XVI. A Revolução de 1930

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "XVI. A Revolução de 1930"

Transcrição

1

2 XVI. A Revolução de 1930 Queda da Bolsa de Valores de Nova York. A Crise do capitalismo e o Café. Desestruturação do poder tradicional. Consciência trabalhista. Problema de salário é caso de polícia. (Presidente Washington Luiz). Façamos a revolução antes que o povo a faça. (Antônio Carlos, governador de MG).

3 As oligarquias dissidentes do regime unem-se na Aliança Liberal e lançam Getúlio Vargas à presidência contra o candidato do PRP Júlio Prestes. Derrota de Getúlio. Tenentistas. Assassinato de João Pessoa. Em 3 de outubro, começa a revolta e no dia 24, Washington Luís é deposto. Era Vargas.

4 XVII. A República de Vargas Governo Provisório ( ) Fechamento do Congresso Nacional, das Assembleias Legislativas Estaduais e das Câmaras Municipais. Extinção dos partidos políticos. Suspensão da Constituição de1891. Nomeação de interventores. Juarez Távora líder tenentista. Forças políticas: Tenentismo (centralização do poder) e Oligarquias estaduais MG, RS, SP (convocação de uma Assembleia Nacional Constituinte).

5 Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio; Ministério da Educação e Saúde Hospitais Escola pública, universal, gratuita e laica. Legislação trabalhista e social Salário mínimo Justiça do Trabalho. Sindicatos urbanos; Pai dos pobres ; Política econômica: a queima do café e a industrialização; Populismo de Getúlio: regime baseado no Estado paternalista, sindicatos atrelados, política trabalhista e projetos nacionalistas.

6 São Paulo: Movimento Constitucionalista de 1932 exige a Assembleia Constituinte. Constituinte de 1933 Constituição de 1934 Voto secreto Direitos trabalhistas: 8h diárias Proibido o trabalho a menores de 14 anos Férias remuneradas Indenização na demissão sem justa causa Nacionalismo econômico (riquezas naturais) Instituição da justiça trabalhista

7 Governo Constitucional ( ) Vargas eleito indiretamente presidente da República Nova. Época de radicalização Ação Integralista Brasileira AIB (fascismo) Plínio Salgado/Miguel Reale Combate ao comunismo Estado poderoso Antissemitismo Moralismo conservador Poder a um único chefe integralista Lema: Deus, Pátria e Família Saudação: Anauê Disciplina militar camisas verdes

8 Aliança Nacional Libertadora ANL Frentes antifascistas e militantes de esquerda Corrente principal PCB: Luís Carlos Prestes (Olga Benário espiã soviética) Nacionalização das empresas estrangeiras Não-pagamento da dívida externa Reforma agrária Combate ao latifúndio Garantia das liberdades individuais Chefe de polícia de Vargas: Filinto Müller

9 Cassação da ANL Intentona Comunista de 1935 Revoltas de batalhões militares do Rio Grande do Norte, Pernambuco e Rio de Janeiro Repressão (sindicalistas, operários, militares e intelectuais) Plano Cohen (1937), falsa conspiração comunista, gerou o pretexto para o golpe de 10 de novembro: as eleições foram canceladas e o Congresso fechado.

10 Estado Novo ( ) Outorgada Constituição (Polaca) de O presidente passa a ter o poder de: Dissolver o Congresso Nacional, as Assembleias estaduais e as Câmaras municipais; Substituir governadores (Supressão das autonomias dos Estados); Nomear interventores; Reformar a própria constituição; Concentrar os poderes da República.

11 Regime nacionalista autoritário, baseado no corporativismo pelego. Sindicatos atrelados, burguesia industrial e forças armadas sustentam a ditadura. Nacionalismo como instrumento político; Bandeiras estaduais queimadas; Extinção dos partidos políticos. AIB tenta derrubar e matar Getúlio. É derrotada.

12 Departamento Administrativo do Serviço Público (DASP) Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP) e Polícia Especial garantem o controle social. Industrialização: setor de base, através de empresas estatais montadas com financiamentos norte-americanos. Apoio do Brasil aos Aliados na II Guerra Mundial permitiu a industrialização pesada.

13 Cultura Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (SPHAN) Museu Nacional de Belas Artes Museu Imperial e Museu da Inconfidência Instituto Nacional do Livro Ministério da Educação e Saúde: Gustavo Capanema, Lúcio Costa, Oscar Niemeyer, Le Corbusier, Heitor Villa-Lobos. Mário de Andrade, Candido Portinari, Anísio Teixeira, Manuel Bandeira, Carlos Drummond de Andrade. Companhia Editora Nacional, José Olympio, Globo. Rachel de Queirós, Graciliano Ramos, Jorge Amado, José Lins do Rego. Gilberto Freyre, Sérgio Buarque de Hollanda e Caio Prado Jr. Serviço Nacional do Teatro. Instituto Nacional do Cinema Educativo. Ary Barroso. Cultura popular: Capoeira, Samba, Carnaval.

14 Economia: Agricultura (queima de milhões de sacas de café e proibição de novas plantações), industrialização (substituição de importações), Vale do Rio Doce e Companhia Siderúrgica Nacional. CLT. Força Expedicionária Brasileira (FEB) Força Aérea Brasileira (FAB) Comando: Gal. Mascarenhas de Morais Vitórias: Monte Castelo, Castelnuovo, Collechio, Fornovo...

15 Ações da UNE e OAB Anistia política. Novos partidos. UDN. PSD. PTB. Movimento Queremista Conjuntura mundial desfavorável aos regimes ditatoriais e as pressões internas, civis e militares levam Getúlio à renúncia (29/10/45). Morre o Estado Novo, mas não o populismo getulista. Com o apoio de Vargas, Dutra vence as eleições.

16 Referências CAMPOS F. de e MIRANDA, R. Garcia. Oficina de História: História Integrada. São Paulo: Moderna, COTRIM, Gilberto. História Global Brasil e Geral. 8ª Ed. São Paulo: Saraiva, FIGUEIRA, Garcia Divalte. História. São Paulo: Ática, (Série: Novo Ensino Médio). MOTA, M. B. e BRAICK, P. R. História das Cavernas ao Terceiro Milênio. São Paulo: Moderna, TEIXEIRA M. P. Francisco. Brasil História e Sociedade. São Paulo: Ática, VAINFAS, Ronaldo et al. HISTÓRIA. São Paulo: Saraiva, V. 1, 2 e 3.

