ARTROSES ARTRITES OSTEO... HÉRNIA ARTRALGIAS...OSES...ITES ETC.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ARTROSES ARTRITES OSTEO... HÉRNIA ARTRALGIAS...OSES...ITES ETC."

Transcrição

1 ORTOPEDIA & REUMATO MTC ARTROSES ARTRITES OSTEO... HÉRNIA ARTRALGIAS...OSES...ITES ETC. CAUSAS CLÍNICAS OCIDENTE CAUSAS CLÍNICAS ORIENTE 1. VENTO 2. FRIO 3. CALOR 4. UMIDADE 5. TRAUMA ORTOPEDIA & REUMATO MTC 6. EMOÇÕES 7. 8 PRINCÍPIOS X 1

2 ORTOPEDIA & REUMATO MTC AVALIAÇÃO: 1) Interrogatório; 2) Palpação; 3) Exames Complementares TIPOS DE DOENÇAS E SIGNIFICÂNCIA CLÍNICA: RIGIDEZ DESALINHAMENTO / HERNIAÇÃO FLACIDEZ EDEMA DEFORMIDADE INDEFINIDA ORTOPEDIA & REUMATO MTC SÍNDROME DE OBSTRUÇÃO DOLOROSA SÍNDROME BI SÍNDROME TENDINO-MUSCULAR 2

3 TIPOS: ORTOPEDIA & REUMATO MTC 1. VENTO 2. FRIO 3. CALOR 4. UMIDADE 5. ÓSSEA ORTOPEDIA & REUMATO MTC I. DEFICIÊNCIA GERAL DE QI E XUE II. III. IV. FORMAÇÃO DE MUCOSIDADES NAS JUNTAS ESTASE DE XUE LONGA PERMANÊNCIA DE FATORES PATOG. DEF. GAN e SHEN CAUSANDO MÁ NUTRIÇÃO DE TENDÕES E OSSOS 3

4 ORTOPEDIA & REUMATO MTC IV. I. SÍND. VENTO DOR MIGRA DE UMA JUNTA PARA OUTRA(TRAJETO DEFINIDO) II. SÍND. FRIO DOR SEVERA EM JUNTA ESPECÍFICA III. SÍND. CALOR DOR SEVERA, CALOR, RUBOR,ETC. SÍND. UMIDADE DOR FIXA, PESO, FORMIGA,INCHAÇO V. SÍND. ÓSSEA JUNTAS SENSÍVEIS, INCHA E DEFORMA ORTOPEDIA & REUMATO MTC TRATAMENTOS PONTOS DISTAIS PONTOS LOCAIS(incluindo Ah Shi) PONTOS ADJACENTES DE ACORDO C/ PADRÃO PONTOS GERAIS 4

5 DOR AGUDA x DOR CRÔNICA AGUDA PESCOÇO: início súbito, rigidez ou torcicolo, limitação ao movimento = VENTO FRIO OU DISTENSÃO = PADRÃO DE FÍGADO (deficiência de Xue, Hiperatividade de Yang ou Estase de Qi) Fator Climático = VENTO (invariavelmente) CRÔNICA PESCOÇO: crises agudas repetidas não tratadas devidamente = IDEM MAIS GRAVE, latência de Fígado presente e persistente. FOGO no Fígado nos idosos 5

6 Tratar de forma vigorosa (manipular agulha) em casos AGUDOS, sedação; Pontos distais são mais importantes. Em quadro crônico tratar condição latente que contribuiu para tal. AGUDA - ID3, TA5, VB39, B10, VB20,VG16, VB21 CRÔNICA - B60, TA6, CS6, R4, E40, ID11, ID13,ID14 OMBRO ETIOLOGIA: Frio,Excessos(trabalho/exercício), Acidentes, Problema em VB, Problema em Intestino Grosso. Tratar: Dor Aguda E38, IG11, IG14, IG15, ID10, ID12, ID13, ID14, TA13, TA14, TA15, VB21, P2, C1, JIANNEILING Dor Crônica(MANIPULA POUCO) IG4, P7, ID3, ID1, TA5 6

7 COTOVELO UMIDADE-FRIO + ESFORÇO FÍSICO Tratar: IG1, IG4, TA5, TA8, IG11, QUYANGWEI, IG12, TA10, ID8, P5, IG6, B60 DEDOS DA MÃO FRIO + UMIDADE Tratar: BAXIE, IG3, TA3, ID3, TA5, P7, ID5, MARTELO DE 7 PONTAS (SANGRIA) 7

8 QUADRIL FRIO + UMIDADE Tratar: VB41, VB40, B62, BP3, VB30, VB29, BP12 8

9 JOELHO RIM X SÍNDROME BI RIM = dor bilateral progressiva com o tempo, joelhos fracos e frios, independe de fator climático e são inchados. SÍNDROME BI = série de fatores associados FRIO, UMIDADE, ESTASE DE QI E XUE (pedreiros, faxineiros, mal uso de joelho, desgaste GONARTROSE) Tratar: BP5, VB40, E41, E34, E36, VB34, VB33, BP9, F78, XIYAN (olhos do joelho), B40/54 9

10 TORNOZELO UMIDADE + FRIO Tratar: BP5, VB40, E41 DEDOS DO PÉ DEFICIÊNCIA DE YIN + FRIO + UMIDADE Tratar: BAFENG, E41, BP3, R3, BP6 GERAL: EXERCÍCIOS / ALIMENTAÇÃO 10

11 LOMBOCIATALGIA Conceito Ocidental: Processo inflamatório local radicular(dor espiralada ou irradiada trecho do nervo atingido), processos degenerativos, compressão, tumores, tensão ligamentar (falta de flexibilidade, rigidez ao movimento), osteoartrites(osteófitos), hérnia de disco, espondilose (espondilólise ou espondilolistese variam com o quadro, motivo similar). Avaliação: - início súbito ou insidioso - tipo de dor atenuante ou agravante - local de dor e irradiação (trajeto pode definir meridiano lesado coincidentemente com a inervação comprometida CUIDADO, não confundir) Palpação: - Dor com palpação ou sem 11

12 Tipos de lombociatalgia pela MTC: a) Deficiência: - Qi do Rim; - Yang do Rim; - Yin do Rim; - Qi do Baço-Pâncreas b) Excesso: - Retenção frio-umidade; - Estagnação de Qi e Xue. - Deficiência Qi do Rim Causas: Hereditariedade (energia ancestral), excesso sexual/trabalho, idade avançada, doenças crônicas. Fisiopatologia: Rim domina o aquecedor inferior e região lombar 12

