2009/2010 Cloud Computing e os Sistemas Empresariais Móveis

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "2009/2010 Cloud Computing e os Sistemas Empresariais Móveis"

Transcrição

1 2009/2010 Cloud Computing e os Sistemas Empresariais Móveis Discentes: José Brás Pedro Silva A computação na nuvem vem potenciar as aplicações móveis, particularmente as baseadas em standards web, independentes de plataformas. Neste trabalho discutem-se os modelos de cloud computing e a forma como os mesmos irão impactar o desenvolvimento de sistemas empresariais móveis. Vasco Sacramento Licenciatura em Informática de Gestão Universidade Lusófona 2009/2010 Docente: Prof. Doutor Henrique S. Mamede Disciplina de Sistemas Móveis Empresariais

2 Índice Glossário... 3 Introdução... 5 Definições... 7 Mobile Services... 7 Cloud Computing... 7 Sistemas Empresariais Móveis... 8 Orientação do mercado Internet no mundo móvel - web mobile e widgets Vantagens e Desvantagens Vantagens Desvantagens Cloud Computing e os Sistemas Empresariais Móveis Implementações práticas de aplicações em Cloud Computing Sybase Unwired Platform Amazon Conclusão Bibliografia Pág. 2 de 28

3 Glossário Auto Scaling: Garante que o uso do EC2 aumente durante picos de tráfego para manter o desempenho e diminua o uso durante períodos de menor actividade para reduzir custos, tornando esse serviço particularmente interessante para aplicativos com grandes flutuações de intensidade. CloudWatch: Web service para gestão dos recursos da AWS, incluindo métricas de uso de CPU, leituras e escritas no disco. COLT: Companhia europeia de fornecimento de serviços de comunicações de dados, voz e serviços de gestão a clientes empresariais CRM: Customer Relationship Management CXO: A revista CXO é uma publicação sobre tecnologias de informação e comunicações destinada a executivos de topo (CEO, CIO, CSO, CMO, CFO e similares), editada pela Computerworld - Workmedia, Comunicação SA Elastic Load Balancing: Permite que as aplicações tenham maior tolerância a falhas. O serviço detecta instância que não estão funcionando bem e redirecciona o tráfego para instâncias com melhor funcionamento até que as instancias com mau funcionamento sejam restauradas. EC2: Serviço Web que fornece capacidades de redimensionamento informático em nuvem. ERM: Enterprise Relationship Management ERP: Enterprise Resource Planning HRMS: Human Resources Management System Keyless: Sistema sem chaves Pág. 3 de 28

4 LDAP: Lightweight Directory Access Protocol - Directório de utilizadores de acesso para autenticação(ufp 2005) 1 PaaS : Platform as a service, em português, plataforma como serviço. PCD: Personal Communications Device SaaS : Software as a service, em português, software como serviço. TCO: Total cost of ownership, em português, custo total de propriedade VOIP: Ou voz sobre IP é uma tecnologia que permite a digitalização e a codificação da voz e o empacotamento a sua transmissão numa rede que utilize o protocolo TCP/IP. Wireless: Tecnologia que envolve o uso de dispositivos ligados a uma rede ou a outro aparelho por links de comunicação sem fio, como, por exemplo, as redes de telefonia celular 1 acedido em 13 de Janeiro de 2010 Pág. 4 de 28

5 Introdução Quase quarenta anos depois do primeiro celular (conhecido por telemóvel), o Homem e Organizações procuram desenvolver e aprimorar a comunicação móvel estabelecendo métodos simples de realização de tarefas (pessoais ou profissionais) no seu dia-a-dia com o mínimo de esforço e comunicável em todo o lado e a toda a hora. Os sistemas móveis caminham depressa para um futuro de possibilidades infinitas. Tal deve-se à necessidade de comunicação do ser e da empresa e à necessidade inerente de serviços que satisfaçam os seus desejos mais intrínsecos. No caso das empresas e organizações, a comunicação tem um objectivo de gerar lucros. No caso do Homem, a comunicação tem um objectivo social. Todo o Mundo quer comunicar mas nem todos o sabem fazer bem entre si. A comunicação correcta transmite confiança e a informação é absorvida e utilizada como referência pelo receptor. Os sistemas móveis já deram os seus primeiros passos na era da mobilidade. Sendo a comunicação uma necessidade, quanto mais se expande (estes sistemas) mais se ganha (a nível de lucro e socialmente). Hoje em dia temos touch-screen, QR-Code, RFID, Mobile Advertising, GPS, 3G, temos equipamentos portáteis com imensas capacidades que, estando conectados, disponibilizam acesso à informação a toda a hora e em qualquer local. A necessidade de comunicar resultados rapidamente, com a maior transparência possível e acessível em todo o lado (aliado ao baixo custo e facilidade de implementação), o forte crescimento da colaboração nos negócios, pela conexão de dispositivos, pela circulação de dados em tempo real e pelas aplicações de Web 2.0 (exemplo do fluxo de media e entretenimento, as redes sociais, comércio móvel e sistemas empresariais) alimenta a necessidade de cloud computing e de sistemas móveis. Pág. 5 de 28

6 As tecnologias e os sistemas móveis tornaram-se essenciais e parte integrante da sociedade. Todos os anos aparece tecnologia nova, que simplificam tarefas, convenientes e a baixo custo. Esta mudança é mais um passo em direcção ao conceito de Computação Ubíqua introduzida por Mark Weiser (Weiser 1991). 1 A tecnologia móvel tornou-se um poderoso atractivo para as pessoas e empresas pois não precisam de realizar comunicações para outras pessoas para aceder à informação, o processamento de dados é mais barato, tudo em formato digital, existindo uma optimização de custos e tempo (WAP 2009) acedido a 9 de Janeiro de acedido a 9 de Janeiro de 2010 Pág. 6 de 28

7 Definições Mobile Services Pode-se considerar que Mobile Services são serviços de comunicações via rádio entre dispositivos, sejam estes, dispositivos portáteis ou pontos fixos (Organization s.d.) 1. Alguns autores pormenorizam mais e consideram que o termo mobile se refere ao uso de dispositivos de comunicação móveis e sem fio, ou seja, por exemplo, telefones celulares ou PDAs que podem ser ligados a uma rede e especialmente à Internet, através de uma ligação wireless (Saccol et al. 2007) 2. Cloud Computing O termo de Cloud surge da utilização da imagem de nuvem para representar redes, nomeadamente grandes redes como a internet. Actualmente já não é utilizado o termo Cloud para representar conjuntos de ligações, routers, switchs e servidores, mas sim para representar serviços(abreu et al. 2009) 3. A Cloud Computing pode ser dividida em cinco categorias: infra-estrutura como serviço, plataforma como serviço, software como serviço, armazenamento como serviço e nuvens híbridas (Korzeniowski 2009) 4. Software como serviço: a automatização das forças de vendas foi uma das primeiras áreas onde se verificou a utilização de software online, a utilização de software online foi liderada pela Salesforce.com. O software como serviço, ou SaaS, deixa de ter um custo com o seu licenciamento e passa a ter uma assinatura mensal, tornando assim mais fácil a sua aquisição/utilização 5, além de que geralmente é mais fácil de implementar, manter e actualizar, pois apenas é necessário aceder a um website para ter acesso ao aplicativo. O SaaS tem-se expandido para 1 acedido a 9 de Janeiro de acedido em 9 de Janeiro de acedido em 6 de Janeiro de acedido em 8 de Janeiro de Salesforce CRM: The Right Solution for Right Now (Grow your business, not your costs), excerto da campanha de marketing da Salesforce.com Pág. 7 de 28

