Tutorial do Usuário MODIFICAÇÃO RESTRITA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Tutorial do Usuário MODIFICAÇÃO RESTRITA"

Transcrição

1 Tutorial do Usuário MODIFICAÇÃO RESTRITA

2 Índice Capítulo 1: Introdução...4 CaliberRM Overview...4 Objetivo do Tutorial...4 Capítulo 2: Iniciando...5 Overview...5 Conectando-se ao Framework Administrator...5 Modifique um Usuário...6 Conectando-se ao CaliberRM...7 Interface de Usuário do CaliberRM...8 Visualizando o Número dos Requisitos...9 Capítulo 3: Tutorial do CaliberRM...10 Overview...10 Criando um Requisito...10 Passo 1: Definir Informações de Requisito Passo 2: Atribuindo valores de atributo ao requisito...12 Grade de Requisitos (Requirement Grid)...13 Passo 3: Atribuindo Usuários e Grupos a um Requisito...13 Copiando um Requisito...15 Modificando um Requisito...15 Alterando a Ordem dos Requisitos...16 Apagando um Requisito...16 Capítulo 4: Tutorial Avançado do CaliberRM...17 Overview...17 Conectando um Documento de Referência...17 Conectando Documento Texto numa Referência...18 Criando um link de rastreamento...19 Matriz de Rastreamento (Traceability Matrix)...21 Definindo Validação de Requisito...22 Capítulo 5: Tutorial do Administrador do CaliberRM...23 Overview...23 Tipos de Requisitos...23 Criando um Tipo de Requisito...23 Atributos...27 Atributos Definidos pelo Usuário...27 Criando um Atributo Definido pelo Usuário...28 Baselines...31 Sumário

3 Capítulo 6: Tutorial do Framework Administrator...32 Overview...32 Conectando-se...32 Projetos...32 Criando um Projeto...33 Criando um Glossário...35 Atribuindo um Glossário a um Projeto...37 Grupos...38 Usuários...40 Criando um Usuário...41 Sumário...43 Capítulo 7: Manutenção de Baseline...44 Criando uma Baseline no Projeto...44 Iniciando uma Baseline...47 Bloqueando uma Baseline...48 Assinaturas Eletrônicas para Baselines...48 Adicionando uma Assinatura...49 Relatórios de Assinatura...50 Comparando Baselines...50 Capítulo 8: Discussão em Grupo e Histórico de Alteração...52 Discussão em Grupo...52 Lendo uma Mensagem...52 Postando uma Nova Mensagem...53 Histórico de Alteração...53 Capítulo 9: Relatórios e o Caliber Document Factory...54 Relatórios...54 Caliber Document Factory...54 Comandos do Document Factory...56 Palavras-chave do CaliberRM...58 Configuração do Template do Word...59 Criando um Documento usando o Caliber Document Factory...60 Glossário

4 Capítulo 1: Introdução CaliberRM Overview Gerenciamento de Requisitos é o processo de estabelecer um entendimento comum dos requisitos de aplicação. Envolve o gerenciamento e a comunicação dos requisitos por todo o ciclo de desenvolvimento para assegurar que a aplicação ou sistema irá satisfazer as necessidades do usuário final. O Borland CaliberRM promove a definição e o gerenciamento de requisitos num sistema baseado em repositório, produzindo documentos como o resultado final do processo de requisitos. Essa abordagem auxilia equipes de projeto a rastrear relações entre requisitos e avaliar o impacto de mudanças de requisitos mais eficientemente do que numa abordagem centrada em documentos. Os usuários do CaliberRM podem gerenciar versões dos documentos e dos requisitos, dando a equipe de projeto a habilidade de visualizar todos os relacionamentos e impactos de uma mudança de requisito. Objetivo do Tutorial A finalidade desse tutorial é ensinar a criar projetos, requisitos, tipos de requisitos, atributos, baselines, usuários e grupos no CaliberRM e no Framework Administrator. Os capítulos: Tutorial do Caliber e Tutorial Avançado do Caliber descrevem a criação e a manutenção de requisitos usando o projeto Automated Teller Machine instalado no banco de dados de exemplos. O Tutorial de Administrador do CaliberRM descreve a criação de tipos de requisitos e de atributos. O Tutorial do Framework Administrator descreve a criação de projetos, usuários e grupos. O Capítulo 7 detalha as baselines e manutenção de baselines. O Capítulo 8 dá uma visão geral sobre grupo de discussão e histórico de modificação de requisitos. O Capítulo 9 dá uma visão geral dos relatórios e guias do CaliberRM. 4

5 Capítulo 2: Iniciando Overview Antes dos usuários criarem requisitos no CaliberRM, um administrador deve criar primeiro um projeto no Framework Administrator, e criar os tipos de requisitos no CaliberRM. Quando você instala o CaliberRM e o Framework Administrator, você instala um exemplo contendo projeto, usuários, grupos e requisitos que será usado nesse tutorial. IMPORTANTE! PARA REALIZAR AS LIÇÕES DESSE TUTORIAL, VOCÊ DEVE TER O EXEMPLO AUTOMATED TELLER MACHINE INSTALADO. SE VOCÊ NÃO TIVER, POR FAVOR, REINSTALE O SERVIDOR E INCLUA O EXEMPLO. Antes de iniciar esse tutorial, você deve conectar-se ao Framework Administrator e modificar/criar uma conta de usuário para que contenha suas informações. Isso permitirá que você receba por e notificações de mudanças que você fizer nos requisitos. Você também precisa configurar os parâmetros de e- mail necessários para habilitar a notificação automática. Conectando-se ao Framework Administrator 1. Selecione Iniciar > Programas > Caliber > Framework Administrator 1. Entre com as seguintes informações: Campo Dados Notas Host User Your computer name admin If you are unsure of your computer s name, you can find it by selecting Start > Control Panelfrom the Windows Start menu, double-clicking the Network icon and looking on the Identificationtab. The user and password fields are case sensitive, so be sure to use all lowercase characters. Password admin This is the default password for the adminuser. 5

6 3. Clique em Logon. O Framework Administrator verifica o usuário e a senha e conecta-se ao sistema. 4. Selecione a opção User View, clicando no botão. Nota: O usuário amitchell é o usuário que você irá modificar a fim de conter suas informações. Modifique um Usuário Para modificar um usuário existente: 1. Selecione o usuário na lista. 1. Entre com a seguinte informação nos campos específicos: Campo Dados Notas Userid Your first initial and last name This field is case-sensitive. First Name Last Name Title Phone Fax Your first name Your last name Your title Your phone number Your fax number Your address This is the address where automatic notifications of the changes that are made to requirements are sent. 6

7 3. Clique na aba Password. 4. Entre com uma nova senha. 5. Selecione a checkbox Password Never Expires. 6. Selecione a checkbox User Can Perform Baseline Maintenance. 7. Clique no botão Save. Agora que você modificou/criou uma conta de usuário no Framework Administrator, você pode fechá-lo e desconectar do sistema do Caliber selecionado File > Exit and Log Off no menu. Você pode conectar-se usando sua nova conta para executar as atividades dos próximos capítulos. Conectando-se ao CaliberRM 1. Selecione Iniciar > Programas > Caliber > CaliberRM no menu Iniciar do Windows. 1. Entre com as seguintes informações: Campo Dados Notas Host Your computer name If you are unsure of your computer s name, you can find it by selecting Start > Control Panel from the Windows Start menu, double-clicking the Network icon and looking on the Identification tab. User Password Your user name Your password The user and password fields are case sensitive, so be sure to use all lowercase characters. This is the password you created in the steps above. 7

