FALA - JUL. / AGO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FALA - JUL. / AGO. 2014 1"

Transcrição

1 FALA - JUL. / AGO

2 2 FALA - JUL. / AGO. 2014

3 FALA - JUL. / AGO

4 carta do leitor Temos muito orgulho de representar uma região onde um almoço no quintal e cadeiras na calçada podem transformar-se num grande evento; afinal, comemorar e bebemorar são especialidades do morador da Zona Norte. Amei esse editorial! A Revista Fala Zona Norte me representa! Parabéns, equipe! Vera Lúcia Gomes Madureira RJ. Achei bem interessante e enriquecedor o texto que fala da história da formação do Complexo do Alemão. Temos dezenas de comunidades na Zona Norte que, com certeza, devem ter histórias interessantes e curiosas. Moro atualmente em Padre Miguel, na Zona Oeste, mas sou exmoradora da região e tive o prazer de receber um exemplar da revista na Feira de São Cristóvão. Gostei muito. Tá aí minha sugestão. Saudações! Tayane Azevedo Padre Miguel RJ. Olá, equipe! Vocês não acham que seria legal publicar receitas encaminhadas por leitores na seção de Gastronomia, umas receitas diferentes? A gente já sabe de cor e salteado como fazer feijoada e mocotó. Nada contra a Tia Surica, hein, gente, por favor! Ela é uma querida! É só uma sugestão. Maria José Oliveira Tijuca RJ. Bacana a Revista Fala Zona Norte. Bom ter uma publicação voltada para nossa gente. Sugiro que abordem temas infantis com dicas de atrações, como teatro e shows, por exemplo. Abraços! Maria Regina Coutinho S. Cristóvão RJ. Fala Zona Norte Conforme sugerido pela nossa leitora Gláucia Regina, do Engenho Novo, passamos a dedicar, a partir desta edição, uma seção para Estética, Beleza e Moda. Obrigada, Gláucia, sua opinião foi de grande importância para nós. Agradecemos a participação dos leitores e informamos que todas as sugestões estão sendo analisadas pelo Conselho Editorial. Envie também a sua sugestão para Comida di Buteco 2014 é da Zona Norte! O Bar da Frente, localizado na Praça da Bandeira, venceu a edição 2014 do Comida di Buteco. Estreante no concurso, o boteco foi premiado com o petisco porquinho de quimono uma massa recheada com costelinha suína defumada e requeijão de ervas, acompanhada de molho agridoce. Ao todo, 31 bares participaram da votação para escolha do melhor petisco carioca. O aconchegante Bar da Frente fica na Rua Barão de Iguatemi, 388 Lj 1. Telefone: FALA - JUL. / AGO. 2014

5 Sumário EDITORIAL MERCADÃO SUSTENTÁVEL FESTA JUNINA E A COPA DO MUNDO ESPETINHO NOSSO DE CADA DIA SE AMARRE NESSA IDEIA! FALCON FAZ BALANÇO DE UM ANO DA NOVA ADMINISTRAÇÃO DA PORTELA HÉLIO DE LA PEÑA DA VILA DA PENHA! DIREITO E PROTEÇÃO ANIMAL FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ, O MUSEU DA VIDA LIMA BARRETO DE TODOS OS SANTOS SOU DA PENHA 2 INAUGURAÇÃO DA TRANSCARIO- CA EM MADUREIRA GRUPO 100% SUBURBANO PROMOVE RODA DE CHORO EM OLARIA ZONA NORTE, CAPITAL DO MUNDO BALUARTES DE TURIAÇU 15 ANOS DE SAMBA DE QUALIDADE BACALHOADA A Revista Fala Zona Norte me representa! Retiramos esta frase da carta de uma leitora, uma das muitas cartas que não param de chegar a nossa redação com opiniões, críticas e sugestões. Sinal de que estamos no caminho certo. Retratamos aqui, com a maior fidelidade possível, as pessoas, os lugares, os costumes e as coisas desta região tão querida da cidade. E é nesse ritmo que quem estrela nossa matéria de capa é Hélio Antônio do Couto Filho, mais conhecido como Hélio de La Peña. Sua veia humorística falou mais alto do que o talento para os cálculos e ele tornou-se um dos maiores humoristas do Brasil. Nascido e criado no bairro da Vila da Penha, o artista jogou muita bola e roubou goiaba na vizinhança, estórias pitorescas que você vai ficar por dentro nesta edição. É tempo de Copa do Mundo e festa junina, mas você sabe como surgiram os festejos juninos? Vai ficar sabendo na seção História do lugar, onde o jornalista Ronaldo Luiz-Martins traça EXPEDIENTE um paralelo entre as comemorações e as Copas do Mundo, que sempre acontecem no mesmo período a cada quatro anos. Nossa dica de turismo é um passeio enriquecedor à Fundação Oswaldo Cruz, em Manguinhos. O local, aberto à visitação pública e gratuita, abriga exposições variadas onde passado e presente se misturam em perfeita harmonia no Museu da Vida. Veja também a nova moda que vem fazendo a cabeça da galera na Zona Norte. Os turbantes, com seus coloridos e amarrados, dão o toque na nova tendência, que alia estilo e praticidade. E mais! Numa entrevista exclusiva, Marcos Falcon, vice-presidente da Portela, conta como em menos de um ano a nova administração da tradicional escola da Zona Norte saiu da área de rebaixamento e alcançou o honroso terceiro lugar, para alegria de componentes e admiradores da azul-e-branco de Madureira. Vem com a gente! Boa leitura! Realização: IGPL Comunicação e Marketing Ltda. Jornalista Responsável: Luciana Paiva - MTB: Colaboradores: Fernanda Borriello, Tia Surica, Ronaldo Martins, Pedro Joaquim, Iracema Martins e Joaquim Ferreira dos Santos Fotos: Sebastião Silvério, Willy Shampoo e Pedro Joaquim Revisão: José Bernardino Cotta Tiragem: exemplares Diagramação: IGPL Comunicação e Marketing Publicidade: Telefones: (21) / / / A Revista Fala Zona Norte não se responsabiliza pelas opiniões emitidas nas matérias e nos artigos assinados por seus colaboradores. FALA - JUL. / AGO

6 meio ambiente Mercadão Sustentável O Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado em 5 de junho, é uma oportunidade para as pessoas repensarem o quanto são responsáveis pelo planeta Terra. Aproveitando a data, procuramos na Zona Norte do Rio exemplos e iniciativas que buscam preservar o meio ambiente. Encontramos no Mercadão de Madureira um conjunto de ações sustentáveis e de valorização da natureza. O destaque é para o Projeto Água Ecológica, um sistema de captação e tratamento da água da chuva, que é reaproveitada para uso nos vasos sanitários do estabelecimento. Imaginem a conta de água de um dos mais importantes centros comerciais do Rio de Janeiro com mais de 500 lojas e cerca de 80 mil pessoas circulando diariamente. E foi pensando, primeiro, na economia que o projeto começou em 2008, segundo Antonio Rodrigues do Tanque Filho, síndico do Mercadão. Num primeiro momento, houve a preocupação com a economia, com os gastos do condomínio; então me veio a ideia de aproveitar a água da chuva. Estaríamos, ao mesmo tempo, dentro do contexto de sustentabilidade, afinal, o planeta clama por uma consciência ambiental de todos nós, e ainda atendendo à Lei Estadual nº 4.393, que determina a obrigatoriedade das empresas projetistas e de construção civil a prover os imóveis residenciais e comerciais de dispositivo para captação de águas da chuva. O Projeto Água Ecológica recebeu em 2009 o Prêmio do Mérito Ambiental do Centro de Literatura do Museu Histórico do Exército e Forte de Copacabana. O prêmio é oferecido a instituições e pessoas que atuam positivamente na preservação do meio Armazenamento da água ecológico 6 FALA - JUL. / AGO. 2014

7 ambiente e da cultura nacional. Segundo Antonio Tanque, são recolhidos atualmente mais de 170 mil litros de água por coleta e o objetivo é chegar a 240 mil litros. A diferença na conta de água também foi bastante significativa. Começamos retirando oito mil litros em Um ano depois já eram 60 mil e hoje são 178 mil litros por coleta. Teve mês aqui que economizamos R$ 23 mil na conta de água. Ser ecologicamente correto também dá lucro diz o administrador. Em 2012, o Mercadão passou a ser Patrimônio Cultural Carioca, título concedido pela Prefeitura do Rio. O importante estabelecimento comercial da cidade, que irá completar 100 anos de existência em outubro de 2014, também tem na bagagem outras importantes iniciativas que muito colaboram para a preservação do meio ambiente. Pensando em ajudar a resolver Sistema de captação de água da chuva os entupimentos das tubulações e redes de esgoto, problema recorrente no local, o Mercadão de Madureira criou um ponto de coleta de óleo, o primeiro Ecoponto da Zona Norte. Os primeiros convocados a participar foram os comerciantes locais, principalmente donos de bares. No entanto, a ideia logo cresceu e o Ecoponto também recebe óleo de cozinha, usado de frequentadores e de moradores da região. Segundo Antonio Tanque, o óleo recolhido é vendido e a verba arrecadada é usada em trabalhos sociais nas comunidades do entorno do Mercadão de Madureira. A administração do mercado também implantou um sistema de recolhimento de papel e papelão, além de pilhas, baterias, lâmpadas e outros materiais de descarte mais difícil para reciclagem. Entre os projetos futuros, está a instalação de lâmpadas de LED em todo o mercado. Começamos com experiência em nossa sala e estamos implantando, aos poucos, nas galerias do Mercadão, pois é uma mudança que custa caro; mas estamos colaborando com a diminuição do aquecimento global. O uso de um produto sustentável contribui para a preservação do meio ambiente e as lâmpadas de LED cumprem muito bem essa função, pois consomem menos energia, se comparadas com outros tipos de lâmpadas, e ainda não emitem muito calor. O futuro é o LED! disse Antonio Tanque. Conheça as ações do Mercadão Sustentável. Acesse Antonio Tanque com a subsíndica do Mercadão Sheila Reis FALA - JUL. / AGO

