IGREJA RENOVADORA CRISTÃ CNPJ/MF N. º / RUA HARMONIA, 670 VILA MADALENA SÃO PAULO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "IGREJA RENOVADORA CRISTÃ CNPJ/MF N. º 54.535.315/0001 62 RUA HARMONIA, 670 VILA MADALENA SÃO PAULO"

Transcrição

1 IGREJA RENOVADORA CRISTÃ CNPJ/MF N. º / RUA HARMONIA, 670 VILA MADALENA SÃO PAULO ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA Aos 29 dias do mês de Janeiro de 2006, reuniram-se em Assembléia Geral Ordinária os membros da Igreja Renovadora Cristã, cujas assinaturas constam em livro próprio, situada na Rua Harmonia, 670, Vila Madalena, São Paulo, Capital. Atendendo a convocação expedida pela Diretoria Administrativa, realizou-se a reunião na sede administrativa, às 19:00 horas, tendo em vista o quorum suficiente no horário estipulado. Sob a proteção de Deus foi instalada a Assembléia Geral Ordinária, tendo sido designado para secretariar os trabalhos o Irmão. (Foi lida a Ordem do Dia e colocado em pauta o seu item a) Aprovação das Contas do Exercício de 2005; b) Preenchimentos de cargos na Diretoria e no Conselho Fiscal; c) Parecer do Conselho Fiscal; d) Relatório de Atividades Relativos ao período de 1º de Janeiro a 31 de Dezembro de A seguir, como ninguém mais quisesse fazer uso da palavra, o Presidente deu por encerrado os trabalhos, lavrando-se a presente ata. São Paulo, 29 de Janeiro de 2006 Sérgio Benes Presidente

2 Ordem do Dia: (Item a) Aprovação das Contas do Exercício de 2005; b) Preenchimentos de cargos na Diretoria e no Conselho Fiscal; c) Parecer do Conselho Fiscal; d) Relatório de Atividades Relativos ao período de: 1º de Janeiro a 31 de Dezembro de BALANÇO ECONÔMICO, FINANCEIRO E PATRIMONIAL Igreja-Sede em Vila Madalena Ativo Circulante / Receitas R$ (+) Contribuições Voluntárias em ,85 Rendimento de Aplicações Financeiras 929 Estoques de Hinários e Véus Saldo Anterior da Conta Construção e Conservação ,32 Saldo Anterior da Conta Despesas Gerais 1.194,07 Total do Ativo Circulante R$ Ativo Permanente / Imobilizado R$ (+) Imobilizado / Valor Venal do Imóvel Próprio (Base PTU) ,00 Móveis, Máquinas, Equipamentos, Instrumentos 8.057,90 Patente Proteção Jurídica do Nome da Igreja Renovadora Cristã 8.245,30 Total de Imobilizados ,20 Total de Ativos / Patrimônio Líquido R$ Passivo / Despesas Operacionais R$ (-) Aquisição de Materiais de Construção e Conservação 3.019,88 Aquisição de Materiais de Limpeza e Higienização 247,10 Aquisição de Ventiladores 1.080,00 Aquisição de Véus 100,00 Consumo de Água e Tratamento de Esgoto AUMENTO DE 50%! 915,52 Consumo de Energia Elétrica 1.520,58 Cópias e Publicações 183,61 Emolumentos, Impostos, Taxas, Tributos 1.152,37 Recarga de Extintores 100,00 Total das Despesas Gerais em 2005 R$ 8.319,06 Resultado Líquido em 31 de Dezembro de 2005 R$... (=) Saldo da Conta Construção & Conservação Saldo da Conta Despesas Gerais Valor total a ser transportado para o exercício de 2006 R$

3 3 DEMONSTRATIVO DE RESULTADOS DAS SUBSEDES Jardim da Luz Embu Saldo Anterior R$ 2.237,93 Contribuições Voluntárias em 2005 R$ 798,00 Rendimento de Aplicações Financeiras (Incluído Parque Pinheiros) R$ 140,99 Despesas Gerais em 2005 R$ 1.052,22 Saldo em Jardim da Luz a ser Transportado para 2006 R$ 2.124,70 Ativo Permanente (Móveis e Equipamentos) R$ 1.375,00 Imobilizado = Valor Venal do Imóvel Próprio (Baseado no IPTU) R$ 3.880,38 Total de Ativos / Patrimônio Líquido em 31/12/2005 R$ 7.380,08 Parque Pinheiros Taboão da Serra Saldo Anterior R$ 80,46 Contribuições Voluntárias em 2005 R$ 1.898,00 Despesas Gerais em 2005 R$ 1.827,42 Saldo em Parque Pinheiros a ser Transportado para 2006 R$ 151,04 Ativo Permanente (Móveis, Instrumentos e Equipamentos) R$ 2.225,00 Imobilizado = Valor Venal do Imóvel Próprio (Baseado no IPTU) R$ ,93 Total de Ativos / Patrimônio Líquido em 31/12/2005 R$ ,97 São Joaquim de Bicas Minas Gerais Saldo anterior R$ 276,43 Contribuições Voluntárias em 2005 R$ 860,52 Despesas Gerais em R$ 486,95 Saldo em São Joaquim de Bicas a ser Transportado para 2006 R$ 650,00 Ativo Permanente (Móveis, Instrumentos e Equipamentos) R$ 2.225,00 Imobilizado = Valor Venal do Imóvel Próprio em Minas Gerais R$ ,00 Total de Ativos / Patrimônio Líquido em 31/12/2005 R$ ,43 Vila Penteado SP Saldo Anterior R$ 7,19 Contribuições Voluntárias em 2005 R$ 1.931,00 Despesas Gerais em 2005 R$ 1.359,93 Saldo em Vila Penteado (Itaberaba) a ser Transportado para 2006 R$ 578,26 Ativo Permanente (Móveis, Instrumentos e Equipamentos) R$ 2.530,00 Imobilizado = Valor Venal do Imóvel Próprio (Baseado no IPTU) R$ ,00 Total de Ativos / Patrimônio Líquido em 31/12/2005 R$ ,19

