"Bem-vindos ao melhor ano de suas vidas #2018"

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download ""Bem-vindos ao melhor ano de suas vidas #2018""

Transcrição

1 COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9ª ano ( ) 65 Profº: Wesley da Silva Mota Disciplina: Física Aluno (a):. No. Exercícios de recuperação Data: 17 /12/ 2018 "Bem-vindos ao melhor ano de suas vidas #2018" 1) (FEI-SP) No movimento retilíneo uniformemente variado, com velocidade inicial nula, a distância percorrida é: a) diretamente proporcional ao tempo de percurso b) inversamente proporcional ao tempo de percurso c) diretamente proporcional ao quadrado do tempo de percurso d) inversamente proporcional ao quadrado do tempo de percurso e) diretamente proporcional à velocidade. 2) Um automóvel parte do repouso e atinge a velocidade de 100 km/h em 8s. Qual é a aceleração desse automóvel? 3) Uma partícula em movimento retilíneo movimenta-se de acordo com a equação v = t, com o espaço em metros e o tempo em segundos. Determine para essa partícula: a) A velocidade inicial b) A aceleração c) A velocidade quando t=5s e t= 10s 4) (FUVEST) Um veículo parte do repouso em movimento retilíneo e acelera com aceleração escalar constante e igual a 2,0 m/s 2. Pode-se dizer que sua velocidade escalar e a distância percorrida após 3,0 segundos, valem, respectivamente: a) 6,0 m/s e 9,0m; b) 6,0m/s e 18m; c) 3,0 m/s e 12m; d) 12 m/s e 35m; e) 2,0 m/s e 12 m 5) (MACKENZIE) Um móvel parte do repouso com aceleração constante de intensidade igual a 2,0 m/s 2 em uma trajetória retilínea. Após 20s, começa a frear uniformemente até parar a 500m do ponto de partida. Em valor absoluto, a aceleração de freada foi: a) 8,0 m/s 2 b) 6,0 m/s 2 c) 4,0 m/s 2 d) 2,0 m/s 2 e) 1,6 m/s 2 6) (UFMA) Uma motocicleta pode manter uma aceleração constante de intensidade 10 m/s 2. A velocidade inicial de um motociclista, com esta motocicleta, que deseja percorrer uma distância de 500m, em linha reta, chegando ao final desta com uma velocidade de intensidade 100 m/s é: a) zero b) 5,0 m/s c) 10 m/s d) 15 m/s e) 20 m/s 7) (UFPA) Um ponto material parte do repouso em movimento uniformemente variado e, após percorrer 12 m, está animado de uma velocidade escalar de 6,0 m/s. A aceleração escalar do ponto material, em m/s vale: a) 1,5 b) 1,0 c) 2,5 d) 2,0 e) n.d.a.

2 8) Partindo do repouso, um avião percorre a pista com aceleração constante, e atinge a velocidade de 360 km/h, em 25 segundos. Qual o valor da aceleração, em m/s 2? 9) É dada a seguinte função horária da velocidade escalar de uma partícula em movimento uniformemente variado: v = t (SI) Determine: a) a velocidade inicial e a aceleração escalar da partícula; b) a velocidade escalar no instante 4 s; c) o instante em que a velocidade escalar vale 215 m/s. 9) Uma partícula com velocidade inicial de 20 m/s move-se com aceleração escalar constante igual a - 2 m/s 2. a) Escreva a função horária de sua velocidade escalar. b) Determine o instante em que sua velocidade escalar anula-se. 10) Um objeto é lançado na base de uma ladeira com velocidade inicial de 20 m/s. Ele sobe até um certo ponto e então inicia o movimento de descida. Sabendo que ele levou 4 segundos para atingir a parte mais alta do movimento e supondo sua aceleração constante durante todo o movimento, determine: a) sua aceleração; b) sua equação horária da velocidade; c) a classificação do movimento. 11) Um carro viajando em uma estrada retilínea e plana com uma velocidade constante V=72km/h passa por outro que está em repouso no instante t = 0 s. O segundo carro acelera para alcançar o primeiro com aceleração a=2,0m/s 2. Determine o tempo que o segundo carro leva para atingir a mesma velocidade do primeiro. 12) Um trem de 100m de comprimento, com velocidade de 30m/s, começa a frear com aceleração constante de módulo 2m/s 2, no instante em que inicia a ultrapassagem de um túnel. Esse trem pára no momento em que seu último vagão está saindo do túnel. O comprimento do túnel é: a) 25 m b) 50 m c) 75 m d) 100 m d) 125 m 13) Um caminhão, a 72 km/h, percorre 50m até parar, mantendo a aceleração constante. O tempo de frenagem, em segundos, é igual a a) 1,4 b) 2,5 c) 3,6 d) 5,0 e) 10,0 14) Um automóvel parte do repouso no instante t=0 e acelera uniformemente com 5,0m/s, durante 10s. A velocidade escalar média do automóvel entre os instantes t=6,0s e t=10s, em m/s, foi de a) 40 b) 35 c) 30 d) 25 e) 20

3 15) Um objeto A encontra-se parado quando por ele passa um objeto B com velocidade constante de módulo igual a 8,0m/s. No instante da ultrapassagem imprime-se ao objeto A uma aceleração, de módulo igual a 0,2m/s 2, na mesma direção e sentido da velocidade de B. Qual a velocidade de A quando ele alcançar o objeto B? a) 4,0 m/s b) 8,0 m/s c) 16,0 m/s d) 32,0 m/s e) 64,0 m/s 16) Um trem em movimento está a 15m/s quando o maquinista freia, parando o trem em 10s. Admitindo aceleração constante, pode-se concluir que os módulos da aceleração e do deslocamento do trem neste intervalo de tempo valem, em unidades do Sistema Internacional, respectivamente, a) 0,66 e 75 b) 0,66 e 150 c) 1,0 e 150 d) 1,5 e150 e) 1,5 e 75 17) Uma motocicleta possui velocidade de 108 km/h quando o piloto aciona os freios imprimindo uma aceleração de módulo 5m/s 2. Determine a distância percorrida pela motocicleta até parar. 18) Um ponto material obedece a função horária: s = t + 5. t2 (m, s), t 0 Determine: a) o instante em que passa pela origem; b) a função horária da velocidade escalar; c) o instante em que muda de sentido. 19) Um móvel obedece à função horária: s = t + 2. t 2 (cm, s) t 0 Determine: a) o instante em que passa pela origem dos espaços; b) a função horária da velocidade escalar; c) o instante em que o móvel muda de sentido. 20) Um móvel movimentase com MUV segundo a equação horária das posições como sendo: s = 18-9.t + t 2 no SI. Determine: a) a posição inicial, a velocidade inicial e a aceleração; b) a função horária das velocidades; c) o instante em que o móvel inverte o sentido do movimento; d) o instante em que o móvel passa pela origem dos espaços; e) classifique o movimento para os instantes 3s e 6s. 21) Um carro parte do repouso e ao final de 100 metros ele atinge a velocidade de 100 m/s. Determi ne a aceleração desse carro. 22) (FPS-PE) Um automóvel percorre uma rodovia com velocidade inicialmente constante igual a 80 km/h. O motorista do veículo avista um radar e reduz sua velocidade para 60 km/h, percorrendo nesse trajeto uma distância igual a 20 m. O módulo da desaceleração sofrida pelo automóvel nesse percurso foi de aproximadamente: a) 5,4 m/s 2 b) 7,5 m/s 2 c) 2,5 m/s 2 d) 11 m/s 2 e) 15 m/s 2

