UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO DIRETORIA DE MATERIAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO DIRETORIA DE MATERIAL"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO DIRETORIA DE MATERIAL Reagentes disponíveis para aquisição pelo Sistema de Registro de Preços/UFV Pregão 19/ Processo /2014 Vigência da ata: 12/06/2015 Orientações aos interessados na aquisição do item listado abaixo: Código SIM No sistema de compra de materiais (SIM) Material de Consumo, basta digitar o respectivo código SIM. 2. Em Quantidade, informar a quantidade que se deseja adquirir do item. 3. Em Valor Total, informar um valor qualquer (ex.: 1). 3.1 O sistema fará, automaticamente, a multiplicação da quantidade que se deseja adquirir pelo preço unitário do item. 4. Quando for adicionar o item, aparecerá a pergunta Este produto consta do processo de Registro de Preço /2014, Você deseja aderir a este processo?. Favor responder OK. 5. Quanto à pergunta O item possui as 3(três) pesquisas de preço?, favor responder NÃO. 5.1 Como o processo de compra já foi finalizado, a pergunta sobre a pesquisa de preço deve ser ignorada. Por isso, responda NÃO. 6. O campo Descrição Complementar deve ficar em branco. 7. O item abaixo faz parte de um processo de compra (000378/2014) e, portanto, pode ser incluído numa única solicitação. 7.1 No registro de preço, uma solicitação deve ser feita para cada processo de compra. Especificação FOSFATO AMÔNIO MONOBÁSICO, FÓRMULA QUÍMICA NH4H2PO4, ASPECTO FÍSICO PÓ BRANCO, PUREZA MÍNIMA 99%, PESO MOLECULAR 115,03 G/MOL, REAGENTE P.A., CAS ÁCIDO ASCÓRBICO, ASPECTO FÍSICO PÓ BRANCO, FÓRMULA QUÍMICA C6H8O6, PESO MOLECULAR 176,13 G/MOL, PUREZA MÍNIMA 99%, REAGENTE P.A., CAS ÁCIDO MALÔNICO, FÓRMULA QUÍMICA CH2(COOH)2, ASPECTO FÍSICO PÓ BRANCO CRISTALINO, PESO MOLECULAR 104,06 G/ MOL, PUREZA MÍNIMA DE 99%, REAGENTE, CAS ÁCIDO BÓRICO, ASPECTO FÍSICO CRISTAL INCOLOR PÓ/GRÂNULO BRANCO, PUREZA MINIMA 99,5%, COMP. QUÍMICA H3BO3, REAGENTE P.A., CAS CLORETO DE CÁLCIO, ASPECTO FÍSICO PÓ, FÓRMULA QUÍMICA CACL2.2H2O, PUREZA MÍNIMA 99%, PESO MOLECULAR 147,01 G/MOL, REAGENTE P.A., CAS Marca Valor Unitário (R$) Unidade Anidrol 36,00 KG Proquimios 31,99 KG Anidrol 2,40 G Exodo 10,00 KG Exodo 10,00 KG

2 TIOURÉIA, ANIDRO, FÓRMULA QUÍMICA C4N2S, PUREZA MÍNIMA DE 99%, ASPECTO FÍSICO CRISTAL BRANCO, INODORO, PESO MOLECULAR 76,12 G/MOL, REAGENTE ACS, CAS ÉTER DE PETRÓLEO, FÓRMULA QUÍMICA MISTURA DE HIDROCARBONETOS DERIVADOS DO PETRÓLEO, LÍQUIDO INCOLOR, LÍMPIDO, ODOR DE GASOLINA, FAIXA DEST. DESTILADOS ENTRE 30 E 60 C, PUREZA MÍNIMA DE 99,5%, REAGENTE P.A., CAS , FRASCO DE 1 LITRO. GLICERINA, FÓRMULA QUÍMICA C3H8O3, LÍQUIDO VISCOSO, INCOLOR, HIGROSCÓPICO, PESO MOLECULAR 92,09 G/MOL, PUREZA MÍNIMA DE 99,5%, REAGENTE P..A., CAS PERÓXIDO HIDROGÊNIO, ASPECTO FÍSICO LÍQUIDO INCOLOR, COMPOSIÇÃO BÁSICA H2O2, PESO MOLECULAR 34,01 MOL, PUREZA MÍNIMA 30%, REAGENTE P.A, CAS , FRASCO DE ML TRIS - HIDROXIMETIL AMINOMETANO, FÓRMULA QUÍMICA C4H11NO3, ASPECTO FÍSICO PÓ BRANCO CRISTALINO, PESO MOLECULAR 121,14 G/MOL, PUREZA MÍNIMA 99,8%, ISENTO DE DNASE/RNASE, REAGENTE P/BIOLOGIA MOLECUALR, CAS L-CISTEINA - ANIDRA,FÓRMULA QUÍMICA C3H7NO2S, ASPECTO FÍSICO PÓ CRISTALINO OU CRISTAL BRANCO, PESO MOLECULAR 121,16 G/MOL, PUREZA MÍNIMA DE 99%, REAGENTE CAS N,N,N,N-TETRAMETIL ETILENODIAMINA -TEMED, ASPECTO FÍSICO LÍQUIDO CLARO, COMPOSIÇÃO QUÍMICA C6H16N2, PESO MOLECULAR 116,21 G/MOL, PUREZA MÍNIMA 99%, REAGENTE P.A., CAS SULFATO DE COBRE II PENTAHIDRATADO, COMPOSIÇÃO QUÍMICA CUSO4.5H2O, PUREZA MÍNIMA DE 99%, PESO MOLECULAR 249,68 G/MOL, PÓ FINO CRISTAL AZUL, REAGENTE P.A.. N,N-DIMETILFOMAMIDA (DMF), COMPOSIÇÃO QUÍMICA C3H7NO, ASPECTO FÍSICO LÍQUIDO CLARO, PESO MOLECULAR 73,09 G/MOL, PUREZA MÍNIMA 99,8%, REAGENTE P.A., CAS CARVÃO ATIVADO, FÓRMULA QUÍMICA C, ASPECTO FÍSICO PÓ PRETO, INODORO, PESO MOLECULAR 12,01 G/MOL, PUREZA MÍNIMA 90%, REAGENTE P.A., CAS ÓXIDO DE DEUTÉRIO, FÓRMULA QUÍMICA D2O, ASPECTO FÍSICO LÍQUIDO LÍMPIDO, INCOLOR, PESO MOLECULAR 20,03 G/MOL, PUREZA MÍNIMA 99,9 ATOM %D, REAGENTE, CAS DIMETILSULFÓXIDO, COMPOSIÇÃO QUÍMICA (CH3)2SO, ASPECTO FÍSICO LÍQUIDO LÍMPIDO, PUREZA MÍNIMA 99,9%, PESO MLECULAR 78,13 MOL, REAGENTE P.A., CAS , FRASCO DE 1 LITRO ACETATO DE AMÔNIO, FÓRMULA QUÍMICA NH4C2H3O2, ASPECTO FÍSICO CRISTAL BRANCO, PESO MOLECULAR 77,08 G/MOL, PUREZA MÍNIMA 98%, REAGENTE P.A., CAS Dinâmica 0,039 G Anidrol 20,00 FR Neon 10,90 L Anidrol 8,80 FR Anidrol 124,00 KG Dinâmica 5,99 G Vetec 1,02 ML Isofar 0,02 G Anidrol 15,90 L Isofar 0,04 G Sigma 4,18 G Anidrol 37,90 FR Proquimios 28,39 KG