Revolução de 1930. Fatores: Crise de 1929. Movimento Tenentista. Resultado das eleições.

Revolução de 1930. Fatores: Crise de 1929. Movimento Tenentista. Resultado das eleições. Revolução de 1930 Revolução de 1930 Fatores: Crise de 1929. Movimento Tenentista. Resultado das eleições. Revolução de 1930 Responsável pelo fim da chamada Política café com leite Política café com leite

Leia mais

Governo Provisório ( 1930/1934 ).

Governo Provisório ( 1930/1934 ). Aula 20 Era Vargas (1930/45) A chamada Era Vargas está dividida em três momentos: Governo Provisório, Governo Constitucional e Estado Novo. O período inaugurou um novo tipo de Estado, denominado Estado

Leia mais

Getúlio Vargas e a Era Vargas

Getúlio Vargas e a Era Vargas Getúlio Vargas e a Era Vargas http://www.suapesquisa.com/vargas/ AGOSTO RUBEM FONSECA Getúlio Vargas e a Era Vargas: ASPECTOS A RESSALTAR Vida de Getúlio Vargas; Revolução

Leia mais

A Era Vargas M Ó D U L O 1 0. Prof. Alan Carlos Ghedini

A Era Vargas M Ó D U L O 1 0. Prof. Alan Carlos Ghedini A Era Vargas M Ó D U L O 1 0 Prof. Alan Carlos Ghedini www.inventandohistoria.com Governo Provisório (1930 1934) Formado de um agrupamento de membros da Aliança Liberal, tenentes e outros. É a fase de

Leia mais

CRISE E RUPTURA NA REPÚBLICA VELHA. Os últimos anos da República Velha

CRISE E RUPTURA NA REPÚBLICA VELHA. Os últimos anos da República Velha CRISE E RUPTURA NA REPÚBLICA VELHA Os últimos anos da República Velha Década de 1920 Brasil - as cidades cresciam e desenvolviam * Nos grandes centros urbanos, as ruas eram bem movimentadas, as pessoas

Leia mais

Professor Tiago / 9º Ano / 3º Trimestre / História

Professor Tiago / 9º Ano / 3º Trimestre / História Professor Tiago / 9º Ano / 3º Trimestre / História 1. Assinale V(verdadeira) e F(falsa): a) ( ) Em 1929, o mundo capitalista enfrentou grave crise econômica, causada principalmente pelo crescimento exagerado

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO DE HISTÓRIA A ERA VARGAS-1930-1945

EXERCÍCIOS DE REVISÃO DE HISTÓRIA A ERA VARGAS-1930-1945 EXERCÍCIOS DE REVISÃO DE HISTÓRIA A ERA VARGAS-1930-1945 01) Sobre o Estado Novo (1937-1945), é incorreto afirmar que: a) Foi caracterizado por um forte intervencionismo estatal. b) Criou órgãos de censura

Leia mais

Era Vargas 1930-45. Otto Barreto

Era Vargas 1930-45. Otto Barreto Era Vargas 1930-45 Otto Barreto O Governo Provisório (1930-34) Primeiras medidas: Fechamento do congresso; Fechamento das assembleias legislativas estaduais e municipais; Suspensão da constituição de 1891;

Leia mais

Prof. Thiago Oliveira

Prof. Thiago Oliveira Prof. Thiago Oliveira Depois da 2ª Guerra Mundial o Brasil passou por um período de grandes transformações no campo da política, economia e sociedade, superando o Estado Novo de Getúlio e experimentando

Leia mais

XIII. A República dos Marechais

XIII. A República dos Marechais XIII. A República dos Marechais Governo (Provisório) de Deodoro Primeiras medidas: - Federalismo - Separação entre Igreja e Estado (registro civil de nascimento e casamento civil) - Novos símbolos nacionais

Leia mais

Era Vargas. Do Governo Provisório ao Estado Novo

Era Vargas. Do Governo Provisório ao Estado Novo Era Vargas Do Governo Provisório ao Estado Novo Períodos Governo provisório (1930-1934) Tomada de poder contra as oligarquias tradicionais Governo Constitucional (1934-1937) Período legalista entre dois

Leia mais

A REPÚBLICA DEMOCRÁTICA POPULISTA (1945 1964):

A REPÚBLICA DEMOCRÁTICA POPULISTA (1945 1964): A REPÚBLICA DEMOCRÁTICA POPULISTA (1945 1964): 1. - PRINCIPAIS PARTIDOS: PSD (Partido Social Democrático): Principal partido. Criado por Getúlio Vargas. Base rural. Industriais, banqueiros e latifundiários

Leia mais

CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS Próximo HISTÓRIA O BRASIL, O MUNDO E A PAZ NUCLEAR. Caderno 10» Capítulo 4. www.sejaetico.com.

CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS Próximo HISTÓRIA O BRASIL, O MUNDO E A PAZ NUCLEAR. Caderno 10» Capítulo 4. www.sejaetico.com. CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS HISTÓRIA O BRASIL, O MUNDO E A PAZ NUCLEAR Caderno 10» Capítulo 4 www.sejaetico.com.br CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS A experiência democrática no Brasil (1945-1964)

Leia mais

Governos. Populistas Brasileiros (1946-1964) Entregar? Nacionalizar? Prof. Abdulah 3ºano/Pré- vesjbular Aulas 20 e 21 (SAS)

Governos. Populistas Brasileiros (1946-1964) Entregar? Nacionalizar? Prof. Abdulah 3ºano/Pré- vesjbular Aulas 20 e 21 (SAS) Governos Entregar? Populistas Brasileiros (1946-1964) OU Prof. Abdulah 3ºano/Pré- vesjbular Aulas 20 e 21 (SAS) Nacionalizar? PRINCIPAIS PARTIDOS PSD (Par(do Social Democrá(co): Principal par*do. Criado