4 23) (UERN) Um automóvel que se encontrava em repouso entra em movimento retilíneo uniformemente variado atingindo em 20 s uma velocidade de 90 km/h. A partir de então ele mantém essa velocidade por mais 20 s e, em seguida, passa a desacelerar gastando também 20 s para voltar ao repouso. A distância percorrida por esse automóvel em todo o percurso é: a) 0,5 km. b) 1 km. c) 1,5 km. d) 2 km. e) 5 km. 24) Determine a aceleração de um veículo que, partindo do repouso, atinge a velocidade de 108 km/h depois de percorrer 30 m. a) 10 m/s 2 b) 15 m/s 2 c) 20 m/s 2 d) 25 m/s 2 e) 30 m/s 2 25) Uma bicicleta tem velocidade inicial de 4,0 m/s e adquire uma aceleração constante de 1,8 m/s 2. Qual a sua velocidade após percorrer 50m? 26) Um carro corre a uma velocidade de 72 km/h. Quando freado, pára após percorrer 50m. Calcule a aceleração introduzida pelos freios. 27) Na decolagem, um avião percorre, a partir do repouso e sobre a pista, 900m com aceleração escalar constante de 50m/s 2. Calcule a velocidade de decolagem do avião. 28) Um trem, viajando a uma velocidade escalar de 54km/h, pára em um intervalo de tempo de 1 minuto após a aplicação dos freios. Considere o movimento do trem, durante a freada, uniformemente retardado. Calcule durante a freada: a) a aceleração escalar do trem; b) a distância percorrida pelo trem; 29) Um foguete parte do repouso de uma plataforma de lançamento, com aceleração escalar de 440 m/s 2, suposta constante, que é mantida nos primeiros 19,8 m da subida. Calcule: a) a velocidade escalar do foguete no final desse deslocamento; b) o tempo decorrido para essa velocidade ser atingida. 30) Enquanto uma partícula percorre 10 m, sua velocidade escalar instantânea varia de 10 m/s a 20 m/s. Determine sua aceleração escalar, suposta constante. 31) Deslocando-se com velocidade escalar igual a 30 m/s, um vagão ferroviário é desacelerado até o repouso com aceleração constante. O vagão percorre 100 metros até parar. Qual a aceleração escalar do vagão? 32) Um automóvel está a 72 km/h quando seus freios são acionados, imprimindo-lhe uma aceleração escalar constante de módulo igual a 5 m/s 2. Calcule a distância que ele percorre desde o instante em que inicia a freada até parar e a duração desse percurso. 33) Um vaso de 20 kg está pendurado a 1,2m de altura de uma mesa. Sendo g = 10m/s², determine a energia potencial gravitacional do vaso em relação à mesa. 34) Calcule a energia potencial elástica armazenada em uma mola, cuja constante elástica é 100 N/m, que está comprimida, apresentando uma deformação de 300 cm. 35) Um corpo de massa de 6 kg está posicionado a uma altura de 30m. Calcule a energia potencial gravitacional desse corpo. (g = 5 m/s 2 ) 36) Um corpo de massa 80 kg está em movimento com velocidade constante igual a 5 m/s.

5 Determine a energia cinética desse corpo. 37) A energia cinética de uma partícula é 250 J. Determine o módulo da velocidade dessa partícula de massa g. 38) Um vaso de 2,0kg está pendurado a 1,2m de altura de uma mesa de 0,4m de altura. Sendo g = 10m/s², determine a energia potencial gravitacional do vaso em relação ao solo. 39) Determine a energia potencial gravitacional de um pássaro de 2 Kg que voa a uma altura de 300m do solo. Considere g = 10 m/s 2. 40) Numa montanha-russa, um carrinho com 300 kg de massa é abandonado do repouso de um ponto A, que está a 5,0m de altura. Supondo g= 10m/s², calcule a energia potencial gravitacional do carrinho. 41) Um carro de 1.200Kg está se deslocando com uma velocidade de 10m/s. Calcule sua energia cinética. 42) Determine a energia cinética de um pássaro que possui massa de 150 g e voa, na horizontal, com uma velocidade de 28,8 Km/h. 43) Um avião que possui massa de 2000Kg se desloca na horizontal a uma altura de 700 m do solo com uma velocidade de 540 Km/h. Determine a sua energia cinética. 44) Um corpo de massa de 6 kg está posicionado a uma altura de 30m. Calcule a energia potencial gravitacional desse corpo. 45) Calcule a energia potencial elástica armazenada em uma mola, cuja constante elástica é 100 N/m, que está comprimida, apresentando uma deformação de 45 cm. 46) (FATEC) Um motorista conduzia seu automóvel de massa 2000 kg que trafegava em linha reta, com velocidade constante de 72 km/h, quando avistou uma carreta atravessada na pista. Transcorreu 1 s entre o momento em que o motorista avistou a carreta e o momento em que acionou o sistema de freios para iniciar a frenagem, com desaceleração constante igual a 10 m/s 2. Desprezando-se a massa do motorista, assinale a alternativa que apresenta, em joules, a variação da energia cinética desse automóvel, do início da frenagem até o momento de sua parada. a) + 4, b) + 3, c) + 0, d) 4, e) 2, ) Um objeto de massa 500 g possui energia cinética de 2 kj. Determine a velocidade desse objeto em m/s. 48) Um motociclista desloca-se a 72 km/h em uma via retilínea. Em dado momento, a velocidade é alterada para 108 km/h. Sendo a massa do conjunto (moto + motociclista) 350 kg, determine a variação de energia cinética sofrida pelo motociclista. a) 90 kj b) 107,5 kj c) 87,5 kj d) 97,5 kj e) 50 kj 49) Uma mola é deslocada 10cm da sua posição de equilíbrio; sendo a constante elástica desta mola equivalente à 50N/m, determine a energia potencial elástica associada a esta mola em razão desta deformação.

6 50) A respeito dos tipos de energia potencial, marque a alternativa incorreta: a) A energia potencial gravitacional é armazenada em virtude da posição ocupada por um objeto qualquer. b) A constante elástica de uma mola indica se ela é de fácil ou difícil deformação. c) A energia potencial elástica é a metade do produto da constante elástica pela deformação sofrida pela mola. d) A energia potencial elástica é armazenada em um material elástico em virtude de sua deformação. e) Relacionar o conceito de energia somente à idéia de movimento é um erro, uma vez que, ao ocupar uma posição, um corpo possui energia potencial armazenada. 51) Sabendo que um corredor cibernético de 80 kg, partindo do repouso, realiza a prova de 200 m em 20 s mantendo uma aceleração constante de a = 1,0 m/s², pode-se afirmar que a energia cinética atingida pelo corredor no final dos 200 m, em joules, é: 52) Um corpo com massa de 2 kg está a uma altura de 160 m do solo. Calcular a energia potencial gravitacional desse corpo em relação ao solo, considerando g=10 m/s 2. 53) Determine a energia potencial gravitacional, em relação ao solo, de uma jarra com água, de massa 2 kg, que está sobre uma mesa de 0,80 m de altura, num local onde g=10 m/s 2. 54) De quanto varia a energia potencial gravitacional de um objeto de massa 20 kg ao ser elevado até uma altura de 3 m? adote g = 10 m/s 2. 55) Um carrinho de massa 2 kg tem energia potencial gravitacional de 1000 J em relação ao solo, no ponto mais alto de sua trajetória. Sabendo que g=10 m/s 2, calcule a altura desse ponto. 56) Qual a energia cinética de um veículo de 700 kg de massa, quando sua velocidade é de 20m/s? 57) Qual a energia cinética de um carro com massa 1500 kg que viaja a 20 m/s? 58) Qual a massa de uma pedra que foi lançada com uma velocidade de 5 m/s, sabendo-se que nesse instante ele possui uma energia cinética de 25 J? 59) A energia cinética de um corpo é 1800 J e sua massa é 2 kg. Determine sua velocidade. 60) Quando você tem um maior aumento de energia cinética, quando triplica a massa ou quando triplica a velocidade? 61) Um corpo de massa 40 kg tem energia potencial gravitacional de 800J em relação ao solo. Dado g = 10 m/s 2, calcule a que altura se encontra do solo. 62) Uma mola de constante elástica k = 400 N/m é comprimida de 5 cm. Determinar a sua energia potencial elástica. Faça um bom trabalho! Prof. Wesley Mota

