Cabo Optico Aéreo Dielétrico Tubo unico ASU (NR/RC)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Cabo Optico Aéreo Dielétrico Tubo unico ASU (NR/RC)"

Transcrição

1 Cabo Optico Aéreo Dielétrico Tubo unico ASU (NR/RC) Os cabos ópticos TELCON contam com uma excelente proteção e transmissão óptica para conectar longas distancias e outros serviços como Multimedia, Internet e conferencia remota entre outras em tubo único. Estes são aptos para instalações aéreas en vãos máximos de metros. Aplicação: Sistemas de comunicação de longa distancia; Capacida de transmissão em nm e nm. Cabos para vão máximos de até metros Excelente performance óptica e mecânica Elementos Dielétricos FRP Fiber Glass Reforced Plastic permitem uma boa sustentação em postes ey reforço mecânico na instalação e operação Cabo totalmente dielétrico Capa externa polietileno preto, resistente a intemperies e raios U.V. ou Capa externa polietileno preto, resistente a intemperies, raios U.V. e retardante a chama. Tecnologia tubo loose (PBT) impregnados por geléia de petróleo, hidrófugo, baixo conteúdo de hidrogênio Tubo único loose até fibras Acondicionamento em bobinas de madeira não retornáveis Resolução 99 AGENCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES, de junho de Fibras ópticas Monomodo SM NBR 88 / ITU T G Os cabos Telcon são desenvolvidos para uma performance otimizada e facilidade de instalação, de acordo com as especificações técnicas, padrões e referências 7/ Rev. /7/

2 Cabo Optico Aéreo Dielétrico Tubo unico ASU (NR/RC) Dimensões e Propriedades Construção Vão (m) Quantidade de fibras ópticas Diâmetro Externo Nominal (mm) Peso Líquido Nominal (kg/km) Até Até 8, 7 Mecânicas e Ambientais Carga máxima de operação CMO Raio Mínimo de Curvatura com Tensão (mm) Raio Mínimo de Curvatura sem Tensão (mm) Resistencia a compressão (N/) Temperatura de Operação (ºC) m x peso do cable por km x diâmetro externo do cabo x diâmetro externo do cabo - até +7 CMO = Carga Máxima de Operação Atenuação Fibra Óptica SM Atenuação máxima en nm (db/km) Atenuação máxima en nm (db/km) Valor,,

3 Cabo Optico Aéreo Dielétrico Tubo unico ASU (NR/RC) Cores das Fibras Ópticas Fibra Óptica Cor Amarelo Branco Azul Vermelho Violeta Marrom Rosa Preto Cinza Laranja Aqua Designação do Cabo CFOA-SM-ASU-S-svv-ZZ FO YY CFOA Cabo de Fibra Óptica Revestida em Acrilato SM Tipo de Fibra Óptica: SM (Monomodo ITUT. G.) ASU-S Aéreo Tubo unico, núcleo seco vv Vão Máximo em metros (ATÉ m) ZZ FO Quantidade de Fibras Ópticas YY Capa externa (Normal NR ou RC Retardante a chama)

4 Cabo Óptico Dielétrico Auto-Sustentado Geleado Os cabos ópticos Telcon proporcionam excelente performance de transmissão e proteção das fibras ópticas contra mudanças ambientais. Este cabo foi desenvolvido para instalação em postes com vãos de 8, ou metros. Aplicação: Instalação aérea ou auto-sustentado Sistemas de comunicação óptica Operam nas faixas de comprimento de onda de operação de 8 nm, nm ou nm Excelente performance óptica e mecânica Núcleo geleado Cabo totalmente dielétrico Capa externa retardante à chama Tecnologia tubo loose geleado Os cabos são constituídos por, ou fibras por tubo loose Especificação aplicável: NBR Os cabos Telcon são desenvolvidos para uma performance otimizada e facilidade de instalação, de acordo com as especificações técnicas, padrões e referências da indústria.. Capa externa. Fio de rasgamento. Elemento de tração. Capa interna. Enfaixamento. Tubo loose 7. Fibra óptica 8. Elemento central dielétrico 9. Geléia. Enchimento /99 Rev. 9 //9

5 Cabo Óptico Dielétrico Auto-Sustentado Geleado As tabelas a seguir trazem informações sobre as configurações básicas do cabo. Configurações customizadas estão disponíveis sob consulta. Dimensões e Propriedades Construção Vão 8 Número de Fibras Ópticas a 8 a 8 a Número de F.O. por Tubo Diâmetro Externo (mm) Mínimo Máximo Massa Líquida (kg/km),,,7,,,8,9,,, 7,,,,,,8 7, 7, 7 8, 8, 9 Vão Número de Fibras Ópticas a 8 a 8 a Número de F.O. por Tubo Diâmetro Externo (mm) Mínimo Máximo Massa Líquida (kg/km),,7,,,,,,7,,7 8,,7,8,,8 7, 7, 8, 7 8, 8,9 Vão Número de Fibras Ópticas a 8 a 8 a Número de F.O. por Tubo Diâmetro Externo (mm) Mínimo Máximo Massa Líquida (kg/km),7,,,9,,,8, 7,9,,,, 7, 7, 7,9 7 8, 8,8 9, 9,7 Mecânicas e Ambientais Máxima Tração de Instalação Vão de 8 m Vão de m Vão de m Raio Mínimo de Curvatura Sob Tensão Sem Tensão Resistência a Compressão Temperatura de Operação Unidade Kgf mm Kgf/cm C Valor, x massa do cabo por km, x massa do cabo por km, x massa do cabo por km x diâmetro externo do cabo x diâmetro externo do cabo x massa do cabo por km - até +

6 Cabo Óptico Dielétrico Auto-Sustentado Geleado Ópticas Atenuação Máxima em nm Atenuação Máxima em nm SM,, Atenuação Máxima em 8nm Atenuação Máxima em nm MM, / MM,, Outros Valores mediante consulta Identificação das unidades / fibras ópticas Número de fibras por cabo Número de fibras por tubo Número de tubos loose 7 8 Número de emchimentos Fibra Tubo com fibras Amarela Tubo com fibras Amarela Branca Azul Vermelha Violeta Tubo com Fibras Amarela Branca Azul Vermelha Violeta Marrom Rosa Preta Cinza Laranja Água- Marinha Identificação das unidades básicas (tubo loose) Piloto () Direcional () Normal ( em diante) 8 9 Amarelo Natural ou branca Designação do Cabo CFOA-XX-ASY-G-Z RC CFOA Cabo de fibra óptica revestida em acrilato XX Tipo de fibra óptica: SM (Monomodo) MM (Multimodo) AS Aéreo auto-sustentado Y Vão máximo (8, ou m) G Geleado Z Número de fibras ópticas C - RC Retardante à chama