8 História do lugar Ronaldo Luiz-Martins / Iracema Martins Festa Junina e a Copa do Mundo Popularizada por todo o Brasil, particularmente no Nordeste, as Festas Juninas têm suas origens na Europa da Idade Média. Antigas festas pagãs, associadas ao início do verão e das colheitas, foram pelo Cristianismo ajustadas em louvor a São João Batista, em 24 de junho, e, mais tarde, estendidas a São Pedro (29 de junho) e Santo Antônio (13 de junho). Comum nas aldeias portuguesas, as Festa Juninas foram trazidas para o Brasil no final do século XVI, quando aqui instalados os primeiros engenhos de açúcar. Sem que haja maior notícia de ocorrência em área urbana, já no século XVII, nas regiões rurais da Cidade do Rio de Janeiro, nos terreiros de engenhos e fazendas, em noites de 23 de junho, consideradas as mais frias do ano, 13 ou 29 do mesmo mês, com toda área engalanada de arcos de bambu e folhas de palmeira, e o chão de terra coberto de folhas, era festejado o nascimento Rua do Engenho de Dentro decorada para a Copa do Mundo de 2010 na África do Sul. Foto de divulgação na internet. 8 FALA - JUL. / AGO. 2014

9 de São João com grande fogueira, bandeira do santo, comidas, bebidas e danças que rusticamente copiavam o vira português. No início do século XX, com a urbanização, as festas passaram a ocupar os grandes quintais então existentes nas residências, sendo para elas convidados amigos e vizinhos. Conservando a fogueira, a ornamentação de bambus e folhas, as comidas e bebidas rurais, a dança, desde o século anterior satirizando a influência francesa nos salões e conservando ainda traços do vira, passava a formar a quadrilha marcada em que as vestimentas e chapéus, nos salões mais apurados e elegantes, como sátira aos tempos rurais ou caipiras, foram substituídos por roupas remendadas e chapéus de palha. Da Europa, por influência das experiências de Bartolomeu de Gusmão, veio também o balão de papel, ao qual, associando as tradições das luminárias festivas dos Festa Junina em praça da Zona Norte Foto de divulgação na internet grandes eventos no Centro, que eram formadas por velas acessas em copos coloridos, foram adicionados as lanterninhas e bandeirinhas de papel. Como havia também realização destas festas no dia dedicado a Santo Antônio, considerado o santo casamenteiro, quando muitos casamentos se realizavam, em sátira e extensivo à dança de quadrilha, foram adicionados os casamentos na roça, Ganhando mais elementos como as pinturas de temas de futebol no asfalto e muros, trocando a fogueira pela churrasqueira, samba e bateria, surgia uma variante às Festas Juninas, só realizada de quatro em quatro anos: as Festas de Copa do Mundo. Rua da Zona Norte decorada pela Copa do Mundo de 2010 na África do Sul. Foto de divulgação na internet. FALA - JUL. / AGO

10 Rua da Zona Norte decorada pela Copa do Mundo de 2010 na África do Sul. Foto de divulgação na internet. para o qual os noivos e seus convidados chegavam ao terreiro em carros de boi ornamentados. Com a evolução urbana, diminuindo os lotes e com maior edificação nestes, reduzidos os quintais e aumentada a frequência, as festas passaram às ruas e o dançar quadrilhas tornou-se uma competição entre grupos, em geral de ruas vizinhas e mesmo de bairros. Distante do cenário da Segunda Guerra Mundial e sem sofrer as destruições nela ocorrida no pósguerra, o Brasil foi escolhido para sediar a IV Copa do Mundo em Coincidentemente, a primeira partida do campeonato no Estádio do Maracanã, em que o Brasil venceu por 4 a 0 o México, ocorreu em 24 de junho, dia de São João. A euforia desta vitória deu às Festas Juninas neste dia um novo brilho, onde as danças e balões a ela se referiam. A véspera de São Pedro, 28, em seu segundo jogo, o Brasil, apesar do empate com a A partir de 12 de junho, véspera de Santo Antônio, primeira festa junina, o Brasil joga em casa, motivo para com maior calor serem enfeitadas as ruas de verde e amarelo, pintados o asfalto e os muros, afinadas baterias e montadas as churrasqueiras. 10 FALA - JUL. / AGO. 2014

11 Suí ç a, em 2 a 2, garantia a sua classificação às semifinais, e no dia seguinte as festas juninas repetiam as mesmas marcas de euforia. A triste derrota, 2 a 1 para o Uruguai, e a perda da Copa aconteceriam dezessetes dias depois e já as festas juninas haviam passado. Na Copa de 1954, nos festejos de São João, havia um clima de expectativa e euforia. No dia 16, o Brasil havia derrotado o México por 5 a 0 e, apesar do empate de 1 a 1 com a Iugoslávia em 19, estava classificado para seguir às quartas de final. Nas decorações das festas, apareceram bandeirinhas verde e amarelo, bem como nas roupas e chapéus. Em Irajá, foi feito um imenso balão no formato do escudo da CBD, sendo solto ao final da tarde. Logo ao ganhar altura em que se tornou visível, com grande comprimento, mas de estreita largura, o vento virou o balão, que se queimou em poucos segundos. Parte das festas locais perderam o brilho, pois a queima do balão foi tomada como sinal de mau agouro. No dia 27, o Brasil, perdendo de 4 a 2 para a Hungria, foi eliminado, fazendo com que nas festas de São Pedro, pouco concorridas, todos os símbolos de euforia desaparecessem. Iniciada a Copa de 1958, no dia 8 de junho, a primeira vitória do Brasil por 3 a 0 sobre a Áustria animou a decoração dos arraiais em verde e amarelo, porém ainda sem o clima de muita festa. Mas, no São João, a euforia começou a explodir, pois pela manhã, ao derrotar a França por 5 a 2, a seleção brasileira chegava à grande final. No final da manhã do domingo 29, por 5 a 2 sobre a Suécia, o Brasil conquistava a sua primeira Copa. Uma grande explosão de alegria tomou todo o país com as ruas invadidas pelo povo. Nos arraiais juninos, a festa começou mais cedo, com fogos, balões e quadrilhas, que logo se aprontaram. Porém, nesta festa, algo mudou: a música junina foi substituída pelo samba, as quadrilhas viraram cordões e o quentão perdeu para a cerveja. Tomado como bom presságio, em 1962, quando a Copa do Mundo se iniciou 13 dias antes da primeira festa junina, a vitória do Brasil na abertura contra o México (2 x 0) precipitou a organização de arraiais em ruas decoradas com temas verde e amarelo e de futebol. Novamente, as comemorações das vitórias esportivas se integravam às festas juninas, sendo a de Santo Antônio pela classificação do Brasil às finais, e antes mesmo de São João, a 17, com o bicampeonato brasileiro. Quando a Copa do Mundo de 1966 se iniciou, em 11 de julho, o período das festas juninas já havia terminado. Como preparo às festas de vitórias, o que não aconteceu, pois o Brasil não passou da primeira fase, sendo eliminado pela Hungria (3 x 1) e Portugal (3-0), os arraiais de ruas se estenderam em tempo com nova decoração. Também em 1970, a Copa do Mundo começou antes das festas (31/5) e, renovando a esperança de vitórias. os arraiais de rua em verde e amarelo foram antecipadamente montados. As festas, independentemente das tradicionais datas, se realizaram nos dias 3, 7, 10, 14, 17 e tornaram-se grandiosas em 21 com o tricampeonato. Ganhando mais elementos como as pinturas de temas de futebol no asfalto e muros, trocando a fogueira pela churrasqueira, samba e bateria, surgia uma variante às Festas Juninas, só realizada de quatro em quatro anos: as Festas de Copa do Mundo. Depois de 1970, tornando-se comuns em vários pontos do Brasil, dez edições já ocorreram. Para elas, as indústrias criaram produtos, como a grande variedade de plásticos verde e amarelo, bandeiras, chapéus e outros. O comércio passou a se preparar para vendas volumosas onde até itens extemporâneos, como latas de tinta de parede, são de grande procura. Neste ano, 2014, realiza-se no Brasil a 20ª Copa do Mundo de Futebol. A partir de 12 de junho, véspera de Santo Antônio, primeira festa junina, o Brasil joga em casa, motivo para com maior calor serem enfeitadas as ruas de verde e amarelo, pintados o asfalto e os muros, afinadas baterias e montadas as churrasqueiras. Vem aí a 14ª Festa de Copa do Mundo. FALA - JUL. / AGO

