Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome MDS Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional SESAN

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome MDS Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional SESAN"

Transcrição

1 Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome MDS Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional SESAN Fórum de debates sobre a pobreza e a segurança alimentar Campinas, 13 de outubro de 2011

2 Estrutura da apresentação Análise da evolução nos últimos anos das principais políticas de garantia de renda e proteção social Institucionalização do tema da segurança alimentar e nutricional Políticas de segurança alimentar e nutricional e a atuação do MDS Plano Brasil sem Miséria

3 Evolução recente das principais políticas de garantia de renda e proteção social I - Evolução do salário mínimo (pós CF 1988) II - Benefícios Previdenciários III - Benefício de Prestação Continuada IV - Programas Sociais de Transferência de Renda

4 Evolução do Salário Mínimo Real 1988 a 2010 R$ Nota: Série em reais (R$) constantes de março de 2010, elaborada pelo Ipea, deflacionando-se o Salário Mínimo nominal pelo Índice Nacional de preços ao Consumidor (INPC) do IBGE. Fonte: Ipeadata.

5 Cestas Básicas Adquiridas com um salário mínimo Como reflexo da valorização do Salário Mínimo, verificou-se uma evolução significativa do seu poder de compra expresso em cestas básicas, que mais do que duplicou entre 1995 e nº de cestas básicas 2,5 2 1,5 1 0,5 0 Cestas Básicas Adquiridas com 1 salário mínimo 2,23 1,91 1,93 2,01 1,74 1,6 1,02 1,14 1,23 1,22 1,37 1,25 1,28 1,42 1,47 1, jan/10 ano Nota: médias anuais da cesta básica de São Paulo e Salário Mínimo Fonte: Dieese

6 Evolução da taxa de variação real dos rendimentos de todos os trabalhos e do Salário Mínimo A valorização real do Salário Mínimo tem superado o crescimento dos rendimentos médios do trabalho, contribuindo para a redução dos diferenciais de rendimentos no mercado de trabalho. 15,0% 10,0% 5,0% 0,0% ,0% -10,0% Variação anual dos rendimentos de todos os trabalhos Variação anual do S M Nota: 1) Os dados de rendimento de 2001 a 2003 excluem os residentes na área rural da região norte. 2) O rendimento mensal médio de todos os trabalhos é calculado para pessoas de 16 anos ou mais, excluídos os sem rendimentos e os sem declaração de rendimento. 3) Valores corrigidos pelo INPC. Fonte: Microdados da Pnad e Bacen

7 Evolução dos Benefícios Assistenciais, 1988 a Idos o P es s oa c om Defic iênc ia TOTAL Fonte: Dataprev, SUB, Sintese

8 Execução dos valores pagos do Programa Bolsa Família 2004 a 2010 Evolução do número de famílias inseridas no Programa Bolsa Família 2004 a ,4 12,8 milhões R$ , , , , , , ,7 milhões ,6 8,7 11,0 11,0 10,

9 Institucionalização do tema da segurança alimentar e nutricional

10 Marco legal da segurança alimentar e nutricional LOSAN Criação do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (SISAN) para formular e implementar políticas e planos de segurança alimentar e nutricional para assegurar o direito humano à alimentação adequada estimular a integração dos esforços entre governo e sociedade civil e promover o monitoramento das ações de SAN EC 064/2010 Inserção do Direito Humano à Alimentação no art. 6º da Constituição Federal de 1988 CONSEA Decreto 6.272, de 23 de novembro de 2007 (definição de competências, composição e funcionamento do CONSEA) CAISAN Decreto 6.273, de 23 de novembro DE 2007 (criação da CAISAN, com 19 Ministérios) PNSAN Decreto 7.272, de 25 de agosto de 2010 (instituição da PNSAN e definição de critérios para a elaboração do primeiro Plano Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional)

11 Construção do SISAN Componentes do SISAN I a Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional II o CONSEA III a CAISAN IV os órgãos e entidades de segurança alimentar e nutricional da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios V as instituições privadas, com ou sem fins lucrativos, que manifestem interesse na adesão e que respeitem os critérios, princípios e diretrizes do SISAN Processo de construção ao SISAN Momento atual é de descentralização do Sistema para estados e municípios, assegurando sua adesão Requisitos mínimos para a adesão Constituição de conselho estadual, distrital ou municipal de SAN, composto por 2/3 de representantes da sociedade civil e 1/3 de representantes governamentais Formação de câmara ou instância governamental de gestão intersetorial das ações de SAN Compromisso para a elaboração do plano estadual, distrital ou municipal de SAN

12 Eixos da Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional no Brasil

13 Abastecimento e estruturação de sistemas sustentáveis e de base agroecológica de produção, extração, processamento e distribuição Promoção do acesso universal à alimentação adequada e saudável Monitoramento da realização do direito humano à alimentação adequada Instituição de processos permanentes de educação alimentar e nutricional Eixos da PNSAN Ações em âmbito internacional de soberania alimentar, segurança alimentar e nutricional e direito humano à alimentação adequada Ações voltadas a indígenas, quilombolas e demais povos e comunidades tradicionais Fortalecimento das ações de alimentação e nutrição em todos os níveis da atenção à saúde Promoção do acesso à água de qualidade e em quantidade suficiente

14 Plano Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional Principal instrumento de planejamento, gestão e execução da PNSAN, representando mais uma etapa da consolidação do SISAN Política estruturante e garantidora do direito humano à alimentação adequada Representa importante inovação Embasado nas metas e objetivos do Plano Plurianual (PPA) Estabelece a intersetorialidade como referência para o planejamento da ação pública e a garantia de plenas condições para sua implementação Elaborado sob a coordenação da CAISAN, incluindo consulta ao CONSEA Aprovado pelo Pleno Ministerial da CAISAN Reúne e integra dezenas de ações do Governo Federal com impacto na segurança alimentar e nutricional Fortalecimento da agricultura familiar, produção e abastecimento alimentar, promoção da alimentação saudável e adequada Consolida um importante instrumento de monitoramento das metas estabelecidas para as ações de SAN Dialoga com a meta de superação da extrema pobreza, ao estabelecer as condições institucionais para sua mais grave expressão a violação do direito à alimentação