8 3. Clique Logon. O CaliberRM verifica o userid e a password conecta-se no sistema. A interface de usuário do CaliberRM pode ser visualizada: Interface de Usuário do CaliberRM A interface de usuário do CaliberRM contém a árvore de requisitos do lado esquerdo da tela. Esta lista contém o nome do projeto e a lista hierárquica mostrando todos os tipos de requisitos e os próprios requisitos. O CaliberRM suporta múltiplos tipos de requisitos para cada projeto. Para informações sobre como criar um Tipo de Requisito, veja o tópico Criando um Tipo de Requisitos. Quando o projeto é selecionado na lista, existem duas abas no painel direito, como mostrado acima. A aba Project Info permite que você habilite ou desabilite segurança e compartilhamento de requisitos, e mostra a descrição do projeto. Para o projeto Automated Teller Machine (ATM), segurança está desabilitada por padrão para permitir que você adicione, modifique e apague requisitos. A aba Discussion permite que você envie e/ou responda as discussões do projeto. Quando um tipo de requisito é selecionado na lista, o lado direito da tela mostra três abas: Description uma descrição do tipo do requisito somente para leitura. Custom Tabs uma lista somente para leitura contendo características padrão atribuídas ao tipo de requsito, e os atributos definidos pelo usuário. Summary um campo de texto editável que desceve os tipo de requisito para o projeto em questão. Nota: Você deve ter privilégio de administrador para editar o campo Summary. Quando um requisito é selecionado na lista de requisitos, os campos no painel direito contêm diferentes atributos para o requisito selecionado. Estes campos serão explicados com maior detalhes nos próximos 8

9 Visualizando o Número dos Requisitos Cada requisito dentro de um projeto possui dois números diferentes associados com ele. Um é o número hierárquico ou hierarchical number, que é determinado pela localização do requisito dentro da árvore do projeto ou hierarquia. O número hierárquico muda quando os requisitos são adicionados, movidos ou apagados. O outro número associado com cada requisito corresponde ao seu único número seria (ou ID). O número serial não se altera, desconsiderando a posição do requisito, e ele não é reusado se o requisito for apagado. Para visualizar o número hierárquico dos requisitos, primeiro expanda os requisitos na lista clicando no sinal de mais (+). Então selecione View > Hierarchical no menu. Para visualizar os números seriais dos requisitos, selecione View > Serial no menu. 9

10 Capítulo 3: Tutorial do CaliberRM Overview As lições nesse capítulo guiam você através dos passos básicos necessários para criar um requisito, assim como lhe mostra como copiar, modificar, mover e apagar requisitos. Criando um Requisito Existem três passos básicos para se criar um requisito: definir informações do requisito, atribuir valores de atributos e atribuir usuários e grupos. Além disso, existem três passos avançados: linkar documentos de referência, criar links de rastreabilidade e definir o procedimento de validação. Os passos avançados estão no próximo capítulo: Tutorial Avançado do CaliberRM. Passo 1: Definir Informações de Requisito. Ao criar um requisito, você tem quatro opções de onde colocá-lo. A opção Requirement no menu ou o botão esquerdo no mouse sobre o requisito: Child: Cria um novo requisito como um filho do requisito selecionado. Insert Above: Cria um novo requisito no mesmo nível hierárquico e acima do requisito selecionado. Insert Below: Cria um novo requisito no mesmo nível hierárquico e abaixo do requisito selecionado. Drag-and-Drop: Cria um novo requisito em qualquer lugar da árvore permitindo que você arraste o requisito no local desejado, desde que você possua permissão para isso. Para criar um requisito e definir as informações de requisito: 1. No projeto Automated Teller Machine, expanda o tipo de requisito Requisitos de Negócio (Business Requirements) clicando no sinal de mais (+) do lado esquerdo do nome do tipo de requisito. 2. Dentro de Requisitos de Negócio (Business Requirements), selecione o requisito Accessibility clicando no nome do requisito. O CaliberRM mostra os dados do requisito.. 3. Selecione Requirement > Create Requirement > Below no menu, ou clique no botão Insert After. O novo requisito será criado e a aba Details poderá ser visualizada. 10

11 4. Entre com as seguintes informações nos campos específicos: Campo Requirement name Owner Dado de Entrada Balance Transaction Leave at default Status Priority Description Leave at default Low ATM s shall allow balance transactions. Customers will be able to obtain current balance information on their checking, savings and money market accounts from the ATM s. Nota: O proprietário do requisito é o usuário que o criou. Você pode atribuir o requisito a alguém, mas você pode não estar habilitado para modificá-lo de novo após salvá-lo se você não tiver privilégios de segurança para isso 11

12 5. Salve seu requisito selecionando a opção Requirement > Save Changes no menu, ou clicando no botão Save Changes. Para apagar o requisito, selecione Requirement > Cancel Changes, ou clique no botão Cancel Changes. A cada alteração realizada nos requisitos, você pode entrar com um comentário sobre as modificações. Esse comentário é armazenado no histórico de modificações. Você pode habilitar /desabilitar essa opção de comentário em Tools > Options ou dentro da caixa Comment selecionando a checkbox Do not show this dialog box again. Passo 2: Atribuindo valores de atributo ao requisito No CaliberRM, pode existir atributos definidos pelo usuário associado com cada tipo de requisito. Estes atributos ajudam a definir o requisito permitindo que os usuários determinem qual dado deve ser controlado e armazenado. Os atributos definidos pelo usuário podem ser de 13 tipos de dados, incluindo texto, inteiro, data, boleano, usuário, grupo e listas de seleção. Uma vez criado, os atributos definidos pelo usuário são atribuídos a uma aba para cada tipo de requisito, permitindo que os usuários controlem somente a informação necessária para cada tipo de requisito. Para obter instruções de como criar atributos definidos pelo usuário, veja o tópico Criando um atributo definido pelo usuário No projeto Automated Teller Machine, os atributos Customer, Funding Approved, Risk, Importance dentre outros são atribuídos à aba atributos do usuário (User Attributes) para o tipo de requisito Requisitos de Negócio (Business Requirements). Para atribuir valores de atributos a um requisito: 1. Selecione o requisito Balance Transactions criado anteriormente no tuitorial. 2. Clique na aba User Attributes, neste caso Atributos de Negócio. A aba mostra os atributos definidos pelo usuário. Nota: Quando um requisito está sendo modificado, a lista mostra um ícone de bloqueio, que significa que o requisito não pode ser modificado simultâneamento por outra pessoa. 3. Entre com a seguinte informação nos campos específicos: Campo Dado de Entrada Customer Funding Approved Leave at default Yes (check box slected) Risk 75 Importance 4 Start Date Leave at default Number of Days 10 Estimated Cost Leave at default 12

13 4. Salve suas alterações selecionando Requirement > Save Changes no menu, ou clicando no botão Save Changes. Para apagar as alterações, selecionet Requirement > Cancel Changes no menu, ou clique no botão Cancel Changes. 5. Quando a caixa de diálogo Comment for mostrada, digite um comentário de clique OK. Grade de Requisitos (Requirement Grid) Para ver informações de todos os requisitos de uma vez, ou filtrar e ordenar os requisitos baseado em seus atributos, você pode usar a Grade de Requisitos (Requirement Grid). A Grade de Requisitos é acessada por meio do menu Tools, ou clicando no botão Requirement Grid na barra de tarefas. A grade mostra todos os requisitos de uma vez, ou um sub-conjunto de requisitos baseado num critério de busca. A Grade de Requisitos inclui o tipo de requisito, nome, ID, status, versão, prioridade, proprietário (owner), e outros atributos Você pode ordenar a Grade de Requisitos em ordem ascendente clicando no cabeçalho, e em ordem descendente clicando pela segunda vez no cabeçalho. Você também pode filtrar a grade ou qualquer coluna, assim como remover, inserir e reorganizar as colunas. O CaliberRM permite que você salve a visão que você modificou e imprima um relatório dos dados. Para mais informações a respeito da Grade de Requisitos, veja o Capítulo 14: Requirement Grid no guia de usuário do CaliberRM. Passo 3: Atribuindo Usuários e Grupos a um Requisito Quando os requisitos são alterados, as pessoas atribuídas a ele devem ser notificadas para manter o desenvolvimento controlado. Por essa razão, o CaliberRM possibilita que você atribua pessoas a cada requisito. Tipicamente, várias pessoas podem ser atribuídas a cada requisito. Por exemplo, o analista de negócio que criou o requisito pode ser atribuído, assim como o desenvolvedor, o analista de testes e o gerente. 13