3 ÁCIDO INDOL-3-BUTÍRICO, FÓRMULA QUÍMICA C12H13NO2, ASPECTO FÍSICO CRISTAL INCOLOR A LEVEMENTE ESBRANQUIÇADO, INODORO, PESO MOLECULAR 203,24 G/MOL, PUREZA MÍNIMA DE 99%, REAGENTE, CAS , FRASCO DE 5 GRAMAS FOSFATO DE SÓDIO MONOBÁSICO ANIDRO, FÓRMULA QUÍMICA NAH2PO4, ASPECTO FÍSICO PÓ FINO DE CRISTAIS BRANCOS, INODORO, HIGROSCÓPICO, PUREZA MÍNIMA 98%, PESO MOLECULAR 119,98 G/MOL, REAGENTE P.A., CAS FORMOL - FORMALDEÍDO, FÓRMULA QUÍMICA H2CO, PESO MOLECULAR 30,03 G/MOL, PUREZA MÍNIMA 35%,, ASPECTO FÍSICO LÍQUIDO INCOLOR, REAGENTE P.A., CAS FOSFATO DE CÁLCIO BIBÁSICO ANIDRO, FÓRMULA QUÍMICA CAHPO4, ASPECTO FÍSICO PÓ BRANCO, PUREZA MÍNIMA DE 98%, PESO MOLECULAR 136,06 G/MOL, REAGENTE CAS TIAMINA, - SAL HIDROCLORETO, FÓRMULA QUÍMICA C12H17CLN4SO.HCL, ASPECTO FÍSICO PÓ FINO, BRANCO, CRISTALINO, PUREZA 99%,, REAGENTE P.A., CAS METANOL - ÁLCOOL METÍLICO, ASPECTO FÍSICO LÍQUIDO, PUREZA MÍNIMA DE 99,8%, COMPOSIÇÃO QUÍMICA CH3OH, PESO MOLECULAR 32,04 G/MOL, REAGENTE P/ UV/HPLC, CAS NITROBENZENO, FÓRMULA QUÍMICA C6H5NO2, ASPECTO FÍSICO LÍQUIDO OLEOSO, INCOLOR A LEVEMENTE AMARELADO, PUREZA MÍNIMA 99%, PESO MOLECULAR 123,10 G/MOL, REAGENTE P.A., CAS ÓXIDO DE TITÂNIO, FÓRMULA QUÍMICA TIO2, ASPECTO FÍSICO PÓ BRANCO, INODORO, PESO MOLECULAR 79,87 G/MOL, PUREZA MÍNIMA 99%, REAGENTE P.A. CAS ÁCIDO FOSFÓRICO ORTO, FÓRMULA QUÍMICA H3PO4, PESO MOLECULAR 98 G/MOL, PUREZA TEOR MÍNIMO 85%, ASPECTO FÍSICO LÍQUIDO INCOLOR, INODORO, REAGENTE P.A., CAS FOSFATO DE POTÁSSIO DIBÁSICO ANIDRO, COMPOSIÇÃO QUÍMICA K2HPO4, ASPECTO FÍSICO PÓ BRANCO CRISTALINO, INODORO, PESO MOLECULAR 174,18 G/MOL, PUREZA MÍNIMA 98%, REAGENTE P.A., CAS ZINCO, FÓRMULA QUÍMICA ZN, ASPECTO FÍSICO PÓ CINZA, PUREZA MÍNIMA 99,8%, PESO MOLECULAR 65,38 G/MOL, REAGENTE P.A., CAS SULFATO DE POTÁSSIO, COMPOSIÇÃO QUÍMICA K2SO4, PESO MOLECULAR 174,26 G/MOL, PUREZA MÍNIMA 99%, ASPECTO FÍSICO CRISTAIS BRANCO INODORO, REAGENTE P.A., CAS SULFATO FERROSO, - SULFATO DE FERRO II HEPTAHIDRATADO, COMPOSIÇÃO QUÍMICA FESO4.7H2O, PESO MOLECULAR 278,01 G/MOL, PUREZA MÍNIMA 99%, REAGENTE P.A., CAS CASEÍNA, ASPECTO FÍSICO PÓ BRANCO, INODORO, PUREZA MÍNIMA DE 95%, REAGENTE USP, CAS Neon 32,99 FR Anidrol 23,00 KG Anidrol 7,70 L Isofar 0,04 G Neon 0,48 G Anidrol 11,00 L Vetec 75,00 L Dinâmica 0,089 G Anidrol 18,00 L Neon 34,99 KG Dinâmica 30,19 KG Dinâmica 29,99 KG Anidrol 18,00 KG Dinâmica 0,23 G

4 ÁCIDO SULFÂMICO, FÓRMULA QUÍMICA H2NSO3H, ASPECTO FÍSICO CRISTAL BRANCO OU INCOLOR, INODORO, CORROSIVO, PESO MOLECULAR 97,09 G/MOL, PUREZA MÍNIMA 99%, REAGENTE P.A., CAS CONJUNTO PARA ANÁLISE, APLICAÇÃO PARA PCR EM TEMPO REAL, COMPO. MISTURA PARA REAÇÃO, TAQ DNA POLIMERASE, UNG,, DNTPS, SOLUÇÕES TAMPÃO, 2X, CORANTE CIANINA, CORANTE PARA CONTROLE INTERNO SULFATO DE CÁLCIO DIHIDRATADO, FÓRMULA QUÍMICA CASO4.2H2O, ASPECTO FÍSICO PÓ GRANULAR BRANCO, INODORO, PESO MOLECULAR 172,17 G/MOL, PUREZA MÍNIMA. 99%, PRECIPITADO, REAGENTE P.A., CAS ÁCIDO BARBITÚRICO, FÓRMULA QUÍMICA C4H4N2O3, ASPECTO FÍSICO PÓ BRANCO CRISTALINO, PESO MOLECULAR 128,08 G/MOL, PUREZA MÍNIMA 99%, REAGENTE P.A., CAS BIOTINA, FÓRMULA QUÍMICA C10H16N2O3S, PESO MOLECULAR 244,32 G/MOL, PUREZA MÍNIMA 99%, ASPECTO FÍSICO PÓ BRANCO, REAGENTE, CAS BIS ACRILAMIDA, ASPECTO FÍSICO PÓ, CONCENTRAÇÃO MAIOR 99%, LIVRE DNASE, RNASE E PROTEASE, FRASCO 25 G GLUTARALDEÍDO, COMPOSIÇÃO QUÍMICA C5H8O2, ASPECTO FÍSICO LÍQUIDO, PESO MOLECULAR 100, G/MOL, PUREZA TEOR DE 25%, REAGENTE EM SOLUÇÃO AQUOSA, CAS FOSFATO DE SÓDIO BIBÁSICO HEPTAHIDRATADO, FÓRMULA QUÍMICA NA2HPO4.7H2O, ASPECTO FÍSICO PÓ FINO DE CRISTAIS BRANCOS, INODORO, PUREZA MÍNIMA DE 99%, REAGENTE P.A., CAS NITRATO DE CÁDMIO, FÓRMULA QUÍMICA CD(NO3)2.4H2O, ASPECTO FÍSICO PÓ BRANCO, INODORO, PESO MOLECULAR 308,48 G/MOL, PUREZA MÍNIMA DE 99%, REAGENTE P.A. ACS, CAS BIPIRIDINA, - 2,2,-BIPIRIDINA, FÓRMULA QUÍMICA C10H8N2, ASPECTO FÍSICO CRISTAL BRANCO, PESO MOLECULAR 156,19 G/MOL, PUREZA MÍNIMA DE 99%, REAGENTE P.A., CAS ,. SULFATO DE MAGNÉSIO, ANIDRO, COMPOSIÇÃO MGSO4, ASPECTO FÍSICO CRISTAL INCOLOR, PUREZA MINIMA 99,%, PESO MOLECULAR 120,37 G/MOL, REAGENTE ACS, CAS CLORETO DE AMÔNIO, FÓRMULA QUÍMICA NH4CL, ASPECTO FÍSICO PÓ CRISTALINO BRANCO, PESO MOLECULAR 53,49 MOL, PUREZA MÍNIMA 99,8%, REAGENTE P.A., CAS CLORITO DE SÓDIO, FÓRMULA QUÍMICA NACL02, ASPECTO FÍSICO PÓ BRANCO, MASSA MOLAR 90, G/MOL, PUREZA MÍNIMA DE 78%, REAGENTE P.A., CAS HIDRÓXIDO DE BÁRIO, FÓRMULA QUÍMICA BA(OH)2.8H2O, ASPECTO FÍSICO PÓ, INODORO, PESO MOLECULAR 315,48 G/MOL, PUREZA MÍNIMA DE 98%, Anidrol 18,70 KG Chem-God 1049,00 CJ Dinâmica 32,95 KG Anidrol 5,00 G Anidrol 100,00 G Ludwig Biotec 59,99 FR Anidrol 28,40 L Anidrol 21,00 KG Vetec 0,34 G Anidrol 5,00 G Dinâmica 74,99 KG Neon 0,011 G Neon 15,00 G Dinâmica 0,089 G

