais

Resultados 3T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro de 2014.

Resultados 3T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro de 2014. Resultados 3T14_ Novembro de 2014. Disclaimer Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento da base de assinantes, um detalhamento

Leia mais

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA APRESENTAÇÃO CORPORATIVA Julho de 2011 Mercado Brasileiro de Telecomunicações Oi: Perfil, Cobertura e Estratégia Resultados Operacionais e Financeiros Aliança com a Portugal Telecom e Aumento de Capital

Leia mais

TIM Participações S.A. Resultados do 4T06 e 2006. 06 de Março de 2007

TIM Participações S.A. Resultados do 4T06 e 2006. 06 de Março de 2007 TIM Participações S.A. Resultados do 4T06 e 2006 06 de Março de 2007 1 Destaques Desempenho do Mercado Estratégia Comercial Desempenho Financeiro 2 4T06: Forte crescimento e sólida performance financeira

Leia mais

TIM Participações S.A. Resultados do 3T de Novembro de 2006

TIM Participações S.A. Resultados do 3T de Novembro de 2006 TIM Participações S.A. Resultados do 06 de Novembro de 2006 1 1 Destaques Desempenho do Mercado Estratégia Comercial Desempenho Financeiro 2 2 Destaques Forte crescimento e melhoria da qualidade da base

Leia mais

Resultados 1T15_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Maio, 2015.

Resultados 1T15_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Maio, 2015. Resultados _ Relações com Investidores Maio, 2015. Disclaimer Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento da base de assinantes,

Leia mais

Aniversário de 15 anos - Rodrigo Abreu. Destaque - Rodrigo Abreu. Operações - Lorenzo Lindner. Marketing - Roger Solé. Live TIM - Rogério Takayanagi

Aniversário de 15 anos - Rodrigo Abreu. Destaque - Rodrigo Abreu. Operações - Lorenzo Lindner. Marketing - Roger Solé. Live TIM - Rogério Takayanagi 1 Agenda Aniversário de 15 anos - Rodrigo Abreu Temas do 2º Trimestre : Destaque - Rodrigo Abreu Operações - Lorenzo Lindner Marketing - Roger Solé Live TIM - Rogério Takayanagi Financeiro - Claudio Zezza

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T15. 8 de maio de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 1T15. 8 de maio de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 8 de maio de 2015 Magazine Luiza Destaques do Vendas E-commerce Despesas Operacionais EBITDA Luizacred Lucro Líquido Ganhos de market share, principalmente em tecnologia Receita

Leia mais

Resultados Financeiros e Operacionais de 2002. Fevereiro - 2003

Resultados Financeiros e Operacionais de 2002. Fevereiro - 2003 1 Resultados Financeiros e Operacionais de 2002 Fevereiro - 2003 Agenda 2 Ambiente Competitivo Posicionamento Resultados Operacionais e Financeiros Amazônia Celular Telemig Celular Ambiente Competitivo

Leia mais

Destaques do trimestre

Destaques do trimestre Resultados 3T12 Destaques do trimestre 1 Empresa integrada é líder no índice de satisfação do cliente 2 Líder indiscutível nos segmentos de maior receita com foco na geração de valor 3 Melhora sequencial

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T15. 31 de julho de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 2T15. 31 de julho de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 2T15 31 de julho de 2015 Magazine Luiza Destaques do 2T15 Vendas E-commerce Ganho consistente de participação de mercado Redução na receita líquida de 10,1% para R$2,1 bilhões

Leia mais

APIMEC 3T10 Novembro de 2010

APIMEC 3T10 Novembro de 2010 APIMEC Novembro de 2010 Aviso Importante Esse material pode conter previsões de eventos futuros.tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia, e envolve riscos ou incertezas

Leia mais

Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009

Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009 Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009 EBITDA atingiu a soma de R$ 391 milhões no ano passado São Paulo, 24 de março de 2010 A Algar Telecom, empresa de telecomunicações do Grupo Algar,

Leia mais

www.telemar.com.br/ri Maio - 2004

www.telemar.com.br/ri Maio - 2004 Apresentação Corporativa Maio - 2004 Apresentação Telemar - Agenda 1. Destaques 2003/2004 1 2. Estratégia de Crescimento 3 3. Revisão do Resultado Operacional 12 4. Resultados Financeiros 20 1 Destaques

Leia mais

Resultados 2T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Julho de 2014.

