RESPONSABILIDADE SOCIAL DA MAÇONARIA Carta Aberta aos Maçons

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RESPONSABILIDADE SOCIAL DA MAÇONARIA Carta Aberta aos Maçons"

Transcrição

1 RESPONSABILIDADE SOCIAL DA MAÇONARIA Carta Aberta aos Maçons A CONFEDERAÇÃO MAÇONICA DO BRASIL COMAB informa aos Maçons que em razão da realização do seu Io. Fórum: Responsabilidade Social da Maçonaria Conhecer, Agir e Transformar, conclui: 1. A Maçonaria sempre deverá se colocar no mundo com ideias que revolucionem o cotidiano, quebrando paradigmas, através das ideais que surgirem entre as colunas. 2. A Maçonaria, num movimento universal, onde a sua doutrina deve continuar a nos unir, enquanto maçons, para que continuemos sendo a luz na luta e na escuridão que visa acima de tudo assegurar a liberdade e a igualdade entre os homens. 3. O Mestre Maçom deve ser um sujeito ativo e proativo para as grandes transformações da sociedade a partir da transformação pessoal, a partir da iniciação, a luz do conhecimento que a maçonaria tem a lhe oferecer. 4. A Maçonaria deve valorizar e potencializar o processo de formação do Maçom, em que o conhecimento seja uma experiência coletiva, que possa ser aprendida / assimilada, transformando-a e disponibilizando-a à sociedade mediante exemplos e ações para a sua melhoria e humanização. Assim no que tange ao: a) Desenvolvimento Democrático: Deveremos conceber e atuar para implantar um projeto de responsabilidade socioeconômica para a Nação, sob a base do respeito ao Estado Democrático e de Direito que compatibilize a tríade histórica da Liberdade, Igualdade e Fraternidade com ações da Ordem em prol da coletividade, ou seja, a função social que deve imperar entre iguais. b) Desenvolvimento com Sustentabilidade: As Potências e as suas Lojas maçônicas devem incluir em suas programações de câmara do meio e/ou sessões de mestre conjuntas, a abordagem de temas sociais relevantes, principalmente sobre educação, entre outros. Atuar para uma reforma no Pacto Federativo, dando prioridade aos municípios, estimulando a descentralização de ações e recursos, aliada a uma rigorosa fiscalização. c) Responsabilidade Social da Maçonaria: A Maçonaria brasileira deve de forma integrada reconhecer e fazer reconhecer, sua História enquanto Ordem e seus feitos sociais históricos e presentes. Promover processo efetivo, integrado e visível de participação da Maçonaria, nos debates e decisões sobre grandes temas de interesse da sociedade brasileira, em especial a Educação. Definir a Responsabilidade Social da Maçonaria sob a ótica do desenvolvimento humano frente a um novo paradigma mundial, onde o Maçom deve lutar para que os princípios éticos e morais sejam sempre os guias que orientem todo e qualquer estudo ou avanço científico. GRÃO-MESTRES PROCLAMAM RECONHECIMENTO E AMIZADE FRATERNA COM A GRAND LODGE OF DISTRICT OF COLUMBIA (EUA) De acordo com os princípios fundamentais da Maçonaria, que são o Amor Fraterno, o Auxílio Mútuo e a Verdade, o Sereníssimo Grão-Mestre, Teko A. Foly da Grand Lodge of District of Columbia (EUA) em eventos distintos nos estados de São Paulo, Mato Grosso e Rio Grande do Sul, com os Sereníssimos Grãos Mestres, Jurandir Alves de Vasconcellos GOP-SP, José Aristides Fermino GORGS e José Simioni - GOEMT, no espírito da fraternidade universal, proclamaram e fizeram saber que existe total Reconhecimento e Amizade Fraterna entre a Grande Loja do Distrito de Columbia de Maçons Livres Antigos e Aceitos - Washington D.C. e os Grandes Orientes: de São Paulo (GOP-SP), do Estado de Mato Grosso (GOEMT) e do Rio Grande do Sul (GORGS). Subentendendo-se à independência e soberania de cada Potência, encontra-se esse mútuo reconhecimento sujeito às regras e políticas individuais de cada uma dessas Potências, todas compatí-

2 TEKO A. FOLY: RECONHECIMENTO É COMEÇO DE UM GRANDE TRABALHO veis e reafirmadas por esse reconhecimento fraterno mútuo. O Sereníssimo Grão-Mestre americano disse que a Maçonaria é feita de ferramentas que devem ser usadas para construir. E como estamos construindo, precisamos decidir o que vamos deixar para depois, somente um souvenir, apenas uma coisa pequena, ou realmente a nossa marca?. Ele observou que tem um rumor (sic) no Brasil todo de que alguma coisa grande vai acontecer aqui proximamente. E se eu não puder testemunhar isso que vai acontecer vou me arrepender profundamente, para sempre. Tek A. Foly ofereceu a todos os irmãos o suporte da Grande Loja do Distrito de Columbia Washington D.C., afirmando querer continuar construindo juntos, mais e mais. Levo grandes sentimentos e vou transmiti-los aos irmãos americanos, que vocês gostam e amam, também. Estou consciente de que vocês sabem que isso é apenas o começo de um grande e harmonioso relacionamento, e uma prova de que a Maçonaria universal mantemse unida e vem cumprindo a sua missão. E isso nos deixa muito feliz. Ao finalizar, ele agradeceu, inicialmente, às distintas delegações que vieram dos Estados Unidos, pois metade dos elogios é para ela; e a outra metade é para vocês. Meu desejo é que assim como a Grande Loja do Distrito de Columbia, todas as Grandes Lojas dos Estados Unidos estejam dispostas a trabalhar com vocês, e como resultado que fique mais fácil para que as três Potências possam trabalhar ainda mais unidas do que já estão nesse momento. Colaborou Ir\ Moises Portugal SESSÃO SOLENE DO SENADO FEDERAL EM HOMENAGEM À MAÇONARIA BRASILEIRA No dia 20 de agosto de 2012, o Presidente da Confederação Maçônica do Brasil, Irmão José Simioni - Grão-Mestre do Grande Oriente do Mato Grosso compareceu ao Senado Federal da República para participar da Sessão Solene em homenagem à Maçonaria Brasileira na data comemorativa do DIA DO MAÇOM, requerida e presidida habitualmente pelo Irmão Senador, Mozarildo Cavalcanti (GOB). Participaram também desta sessão especial, entre outros, o GrãoMestre do Grande Oriente do Brasil, Irmão Marcos José da Silva; o Grão-Mestre da Grande Loja Maçônica do Distrito Federal, Irmão Juvenal Batista Amaral, representando a CMSB Confederação da Maçonaria Simbólica do Brasil. Informativo da Confederação Maçônica do Brasil (fundada em 06 de abril de 1973) e sucessora do Colégio de Grão-Mestres da Maçonaria Brasileira. Endereço da Secretaria Geral: Rua dos Ilhéus nº 38 - Ed. Aplub, 1º andar - C. Postal 30 - CEP Centro - Florianópolis/SC Fone (48) Site: Presidente: Ir José Simioni; Vice-Presidente: Ir Lázaro Emanuel Fanco Salles. Secretário Geral: Ir Rubens Ricardo Franz; Tesoureiro: Ir Celso Luiz Giraldello; Grande Orador: Ir Antônio Carlos Raphael; Jornalista responsável: Rogério Junkes - DRT/SC