7 Cabo Óptico Tubo Único DROP Figura 8 FTTH Interno/Externo COG Os cabos ópticos Telcon proporcionam excelente performance de transmissão e proteção das fibras ópticas contra mudanças ambientais. São aptos para conectar serviços como FTTH, Multimedia, Internet entre outros. Este cabo tem como característica ser constituído por um único tubo loose e um elemento de sustentação metálico, garantindo e facilitando instalações onde um maior esforço é exigido para vãos de até 8 metros. Aplicação: Instalações internas e externas Proteção em termoplástico retardante a chama, grau de proteção COG Instalações aéreas auto sustentadas para aplicações FTTH (Fiber To The Home) entre outras Instalações subterrâneas em caixas de passagem Fibras ópticas Monomodo G Fibras ópticas Monomodo GD Fibras ópticas Monomodo G7 A&B Draka BendBright XS Excelente performance óptica e mecânica Tecnologia tubo loose geleado Cabos constituídos por até fibras ópticas Vão máximo de 8 metros (flecha %) Elemento de sustentação em Fio de aço sólido galvanizado,mm Elemento de reforço em fios sintéticos dielétricos Proteção contra penetração de umidade Capa externa em termoplástico Cinza, padrão RAL 7-HR retardante a chama grau de proteção COG, resistente aos raios UV Cores padrões de acordo a NBR Acondicionamento em bobinas de madeira em lances a partir de m Normas aplicáveis: NBR 7, NBR 88, NBR 7 SP.ER.. Emissão / Outubro 7 Requisitos ANATEL Categoria I Cabo Auto-sustentado de fibras ópticas Drop Óptico para vãos de 8m Resolução 99 - AGENCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES, de junho de Fibras ópticas Monomodo (SM), Monomodo baixo pico de água (ESMF), (BLI) Monomodo optimizada para curvaturas ITU-T G7 A&B Draka Bendbright XS Os cabos Telcon são desenvolvidos para uma performance otimizada e facilidade de instalação, de acordo com as especificações técnicas, padrões e referências da indústria. /7 Rev. /7/8

8 Cabo Óptico Tubo Único DROP Figura 8 FTTH Interno/Externo COG Dimensões e Propriedades Construção Número de Fibras Ópticas Diâmetro Externo Nominal (mm) Peso Líquido Nominal (kg/km) Acondicionamento em bobinas (m) até, x 9,, Mecânicas e Ambientais Unidade Máxima Carga de serviço (CMO) (Deformação na fibra máxima,%) Carga de tração sem o elemento de sustentação (Deformação na fibra máxima,%) Raio de curvatura mínimo durante a instalação Raio de curvatura mínimo após a instalação Vão máximo Flecha de instalação (EDS) Temperatura de Operação Valor N N mm mm m % do vão C 7 8, - até + Ópticas Atenuação Máxima em nm Atenuação Máxima em nm Outros valores sob consulta SM, db/km, db/km Código de Cores das Fibras Ópticas Fibra Óptica Cor Fibra Óptica Cor 7 Marrom Amarelo 8 Rosa Branco 9 Preto Azul Laranja Vermelho Cinza Violeta Agua Designação do Cabo CABO FO SM DROP FIG 8 M G Z COG SM Tipo de fibra óptica: SM, (Monomodo, Monomodo Baixo pico de água, Monomodo optimizada para curvaturas) M Suporte Metálico Z Número de fibras ópticas COG Grau de proteção do cabo

9 EZ Mini Flat DROP Óptico Cabo óptico Interno Compacto Metálico LSZH Os cabos ópticos TELCON possuem uma excelente proteção para fibra óptica e transmissão de sinais. Este cabo é indicado para instalações de redes internas FTTH. É formado por elementos de tração metálicos, capa externa com material LSZH baixo atrito, para facitilitar a instalação e fibra óptica otimizada para pequenas curvaturas, produto para aplicações em espaços limitados. Excelente performance óptica e mecânica Fibra óptica Colorida Elemento de tração metálico Baixo atrito Capa externa Branca em material termoplástico retardante a chama e baixa emissão de fumaça, LSZH. Outras cores sob consulta. Acondicionamento em bobinas ou rolos em caixas Aplicação: Instalações internas com espaço limitado. Proteção contra chama e fumaça (LSZH). Capa externa com baixa atrito. Fibras ópticas Monomodo G7 A&B Draka BendBright XS Especificações aplicáveis: TIA/EIA -B ITU-T G7 Single Mode, ANSI ICEA 77- Optical Drop Cables GS.ERQ.f. JIS Método B Não Propagação de chama º Resolução 99 AGENCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES, de junho de Fibras ópticas Monomodo otimizada para curvaturas ITU-T G7 A&B Draka Bendbright XS Os cabos Telcon são desenvolvidos para uma performance otimizada e facilidade de instalação, de acordo com as especificações técnicas, padrões e referências IFT / Rev. // FO98 Rev. //

10 EZ Mini Flat DROP Óptico Cabo óptico Interno Compacto Metálico LSZH Dimensões e Propriedades Construção do cabo Número de Fibras Ópticas Diâmetro Externo Nominal (mm) Valores,x, Peso Nominal (kg/km) 7, Mecânicas e Ambientais Unidade Valor Tração N Raio de curvatura mínimo instalação mm Raio de curvatura mínimo instalado mm Compressão N/cm Coeficiente de atrito dinâmico - < =, Temperatura de Operação C - até + Ópticas Atenuação Máxima em nm Atenuação Máxima em nm Valores, db/km, db/km Outros valores sob consulta Código de Cor da Fibra Óptica Fibra Óptica Cor Outras cores sob consulta Embalagem Tipo Quantidade (m) Caixa ou Bobina Outras cores sob consulta Descrição da especificação do cabo TELCON xxxx CFOI BLI A/B CM F BA LSZH m Lote zzzzz EZ MINI FLAT DROP xxxx Ano de fabricação CFOI Cabo de Fibra óptica uso Interno BLI A/B Tipo de fibra óptica: Monomodo G7AB CM Compacto metálico BA Baixo atrito

Cabo Óptico Tubo Único Dielétrico

Cabo Óptico Tubo Único Dielétrico Os cabos ópticos Telcon proporcionam excelente performance de transmissão. Este cabo tem como diferencial ser constituído por um único tubo loose, protegidos por termoplástico preto retardante a chama

Leia mais

Cabo Óptico Anti-Roedor com Fita de Aço Corrugada

Cabo Óptico Anti-Roedor com Fita de Aço Corrugada Cabo Óptico Anti-Roedor com Fita de Aço Corrugada Os cabos ópticos Telcon proporcionam excelente performance de transmissão e proteção das fibras ópticas contra mudanças ambientais. Estes cabos são formados

Leia mais

FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR

FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR Tipo do Produto Cabos Ópticos Construção Dielétrico Tight Monomodo ou Multimodo Descrição Cabo óptico tipo "tight", constituído por fibras ópticas do tipo multimodo ou monomodo.

Leia mais

FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR

FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR Tipo do Produto Construção Cabos Ópticos Dielétrico Tight Monomodo ou Multimodo Descrição Cabo óptico tipo "tight", constituído por fibras ópticas do tipo multimodo ou monomodo.