Resultados 2T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Julho de 2014. Resultados _ Julho de 2014. Destaques do DESTAQUES OPERACIONAL FINANCEIRO Crescente market share de pós-pago contribuindo para uma maior adoção de dados e crescimento do ARPU. Crescimento de Acessos Pós-Pagos

Leia mais

Divulgação de Resultados do 2T10. 4 de agosto de 2010

Divulgação de Resultados do 2T10. 4 de agosto de 2010 Divulgação de Resultados do 4 de agosto de 2010 Aviso Importante Esse material pode conter previsões de eventos futuros.tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia, e envolve

Leia mais

Teleconferência de Resultados do 3T09

Teleconferência de Resultados do 3T09 Teleconferência de Resultados do 3T09 2 Destaques do trimestre O forte resultado do 3T09 demonstrou nossa confortável posição competitiva na indústria de proteínas e confirmou os resultados esperados de

Leia mais

Apresentação Investidores

Apresentação Investidores Apresentação Investidores Setembro de 2010 Aviso Importante Esse material pode conter previsões de eventos futuros.tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia, e envolve

Leia mais

Resultados do 4T05 e do ano de 2005

Resultados do 4T05 e do ano de 2005 Resultados do 4T05 e do ano de 2005 Teleconferência 24/03/2006 1 Considerações Futuras Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14. 27 de fevereiro de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14. 27 de fevereiro de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14 27 de fevereiro de 2015 Magazine Luiza Destaques 2014 Vendas E-commerce Despesas Operacionais EBITDA Ajustado Luizacred Lucro Líquido Ajustado Crescimento da receita

Leia mais

2002 - Serviços para empresas

2002 - Serviços para empresas 2002 - Serviços para empresas Grupo Telefónica Data. Resultados Consolidados 1 (dados em milhões de euros) Janeiro - Dezembro 2002 2001 % Var. Receita por operações 1.731,4 1.849,7 (6,4) Trabalho para

Leia mais

Telefônica Brasil Estratégia Segmentada para Maximizar Geração de Valor. Novembro de 2013.

Telefônica Brasil Estratégia Segmentada para Maximizar Geração de Valor. Novembro de 2013. Telefônica Brasil Estratégia Segmentada para Maximizar Geração de Valor Novembro de 2013. Continuamos evoluindo em nosso esforço de integração... Espaço TI Atenção ao Cliente Contratos Unificação e renegociação

Leia mais

RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015

RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015 RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015 AVISO Nesta apresentação nós fazemos declarações prospectivas que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições

Leia mais

Resultados 2T12 FLRY 3. Agosto / 2012

Resultados 2T12 FLRY 3. Agosto / 2012 Resultados 2T12 FLRY 3 Agosto / 2012 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2012 Aviso Legal Esta apresentação pode conter informações sobre eventos futuros. Tais informações não seriam apenas fatos históricos,

Leia mais

Apresentação de Resultados 2T12. 10 de agosto de 2012

Apresentação de Resultados 2T12. 10 de agosto de 2012 Apresentação de Resultados 2T12 10 de agosto de 2012 Aviso Legal Esta apresentação contém certas declarações futuras e informações relacionadas à Companhia que refletem as visões atuais e/ou expectativas

Leia mais

Resultados 4T13_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Fevereiro, 2014.

Resultados 4T13_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Fevereiro, 2014. Resultados 4T13_ Fevereiro, 2014. Destaques do 4T13 e ano de 2013 DESTAQUES Móvel Fixo Operacional Sustentando o crescimento superior em adições de pós-pago resultando em uma maior adoção de dados e crescimento

Leia mais

Apresentação de Resultados 3T05

Apresentação de Resultados 3T05 Apresentação de Resultados 3T05 Destaques Crescimento do Lucro Líquido foi de 316% no Terceiro Trimestre Crescimento da Receita no 3T05 A receita bruta foi maior em 71% (3T05x3T04) e 63% (9M05x9M04) Base

Leia mais

RESULTADOS 2T12. 24 de julho de 2012

RESULTADOS 2T12. 24 de julho de 2012 RESULTADOS 2T12 Grupo Pão de Açúcar 24 de julho de 2012 RESULTADO GPA CONSOLIDADO 2T12 Inclui empreendimentos imobiliários Exclui empreendimentos imobiliários Vendas Brutas Cresc. mesmas lojas vs 2T11