9º Ano. Nível 1. Profº: Luciano Dias. Treindando Sinal e Conceitos

9º Ano. Nível 1. Profº: Luciano Dias. Treindando Sinal e Conceitos COLÉGIO APHONSIANO Educando com Seriedade Conteúdos: 1 - Movimento Uniformemente Variável 9º Ano Nível 1 Profº: Luciano Dias Treindando Sinal e Conceitos MUV s s 1. t 0 v0 t a. v v a. t 0 v v. a. s 0 01-

Leia mais

Recuperação de Física - Giovanni

Recuperação de Física - Giovanni Nome: nº Ano: LISTA DE EXERCÍCIOS DE FÍSICA Recuperação de Física - Giovanni 1 - Qual a diferença entre o movimento uniforme (MU) e o movimento uniformemente variado (MUV)? 2 - A equação que representa

Leia mais

COLÉGIO APHONSIANO. Educando com Seriedade. Lista de MU e MUV 9º ano Profº: Luciano Dias

COLÉGIO APHONSIANO. Educando com Seriedade. Lista de MU e MUV 9º ano Profº: Luciano Dias 1 Conteúdos: - Velocidade Média - Função horária da Posição do MU - Função horária da Posição do MUV - Função horária da Velocidade do MUV - Equação de Torricelli COLÉGIO APHONSIANO Educando com Seriedade

Leia mais

Ensino Médio Unidade Parque Atheneu Professor (a): Junior Condez Aluno (a): Série: 3ª Data: / / LISTA DE FÍSICA II

Ensino Médio Unidade Parque Atheneu Professor (a): Junior Condez Aluno (a): Série: 3ª Data: / / LISTA DE FÍSICA II Ensino Médio Unidade Parque Atheneu Professor (a): Junior Condez Aluno (a): Série: 3ª Data: / / 2015. LISTA DE FÍSICA II 1) Duas bolas de dimensões desprezíveis se aproximam uma da outra, executando movimentos

Leia mais

MOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO

MOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO MOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO É um movimento em que a velocidade varia uniformemente no decorrer do tempo. Isto é, o móvel apresenta iguais variações de velocidade em intervalos de tempo iguais. No MUV

Leia mais

EQUAÇÃO DE TORRICELLI E LANÇAMENTO VERTICAL EXERCÍCIOS

EQUAÇÃO DE TORRICELLI E LANÇAMENTO VERTICAL EXERCÍCIOS EQUAÇÃO DE TORRICELLI E LANÇAMENTO VERTICAL EXERCÍCIOS 1. Uma partícula, inicialmente a 2 m/s, é acelerada uniformemente e, após percorrer 8 m, alcança a velocidade de 6 m/s. Nessas condições, sua aceleração,

Leia mais

Movimento Uniforme Variado

Movimento Uniforme Variado Movimento Uniforme Variado 1) Partindo do repouso, um avião percorre a pista com aceleração constante, e atinge a velocidade de 36 km/h, em 5 segundos. Qual o valor da aceleração, em m/s? ) É dada a seguinte

Leia mais

MOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO

MOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO Sobre ombros de gigantes EQUIPE DE FÍSICA-1º ANO/CMB Profs. Adameck, Eliete, SO Antônio Marcos & Luciano MOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO 1) (PUC-MG) Um objeto, movendo-se em linha reta, tem, no instante

Leia mais

Professora Daniele Santos Instituto Gay-Lussac 2º ano

Professora Daniele Santos Instituto Gay-Lussac 2º ano Professora Daniele Santos Instituto Gay-Lussac 2º ano 1- Um trem parte de São Paulo com destino ao Rio de Janeiro com velocidade de 60Km/h. Ao mesmo tempo, parte do Rio de Janeiro, com destino a São Paulo,

Leia mais

Lista de atividades de Física - Cinemática

Lista de atividades de Física - Cinemática REDE MEDÉIAS DE EDUCAÇÃO - COLÉGIO NOSSA SENHORA DAS NEVES Orientando para o Bem, o Justo e o Verdadeiro Aluno(a) nº Professora: Sandra Godoy Lista de atividades de Física - Cinemática Nome: 1-(Fuvest)

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS - TERMOMETRIA

LISTA DE EXERCÍCIOS - TERMOMETRIA GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO Competência, ética e cidadania SECRETARIA DE EDUCAÇÃO LISTA DE EXERCÍCIOS - TERMOMETRIA Aluno(a): nº 2º ano MOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO Você já pensou o que acontece

Leia mais

CESAR ALVES DE ALMEIDA COSTA - CEL. INT. R1

CESAR ALVES DE ALMEIDA COSTA - CEL. INT. R1 ESCOLA DE ENSINO FUND. E MÉDIO TEN. RÊGO BARROS. DIRETOR: CESAR ALVES DE ALMEIDA COSTA - CEL. INT. R1 PROFESSORES: CÁSSIO - POMPEU ALUNO (A): Nº: SÉRIE: 9 a TURMA: 9A MOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO -

Leia mais

Lista 4 MUV. Física Aplicada a Agronomia

Lista 4 MUV. Física Aplicada a Agronomia Sigla: Disciplina: Curso: FISAP Física Aplicada a Agronomia Agronomia Lista 4 MUV 01) A posição de um objeto movendo-se ao longo do eixo x é dada por x = 3t - 4t² + t³, onde x está em metros e t em segundos.

Leia mais

ESCOLA DE ENSINO FUND. E MÉDIO TEN. RÊGO BARROS. DIRETOR: CESAR ALVES DE ALMEIDA COSTA - CEL. INT. R1 PROFESSOR: POMPEU ALUNO (A): N º SÉRIE: 9 a

ESCOLA DE ENSINO FUND. E MÉDIO TEN. RÊGO BARROS. DIRETOR: CESAR ALVES DE ALMEIDA COSTA - CEL. INT. R1 PROFESSOR: POMPEU ALUNO (A): N º SÉRIE: 9 a ESCOLA DE ENSINO FUND. E MÉDIO TEN. RÊGO BARROS. DIRETOR: CESAR ALVES DE ALMEIDA COSTA - CEL. INT. R1 PROFESSOR: POMPEU ALUNO (A): N º SÉRIE: 9 a TURMA: 9A MOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO MUV EXERCÍCIOS

Leia mais

2. O movimento de um corpo sobre uma trajetória determinada obedece à seguinte equação horária: S = t (S em quilômetro e t em horas)

2. O movimento de um corpo sobre uma trajetória determinada obedece à seguinte equação horária: S = t (S em quilômetro e t em horas) Obs.: As atividades desta bateria contemplam o conteúdo do trimestre 1. Um atleta deseja percorrer 25 km em 2 h. Por dificuldades encontradas no trajeto, percorre 10 km com a velocidade média de 8 km/h.