14 O CaliberRM notifica automaticamente por as pessoas responsáveis. Para atribuir usuários a um requisito: 1. Selecione o requisito Balance Transaction criado anteriormente neste tutorial. 2. Clique na aba Responsibilities. 3. Expanda o grupo Development na seção Project Groups and Members clicando no sinal de mais. Nota: As listas são limitadas aos membros do grupos atribuídos ao projeto no Framework Administrator. 4. Selecione o usuário fsandifer na lista. Assim que o usuário for atribuído, o CaliberRM notificará a pessoa, como definido no Framework Administrator. Uma checkbox em cinza indica que ao menos um membro daquele grupo foi selecionado. 5. Repita os passos 3-4 e atribua o usuário wpetersondo grupo Quality. 6. Salve suas alterações selecionando Requirement > Save Changes no menu, ou clicando no botão Save Changes. Para apagar as alterações, selecione Requirement > Cancel Changes no menu, ou clique no botão Cancel Changes. 7. Quando a caixa de diálogo Comment for mostrada, digite um comentário de clique OK.. 14

15 Copiando um Requisito Para copiar um requisito existente: 1. Selecione o requisito Balance Transaction. 2. Clique no botão Copiar. 3. Selecione o requisito de destino. 4. Clique no botão Colar para colar o requisito Balance Transaction como filho do requisito destino. Nota: Se o requisito copiado possui requisitos filhos, você será questionado se quer copiar esses requisitos filhos. O requisito será copiado. O novo requisito possuirá um número de série diferente em relação ao requisito original, porém o nome permanecerá o mesmo. Você pode agora modificar o novo requisito Balance Transaction. O requisito original Balance Transaction não mudará. Modificando um Requisito Para modificar um requisito: 1. Selecione o requisito Balance Transaction copiado que você criou na lição anterior. 2. Clique na aba Details. 3. No campo Requirement Name, modifique o nome do requisito para Balance Receipt. 4. Na aba User Attributes, altere o atributo Risk para Salve suas alterações selecionando Requirement > Save Changes no menu, ou clicando no botão Save Changes. Para apagar as alterações, selecione Requirement > Cancel Changes no menu, ou clique no botão Cancel Changes. 6. Quando a caixa de diálogo Comment for mostrada, digite um comentário e clique OK. 15

16 Alterando a Ordem dos Requisitos Você pode alterar a ordem dos requisito de três modos: usando o comando no menu Requirement, usando os botões da barra de tarefas, ou arrastando os requisitos. Usando o comando Requirement do menu, ou os botões da barra de tarefas, você pode mover somente dentro do requisito pai. Você não pode alterar o nível hierárquico dos requisitos usando os botões da barra de tarefas e também não pode mover para um outro tipo de requisito. Ao arrastar, você pode mover um requisito para qualquer lugar desejado, até para outro tipo de requisito. Nota: Ao mover os requisitos para outro tipo de requisito, somente os atributos definidos pelo usuário que são comuns a ambos os tipos de requisitos guardam seus valores. Para alterar a ordem de requisitos usando o comando Requirement no menu. Selecione o requisito Balance Transaction e selecione Requirement > Move Up no menu. Isto move o requisito Balance Transaction acima do requisito Accessibility. Para alterar a ordem de requisitos usando os botões da barra de tarefas. Selecione o requisito Balance Transaction e clique nos botões Move up ou Move down. Para alterar a ordem de requisito usando a opção de arrastar: 1. Selecione o requisito Balance Receipt clicando e segurando o botão esquerdo do mouse. 2. Arraste o requisito para o lugar desejado. Nota: Ao mover os requisitos para outro tipo de requisito, somente os atributos definidos pelo usuário que são comuns a ambos os tipos de requisitos guardam seus valores. 3. Quando o requisito estiver no local desejado, solte o botão esquerdo do mouse. O requisito será movido e os números hierárquicos serão automaticamente atualizados. Apagando um Requisito CUIDADO: SE VOCÊ APAGAR UM REQUISITO NÃO PODERÁ RECUPERAR OS DADOS APAGADOS. Para apagar um requisito: 1. Selecione o requisito Balance Receipt que você criou. 2. Selecione Select Requirement > Delete Requirement no menu, ou clique no botão Delete. Uma mensagem sera exibida para verificar se você deseja apagar o requisito. Os requisitos filhos, se existirem, também serão apagados. 3. Clique SIM para apagar o requisito, ou NÃO para salvá-lo. 16

17 Capítulo 4: Tutorial Avançado do CaliberRM Overview O CaliberRM permite três passos avançados ao criar ou modificar um requisito. Estes passos auxiliam muito na definição de requisitos conectando-os com documentos de referência e outros requisitos, e permitem definir um procedimento de validação para testes. Este capítulo abrange esses passos mais avançados. Conectando um Documento de Referência O CaliberRM permite que você conecte documentos de referência para um requisito com o intuito de fornecer informações adicionais. Como exemplo, você pode ligar um protótipo de tela ou um documento com informações adicionais de tal modo que os desenvolvedores e outros possam entender melhor o requisito. O CaliberRM suporta todos os tipos de arquivos com uma aplicação associada, tal como Word, Excel, arquivos gráficos, arquivos HTML, arquivos de áudio e vídeo, etc. O CaliberRM também permite que você entre com um texto de referência, de tal maneira que você pode referenciar um livro, um periódico ou qualquer documento que não está on-line. Para conectar um documento de referência a um requisito: 1. Selecione o requisito Balance Transaction que você criou no Tutorial Básico. 2. Clique na aba References. 3. Clique no botão New File. Uma caixa para adicionar arquivos (Add Reference Files) é mostrada. Nota: Para adicionar uma referência de texto, clique no botão New Text e entre com o texto no campo de descrição. 4. Navegue até o diretório c:\program Files\Borland\Caliber\Samples. Este é o diretório de referências padrão. Nota: Se você selecionou um diretório diferente durante a instalação do cliente, navegue até este diretório na pasta samples. 5. Altere a seleção de Tipo de Arquivos (Files of Type) para todos os arquivos (All Files). 6. Selecione o arquivo Federal Guidelines for ATM Machines.doc. 7. Clique no botão Add para adicionar o arquivo a lista de referências. Nota: Se a referência é um arquivo Word ou Excel, você pode conectar a porções de texto ou células de modo a especificar melhor o documento (veja a seção abaixo Conectando Documento Texto numa Referência ). 17

18 8. Salve suas alterações selecionando Requirement > Save Changes no menu, ou clicando no botão Save Changes. Para apagar as alterações, selecione Requirement > Cancel Changes no menu, ou clique no botão Cancel Changes. 9. Quando a caixa de diálogo Comment for mostrada, digite um comentário e clique OK. Conectando Documento Texto numa Referência Quando você cria uma referência a um documento Word, o CaliberRM permite que você conecte diretamente a um texto dentro do documento. Quando você abre um documento dentro do CaliberRM, o texto selecionado é mostrado automaticamente. O texto que você selecionou se torna a descrição, e se a referência é um documento Word e está configurado como uma referência chave, este texto também se torna uma descrição. Além de conectar um texto dentro de um documento, o CaliberRM permite que você crie requisitos a partir de um documento Word (veja o Capítulo 19: Document References no CaliberRM User Guide). Nota: Para conectar documento texto dentro de uma referência, o Word deve estar instalado na máquina que você esteja trabalhando. Para conectar um documento texto numa referência: 1. Dê um duplo clique no arquivo Federal Guidelines for ATM Machines.doc que você adicionou como referência na lição anterior.. O lado direito da interface do CaliberRM, o menu e a barra de tarefa mudam para a do Word. Os botões do CaliberRM ficam na parte inferior esquerda da tela, e o menu Requirement fica disponível junto com o menu do Word. 18