Leia mais

A TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO QUARTO TRIMESTRE DE 2000 E DO ANO DE 2000

A TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO QUARTO TRIMESTRE DE 2000 E DO ANO DE 2000 TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. João Cox Vice Presidente de Finanças e Diretor de Relações com Investidores jcox@telepart.com.br 0XX61-429-5600 Leonardo Dias Gerente de Relações com Investidores

Leia mais

Número 03 São Paulo, 15 de julho de 2013. Operadora: Indicadores econômico-financeiros

Número 03 São Paulo, 15 de julho de 2013. Operadora: Indicadores econômico-financeiros Número 03 São Paulo, 15 de julho de 2013 Operadora: Indicadores econômico-financeiros 1. Desempenho Operacional A Claro encerrou 2012 com 65,2 milhões de celulares no país, variação de 8% em relação a

Leia mais

Divulgação de Resultados do 4T10

Divulgação de Resultados do 4T10 Divulgação de Resultados do 4T10 23 de fevereiro de 2011 Aviso Importante Esse material pode conter previsões de eventos futuros.tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia,

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T14 8 de maio de 2014

Teleconferência de Resultados 1T14 8 de maio de 2014 Teleconferência de Resultados 8 de maio de 2014 Destaques do Expressivo crescimento em vendas mesmas lojas (25,4%) com rentabilidade Crescimento da receita líquida total: 28,5% versus 1T13 R$2,3 bilhões

Leia mais

BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO

BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO Teleconferência e Webcast de Resultados Sexta-feira, 5 de novembro de 2010 Horário: 12:00 p.m. (Brasil) 10:00 a.m. (US EDT) Telefone: +55 (11) 4688.6361 Código:

Leia mais

B2W DIGITAL Divulgação de Resultados 4T12/2012

B2W DIGITAL Divulgação de Resultados 4T12/2012 Estar Mais Próximo do Cliente B2W DIGITAL Divulgação de Resultados 4T12/2012 Considerações Gerais Considerações referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros,

Leia mais

Apresentação de Resultados 4T11. 1º de Março de 2012

Apresentação de Resultados 4T11. 1º de Março de 2012 Apresentação de Resultados 4T11 1º de Março de 2012 Contax Visão Geral GRUPO CONTAX Operação em 4 países: Brasil, Colômbia, Argentina e Peru Líder na América Latina em serviços de relacionamento com consumidores

Leia mais

BRASIL BROKERS. Reunião Anual com Investidores APIMEC-Rio 2009

BRASIL BROKERS. Reunião Anual com Investidores APIMEC-Rio 2009 BRASIL BROKERS Reunião Anual com Investidores APIMEC-Rio 2009 2009 Brasil 2009 Brokers Brasil Todos Brokers os Direitos Todos os Reservados Direitos Reservados Esta apresentação não constitui uma oferta,

Leia mais

Net Serviços de Comunicação S.A. Resultados do 1T08

Net Serviços de Comunicação S.A. Resultados do 1T08 Net Serviços de Comunicação S.A. Resultados do 1T08 Destaques do Trimestre 2 Lançamento recente do Net Fone.com, produto que combina os serviços de telefonia, acesso rápido à internet e melhoria de imagem,

Leia mais

RESULTADOS: DESTAQUES

RESULTADOS: DESTAQUES RESULTADOS: DESTAQUES Performance Financeira Receita Líquida (R$ bi) 19,9 18,8 +6% EBITDA (Δ% A/A) 4,1% 1,8% +4% em 2013 4,2% 5,2% 1T 2T 3T 4T Lucro Líquido (R$ bi) 1,4 +4% 1,5 Receita de Dados +21,5%

Leia mais

I Fórum Lusófono de Comunicações. Abril. 2010

I Fórum Lusófono de Comunicações. Abril. 2010 I Fórum Lusófono de Comunicações Abril. 2010 Evolução do Setor de Telecomunicações no Brasil Pré-Privatização Monopólio estatal Poucos investimentos Baixa qualidade dos serviços 98 Grande demanda reprimida