Leia mais

b. Determine o instante em que o móvel B alcançará o móvel A, caso este alcance aconteça.

b. Determine o instante em que o móvel B alcançará o móvel A, caso este alcance aconteça. Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 1 o ano Disciplina: Física - MRU e MRUV 01 Um móvel com velocidade constante percorre uma trajetória

Leia mais

1 série. Ensino Médio. Aluno(a): Professores:PAULO SÉRGIO DIA: 27MÊS:03. Segmento temático: 01. Qual o conceito físico de aceleração?

1 série. Ensino Médio. Aluno(a): Professores:PAULO SÉRGIO DIA: 27MÊS:03. Segmento temático: 01. Qual o conceito físico de aceleração? : Professores:PAULO SÉRGIO. 04 1 série Ensino Médio Turmas:A e B Aluno(a): Segmento temático: MOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO (M.U.V.) DIA: 27MÊS:03 2018 01. Qual o conceito físico de aceleração? 02. O

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO PARA PROVA EAD

EXERCÍCIOS DE REVISÃO PARA PROVA EAD REVISÃO PARA PROVA EAD Tópicos: Introdução à Física Cinemática Movimento Retilíneo Uniforme Movimento Retilíneo Uniformemente Variado Lançamento Vertical Lançamento Oblíquo EXERCÍCIOS DE REVISÃO PARA PROVA

Leia mais

FÍSICA 9ºano 2º Trimestre / 2016 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES

FÍSICA 9ºano 2º Trimestre / 2016 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES FÍSICA 9ºano 2º Trimestre / 2016 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES 1. Um atleta deseja percorrer 25 km em 2 h. Por dificuldades encontradas no trajeto, percorre 10 km com a velocidade média de 8 km/h.

Leia mais

FÍSICA - 1 o ANO MÓDULO 13 MOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO (MUV)

FÍSICA - 1 o ANO MÓDULO 13 MOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO (MUV) FÍSICA - 1 o ANO MÓDULO 13 MOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO (MUV) Como pode cair no enem? A contribuição dada à Física por Newton à Física foi muito grande, mas não se pode esquecer da genialidade de Galileu,

Leia mais

Exercícios 2 MU, MUV, Gráficos

Exercícios 2 MU, MUV, Gráficos Exercícios 2 MU, MUV, Gráficos 1) (Unitau-SP) Um móvel parte do quilômetro 50, indo até o quilômetro 60, de onde, mudando o sentido do movimento, vai até o quilometro 32. Quais são, respectivamente, a

Leia mais

SUGESTÃO DE ESTUDOS PARA O EXAME FINAL DE FÍSICA- 1 ANO Professor Solon Wainstein SEGUE ABAIXO UMA LISTA COMPLEMENTAR DE EXERCÍCIOS

SUGESTÃO DE ESTUDOS PARA O EXAME FINAL DE FÍSICA- 1 ANO Professor Solon Wainstein SEGUE ABAIXO UMA LISTA COMPLEMENTAR DE EXERCÍCIOS SUGESTÃO DE ESTUDOS PARA O EXAME FINAL DE FÍSICA- 1 ANO Professor Solon Wainstein # Ler todas as teorias # Refazer todos os exercícios dados em aula. # Refazer todos os exercícios feitos do livro. # Refazer

Leia mais

Questão 1. Questão 2. Questão 3

Questão 1. Questão 2. Questão 3 Questões de Física para 1º ano e 2º ano Questão 1 Em um acidente, um carro de 1200 kg e velocidade de 162 Km/h chocou-se com um muro e gastou 0,3 s para parar. Marque a alternativa que indica a comparação

Leia mais

EXERCÍCIOS FÍSICA. de módulo 25 m s. O motorista da Van, então, acelera a taxa de 8 m s.

EXERCÍCIOS FÍSICA. de módulo 25 m s. O motorista da Van, então, acelera a taxa de 8 m s. EXERCÍCIOS FÍSICA 1. O motorista de uma Van quer ultrapassar um caminhão, em uma estrada reta, que está com velocidade constante de módulo 0 m s. Para isso, aproxima-se com a Van, ficando atrás, quase

Leia mais

Revisão Cinemática (Movimento Uniformemente Variado M.U.V)

Revisão Cinemática (Movimento Uniformemente Variado M.U.V) INSTITUTO DE EDUCAÇÃO PROF. DENIZARD RIVAIL A Educação é a base da vida 1ºAno do Ensino médio. Turmas: Jerônimo de Mendonça e Pedro Alcantara Disciplina: Física Prof. Dr. Mário Mascarenhas Aluno (a): Revisão

Leia mais

Movimento retilíneo uniformemente

Movimento retilíneo uniformemente 15 fev Movimento retilíneo uniformemente variado 01. Resumo 02. Exercícios de Aula 03. Exercícios de Casa 04. Questão Contexto RESUMO A aceleração (média) é a razão entre a variação de velocidade e o intervalo

Leia mais

Movimento Uniformemente Variado (M.U.V.)

Movimento Uniformemente Variado (M.U.V.) Movimento Uniformemente Variado (M.U.V.) A principal característica do movimento uniformemente variado é a aceleração escalar constante. Quando um móvel qualquer se movimenta com aceleração escalar constante,

Leia mais

LISTA COMPLEMENTAR MUV. Deus é amor e o amor é Deus! E esta força tudo explica e dá sentido à vida! Albert Einstein à sua filha Lieserl

LISTA COMPLEMENTAR MUV. Deus é amor e o amor é Deus! E esta força tudo explica e dá sentido à vida! Albert Einstein à sua filha Lieserl CIENCIAS DA NATUREZA LISTA: FÍSICA 03 3.ª Série Ensino Médio Professor: SANDRO SANTANA Turma: A ( ) / B ( ) Aluno(a): Segmento temático : LISTA COMPLEMENTAR MUV DIA: MÊS: 03 2018 Deus é amor e o amor é

Leia mais

LISTA EXTRA 2ª SÉRIE

LISTA EXTRA 2ª SÉRIE 1) Um objeto de 20 kg desloca-se numa trajetória plana retilínea de acordo com a equação: S = 10 + 3 t + t 2, onde s é medido em metros e t em segundos. a) Qual a expressão da velocidade do objeto no instante

Leia mais

COLÉGIO SHALOM Ensino Médio 1º Série Profº: Wesley da Silva Mota Disciplina: Física. Estudante:. N o.