8 quase todas as categorias de aplicações e é o modelo preferido de software das empresas em inicio de vida. Infra-estrutura como serviço: este tipo de serviço envolve a compra de servidores virtuais a fornecedores como a Amazon, a IBM, a Microsoft, entre outros. Os clientes pagam este serviço como se fosse um serviço de água ou electricidade, ou seja, apenas pagam o que consomem. Estes servidores virtuais têm, regra geral, várias configuração, assim, é possível o cliente escolher qual a configuração que mais se adapta às suas necessidades. Armazenamento como serviço: este serviço segue o mesmo modelo de custos do anterior, ou seja, apenas se paga o que se consome. Os fornecedores deste tipo de serviço, dizem poder reduzir os preços ao assumir a gestão do armazenamento, pois o cliente não paga os custos inerentes à actualização de hardware. Plataforma como serviço: os webdevelopers cada vez mais utilizam este serviço, pois vem com um ambiente de desenvolvimento, que torna mais fácil e confiável os testes e consequente implementação das suas aplicações. O PaaS é disponibilizado pela Google e Microsoft, entre outras. Nuvens híbridas: este modelo de nuvem, pretende unir o modelo de data-center local, com a capacidade variável oferecida pelos serviços em nuvem. Sistemas Empresariais Móveis Sistemas Empresariais Móveis, são sistemas que permitem a troca de informações entre plataformas fixas, tais como aplicações em servidores, bases de dados, sistemas de gestão integrada, business intelligence, CRM, entre outras, e as plataformas instaladas em dispositivos móveis (Filho 2009) 1, nomeadamente PCD s (Personal Communications Device). Devido ao facto de cada vez mais ser comum os profissionais das diversas áreas de negócio, se deslocarem em trabalho, os serviços móveis empresariais vêm eliminar a distância entre estes profissionais e a 1 acedido em 3 de Janeiro de 2010 Pág. 8 de 28

9 informação necessária ao exercício das suas funções. Estas funções podem ser de produção, ou estratégicas (por exemplo vendas ou prospecção de mercado, entre outras). Os Sistemas Empresariais Móveis são utilizados em todas as situações em que seja necessário enviar ou receber dados através de dispositivos móveis. Pág. 9 de 28

10 Orientação do mercado O estabelecimento do conceito de Cloud Computing (ou "nuvem computacional") nas corporações está no seu inicio e vai levar alguns anos até se consolidar, mas já provoca controvérsias entre empresas com serviços na internet e prestadores de serviços como a Google, a Amazon e Salesforce.com, além de gigantes da área de tecnologia como IBM, Sun Microsystems, HP, Yahoo e Microsoft. Todos já anunciaram planos e investimentos na área, e a Gartner, ainda não há muito tempo, referiu-se ao Cloud Computing num dos seus relatórios como «uma das três mais importantes tendências emergentes nos próximos três a cinco anos». Também a Forrester 1 no seu artigo recentemente publicado em que refere as cinco aplicações chave a desenvolver este ano, como sendo a nuvem a sua primeira escolha como a plataforma emergente a abraçar. A ABI Research espera que algumas ou todas as principais plataformas PaaS - Google, Amazon AWS e Force.com iniciem acções de marketing de forma muito mais agressiva para comercializarem os seus recursos móveis a partir de 2010 (ABIresearch 2009) 2. Prevê-se que o número de subscritores de aplicações mobile em cloud computing vá «explodir» para perto de 1 bilião em Em 2008, apenas 42,8 milhões de utilizadores de equipamentos móveis (aproximadamente 1,1% do total de assinantes móveis) subscreviam serviços de Cloud Computing pois só assim podiam utilizar ferramentas e armazenar dados, que os seus equipamentos móveis não permitiam, tais como serviços on-demand ou cloud-based. A ABI prevê que em 2014 esse número suba rapidamente para pouco mais de 998 milhões utilizadores de telefones ou smartphones (aproximadamente 19% do total de assinantes móveis). 1 /t/2, acedido a 8 de Janeiro de Mobile+Cloud+Computing+Subscribers+to+Total+Nearly+One+Billion+by+2014, acedido a 9 de Janeiro de 2010 Pág. 10 de 28

11 Em 2010, a maioria (cerca de 60%) da nuvem de computação móvel será composta por aplicações e serviços baseados em localização, tais como aplicações de navegação e mapas, segundo o relatório. Mas, além disso, a combinação de aplicações de computação móvel irá expandir-se para incluir a partilha de documentos, agendas e aplicações de gestão como por exemplo, de redes de vendas. Um exemplo do tipo de aplicação para Cloud Computing foi criada pela empresa Schlage 1, que oferece o link de serviço, um sistema keyless que permite abrir e fechar a porta de casa a partir do telemóvel, mas com controle sobre as fechaduras, bem como uma quantidade de outros serviços de domótica, como ligar o microondas, acender luzes, abrir portas de garagem, ligar o televisor, etc. "Em 2014, a mobile cloud computing irá ser o centro das atenções dos programadores e vai determinar a estratégia de implementações das aplicações móveis, que irão passar do uso das aplicações instaladas nos equipamentos, para passar a usa-las na web num servidor, através dos seus equipamentos móveis. O novo software executado na nuvem mudará drasticamente a maneira de como os aplicativos móveis são desenvolvidos, adquiridos e utilizados, libertando o mercado das limitações associadas à limitação da potência de computação dos PCD s. Este novo paradigma poderá fornecer receitas de cerca de US$ 20 bilhões anualmente até ao fim de 2014 ", disse o analista sénior da ABI, Mark Beccue.(ABIresearch 2009) 2 Internet no mundo móvel - web mobile e widgets A internet móvel está a surgir como uma alternativa de baixo custo para a distribuição de aplicações móveis simples para vários dispositivos. Apesar de esta tecnologia possuir algumas limitações que não serão resolvidas até 2010, como a inexistência de um browser standard, as claras vantagens em termos de Custo Total de Propriedade para aplicações móveis, combinadas com o leque de dispositivos que podem utilizá-las, perspectiva-se que esta tecnologia será chave para os mercados B2E e B2C num futuro próximo. 1 acedido a 9 de Janeiro de acedido a 9 de Janeiro de 2010 Pág. 11 de 28

12 Vantagens e Desvantagens Vantagens Para a Google, que já está a oferecer alguns serviços corporativos baseados nesse conceito, o cloud computing traz três pontos básicos de vantagens: Custos; Confiabilidade; Inovação. A missão do Cloud Computing é derrubar os custos de informática, alastrar os serviços de TI para todas as empresas e tornar possível o amplo acesso de novas ferramentas e recursos de tecnologia, diz um dos representantes da Google Brasil. Um exemplo desse novo cenário de possibilidades, foi o recente lançamento do Android, uma infra-estrutura de software para telemóveis com finalidade de oferecer experiências flexíveis, fáceis e que sejam livres para usar esses dispositivos com intuito de aceder a informações, fotos e aplicativos que estão na rede (Cezar 2008) 1. A ideia de redução de custos durante a actual recessão económica, é um factor muito aliciante para os CEOs de qualquer empresa, ainda para mais que consultoras como a BroadGroup, os aconselham a adoptarem iniciativas de Cloud Computing. No seu relatório sobre cloud computing, a BroadGroup afirma que os argumentos de redução de custos farão com que os CEOs instruam os seus responsáveis de TI e CIOs a adoptar plataformas em nuvem rapidamente, apesar da resistência à mudança por parte destes profissionais (ver contras mais à frente). "Os departamentos de tecnologia vão precisar de um certo empurrão para migrar rapidamente para o Cloud Computing, porque a mudança envolve alguma perda de controlo da sua parte. No entanto, é essencial que se envolvam no processo, porque existem numerosos riscos e 1 acedido em Pág. 12 de 28

13 problemas a gerir durante a migração", diz o relatório da consultora (BroadGroup 2009) 1. O Cloud Computing é, na opinião dos autores do relatório, "a tecnologia perfeita para a recessão ". Isto porque as reduções de custos que proporciona são agora mais facilmente quantificáveis, e os grandes nomes de peso da indústria começam a lançar produtos e serviços específicos para esta plataforma. "Para as empresas que estão a considerar a implementação de software empresarial, o Cloud Computing pode proporcionar potenciais poupanças de custos de até 25%", sustenta o documento. Esta plataforma também permite um corte nos custos relacionados com o desenvolvimento, ao mesmo tempo que torna possível o rápido lançamento de produtos e serviços no mercado, garante o BroadGroup. O relatório cita um artigo do McKinsey Quarterly escrito por Abhijit Dubey e Dilip Wagle, onde se dão exemplos concretos de reduções de custos proporcionadas pelo Cloud Computing. Os autores do artigo concluem que no caso de uma aplicação de CRM para 200 utilizadores, os custos de uma solução in-house seriam de 2,3 milhões de dólares, enquanto uma solução SaaS teria um custo de 1,6 milhões de dólares. Reduzindo a complexidade operacional, as empresas no futuro vão concentrar os esforços nos serviços fornecidos pela plataforma e não na implementação dos mesmos. Eliminação de custos Redução de custos ao nível de Hardware, pois toda a infra-estrutura de base que suporta os serviços passar a estar no lado do fornecedor de serviço, conduzindo também a uma optimização dos recursos energéticos, recursos justos e necessários em cada momento, sem prejudicar o serviço em horas de mais utilização e sem desaproveitar os recursos de energia nas horas de pouco uso. 1 acedido a 9 de Janeiro de Pág. 13 de 28