15 Programas e ações governamentais da PNSAN: alguns exemplos Promoção do acesso universal à alimentação adequada Programa Bolsa Família Programa Nacional de Alimentação Escolar Rede de equipamentos públicos de alimentação e nutrição Programa de Alimentação do Trabalhador Distribuição de alimentos para grupos específicos

16 Programas e ações governamentais da PNSAN: alguns exemplos Abastecimento e estruturação de sistemas de produção, processamento e distribuição de alimentos Preços mínimos e formação de estoques Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF) Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar (PAA) Reforma agrária Programa de conservação e manejo da agrobiodiversidade Programa de apoio a pescadores e aquicultores

17 Programas e ações governamentais da PNSAN: alguns exemplos Promoção do acesso universal à água Construção de cisternas para armazenamento de água da chuva para o consumo humano e para a produção de alimentos Apoio a povos e comunidades tradicionais Distribuição de alimentos Regularização fundiária Instituição de processos permanentes de educação alimentar e nutricional, envolvendo ações do Ministério do Desenvolvimento Social, Saúde e Educação Fortalecimento das ações de alimentação e nutrição nos níveis de atenção à saúde, com ações do Ministério da Saúde

18 INCLUSÃO PRODUTIVA RURAL Aperfeiçoamento e articulação das políticas públicas direcionadas à promoção da agricultura familiar e do desenvolvimento rural porém, com atenção especial na extrema pobreza rural Governo Federal fez rigoroso exame das políticas de forma a ampliá-las ou adequá-las para que beneficiem o público que, até então, ficou à margem dos frutos da atuação pública

19 INCLUSÃO PRODUTIVA RURAL OBJETIVO AUMENTO DAS CAPACIDADES E OPORTUNIDADES BOLSA VERDE ACOMPANHAMENTO DAS FAMÍLIAS SEMENTES, MUDAS E TECNOLOGIAS FOMENTO ÁGUA PARA TODOS LUZ PARA TODOS AUMENTO DA PRODUÇÃO ACESSO AOS MERCADOS AUTOCONSUMO

20 INCLUSÃO PRODUTIVA RURAL O mérito dessa iniciativa é fortalecer os instrumentos existentes assistência técnica, apoio à comercialização e disponibilização de insumos e tecnologias e estabelecer instrumentos inovadores recursos não reembolsáveis para estruturação produtiva complementação de renda às famílias que conservam ativos ambientais

21 INCLUSÃO PRODUTIVA RURAL A execução dos instrumentos, combinados de diferentes formas, materializa apoio a quatro grupos Agricultores familiares e povos e comunidades tradicionais Famílias assentadas e do crédito fundiário Assalariados rurais Bolsa Verde agricultores, extrativistas e ribeirinhos que vivem em assentamentos ambientalmente diferenciados e em unidades de conservação

22 INCLUSÃO PRODUTIVA RURAL Mapa de Oportunidades para o rural Estratégia para o rural está alicerçada também na identificação de arranjos produtivos nos territórios potencial de geração de renda em atividades agrícolas e não agrícolas Articulação de investimentos e de instrumentos de apoio esforço intersetorial do Governo Superação da extrema pobreza como componente fundamental da definição de oportunidades econômicas constituir circuitos de produção e renda e revitalizar as áreas rurais

23 INCLUSÃO PRODUTIVA RURAL À guisa de conclusão, 1ª etapa da inclusão produtiva rural já em andamento Em 2011, 33 mil famílias acessarão assistência técnica e um conjunto de serviços e recursos para ampliar capacidades e oportunidades Etapas seguintes, com ampliação da estratégia para os demais públicos, em fase de consolidação Monitoramento do Plano BSM Tanto das ações, como das famílias beneficiadas Prestação de contas à sociedade, mas, também, correção de rumos e aperfeiçoamentos constantes

24 MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME SECRETARIA NACIONAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL Esplanada dos Ministérios Bloco C Sala Brasília/DF Brasil /1119/1120

SUAS e Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional SISAN: Desafios e Perspectivas para a Intersetorialiade

SUAS e Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional SISAN: Desafios e Perspectivas para a Intersetorialiade SUAS e Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional SISAN: Desafios e Perspectivas para a Intersetorialiade XIV ENCONTRO NACIONAL DO CONGEMAS Fortaleza, 22 e 23 de março de 2012 História recente

Leia mais

Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional SESAN. Departamento de Estruturação e Integração de Sistemas Públicos Agroalimentares DEISP

Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional SESAN. Departamento de Estruturação e Integração de Sistemas Públicos Agroalimentares DEISP MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME MDS Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional SESAN Departamento de Estruturação e Integração de Sistemas Públicos Agroalimentares DEISP

Leia mais

As Compras Públicas da Agricultura Familiar para Programas Sociais

As Compras Públicas da Agricultura Familiar para Programas Sociais As Compras Públicas da Agricultura Familiar para Programas Sociais INCLUSÃO PRODUTIVA RURAL Aumento da produção para segurança alimentar e ampliação de canais de comercialização Programa de Aquisição de

Leia mais

SISAN Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional

SISAN Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional SISAN Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional A garantia da Segurança Alimentar e Nutricional... Segurança Alimentar e Nutricional Todas e todos têm direito a uma alimentação saudável, acessível,

Leia mais

Silvia do Amaral Rigon DNUT/UFPR CONSEA CORESAN - RMC

Silvia do Amaral Rigon DNUT/UFPR CONSEA CORESAN - RMC Silvia do Amaral Rigon DNUT/UFPR CONSEA CORESAN - RMC Lei federal 11.346 de 2006 (LOSAN): assessoria à Presidência da República Controle Social Monitoramento das políticas/ controle social com base nas

Leia mais

A experiência do Brasil na promoção do direito humano à alimentação adequada a partir do fortalecimento da agricultura familiar e camponesa