Leia mais

CABO ÓPTICO FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR

CABO ÓPTICO FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR CABO ÓPTICO FIBER-LAN INDOOR/OUTDOOR Tipo do Produto Cabos Ópticos Família do Produto Construção TeraLan Dielétrico Tight Monomodo ou Multimodo Descrição Cabo óptico tipo "tight", constituído por fibras

Leia mais

CFOT-MF/UB. Interno / Externo

CFOT-MF/UB. Interno / Externo CFOT-MF/UB Tipo do Produto Cabos Ópticos Construção Dielétrico Núcleo Seco Tubo Loose (UB) ou Cordão Monofibra (MF) SM ou MM Descrição Conjunto constituído por cordões ópticos ("tight buffer") ou tubos

Leia mais

Cabo Óptico Dielétrico Duto com Capa Externa Retardante à Chama

Cabo Óptico Dielétrico Duto com Capa Externa Retardante à Chama Os cabos ópticos Telcon proporcionam excelente performance de transmissão e proteção das fibras ópticas contra mudanças ambientais. Este cabo foi desenvolvido com uma proteção externa contra fungos e bactérias,

Leia mais

14 CABOS DE FIBRA ÓTICA

14 CABOS DE FIBRA ÓTICA FIBRA OTICA 4 4 CABOS DE FIBRA ÓTICA Fibra Ótica com diferentes tipos de cabos: Tight Buffer - Estrutura Fechada Fibra ótica com revestimento em PVC. Usado para ligações dentro de edifícios (cabos, cordões

Leia mais

CABO OPTICO CFOA-DDR (PFV) - PADRÃO ABNT

CABO OPTICO CFOA-DDR (PFV) - PADRÃO ABNT CABO OPTICO CFOA-DDR (PFV) - PADRÃO ABNT Tipo do Produto Construção ROHS Compliant Dielétrico Cabos Ópticos Geleado (revestimento NR) ou seco protegido por materiais hidroexpansíveis (revestimento LSZH).

Leia mais

FIBER-LAN-AR (PFV) INDOOR/OUTDOOR (CFOT-EOR) - ABNT

FIBER-LAN-AR (PFV) INDOOR/OUTDOOR (CFOT-EOR) - ABNT FIBER-LAN-AR (PFV) INDOOR/OUTDOOR (CFOT-EOR) - ABNT Tipo do Produto Cabos Ópticos Construção ROHS Compliant Dielétrico Tight Proteção anti-roedor Monomodo ou Multimodo Descrição Cabo óptico totalmente

Leia mais

Marca. Transcend, mais do que inovação e qualidade, um parceiro engajado em transpor desafios em realizações de redes ópticas.

Marca. Transcend, mais do que inovação e qualidade, um parceiro engajado em transpor desafios em realizações de redes ópticas. 1 Marca Em uma constante evolução, com um time formado por equipe interna, consultores, engenheiros dentro e fora do país e fornecedores de matéria prima globais, com uma moderna e completa planta fabril

Leia mais

CFOA-DER-G (ABNT) ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA. Tipo do Produto

CFOA-DER-G (ABNT) ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA. Tipo do Produto CFOA-DER-G (ABNT) Tipo do Produto Cabos Ópticos Construção RoHS Compliant Proteção dielétrica anti roedor Núcleo Geleado Tubos Loose SM, MM e NZD Descrição Conjunto constituído por fibras ópticas tipo

Leia mais

Índice. Nomenclatura... 2. Fibras Ópticas... 3. Rede Externa Aérea - Cabos Ópticos. Rede Interna - Cabos Ópticos

Índice. Nomenclatura... 2. Fibras Ópticas... 3. Rede Externa Aérea - Cabos Ópticos. Rede Interna - Cabos Ópticos Índice Nomenclatura... 2 Fibras Ópticas... 3 Rede Externa Aérea - Cabos Ópticos CFOA-SM-ASY-G / CFOA-NZD-ASY-G CFOA-SM-ASY-RA-G / CFOA-NZD-ASY-RA-G... 4 e 5 CFOA-SM-ASY-S / CFOA-NZD-ASY-S... 6 e 7 CFOA-SM-LV-AS-Y-S

Leia mais

CABO ÓPTICO SPEED STAR DROP FIGURA 8

CABO ÓPTICO SPEED STAR DROP FIGURA 8 ILUSTRAÇÃO Elemento de Sustentação Capa Externa Loose Tube Geléia Fio de Rasgamento (Rip Cord) Elemento de tração Fibra Óptica - Sem escala - Figura Ilustrativa - ELEMENTOS DO CABO Capa de Proteção Externa:

Leia mais

TREINAMENTO de PRODUTOS

TREINAMENTO de PRODUTOS TREINAMENTO de PRODUTOS Tecnologia R&D Sorocaba 11 de Maio de 2010 www.telcon.com.br Produtos Fibras Ópticas Fibras Ópticas VANTAGENS DAS FIBRAS ÓPTICAS» Alta capacidade de transmissão (dados, voz, imágens);»

Leia mais

Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica Divisão de Manutenção / Departamento de Manutenção de Sistemas Digitais

Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica Divisão de Manutenção / Departamento de Manutenção de Sistemas Digitais Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica Divisão de Manutenção / Departamento de Manutenção de Sistemas Digitais Especificação Técnica ETD -00.063 Materiais de telecomunicação ópticos Versão:

Leia mais

CORDÃO ÓPTICO MONOFIBRA OU DUPLEX

CORDÃO ÓPTICO MONOFIBRA OU DUPLEX CORDÃO ÓPTICO MONOFIBRA OU DUPLEX Tipo do Produto Cordão Óptico Família do Produto TeraLan Descrição Cordão Óptico é o cabo óptico monofibra ou duplex com conector óptico nas duas extremidades Aplicação

Leia mais

CABO OPTICO CFOA-DD - PADRÃO ABNT

CABO OPTICO CFOA-DD - PADRÃO ABNT CABO OPTICO CFOA-DD - PADRÃO ABNT Tipo do Produto Cabos Ópticos ROHS Compliant Dielétrico Núcleo Seco ou Geleado Tubos Loose SM, MM e NZD Descrição Cabo óptico totalmente dielétrico de 02 (dois) a 288

Leia mais

FIBER-LAN INDOOR (CFOI-EO) - ABNT

FIBER-LAN INDOOR (CFOI-EO) - ABNT FIBER-LAN INDOOR (CFOI-EO) - ABNT Tipo do Produto Cabos Ópticos Construção ROHS Compliant Dielétrico Tight buffer Monomodo ou Multimodo Descrição Cabo óptico tipo "tight", constituído por fibras ópticas

Leia mais

CABO ÓPTICO SPEED STAR AS80

CABO ÓPTICO SPEED STAR AS80 ILUSTRAÇÃO Capa Externa Fibra Óptica Loose Tube Fio de rasgamento (Rip Cord) Fita bloqueadora de água Elemento central de força Elemento de tração (Fios) Geléia - Sem escala - Figura Ilustrativa - ELEMENTOS

