FAQ. Checkout Cielo - FAQ VERSÃO 1.2.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FAQ. Checkout Cielo - FAQ VERSÃO 1.2. www.cielo.com.br/ecommerce"

Transcrição

1 Checkut Ciel - FAQ VERSÃO 1.2 FAQ Em cas de dúvidas, entre em cntat cm nss Suprte e-cmmerce (Atendiment 7 dias pr semana, 24 hras pr dia): Atencisamente, Equipe Ciel Telefnes: Capitais: / Demais Lcalidades: D exterir:

2 Checkut Ciel - FAQ SUMÁRIO DÚVIDAS COMERCIAIS... 2 DÚVIDAS OPERACIONAIS... 4 DÚVIDAS TÉCNICAS... 9 DÚVIDAS MODO DE TESTE...13 Página 1 de 10

3 Checkut Ciel - FAQ HISTÓRICO DE ALTERAÇÕES CHECKOUT CIELO - Manual de Integraçã e Desenvlviment Versã Data Descriçã /11/2014 Versã inicial /12/2014 Atualizaçã de questões e crreçã de errs rtgráfics /01/2015 Mudança de nme Sluçã Integrada para Checkut Ciel Atualizaçã sbre Captura autmática e Página 2 de 10

4 Checkut Ciel - FAQ DÚVIDAS COMERCIAIS 1. Quais sã s meis de pagament dispníveis n CHECKOUT CIELO? Cartões de Crédit (Bandeiras: Visa, Mastercard, Diners, Amex e El), Blet Bancári e Débit Online (Banc d Brasil e Bradesc). 2. Quais sã as diferenças entre CHECKOUT CIELO e s Facilitadres de Pagament, cm Pagsegur e Paypal? Nã intermediams dinheir referente a suas transações. Iss significa que ljista vende cm suas afiliações. Seu dinheir será depsitad diretamente na sua cnta crrente pela Ciel. Cntrle sbre s recebiments. O ljista negcia diretamente cm Ciel se deseja antecipar seus recebíveis Pssibilidade de capturar transações imediatamente. O ljista decide se captura manualmente u libera a captura autmática. O ljista decide para quem quer vender cm api de ferramenta antifraude. O Ljista decide se assume risc infrmad ( Baix, Mderad u Alt ) em relaçã a um pedid, capturand u canceland a transaçã (cnclui a transaçã u nã). 3. É precis ter cntas ns bancs para adquirir as afiliações de blet e Débit? Sim. Para maires infrmações sbre esse prcess entre em cntat cm O CHECKOUT CIELO nã gera blets para cperativas de crédit, mesm que estas sejam vinculadas as bancs utilizads. 4. Quand valr da transações é depsitad em minha cnta crrente? O valr transacinad será depsitad em sua cnta crrente de acrd cm s prazs estabelecids em cada mei de pagament. Para maires infrmações sugerims que entre em cntat diret cm cada mei que a sua lja utiliza. 5. É pssivel realizar parcelaments n CHECKOUT CIELO? Sim, CHECKOUT CIELO pde parcelar cmpras cm cartã de crédit em até 12x. As parcelas d CHECKOUT CIELO nã incluem jurs, send uma divisã d valr cmprad pel praz d pagament. OBS: O numer maxim de parcelas é definid na afiliaçã da lja. Cas a sua afiliaçã tenha liberad 6x na afiliaçã e 12X n CHECKOUT CIELO, a transaçã nã será autrizada. A alteraçã d numer maxim de parcelas da afiliaçã pde ser realizada diretamente cm a Ciel. 6. Sai d ambiente da minha lja durante a transaçã? Página 3 de 10

5 Checkut Ciel - FAQ Sim, quand cmpradr decidir realizar checkut ele será redirecinad para a tela d CHECKOUT CIELO. Nessa tela segura, cmpradr irá inserir s dads d mei de pagament e mei de entrega/frete (cas a lja permita) de sua preferencia. 7. O CHECKOUT CIELO detém infrmações sbre praz de entrega d prdut? Nã, CHECKOUT CIELO tem acess smente a infrmações da transaçã de pagament. Cas um cliente d ljista CHECKOUT CIELO entre em cntat cm duvidas a respeit d praz de entrega u slicitações a respeit d mesm assunt, será sugerid a ele que entre em cntat cm a lja respnsavel pela venda. A equipe CHECKOUT CIELO nã frnece s dads de cntat d Ljista a cmpradr em hipótese alguma. DÚVIDAS OPERACIONAIS 1. Quand esquecer a senha de acess a Backffice, cm prceder? Acesse site d backffice, e clique em Esqueci Minha Senha Página 4 de 10

6 Checkut Ciel - FAQ Preencha cm cadastrad. Um para redefiniçã de senha será enviad. 2. Nã cnsig visualizar pedid n backffice, cm reslver? Primeiramente, verifique se na integraçã fi utilizad MID crret. MID é Merchant_Id de sua lja, e deve ser utilizad na integraçã cm CHECKOUT CIELO, cnfrme Manual de Desenvlviment 3. O que dev fazer quand pedid estiver cm status Autrizad? Deverá cnferir status d antifraude e decidir pr capturar (aceitar) u cancelar a transaçã. Ressaltams que risc e a respnsabilidade sempre serã d ljista cas venha a sfrer uma fraude e/u um chargeback. Cas tenha duvidas sbre antifraude u Chargeback, vá para a página Durante quant temp pedid pde permanecer cm status Autrizad? O pedid pderá ficar Autrizad pr 5 dias crrids, após esse praz nã pde mais ser capturad junt a peradra de cartã de crédit/adquirente (Ciel). Recmendams que Capture u Cancele pedid quant antes, agilizand a entrega da mercadria u liberand limite de crédit d seu cliente. 5. Qual é a diferença entre s status Autrizad e Pag em um pedid de cartã de crédit? Autrizad valr da transaçã fica reservad n limite d cartã d cliente, aguardand a captura (efetivaçã d pagament) u cancelament ( retrn d limite a cliente). Significa que a transaçã ainda NÃO fi cncluída. Pag valr fi efetivad e será cbrad na fatura d cliente. Significa que a transaçã fi cncluída Página 5 de 10

7 Checkut Ciel - FAQ ATENÇÃO, para pedids feits cm cartã de crédit status Pag nã significa que dinheir estará dispnível na sua cnta crrente imediatamente. A peradra de cartã de crédit (Ciel) efetiva depósit ds valres referente à suas transações 30 dias após a captura. É pssível receber antes ds 30 dias negciand diretamente cm a Ciel u cm seu banc a (Antecipaçã de recebíveis de cartã de crédit). 6. O que dev fazer quand pedid estiver cm status Expirad? Para pedids cm Cartã de Crédit, nã será pssível capturar a transaçã. O pedid fi autmaticamente cancelad pela peradra de cartã de crédit/adquirente (Ciel). Para pedids cm Blet Bancári, é necessári cnsultar n seu extrat bancári se valr fi creditad e alterar status para PAGO. 7. O que acntece se eu nã alterar s status ds meus blets que fram pags? Nã haverá nenhum impact em suas vendas, prém a visã da sua peraçã ns relatóris e gráfics d Dashbard ficará prejudicada pr nã refletir exatamente status de sua peraçã. 8. O que significa status Pendente para cartões de crédit? Significa que nã fi repassada até mment nenhuma respsta d Banc u da Ciel. Os pedids serã sndads junts as peradras de cartã de crédit/adquirentes, e seu status atualizad. 9. Quais s pssíveis status em cada mei de pagament? Cartã de Crédit: Nã Finalizad - Falha de cnexã n prcessament da transaçã é pssível recuperar a transaçã slicitand que cliente refaça a transaçã. Pendente - Status intermediári. Autrizad - Quand um pedid fi aprvad e está pendente de captura. É necessári Capturar u Cancelar a transaçã cnfrme a analise de risc. Nã Autrizad - pedid nã fi aprvad pela Ciel/Banc Emissr Pag - status após a Captura manual u autmática da transaçã. Cancelad - Quand é slicitad um cancelament junt à peradra de cartã de crédit/adquirente. Chargeback - Quand cmpradr slicita estrn junt a banc emissr, ljista pde utilizar esse status para seu cntrle. Expirad - Nã fi Capturad u cancelad n praz de cinc dias. Blet Bancári: Pendente - Aguardand pagament Nã Finalizad - Falha de cnexã n prcessament da transaçã é pssível recuperar a transaçã slicitand que cliente refaça a transaçã. Expirad - Nã fi alterad status n praz de cinc dias após a data de venciment, se pagament fr cnfirmad n seu extrat bancári é pssível alterar status da transaçã para PAGO. Página 6 de 10