A experiência do Brasil na promoção do direito humano à alimentação adequada a partir do fortalecimento da agricultura familiar e camponesa Seminário Agrícola Internacional Bruxelas, 4 e 5 de maio de 2009 Bélgica A experiência do Brasil na promoção do direito humano à alimentação adequada a partir do fortalecimento da agricultura familiar

Leia mais

Estratégias e programas para a garantia do Direito Humano à Alimentação Adequada

Estratégias e programas para a garantia do Direito Humano à Alimentação Adequada I Seminário Estadual da Rede-SANS Desafios e estratégias para a promoção da alimentação saudável adequada e solidária no Estado de São Paulo Estratégias e programas para a garantia do Direito Humano à

Leia mais

A Construção e Implementação do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional

A Construção e Implementação do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional Oficina Estadual para Implantação do Sistema de Segurança Alimentar e Nutricional A Construção e Implementação do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional Onaur Ruano Secretário-Executivo

Leia mais

O SISTEMA NACIONAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL - SISAN

O SISTEMA NACIONAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL - SISAN O SISTEMA NACIONAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL - SISAN ROBERTA MARINS DE SÁ - CAISAN O que é o SISAN? É um sistema em construção, que tem por objetivos formular e implementar políticas e planos

Leia mais

O papel do nutricionista no fortalecimento das Políticas Públicas e Desenvolvimento Local. Novembro de 2015

O papel do nutricionista no fortalecimento das Políticas Públicas e Desenvolvimento Local. Novembro de 2015 O papel do nutricionista no fortalecimento das Políticas Públicas e Desenvolvimento Local Novembro de 2015 1990 Há 1 ano o Brasil comemora a saída do Mapa da Fome UMA GRANDE CONQUISTA TRAZ UM NOVO DESAFIO

Leia mais

Ações de Educação Alimentar e Nutricional

Ações de Educação Alimentar e Nutricional Ações de Educação Alimentar e Nutricional Marco Aurélio Loureiro Brasília, 17 de outubro de 2006. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Fome Zero: Eixos Articuladores Acesso ao alimento

Leia mais

Objetivos Consolidar uma política garantidora de direitos Reduzir ainda mais a desigualdade social

Objetivos Consolidar uma política garantidora de direitos Reduzir ainda mais a desigualdade social AGENDA SOCIAL AGENDA SOCIAL Estamos lutando por um Brasil sem pobreza, sem privilégios, sem discriminações. Um país de oportunidades para todos. A melhor forma para um país crescer é fazer que cada vez

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 7.272, DE 25 DE AGOSTO DE 2010. Regulamenta a Lei n o 11.346, de 15 de setembro de 2006, que cria o Sistema Nacional de

Leia mais

Polí%ca Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional e Estratégia Intersetorial de Prevenção e Controle da Obesidade

Polí%ca Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional e Estratégia Intersetorial de Prevenção e Controle da Obesidade Polí%ca Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional e Estratégia Intersetorial de Prevenção e Controle da Obesidade Seminário Frutas e Hortaliças Florianópolis/SC 07 de agosto de 2014 Câmara Intersetorial

Leia mais

III Conferência Nacional de. e Segurança Alimentar. Nutricional. Por um Desenvolvimento Sustentável com Soberania

III Conferência Nacional de. e Segurança Alimentar. Nutricional. Por um Desenvolvimento Sustentável com Soberania Por um Desenvolvimento Sustentável com Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional 03 a 06 de julho de 2007 Fortaleza (CE) III Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional Resumo do Documento

Leia mais

Programa de Aquisição de Alimentos

Programa de Aquisição de Alimentos Programa de Aquisição de Alimentos Programa de Aquisição de Alimentos Produção Consumo Rede Socioassistencial Agricultura Familiar Inclui: Agricultores Familiares; Assentados; Povos e Comunidades Tradicionais;

Leia mais

A Política e o Plano Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional

A Política e o Plano Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional A Política e o Plano Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional Desafios para o Conhecimento e o Monitoramento dos Programas Públicos Seminário Pesquisa em SAN Brasília, 04 a 06 de dezembro de 2012

Leia mais

A governança para a garantia do Direito Humano à Alimentação Adequada

A governança para a garantia do Direito Humano à Alimentação Adequada A governança para a garantia do Direito Humano à Alimentação Adequada Tópicos de abordagem Conceito brasileiro de Segurança Alimentar e Nutricional Organização de um Sistema Nacional de Segurança Alimentar

Leia mais

Proposta de Pacto Federativo pela Alimentação Adequada e Saudável: uma agenda para os próximos anos

Proposta de Pacto Federativo pela Alimentação Adequada e Saudável: uma agenda para os próximos anos Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional Câmara Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional - CAISAN Secretaria-Executiva Proposta

Leia mais

IV Seminário Nacional do Programa Nacional de Crédito Fundiário Crédito Fundiário no Combate a Pobreza Rural Sustentabilidade e Qualidade de Vida

IV Seminário Nacional do Programa Nacional de Crédito Fundiário Crédito Fundiário no Combate a Pobreza Rural Sustentabilidade e Qualidade de Vida IV Seminário Nacional do Programa Nacional de Crédito Fundiário Crédito Fundiário no Combate a Pobreza Rural Sustentabilidade e Qualidade de Vida 30 DE NOVEMBRO DE 2011 CONTEXTO Durante os últimos anos,

Leia mais

COMPONENTES DO SISTEMA NACIONAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL - SISAN

COMPONENTES DO SISTEMA NACIONAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL - SISAN COMPONENTES DO SISTEMA NACIONAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL - SISAN Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional de Goiás - CONESAN GO CRIAÇÃO: Decreto Nº 5.997 de 20 de agosto de 2004.

Leia mais

Compra Institucional SESAN/MDS

Compra Institucional SESAN/MDS PAA Compra Institucional SESAN/MDS Apoio à agricultura familiar: produção Garantia Safra Assistência técnica (ATER/ATES) PRONAF Seguro Agrícola PGPAF PGPM 1ª e 2ª Água Melhoria da renda dos agricultores

Leia mais

Políticas Públicas são um conjunto de ações e decisões do governo, voltadas para facilitar a solução de problemas da sociedade.