12 ENTRETENIMENTO Luciana Paiva Espetinho nosso de cada dia Churrasquinhos tomam conta da cidade Busco vendedor de espetinhos de churrasco que more em Bonsucesso... pagarei bem de acordo com suas vendas... quem tiver interesse ligar para O número é fictício, mas o anúncio é real e estava no site bomnegocio.com, oferecendo a vaga para quem se habilitasse a trabalhar, preparando e servindo churrasquinhos no bairro da Zona Norte do Rio. A atividade ganha, a cada dia, mais adeptos na região e a clientela desse tipo de iguaria de rua está cada vez mais exigente; afinal a concorrência é grande. Eles estão por toda parte: nas calçadas, nas esquinas, nas praças e onde quer que haja movimento. Ulisses Souza, supervisor de segurança, é freguês assíduo do churrasquinho do Harry, na esquina das Ruas Uruguai e Ge- Feijão há 30 anos com seu churrasquinho em Madureira 12 FALA - JUL. / AGO. 2014

13 neral Espírito Santo Cardoso, na Tijuca. Pelo menos, umas duas vezes na semana eu passo por aqui e levo uns dois espetos para viagem. Minha filha adora afirmou o morador do Andaraí. Flávia Nascimento, 40, e Alessandro Freitas, 41, são advogados moradores da Tijuca e clientes do churrasquinho do Harry. A gente vem sempre aqui comer um churrasquinho e relaxar um pouco. Aqui o churrasco e o atendimento são excelentes. Além do mais, moramos bem perto e não precisamos nem tirar o carro da garagem afirma. Giovana Nascimento, a estudante de 11 anos, filha do casal, Harry de ex-porteiro a vendedor de churrasquinho sempre acompanha os pais e é fã do espetinho de carne. O apelido Harry foi dado pelos clientes a Erimar Oliveira Costa, 28 anos, há 5 no ponto da Tijuca onde vende, segundo ele, cerca de 400 espetinhos por noite. Qualidade e bom atendimento fazem nosso diferencial. Flávia Nascimento e Alessandro Freitas clientes do churrasquinho do Harry. Acho que o ambiente familiar e a proximidade com a delegacia do bairro (19ª DP) também ajudam a atrair mais clientes diz o exporteiro e morador do bairro do Engenho Novo. No Harry, cada espeto sai a R$ 4. Lá tem salsichão, queijo coalho, kafta, carne, linguiça, frango e misto. Em outro ponto movimentado da Zona Norte, encontramos o churrasquinho do Edmílson Cazuni, na esquina das Ruas Barão do Bom Retiro e Grajaú, no Grajaú. Aos 41 anos, o ex-taxista trabalha há 8 no ramo e agora já até fornece para outros churrasqueiros da cidade. No começo, eu queria entrar para o negócio, mas não entendia nada. Um amigo me orientou e agora consegui expandir e montei uma minifábrica de espetinhos prontos para churrasco. Forneço para vários churrasqueiros co- FALA - JUL. / AGO

14 memora o paranaense que vende cerca de 300 espetinhos por noite. Foi fugindo dos engarrafamentos no trânsito por conta das obras da Transcarioca, que o casal Roberto Alvarez e Fernanda Montenegro conheceu o churrasquinho do Feijão, localizado na Rua Dona Clara, em Madureira. Passávamos por aqui para evitar o trânsito e sempre víamos a barraca cheia e o cheiro bom nos acompanhava. Um dia, decidimos parar para provar e viramos fregueses. Agora não tem mais engarrafamentos, mas a Luciana Torres no churrasquinho do Edmílson Cazuni no Grajaú gente continua passando por aqui afirmou o empresário que trabalha em São Cristóvão e mora em Bento Ribeiro. Feijão, como é conhecido Luiz Carlos Almeida, de 64 anos, cerca de 30 deles como vendedor de churrasquinho em Madureira. Comecei na Rua Domingos Lopes, onde fiquei por pelo menos 20 anos antes de vir pra cá. Conheço essa garotada toda que vi crescer, comendo meu churrasquinho. O pessoal passa aqui de carro e nem sai do volante. Geralmente já sei a quantidade e o que eles querem levar diz o churrasqueiro. Na barraca do Feijão, o espetinho sai a R$ 3. O cliente ainda tem a opção de farofa, arroz e molho e, com mais R$ 4, leva um v e r d a d e i r o jantar. Fernanda Montenegro e Roberto Alvarez. O casal é fã do churrasquinho do Feijão, em Madureira 14 FALA - JUL. / AGO. 2014

15 Comportamento Se amarre nessa ideia! Turbantes fazem a cabeça de homens e mulheres na Zona Norte Quem ainda não viu uma celebridade da TV, do cinema ou das passarelas da moda, encabeçando um turbante nos últimos tempos? Lenços e faixas vêm fazendo a cabeça de homens e mulheres com os mais variados amarrados. Deusa de Malê, atuante no setor de moda afro e dona do Atelier Divindade Nagô, explica que o acessório é prático e acrescenta charme ao visual para as mais diversas ocasiões, seja dia ou noite. Esquentou? Esfriou? Isso também não é problema, já que o tecido pode proteger do Sol em dias de calor e aquecer nos dias mais frios. Homens, mulheres, crianças e idosos. Todos podem usar um lindo turbante afirma Deusa de Malê, que tem como nome de batismo Carla Regina Simões e é tataraneta de escravos. O turbante consiste em uma grande tira de pano enrolada sobre a cabeça. Seu uso é muito comum na Índia, no Bangladesh, no Paquistão, no Afeganistão, no Oriente Médio, no norte e leste da África (principalmente no Quênia), no sul da Ásia e em algumas regiões da Jamaica. Nesses lugares, além de funcionar como adorno, representa também proteção religiosa. Os turbantes foram trazidos para o Ocidente na década de 30, pelo estilista francês Paul Poiret, e logo virou peça chave das senhoras da alta sociedade. Na história, o acessório esteve presente como símbolo de resistência negra na década de 60 e ganhou seguidoras importantes como Greta Garbo, Simone de Beauvoir e Carmem Miranda. No Brasil, a forte influência da cultura africana fez da Cidade de Salvador, na Bahia, uma grande referência no uso dos turbantes. Eles estão nas cabeças das vendedoras de acarajé, dos integrantes dos blocos afros, como o Ilê Aiê, e dos seguidores do Candomblé. Aqui, na Zona Norte, o turbante tornou-se peça chave para compor o visual, não importa qual seja o seu estilo. A diferença está na forma de amarrar. Ao lado alguns exemplos, fornecidos pelo Atelier Divindade Nagô, para quem quiser amarrar-se nessa ideia. atelierdivindade.nago Foto: Atelier Divindade Nagô FALA - JUL. / AGO

16 portela verdade Falcon faz balanço de um ano da nova administração da Portela Tradicional Escola da zona norte revive seus momentos de glória! Atolada em dívidas, ações trabalhistas, bloqueios e penhoras. Este foi o quadro encontrado pela administração Portela Verdade, eleita em 18 de abril de 2013, encabeçada por Serginho Procópio, Marcos Falcon e Monarco, como presidente de honra. Faltava menos de um ano para o desfile de 2014 e o grupo assumia com a difícil missão de tirar a tradicional escola da Zona Norte do buraco, resgatar a autoestima e a confiança dos portelenses. Para a felicidade dos componentes e admiradores da azul-e-branco de Madureira, a escola, que nos últimos anos lutou contra o rebaixamento, não só fez um belíssimo carnaval, mas brigou pelo título, ficando em terceiro lugar. Falcon, vice-presidente da Portela, fala, nesta entrevista, das conquistas e desafios da agremiação. O que é a Portela hoje, um ano depois que o Grupo Portela Verdade assumiu o comando da escola? Nós podemos dizer que a Portela voltou a ser a Portela. Os portelenses voltaram a se sentir respeitados, reconhecidos e com a esperança renovada. Uma Portela que sonha e acredita nela. A Portela sobreviveu pela força do seu passado e nós, da administração Portela Verdade, reconhecemos sua força e necessidade de agregarmos conhecimento à experiência dos grandes baluartes. Resgatamos os verdadeiros portelenses Foto grande: Marcos Falcon em seu gabinete. Foto menor abaixo: Monarco, presidente de honra, Falcon, vice-presidente e Serginho Procópio, presidente. 16 FALA - JUL. / AGO. 2014