Leia mais

Resultados do 4T09 e 2009

Resultados do 4T09 e 2009 18 /03/2010 Resultados do 4T09 e 2009 Eduardo Alcalay Presidente Destaques do Ano MAIOR RENTABILIDADE Crescimento de EBITDA num cenário econômico desafiador Ganho de rentabilidade: crescimento de 21% no

Leia mais

APRESENTAÇÃO APIMEC. Março de 2015. Copyright Cielo Todos os direitos reservados

APRESENTAÇÃO APIMEC. Março de 2015. Copyright Cielo Todos os direitos reservados APRESENTAÇÃO APIMEC Março de 2015 Copyright Cielo Todos os direitos reservados A COMPANHIA FAZ DECLARAÇÕES SOBRE EVENTOS FUTUROS QUE ESTÃO SUJEITAS A RISCOS E INCERTEZAS Tais declarações têm como base

Leia mais

RESULTADO DO 1º TRIMESTRE DE 2013

RESULTADO DO 1º TRIMESTRE DE 2013 RESULTADO DO 1º TRIMESTRE DE 2013 DASA divulga receita bruta de R$ 640,4 milhões e geração de caixa operacional de R$ 43,3 milhões no 1T13 Romeu Cortes Domingues Presidente do Conselho de Administração

Leia mais

Apresentação de Resultados

Apresentação de Resultados Apresentação 3T08 Apresentação de Resultados José Carlos Aguilera (Diretor Presidente e de RI) Eduardo de Come (Diretor Financeiro) Marcos Leite (Gerente de RI) Destaques do Período Contexto de crise no

Leia mais

Os resultados do segundo trimestre e primeiro semestre de 2014 consolidam as Empresas BRF S.A.

Os resultados do segundo trimestre e primeiro semestre de 2014 consolidam as Empresas BRF S.A. BRF RESULTADOS 2T14 Os resultados do segundo trimestre e primeiro semestre de 2014 consolidam as Empresas BRF S.A. As declarações contidas neste relatório relativas à perspectiva dos negócios da Empresa,

Leia mais

Teleconferência. Resultados do 2 o Trimestre de 2007

Teleconferência. Resultados do 2 o Trimestre de 2007 Teleconferência Resultados do 2 o Trimestre de 2007 Aviso Legal Este documento contém declarações futuras, que podem ser identificadas por palavras como espera, pretende, planeja, acredita, procura, estima

Leia mais

Teleconferência de Resultados 3T15. 10 de novembro de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 3T15. 10 de novembro de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 3T15 10 de novembro de 2015 Magazine Luiza Destaques do 3T15 Vendas E-commerce Ganho de participação de mercado com aumento da margem bruta Receita bruta consolidada de R$2,4

Leia mais

na Light S.A. Janeiro/2010

na Light S.A. Janeiro/2010 Aumento de participação na Light S.A. Janeiro/2010 Termo de Renúncia Algumas declarações constantes nesta apresentação são projeções contidas no conceito da Lei de Valores Mobiliários Americanos e estão

Leia mais

Teleconferência de Resultados. 4T12 e 2012

Teleconferência de Resultados. 4T12 e 2012 Teleconferência de Resultados e 2012 28 de fevereiro de 2013 Aviso Legal Algumas das informações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam

Leia mais

Apresentação 4T11 & 2011. Abril, 2012

Apresentação 4T11 & 2011. Abril, 2012 Apresentação Resultados 4T11 & 2011 Abril, 2012 Destaques & Eventos Recentes Balanço do ano de 2011 Processo de integração da Agre: SAP; Revisão orçamentária; Processo contábil de combinação de negócios

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T11

Teleconferência de Resultados 1T11 Teleconferência de Resultados 1T11 13 de Maio de 2011 Aviso Legal Algumas das informações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar

Leia mais

COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO

COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO Uberlândia MG, Maio de 2013 A Algar Telecom, Companhia completa e integrada de telecomunicações e TI, detentora da marca CTBC, divulga seus resultados do 1º Trimestre

Leia mais

Apresentação de resultados. Algar Telecom. Reunião Gerencial, 20/05/2008

Apresentação de resultados. Algar Telecom. Reunião Gerencial, 20/05/2008 Apresentação de resultados Algar Telecom 2008 Agenda Segmentos de negócios Concessão e Expansão Resultados de 2008 Agenda Segmentos de negócios Concessão e Expansão Resultados de 2008 Segmentos de negócios