Políticas Públicas são um conjunto de ações e decisões do governo, voltadas para facilitar a solução de problemas da sociedade. Políticas Públicas são um conjunto de ações e decisões do governo, voltadas para facilitar a solução de problemas da sociedade. Políticas Públicas são a totalidade de ações, metas e planos que os governos

Leia mais

Departamento de Geração de Renda e

Departamento de Geração de Renda e Departamento de Geração de Renda e Agregação de Valor - DGRAV ESTRUTURA DO MDA Gabinete do Ministro Secretaria Executiva Secretaria da Agricultura Familiar SAF Secretaria de Reordenamento Agrário - SRA

Leia mais

SISAN Sistema Nacional de. Segurança Alimentar e. Nutricional

SISAN Sistema Nacional de. Segurança Alimentar e. Nutricional SISAN Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional I OFICINA REGIONAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME SECRETARIA DE ESTADO DO TRABALHO,

Leia mais

FOME ZERO. O papel do Brasil na luta global contra a fome e a pobreza

FOME ZERO. O papel do Brasil na luta global contra a fome e a pobreza FOME ZERO O papel do Brasil na luta global contra a fome e a pobreza Seminário Internacional sobre Seguro de Emergência e Seguro Agrícola Porto Alegre, RS -- Brasil 29 de junho a 2 de julho de 2005 Alguns

Leia mais

Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica PNAPO BRASIL AGROECOLÓGICO

Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica PNAPO BRASIL AGROECOLÓGICO Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica PNAPO BRASIL AGROECOLÓGICO Sumário Contexto Processo de construção Estrutura do Decreto Objetivos e Interfaces Diretrizes Eixos e objetivos Medidas

Leia mais

Mobilização e Participação Social no

Mobilização e Participação Social no SECRETARIA-GERAL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME Mobilização e Participação Social no Plano Brasil Sem Miséria 2012 SUMÁRIO Introdução... 3 Participação

Leia mais

O Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar

O Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar O Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar A IDENTIFICAÇÃO DO PROBLEMA - DIAGNÓSTICO Prevalência de situação de segurança alimentar em domicílios particulares, por situação do domicílio

Leia mais

Coordenação-Geral de Regulação da Gestão do SUAS do Departamento de Gestão do SUAS

Coordenação-Geral de Regulação da Gestão do SUAS do Departamento de Gestão do SUAS Coordenação-Geral de Regulação da Gestão do SUAS do Departamento de Gestão do SUAS SUAS E SISAN MARCO LEGAL - Art. 6º da CF/88 : São direitos sociais a educação, a saúde, a alimentação, o trabalho, a moradia,

Leia mais

Compras Institucionais. Programa de Aquisição de Alimentos

Compras Institucionais. Programa de Aquisição de Alimentos Compras Institucionais Programa de Aquisição de Alimentos Brasil Sem Miseria: Rota de Inclusao Produtiva Termo de compromisso ABRAS Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) Compras Privadas Promoção Comercial

Leia mais

Programas e Políticas Públicas de SAN na Bahia

Programas e Políticas Públicas de SAN na Bahia Programas e Políticas Públicas de SAN na Bahia Gestão Equipamentos de SAN Acesso a água Apoio a Agricultura Familiar Inclusão Produtiva Jainei Cardoso Coordenação Rede de San e Cidadania Conselheira CONSEA-BA

Leia mais

PNPCT Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais

PNPCT Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais Políticas Públicas PNPCT Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais A PNPCT reafirma a importância do conhecimento, da valorização e do respeito à diversidade

Leia mais

III CONGRESSO BRASILEIRO DO CACAU: INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E SUSTENTABILIDADE

III CONGRESSO BRASILEIRO DO CACAU: INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E SUSTENTABILIDADE III CONGRESSO BRASILEIRO DO CACAU: INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E SUSTENTABILIDADE Painel 8: O papel de Instituições Públicas para Desenvolvimento da Cacauicultura Brasileira O Cacau e a Agricultura Familiar Adriana

Leia mais

9 de septiembre de 2008

9 de septiembre de 2008 SEMINARIO REGIONAL LA CONTRIBUCIÓN N DE LOS PROGRAMAS SOCIALES AL LOGRO DE LOS OBJETIVOS DE DESARROLLO DEL MILENIO EXPERIÊNCIA DO GOVERNO BRASILEIRO M. Andréa a Borges David Santiago de Chile, 8-98 9 de

Leia mais

A LEI GERAL DE ATER, CHAMADAS PÚBLICAS E CONTRATOS DE ATER SEMINÁRIO DE BALANÇO ATER FEIRA DE SANTANA, 18/01/2012

A LEI GERAL DE ATER, CHAMADAS PÚBLICAS E CONTRATOS DE ATER SEMINÁRIO DE BALANÇO ATER FEIRA DE SANTANA, 18/01/2012 A LEI GERAL DE ATER, CHAMADAS PÚBLICAS E CONTRATOS DE ATER SEMINÁRIO DE BALANÇO ATER FEIRA DE SANTANA, 18/01/2012 Contexto Retomada dos Serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural no país em 2003;

Leia mais

SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL AGRICULTURA FAMILIAR

SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL AGRICULTURA FAMILIAR SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL E AGRICULTURA FAMILIAR Segurança Alimentar e Nutricional (SAN) é a realização do direito de todos ao acesso regular e permanente a alimentos de qualidade, em quantidade

Leia mais

BAIXO ARAGUAIA PORTAL DA AMAZÔNIA BAIXADA CUIABANA NOROESTE

BAIXO ARAGUAIA PORTAL DA AMAZÔNIA BAIXADA CUIABANA NOROESTE BAIXO ARAGUAIA PORTAL DA AMAZÔNIA BAIXADA CUIABANA NOROESTE APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA TERRITÓRIOS RIOS DA CIDADANIA Objetivos Os Territórios TERRITÓRIOS RIOS Os Territórios Rurais se caracterizam por: conjunto