13 - Deficiência Qi do Rim Quadro Clínico: Dor leve e persistente, fraqueza, piora ao final do dia, pulso profundo e deficiente, língua normal ou pálida. Tratamento: R3, Vc6, B23, B52, B54/40, HUATUO JIAIJI, môxa aplicável em local da dor intenção dispersar e fazer fluxo energético fluir de novo. Sugestivo quadro com associação de prisão de ventre e cólica menstrual usar Cs6 em lado predominante. - Deficiência do Yang do Rim Causas: Hereditariedade (energia ancestral), excesso sexual/trabalho (principal causa neste quadro), idade avançada, doenças crônicas. Fisiopatologia: Ming Men falha em fornecer Yang no corpo e especialmente ao Qi, que perde o controle sobre a região lombar 13

14 - Deficiência do Yang do Rim Quadro Clínico: Dor persistente e cansada, sensação de frio na região lombar e joelhos, ascensão ao frio, pulso profundo deficiente e lento, língua pode estar pálida, úmida, com saburra clara. Tratamento: R7, B23, B52, B54/40, Vg4, B60, HUATUO JIAIJI, môxa aplicável sentido de tonificar região(paciente se alimentando mal a môxa pode não dar tanto resultado, preciso haver nutrientes no corpo para a môxa ajudar nesses quadros fast-food proibido, atrapalha...). - Deficiência de Yin do Rim Causas: Hereditariedade (energia ancestral), excesso sexual/trabalho, idade avançada, doenças crônicas + Doenças de calor que consomem fluídos energéticos corporais (Clavey, Steven. 2000; Fisiologia e Patologia dos Fluídos na MTC - Ed. Roca) Fisiopatologia: A essência (Yin) controla os ossos (coluna lombar) 14

15 - Deficiência de Yin do Rim Quadro Clínico: Lombalgia com sensação de dor nos ossos, presença de degenerações ósseas aos exames complementares (osteoporose, artrose, ext.), pulso flutuante, rápido, língua vermelha ou com pontos vermelhos e rachaduras (fissuras horizontais leves no início, profundas nos quadros avançados Maciocia, G. Avaliação da Língua na MTC Ed. Roca) Tratamento: R10, R6, BP6, Vc4, B11, B23, B52, B54/40, B60, HUATUO JIAIJI - Deficiência do Qi do Baço-Pâncreas Causas: Muitas vezes associada à deficiência do Yang do Rim, dieta inadequada, preocupação, estresse, exposição à umidade, doença crônica... Fisiopatologia: O Baço-Pâncreas dá a sustentação ao tecido muscular, mantendo seu tônus. 15

16 - Deficiência do Qi do Baço-Pâncreas Quadro Clínico: Lombalgia leve, persistente, desde o início do dia, fraqueza, cansaço, não melhora com o movimento, pode ou não melhorar com repouso, acompanham sintomas digestivos (má digestão ou desconforto gástrico, arrota o dia inteiro depois de consumir determinado alimento ) Tratamento: BP2 OU BP3, E36, R3, B23, B20, B60, Cs6, HUATUO JIAIJI - Retenção de Frio-Umidade Causas: Invasão externa por razões climáticas, roupas molhadas e/ou impróprias (deixam a região descoberta). Fisiopatologia: Contração de canais locais e acometimento do Rim levando a uma deficiência do Qi do Rim passando de quadros agudos a quadros crônicos de lombalgia. 16

17 - Retenção de Frio-Umidade Quadro Clínico: Dor de surgimento agudo podendo perdurar por muito tempo, melhora com calor, sensação de frio, temor ao frio, pode haver contração muscular ou parestesia. Tratamento: BP9, E40, R3, B10, B20, B23, B60 - Estagnação de Qi e Xue Causas: Trauma, exercício inadequado. Fisiopatologia: Estagnação de Qi e Xue nos meridianos locais (diferente em VB, B, etc. Analisar histórico da doença e constitucional) 17

18 - Estagnação de Qi e Xue Quadro Clínico: Dor severa tipo facada (lancinante), aguda, piora com repouso, melhora com exercícios leves, tensão rigidez local, medo de fazer movimentos mesmo sem dor, presença ou não de equimose. Tratamento: F3, B60, B63, B23, HUATUO JIAIJI Ciatalgias Mais comuns nos casos de Retenção de Frio-Umidade, Estagnação de Qi e Xue e Deficiências do Qi do Baço-Pâncreas (presença de hérnia ou fissura discal) 18

19 LOMBALGIA (YAO TONG) Conceito: dor na região lombar em um ou nos dois lados e ainda diretamente na vértebra lombar. Etiologia: Pode ser por invasão de fatores patógenos externos, disfunção interna ou trauma. Fatores externos = quadros de umidade sensação clínica de peso e turbidez na região lombar acumulada. Pode ser associada a frioumidade ou umidade-calor. Disfunção interna geralmente causada por deficiência ou vazio lembrando que a lombar armazena o rim, logo, o shen. Sendo a casa do rim, o quadro é de frio na região lombar e ao palpar outra região da coluna (torácicas, por exemplo) existe uma diferença de temperatura = frio na lombar e quente na torácica. Trauma = dói ao palpar e a dor aumenta se mexer. Estado de contratura presente em grande costal e quadrado lombar estudar anatomia palpatória (Field, Ed. Manole) 19

20 HÉRNIA DE DISCO (INTERNA) 1. - RIM essência, ossos 2. - FÍGADO tensão, tendões e ligamentos 3. - BAÇO-PÂNCREAS segura órgãos no lugar 4. - pode ser por traumas também, fator externo BIBLIOGRAFIA: MACIOCIA, G. Diagnóstico na MTC; MACIOCIA, G. A Prática na MTC; MACIOCIA, G. Avaliação da Língua na MTC; O CONNOR, J. e BENSKY, D. (1996) Acupuntura: Um texto compreensível; ROSS, J. Combinações dos Pontos de Acupuntura MANAKA, Y. ET All The Layman s Guide to Acupuncture (WEATHERHILL New York/Tokyo) HOPWOOD, V. Acupuntura e Técnicas Relacionadas à Fisioterapia (Ed. Manole) STUX, G. e POMERANZ, B. Bases da Acupuntura (Ed. Premier) 20

21 Dr. Fabrício T. Escudine Fisioterapeuta especialista em Acupuntura com docência superior msn: Orkut: escudine Tel: (21) / id 23*

DEFICIÊNCIA DO QI DO SHEN (RIM)

DEFICIÊNCIA DO QI DO SHEN (RIM) LOMBO-CIATALGIA Causas na Medicina Ocidental: Processo inflamatório local radicular, traumatismos, processos degenerativos, compressão, tumores, tensão ligamentar, osteoartrites (osteófitos), herniação

Leia mais

6/22/2015. Prof. Gustavo Vilela da Silveira, MSc

6/22/2015. Prof. Gustavo Vilela da Silveira, MSc Acupuntura na Osteoartrose Prof. Gustavo Vilela da Silveira, MSc Osteoartrose 1 Osteoartrose Outras denominações ; Artrose; Doença Articular Degenerativa; Artrite Degenerativa. 2 É a doença articular mais