COLÉGIO SHALOM Ensino Médio 1º Série Profº: Wesley da Silva Mota Disciplina: Física. Estudante:. N o. 65 COLÉGIO SHALOM Ensino Médio 1º Série Profº: Wesley da Silva Mota Disciplina: Física Estudante:. N o. Trabalho de recuperação semestral Data: 01 /08/2018 Valor: Nota: 1 - (UFMG) Júlia está andando de

Leia mais

Lista de exercícios MUV. Aceleração média e equação horária de velocidade

Lista de exercícios MUV. Aceleração média e equação horária de velocidade Lista de exercícios MUV Aceleração média e equação horária de velocidade 01) (Unirio) Caçador nato, o guepardo é uma espécie de mamífero que reforça a tese de que os animais predadores estão entre os bichos

Leia mais

1. 2. t = 0 segundos V (m/s) 7,0 6,0 t (s) S = 2 + 4t 2t2

1. 2. t = 0 segundos V (m/s) 7,0 6,0 t (s) S = 2 + 4t 2t2 1. Um caminhão se desloca em movimento retilíneo e horizontal com velocidade constante de 20 m/s. Sobre sua carroceria está um canhão, postado para tiros verticais, conforme indica a figura. Despreze a

Leia mais

Calcule a resistência equivalente do circuito a seguir:

Calcule a resistência equivalente do circuito a seguir: Questões para estudo 3º ano Questão 1 Calcule a resistência equivalente do circuito a seguir: Questão 2 Calcule a resistência equivalente do circuito a seguir: Questão 3 (F. E.EDSON DE QUEIROZ - CE) Dispõe-se

Leia mais

PROFESSOR: Alexandre C. B. Mattiazzo. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

PROFESSOR: Alexandre C. B. Mattiazzo. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSOR: Alexandre C. B. Mattiazzo DISCIPLINA: Física SÉRIE: 1º A e B ALUNO (A): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

Leia mais

LISTAGEM DE CONTEÚDOS DE FÍSICA PARA O EXAME 1 ANO / 2012

LISTAGEM DE CONTEÚDOS DE FÍSICA PARA O EXAME 1 ANO / 2012 LISTAGEM DE CONTEÚDOS DE FÍSICA PARA O EXAME 1 ANO / 2012 # Velocidade escalar média # Movimento retilíneo uniforme # Movimento retilíneo uniformemente variado # Movimento de queda livre dos corpos # Movimento

Leia mais

2 O gráfico posição x tempo abaixo, refere se a uma partícula que se desloca em movimento uniforme.

2 O gráfico posição x tempo abaixo, refere se a uma partícula que se desloca em movimento uniforme. Aula ao vivo 10/03/2014 Introdução à Cinemática 1 Durante uma viagem entre duas cidades, um passageiro decide calcular a velocidade escalar média do ônibus. Primeiramente, verifica que os marcos indicativos

Leia mais

ACELERAÇÃO MOVIMENTO RETILÍNEO UNIFORME

ACELERAÇÃO MOVIMENTO RETILÍNEO UNIFORME ACELERAÇÃO MOVIMENTO RETILÍNEO UNIFORME Movimento Retilíneo Uniforme (MRU) é o movimento que ocorre com velocidade constante em uma trajetória reta. Desta forma, em intervalos de tempos iguais o móvel

Leia mais

Sabendo o momento do encontro, só é necessário aplicá-lo em uma das duas funções (do caminhão ou do carro).

Sabendo o momento do encontro, só é necessário aplicá-lo em uma das duas funções (do caminhão ou do carro). Engenharia Física Mecânica, prof. Simões Revisão para prova integradora 1. Um automóvel encontra-se parado diante de um semáforo. Logo quando o sinal abre, ele arranca com aceleração 5m/s², enquanto isso,

Leia mais

v (m/s) 10,0 5,0 2,0 8,0 t (s) v (m/s) 2,0 0 2,0. t (s) v (m/s) 8,0 6,0 2,0. t (s) v (m/s) 10,0 6,0. 0 2,0 x. t (s) 2 t

v (m/s) 10,0 5,0 2,0 8,0 t (s) v (m/s) 2,0 0 2,0. t (s) v (m/s) 8,0 6,0 2,0. t (s) v (m/s) 10,0 6,0. 0 2,0 x. t (s) 2 t M.U.V. s s v v. t v.t.. t (Eercício modelo) Uma partícula parte do repouso com aceleração escalar constante igual a, m/s. Determine a distância percorrida e a velocidade escalar da partícula após, s. s

Leia mais

Introdução à Cinemática

Introdução à Cinemática Mecânica: Cinemática Introdução à Cinemática Conceitos Iniciais Prof. Murillo Nascente I- CONCEITOS BÁSICOS DE CINEMÁTICA 1. Cinemática: É a parte da mecânica que estuda os movimentos dos corpos ou partículas

Leia mais

Física 1 - EMB5034. Prof. Diego Duarte MRUV - Parte 1 (lista 2) 8 de agosto de v(t) = v 0 + at (1) x(t) = x 0 + vt at2 (2)

Física 1 - EMB5034. Prof. Diego Duarte MRUV - Parte 1 (lista 2) 8 de agosto de v(t) = v 0 + at (1) x(t) = x 0 + vt at2 (2) Física 1 - EMB5034 Prof. Diego Duarte MRUV - Parte 1 (lista 2) 8 de agosto de 2017 1. (a) Mostre que as equações horária da velocidade e posição de um corpo em MRUV são dadas, respectivamente, pelas seguintes

Leia mais

Introdução à Cinemática Escalar, Movimento Uniforme (MU) e Movimento Uniformemente Variado (MUV)

Introdução à Cinemática Escalar, Movimento Uniforme (MU) e Movimento Uniformemente Variado (MUV) Introdução à Cinemática Escalar, Movimento Uniforme (MU) e Movimento Uniformemente Variado (MUV) Introdução à Cinemática Escalar, Movimento Uniforme (MU) e Movimento Uniformemente Variado (MUV) QUADRO

Leia mais

Cinemática Escalar Professor Jordão (Física)

Cinemática Escalar Professor Jordão (Física) Cinemática Escalar Professor Jordão (Física) www.masterjuris.com.br 1) O gráfico a seguir representa o espaço s em função do tempo t para o movimento de um ciclista. Considere as proposições que se seguem.

Leia mais

COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental II 9º ANO Profº: Wesley da Silva Mota Disciplina: Física. Estudante:. N o.

COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental II 9º ANO Profº: Wesley da Silva Mota Disciplina: Física. Estudante:. N o. 65 COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental II 9º ANO Profº: Wesley da Silva Mota Disciplina: Física Estudante:. N o. Trabalho de recuperação semestral Data: /08/2018 Valor: Nota: 1 - Um móvel percorre uma distância

Leia mais

MÓDULO 3 aula 21 (velocidade escalar média)

MÓDULO 3 aula 21 (velocidade escalar média) MÓDULO 3 aula 21 (velocidade escalar média) ACELERAÇÃO ESCALAR MÉDIA Nos movimentos em que a velocidade escalar é variável, pode-se definir a taxa de variação dessa velocidade como a razão entre a variação

Leia mais

ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO - MRUV MOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO MRUV

ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO - MRUV MOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO MRUV EDUCANDO: Nº: TURMA: DATA: / / LIVRES PARA PENSAR EDUCADOR: Rosiméri dos Santos ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO - MRUV MOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO MRUV Movimento Uniformemente Variado A variação da velocidade

Leia mais

Professora Florence. t(s) 0,0 1,0 2,0 3,0 4,0 5,0 v(m/s) 0,0 1,8 3,6 5,4 7,2 9,0

Professora Florence. t(s) 0,0 1,0 2,0 3,0 4,0 5,0 v(m/s) 0,0 1,8 3,6 5,4 7,2 9,0 1. Um ponto material desloca-se sobre uma reta e sua velocidade em função do tempo é dada pelo gráfico. Pedem-se: a) a equação horária da velocidade (função de v = f(t)) v(m/s) b) o deslocamento do ponto