Leia mais

Período Populista (1945/64)

Período Populista (1945/64) Período Populista (1945/64) INTRODUÇÃO Período de Democracia, sem censura e eleições direta (o( o povo vota) para presidente. O mundo encontrava-se no Período de Guerra Fria : Capitalistas (EUA) X Socialistas

Leia mais

Crise econômica provocada pela quebra da bolsa de valores de Nova York 1929, O rompimento da república café-com-leite, com o apoio

Crise econômica provocada pela quebra da bolsa de valores de Nova York 1929, O rompimento da república café-com-leite, com o apoio A Era do populismo Professor: Márcio Gurgel Os antecedentes da revolução de 1930 o Crise econômica provocada pela quebra da bolsa de valores de Nova York 1929, o O rompimento da república café-com-leite,

Leia mais

29 A ordem liberal-democrática

29 A ordem liberal-democrática A U A UL LA A ordem liberal-democrática Abertura Na aula passada vimos que, em 1945, Vargas convocou eleições para a presidência da República. Mas o regime do Estado Novo chegou ao fim antes que elas se

Leia mais

Período Democrático e o Golpe de 64

Período Democrático e o Golpe de 64 Período Democrático e o Golpe de 64 GUERRA FRIA (1945 1990) Estados Unidos X União Soviética Capitalismo X Socialismo Governo de Eurico Gaspar Dutra (1946 1950) Período do início da Guerra Fria Rompimento

Leia mais

1º - Foi um movimento liderado pela BURGUESIA contra o regime absolutista. 2º - Abriu espaço para o avanço do CAPITALISMO.

1º - Foi um movimento liderado pela BURGUESIA contra o regime absolutista. 2º - Abriu espaço para o avanço do CAPITALISMO. APRESENTAÇÃO Aula 08 3B REVOLUÇÃO FRANCESA Prof. Alexandre Cardoso REVOLUÇÃO FRANCESA Marco inicial da Idade Contemporânea ( de 1789 até os dias atuais) 1º - Foi um movimento liderado pela BURGUESIA contra

Leia mais

Era Vargas: Era Vargas: Estado Novo ( )

Era Vargas: Era Vargas: Estado Novo ( ) Aula 22 Era Vargas: Era Vargas: Estado Novo (1937-1945) Setor 1605 1 Estado Novo (1937 1945) 2 O Fim da Era Vargas Prof. Edu Aula 22 - Era Vargas: Estado Novo (1937-1945) ealvespr@gmail.com 1.1 Era Vargas

Leia mais

Aula 14 Regime Militar Prof. Dawison Sampaio

Aula 14 Regime Militar Prof. Dawison Sampaio Aula 14 Regime Militar 1 Contexto do Regime Militar Contexto interno: Colapso do Populismo (polêmica das Ref. de Base) Contexto externo: Guerra Fria e os interesses dos EUA (risco de cubanização do Brasil

Leia mais

QUARTA CONSTITUIÇÃO (A CONSTITUIÇÃO DO ESTADO NOVO)

QUARTA CONSTITUIÇÃO (A CONSTITUIÇÃO DO ESTADO NOVO) QUARTA CONSTITUIÇÃO (A CONSTITUIÇÃO DO ESTADO NOVO) NOME...Constituição dos Estados Unidos do Brasil DATA...10 de Novembro de 1937 ORIGEM...Outorgada DURAÇÃO...9 anos PREÂMBULO O Presidente da República

Leia mais

REVOLUÇÃO FRANCESA MCC

REVOLUÇÃO FRANCESA MCC REVOLUÇÃO FRANCESA MCC REVOLUÇÃO FRANCESA. MOVIMENTO BURGUÊS França antes da revolução TEVE APOIO DO POVO Monarquia absolutista Economia capitalista.(costumes feudais) sociedade estamental. 1º Estado-

Leia mais

historiaula.wordpress.com A Era Vargas Professor Ulisses Mauro Lima

historiaula.wordpress.com A Era Vargas Professor Ulisses Mauro Lima historiaula.wordpress.com A Era Vargas Professor Ulisses Mauro Lima 1930-1945 A era Vargas: 1930-1945 1930 2 de janeiro: publicação da plataforma da Aliança Liberal. 1 de março: vitória de Julio Preste

Leia mais

A Revolução de 1930: Causas

A Revolução de 1930: Causas A Revolução de 1930: Causas Crise do Sistema Oligárquico +Crise de 29 nos EUA Política de valorização do café Movimento Tenentista = camadas médias urbanas e trabalhadores, descontentes com o predomínio

Leia mais

Questões sobre a Ditadura Militar no Brasil (respostas no final da página) 1. Como teve início a Ditadura Militar no Brasil que durou de 1964 a 1985?

Questões sobre a Ditadura Militar no Brasil (respostas no final da página) 1. Como teve início a Ditadura Militar no Brasil que durou de 1964 a 1985? Questões sobre a Ditadura Militar no Brasil (respostas no final da página) 1. Como teve início a Ditadura Militar no Brasil que durou de 1964 a 1985? A - Através de eleições democráticas que levaram ao

Leia mais

HISTÓRIA DO LEGISLATIVO

HISTÓRIA DO LEGISLATIVO HISTÓRIA DO LEGISLATIVO Maurício Barbosa Paranaguá Seção de Projetos Especiais Goiânia - 2015 Origem do Poder Legislativo Assinatura da Magna Carta inglesa em 1215 Considerada a primeira Constituição dos

Leia mais

50 ANOS DO GOLPE MILITAR

50 ANOS DO GOLPE MILITAR 50 ANOS DO GOLPE MILITAR (1964-1985) Prof. Dr. Rogério de Souza CAUSAS Guerra Fria Contexto Internacional: Construção do Muro de Berlim (1961) Cuba torna-se Socialista (1961) Crise dos Mísseis (1962) CAUSAS

Leia mais

PROVA BIMESTRAL História

PROVA BIMESTRAL História 9 o ano 2 o bimestre PROVA BIMESTRAL História Escola: Nome: Turma: n o : Sobre a Revolução Russa de 1917, leia o texto a seguir e responda às questões 1 e 2. A reivindicação básica dos pobres da cidade