Leia mais

Problemas Gastro-Intestinais

Problemas Gastro-Intestinais Problemas Gastro-Intestinais Parâmetros Ocidentais Vômito; Dor na região abdominal, gástrica, etc. Gastrite, Úlcera, Diarréia, Prisão de ventre (constipação) Cólica, Vermes. Anamnese: Tipo de dor ou desconforto:

Leia mais

ACUPUNTURA NO TRATAMENTO DE CEFALÉIAS. Camille Elenne Egídio INSTITUTO LONG TAO

ACUPUNTURA NO TRATAMENTO DE CEFALÉIAS. Camille Elenne Egídio INSTITUTO LONG TAO ACUPUNTURA NO TRATAMENTO DE CEFALÉIAS Camille Elenne Egídio INSTITUTO LONG TAO Se o problema tem solução, não esquente a cabeça, porque tem solução. Se o problema não tem solução, não esquente a cabeça,

Leia mais

A Lesão. A Lesão. A lesão provoca congestão local causada por obstrução de QiE XUE nas articulações

A Lesão. A Lesão. A lesão provoca congestão local causada por obstrução de QiE XUE nas articulações Acupuntura Acupuntura e Traumatologia e Traumatologia É o estudo das patologias próprias do sistema esquelético, causadas principalmente por traumatismos utilizando a especialidade de acupuntura como recurso

Leia mais

PONTOS ESPECIAIS PARA DIVERSOS TRATAMENTOS. Camille Elenne Egídio INSTITUTO LONG TAO

PONTOS ESPECIAIS PARA DIVERSOS TRATAMENTOS. Camille Elenne Egídio INSTITUTO LONG TAO PONTOS ESPECIAIS PARA DIVERSOS TRATAMENTOS Camille Elenne Egídio INSTITUTO LONG TAO "A saúde é o resultado não só de nossos atos como também de nossos pensamentos." (Mahatma Gandhi) SHIATSU TERAPIA Terapia

Leia mais

ATM CERVICALGIAS DORSALGIAS

ATM CERVICALGIAS DORSALGIAS Center-AO Centro de Pesquisa e Estudo da Medicina Chinesa Universidade Federal de São Paulo Departamento de Ortopedia e Traumatologia Disciplina de Ortopedia Setor de Medicina Chinesa-Acupuntura ATM CERVICALGIAS

Leia mais

AVALIAÇÃO DE ACUPUNTURA E MEDICINA TRADICIONAL CHINESA

AVALIAÇÃO DE ACUPUNTURA E MEDICINA TRADICIONAL CHINESA AVALIAÇÃO DE ACUPUNTURA E MEDICINA TRADICIONAL CHINESA Ficha No.: Data: Nome: Data Nasc.: Naturalidade: Estado civil: Filhos: Endereço: Profissão: Fone(s): 1. Queixa Principal (QP): 2. História da Moléstia

Leia mais

** Pessoas jovens com má alimentação e estresse emocional que também geram vento no Fígado também estão propícios a ter Parkinson.

** Pessoas jovens com má alimentação e estresse emocional que também geram vento no Fígado também estão propícios a ter Parkinson. Doença de Parkinson A Doença de Parkinson é uma síndrome caracterizada por lentidão de movimento, rigidez e tremor resultante de disfunção nos glânglios da base, com diminuição da dopamina e aumento da

Leia mais

SANGUE (XUE) NA MTC, O XUE É UMA FORMA DE QI, MUITO DENSO E MATERIAL

SANGUE (XUE) NA MTC, O XUE É UMA FORMA DE QI, MUITO DENSO E MATERIAL SANGUE (XUE) NA MTC, O XUE É UMA FORMA DE QI, MUITO DENSO E MATERIAL SANGUE É INSEPARÁVEL DO QI, JÁ QUE O QI PROPORCIONA VIDA AO XUE, SEM O QUAL ELE SERIA UM FLUIDO INERTE XUE DERIVA EM SUA MAIORIA DO

Leia mais

AULA DE HÉRNIA DE DISCO: TTO. ATRAVÉS DA ACUPUNTURA

AULA DE HÉRNIA DE DISCO: TTO. ATRAVÉS DA ACUPUNTURA AULA DE HÉRNIA DE DISCO: TTO. ATRAVÉS DA ACUPUNTURA A doença não é uma Entidade mas uma condição flutuante do corpo do paciente, uma batalha entre a substância da doença e a tendência natural do corpo

Leia mais

Problemas Gastro-Intestinais

Problemas Gastro-Intestinais Problemas Gastro-Intestinais Parâmetros Ocidentais: Vômito; Dor na região abdominal, gástrica, etc; Gastrite; Úlcera; Diarréia; Prisão de ventre (constipação / obstipação); Cólica (intestinal); Vermes.

Leia mais

Autor: Alberto Bastos Fisioterapeuta Acupunturista. ARTRITE REUMATOIDE SEGUNDO A MEDICINA CHINESA E A TERAPÊUTICA NATURAL

Autor: Alberto Bastos Fisioterapeuta Acupunturista. ARTRITE REUMATOIDE SEGUNDO A MEDICINA CHINESA E A TERAPÊUTICA NATURAL Autor: Alberto Bastos Fisioterapeuta Acupunturista. ARTRITE REUMATOIDE SEGUNDO A MEDICINA CHINESA E A TERAPÊUTICA NATURAL A artrite reumatóide é uma doença auto-imune de etiologia desconhecida, caracterizada

Leia mais

Profª Ms. Jean Luis de Souza. Acupuntura Em ortopedia

Profª Ms. Jean Luis de Souza. Acupuntura Em ortopedia Profª Ms. Jean Luis de Souza Acupuntura Em ortopedia ACUPUNTURA EM ORTOPEDIA DORES CRÔNICAS NECESSIDADES DE MAIORES DOSES DE MEDICAMENTO. SOMADOS AOS EFEITOS COLATEAIS. CONFIANÇA CONTATO PESSOAL MÃO DE

Leia mais

Dor segundo a Medicina Chinesa

Dor segundo a Medicina Chinesa XII Simpósio Brasileiro de Aperfeiçoamento em Acupuntura e Terapias Orientais Dor segundo a Medicina Chinesa Introdução Definição A IASP- International Association for the Study of Pain (Associação Internacional

Leia mais

LOMBALGIA. Segundo Bernard Auteroche. instituto de acupuntura tradicional 1

LOMBALGIA. Segundo Bernard Auteroche. instituto de acupuntura tradicional 1 LOMBALGIA Segundo Bernard Auteroche instituto de acupuntura tradicional 1 instituto de acupuntura tradicional 2 Fisiologia Energética n A MTC, através da acupuntura, nos ensina que o corpo humano é recoberto