17 Enquanto Deus me der força e saúde, ninguém vai sacanear a Portela! e sabemos que sem essa união nós não chegaremos a lugar algum. A Portela de hoje sabe a responsabilidade que tem. Como a nova administração encontrou a Portela? Encontramos salários atrasados e vários impostos que não foram recolhidos. Contas astronômicas de água e luz, ações trabalhistas, bloqueios e penhoras. Encontramos um barracão abandonado sem se quer um vaso sanitário. Para ter uma ideia, os bustos dos fundadores e maiores mitos da Portela, Paulo Benjamin de Oliveira e Natalino José do Nascimento, estavam esquecidos e abandonados. Os bustos foram revitalizados e postos à frente da escola, iluminados, recebendo nossos convidados. Por tudo que Paulo da Portela e Natal fizeram e brigaram pela Portela, eles não podem cair no esquecimento. São nomes que devem servir-nos de lição, ensinamento, estímulo e consciência. Nós representamos a Portela e sua história marcante no universo do samba. Um acervo de belíssimas canções e poemas, pela qualidade magistral de seus poetas, cantores, compositores. Os que já se foram e os que felizmente ainda estão em nosso convívio. Temos que dar a cada um deles o valor merecido. Eles são referência para os mais jovens e alegria para os mais velhos. Graças a Deus a Portela Verdade chegou e uniu todas as gerações. A Portela se manteve digna e essencialmente vive essa sua história. A Portela entrou na Avenida com um carnaval sem dívidas? Assumimos a Portela sabedores de algumas mazelas, mas não imaginávamos que eram tantas. Isso não nos fez esmorecer, pelo contrário. Fez com que nos uníssemos ainda mais. Aumentamos nosso cuidado com os gastos e conseguimos ir para Avenida com o carnaval totalmente pago. Isso tudo foi fruto de um empenho muito grande e um senso de responsabilidade de que me orgulho, sem soberba ou qualquer outro tipo de sentimento. Eu, Serginho Procópio, e Monarco, nosso presidente de honra, abraçamos com muita coragem, determinação, fé a importância dessa união. Destaco a importância de nosso carnavalesco, Alexandre Louzada, que foi um super-herói, um SuperLouzada. Antes do carnaval, ele teve problemas de saúde, mas foi um guerreiro. Meu aplauso e meu respeito ao Louzada, que não arredou um só minuto de nosso barracão. Fale sobre os ensaios para a comunidade. Vínhamos fazendo os ensaios técnicos para o carnaval aqui na Estrada do Portela. Percebemos, junto à competente Comissão de Harmonia, a necessidade de ensaiarmos em um espaço mais semelhante à Sapucaí. Neste caso, as opções eram a Rua Carolina Machado e a Estrada Intendente Magalhães. A Carolina Machado estava impossibilitada nas datas de nossos ensaios. A Intendente Magalhães tem uma pista favorável. Além disso, nós tínhamos o compromisso de manter o contato com o povo daquela região, daquela localidade. Mesmo porque a Portela não é de Oswaldo Cruz e Madureira. A Portela é do Brasil inteiro, é do mundo. E o futuro da Portela? O objetivo da Portela é muito simples e fácil. A Portela quer ganhar o carnaval. Com respeito às coirmãs, que também desejam a mesma coisa, a Portela deseja muito mais. A Portela quer o título, vai brigar pelo título e fazer de tudo para vencer. Enquanto Deus me der força e saúde, ninguém vai sacanear a Portela! Descreva a administração atual da Portela em uma frase. Portela Verdade é comprometimento. Quem ousa, vence! FALA - JUL. / AGO

18 capa Hélio de La Peña da Vila da Penha! Estudei muito Cálculo Diferencial, Fenômeno dos Transportes, Matemática Financeira...coisas que hoje não tenho mais a menor ideia do que sejam. 18 FALA - JUL. / AGO Fotos: Sebastião Silvério

19 Com o uniforme de escola pública e merendeira, em frente ao Desoto, a banheira de 1953 com que rodávamos o Rio, dentro dele ou, eventualmente, empurrando. Hélio de La Peña é o nome artístico de Hélio Antônio do Couto Filho, o carioca nascido e criado na Vila Penha, na Zona Norte do Rio, que estudou Engenharia de Produção na Universidade Federal do Rio de Janeiro, mas que encontrou nas artes e no humor, para nossa alegria, seu grande dom. Aos 54 anos, o ator, escritor, e compositor tem dois livros publicados, diversas participações em cinema e TV e músicas com parceiros como o sambista Arlindo Cruz. Nesta entrevista exclusiva, Hélio de La Peña fala de sua infância na Zona Norte e de sua carreira. O botafoguense, e pai de três filhos, conta com orgulho como foi largar o emprego seguro de engenheiro para aceitar o convite para escrever o programa TV Pirata, da TV Globo, um dos melhores do gênero na televisão brasileira. Fale sobre sua vivência na Zona Norte? Onde estudou, lugares que frequentava e seus hábitos. M i n h a Zona Norte tem sabor de infância. Nasci na Vila da Penha e saí de lá aos 20 e poucos anos. Minha infância foi jogando bola na rua, andando de bicicleta, roubando goiaba na casa da vizinha, olhando assustado Eu, o mais velho, com meus irmãos Pedro, Denise e Sérgio. Ainda tem o César, que não tinha nascido. Eu e minha professora Edith, da Escola Desembargador Montenegro, hoje dentro do conjunto do Ipase o acampamento de ciganos. Estudei em duas escolas públicas: a Miguel Ângelo, onde fui aluno da minha mãe, e na Desembargador Montenegro. Era um moleque quieto, estudioso, minha mãe era linha-du- FALA - JUL. / AGO

20 Hélio de La Peña e os filhos João e Antônio Tradicional churros na praça. ra. Mas tinha muitos amigos. Como o bairro era tranquilo, meus pais não se importavam se eu sumisse pelos quarteirões, desde que tivesse feito o dever de casa! Frequentava o Mercadão de Madureira até o barbeiro era lá e também as Casas da Banha, da Edgard Romero, com minha avó. Meu pai me obrigou a aprender a nadar no Olaria, na época detestava, hoje adoro. Na adolescência, fui muito aos cines Madureira 1 e 2, onde hoje é o Shopping dos Peixinhos. Também frequentei os bailes de Black Music, do Kosmos Country Club, na Avenida Meriti, e os bailes de carnaval no CBSM na minha rua. Como você ingressou na vida artística? Comecei escrevendo no jornal que criamos na faculdade de Engenharia, o Casseta Popular. Era uma brincadeira apenas. Mais tarde, fomos convidados para sermos redatores da TV Globo, onde fizemos o programa TV Pirata. Quando acabou, apresentamos um projeto de programa que veio a se tornar o Casseta & Planeta Urgente!. E o seu talento para o humor? Quando despertou? Gostava de ler e de escrever. Também tinha uma verve de gozador, mas era acanhado, praticava zoando meus irmãos mais novos. Na faculdade, entrei para o movimento estudantil. Achava os caras muito sérios e sisudos. Eu, Beto Silva e Marcelo Madureira éramos da mesma turma e resolvemos criar um jornalzinho pra sacanear a política estudantil que se levava a sério demais. Fui-me soltando, a ponto de encarar performances em showzinhos de bares. Mas nunca fiz curso de teatro ou interpretação. Você também atuou no cinema. Fale um pouco sobre isso. Atuei nos filmes do Casseta A Taça do Mundo é Nossa e Seus Problemas Acabaram. Também trabalhei no filme Muita Calma Nessa Hora 2, fazendo uns seis ou sete perso- 20 FALA - JUL. / AGO. 2014

DATAS COMEMORATIVAS. FESTAS JUNINAS 12 de junho Santo Antônio 24 de junho São João 29 de junho São Pedro

DATAS COMEMORATIVAS. FESTAS JUNINAS 12 de junho Santo Antônio 24 de junho São João 29 de junho São Pedro FESTAS JUNINAS 12 de junho Santo Antônio 24 de junho São João 29 de junho São Pedro As festas juninas fazem parte da tradição católica, mas em muitos lugares essas festas perderam essa característica.