19 2. Vá até o parágrafo número 2, Continuous Operation. Embora ele não se appliqué a este reuisito, vamos usá-lo como exemplo. 3. Selecione todo o parágrafo. 4. Selecione Requirement > New Reference no menu, ou clique no botão Create New Reference. A referência é criada 5. Salve o documente selecionando File > Save no menu, ou clicando no botão salvar documento. 6. Feche o documento selecionando File > Close no menu, ou clicando no botão fechar documento. O texto que você conectou é mostrado como a descrição de referência. Se o documento for um arquivo Excel, as células conectadas serão mostradas na descrição Nota: Se você criar múltiplas conexões de texto no documento, cada conexão será mostrada como um documento de referência distinto. Se você apagar uma conexão de texto no documento, o documento de referência será removido da lista. 7. Salve suas alterações selecionando Requirement > Save Changes no menu, ou clicando no botão Save Changes. Para apagar as alterações, selecione Requirement > Cancel Changes no menu, ou clique no botão Cancel Changes. 8. Quando a caixa de diálogo Comment for mostrada, digite um comentário e clique OK. Criando um link de rastreamento O CaliberRM suporta o rastreamento de requisitos para permitir que você veja os relacionamentos entre os requisitos, outras informações relacionadas e informações de testes. Os requisitos podem ser conectados de ou para qualquer outro requisito dentro do mesmo projeto ou através dos projetos. Os requisitos também podem ser ligados a casos de testes no CaliberRBT, conjunto de testes, passos de testes dentro do Mercury Interactive s TestDirector, casos de uso, métodos, objetos e ferramentas de Gerenciamento de Configuração de Software (Software Configuration Management SCM). Como conseqüência, o CaliberRM rastreia não só os relacionamentos dos requisitos mas também as alterações, para mostrar quais entidades são afetadas pela mudança. Para mais informações sobre essas funcionalidades, recorra ao CaliberRM User Guide. 19

20 Para criar um link de ratreamento: 1. Selecione o requisito Balance Transaction. 2. Clique na aba Traceability. 3. Clique no botão Modify. Uma caixa Open a Project será mostrada. 4. Selecione o projeto Automated Teller Machine e cliqueok. A caixa Traceability sera mostrada. 5. Navegue até o requisito Account Balance no tipo Software Requirements e o selecione na lista. Nota: Você pode ver as propriedades do requisito clicando com o botão direito em um requisito e selecionando Properties. 6. Click the Trace To button to create a link from the Balance Transaction requirement to the Account Balance requirement. Nota: Você também pode criar o link arrastando o requisito Account Balance para a lista Trace To na aba Traceability. 7. Feche a caixa Traceability Modification clicando no botão Close. 8. Salve suas alterações selecionando Requirement > Save Changes no menu, ou clicando no botão Save Changes. Para apagar as alterações, selecione Requirement > Cancel Changes no menu, ou clique no botão Cancel Changes. 9. Quando a caixa de diálogo Comment for mostrada, digite um comentário e clique OK. 20

21 Matriz de Rastreamento (Traceability Matrix) A Matriz de Rastreamento é acessada por meio do menu Tools, ou clicando no botão Traceability Matrix na barra de ferramentas. Ela é usada para visualizar todos os links de rastreamento numa visão. Cada requisito é listado nas linhas ao longo do lado esquerdo e nas colunas da margem superior da matriz. O CaliberRM permite que você adicione ou remova links de ratreamentos na matriz, assim como dentro da aba Traceability para cada requisito. Você pode filtrar a visualização de modo a mostrar somente alguns tipos de requisitos ou todos os tipos de requisitos. Além disso, você pode mostrar o rastreamento entre os requisitos, desenvolvimento relacionados e entidades de testes no TestDirector, Select Enterprise, CaliberRBT e objetos do Software Configuration Management (SCM). Ao modificar a Matriz de Rastreamento para ver os requisitos que você deseja, o CaliberRM permite que você salve a visão e imprima um relatório dos dados selecionados. Para mais informações a respeito da MAtriz de Rastreamento, veja o Capítulo 16: Traceability no CaliberRM User Guide. A matriz é mostrada da seguinte forma: 21

22 Definindo Validação de Requisito Quando você cria um requisito, é aconselhável para os analistas de testes saber como verificar se esse requisito está implementado corretamente. Por isso, o CaliberRM permite que você digite um procedimento de validação para cada requisito. O procedimento de validação é de forma livre, ou seja, o procedimento pode estar de qualquer forma que você desejar, desde um parágrafo até uma lista numerada de passos. Para definir o procedimento de validação de requisits: 1. Selecione o requisito Balance Transaction. 2. Clique na aba Validation. 3. Digite o texto: Select Balance Transaction; expect to see choices for checking, savings and money market accounts; upon making a selection, verify balance matches ledger como procedimento de validação. 4. Salve suas alterações selecionando Requirement > Save Changes no menu, ou clicando no botão Save Changes. Para apagar as alterações, selecione Requirement > Cancel Changes no menu, ou clique no botão Cancel Changes. 5. Quando a caixa de diálogo Comment for mostrada, digite um comentário e clique OK. 22

23 Capítulo 5: Tutorial do Administrador do CaliberRM Overview Antes dos usuários começarem a inserir requisitos em um novo projeto, um usuário com privilégios de administrador do CaliberRM deve executar algumas tarefas. Essas tarefas incluem a criação de tipos de requisitos e atribuição de tipos de requisitos aos projetos. Você também pode criar tipos de requisitos definidos pelo usuário, modificar atributos do sistema, e atribuir atributos definidos pelos usuários aos tipos de requisitos. Essas tarefas administrativas auxiliam os usuários a organizar os requisitos por objetivo e habilitam os usuários a definirem requisitos de maneira mais completa. Este capítulo abrange a criação de tipos de requisitos e atributos, e a modificação de baselines. Tipos de Requisitos Os tipos de requisitos é um agrupamento de requisitos em alto nível, tipicamente classificados por suas funções (i.e. Business, Marketing, GUI, Hardware, Software, Testing, etc). O CaliberRM suporta múltiplos tipos de requisitos para permitir que você organize seus requisitos mais facilmente. Os tipos de requisitos são definidos de forma global e ficam disponíveis para uso em todos os projetos. Cada tipo de requisito pode ser personalizado através das abas custom e dos atributos definidos pelo usuário, permitindo que você controle somente a informação necessária para cada tipo de requisito. As abas também pode ser ocultadas para os tipos de requisitos, permitindo que você oculta as abas com informação desnecessária. Existem duas maneiras de criar tipos de requisitos: através do Assistente para Criação de Tipos de Requisitos ou usando o Modo Especialista. O Modo Especialista usa uma caixa de diálogo para criar usuários e é mais apropriado para quem está familiarizado com a definição de tipos de requisitos. Criando um Tipo de Requisito Há sete passos para criar um tipo de requisito através do assistente: Para criar um tipo de requisito usando o Requirement Type Creation Wizard: 1. Selecione File > Admin > Requirement Types no menu. A caixa Requirement Types sera mostrada. 2. Clique no botão New. O passo 1 será mostrado. 23

Guia de Instalação. NSi AutoStore TM 6.0

Guia de Instalação. NSi AutoStore TM 6.0 Guia de Instalação NSi AutoStore TM 6.0 SUMÁRIO PREREQUISITES... 3 INSTALLATION: UPGRADING FROM AUTOSTORE 5.0... 4 INSTALLATION: NEW INSTALLATION... 8 LICENSING... 17 GETTING STARTED... 34 2012 Notable

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais

Manual da Ferramenta Metadata Editor

Manual da Ferramenta Metadata Editor 4 de março de 2010 Sumário 1 Introdução 3 2 Objetivos 3 3 Visão Geral 3 3.1 Instalação............................. 3 3.2 Legenda.............................. 4 3.3 Configuração Inicial........................