5 REAGENTE ACS, CAS BISSULFITO DE SÓDIO, ASPECTO FÍSICO PÓ BRANCO CRISTALINO, FÓRMULA QUÍMICA NAHSO3, PESO MOLECULAR 104,06 G/MOL, GRAU DE PUREZA TEOR DE (SO2) MÍN. DE 58,5%, CAS , REAGENTE P.A. CLORETO DE FERRO, ASPECTO FÍSICO PÓ CINZA ESVERDEADO ESCURO A PRETO, COMPOSIÇÃO QUÍMICA FECL3 ANIDRO, PESO MOLECULAR 162,21 G/MOL, PUREZA MÍNIMA DE 98 %, REAGENTE P.A., CAS TETRABORATO DE SÓDIO ANIDRO, FÓRMULA QUÍMICA NA2B4O7, ASPECTO FÍSICO PÓ BRANCO, CRISTALINO, INODORO, PUREZA MINIMA 99,5%. PESO MOLECULAR 381,37 G/MOL, REAGENTE P.A., ACS ISO, CAS REAGENTE ANALÍTICO, (TRIZOL), COMPONENTES ISOTIOCIANATO DE GUANIDINA E FENOL, ASPECTO FÍSICO LÍQUIDO, FRASCO 100 ML METIL TER-BUTIL ÉTER (MTBE), ASPECTO FÍSICO LÍQUIDO LÍMPIDO, INCOLOR, ODOR DE ÉTER, PUREZA MÍNIMA 99,8%, FÓRMULA QUÍMICA C5H12O, PESO MOLECULAR 88,15 G/MOL, REAGENTE P/ HPLC, CAS , FRASCO DE 1 LITRO XILENO, COMPOSIÇÃO QUÍMICA C6H4(CH3)2 - (P-XILENO), ASPECTO FÍSICO LÍQUIDO LÍMPIDO, INCOLOR, INFLAMÁVEL, PESO MOLECULAR 106,17 G/MOL, PUREZA MÍNIMA 99%, REAGENTE P.A., CAS , FRASCO DE 1000 ML FOSFATO DE POTÁSSIO MONOBÁSICO ANIDRO, FÓRMULA QUÍMICA KH2PO4, ASPECTO FÍSICO PÓ BRANCO, PESO MOLECULAR 136,09 G/MOL, PUREZA MÍNIMA 99%, REAGENTE P.A., CAS FOSFATO DE POTÁSSIO MONOBÁSICO ANIDRO, FÓRMULA QUÍMICA KH2PO4, ASPECTO FÍSICO PÓ BRANCO CRISTALINO, INODORO, PESO MOLECULAR 136,09 G/MOL, PUREZA MÍNIMA 99%, REAGENTE TESTADO EM CULTURA DE CÉLULAS, CAS SULFATO DE MANGANÊS, PESO MOLECULAR 169,02 G/MOL, ASPECTO FÍSICO PÓ FINO, ROSA PÁLIDO, HIGROSCÓPIO, FÓRMULA QUÍMICA MNSO4.H2O (MONOHIDRATADO), GRAU PUREZA MÍNIMA 99%, REAGENTE P.A. ACS, CAS NITRATO DE FERRO, ASPECTO FÍSICO CRISTAIS INCOLORES A VIOLETA PÁLIDO, HIGROSCÓPICOS, PESO MOLECULAR 404,00 G/MOL, COMPOSIÇÃO QUÍMICA FE(NO3)3.9H2O (FERRO III NONAHIDRATADO) PUREZA MÍNIMA 98 %, REAGENTE P.A., CAS CITRATO FERRO III, ASPECTO FÍSICO PÓ DE COLORAÇÃO VERMELHA OU MARROM, PESO MOLECULAR 298,99 G/MOL, FÓRMULA QUÍMICA FEC6H5O7.3H2O, GRAU PUREZA MÍNIMA DE 98,5 %, REAGENTE, CAS IODETO DE POTÁSSIO, FÓRMULA QUÍMICA KI, ASPECTO FÍSICO PÓ BRANCO CRISTALINO, PUREZA MÍNIMA 99%, PESO MOLECULAR 166,01 G/MOL, REAGENTE P.A., CAS Isofar 0,01 G Anidrol 57,00 KG Neon 0,073 G Ludwig Biotec 428,00 FR Sigma 173,00 FR Proquimios 17,87 FR Dinâmica 38,91 KG Anidrol 28,40 KG Dinâmica 20,06 KG Neon 0,14 G Dinâmica 0,74 G Vetec 336,00 KG

6 SULFATO DE AMÔNIO E FERRO, DODECAHIDRATADO, FÓRMULA QUÍMICA FH4FE(SO4)2.12H2O, ASPECTO FÍSICO PÓ/CRISTAL INCOLOR À LEV. ARROXEADO, PESO MOLECULAR 482,19 G/MOL, PUREZA MÍNIMA DE 99 %, REAGENTE P.A. ACS, CAS , FRASCO DE 1 KG ÁLCOOL AMÍLICO - ÁLCOOL ISOAMÍLICO; 3-METIL-1-BUTANOL, COMPOSIÇÃO QUÍMICA C5H12O, ASPECTO FÍSICO LÍQUIDO LÍMPIDO, INCOLOR, ODOR DESAGRADÁVEL, PESO MOLECULAR 88,15 G/MOL, PUREZA MÍNIMA 99,8%, REAGENTE P.A., CAS ÁCIDO ACÉTICO, ASPECTO FÍSICO LÍQUIDO LÍMPIDO TRANSPARENTE, FÓRMULA QUÍMICA C2H4O2, PESO MOLECULAR 60,05 G/MOL, PUREZA MÍNIMA 99,7%, GLACIAL REAGENTE P/ HPLC, CAS MERCAPTOETANOL, LÍQUIDO INCOLOR, ODOR DESAGRADÁVEL, FÓRMULA QUÍMICA C2H6SO, PESO MOLECULAR 78,13 G/MOL, PUREZA MÍNIMA DE 99%, REAGENTE PARA SÍNTESE, NÚMERO DE REFERÊNCIA QUÍMICA CAS NITROFENOL, FINO CRISTAL AMARELADO, DE ODOR CARACTERÍSTICO, PELO MOLECULAR 139,11 G/MOL, FÓRMULA QUÍMICA C6H5NO3, PUREZA MÍNIMA DE 98%, REAGENTE, NÚMERO DE REFERÊNCIA QUÍMICA CAS , FRASCO 100 G. FENOL, FÓRMULA QUÍMICA C6H5OH, ASPECTO FÍSICO LÍQUIDO INCOLOR, ODOR ADOCICADO CARACTERÍSTICO, PESO MOLECULAR 94,11 MOL, PUREZA MÍNIMA 88%, CAS PADRÃO PESO MOLECULAR TIPO DNA LADDER, TAMANHO 1 KPB, CONCENTRAÇÃO 1 MCG/MCL, FRASCO COM 500 MICROLITROS. CLORETO DE COBALTO ANIDRO, FÓRMULA QUÍMICA COCL2, ASPECTO FÍSICO FINO CRISTAL AZUL, PUREZA MÍNIMA 98%, PESO MOLECULAR 129,84 G/MOL, REAGENTE P.A., CAS POLIETILENOGLICOL (MACROGOL), FÓRMULA QUÍMICA H(OCH2CH2)NOH, ASPECTO FÍSICO, FLOCOS OU PÓ BRANCO A QUASE BRANCO, PESO MOLECULAR EM TORNO DE G/MOL, PEG 8.000, REAGENTE ISENTO DE DNASE E RNASE, CAS QUERCETINA, FÓRMULA QUÍMICA C15H10O7, ASPECTO FÍSICO PÓ AMARELO ESVERDEADO, PESO MOLECULAR 302,24 G/ MOL, PUREZA MÍNIMA DE 99%, REAGENTE, CAS HEXANO - N-HEXANO, ASPECTO FÍSICO LÍQUIDO TRANSPARENTE, PUREZA MÍNIMA 99%, COMPOSIÇÃO QUÍMICA C6H14, REAGENTE PARA HPLC, PESO MOLECULAR 86,18 G/ MOL, CAS ARGININA, FÓRMULA QUÍMICA C6H14N4O2 (L-ARGININA), PESO MOLECULAR 174,20 G/MOL, ASPECTO FÍSICO PÓ BRANCO CRISTALINO, PUREZA MÍNIMA DE 98%, REAGENTE, CAS Anidrol 140,00 FR Isofar 18,00 L Anidrol 30,00 L Vetec 207,00 L Neon 70,99 FR Anidrol 30,00 L Ludwig Biotec 335,99 FR Neon 0,90 G Anidrol 0,65 G Chem-God 10,00 G Proquimios 33,99 L Isofar 0,63 G

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Media e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciencia e Tecnologia Catarinense Campus Araquari

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Media e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciencia e Tecnologia Catarinense Campus Araquari 1 de 216 16:27 Pregão Eletrônico 158459.252013.210844.4965.367030567.977 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Media e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciencia e Tecnologia Catarinense

Leia mais

Número CC004/2015. Fornecedor. Pregão. Item Descrição do Material UF Quantidade Preço Unitário Preço Total Marca / Modelo Prazo Entrega

Número CC004/2015. Fornecedor. Pregão. Item Descrição do Material UF Quantidade Preço Unitário Preço Total Marca / Modelo Prazo Entrega Folha 1 1 AGUA destilada, para solucao injetavel. Embalagem: ampola com 20 ml conteendo a impressao " venda proibida pelo comercio." registro dos produtos na Anvisa e Certificado de Boas Praticas, Fabricacao