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Uma delícia de feira na magia das yabás

Uma delícia de feira na magia das yabás cardápio generoso Uma delícia de feira na magia das yabás Celebração à gastronomia negra lota Oswaldo Cruz, que, no ritmo do samba, recebe gente de todo o Rio e garante lucro de até R$ 3 mil às tias que

Leia mais

1. Você conhecia a história do bairro de Pinheiros? sim não 4 19

1. Você conhecia a história do bairro de Pinheiros? sim não 4 19 1. Você conhecia a história do bairro de Pinheiros? sim não 4 19 Você conhecia a história do bairro de Pinheiros? sim 17% não 83% 2. O que achou da transformação do Largo de Pinheiros? Diferente, muito

Leia mais

TRANSCRIÇÃO SAMBA DE QUADRA

TRANSCRIÇÃO SAMBA DE QUADRA TRANSCRIÇÃO SAMBA DE QUADRA letreiro 1: Sem o modernismo dos tempos atuais, o samba sertanejo era uma espécie de baile rústico, que ia noite à dentro até o raiar do dia, com seus matutos dançando e entoando

Leia mais

Terça-feira, 07.12.10

Terça-feira, 07.12.10 Terça-feira, 07.12.10 Pensamento do dia Não basta conquistar a sabedoria: é preciso saber usá-la. Cícero EM BENEFÍCIO DE ou CONTRA? A frase é: A campanha é em benefício da criminalidade infantil. O adequado

Leia mais

Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar

Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar CATEGORIAS OBJECTIVOS ESPECÍFICOS S. C. Sim, porque vou para a beira de um amigo, o Y. P5/E1/UR1 Vou jogar à bola, vou aprender coisas. E,

Leia mais

Histórias de. Comunidade de Aprendizagem. Histórias de Comunidade de Aprendizagem 1

Histórias de. Comunidade de Aprendizagem. Histórias de Comunidade de Aprendizagem 1 Histórias de Comunidade de Aprendizagem Histórias de Comunidade de Aprendizagem 1 Introdução O projeto Comunidade de Aprendizagem é baseado em um conjunto de atuações de êxito voltadas para a transformação

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

DIÁRIO Ano 1 n 01 Cachoeiro de Itapemirim e Região Sul. DIÁRIO Ano 1 n 259 Cachoeiro de Itapemirim e Região Sul SUPLEMENTO ESPECIAL

DIÁRIO Ano 1 n 01 Cachoeiro de Itapemirim e Região Sul. DIÁRIO Ano 1 n 259 Cachoeiro de Itapemirim e Região Sul SUPLEMENTO ESPECIAL SEXTA-FEIRA, 01/04/2011 DIÁRIO Ano 1 n 01 Cachoeiro de Itapemirim e Região Sul www.aquies.com.br»» @folhadocaparao»» facebook.com/grupofolhadocaparao QUARTA-FEIRA, 15/02/2012 DIÁRIO Ano 1 n 259 Cachoeiro

Leia mais

RIO DE JANEIRO - RJ (BRASIL)

RIO DE JANEIRO - RJ (BRASIL) RIO DE JANEIRO - RJ (BRASIL) A Cidade Maravilhosa Rio de Janeiro, também conhecida como a Cidade Maravilhosa, é a segunda maior cidade do Brasil, e com certeza faremos com que você tenha um maravilhoso

Leia mais

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos Prova de certificação de nível de proficiência linguística no âmbito do Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro,

Leia mais

Primeiro relatório de intercâmbio de longa duração.

Primeiro relatório de intercâmbio de longa duração. Primeiro relatório de intercâmbio de longa duração. Marcus Vinícius Rodrigues Garcia. Petrópolis, Rio de Janeiro, Brasil. Liège, Belgica. Bom, agora já faz quase três meses que eu estou aqui na Bélgica

Leia mais

Caridade quaresmal. Oração Pai-nosso S. João Bosco Rogai por nós. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Bom dia a todos!

Caridade quaresmal. Oração Pai-nosso S. João Bosco Rogai por nós. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Bom dia a todos! 2ª feira, 09 de março: Dar esmola Bom dia! Há gestos que nesta altura a quaresma, ganham uma dimensão ainda maior. Enchem-nos. Um dia, uma mulher vestida de trapos velhos percorria as ruas de uma aldeia

Leia mais

consulta participativa de opinião

consulta participativa de opinião consulta participativa de opinião Interesses e perspectivas dos jovens da Brasilândia, Cachoeirinha e Freguesia do Ó CONSULTA PARTICIPATIVA DE OPINIÃO: INTERESSES E PERSPECTIVAS DOS JOVENS DA BRASILÂNDIA,

Leia mais

Menu. Comidas típicas. Contribuições para o Brasil e Ijuí. Significado da bandeira Árabe. Costumes

Menu. Comidas típicas. Contribuições para o Brasil e Ijuí. Significado da bandeira Árabe. Costumes Árabes Componentes: Sabrina, Lucille,Giovana, M, Lucas C, João Vitor Z, Samuel. Disciplina: Estudos Sociais, Informática Educativa, Língua Portuguesa. Professores: Uiliam Michael, Cristiane Keller, Daniele

Leia mais

Entendendo o que é Gênero

Entendendo o que é Gênero Entendendo o que é Gênero Sandra Unbehaum 1 Vila de Nossa Senhora da Piedade, 03 de outubro de 2002 2. Cara Professora, Hoje acordei decidida a escrever-lhe esta carta, para pedir-lhe ajuda e trocar umas

Leia mais

"A felicidade consiste em preparar o futuro, pensando no presente e esquecendo o passado se foi triste"

A felicidade consiste em preparar o futuro, pensando no presente e esquecendo o passado se foi triste "A felicidade consiste em preparar o futuro, pensando no presente e esquecendo o passado se foi triste" John Ruskin "O Instituto WCF-Brasil trabalha para promover e defender os direitos das crianças e

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

PERFIL DOS OUVINTES. Alcance: 776.533 ouvintes por mês ALCANCE 30 DIAS - 05/05h. Audiência: 71.701 ouvintes por minuto SS 06/19h FAIXA ETÁRIA

PERFIL DOS OUVINTES. Alcance: 776.533 ouvintes por mês ALCANCE 30 DIAS - 05/05h. Audiência: 71.701 ouvintes por minuto SS 06/19h FAIXA ETÁRIA A Rádio que é o AMOR DO RIO tem uma programação popular de sucesso formada pelas melhores músicas dos mais variados estilos, com grandes comunicadores e com as mais atraentes promoções, entretenimento

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO LITERÁRIO CONTOS DE SÃO JOÃO MARCOS

REGULAMENTO CONCURSO LITERÁRIO CONTOS DE SÃO JOÃO MARCOS REGULAMENTO CONCURSO LITERÁRIO CONTOS DE SÃO JOÃO MARCOS Com o objetivo de incentivar a produção literária fluminense o Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos, em Parceria com a Editora Cidade

Leia mais

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar 1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar nosso amor 4. Porque a gente discute nossos problemas

Leia mais

Circuito Usiminas de Cultura

Circuito Usiminas de Cultura 5 Itaúna, 23 de maio de 2014 Miss Comerciária Estadual neste sábado Circuito Usiminas de Cultura resgatam histórias de Itaúna, poderá ser conferida no Varal Fotográfico, da CINEAR. Ele vai reunir fotografias

Leia mais

Capa e Diagramação Jordane Mendes Nicole Ferreira. Texto Naraiany Almeida

Capa e Diagramação Jordane Mendes Nicole Ferreira. Texto Naraiany Almeida Capa e Diagramação Jordane Mendes Nicole Ferreira Texto Naraiany Almeida Nicole Ferreira Ilustrações Davi Vinícius dos Santos Gomes Ítalo Gabriel Pimenta Italon Antunes Barreto Jéssica Pâmela de Souza

Leia mais

Vila Verde recebe brasileiros de Bom Despacho

Vila Verde recebe brasileiros de Bom Despacho Vila Verde recebe brasileiros de Bom Despacho *JACINTO GUERRA, de Brasília para o Portal de Aboim da Nóbrega Em 1967, quando o Dr.Laércio Rodrigues lançou seu livro História de Bom Despacho origens e formação,

Leia mais

Carnaval 2014. A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível

Carnaval 2014. A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível Carnaval 2014 A Sociedade Rosas de Ouro orgulhosamente apresenta o enredo: Inesquecível Nesta noite vamos fazer uma viagem! Vamos voltar a um tempo que nos fez e ainda nos faz feliz, porque afinal como

Leia mais

As sete maravilhas de Fortaleza

As sete maravilhas de Fortaleza As sete maravilhas de Fortaleza Esse ano foi marcado pela entrada do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, para a lista das sete maravilhas do mundo moderno. Seguindo esta corrente mundial, várias cidades

Leia mais

Xixi na Cama. Cara Professora, Caro Professor,

Xixi na Cama. Cara Professora, Caro Professor, Xixi na Cama Cara Professora, Caro Professor, Estamos oferecendo a você e a seus alunos mais um livro da coleção Revoluções: Xixi na Cama, do autor mineiro Drummond Amorim. Junto com a obra, estamos também

Leia mais

Nas páginas a seguir, encontram-se as letras de todas as canções do CD Natal Brincante. Cante com o Bando de Brincantes!

Nas páginas a seguir, encontram-se as letras de todas as canções do CD Natal Brincante. Cante com o Bando de Brincantes! Nas páginas a seguir, encontram-se as letras de todas as canções do CD Natal Brincante. Cante com o Bando de Brincantes! Adquira seu CD nas Lojas Multisom ou entre em contato com a gente. Bate o Sino (folclore

Leia mais

Domingo. Acorda, seu dorminhoco, está na hora de levantar! De manhã? Meus pais esqueceram que os zumbis pegam fogo com a luz do sol?