3 3 93 a Assembleia Geral da COMAB Aos três dias do mês de fevereiro de dois mil e treze, nas dependências do Carlton Hotel Brasília, reuniram-se os Grandes Orientes filiados à COMAB cujos resultados entre outros apontamos: 1 - Análise e deliberação das propostas de alteração estatutária. 2 - Objetivos Estratégicos: I. Contribuir para o Desenvolvimento Socioeconômico do Brasil com sustentabilidade: II. Analisar a realização do Projeto: I FORUM COMAB RESPONSABILIDADE SOCIAL DA MAÇONARIA: CONHECER AGIR TRANSFORMAR, seus resultados, a proposta de redação do documento final e a viabilidade da sua continuidade. III. Projeto de implantação do ILEC: análise e deliberação quanto ao plano de ação. IV. Análise da PEC da Impunidade e tomada de posição e ações. V. Atuar pela melhoria do Ensino Básico e Fundamental Empreendedora com base na Cidadania, com a análise da proposta de Federalização do Ensino Fundamental que separa o Ensino Fundamental do Superior, ficando o primeiro com o Ministério da Educação e o Segundo com o Ministério da Ciência e Tecnologia. 3. Projeto Dia da Mobilização em Brasília : a. Educação. b. PEC da impunidade. c. Demarcação de terras indígenas e quilombolas. 4 - Educação: analise quanto a tramitação do Plano Nacional da Educação - PNE, hoje no Senado Federal e a necessidade de uma mobilização em Brasília buscando uma rápida aprovação do mesmo. 5 - Projeto de Emenda Constitucional que visa instituir a exclusividade do poder de investigação às policias civis e federal: deverá ser realizada uma mobilização por todos os Grandes Orientes na coleta de assinaturas de cidadãos contrários a essa aprovação, mantendo-se o atual sistema. 6 - Demarcação de terras indígenas e quilombolas. registrou-se preocupação quanto a esse tema em razão da possibilidade da existência de nações indígenas, termos retalhado o território nacional. 7 - Formação e aperfeiçoamento do Líder Maçom: operacionalizar a ENAEM, alinhando o processo de formação do nosso quadro, respeitando as peculiaridades regionais, compartilhando informações, materiais e tecnologia aplicada. 8 - ILEC: será intensificado ações visando o fortalecimento do Instituto, ficando os Grandes Orientes de nomearem seu representantes num prazo de 30 (trinta) dias. 9 - AMCLA: Apoiar o fortalecimento da Academia Maçônica de Ciências Letras e Artes da COMAB: realidade e planos de ações O presidente da Comissão de resgate da origem dos Rituais do Rito Escocês Antigo e Aceito, constituída pelo Ato nº /2012, de 5 de setembro de 2011, apresentou os Rituais, dissertando sobre todo o trabalho desenvolvido para a sua elaboração, resgatando-os em suas origens, decidindo a AGO pela sua instituição como Ritual Oficial da Confederação Maçônica do Brasil - COMAB, ficando facultado a cada Grande Oriente a sua adoção ou não, ante a sua soberania e independência Conforme regras estatutárias e o Regulamento Geral (CAPÍTULO IV - DA ELEIÇÃO E POSSE DA DIRETORIA E DO CONSELHO FISCAL), foi procedido o registro da chapa única e eleição da Diretoria 2013 /2014 com a seguinte composição: PRESIDENTE: Lazaro Emanuel Franco Salles Grão-Mestre do Gr\ Or\ de Minas Gerais VICE-PRESIDENTE: Antonio Carlos Raphael - Grão-Mestre do Gr\ Or\ Independente do Rio de Janeiro Secretário Geral: permanece por mais um ano o Ir\ Rubens Ricardo Franz Grão-Mestre de Honra do Grande Oriente de Santa Catarina mandato eletivo de 03 anos. TESOUREIRO: Gilberto Lima da Silva - Grão-Mestre do Gr\ Or\ Bahia GRANDE ORADOR: Antonio do Carmo Ferreira - Grão-Mestre do Gr\ Or\ Independente de Pernambuco e Grande Orador da COMAB Conselho Fiscal - Efetivos: 1 - José Wanderley - Grão-Mestre do Gr\ Or\ do Ceará 2 - Alaor Francisco Tissot Grão-Mestre do Gr\ Or\ de Santa Catarina 3 - Celso Luiz Girardello Grão-Mestre do Gr\ Or\ do Paraná Conselho Fiscal - Suplentes: 1 - Antonio de Paula Bezerra Grão-Mestre do Gr\ Or\ do Amazonas 2 - José Aristides Fermino Grão-Mestre do Gr\Or\ do Rio Grande do Sul 3 - Francisco de Paula Duarte - Grão-Mestre do Gr\Or\ Autônomo do Maranhão

4 EVENTOS DO INTERNACIONAL SHRINER NO BRASIL No dia 25 de maio ocorreu a Cerimônia Especial de Iniciação do Shriners Club International do Estado de São Paulo, associado ao Almas Shriners de Washington DC. Na ocasião, estiveram presentes o Sereníssimo Grão-Mestre, Irmão Jurandir Alves de Vasconcelos, Sereníssimo Grão-Mestre Adjunto, Irmão Paulo de Tarso Carletti, estiveram presentes também autoridades Maçônicas não só do Grande Oriente Paulista - GOP, Grande Oriente de São Paulo GOSP e das Grandes Lojas de São Paulo GLESP e abrilhantaram o evento o Embaixador do Almas Shriners para a América Latina, Irmão Mike Gordon, o Past Potentado Irmão Alan Gordon e o GrãoMestre da Grande Loja do Distrito de Columbia, Irmão Teko Foly. Outro evento desta magnitude ocorreu no Rio Grande do Sul no dia 26 de maio, com a presenças entre outras do Grão-Mestre do GORGS Ir:. José Aristides Fermino e o Grão-Mestre Adjunto e Grão-Mestre Eleito do GORGS Ir:. Tadeu Pedro Drago. Já no dia 30 de maio, o potentado Donald Ferguson, do Almas Shriners de Washington D.C. e comitiva composta pelo ex. Potentado Alan Gordon e Dom Holliday, e o Assistente Michael Gordon, participaram da Sessão Magna de Iniciação de 50 Mestres Maçons ao Shriner Brasil Central, do Estado de Mato Grosso. Ocasião que também prestigiou o evento uma comitiva do Potentado Imperial de Tampa, Estado da Flórida (EUA), órgão máximo dos Shriner Rio Grande do Sul Shriners do Planeta, capitaneada pelo seu representante, Mister Jim R. Smith, bem como o Dr. Peter P. Dias, Diretor de Expansão dos Hospitais Shriners para o Planeta (entre outros). O Shriners International é uma fraternidade baseada na diversão, no companheirismo e nos princípios maçônicos de amor fraterno, auxílio e verdade. Existe cerca de membros de 191 templos (capítulos) nos EUA, Canadá, México e na República do Panamá. O Shriners Internacional apóia os Shriners Hospitals for Children (Hospitais Shriners para Crianças), sistema internacional com 22 hospitais dedicados aos cuidados de saúde das crianças, proporcionando atendimento pediátrico, investigação inovadora e excelente programas de ensino. Desde 1922, os Hospitais Shriners para Crianças tem melhorado significativa- mente a vida de mais de crianças. O Brasil Shriners Clube é uma instituição paramaçônica que surge no país com o objetivo de fazer mais um trabalho de benemerência digno de nossa fraternidade. O objetivo da fundação do Clube é estar habilitado para encaminhar aos hospitais dos Estados Unidos pacientes de 0 a 18 anos, para serem tratados de problemas graves relacionados à ortopedia, queima- duras, lábio leporino e espinha bífida, dentre outras especialidades médicas sem custos de hospital. O transporte, do paciente e de um acompanhante, também será provido pelo clube que é formado por Mestres Maçons da Maçonaria Unida do Rio Grande do Sul, Grande Oriente do Mato Grosso,Grande Oriente do Paraná, Grande oriente de Santa Catarina,e as três (3) potências de São Paulo (Grandes Lojas do Estado de São Paulo,Grande Oriente do Brasil e Grande Oriente Paulista). Os valores maçônicos, nossos princípios, muitas vezes corporificados na benemerência e a caridade que todo maçom deve proporcionar ao necessitado, deve sair das quatro paredes dos templos e chegar onde necessário no seio da sociedade onde plantamos nossos princípios e auxiliando aos necessitados, no caso dos Shriners, às crianças que precisam de cuidados, sejam filhos de Irmãos, sejam filhos de profanos. Para maiores informações e conhecimento acessem shrinerssp.org Sessão Magna de Iniciação de 50 Mestres Maçons ao Shriner Brasil SHRINER INTERNACIONAL LANÇOU EM MATO GROSSO O INSTITUTE GREEN WORLD FOR CHILDREN - GWC (MUNDO VERDE PARA CRIANÇAS). Nos dia 29 e 30 de maio, com a presença de autoridades dos Estados Unidos da América, do Brasil e da América Latina, o Shriner Internacional lançou em Mato Grosso o Institute Green World for Children - GWC (Mundo Verde para Crianças), nos três ecossistemas mato-grossenses: Cerrado, Pantanal e Amazônia, durante o Encontro Internacional Shriner em Cuiabá. Presentes no evento o Potentado Donald Ferguson do Almas Shriners de Washington, DC, e 4 comitiva composta pelo ex Potentado Alan Gordon e Donald Holliday, o Assistente Michael Gordon; o Potentado Imperial, órgão máximo dos Shriners do Planeta, com a comitiva capitaneada pelo representante do Potentado Imperial de Tampa, na Flórida, Mister James R. Smith e pelo Dr. Peter P. Dias, Diretor de Expansão dos Hospitais Shriners no mundo; e o Grão-Mestre da Grande Loja do Distrito de Columbia - Washington D.C., Mr. Teko A. Foly, e sua magnífica esposa, Josephine Foly. O primeiro lançamento ocorreu na Fazenda Pequiri, no Pantanal, de propriedade do Deputado Federal Júlio Campos, ocasião em que foram plantadas 33 mudas de Ipê Amarelo, sendo que a primeira muda fora plantada pelo deputado Júlio Campos, a segunda pelo presidente do Shriner, Genilto Nogueira, e a terceira pelo presidente do GWC, João Bitencourt, seguindo pelas demais autoridades presentes. Nessa localidade do Pantanal, a comitiva ouviu do anfitrião, Jú- lio Campos, uma palestra sobre a história do Pantanal, mostrando as riquezas da Fauna e Flora pantaneira aos Americanos, Uruguaios, Peruanos e representantes de vários Estados do Brasil, que faziam parte dessa comitiva. Um dos pontos mais importante da palestra do deputado foi à informação de que naquele local estiveram presentes centenas de autoridades, dentre eles o ex presidente dos Estados Unidos da América, Mr. Theodore Roosevelt, em 1917, poucos anos antes de sua