14 Optimização dos capitais investidos A redução do Total Cost of Ownership (TCO) da respectiva infra-estrutura, aliada a uma maior consciência da importância dos custos, é outro dos benefícios. Desvantagens Um estudo efectuado pela Gartner(WORLD 2009) 1 sugere que, além dos benefícios oferecidos pelo Cloud Computing, as empresas interessadas em adoptar essa arquitectura estejam muito atentas aos riscos ainda inerentes ao modelo, em especial, quanto à segurança da informação. Nesse sentido, a consultora elaborou sete principais problemas que os seus futuros clientes poderão enfrentar quando adoptarem e contratarem serviços baseados na computação em nuvem: 1. Acesso privilegiado de utilizadores: Dados sensíveis processados fora da empresa trazem um nível inerente de risco. Assim, os serviços de terceiros fogem dos meios de controlo físicos, lógicos e pessoais que as áreas de TI criam internamente nas suas empresas. Segundo a Gartner, como forma de precaução, teremos de recolher o máximo de informação relativamente a quem vai gerir os nossos dados e implementar e assegurar meios de controlo rigorosos. Será então necessário manter uma lista de quem detêm privilégios de administração das áreas contratadas e respectivos acessos numa base regular. 2. Compliance com regulamentação do país: As empresas são as responsáveis pela segurança e integridade de seus próprios dados, mesmo quando essas informações são geridas e mantidas por um fornecedor de serviços. Os tradicionais fornecedores de serviços estão sujeitos a auditores externos e a certificações de segurança. No entanto já os fornecedores de Cloud Computing que se recusem a suportar esse tipo de averiguação dão indicações aos 1 acedido em 7 de Janeiro de 2010 Pág. 14 de 28

15 clientes que o único uso para Cloud Computing é para questões triviais. 3. Localização dos dados: Quando uma empresa está a usar esta plataforma, ela provavelmente não sabe exactamente onde os dados estão armazenados. Na verdade, a empresa pode nem saber qual é o país em que as informações irão ser guardadas. Deveremos então perguntar aos fornecedores se eles estão dispostos a se comprometer em armazenar e em processar dados de acordo com jurisdições específicas do país de origem e assumir esse compromisso em contrato. 4. Segregação dos dados: Dados de uma empresa na nuvem coabitam tipicamente num ambiente com dados de outros clientes. A criptografia é efectiva, mas não é a cura para tudo. É necessário entender como efectivamente é efectuada a separação dos ambientes, em que moldes e que não existe possibilidade de ambientes distintos possam ser acedidos por quem não é suposto aceder. O fornecedor de Cloud Computing pode e deverá fornecer provas que a criptografia foi criada e desenhada por especialistas com experiência. 5. Recuperação dos dados: Mesmo não sabendo onde os dados estão localizados, as empresas que adoptem estes serviços devem assegurar-se que o seu fornecedor de Cloud Computing, em caso de algum desastre, tem planos de reposição de dados e serviços para os seus clientes, sendo que estes planos de continência devem estar bem definidos e testados de forma regular. Qualquer oferta que não replique os dados e a infra-estrutura de aplicações em diversas localidades está vulnerável a falhas. 6. Apoio à investigação criminal: A investigação de actividades ilegais pode se tornar impossível em Cloud Computing. Serviços desse tipo são especialmente difíceis de investigar porque o acesso e os dados dos vários utilizadores podem estar localizado em vários lugares e espalhados numa série de servidores que mudam regularmente. Pág. 15 de 28

16 7. Viabilidade a longo prazo: No mundo ideal, um fornecedor de Cloud Computing nunca irá falir ou ser adquirido por uma empresa maior que tem politicas e ideias opostas às da anterior. Mas uma situação como esta pode ser grave e todas as empresas precisam de garantir que os seus dados e serviços críticos estarão sempre disponíveis caso algo aconteça ao seu fornecedor de serviços. Desconhecimento O desconhecimento da plataforma por parte dos decisores, relativamente às suas potencialidades ainda é um contra. Segundo uma pesquisa elaborada pela Research Portio é elevado o nº de CIOs que reconhecem que não estão familiarizados com o Cloud Computing - 56% e apenas 37% afirmam ter conhecimento sobre o assunto. Este foi o resultado de um estudo encomendado pela COLT(OJE 2009) 1. Resistência à mudança Para um CIO que tem sob a sua responsabilidade uma larga equipa ou em certos casos um grande volume de data centers (conceito que se iniciou no sec.xxi), a sua preocupação mais óbvia é que o Cloud Computing represente uma ameaça, tal como o já foi com o outsourcing de serviços, podendo provocar com este novo paradigma, uma sensação de uma diminuição do seu império e esferas de influência. A CXO 2 baseada num estudo da Gartner indica que o Cloud Computing pode dar ainda mais controlo aos directores de TI. A mudança para soluções empresariais em Cloud pode, na verdade, colocar o departamento de TI numa posição de maior controlo do que antes, dada a possibilidade de haver uma centralização maior da funcionalidade e da tomada de decisões. 1 acedido em 9 de Janeiro de acedido em 9 de Janeiro de 2010 Pág. 16 de 28

17 Os profissionais da área, esses terão necessariamente que se adaptar às novas realidades, e reciclar conhecimentos. Confiança A segurança, latência, dependência excessiva da Internet, níveis de serviço e disponibilidade de serviços, são problemas que preocupam os executivos das TI. A confiança nesta nova plataforma dependerá da evolução da tecnologia que a suporta, dando a convicção necessária para ganharem a sua confiança, vendo assim assegurados os níveis de serviço compatíveis com as necessidades das empresas. A certeza de que os ISPs e os fornecedores do serviço de Cloud Computing, são detentores de práticas de ética bem regulamentadas, irá reduzir também os temores de práticas menos éticas. Custos No entanto, a computação em nuvem, nem sempre significa poupar dinheiro - na verdade ela pode levar uma empresa a aumentar os seus custos se for usada apenas para substituir o trabalho desenvolvido nas plataformas locais com uma cópia exacta para a nuvem. Saber quando redesenhar uma infra-estrutura, ou quando usar esta plataforma como forma de redução de custos é uma das questões críticas (Smith et al ) 1. Para os gestores de TI mais atentos, a questão dos custos poderá ser um problema na adopção de novas plataformas, pois em alguns dos casos, e de acordo com a Gartner, não devemos partir do princípio que a contratação de software como serviço é mais barata que o desenvolvimento de soluções in-house. A consultora de mercado acredita que a indústria de TI criou alguns mitos em torno do tema e que a realidade pode ser bem decepcionante se comparada a tais ideias, sobretudo no campo dos custos. O SaaS é, de facto, mais barato nos dois primeiros anos do contrato, diz a Gartner, mas o custo total de propriedade (TCO) ao fim de cinco anos seria 1 2&ref=g_sitelink, acedido em 10 de Janeiro de 2010 Pág. 17 de 28

18 mais reduzido com o desenvolvimento de soluções in-house, uma vez que permite a actualização constante das suas funcionalidades. Aconselhando as empresas a analisar cuidadosamente todos os aspectos do SaaS, o vicepresidente do Gartner, Robert DeSisto, diz-se preocupado com o facto de muitas empresas estarem a optar por implementações SaaS baseadas em falsos pressupostos" (CXO 2009) acedido em 10 de Janeiro de 2010 Pág. 18 de 28