Leia mais

ERA VARGAS ( )

ERA VARGAS ( ) AVISO: O conteúdo e o contexto das aulas referem-se aos pensamentos emitidos pelos próprios autores que foram interpretados por estudiosos dos temas RUBENS expostos. RAMIRO Todo JUNIOR exemplo (TODOS citado

Leia mais

A ERA VARGAS (1930/1945)

A ERA VARGAS (1930/1945) PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DE VARGAS(1930-1945) 1945) Nacionalista. Favor das empresas nacionais. Política econômica Intervencionista. Ditador de características fascista. Populista. Centralizador. PRINCIPAIS

Leia mais

Era Vargas: mudando os rumos da história

Era Vargas: mudando os rumos da história Era Vargas: mudando os rumos da história Conteúdos que serão abordados: O início da era Vargas; Crise na República Velha; 1930: Golpe ou Revolução?; Governo ConsDtucional; Direita X Esquerda; Golpe de

Leia mais

Brasil Império. Sétima Série Professora Carina História

Brasil Império. Sétima Série Professora Carina História Brasil Império Sétima Série Professora Carina História Confederação do Equador Local: Províncias do Nordeste. Época: 1824. Líderes da revolta: Manuel Paes de Andrade, frei Caneca e Cipriano Barata. Causas:

Leia mais

Introdução. Aspectos Sociais, Políticos e Econômicos na Era Vargas 1930-1945

Introdução. Aspectos Sociais, Políticos e Econômicos na Era Vargas 1930-1945 Introdução Este artigo tem como objetivo caracterizar o período da historia brasileira no período do governo de Getulio Vargas entre os anos de 1930 e 1945, os acontecimentos dentro e fora do país e algumas

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA ENSINO MÉDIO ÁREA CURRICULAR: CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS DISCIPLINA: HISTÓRIA SÉRIE 1.ª CH 68 ANO 2012 COMPETÊNCIAS:. Compreender

Leia mais

Mas, um golpe de Estado militar instaurou a forma republicana presidencialista, em 15 de novembro de 1889.

Mas, um golpe de Estado militar instaurou a forma republicana presidencialista, em 15 de novembro de 1889. Brasil no período de transição: Império para República. Éramos governados por um dos ramos da Casa de Bragança, conhecido como família imperial brasileira que constituía o 11º maior império da história

Leia mais

FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS CURSO DE DIREITO VESTIBULAR 2009 PROVA DE HISTÓRIA. Fase 1

FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS CURSO DE DIREITO VESTIBULAR 2009 PROVA DE HISTÓRIA. Fase 1 FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS CURSO DE DIREITO VESTIBULAR 2009 PROVA DE HISTÓRIA Fase 1 Novembro 2008 INTRODUÇÃO Na prova de História de 2009 foi possível concretizar vários dos objetivos do programa do Vestibular.

Leia mais

Escola de Formação Política Miguel Arraes. Módulo I História da Formação Política Brasileira. Aula 2 A História do Brasil numa dimensão ética

Escola de Formação Política Miguel Arraes. Módulo I História da Formação Política Brasileira. Aula 2 A História do Brasil numa dimensão ética LINHA DO TEMPO Módulo I História da Formação Política Brasileira Aula 2 A História do Brasil numa dimensão ética SEC XV SEC XVIII 1492 A chegada dos espanhóis na América Brasil Colônia (1500-1822) 1500

Leia mais

Os anos 30: as incertezas do regime

Os anos 30: as incertezas do regime Os anos 30: as incertezas do regime Dulce Chaves Pandolfi* No dia 10 de novembro de 1937, o presidente da República Getulio Vargas, que havia assumido o poder em 1930, reuniu seu ministério e diante dos

Leia mais

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA (1945 1964)

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA (1945 1964) REPÚBLICA DEMOCRÁTICA (1945 1964) O principal êxito do período foi ampliar a cidadania sobretudo o direito de votar e, muito teoricamente, o direito de ser eleito - às classes médias e à classe trabalhadora.

Leia mais

Populismo e nacional-desenvolvimentismo

Populismo e nacional-desenvolvimentismo CAPÍTULO 11 Populismo e nacional-desenvolvimentismo Entre os anos de 1900 e 1973 o Brasil foi o país de maior crescimento absoluto do PIB: nem Estados Unidos, nem Japão, nem Coréia do Sul, mas o Brasil.

Leia mais

1º ano. A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10: Item 2

1º ano. A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10: Item 2 1º ano O absolutismo e o Estado Moderno Capítulo 12: Todos os itens A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10:

Leia mais

Aula 10.1. Avaliação da Unidade II Pontuação: 7,5 pontos

Aula 10.1. Avaliação da Unidade II Pontuação: 7,5 pontos Aula 10.1 Avaliação da Unidade II Pontuação: 7,5 pontos 1ª QUESTÃO (1,0) Em seu discurso de despedida do Senado, em dezembro de 1994, o presidente Fernando Henrique Cardoso anunciou o fim da Era Vargas,

Leia mais

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. Conteúdo: A Revolução Francesa

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. Conteúdo: A Revolução Francesa Conteúdo: A Revolução Francesa Habilidades: Reconhecer nas origens e consequências da Revolução Francesa de 1789, os elementos fundamentais da formação política e social contemporânea para a história contemporânea.