5 5 morte, que ocorreu em 06 de janeiro de O Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon acompanhou o presidente Roosevelt nesta visita ao Pantanal, onde testemunhou o presidente deixar ali a sua canoa de ferro e em seguida seguiram viagem juntos a cavalo. O segundo lançamento ocorreu na Fazenda Bonanza, no Cerrado mato-grossense, de propriedade do senador Jaime Veríssimo de Campos, com o plantio de 33 mudas, sendo que a primeira plantada pelo anfitrião e pela sua esposa, Lucimar Sacre de Campos, que fez uma recepção calorosa aos convidados. O terceiro lançamento ocorreu no Assentamento Zumbi dos Palmares, no ecossistema Floresta Amazônica, município de Cláudia -MT, com o plantio de 33 mudas de Castanheiras, que são oriundas daquela região, cujas mudas foram plantadas pelos alunos da comunidade, acompanhados pelas autoridades local, estadual, regional, nacionais e Internacional. Na oportunidade foi servido um delicioso churrasco, oferecido pela Associação dos Assentados. Para o presidente do Shrine Brasil Central, Genilto Nogueira, 23º HOSPITAL SHRINERS DA AMÉRICA DO SUL As considerações positivas dos Potentados Americanos presentes no Encontro Internacional Shriner, realizado em Cuiabá, de 29 a 31 de maio de 2013, foram unanimes para a construção do primeiro Hospital Shriners para Crianças da América do Sul, com localização na capital mato-grossense, O Potentado Alan Gordon disse que o calor humano do povo matogrossense é a energia precursora do progresso dos Shriners para o Planeta. O Hospital Shriers de Cuiabá será construído nos moldes dos Shriners Hospital Internacional, que atenderá as crianças da América do Sul com problemas ortopédicos, sendo o primeiro hospital filantrópico no Brasil com atendimento pediátrico especializado. A escolha de Cuiabá para construção foi estratégica, já que a capital mato-grossense está no centro geodésico da América do Sul, o que facilita o acesso da demanda de Plantio de árvores é parte do programa do Green World Children esse foi o maior evento da história dos Shriners da América do Sul, reforçando a tese de que os Shriners Latino Americanos estão no caminho correto. Ele ressaltou ainda que foi tão bom e importante que as autoridades dos Shriners internacional solicitaram a criação de condições para Instalar em Mato Grosso o primeiro Potentado dos Shriners da América do Sul. O Mundo Verde para Crianças oferece a qualquer pessoa, física ou de árvores. Os valores arrecadados com as adoções serão destinados aos hospitais. Poderão ser adotadas as árvores de qualquer ecossistema do planeta. Inicialmente serão disponibilizadas para adoção as árvores dos biomas do Estado de Mato Grosso (Brasil), que possui um rico ecossistema distribuído nos biomas Cerrado, Pantanal e Amazônia. O projeto Green World for Children utiliza alta tecnologia para jurídica, a possibilidade da adoção monitoramento e transparência todos os países latino-americanos no atendimento e solução dos casos de pacientes no Brasil. O Shriners Internacional é a maior e mais antiga fraternidade maçônica em atividade no planeta e apoia os Shriners Hospitals for Children. Desde 1922, os hospitais Shriners têm melhorado significativamente a vida de mais de crianças. Hoje, conta com 23 hospitais dedicados aos cuidados da saúde das crianças, proporcionando atendimento pediátrico, investigação inovadora e excelentes programas de ensino. O Shrine Brasil Central é uma instituição paramaçônica que há três anos iniciou no país com o objetivo de fazer mais um trabalho de benemerência digno de nossa sociedade. A ideia surgiu diante do maravilhoso trabalho realizado pelo Shriners hospitais e pelo incentivo e apoio do Almas Shriners de Washington - EUA. através de Radio-Frequency Identification - RFID/ Near Field Communication - NFC em chips e de Sistema de Informação Geográfica- SIG. Utiliza, também, certificado de origem das árvores, portal para realizar a adoção e o seu acompanhamento. Além disso, poderá efetuar o monitoramento através de aplicativo (App) para celular Android. Árvores chipadas com tecnologia RadioFrequency Identification RFID e Near Field Communication - NFC. Metas do GWC Apoiar a construção do Hospital Shriner para Crianças. Contribuir com os demais Shriners Hospital for Children. Atender o maior propósito dos Shriners, que é a Fraternidade. Contribuição para a preservação e recuperação do meio ambiente. Contribuir com a população local (silvícolas, nativos e outros) por meio do sistema de PSE (Pagamento por Serviços Ecossistêmicos). Doenças comumente tratadas nos Hospitais Shriners 4 Escoliose (curvatura da espinha). 4 Osteogênese imperfeita (enfermidades da fragilidade óssea). 4 Problemas Ortopédicos em crianças com paralisia cerebral. 4 Deficiências das extremidades e problemas em seu crescimento. 4 Problemas Ortopédicos com Espinha Bífida e mielodisplasia (paralisia dos membros devido à falha congênita do desenvolvimento da espinha e os nervos da mesma). 4 Diferenças de longitude nos membros inferiores. 4 Problemas Ortopédicos resultantes de desordens neuromusculares. 4 Raquitismo. 4 Reumatismo Artrítico juvenil. 4 Complicações Ortopédicas e deformações produzidas por graves queimaduras, dentre outras enfermidades. Colaborou Ir\ Moises Portugal