Domingo. Acorda, seu dorminhoco, está na hora de levantar! De manhã? Meus pais esqueceram que os zumbis pegam fogo com a luz do sol? Domingo Cocoricóóó! Acorda, seu dorminhoco, está na hora de levantar! Urrggghhoquefoi? Eu disse que já é de manhã e está na hora de você sair da cama. De manhã? Meus pais esqueceram que os zumbis pegam

Leia mais

Segunda-feira, dia 04 de maio de 2015

Segunda-feira, dia 04 de maio de 2015 Segunda-feira, dia 04 de maio de 2015 Pousamos no pequeno aeroporto de Katmandu um pouco depois das 6 da manhã. Apenas três aviões cargueiros estavam no aeroporto e poucas caixas com produtos para a população.

Leia mais

Esta é uma história para divertir, ensinar e conscientizar. Boa leitura!

Esta é uma história para divertir, ensinar e conscientizar. Boa leitura! É de pequeno que se aprende, como diz o ditado. Pensando desta forma, as secretarias de Estado de Saúde e Defesa Civil e de Educação decidiram unir forças para combater um inimigo de todos: o mosquito

Leia mais

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak Entrevista com Ezequiel Quem é você? Meu nome é Ezequiel, sou natural do Rio de Janeiro, tenho 38 anos, fui

Leia mais

Olá. Esta é minha casa em São Miguelito. São Miguelito é uma pequena cidade com cerca de 50 ou 60 famílias. A cidade tem uma escola, um campo de futebol e algumas igrejas, mas não tem um centro, como a

Leia mais

Felipe Luis do Nascimento Rodrigues. O sobrevivente

Felipe Luis do Nascimento Rodrigues. O sobrevivente O sobrevivente Felipe Luis do Nascimento Rodrigues O sobrevivente São Paulo, 2011 Editor responsável Zeca Martins Projeto gráfico e diagramação Claudio Braghini Junior Controle editorial Manuela Oliveira

Leia mais

PORTO MARAVILHA CULTURA E INDÚSTRIA CRIATIVA

PORTO MARAVILHA CULTURA E INDÚSTRIA CRIATIVA PORTO MARAVILHA CULTURA E INDÚSTRIA CRIATIVA ALBERTO SILVA AGOSTO 2014 Quebra de Paradigmas Modelagem financeira inovadora, sem aplicação de recurso público Valorização do patrimônio histórico e cultural

Leia mais

Você sabia que... Alguns fatos sobre o meu país

Você sabia que... Alguns fatos sobre o meu país Brasil Você sabia que... A pobreza e a desigualdade causam a fome e a malnutrição. Os alimentos e outros bens e serviços básicos que afetam a segurança dos alimentos, a saúde e a nutrição água potável,

Leia mais

Lista de Diálogo - Cine Camelô

Lista de Diálogo - Cine Camelô Lista de Diálogo - Cine Camelô Oi amor... tudo bem? Você falou que vinha. É, eu tô aqui esperando. Ah tá, mas você vai vir? Então tá bom vou esperar aqui. Tá bom? Que surpresa boa. Oh mano. Aguá! Bolha!

Leia mais

Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você!

Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você! Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você! Este Livro Digital (Ebook) é fruto de uma observação que eu faço no mínimo há dez anos nas Redes Sociais, e até pessoalmente na convivência

Leia mais

COMPANHIA 2 FACES da ARTE

COMPANHIA 2 FACES da ARTE COMPANHIA 2 FACES da ARTE A companhia teatral 2 Faces da Arte,foi criada em 94 pelo Ator /Autor Teatral / Artista Plástico Bicudo Júnior., com o objetivo de inovar o teatro Nacional. Desenvolvendo uma

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Escola Municipal de Ensino Fundamental David Canabarro Florianópolis, 3892 Mathias Velho/Canoas Fone: 34561876/emef.davidcanabarro@gmail.com DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Nome: Stefani do Prado Guimarães Ano

Leia mais

LEI N 1299, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2015.

LEI N 1299, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2015. LEI N 1299, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2015. APROVA O CALENDÁRIO DE EVENTOS DO MUNICÍPIO PARA O ANO DE 2016, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. BRAULIO MARCOS GARDA, Prefeito Municipal de Guabiju-RS, no uso de sua atribuições

Leia mais

Campina Grande: A Maior Festa Junina do Brasil

Campina Grande: A Maior Festa Junina do Brasil 4ºano 1.4 MATEMÁTICA 2º período 11 de junho de 2014 Cuide da organização da sua avaliação, escreva de forma legível, fique atento à ortografia e elabore respostas claras. Tudo isso será considerado na

Leia mais

Autor (a): Januária Alves

Autor (a): Januária Alves Nome do livro: Crescer não é perigoso Editora: Gaivota Autor (a): Januária Alves Ilustrações: Nireuda Maria Joana COMEÇO DO LIVRO Sempre no fim da tarde ela ouvia no volume máximo uma musica, pois queria

Leia mais

PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL

PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL Pedagogia: Aut. Dec. nº 93110 de 13/08/86 / Reconhecido Port. Nº 717 de 21/12/89/ Renovação Rec. Port. nº 3.648 de 17/10/2005 Educação Física: Aut. Port. nº 766 de 31/05/00 / Rec. Port. nº 3.755 de 24/10/05

Leia mais

Disney traz a São Paulo desfile do parque temático de Orlando - Notícias - VEJA SP

Disney traz a São Paulo desfile do parque temático de Orlando - Notícias - VEJA SP Disney traz a São Paulo desfile do parque temático de Orlando - Notícias - VEJA SP SITES ABRIL Notícias Esportes CELULAR Diversão ASSINE Saúde SHOPPING Mulher Meu site BUSCA Page 1 of 5» login Busca O

Leia mais

Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida

Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida SETEMBRO Regresso à escola/adaptação Facilitar a adaptação/readaptação ao jardim de infância Negociar e elaborar a lista de regras de convivência Diálogo sobre

Leia mais

A Mangueira não é só carnaval

A Mangueira não é só carnaval A Mangueira não é só carnaval A alegria da Mangueira dura o ano inteiro. Os projetos sociais atendem a mais de oito mil pessoas da comunidade e criaram 400 empregos Mais do que uma escola de samba, uma

Leia mais

Qual o Sentido do Natal?

Qual o Sentido do Natal? Qual o Sentido do Natal? Por Sulamita Ricardo Personagens: José- Maria- Rei1- Rei2- Rei3- Pastor 1- Pastor 2- Pastor 3-1ª Cena Uma música de natal toca Os personagens entram. Primeiro entram José e Maria

Leia mais

Salvador da Bahia Leitura: atividades RESPOSTAS. A festa é do povo

Salvador da Bahia Leitura: atividades RESPOSTAS. A festa é do povo Salvador da Bahia Leitura: atividades RESPOSTAS A festa é do povo 1. 2. A) O casamento na roça faz parte dos festejos juninos e antigamente era considerado um sacramento, já que em muitos locais isolados

Leia mais

Festa da Batata é sucesso de público

Festa da Batata é sucesso de público PRINCIPAL: Festa da Batata Visita a Hyundai Inscrições Abertas Festa de Encerramento Visita ao Zoo e Museu do Futebol Palestra sobre a AIDS Festa da Batata é sucesso de público Um público de aproximadamente

Leia mais

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997.

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. 017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. Acordei hoje como sempre, antes do despertador tocar, já era rotina. Ao levantar pude sentir o peso de meu corpo, parecia uma pedra. Fui andando devagar até o banheiro.

Leia mais

Como utilizar este caderno

Como utilizar este caderno INTRODUÇÃO O objetivo deste livreto é de ajudar os grupos da Pastoral de Jovens do Meio Popular da cidade e do campo a definir a sua identidade. A consciência de classe, ou seja, a consciência de "quem

Leia mais

Este testemunho é muito importante para os Jovens.