Leia mais

TEMA 3 UMA EXPERIÊNCIA

TEMA 3 UMA EXPERIÊNCIA TEMA 3 UMA EXPERIÊNCIA DOLOROSA: O NAZISMO ALEMÃO A ascensão dos nazistas ao poder na Alemanha colocou em ação a política de expansão territorial do país e o preparou para a Segunda Guerra Mundial. O saldo

Leia mais

Nome: N.º: Série: 3º Turma: Professor(a): Data: / / 2010

Nome: N.º: Série: 3º Turma: Professor(a): Data: / / 2010 AVALIAÇÃO TRIMESTRAL HISTÓRIA Nota: Nome: N.º: Série: 3º Turma: Professor(a): Data: / / 2010 O GABARITO NÃO PODE CONTER RASURAS CADA QUESTÃO VALE 0,42 01 - A prosperidade alcançada pelos Estados Unidos

Leia mais

Capítulo. A ditadura militar no Brasil

Capítulo. A ditadura militar no Brasil Capítulo A ditadura militar no Brasil ARQUIVO/O GLOBO 1 Do golpe militar ao AI-5 O golpe militar de 1964 João Goulart é derrubado pelos militares, em 31 de março de 1964, por meio de um golpe, apoiado

Leia mais

SIMULADO DE HISTÓRIA A RESPEITO DE GETÚLIO VARGAS (ENTREGAR SOMENTE O GABARITO NÃO PRECISA IMPRIMIR AS FOLHAS COM AS QUESTÕES). Valor 1,0.

SIMULADO DE HISTÓRIA A RESPEITO DE GETÚLIO VARGAS (ENTREGAR SOMENTE O GABARITO NÃO PRECISA IMPRIMIR AS FOLHAS COM AS QUESTÕES). Valor 1,0. SIMULADO DE HISTÓRIA A RESPEITO DE GETÚLIO VARGAS (ENTREGAR SOMENTE O GABARITO NÃO PRECISA IMPRIMIR AS FOLHAS COM AS QUESTÕES). Valor 1,0. 1. Na história da República brasileira, a expressão 'Estado Novo'

Leia mais

Revolta do Forte de Copacabana O primeiro 5 de julho; Revolta de São Paulo O segundo de 5 de julho; A Coluna Prestes tinha como objetivo espalhar o

Revolta do Forte de Copacabana O primeiro 5 de julho; Revolta de São Paulo O segundo de 5 de julho; A Coluna Prestes tinha como objetivo espalhar o Revolta do Forte de Copacabana O primeiro 5 de julho; Revolta de São Paulo O segundo de 5 de julho; A Coluna Prestes tinha como objetivo espalhar o tenentismo pelo país; Defediam: Voto secreto; Autonomia

Leia mais

FORMAÇÃO PARA CONSELHEIROS DE DIREITOS. www.institutocultiva.com.br www.rudaricci.com.br

FORMAÇÃO PARA CONSELHEIROS DE DIREITOS. www.institutocultiva.com.br www.rudaricci.com.br FORMAÇÃO PARA CONSELHEIROS DE DIREITOS www.institutocultiva.com.br www.rudaricci.com.br CIDADANIA E PARTICIPAÇÃO Cidadania é o conjunto de DIREITOS: Civis (individuais, em que todos são indivíduos livres

Leia mais

Resistência à Ditadura Militar. Política, Cultura e Movimentos Sociais

Resistência à Ditadura Militar. Política, Cultura e Movimentos Sociais Resistência à Ditadura Militar Política, Cultura e Movimentos Sociais Visão Panorâmica Introdução à ditadura Antecedentes do Golpe A Ditadura A Resistência A Reabertura Duração: 1964 à 1985 Introdução

Leia mais

A crise do café e a revolução de 1930

A crise do café e a revolução de 1930 A crise do café e a revolução de 1930 Em 1929 ocorreu a quebra da bolsa de New York. Grande crise econômica nos EUA que atingiu o Brasil ( EUA maior comprador do café brasileiro). Colapso na economia cafeeira:

Leia mais

Provão. História 5 o ano

Provão. História 5 o ano Provão História 5 o ano 61 Os reis portugueses governaram o Brasil à distância, até o século XIX, porém alguns acontecimentos na Europa mudaram essa situação. Em que ano a família real portuguesa veio

Leia mais

Cultura e política no Brasil: de Getúlio a Ditadura Militar

Cultura e política no Brasil: de Getúlio a Ditadura Militar Cultura e política no Brasil: de Getúlio a Ditadura Militar 1 A Era Vargas (1930-1945) Assumiu após a vitória sobre as oligarquias em 1930. 2ª Guerra Mundial: Início dúbio com posterior alinhamento aos

Leia mais

O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional

O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional CIÊNCIAS HUMANAS (HISTÓRIA/ATUALIDADES/GEOGRAFIA) O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional das sociedades através dos tempos, observando os fatores econômico, histórico,

Leia mais

História B Aula 21. Os Agitados Anos da

História B Aula 21. Os Agitados Anos da História B Aula 21 Os Agitados Anos da Década de 1930 Salazarismo Português Monarquia portuguesa foi derrubada em 1910 por grupos liberais e republicanos. 1ª Guerra - participação modesta ao lado da ING

Leia mais

EUROPA NO SÉCULO XIX. http://historiaonline.com.br

EUROPA NO SÉCULO XIX. http://historiaonline.com.br EUROPA NO SÉCULO XIX A INGLATERRA NO SÉCULO XIX: Era Vitoriana (1837-1901): Hegemonia marítima inglesa. Fortalecimento do poder político da burguesia. Expansão da economia industrial 2ª Revolução Industrial.

Leia mais

A ERA VARGAS. Professor: MARCOS ROBERTO Disciplina: HISTÓRIA Aluno(a): Série: 9º ANO REGULAR TURNO: MANHÃ DATA: / /2015

A ERA VARGAS. Professor: MARCOS ROBERTO Disciplina: HISTÓRIA Aluno(a): Série: 9º ANO REGULAR TURNO: MANHÃ DATA: / /2015 Professor: MARCOS ROBERTO Disciplina: HISTÓRIA Aluno(a): Série: 9º ANO REGULAR TURNO: MANHÃ DATA: / /2015 A ERA VARGAS (Fonte:http://historiapensante.blogspot.com.br/2011/09/eravargas.html) Houve muitos

Leia mais

Era Vargas. Revolução de 1930 Revolução de 1932 Constituição de Intentona comunista (1935) Plano Cohen (1937) Estado Novo ( )

Era Vargas. Revolução de 1930 Revolução de 1932 Constituição de Intentona comunista (1935) Plano Cohen (1937) Estado Novo ( ) Revolução de 1930 Revolução de 1932 Constituição de 1934 Era Vargas Intentona comunista (1935) Plano Cohen (1937) Estado Novo (1937-1945) Governo Provisório Governo Constitucional Estado Novo Revolução