Leia mais

9º Ano/Turma: Data / /2016

9º Ano/Turma: Data / /2016 Estudante: Educadora: Daiana Araújo 9º Ano/Turma: Data / /2016 C.Curricular: Ciências / Física 1) Em uma situação corriqueira do dia a dia, um observador parado no acostamento vê dois automóveis que percorrem

Leia mais

Plano de Aulas. Física. Módulo 2 Movimentos com velocidade variável

Plano de Aulas. Física. Módulo 2 Movimentos com velocidade variável Plano de Aulas Física Módulo Movimentos com velocidade variável Resolução dos exercícios propostos Exercícios dos conceitos CAPÍTULO 1 1 a) A aceleração é constante durante todo o percurso, então: b) a

Leia mais

COLÉGIO SHALOM Ensino Médio 1º Ano Profº: Wesley da Silva Mota Disciplina: Física. Estudante:. N o. "Foco, Força e Fé

COLÉGIO SHALOM Ensino Médio 1º Ano Profº: Wesley da Silva Mota Disciplina: Física. Estudante:. N o. Foco, Força e Fé 65 COLÉGIO SHALOM Ensino Médio 1º Ano Profº: Wesley da Silva Mota Disciplina: Física Estudante:. N o. "Foco, Força e Fé Trabalho de recuperação semestral Data: /08/2019 Valor: Nota: 1 - (UFMG) Júlia está

Leia mais

Lista de Exercícios Movimento uniformemente variado e Movimento Circular Uniforme.

Lista de Exercícios Movimento uniformemente variado e Movimento Circular Uniforme. Lista de Exercícios Movimento uniformemente variado e Movimento Circular Uniforme. 1) Um automóvel desacelera uniformemente até o repouso, em um intervalo de tempo de 30s, percorrendo uma distância em

Leia mais

9 ANO Ensino Fundamental

9 ANO Ensino Fundamental E n s in o F o r t e e d e R e s u l t a do s Estudante: Centro Educacio nal Juscelino K ub itschek G u a r á / Valp ar aíso Exercícios Recuperação Semestral F Í S I C A 9 ANO Ensino Fundamental Data:

Leia mais

TEOREMA DA ENERGIA CINÉTICA

TEOREMA DA ENERGIA CINÉTICA TEOREMA DA ENERGIA CINÉTICA 1. (G1 - cftmg 017) Uma força horizontal de módulo constante F 100 N é aplicada sobre um carrinho de massa M 10,0 kg que se move inicialmente a uma velocidade vi 18 km h. Sabendo-se

Leia mais

3 - Calcule a distância percorrida por um móvel em 35 s, sabendo que a medida da sua velocidade é 7 m/s. O movimento do corpo é retilíneo uniforme.

3 - Calcule a distância percorrida por um móvel em 35 s, sabendo que a medida da sua velocidade é 7 m/s. O movimento do corpo é retilíneo uniforme. COLÉGIO SHALOM Ensino Médio 1 Ano Prof.º: Wesley Disciplina Física Aluno (a):. No. Trabalho de Recuperação Data: Valor: Tema: - Movimento uniforme - Movimento uniformemente variado - Os princípios da dinâmica

Leia mais

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Lista de exercícios de Física - 1º Bimestre Nome: Ano: 9ºA/B/C Prof. N.: / /17 (A) CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: A seguir apresenta-se o conteúdo contemplado no programa

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS: POTÊNCIA, TRABALHO E ENERGIA TURMAS: 1C01 a 1C10 (PROF. KELLER)

LISTA DE EXERCÍCIOS: POTÊNCIA, TRABALHO E ENERGIA TURMAS: 1C01 a 1C10 (PROF. KELLER) LISTA DE EXERCÍCIOS: POTÊNCIA, TRABALHO E ENERGIA TURMAS: 1C01 a 1C10 (PROF. KELLER) 1) Uma máquina consome 4000 J de energia em 100 segundos. Sabendo-se que o rendimento dessa máquina é de 80%, calcule

Leia mais

Lista de exercícios para 2ª prova de Física Professor Lucas.

Lista de exercícios para 2ª prova de Física Professor Lucas. Lista de exercícios para 2ª prova de Física Professor Lucas. 1) A cidade de São Paulo tem cerca de 23 km de raio. Numa certa madrugada, parte-se de carro, inicialmente em repouso, de um ponto qualquer

Leia mais

Fís. Semana. Leonardo Gomes (Arthur Vieira)

Fís. Semana. Leonardo Gomes (Arthur Vieira) Semana 3 Leonardo Gomes (Arthur Vieira) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. CRONOGRAMA 06/02

Leia mais

Aula 3 Introdução à Cinemática Movimento em 1 dimensão

Aula 3 Introdução à Cinemática Movimento em 1 dimensão Aula 3 Introdução à Cinemática Movimento em 1 dimensão FÍSICA Divisões da Física Quântica trata do universo do muito pequeno, dos átomos e das partículas que compõem os átomos. Clássica trata dos objetos

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO educação do jeito que deve ser 2ª PROVA PARCIAL DE FÍSICA

COLÉGIO XIX DE MARÇO educação do jeito que deve ser 2ª PROVA PARCIAL DE FÍSICA COLÉGIO XIX DE MARÇO educação do jeito que deve ser 2016 2ª PROVA PARCIAL DE FÍSICA Aluno(a): Nº Ano: 1º Turma: Data: 16 /08 /2016 Nota: Professor(a): Antonio Marcio Valor da Prova: 40 pontos Orientações

Leia mais

Movimento Uniformemente Variado. Professora Daniele Santos -Física -2º Ano Instituto GayLussac

Movimento Uniformemente Variado. Professora Daniele Santos -Física -2º Ano Instituto GayLussac Movimento Uniformemente Variado Professora Daniele Santos -Física -2º Ano Instituto GayLussac Equação de Torricelli É junção das equações horárias da posição e da velocidade e não depende do tempo. É prática

Leia mais

LISTA DE EXERCICIOS PARA 4UL TURMAS DE 1º ANO (2014) PROF. KELLER

LISTA DE EXERCICIOS PARA 4UL TURMAS DE 1º ANO (2014) PROF. KELLER LISTA DE EXERCICIOS PARA 4UL TURMAS DE 1º ANO (2014) PROF. KELLER Câmara Escura e espelhos planos: exercícios 01 a 05 Espelhos Esféricos: exercícios 06 a 08 Lentes Esféricas: exercícios 09 a 11 Cinemática

Leia mais

Velocidade escalar média no m.u.v.

Velocidade escalar média no m.u.v. Velocidade escalar média no m.u.v. s t s t v v vm Exercício modelo: O movimento retilíneo uniformemente variado de um ponto material tem seus espaços variando com o tempo, de acordo com a tabela a seguir.