8 Checkut Ciel - FAQ Pag - Cnfirmaçã de Pagament após verificaçã n seu extrat bancári Débit Online: Nã Autrizad - pedid nã aprvad pel banc. Pag - Pedid cnfirmad pel banc, valr debitad da cnta d cmpradr. Nã Finalizad - Falha de cnexã n prcessament da transaçã. É necessári slicitar a cliente que refaça a transaçã. Pendente - Status intermediári. 10. Cliquei errad n btã Cancelar. Perdi a transaçã? Sim, a transaçã fi cancelada junt a Ciel. Nã send pssível desfazer um cancelament. 11. Qual a diferença de Cancelament e Estrn? (smente para transações de cartã de crédit) Cancelament: é feit n mesm dia da captura, devlvend limite a cartã d cmpradr em até 72h cnfrme regras d banc emissr d cartã. Estrn: a partir d dia seguinte da captura, valr é devlvid na fatura d cmpradr em até 120 dias. ATENÇÃO, cancelament e estrn sã realizads através d btã cancelar. De acrd cm as regras acima. 12. Quant temp depis da transaçã eu pss efetuar um estrn? Vcê tem até 120 dias após a data de captura d pedid. 13. É pssivel definir um valr minim de parcelament? Sim, na aba cnfigurações d CHECKOUT CIELO é pssível definir valr minim que uma parcela pde atingir. Dessa maneira, valr da parcela nã será inferir a um valr idal a ljista. 14. É pssivel definir um valr minim de blet? Sim, é pssivel definir um valr minim para que blet seja dispnibilizad. Para maires infrmações acesse BackOffice Manuais Tutrial d ljista 15. É pssivel dar um descnt para us de blet u mei de pagament? Sim, é pssivel definir um valr de descnt para que blet seja dispnibilizad Iss pde ser feit de duas maneiras: Backffice u via POST Para maires infrmações acesse BackOffice Manuais Manual de desenvlvedr 16. O que é antifraude? E para que serve? AntiFraudes sã ferramentas de Análise e Avaliaçã de Risc. Essas ferramentas verificam e apntam a pssibilidade de uma transaçã incrrer em fraude, prtegend empreendedr virtual de eventuais glpes. Página 7 de 10

9 Checkut Ciel - FAQ A vender pela internet nã existe a pssibilidade de utilizar a segurança ds dispsitivs físics d cartã tais cm chip e a tarja magnética e pr iss s ljistas virtuais sã alvs cnstantes de tentativas de fraude. Diante desse cenári, surgiram n mercad ferramentas específicas que buscam cmbater e inibir tais iniciativas, u seja, s antifraudes. Tdas as transações de cartã de crédit autrizadas na Ciel n CHECKOUT CIELO sã prcessadas n antifraude Decisin Manager da Cybersurce. 17. É pssível definir um valr mínim para analise de Risc? Sim, é pssível definir um valr mínim para que a transaçã seja analisada. Para maires infrmações acesse BackOffice Manuais Tutrial d ljista 18. Para capturar minhas transações, necessit entrar n Backffice Depende. Cas deseje visualizar status de cada transaçã e acmpanhar pessalmente prcess de venda, vcê pde mantar a captura manual. Cas, prefira que prcess de captura seja autmatizad, há na aba cnfigurações pções de captura e rejeiçã de pedids autmaticamente. 19. Qual a diferença de Captuta Autmática e Captura Manual? Captura Autmática A captura é realizada autmaticamente de acrd m a regra esclhida pel ljista na Cnfiguraçã da lja. Captura Manual a decisã de venda é feita manualmente pel ljista n backffice. Analisand a respsta d antifraude. 20. O que dev fazer quand status d antifraude estiver cm Baix Risc e a minha captura é manual? Recmendams que capture pedid e cnclua a transaçã. Lembrand que nã existe risc zer em transações nline pis s mecanisms de segurança, tais cm tarja magnética, chip e senhas nã funcinam para transações nline. 21. O que dev fazer quand status d antifraude estiver cm Alt Risc e a minha captura é manual? Neste cas recmendams cancelament da autrizaçã, prém vcê ainda pde ptar pr fazer uma análise manual d pedid e decidir pr capturar a autrizaçã e cncluir a transaçã ignrand a rientaçã d antifraude e assumind risc. 22. O que é um Chargeback? Chargeback é cancelament feit pel cmpradr de uma transaçã realizada cm cartã de crédit. Que pde acntecer pr dis mtivs: 1. O nã recnheciment da cmpra pr parte d titular d cartã 2. Ou a transaçã nã bedecer às regras previstas entre cmpradr e ljista. Página 8 de 10

10 Checkut Ciel - FAQ Cas um ChargeBack crra, ljista nã recebe valr da cmpra u seja, cas seja uma fraude, fraudadr, pde realizar uma cmpra cm dads falss 23. Quais a pções de frete eu pss utilizar? Crreis Frete Fix Frete Grátis Sem Frete (Retirada em mãs) Sem cbrança de frete (Usada para bens Digitais u Serviçs) 24. Para utilizar frete ds Crreis que eu dev fazer? Se vcê tem um cntrat cm crrei basta cadastrar seu usuári e senha n menu Cnfigurações Cnfigurações de lja d seu Backffice. Se nã tiver cntrat, será necessari inserir CEP de rigem, CEP de destin e pes d prdut, calculand frete d prdut a ser enviad. 25. Cm cmpradr final esclhe frete? O frete é esclhid na tela de finalizaçã de cmpra, nde serã exibidas as pções cadastradas pel vendedr. OBS: O ljista tambem tem a pçã de calcular valr d frete dentr de sua lja. Acesse Manual d desenvlvedr para maires infrmações (páginas 10 à 13) 26. Cm valr d frete é repassad a ljista? O frete é inclus n valr da transaçã (valr d pedid + frete = Valr da transaçã). DÚVIDAS TÉCNICAS 1. Ande eu cadastr meus prduts? A inclusã ds prduts é feita dentr d Backffice, n menu de Prduts/Cadastrar Prdut. 2. Existe limite de prduts a serem cadastrads n CHECKOUT CIELO? Nã, vcê pde cadastrar quants prduts desejar. 3. É necessari cadastrar tds s meus prduts n CHECKOUT CIELO para que eu pssa transacinar? Nã, cadastr de prduts é pcinal. Ele é realizad para a criaçã de um btã, que pde ser utilizad para a venda de um prdut especific. 4. Qual a diferença tip de Integraçã usada n CHECKOUT CIELO? Página 9 de 10

11 Checkut Ciel - FAQ O CHECKOUT CIELO utiliza integraçã via POST. É pssivel cnfigurar a integraçã d CHECKOUT CIELO de duas maneiras Via envi de um Pst : Usada sempre que huver um carrinh de cmpras a ser enviad, u seja, n cas de d cnsumidr navegar pel site e esclher 1 u mais prduts para adicinar a um carrinh e depis entã finalizar a transaçã. Via us d Btã : Usada sempre que nã huver um carrinh de cmpras a ser enviad u quand se deseja assciar uma cmpra rápida direta a um prdut, cm uma prmçã numa hmepage puland a etapa d carrinh. OBS: Cada prdut cadastrad gera um btã de cmpra que pde ser persnalizad. Esse btã pde ser utilizad cm alternativa a integraçã utilizand Carrinh de cmpra. Cada btã é ligad a um unic prdut e nã cria um carrinh de cmpra. O Btã é uma sluçã de integraçã facilitada. Sugerims a utilizaçã d btã para clientes que nã necessitam de criaçã de um carrinh de cmpras, que fazem vendas pntuais de um únic prdut u serviç. Pis através d btã vcê é direcinad diret para a página de checkut, nã tend a pçã de vender mais de um prdut n mesm carrinh. Para clientes que utilizam a criaçã de carrinh, nde cnsumidr pde cmprar mais de um prdut sugerims a integraçã via pst. 5. Cm eu cri btã? O Btã é criad n mment d cadastr de um nv prdut. Td prdut cadastrad tem um btã que pde ser utilizad para venda. Tdas as infrmações para auxiliar nesse prcess, encntram-se n manual de desenvlviment. 6. Quais infrmações eu precis para mntar Pst? Os dads a serem preenchids n pst se referem basicamente a 4 grups: 1. Dads d Pedid 2. Carrinh de Cmpras 3. Dads de Frete 4. Dads d Cnsumidr. Tdas as infrmações para auxiliar nesse prcess, encntram-se n manual de desenvlviment. 7. Pss enviar um cm frma de cbrança? Sim, através da integraçã via btã vcê pde usar para enviar um marketing, u uma cbrança pr , adicinand a HTML d , btã referente a prdut/serviç send cmprad/pag. Ou sempre que se desejar dispnibilizar uma transaçã rápida sem desenvlviment algum. Página 10 de 10