Leia mais

CANAIS E COLATERAIS (JING-LUO)

CANAIS E COLATERAIS (JING-LUO) CANAIS E COLATERAIS (JING-LUO) A TEORIA DE JING-LUO ESTUDA AS ALTERAÇÕES FISIOPATOLÓGICAS DOS CANAIS E COLATERAIS E A RELAÇÃO ENTRE ESTES E OS ÓRGÃOS INTERNOS DO CORPO JING-LUO É O NOME DADO AO CONJUNTO

Leia mais

Elementos de Fisiologia Feminina Tradicional

Elementos de Fisiologia Feminina Tradicional Centro Brasileiro de Acupuntura Acupuntura Aplicada a Ginecologia e Obstetrícia Prof.: Marcelo Brum Elementos de Fisiologia Feminina Tradicional Aparelho Genital Feminino: Abrange: Útero; Ovários; Trompas

Leia mais

Título Resumido. Poço (Jing)

Título Resumido. Poço (Jing) Analgesia Tendinomuscular pelo Ponto Poço (Jing) Material elaborado pelo corpo docente da EBRAMEC / CIEFATO Para os cursos da Escola Brasileira de Medicina Chinesa Direção Geral: Dr. Reginaldo de Carvalho

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cód. 07. Acerca da história da Acupuntura, todas as afirmativas estão corretas, EXCETO:

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cód. 07. Acerca da história da Acupuntura, todas as afirmativas estão corretas, EXCETO: 8 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cód. 07 QUESTÃO 17 Acerca da história da Acupuntura, todas as afirmativas estão corretas, EXCETO: a) Há 3.000 anos, agulhas de bronze e a pedra bian eram usadas como

Leia mais

LOMBALGIAS: MECANISMO ANÁTOMO-FUNCIONAL E TRATAMENTO

LOMBALGIAS: MECANISMO ANÁTOMO-FUNCIONAL E TRATAMENTO LOMBALGIAS: MECANISMO ANÁTOMO-FUNCIONAL E TRATAMENTO Alessandra Vascelai #, Ft, Titulacão: Especialista em Fisioterapia em Traumatologia do Adulto Reeducação Postural Global (RPG) Acupuntura. Resumo: Lombalgia

Leia mais

TRATAMENTO PARA MIOMA. INSTITUTO Long Tao

TRATAMENTO PARA MIOMA. INSTITUTO Long Tao TRATAMENTO PARA MIOMA INSTITUTO Long Tao Mioma Uterino DEFINIÇÃO: É UM TUMOR BENIGNO QUE SURGE QUANDO UMA CÉLULA DO ÚTERO DA MULHER COMEÇA A SE MULTIPLICAR DE FORMA DESORDENADA. Definição na MTC: O mioma

Leia mais

Rafael Vercelino Fisioterapeuta Especialista em Dor e Acupuntura

Rafael Vercelino Fisioterapeuta Especialista em Dor e Acupuntura Neuropatias sob a visão da Medicina Chinesa Rafael Vercelino Fisioterapeuta Especialista em Dor e Acupuntura Neuropatias sob a visão da Medicina Chinesa Revisão da neurofisiologia da dor, Revisão da fisiopatologia

Leia mais

LER/DORT. www.cpsol.com.br

LER/DORT. www.cpsol.com.br LER/DORT Prevenção através s da ergonomia DEFINIÇÃO LER: Lesões por Esforços Repetitivos; DORT: Doenças Osteomusculares Relacionadas ao Trabalho; São doenças provocadas pelo uso inadequado e excessivo

Leia mais

Prof. Carolina C. T. Haddad. Instituto Bioethicus. Curso de Especialização em Acupuntura Veterinária PULSOLOGIA

Prof. Carolina C. T. Haddad. Instituto Bioethicus. Curso de Especialização em Acupuntura Veterinária PULSOLOGIA Instituto Bioethicus Curso de Especialização em Acupuntura Veterinária PULSOLOGIA A arte da palpação é de extrema importância dentro do exame semiológico da Medicina Veterinária Tradicional Chinesa e a

Leia mais

XII I I S im i pós pós o B ras r i as l i e l i e r i o de o de Aper pe f r e f i e ç i oam oam n e to t e o m e

XII I I S im i pós pós o B ras r i as l i e l i e r i o de o de Aper pe f r e f i e ç i oam oam n e to t e o m e XII Simpósio Brasileiro de Aperfeiçoamento em Acupuntura e Terapias Orientais 三 Método de Três Agulhas Introdução Definição O Método de Três Agulhas é uma forma de acupuntura que utiliza seleções e combinações

Leia mais

PADRÕES DO FÍGADO (GAN)

PADRÕES DO FÍGADO (GAN) PADRÕES DO FÍGADO (GAN) ESTAGNAÇÃO DO QI DO FÍGADO (GAN) SENSAÇÃO DE DISTENSÃO E DOR NOS HIPOCÔNDRIOS - NO NÍVEL FÍSICO A ESTAGNAÇÃO DE FÍGADO SE MANIFESTA PRINCIPALMENTE NESTA REGIÃO, EM AMBOS OS LADOS.

Leia mais

Prof. Henrique Adam Pasquini

Prof. Henrique Adam Pasquini Segundo a MTO Prof. Henrique Adam Pasquini RSRSRSRSRSRS... Prof. Henrique Adam Pasquini 2 INSPEÇÃO DA LÍNGUA MTC A Língua é o broto do Coração. Embriologia A Língua e o coração se originam de um mesmo

Leia mais

FISIOPATOLOGIA DAS ALGIAS PERIFÉRICAS

FISIOPATOLOGIA DAS ALGIAS PERIFÉRICAS FISIOPATOLOGIA DAS ALGIAS PERIFÉRICAS A Medicina Ocidental refere que os mais diversos fatores podem provocar dor: ferimentos, contusões, exposição ao calor, ao frio, a produtos químicos, etc. Esses fatores

Leia mais

CENTRO DE ESTUDOS FIRVAL CURSO DE ACUPUNTURA CORPO ENERGÉTICO. Elaborado por Profa. Romana de Souza Franco. 1

CENTRO DE ESTUDOS FIRVAL CURSO DE ACUPUNTURA CORPO ENERGÉTICO. Elaborado por Profa. Romana de Souza Franco. 1 CENTRO DE ESTUDOS FIRVAL CORPO ENERGÉTICO 1 CENTRO DE ESTUDOS FIRVAL INTRODUÇÃO: O corpo energético humano, às vezes chamado de corpo etéreo permeia e cerca o corpo físico sólido. É a soma dos campos de

Leia mais

A Vesícula Biliar (DAN)