4 4 ELEIÇÃO PARCIAL DE DIRETORIA E CONSELHO FISCAL Foram apresentados e eleitos para preenchimento e ocupação voluntária de cargos na Igreja Renovadora Cristã, cujos mandatos vigerá de 29 de Janeiro de 2006 até 29 de Janeiro de 2010, os seguintes membros : DIRETORIA ADMINISTRATIVA Titular Suplente Anicácio Muniz Vice- CONSELHO FISCAL Titular Edésio Almeida Marques Conselho Fiscal PARECER DO CONSELHO FISCAL Os membros do Conselho Fiscal da Igreja Renovadora Cristã analisaram os documentos fiscais e os lançamentos contábeis relativos ao período de 1º de Janeiro a 31 de Dezembro de Foram encontrados formalmente em ordem os documentos e os respectivos registros a crédito e a débito. A prestação de contas foi aprovada com louvor, podendo ser submetida à deliberação pela Assembléia Geral Ordinária. São Paulo, 29 de Janeiro de Os Conselheiros Fiscais João Batista Muniz / Luciano Cita Lucas/ Edésio Almeida Marques

5 5 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES Ações Relevantes em 2005 Confeccionamos encosto para os bancos da Igreja em São Joaquim de Bicas MG Promovemos uma reforma na igreja Sede, Instalando abrigo no hall de entrada, executamos a pintura externa e a troca parcial do piso cerâmico revestimos a fachada com pintura texturizada, contando com a contribuição financeira da irmandade. Reeleição da diretoria administrativa para gestão de mais 5 anos, por ocasião da assembléia geral realizada em 30/01/2005. Aquisição e instalação respectiva de ventiladores, para igreja sede em Vila Madalena e Vila Penteado (Itaberaba), para conforto da irmandade, bem estar e cumprimento da legislação Falecimento do irmão mais antigo do ministério da igreja Aldo Ferretti (zeloso da doutrina) com louvor, pela pregação da palavra até quase 96 anos de idade. Publicação de documentário auto biografia pertencente à Igreja Renovadora Cristã, denominado TESTEMUNHO, relatando com louvor a trajetória espiritual do saudoso irmão Aldo Ferretti; distribuído a toda irmandade, familiares e interessados. Culto de avivamento realizado em Vila Penteado, 26/05/2005 com louvor, cujo encerramento ressaltou a utilização permanente da sede própria naquela localidade, contribuindo para firme seguimento dos respectivos trabalhos. Planejamento para definições e preenchimento de cargos da diretoria administrativa, bem como do conselho fiscal. Execução do serviço de pintura e manutenção predial para conservação da Igreja sede de Vila Madalena. Na última Reunião Ministerial do ano de 2005 foi apresentado em oração e confirmado pelo Senhor o Irmão Tomé Furtado Filho como Presbítero da Igreja, o qual passou a integrar o corpo de imãos que podem se manifestar nas orações consultivas que o Ministério faz ao Senhor. São Paulo, 29 de Janeiro de 2006 A Diretoria Administrativa Sérgio Benes Presidente Ernesto Ferreira Geraldes Tesoureiro

TERMO DE ADESÃO - SERVIÇOS VOLUNTÁRIOS

TERMO DE ADESÃO - SERVIÇOS VOLUNTÁRIOS TERMO DE ADESÃO - SERVIÇOS VOLUNTÁRIOS Por este instrumento particular, com fundamento na Lei Federal Nº 9.608 de Fevereiro de 1998 e na Lei Estadual Nº 10.335, de 30 de Junho de 1999, de um lado, a Igreja

Leia mais

IGREJA RENOVADORA CRISTÃ

IGREJA RENOVADORA CRISTÃ IGREJA RENOVADORA CRISTÃ CGC 54.535.315 / 0001-62 COORDENADORIA DE MANUTENÇÃO E INSTALAÇÕES APRESENTAÇÃO - ORIGEM E ATRIBUIÇÕES MANUAL DE PROCEDIMENTOS - SERVIÇOS VOLUNTÁRIOS - SERVIÇOS CONTRATADOS Distribuição

Leia mais

LOJAS AMERICANAS S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF. 33.014.556/0001-96 NIRE 3330002817.0

LOJAS AMERICANAS S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF. 33.014.556/0001-96 NIRE 3330002817.0 LOJAS AMERICANAS S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF. 33.014.556/0001-96 NIRE 3330002817.0 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DE LOJAS AMERICANAS S.A. REALIZADA EM 11 DE MARÇO DE 2014, ÀS 10:00 H. I.

Leia mais

11 MODELO DE PLANO DE CONTAS

11 MODELO DE PLANO DE CONTAS 11 MODELO DE PLANO DE CONTAS Apresentamos a seguir uma sugestão de plano de contas, para as empresas de construção civil, utilizável também por aquelas que trabalham com obras por empreitada MODELO DE

Leia mais

Balancete Analítico (Valores em Reais)

Balancete Analítico (Valores em Reais) 00001 10000 100000000000000 ATIVO 88.042,15 3.922.056,24 3.891.880,30 118.218,09 11000 110000000000000 ATIVO CIRCULANTE 35.964,33 3.917.262,56 3.891.880,30 61.346,59 11100 110100000000000 DISPONIVEL 734,67

Leia mais

Relatório dos principais pontos relevantes a respeito das Demonstrações Contábeis do Exercício Social de 2007.