19 Cloud Computing e os Sistemas Empresariais Móveis Com o aumento exponencial do mercado móvel e a necessidade das empresas acederem constantemente a recursos de modo a poderem executar as suas acções, torna-se necessário o desenvolvimento de novos serviços e aplicações que possam ser usados por dispositivos móveis, mais flexíveis, mais adaptáveis e mais ricos em funcionalidades. Estes desafios requerem uma infra-estrutura de suporte de software e hardware adequada à manipulação nos diversos contextos de utilização, originando ambientes dinâmicos com o objectivo de desenvolver serviços, mecanismos e interfaces (que escondam a complexidade existente). As empresas dispersas geograficamente usam cada vez mais tecnologias móveis para melhorar a sua eficiência e produtividade. Os sistemas de gestão de meios móveis são especialmente adequados para gerir, optimizar, ampliar a autonomia e eficiência operacional destas empresas com colaboradores dispersos. A maioria das empresas estima um retorno do investimento em mobilidade num prazo de dois anos. Para garantir o menor custo possível da solução é necessário delinear-se um projecto de mobilidade que garanta uma completa e adequada adaptação aos requisitos de cada empresa. É inquestionável a utilidade de um sistema dinâmico de controlo e gestão de meios que facilitem a organização e optimização de tarefas. No entanto, cada estrutura possui características e necessidades distintas. O planeamento desta solução tem de ser personalizado. Com a implementação de metodologias desenvolvidas para a mobilidade, as empresas podem despender menos tempo em acções que por norma retiram operacionalidade à execução das tarefas principais, por ex. sem uma ligação em tempo real com os sistemas de back-office vêm-se obrigados à utilização de papel e futura inserção no sistema (sujeitos a perda de tempo, erros e falta de rigor). Pág. 19 de 28

20 A própria imagem da empresa está em jogo. Um colaborador dessa organização, que domine e use a tecnologia móvel para aceder à informação necessária é, sem dúvida, competitivo e rentável (Knowledge Worker ou Information Worker). O mesmo acesso imediato a planos de trabalho e dados relevantes diminui drasticamente a necessidade de contactos telefónicos e dificuldades de compreensão. Com esta simplificação de processos controla-se as operações em tempo real, melhorando o desempenho da empresa bem como a sua imagem. A facturação é um ponto importante para a empresa cumprir o seu objectivo principal (maximização do lucro). Um sistema empresarial móvel permite-lhe concluir o processo de negócio com maior rapidez e fiabilidade. Mas como tudo isto é possível? Os sistemas de gestão de meios móveis actuam com base em informações recolhidas a partir de outros módulos de back-office como ERM/CRM, ERP e HRMS. As tarefas são optimizadas para melhorar o seu desempenho. Têm de ser acessíveis em qualquer lado e a sua resposta (a pedidos de informação crítica) são encaminhados de acordo com os factores tempo, tarefa, perfil do utilizador e perfil do equipamento. Todas as informações recolhidas pelos operadores (durante estas transacções de dados) são recolhidas de modo a constituir a base normativa da empresa, contribuindo para uma estruturação adequada dos dados, serviços e acessos. Com este tipo de recurso tecnológico as empresas economizam valores significativos. O desafio da mobilidade não é novo e na última década as grandes empresas de serviços e telecomunicações têm implementado sistemas móveis para gerir e agilizar as forças operacionais das empresas. As empresas podem assim dinamizar e potencializar os seus colaboradores e tarefas a todos os níveis. Pág. 20 de 28

21 É neste contexto que o cloud computing apresenta várias plataformas para os sistemas móveis. É uma tecnologia contínua, ubíqua e que muda a maneira de trabalhar, de pensar, do negócio e da comunicação 1,2 : - Muda a maneira de trabalhar o trabalho é mudar, inovar, criar. Pode ser executado em casa ou num local fora da empresa. Comunicamos, trabalhamos enquanto nos deslocamos e não há limites nem fronteiras físicas! - Muda a maneira de pensar os serviços disponibilizados deixa-nos usar e abusar de serviços com foco nos objectivos pessoais, deixando a cada um o que lhes é destinado e específico. - Muda a maneira como comunicamos reduz-se distâncias entre colaboradores, parceiros, clientes, fornecedores e amigos. As empresas podem resistir à evolução das tecnologias mas sem elas não conseguem viver ou serem melhores. As empresas que aproveitam os benefícios de uma nova tecnologia conseguem um posicionamento estratégico melhor nos mercados onde estão inseridos e os sistemas empresariais móveis oferecem essa capacidade! O cloud computing não é só uma maneira de pensar e fazer as coisas. Tornou-se uma ferramenta competitiva e de eficiência na economia global: - Colaboração entre empresas a informação é mais valiosa se estrategicamente partilhada entre empresas (parceiros, fornecedores, outsourcers em todo o mundo) - Actividade/empreendimento empresarial a existência de (cada vez mais) pequenas e médias empresas com necessidade de acesso a recursos a um baixo custo. Através do Cloud Computing podem ter esse acesso e respectiva oportunidade de crescimento. 1 acedido a 9 de Janeiro de 2010; 2 acedido em 9 de Janeiro de 2010 Pág. 21 de 28

Relatório de Progresso

Relatório de Progresso Luís Filipe Félix Martins Relatório de Progresso Mestrado Integrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores Preparação para a Dissertação Índice Introdução... 2 Motivação... 2 Cloud Computing (Computação

Leia mais

Gestão em Sistemas de Informação. Profa.: Me. Christiane Zim Zapelini E-mail: christianezapelini@nwk.edu.br

Gestão em Sistemas de Informação. Profa.: Me. Christiane Zim Zapelini E-mail: christianezapelini@nwk.edu.br Gestão em Sistemas de Informação Profa.: Me. Christiane Zim Zapelini E-mail: christianezapelini@nwk.edu.br Gestão em Sistemas de Informação Cloud Computing (Computação nas Nuvens) 2 Cloud Computing Vocês

Leia mais

Planejamento Estratégico de TI. Felipe Pontes felipe.pontes@gmail.com

Planejamento Estratégico de TI. Felipe Pontes felipe.pontes@gmail.com Planejamento Estratégico de TI Felipe Pontes felipe.pontes@gmail.com VPN Virtual Private Network Permite acesso aos recursos computacionais da empresa via Internet de forma segura Conexão criptografada

Leia mais

A computação na nuvem é um novo modelo de computação que permite ao usuário final acessar uma grande quantidade de aplicações e serviços em qualquer

A computação na nuvem é um novo modelo de computação que permite ao usuário final acessar uma grande quantidade de aplicações e serviços em qualquer A computação na nuvem é um novo modelo de computação que permite ao usuário final acessar uma grande quantidade de aplicações e serviços em qualquer lugar e independente da plataforma, bastando para isso

Leia mais

Conceito. As empresas como ecossistemas de relações dinâmicas

Conceito. As empresas como ecossistemas de relações dinâmicas Conceito As empresas como ecossistemas de relações dinâmicas PÁG 02 Actualmente, face à crescente necessidade de integração dos processos de negócio, as empresas enfrentam o desafio de inovar e expandir

Leia mais

Office 2010 e SharePoint 2010: Produtividade Empresarial no Seu Melhor. Folha de Factos

Office 2010 e SharePoint 2010: Produtividade Empresarial no Seu Melhor. Folha de Factos Office 2010 e SharePoint 2010: Produtividade Empresarial no Seu Melhor Folha de Factos A informação contida neste documento representa a visão actual da Microsoft Corporation sobre os assuntos discutidos,

Leia mais

Cloud Computing: Quando a nuvem pode ser um risco para o negócio. Marco Lima aka Mago Enterprise Technology Specialist

Cloud Computing: Quando a nuvem pode ser um risco para o negócio. Marco Lima aka Mago Enterprise Technology Specialist Cloud Computing: Quando a nuvem pode ser um risco para o negócio Marco Lima aka Mago Enterprise Technology Specialist 05 De onde vem o termo nuvem? Business Servidores SAN WAN SAN LANs Roteador NAS Switch

Leia mais

Virtualização e Consolidação de Centro de Dados O Caso da UTAD António Costa - acosta@utad.pt

Virtualização e Consolidação de Centro de Dados O Caso da UTAD António Costa - acosta@utad.pt Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Virtualização e Consolidação de Centro de Dados O Caso da UTAD António Costa - acosta@utad.pt Agenda A UTAD Virtualização Uma definição Introdução e abrangência

Leia mais

Computação em Nuvem: Riscos e Vulnerabilidades

Computação em Nuvem: Riscos e Vulnerabilidades Computação em Nuvem: Riscos e Vulnerabilidades Bruno Sanchez Lombardero Faculdade Impacta de Tecnologia São Paulo Brasil bruno.lombardero@gmail.com Resumo: Computação em nuvem é um assunto que vem surgindo

Leia mais

Fernando Seabra Chirigati. Universidade Federal do Rio de Janeiro EEL879 - Redes de Computadores II Professores Luís Henrique Costa e Otto Duarte

Fernando Seabra Chirigati. Universidade Federal do Rio de Janeiro EEL879 - Redes de Computadores II Professores Luís Henrique Costa e Otto Duarte Fernando Seabra Chirigati Universidade Federal do Rio de Janeiro EEL879 - Redes de Computadores II Professores Luís Henrique Costa e Otto Duarte Introdução Grid x Nuvem Componentes Arquitetura Vantagens

Leia mais

INTERNET HOST CONNECTOR

INTERNET HOST CONNECTOR INTERNET HOST CONNECTOR INTERNET HOST CONNECTOR IHC: INTEGRAÇÃO TOTAL COM PRESERVAÇÃO DE INVESTIMENTOS Ao longo das últimas décadas, as organizações investiram milhões de reais em sistemas e aplicativos

Leia mais

UMA VISÃO GERAL DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM

UMA VISÃO GERAL DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM UMA VISÃO GERAL DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM Ederson dos Santos Cordeiro de Oliveira 1, Tiago Piperno Bonetti 1, Ricardo Germano 1 ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil edersonlikers@gmail.com,

Leia mais

EXIN Cloud Computing Fundamentos

EXIN Cloud Computing Fundamentos Exame Simulado EXIN Cloud Computing Fundamentos Edição Maio 2013 Copyright 2013 EXIN Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser publicado, reproduzido, copiado ou armazenada

Leia mais

Com esta tecnologia Microsoft, a PHC desenvolveu toda a parte de regras de negócio, acesso a dados e manutenção do sistema.