12 Checkut Ciel - FAQ 8. O cmpradr precisa ser cliente d CHECKOUT CIELO para fechar a transaçã? Nã. A sluçã de checkut é simples e nã exige que cliente esteja lgad u se cadastre. N entant tdas as infrmações slicitadas para fechar a cmpra sã salvas n pedid. E ljista terá acess a tdas elas. 9. Para que serve a URL de retrn? Para que a finalizar a cmpra, cnsumidr final tenha a pçã de vltar a site d ljista. O Cnsumidr é redirecinad autmaticamente a pagina definida nesta pçã Para que serve a URL de Ntificaçã? A finalizar a cmpra é enviand um pst cntend infrmações sbre a transaçã. A utilizaçã dessa URL é indicada para clientes que entregam através de uma Platafrma de E-cmmerce. Dessa maneira s dads d pedid ficam atualizads n Backffice d CHECKOUT CIELO e n Backffice junt a Platafrma. 11. Para que serve a URL de Mudança de Status? Ela define para nde sera envia pst indicand que uma transaçã teve seu status alterad, assim infrmand cliente da situaçã d pagament da transaçã. É indicad que essa Url seja cnfigurada n cas de platafrmas E-cmmerce cm backffice prpri 12. Onde é feit cadastr dessas URLs? N seu backffice, aba cnfigurações cnfigurações da lja. 13. Pss dar descnt a meu cliente? Sim. É pssível enviar um parâmetr cm valr u a Prcentagem (%) d descnt a ser ferecid naquela transaçã. Esse parametr é valid para tds s meis de pagament, nã send aplicad a meis especifics e descnt é sbre valr ttal da transaçã. Tambem é pssivel definir um valr de descnt para pagament cm Debit nline u blet, ambs pdend ser enviads via Pst u definids n Backffice. O descnt de blet/débit pde ser acumulad a descnt ttal. 14. Cm sã s Psts para ljas que utilizam carrinhs? O tip de pst a ser utilizad em sua lja dependerá d prdut e de cm esse é cmercializad na sua lja. Os Psts serã frmads pr parametrs que devem ser enviads a URL, https://cielecmmmerce.ciel.cm.br/transactinal/rder/index, nde serã prcessads. Para maires infrmações sbre s psts e parâmetrs d CHECKOUT Página 11 de 10

13 Checkut Ciel - FAQ CIELO, acesse Manual para Desenvlvedres É imprtante entender que apesar de alguns parametrs descrits n manual de integraçã nã serem brigatris para um determinad prdut, iss nã significa que eles nã serã brigatris a utrs tips. 15. Qual a relaçã entre s tips de prduts e s tips de fretes? O tip de prdut a ser vendid n CHECKOUT CIELO influencia diretamente qual tip de frete e a infrmaçã a ser enviada para prcessament da transaçã. O tip de frete a ser utilizad dependerá d tip de prdut que a sua lja cmercializa. N CHECKOUT CIELO vcê pde cmercializar 3 tips de prduts: Bens Fisics Bens digitais Serviçs Os tips de frete que pdem ser usads sã: Crreis Frete Fix Frete Grátis Sem Frete (Retirada em mãs) Sem cbrança de frete (Usada para bens Digitais u Serviçs) Se Prduts d tip Bens fisics necessitam de algum tip de frete para serem enviads, brigatriamente será precis a inclusã de infrmações cm d pes d prdut (CART_1_WEIGHT), Cep de rigem (CART_1_ZIPCODE) e Cep de entrega(shipping_zipcode), para calcul d frete. Diferentemente, Bens digitais u Serviçs nã necessitam desse tip de infrmaçã. Para cmpreender a diferença entre s tips de Pst em relaçã a frete e tips de prduts, cmpare s exempls de pst abaix. Para mais infrmações, acesse Manual para Desenvlvedres. Parametrs Obrigatris Bens Fisics Serviçs/Bens Digitais MERCHANT_ID: MERCHANT_ID: ORDER_NUMBER: ORDER_NUMBER: SHIPPING_TYPE: 1 u 2 u 3 SHIPPING_TYPE: 5 SOFT_DESCRIPTOR: SOFT_DESCRIPTOR: CART_1_NAME: CART_1_NAME: Página 12 de 10

14 Checkut Ciel - FAQ CART_1_UNITPRICE: CART_1_QUANTITY: CART_1_WEIGHT: CART_1_ZIPCODE: CART_1_TYPE: 1 (Obrigatri) SHIPPING_1_NAME: SHIPPING_1_PRICE: SHIPPING_ZIPCODE: CART_1_UNITPRICE: CART_1_QUANTITY: CART_1_TYPE: 2 u 3 (Obrigatri) CUSTOMER_NAME: CUSTOMER_IDENTITY: CUSTOMER_ CUSTOMER_PHONE: CUSTOMER_NAME: CUSTOMER_IDENTITY: CUSTOMER_ CUSTOMER_PHONE: DÚVIDAS MODO DE TESTE 1. O que é md de teste CHECKOUT CIELO? É uma ambiente de testes, nde é pssível simular tdas as ações sem precisar alterar sua integraçã. É um ambiente de teste nde é pssível simular vendas e utras ações de teste (cm cancelaments, capturas e chargebacks). 2. Cm é ativad md de teste CHECKOUT CIELO? N seu backffice, aba Cnfigurações Pagaments Md de Teste, é nde pderá ser habilitand u desabilitad Md de teste. Quand esse md estiver ativ, uma grande facha vermelha será exibida na parte superir de tdas as telas d CHECKOUT CIELO (Backffice, Checkut e Tela de finalizaçã). 3. Cm funcina md de teste? Cm md de teste ativ, ljista pderá integrar CHECKOUT CIELO cm descrit n Manual d desenvlvedr, dispnivel n Backffice, e realizar testes de transações e integraçã. 4. O md de teste tem algum cust adicinal? Nã, md de teste é dispnibilizad n mment da liberaçã da sua cnta. Para utiliza-l nã há taxas. Página 13 de 10

15 Checkut Ciel - FAQ 5. Cm ficam rganizadas as transações realizadas n md de teste? Tdas as transações realizadas n md de teste serã dispnibilizadas aba Pedids, entretant, elas serã marcadas cm transações de teste, nã influenciand, em suas transações nrmais. OBS: É imprtantissim que a liberar sua lja para transações reais, md de teste nã esteja ativ. Transações reais realizadas n md de teste nã pderã ser revertidas, u seja, a transaçã pderá ser liberada para cliente, mas nenhum valr será cbrad pela adquirente. Página 14 de 10

MEUCHECKOUT - FAQ VERSÃO 1.4 25/02/2014

MEUCHECKOUT - FAQ VERSÃO 1.4 25/02/2014 SUMÁRIO DÚVIDAS COMERCIAIS... 1 DÚVIDAS OPERACIONAIS... 4 DÚVIDAS TÉCNICAS... 9 DÚVIDAS MODO DE TESTE...13 DÚVIDAS COMERCIAIS 1. O que é o MeuCheckout? O Meucheckout é um sistema de processamento online

Leia mais

Novo Sistema Almoxarifado

Novo Sistema Almoxarifado Nv Sistema Almxarifad Instruções Iniciais 1. Ícnes padrões Existem ícnes espalhads pr td sistema, cada um ferece uma açã. Dentre eles sã dis s mais imprtantes: Realiza uma pesquisa para preencher s camps

Leia mais

Código: Data: Revisão: Página: SUMÁRIO

Código: Data: Revisão: Página: SUMÁRIO UC_REQ-MK_ACF-001 27/01/2015 00 1 / 12 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 2 Objetiv... 2 Públic Alv... 2 Escp... 2 Referências... 2 DESCRIÇÃO GERAL DO PRODUTO... 2 Características d Usuári... 2 Limites, Supsições e

Leia mais

Manual do Novo Pátio. Revenda. Versão 2.0

Manual do Novo Pátio. Revenda. Versão 2.0 Manual d Nv Páti Revenda Versã 2.0 1 Cnteúd INTRODUÇÃO... 3 1.LOGIN... 4 2.ANUNCIANTE... 4 2.1 Listar Usuáris... 4 2.2 Criar Usuári... 5 2.2.1 Permissões:... 6 3.SERVIÇOS... 7 3.1 Serviçs... 7 3.2 Feirã...