A Vesícula Biliar (DAN) A Vesícula Biliar (DAN) 44 pontos bilaterais Natureza YANG Elemento Madeira Acoplado ao Fígado (GAN) A Vesícula Biliar (DAN) A Vesícula Biliar (DAN) é considerada uma víscera de comportamento particular,

Leia mais

OITO PRINCÍPI P O I S

OITO PRINCÍPI P O I S OITO PRINCÍPIOS TEM COMO FUNÇÃO IDENTIFICAR, ATRAVÉS DOS DADOS OBTIDOS DO PACIENTE: A LOCALIZAÇÃO DA DESARMONIA A NATUREZA DA DESARMONIA AS CONDIÇÕES DOS FATORES PATOGÊNICOS E DE RESISTÊNCIA DO ORGANISMO

Leia mais

ACUPUNTURA TRADICIONAL CHINESA HISTÓRIA DA MEDICINA CHINESA

ACUPUNTURA TRADICIONAL CHINESA HISTÓRIA DA MEDICINA CHINESA Teoria da Acupuntura ACUPUNTURA TRADICIONAL CHINESA A Medicina Tradicional Chinesa tem obtido um desenvolvimento através do tempo, pelo menos a 3000 anos. A Acupuntura promove diversas funções, ela controla

Leia mais

Métodos Diagnósticos na MTC. Prof. Thiago Resende

Métodos Diagnósticos na MTC. Prof. Thiago Resende Métodos Diagnósticos na MTC Prof. Thiago Resende Observações da Forma do Corpo Existem cinco diferentes maneiras de se classificar: Yin e Yang Cinco Elementos (Constitucional) Influências pré e pós natais

Leia mais

DIAGNÓSTICO DAS LOMBALGIAS. Luiza Helena Ribeiro Disciplina de Reumatologia UNIFESP- EPM

DIAGNÓSTICO DAS LOMBALGIAS. Luiza Helena Ribeiro Disciplina de Reumatologia UNIFESP- EPM DIAGNÓSTICO DAS LOMBALGIAS Luiza Helena Ribeiro Disciplina de Reumatologia UNIFESP- EPM LOMBALGIA EPIDEMIOLOGIA 65-80% da população, em alguma fase da vida, terá dor nas costas. 30-50% das queixas reumáticas

Leia mais

RYODORAKU. Mensuração Diagnóstica Eletrônica POR DENISE DARIN

RYODORAKU. Mensuração Diagnóstica Eletrônica POR DENISE DARIN RYODORAKU Mensuração Diagnóstica Eletrônica POR DENISE DARIN SIGNIFICADO DO RYODORAKU Ryo significa boa, Do conduzir e Raku linha ou canal. Caminhos Permeáveis (Linha de boa eletrocondutividade). É um

Leia mais

EMBRIOLOGIA ENERGÉTICA

EMBRIOLOGIA ENERGÉTICA EMBRIOLOGIA ENERGÉTICA FECUNDAÇÃO: ovócito + espermatozóide multiplicação celular durante os primeiros dias o embrião tem forma arredondada (fase de mórula) por volta do 12 º dia, vai passando para uma

Leia mais

OS CINCO ELEMENTOS Os cinco elementos, madeira, fogo, terra, metal e água abarcam todos os fenômenos da natureza. Trata-se de um simbolismo que se aplica também ao homem. Nei Jing. Os chineses dividiram

Leia mais

dr-cesar TERAPIAS ENERGÉTICAS CURSOS AMBULATÓRIO E CONSULTORIA

dr-cesar TERAPIAS ENERGÉTICAS CURSOS AMBULATÓRIO E CONSULTORIA PRINCIPAIS SÍNDROMES Autor - Wanderley Rocha Casalecchi PADRÕES DO FÍGADO (GAN) ESTAGNAÇÃO DO QI DO FÍGADO (GAN) MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS: SENSAÇÃO DE DISTENSÃO E DOR NOS HIPOCÔNDRIOS - NO NÍVEL FÍSICO A

Leia mais

MEDICINA TRADICIONAL CHINESA Acupuntura Profa. Alessandra Barone. Histórico Teoria Yin Yang Teoria dos Cinco Elementos Substâncias Vitais

MEDICINA TRADICIONAL CHINESA Acupuntura Profa. Alessandra Barone. Histórico Teoria Yin Yang Teoria dos Cinco Elementos Substâncias Vitais MEDICINA TRADICIONAL CHINESA Acupuntura Profa. Alessandra Barone Histórico Teoria Yin Yang Teoria dos Cinco Elementos Substâncias Vitais Medicina Tradicional Chinesa Histórico Antes de 2000 a.c Origem

Leia mais

Reabilitação em Dores Crônicas da Coluna Lombar. Michel Caron Instituto Dr. Ayrton Caron Porto Alegre - RS

Reabilitação em Dores Crônicas da Coluna Lombar. Michel Caron Instituto Dr. Ayrton Caron Porto Alegre - RS Reabilitação em Dores Crônicas da Coluna Lombar Michel Caron Instituto Dr. Ayrton Caron Porto Alegre - RS Introdução - Estima-se que a dor lombar afete até 84% da população adulta. - Episódio de dor autolimitado

Leia mais

PONTOS FONTE (YUAN) PONTOS DE CONEXÃO (LO) PONTOS DE TRANSPORTE POSTERIOR (BACK SHU) PONTOS DE COLETA FRONTAL (ALARME ou FRONT MU)

PONTOS FONTE (YUAN) PONTOS DE CONEXÃO (LO) PONTOS DE TRANSPORTE POSTERIOR (BACK SHU) PONTOS DE COLETA FRONTAL (ALARME ou FRONT MU) 1 PONTOS FONTE (YUAN) PONTOS DE CONEXÃO (LO) PONTOS DE TRANSPORTE POSTERIOR (BACK SHU) PONTOS DE COLETA FRONTAL (ALARME ou FRONT MU) PONTOS DE ACÚMULO (XI) PONTOS DE REUNIÃO (HUI) 1- PONTOS FONTE (YUAN)

Leia mais

ESCOLA DE TERAPIAS ORIENTAIS DE SÃO PAULO SUSILAINE MORAES AQUINO 35 - B

ESCOLA DE TERAPIAS ORIENTAIS DE SÃO PAULO SUSILAINE MORAES AQUINO 35 - B 1 ESCOLA DE TERAPIAS ORIENTAIS DE SÃO PAULO SUSILAINE MORAES AQUINO 35 - B PRINCÍPIOS DA MAGNETOTERAPIA APLICADA À ACUPUNTURA São Paulo 2011 2 SUMÁRIO 1. HISTÓRICO... 3 2. TEORIA GERAL... 4 3. INDICAÇÕES...