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Conectando-se diretamente a sua aplicação via TS com o MT1000 Daruma

STK (Start Kit DARUMA) Conectando-se diretamente a sua aplicação via TS com o MT1000 Daruma STK (Start Kit DARUMA) Conectando-se diretamente a sua aplicação via TS com o MT1000 Daruma Neste STK apresentaremos como configurar seu servidor Windows 2008 R2 para abrir diretamente sua aplicação ao

Leia mais

ALFRESCO 4.0. Primeiros Passos

ALFRESCO 4.0. Primeiros Passos 2014 ALFRESCO 4.0 Primeiros Passos Sumário Convite para colaborar de um Site... 0 Personalizando seu painel de instrumentos (dashboard)... 1 Alterando o seu perfil (profile)... 2 Criando um site (collaboration

Leia mais

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Neste capítulo nós iremos examinar as características da interface do gerenciador de arquivos Konqueror. Através dele realizaremos as principais operações com arquivos

Leia mais

Relatórios de montagem

Relatórios de montagem Relatórios de montagem Número da Publicação spse01660 Relatórios de montagem Número da Publicação spse01660 Notificação de Direitos Limitados e de Propriedade Este software e a documentação relacionada

Leia mais

Linux. Educacional. Tutorial Buzzword

Linux. Educacional. Tutorial Buzzword Linux Educacional Tutorial Buzzword Para trabalhar com o programa Buzzword online, é necessário que crie uma conta no site. Para isso acesse o endereço - https://buzzword.acrobat.com/ Para criar uma conta

Leia mais

1. Usar o scanner IRISCard

1. Usar o scanner IRISCard O Guia Rápido do Usuário ajuda você a instalar e começar a usar scanners IRISCard Anywhere 5 e IRISCard Corporate 5. Os softwares fornecidos com esses scanners são: - Cardiris Pro 5 e Cardiris Corporate

Leia mais

ATENÇÃO. Leitura Indispensável

ATENÇÃO. Leitura Indispensável ATENÇÃO Leitura Indispensável O Guia Rápido do Asure ID 2009 foi criado com base na versão Exchange, ou seja, a versão mais completa da linha Asure ID 2009, portanto, os usuários de outras versões ao utilizarem

Leia mais

Iniciando o MySQL Query Brower

Iniciando o MySQL Query Brower MySQL Query Brower O MySQL Query Browser é uma ferramenta gráfica fornecida pela MySQL AB para criar, executar e otimizar solicitações SQL em um ambiente gráfico. Assim como o MySQL Administrator foi criado

Leia mais

Introdução ao X3. Exercício 1: Criando um registro de Contato

Introdução ao X3. Exercício 1: Criando um registro de Contato Introdução ao X3 Exercício 1: Criando um registro de Contato Inicie por adicionar um novo registro de Contato. Navegue para a tabela de Contato clicando na aba de Contato no alto da página. Existem duas

Leia mais

TeamViewer 9 Manual Management Console

TeamViewer 9 Manual Management Console TeamViewer 9 Manual Management Console Rev 9.2-07/2014 TeamViewer GmbH Jahnstraße 30 D-73037 Göppingen www.teamviewer.com Sumário 1 Sobre o TeamViewer Management Console... 4 1.1 Sobre o Management Console...

Leia mais

Guia de administração. BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange. Versão: 4.1 Service pack: 4B

Guia de administração. BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange. Versão: 4.1 Service pack: 4B BlackBerry Professional Software para Microsoft Exchange Versão: 4.1 Service pack: 4B SWD-313211-0911044452-012 Conteúdo 1 Gerenciando contas de usuários... 7 Adicionar uma conta de usuário... 7 Adicionar

Leia mais

Manual de Instalação: Agente do OCS Inventory NG

Manual de Instalação: Agente do OCS Inventory NG Manual de Instalação: Agente do OCS Inventory NG Abril 2013 Sumário 1. Agente... 1 2. Onde instalar... 1 3. Etapas da Instalação do Agente... 1 a. Etapa de Instalação do Agente... 1 b. Etapa de Inserção

Leia mais

Guia de Inicialização para o Macintosh

Guia de Inicialização para o Macintosh Intralinks VIA Versão 2.0 Guia de Inicialização para o Macintosh Suporte 24/7/365 da Intralinks EUA: +1 212 543 7800 Reino Unido: +44 (0) 20 7623 8500 Consulte a página de logon da Intralinks para obter

Leia mais

Como Usar o DriverMax

Como Usar o DriverMax Como Usar o DriverMax Este programa é uma mão na roda para proteger os drivers dos componentes de um computador. Veja porquê. O DriverMax é uma ferramenta que faz cópias de segurança de todos os drivers

Leia mais

Parte II da Aula 2: INTRODUÇÃO ÀS FERRAMENTAS DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS

Parte II da Aula 2: INTRODUÇÃO ÀS FERRAMENTAS DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS Página 1 de 11 Parte II da Aula 2: INTRODUÇÃO ÀS FERRAMENTAS DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS Todas as imagens são saídas do MS Access I. Meta: Introdução ao MS Access O que são bancos de dados e como

Leia mais

Tutorial de Inteligência de Negócios: Introdução ao Centro de Data Warehouse

Tutorial de Inteligência de Negócios: Introdução ao Centro de Data Warehouse IBM DB2 Universal Database Tutorial de Inteligência de Negócios: Introdução ao Centro de Data Warehouse Versão 8 IBM DB2 Universal Database Tutorial de Inteligência de Negócios: Introdução ao Centro de

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração MySQL

Manual de Instalação e Configuração MySQL Manual de Instalação e Configuração MySQL Data alteração: 19/07/11 Pré Requisitos: 1. Baixar os seguintes arquivos no através do link http://ip.sysfar.com.br/install/ mysql-essential-5.1.46-win32.msi mysql-gui-tools-5.0-r17-win32.msi

Leia mais

Webmail UFMA Tutorial de Operações Básicas do Usuário Cliente Web

Webmail UFMA Tutorial de Operações Básicas do Usuário Cliente Web UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - NTI GERÊNCIA DE REDES - GEREDES Webmail UFMA Tutorial de Operações Básicas do Usuário Cliente Web São Luís 2014 1. INICIANDO...

Leia mais

Guia do Usuário. idocsscan v.2.1.14

Guia do Usuário. idocsscan v.2.1.14 Guia do Usuário idocsscan v.2.1.14 2013 BBPaper_Ds - 2 - Sumário Introdução... 5 Instalação... 7 Inicializando a aplicação... 12 Barras de acesso e informações... 13 Teclas de atalho... 14 Barra de Ferramentas...