Leia mais

Explorando as Oportunidades dos Serviços de Dados. Seminário sobre Telecomunicações APIMEC RIO

Explorando as Oportunidades dos Serviços de Dados. Seminário sobre Telecomunicações APIMEC RIO Explorando as Oportunidades dos Serviços de Dados Seminário sobre Telecomunicações APIMEC RIO As Oportunidades do Mercado de Telecom no Brasil Universalização dos Serviços Através do Móvel Crescimento

Leia mais

Apresentação dos Resultados 3T06

Apresentação dos Resultados 3T06 Apresentação dos Resultados 3T06 Aviso Legal Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas

Leia mais

Resultados 2T11. Telecomunicações de São Paulo S.A. Vivo Participações S.A. São Paulo, 27 de Julho de 2011.

Resultados 2T11. Telecomunicações de São Paulo S.A. Vivo Participações S.A. São Paulo, 27 de Julho de 2011. Resultados 2T11 Telecomunicações de São Paulo S.A. Vivo Participações S.A. São Paulo, 27 de Julho de 2011. 0 Telefónica Servicios Audiovisuales S.A. / Telefónica España S.A. Título de la ponencia / Otros

Leia mais

Net Serviços de Comunicação S.A Apresentação Expomoney

Net Serviços de Comunicação S.A Apresentação Expomoney Net Serviços de Comunicação S.A Apresentação Expomoney Considerações Futuras Eventuais declarações que possam ser feitas durante essa apresentação, relativas às perspectivas de negócios da Companhia, projeções

Leia mais

TIM BRASIL MARIO CESAR ARAUJO

TIM BRASIL MARIO CESAR ARAUJO MARIO CESAR ARAUJO Agenda Destaques dos resultados de 2007 O contexto do mercado brasileiro Visão geral do plano 2008-10 Metas para 2008-10 1 Destaques 2007 TIM Brasil está posicionada como líder em valor

Leia mais

Resultados 3T10 e 9M10. 12/11/2010 > Relações com Investidores

Resultados 3T10 e 9M10. 12/11/2010 > Relações com Investidores Resultados 3T10 e 9M10 12/11/2010 > Relações com Investidores 1 Aviso Importante Nós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base e

Leia mais

Número de operações: 93

Número de operações: 93 APIMEC Maio de 2010 PRESENÇA GEOGRÁFICA 2 Número de operações: 93 Principais cidades São Paulo Rio de Janeiro Belo Horizonte Recife Brasília Manaus Curitiba Florianópolis Porto Alegre Guarulhos Ponta Grossa

Leia mais

Crescimento de 11,2% na. Receita Líquida. Controladora R$ 2,2 bi. +11,2% Consolidado R$ 4,0 bi. +10,5% Crescimento de 18,5% no EBITDA

Crescimento de 11,2% na. Receita Líquida. Controladora R$ 2,2 bi. +11,2% Consolidado R$ 4,0 bi. +10,5% Crescimento de 18,5% no EBITDA Resultados 3T15 GMV Receita Líquida Crescimento SSS GMV alcançou R$ 4,9 bilhões Crescimento de 11,2% na Receita Líquida Receita Líquida mesmas lojas de 9% no Trimestre Controladora R$ 2,2 bi. +11,2% Consolidado

Leia mais

AVISO LEGAL. A VALID isenta-se expressamente do dever de atualizar qualquer uma das declarações e informações prospectivas.

AVISO LEGAL. A VALID isenta-se expressamente do dever de atualizar qualquer uma das declarações e informações prospectivas. APIMEC VALID 2013 AVISO LEGAL Esta apresentação pode conter declarações e informações que constituem previsões para o futuro. Tais declarações e informações prospectivas são unicamente previsões e não

Leia mais

TIM Participações S.A. Resultados do 1T07. 4 de Maio de 2007

TIM Participações S.A. Resultados do 1T07. 4 de Maio de 2007 TIM Participações S.A. Resultados do 1T07 4 de Maio de 2007 1 Destaques Desempenho do Mercado Estratégia Comercial Desempenho Financeiro 2 1T07: Crescimento Contínuo em um Mercado cada vez Mais Desafiador