Leia mais

CABO OPTICO CFOA-AS - PADRÃO ABNT CL

CABO OPTICO CFOA-AS - PADRÃO ABNT CL CABO OPTICO CFOA-AS - PADRÃO ABNT CL Tipo do Produto Cabos Ópticos Construção ROHS Compliant Dielétrico Núcleo Seco ou Geleado Tubos Loose SM, MM e NZD Descrição Cabos óptico dielétricos auto sustentados

Leia mais

Cabo Óptico Aéreo Totalmente Seco - AS-S TS ABNT

Cabo Óptico Aéreo Totalmente Seco - AS-S TS ABNT Cabo Óptico Aéreo Totalmente Seco - AS-S TS ABNT Tipo do Produto Cabos Ópticos Construção ROHS Compliant Dielétrico Núcleo totalmente seco Tubos Loose SM Descrição Cabos óptico dielétricos auto sustentados

Leia mais

2 O cabo óptico CABO ÓPTICO DROP FIG.8 TUBO LOOSE FTTH

2 O cabo óptico CABO ÓPTICO DROP FIG.8 TUBO LOOSE FTTH 1 Objetivo: Este manual tem o objetivo de auxiliar a instalação do CABO ÓPTICO DROP FIG.8 TUBO LOOSE FTTH Furukawa, especificando os acessórios e apresentando as principais recomendações para a instalação.

Leia mais

REDE DE CABOS DE FIBRA ÓPTICA

REDE DE CABOS DE FIBRA ÓPTICA REDE DE CABOS DE FIBRA ÓPTICA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Sumário 1. Cabos de fibras ópticas... 2 2. Lançamento de Cabo Óptico... 3 3. Emendas ópticas... 3 4. Distribuidor Geral Óptico DGO... 4 5. Medições

Leia mais

Totalmente Secos. Apresentação

Totalmente Secos. Apresentação Cabos Ópticos Totalmente Secos Cabos Título Ópticos da Totalmente Secos MAIS UMA INOVAÇÃO FURUKAWA Hernani Szymanski / GTC TS Totalmente Seco TECNOLOGIA FUNDAMENTAL PARA ACELERAR E IMPLEMENTAR NOVOS DESENVOLVIMENTOS

Leia mais

REDE DE CABOS DE FIBRA ÓPTICA

REDE DE CABOS DE FIBRA ÓPTICA REDE DE CABOS DE FIBRA ÓPTICA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Sumário: 1. Cabos de fibras ópticas... 2 2. Lançamento de Cabo Óptico... 3 3. Emendas ópticas... 3 4. Distribuidor Geral Óptico DGO... 3 5. Medições

Leia mais

ANEXO À RESOLUÇÃO N.º 299, DE 20 DE JUNHO DE 2002 NORMA PARA CERTIFICAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO DE CABOS DE FIBRAS ÓPTICAS

ANEXO À RESOLUÇÃO N.º 299, DE 20 DE JUNHO DE 2002 NORMA PARA CERTIFICAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO DE CABOS DE FIBRAS ÓPTICAS ANEXO À RESOLUÇÃO N.º 299, DE 20 DE JUNHO DE 2002 NORMA PARA CERTIFICAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO DE CABOS DE FIBRAS ÓPTICAS 1. OBJETIVO Esta norma estabelece os requisitos mínimos a serem demonstrados na avaliação

Leia mais

fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:23 Page 23

fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:23 Page 23 fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:23 Page 23 Fibra Óptica fibra optica:layout 1 27-01-2011 00:23 Page 24 FIBRA ÓPTICA Fibra Óptica é um pedaço de vidro com capacidade de transmitir luz. Tal filamento

Leia mais

Cabo Óptico Pré-Conectorizado LC/SC

Cabo Óptico Pré-Conectorizado LC/SC Cabo Óptico Pré-Conectorizado LC/SC Tipo do Produto Descrição Cabo Óptico Pré-Conectorizado Cabo óptico de construção tipo tight buffer (indoor ou indoor/outdoor) pré-conectorizado em fábrica com conectores

Leia mais

Redes FTTx Oportunidades & Desafios

Redes FTTx Oportunidades & Desafios Redes FTTx Oportunidades & Desafios Curitiba 25/Nov/2011 A Empresa Presente no mercado desde 1987 JV com Grupo Draka em 2000 Fundação Draktel Fibras Ópticas Presença comercial em toda América do Sul Elevadas

Leia mais

Cabo Óptico Pré Conectorizado Fanout

Cabo Óptico Pré Conectorizado Fanout Cabo Óptico Pré Conectorizado Fanout Tipo do Produto Cabo Óptico Pré-Conectorizado Descrição Cabo Óptico de construção tipo " tight buffer" (indoor ou indoor/outdoor) ou cordão multifibra (somente indoor)

Leia mais

Cabos Ópticos Totalmente Secos Soluções Ópticas para Infraestrutura de Redes Ópticas

Cabos Ópticos Totalmente Secos Soluções Ópticas para Infraestrutura de Redes Ópticas Cabos Ópticos Totalmente Secos Soluções Ópticas para Infraestrutura de Redes Ópticas Christiane Suemy EXCELÊNCIA EM INFRAESTRUTURA DE REDE DE ACESSO PARA PROVEDORES DE INTERNET SPLITTER DE 1 er NÍVEL SPLITTER

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AMPLA ETA-210/2015 R-00

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AMPLA ETA-210/2015 R-00 DIRETORIA DE PLANEJAMENTO E ENGENHARIA PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE REDE /2015 ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA AMPLA /2015 R- FOLHA DE CONTROLE I APRESENTAÇÃO A presente Especificação Técnica define os requisitos

Leia mais

Especi cação Técnica Cabo OPGW

Especi cação Técnica Cabo OPGW Especi cação Técnica Cabo OPGW No Especificação.: ZTT 15-48656 Revisão: DS_V.00-15/02/2016 Escrito por: Fabricante: ZTT Cable - Jiangsu Zhongtian Technology Co.,td. Gerencia Técnica Escritório Comercial

Leia mais

MFP MANUAL DE INSTALAÇÃO - CABO ÓPTICO AUTOSSUSTENTANDO MINI-RA. Versão: /11/2015

MFP MANUAL DE INSTALAÇÃO - CABO ÓPTICO AUTOSSUSTENTANDO MINI-RA. Versão: /11/2015 1. Objetivo: Especificar os acessórios e apresentar as principais recomendações para a instalação do CABO OPTICO CFOA-SM-AS80 MINI-RA Furukawa. 2. O cabo óptico CFOA-AS80-MINI-RA 2.1 Aplicação: Os cabos

Leia mais

Fio e Cabo Inbranil Antichama - 750V

Fio e Cabo Inbranil Antichama - 750V Fio e Cabo Inbranil Antichama - 750V Características Construtivas 1) Para Fio Inbranil Antichama: condutor sólido de cobre eletrolítico nu, têmpera mole, classe 1. Para Cabo Inbranil Antichama: condutor