Leia mais

ALTERAÇÕES NO SISTEMA ORION

ALTERAÇÕES NO SISTEMA ORION ALTERAÇÕES NO SISTEMA ORION Orin Versã 7.74 TABELAS Clientes Na tela de Cadastr de Clientes, fi inserid btã e um camp que apresenta códig que cliente recebeu após cálcul da Curva ABC. Esse btã executa

Leia mais

Manual. Autorizador da UNIMED

Manual. Autorizador da UNIMED Manual Prtal Autrizadr da UNIMED Pass a Pass para um jeit simples de trabalhar cm Nv Prtal Unimed 1. Períd de Atualizaçã Prezads Cperads e Rede Credenciada, A Unimed Sul Capixaba irá atualizar seu sistema

Leia mais

SERVIÇOS DISPONÍVEIS ATRAVÉS DO BANRISUL OFFICE BANKING

SERVIÇOS DISPONÍVEIS ATRAVÉS DO BANRISUL OFFICE BANKING SERVIÇOS DISPONÍVEIS ATRAVÉS DO BANRISUL OFFICE BANKING EXTRATOS: Cnta Crrente: sald d dia, extrat mês atual, extrat de cheques, extrat d mês anterir e extrat n períd. Empréstims/Crédits Cnta Investiment:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA Manual de Us (Para Detentres de Bens) Infrmações adicinais n Prtal da Crdenaçã de Patrimôni: www.cpa.unir.br 2013 Cnteúd O que papel Detentr de Bem pde fazer?... 2 Objetiv...

Leia mais

Controle de Atendimento de Cobrança

Controle de Atendimento de Cobrança Cntrle de Atendiment de Cbrança Intrduçã Visand criar um gerenciament n prcess d cntrle de atendiment de cbrança d sistema TCar, fi aprimrad pela Tecinc Infrmática prcess de atendiment, incluind s títuls

Leia mais

Inscrição do Candidato ao Processo de Credenciamento

Inscrição do Candidato ao Processo de Credenciamento Inscriçã d Candidat a Prcess de Credenciament O link de inscriçã permitirá que candidat registre suas infrmações para participar d Prcess de Credenciament, cnfrme Edital. Após tmar ciência de td cnteúd

Leia mais

Agenda. A interface de Agendamento é encontrada no Modulo Salão de Vendas Agendamento Controle de Agendamento, e será apresentada conforme figura 01.

Agenda. A interface de Agendamento é encontrada no Modulo Salão de Vendas Agendamento Controle de Agendamento, e será apresentada conforme figura 01. Agenda Intrduçã Diariamente cada um ds trabalhadres de uma empresa executam diversas atividades, muitas vezes estas atividades tem praz para serem executadas e devem ser planejadas juntamente cm utras

Leia mais

FKcorreiosg2_cp1 - Complemento Transportadoras

FKcorreiosg2_cp1 - Complemento Transportadoras FKcrreisg2_cp1 - Cmplement Transprtadras Instalaçã d módul Faça dwnlad d arquiv FKcrreisg2_cp1.zip, salvand- em uma pasta em seu cmputadr. Entre na área administrativa de sua lja: Entre n menu Móduls/Móduls.

Leia mais

Tutorial do Lojista. www.cielo.com.br/ecommerce. Em caso de dúvidas, entre em contato com o nosso Suporte e-commerce (Atendimento 7 dias por

Tutorial do Lojista. www.cielo.com.br/ecommerce. Em caso de dúvidas, entre em contato com o nosso Suporte e-commerce (Atendimento 7 dias por Tutorial do Lojista Em caso de dúvidas, entre em contato com o nosso Suporte e-commerce (Atendimento 7 dias por semana, 24 horas por dia): E-mail: cieloecommerce@cielo.com.br Telefones: Capitais: 4002

Leia mais

SMART CONTROLE DO ESTOQUE DE GONDOLA

SMART CONTROLE DO ESTOQUE DE GONDOLA SMART CONTROLE DO ESTOQUE DE GONDOLA O prcess de cntrle de estque de gôndla fi desenvlvid cm uma prcess de auxili a cliente que deseja cntrlar a quantidade de cada item deve estar dispnível para venda

Leia mais

Operação Metalose orientações básicas à população

Operação Metalose orientações básicas à população Operaçã Metalse rientações básicas à ppulaçã 1. Quem é respnsável pel reclhiment de prduts adulterads? As empresas fabricantes e distribuidras. O Sistema Nacinal de Vigilância Sanitária (Anvisa e Vigilâncias

Leia mais

Tutorial Sistema Porto Sem Papel

Tutorial Sistema Porto Sem Papel Tutrial Sistema Prt Sem Papel 8 ESTADIA CONVENCIONAL: A estadia cnvencinal é aquela em que a embarcaçã deseja executar uma peraçã de carga, descarga, carga/descarga, embarque/desembarque de passageirs

Leia mais

CRC-MG Central de Registro Civil de Minas Gerais Certidão Online - Serventia. Manual do usuário

CRC-MG Central de Registro Civil de Minas Gerais Certidão Online - Serventia. Manual do usuário CRC-MG Central de Registr Civil de Minas Gerais Certidã Online - Serventia Manual d usuári Prefáci Data: 30/01/2015 Versã dcument: 1.0 1. COMO ACESSAR O MÓDULO DA CERTIDÃO ONLINE... 04 2. OPÇÕES DE PEDIDOS

Leia mais

Sistema OnixNet / TrucksNet Contagem de Estoque pelas oficinas

Sistema OnixNet / TrucksNet Contagem de Estoque pelas oficinas Versã: 3.0.0.48 Empresa: TrucksCntrl Slicitante: Diretria Respnsável: Fernand Marques Frma de Slicitaçã: e-mail/reuniã Analista de Negóci: Fábi Matesc Desenvlvedr: Fabian Suza Data: 24/09/2012 Sistema

Leia mais

Manual de Configuração

Manual de Configuração Manual de Cnfiguraçã Pnt de Venda (PDV) Versã: 1.1 Índice 1 EASYASSIST PONTO DE VENDA (PDV)... 3 1.1 INSTALANDO O TERMINAL EASYASSIST PONTO DE VENDA (PDV)... 3 1.2 CAPTURANDO O NÚMERO DE SÉRIE E O GT DO

Leia mais

Segue abaixo projeto para desenvolvimento de novo website para loja Virtual

Segue abaixo projeto para desenvolvimento de novo website para loja Virtual Lja Virtual Desenvlviment FrmigaNegócis Orçament: /2012 Cliente: Respnsável: Prjet: Lja virtual Telefne: Frmiga (MG), de de 2012 Intrduçã Segue abaix prjet para desenvlviment de nv website para lja Virtual

Leia mais

MTur Sistema Artistas do Turismo. Manual do Usuário

MTur Sistema Artistas do Turismo. Manual do Usuário MTur Sistema Artistas d Turism Manual d Usuári Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 3. ACESSAR O SISTEMA... 4 4. UTILIZANDO O SISTEMA... 9 4.1. CADASTRAR REPRESENTANTE... 9 4.2. CADASTRAR

Leia mais

WEBSITE LOJAS JOMÓVEIS

WEBSITE LOJAS JOMÓVEIS WEBSITE LOJAS JOMÓVEIS Manual d Usuári Elabrad pela W3 Autmaçã e Sistemas Infrmaçã de Prpriedade d Grup Jmóveis Este dcument, cm tdas as infrmações nele cntidas, é cnfidencial e de prpriedade d Grup Jmóveis,