6 6 Currículum Vitae Maçônico Lázaro Emanuel Franco Salles é nascido em Poços de Caldas, extremo Sul de Minas Gerais, aos 10 dias do mês de janeiro do ano de Filho do Maçom Lázaro Ferreira Salles e de Julia Franco Salles. Iniciado na Maçonaria em 10 de abril de 1976, exerceu todos os cargos de ofício da Loja de Base e presidiu todos os Altos Corpos do Rito Escocês Antigo e Aceito, tendo sido Delegado Litúrgico do Supremo Conselho. Exerceu o cargo de Delegado do Grão-Mestre e o de Venerável Mestre da Centenária Loja Maçônica Estrela Caldense de Poços de Caldas, por dois mandatos. Presidente do Pacto Maçônico do Sul de Minas por dois mandatos.em 2008 foi eleito Grão-Mestre Adjunto e em 2012, Grão- Mestre do Grande Oriente de Minas Gerais. Pertence a seus Academias de Letras, sendo atualmente Vice-Presidente da AMCLA Academia Maçônica de Ciências, Letras e Artes da Comab. Poeta, jornalista e escritor, tem oito livros publicados. Na vida civil, é empresário da área de saúde. A Academia Maçônica de Ciências, Letras e Artes da Confederação Maçônica do Brasil COMAB, agradecendo antecipadamente aos inscritos e aos apoiadores, comunica a todos os interessados, o resultado dos artigos selecionados do 2 o Concurso de Literatura, em sendo: Trabalhos no Grau de Aprendiz 1 o Lugar - Os Painéis da Loja de Aprendiz Maçom, Antonio Julião, A\R\L\S\ José Abelardo Lunardelli, n o 107. GOSC Grande Oriente de Santa Catarina. 2 o Lugar - A Iniciação Maçônica, Antonio Julião, A\R\L\S\ José Abelardo Lunardelli, n o 107 GOSC Grande Oriente de Santa Catarina. Trabalhos no Grau de Companheiro 1 o Lugar - As Viagens do Companheiro, Antonio Julião, A\R\L\S\ José Abelardo Lunardelli, n o 107 GOSC Grande Oriente de Santa Catarina. 2 o Lugar - Os Grandes Pensadores, A História Sintética da Filosofia, Ivan Augusto Gonçalves, A\B\R\L\S\ Estrela do Mar n o 23 GOSC Grande Oriente de Santa Catarina. 3 o Lugar - O Telhamento no Grau de Companheiro, Ivan Augusto Gonçalves, A\B\R\L\S\ Estrela do Mar, n o 23 GOSC Grande Oriente de Santa Catarina. Trabalhos no Grau de Mestre 1 o Lugar - Um Deísta no REAA, Rogério Nunes, A\ R\B\L\S \ Justiça e Liberdade n 38, Grande Oriente de Santa Catarina - GOSC 2 o Lugar - Os Painéis no Grau de Mestre Maçom, Antonio Julião, A\R\L\S\ José Abelardo Lunardelli, n o 107 GOSC Grande Oriente de Santa Catarina. 3 o Lugar - Vaidade, Edmir Japiassu, A\R\L\S\ Monteiro Lobato n o 71, GOIPE Grande Oriente Independente de Pernambuco. CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM MAÇONARIA PELA COMAB O presidente da Confederação Maçônica do Brasil (COMAB) e Grão- Mestre do Grande Oriente do Estado de Mato Grosso (GOEMT), irmão José Simioni, assinou contrato de parceria com a Faculdade de Candeias (FAC), com sede em Candeias (BA), para certificação nacional do Curso de Pós- Graduação Lato Sensu em Filosofia e Fundamentação Maçônica. O contrato de prestação de serviço, sem ônus para a COMAB, foi assinado nessa quinta-feira ( ), no Gabinete do Presidente, às 16h30, no Palácio da Paz, sede administrativa do GOEMT e itinerante da COMAB. O Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Filosofia e Fundamentação Maçônica, elaborado pelo GOEMT, foi ministrado pela primeira vez em Cuiabá (MT), em 2008, com a chancela da Universidade Cândido Rondon. Com a criação da Escola Nacional de Altos Estudos Maçônicos da COMAB (ENAEM), a Confederação Maçônica através da ENAEM assumiu a coordenação do curso e buscou parceria da Faculdade de Candeias, por meio do irmão Profº e Diretor Geral Osvaldo Miranda Filho, diretor da FAC, culminando com a assinatura em Cuiabá. O diretor da ENAEM, Irmão Medson Janer da Silva, adiantou que já está confirmada a realização do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Filosofia e Fundamentação Maçônica nos estados da Bahia, São Paulo, Rio Grande do Sul e Mato Grosso (no Oriente de Sinop). Registra-se também que no período de 2012/2013, através da ENAEM foram realizados diversos cursos de nivelamento de Mestre Maçom, nos estados de Mato Grosso, Amapá e Bahia. Estando previstos cursos para São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraíba, Ceará e Pará. Colaborou Ir:. Moises Portugal.

7 7 Palavra do Presidente Estamos nos encaminhando para o fechamento de nossa administração. No dia 21 de junho estaremos realizando a nossa Assembleia Geral Ordinária durante a qual transmitiremos o mandato para o nosso estimado, querido e respeitado Grão- Mestre de Minas Gerais, o Soberano Irmão Lázaro Emanuel Franco Salles, fato esse que, a seu pedido, ocorrerá no Oriente de Poços de Caldas/MG. Este, portanto, é o momento exato de registrar os nossos mais sinceros e justos agradecimentos a cada um dos membros dessa nossa respeitada Confederação, pela forma com que se portaram durante nossos Encontros, oportunizando uma farta troca de informações que sempre resultam em benefício de nossas Instituições. Os Encontros Regionais realizados nos Orientes de São Luiz, congregando os Grandes Orientes da Região Norte mais o do Piauí, de Recife, com a participação dos Grandes Orientes do Nordeste, o de Belo Horizonte, realizado com os Grandes Orientes do Sul, Sudeste e Centro Oeste, por seus resultados, demonstraram o quanto foi produtivo esse envolvimento regional por ensejar aos partícipes uma efetiva participação nas discussões dos temas, na apresentação de propostas e na conformação de resultados. O que se buscou nesses Encontros foi sempre provocar discussões sobre temas de interesse da Confederação, que nada mais é do que o da própria Maçonaria, objetivando, portanto, que resultassem em proveito de cada Grande Oriente para a parte não se alijasse do todo. Diante do esforço e da dedicação com que se ativeram os nossos estimados Grão-Mestres e comitivas cabe-nos deixar registrado o reconhecimento desta Presidência pelo demonstrado comprometimento, que lhe foi demonstrado por cada um dos participantes, com a causa maçônica. A grande mensagem desta Presidência a cada um dos membros Confederados é a de se manterem alerta para não permitir, jamais, que nossas Lojas se transformem em Clubes de Serviço. Estamos correndo sério risco de isso vir a acontecer, exatamente porque, baixamos a guarda e nossos trabalhos já não mais estão tendo o primordial dever da instrução de nossa doutrina, passando-se a ocupar o tempo a ela devido, para a discussão de assuntos profanos, de nenhum valor maçônico. Nossas sessões têm e disso não podemos abrir mão, de ter como foco principal o da formação do maçom. Diante disso, nossas sessões, para terem a chancela do Orador, têm de ter sido uma sessão maçônica, ou seja, uma sessão que tenha sido desenvolvida dentro de uma regular ritualística, complementada pelo estudo de nossa doutrina, de nossos princípios, de nossas leis, das alegorias e dos símbolos maçônicos e do que mais possa aprimorar o conhecimento e elevar o espírito de cada um de nossos irmãos. Depositamos aqui a nossa fé e a nossa confiança na liderança de nossos Grão-Mestres na condução de seus Grandes Orientes, registrando aqui o nosso abraço fraterno e os mais sinceros votos de sucesso aos nossos queridos Grão-Mestres que acabam de ser eleitos e que, empossados, terão a gratificante missão de conduzir os destinos de seus respectivos Grandes Orientes. Que o Grande Arquiteto do Universo os ilumine, lhes conceda a graça de terem a necessária sabedoria para governar com prudência, promovendo, sempre que a circunstância o exigir, a concórdia, a harmonia e a paz. Não nos esqueçamos: a Maçonaria tem de estar acima de nossas vãs pretensões. José Simioni Presidente 2012 / 2013 Grão-Mestre do GOEMT

GRANDE ORIENTE DO BRASIL

GRANDE ORIENTE DO BRASIL GRANDE ORIENTE DO BRASIL Por Rubens Barbosa de Matos * Em 23 de maio de 1951 entrou em vigor uma nova Constituição do Grande Oriente do Brasil, a partir da qual este passou a ser exclusivamente uma Potência

Leia mais

ABIM - 008JV. Ano V nº 52 - Agosto/15. Cuiabá - 29/Ago. São Paulo - 19/Set. Investiduras - Grau 33. Visite o Shopping 33

ABIM - 008JV. Ano V nº 52 - Agosto/15. Cuiabá - 29/Ago. São Paulo - 19/Set. Investiduras - Grau 33. Visite o Shopping 33 ABIM - 008JV Ano V nº 52 - Agosto/15 Cuiabá - 29/Ago São Paulo - 19/Set Investiduras - Grau 33 Visite o Shopping 33 Editorial Complexo Administrativo do Supremo Conselho - Rio de Janeiro - Brasil. Nesta

Leia mais

Dia Internacional da Paz

Dia Internacional da Paz DIA INTERNACIONAL DA PAZ PORTO ALEGRE/RS 21 de setembro de 2015 Dia Internacional da Paz O Dia Internacional da Paz é celebrado em 21 de setembro, fruto de uma iniciativa mundial da ONU estabelecida em

Leia mais

EDITAL DE ELEIÇÃO E CONSTITUIÇÃO DOS CONSELHOS DE USUÁRIOS DA SKY

EDITAL DE ELEIÇÃO E CONSTITUIÇÃO DOS CONSELHOS DE USUÁRIOS DA SKY EDITAL DE ELEIÇÃO E CONSTITUIÇÃO DOS CONSELHOS DE USUÁRIOS DA SKY São convocados os senhores Usuários dos serviços de Telecomunicações e as associações ou entidades que possuam em seu objeto social características

Leia mais

Mais uma vez, encontramo-nos através

Mais uma vez, encontramo-nos através Mais uma vez, encontramo-nos através desse periódico, a fim de informar-lhe as atividades do Supremo Conselho e de suas Inspetorias espalhadas por todo o território nacional. A edição de outubro do seu

Leia mais

Introdução. Jorge Alberto M. Scariote:. Venerável Mestre. Nesta edição: Jornal Especial da ARGBLS Lauro Sodré N 1445. Palavra do V.M. Pag.