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS 2º teste sumativo de FQA 24. novembro. 2014 Versão 1 11º Ano Turma A Professor: Maria do Anjo Albuquerque Duração da prova: 90 minutos. Este teste é constituído por 11 páginas

Leia mais

MRUV Movimento Retilíneo Uniformemente Variado

MRUV Movimento Retilíneo Uniformemente Variado MRUV Movimento Retilíneo Uniformemente Variado MRUV é o movimento de qualquer móvel com as seguintes características: Aceleração constante e diferente de zero. O módulo da velocidade varia de modo uniforme

Leia mais

Plano de Recuperação Semestral 1º Semestre 2016

Plano de Recuperação Semestral 1º Semestre 2016 Disciplina: FÍSICA Série/Ano: 1º ANO Professores: BETO, DIOGO, PH e BILL Objetivo: Proporcionar ao aluno a oportunidade de resgatar os conteúdos trabalhados durante o 1º semestre nos quais apresentou defasagens

Leia mais

Fís. Semana. Leonardo Gomes (Arthur Vieira)

Fís. Semana. Leonardo Gomes (Arthur Vieira) Semana 3 Leonardo Gomes (Arthur Vieira) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. CRONOGRAMA 06/02

Leia mais

Universidade Federal do Rio de Janeiro Instituto de Física Física I 2016/1 Lista de Cinemática - 1 Dimensão

Universidade Federal do Rio de Janeiro Instituto de Física Física I 2016/1 Lista de Cinemática - 1 Dimensão Universidade Federal do Rio de Janeiro Instituto de Física Física I 2016/1 Lista de Cinemática - 1 Dimensão 1. Um motorista percorre 10 km a 40 km/h, os 10 km seguintes a 80 km/h e mais 10 km a 30 km/h.

Leia mais

APOSTILA CINEMÁTICA 2019

APOSTILA CINEMÁTICA 2019 ESCOLA DE ENSINO FUND. E MÉDIO TENENTE RÊGO BARROS DIRETORA: CESAR ALVES DE ALMEIDA COSTA CEL. INT. R1 PROFESSOR: ALUNO(a): Nº SÉRIE: o Ano TURMA: A_ DATA: / /2019 APOSTILA CINEMÁTICA 2019 01) (UEPB) Um

Leia mais

PLANO DE RECUPERAÇÃO 1º TRIMESTRE

PLANO DE RECUPERAÇÃO 1º TRIMESTRE PLANO DE RECUPERAÇÃO 1º TRIMESTRE - 2018 DISCIPLINA: FÍSICA TURMA(S): 1ºA - EM PROFESSOR THIAGO CAVALCANTI Objetivo: Homogeneizar a classe, dando novas chances aos alunos que não conseguiram assimilar

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS. As energias cinéticas de Pedro e Paulo em relação a um referencial localizado em João são em J(joule):

LISTA DE EXERCÍCIOS. As energias cinéticas de Pedro e Paulo em relação a um referencial localizado em João são em J(joule): LISTA DE EXERCÍCIOS 1 - (FUVEST-SP) Um corpo de massa 3,0kg está posicionado 2,0m acima do solo horizontal e tem energia potencial gravitacional de 90J. A aceleração de gravidade no local tem módulo igual

Leia mais

Professora FLORENCE. A aceleração pode ser calculada pelo gráfico através da tangente do ângulo α.

Professora FLORENCE. A aceleração pode ser calculada pelo gráfico através da tangente do ângulo α. 1. Um ponto material desloca-se sobre uma reta e sua velocidade em função do tempo é dada pelo gráfico. Pedem-se: a) a equação horária da velocidade (função de v = f(t)) v(m/s) b) o deslocamento do ponto

Leia mais

Exercícios 1 MU, MUV, Gráficos

Exercícios 1 MU, MUV, Gráficos Exercícios 1 MU, MUV, Gráficos 1) (Unitau-SP) Um móvel parte do quilômetro 50, indo até o quilômetro 60, de onde, mudando o sentido do movimento, vai até o quilometro 32. Quais são, respectivamente, a

Leia mais

Aplicação dos conceitos de posição, velocidade e aceleração. Aplicação de derivadas e primitivas de

Aplicação dos conceitos de posição, velocidade e aceleração. Aplicação de derivadas e primitivas de Ano lectivo 2010-2011 Engenharia Civil Exercícios de Física Ficha 4 Movimento a uma Dimensão Capítulo 3 Conhecimentos e e capacidades a adquirir a adquirir pelo pelo aluno aluno Aplicação dos conceitos

Leia mais

Notação Científica. n é um expoente inteiro; N é tal que:

Notação Científica. n é um expoente inteiro; N é tal que: Física 1 Ano Notação Científica n é um expoente inteiro; N é tal que: Exemplos: Notação Científica Ordem de Grandeza Qual a ordem de grandeza? Distância da Terra ao Sol: Massa de um elétron: Cinemática

Leia mais

Colégio XIX de Março Educação do jeito que deve ser

Colégio XIX de Março Educação do jeito que deve ser Colégio XIX de Março Educação do jeito que deve ser 2017 1ª PROVA PARCIAL DE FÍSICA Aluno(a): Nº Ano: 1º Turma: Data: 08/04/2017 Nota: Professor(a): Antonio Marcio Valor da Prova: 40 pontos Orientações

Leia mais

Exercícios de MUV. 1 P r o j e t o F u t u r o M i l i t a r w w w. f u t u r o m i l i t a r. c o m. b r

Exercícios de MUV. 1 P r o j e t o F u t u r o M i l i t a r w w w. f u t u r o m i l i t a r. c o m. b r Exercícios de MUV 1- Um ciclista partiu do repouso de uma pista num ponto de uma pista reta. No instante em que completou 200 m, praticamente com aceleração constante, sua velocidade escalar era de 57,6

Leia mais

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 1 o ano Disciplina: Física - Unidades de medidas, Velocidade e Aceleração média

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 1 o ano Disciplina: Física - Unidades de medidas, Velocidade e Aceleração média Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 1 o ano Disciplina: Física - Unidades de medidas, Velocidade e Aceleração média UNIDADES DE MEDIDAS

Leia mais

BIMESTRAL - FÍSICA - 1ºBIMESTRE

BIMESTRAL - FÍSICA - 1ºBIMESTRE BIMESTRAL - FÍSICA - 1ºBIMESTRE Série: 3ªEM Gabarito 1- Uma pessoa percorreu, caminhando a pé, 6,0 km em 20,0 minutos. A sua velocidade escalar média, em unidades do Sistema Internacional, foi de: * 2,0

Leia mais

Ficha de trabalho 5 AMPLIAÇÃO

Ficha de trabalho 5 AMPLIAÇÃO Nome: N. o : Turma: Data: Ficha de trabalho 5 AMPLIAÇÃO 1. Uma pedra é lançada do ponto P com uma velocidade de 10 m s 1 numa direcção que forma um ângulo de 45º com a horizontal, atingindo o ponto Q conforme

Leia mais

REVISÃO AULA 06 (20 / 02 / 2018) EQUAÇÃO DE TORRICELLI

REVISÃO AULA 06 (20 / 02 / 2018) EQUAÇÃO DE TORRICELLI REVISÃO AULA 06 (20 / 02 / 2018) EQUAÇÃO DE TORRICELLI REVISÃO 06 (disponível a partir de 20/02/2017) Para receber nosso material semanalmente, inscreva-se: bit.ly/ft2018gratis Fala, FERA! Tranquilo!?

Leia mais

Cinemática Gráficos Cinemáticos 1- Na figura estão representados os diagramas de velocidade de dois móveis em função do tempo. Esses móveis partem de um mesmo ponto, a partir do repouso, e percorrem a

Leia mais

1) (UFF modificado) Um homem de massa 70 kg sobe uma escada, do ponto A ao ponto B, e depois desce do ponto B ao ponto C, conforme indica a figura.