Leia mais

ESTUDO DOS TRAJETOS DOS CANAIS DE ENERGIA TENDINO-MUSCULARES

ESTUDO DOS TRAJETOS DOS CANAIS DE ENERGIA TENDINO-MUSCULARES 1 ESTUDO DOS TRAJETOS DOS CANAIS DE ENERGIA TENDINO-MUSCULARES. Os Canais de Energia Tendino-Musculares não acompanham a alternância do Yang e do Yin, nem a relação Interior-Exterior, mas sim o sistema

Leia mais

Diagnóstico da dor segundo a Medicina Tradicional Chinesa

Diagnóstico da dor segundo a Medicina Tradicional Chinesa Diagnóstico da dor segundo a Medicina Tradicional Chinesa Na Medicina Tradicional Chinesa a dor é compreendida como conseqüência da interrupção de processos biológicos. A normalidade desses processos depende

Leia mais

Acupuntura no tratamento da Dor Ciática de origem Discal

Acupuntura no tratamento da Dor Ciática de origem Discal 1 Acupuntura no tratamento da Dor Ciática de origem Discal Giselle Rodrigues Negreiros 1 Renata Mayumi Onogi 2 E-mail: fisioterapeutagisellenegreiros@gmail.com Pós-graduação em Acupuntura Faculdade FASAM

Leia mais

SHIATSUTERAPIA APLICADA ÀS ENFERMIDADES. As alterações dos Meridianos Energéticos originam-se de 4 fatores:

SHIATSUTERAPIA APLICADA ÀS ENFERMIDADES. As alterações dos Meridianos Energéticos originam-se de 4 fatores: SHIATSUTERAPIA APLICADA ÀS ENFERMIDADES A Shiatsuterapia atua com eficiência em relação às Desarmonias Energéticas que comprometem a homeostase orgânica. É importante tratar o Todo. Em uma doença podem

Leia mais

Canais Distintos Dr. Iriê Tadashi. Prof. Roberto Lalli www.tecnicasjaponesa.blogspot.com rlterapeuta@gmail.com

Canais Distintos Dr. Iriê Tadashi. Prof. Roberto Lalli www.tecnicasjaponesa.blogspot.com rlterapeuta@gmail.com Canais Distintos Dr. Iriê Tadashi Prof. Roberto Lalli www.tecnicasjaponesa.blogspot.com rlterapeuta@gmail.com Canais Distintos Tecnica superficial De 2mm a 5mm de inserção Agulhas mais finas 0,20 X 30mm

Leia mais

CONGRESSO BRASILEIRO DE MEDICINA CHINESA EBRAMEC- SP julho/2012. Palestra: ACUPUNTURA DO BALANCEAMENTO Prof. Silvia Ferreira

CONGRESSO BRASILEIRO DE MEDICINA CHINESA EBRAMEC- SP julho/2012. Palestra: ACUPUNTURA DO BALANCEAMENTO Prof. Silvia Ferreira CONGRESSO BRASILEIRO DE MEDICINA CHINESA EBRAMEC- SP julho/2012 Palestra: ACUPUNTURA DO BALANCEAMENTO Prof. Silvia Ferreira Método desenvolvido pelo prof Wang Wen Yuan, da província de Shandong China.

Leia mais

BIOTIPOLOGIA CONSTITUCIONAL TIPO I AR YANG SUPREMO

BIOTIPOLOGIA CONSTITUCIONAL TIPO I AR YANG SUPREMO TIPO I AR YANG SUPREMO TAI YANG Características físicas: fronte larga, brilho intenso nos olhos, tórax bem desenvolvido (devido a hiperplasia do parênquima pulmonar), ombro largo, cintura proporcionalmente

Leia mais

Acupuntura em Ortopedia e Traumatologia

Acupuntura em Ortopedia e Traumatologia Acupuntura em Ortopedia e Traumatologia Lesão Todas as lesões deixam a dor na memória, com exceção da maior lesão, que é a morte, que mata a memória juntamente com a vida. Leonardo da Vinci, 1452-1519

Leia mais

Dor no Ombro. Especialista em Cirurgia do Ombro e Cotovelo. Dr. Marcello Castiglia

Dor no Ombro. Especialista em Cirurgia do Ombro e Cotovelo. Dr. Marcello Castiglia Dor no Ombro Dr. Marcello Castiglia Especialista em Cirurgia do Ombro e Cotovelo O que a maioria das pessoas chama de ombro é na verdade um conjunto de articulações que, combinadas aos tendões e músculos

Leia mais

Agulha de Fogo, da teoria à prática

Agulha de Fogo, da teoria à prática II Congresso Brasileiro de Medicina Chinesa Agulha de, da teoria à prática Material elaborado pelo corpo docente da EBRAMEC / CIEFATO Para os cursos da Escola Brasileira de Medicina Chinesa Direção Geral:

Leia mais

ESCOLIOSE Lombar: Sintomas e dores nas costas

ESCOLIOSE Lombar: Sintomas e dores nas costas ESCOLIOSE Lombar: Sintomas e dores nas costas O que é escoliose? É um desvio látero-lateral que acomete acoluna vertebral. Esta, quando olhada de frente, possui aparência reta em pessoas saudáveis. Ao

Leia mais

Acupuntura no tratamento de Lombalgias

Acupuntura no tratamento de Lombalgias Acupuntura no tratamento de Lombalgias Ana Fátima Coutinho Mello 1 Dayana Priscila Maia Mejia 2 e-mail: anafatima_mello@yahoo.com.br Pós-graduação em Acupuntura Faculdade Ávila Resumo De acordo com a medicina

Leia mais

FADIGA, NEURASTENIA ou. Paulo Lessa IAMMG Instituto de Acupuntura Médica de Minas Gerais IVN SP Instituto Van Nghi São Paulo

FADIGA, NEURASTENIA ou. Paulo Lessa IAMMG Instituto de Acupuntura Médica de Minas Gerais IVN SP Instituto Van Nghi São Paulo FADIGA, NEURASTENIA ou TRANSTORNOS SOMATOFORMES Paulo Lessa IAMMG Instituto de Acupuntura Médica de Minas Gerais IVN SP Instituto Van Nghi São Paulo Sinais e sintomas relatados por pacientes com fadiga

Leia mais

MASSAGEM DO-IN. Claudio Prieto - Elza Rodrigues Pinheiro Prieto. Site: www.massagemdoin.net. E-Mail: contato@massagemdoin.net

MASSAGEM DO-IN. Claudio Prieto - Elza Rodrigues Pinheiro Prieto. Site: www.massagemdoin.net. E-Mail: contato@massagemdoin.net MASSAGEM DO-IN Claudio Prieto - Elza Rodrigues Pinheiro Prieto Site: www.massagemdoin.net E-Mail: contato@massagemdoin.net O QUE É? O DO-IN é uma técnica de automassagem aplicada nos pontos energéticos

Leia mais

MÉTODO DE SELEÇÃO DE PONTOS MÉTODO LOCAL DISTANTE

MÉTODO DE SELEÇÃO DE PONTOS MÉTODO LOCAL DISTANTE MÉTODO DE SELEÇÃO DE PONTOS MÉTODO LOCAL DISTANTE Como selecionar pontos? Critérios para selecionar pontos Que critérios são esses? Lembrete Diagnóstico pronto antes!!! QP Diagnóstico Principio de tratamento

Leia mais

DOENÇAS DA COLUNA CERVICAL

DOENÇAS DA COLUNA CERVICAL Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira DOENÇAS DA COLUNA CERVICAL A coluna cervical é o elo flexível entre a plataforma sensorial do crânio

Leia mais

Padrões de Desarmonia do Movimento Metal

Padrões de Desarmonia do Movimento Metal [Digite texto] Curso de Especialização em Acupuntura Veterinária Padrões de Desarmonia do Movimento Metal Prof a. Márcia Valéria Rizzo Scognamillo marciascognamillo@yahoo.com.br Junho de 2011 Geral I.