Leia mais

REDE DE FIBRA ÓPTICA

REDE DE FIBRA ÓPTICA REDE DE FIBRA ÓPTICA ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Sumário 1. Cabos de fibras ópticas... 2 2. Emendas ópticas... 3 3. Interfaces ópticas... 4 4. Distribuidor geral óptico... 5 5. Cordões Ópticos... 5 6. Práticas

Leia mais

Cabos Ópticos Drop. Qualidade e Requisitos Aplicáveis. Rodrigo Maciel de Oliveira/GTC

Cabos Ópticos Drop. Qualidade e Requisitos Aplicáveis. Rodrigo Maciel de Oliveira/GTC Cabos Ópticos Drop Qualidade e Requisitos Aplicáveis Rodrigo Maciel de Oliveira/GTC Arquitetura Genérica Rede FTTx SPLITTER DE 2º NÍVEL SPLITTER DE 1º NÍVEL CENTRAL DA OPERADORA Quantos tipos de cabo Drop

Leia mais

Noções de Cabeamento Estruturado Óptico

Noções de Cabeamento Estruturado Óptico Noções de Cabeamento Estruturado Óptico Roteiro Fibras ópticas Cuidados com cabos ópticos Elementos do Cabeamento Estruturado Fibras Ópticas Desde seu desenvolvimento, as fibras ópticas representaram um

Leia mais

Meios Físicos de Comunicação

Meios Físicos de Comunicação Meios Físicos de Comunicação Aula 5 Fibra Óptica Meios Físicos de Comunicação - Fibra Óptica 1 Conteúdo Conceitos Iniciais Tipos Fatores de Perdas Medição e Teste Vantagens Conversores e Conectores Meios

Leia mais

FIBRA ÓTICA CABOS CORDÃO ÓTICO SIMPLEX OU DUPLEX GAVETAS DE DISTRIBUIÇÃO FIBRA ÓTICA TORPEDOS E CAIXAS PARA JUNTAS ADAPTADORES CONVERSORES DE MEIOS

FIBRA ÓTICA CABOS CORDÃO ÓTICO SIMPLEX OU DUPLEX GAVETAS DE DISTRIBUIÇÃO FIBRA ÓTICA TORPEDOS E CAIXAS PARA JUNTAS ADAPTADORES CONVERSORES DE MEIOS FIBRA ÓTICA CABOS CORDÃO ÓTICO SIMPLEX OU DUPLEX GAVETAS DE DISTRIBUIÇÃO FIBRA ÓTICA TORPEDOS E CAIXAS PARA JUNTAS ADAPTADORES CONVERSORES DE MEIOS 04 05 0 07 08 09 02 FIBRA ÓTICA TECNOLOGIA ÓTICA Com

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO REFERÊNCIA: DADOS DO PROFISSIONAL RESPONSÁVEL: DESCRIÇÃO SUMÁRIA DA OBRA:

MEMORIAL DESCRITIVO REFERÊNCIA: DADOS DO PROFISSIONAL RESPONSÁVEL: DESCRIÇÃO SUMÁRIA DA OBRA: MEMORIAL DESCRITIVO REFERÊNCIA: Projeto de três trechos de Rede Aérea de Fibra Óptica para a Prefeitura Municipal de São Lourenço do Oeste. DADOS DO PROFISSIONAL RESPONSÁVEL: Nome do Responsável Técnico:

Leia mais

Curso Instalador ITED

Curso Instalador ITED Curso Instalador ITED Formação de Actualização UFCD ITED A + ITED B Abril de 2015 Cablagem Fibra Óptica no ITED Ricardo Oliveira Fibra Óptica ITED 3ª edição - Mantém-se a obrigatoriedade de utilização

Leia mais

Manual Técnico Telcon Departamento de Engenharia

Manual Técnico Telcon Departamento de Engenharia 1/13 Sumário 1. Objetivo 2. Referências 3. Uso e Aplicação 4. Definições 5. Designação 6. Características Construtivas 7. Formação dos Cabos 8. Instruções Gerais de Instalação 9. Teste do Cabo antes do

Leia mais

FAST-LAN ETHERNET INDUSTRIAL CAT.6 F/UTP 23AWGx4P

FAST-LAN ETHERNET INDUSTRIAL CAT.6 F/UTP 23AWGx4P FAST-LAN ETHERNET INDUSTRIAL CAT.6 F/UTP 23AWGx4P Tipo do Produto Cabos LAN Família do Produto FASTLAN Construção Categoria 6 F/UTP (blindado) PVC/TPU - CM/CMX Características Gerais Descritivo Ambiente

Leia mais

PROJETO OPGW CABLES OPGW

PROJETO OPGW CABLES OPGW PROJETO OPGW CABLES OPGW 2007 CABO OPGW Para instalação em sistemas de linhas distribuição e transmissão de energia elétrica: Abriga em seu interior, fibras ópticas. Interface de comunicação entre dois

Leia mais

Cabos Ópticos. Tecnologia em Redes de Computadores 5º Período Disciplina: Sistemas e Redes Ópticas Prof. Maria de Fátima F.

Cabos Ópticos. Tecnologia em Redes de Computadores 5º Período Disciplina: Sistemas e Redes Ópticas Prof. Maria de Fátima F. Cabos Ópticos Tecnologia em Redes de Computadores 5º Período Disciplina: Sistemas e Redes Ópticas Prof. Maria de Fátima F. Bueno Marcílio 1 Cabos Ópticos Estruturas de encapsulamento e empacotamento de

Leia mais

>Introdução. 3.1. Construção de cabos para exterior 3.2. Construção de cabos para interior

>Introdução. 3.1. Construção de cabos para exterior 3.2. Construção de cabos para interior 3. Cabos de Fibra Óptica >Objectivo Este módulo tem como objectivo, a introdução às questões relacionadas como desenho de cabos de fibras ópticas, com o sua aplicação em ambientes diversos e com o estudo

Leia mais

CABO GIGALAN AUGMENTED CAT. 6A F/UTP 23AWGX4P

CABO GIGALAN AUGMENTED CAT. 6A F/UTP 23AWGX4P CABO GIGALAN AUGMENTED CAT. 6A F/UTP 23AWGX4P Tipo do Produto Cabos LAN Família do Produto Construção GigaLan Augmented RoHS Compliant Categoria 6A F/UTP (blindado) PVC - CM, CMR Características Gerais

Leia mais

3.1. Esta especificação faz referência aos seguintes documentos:

3.1. Esta especificação faz referência aos seguintes documentos: 1/7 1. OBJETIVO: 1.1. Esta Especificação Técnica tem por objetivo definir as características e estabelecer os critérios para a fabricação e aceitação do Sistema para Cabeamento Interno Aparente em Ambiente

Leia mais

FAST CIT ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA. Tipo do Produto. Construção. Descrição. Aplicações

FAST CIT ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA. Tipo do Produto. Construção. Descrição. Aplicações FAST CIT Tipo do Produto Cabos Telefônicos Construção 02 a 200 pares Núcleo seco Classificação de retardância a chama: CM ROHS Compliant Descrição Cabo telefônico constituído por condutores de cobre eletrolítico,