Leia mais

Resultados 1T07 10 de maio de 2007

Resultados 1T07 10 de maio de 2007 PUBLICIDADE CAIXA CRESCEU 102% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 32% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados do 1T07. As demonstrações financeiras da Companhia são elaboradas

Leia mais

5. Empresa em Estudo Oi

5. Empresa em Estudo Oi 80 5. Empresa em Estudo Oi Este capítulo retrata a Oi, primeira empresa a oferecer a tecnologia GSM no Brasil, a sua origem, os serviços oferecidos, o lançamento e a escolha da marca. 5.1. A Empresa Holding

Leia mais

www.estacioparticipacoes.com/ri Global Services Conference Phoenix-AZ, 27 de fevereiro de 2008

www.estacioparticipacoes.com/ri Global Services Conference Phoenix-AZ, 27 de fevereiro de 2008 www.estacioparticipacoes.com/ri Global Services Conference Phoenix-AZ, 27 de fevereiro de 2008 0 1. Visão Geral Setor de Ensino Superior no Brasil Visão Geral Estratégia Empresarial Destaques Financeiros

Leia mais

Tele Nordeste Celular Participações S.A. Anuncia os Resultados de 1998

Tele Nordeste Celular Participações S.A. Anuncia os Resultados de 1998 Contatos: Tele Nordeste Celular Mário Gomes 0xx81.216.2592 Fabíola Almeida 0xx81.216.2594 Octavio Muniz 0xx81.216.2593 Tele Nordeste Celular Participações S.A. Anuncia os Resultados de 1998 Brasília, Brasil

Leia mais

Apresentação institucional CTBC 1T07

Apresentação institucional CTBC 1T07 Apresentação institucional CTBC 1T07 1 Visão geral Empresa integrada de telecomunicações - há mais de 53 anos no mercado de telecom - portfolio completo de serviços - forma de atuação regional (proximidade

Leia mais

Apresentação Investidores

Apresentação Investidores Apresentação Investidores Abril de 2011 Aviso Importante Esse material pode conter previsões de eventos futuros.tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia, e envolve riscos

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Março de 205 Sumário A VIA VAREJO EM RESUMO B POSICIONAMENTO DA VIA VAREJO C DESTAQUES DO 4T4 2 Sumário A VIA VAREJO EM RESUMO B POSICIONAMENTO DA VIA VAREJO C DESTAQUES DO 4T4

Leia mais

Reunião Pública Anual. 19 de dezembro de 2013

Reunião Pública Anual. 19 de dezembro de 2013 Reunião Pública Anual 19 de dezembro de 2013 2 Aviso importante Esse material pode conter previsões de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia, e envolve

Leia mais

EMBRATEL PARTICIPAÇÕES TEM RECEITA LÍQUIDA DE R$ 1,5 BILHÕES NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2000, 26 PORCENTO ACIMA DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 1999

EMBRATEL PARTICIPAÇÕES TEM RECEITA LÍQUIDA DE R$ 1,5 BILHÕES NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2000, 26 PORCENTO ACIMA DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 1999 INFORMATIVO Silvia M.R. Pereira Relações com Investidores tel: BR 55 21 519-9662 fax: 55 21 519-6388 Wallace Borges Grecco Relações com a Imprensa tel: BR 21 519-7282 fax: 021-519-8010 EMBRATEL PARTICIPAÇÕES

Leia mais

SPRINGS GLOBAL INVESTOR DAY 12 de novembro de 2014

SPRINGS GLOBAL INVESTOR DAY 12 de novembro de 2014 SPRINGS GLOBAL INVESTOR DAY 12 de novembro de 2014 1 DISCLAIMER Esta apresentação pode incluir declarações que representam expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação

Leia mais

MENSAGEM DA ADMINISTRAÇÃO A QGEP Participações iniciou o ano de 2011 com uma sólida posição financeira. Concluímos com sucesso a nossa oferta pública inicial de ações em fevereiro, com uma captação líquida

Leia mais

Apresentação de Resultados 1T11 17 de Maio de 2011

Apresentação de Resultados 1T11 17 de Maio de 2011 Apresentação de Resultados 1T11 17 de Maio de 2011 Relações com Investidores Agenda 1. Destaques 2. Evolução das Receitas e Custos Hardware Software Serviços 3. Despesas e Margens 4. Investimentos e Caixa