Com esta tecnologia Microsoft, a PHC desenvolveu toda a parte de regras de negócio, acesso a dados e manutenção do sistema. Caso de Sucesso Microsoft Canal de Compras Online da PHC sustenta Aumento de 40% de Utilizadores Registados na Área de Retalho Sumário País: Portugal Industria: Software Perfil do Cliente A PHC Software

Leia mais

Maturidade da Impressão e Gestão Documental nas Organizações Nacionais

Maturidade da Impressão e Gestão Documental nas Organizações Nacionais Maturidade da Impressão e Gestão Documental nas Organizações Nacionais 1. Tendências na impressão e gestão documental 2. Modelo de maturidade da impressão e gestão documental 3. Q&A 2 Uma nova plataforma

Leia mais

COMPUTAÇÃO EM NUVEM: UM FUTURO PRESENTE

COMPUTAÇÃO EM NUVEM: UM FUTURO PRESENTE COMPUTAÇÃO EM NUVEM: UM FUTURO PRESENTE Andressa T.R. Fenilli 1, Késsia R.C.Marchi 1 1 Universidade Paranaense (UNIPAR) Paranavaí PR Brasil andressa.trf@gmail.com, kessia@unipar.br Resumo. Computação em

Leia mais

FAZER MAIS COM MENOS Maio 2012 White Paper

FAZER MAIS COM MENOS Maio 2012 White Paper CLOUD COMPUTING FAZER MAIS COM MENOS Maio 2012 CLOUD COMPUTING FAZER MAIS COM MENOS Cloud Computing é a denominação adotada para a mais recente arquitetura de sistemas informáticos. Cada vez mais empresas

Leia mais

Estado da Nação das TIC em Angola

Estado da Nação das TIC em Angola Estado da Nação das TIC em Angola CIO AGENDA ANGOLA 2013 AS TI TI COMO ALAVANCA DE CRESCIMENTO DO NEGÓCIO 21 de Maio, Hotel Sana Epic, Luanda Gabriel Coimbra General Manager, IDC Angola gcoimbra@idc.com

Leia mais

Paulo César Especialista de Soluções da ATM informática paulo.cesar@atminformatica.pt

Paulo César Especialista de Soluções da ATM informática paulo.cesar@atminformatica.pt Desktop Virtual Paulo César Especialista de Soluções da ATM informática paulo.cesar@atminformatica.pt Tendo em conta que a Virtualização será um dos principais alvos de investimento para o ano 2009 (dados

Leia mais

ZetesAthena Gestão in-store mais inteligente

ZetesAthena Gestão in-store mais inteligente ZetesAthena Gestão in-store mais inteligente WWW.ZETES.COM ALWAYS A GOOD ID Precisão de aprovisionamento para o retalhista omnicanal Evitar a perda de vendas As expetativas dos clientes estão a mudar e

Leia mais

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR CLOUD PARA AS SUAS APLICAÇÕES?

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR CLOUD PARA AS SUAS APLICAÇÕES? PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR CLOUD PARA AS SUAS APLICAÇÕES? As ofertas de cloud pública proliferaram e a cloud privada popularizou-se. Agora, é uma questão de como aproveitar o potencial

Leia mais

Infraestrutura: devo usar a nuvem? Prof. Artur Clayton Jovanelli

Infraestrutura: devo usar a nuvem? Prof. Artur Clayton Jovanelli Infraestrutura: devo usar a nuvem? Prof. Artur Clayton Jovanelli Conceitos principais Nuvem Local Dados (informações) Profissional Pessoal Procedimento padrão (modelo) Produzir Armazenar Como era... Como

Leia mais

Aluno: Tiago Castro da Silva

Aluno: Tiago Castro da Silva Faculdade Tecnodohms I Mostra de Ciência e Tecnologia Tecnologias de Virtualização para CLOUD COMPUTING Aluno: Tiago Castro da Silva CURSO: REDES DE COMPUTADORES A Computação evoluiu e Cloud Computing

Leia mais

E- Marketing - Estratégia e Plano

E- Marketing - Estratégia e Plano E- Marketing - Estratégia e Plano dossier 2 http://negocios.maiadigital.pt Indíce 1 E-MARKETING ESTRATÉGIA E PLANO 2 VANTAGENS DE UM PLANO DE MARKETING 3 FASES DO PLANO DE E-MARKETING 4 ESTRATÉGIAS DE

Leia mais

Faculdade Integrada do Ceará FIC Graduação em Redes de Computadores

Faculdade Integrada do Ceará FIC Graduação em Redes de Computadores Faculdade Integrada do Ceará FIC Graduação em Redes de Computadores Disciplina - Sistemas Distribuídos Prof. Andrey Halysson Lima Barbosa Aula 12 Computação em Nuvem Sumário Introdução Arquitetura Provedores

Leia mais

O futuro do planeamento financeiro e análise na Europa

O futuro do planeamento financeiro e análise na Europa EUROPA: RESULTADOS DA INVESTIGAÇÃO Elaborado por Research em colaboração com a SAP Patrocinado por O futuro do planeamento financeiro e análise na Europa LÍDERES FINANCEIROS PRONUNCIAM-SE SOBRE A SUA MISSÃO

Leia mais

CUSTO TOTAL DE PROPRIEDADE DO PANDA MANAGED OFFICE PROTECTION. 1. Resumo Executivo

CUSTO TOTAL DE PROPRIEDADE DO PANDA MANAGED OFFICE PROTECTION. 1. Resumo Executivo 1. Resumo Executivo As empresas de todas as dimensões estão cada vez mais dependentes dos seus sistemas de TI para fazerem o seu trabalho. Consequentemente, são também mais sensíveis às vulnerabilidades

Leia mais

Informática. Aula 7. Redes e Telecomunicações

Informática. Aula 7. Redes e Telecomunicações Informática Aula 7 Redes e Telecomunicações Comunicação Empresarial 2º Ano Ano lectivo 2003-2004 Introdução Para as empresas modernas funcionarem eficazmente, são vitais as ligações que conectam as suas

Leia mais

Apresentação da empresa

Apresentação da empresa Apresentação da empresa A SOFTIMPULSE é uma nova empresa de tecnologias de informática criada para dar resposta ao desenvolvimento da sua empresa. A SOFTIMPULSE integra soluções revolucionárias e tecnologicamente

Leia mais

Predictions Brasil 2015 Acelerando a Inovação na 3 a Plataforma

Predictions Brasil 2015 Acelerando a Inovação na 3 a Plataforma Predictions Brasil 2015 Acelerando a Inovação na 3 a Plataforma 1 IDC - Equipe Pietro Delai Reinaldo Sakis João Paulo Bruder Luciano Ramos Gerente de Pesquisa e Consultoria -Enterprise Gerente de Pesquisa

Leia mais

Posicionando-se para o futuro da computação em nuvem no Brasil

Posicionando-se para o futuro da computação em nuvem no Brasil Posicionando-se para o futuro da computação em nuvem no Brasil A parceria estratégica global estabelecida entre a Capgemini e a EMC acelera o desenvolvimento e o fornecimento de soluções de última geração