Leia mais

Eventos Extras - Descontos PP - Contestação PP - Faturas Avulsas - Eventos Programados FP x PEONA 12.1.5. maio de 2015. Versão 1.0

Eventos Extras - Descontos PP - Contestação PP - Faturas Avulsas - Eventos Programados FP x PEONA 12.1.5. maio de 2015. Versão 1.0 Events Extras - Descnts PP - Cntestaçã PP - Faturas Avulsas - Events Prgramads FP x PEONA 12.1.5 mai de 2015 Versã 1.0 1 Sumári 1 Intrduçã... 3 2 Seleçã de Dads... 4 2 1 Intrduçã Emitir n relatóri d PEONA,

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalaçã Prdut: n-hst Versã d prdut: 4.1 Autr: Aline Della Justina Versã d dcument: 1 Versã d template: Data: 30/07/01 Dcument destinad a: Parceirs NDDigital, técnics de suprte, analistas de

Leia mais

Manual de Operação WEB SisAmil - Gestão

Manual de Operação WEB SisAmil - Gestão Manual de Operaçã WEB SisAmil - Gestã Credenciads Médics 1 Índice 1. Acess Gestã SisAmil...01 2. Autrizaçã a. Inclusã de Pedid...01 b. Alteraçã de Pedid...10 c. Cancelament de Pedid...11 d. Anexs d Pedid...12

Leia mais

Sistema de Comercialização de Radiofármacos - Manual do Cliente

Sistema de Comercialização de Radiofármacos - Manual do Cliente Sistema de Cmercializaçã de Radifármacs - Manual d Cliente O IEN está dispnibilizand para s seus clientes um nv sistema para a slicitaçã ds radifármacs. Este nv sistema permitirá a cliente nã só fazer

Leia mais

Manual Pedido de Certidão Online

Manual Pedido de Certidão Online 17 de utubr de 2016 Manual Pedid de Certidã Online Rua Bela Cintra, 746-11º andar - CEP 01415-000 - Sã Paul - SP Telefne: (11) 3122-6277 17 de utubr de 2016 Cntrle de Versã de Dcument Versã Data Autres

Leia mais

Todos os direitos reservados Versão 1.2

Todos os direitos reservados Versão 1.2 Guia de Relatóris Tds s direits reservads Versã 1.2 1 Guia de Relatóris Índice 1 Pedids... 3 1.1 Mnitr de Pedids... 3 1.2 Pedids... 4 1.3 Estatísticas de Pedids... 5 1.4 Acess e Cnsum... 7 1.5 Pedids pr

Leia mais

Versões Todos os módulos devem ser atualizados para as versões a partir de 03 de outubro de 2013.

Versões Todos os módulos devem ser atualizados para as versões a partir de 03 de outubro de 2013. Serviç de Acess as Móduls d Sistema HK (SAR e SCF) Desenvlvems uma nva ferramenta cm bjetiv de direcinar acess ds usuáris apenas as Móduls que devem ser de direit, levand em cnsideraçã departament de cada

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO ÍNDICE QUE VALORES [MASTERSAF DFE] TRAZEM PARA VOCÊ? 1. VISÃO GERAL E REQUISITOS PARA INSTALAÇÃO... 2 1.1. AMBIENTE... 2 1.2. BANCO DE DADOS... 4 2. BAIXANDO OS INSTALADORES DO DFE MASTERSAF... 5 3. INICIANDO

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO ANTECEDENTES CRIMINAIS

MANUAL DO USUÁRIO ANTECEDENTES CRIMINAIS SISTEMA DE INFORMAÇÃO E GESTÃO INTEGRADA POLICIAL Elabrad: Equipe SAG Revisad: Aprvad: Data: 11/09/2008 Data: 10/10/2008 Data: A autenticaçã d dcument cnsta n arquiv primári da Qualidade Referencia: Help_Online_Antecedentes_Criminais.dc

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO FINANCEIRO

MANUAL DO USUÁRIO FINANCEIRO SIGIO Sistema Integrad de Gestã de Imprensa Oficial MANUAL DO USUÁRIO FINANCEIRO S I G I O M A N U A L D O U S U Á R I O P á g i n a 2 Cnteúd 1 Intrduçã... 3 2 Acess restrit a sistema... 4 2.1 Tips de

Leia mais

Acesso ao menu da presença de Carga Exportação WEB

Acesso ao menu da presença de Carga Exportação WEB Manual de Utilizaçã Presença de Carga Exprtaçã WEB Acess a menu da presença de Carga Exprtaçã WEB Acessar site d TECON RG (HTTP://www.tecn.cm.br); Clicar em Tecn Online; Infrmar usuári e senha de acess

Leia mais

COMO CONFIGURAR SUA(S) CONTA(S) NO MICROSOFT OFFICE OUTLOOK

COMO CONFIGURAR SUA(S) CONTA(S) NO MICROSOFT OFFICE OUTLOOK COMO CONFIGURAR SUA(S) CONTA(S) NO MICROSOFT OFFICE OUTLOOK Use as instruções de acrd cm a versã d seu Outlk (2010, 2007 u 2003) Para saber a versã de seu Outlk, clique n menu Ajuda > Sbre Micrsft Office

Leia mais

Perguntas frequentes sobre o Programa Banda Larga nas Escolas

Perguntas frequentes sobre o Programa Banda Larga nas Escolas Perguntas frequentes sbre Prgrama Banda Larga nas Esclas 1. Qual bjetiv d Prgrama Banda Larga nas Esclas? O Prgrama Banda Larga nas Esclas tem cm bjetiv cnectar tdas as esclas públicas à internet, rede

Leia mais

Informações Importantes 2015

Informações Importantes 2015 Infrmações Imprtantes 2015 CURSOS EXTRACURRICULARES N intuit de prprcinar uma frmaçã cmpleta para alun, Clégi Vértice ferece curss extracurriculares, que acntecem lg após as aulas regulares, tant n períd

Leia mais

Processo TCar Balanço Móbile

Processo TCar Balanço Móbile Prcess TCar Balanç Móbile Tecinc Infrmática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Centr Cascavel PR 1 Sumári Intrduçã... 3 Funcinalidade... 3 1 Exprtaçã Arquiv Cletr de Dads (Sistema TCar)... 4 1.1 Funcinalidade...

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MANUAL DE PROCEDIMENTOS Etapa 3 Cadastr d Prcess Seletiv O Presidente da CRM cadastra s dads d prcess n sistema. O prcess seletiv é a espinha drsal d sistema, vist que pr mei dele regem-se tdas as demais

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE CONFIGURAÇÃO PARA WINDOWS

GUIA RÁPIDO DE CONFIGURAÇÃO PARA WINDOWS GUIA RÁPIDO DE CONFIGURAÇÃO PARA WINDOWS CONTEÚDO 1. Intrduçã... 3 2. Requisits de Sftware e Hardware:... 3 3. Usuári e Grups:... 3 3.1. Cnfigurand cm Micrsft AD:... 3 3.2. Cnfigurand s Grups e Usuáris:...