Leia mais

Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal)

Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal) Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal) Acessando o Sistema Para acessar a interface de colaboração de conteúdo, entre no endereço http://paginapessoal.utfpr.edu.br. No formulário

Leia mais

Introdução... 1. Instalação... 2

Introdução... 1. Instalação... 2 ONTE DO Introdução... 1 O que é IPP?... 1 Qual é a função de um software Samsung IPP?... 1 Instalação... 2 Requisitos do sistema... 2 Instalar o software Samsung IPP... 2 Desinstalar o software Samsung

Leia mais

INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS

INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS 1) Clique duas vezes no arquivo ControlGasSetup.exe. Será exibida a tela de boas vindas do instalador: 2) Clique em avançar e aparecerá a tela a seguir: Manual de Instalação

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 26 de agosto de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é uma

Leia mais

MA001. 01 de 28. Responsável. Revisão Q de 26/06/2015. Cantú & Stange Software. Página

MA001. 01 de 28. Responsável. Revisão Q de 26/06/2015. Cantú & Stange Software. Página Manual de instalação do Zada 5 MA001 Responsável Revisão Q de 26/06/2015 FL Página 01 de 28 Página 1 de 33 Revisão Q de 26/06/2015 MA001 Responsável: FL Manual de instalação do Zada 5 Este manual consiste

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Home -------------------------------------------------------------------------------------------------------- 7 2. Cadastros -------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2 18 de fevereiro de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é

Leia mais

(Nota Fiscal Eletrônica no Power Systems AS/400) Projeto Nacional Versão 1.0

(Nota Fiscal Eletrônica no Power Systems AS/400) Projeto Nacional Versão 1.0 Manual do usuário (Nota Fiscal Eletrônica no Power Systems AS/400) Projeto Nacional Versão 1.0 29-03-2011 1 de 32 Í ndice 1. Descrição Geral do Sistema 1.1 Descrição 1.2 Desenho do Processo 2. Aplicação

Leia mais

Dados de exibição rápida. Versão R9. Português

Dados de exibição rápida. Versão R9. Português Iniciar Dados de exibição rápida Versão R9 Português Março 26, 2015 Agreement The purchase and use of all Software and Services is subject to the Agreement as defined in Kaseya s Click-Accept EULATOS as

Leia mais

3.2 Inserindo Referências Manualmente 16-17

3.2 Inserindo Referências Manualmente 16-17 TUTORIAL 1 EndNote Web www..myendnoteweb..com Biiblliioteca de Ciiênciias da Saúde Sede Biiblliiotecáriia: Liilliia Mariia Biitar Neves 2010 SIBI/UFPR SUMÁRIO APRESENTAÇÃO 3 2 1 REGISTRO PARA ACESSO 4-7

Leia mais

Antes de iniciar o uso do mailchimp, é preciso realizar um rápido registro para criar uma conta de usuário.

Antes de iniciar o uso do mailchimp, é preciso realizar um rápido registro para criar uma conta de usuário. Tutorial Mailchimp O mailchimp é uma excelente ferramenta gratuita para a criação e envio de newslleters. Este documento é uma versão simplificada de como acessar e utilizar o recurso para envio de newsletters.

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

Request Tracker. Manual de Usuário Versão 1.0

Request Tracker. Manual de Usuário Versão 1.0 Request Tracker Manual de Usuário Versão 1.0 ÍNDICE 1. REQUEST TRACKER...3 2. CONCEITOS NO RT...4 2.1. TÍQUETE E FILA...4 2.2. ESTADOS DO TÍQUETE...5 2.3. PRIORIDADE DO TÍQUETE...5 2.4. PESSOAS...6 2.5.

Leia mais

Sumário INTRODUÇÃO 3 DICAS PARA CRIAR UM BOM SITE 4

Sumário INTRODUÇÃO 3 DICAS PARA CRIAR UM BOM SITE 4 Sumário Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 5.988 de 14/12/73. Nenhuma parte deste livro, sem prévia autorização por escrito de Celta Informática, poderá ser reproduzida total ou parcialmente,

Leia mais

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Sumário: 1. Informações Gerais... 3 2. Criação de backups importantes... 3 3. Reinstalação do Sisloc... 4 Passo a passo... 4 4. Instalação da base de dados Sisloc...

Leia mais

Ferramentas de Apoio para Documentação do Produto Sistema de Gestão da Qualidade

Ferramentas de Apoio para Documentação do Produto Sistema de Gestão da Qualidade Página 1 de 48 Sumário 1. DOCUMENTAR... 2 1.1. APRESENTAÇÃO GERAL DA FERRAMENTA HELP & MANUAL... 2 1.2. CONFIGURAÇÕES ESSENCIAIS DO DOCUMENTO... 3 1.2.1. INSERIR ÂNCORAS NO DOCUMENTO... 4 1.2.2. INSERIR

Leia mais

INTRODUÇÃO. A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2010.

INTRODUÇÃO. A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2010. Guia de Instalação do SolidWorks 2010 INTRODUÇÃO A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2010. O SolidWorks pode ser instalado

Leia mais

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Elaboração: Equipe de Suporte Avançado do CPD SA/SRS/CPD/UnB suporte@unb.br Universidade de Brasília Brasília / 2014 Resumo A

Leia mais

Configurando DDNS no Stand Alone

Configurando DDNS no Stand Alone Configurando DDNS no Stand Alone Abra o seu navegador de internet e acesse o endereço http://www.advr.com.tw(ou, http://59.124.143.151 ). Clique em Register para efetuar o cadastro de um novo grupo.(foto

Leia mais

Tutorial para Configurar um site de Blog para o Facilitador do Curso Essencial On-line do Intel Educar

Tutorial para Configurar um site de Blog para o Facilitador do Curso Essencial On-line do Intel Educar Tutorial para Configurar um site de Blog para o Facilitador do do Intel Educar Este documento inclui os passos e sugestões para configurar um site de blog para o Curso Essencial On-line do Intel Educar

Leia mais

INTRODUÇÃO. A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2009.

INTRODUÇÃO. A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2009. Guia de Instalação do SolidWorks 2009 INTRODUÇÃO A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2009. O SolidWorks pode ser instalado

Leia mais

Certifique-se de que você possui todas as informações necessárias e equipamento em mãos antes de iniciar a instalação.

Certifique-se de que você possui todas as informações necessárias e equipamento em mãos antes de iniciar a instalação. Este produto pode ser configurado utilizando qualquer navegador web atual, como por ex. Internet Explorer 6 ou Netscape Navigator 7 ou superior. DSL-2730B Roteador ADSL Wireless Antes de começar Certifique-se

Leia mais

Excel 2010 Modulo II

Excel 2010 Modulo II Excel 2010 Modulo II Sumário Nomeando intervalos de células... 1 Classificação e filtro de dados... 3 Subtotais... 6 Validação e auditoria de dados... 8 Validação e auditoria de dados... 9 Cenários...

Leia mais

ArcMAP (parte 2) Rodar o ArcMap teclar: Iniciar > Todos os programas > ArcGIS > ArcMap. Sobre a janela selecionar o item An existing map:

ArcMAP (parte 2) Rodar o ArcMap teclar: Iniciar > Todos os programas > ArcGIS > ArcMap. Sobre a janela selecionar o item An existing map: ArcMAP (parte 2) Nesta parte do tutorial, você irá mapear cada tipo de uso da terra dentro do noise contour. Você adicionará dados ao seu mapa, desenhará feições baseadas em atributos, selecionará feições

Leia mais

Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume

Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume LICENCIAMENTO POR VOLUME DA MICROSOFT FEVEREIRO DE 2015 Novidades O Resumo da Licença foi aprimorado com recursos de pesquisa expandidos

Leia mais

Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume LICENCIAMENTO POR VOLUME DA MICROSOFT

Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume LICENCIAMENTO POR VOLUME DA MICROSOFT Guia do Usuário do Centro de Serviços de Licenciamento por Volume LICENCIAMENTO POR VOLUME DA MICROSOFT NOVEMBRO DE 2014 GUIA DO USUÁRIO DO C ENTRO DE SERVIÇOS DE LICENCIAMENTO POR VO LUME DA MICROSOFT

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 2 Windows Vista Professora: Cintia Caetano AMBIENTE WINDOWS O Microsoft Windows é um sistema operacional que possui aparência e apresentação aperfeiçoadas para que o trabalho

Leia mais

Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes)

Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes) Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes) 1. Sobre o Microsoft Dynamics CRM - O Microsoft Dynamics CRM permite criar e manter facilmente uma visão clara dos clientes,

Leia mais

Dell Server PRO Management Pack 4.0 para o Microsoft System Center Virtual Machine Manager Guia de instalação

Dell Server PRO Management Pack 4.0 para o Microsoft System Center Virtual Machine Manager Guia de instalação Dell Server PRO Management Pack 4.0 para o Microsoft System Center Virtual Machine Manager Guia de instalação Notas, avisos e advertências NOTA: uma NOTA indica informações importantes que ajudam você