Introdução. Jorge Alberto M. Scariote:. Venerável Mestre. Nesta edição: Jornal Especial da ARGBLS Lauro Sodré N 1445. Palavra do V.M. Pag. E d i ç ã o : E s p e c i a l A n o : J U L H O / 2 0 1 4 Jornal Especial da ARGBLS Lauro Sodré N 1445 Nesta edição: Palavra do V.M. Pag. 2 Discurso - Edimo Pag. 3 Discurso - Enyr Pag. 4 Agradecimento

Leia mais

Estimados colegas representantes dos países membros do Fórum das Federações, Embaixadores e delegados

Estimados colegas representantes dos países membros do Fórum das Federações, Embaixadores e delegados PRESIDENCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS SUBCHEFIA DE ASSUNTOS FEDERATIVOS Assunto: DISCURSO DO EXMO. SUBCHEFE DE ASSUNTOS FEDERATIVOS DA SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS DA

Leia mais

Decreto nº 40.536, de 12 de dezembro de 1995 de São Paulo

Decreto nº 40.536, de 12 de dezembro de 1995 de São Paulo Decreto nº 40.536, de 12 de dezembro de 1995 de São Paulo Institui o Programa Permanente da Qualidade e Produtividade no Serviço Público e dá providências correlatas MÁRIO COVAS, Governador do Estado de

Leia mais

Ministério da Cultura Secretaria de Articulação Institucional SAI

Ministério da Cultura Secretaria de Articulação Institucional SAI Secretaria de Articulação Institucional SAI O Processo de Construção do SNC Teresina-PI 04/Dez/2012 A Importância Estratégica do SNC Após os inúmeros avanços ocorridos nos últimos anos no campo da cultura

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão. Quadriênio 2016-2019. Candidata

PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão. Quadriênio 2016-2019. Candidata PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão Quadriênio 2016-2019 Candidata Franciele Ani Caovilla Follador Slogan: CCS em ação! 1 INTRODUÇÃO Em 1991,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 44 Discurso no jantar oferecido ao

Leia mais

2. A proposta será avaliada pelo Subcomitê Virtual de Revisão (SVR) e examinada pelo Comitê de Projetos em março de 2013.

2. A proposta será avaliada pelo Subcomitê Virtual de Revisão (SVR) e examinada pelo Comitê de Projetos em março de 2013. PJ 45/13 9 janeiro 2013 Original: inglês Disponível em inglês e português P Comitê de Projetos 5. a reunião 7 março 2013 Londres, Reino Unido Empoderamento das mulheres nas cooperativas de café brasileiras

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral Abril 2013 TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Presidente Desembargadora Letícia De Faria Sardas Corregedor

Leia mais

DECLARAÇÃO FINAL Quebec, 21 de setembro de 1997

DECLARAÇÃO FINAL Quebec, 21 de setembro de 1997 DECLARAÇÃO FINAL Quebec, 21 de setembro de 1997 Reunidos na cidade de Quebec de 18 a 22 de setembro de 1997, na Conferência Parlamentar das Américas, nós, parlamentares das Américas, Considerando que o

Leia mais

46ª 47ª 81ª 82ª 83ª 48ª 49ª

46ª 47ª 81ª 82ª 83ª 48ª 49ª Extraordinárias do Conselho Nacional do Meio Ambiente CONAMA realizadas nos exercícios 2006 e 2007 2006 2007 46ª Reunião Extraordinária do CONAMA, 21 e 22/02/2006 85ª Reunião Ordinária do CONAMA, 25 e

Leia mais

Qualidade na saúde. Mais recursos para o SUS, universalização do acesso e humanização das relações dos profissionais da saúde com os pacientes.

Qualidade na saúde. Mais recursos para o SUS, universalização do acesso e humanização das relações dos profissionais da saúde com os pacientes. Qualidade na saúde Mais recursos para o SUS, universalização do acesso e humanização das relações dos profissionais da saúde com os pacientes. Qualidade na saúde Essa iniciativa da CNTU, em conjunto com

Leia mais

Em 15 de março de 2015, esta oficina celebra 50 ANOS de existência e bons serviços prestados à maçonaria e ao Brasil.

Em 15 de março de 2015, esta oficina celebra 50 ANOS de existência e bons serviços prestados à maçonaria e ao Brasil. Convidamos você e toda a sua família para vivermos, juntos e intensamente, este feliz momento, no qual comemoramos, em 2015, o cinquentenário da Loja Maçônica Aurora de Brasília. Em 15 de março de 2015,

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

AS RECENTES MUDANÇAS NAS VAGAS DOS LEGISLATIVOS MUNICIPAIS DO BRASIL

AS RECENTES MUDANÇAS NAS VAGAS DOS LEGISLATIVOS MUNICIPAIS DO BRASIL Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 18 a 22 de outubro, 2010 770 AS RECENTES MUDANÇAS NAS VAGAS DOS LEGISLATIVOS MUNICIPAIS DO BRASIL Tiago Valenciano Mestrando do Programa de

Leia mais

GABINETE DO GRÃO-MESTRADO Fixa o Plano Plurianual de Ação do Grande Oriente de Santa Catarina.

GABINETE DO GRÃO-MESTRADO Fixa o Plano Plurianual de Ação do Grande Oriente de Santa Catarina. Lei nº 110/GOSC/2011/2014 Or de Florianópolis, 03 de dezembro de 2011 da E V GABINETE DO GRÃO-MESTRADO Fixa o Plano Plurianual de Ação do Grande Oriente de Santa Catarina. ALAOR FRANCISCO TISSOT, Grão-Mestre

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS

Leia mais

RESERVA DA BIOSFERA DO CINTURÃO VERDE DA CIDADE DE SÃO PAULO

RESERVA DA BIOSFERA DO CINTURÃO VERDE DA CIDADE DE SÃO PAULO RESERVA DA BIOSFERA DO CINTURÃO VERDE DA CIDADE DE SÃO PAULO O QUE SÃO Reservas da Biosfera? - Reservas da Biosfera são áreas de ecossistemas terrestres ou aquáticos estabelecidas para promoverem soluções

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES DOS SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES DOS SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES DOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

Leia mais

Assembleia Geral, Diretoria Executiva e Conselho Fiscal.

Assembleia Geral, Diretoria Executiva e Conselho Fiscal. HISTÓRIA A Associação de Cultura e Turismo de Bonsucesso foi idealizada a partir da parceria do SEBRAE-MT e a Prefeitura Municipal de Várzea Grande, quando a criação da chamada Rota do Peixe, sendo a Sede

Leia mais

Provão. História 5 o ano

Provão. História 5 o ano Provão História 5 o ano 61 Os reis portugueses governaram o Brasil à distância, até o século XIX, porém alguns acontecimentos na Europa mudaram essa situação. Em que ano a família real portuguesa veio

Leia mais

OBSERVATÓRIO DA POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS Setembro 2015

OBSERVATÓRIO DA POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS Setembro 2015 OBSERVATÓRIO DA POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS Setembro 2015 CONSIDERANDO QUE: a Política Nacional de Resíduos Sólidos PNRS 1 foi promulgada em 2010, com o objetivo de dar soluções aos problemas

Leia mais

RELATÓRIO DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COE INSTITUTO BRASILEIRO DE PESQUISA E GESTÃO DE CARBONO CO2 ZERO

RELATÓRIO DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COE INSTITUTO BRASILEIRO DE PESQUISA E GESTÃO DE CARBONO CO2 ZERO RELATÓRIO DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COE INSTITUTO BRASILEIRO DE PESQUISA E GESTÃO DE CARBONO CO2 ZERO DECLARAÇÃO DE APOIO CONTÍNUO DO DIRETOR PRESIDENTE Brasília-DF, 29 de outubro de 2015 Para as partes

Leia mais

FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO DE, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA -

Leia mais

DISCURSO DE FRANCIS BOGOSSIAN

DISCURSO DE FRANCIS BOGOSSIAN DISCURSO DE FRANCIS BOGOSSIAN na solenidade de posse do Conselho Consultivo e do presidente executivo da AEERJ Dia 28 de julho de 2014 Centro de Convenções da Firjan Minhas Senhoras e Meus Senhores, Gostaria

Leia mais

Lançamento do Planejamento Estratégico Nacional Brasília, 09 de novembro de 2011

Lançamento do Planejamento Estratégico Nacional Brasília, 09 de novembro de 2011 Lançamento do Planejamento Estratégico Nacional Brasília, 09 de novembro de 2011 1 Lançamento do Planejamento Estratégico Nacional Brasília, 09 de novembro de 2011 2 Planejamento Estratégico Nacional do

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 26 DE OUTUBRO PALANQUE-PRAÇA SÃO