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Goiás Pró-Reitoria de Administração e Finanças. Pregão Eletrônico Nº 00068/2014(SRP)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Goiás Pró-Reitoria de Administração e Finanças. Pregão Eletrônico Nº 00068/2014(SRP) 1 de 13 01/12/2014 10:27 PREGÃO ELETRÔNICO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Goiás Pró-Reitoria de Administração e Finanças Pregão Eletrônico Nº 00068/2014(SRP) RESULTADO POR FORNECEDOR 01.151.850/0001-53

Leia mais

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00038/2015-000

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00038/2015-000 658 - UNIVERSIDADE TECNOLOGICA FEDERAL DO PARANA 5458 - UTFPR - CAMPUS CURITIBA RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 0008/05-000 - Itens da Licitação - ACETONA ACETONA, ASPECTO FÍSICO LÍQUIDO LÍMPIDO

Leia mais

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00068/2013-000 SRP

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00068/2013-000 SRP 26419 - INST.FED.DE EDUC.,CIENC.E TEC. DO RS 158263 - INST.FED.DO RIO GRANDE DO SUL/CAMPUS SERTÃO RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00068/2013-000 SRP 1 - Itens da Licitação 1 - INSTRUMENTO PARA

Leia mais

RECURSOS PROVENIENTES DA CAPES/PROEX 2011

RECURSOS PROVENIENTES DA CAPES/PROEX 2011 RECURSOS PROVENIENTES DA CAPES/PROEX 0 RELAÇÃO PAGAMENTO EQUIPAMENTOS E MATERIAL PERMANENTE BENEFICIÁRIO DO AUXÍLIO: Marcos Gervasio Pereira Nº Projeto: /00 Nº Cheque Nota Fiscal/Fatura Especificação do

Leia mais

Reagentes para Biologia Molecular

Reagentes para Biologia Molecular Reagentes para Biologia Molecular Para obtenção de resultados confiáveis, atividades realizadas na área da Biologia Molecular requerem reagentes de qualidade e pureza elevada. Ideais para diversas rotinas

Leia mais

CÓDIGO DESCRIÇÃO UNID GRUPO PRAZO DE ENTREGA CLASS FISCAL EX CV FD

CÓDIGO DESCRIÇÃO UNID GRUPO PRAZO DE ENTREGA CLASS FISCAL EX CV FD 1004000017 ACETATO DE CALCIO H2O PA 25G FR PRODUTOS PA 05 DIAS 2915.29.00 N N N 1004000018 ACETATO DE CALCIO H2O PA 500G FR PRODUTOS PA 05 DIAS 2915.29.00 N N N 1004000023 ACETATO DE CHUMBO II NEUTRO (3H2O)

Leia mais

3.1 - ÁGUA PURIFICADA

3.1 - ÁGUA PURIFICADA ANEXO 3 INSUMOS INERTES 3.1 - ÁGUA PURIFICADA H 2 O;18 Água para preparação de medicamentos não estéreis. É obtida por destilação, troca iônica ou outro processo adequado que garanta as especificações

Leia mais

Fenômenos Químicos e Fenômenos Físicos

Fenômenos Químicos e Fenômenos Físicos Universidade Estadual de Goiás UnUCET - Anápolis Química Industrial Química Experimental I Fenômenos Químicos e Fenômenos Físicos Alunos: Bruno Ramos; Leopoldo???; Thalles???. Professora: Renata Leal Anápolis,

Leia mais

Zona de Transição. Azul de Timol (A) (faixa ácida) 1,2 2,8 Vermelho Amarelo. Tropeolina OO (B) 1,3 3,2 Vermelho Amarelo

Zona de Transição. Azul de Timol (A) (faixa ácida) 1,2 2,8 Vermelho Amarelo. Tropeolina OO (B) 1,3 3,2 Vermelho Amarelo ALGUNS EXERCÍCIOS SÃO DE AUTORIA PRÓPRIA. OS DEMAIS SÃO ADAPTADOS DE LIVROS CITADOS ABAIXO. Indicador Zona de Transição Cor Ácida Cor Básica Azul de Timol (A) (faixa ácida) 1,2 2,8 Vermelho Amarelo Tropeolina

Leia mais

Tópico Especial ITA CORES DE COMPOSTOS

Tópico Especial ITA CORES DE COMPOSTOS Autor: Eurico Dias (eurico@gmail.com) Professor de Química e Matemática, Membro Fundador do Projeto Futuro Militar e Projeto Medicina, Colaborador do Projeto Rumo ao ITA. Ex-aluno do ITA (Turma 06) Tópico

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino-Americana. Pregão Eletrônico Nº 00026/2013 RESULTADO POR FORNECEDOR

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino-Americana. Pregão Eletrônico Nº 00026/2013 RESULTADO POR FORNECEDOR PREGÃO ELETRÔNICO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino-Americana Pregão Eletrônico Nº 00026/2013 RESULTADO POR FORNECEDOR 01.151.850/0001-53 - LUDWIG BIOTEC NOLOGIA LTDA - ME

Leia mais

Professora Sonia - Química para o Vestibular Questões Resolvidas Hidrólise Salina (com respostas e resoluções no final)

Professora Sonia - Química para o Vestibular Questões Resolvidas Hidrólise Salina (com respostas e resoluções no final) Questões Resolvidas Hidrólise Salina (com respostas e resoluções no final) 01. (Uftm) Em soluções aquosas de acetato de sódio, o íon acetato sofre hidrólise: 3 l 3 CH COO (aq) + H O( ) CH COOH (aq) + OH

Leia mais

00.935.689/0002-27 - SOVEREIGN C OMERC IO DE PRODUTOS PARA LABORATORIOS LTDA. Valor Global 240 MEIO DE C ULTURA FRASC O 500,00 G 21 R$ R$ 3.

00.935.689/0002-27 - SOVEREIGN C OMERC IO DE PRODUTOS PARA LABORATORIOS LTDA. Valor Global 240 MEIO DE C ULTURA FRASC O 500,00 G 21 R$ R$ 3. PREGÃO ELETRÔNICO 00.935.689/0002-27 - SOVEREIGN C OMERC IO DE PRODUTOS PARA LABORATORIOS LTDA. 240 MEIO DE C ULTURA FRASC O 500,00 G 21 R$ R$ 3.365,4600 160,2600 Marca: ACUMEDIA / EUA Fabricante: ACUMEDIA

Leia mais

ácido 1 base 2 base 1 ácido 2

ácido 1 base 2 base 1 ácido 2 Experimento 7 ESTUDO DE ÁCIDOS E BASES EM MEIO AQUOSO OBJETIVOS Reforçar a aprendizagem do conceito de ácidos e bases por meio de experimentos simples em meio aquoso. Identificar substâncias ácidas e básicas

Leia mais

NUTRICIUM INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA FICHA DE ESPECIFICAÇÃO SUSTEMIL KIDS MORANGO

NUTRICIUM INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA FICHA DE ESPECIFICAÇÃO SUSTEMIL KIDS MORANGO FICHA DE ESPECIFICAÇÃO SUSTEMIL KIDS MORANGO IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA NOME DA EMPRESA: NUTRICIUM INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA Endereço: Rua Pitangui, n 77 Bairro: Concórdia. Belo Horizonte MG CNPJ. 04.040.657/0001-33

Leia mais

Lista de exercícios sobre funções inorgânicas.

Lista de exercícios sobre funções inorgânicas. Lista de exercícios sobre funções inorgânicas. 1. X é uma substância gasosa nas condições ambientes. Quando liquefeita, praticamente não conduz corrente elétrica, porém forma solução aquosa que conduz

Leia mais

3. Materiais, amostras, procedimentos analíticos:

3. Materiais, amostras, procedimentos analíticos: 3. Materiais, amostras, procedimentos analíticos: 3.1 Materiais: A Tabela 3.1 apresenta os equipamentos e materiais utilizados, suas características principais, fornecedores, e em quais procedimentos os

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO E CONFIRMAÇÃO DE GRUPOS FUNCIONAIS: Parte 1: ALDEÍDOS E CETONAS

IDENTIFICAÇÃO E CONFIRMAÇÃO DE GRUPOS FUNCIONAIS: Parte 1: ALDEÍDOS E CETONAS PRÁTICA N o. 02 IDENTIFICAÇÃO E CONFIRMAÇÃO DE GRUPOS FUNCIONAIS: Parte 1: ALDEÍDOS E CETONAS OBJETIVOS: Esta prática tem como objetivo a identificação e confirmação de grupos funcionais de aldeídos e

Leia mais

LINHA DE REAGENTES PARA BIOLOGIA MOLECULAR

LINHA DE REAGENTES PARA BIOLOGIA MOLECULAR LINHA DE REAGENTES PARA BIOLOGIA MOLECULAR Linha de reagentes fabricados dentro de restritos controles de qualidade. Testados para assegurar os melhores resultados nas técnicas de pesquisa em Biologia

Leia mais

ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO

ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO IX Olimpíada Capixaba de Química 2011 Prova do Grupo II 2 a série do ensino médio Fase 02 Aluno: Idade: Instituição de Ensino: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS

Leia mais

ANEXO IV. II- um armário para armazenagem de solventes, com construção resistente ao fogo.