Leia mais

Capítulo 3: A CAMADA FÍSICA

Capítulo 3: A CAMADA FÍSICA Capítulo 3: A CAMADA FÍSICA PCS 2476 Introdução - 1 Meios Físicos e Suas Características PCS 2476 Introdução - 2 Linhas Físicas Linhas Bifilares Par de fios Cabo de Pares Linha Aberta Linha de Alta Tensão

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS. O seu próximo cabo de rede. (43)

CATÁLOGO DE PRODUTOS. O seu próximo cabo de rede. (43) CATÁLOGO DE PRODUTOS O seu próximo cabo de rede. (43) 3029-1000 vendas@nextcable.com.br www.facebook.com/nextcable www.nextcable.com.br MULTILAN CAT5E UTP 24 AWG 2 PARES CMX Características Gerais: Descritivo:

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS. O seu próximo cabo de rede. (43)

CATÁLOGO DE PRODUTOS. O seu próximo cabo de rede. (43) CATÁLOGO DE PRODUTOS O seu próximo cabo de rede. (43) 3029-1000 vendas@nextcable.com.br www.facebook.com/nextcable www.nextcable.com.br MULTILAN CAT5E UTP 24 AWG 2 PARES CMX Características Gerais: Descritivo:

Leia mais

EXTENSÃO ÓPTICA CONECTORIZADA

EXTENSÃO ÓPTICA CONECTORIZADA EXTENSÃO ÓPTICA CONECTORIZADA Tipo do Produto Extensão Óptica Família do Produto Descrição TeraLan A Extensão Óptica Conectorizada é composta, (1) normalmente, por dois itens principais : Extensão Óptica:

Leia mais

Especificação Técnica Sistema de Cabeamento Estruturado

Especificação Técnica Sistema de Cabeamento Estruturado Especificação Técnica Sistema de Cabeamento Estruturado Patch Cord Tipo RJ-45 - RJ45 - CATEGORIA 5 Modelo: D8AU Patch Cord com comprimento aproximado de xx metros, com conectores modulares de 8 posições

Leia mais

ANEXO À RESOLUÇÃO N.º 348, DE 2 DE SETEMBRO DE 2003

ANEXO À RESOLUÇÃO N.º 348, DE 2 DE SETEMBRO DE 2003 ANEXO À RESOLUÇÃO N.º 348, DE 2 DE SETEMBRO DE 2003 NORMA PARA CERTIFICAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO DE CABOS PÁRA-RAIOS COM FIBRAS ÓPTICAS PARA LINHAS AÉREAS DE TRANSMISSÃO (OPGW) 1. Objetivo Esta norma estabelece

Leia mais

CABO GIGALAN AUGMENTED 23AWG x 4 P CAT. 6 F/UTP

CABO GIGALAN AUGMENTED 23AWG x 4 P CAT. 6 F/UTP CABO GIGALAN AUGMENTED 23AWG x 4 P CAT. 6 F/UTP Tipo do Produto Cabos LAN Família do Produto Construção GigaLan Augmented RoHS Compliant Categoria 6A F/UTP (blindado) PVC - CM, CMR Características Gerais

Leia mais

A miniaturização chega à infraestrutura - a tecnologia dos microcabos e microdutos

A miniaturização chega à infraestrutura - a tecnologia dos microcabos e microdutos A miniaturização chega à infraestrutura - a tecnologia dos microcabos e microdutos Gustavo Candolo Gerente Comercial - Technical Sales Suport & FTTx Bauru, 17 de Novembro de 2015 O Grupo Prysmian no Brasil

Leia mais

Cabo Telefônico CTP-APL

Cabo Telefônico CTP-APL Cabo Telefônico CTP-APL Descrição ABNT NBR 9124/ANATEL: RESOLUÇÃO - sem escala Figura ilustrativa Condutor: Cobre eletrolitico com diâmetros nominais de 0,40, 0,, 0,65 ou 0,90 mm. Isolamento: Material

Leia mais

Roteiro. Roteiro. Fibras Ópticas. Características, Emendas e Testes de Desempenho

Roteiro. Roteiro. Fibras Ópticas. Características, Emendas e Testes de Desempenho s Ópticas (TIA/EIA-) Características, Emendas e Testes de Desempenho Edson dos Santos Moreira Professor do Dep. de Sistemas de Computação Dagoberto Carvalio Junior Seção Técnica de Informática ICMC CCNA-CCAI-CCNP-FCP

Leia mais

CABO OPTICO CFOA-AS : ABNT

CABO OPTICO CFOA-AS : ABNT CABO OPTICO CFOA-AS : ABNT Tipo do Produto Cabos Ópticos Construção ROHS Compliant Dielétrico Núcleo Seco ou Geleado Tubos Loose SM, MM e NZD Descrição Cabos óptico dielétricos auto sustentados de 02 (duas)

Leia mais

CTP APL xdsl 8,5 MHz

CTP APL xdsl 8,5 MHz CTP APL xdsl 8,5 MHz Tipo do Produto Construção 10 a 1800 pares Cabos Telefônicos Núcleo seco Descrição Cabo telefônico para banda larga, constituído por condutores de cobre eletrolítico e maciço, isolação

Leia mais

CABOS ISOLADOS / COBERTOS DE BAIXA TENSÃO (até 1kV) Nota: Sob consulta, os cabos Forex, Flexonax, Forenax, Forefix podem ser fornecidos com armadura Fio e Cabo WPP Cordão FOREPLAST (300 V) Os fios WPP

Leia mais

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura de Redes de Computadores

Graduação Tecnológica em Redes de Computadores. Infraestrutura de Redes de Computadores Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Infraestrutura de Redes de Computadores Euber Chaia Cotta e Silva euberchaia@yahoo.com.br Graduação Tecnológica em Redes de Computadores Administração Euber

Leia mais

GPON. Rede Óptica Passiva GigabitG. Leonardo F. Oliveira. Especialista Lato Sensu em Rede de Computadores Leonardo@uesb.edu.br

GPON. Rede Óptica Passiva GigabitG. Leonardo F. Oliveira. Especialista Lato Sensu em Rede de Computadores Leonardo@uesb.edu.br GPON Rede Óptica Passiva GigabitG Leonardo F. Oliveira Especialista Lato Sensu em Rede de Computadores Leonardo@uesb.edu.br GPON O que égpon? Utilização da fibra óptica para interligar pontos distantes

Leia mais

ANEXO 5 MATERIAIS E FERRAMENTAS ESPECÍFICAS (PARTE 1 CABOS)

ANEXO 5 MATERIAIS E FERRAMENTAS ESPECÍFICAS (PARTE 1 CABOS) ANEXO 5 MATERIAIS E FERRAMENTAS ESPECÍFICAS (PARTE 1 CABOS) MANUAL ITED 1ª edição ANEXO 6 1 CABOS TVV E TVHV 1 2 3 4 1 5 2 3 1. Revestimento Exterior (camada de PVC) 2. Cintagem 3. Isolamento do condutor