Leia mais

Ministério da Cultura

Ministério da Cultura SISTEMA NACIONAL DE CULTURA Processo de articulação, gestão, comunicação e de promoção conjunta de políticas públicas de cultura, mediante a pactuação federativa. Objetivo Geral do SNC Implementar políticas

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 68 Discurso na cerimónia de lançamento

Leia mais

Palestras Gerenciais EMPREENDEDORISMO O CAMINHO PARA O PRÓPRIO NEGÓCIO. Manual do participante

Palestras Gerenciais EMPREENDEDORISMO O CAMINHO PARA O PRÓPRIO NEGÓCIO. Manual do participante Palestras Gerenciais EMPREENDEDORISMO O CAMINHO PARA O PRÓPRIO NEGÓCIO Manual do participante Autoria: Renato Fonseca de Andrade Responsáveis pela atualização: Consultores da Unidade de Orientação Empresarial

Leia mais

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Este guia pretende nortear os Grupos Escoteiros do Brasil a desenvolverem um

Leia mais

02/12/2004. Discurso do Presidente da República

02/12/2004. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de entrega do Prêmio Finep e sanção da Lei de Inovação de Incentivo à Pesquisa Tecnológica Palácio do Planalto, 02 de dezembro de 2004 Meus companheiros ministros,

Leia mais

Ministério da Cultura Secretaria de Articulação Institucional SAI

Ministério da Cultura Secretaria de Articulação Institucional SAI Secretaria de Articulação Institucional SAI Seminário Metas do Plano e dos Sistemas Municipal, Estadual e Nacional de Cultura Vitória-ES 05/Dez/2011 Secretaria de Articulação Institucional SAI A Construção

Leia mais

O papel dos conselhos na afirmação do Pacto pela Saúde

O papel dos conselhos na afirmação do Pacto pela Saúde Informativo interativo eletrônico do CNS aos conselhos de Saúde Brasília, junho de 2006 Editorial O papel dos conselhos na afirmação do Pacto pela Saúde A aprovação unânime do Pacto pela Saúde na reunião

Leia mais

O que fazer para reformar o Senado?

O que fazer para reformar o Senado? O que fazer para reformar o Senado? Cristovam Buarque As m e d i d a s para enfrentar a crise do momento não serão suficientes sem mudanças na estrutura do Senado. Pelo menos 26 medidas seriam necessárias

Leia mais

O DIREITO CONSTITUCIONAL NO BRASIL E NA CHINA: ANÁLISE COMPARATIVA

O DIREITO CONSTITUCIONAL NO BRASIL E NA CHINA: ANÁLISE COMPARATIVA SÃO PAULO RIO DE JANEIRO BRASÍLIA CURITIBA PORTO ALEGRE RECIFE BELO HORIZONTE LONDRES LISBOA XANGAI BEIJING MIAMI BUENOS AIRES O DIREITO CONSTITUCIONAL NO BRASIL E NA CHINA: ANÁLISE COMPARATIVA DURVAL

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE ESTADO DOS DIREITOS HUMANOS AUTORIDADE CENTRAL ADMINISTRATIVA FEDERAL

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE ESTADO DOS DIREITOS HUMANOS AUTORIDADE CENTRAL ADMINISTRATIVA FEDERAL II REUNIÃO DO CONSELHO DAS AUTORIDADES CENTRAIS BRASILEIRAS RESOLUÇÃO N.º 02/ 2000 Dispõe sobre a Aprovação do Regimento Interno e dá outras providências O Presidente do Conselho das Autoridades Centrais

Leia mais

CARTILHA DO VOTO PELA INTERNET. www.votaenfermagem.org.br

CARTILHA DO VOTO PELA INTERNET. www.votaenfermagem.org.br CARTILHA DO VOTO PELA INTERNET www.votaenfermagem.org.br APRESENTAÇÃO O Conselho Federal de Enfermagem, no intuito de fortalecer cada vez mais o processo democrático, apresenta aos Profissionais de Enfermagem

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 37 Discurso na cerimónia de retomada

Leia mais

Edital do Processo Seletivo para o Curso Micropolítica da Gestão e Trabalho em Saúde Ênfase na Gestão Estadual do Sistema Único de Saúde

Edital do Processo Seletivo para o Curso Micropolítica da Gestão e Trabalho em Saúde Ênfase na Gestão Estadual do Sistema Único de Saúde 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Rio de Janeiro, em 06 de outubro

Leia mais

Desafios e oportunidades associadas ao Cadastro Ambiental Rural (CAR) 7ª CONSEGURO setembro 2015

Desafios e oportunidades associadas ao Cadastro Ambiental Rural (CAR) 7ª CONSEGURO setembro 2015 Desafios e oportunidades associadas ao Cadastro Ambiental Rural (CAR) 7ª CONSEGURO setembro 2015 Meta brasileira de redução das emissões até 2020 36,1% a 38,9% das 3.236 MM de tonco2eq de emissões projetadas

Leia mais

Grandes Regiões e Unidades da Federação: Esperança de vida ao nascer segundo projeção populacional: 1980, 1991-2030 - Ambos os sexos

Grandes Regiões e Unidades da Federação: Esperança de vida ao nascer segundo projeção populacional: 1980, 1991-2030 - Ambos os sexos e Unidades da Federação: Esperança de vida ao nascer segundo projeção populacional: 1980, 1991-2030 - Ambos os sexos Unidades da Federação 1980 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002

Leia mais

Agradeço aos conselheiros que representam todos os Associados do Estado, o que faço na pessoa do Conselheiro Decano, João Álfaro Soto.

Agradeço aos conselheiros que representam todos os Associados do Estado, o que faço na pessoa do Conselheiro Decano, João Álfaro Soto. Agradecimentos: Cumpre-me inicialmente agradecer a toda Diretoria Executiva, especialmente ao Teruo, por confiarem no meu trabalho e me darem toda a autonomia necessária para fazer o melhor que fui capaz

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 20 Discurso na cerimónia "Jovens

Leia mais

Projeto Alvorada: ação onde o Brasil é mais pobre

Projeto Alvorada: ação onde o Brasil é mais pobre Projeto Alvorada: ação onde o Brasil é mais pobre N o Brasil há 2.361 municípios, em 23 estados, onde vivem mais de 38,3 milhões de pessoas abaixo da linha de pobreza. Para eles, o Governo Federal criou

Leia mais

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento.

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento. DISCURSO DE POSSE Boa Noite a todos! Cumprimento o ex-diretor presidente Sebastião Calais, o Prefeito Leris Braga, o vice-prefeito Alcemir Moreira, o presidente da Câmara de Vereadores Juarez Camilo, o

Leia mais

GRANDE ORIENTE DO ESTADO DE MINAS GERAIS GOEMG - GOB Rua Rio de Janeiro, 985-10º andar - Palácio Tiradentes 30160-915 Belo Horizonte-MG-Brasil

GRANDE ORIENTE DO ESTADO DE MINAS GERAIS GOEMG - GOB Rua Rio de Janeiro, 985-10º andar - Palácio Tiradentes 30160-915 Belo Horizonte-MG-Brasil GRANDE ORIENTE DO ESTADO DE MINAS GERAIS GOEMG - GOB Rua Rio de Janeiro, 985-10º andar - Palácio Tiradentes 30160-915 Belo Horizonte-MG-Brasil Or de Belo Horizonte-MG, 12 de abril de 2.008 T R A N Q U

Leia mais

A letra Q, símbolo do programa de qualidade no serviço público Gespública, pelo qual a Seplan é certificada, figura em todos os seus documentos.

A letra Q, símbolo do programa de qualidade no serviço público Gespública, pelo qual a Seplan é certificada, figura em todos os seus documentos. Q A letra Q, símbolo do programa de qualidade no serviço público Gespública, pelo qual a Seplan é certificada, figura em todos os seus documentos. É uma alusão à essência e ao compromisso da Secretaria

Leia mais

FLUXO TRANSPORTE AQUAVIÁRIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO TRANSPORTE AQUAVIÁRIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Estados Norte 0 0,00 0 0 0 0,00 Rondônia

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca Lançamento do Programa «Pólos Florestais»

Leia mais

Cerimonial, Protocolo e Etiqueta. Isso tudo é realmente necessário? Isso tudo é frescura? Nunca vou PRECISAR usar isso! SERÁ?

Cerimonial, Protocolo e Etiqueta. Isso tudo é realmente necessário? Isso tudo é frescura? Nunca vou PRECISAR usar isso! SERÁ? Cerimonial, Protocolo e Etiqueta Isso tudo é realmente necessário? Isso tudo é frescura? Nunca vou PRECISAR usar isso! SERÁ? Cerimônias, regras, etiquetas e ética FAZEM PARTE DO COTIDIANO DO SER HUMANO...