Leia mais

Inserção da Agricultura Familiar na Alimentação Escolar. Estratégia e Políticas Públicas de Apoio da SAF/MDA

Inserção da Agricultura Familiar na Alimentação Escolar. Estratégia e Políticas Públicas de Apoio da SAF/MDA Inserção da Agricultura Familiar na Alimentação Escolar Estratégia e Políticas Públicas de Apoio da SAF/MDA Objetivo da Apresentação Possibilitar a compreensão das políticas públicas relacionadas e/ou

Leia mais

Declaração Política do Encontro Nacional: 4ª CNSAN + 2

Declaração Política do Encontro Nacional: 4ª CNSAN + 2 Declaração Política do Encontro Nacional: 4ª CNSAN + 2 Nós, 357 cidadãos e cidadãs brasileiros(as), sendo 227 mulheres e 130 homens, representantes de organizações sociais e integrantes de governos municipais,

Leia mais

Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2013

Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2013 Programa 2069 - Segurança Alimentar e Nutricional 11V1 - Acesso à Água para o Consumo Humano na Zona Rural Tipo: Projeto Número de Ações 14 Esfera: 20 - Orçamento da Seguridade Social Função: 08 - Assistência

Leia mais

Apoio à comercialização da agricultura familiar

Apoio à comercialização da agricultura familiar Apoio à comercialização da agricultura familiar Programa de Aquisição de Alimentos 1. Contexto Liberalização dos mercados de produtos agrícolas (anos 90) Intenso processo de concentração de capitais no

Leia mais

Políticas Públicas de Soberania e Segurança Alimentar: aportes a partir da experiência brasileira Mariana Santarelli Instituto Brasileiro de Análises

Políticas Públicas de Soberania e Segurança Alimentar: aportes a partir da experiência brasileira Mariana Santarelli Instituto Brasileiro de Análises Políticas Públicas de Soberania e Segurança Alimentar: aportes a partir da experiência brasileira Mariana Santarelli Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econônicas IBASE BREVE HISTÓRICO DA CONSTRUÇÃO

Leia mais

Ações de incentivo ao consumo de alimentos orgâncos e de produção agroecológica

Ações de incentivo ao consumo de alimentos orgâncos e de produção agroecológica Ações de incentivo ao consumo de alimentos orgâncos e de produção agroecológica O Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional nos municípios ENCONTRO NACIONAL III Seminário Nacional de Vigilância

Leia mais

DIÁLOGOS SOBRE O DIREITO HUMANO À ALIMENTAÇÃO NO BRASIL. (Pesquisa qualitativa -- RESUMO)

DIÁLOGOS SOBRE O DIREITO HUMANO À ALIMENTAÇÃO NO BRASIL. (Pesquisa qualitativa -- RESUMO) DIÁLOGOS SOBRE O DIREITO HUMANO À ALIMENTAÇÃO NO BRASIL (Pesquisa qualitativa -- RESUMO) Realização: Ibase, com apoio da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) Objetivos da Pesquisa: Os Diálogos sobre

Leia mais

PGPM A. EGF B. AGF C. CONTRATO DE OPÇÃO SOV COV. Aquisições via Preços Mínimos. Via Leilões

PGPM A. EGF B. AGF C. CONTRATO DE OPÇÃO SOV COV. Aquisições via Preços Mínimos. Via Leilões PGPM A. EGF SOV COV B. AGF C. CONTRATO DE OPÇÃO Aquisições via Preços Mínimos Via Leilões Estados e Municípios Leite Compra Local Compra Direta Compra Especial Formação de Estoque Doação Simultânea EMPODER

Leia mais

LEI DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL

LEI DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL LEI DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL Lei nº 11.346... 3 Decreto nº 7.272... 11 LEI Nº 11.346 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 11.346, DE 15 DE SETEMBRO DE

Leia mais

Inclusão Produ-va Rural

Inclusão Produ-va Rural Inclusão Produ-va Rural Plano Brasil Sem Miséria A miséria tem caras e necessidades diferentes conforme a região. A realidade no campo é uma, na cidade é outra bem diferente. Por isso, o Brasil Sem Miséria

Leia mais

Segurança Alimentar e Nutricional na Amazônia

Segurança Alimentar e Nutricional na Amazônia Segurança Alimentar e Nutricional na Amazônia Contribuições ao debate na XI Plenária do Consea Agosto de 2013 Aprimoramento da estratégia de identificação e caracterização das famílias pertencentes a povos

Leia mais

OBTENHA O PLANSAN 2012/2015 PARA DOWNLOAD EM ww.mds.gov.br/segurancaalimentar

OBTENHA O PLANSAN 2012/2015 PARA DOWNLOAD EM ww.mds.gov.br/segurancaalimentar OBTENHA O PLANSAN 2012/2015 PARA DOWNLOAD EM ww.mds.gov.br/segurancaalimentar 2014 Permitida a reprodução sem fins lucrativos, parcial ou total, por qualquer meio, se citada a fonte. Elaboração Secretaria-Executiva

Leia mais

O Programa Bolsa Família

O Programa Bolsa Família Painel sobre Programas de Garantia de Renda O Programa Bolsa Família Patrus Ananias de Sousa Ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome República Federativa do Brasil Comissão de Emprego e Política

Leia mais

O Brasil Melhorou. 36 milhões. de brasileiros saíram da pobreza em 10 anos. 42 milhões. de brasileiros ascenderam de classe.