Leia mais

PERÍODO MILITAR (1964/1985) PROF. SORMANY ALVES

PERÍODO MILITAR (1964/1985) PROF. SORMANY ALVES PERÍODO MILITAR (1964/1985) PROF. SORMANY ALVES INTRODUÇÃO Período governado por GENERAIS do exército brasileiro. Adoção do modelo desenvolvimento dependente, principalmente dos EUA, que subordinava a

Leia mais

Temas Governo de Vargas 1930-1945), Populismo (1945-1964) Ditadura Militar (1964-1985) e República Nova (Redemocratização do Brasil) (1985-2010)

Temas Governo de Vargas 1930-1945), Populismo (1945-1964) Ditadura Militar (1964-1985) e República Nova (Redemocratização do Brasil) (1985-2010) Trabalho de História Recuperação _3ºAno Professor: Nara Núbia de Morais Data / /2014 Aluno: nº Ens. Médio Valor: 40 Nota: Temas Governo de Vargas 1930-1945), Populismo (1945-1964) Ditadura Militar (1964-1985)

Leia mais

A CONSTRUÇÃO DO MODELO SOVIÉTICO E O SEU IMPACTO NO MUNDO

A CONSTRUÇÃO DO MODELO SOVIÉTICO E O SEU IMPACTO NO MUNDO A CONSTRUÇÃO DO MODELO SOVIÉTICO E O SEU IMPACTO NO MUNDO Império russo (início do século a 1917) Território * Governo Maior império da Europa, estendendo-se da Ásia ao pacífico * Monarquia absoluta e

Leia mais

TEXTO 1. 1.Texto de problematização:

TEXTO 1. 1.Texto de problematização: TEXTO 1 1.Texto de problematização: A partir de 1922, o quadro começa a se modificar. Apesar dos presidentes Arthur Bernardes e Washington Luís pertencerem ainda ao esquema do café com leite, a nova situação

Leia mais

A nova centralização: o Estado Novo - II

A nova centralização: o Estado Novo - II A nova centralização: o Estado Novo - II A UU L AL A Na aula anterior, você viu como Getúlio Vargas organizou o regime do Estado Novo, em sua face política, cultural e social. Nesta aula, você verá em

Leia mais

Era um oligarca Permaneceu 15 anos no poder Golpe de 30 Queda de Washington Luís Figura pública mais importante da história brasileira (sec.

Era um oligarca Permaneceu 15 anos no poder Golpe de 30 Queda de Washington Luís Figura pública mais importante da história brasileira (sec. Era Vargas (1930-1945) Getúlio Vargas Era um oligarca Permaneceu 15 anos no poder Golpe de 30 Queda de Washington Luís Figura pública mais importante da história brasileira (sec. XX) O governo de Vargas

Leia mais

BRASIL REPÚBLICA (1889 ) ERA VARGAS ( )

BRASIL REPÚBLICA (1889 ) ERA VARGAS ( ) PROF. JOÃO GABRIEL DA FONSECA joaogabriel_fonseca@hotmail.com ALIANÇA LIBERAL: MG, RS, PB Getúlio Vargas e João Pessoa (morto em 26/07/1930) PARTIDO REPUBLICANO PAULISTA: Júlio Prestes (SP) CONTEXTO EXTERNO:

Leia mais

História. Os primeiros anos da Era Vargas (1930-1937)

História. Os primeiros anos da Era Vargas (1930-1937) História Nono ano do ensino fundamental Escola José de Anchieta Os primeiros anos da Era Vargas (1930-1937) Reno Schmidt maio 2015 schmidt.reno@gmail.com renoschmidt.wordpress.com Onde estamos? Brasil

Leia mais

SÉCULO XIX NOVOS ARES NOVAS IDEIAS Aula: 43 e 44 Pág. 8 PROFª: CLEIDIVAINE 8º ANO

SÉCULO XIX NOVOS ARES NOVAS IDEIAS Aula: 43 e 44 Pág. 8 PROFª: CLEIDIVAINE 8º ANO SÉCULO XIX NOVOS ARES NOVAS IDEIAS Aula: 43 e 44 Pág. 8 PROFª: CLEIDIVAINE 8º ANO 1 - INTRODUÇÃO Séc. XIX consolidação da burguesia: ascensão do proletariado urbano (classe operária) avanço do liberalismo.

Leia mais

O DIREITO CONSTITUCIONAL NO BRASIL E NA CHINA: ANÁLISE COMPARATIVA

O DIREITO CONSTITUCIONAL NO BRASIL E NA CHINA: ANÁLISE COMPARATIVA SÃO PAULO RIO DE JANEIRO BRASÍLIA CURITIBA PORTO ALEGRE RECIFE BELO HORIZONTE LONDRES LISBOA XANGAI BEIJING MIAMI BUENOS AIRES O DIREITO CONSTITUCIONAL NO BRASIL E NA CHINA: ANÁLISE COMPARATIVA DURVAL

Leia mais

VESTIBULAR 2011 1ª Fase HISTÓRIA GRADE DE CORREÇÃO

VESTIBULAR 2011 1ª Fase HISTÓRIA GRADE DE CORREÇÃO VESTIBULAR 2011 1ª Fase HISTÓRIA GRADE DE CORREÇÃO A prova de História é composta por três questões e vale 10 pontos no total, assim distribuídos: Questão 1 3 pontos (sendo 1 ponto para o subitem A, 1,5

Leia mais

REVOLUÇÃO FRANCESA 1789-1799

REVOLUÇÃO FRANCESA 1789-1799 REVOLUÇÃO FRANCESA 1789-1799 À procura de solução para a crise: 1787 Luís XVI convocação dos conselheiros para criação de novos impostos Acabar com a isenção fiscal do Primeiro e Segundo Estados CONSEQUÊNCIA

Leia mais

Na ditadura não a respeito à divisão dos poderes (executivo, legislativo e judiciário). O ditador costuma exercer os três poderes.