Leia mais

PGQP. Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade. Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade

PGQP. Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade. Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade PGQP Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade visão das lideranças A Excelência de qualquer organização depende da sinergia entre três fatores:

Leia mais

Inventar com a diferenca,

Inventar com a diferenca, Inventar com a diferenca, cinema e direitos humanos PATROCÍNIO APOIO REALIZAÇÃO Fundação Euclides da Cunha O que é Inventar com a diferença: cinema e direitos humanos O projeto visa oferecer formação e

Leia mais

ACS Assessoria de Comunicação Social

ACS Assessoria de Comunicação Social DISCURSO DO MINISTRO DA EDUCAÇÃO, HENRIQUE PAIM Brasília, 3 de fevereiro de 2014 Hoje é um dia muito especial para mim. É um dia marcante em uma trajetória dedicada à gestão pública ao longo de vários

Leia mais

Nº: 5745 terça feira, 05 de maio de 2015 COMISSÃO DIRETORA. ATO DA COMISSÃO DIRETORA N O 5, de 2015

Nº: 5745 terça feira, 05 de maio de 2015 COMISSÃO DIRETORA. ATO DA COMISSÃO DIRETORA N O 5, de 2015 30/06/2015 Boletim Administrativo Eletrônico de Pessoal Nº: 5745 terça feira, 05 de maio de 2015 COMISSÃO DIRETORA ATO DA COMISSÃO DIRETORA N O 5, de 2015 Revisa e altera os objetivos estratégicos do plano

Leia mais

PRÊMIO ABF- AFRAS. Destaque em Responsabilidade Social WWW.DEPYLACTION.COM.BR. Elaborado por:

PRÊMIO ABF- AFRAS. Destaque em Responsabilidade Social WWW.DEPYLACTION.COM.BR. Elaborado por: PRÊMIO ABF- AFRAS Destaque em Responsabilidade Social Elaborado por: Depyl Action Franchising Av. Bias Fortes, 932 sl. 304 Lourdes CEP: 30170-011 Belo Horizonte / MG Fone: 31 3222-7701 Belo Horizonte,

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL NO BRASIL: UMA ANÁLISE DOS PADRÕES RECENTES

DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL NO BRASIL: UMA ANÁLISE DOS PADRÕES RECENTES DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL NO BRASIL: UMA ANÁLISE DOS PADRÕES RECENTES Barbara Christine Nentwig Silva Professora do Programa de Pós Graduação em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Social /

Leia mais

Política de Sustentabilidade

Política de Sustentabilidade Política de Sustentabilidade Sul Mineira 1 Índice Política de Sustentabilidade Unimed Sul Mineira Mas o que é Responsabilidade Social? Premissas Básicas Objetivos da Unimed Sul Mineira Para a Saúde Ambiental

Leia mais

Sr. Diretor Executivo do Habitat das Nações Unidas, Joan Clos, Sr. Presidente de Cidades e Governos Locais Unidos, Kadir Topbas,

Sr. Diretor Executivo do Habitat das Nações Unidas, Joan Clos, Sr. Presidente de Cidades e Governos Locais Unidos, Kadir Topbas, Discurso do Sr. Sebastião Almeida Prefeito de Guarulhos Brasil Nova Iorque 23 de abril de 2012 Senhor Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, Sr. Diretor Executivo do Habitat das Nações Unidas,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca Discurso na solenidade de lançamento

Leia mais

Projeto Espaço de Praticas Sustentáveis

Projeto Espaço de Praticas Sustentáveis Projeto Espaço de Praticas Sustentáveis A Brindes Caiçara junto com os seus idealizadores criarão o Espaço de Praticas Sustentáveis. Objetivo deste espaço é nos unirmos com empresas que tenha visão socioambientais

Leia mais

Cem edições para informar e formar cidadãos!

Cem edições para informar e formar cidadãos! ParaTod Mandato do Deputado Tadeu Veneri-PT nº 100 Dezembro 2014 s Acesse: www.tadeuveneri.com.br facebook.com/tadeuveneri Edição Especial Número 100 Cem edições para informar e formar cidadãos! Do primeiro

Leia mais

REQUERIMENTO. (Do Sr. Edson Silva) Senhor Presidente:

REQUERIMENTO. (Do Sr. Edson Silva) Senhor Presidente: REQUERIMENTO (Do Sr. Edson Silva) Requer o envio de Indicação ao Poder Executivo, sugerindo ao Ministério da Educação que a disciplina língua inglesa seja incluída nos currículos dos cursos de graduação

Leia mais

A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO

A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UM MUNDO GLOBALIZADO Introdução Escopo A Carta de Bangkok identifica ações, compromissos e promessas necessários para abordar os determinantes da saúde em

Leia mais

SÍNTESE DAS PRINCIPAIS ATIVIDADES DA SAFL REALIZADAS NOS DIAS 17 E 18/09/2010 BRASÍLIA DF (Prestação de contas às Lojas do Sul de Minas)

SÍNTESE DAS PRINCIPAIS ATIVIDADES DA SAFL REALIZADAS NOS DIAS 17 E 18/09/2010 BRASÍLIA DF (Prestação de contas às Lojas do Sul de Minas) SÍNTESE DAS PRINCIPAIS ATIVIDADES DA SAFL REALIZADAS NOS DIAS 17 E 18/09/2010 BRASÍLIA DF (Prestação de contas às Lojas do Sul de Minas) 17/09/10 (sexta-feira) 10 às 13 hs - Mesa Diretora, Comissões e

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Grupos de trabalho: formação Objetivo: elaborar atividades e

Leia mais

Transparência no BNDES Mauro Figueiredo 1 e Jennifer Gleason 2

Transparência no BNDES Mauro Figueiredo 1 e Jennifer Gleason 2 Transparência no BNDES Mauro Figueiredo 1 e Jennifer Gleason 2 O Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) é um banco estatal 3, fundado em 1952, que opera sob a supervisão do ministério do Desenvolvimento,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 21/2007

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 21/2007 RESOLUÇÃO Nº 21/2007 O DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, CONSIDERANDO o que consta do Processo nº 25.154/2007-18 CENTRO DE EDUCAÇÃO (CE); CONSIDERANDO

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E SERVIÇOS RELACIONADOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E SERVIÇOS RELACIONADOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E RELACIONADOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

SESSÃO DE ABERTURA DA XVII ASSEMBLEIA GERAL DO CONSELHO MUNDIAL DAS CASAS DOS AÇORES

SESSÃO DE ABERTURA DA XVII ASSEMBLEIA GERAL DO CONSELHO MUNDIAL DAS CASAS DOS AÇORES SESSÃO DE ABERTURA DA XVII ASSEMBLEIA GERAL DO CONSELHO MUNDIAL DAS CASAS DOS AÇORES Hilmar, Califórnia, 29 de Agosto de 2014 Intervenção do Presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro Começo

Leia mais

Proposta de Candidatura Diretoria da Presidência Agrobio Consultoria Júnior Gestão 2013. Isabella Assunção Cerqueira Procópio

Proposta de Candidatura Diretoria da Presidência Agrobio Consultoria Júnior Gestão 2013. Isabella Assunção Cerqueira Procópio Proposta de Candidatura Diretoria da Presidência Agrobio Consultoria Júnior Gestão 2013 Isabella Assunção Cerqueira Procópio Janeiro de 2013 1 Sumário 1. Dados Básicos de Identificação...3 2. Histórico

Leia mais

DISCURSO PROFERIDO POR OCASIÃO DA SOLENIDADE DE POSSE NO CARGO DE PRESIDENTE DO CRUB. Benedito Guimarães Aguiar Neto

DISCURSO PROFERIDO POR OCASIÃO DA SOLENIDADE DE POSSE NO CARGO DE PRESIDENTE DO CRUB. Benedito Guimarães Aguiar Neto DISCURSO PROFERIDO POR OCASIÃO DA SOLENIDADE DE POSSE NO CARGO DE PRESIDENTE DO CRUB Brasília, 16 de setembro de 2015 Benedito Guimarães Aguiar Neto Não poderia iniciar as minhas palavras, nesta noite

Leia mais

Registamos, com afeto, a presença de Vossa Excelência, nesta cerimónia uma honra ímpar para este Instituto.