Este testemunho é muito importante para os Jovens. Este testemunho é muito importante para os Jovens. Eu sempre digo que me converti na 1ª viagem missionária que fiz, porque eu tinha 14 anos e fui com os meus pais. E nós não tínhamos opção, como é o pai

Leia mais

Eu sempre ouço dizer. Que as cores da pele são diferentes. Outros negros e amarelos. Há outras cores na pele dessa gente

Eu sempre ouço dizer. Que as cores da pele são diferentes. Outros negros e amarelos. Há outras cores na pele dessa gente De todas as cores Eu sempre ouço dizer Que as cores da pele são diferentes Que uns são brancos Outros negros e amarelos Mas na verdade Há outras cores na pele dessa gente Tem gente que fica branca de susto

Leia mais

CICLO JUNINO FESTA DE SÃO JOÃO *Claudia Lima

CICLO JUNINO FESTA DE SÃO JOÃO *Claudia Lima CICLO JUNINO FESTA DE SÃO JOÃO *Claudia Lima FESTEJOS JUNINOS Os festejos juninos, de junho ou, joaninos, de São João, representam uma tradição que bem identifica o Nordeste, isso diante de sua grande

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE IPUIUNA MG

PREFEITURA MUNICIPAL DE IPUIUNA MG IPAC/MG INVENTÁRIO DE PROTEÇÃO DO ACERVO CULTURAL Ipuiuna Minas Gerais Brasil BENS IMATERIAIS Celebrações Código: BI-01 1. Município: Ipuiuna. 2. Distrito/Povoado: Sede. 3. Designação: Festa de São Benedito

Leia mais

Temos refletido sobre a profissão que gostaríamos de, um dia, ter. O sonho da Ana. A Ana vivia no Porto e tinha sonhos como todas as crianças da sua

Temos refletido sobre a profissão que gostaríamos de, um dia, ter. O sonho da Ana. A Ana vivia no Porto e tinha sonhos como todas as crianças da sua Temos refletido sobre a profissão que gostaríamos de, um dia, ter O sonho da Ana A Ana vivia no Porto e tinha sonhos como todas as crianças da sua idade. Gostava de brincar com as suas bonecas, fazer penteados

Leia mais

PROJETO DE LEITURA PRÉ-LEITURA

PROJETO DE LEITURA PRÉ-LEITURA PROJETO DE LEITURA PRÉ-LEITURA ATIVIDADES ANTERIORES À LEITURA INTENÇÃO: LEVANTAR HIPÓTESES SOBRE A AUTORA, SOBRE O LIVRO, INSTIGAR A CURIOSIDADE E AMPLIAR O REPERTÓRIO DO ALUNO Para o professor Ou isto

Leia mais

A CONTRACULTURA NA MÚSICA DOS ANOS 60 - SCRIPT DO JOGRAL

A CONTRACULTURA NA MÚSICA DOS ANOS 60 - SCRIPT DO JOGRAL 1 DEPARTAMENTO DE LETRAS E ARTES LICENCIATURA EM LETRAS COM A LÍNGUA INGLESA LITERATURA BRASILEIRA JOÃO BOSCO DA SILVA (prof.bosco.uefs@gmail.com) A CONTRACULTURA NA MÚSICA DOS ANOS 60 - SCRIPT DO JOGRAL

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 11 por

Leia mais

Gratuidade com os outros

Gratuidade com os outros 2ª feira, dia 21 de setembro de 2015 Gratuidade com os outros Bom dia! Com certeza, todos nós já experimentamos como é bom brincar com amigos, como nos faz felizes trocar jogos e brinquedos, como sabe

Leia mais

Veja todo o material ou clique no índice abaixo para ir direto para o que precisa.

Veja todo o material ou clique no índice abaixo para ir direto para o que precisa. 1 Carta às Noivas Olá, em primeiro lugar, parabéns por estar se casando! Esperamos que este material à ajude a saber mais sobre casamentos e também no planejamento correto da sua festa. Veja todo o material

Leia mais

Seminário Internacional do Museu Histórico Nacional

Seminário Internacional do Museu Histórico Nacional Seminário Internacional do Museu Histórico Nacional Ponta do Calabouço e adjacências: história, memória e patrimônio nos 450 anos da cidade do Rio de Janeiro CHAMADA PÚBLICA DE TRABALHOS A faixa de terra

Leia mais

Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada

Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada Terça-feira, 11 de março de 2014 Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada Nádia Junqueira Goiânia - Dalila tem 15 anos, estuda o 2º ano no Colégio

Leia mais

PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL 2013

PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL 2013 Pedagogia: Aut. Dec. nº 93110 de 13/08/86 / Reconhecido Port. Nº 717 de 21/12/89/ Renovação Rec. Port. nº 3.648 de 17/10/2005 Educação Física: Aut. Port. nº 766 de 31/05/00 / Rec. Port. nº 3.755 de 24/10/05

Leia mais

DATAS COMEMORATIVAS. CHEGADA DOS PORTUGUESES AO BRASIL 22 de abril

DATAS COMEMORATIVAS. CHEGADA DOS PORTUGUESES AO BRASIL 22 de abril CHEGADA DOS PORTUGUESES AO BRASIL 22 de abril Descobrimento do Brasil. Pintura de Aurélio de Figueiredo. Em 1500, há mais de 500 anos, Pedro Álvares Cabral e cerca de 1.500 outros portugueses chegaram

Leia mais

Estilo e qualidade de vida em um endereço único.

Estilo e qualidade de vida em um endereço único. Estilo e qualidade de vida em um endereço único. Faça a melhor escolha. Mude-se para este charmoso residencial e desfrute de muito verde, um belíssimo projeto paisagístico e inúmeras opções de lazer. Tudo

Leia mais

Mídia Kit 2015. Publicidade. Tabela com vigência a partir de janeiro de 2015 Versão I em 26/11/2014

Mídia Kit 2015. Publicidade. Tabela com vigência a partir de janeiro de 2015 Versão I em 26/11/2014 Mídia Kit 2015 Publicidade Tabela com vigência a partir de janeiro de 2015 Versão I em 26/11/2014 Multiplataforma A Prazeres da Mesa é hoje a mais dinâmica produtora de conteúdo de gastronomia em várias

Leia mais

Caros irmãos e amigos. A graça e a paz do Senhor Jesus. Grandes coisas tem feito o Senhor por nós por isso estamos alegres.

Caros irmãos e amigos. A graça e a paz do Senhor Jesus. Grandes coisas tem feito o Senhor por nós por isso estamos alegres. Caros irmãos e amigos A graça e a paz do Senhor Jesus. Grandes coisas tem feito o Senhor por nós por isso estamos alegres. Chegamos na metade do ano de 2015, graças a Deus, porque devido a tantas lutas,

Leia mais

Restaurante Top 5. 10 passos para deixar seus convidados mais felizes sem gastar um centavo a mais

Restaurante Top 5. 10 passos para deixar seus convidados mais felizes sem gastar um centavo a mais Restaurante Top 5 10 passos para deixar seus convidados mais felizes sem gastar um centavo a mais Mensagem do Restaurante Olá, Sabemos que é momento de comemorar. E se não fosse uma data ou momento especial,

Leia mais

Animal. Casa. Compras. Fitness. Ensino. Gastronomia. Ano 1. Nº 1. 20 mil exemplares. www.revistacomuniq.com.br facebook.

Animal. Casa. Compras. Fitness. Ensino. Gastronomia. Ano 1. Nº 1. 20 mil exemplares. www.revistacomuniq.com.br facebook. Animal Casa Ano 1. Nº 1. 20 mil exemplares www.revistacomuniq.com.br facebook.com/revistacomuniq 2013 Compras Gastronomia Ensino Fitness Animal Casa www.revistacomuniq.com.br facebook.com/revistacomuniq

Leia mais

Direção Criativa. Garantir a originalidade e a criatividade de um projeto é fruto. de um trabalho árduo que exige dedicação, envolvimento

Direção Criativa. Garantir a originalidade e a criatividade de um projeto é fruto. de um trabalho árduo que exige dedicação, envolvimento 44 :: Webdesign Direção Criativa Garantir a originalidade e a criatividade de um projeto é fruto de um trabalho árduo que exige dedicação, envolvimento e um imenso esforço para que o sucesso seja alcançado

Leia mais

MAIS IMPORTANTE GUIA DO RIO DE JANEIRO VEJA RIO é plural como as atrações cariocas e traz em suas páginas o espírito típico dos moradores da cidade.

MAIS IMPORTANTE GUIA DO RIO DE JANEIRO VEJA RIO é plural como as atrações cariocas e traz em suas páginas o espírito típico dos moradores da cidade. MAIS IMPORTANTE GUIA DO RIO DE JANEIRO VEJA RIO é plural como as atrações cariocas e traz em suas páginas o espírito típico dos moradores da cidade. É o mais importante e confiável guia de lazer e cultura

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO DOCE CNPJ: 18.316.265/0001-69 CEP: 35442-000 ESTADO DE MINAS GERAIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO DOCE CNPJ: 18.316.265/0001-69 CEP: 35442-000 ESTADO DE MINAS GERAIS I FEIRA GASTRO-CULTURAL DE RIO DOCE MG De 24/09 à 01/10/2011, o município de Rio Doce abrigará a I Feira Gastro-Cultural que movimentará a cultura, a arte e a culinária no interior na zona da mata mineira.

Leia mais

MARK CARVALHO. Capítulo 1

MARK CARVALHO. Capítulo 1 MARK CARVALHO Capítulo 1 Mark era um menino com altura média, pele clara, pequenos olhos verdes, cabelos com a cor de avelãs. Um dia estava em casa vendo televisão, até que ouviu: Filho, venha aqui na

Leia mais

A partida dos vencedores - Livro de Atividades. Autora Sandra Aymone. Coordenação editorial Maria Fernanda Moscheta Sílnia Nunes Martins Prado

A partida dos vencedores - Livro de Atividades. Autora Sandra Aymone. Coordenação editorial Maria Fernanda Moscheta Sílnia Nunes Martins Prado A partida dos vencedores - Livro de Atividades Autora Sandra Aymone Coordenação editorial Maria Fernanda Moscheta Sílnia Nunes Martins Prado Ilustração Pierre Trabbold Diagramação Linea Creativa Realização

Leia mais

Enfim a missão chegou: os primeiros dias da Equipe UNIOESTE no Projeto Rondon 2012

Enfim a missão chegou: os primeiros dias da Equipe UNIOESTE no Projeto Rondon 2012 Enfim a missão chegou: os primeiros dias da Equipe UNIOESTE no Projeto Rondon 2012 A nossa missão começou na manhã do dia 12 de Julho, uma quinta-feira, com o encontro da equipe em frente ao prédio da

Leia mais

Quando vi Fátima pela primeira vez

Quando vi Fátima pela primeira vez ... Quando vi Fátima pela primeira vez Texto de Fernando Ben, falando resumidamente sobre sua experiência nos primeiros encontros mediúnicos com Fátima. As religiões são janelas para ver o céu. Você pode

Leia mais

Carla- Oswaldo é como que você começou a se envolver com as questões sociais?