Leia mais

CRC-Nacional Central de Registro Civil de Minas Gerais Certidão Online - Serventia

CRC-Nacional Central de Registro Civil de Minas Gerais Certidão Online - Serventia CRC-Nacinal Central de Registr Civil de Minas Gerais Certidã Online - Serventia Manual d usuári Data: 16/07/2016 Versã dcument: 1.0 Prefáci 1. COMO ACESSAR O MÓDULO DA CERTIDÃO ONLINE... 03 2. HABILITANDO

Leia mais

Guia Sphinx: Instalação, Reposição e Renovação

Guia Sphinx: Instalação, Reposição e Renovação Guia Sphinx: Instalaçã, Repsiçã e Renvaçã V 5.1.0.8 Instalaçã Antes de instalar Sphinx Se vcê pssuir uma versã anterir d Sphinx (versões 1.x, 2.x, 3.x, 4.x, 5.0, 5.1.0.X) u entã a versã de Demnstraçã d

Leia mais

^i * aesíqn e=> ~omunícc3ç:c30

^i * aesíqn e=> ~omunícc3ç:c30 ^i * aesíqn e=> ~munícc3ç:c30 CONTRATO DE LICENÇA DE USO DO SISTEMA - SUBMIT CMS Web Site da Prefeitura de Frei Martinh - Paraíba 1. IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTE Prefeitura Municipal de Frei Martinh

Leia mais

Roteiro de Implantação Estoque

Roteiro de Implantação Estoque Rteir de Implantaçã Estque Revisã: 23/07/2004 Abrangência Versã 7.10 Cadastrs Básics Dicas: Explique a necessidade d preenchiment ds brigatóris (camps na cr azul). Verifique se cliente necessita que mais

Leia mais

ARQUITETURA E INSTALAÇÃO PROTHEUS 11

ARQUITETURA E INSTALAÇÃO PROTHEUS 11 ARQUITETURA E INSTALAÇÃO PROTHEUS 11 OBJETIVO Infraestrutura e tecnlgia d Prtheus sã a base de uma sluçã de gestã empresarial rbusta, que atende a tdas as necessidades de desenvlviment, persnalizaçã, parametrizaçã

Leia mais

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário MTUR Sistema FISCON Manual d Usuári Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 3. ACESSAR O SISTEMA... 4 4. UTILIZANDO O SISTEMA... 5 4.1. CADASTRAR CONVENENTE... 5 4.2. INSERIR FOTOGRAFIAS/IMAGENS

Leia mais

Requisitos técnicos de alto nível da URS para registros e registradores

Requisitos técnicos de alto nível da URS para registros e registradores Requisits técnics de alt nível da URS para registrs e registradres 17 de utubr de 2013 Os seguintes requisits técnics devem ser seguids pels peradres de registr e registradres para manter a cnfrmidade

Leia mais

Boletim Técnico. CAGED Portaria 1129/2014 MTE. Procedimento para Implementação. Procedimento para Utilização

Boletim Técnico. CAGED Portaria 1129/2014 MTE. Procedimento para Implementação. Procedimento para Utilização Bletim Técnic CAGED Prtaria 1129/2014 MTE Prdut : TOTVS 11 Flha de Pagament (MFP) Chamad : TPRQRW Data da criaçã : 26/08/2014 Data da revisã : 12/11/2014 País : Brasil Bancs de Dads : Prgress, Oracle e

Leia mais

SOGILUB.NET MANUAL DO UTILIZADOR

SOGILUB.NET MANUAL DO UTILIZADOR SOGILUB.NET MANUAL DO UTILIZADOR Índice Intrduçã... 3 Aspect Gráfic... 4 Regist na aplicaçã... 5 Recuperaçã de Códigs de Acess... 6 Área Reservada... 8 Entrar na Área Reservada... 8 Editar Perfil... 9

Leia mais

MANUAL DOS GESTORES DAA

MANUAL DOS GESTORES DAA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ UFPI NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - NTI MANUAL DOS GESTORES DAA MÓDULOS: M atrícula e P rgramas e C DP [Digite resum d dcument aqui. Em geral, um resum é um apanhad

Leia mais

Anexo V. Software de Registro Eletrônico em Saúde. Implantação em 2 (duas) Unidades de Saúde

Anexo V. Software de Registro Eletrônico em Saúde. Implantação em 2 (duas) Unidades de Saúde Anex V Sftware de Registr Eletrônic em Saúde Implantaçã em 2 (duas) Unidades de Saúde Índice 1 INTRODUÇÃO... 3 2 ESTRATÉGIAS E PROCEDIMENTOS DE IMPLANTAÇÃO... 3 4 INFRAESTRUTURA NAS UNIDADES DE SAÚDE -

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE N prcess de renvaçã de matrículas para an lectiv 2010/2011, e na sequência d plan de melhria cntínua ds serviçs a dispnibilizar as aluns, IPVC ferece, pela

Leia mais

SERVIDOR INSTALAR BANCO DE DADOS NESTE COMPUTADOR

SERVIDOR INSTALAR BANCO DE DADOS NESTE COMPUTADOR Instaland sistema Em primeir lugar, baixe sistema pel nss site www.tagsft.cm.br u diret pel link Tagcmerci, terminad prcess de dwnlad d aplicativ, execute-. Faça prcess de avançar, até a parte de Selecinar

Leia mais

Orientações para a Escrituração Contábil Digital (Sped Contábil) Versão 14.01 Soluções SPDATA

Orientações para a Escrituração Contábil Digital (Sped Contábil) Versão 14.01 Soluções SPDATA 2015 Orientações para a Escrituraçã Cntábil Digital (Sped Cntábil) Versã 14.01 Sluções SPDATA Equipe SAT Análise Desenvlviment e Qualidade de Sftware 07/04/2015 Sumári Objetiv... 3 Cnsiderações gerais...

Leia mais

Integração Ayty CRM e Altitude

Integração Ayty CRM e Altitude Dcumentaçã Elabrada pr: Ayty CRM Data / Lcal: 30/10/2011 Prjet: Ayty CRM cm Discadr Altitude Versã: 1.0 Dcument: Integraçã AytyCRM e Discadr Altitude Integraçã Ayty CRM e Altitude Sumári: Principais Fluxs:...

Leia mais

Vensis Manutenção. Rua Américo Vespúcio, 71 Porto Alegre / RS (51) 3012-4444 comercial@vensis.com.br www.vensis.com.br

Vensis Manutenção. Rua Américo Vespúcio, 71 Porto Alegre / RS (51) 3012-4444 comercial@vensis.com.br www.vensis.com.br Vensis Manutençã Vensis Manutençã É módul que permite gerenciament da manutençã de máquinas e equipaments. Prgramaçã de manutenções preventivas u registr de manutenções crretivas pdem ser feits de frma

Leia mais

API de Integração E-Zoop Documentação de uso

API de Integração E-Zoop Documentação de uso API de Integraçã E-Zp Dcumentaçã de us Data de Atualizaçã: 10/06/2015 Índice 1. Intrduçã... 1 2. Características... 2 Cadastr de características... 2 Exclusã de características... 4 Listagem de características...

Leia mais

REGULAMENTO REGRA GERAL PARA PARTICIPAÇÃO NA PROMOÇÃO. Carrinho Premiado Tricard Smart 2015

REGULAMENTO REGRA GERAL PARA PARTICIPAÇÃO NA PROMOÇÃO. Carrinho Premiado Tricard Smart 2015 REGULAMENTO REGRA GERAL PARA PARTICIPAÇÃO NA PROMOÇÃO Carrinh Premiad Tricard Smart 2015 Banc Triângul S.A. (mandatária), cm sede na Av. Cesári Alvim, 2209, Bairr Aparecida Uberlândia/MG, inscrita n CNPJ/MF

Leia mais

MeuCheckout. Manual do Desenvolvedor. Versão 1.4 12/03/2014

MeuCheckout. Manual do Desenvolvedor. Versão 1.4 12/03/2014 MeuCheckout Manual do Desenvolvedor Versão 1.4 12/03/2014 25/02/2013 SUMÁRIO 1. HISTÓRICO DE ALTERAÇÕES... 3 2. SOBRE ESTE MANUAL... 4 3. SOBRE O MEUCHECKOUT... 4 4. INTEGRAÇÃO VIA POST... 5 5. INTEGRAÇÃO

Leia mais

Dissídio Retroativo. Cálculos INSS, FGTS e geração da SEFIP

Dissídio Retroativo. Cálculos INSS, FGTS e geração da SEFIP Dissídi Retrativ Cálculs INSS, FGTS e geraçã da SEFIP A rtina de Cálcul de Dissídi Retrativ fi reestruturada para atender a legislaçã da Previdência Scial. A rtina de Aument Salarial (GPER200) deve ser

Leia mais

Sistema: Jera Store & Service Versão : 2.5 Release: 2.5.1.928 Banco de Dados: Firebird - Versão: 2.5.3 Data: 05/04/2015

Sistema: Jera Store & Service Versão : 2.5 Release: 2.5.1.928 Banco de Dados: Firebird - Versão: 2.5.3 Data: 05/04/2015 Sistema: Jera Stre & Service Versã : 2.5 Release: 2.5.1.928 Banc de Dads: Firebird - Versã: 2.5.3 Data: 05/04/2015 O sistema cntempla s móduls abaix. Os móduls adicinais (cmercializads a parte) estã destacads:

Leia mais

Versão 1.1.1.3. Descrição do produto, 2009. www.graycell.pt

Versão 1.1.1.3. Descrição do produto, 2009. www.graycell.pt Versã 1.1.1.3 Descriçã d prdut, 2009 www.graycell.pt 1 ENQUADRAMENTO A platafrma ask-it! é uma aplicaçã web-based que permite criar inquérits dinâmics e efectuar a sua dispnibilizaçã n-line. A facilidade

Leia mais

Documentação de Versão Projeto Saúde e Segurança do Trabalho

Documentação de Versão Projeto Saúde e Segurança do Trabalho Prjet Saúde e Segurança d Trabalh DATA: tt/3/yy Pág 1 de 8 ÍNDICE ALTERAÇÕES IMPLEMENTADAS NA VERSÃO 2.2 DO SST... 2 ITENS DE MENU CRIADOS PARA A VERSÃO 2.2... 2 SEGURANÇA... 2 SAÚDE... 2 SAÚDE/AUDIOMETRIA...