Leia mais

Acupuntura Veterinária 2ª Turma Lato Sensu INESP

Acupuntura Veterinária 2ª Turma Lato Sensu INESP Aula Inaugural Acupuntura Veterinária 2ª Turma Lato Sensu INESP 1. História da Acupuntura 1.1. História da Acupuntura geral 1.2. História da Acupuntura Veterinária 1.3. Filosofia chinesa taoísmo 1.4. Pensamento

Leia mais

Lombociatalgia. www.fisiokinesiterapia.biz

Lombociatalgia. www.fisiokinesiterapia.biz Lombociatalgia www.fisiokinesiterapia.biz Conceitos Lombalgia; Lombociatalgia; Ciatalgia/Ci /Ciática; Característica região lombar Fonte: NETTER, Frank H.. Atlas de Anatomia Humana Vértebra lombar Fonte:

Leia mais

Ergonomia Corpo com Saúde e Harmonia

Ergonomia Corpo com Saúde e Harmonia Ergonomia Corpo com Saúde e Harmonia Dr. Leandro Gomes Pistori Fisioterapeuta CREFITO-3 / 47741-F Fone: (16) 3371-4121 Dr. Paulo Fernando C. Rossi Fisioterapeuta CREFITO-3 / 65294 F Fone: (16) 3307-6555

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DE PADRÕES DE ACORDO COM OS OITO PRINCÍPIOS

IDENTIFICAÇÃO DE PADRÕES DE ACORDO COM OS OITO PRINCÍPIOS IDENTIFICAÇÃO DE PADRÕES DE ACORDO COM OS OITO PRINCÍPIOS Aplicação dos 8 princípios Aplicável em todos os casos, para doenças interiores e exteriores Divisão : Exterior-Interior Calor-Frio: Calor por

Leia mais

巴 西 中 医 学 院 bāxī zhōngyī xuéyuàn

巴 西 中 医 学 院 bāxī zhōngyī xuéyuàn CRONOBIOLOGIA CHINESA Luci Aquemi Hayashi Machado Luci.hayashi@onda.com.br Nei Su Wen (Questões Simples) os ritmos impostos pelas horas, dias, meses, anos, influenciam todos os seres vivos, inclusive os

Leia mais

Terceira idade. Antonieta

Terceira idade. Antonieta Terceira idade Antonieta Terceira Idade Terceira Idade Aristóteles (384-322 a.c.) cada pessoa nascia com certa quantidade de calor interno que iria se dissipando com o passar dos anos. Terceira Idade-

Leia mais

Displasia coxofemoral (DCF): o que é, quais os sinais clínicos e como tratar

Displasia coxofemoral (DCF): o que é, quais os sinais clínicos e como tratar Displasia coxofemoral (DCF): o que é, quais os sinais clínicos e como tratar A displasia coxofemoral (DCF) canina é uma doença ortopédica caracterizada pelo desenvolvimento inadequado da articulação coxofemoral.

Leia mais

CURSO PRÉ PROVA DE TITULO DE ESPECIALISTA EM ACUPUNTURA

CURSO PRÉ PROVA DE TITULO DE ESPECIALISTA EM ACUPUNTURA CURSO PRÉ PROVA DE TITULO DE ESPECIALISTA EM ACUPUNTURA Curso aberto também para quem deseja apenas realizar uma reciclagem de conhecimentos em Acupuntura TEMA CONTEÚDO MINISTRANTE DATA HORÁRIO Estudo

Leia mais

A coluna vertebral é formada por vários ossos empilhados, uns sobre os outros, denominados vértebras (figura 1).

A coluna vertebral é formada por vários ossos empilhados, uns sobre os outros, denominados vértebras (figura 1). HÉRNIA DE DISCO A hérnia de disco é uma das doenças que mais afligem o homem moderno. Falta de exercício, excesso de peso, má postura, todas podem causar ou agravar uma hérnia de disco. Mas afinal, o que

Leia mais

pontos dos meridianos REM MAI e CHONG MAI, além de outros. Assinale o Zang Fu (Órgãos e Vísceras) mais estimulado neste caso: Questão : 1

pontos dos meridianos REM MAI e CHONG MAI, além de outros. Assinale o Zang Fu (Órgãos e Vísceras) mais estimulado neste caso: Questão : 1 Questão : 1 Paciente de 75 anos procurou a acupuntura em função de um diagnóstico confirmado de Câncer de Pulmão. Queixa-se de dor intercostal intensa, mesmo apesar do uso de morfinomiméticos e profundo

Leia mais

GUIA DO PACIENTE. Dynesys Sistema de Estabilização Dinâmica. O Sistema Dynesys é o próximo passo na evolução do tratamento da dor lombar e nas pernas

GUIA DO PACIENTE. Dynesys Sistema de Estabilização Dinâmica. O Sistema Dynesys é o próximo passo na evolução do tratamento da dor lombar e nas pernas GUIA DO PACIENTE Dynesys Sistema de Estabilização Dinâmica O Sistema Dynesys é o próximo passo na evolução do tratamento da dor lombar e nas pernas Sistema de Estabilização Dinâmica Dynesys O Sistema Dynesys

Leia mais

Semiologia Ortopédica Pericial

Semiologia Ortopédica Pericial Semiologia Ortopédica Pericial Prof. Dr. José Heitor Machado Fernandes 2ª V E R S Ã O DO H I P E R T E X T O Para acessar os módulos do hipertexto Para acessar cada módulo do hipertexto clique no link

Leia mais

ACUPUNTURA COMO PROPOSTA DE TRATAMENTO NA HÉRNIA DISCAL RESUMO

ACUPUNTURA COMO PROPOSTA DE TRATAMENTO NA HÉRNIA DISCAL RESUMO ACUPUNTURA COMO PROPOSTA DE TRATAMENTO NA HÉRNIA DISCAL Maria Joseanne Nogueira Soares Santos Sheila Bezerra Costa Matheus dos Santos Soares Marcio Melo Victor Thiago de Oliveira Assis 1 2 4 5 6 RESUMO