Leia mais

Splitter Óptico 1xN Balanceado

Splitter Óptico 1xN Balanceado Splitter Óptico 1xN Balanceado Tipo do Produto Família do Produto Descrição Splitter óptico FBS - Furukawa Broadband System Splitters Ópticos são componentes passivos que realizam a divisão do sinal óptico

Leia mais

Cabos de Telecomunicações

Cabos de Telecomunicações Cabos de Telecomunicações A General Cable detém uma posição de liderança tecnológica no fabrico de cabos de telecomunicações. A unidade fabril de Morelena, que concentra a produção na Europa desde tipo

Leia mais

LINHA NEXANS SUSTENTABILIDADE. Cabos especiais para linhas de transmissão aérea

LINHA NEXANS SUSTENTABILIDADE. Cabos especiais para linhas de transmissão aérea LINHA NEXANS SUSTENTABILIDADE Cabos especiais para linhas de transmissão aérea Solução sustentável para todas as necessidades O parque instalado brasileiro de linhas de transmissão é extenso e em geral

Leia mais

CABOS ELÉTRICOS PARA APLICAÇÃO EM OFFSHORE 1/2013

CABOS ELÉTRICOS PARA APLICAÇÃO EM OFFSHORE 1/2013 1/2013 CABOS ELÉTRICOS PARA APLICAÇÃO EM OFFSHORE ÍNDICE: Cabos Elétricos de Energia e Controle - 0,6/1kV (1,8/3kV) LKM-SHF2 & LKM-SHF2 FLEX...4 LKMM-SHF2...8 LKSM-SHF2 & LKSM-SHF2 FLEX...10 LKMSM-SHF2...14

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Bahia. Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00028/2015

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Bahia. Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00028/2015 COMPRASNET O SITE DE COMPRAS DO GOVERNO Pregão Eletrônico 153038.282015.7788.4178.2826048.694 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Bahia Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00028/2015 Às

Leia mais

atron cabos, sa www.atron.pt DADOS E COMUNICAÇÃO - v01

atron cabos, sa www.atron.pt DADOS E COMUNICAÇÃO - v01 atron cabos, sa www.atron.pt DADOS E COMUNICAÇÃO v01 Í N D I C E DADOS E COMUNICAÇÃO Telefónicos Interiores Transmissão de Dados Pág. 03 Pág. 07 3 CABOS TELEFÓNICOS INTERIORES CABO PLANO TIPO CONSTITUIÇÃO

Leia mais

153163.662014.62818.4544.171470247.993

153163.662014.62818.4544.171470247.993 153163.662014.62818.4544.171470247.993 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Santa C atarina Pró-Reitoria de Administração Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00066/2014 (SRP) Às 08:30 horas

Leia mais

Fabricante de ferragens e acessórios para redes externas de telecomunicações e Internet. Treinamento 1: Redes Externas - Conceitos Básicos

Fabricante de ferragens e acessórios para redes externas de telecomunicações e Internet. Treinamento 1: Redes Externas - Conceitos Básicos 51 3337 9318-3076 3800 Comercial@inforteltelecom.com.br Fabricante de ferragens e acessórios para redes externas de telecomunicações e Internet. Treinamento 1: Redes Externas - Conceitos Básicos Operadoras

Leia mais

5 4 3 2 1 Excelente Muito bom Bom Médio Limitado

5 4 3 2 1 Excelente Muito bom Bom Médio Limitado O sistema de Fibra Óptica JetLanOptic é uma solução de cableagem óptica que inclui toda uma gama de cabos de fibra tanto para interior como para exterior, além dos componentes e acessórios necessários

Leia mais

CABOS TIPO: Tight-Buffer.

CABOS TIPO: Tight-Buffer. CABOS TIPO: Tight-Buffer. Manual de Instalação CABOS TIPO: Tight-Buffer APRESENTAÇÃO FURUKAWA INDUSTRIAL S.A. Empresa especializada em soluções completas de alta performance para comunicação de dados e

Leia mais

CORDÃO ÓPTICO MONOFIBRA OU DUPLEX

CORDÃO ÓPTICO MONOFIBRA OU DUPLEX CORDÃO ÓPTICO MONOFIBRA OU DUPLEX Tipo do Produto Cordão Óptico Família do Produto TeraLan Descrição Cordão Óptico é o cabo óptico monofibra ou duplex com conectores ópticos nas duas extremidades Aplicações

Leia mais

INSTITUTO LABORO ESCOLA TECNICA

INSTITUTO LABORO ESCOLA TECNICA INSTITUTO LABORO ESCOLA TECNICA PESQUISA CABO COAXIAIS ASPECTOS TECNICOS FIBRA OPTICA SISTEMA TIPICO DE COMUNICAÇÃO PTICA ESTRUTURA DE UMA FIBRA OPTICA TIPOS DE FIBRA OPTICA Por Ítalo da Silva Rodrigues

Leia mais

TUBO DE CRISTAL PARA USO ALIMENTAR (série 1500)

TUBO DE CRISTAL PARA USO ALIMENTAR (série 1500) TUBO DE CRISTAL PARA USO ALIMENTAR (série 1500) MEDIDA mm METROS ROLO 2x4 100 3x5 100 4x6 100 5x8 100 5x9 50 6x8 50 6x8 25 6x9 50 6x10 50 7x10 50 7x12 50 8x10 50 8x11 50 8x12 50 9x12 50 9x15 50 10x12 50

Leia mais

Catálogo Técnico. PLASTwall. PLASTsport. PLASTfloor. PLASTpiso. PLASTpaver. PLASTdeck. PLASTpot. PLASTwall fit. PLASTchamp.

Catálogo Técnico. PLASTwall. PLASTsport. PLASTfloor. PLASTpiso. PLASTpaver. PLASTdeck. PLASTpot. PLASTwall fit. PLASTchamp. Catálogo Técnico PLASTsport PLASTfloor PLASTpiso PLASTpaver PLASTdeck PLASTpot PLASTwall fit PLASTwall PLASTchamp PLASTtable PLASTfloor Piso Estrutural e Permeável PLASTfloor 30 PLASTfloor 50 PLASTfloor

Leia mais

CABOS DE FIBRA ÓTICA soluções para ambientes agressivos

CABOS DE FIBRA ÓTICA soluções para ambientes agressivos Universidade Católica do Salvador Data: 23 de Setembro de 1999 Disciplina Telecomunicações e Redes Aluno: CABOS DE FIBRA ÓTICA soluções para ambientes agressivos Principais Fontes de Consulta: Optical

Leia mais

Manual Técnico Telcon Departamento de Engenharia

Manual Técnico Telcon Departamento de Engenharia 1/22 Sumário 1. Objetivo 2. Referências 3. Designação 4. Características Construtivas 5. Formação dos cabos 6. Instruções de Instalação 7. Montagem dos Acessórios 8. Emenda do Cabo 9. Equipamentos e Acessórios

Leia mais

SUBSISTEMA NORMAS E ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA PADRONIZAÇÃO APROVAÇÃO ELABORAÇÃO VISTO

SUBSISTEMA NORMAS E ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA PADRONIZAÇÃO APROVAÇÃO ELABORAÇÃO VISTO MA NU AL E SP EC IA L SISTEMA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO SUBSISTEMA NORMAS E ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA E-313.0032 ESPECIFICAÇÃO DE CONDUTORES

Leia mais

Esquematicamente, a rede de assinantes é composta pelos seguintes elementos: Planta Externa. Caixa de Distribuição. Cabo Primário.