1) (UFF modificado) Um homem de massa 70 kg sobe uma escada, do ponto A ao ponto B, e depois desce do ponto B ao ponto C, conforme indica a figura. ESTUDO DIRIGIDO PROVA MENSAL 1ºEM 1) (UFF modificado) Um homem de massa 70 kg sobe uma escada, do ponto A ao ponto B, e depois desce do ponto B ao ponto C, conforme indica a figura. Qual foi o trabalho

Leia mais

Energia Mecânica. Sistema Não Conservativo Sistema Dissipativo

Energia Mecânica. Sistema Não Conservativo Sistema Dissipativo Energia Mecânica Sistema Não Conservativo Sistema Dissipativo TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Leia o texto e responda à(s) questão(ões). Um motorista conduzia seu automóvel de massa.000 kg que trafegava

Leia mais

EXERCÍCIOS DA META 1

EXERCÍCIOS DA META 1 EXERCÍCIOS DA META 1 01. (ENEM 2012) Uma empresa de transportes precisa efetuar a entrega de uma encomenda o mais breve possível. Para tanto, a equipe de logística analisa o trajeto desde a empresa até

Leia mais

TRABALHO DE RECUPERAÇÃO

TRABALHO DE RECUPERAÇÃO CIÊNCIAS - FÍSICA TRABALHO DE RECUPERAÇÃO ENSINO FUNDAMENTAL ANO: 9º TURMAS: A B C D E ETAPA: 2ª ANO: 2017 PROFESSOR: FELIPPE CANUTO ALUNO(A): Nº: QUESTÃO 1 Uma tartaruga caminha, em linha reta, a 40 metros/hora,

Leia mais

Plano de Recuperação Semestral 1º Semestre 2017

Plano de Recuperação Semestral 1º Semestre 2017 Disciplina: FÍSICA Série/Ano: 1º ANO Professores: BETO e DIOGO Objetivo: Proporcionar ao aluno a oportunidade de resgatar os conteúdos trabalhados durante o 1º semestre nos quais apresentou defasagens

Leia mais

Professora Florence. Resposta: Resposta:

Professora Florence. Resposta: Resposta: 1. (Espcex (Aman) 2013) Um carro está desenvolvendo uma velocidade constante de 72 km h em uma rodovia federal. Ele passa por um trecho da rodovia que está em obras, onde a velocidade máxima permitida

Leia mais

0.1 Forças Horizontais

0.1 Forças Horizontais Dinâmica 0.1 Forças Horizontais 1. (UCS-RS) Uma força de intensidade 20N atua sobre os blocos A e B, de massas ma=3kg e mb=1kg, como mostra a figura 1. A superfície sobre a qual desliza o conjunto é horizontal

Leia mais

COLÉGIO DOMINUS VIVENDI Lista de Exercícios MU e MUV Prof. Anderson (Física). Recuperação

COLÉGIO DOMINUS VIVENDI Lista de Exercícios MU e MUV Prof. Anderson (Física). Recuperação COLÉGIO DOMINUS VIVENDI Lista de Exercícios MU e MUV Prof. Anderson (Física). Recuperação 01 Dois ciclistas que movem-se com velocidade constante possuem funções horárias S 1 = 20 + 2.t e S 2 = -40 + 3.t;

Leia mais

RETRÓGRADO OU REGRESSIVO: É quando o móvel aumenta suas posições no passar do tempo, ou seja, movimenta-se no mesmo sentido do referencial.

RETRÓGRADO OU REGRESSIVO: É quando o móvel aumenta suas posições no passar do tempo, ou seja, movimenta-se no mesmo sentido do referencial. MRU Movimento Retilíneo Uniforme MRU é o movimento de qualquer móvel com as seguintes características: O móvel percorre distâncias iguais em intervalos de tempo iguais Velocidade constante. Como não varia

Leia mais

Tarefa 23 Professor William TRABALHO E ENERGIA

Tarefa 23 Professor William TRABALHO E ENERGIA 9º ano Física Tarefa 23 Professor William TRABALHO E ENERGIA 01. Um objeto de massa igual a 10 kg movimenta-se com velocidade de 2 m/s. Por causa da ação de uma força constante, esse objeto tem a sua velocidade

Leia mais

RESOLUÇÃO RESOLUÇÃO MODELO 1:

RESOLUÇÃO RESOLUÇÃO MODELO 1: Distância (km) MODELO 1: 1) Sabendo que a velocidade da luz no vácuo vale 300.000 km/s, calcule quantas voltas a luz efetuaria ao redor da Terra em 1 segundo (suponha que viaje sobre o Equador, cujo comprimento

Leia mais

(Queda Livre, Lançamentos Verticais, velocidade media, mru, mruv, derivada e integrais)

(Queda Livre, Lançamentos Verticais, velocidade media, mru, mruv, derivada e integrais) Movimento vertical (Queda Livre, Lançamentos Verticais, velocidade media, mru, mruv, derivada e integrais) 1. Três bolinhas idênticas, são lançadas na vertical, lado a lado e em seqüência, a partir do

Leia mais

Fixação Módulo 1 aula 10 Gráfico sxt do MUV

Fixação Módulo 1 aula 10 Gráfico sxt do MUV 1. (Eear) A posição (x) de um móvel em função do tempo (t) é representado pela parábola no gráfico a seguir. Durante todo o movimento o móvel estava sob uma aceleração constante de módulo igual a m s.

Leia mais

Movimento retilíneo uniformemente

Movimento retilíneo uniformemente 15 fev Movimento retilíneo uniformemente variado (MUV) 01. Resumo 02. Exercícios de Aula 03. Exercícios de Casa 04. Questão Contexto RESUMO Ao estudarmos o Movimento Uniformemente Variado (ou MUV) estamos

Leia mais

Lista de Exercícios 04/2012 Cinemática prof. Venê (09/04/2012)

Lista de Exercícios 04/2012 Cinemática prof. Venê (09/04/2012) Lista de Exercícios 04/2012 Cinemática prof. Venê (09/04/2012) 1. (FUVEST) Dois veículos A e B deslocam-se em trajetórias retilíneas e paralelas uma à outra. No instante t = 0 s eles se encontram lado

Leia mais

CURSO PRF 2017 FÍSICA. diferencialensino.com.br FÍSICA NIVELAMENTO 01 1

CURSO PRF 2017 FÍSICA. diferencialensino.com.br FÍSICA NIVELAMENTO 01 1 FÍSICA NIVELAMENTO 01 1 PROFESSOR AULA 001 MATEMÁTICA VICTOR ROCHA (VITINHO) 2 EXERCÍCIOS DE NIVELAMENTO 01) Um automóvel aproxima-se de um paredão, como ilustra a figura. É incorreto afirmar-se que a)

Leia mais

Capítulo 1. d) 0,6 e) 0,8

Capítulo 1. d) 0,6 e) 0,8 Capítulo 1 Dinâmica 1. (Fatec-SP) Um motorista conduzia seu automóvel de massa 2 000 kg que trafegava em linha reta, com velocidade constante de 72 km/h, quando avistou uma carreta atravessada na pista.

Leia mais

DATA: 10/12/2018 ALUNO (a): Nº SÉRIE: 1 TURMA: DISCIPLINA: FÍSICA SETOR: A PROFESSOR(A): SILVANA ANTUNES EXAME

DATA: 10/12/2018 ALUNO (a): Nº SÉRIE: 1 TURMA: DISCIPLINA: FÍSICA SETOR: A PROFESSOR(A): SILVANA ANTUNES EXAME DATA: 10/12/2018 ALUNO (a): Nº SÉRIE: 1 TURMA: DISCIPLINA: FÍSICA SETOR: A PROFESSOR(A): SILVANA ANTUNES EXAME 1) A posição de um corpo só pode ser determinada em relação a outro tomado como referencial.

Leia mais