Na ditadura não a respeito à divisão dos poderes (executivo, legislativo e judiciário). O ditador costuma exercer os três poderes. Ditadura: É uma forma de governo em que o governante (presidente, rei, primeiro ministro) exerce seu poder sem respeitar a democracia, ou seja, governa de acordo com suas vontades ou com as do grupo político

Leia mais

Cap.3 Europa e América antes da primeira Guerra Mundial BELLE EPOQUE IMPERIALISMO DOS ESTADOS UNIDOS A REVOLUÇÃO MEXICANA

Cap.3 Europa e América antes da primeira Guerra Mundial BELLE EPOQUE IMPERIALISMO DOS ESTADOS UNIDOS A REVOLUÇÃO MEXICANA Cap.3 Europa e América antes da primeira Guerra Mundial BELLE EPOQUE IMPERIALISMO DOS ESTADOS UNIDOS A REVOLUÇÃO MEXICANA Café Van Gogh - 1888 EXPOSIÇÃO UNIVERSAL DE LONDRES - 1851 BIG BEN - 1859 1889

Leia mais

Por Rafael Ávila Período Presidente Entrada Pontos-chave

Por Rafael Ávila Período Presidente Entrada Pontos-chave Resumo Por Rafael Ávila Período Presidente Entrada Pontos-chave 1889-1891 Marechal Deodoro da Fonseca Militar e político brasileiro, proclamador da República e primeiro presidente do Brasil; instituiu

Leia mais

REPÚBLICA VELHA (1889 1930) Disciplina: História. Professora: Daianne. Série: 9º ano.

REPÚBLICA VELHA (1889 1930) Disciplina: História. Professora: Daianne. Série: 9º ano. REPÚBLICA VELHA (1889 1930) Disciplina: História. Professora: Daianne. Série: 9º ano. PROJETOS DE REPÚBLICA MILITARES Relutava em convocar eleições para a Assembleia Constituinte; Queria um governo forte,

Leia mais

FELIPE CARCELIANO Nº 10 JENNIFER SANTAROZA DE SOUZA Nº 20 NATHALIA NOVAES Nº 30 GEOGRAFIA TEMA VIII HAITI E.E. DR. JOÃO THIENNE.

FELIPE CARCELIANO Nº 10 JENNIFER SANTAROZA DE SOUZA Nº 20 NATHALIA NOVAES Nº 30 GEOGRAFIA TEMA VIII HAITI E.E. DR. JOÃO THIENNE. FELIPE CARCELIANO Nº 10 JENNIFER SANTAROZA DE SOUZA Nº 20 NATHALIA NOVAES Nº 30 GEOGRAFIA TEMA VIII HAITI E.E. DR. JOÃO THIENNE Nova Odessa SP Maio / 2014 1 JENNIFER SANTAROZA DE SOUZA FELIPE CARCELIANO

Leia mais

REVOLUÇÃO FRANCESA - Marco Histórico: Fim da Idade Moderna. Símbolo: Queda da Bastilha (1789). Lema: Liberdade, Fraternidade, Igualdade.

REVOLUÇÃO FRANCESA - Marco Histórico: Fim da Idade Moderna. Símbolo: Queda da Bastilha (1789). Lema: Liberdade, Fraternidade, Igualdade. REVOLUÇÃO FRANCESA REVOLUÇÃO FRANCESA - Marco Histórico: Fim da Idade Moderna. 1789 Símbolo: Queda da Bastilha (1789). Lema: Liberdade, Fraternidade, Igualdade. Influência: Iluminista. DIVISÃO SOCIAL 1º

Leia mais

CRISE DE 29. Colapso do sistema financeiro americano

CRISE DE 29. Colapso do sistema financeiro americano CRISE DE 29 Colapso do sistema financeiro americano Antecedentes: Europa destruída pela grande guerra depende do capital americano; EUA responsável por 50% de toda produção industrial do mundo; American

Leia mais

Conteúdo Básico Comum (CBC) de HISTÓRIA do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano Exames Supletivos/2015

Conteúdo Básico Comum (CBC) de HISTÓRIA do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano Exames Supletivos/2015 SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO MÉDIO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Conteúdo

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE HISTÓRIA 9º ANO PROFESSOR: MÁRCIO AUGUSTO

Leia mais

Sind-UTE/MG participa do Ciclo de Debates sobre os 50 anos da Ditadura Militar

Sind-UTE/MG participa do Ciclo de Debates sobre os 50 anos da Ditadura Militar Sind-UTE/MG participa do Ciclo de Debates sobre os 50 anos da Ditadura Militar Enviado por Eficaz Comunicação 02-Abr-2014 PQN - O Portal da Comunicação Eficaz Comunicação O Sindicato Único dos Trabalhadores

Leia mais

REVOLUÇÃO FRANCESA. Por: Rodrigo A. Gaspar

REVOLUÇÃO FRANCESA. Por: Rodrigo A. Gaspar REVOLUÇÃO FRANCESA Por: Rodrigo A. Gaspar REVOLUÇÃO FRANCESA Influência dos valores iluministas Superação do Absolutismo monárquico e da sociedade estratificada Serviu de inspiração para outras revoluções,

Leia mais

1. A Revolução Republicana e a Queda da Monarquia

1. A Revolução Republicana e a Queda da Monarquia 1. A Revolução Republicana e a Queda da Monarquia As principais razões que levaram à Revolução Republicana e queda da monarquia foram: Apesar do desenvolvimento industrial verificado na 2ª metade do século

Leia mais

Histórico das constituições: direito de sufrágio

Histórico das constituições: direito de sufrágio 89 Histórico das constituições: direito de sufrágio André de Oliveira da Cruz Waldemar de Moura Bueno Neto José Carlos Galvão Goulart de Oliveira Graduandos pela Faculdade de Educação, Administração e

Leia mais

Material de divulgação da Editora Moderna

Material de divulgação da Editora Moderna Material de divulgação da Editora Moderna Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

NAPOLEÃO BONAPARTE. Pode-se dividir seu governo em três partes: Consulado (1799-1804) Império (1804-1815) Governo dos Cem Dias (1815)

NAPOLEÃO BONAPARTE. Pode-se dividir seu governo em três partes: Consulado (1799-1804) Império (1804-1815) Governo dos Cem Dias (1815) NAPOLEÃO BONAPARTE 1 Profª Adriana Moraes Destaca-se política e militarmente no Período Jacobino. DIRETÓRIO Conquistas militares e diplomáticas na Europa defesa do novo governo contra golpes. Golpe 18

Leia mais

BELO HORIZONTE LONDRES LISBOA XANGAI MIAMI BUENOS AIRES DURVAL DE NORONHA GOYOS JR. SÓCIO SÊNIOR - NORONHA ADVOGADOS 19 DE AGOSTO DE 2009.