Leia mais

Microsoft Azure. Softmanager Soluções em TI. ModernBiz

Microsoft Azure. Softmanager Soluções em TI. ModernBiz Microsoft Azure Softmanager Soluções em TI ModernBiz Programação ModernBiz: seu caminho para a empresa moderna Visão geral do Microsoft Azure Principais soluções de negócios Hospede seus aplicativos na

Leia mais

Startups e Computação em Nuvem: A Combinação Perfeita

Startups e Computação em Nuvem: A Combinação Perfeita Universidade Federal do Ceará Startups e Computação em Nuvem: A Combinação Perfeita Flávio R. C. Sousa flaviosousa@ufc.br @flaviosousa www.es.ufc.br/~flavio 2013 Introdução 2,7 bilhões de usuários na internet

Leia mais

CONCEITOS E APLICAÇÕES DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM

CONCEITOS E APLICAÇÕES DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM CONCEITOS E APLICAÇÕES DA COMPUTAÇÃO EM NUVEM Rogério Schueroff Vandresen¹, Willian Barbosa Magalhães¹ ¹Universidade Paranaense(UNIPAR) Paranavaí-PR-Brasil rogeriovandresen@gmail.com, wmagalhaes@unipar.br

Leia mais

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA APRESENTAÇÃO CORPORATIVA 2015 Quem é a 2VG? A Empresa A 2VG Soluções Informáticas SA., é uma empresa tecnológica portuguesa, fundada em 2009, que surgiu para colmatar uma necessidade detetada no mercado

Leia mais

A ARTSOFT é uma empresa especializada no desenvolvimento e comercialização de soluções tecnológicas de apoio à gestão empresarial.

A ARTSOFT é uma empresa especializada no desenvolvimento e comercialização de soluções tecnológicas de apoio à gestão empresarial. POWERING BUSINESS QUEM SOMOS A ARTSOFT é uma empresa especializada no desenvolvimento e comercialização de soluções tecnológicas de apoio à gestão empresarial. Desde 1987 que desenvolvemos um trabalho

Leia mais

Simplifique: consolidando a gestão do ambiente de trabalho do usuário final

Simplifique: consolidando a gestão do ambiente de trabalho do usuário final Simplifique: consolidando a gestão do ambiente de trabalho do usuário final Para muitas organizações, a rápida proliferação das tecnologias para o usuário final tem demonstrado uma ambigüidade em seus

Leia mais

A Gestão de Configurações suporte dos Sistemas de Informação

A Gestão de Configurações suporte dos Sistemas de Informação A Gestão de Configurações suporte dos Sistemas de Informação O funcionamento dos sistemas e tecnologias de informação e comunicação têm nas organizações um papel cada vez mais crítico na medida em que

Leia mais

IP Communications Platform

IP Communications Platform IP Communications Platform A Promessa de Convergência, Cumprida As comunicações são essenciais para os negócios mas, em última análise, estas são conduzidas a nível pessoal no ambiente de trabalho e por

Leia mais

GIS Cloud na Prática. Fabiano Cucolo 26/08/2015

GIS Cloud na Prática. Fabiano Cucolo 26/08/2015 GIS Cloud na Prática Fabiano Cucolo 26/08/2015 Um pouco sobre o palestrante Fabiano Cucolo fabiano@soloverdi.com.br 11-98266-0244 (WhatsApp) Consultor de Geotecnologias Soloverdi Engenharia www.soloverdi.com.br.

Leia mais

PUB. Interface. Banca &Seguros

PUB. Interface. Banca &Seguros Interface Banca &Seguros PUB DOSSIER Marketing Bancário: focos em tempo de crise RADAR Sistema financeiro no triângulo estratégico DOSSIER Tecnologias de informação e gestão de fraude Tendências Mobilidade

Leia mais

SERVIÇO DE ANÁLISE DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES APLICABILIDADE PARA CALL-CENTERS VISÃO DA EMPRESA

SERVIÇO DE ANÁLISE DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES APLICABILIDADE PARA CALL-CENTERS VISÃO DA EMPRESA SERVIÇO DE ANÁLISE DE REDES DE TELECOMUNICAÇÕES APLICABILIDADE PARA CALL-CENTERS VISÃO DA EMPRESA Muitas organizações terceirizam o transporte das chamadas em seus call-centers, dependendo inteiramente

Leia mais

O que é Cloud Computing?

O que é Cloud Computing? O que é Cloud Computing? Referência The Economics Of The Cloud, Microsoft, Nov. 2010 Virtualização, Brasport, Manoel Veras, Fev. 2011. 2 Arquitetura de TI A arquitetura de TI é um mapa ou plano de alto

Leia mais

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS?

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS? PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS? As ofertas de nuvem pública proliferaram, e a nuvem privada se popularizou. Agora, é uma questão de como aproveitar o potencial

Leia mais

SEGURANÇA E GERENCIAMENTO DE APIs. Uma empresa da CA Technologies

SEGURANÇA E GERENCIAMENTO DE APIs. Uma empresa da CA Technologies www.layer7.com SEGURANÇA E GERENCIAMENTO DE APIs Uma empresa da CA Technologies Uma empresa da CA Technologies COMPONENTES DE APIs PARA A EMPRESA ABERTA A Layer 7 oferece soluções de segurança e gerenciamento

Leia mais

Business Intelligence & Performance Management

Business Intelligence & Performance Management Como medir a evolução do meu negócio? Tenho informação para esta decisão? A medição da performance é uma dimensão fundamental para qualquer actividade de gestão. Recorrentemente, qualquer gestor vê-se

Leia mais

Núvem Pública, Privada ou Híbrida, qual adotar?

Núvem Pública, Privada ou Híbrida, qual adotar? Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão e Tecnologia da Informação - Turma 25 03/04/2015 Núvem Pública, Privada ou Híbrida, qual adotar? Paulo Fernando Martins Kreppel Analista de Sistemas

Leia mais

O aumento da força de vendas da empresa

O aumento da força de vendas da empresa PHC dcrm O aumento da força de vendas da empresa O enfoque total na actividade do cliente, através do acesso remoto à informação comercial, aumentando assim a capacidade de resposta aos potenciais negócios

Leia mais

10 DICAS DE TECNOLOGIA PARA AUMENTAR SUA PRODUTIVIDADE NO TRABALHO

10 DICAS DE TECNOLOGIA PARA AUMENTAR SUA PRODUTIVIDADE NO TRABALHO 10 DICAS DE TECNOLOGIA PARA AUMENTAR SUA PRODUTIVIDADE NO TRABALHO UMA DAS GRANDES FUNÇÕES DA TECNOLOGIA É A DE FACILITAR A VIDA DO HOMEM, SEJA NA VIDA PESSOAL OU CORPORATIVA. ATRAVÉS DELA, ELE CONSEGUE

Leia mais

LINHA CRIATIVA, Informática & Soluções PORTFOLIO

LINHA CRIATIVA, Informática & Soluções PORTFOLIO LINHA CRIATIVA, Informática & Soluções PORTFOLIO 2015 A LINHA CRIATIVA é uma solução de TI focada em produtos inteligentes e simples, actuando no sector de empresas de médio e pequeno porte, nas áreas

Leia mais

PHC dcrm. Aumente o potencial da força de vendas da sua empresa ao aceder remotamente à informação comercial necessária à sua actividade

PHC dcrm. Aumente o potencial da força de vendas da sua empresa ao aceder remotamente à informação comercial necessária à sua actividade PHC dcrm DESCRITIVO O módulo PHC dcrm permite aos comerciais da sua empresa focalizar toda a actividade no cliente, aumentando a capacidade de resposta aos potenciais negócios da empresa. PHC dcrm Aumente

Leia mais

Anderson L. S. Moreira

Anderson L. S. Moreira Tecnologia da Informação Aula 10 Fato Real A batalha pelos dados Anderson L. S. Moreira anderson.moreira@ifpe.edu.br Instituto Federal de Pernambuco Recife PE Esta apresentação está sob licença Creative

Leia mais

Guia Rápido de Licenciamento do SQL Server 2012

Guia Rápido de Licenciamento do SQL Server 2012 Guia Rápido de Licenciamento do SQL Server 2012 Data de publicação: 1 de Dezembro de 2011 Visão Geral do Produto SQL Server 2012 é uma versão significativa do produto, provendo Tranquilidade em ambientes

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO GRUPO INCENTEA

APRESENTAÇÃO DO GRUPO INCENTEA APRESENTAÇÃO DO GRUPO INCENTEA Quem Somos Somos um grupo de empresas de prestação de serviços profissionais nas áreas das Tecnologias de Informação, Comunicação e Gestão. Estamos presente em Portugal,