O Brasil Melhorou. 36 milhões. de brasileiros saíram da pobreza em 10 anos. 42 milhões. de brasileiros ascenderam de classe. O Brasil Melhorou 36 milhões de brasileiros saíram da pobreza em 10 anos 42 milhões de brasileiros ascenderam de classe Fonte: SAE/PR O Brasil Melhorou O salário mínimo teve um aumento real de 70% Em 2003,

Leia mais

FORTALECIMENTO DA AGENDA DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL NA EDUCAÇÃO O Programa Nacional de Alimentação Escolar - PNAE

FORTALECIMENTO DA AGENDA DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL NA EDUCAÇÃO O Programa Nacional de Alimentação Escolar - PNAE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO FNDE DIRETORIA DE AÇÕES EDUCACIONAIS DIRAE COORDENAÇÃO- GERAL DE PROGRAMAS DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR CGPAE SBS Q.2 Bloco F Edifício FNDE

Leia mais

DILMA ROUSSEFF Presidenta da República. PATRUS ANANIAS Ministro do Desenvolvimento Agrário

DILMA ROUSSEFF Presidenta da República. PATRUS ANANIAS Ministro do Desenvolvimento Agrário DILMA ROUSSEFF Presidenta da República PATRUS ANANIAS Ministro do Desenvolvimento Agrário MARIA FERNANDA RAMOS COELHO Secretária Executiva do Ministério do Desenvolvimento Agrário MARIA LÚCIA DE OLIVEIRA

Leia mais

O Brasil Sem Miséria é um Plano de metas para viabilizar o compromisso ético ousado do Governo da presidenta

O Brasil Sem Miséria é um Plano de metas para viabilizar o compromisso ético ousado do Governo da presidenta O Brasil Sem Miséria é um Plano de metas para viabilizar o compromisso ético ousado do Governo da presidenta Dilma Rousseff. É também um desafio administrativo e de gestão ao impor ao setor público metas

Leia mais

Demonstrativo da extrema pobreza: Brasil 1990 a 2009

Demonstrativo da extrema pobreza: Brasil 1990 a 2009 Campinas, 29 de fevereiro de 2012 AVANÇOS NO BRASIL Redução significativa da população em situação de pobreza e extrema pobreza, resultado do desenvolvimento econômico e das decisões políticas adotadas.

Leia mais

Estratégia de Mobilização de Recursos do CPF (Matrix B)

Estratégia de Mobilização de Recursos do CPF (Matrix B) Estratégia de Mobilização do CPF (Matrix B) Matriz de Resultados B Área Prioritária 1: Indicação Necessários (US$ Milhões de Dólares) Estimativa Recursos Meta de do total de Disponíveis Mobilização (Gap)

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento Agrário

Ministério do Desenvolvimento Agrário Ministério do Desenvolvimento Agrário MISSÃO Promover a política de desenvolvimento do Brasil rural, a democratização do acesso à terra, a gestão territorial da estrutura fundiária, a inclusão produtiva

Leia mais

PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS PAA

PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS PAA PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS PAA Marco Legal Art 19. da Lei nº10.696/2003 Fica instituído o Programa de Aquisição de Alimentos com a finalidade de incentivar a agricultura familiar, compreendendo

Leia mais

PROJETO DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL DO ESTADO DA BAHIA. Banco Mundial

PROJETO DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL DO ESTADO DA BAHIA. Banco Mundial PROJETO DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL DO ESTADO DA BAHIA POR QUE O PROJETO Decisão Estratégica do Governo do Estado da Bahia Necessidade de avançar na erradicação da pobreza rural Existência de

Leia mais

Relatório Preliminar

Relatório Preliminar Relatório Preliminar O V Seminário Nacional do Crédito Fundiário, realizado no período de 11 a 14 de dezembro de 2012, em Pirenópolis-Go, teve por objetivos a avaliação de propostas e a construção de estratégias

Leia mais

PLANO NACIONAL DE AGROECOLOGIA E PRODUÇÃO ORGÂNICA

PLANO NACIONAL DE AGROECOLOGIA E PRODUÇÃO ORGÂNICA PLANO NACIONAL DE AGROECOLOGIA E PRODUÇÃO ORGÂNICA PLANAPO 2013-2015 Câmara Interministerial de Agroecologia e Produção Orgânica (Ciapo) Ministério do Desenvolvimento Agrário Secretaria-Geral da Presidência

Leia mais

MERCADOS INSTITUCIONAIS

MERCADOS INSTITUCIONAIS Subsídios para análise do orçamento 2012 sob a ótica do Plano Nacional de SAN e formulação de propostas para LOA 2014 MERCADOS INSTITUCIONAIS Introdução Este documento foi produzido com o objetivo de subsidiar

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 6.047-D, DE 2005. O CONGRESSO NACIONAL decreta:

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 6.047-D, DE 2005. O CONGRESSO NACIONAL decreta: COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 6.047-D, DE 2005 Cria o Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional - SISAN com vistas em assegurar o direito

Leia mais

A INCLUSÃO PRODUTIVA RURAL DO PLANO BRASIL SEM MISÉRIA

A INCLUSÃO PRODUTIVA RURAL DO PLANO BRASIL SEM MISÉRIA A INCLUSÃO PRODUTIVA RURAL DO PLANO BRASIL SEM MISÉRIA A alta incidência de pobreza no meio rural 1 exige do Plano Brasil sem Miséria estratégias específicas, capazes de reconhecer e incorporar em suas

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 11.346, DE 15 DE SETEMBRO DE 2006. Cria o Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional SISAN com vistas em assegurar

Leia mais

alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO

alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO 2014-2015 alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO O Plano Safra da Agricultura Familiar 2014/2015 Alimentos Para o Brasil vem consolidar mais de uma década de políticas públicas que melhoram a vida de quem

Leia mais

EXPOSIÇÕES DE MOTIVOS DO CONSEA CONSULTORIA CAISAN

EXPOSIÇÕES DE MOTIVOS DO CONSEA CONSULTORIA CAISAN EXPOSIÇÕES DE MOTIVOS DO CONSEA CONSULTORIA CAISAN OBJETO DA CONSULTORIA Produtos: Sistematizar as Exposições de Motivos emitidas pelo CONSEA desde 2003 Subsidiar a construção de respostas para as Exposições

Leia mais

alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO

alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO 2014-2015 APRESENTAÇÃO O Plano Safra da Agricultura Familiar 2014/2015 Alimentos Para o Brasil vem consolidar mais de uma década de políticas públicas que melhoram a vida de quem vive no Brasil Rural.