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE. Técnicos de Instalação e Manutenção de Edifícios e Sistemas. (TIMs)

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE. Técnicos de Instalação e Manutenção de Edifícios e Sistemas. (TIMs) MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE Técnics de Instalaçã e Manutençã de Edifícis e Sistemas (TIMs) NO SISTEMA INFORMÁTICO DO SISTEMA NACIONAL DE CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA NOS EDIFÍCIOS (SCE) 17/07/2014

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração

Manual de Instalação e Configuração Manual de Instalaçã e Cnfiguraçã Prdut:n-ReleaserEmbedded fr Lexmark Versã 1.2.1 Versã d Dc.:1.0 Autr: Lucas Machad Santini Data: 14/04/2011 Dcument destinad a: Clientes e Revendas Alterad pr: Release

Leia mais

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment de Mercad para Prcediment de Cmercializaçã. Inserid

Leia mais

PROPOSTA DE DESENVOLVIMENTO

PROPOSTA DE DESENVOLVIMENTO R.M. Infrmática Cmérci e Serviç Ltda CNPJ: 04.831.742/0001-10 Av. Rdrig Otávi, 1866, Módul 22 Distrit Industrial - Manaus - AM Tel./Fax (92) 3216-3884 http://www.amaznit.cm.br e-mail: amaznit@amaznit.cm.br

Leia mais

Vensis Associação Vensis ERP Entidades, Sindicatos e Federações.

Vensis Associação Vensis ERP Entidades, Sindicatos e Federações. Vensis Assciaçã Vensis ERP Entidades, Sindicats e Federações. Vensis Assciaçã O Vensis Assciaçã é um sistema desenvlvid para entidades cm sindicats, assciações, federações, fundações e utras de natureza

Leia mais

PROPOSTA TÉCNICA. Curitiba PR http://www.softwar.com.br comercial@softwar.com.br

PROPOSTA TÉCNICA. Curitiba PR http://www.softwar.com.br comercial@softwar.com.br PROPOSTA TÉCNICA Curitiba PR http://www.sftwar.cm.br cmercial@sftwar.cm.br Prpsta Técnica Aderência Prdut desenvlvid especificamente para Cnstrutras e empresas d Setr, utilizand linguagem cnhecid pr prfissinais

Leia mais

Exercícios de Java Aula 17

Exercícios de Java Aula 17 Exercícis de Java Aula 17 Link d curs: http://www.liane.cm/2013/10/curs-java-basic-java-se-gratuit/ 1. Faça um prgrama que peça uma nta, entre zer e dez. Mstre uma mensagem cas valr seja inválid e cntinue

Leia mais

REGULAMENTO DA CAMPANHA DO DIA MUNDIAL DE COMBATE A PÓLIO 2015 1

REGULAMENTO DA CAMPANHA DO DIA MUNDIAL DE COMBATE A PÓLIO 2015 1 REGULAMENTO DA CAMPANHA DO DIA MUNDIAL DE COMBATE A PÓLIO 2015 1 DISPOSIÇÕES GERAIS A campanha d Dia Mundial de Cmbate à Plimielite (também cnhecida cm paralisia infantil), celebrad n dia 24 de utubr,

Leia mais

Processo de envio de e-mail de marketing

Processo de envio de e-mail de marketing Prcess de envi de e-mail de marketing Intrduçã Visand um melhr gerenciament ns prcesss de marketing das empresas, fi desenvlvid uma nva funcinalidade para sistema TCar, que tem pr finalidade realizar envis

Leia mais

SGCT - Sistema de Gerenciamento de Conferências Tecnológicas

SGCT - Sistema de Gerenciamento de Conferências Tecnológicas SGCT - Sistema de Gerenciament de Cnferências Tecnlógicas Versã 1.0 09 de Setembr de 2009 Institut de Cmputaçã - UNICAMP Grup 02 Andre Petris Esteve - 070168 Henrique Baggi - 071139 Rafael Ghussn Can -

Leia mais

1 Acesso ao SIIFSE. 1.1 Homepage do SIIFSE. SIIFSE - Manual do Utilizador QREN. O acesso ao Sistema é efectuado através do endereço siifse.igfse.pt.

1 Acesso ao SIIFSE. 1.1 Homepage do SIIFSE. SIIFSE - Manual do Utilizador QREN. O acesso ao Sistema é efectuado através do endereço siifse.igfse.pt. SIIFSE Manual d Utilizadr QREN Versã 1.0 21 de Dezembr de 2007 SIIFSE - Manual d Utilizadr QREN 1 Acess a SIIFSE 1.1 Hmepage d SIIFSE O acess a Sistema é efectuad através d endereç siifse.igfse.pt. Na

Leia mais

Contabilidade Martins

Contabilidade Martins DOCUMENTOS PARA CONTABILIDADE Visand melhrar nss intercâmbi administrativ e s serviçs prestads pr este escritóri, remetems instruções cm relaçã a sua mvimentaçã mensal, dand ênfase a cntrle de arquivs,

Leia mais

GT-ATER: Aceleração do Transporte de Dados com o Emprego de Redes de Circuitos Dinâmicos. RT3 - Avaliação dos resultados do protótipo

GT-ATER: Aceleração do Transporte de Dados com o Emprego de Redes de Circuitos Dinâmicos. RT3 - Avaliação dos resultados do protótipo GT-ATER: Aceleraçã d Transprte de Dads cm Empreg de Redes de Circuits Dinâmics RT3 - Avaliaçã ds resultads d prtótip Sand Luz Crrêa Kleber Vieira Cards 03/08/2013 1. Apresentaçã d prtótip desenvlvid Nesta

Leia mais

Orientação Módulo: Consulta e Resposta à Notificação

Orientação Módulo: Consulta e Resposta à Notificação Ministéri d Trabalh e Previdência Scial Secretaria de Plíticas de Previdência Scial Departament ds Regimes de Previdência n Serviç Públic Crdenaçã-Geral de Atuária Cntabilidade e Investiments Orientaçã

Leia mais

1 Criando uma conta no EndNote

1 Criando uma conta no EndNote O EndNte Basic (anterirmente cnhecid pr EndNte Web), é um sftware gerenciadr de referências desenvlvid pela Editra Thmsn Reuters. Permite rganizar referências bibligráficas para citaçã em artigs, mngrafias,

Leia mais

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações SAZONALIZAÇÃO DE CONTRATO INICIAL E DE ENERGIA ASSEGURADA PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment de Mercad para

Leia mais

Manual do DEC Domicílio Eletrônico do Contribuinte

Manual do DEC Domicílio Eletrônico do Contribuinte GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA FAZENDA Crdenadria da Administraçã Tributária Diretria Executiva da Administraçã Tributária Manual d DEC Dmicíli Eletrônic d Cntribuinte Manual DEC (dezembr

Leia mais

Supply Chain Game. EXERCÍCIOS PRÁTICOS DE LOGÍSTICA E CADEIA DE SUPRIMENTOS Autor: Prof. Dr. Daniel Bertoli Gonçalves

Supply Chain Game. EXERCÍCIOS PRÁTICOS DE LOGÍSTICA E CADEIA DE SUPRIMENTOS Autor: Prof. Dr. Daniel Bertoli Gonçalves Supply Chain Game EXERCÍCIOS PRÁTICOS DE LOGÍSTICA E CADEIA DE SUPRIMENTOS Autr: Prf. Dr. Daniel Bertli Gnçalves Exercíci Prátic 1 Simuland uma Cadeia e planejand seus estques Lcal: em sala de aula Material

Leia mais

Documentação de Versão Projeto Saúde e Segurança do Trabalho

Documentação de Versão Projeto Saúde e Segurança do Trabalho Dcumentaçã de Versã Prjet Saúde e Segurança d Trabalh DATA: tt/3/yy Pág 1 de 6 ÍNDICE ALTERAÇÕES IMPLEMENTADAS NA VERSÃO 2.1 DO SST... 2 ITENS DE MENU CRIADOS PARA A VERSÃO 2.1... 2 PRESTADOR... 2 CLIENTE...