Leia mais

EMBRATEL ENTREVISTA: Pietro Delai IDC Brasil DATA CENTER VIRTUAL - DCV

EMBRATEL ENTREVISTA: Pietro Delai IDC Brasil DATA CENTER VIRTUAL - DCV EMBRATEL ENTREVISTA: Pietro Delai IDC Brasil DATA CENTER VIRTUAL - DCV DATA CENTER VIRTUAL - DCV Em entrevista, Pietro Delai, Gerente de Pesquisa e Consultoria da IDC Brasil relata os principais avanços

Leia mais

Estratégia de TI. Posicionamento Estratégico da TI: como atingir o alinhamento com o negócio. Conhecimento em Tecnologia da Informação

Estratégia de TI. Posicionamento Estratégico da TI: como atingir o alinhamento com o negócio. Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação Estratégia de TI Posicionamento Estratégico da TI: como atingir o alinhamento com o negócio 2011 Bridge Consulting Apresentação

Leia mais

Proposta de Avaliação de Empresas para o uso do SAAS

Proposta de Avaliação de Empresas para o uso do SAAS 1 INSTITUTO DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PÓS-GRADUAÇÃO Gestão e Tecnologia da Informação/ IFTI 1402 Turma 25 09 de abril de 2015 Proposta de Avaliação de Empresas para o uso do SAAS Raphael Henrique Duarte

Leia mais

PHC dteamcontrol Externo

PHC dteamcontrol Externo PHC dteamcontrol Externo A gestão remota de projectos e de informação A solução via Internet que permite aos seus Clientes participarem nos projectos em que estão envolvidos, interagindo na optimização

Leia mais

O GRUPO AITEC. Breve Apresentação

O GRUPO AITEC. Breve Apresentação O GRUPO AITEC Breve Apresentação Missão Antecipar tendências, identificando, criando e desenvolvendo empresas e ofertas criadoras de valor no mercado mundial das Tecnologias de Informação e Comunicação

Leia mais

Cloud Computing O novo paradigma de Custeio. Anderson Baldin Figueiredo Consultor

Cloud Computing O novo paradigma de Custeio. Anderson Baldin Figueiredo Consultor Cloud Computing O novo paradigma de Custeio Anderson Baldin Figueiredo Consultor O momento da 3ª. Plataforma $$$$$ $ Conceituando Cloud Computing Mas o que significa cloud computing mesmo? Cloud = Evolução

Leia mais

Como usar a nuvem para continuidade dos negócios e recuperação de desastres

Como usar a nuvem para continuidade dos negócios e recuperação de desastres Como usar a nuvem para continuidade dos negócios e recuperação de desastres Há diversos motivos para as empresas de hoje enxergarem o valor de um serviço de nuvem, seja uma nuvem privada oferecida por

Leia mais

XOPVision Cloud Digital Signage

XOPVision Cloud Digital Signage XOPVision Cloud Digital Signage O que é o Digital Signage? Conceito O XOPVISION é uma ferramenta de comunicação que utiliza televisores, monitores, smartphones ou tablet s, estrategicamente localizados

Leia mais

ServidorEscola Plataforma Web de apoio Administrativo

ServidorEscola Plataforma Web de apoio Administrativo ServidorEscola Plataforma Web de apoio Administrativo Introdução Co-habitamos uma sociedade de informação universal, aliados ao paradigma da evolução tecnológica que se verifica e se revela como um meio

Leia mais

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE Modelo de Otimização de SAM Controle, otimize, cresça Em um mercado internacional em constante mudança, as empresas buscam oportunidades de ganhar vantagem competitiva

Leia mais

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br Corporativo Transformar dados em informações claras e objetivas que possibilitem às empresas tomarem decisões em direção ao sucesso. Com essa filosofia a Star Soft Indústria de Software e Soluções vem

Leia mais

Universo Online S.A 1

Universo Online S.A 1 Universo Online S.A 1 1. Sobre o UOL HOST O UOL HOST é uma empresa de hospedagem e serviços web do Grupo UOL e conta com a experiência de mais de 15 anos da marca sinônimo de internet no Brasil. Criado

Leia mais

Lexmark Print Management

Lexmark Print Management Lexmark Print Management O Lexmark Print Management permite-lhe optimizar a impressão em rede e criar uma vantagem informativa com uma solução que pode ser implementada localmente ou através da nuvem.

Leia mais

Agenda CLOUD COMPUTING I

Agenda CLOUD COMPUTING I Agenda O que é Cloud Computing? Atributos do Cloud Computing Marcos do Cloud Computing Tipos do Cloud Computing Camadas do Cloud computing Cloud Computing Tendências O Cloud Computing do Futuro Pros &

Leia mais

Serviços em Nuvem: Oportunidade para Operadoras Parte III

Serviços em Nuvem: Oportunidade para Operadoras Parte III Serviços em Nuvem: Oportunidade para Operadoras Parte III Este artigo introduz os conceitos de computação em nuvem, Cloud Computing, e a insere no contexto de mercado de serviços ao apresenta-la como uma

Leia mais

PT Web Conference. DGO Gestão de Oferta Empresarial Setembro de 2009

PT Web Conference. DGO Gestão de Oferta Empresarial Setembro de 2009 PT Web Conference Versão 1.0 DGO Gestão de Oferta Empresarial Setembro de 2009 Este documento é propriedade intelectual da PT e fica proibida a sua utilização ou propagação sem expressa autorização escrita.

Leia mais

Qualidade em e-serviços multicanal

Qualidade em e-serviços multicanal Qualidade em e-serviços multicanal Em anos recentes temos assistido a um grande crescimento dos serviços prestados pela internet (e-serviços). Ao longo deste percurso, os e-serviços têm também adquirido

Leia mais

CLOUD COMPUTING NAS EMPRESAS: NUVEM PÚBLICA OU NUVEM PRIVADA? nubeliu.com

CLOUD COMPUTING NAS EMPRESAS: NUVEM PÚBLICA OU NUVEM PRIVADA? nubeliu.com CLOUD COMPUTING NAS EMPRESAS: NUVEM PÚBLICA OU NUVEM PRIVADA? nubeliu.com SUMÁRIO Introdução... 4 Nuvem pública: quando ela é ideal... 9 Nuvem privada: quando utilizá-la... 12 Alternativas de sistemas

Leia mais

Convergência TIC e Projetos TIC

Convergência TIC e Projetos TIC TLCne-051027-P1 Convergência TIC e Projetos TIC 1 Introdução Você responde essas perguntas com facilidade? Quais os Projetos TIC mais frequentes? Qual a importância de BI para a venda de soluções TIC (TI

Leia mais

O seu escritório na nuvem - basta usar o browser.

O seu escritório na nuvem - basta usar o browser. 02 O seu escritório na nuvem - basta usar o browser. As soluções tecnológicas que encontra para melhorar a colaboração na sua empresa são muito caras e complexas? Pretende tornar as suas equipas mais ágeis

Leia mais

PHC Workflow CS. O controlo e a automatização de processos internos

PHC Workflow CS. O controlo e a automatização de processos internos PHC Workflow CS O controlo e a automatização de processos internos A solução que permite que um conjunto de acções a executar siga uma ordem pré-definida, de acordo com as normas da empresa, aumentando

Leia mais

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa Como implementar Social Media na empresa 1 As razões: Empresas ainda desconhecem benefícios do uso de redes sociais Das 2,1 mil empresas ouvidas em estudo do SAS Institute e da Harvard Business Review,

Leia mais

A gestão de processos de negócio: conceitos e ferramentas BPM

A gestão de processos de negócio: conceitos e ferramentas BPM FACULDADE DE LETRAS DA UNIVERSIDADE DO PORTO A gestão de processos de negócio: conceitos e ferramentas BPM Trabalho realizado por: Ana Luisa Veiga Filipa Ramalho Doutora Maria Manuela Pinto GSI 2007 AGENDA:

Leia mais

1 Descrição sumária. Varajão, Trigo e Barroso, O Gestor de Sistemas de Informação nas grandes empresas portuguesas, Computerworld, 2011.