Leia mais

NET, Claro e Embratel se unem para transformar a oferta de telecomunicações e entretenimento no Brasil

NET, Claro e Embratel se unem para transformar a oferta de telecomunicações e entretenimento no Brasil NET, Claro e Embratel se unem para transformar a oferta de telecomunicações e entretenimento no Brasil Empresas investem na integração das suas redes e lançam a mais completa oferta convergente de serviços

Leia mais

Apresentação de Resultados 2T11

Apresentação de Resultados 2T11 Apresentação de Resultados 2T11 Aviso Legal Aviso Legal Encontra-se em curso a distribuição pública inicial primária e secundária de certificados de depósitos de ações ( Units ) de emissão da Abril Educação

Leia mais

TIM PARTICIPAÇÕES S.A. Anuncia seus Resultados Consolidados do Quarto Trimestre e do ano de 2013

TIM PARTICIPAÇÕES S.A. Anuncia seus Resultados Consolidados do Quarto Trimestre e do ano de 2013 TIM PARTICIPAÇÕES S.A. Anuncia seus Resultados Consolidados do Quarto Trimestre e do ano de 2013 BM&FBOVESPA* (lote = 1 ação) TIMP3: R$ 12,61 NYSE* (1 ADR = 5 ações ON) TSU: US$ 26.50 (*) preços de fechamento

Leia mais

1T10 RESULTADOS. Fitch ratings eleva de A para A+(bra) o Rating Nacional de Longo Prazo da Algar Telecom

1T10 RESULTADOS. Fitch ratings eleva de A para A+(bra) o Rating Nacional de Longo Prazo da Algar Telecom RESULTADOS 1T10 Uberlândia MG, Maio de 2010 A Algar Telecom, Empresa integrada de telecomunicações com um portfólio completo de serviços, divulga seus resultados do 1º Trimestre de 2010 (1T10). As Informações

Leia mais

Brasil Telecom. Gigantes dos Mercados Emergentes UBS Warburg. Dezembro de 2002

Brasil Telecom. Gigantes dos Mercados Emergentes UBS Warburg. Dezembro de 2002 Brasil Telecom Gigantes dos Mercados Emergentes UBS Warburg Dezembro de 2002 1 OSetor de Telecomunicações no Brasil 2 Empresas de Telefonia Fixa Região IV (Somente Longa Distância) Preço Mínimo: US$1.548

Leia mais

Corporativo PME. Agosto 2013

Corporativo PME. Agosto 2013 Corporativo PME Agosto 2013 Plano Sob Medida - Promoção Claro Flex 28 107 minutos local Minutos ilimitados para falar com o grupo 107 minutos para falar com a rede Claro VC1 R$ 0,28 Flat dentro e fora

Leia mais

AQUISIÇÃO DA DEVELOPER Maio 2008

AQUISIÇÃO DA DEVELOPER Maio 2008 AQUISIÇÃO DA DEVELOPER Maio 2008 Aviso Esta apresentação foi preparada com o propósito exclusivo de informar sobre os objetivos e estrutura da transação realizada entre JHSF Participações S.A. ("JHSF")

Leia mais

Serviços de telefonia. condições de prestação

Serviços de telefonia. condições de prestação Serviços de telefonia móvel: preços e condições de prestação Audiência pública na Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado Federal Ercio Alberto Zilli Presidente Executivo

Leia mais

Apresentação Corporativa. Novembro de 2010

Apresentação Corporativa. Novembro de 2010 Apresentação Corporativa Novembro de 2010 Estácio: Breve Histórico Crescimento orgânico Consolidação para liderança nacional IPO Companhia listada Turn around e preparação para o crescimento futuro # de

Leia mais

Número 04 São Paulo, 07 de outubro de 2013. Operadora:

Número 04 São Paulo, 07 de outubro de 2013. Operadora: Número 04 São Paulo, 07 de outubro de 2013 Operadora: Indicadores operacionais e financeiros 2º trimestre/2013 1. Desempenho Operacional - Claro No 2º trimestre de 2013 (2T13) a Claro teve aumento de 5,6%

Leia mais

Aquisição da Microlins. Agosto 2008

Aquisição da Microlins. Agosto 2008 Aquisição da Microlins Agosto 2008 Overview da Transação A Anhanguera adquiriu uma participação de 30% na Microlins, a maior rede de cursos profissionalizantes do país Overview 657 franquias em todo Brasil