Carla- Oswaldo é como que você começou a se envolver com as questões sociais? Depoimento de Oswaldo Setti de Almeida Filho Ação Moradia Carla- Bom dia, Oswaldo. Oswaldo Bom dia, meu nome... Carla- Eu gostaria que você me falasse primeiro o seu nome completo, a sua data de nascimento

Leia mais

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes All You Zombies Wendel Coelho Mendes Versão Portuguesa, Brasil Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959 Esse conto é minha versão sobre a verdadeira história de All You Zombies,

Leia mais

24 junho a.c 1545-1563 1584 1627 1641 1769 1808 1950. Acontecimento 1641 Ano da proibição do uso de fogueiras e fogos de artifício.

24 junho a.c 1545-1563 1584 1627 1641 1769 1808 1950. Acontecimento 1641 Ano da proibição do uso de fogueiras e fogos de artifício. Salvador da Bahia Leitura: atividades RESPOSTAS Pula a fogueira, João! 1. 24 junho a.c 1545-1563 1584 1627 1641 1769 1808 1950 Data Acontecimento 1641 Ano da proibição do uso de fogueiras e fogos de artifício.

Leia mais

"Os Emigrantes" Texto escritos por alunos do 7º ano (Professora Rute Melo e Sousa)

Os Emigrantes Texto escritos por alunos do 7º ano (Professora Rute Melo e Sousa) "Os Emigrantes" Texto escritos por alunos do 7º ano (Professora Rute Melo e Sousa) Estava um dia lindo na rua. O sol brilhava como nunca brilhou, e, no cais, havia muitas pessoas As pessoas estavam tristes

Leia mais

Orama Valentim já tem data marcada para no desafio, o Miss Brasil em setembro

Orama Valentim já tem data marcada para no desafio, o Miss Brasil em setembro Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro Gerência de Comunicação Jornal: Cidade: Data: Página: Seção: Ururau.com.br Campos 11/08/2013 WEB 11 de agosto de 2013 16:24 CIDADES E REGIÃO - É

Leia mais

Festa shake. I. Introdução:

Festa shake. I. Introdução: Festa shake I. Introdução: Utilize esta ferramenta como método diário de trabalho e descubra o quanto pode ser simples, mágico e divertido levar o produto para o mercado e recrutar pessoas para o negócio.

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

Escola de Português Verão de 2015 Ano 13 Nível 2 Exercícios Semana 1 Parte 2 Revisão Verbos irregulares no pretérito perfeito do indicativo:

Escola de Português Verão de 2015 Ano 13 Nível 2 Exercícios Semana 1 Parte 2 Revisão Verbos irregulares no pretérito perfeito do indicativo: Escola de Português Verão de 2015 Ano 13 Nível 2 Exercícios Semana 1 Parte 2 Revisão Verbos irregulares no pretérito perfeito do indicativo: 1) Complete as frases abaixo com o pretérito perfeito dos seguintes

Leia mais

ATRATIVOS TURÍSTICOS Museu da Água Francisco Salgot Castillon Instalado em 1887, no local que abrigou a primeira Estação de Captação e Bombeamento de água da cidade. O museu ocupa uma área de 12 mil m²

Leia mais

Curso Intermediário de LIBRAS

Curso Intermediário de LIBRAS Curso Intermediário de LIBRAS 1 Curso Intermediário de LIBRAS 2 Unidade 2 Fazer as compras Sábado foi dia de ir ao Tok Stok. Nós, casal, fomos passear e dar uma voltada para olhar os moveis e objetos.

Leia mais

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DE FÁTIMA

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DE FÁTIMA PARÓQUIA NOSSA SENHORA DE FÁTIMA PESQUISA DIRIGIDA AOS JOVENS COM IDADE ENTRE 15 E 35 ANOS RELATÓRIO : 1º PESQUISA MISSA : 08:30 DATA : 09/04/2011 - Nº de Entrevistados : 16 1º QUESTÃO - IDADE Foi perguntado

Leia mais

Dinorah Anselmo Nasoni, aos 79 anos tem disposição de dar inveja a muita gente jovem Trabalha desde os 13 anos e não pensa tão cedo em se aposentar.

Dinorah Anselmo Nasoni, aos 79 anos tem disposição de dar inveja a muita gente jovem Trabalha desde os 13 anos e não pensa tão cedo em se aposentar. 16 Entrevista Dinorah Anselmo Nasoni, aos 79 anos tem disposição de dar inveja a muita gente jovem Trabalha desde os 13 anos e não pensa tão cedo em se aposentar. Fotos e texto: Alessandra Anselmi Fotos:

Leia mais

NOVENA COM AS CRIANÇAS NOSSA SENHORA APARECIDA 2015

NOVENA COM AS CRIANÇAS NOSSA SENHORA APARECIDA 2015 1 2 COM MARIA, EM JESUS, CHEGAMOS À GLÓRIA! 5º Dia (Dia 07/10 Quarta-feira) CRIANÇA: BELEZA DA TERNURA DIVINA! Na festa de Maria, unidos neste Santuário, damos graças a Deus, por meio de Maria, pela vida

Leia mais

Presidente de associação de moradores não quer ser político e mantém-se no cargo há 14 anos

Presidente de associação de moradores não quer ser político e mantém-se no cargo há 14 anos Fonte: O Globo Síndico de Copacabana percorre o bairro de bicicleta para descobrir problemas Presidente de associação de moradores não quer ser político e mantém-se no cargo há 14 anos Artur Xexéo axexeo@oglobo.com.br

Leia mais

Edição: Rodrigo Amorim DESENHOS: Lavínya Vieira CORDEL: 1º ANO A 02

Edição: Rodrigo Amorim DESENHOS: Lavínya Vieira CORDEL: 1º ANO A 02 O Cordel, Paixão e Poesia: Castro Alves o poeta da Bahia foi feito pelos alunos do 1º ano A (IF Baiano campus Itapetinga). O cordel é uma grande homenagem ao grande poeta baiano Castro Alves, conhecido

Leia mais

PROPOSTA PEDAGÓGICA. Elaborada por Ana Carolina Carvalho

PROPOSTA PEDAGÓGICA. Elaborada por Ana Carolina Carvalho PROPOSTA PEDAGÓGICA Elaborada por Ana Carolina Carvalho PROPOSTA PEDAGÓGICA Crianças do Brasil Suas histórias, seus brinquedos, seus sonhos elaborada por ANA CAROLINA CARVALHO livro de JOSÉ SANTOS ilustrações

Leia mais

Grupo WTB Experiência e solidez

Grupo WTB Experiência e solidez Grupo WTB Experiência e solidez Fundado em 1999, o Grupo WTB teve um crescimento sustentado e prosperou ao longo dos anos. Hoje, sua marca está presente em vários empreendimentos de sucesso, contando com

Leia mais

Time Code. Sugestão (conexões externas)

Time Code. Sugestão (conexões externas) Número da fita: 0047 Título: Entrevista com Geraldo Abel Mídia: Mini DV Time Code in out 00 20 00 06 11 S. Abel e esposa sentados, rodeados pelos instrumentos da folia e pela bandeira. S. Abel mostra passo

Leia mais

Aluno (a): Ana Paula Batista Pereira Série: 3º Ano do Ensino Médio Professora: Deysiane Maria Assis Zille. Água

Aluno (a): Ana Paula Batista Pereira Série: 3º Ano do Ensino Médio Professora: Deysiane Maria Assis Zille. Água Aluno (a): Ana Paula Batista Pereira Série: 3º Ano do Ensino Médio Professora: Deysiane Maria Assis Zille Água Tu és um milagre que Deus criou, e o povo todo glorificou. Obra divina do criador Recurso

Leia mais

ATIVIDADE 02 A PRESERVAÇÃO DO NOSSO PATRIMÔNIO CULTURAL

ATIVIDADE 02 A PRESERVAÇÃO DO NOSSO PATRIMÔNIO CULTURAL ATIVIDADE 02 A PRESERVAÇÃO DO NOSSO PATRIMÔNIO CULTURAL O patrimônio cultural de uma comunidade é o conjunto de referências que compõem o seu dia-a-dia e fazem com que ela tenha uma memória e uma história

Leia mais