1 Descrição sumária. Varajão, Trigo e Barroso, O Gestor de Sistemas de Informação nas grandes empresas portuguesas, Computerworld, 2011. O Gestor de Sistemas de Informação nas grandes empresas portuguesas João Varajão 1, António Trigo 2, João Barroso 1 1 Escola de Ciências e Tecnologia, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro 2 Instituto

Leia mais

O projecto de sistemas de informação para as empresas de "Facility Services" e sua rede de parceiros

O projecto de sistemas de informação para as empresas de Facility Services e sua rede de parceiros PREMIVALOR O projecto de sistemas de informação para as empresas de "Facility Services" e sua rede de parceiros Rita Oliveira SEIDOR roliveira@seidor.es Telef.: +351 210 001 686 Lisboa, 6 Dezembro 2007

Leia mais

PROPOSTA COMERCIAL. Produto: Exchange

PROPOSTA COMERCIAL. Produto: Exchange PROPOSTA COMERCIAL Produto: Exchange Sumário SOBRE A LOCAWEB 3 INFRAESTRUTURA DO DATA CENTER 4 SOLUÇÕES PROPOSTAS 5 BENEFÍCIOS LOCAWEB 6 CONDIÇÕES COMERCIAIS 7 PRAZOS E DEMAIS CONDIÇÕES 8 www.locaweb.com.br/exchange

Leia mais

PHC dcrm. Aumente o potencial da força de vendas da sua empresa, ao aceder remotamente à informação comercial necessária à sua actividade

PHC dcrm. Aumente o potencial da força de vendas da sua empresa, ao aceder remotamente à informação comercial necessária à sua actividade O módulo PHC dcrm permite aos comerciais da sua empresa focalizar toda a actividade no cliente, aumentando a capacidade de resposta aos potenciais negócios da empresa. PHC dcrm Aumente o potencial da força

Leia mais

Vantagem Garantida PHC

Vantagem Garantida PHC Vantagem Garantida PHC O Vantagem Garantida PHC é um aliado para tirar maior partido das aplicações PHC A solução que permite à empresa rentabilizar o seu investimento, obtendo software actualizado, formação

Leia mais

Instituto Superior de Engenharia do Porto Administração de Sistemas Informáticos I Clusters

Instituto Superior de Engenharia do Porto Administração de Sistemas Informáticos I Clusters Instituto Superior de Engenharia do Porto Administração de Sistemas Informáticos I Clusters Trabalho elaborado por: 980368 - Sérgio Gonçalves Lima 1010949 - Nisha Sudhirkumar Chaganlal Clusters O que é

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

ITIL v3 melhora Gestão de Serviço de TI no CHVNG/Espinho

ITIL v3 melhora Gestão de Serviço de TI no CHVNG/Espinho Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/Espinho ITIL v3 melhora Gestão de Serviço de TI no CHVNG/Espinho Sumário País Portugal Sector Saúde Perfil do Cliente O Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/Espinho envolve

Leia mais

Google Site Search Pesquisa de websites do Google para sua organização

Google Site Search Pesquisa de websites do Google para sua organização Google Site Search Folha de dados Google Site Search Pesquisa de websites do Google para sua organização Google Site Search Para mais informações, visite: http://www.google.com/enterprise/search/ Quais

Leia mais

Serviço a Pedido ( On Demand ) da CA - Termos e Política de Manutenção Em vigor a partir de 1 de Setembro de 2010

Serviço a Pedido ( On Demand ) da CA - Termos e Política de Manutenção Em vigor a partir de 1 de Setembro de 2010 Serviço a Pedido ( On Demand ) da CA - Termos e Política de Manutenção Em vigor a partir de 1 de Setembro de 2010 A Manutenção do Serviço a Pedido ( On Demand ) da CA consiste numa infra-estrutura de disponibilidade

Leia mais

PLANEAMENTO ESTRATÉGICO DE SI/TI

PLANEAMENTO ESTRATÉGICO DE SI/TI (1) PLANEAMENTO ESTRATÉGICO DE SI/TI Docente: Turma: T15 Grupo 5 Mestre António Cardão Pito João Curinha; Rui Pratas; Susana Rosa; Tomás Cruz Tópicos (2) Planeamento Estratégico de SI/TI Evolução dos SI

Leia mais

NET, Claro e Embratel se unem para transformar a oferta de telecomunicações e entretenimento no Brasil

NET, Claro e Embratel se unem para transformar a oferta de telecomunicações e entretenimento no Brasil NET, Claro e Embratel se unem para transformar a oferta de telecomunicações e entretenimento no Brasil Empresas investem na integração das suas redes e lançam a mais completa oferta convergente de serviços

Leia mais

Mensagens ambientais da HP

Mensagens ambientais da HP Mensagens ambientais da HP Definição da promessa Projeto para o meio ambiente Por ser líder ambiental há décadas no setor tecnológico, a HP faz a diferença com um projeto abrangente de estratégia ambiental,

Leia mais

Conceitos Básicos de Rede. Um manual para empresas com até 75 computadores

Conceitos Básicos de Rede. Um manual para empresas com até 75 computadores Conceitos Básicos de Rede Um manual para empresas com até 75 computadores 1 Conceitos Básicos de Rede Conceitos Básicos de Rede... 1 A Função de Uma Rede... 1 Introdução às Redes... 2 Mais Conceitos Básicos

Leia mais

Web2Doctors: Saúde Fora da Caixa

Web2Doctors: Saúde Fora da Caixa Com uma interface intuitiva feita com recursos da Web 2.0, pela qual se acessa um Prontuário Eletrônico do Paciente configurável com um workflow para todos os departamentos de uma clínica ou hospital,

Leia mais

Redução da pegada carbónica dos clientes da PT Portugal

Redução da pegada carbónica dos clientes da PT Portugal Redução da pegada carbónica dos clientes da PT Portugal 1 Redução da pegada carbónica dos clientes da PT Portugal As alterações verificadas no comportamento dos consumidores, consequência dos novos padrões

Leia mais

Sistemas Integrados de Gestão Empresarial

Sistemas Integrados de Gestão Empresarial Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Administração Tecnologia e Sistemas de Informação - 05 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

PHC Recursos Humanos CS

PHC Recursos Humanos CS PHC Recursos Humanos CS A gestão total dos Recursos Humanos A solução que permite a optimização da selecção e recrutamento, a correcta descrição de funções, a execução das avaliações de desempenho e a

Leia mais

Perguntas frequentes dos vendedores sobre preços e licenciamento do SQL Server 2012

Perguntas frequentes dos vendedores sobre preços e licenciamento do SQL Server 2012 Perguntas frequentes dos vendedores sobre preços e licenciamento do SQL Server 2012 Publicado: 3 de Novembro de 2011 Direitos autorais Este documento foi desenvolvido antes da fabricação do produto, portanto

Leia mais

SHAREPOINT 2010. Ligação e autonomização das pessoas. Plataforma de colaboração

SHAREPOINT 2010. Ligação e autonomização das pessoas. Plataforma de colaboração prorm Microsoft Projectos SharePoint e Recursos 2010 SHAREPOINT 2010 Plataforma de colaboração O SharePoint 2010 é uma plataforma de colaboração de negócios que lhe permite ligar e autonomizar as pessoas

Leia mais

TRIBUTAÇÃO NA NUVEM. Tax Friday 21 de outubro de 2011 AMCHAM - RJ

TRIBUTAÇÃO NA NUVEM. Tax Friday 21 de outubro de 2011 AMCHAM - RJ TRIBUTAÇÃO NA NUVEM Tax Friday 21 de outubro de 2011 AMCHAM - RJ PROGRAMA 1. INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO EM NUVEM CONCEITOS APLICÁVEIS 2. PRINCIPAIS OPERAÇÕES E ASPECTOS TRIBUTÁRIOS POLÊMICOS INTRODUÇÃO À

Leia mais

gerenciando o desempenho de serviços em uma empresa conectada na nuvem CA Business Service Insight Julho de 2011

gerenciando o desempenho de serviços em uma empresa conectada na nuvem CA Business Service Insight Julho de 2011 gerenciando o desempenho de serviços em uma empresa conectada na nuvem CA Business Service Insight Julho de 2011 a computação na nuvem está presente em todos os lugares e está crescendo 72% das empresas

Leia mais

Estudo de caso. Varejo/Atacado Força de vendas Estudo de caso comercial

Estudo de caso. Varejo/Atacado Força de vendas Estudo de caso comercial Estudo de caso Representantes de vendas da Diarco otimizam o sistema de pedidos em mais de 50.000 lojas em todo o país com a Mobile Empresa: Diarco é a principal empresa de comércio atacadista de auto-atendimento

Leia mais