Relatório dos principais pontos relevantes a respeito das Demonstrações Contábeis do Exercício Social de 2007. Relatório dos principais pontos relevantes a respeito das Demonstrações Contábeis do Exercício Social de 2007. Srs. Diretores, Membros do Conselho Fiscal e Deliberativo da CAC, Submetemos à apreciação

Leia mais

SUGESTÃO DE ROTEIRO PARA A REALIZAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA EM COOPERATIVAS

SUGESTÃO DE ROTEIRO PARA A REALIZAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA EM COOPERATIVAS SUGESTÃO DE ROTEIRO PARA A REALIZAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA EM COOPERATIVAS ABERTURA Pessoa da cooperativa que não fará parte da mesa verifica o número de associados presentes certificando o quorum

Leia mais

Contabilidade Básica Prof. Jackson Luis Oshiro joshiro@ibest.com.br Conceito Conta Nome dado aos componentes patrimoniais (bens, direitos, obrigações e Patrimônio Líquido) e aos elementos de resultado

Leia mais

Centro de Ciências Empresariais e Sociais Aplicadas CCESA. Bacharelado em Ciências Contábeis CONTABILIDADE GERAL. Profª. Cristiane Yoshimura

Centro de Ciências Empresariais e Sociais Aplicadas CCESA. Bacharelado em Ciências Contábeis CONTABILIDADE GERAL. Profª. Cristiane Yoshimura Centro de Ciências Empresariais e Sociais Aplicadas CCESA Bacharelado em Ciências Contábeis CONTABILIDADE GERAL Profª. Cristiane Yoshimura 2013 CONTABILIZAÇÃO DAS CONTAS PATRIMONIAIS DÉBITO E CRÉDITO RAZONETE

Leia mais

Ilmos. Senhores - Diretores e Acionistas da LINK S/A CORRETORA DE CÂMBIO, TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS

Ilmos. Senhores - Diretores e Acionistas da LINK S/A CORRETORA DE CÂMBIO, TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS A-PDF MERGER DEMO PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES São Paulo,04 de agosto de 2006. Ilmos. Senhores - es e Acionistas da LINK S/A CORRETORA DE CÂMBIO, TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS 1. Examinamos os balanços

Leia mais

Resumo Aula-tema 04: Dinâmica Funcional

Resumo Aula-tema 04: Dinâmica Funcional Resumo Aula-tema 04: Dinâmica Funcional O tamanho que a micro ou pequena empresa assumirá, dentro, é claro, dos limites legais de faturamento estipulados pela legislação para um ME ou EPP, dependerá do

Leia mais

1.1.2.07.001 Empréstimos a empregados 1.1.2.07.002 Empréstimos a terceiros 1.1.2.08 Tributos a Compensar 1.1.2.08.001 IR Retido na Fonte a Compensar

1.1.2.07.001 Empréstimos a empregados 1.1.2.07.002 Empréstimos a terceiros 1.1.2.08 Tributos a Compensar 1.1.2.08.001 IR Retido na Fonte a Compensar A seguir um modelo de Plano de Contas que poderá ser utilizado por empresas comerciais, industriais e prestadoras de serviços, com as devidas adaptações: 1 Ativo 1.1 Ativo Circulante 1.1.1 Disponível 1.1.1.01

Leia mais

2004 78 52.164 4.897 13 47.254 38.474 7.531 1.249 28 28 52.270 48 7 41 68.125. Receitas. Despesas 75.017 19.369 26.261) 15.903) 16.

2004 78 52.164 4.897 13 47.254 38.474 7.531 1.249 28 28 52.270 48 7 41 68.125. Receitas. Despesas 75.017 19.369 26.261) 15.903) 16. 7,7% 7,% 6,17% 31 DE DEZEMBRO DE ATIVO DISPONÍVEL REALIZÁVEL Operações com Participantes PERMANENTE Imobilizado TOTAL DO ATIVO PASSIVO EXIGÍVEL OPERACIONAL EXIGÍVEL ATUARIAL PROVISÕES MATEMÁTICAS Benefícios

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA LOCAÇÃO DE IMÓVEL Nº 001/2015

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA LOCAÇÃO DE IMÓVEL Nº 001/2015 Página 1 de 5 EDITAL DE CHAMAMENTO A COMPANHIA POTIGUAR DE GÁS (POTIGÁS), por intermédio da sua Diretoria Executiva, na forma das disposições contidas no artigo 24, inciso X, da Lei 8.666/93 e alterações

Leia mais

SIND-UFLA SIND. TEC. ADM. EDUC. INSTIUIÇÕES FED. DE ENSINO DE LAVRAS BALANÇO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31/12/2014 A T I V O

SIND-UFLA SIND. TEC. ADM. EDUC. INSTIUIÇÕES FED. DE ENSINO DE LAVRAS BALANÇO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31/12/2014 A T I V O SIND-UFLA SIND. TEC. ADM. EDUC. INSTIUIÇÕES FED. DE ENSINO DE BALANÇO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31/12/2014 ATIVO CIRCULANTE A T I V O DISPONIVEL Banco c/ Movimento 10.043,15 10.043,15 OUTROS CRÉDITOS Adiantamentos

Leia mais

ESTATUTO MODELO DE ORGANIZAÇÃO DA SOCIEDADE CIVIL DE INTERESSE PÚBLICO - OSCI P. Capítulo I DA DENOMINAÇÃO, SEDE E FINS

ESTATUTO MODELO DE ORGANIZAÇÃO DA SOCIEDADE CIVIL DE INTERESSE PÚBLICO - OSCI P. Capítulo I DA DENOMINAÇÃO, SEDE E FINS ESTATUTO MODELO DE ORGANIZAÇÃO DA SOCIEDADE CIVIL DE INTERESSE PÚBLICO - OSCI P Legenda: Texto em negrito: cláusulas que devem necessariamente constar do estatuto, por força da Lei nº 9.790/99 Texto em