Leia mais

I OFICINA REGIONAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL

I OFICINA REGIONAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL I OFICINA REGIONAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME SECRETARIA DE ESTADO DO TRABALHO, EMPREGO E ECONOMIA SOLIDÁRIA DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA ALIMENTAR

Leia mais

O BRASIL SEM MISÉRIA NO SEU MUNICÍPIO Município: VITÓRIA DA CONQUISTA / BA O Plano Brasil Sem Miséria O Plano Brasil Sem Miséria foi lançado com o desafio de superar a extrema pobreza no país. O público

Leia mais

Desenvolvimento Rural Sustentável na Abordagem Territorial. Alexandre da Silva Santos Consultor da SDT/MDA Balneário Camboriu, Novembro de 2011

Desenvolvimento Rural Sustentável na Abordagem Territorial. Alexandre da Silva Santos Consultor da SDT/MDA Balneário Camboriu, Novembro de 2011 Desenvolvimento Rural Sustentável na Abordagem Territorial Alexandre da Silva Santos Consultor da SDT/MDA Balneário Camboriu, Novembro de 2011 Apresentação: Território Rural de Identidade; Programa Territórios

Leia mais

Agendas Transversais

Agendas Transversais Reunião do Conselho Nacional de Direitos da Mulher - CNDM Agendas Transversais Maria do Rosário Cardoso Andrea Ricciardi 02/10/2013 Ministério do Planejamento 1 AGENDAS TRANSVERSAIS Igualdade Racial, Comunidades

Leia mais

Apoio Governamental à Segurança Alimentar na Índia, Brasil e África do Sul: Elementos de Diálogo

Apoio Governamental à Segurança Alimentar na Índia, Brasil e África do Sul: Elementos de Diálogo Apoio Governamental à Segurança Alimentar na Índia, Brasil e África do Sul: Elementos de Diálogo Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG) Darana Souza e Danuta Chmielewska

Leia mais

MDS: principais resultados e perspectivas

MDS: principais resultados e perspectivas MDS: principais resultados e perspectivas Patrus Ananias de Sousa Ministro de Estado do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal Brasília-DF, 22 de abril de

Leia mais

Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão SECADI/MEC Objetivo

Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão SECADI/MEC Objetivo Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão SECADI/MEC Objetivo Contribuir para o desenvolvimento inclusivo dos sistemas de ensino, voltado à valorização das diferenças e da

Leia mais

A CEASA DOS GAÚCHOS BANCO DE ALIMENTOS

A CEASA DOS GAÚCHOS BANCO DE ALIMENTOS Encontro Nacional da ABRACEN Rio de Janeiro, agosto de 2012 A CEASA DOS GAÚCHOS BANCO DE ALIMENTOS QUEM SOMOS ÁREA TOTAL: 420.000m² ÁREA CONSTRUÍDA: 86.500m² FUNCIONÁRIOS: CEASA/RS 38 (efetivos) Terceirizados

Leia mais

Entrevista com Maria Emília Lisboa Pacheco Presidente do CONSEA

Entrevista com Maria Emília Lisboa Pacheco Presidente do CONSEA Entrevista com Maria Emília Lisboa Pacheco Presidente do CONSEA Entrevistadores: Equipe PEAAF Dia 17 de abril de 2012, Maria Emília Lisboa Pacheco assume a presidência do CONSEA Conselho Nacional de Segurança

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento Agrário MDA Secretaria da Agricultura Familiar SAF Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural DATER

Ministério do Desenvolvimento Agrário MDA Secretaria da Agricultura Familiar SAF Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural DATER Ministério do Desenvolvimento Agrário MDA Secretaria da Agricultura Familiar SAF Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural DATER Termo de Referência para Redes de Organizações de Ater da Sociedade

Leia mais

Construção de Cisternas para Armazenamento de Água. Educação Alimentar e Nutricional. Distribuição de Alimentos a Grupos Populacionais Específicos

Construção de Cisternas para Armazenamento de Água. Educação Alimentar e Nutricional. Distribuição de Alimentos a Grupos Populacionais Específicos Programa 1049 Acesso à Alimentação Ações Orçamentárias Número de Ações 13 11V10000 Construção de Cisternas para Armazenamento de Água Produto: Cisterna construída Unidade de Medida: unidade UO: 55101 M.do

Leia mais

Seminário: As Compras Institucionais a Serviço dos Agricultores Familiares. CSA, Bruxelas 23 de Abril de 2014.

Seminário: As Compras Institucionais a Serviço dos Agricultores Familiares. CSA, Bruxelas 23 de Abril de 2014. Seminário: As Compras Institucionais a Serviço dos Agricultores Familiares CSA, Bruxelas 23 de Abril de 2014. ESTRATÉGIA: SEGURANÇA E SOBERANIA ALIMENTAR X FORTALECIMENTO DA AGRICULTURA FAMILIAR Fortalecimento

Leia mais

Participação Social como Método de Governo. Secretaria-Geral da Presidência da República

Participação Social como Método de Governo. Secretaria-Geral da Presidência da República Participação Social como Método de Governo Secretaria-Geral da Presidência da República ... é importante lembrar que o destino de um país não se resume à ação de seu governo. Ele é o resultado do trabalho

Leia mais

Excelentíssima Senhora Presidenta da República,

Excelentíssima Senhora Presidenta da República, Brasília, 13 de maio de 2013 E.M. nº 001-2013/CONSEA Excelentíssima Senhora Presidenta da República, O Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (CONSEA), reunido em plenária no dia 24 de

Leia mais

EMATER RS. Seminário. A Extensão Rural Pública e Seus Impactos no Desenvolvimento Municipal Sustentável

EMATER RS. Seminário. A Extensão Rural Pública e Seus Impactos no Desenvolvimento Municipal Sustentável Seminário A Extensão Rural Pública e Seus Impactos no Desenvolvimento Municipal Sustentável e Mário Augusto Ribas do Nascimento Presidente da EMATER/RS Associação Riograndense de Empreendimentos de Assistência

Leia mais

Garanta o direito à alimentação adequada.