Leia mais

B2W Companhia Digital Divulgação de Resultados 1T13

B2W Companhia Digital Divulgação de Resultados 1T13 Estar Mais Próximo do Cliente B2W Companhia Digital Divulgação de Resultados 1T13 Considerações Gerais Considerações referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros,

Leia mais

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) EBITDA 464,6 354,2 527,7 13,6% 49,0%

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) EBITDA 464,6 354,2 527,7 13,6% 49,0% Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 26 de abril de 2006 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (NYSE:EMT;BOVESPA:EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

Resultados 3T15_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro, 2015. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A.

Resultados 3T15_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro, 2015. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Resultados _ Novembro, 2015. Disclaimer Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento da base de assinantes, um detalhamento

Leia mais

TELESP CELULAR PARTICIPAÇÕES S/A DESTAQUES

TELESP CELULAR PARTICIPAÇÕES S/A DESTAQUES VIVO, O MAIOR GRUPO EMPRESARIAL DE TELEFONIA MÓVEL DO HEMISFÉRIO SUL, DIVULGA OS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2004 DA TELESP CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. São Paulo - Brasil, 26 de abril

Leia mais

3T12 TRADING UPDATE 0

3T12 TRADING UPDATE 0 TRADING UPDATE Lisboa, 8 novembro 2012 0 Aviso importante O presente comunicado contém objetivos acerca de eventos futuros, de acordo com o U.S. Private Securities Litigation Reform Act de 1995. Tais objetivos

Leia mais

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 1T15

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 1T15 TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 1T15 RESULTADOS FINANCEIROS CONSOLIDADOS RECEITA LÍQUIDA 300,1 361,1 20,3% EBITDA AJUSTADO 56,5 68,7 21,6% MARGEM EBITDA AJUSTADO 1 17,9% 18,4% 0,5 p.p. LUCRO LÍQUIDO AJUSTADO

Leia mais

RESULTADOS 2T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 26 de julho de 2011

RESULTADOS 2T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 26 de julho de 2011 RESULTADOS 2T11 Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades 26 de julho de 2011 DESTAQUES DO 2T11 Impacto macroeconômico > IPCA 12 meses: +6,7% > Crescimento real GPA Alimentar: +2,3% > Aumento taxa Selic

Leia mais

Financiamento de Veículos Posicionamento

Financiamento de Veículos Posicionamento Financiamento de Veículos Posicionamento Market Share de Produção em % Ranking Novos Financiamentos (3º Trim 14) 15,5% 1º 13,8% 14,5% 2º 2º 3º 1ºT 14 2ºT 14 3ºT 14 Pesados Autos Novos Motos Autos Usados

Leia mais

Teleconferência de Resultados 4T09

Teleconferência de Resultados 4T09 Teleconferência de Resultados 4T09 Índice Comentários de Mercado Pág. 3 Qualidade da Carteira de Crédito Pág. 10 Liquidez Pág. 4 Índice de Eficiência Pág. 14 Funding e Carteira de Crédito Pág. 5 Rentabilidade

Leia mais

Mas afinal, o que é a CONVERGÊNCIA?

Mas afinal, o que é a CONVERGÊNCIA? Tecnologia 40 Mas afinal, o que é a CONVERGÊNCIA? DSL Cabo Fibra Móvel Móvel WiFi em movimento Convergência TERMINAL é poder MULTI- se comunicar ÓTIMO MÍDIA independente de local, dispositivo de acesso

Leia mais

QUEM SOMOS Brasil Brokers

QUEM SOMOS Brasil Brokers QUEM SOMOS Um dos maiores e mais completos grupos de venda de imóveis do país. Assim é a Brasil Brokers. Formado por 25 imobiliárias líderes em 12 estados, o grupo conta com mais de 14 mil corretores associados

Leia mais

Brasil Telecom. Café da Manhã com Investidores Unibanco. Fevereiro 2003

Brasil Telecom. Café da Manhã com Investidores Unibanco. Fevereiro 2003 Brasil Telecom Café da Manhã com Investidores Unibanco Fevereiro 2003 1 Estratégia 2 Mercado Metas Metas Garantir a liderança na Região II, focando nos clientes de alto valor. Garantir a liderança na Região

Leia mais