Leia mais

MODELOS DE DOCUMENTOS CONDOMINIAIS

MODELOS DE DOCUMENTOS CONDOMINIAIS MODELOS DE DOCUMENTOS CONDOMINIAIS ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DO CONDOMÍNIO EDIFÍCIO. Aos dias do mês de de, reuniram-se em Assembléia Geral (Ordinária ou Extraordinária) os Senhores Condôminos

Leia mais

Prefeitura Municipal de São José da Lapa

Prefeitura Municipal de São José da Lapa Estado de Minas Gerais Demostração das Variações Patrimoniais - Anexo 15 - Lei 4.320/64 ENTIDADE: 000 - CONSOLIDADO lilian@sonner.com.br 30-03-2015 13:44:25 400000000 VARIAÇÃO PATRIMONIAL AUMENTATIVA 300000000

Leia mais

MODELO DE ESTATUTO DA ASSOCIAÇÃO

MODELO DE ESTATUTO DA ASSOCIAÇÃO MODELO DE ESTATUTO DA ASSOCIAÇÃO ESTATUTO DA ASSOCIAÇÃO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO, SEDE E FINS Art.1 o - A (o) também designada (o) pela sigla, (se usar sigla), fundada (o) em de de é uma associação, sem

Leia mais

Contabilidade Básica

Contabilidade Básica Contabilidade Básica 2. Por Humberto Lucena 2.1 Conceito O Patrimônio, sendo o objeto da Contabilidade, define-se como o conjunto formado pelos bens, pelos direitos e pelas obrigações pertencentes a uma

Leia mais

Maratona Fiscal ISS Contabilidade geral

Maratona Fiscal ISS Contabilidade geral Maratona Fiscal ISS Contabilidade geral 1. Em relação ao princípio contábil da Competência, é correto afirmar que (A) o reconhecimento de despesas deve ser efetuado quando houver o efetivo desembolso financeiro

Leia mais

CISÃO PARCIAL DE ENTIDADES SEM FINS LUCRATIVOS - ASPECTOS CONTÁBEIS E TRIBUTÁRIOS

CISÃO PARCIAL DE ENTIDADES SEM FINS LUCRATIVOS - ASPECTOS CONTÁBEIS E TRIBUTÁRIOS CISÃO PARCIAL DE ENTIDADES SEM FINS LUCRATIVOS - ASPECTOS CONTÁBEIS E TRIBUTÁRIOS Por Ivan Pinto A cisão de uma Entidade sem Fins Lucrativos não implica na extinção da entidade cindida, uma vez que a própria

Leia mais

CREFITO/MT Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional 9ª Região CNPJ: 00.577.473/0001-56

CREFITO/MT Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional 9ª Região CNPJ: 00.577.473/0001-56 Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional 9ª Região CNPJ: 00.577.473/0001-56 Balancete Conta Anterior Débitos Créditos 1 - ATIVO 1.474.008,93D 717.680,43 804.036,65 1.387.652,71D 1.1 - ATIVO

Leia mais

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL SIMPLIFICADA PARA MICROEMPRESA E EMPRESA DE PEQUENO PORTE

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL SIMPLIFICADA PARA MICROEMPRESA E EMPRESA DE PEQUENO PORTE TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL SIMPLIFICADA PARA MICROEMPRESA E EMPRESA DE PEQUENO PORTE ORIENTAÇÕES RECEBIDAS DO FÓRUM PERMANENTE DAS MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE,

Leia mais

ECF - Lucro Real - Regras Gerais e Preenchimento. 1. Tela inicial da ECF... 3. 2. Visualização dos dados da ECF... 3

ECF - Lucro Real - Regras Gerais e Preenchimento. 1. Tela inicial da ECF... 3. 2. Visualização dos dados da ECF... 3 ECF - Lucro Real - Regras Gerais e Preenchimento 1. Tela inicial da ECF... 3 2. Visualização dos dados da ECF... 3 3. Bloco 0 - Abertura e Identificação... 4 3.1 Registro 0000 - Abertura do Arquivo Digital

Leia mais

1-DEMONSTRATIVOS CONTÁBEIS BÁSICOS 1.1 OBJETIVO E CONTEÚDO

1-DEMONSTRATIVOS CONTÁBEIS BÁSICOS 1.1 OBJETIVO E CONTEÚDO 2 -DEMONSTRATIVOS CONTÁBEIS BÁSICOS. OBJETIVO E CONTEÚDO Os objetivos da Análise das Demonstrações Contábeis podem ser variados. Cada grupo de usuários pode ter objetivos específicos para analisar as Demonstrações

Leia mais

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários ESTATUTO DA LIGA GERIATRIA E GERONTOLOGIA - LIG Capítulo I - Da Natureza e Finalidade ART. 1º - A LIGA DE GERIATRIA E GERONTOLOGIA é uma entidade sem fins lucrativos, com duração ilimitada, sob a supervisão

Leia mais

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários ESTATUTO DA LIGA ACADÊMICA DE ESPORTES E SAÚDE - LIES Capítulo I - Da Natureza e Finalidade ART. 1º - A Liga Acadêmica de Esportes e Saúde é uma entidade sem fins lucrativos, com duração ilimitada, sob

Leia mais

TOTAL DO ATIVO 1.301.046,51D

TOTAL DO ATIVO 1.301.046,51D BALANÇO PATRIMONIAL EXERCÍCIO DE 2012 CNPJ: 14.366.116/0001-53 Pag.: 0001 A T I V O ATIVO CIRCULANTE 171.980,84D CAIXA Caixa 2.166,79D BANCOS CONTA MOVIMENTO Caixa Econômica Federal 33.782,99D Banco Santander