Esquematicamente, a rede de assinantes é composta pelos seguintes elementos: Planta Externa. Caixa de Distribuição. Cabo Primário. 2 REDE DE ASSINANTES É a parcela do sistema telefônico que interliga a central local com o aparelho telefônico. Além da voz, é usada também para comunicação de dados. Atualmente a rede de assinantes é

Leia mais

SUPORTES DE SOLO SUPORTE DE SOLO PARA EXTINTOR EM ALUMINIO POLIDO MODELO AP E PQS

SUPORTES DE SOLO SUPORTE DE SOLO PARA EXTINTOR EM ALUMINIO POLIDO MODELO AP E PQS CATALO DE PRODUTOS SUPORTES DE SOLO SUPORTE DE SOLO PARA EXTINTOR EM ALUMINIO POLIDO MODELO AP E PQS SUPORTE DE SOLO PARA EXTINTOR EM ALUMINIO E PINTURA EPOXI VERMELHO MODELO AP E PQS Aba na base que impede

Leia mais

KIT DE ADAPTADORES ÓPTICOS

KIT DE ADAPTADORES ÓPTICOS KIT DE ADAPTADORES ÓPTICOS Tipo do Produto Cordão Óptico Família do Produto Padrão TeraLan RoHS Compliant Descrição Os kits de adaptadores ópticos são compostos por adaptadores ópticos, monofibra ou duplex,

Leia mais

KIT EXTENSÃO ÓPTICA CONECTORIZADA 12 FIBRAS COLORIDO

KIT EXTENSÃO ÓPTICA CONECTORIZADA 12 FIBRAS COLORIDO KIT EXTENSÃO ÓPTICA CONECTORIZADA 12 FIBRAS COLORIDO Tipo do Produto Extensão Óptica Família do Produto Descrição TeraLan A Extensão Óptica Conectorizada 12 Fibras Colorido é composta por dois itens principais

Leia mais

Davidson Rodrigo Boccardo flitzdavidson@gmail.com

Davidson Rodrigo Boccardo flitzdavidson@gmail.com Fundamentos em Sistemas de Computação Davidson Rodrigo Boccardo flitzdavidson@gmail.com Camada Física Primeira cada do modelo OSI (Camada 1) Função? Processar fluxo de dados da camada 2 (frames) em sinais

Leia mais

1 Fibra Óptica e Sistemas de transmissão ópticos

1 Fibra Óptica e Sistemas de transmissão ópticos 1 Fibra Óptica e Sistemas de transmissão ópticos 1.1 Introdução Consiste em um guia de onda cilíndrico, conforme ilustra a Figura 1, formado por núcleo de material dielétrico (em geral vidro de alta pureza),

Leia mais

Tipos de cabos: 1. Cabos de Distribuição Design compacto economiza espaço. Menor custo de instalação.

Tipos de cabos: 1. Cabos de Distribuição Design compacto economiza espaço. Menor custo de instalação. Universidade Católica do Salvador Disciplina: Teleprocessamento e Redes Professor: Marco Antônio Aluna: Monaliza Ayres Data: 27/09/1999 A Fibra Ótica como Meio de Transmissão de Dados em Ambientes Agressivos

Leia mais

(Produto Descontinuado) CHP APL xdsl 8,5 MHz / FOA SM

(Produto Descontinuado) CHP APL xdsl 8,5 MHz / FOA SM (Produto Descontinuado) CHP APL xdsl 8,5 MHz / FOA SM Tipo do Produto Cabos Telefônicos Construção 50 a 200 pares 02 a 24 fibras Núcleo seco Cap em polietileno Descrição Cabo telefônico híbrido para banda

Leia mais

XX SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA

XX SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA XX SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA Versão 1.0 22 a 25 Novembro de 2009 Recife - PE GRUPO - XV GRUPO DE ESTUDO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E TELECOMUNICAÇÃO PARA SISTEMAS

Leia mais

RELATÓRIO DE CONECTIVIDADE FIBRA OPTICA MULTIMODO

RELATÓRIO DE CONECTIVIDADE FIBRA OPTICA MULTIMODO Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial E.E.P. Senac Centro Histórico Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Curso Técnico em Informática JOÃO VITOR ANDRADE RELATÓRIO DE CONECTIVIDADE

Leia mais

Soluções inovadoras em fios e cabos elétricos.

Soluções inovadoras em fios e cabos elétricos. 1 Soluções inovadoras em fios e cabos elétricos. Somos um dos maiores fabricantes mundiais de fios e cabos, com mais de 170 anos de história de progresso contínuo em nível global e mais de 40 anos no Brasil.

Leia mais

TeraLan Linha Óptica Taxas de transmissão na velocidade da luz. GigaLan Augmented 10 Gb em 100 metros, sem interferências.

TeraLan Linha Óptica Taxas de transmissão na velocidade da luz. GigaLan Augmented 10 Gb em 100 metros, sem interferências. TeraLan Linha Óptica Taxas de transmissão na velocidade da luz. multimodo convencionais ou especiais otimizadas. GigaLan Augmented 10 Gb em 100 metros, sem interferências. ser prejudicial ao tráfego de

Leia mais

'111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111.

'111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111. '111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111. Composição: Tubos em Poliamida Flexível (Nylon 6) - Excelente resistência mecânica, resistência química, boa estabilidade

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DE ALAGOAS COORDENADORIA SETORIAL DE GESTÃO DA INFORMÁTICA E INFORMAÇÃO

GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DE ALAGOAS COORDENADORIA SETORIAL DE GESTÃO DA INFORMÁTICA E INFORMAÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO 1.1. Contratação para a execução dos serviços de lançamento de cabo óptico e acessórios que comporão um sistema de transmissão digital de alta confiabilidade para sinais de

Leia mais

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA 2014

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA 2014 APRESENTAÇÃO CORPORATIVA 2014 Política de Qualidade Atender as expectativas dos nossos clientes e requisitos regulamentares com a participação de todos os funcionários, buscando a melhoria contínua em

Leia mais

Integrou a equipe do Teleco para contribuir na área de Sistemas de Telecomunicações Fotônicos.

Integrou a equipe do Teleco para contribuir na área de Sistemas de Telecomunicações Fotônicos. Conceitos Básicos de Fibra Óptica (Módulo III) Este tutorial apresenta conceitos básicos sobre Perdas e Tipos de Fibra Óptica. É o terceiro de uma série contendo conceitos básicos de fibra óptica preparada

Leia mais