Leia mais

Expresso Livre Correio Eletrônico

Expresso Livre Correio Eletrônico Expresso Livre Correio Eletrônico 1. EXPRESSO LIVRE Para fazer uso desta ferramenta de correio eletrônico acesse seu Navegador de Internet e digite o endereço eletrônico expresso.am.gov.br. Figura 1 A

Leia mais

LEIA-ME PRIMEIRO Instalação do Fiery WorkCentre Série 7300

LEIA-ME PRIMEIRO Instalação do Fiery WorkCentre Série 7300 LEIA-ME PRIMEIRO Instalação do Fiery WorkCentre Série 7300 Este documento descreve como instalar e configurar o Controlador de rede Fiery para WorkCentre Série 7300. Complete as etapas que correspondem

Leia mais

Guia de introdução. Para os administradores do programa DreamSpark

Guia de introdução. Para os administradores do programa DreamSpark Guia de introdução Para os administradores do programa DreamSpark Este documento destaca as funções básicas necessárias para configurar e gerenciar seu ELMS na WebStore do DreamSpark. Versão 2.4 05.06.12

Leia mais

Tutorial: Webmail. Dicas de Uso e Funcionalidades 02/2015. Versão 01

Tutorial: Webmail. Dicas de Uso e Funcionalidades 02/2015. Versão 01 Tutorial: Webmail Dicas de Uso e Funcionalidades 02/2015 Versão 01 Conteúdo Tutorial: Webmail 2015 Descrição... 2 Possíveis problemas... 5 Criando Regras de Mensagens (Filtros Automáticos)... 11 A partir

Leia mais

Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter

Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter Índice Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter............... 1 Sobre a Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter................ 1 Requisitos de

Leia mais

MODEM USB LTE LU11. Manual do Usuário

MODEM USB LTE LU11. Manual do Usuário MODEM USB LTE LU11 Manual do Usuário 2 Tabela de Conteúdo Manual do Usuário... 1 1 Introdução... 3 2 Instalação... 4 3 Descrição da Interface do Cliente... 5 3 Conexão... 8 5 Mensagens SMS... 10 6 Contatos...

Leia mais

Manual de Instalação da VPN

Manual de Instalação da VPN Manual de Instalação da VPN Windows Vista e Windows 7 Sumário: Manual de instalação da VPN 1. OBJETIVO... 3 2. EFETUANDO O DOWNLOAD DO INSTALADOR DA VPN... 3 3. INSTALANDO A VPN... 6 4. CONFIGURANDO A

Leia mais

Microsoft Excel 2003

Microsoft Excel 2003 Associação Educacional Dom Bosco Faculdades de Engenharia de Resende Microsoft Excel 2003 Módulo II Macros e Tabelas Dinâmicas Professores: Eduardo Arbex Mônica Mara Tathiana da Silva Resende 2010 Macro

Leia mais

Guia da interface Pcounter Administrator - PAdmin

Guia da interface Pcounter Administrator - PAdmin Guia da interface Pcounter Administrator - PAdmin Objetivo: Este documento tem como objetivo apresentar a interface Pcounter Administrator (PAdmin) e as funcionalidades necessárias para o gerenciamento

Leia mais

GUIA DE INÍCIO RÁPIDO http://pivot.cos.com

GUIA DE INÍCIO RÁPIDO http://pivot.cos.com GUIA DE INÍCIO RÁPIDO http://pivot.cos.com CRIAÇÃO DE SUA CONTA Se não possuir uma conta do Pivot, vá para http://pivot.cos.com e clique no link Sign up (Inscreverse) no canto superior direito da tela.

Leia mais

Advanced Group Policy Management (AGPM) 2.5

Advanced Group Policy Management (AGPM) 2.5 Advanced Group Policy Management (AGPM) 2.5 Última revisão feita em 02 de Setembro de 2008. Objetivo Neste artigo iremos conhecer um dos cinco componentes do MDOP 2008. Você vai aprender sobre o Advanced

Leia mais

Instalação e Configuração RPM Remote Print Manager para Windows 2000

Instalação e Configuração RPM Remote Print Manager para Windows 2000 Instalação e Configuração RPM Remote Print Manager para Windows 2000 Antes de iniciar a instalação do RPM Remote Print Manager parar Windows 2000, você necessita ter privilégios de "administrador" devido

Leia mais

Geração e instalação de Certificado APNS

Geração e instalação de Certificado APNS Geração e instalação de Certificado APNS Manual Rápido para geração e instalação de um Certificado APNS Apple Versão: x.x Manual rápido MobiDM para Certificado APNS Página 1 Índice 1. CERTIFICADO APNS

Leia mais

Novidades do SolidWorks Enterprise PDM 2009

Novidades do SolidWorks Enterprise PDM 2009 Novidades do SolidWorks Enterprise PDM 2009 Conteúdo Comunicados...4 1 Novidades para os usuários...5 Listas de materiais...5 BOMs do SolidWorks...5 Listas de corte e BOMs de soldagem...5 Número de peça

Leia mais

Status Enterprise Guia do Usuário. Parte 12 Serviço de conector de Dados

Status Enterprise Guia do Usuário. Parte 12 Serviço de conector de Dados Guia do Usuário Parte 12 Serviço de conector de Dados Conteúdos 1 INTRODUÇÃO... 4 1.1 Descrição do Serviço conector de Dados ou Data com nector... 4 2 CRIAR UMA CONFIGURAÇÃO DE ENLACE DE DADOS... 5 2.1

Leia mais

NETALARM GATEWAY. Manual do Usuário

NETALARM GATEWAY. Manual do Usuário Índice 1. Introdução...3 2. Requisitos Mínimos de Instalação...3 3. Instalação...3 4. Inicialização do Programa...5 5. Abas de Configuração...6 5.1 Aba Serial...6 5.2 Aba TCP...7 5.2.1 Opções Cliente /

Leia mais

Instruções de instalação e remoção para os drivers de impressora PostScript e PCL do Windows Versão 8

Instruções de instalação e remoção para os drivers de impressora PostScript e PCL do Windows Versão 8 Instruções de instalação e remoção para os drivers de impressora PostScript e PCL do Windows Versão 8 Este arquivo ReadMe contém as instruções para a instalação dos drivers de impressora PostScript e PCL

Leia mais

TUTORIAL AUTODESK 360 COLABORAÇÃO E ARMAZENAMENTO DE ARQUIVOS

TUTORIAL AUTODESK 360 COLABORAÇÃO E ARMAZENAMENTO DE ARQUIVOS TUTORIAL AUTODESK 360 COLABORAÇÃO E ARMAZENAMENTO DE ARQUIVOS Autodesk 360 é a nuvem da Autodesk, podendo ser acessada pela sua conta da Autodesk Education Community (estudantes) ou Autodesk Academic Resource

Leia mais

Usando o Outlook MP Geral

Usando o Outlook MP Geral Usando o Outlook MP Geral Este guia descreve o uso do Outlook MP. Este guia é baseado no uso do Outlook MP em um PC executando o Windows 7. O Outlook MP pode ser usado em qualquer tipo de computador e

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft Word 2013 parece diferente das versões anteriores, por isso criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Barra de Ferramentas de Acesso Rápido

Leia mais

Configuração e Instalação do Atendimento Online

Configuração e Instalação do Atendimento Online Configuração e Instalação do Atendimento Online Não é possível trocar a senha do administrador, e não aconselhamos o uso desta conta como Atendente, deve ser usado apenas para cadastrar e alterar Grupos

Leia mais

Tutorial do administrador do HelpCenterLive (Sistema de Ajuda)

Tutorial do administrador do HelpCenterLive (Sistema de Ajuda) Tutorial do administrador do HelpCenterLive (Sistema de Ajuda) Sumário Introdução...3 Entrar (Login)...3 Página Inicial (Home Page)...4 Ajuda...5 Conversação (Chat)...6 Mensagens Registradas...7 Registros...8