Leia mais

ESTRUTURA DO BALANÇO PATRIMONIAL

ESTRUTURA DO BALANÇO PATRIMONIAL ESTRUTURA DO BALANÇO PATRIMONIAL Introdução Já sabemos que o Patrimônio é objeto da contabilidade, na qual representa o conjunto de bens, diretos e obrigações. Esta definição é muito importante estar claro

Leia mais

ELETROPAULO METROPOLITANA ELETRICIDADE DE SÃO PAULO S.A. NIRE 35.300.050.274 CNPJ/MF n 61.695.227/0001-93

ELETROPAULO METROPOLITANA ELETRICIDADE DE SÃO PAULO S.A. NIRE 35.300.050.274 CNPJ/MF n 61.695.227/0001-93 ELETROPAULO METROPOLITANA ELETRICIDADE DE SÃO PAULO S.A. NIRE 35.300.050.274 CNPJ/MF n 61.695.227/0001-93 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 03 DE JULHO DE 2013 1. DATA, HORA E LOCAL:

Leia mais

CONTABILIDADE: DEMONSTRAÇÃO DE LUCROS OU PREJUÍZOS ACUMULADOS (DLPA) PROCEDIMENTOS

CONTABILIDADE: DEMONSTRAÇÃO DE LUCROS OU PREJUÍZOS ACUMULADOS (DLPA) PROCEDIMENTOS CONTABILIDADE: DEMONSTRAÇÃO DE LUCROS OU PREJUÍZOS ACUMULADOS (DLPA) PROCEDIMENTOS SUMÁRIO 1. Considerações Iniciais 2. Demonstração de Lucros ou Prejuízos Acumulados (DLPA) na Lei das S.A. 3. Demonstração

Leia mais

E S P E C I F I C A Ç Õ E S

E S P E C I F I C A Ç Õ E S E S P E C I F I C A Ç Õ E S 1) DO OBJETO: É objeto da presente licitação, a contratação de empresa para Prestação de Serviço de Auditoria externa (independente), compreendendo: 1.1 Auditoria dos registros

Leia mais

CEMEPE INVESTIMENTOS S/A

CEMEPE INVESTIMENTOS S/A CEMEPE INVESTIMENTOS S/A RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO Senhores Acionistas, Em cumprimento às disposições legais e estatutárias, submetemos à apreciação de V.Sas. as demonstrações contábeis do exercício encerrado

Leia mais

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONTRAÇÕES CONTÁBEIS FINDAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONTRAÇÕES CONTÁBEIS FINDAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONTRAÇÕES CONTÁBEIS FINDAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 NOTA 01- Contexto Operacional: SIMPROEL Sindicato Municipal dos Profissionais em Educação de Lages - SC Fundado em 17/12/1997,

Leia mais

Cemig Geração e Transmissão S.A. CNPJ 06.981.176/0001-58 NIRE 31300020550

Cemig Geração e Transmissão S.A. CNPJ 06.981.176/0001-58 NIRE 31300020550 Cemig Geração e Transmissão S.A. CNPJ 06.981.176/0001-58 NIRE 31300020550 ASSEMBLEIA GERAL DE DEBENTURISTAS DA TERCEIRA EMISSÃO DE DEBÊNTURES SIMPLES, NÃO CONVERSÍVEIS EM AÇÕES, DA ESPÉCIE QUIROGRAFÁRIA,

Leia mais

IGREJA EPISCOPAL ANGLICANA DO BRASIL

IGREJA EPISCOPAL ANGLICANA DO BRASIL SEGUE ABAIXO QUADRO COMPARATIVO ENTRE ESTATUTO ANTIGO E ESTATUTO NOVO DA PAULO ESTATUTO ANTIGO 2009 Conforme Assembleia Geral Extraordinária 16/05/2008 ARTIGO 1- NOME E NATUREZA DA IGREJA A Igreja Anglicana

Leia mais

CAU - PR Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Paraná CNPJ: 14.804.099/0001-99

CAU - PR Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Paraná CNPJ: 14.804.099/0001-99 Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Paraná CNPJ: 14.804.099/0001-99 Balanço Patrimonial ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE Especificação CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA CRÉDITOS A CURTO PRAZO Atual

Leia mais

Net São José do Rio Preto Ltda. Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil em 30 de Setembro de 2009 para fins de incorporação

Net São José do Rio Preto Ltda. Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil em 30 de Setembro de 2009 para fins de incorporação Laudo de avaliação do patrimônio líquido contábil em 30 de Setembro de 2009 1. Globalconsulting Assessoria Contábil Ltda., empresa devidamente inscrita no Conselho Regional de Contabilidade de São Paulo

Leia mais

REVISÃO 21 RELAÇÃO DE DOCUMENTOS - RENOVAÇÃO QUALIFICAÇÃO TÉCNICA PASTA AMARELA

REVISÃO 21 RELAÇÃO DE DOCUMENTOS - RENOVAÇÃO QUALIFICAÇÃO TÉCNICA PASTA AMARELA REVISÃO 21 RELAÇÃO DE DOCUMENTOS - RENOVAÇÃO QUALIFICAÇÃO TÉCNICA PASTA AMARELA 1. Na renovação a empresa deverá informar, por escrito, se houve ou não alteração dos documentos de Qualificação Técnica

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CIA CAT. DE ÁGUAS E SANEAMENTO - CASAN Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CIA CAT. DE ÁGUAS E SANEAMENTO - CASAN Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Fluxo de Caixa 6 Demonstração das Mutações

Leia mais

DILLON S.A. DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS. CNPJ -33.851.064/0001-55

DILLON S.A. DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS. CNPJ -33.851.064/0001-55 DILLON S.A. DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS. BALANÇO PATRIMONIAL FINDO EM 31/12/2011 E 2010 EM R$ Mil A T I V O 31/12/2011 31/12/2010 ATIVO CIRCULANTE 2.888 3.606 DISPONIBILIDADE 1.105 1.213

Leia mais

Comparativo da Despesa Paga

Comparativo da Despesa Paga Conselho Regional de Medicina Veterinária de MS CN: 03.981.172/0001-81 Comparativo da Paga Período: 01/01/2014 a 31/12/2014 CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 4.933.457,03 2.276.488,44 DESPESAS CORRENTES 3.390.110,50

Leia mais

UNIMED VALE DO SÃO FRANCISCO COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO LTDA Rua do Coliseu nº 123 Centro Petrolina-PE CEP 56.