Leia mais

Event Viewer - Criando um Custom View

Event Viewer - Criando um Custom View Event Viewer - Criand um Custm View Qui, 06 de Nvembr de 2008 18:21 Escrit pr Daniel Dnda Cnhecend Event Viewer Muit imprtante na manutençã e mnitrament de servidres Event Viewer é uma ferramenta que gera

Leia mais

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário MTUR Sistema FISCON Manual d Usuári Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 3. ACESSAR O SISTEMA... 4 4. UTILIZANDO O SISTEMA... 5 4.1. CADASTRAR CONVENENTE... 5 4.2. INSERIR FOTOS DOS CONVÊNIOS...

Leia mais

WEB MANAGER. Conhecendo o Web Manager!

WEB MANAGER. Conhecendo o Web Manager! WEB MANAGER Cnhecend Web Manager! O Web Manager é uma pdersa ferramenta para gestã de Sites, prtais, intranets, extranets e htsites. Cm ela é pssível gerenciar ttalmente seus ambientes web. Integrad ttalmente

Leia mais

Aula 11 Bibliotecas de função

Aula 11 Bibliotecas de função Universidade Federal d Espírit Sant Centr Tecnlógic Departament de Infrmática Prgramaçã Básica de Cmputadres Prf. Vítr E. Silva Suza Aula 11 Biblitecas de funçã 1. Intrduçã À medida que um prgrama cresce

Leia mais

Tutorial de criação de um blog no Blogger

Tutorial de criação de um blog no Blogger Tutrial de criaçã de um blg n Blgger Bem-vind a Blgger! Este guia pde ajudar vcê a se familiarizar cm s recurss principais d Blgger e cmeçar a escrever seu própri blg. Para cmeçar a usar Blgger acesse

Leia mais

Legenda da Mensagem de Resposta à Verificação de Elegibilidade (respostaelegibilidade)

Legenda da Mensagem de Resposta à Verificação de Elegibilidade (respostaelegibilidade) Legenda da Mensagem de Respsta à Verificaçã de Elegibilidade (respstaelegibilidade) Mensagem : Respta à verificaçã de elegibilidade (respstaelegibilidade) - Flux : Operadra para Prestadr Códig da mensagem

Leia mais

Regulamento do programa de bolsas de estudos

Regulamento do programa de bolsas de estudos Regulament d prgrama de blsas de estuds Unidades Ri de Janeir e Sã Paul Data de publicaçã: 13/05/2015 Regulament válid até 30/08/2015 1 1. Sbre prgrama Através de um prcess seletiv, prgrama de blsas de

Leia mais

Mais segurança para sua empresa conceder crédito a consumidores.

Mais segurança para sua empresa conceder crédito a consumidores. 909 SCPC/SERVIÇO E PROTEÇÃO (SCPC) Mais segurança para sua empresa cnceder crédit a cnsumidres. O SCPC frnece infrmações restritivas de td Brasil para auxiliar a sua empresa a avaliar cnsumidres e realizar

Leia mais

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações SAZONALIZAÇAO DE CONTRATO DE LEILÃO DE VENDA EDITAL DE LEILÃO Nº 001 / 2002 - MAE PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment

Leia mais

1. Objetivo: Lançar novo produto para bloqueio do veículo via celular GSM e rastreador GSM com localização por GPS.

1. Objetivo: Lançar novo produto para bloqueio do veículo via celular GSM e rastreador GSM com localização por GPS. Históric de Revisões Revisã Data Descriçã da Revisã Mtiv da Revisã 11 20/08/09 Ajustes de hardware dispar Sirene PST 12 14/11/09 AJUSTES SOFTWARE 13 25/11/09 Ajustes de hardware, falha n mdul GSM na trca

Leia mais

METAS DE COMPREENSÃO:

METAS DE COMPREENSÃO: 1. TÓPICO GERADOR: Vivend n sécul XXI e pensand n futur. 2. METAS DE COMPREENSÃO: Essa atividade deverá ter cm meta que s aluns cmpreendam: cm se cnstrói saber científic; cm as áreas d saber estã inter-relacinadas

Leia mais

BANKSYNC ALGORITMO PARA GERAÇÃO DO CÓDIGO DE BARRAS (DLL)

BANKSYNC ALGORITMO PARA GERAÇÃO DO CÓDIGO DE BARRAS (DLL) OBJETIVO O algritm para geraçã d códig de barras (dll) utilizad n SAP Business One (SBO) deve ser instalad e cnfigurad adequadamente para pssibilitar a visualizaçã e impressã de blets lcalmente, assim

Leia mais

Âmbito do Documento. Modelo de Comunicação. Modelo de Comunicação. Prescrição Eletrónica Médica - Aplicação

Âmbito do Documento. Modelo de Comunicação. Modelo de Comunicação. Prescrição Eletrónica Médica - Aplicação Mdel de Cmunicaçã Prescriçã Eletrónica Médica - Aplicaçã Âmbit d Dcument O presente dcument traduz mdel de cmunicaçã entre Centr de Suprte da SPMS e clientes da aplicaçã de Prescriçã Eletrónica Médica

Leia mais

Copyright 1999-2006 GrupoPIE Portugal, S.A. Manual Utilizador

Copyright 1999-2006 GrupoPIE Portugal, S.A. Manual Utilizador Reprts Relatóris à sua Medida Reprts Cpyright 1999-2006 GrupPIE Prtugal, S.A. Reprts 1. WinREST Reprts...5 1.1. Licença...6 1.2. Linguagem...7 1.3. Lgin...7 1.4. Página Web...8 2. Empresas...9 2.1. Cm

Leia mais

Os novos usos da tecnologia da informação nas empresas Sistemas de Informação

Os novos usos da tecnologia da informação nas empresas Sistemas de Informação Os nvs uss da tecnlgia da infrmaçã nas empresas Sistemas de Infrmaçã Prf. Marcel da Silveira Siedler siedler@gmail.cm SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS Planejament

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO - DIVULGAÇÃO DE PESSOAS E OBJETOS

MANUAL DO USUÁRIO - DIVULGAÇÃO DE PESSOAS E OBJETOS SISTEMA DE INFORMAÇÃO E GESTÃO INTEGRADA POLICIAL Elabrad: Equipe SAG Revisad: Aprvad: Referencia: Help_Online_Divulgaçã_Pessas_Objets.d c Versã: 01.00 Data: 27/08/2008 Data: 10/10/2008 Data: A autenticaçã

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE N prcess de renvaçã de matrículas para an lectiv 2008/2009, e na sequência d plan de melhria cntínua ds serviçs a dispnibilizar as aluns, IPVC ferece, pela

Leia mais

Microsoft Live Meeting 2007 Como Gravar uma Reunião

Microsoft Live Meeting 2007 Como Gravar uma Reunião M A N U A L D O A D M I N I S T R A D O R Micrsft Live Meeting 2007 Cm Gravar uma Reuniã O Micrsft Office Live Meeting ferece um recurs de gravaçã que lhe permite capturar td pressinament de teclas, slides

Leia mais

SUGESTÃO DE INTEGRAÇÃO MÍNIMA

SUGESTÃO DE INTEGRAÇÃO MÍNIMA SUGESTÃO DE INTEGRAÇÃO MÍNIMA Autr: Thiag Alipi Índice 1. Cm criar um nv prdut... 3 Exempls de códigs C# para integraçã... 4 2. Cm criar un nv SKU... 4 Exempls de códigs C# para integraçã... 5 3. Integrações

Leia mais