Garanta o direito à alimentação adequada. Garanta o direito à alimentação adequada. 2013 Permitida a reprodução sem fins lucrativos, parcial ou total, por qualquer meio, se citada a fonte e o sítio da Internet onde pode ser encontrado o original

Leia mais

I Seminário de Agroecologia Brasil França

I Seminário de Agroecologia Brasil França I Seminário de Agroecologia Brasil França Movimentos Sociais e Políticas Públicas Londrina, 06.12.2013 A Constituição Federal do Brasil, ao assegurar, dentre os seus princípios e diretrizes, a participação

Leia mais

Município: JOÃO PESSOA / PB

Município: JOÃO PESSOA / PB O Plano Brasil Sem Miséria O Plano Brasil Sem Miséria foi lançado com o desafio de superar a extrema pobreza no país. O público definido como prioritário foi o dos brasileiros que estavam em situação de

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial 0352 Abastecimento Agroalimentar 22000 1049 Acesso à Alimentação 0351 Agricultura Familiar - PRONAF 1215 Alimentação Saudável 1016 Artesanato Brasileiro 28000 0135 Assentamentos Sustentáveis para Trabalhadores

Leia mais

Programa Nacional de Alimentação Escolar. O papel da participação social para o sucesso do programa

Programa Nacional de Alimentação Escolar. O papel da participação social para o sucesso do programa Programa Nacional de Alimentação Escolar O papel da participação social para o sucesso do programa Referências do SISAN Princípios orientadores Direito humano à alimentação adequada Soberania alimentar

Leia mais

PLANO SAFRA DA PESCA E AQUICULTURA 2015/2016

PLANO SAFRA DA PESCA E AQUICULTURA 2015/2016 PLANO SAFRA DA PESCA E AQUICULTURA 2015/2016 PLANO SAFRA DA PESCA E AQUICULTURA 2015/2016 Pilares do PSPA CRÉDITO PROMOÇÃO PROMOÇÃO DO DO CONSUMO PESQUEIRO PSPA INFRAESTRUTURA ASSISTÊNCIA TÉCNICA COMERCIALI

Leia mais

Políticas Públicas operadas pela EMATER/RS-ASCAR no RS

Políticas Públicas operadas pela EMATER/RS-ASCAR no RS Políticas Públicas operadas pela EMATER/RS-ASCAR no RS Crédito Rural - Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar - (Pronaf) Assessoria Técnica, Social e Ambiental (ATES) Assistência Técnica

Leia mais

Direito Humano à Alimentação Adequada Experiência Brasileira

Direito Humano à Alimentação Adequada Experiência Brasileira Direito Humano à Alimentação Adequada Experiência Brasileira Fórum Urbano Mundial Rio de Janeiro, 2010 Direito humano à Alimentação Adequada direito de estar livre da fome e da má-nutrição; direito à alimentação

Leia mais

Projeto. Das Roças e Florestas dos Povos e Comunidades Tradicionais e da Agricultura Familiar para a Alimentação Escolar

Projeto. Das Roças e Florestas dos Povos e Comunidades Tradicionais e da Agricultura Familiar para a Alimentação Escolar Projeto Das Roças e Florestas dos Povos e Comunidades Tradicionais e da Agricultura Familiar para a Alimentação Escolar Nutritivo para alimentação escolar Nutrição como Sustento e Sustentabilidade Nutrimento

Leia mais

Inclusão Social - mudanças K A T I A C A V A L C A N T E 2 0 1 4

Inclusão Social - mudanças K A T I A C A V A L C A N T E 2 0 1 4 Inclusão Social - mudanças K A T I A C A V A L C A N T E 2 0 1 4 Sumário Assistência Social Saúde Educação Infraestrutura - Comunicação e Energia Moradia Bolsa Família Bolsa Verde Direitos Culturais A

Leia mais

INVESTIMENTOS, ABORDAGENS E ESFORÇOS COMUNS NO SANEAMENTO RURAL

INVESTIMENTOS, ABORDAGENS E ESFORÇOS COMUNS NO SANEAMENTO RURAL VI SEMINÁRIO NACIONAL DE SANEAMENTO RURAL I ENCONTRO LATINO-AMERICANO DE SANEAMENTO RURAL INVESTIMENTOS, ABORDAGENS E ESFORÇOS COMUNS NO SANEAMENTO RURAL Ernani Ciríaco de Miranda Diretor SNSA/MCIDADES

Leia mais

10 ANOS. Conte até 10 e saiba por quê.

10 ANOS. Conte até 10 e saiba por quê. 10 ANOS O Programa de Aquisição de Alimentos completou dez anos. Instituído pela Lei nº 10.696, de 2 de julho de 2003, o PAA tem se consolidado como um instrumento de estímulo à organização produtiva e

Leia mais

Governo Federal investe R$ 13,3 bilhões no combate à pobreza em 2007

Governo Federal investe R$ 13,3 bilhões no combate à pobreza em 2007 Governo Federal investe R$ 13,3 bilhões no combate à pobreza em 2007 O Governo Federal está investindo R$ 13,3 bilhões, em 2007, no combate à pobreza, integrando mais de 30 programas e ações que visam

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR

PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR FNDE MEC PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR Atendimento universal Território de 8,5 milhões de km2 27 estados 5.569 municípios 170.000 escolas 47 milhões de alunos 130 milhões de refeições servidas

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME SECRETARIA DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL RELATÓRIO DE GESTÃO DO EXERCÍCIO DE 2011

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME SECRETARIA DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL RELATÓRIO DE GESTÃO DO EXERCÍCIO DE 2011 MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME SECRETARIA DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL RELATÓRIO DE GESTÃO DO EXERCÍCIO DE 2011 Brasília 2012 MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE

Leia mais

Geração de Oportunidades. para a Inclusão. O que é. Importância. Objetivo. Como funciona

Geração de Oportunidades. para a Inclusão. O que é. Importância. Objetivo. Como funciona 4 112 O que é A articulação para a inclusão busca organizar a intervenção direta dos governos e a apoiar projetos desenvolvidos por estados, Distrito Federal e municípios que gerem oportunidades de inclusão

Leia mais