ANEXO IV. II- um armário para armazenagem de solventes, com construção resistente ao fogo. ANEXO IV ARMAZENAMENTO DE PRODUTOS QUÍMICOS. No laboratório, almoxarifado e em locais em que se tenha que armazenar ou manipular substâncias químicas, deve-se ter em conta sua composição, pois muitas delas

Leia mais

FOSFATO DISSÓDICO DE DEXAMETASONA

FOSFATO DISSÓDICO DE DEXAMETASONA FSFAT DISSÓDIC DE DEXAMETASNA Dexamethasoni natrii phosphas H H H P Na Na F H C 22 H 28 FNa 2 8 P 516,41 02821 Fosfato dissódico de 9-fluoro-11β,17 diidroxi-16α-metil-3, 20- dioxopregna- 1,4 dieno-21-il

Leia mais

Estimativa. Unioeste 37554/2012 Cod. Fornecedor Classificação Vlr.Un. Total. Setor Processo Item edital

Estimativa. Unioeste 37554/2012 Cod. Fornecedor Classificação Vlr.Un. Total. Setor Processo Item edital Filtrado por ( : = '' ) E (Imprimir quantidades por setor de consumo = Não) 13/08/2013 13:53:06 Page 1 of 1 Fornecedor Classificação Vlr.Un. 103 10120 Guilherme Caldeira Stefanovicz -1 25,60 5 1 0 4 102,40

Leia mais

PEDIDO DE COTAÇÃO - ANEXO I

PEDIDO DE COTAÇÃO - ANEXO I Pregoeiro Oficial PORTARIA Nº 038, PUBL. NO DOE DE 0.07.0 Folha: 000 Data: 07/08/0 Licitação nº: 076 /0 Objeto: Aquisição de Material de (Reagentes, Vidrarias e Acessórios para Laboratórios) 00 0333-6

Leia mais

Termo de Referência Processo nº 34/15 Edital nº 27/15 Pregão 17/15. Obs.: O preço desse item deverá ser considerado por quilo na base seca.

Termo de Referência Processo nº 34/15 Edital nº 27/15 Pregão 17/15. Obs.: O preço desse item deverá ser considerado por quilo na base seca. Termo de Referência Processo nº 34/15 Edital nº 27/15 Pregão 17/15 Objeto: LOTE 1: Fornecimento parcelado de 5 (cinco) toneladas de Ortopolifosfato a 55%. Obs.: O preço desse item deverá ser considerado

Leia mais

3 METODOLOGIA EXPERIMENTAL

3 METODOLOGIA EXPERIMENTAL 43 3 METODOLOGIA EXPERIMENTAL 3. 1 METODOLOGIAS DE ANÁLISES 3.1.1 Método de Quantificação de Surfactantes (MBAS) em Águas 3.1.2 Princípio e aplicabilidade Os surfactantes aniônicos SLS (Lauril Sulfato

Leia mais

Unid Valor Unit Fornecedor. Item Descrição Descrição complementar Quant Disponivel para Pedir 13 ACETATO DE ETILA

Unid Valor Unit Fornecedor. Item Descrição Descrição complementar Quant Disponivel para Pedir 13 ACETATO DE ETILA Item Descrição Descrição complementar Quant Disponivel para Pedir 13 ACETATO DE ETILA ACETATO DE ETILA, ASPECTO FÍSICO LÍQUIDO INCOLOR, LÍMPIDO, INFLAMÁVEL, PUREZA MÍNIMA PUREZA MÍNIMA DE 99%, COMPOSIÇÃO

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 08/2016 =SRP VIGÊNCIA 14/04/16 a 13/04/17

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 08/2016 =SRP VIGÊNCIA 14/04/16 a 13/04/17 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 08/2016 =SRP VIGÊNCIA 14/04/16 a 13/04/17 PRAZO DE ENTREGA CONFORME CONSTA NO EDITAL: Prazo de entrega do material será de até 15 (quinze) dias úteis após recebimento da Nota de Empenho

Leia mais

Matriz - Prova de recuperação modular- Cursos profissionais Física e Química- Módulo Q3- Reações Químicas Duração da Prova: 90 min (prova escrita)

Matriz - Prova de recuperação modular- Cursos profissionais Física e Química- Módulo Q3- Reações Químicas Duração da Prova: 90 min (prova escrita) Matriz - Prova de recuperação modular- Cursos profissionais Física e Química- Módulo Q3- Reações Químicas Duração da Prova: 90 min (prova escrita) O presente documento divulga informação relativa à prova

Leia mais

QIE0001 Química Inorgânica Experimental Prof. Fernando R. Xavier. Prática 09 Síntese do cloreto de pentaaminoclorocobalto(iii)

QIE0001 Química Inorgânica Experimental Prof. Fernando R. Xavier. Prática 09 Síntese do cloreto de pentaaminoclorocobalto(iii) UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CCT DEPARTAMENTO DE QUÍMICA DQMC QIE0001 Química Inorgânica Experimental Prof. Fernando R. Xavier Prática 09 Síntese do cloreto

Leia mais

Final 8 de Maio de 2010

Final 8 de Maio de 2010 Final 8 de Maio de 2010 Prova Teórica Nome:.... Escola:....... Pergunta Total Átomo, elemento e núcleo Contar os átomos Massa, moles e concentrações Equações Químicas Classificação teórica Classificação

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA DEPARTAMENTO DE GERAÇÃO TÉRMICA DE APARECIDA DTA

TERMO DE REFERÊNCIA DEPARTAMENTO DE GERAÇÃO TÉRMICA DE APARECIDA DTA AQUISIÇÃO DE REAGENTES QUÍMICOS ANALÍTICOS DE GRAU P.A. PARA REALIZAÇÃO DE ANÁLISES DE ÁGUA, ÓLEOS LUBRIFICANTES E COMBUSTÍVEIS E DEMAIS ATIVIDADES DO LABORATÓRIO NA UTE APARECIDA. Manaus, 23 de Março

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E GESTÃO COORDENADORIA DE SUPRIMENTOS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E GESTÃO COORDENADORIA DE SUPRIMENTOS 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E GESTÃO COORDENADORIA DE SUPRIMENTOS EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 0103/2014-COSUP Processo Nº: 23071.010300/2014-72

Leia mais

UFMG - 2004 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

UFMG - 2004 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR UFMG - 2004 3º DIA QUÍMICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Química Questão 01 Os metais alcalinos, ao reagirem com água, produzem soluções dos respectivos hidróxidos e gás hidrogênio. Esta tabela apresenta

Leia mais

Preparação e padronização de uma solução 0,10 mol/l de ácido clorídrico

Preparação e padronização de uma solução 0,10 mol/l de ácido clorídrico Universidade Estadual de Goiás UnUCET - Anápolis Química Industrial Química Experimental II Preparação e padronização de uma solução 0,10 mol/l de ácido clorídrico Alunos: Bruno Ramos; Wendel Thiago; Thales

Leia mais

FERTILIZANTES Fertilizante: Classificação Quanto a Natureza do Nutriente Contido Quanto ao Critério Químico Quanto ao Critério Físico

FERTILIZANTES Fertilizante: Classificação Quanto a Natureza do Nutriente Contido Quanto ao Critério Químico Quanto ao Critério Físico FERTILIZANTES Fertilizante: qualquer substância mineral ou orgânica, natural ou sintética, capaz de fornecer um ou mais nutrientes essenciais às plantas Classificação Quanto a Natureza do Nutriente Contido

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE GESTÃO ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRATAÇÃO DIVISÃO DE MATERIAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE GESTÃO ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRATAÇÃO DIVISÃO DE MATERIAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE GESTÃO ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRATAÇÃO DIVISÃO DE MATERIAL TERMO DE RECEBIMENTO DO PREGÃO ELETRÔNICO Nº029/2013 PESSOA

Leia mais

ANEXO III INFORMAÇÕES SOBRE PRODUTOS QUÍMICOS UTILIZADOS NO DEPARTAMENTO

ANEXO III INFORMAÇÕES SOBRE PRODUTOS QUÍMICOS UTILIZADOS NO DEPARTAMENTO ANEXO III INFORMAÇÕES SOBRE PRODUTOS QUÍMICOS UTILIZADOS NO DEPARTAMENTO Os produtos químicos manuseados tornam-se muitas vezes agentes de risco pela inexistência de condições de segurança, tais como,

Leia mais

SUBSTбNCIAS. CATаLOGO DE MATERIAS DE CONSUMO DO IMS-CAT- UFBA. 100g ACETATO DE AMONIO P.A. 250g ACETATO DE AMтNIO PA. 500g ACETATO DE CALCIO P.