UNIMED VALE DO SÃO FRANCISCO COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO LTDA Rua do Coliseu nº 123 Centro Petrolina-PE CEP 56. UNIMED VALE DO SÃO FRANCISCO COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO LTDA Rua do Coliseu nº 123 Centro Petrolina-PE CEP 56.302-390 CNPJ (MF) 40.853.020/0001-20 BALANÇO PATRIMONIAL EM 31.12.2007 Mutações Capital

Leia mais

Etapas para a elaboração do Balanço Patrimonial e consequentemente, das Demonstrações Financeiras.

Etapas para a elaboração do Balanço Patrimonial e consequentemente, das Demonstrações Financeiras. Etapas para a elaboração do Balanço Patrimonial e consequentemente, das Demonstrações Financeiras. Prof. MSc. Wilson Alberto Zappa Hoog Resumo: Apresenta-se uma breve análise sobre as vinte etapas para

Leia mais

Balancete. Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Piauí CNPJ: 14.882.936/0001-06. Créditos. Conta. Página:1/24

Balancete. Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Piauí CNPJ: 14.882.936/0001-06. Créditos. Conta. Página:1/24 Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Piauí CNPJ: 14.882.936/0001-06 Balancete Período: 01/05/2015 a 31/05/2015 Conta Anterior Débitos Créditos 1 - ATIVO 660.339,65D 383.449,46 379.045,53 664.743,58D

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO HOSPITAL MATERNO INFANTIL PRESIDENTE VARGAS. Capítulo I Da denominação e sede

REGIMENTO INTERNO DA ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO HOSPITAL MATERNO INFANTIL PRESIDENTE VARGAS. Capítulo I Da denominação e sede REGIMENTO INTERNO DA ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO HOSPITAL MATERNO INFANTIL PRESIDENTE VARGAS Capítulo I Da denominação e sede Art. 1º A Associação dos Amigos do Hospital Materno-Infantil Presidente Vargas,

Leia mais

Estatutos da Associação Cecília e João (ACJ)

Estatutos da Associação Cecília e João (ACJ) Estatutos da Associação Cecília e João (ACJ) Capítulo I Da Associação Art. 1º - A Associação Cecília e João (ACJ), entidade de personalidade jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, com sede em

Leia mais

ÇÕ ÇÕ 23 Á ÇÕ ÇÕ 25 ÇÕ ÇÕ 27 Á ÇÕ TOUCH BARRA COMÉRCIO DE RELÓGIOS E ACESSÓRIOS LT- DA. CNPJ/MF nº 14.337.959/0001-21 - NIRE nº 3320908176-4 ATA DE REUNIÃO DOS SÓCIOS. 1. Data, Hora e Local: 01/01/13,

Leia mais

www.editoraatlas.com.br

www.editoraatlas.com.br www.editoraatlas.com.br 6278curva.indd 1 04/04/2011 11:11:12 Equipe de Professores da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP Contabilidade Introdutória Manual do Professor Coordenação

Leia mais

Curso Extensivo de Contabilidade Geral

Curso Extensivo de Contabilidade Geral Curso Extensivo de Contabilidade Geral Adelino Correia 4ª Edição Enfoque claro, didático e objetivo Atualizado de acordo com a Lei 11638/07 Inúmeros exercícios de concursos anteriores com gabarito Inclui

Leia mais

ATIVO Nota 2012 2011 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO Nota 2012 2011 CIRCULANTE CIRCULANTE

ATIVO Nota 2012 2011 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO Nota 2012 2011 CIRCULANTE CIRCULANTE QUADRO I BALANÇOS PATRIMONIAIS ATIVO Nota 2012 2011 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO Nota 2012 2011 CIRCULANTE CIRCULANTE Caixa e equivalentes de caixa 4 2.630.185 2.070.467 Fornecedores 115.915 76.688 Contas

Leia mais

CORE/SE Conselho Regional dos Representantes Comerciais no Estado de Sergipe CNPJ: 13.044.524/0001-26

CORE/SE Conselho Regional dos Representantes Comerciais no Estado de Sergipe CNPJ: 13.044.524/0001-26 Conselho Regional dos Representantes Comerciais no Estado de Sergipe CNPJ: 13.044.524/0001-26 Balancete Conta Anterior Débitos Créditos 1 - ATIVO 614.264,79D 336.216,98 106.634,21 843.847,56D 1.1 - ATIVO

Leia mais

ELETROBRÁS PARTICIPAÇÕES S/A - ELETROPAR BALANÇO EM 31 DE MARÇO 2009 E 2008 (Em milhares de Reais)

ELETROBRÁS PARTICIPAÇÕES S/A - ELETROPAR BALANÇO EM 31 DE MARÇO 2009 E 2008 (Em milhares de Reais) ATIVO ELETROBRÁS PARTICIPAÇÕES S/A - ELETROPAR CIRCULANTE Disponibilidades Aplicação Financeira 27.880 14.201 Caixa e Bancos 18 65 27.898 14.266 Contas a Receber Eletronet 59.145 59.145 Empresas Cedentes