Leia mais

Meridianos Principais

Meridianos Principais Meridianos Principais 1. MERIDIANO DO FEI (Pulmão) - Tai Yin da mão 1. Trajeto externo: Inicia-se na fossa infraclavicular no ponto denominado P1. Segue pela margem ânterolateral do antebraço e na altura

Leia mais

Teoria Dos Cinco Movimentos

Teoria Dos Cinco Movimentos Teoria Dos Cinco Movimentos Constitui a base teórica da MTC. Caracteriza-se por cinco processos básicos decorrentes das qualidades de cinco elementos comuns, encontrados na natureza, e que simbolizam todos

Leia mais

Síndrome dos seis meridianos

Síndrome dos seis meridianos Síndrome dos seis meridianos CAMADAS 1ªTAE YANG (ID B) SUPERFICIAL 2ªCHAO YANG (VB TR) MÉDIO 3ªYANG MING (E IG) PROFUNDO 4ªTAE YIN (P BP) SUPERFICIAL 5ªCHAO YIN (C R) MÉDIO 6ªTSIUE YIN (F CS) PROFUNDO

Leia mais

www.josegoes.com.br Prof. Ms. José Góes Página 1

www.josegoes.com.br Prof. Ms. José Góes Página 1 Página 1 A hérnia de disco se apresenta como sendo uma extrusão, isto é, um deslocamento da massa discal para fora do contorno vertebral, geralmente em direção a medula. Isso ocorre pela ruptura do anel

Leia mais

DIAGNÓSTICO NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA

DIAGNÓSTICO NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA DIAGNÓSTICO NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA A base do diagnóstico da Medicina Tradicional Chinesa (MTC), está na observação dos sinais e sintomas do paciente, uma vez que eles refletem a condição dos Sistemas

Leia mais

Conhecimentos Específicos

Conhecimentos Específicos Conhecimentos Específicos 01. Analise cada uma das sentenças abaixo e assinale V se for verdadeira ou F se for falsa. 1) Na dor aguda do pescoço os pontos distais ID3, TA5 VB39, estão bem indicados 2)

Leia mais

6/3/2015. Prof. Gustavo Vilela da Silveira, MSc

6/3/2015. Prof. Gustavo Vilela da Silveira, MSc Prof. Gustavo Vilela da Silveira, MSc Homem, 52 anos. Fome e sede frequentes há 3 anos Micções frequentes e perda de peso. Refere preferência por comidas substanciosas e álcool. Glicemia em jejum 150 (Glicosuria+)

Leia mais

Acupuntura em Cardiologia Energética Funcional

Acupuntura em Cardiologia Energética Funcional Acupuntura em Cardiologia Energética Funcional * Acupuntura em Cardiologia Funcional Prof. Ms. Jean Luis de Souza Presidente SOBRAFISA SECCIONAL MINAS Gerais Diretor Geral: IPGU Acupuntura/MTC CARDIOVASCULAR

Leia mais

www.medicinachinesaclassica.org

www.medicinachinesaclassica.org Ombralgias e Dorsalgias Leituras selecionadas no 黄 帝 内 经 - Huangdi Neijing Pesquisa de Ephraim Ferreira Medeiros Projeto www.medicinachinesaclassica.org Teoria Geral Su Wen Cap. 7 阴 阳 别 论 "A doença do

Leia mais

MERIDIANO DO PULMÃO 11 PONTOS PONTO LOCALIZAÇÃO FUNÇÃO PAREDE TORÁCIA ANTERIOR, 1 CUN ABAIXO DE P2

MERIDIANO DO PULMÃO 11 PONTOS PONTO LOCALIZAÇÃO FUNÇÃO PAREDE TORÁCIA ANTERIOR, 1 CUN ABAIXO DE P2 MERIDIANO DO PULMÃO 11 PONTOS PONTO LOCALIZAÇÃO FUNÇÃO P1 NA PARTE SUPERIOR LATERAL DA PAREDE TORÁCIA ANTERIOR, 1 CUN ABAIXO DE P2 P2 P3 NA PARTE SUPERIOR LATERAL DA PAREDE TORÁCICA ANTERIOR, ACIMA DA

Leia mais

Anatomia da Medula Vertebral

Anatomia da Medula Vertebral Anatomia da Medula Vertebral Anatomia da Vértebra Disco Intervertebral Anatomia da Coluna Vertebral Características Gerais: Corpo Vertebral Foramens Vertebrais: Forame Medular: Medula Vertebral Forames

Leia mais

Acupuntura e Pediatria Funcional Prof. Jean Luís de Souza Diretor do IPGU Presidente da FEDUC Presidente da SOBRAFISA Massagem Pediátrica Dinastia Sui Tang (581-907 DC) Dinastia Song (960-1644) é que a

Leia mais

Avaliação Fisioterapêutica da Coluna Lombar Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional

Avaliação Fisioterapêutica da Coluna Lombar Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional Avaliação Fisioterapêutica da Coluna Lombar Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional Profa. Dra. Sílvia Maria Amado João 1. Anatomia Aplicada Existem 2 tipos de artic. encontradas

Leia mais

www.amcbr.com.br Lien ch i Oito movimentos

www.amcbr.com.br Lien ch i Oito movimentos Lien ch i Oito movimentos A prática de exercícios físicos em países do oriente é hábito comum e seria estranho andar pela manhã nas ruas da China ou do Japão e não ver ninguém fazendo Tai chi chuan ou

Leia mais

DISTÚRBIOS URINÁRIOS DISTÚRBIOS URINÁRIOS

DISTÚRBIOS URINÁRIOS DISTÚRBIOS URINÁRIOS DISTÚRBIOS URINÁRIOS 1 Calor: Fígado Coração (ID) Tr.Aquecedor Deficiência Yin Rins Estagnação Estagnação Qi Fígado Deficiência T.Aq. Deficiência Yang Rins/ Baço Estagnação Umidade Bexiga Distúrbios Urinários

Leia mais

Patologias da coluna vertebral

Patologias da coluna vertebral Disciplina de Traumato-Ortopedia e Reumatologia Patologias da coluna vertebral Prof. Marcelo Bragança dos Reis Introdução Escoliose idiopática Dorso curvo Cervicobraquialgia Lombalgia e lombociatalgia

Leia mais

Maria da Conceição M. Ribeiro

Maria da Conceição M. Ribeiro Maria da Conceição M. Ribeiro Segundo dados do IBGE, a hérnia de disco atinge 5,4 milhões de brasileiros. O problema é consequência do desgaste da estrutura entre as vértebras que, na prática, funcionam

Leia mais