SUBSTбNCIAS. CATаLOGO DE MATERIAS DE CONSUMO DO IMS-CAT- UFBA. 100g ACETATO DE AMONIO P.A. 250g ACETATO DE AMтNIO PA. 500g ACETATO DE CALCIO P. UFBA - IMS/CAT 23/11/2010 CATаLOGO DE MATERIAS DE CONSUMO DO IMS-CAT- UFBA SUBSTбNCIAS REAGENTE EMBALAGEM ResponsАvel: AngИlica, Eduardo e FabrМcia Data: 24/05/2011 1,10 FENANTROLINA 0 1,10 FENANTROLINA

Leia mais

Critério Consulta:Reagente

Critério Consulta:Reagente Critério Consulta:Reagente segunda-feira, 12 de julho de 2010 10:17:59 NCM Nome Descrição CAS Analito IN 40/2008 2836.30.00 Bicarbonato de Sódio Reagente, NaHCO3; FW: 84.007 144-55-8 N/A DFIP 2918.15.00

Leia mais

química 2 Questão 37 Questão 38 Questão 39 alternativa C na alternativa B. Sabendo-se que a amônia (NH 3)

química 2 Questão 37 Questão 38 Questão 39 alternativa C na alternativa B. Sabendo-se que a amônia (NH 3) química 2 Questão 37 Questão 38 abendo-se que a amônia (N 3) é constituída por moléculas polares e apresenta boa solubilidade em água. o diclorometano (2 2) não possui isômeros. ua molécula apresenta polaridade,

Leia mais

Segundo a Portaria do Ministério da Saúde MS n.o 1.469, de 29 de dezembro de 2000, o valor máximo permitido (VMP) da concentração do íon sulfato (SO 2

Segundo a Portaria do Ministério da Saúde MS n.o 1.469, de 29 de dezembro de 2000, o valor máximo permitido (VMP) da concentração do íon sulfato (SO 2 11 Segundo a Portaria do Ministério da Saúde MS n.o 1.469, de 29 de dezembro de 2000, o valor máximo permitido (VMP) da concentração do íon sulfato (SO 2 4 ), para que a água esteja em conformidade com

Leia mais

1) Faça o balanceamento das equações abaixo:

1) Faça o balanceamento das equações abaixo: PROFESSORA: GIOVANA CARABALLO MELATTI DATA: / /2015 COMPONENTE CURRICULAR: QUÍMICA LISTA DE EXERCÍCIOS DE SALA ALUNO: LISTA DE EXERCÍCIOS REVISÃO 1) Faça o balanceamento das equações abaixo: a) C 2 H 6

Leia mais

Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza

Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza Lista de Exercícios 4 Indústrias Químicas Resolução pelo Monitor: Rodrigo Papai de Souza 1) a-) Calcular a solubilidade do BaSO 4 em uma solução 0,01 M de Na 2 SO 4 Dissolução do Na 2 SO 4 : Dado: BaSO

Leia mais

Catálogo - 2014. Lista de insumo. OPatologista. O que você precisa está aqui.

Catálogo - 2014. Lista de insumo. OPatologista. O que você precisa está aqui. Catálogo - 2014 Lista de insumo O que você precisa está aqui. w w w. o p a t o l o g i s t a. c o m. b r Índice: Acido...Pag 1 Álcool / Xilol / Formol...Pag 1 Alcoômetro...Pag 1 Bandeja para microscopia...pag

Leia mais

QUESTÃO 01 Analise este gráfico, em que se mostra o resultado de um experimento de decomposição térmica de uma substância orgânica:

QUESTÃO 01 Analise este gráfico, em que se mostra o resultado de um experimento de decomposição térmica de uma substância orgânica: QUESTÃO 01 Analise este gráfico, em que se mostra o resultado de um experimento de decomposição térmica de uma substância orgânica: 1. Considere que, durante esse experimento, a diminuição de massa se

Leia mais

TITULAÇÃO ÁCIDO-BASE

TITULAÇÃO ÁCIDO-BASE Introdução a Analise Química - II sem/2013 Profa Ma Auxiliadora - 1 Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Exatas Departamento de Química Disciplina QUIO94 - Introdução à Análise Química

Leia mais

Leis Ponderais e Cálculo Estequiométrico

Leis Ponderais e Cálculo Estequiométrico Leis Ponderais e Cálculo Estequiométrico 1. (UFF 2009) Desde a Antiguidade, diversos povos obtiveram metais, vidro, tecidos, bebidas alcoólicas, sabões, perfumes, ligas metálicas, descobriram elementos

Leia mais

ANEXO I LISTA I ADENDO

ANEXO I LISTA I ADENDO ANEXO I LISTA I 1. ÁCIDO N-ACETILANTRANÍLICO (1) 2. ÁCIDO ANTRANÍLICO (1) 3. ÁCIDO FENILACÉTICO (1) 4. ÁCIDO LISÉRGICO 5. ANIDRIDO PROPIÔNICO 6. CLORETO DE ETILA 7. EFEDRINA (1) 8. ERGOMETRINA (1) 9. ERGOTAMINA

Leia mais

GABINETE DO MINISTRO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 8, DE 11 DE MARÇO DE 2009

GABINETE DO MINISTRO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 8, DE 11 DE MARÇO DE 2009 GABINETE DO MINISTRO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 8, DE 11 DE MARÇO DE 2009 O MINISTRO DE ESTADO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO, no uso da atribuição que lhe confere o art. 87, parágrafo único, inciso

Leia mais

DIRECTIVA 2008/84/CE DA COMISSÃO

DIRECTIVA 2008/84/CE DA COMISSÃO 20.9.2008 PT Jornal Oficial da União Europeia L 253/1 I (Actos aprovados ao abrigo dos Tratados CE/Euratom cuja publicação é obrigatória) DIRECTIVAS DIRECTIVA 2008/84/CE DA COMISSÃO de 27 de Agosto de

Leia mais

Oficina: O que acontece com as substâncias quando elas se transformam? Ciências da Natureza II/Ensino Médio

Oficina: O que acontece com as substâncias quando elas se transformam? Ciências da Natureza II/Ensino Médio Oficina: O que acontece com as substâncias quando elas se transformam? Ciências da Natureza II/Ensino Médio Nesta oficina, abordaremos as reações químicas, com foco nas evidências de uma transformação.

Leia mais

UFU 2010/1 ABERTAS (1ª FASE = ENEM)

UFU 2010/1 ABERTAS (1ª FASE = ENEM) UFU 2010/1 ABERTAS (1ª FASE = ENEM) 1-Leia o texto a seguir. Com o passar do tempo, objetos de prata escurecem e perdem seu brilho em decorrência da oxidação desse metalpelo seu contato com oxigênio e

Leia mais

CONSTANTES DEFINIÇÕES

CONSTANTES DEFINIÇÕES CONSTANTES Constante de Avogadro = 6,0 x 10 mol -1 Constante de Faraday (F) = 9,65 x 10 4 C mol -1 Volume molar de gás ideal =,4 L (CNTP) Carga elementar = 1,60 x 10-19 C Constante dos gases (R) = 8,1

Leia mais

Concentrações das Soluções

Concentrações das Soluções Concentrações das Soluções Concentração em mol/l ou Concentração molar A concentração em mol/l de uma solução indica a quantidade de mols do soluto considerado, para cada litro de solução. Símbolos = M

Leia mais

IVPU-Z IBIRÁ é fabricada em poliuretano com reforço de espiral em aço zincado. Possui alta flexibilidade, ótima resistância à abrasão.

IVPU-Z IBIRÁ é fabricada em poliuretano com reforço de espiral em aço zincado. Possui alta flexibilidade, ótima resistância à abrasão. VU-Z vácuo-ar 100% U Ficha Técnica Edição 00-08/05/015 VU-Z BRÁ VU-Z BRÁ Mangueira 100% U Descrição dos produtos Campos de Aplicação Dados do produto Metodologias Utilizadas: VU-Z BRÁ é fabricada em poliuretano

Leia mais

Preparar e padronizar uma solução aquosa de hidróxido de sódio 0,1mol/L para posteriormente determinar a acidez de amostras.