Leia mais

www.uatt.com powered by TikiCMS

www.uatt.com powered by TikiCMS Sumário 1. Iniciando as atividades a. O TikiCMS 3 b. Como acessar o TikiCMS c. Como criar novos administradores para o TikiCMS 2. Principais cadastros a. Cadastro de clientes i. Cadastrando distribuidores

Leia mais

Intel Teach Program Essentials Course. Tutorial para wik.is

Intel Teach Program Essentials Course. Tutorial para wik.is Tutorial para wik.is Esse documento inclui os passos e sugestões para estabelecer um wiki site para o Curso Essencial do Programa Intel Educar ou para sua própria turma. Essas instruções se aplicam para

Leia mais

Manual de Iniciaça o. Índice

Manual de Iniciaça o. Índice Manual de Iniciaça o Índice Passo 1- Definir... 2 Definir grupos de tarefas... 2 Definir funções... 6 Definir utilizadores... 11 Definir o Workflow... 14 Definir tarefas... 18 Passo 2 - Planear... 21 Planear

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Índice 1) Passo: Instalação do MySQL Server... 2 2) Passo: Instalação do MySQL Query Browser... 9 3) Passo: Instalação do Dotnetfx 2.0 ou versão superior.... 13 4) Passo: Instalação

Leia mais

Vamos criar uma nova Página chamada Serviços. Clique em Adicionar Nova.

Vamos criar uma nova Página chamada Serviços. Clique em Adicionar Nova. 3.5 Páginas: Ao clicar em Páginas, são exibidas todas as páginas criadas para o Blog. No nosso exemplo já existirá uma página com o Título Página de Exemplo, criada quando o WorPress foi instalado. Ao

Leia mais

W-R2000nl Guia de instalação

W-R2000nl Guia de instalação W-R2000nl Guia de instalação Sumário Introdução...3 Instalação...5 Configurando seu computador...6 Acessando a tela de configurações...7 Configuração de Roteamento...8 Trocando senha de sua rede sem fio...13

Leia mais

Guia de configuração de destinos de digitalização e mensagens de alerta da X500 Series

Guia de configuração de destinos de digitalização e mensagens de alerta da X500 Series Guia de configuração de destinos de digitalização e mensagens de alerta da X500 Series www.lexmark.com Julho de 2007 Lexmark e Lexmark com desenho de losango são marcas registradas da Lexmark International,

Leia mais

KM-NET for Accounting. Guia de Operação

KM-NET for Accounting. Guia de Operação KM-NET for Accounting Guia de Operação Informações legais e gerais Aviso É proibida a reprodução não autorizada deste guia ou parte dele. As informações neste guia estão sujeitas a alterações sem aviso

Leia mais

WF Processos. Manual de Instruções

WF Processos. Manual de Instruções WF Processos Manual de Instruções O WF Processos é um sistema simples e fácil de ser utilizado, contudo para ajudar os novos usuários a se familiarizarem com o sistema, criamos este manual. Recomendamos

Leia mais

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Índice Como acessar o Moodle Editando seu PERFIL Editando o curso / disciplina no Moodle Incluindo Recursos

Leia mais

Sumário. Ambiente de Trabalho... Erro! Indicador não definido.

Sumário. Ambiente de Trabalho... Erro! Indicador não definido. Sumário Ambiente de Trabalho... Erro! Indicador não definido. Introdução ao Project Um projeto é uma seqüência bem definida de eventos, com um início e um final identificável. O foco de um projeto é obter

Leia mais

Manual de Instalação do Facilite e Configuração do Banco de Dados

Manual de Instalação do Facilite e Configuração do Banco de Dados Pagina 1 Titulo do Manual [Parâmetros Gerais] Elaboração [Ricardo Francisco Mizael] Versão 1.1 Data Elaboração 01/08/2011 Paginas 33 Data Revisão 25/11/2011 Pagina 2 Conteúdo do Manual Apresentação...3

Leia mais

Manual de Instalação de Telecentros Comunitários. Ministério das Comunicações

Manual de Instalação de Telecentros Comunitários. Ministério das Comunicações Manual de Instalação de Telecentros Comunitários Ministério das Comunicações As informações contidas no presente documento foram elaboradas pela International Syst. Qualquer dúvida a respeito de seu uso

Leia mais

Kit de Demonstração MatchPort Início Rápido

Kit de Demonstração MatchPort Início Rápido Kit de Demonstração MatchPort Início Rápido Número de peça 900-486 Revisão F Maio 2010 Índice Introdução...3 Conteúdo do kit de demonstração...3 O que você precisa saber...3 Endereço de hardware... 3 Endereço

Leia mais

Manual de utilização GDS Touch PAINEL TOUCH-SCREEN CONTROLE RESIDENCIAL INTERATIVO. Versão: 1.0 Direitos reservados.

Manual de utilização GDS Touch PAINEL TOUCH-SCREEN CONTROLE RESIDENCIAL INTERATIVO. Versão: 1.0 Direitos reservados. Bem Vindo GDS TOUCH Manual de utilização GDS Touch PAINEL TOUCH-SCREEN CONTROLE RESIDENCIAL INTERATIVO O GDS Touch é um painel wireless touchscreen de controle residencial, com design totalmente 3D, interativo

Leia mais

Mozart de Melo Alves Júnior

Mozart de Melo Alves Júnior Mozart de Melo Alves Júnior WORD 2000 INTRODUÇÃO: O Word é um processador de texto com recursos de acentuação, formatação de parágrafo, estilo de letras diferentes, criação de tabelas, corretor ortográfico,

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.6.0

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.6.0 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.6.0 09 de novembro de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é uma

Leia mais

Guia da Área pessoal

Guia da Área pessoal Guia da Área pessoal A Área pessoal é uma ferramenta de gerenciamento de contas reais MetaTrader 4, depósitos e resgates. A seguir explicaremos como é fácil e prático trabalhar com sua Área pessoal. Registrar

Leia mais

DRIVE CONTÁBIL NASAJON

DRIVE CONTÁBIL NASAJON DRIVE CONTÁBIL NASAJON Módulo Gestão de Documentos Versão 1.0 Manual do Usuário 1 Sumário Os Módulos do Gerenciador de NFe: Informações Básicas Primeiro Acesso: Requisitos Acesso ao Drive Contábil Nasajon

Leia mais

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS

LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS 1_15 - ADS - PRO MICRO (ILM 001) - Estudo dirigido Macros Gravadas Word 1/35 LIÇÃO 1 - USANDO O GRAVADOR DE MACROS No Microsoft Office Word 2007 é possível automatizar tarefas usadas frequentemente criando

Leia mais

EDITORA FERREIRA MP/RJ_EXERCÍCIOS 01

EDITORA FERREIRA MP/RJ_EXERCÍCIOS 01 EDITORA FERREIRA MP/RJ NCE EXERCÍCIOS 01 GABARITO COMENTADO 01 Ao se arrastar um arquivo da pasta C:\DADOS para a pasta D:\TEXTOS utilizando se o botão esquerdo do mouse no Windows Explorer: (A) o arquivo

Leia mais

Site SELECT. Services

Site SELECT. Services Site SELECT Services Ultima atualização 22/09/2014 1 SELECT Services (intro) A área SELECT Services é a pagina da Bentley na internet onde os clientes SELECT têm todo tipo de suporte e/ou ferramentas.

Leia mais

Controle Patrimonial WEB

Controle Patrimonial WEB Cccc Controle Patrimonial WEB Manual Unidade de Guarda Conteúdo 1. Acessar o Controle Patrimonial - Web... 4 1.1. Login... 4 1.2. Esquecer sua senha?... 5 2. Alterar a senha... 6 3. Cadastrar novo usuário...

Leia mais