Leia mais

Demonstrações Financeiras. Confederação Brasileira de Remo. em 31 de dezembro de 2012. Com relatório dos Auditores Independentes

Demonstrações Financeiras. Confederação Brasileira de Remo. em 31 de dezembro de 2012. Com relatório dos Auditores Independentes Demonstrações Financeiras Confederação Brasileira de Remo em 31 de dezembro de 2012. Com relatório dos Auditores Independentes sobre as Demonstrações Financeiras ÍNDICE I. Relatório dos Auditores Independentes

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS - ESCOLA DE ATIVISMO. 31 de dezembro de 2012 SUMÁRIO

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS - ESCOLA DE ATIVISMO. 31 de dezembro de 2012 SUMÁRIO DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS - ESCOLA DE ATIVISMO 31 de dezembro de 2012 SUMÁRIO BALANÇO PATRIMONIAL 02 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO PERÍODO 03 DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO 04 DEMONSTRAÇÕES

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO CIRCULANTE 19.549.765,82 17.697.855,44

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO CIRCULANTE 19.549.765,82 17.697.855,44 BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO ATIVO R$ CIRCULANTE 19.549.765,82 17.697.855,44 Disponibilidades 1.222.288,96 946.849,34 Mensalidades a receber 4.704.565,74 4.433.742,86 Endosso para terceiros 1.094.384,84

Leia mais

Demonstrações contábeis em 31 de dezembro de 2013 e 2012

Demonstrações contábeis em 31 de dezembro de 2013 e 2012 KPDS 94331 Conteúdo Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações contábeis 3 Balanços patrimoniais 5 Demonstrações de resultados 6 Demonstrações das mutações do patrimônio social 7 Demonstrações

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL MARIA MADALENA Rua Beija-flor, 103 Bombas Bombinhas/SC.

ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL MARIA MADALENA Rua Beija-flor, 103 Bombas Bombinhas/SC. ESTATUTO DA ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DO CONDOMÍNIO CAPÍTULO I Do nome, da Sede, Duração e Objetivo. Art. 1º A Associação de Moradores do Condomínio Residencial Maria Madalena, é uma associação sem fins

Leia mais

CENTRAIS DE ABASTECIMENTO DE CAMPINAS S/A - CEASA/CAMPINAS CNPJ: 44.608.776/0001-64

CENTRAIS DE ABASTECIMENTO DE CAMPINAS S/A - CEASA/CAMPINAS CNPJ: 44.608.776/0001-64 1.... ATIVO 152.101.493,67 50.040.951,48 153.182.697,98 1.10... ATIVO CIRCULANTE 12.634.079,13 49.780.167,34 14.042.894,83 1.10.10.. DISPONIBILIDADES 10.621.727,62 40.765.261,82 12.080.213,47 1101001 BENS

Leia mais

ESTATUTOS DA ASSOCIAÇÃO CASA COOPERATIVA DE NOVA PETRÓPOLIS" NOVA PETRÓPOLIS RS

ESTATUTOS DA ASSOCIAÇÃO CASA COOPERATIVA DE NOVA PETRÓPOLIS NOVA PETRÓPOLIS RS ESTATUTOS DA ASSOCIAÇÃO CASA COOPERATIVA DE NOVA PETRÓPOLIS" NOVA PETRÓPOLIS RS CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO, SEDE, DURAÇÃO E FINS Art. 1º - Sob a denominação de "Casa Cooperativa de Nova Petrópolis" é constituída

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA ASSOCIAÇÃO VOLUNTÁRIOS PARA O SERVIÇO INTERNACIONAL - BRASIL CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGIMENTO INTERNO DA ASSOCIAÇÃO VOLUNTÁRIOS PARA O SERVIÇO INTERNACIONAL - BRASIL CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGIMENTO INTERNO DA ASSOCIAÇÃO VOLUNTÁRIOS PARA O SERVIÇO INTERNACIONAL - BRASIL CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Artigo 1º - O Regimento Interno da Associação Voluntários para o Serviço Internacional

Leia mais

Sindicato Rural de Pedregulho Rua Capitão Elias Moreira-579, Centro, Pedregulho-SP CNPJ 00.558.340/0001-32

Sindicato Rural de Pedregulho Rua Capitão Elias Moreira-579, Centro, Pedregulho-SP CNPJ 00.558.340/0001-32 Relatório do Exercício de 2014 Sindicato Rural de Pedregulho Rua Capitão Elias Moreira-579, Centro, Pedregulho-SP CNPJ 00.558.340/0001-32 Índice Composição da Diretoria Evolução do Quadro Social e Relatório

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01991-7 IGARATINGA PARTICIPAÇÕES S.A. 06.977.739/0001-34 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01991-7 IGARATINGA PARTICIPAÇÕES S.A. 06.977.739/0001-34 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/6/25 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

MENDES JÚNIOR ENGENHARIA S.A. CNPJ/MF n.º 17.162.082/0001-73 NIRE 31300056392 COMPANHIA ABERTA ATA DAS ASSEMBLÉIAS GERAIS ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA

MENDES JÚNIOR ENGENHARIA S.A. CNPJ/MF n.º 17.162.082/0001-73 NIRE 31300056392 COMPANHIA ABERTA ATA DAS ASSEMBLÉIAS GERAIS ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA 1/5 MENDES JÚNIOR ENGENHARIA S.A. CNPJ/MF n.º 17.162.082/0001-73 NIRE 31300056392 COMPANHIA ABERTA ATA DAS ASSEMBLÉIAS GERAIS ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA REALIZADAS EM 30 DE ABRIL DE 2008 DATA, HORA E LOCAL:

Leia mais

Nas relações correntes da gestão do condomínio, torna-se imprescindível a elaboração de comunicações diversas entre a administração e os condóminos.