Registamos, com afeto, a presença de Vossa Excelência, nesta cerimónia uma honra ímpar para este Instituto. Senhor Ministro da Administração Interna. Excelência. Registamos, com afeto, a presença de Vossa Excelência, nesta cerimónia uma honra ímpar para este Instituto. Excelentíssimo Senhor Vice-Procurador Geral

Leia mais

O COACHING ESTRATÉGICO A Abordagem para uma Nova Cultura Organizacional. Luiz Cláudio Binato Belo Horizonte, 12 de Maio de 2011

O COACHING ESTRATÉGICO A Abordagem para uma Nova Cultura Organizacional. Luiz Cláudio Binato Belo Horizonte, 12 de Maio de 2011 O COACHING ESTRATÉGICO A Abordagem para uma Nova Cultura Organizacional Luiz Cláudio Binato Belo Horizonte, 12 de Maio de 2011 Organização Realização O QUE É COACHING? É um PROCESSO no qual um profissional

Leia mais

A S S I P I. ICMS VENDAS INTERESTADUAIS NÃO CONTRIBUINTES Apresentação ASSIPI

A S S I P I. ICMS VENDAS INTERESTADUAIS NÃO CONTRIBUINTES Apresentação ASSIPI A S S I P I ICMS VENDAS INTERESTADUAIS NÃO CONTRIBUINTES Apresentação ASSIPI Os dados apresentados a seguir constam do texto da Emenda Substitutiva 5, aprovada no Senado Federal e publicada no Diário Oficial

Leia mais

Rede de Lojas Leo Madeiras

Rede de Lojas Leo Madeiras Rede de Lojas Leo Madeiras Prezado Sr. (a), É com muito prazer e orgulho que lhe enviamos este documento, contendo as principais informações sobre a Parceria Leo Madeiras. Isto significa que despertamos

Leia mais

Programa Latino-americano de Advocacy em Saúde Liderança para Terceiro Setor

Programa Latino-americano de Advocacy em Saúde Liderança para Terceiro Setor Programa Latino-americano de Advocacy em Saúde Liderança para Terceiro Setor Setembro/2010 Uma organização vista em duas dimensões Vista em sua dimensão interna: Uma organização é um conjunto de pessoas

Leia mais

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: Vida em Sociedade Palestrante: Regina de Agostini Rio de Janeiro 05/02/1999 Organizadores da palestra: Moderador: "Brab" (nick: [Moderador])

Leia mais

DOCUMENTO FINAL 11ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DO PARANÁ

DOCUMENTO FINAL 11ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DO PARANÁ DOCUMENTO FINAL 11ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DO PARANÁ EIXO 1 DIREITO À SAÚDE, GARANTIA DE ACESSO E ATENÇÃO DE QUALIDADE Prioritária 1: Manter o incentivo aos Programas do Núcleo Apoio da Saúde da Família

Leia mais

O PAPEL DAS FEIRAS DE CIÊNCIAS NA EDUCAÇÃO NÃO FORMAL

O PAPEL DAS FEIRAS DE CIÊNCIAS NA EDUCAÇÃO NÃO FORMAL ANAIS DA 67ª REUNIÃO ANUAL DA SBPC - SÃO CARLOS - SP - JULHO/2015 O PAPEL DAS FEIRAS DE CIÊNCIAS NA EDUCAÇÃO NÃO FORMAL Antes de entender qual a diferença entre educação formal e não formal é preciso entender

Leia mais

JUNHO E JULHO DE DE 2010 ANO ROSACRUZ 3363

JUNHO E JULHO DE DE 2010 ANO ROSACRUZ 3363 JUNHO E JULHO DE DE 2010 ANO ROSACRUZ 3363 3363 MENSAGEM DO MESTRE Estamos iniciando um novo tempo nas comunicações da Loja R+C Água Verde a seus membros e demais Rosacruzes. Este é o primeiro boletim

Leia mais

INDICAÇÃO N O, DE 2011 (Da Comissão de Educação e Cultura)

INDICAÇÃO N O, DE 2011 (Da Comissão de Educação e Cultura) COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA INDICAÇÃO N O, DE 2011 (Da Comissão de Educação e Cultura) Sugere ao Ministério da Educação a criação da Universidade Federal do Litoral Paulista, com sede na cidade de Santos,

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Hanseníase no Brasil DADOS E INDICADORES SELECIONADOS

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Hanseníase no Brasil DADOS E INDICADORES SELECIONADOS MINISTÉRIO DA SAÚDE Hanseníase no Brasil DADOS E INDICADORES SELECIONADOS Brasília DF 2009 MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância Epidemiológica Hanseníase no

Leia mais

Carta Internacional da Educação Física e do Esporte da UNESCO

Carta Internacional da Educação Física e do Esporte da UNESCO Carta Internacional da Educação Física e do Esporte da UNESCO 21 de novembro de 1978 SHS/2012/PI/H/1 Preâmbulo A Conferência Geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura,

Leia mais

Jornalista: O senhor se arrepende de ter dito que crise chegaria ao Brasil como uma marolinha?

Jornalista: O senhor se arrepende de ter dito que crise chegaria ao Brasil como uma marolinha? Entrevista exclusiva concedida por escrito pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao jornal Gazeta do Povo, do Paraná Publicada em 08 de fevereiro de 2009 Jornalista: O Brasil ainda tem

Leia mais

Tabela 1 - Conta de produção por operações e saldos, segundo as Grandes Regiões e as Unidades da Federação - 2004-2008

Tabela 1 - Conta de produção por operações e saldos, segundo as Grandes Regiões e as Unidades da Federação - 2004-2008 (continua) Produção 5 308 622 4 624 012 4 122 416 3 786 683 3 432 735 1 766 477 1 944 430 2 087 995 2 336 154 2 728 512 Consumo intermediário produtos 451 754 373 487 335 063 304 986 275 240 1 941 498

Leia mais

Participação Social como Método de Governo. Secretaria-Geral da Presidência da República

Participação Social como Método de Governo. Secretaria-Geral da Presidência da República Participação Social como Método de Governo Secretaria-Geral da Presidência da República ... é importante lembrar que o destino de um país não se resume à ação de seu governo. Ele é o resultado do trabalho

Leia mais

WWW.UJE.COM.BR. Fazendo a Diferença em 21 estados do Brasil. Sempre UNIDOS!

WWW.UJE.COM.BR. Fazendo a Diferença em 21 estados do Brasil. Sempre UNIDOS! Assim que houver interesse em montar a UJE em sua cidade favor, solicitar orientações adicionais pelo E-mail/MSN: uje@uje.com.br WWW.UJE.COM.BR Fazendo a Diferença em 21 estados do Brasil. Sempre UNIDOS!

Leia mais

Confederação da Maçonaria Simbólica do Brasil

Confederação da Maçonaria Simbólica do Brasil Confederação da Maçonaria Simbólica do Brasil CMSB 1 O que é corrupção? Corrupção é um termo genérico que define a má conduta de utilizar o poder ou autoridade para conseguir obter vantagens e fazer uso

Leia mais

24/04/2007. Presidência da República Secretaria de Comunicação Social Discurso do Presidente da República

24/04/2007. Presidência da República Secretaria de Comunicação Social Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de assinatura dos atos normativos do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE) Palácio do Planalto, 24 de abril de 2007 Excelentíssimo senador Renan Calheiros,

Leia mais

Associação Congregação de Santa Catarina: Estrutura de Governança Corporativa. Dezembro/2014

Associação Congregação de Santa Catarina: Estrutura de Governança Corporativa. Dezembro/2014 Associação Congregação de Santa Catarina: Estrutura de Governança Corporativa Dezembro/2014 Origem e Características Um rede social a serviço da Vida; Entidade filantrópica brasileira; Está presente em

Leia mais

DELIBERAÇÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA N 01/2014

DELIBERAÇÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA N 01/2014 CONSELHO ESTADUAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE MINAS GERAIS DELIBERAÇÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA N 01/2014 A Diretoria Executiva do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente

Leia mais

Exercício de cidadania

Exercício de cidadania 1 2 Exercício de cidadania Na década de 1980, tivemos no Brasil as primeiras experiências de Conselhos Comunitários de Segurança, sendo o Paraná precursor na constituição de CONSEGs e Mobilização Social.

Leia mais

Como se Tornar um Município Amigo do Idoso. Critérios para a Obtenção do Selo de Município Amigo do Idoso

Como se Tornar um Município Amigo do Idoso. Critérios para a Obtenção do Selo de Município Amigo do Idoso Como se Tornar um Município Amigo do Idoso Critérios para a Obtenção do Selo de Município Amigo do Idoso 2 3 GERALDO ALCKMIN Governador do Estado de São Paulo ROGERIO HAMAM Secretário de Estado de Desenvolvimento

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 17 Discurso após a cerimónia de assinatura

Leia mais

Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social - 2013 Regulamento

Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social - 2013 Regulamento 1. Do Conceito de Tecnologia Social 1.1 Tecnologia Social compreende produtos, técnicas ou metodologias reaplicáveis, desenvolvidas na interação com a comunidade e que representem efetivas soluções de

Leia mais