Preparar e padronizar uma solução aquosa de hidróxido de sódio 0,1mol/L para posteriormente determinar a acidez de amostras. Pág. 1 de 8 I - OBJETIVOS Preparar e padronizar uma solução de ácido clorídrico 0,1mol/L para posterior determinação de pureza de amostras alcalinas. Preparar e padronizar uma solução aquosa de hidróxido

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO E CARACTERÍSTICAS DOS ANTIOXIDANTES

CLASSIFICAÇÃO E CARACTERÍSTICAS DOS ANTIOXIDANTES ANEXO : COMPLEMENTAÇÃO TEORIA CLASSIFICAÇÃO E CARACTERÍSTICAS DOS ANTIOXIDANTES 1 Antioxidantes para sistemas medicamentosos lipófilos: 1.1 NATURAIS: a) Tocoferóis: São líquidos viscosos de cor amarelada,

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência ATA DE JULGAMENTO DA CONCORRÊNCIA 2014/6030031-03 Ata da sessão de JULGAMENTO das propostas referente à Concorrência n.º 2014/6030031-03, do tipo menor preço unitário, segundo especificado no item 02 do

Leia mais

AULA PRÁTICA DE QUÍMICA GERAL Procedimentos e normas de segurança em laboratórios escolares parte 1

AULA PRÁTICA DE QUÍMICA GERAL Procedimentos e normas de segurança em laboratórios escolares parte 1 AULA PRÁTICA DE QUÍMICA GERAL Procedimentos e normas de segurança em laboratórios escolares parte 1 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 3º ANO DO ENSINO MÉDIO OBJETIVO Propor e explicar procedimentos padrão

Leia mais

A limpeza de pisos de mármore normalmente é feita com solução de ácido clorídrico comercial (ácido muriático).

A limpeza de pisos de mármore normalmente é feita com solução de ácido clorídrico comercial (ácido muriático). 61 b A limpeza de pisos de mármore normalmente é feita com solução de ácido clorídrico comercial (ácido muriático). Essa solução ácida ataca o mármore, desprendendo gás carbônico, segundo a reação descrita

Leia mais

Questão 61. Questão 63. Questão 62. alternativa B. alternativa B. alternativa D

Questão 61. Questão 63. Questão 62. alternativa B. alternativa B. alternativa D Questão 61 A limpeza de pisos de mármore normalmente é feita com solução de ácido clorídrico comercial (ácido muriático). Essa solução ácida ataca o mármore, desprendendo gás carbônico, segundo a reação

Leia mais

Exercícios de ph Turma Evolução

Exercícios de ph Turma Evolução . A forma dos fios do cabelo (liso ou ondulado) se deve à forma das estruturas proteicas da queratina. Promovendo reações químicas nas ligações dissulfeto (RSSR) presentes na proteína, é possível alterar

Leia mais

SEDQ/CGPRE Setor de Repressão aos Desvios de Produtos Químicos. Insumos Químicos e Drogas Sintéticas

SEDQ/CGPRE Setor de Repressão aos Desvios de Produtos Químicos. Insumos Químicos e Drogas Sintéticas Insumos Químicos e Drogas Sintéticas Sumário 1- Conceitos Técnicos 1.1 - Ácidos e Bases 1.2 Solventes 2- Anfetamínicos 2.1 Metanfetamina 3- Ecstasy (Safrol) 4- LSD (Ergina) 1.1 Ácidos e Bases * A reação

Leia mais

ANEXO II ESPECIFICAÇÕES DOS FERTILIZANTES MINERAIS SIMPLES

ANEXO II ESPECIFICAÇÕES DOS FERTILIZANTES MINERAIS SIMPLES ANEXO II Atualizado em 04/07/2013 FERTILIZANTE Acetato de Amônio Acetato de Cálcio 16% de N 18% de Ca ESPECIFICAÇÕES DOS FERTILIZANTES MINERAIS SIMPLES GARANTIA MÍNIMA/ CARACTERÍSTICAS Nitrogênio solúvel

Leia mais

MASSA ATÔMICA. 1u corresponde a 1,66.10-24 g, que equivale aproximadamente à massa de um próton ou de um nêutron.

MASSA ATÔMICA. 1u corresponde a 1,66.10-24 g, que equivale aproximadamente à massa de um próton ou de um nêutron. Cálculos Químicos MASSA ATÔMICA Na convenção da IUPAC (União Internacional de Química Pura e Aplicada) realizada em 1961, adotou-se como unidade padrão para massa atômica o equivalente a 1/12 da massa

Leia mais

Projeto Embuá Unidade de Aprendizagem: ENERGIA

Projeto Embuá Unidade de Aprendizagem: ENERGIA Projeto Embuá Unidade de Aprendizagem: ENERGIA Energia para realizar reações químicas: eletrólise do iodeto de potássio aquoso Existem reações químicas não espontâneas, mas que são realizadas com rapidez

Leia mais

EXERCÍCIOS DE QUÍMICA PROFESSOR: RENIR DAMASCENO

EXERCÍCIOS DE QUÍMICA PROFESSOR: RENIR DAMASCENO 01. Ana, Lúcia, Renata e Fernanda participaram de uma olimpíada química. A vencedora foi a que apresentou o objeto com maior número de átomos. O resultado foi registrado na tabela a seguir. PARTICIPANTES

Leia mais

The Chemistry of Haircolor

The Chemistry of Haircolor The Chemistry of Haircolor John Halal Honors Beauty College 9725 Crosspoint Commons Indianapolis, IN 46256 317.841.6085 john1@honorsbeautycollege.com Não sobrou muito cabelo para mim, mas meu shampoo especial

Leia mais

SÍNTESES. Francisco Roque, nº9 11ºA

SÍNTESES. Francisco Roque, nº9 11ºA SÍNTESES Francisco Roque, nº9 11ºA OBJECTIVOS A- Produzir sinteticamente sulfato de magnésio (MgSO 4 ) através da reacção entre ácido sulfúrico (H 2 SO 4 ) e carbonato de magnésio (MgCO 3 ). B- Sintetizar

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 364/ 2013 - SESA

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 364/ 2013 - SESA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 364/ 2013 - SESA A SAÚDE DO PARANÁ, órgão da Administração Direta, através do FUNDO ESTADUAL DE SAÚDE DO PARANÁ, instituído pela Lei 15.466/07, CNPJ 08.597.121/0001-74, representado

Leia mais

ASSUNTO: LEIS BÁSICAS DA QUÍMICA (LAVOISIER, PROUST E DALTON) PROF. KELTON WADSON OLIMPIADA: NÍNEL II EXERCÍCIOS

ASSUNTO: LEIS BÁSICAS DA QUÍMICA (LAVOISIER, PROUST E DALTON) PROF. KELTON WADSON OLIMPIADA: NÍNEL II EXERCÍCIOS ASSUNTO: LEIS BÁSICAS DA QUÍMICA (LAVOISIER, PROUST E DALTON) PROF. KELTON WADSON OLIMPIADA: NÍNEL II EXERCÍCIOS 1. Duas amostras de carbono, C, de massas iguais, foram totalmente queimadas separadamente,

Leia mais

2º ANO QUÍMICA 1 PROFª ELAINE CRISTINA. Educação para toda a vida. Colégio Santo Inácio. Jesuítas

2º ANO QUÍMICA 1 PROFª ELAINE CRISTINA. Educação para toda a vida. Colégio Santo Inácio. Jesuítas 2º ANO QUÍMICA 1 1 mol 6,02.10 23 partículas Massa (g)? Massa molar Cálculo do número de mols (n) Quando juntamos duas espécies químicas diferentes e, não houver reação química entre elas, isto é, não

Leia mais

ESTEQUIOMETRIA. Prof. João Neto

ESTEQUIOMETRIA. Prof. João Neto ESTEQUIOMETRIA Prof. João Neto 1 Lei de Lavoisier Leis Ponderais Lei de Dalton Lei de Proust 2 Fórmula molecular Fórmula mínima Tipos de Fórmulas Fórmula eletrônica ou de Lewis Fórmula Centesimal Fórmula

Leia mais

S O L U Ç Õ E S PROF. AGAMENON ROBERTO < 2011 >

S O L U Ç Õ E S PROF. AGAMENON ROBERTO < 2011 > S O L U Ç Õ E S PROF. AGAMENON ROBERTO < 011 > SOLUÇÕES MISTURAS Quando juntamos duas espécies químicas diferentes e, não houver reação química entre elas, isto é, não houver formação de nova(s) espécie(s),

Leia mais

Química descritiva. www.sotaodaquimica.com.br Contato: sotaodaquimica@gmail.com 1

Química descritiva. www.sotaodaquimica.com.br Contato: sotaodaquimica@gmail.com 1 Química descritiva 01. (Ita) Um copo contém uma mistura de água, acetona, cloreto de sódio e cloreto de prata. A água, a acetona e o cloreto de sódio estão numa mesma fase líquida, enquanto que o cloreto

Leia mais

Esse grupo também é conhecido como calcogênios. Todos os elementos desse grupo

Esse grupo também é conhecido como calcogênios. Todos os elementos desse grupo O GRUPO DO OXIGÊNIO GRUPO 16 OU VI Esse grupo também é conhecido como calcogênios. Todos os elementos desse grupo possuem 6 elétrons na camada de valência. Carga desses elementos: - 2 OXIGÊNIO O oxigênio