BELO HORIZONTE LONDRES LISBOA XANGAI MIAMI BUENOS AIRES DURVAL DE NORONHA GOYOS JR. SÓCIO SÊNIOR - NORONHA ADVOGADOS 19 DE AGOSTO DE 2009. BELO HORIZONTE LONDRES LISBOA XANGAI MIAMI BUENOS AIRES DURVAL DE NORONHA GOYOS JR. SÓCIO SÊNIOR - NORONHA ADVOGADOS 19 DE AGOSTO DE 2009. FUNDAÇÃO DA REPÚBLICA POPULAR DA CHINA - 1949 MAO M TSE T TUNG

Leia mais

1 a Questão: (2,0 pontos) APRESENTAÇÃO

1 a Questão: (2,0 pontos) APRESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO Para dar uma definição compreensível de revolução, diremos que ela é uma tentativa de substituir o poder estabelecido por outro poder, usando meios ilegais. Esses meios, geralmente, implicam

Leia mais

MOÇÃO DE PESAR. Pesar pelo falecimento de ANTONIO CABEÇA FILHO

MOÇÃO DE PESAR. Pesar pelo falecimento de ANTONIO CABEÇA FILHO Sr. Presidente: Sra. Vereadora: Srs. Vereadores: MOÇÃO DE PESAR Pesar pelo falecimento de ANTONIO CABEÇA FILHO Considerando que faleceu nesta quinta-feira, 26, o fundador do Sindicato dos Metalúrgicos

Leia mais

FUNDAÇÃO JOÃO MANGABEIRA

FUNDAÇÃO JOÃO MANGABEIRA FUNDAÇÃO JOÃO MANGABEIRA ESCOLA MIGUEL ARRAES A Fundação João Mangabeira é organizada em vários setores como História Viva para abrigar e documentar a vida do PSB, o setor de promoção de eventos e seminários,

Leia mais

Nota à 14 a Edição... 11 Introdução... 13

Nota à 14 a Edição... 11 Introdução... 13 sumário Nota à 14 a Edição................................................ 11 Introdução..................................................... 13 1. As Causas da Expansão Marítima e a Chegada dos Portugueses

Leia mais

Europa no Século XIX FRANÇA RESTAURAÇÃO DA DINASTIA BOURBON LUÍS XVIII CARLOS X LUÍS FELIPE ( 1824 1830 )

Europa no Século XIX FRANÇA RESTAURAÇÃO DA DINASTIA BOURBON LUÍS XVIII CARLOS X LUÍS FELIPE ( 1824 1830 ) Europa no Século XIX FRANÇA RESTAURAÇÃO DA DINASTIA BOURBON -Após a derrota de Napoleão Bonaparte, restaurou-se a Dinastia Bourbon subiu ao trono o rei Luís XVIII DINASTIA BOURBON LUÍS XVIII CARLOS X LUÍS

Leia mais

IDADE CONTEMPORÂNEA (a partir de 1789)

IDADE CONTEMPORÂNEA (a partir de 1789) IDADE CONTEMPORÂNEA (a partir de 1789) ERA NAPOLEÔNICA (1799 1815) 1 - O CONSULADO (1799 1804): Pacificação interna e externa. Acordos de paz com países vizinhos. Acordo com a Igreja catolicismo oficial.

Leia mais

A Revolução de 30. Todo esse processo de desenvolvimento, no Brasil, foi acompanhado por uma verdadeira

A Revolução de 30. Todo esse processo de desenvolvimento, no Brasil, foi acompanhado por uma verdadeira Folha de S.Paulo A CLT foi um dos eixos da mudança que o Brasil vinha sofrendo desde a revolução de 1930. Sinalizou uma virada fundamental na história do país: deixava de ser uma economia agrícola para

Leia mais

Programa ADAI Projetos Brasileiros

Programa ADAI Projetos Brasileiros Programa ADAI Projetos Brasileiros Brasil 1999 1ª Convocatória Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte: Conservação preventiva de acervo audiovisual. Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami:

Leia mais

Pré-História (600.000-4.000 a.c)

Pré-História (600.000-4.000 a.c) Pré Exame História HISTÓRIA GERAL Pré-História (600.000-4.000 a.c) Paleolítico - fogo - nômades - coletores REVOLUÇÃO do NEOLÍTICO agricultura e pecuária Neolítico - roda - produtores - sedentários Idade

Leia mais

PEP/2015 3ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO

PEP/2015 3ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO 1 PEP/2015 3ª AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA 1ª QUES TÃ O (Valor 6,0) Analisar a Era Vargas (1930 1945), tendo como marco temporal a criação do Estado Novo (1937), destacando

Leia mais

ROMA ANTIGA EXPANSÃO E CRISE DA REPÚBLICA

ROMA ANTIGA EXPANSÃO E CRISE DA REPÚBLICA Prof.: Otto Terra ROMA ANTIGA EXPANSÃO E CRISE DA REPÚBLICA HISTÓRICO Poder nas mãos dos Patrícios; Sociedade censitária; Significativo aumento do número de escravos; Sociedade Patriarcal; Tensões sociais:

Leia mais

R E V O LU Ç Ã O F R A N C E S A 17 8 9-17 9 9

R E V O LU Ç Ã O F R A N C E S A 17 8 9-17 9 9 R E V O LU Ç Ã O F R A N C E S A 17 8 9-17 9 9 A bandeira francesa - o azul representa o poder legislativo/liberdade (Liberté), branco o poder Executivo/Igualdade, (Égalité) e o vermelho o Povo/Fraternidade

Leia mais