Leia mais

Química Geral Experimental - Aula 10

Química Geral Experimental - Aula 10 Química Geral Experimental - Aula 10 Título da Prática: Reações Químicas (Parte l) Objetivos: Determinar a concentração exata (padronizar) de soluções aquosas diluídas de ácidos e bases fortes utilizando

Leia mais

Final 5 de Maio de 2012

Final 5 de Maio de 2012 Final 5 de Maio de 2012 Prova Prática Nome:.... Escola:....... Total Classificação prática universidade de aveiro departamento de química Síntese de um complexo de ferro(iii) com oxalato e determinação

Leia mais

VI OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA 2011

VI OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA 2011 VI OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA 2011 RESPONDA AS QUESTÕES DE 1 a 30, MARCANDO UMA DAS ALTERNATIVAS DE ACORDO COM O QUE SE PEDE QUESTÃO 1 Peso 2 A dissolução do cloreto de amônio, NH 4 Cl(s), em água ocorre

Leia mais

Equilíbrio Ácido-Básico. Água : solvente das reações químicas

Equilíbrio Ácido-Básico. Água : solvente das reações químicas Equilíbrio Ácido-Básico Água : solvente das reações químicas Introdução Polaridade molecular: moléculas que possuem uma maior concentração de cargas numa parte da molécula. Os elétrons são compartilhados

Leia mais

Pág. 1. COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO - COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD CONCURSO VESTIBULAR 2009 2ª Fase PROVA DE QUÍMICA

Pág. 1. COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO - COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD CONCURSO VESTIBULAR 2009 2ª Fase PROVA DE QUÍMICA Questão 1: As bebidas alcoólicas contêm etanol e podem ser obtidas pela destilação do álcool (ex. whiskey e vodka) ou pela fermentação de uma variedade de produtos como frutas e outros vegetais (ex. vinho

Leia mais

SOLUÇÕES. 3) (UNIFOR) O gráfico seguinte dá a solubilidade em água do açúcar de cana em função da temperatura.

SOLUÇÕES. 3) (UNIFOR) O gráfico seguinte dá a solubilidade em água do açúcar de cana em função da temperatura. SOLUÇÕES 1) (FEI) Tem-se 500g de uma solução aquosa de sacarose (C 12 H 22 O 11 ), saturada a 50 C. Qual a massa de cristais que se separam da solução, quando ela é resfriada até 30 C? Dados: Coeficiente

Leia mais

Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00009/2012 (SRP)

Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00009/2012 (SRP) 1 de 80 20/08/2012 15:50 Pregão Eletrônico 158459.92012.64842.4466.2443569792.881 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria Executiva Subsecretaria de Planejamento e Orçamento Instituto Federal de Educação, Ciencia

Leia mais

Outras Reações na Química Orgânica

Outras Reações na Química Orgânica Outras Reações na Química Orgânica É fácil perceber que, de acordo com a sequência apresentada pelas duas últimas equações químicas, teremos: Também temos obtenção de moléculas maiores a partir de moléculas

Leia mais

Resolução da Prova de Química Vestibular UFRGS 2006 Prof. Emiliano Chemello

Resolução da Prova de Química Vestibular UFRGS 2006 Prof. Emiliano Chemello Níveis de dificuldade das Questões Fácil 11 questões Médio 14 questões Difícil 5 questões Resolução da Prova de Química Vestibular UFRGS 2006 Prof. Emiliano Chemello www.quimica.net/emiliano chemelloe@yahoo.com.br

Leia mais

Material Marca Referência

Material Marca Referência 18 200501 117 7708 141 148643 271171 7716 ACETATO AMONIA P.A. ACIDO 1,2-CICLOHEXANODIAMINO TETRAACETICO MONOHIDRATO P.A. ACIDO ACETICO GLACIAL 100 % P.A.ACS ISO(CONTROLADO P/POLICIA FEDERAL ACIDO ASCORBICO

Leia mais

SurTec 704 Processo de Zinco Alcalino sem Cianeto

SurTec 704 Processo de Zinco Alcalino sem Cianeto SurTec 704 Processo de Zinco Alcalino sem Cianeto 1- DESCRIÇÃO Adequado para banhos parados ou rotativos. Excelente dispersão de camada entre alta e baixa densidade de corrente com variações na ordem de

Leia mais

1. EDITAL no preâmbulo, onde se lê: Menor Preço Global. Leia-se: Menor Preço por item, conforme decisão do órgão solicitante.

1. EDITAL no preâmbulo, onde se lê: Menor Preço Global. Leia-se: Menor Preço por item, conforme decisão do órgão solicitante. Retificação Pregão nº. 002 2007 CPL 04 FUNTAC AQUISIÇÃO DOS PRODUTOS QUÍMICOS PARA LÁTEX A SEREM UTILIZADOS NA FÁBRICA DE PRESERVATIVOS DE XAPURI ACRE. A COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL 04 comunica

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO DIRETORIA DE MATERIAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO DIRETORIA DE MATERIAL 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO DIRETORIA DE MATERIAL Mobiliário disponível para aquisição pelo Sistema de Registro de Preços/UFV Processo de compra finalizado

Leia mais

FICHA TÉCNICA ISO WHEY V3

FICHA TÉCNICA ISO WHEY V3 FICHA TÉCNICA ISO WHEY V3 - MATRIZ PROTEICA ISOLADA - 54g DE PROTEÍNAS POR DOSE - BAIXO TEOR DE GORDURAS - 25 VITAMINAS E MINERAIS - PROTEÍNA MICROFILTRADA ISO WHEY V3 AGE é a forma molecular da Proteína

Leia mais

Questão 69 Questão 70

Questão 69 Questão 70 Questão 69 Questão 0 Alguns polímeros biodegradáveis são utilizados em fios de sutura cirúrgica, para regiões internas do corpo, pois não são tóxicos e são reabsorvidos pelo organismo. Um desses materiais

Leia mais

Capítulo 31. Adubos ou fertilizantes

Capítulo 31. Adubos ou fertilizantes Capítulo 31 Adubos ou fertilizantes Notas. 1. O presente Capítulo não compreende: a) o sangue animal da posição 05.11; b) os produtos de constituição química definida apresentados isoladamente, exceto

Leia mais

DIRECÇÃO DE COMPROVAÇÃO DA QUALIDADE DIRECÇÃO DE PRODUTOS DE SAÚDE DIRECÇÃO DE INSPECÇÃO E LICENCIAMENTO. Soluções Concentradas para Hemodiálise

DIRECÇÃO DE COMPROVAÇÃO DA QUALIDADE DIRECÇÃO DE PRODUTOS DE SAÚDE DIRECÇÃO DE INSPECÇÃO E LICENCIAMENTO. Soluções Concentradas para Hemodiálise DIRECÇÃO DE COMPROVAÇÃO DA QUALIDADE DIRECÇÃO DE PRODUTOS DE SAÚDE DIRECÇÃO DE INSPECÇÃO E LICENCIAMENTO Soluções Concentradas para Hemodiálise ENQUADRAMENTO O INFARMED, I.P., enquanto Autoridade Competente

Leia mais

PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa

PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa QUESTÃO 01 Num laboratório químico, havia três frascos que continham, respectivamente, um alcano, um álcool e um alqueno. Foram realizados experimentos que envolviam

Leia mais

Reacções e Estrutura de Sólidos Inorgânicos

Reacções e Estrutura de Sólidos Inorgânicos Unidade Curricular de Química Geral e Inorgânica Relatório do Trabalho Laboratorial n.º 6 Reacções e Estrutura de Sólidos Inorgânicos Elaborado por: Diana Patrícia Reis Cunha Jéssica Lopes Figueiredo Turma

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDOS DE QUÍMICA 1 etapa/14 2 Série Ensino Médio

ROTEIRO DE ESTUDOS DE QUÍMICA 1 etapa/14 2 Série Ensino Médio ROTEIRO DE ESTUDOS DE QUÍMICA 1 etapa/14 2 Série Ensino Médio Aluno (a): Turma n Mol Massa de átomos molécula, íons, mol e determinação de fórmula química Aspectos quantitativos das reações químicas. Relações

Leia mais

MÉTODO DE ANÁLISE. Emissão inicial: 23.04.2007 Última revisão: 25.07.2012

MÉTODO DE ANÁLISE. Emissão inicial: 23.04.2007 Última revisão: 25.07.2012 Pág.: 1/5 1.0. OBJETIVO Determinar o teor Zinco em Óxido de Zinco, Pó de Zinco, ligas metálicas de Zinco e resíduos de Zinco. 2.0. ABRANGÊNCIA Laboratório de Controle de Qualidade. 3.0 DEFINIÇÕES Não se

Leia mais