Nas relações correntes da gestão do condomínio, torna-se imprescindível a elaboração de comunicações diversas entre a administração e os condóminos. 1. NOTA EXPLICATIVA Nas relações correntes da gestão do condomínio, torna-se imprescindível a elaboração de comunicações diversas entre a administração e os condóminos. Nesta perspectiva, os pontos essenciais

Leia mais

CONTABILIDADE GERAL E GERENCIAL

CONTABILIDADE GERAL E GERENCIAL CONTABILIDADE GERAL E GERENCIAL AULA 03: ESTRUTURA DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS TÓPICO 03: ORIGEM E EVOLUÇÃO HISTÓRICA DA QUALIDADE A DRE tem por objetivo evidenciar a situação econômica de uma empresa,

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC Nº 1.418/12 -MODELO CONTÁBIL SIMPLIFICADO PARA MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE ITG 1000

RESOLUÇÃO CFC Nº 1.418/12 -MODELO CONTÁBIL SIMPLIFICADO PARA MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE ITG 1000 RESOLUÇÃO CFC Nº 1.418/12 -MODELO CONTÁBIL SIMPLIFICADO PARA MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE ALCANCE 1.... estabelece critérios e procedimentos específicos a serem observados pelas entidades

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE SERGIPE - DESO. Aracaju - SE BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO A T I V O CIRCULANTE 160.805.445 138.417.

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE SERGIPE - DESO. Aracaju - SE BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO A T I V O CIRCULANTE 160.805.445 138.417. BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO A T I V O 2008 2007 CIRCULANTE 160.805.445 138.417.550 DISPONIBILIDADES 19.838.758 6.355.931 Caixa e bancos 2.931.388 3.021.874 Aplicações de liquidez imediata 16.907.370

Leia mais

CNPJ : 33.788.431/0029-14 Balancete Analítico de 01/04/2010 até 30/04/2010 Folha :1

CNPJ : 33.788.431/0029-14 Balancete Analítico de 01/04/2010 até 30/04/2010 Folha :1 Balancete Analítico de 01/04/2010 até 30/04/2010 Folha :1 [7]ATIVO [14]CIRCULANTE [21]DISPONIVEL [28]CAIXA GERAL [35]CAIXA =CAIXA GERAL 4.848,03D 4.848,03D [42]BANCOS C/ MOVIMENTO [49]CAIXA ECONOMICA FEDERAL-1430-5

Leia mais

DILLON S.A. DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS CNPJ -33.851.064/0001-55. BALANÇO PATRIMONIAL FINDO EM 30/06/11 E 30/06/10 R$ Mil

DILLON S.A. DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS CNPJ -33.851.064/0001-55. BALANÇO PATRIMONIAL FINDO EM 30/06/11 E 30/06/10 R$ Mil MOBILIÁRIOS BALANÇO PATRIMONIAL FINDO EM 30/06/11 E 30/06/10 ATIVO CIRCULANTE 4.101 4.314 DISPONIBILIDADES 555 624 APLICAÇÕES INTERFINANCEIRAS DE LIQUIDEZ - 77 Aplicações em Operações Compromissadas -

Leia mais

INDÚSTRIAS ROMI S.A. CNPJ - 56.720.428/0001-63/NIRE - 35.300.036.751 COMPANHIA ABERTA. ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO n 02/09

INDÚSTRIAS ROMI S.A. CNPJ - 56.720.428/0001-63/NIRE - 35.300.036.751 COMPANHIA ABERTA. ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO n 02/09 INDÚSTRIAS ROMI S.A. CNPJ - 56.720.428/0001-63/NIRE - 35.300.036.751 COMPANHIA ABERTA ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO n 02/09 1. DATA E HORÁRIO: 17 de fevereiro de 2009, às 15h00. 2. LOCAL:

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - REIT SECURITIZADORA DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS S/A Versão : 1. Composição do Capital 1

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - REIT SECURITIZADORA DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS S/A Versão : 1. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

CÓPIA DO BALANÇO PATRIMONIAL DEZEMBRO / 2014

CÓPIA DO BALANÇO PATRIMONIAL DEZEMBRO / 2014 CÓPIA DO BALANÇO PATRIMONIAL DEZEMBRO / 2014 ASSOCIAÇÃO ESPIRITA MAOS UNIDAS ENDEREÇO : RUA CASA FORTE, 609 CEP/BAI./CID. : 02336-040 / AGUA FRIA / São Paulo - SP TELEFONE : I.MUN.CCM : 8.624.555-4 INSCR.EST

Leia mais

MENDES JÚNIOR ENGENHARIA S.A. CNPJ/ MF nº 17.162.082/0001-73 NIRE 31300056392 COMPANHIA ABERTA

MENDES JÚNIOR ENGENHARIA S.A. CNPJ/ MF nº 17.162.082/0001-73 NIRE 31300056392 COMPANHIA ABERTA MENDES JÚNIOR ENGENHARIA S.A. CNPJ/ MF nº 17.162.082/0001-73 NIRE 31300056392 COMPANHIA ABERTA ATA DAS ASSEMBLEIAS GERAIS ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA REALIZADAS EM 29 DE ABRIL DE 2013 DATA, HORA E LOCAL:

Leia mais

PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES

PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES Aos Diretores, Conselheiros e Associados da ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA MONTE AZUL SÃO PAULO SP 1. Examinamos o Balanço Patrimonial da ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA MONTE AZUL,

Leia mais

ESTATUTO DA ASSOCIAÇÃO DOS MORADORES DA MARINA PORTO BÚZIOS - "AMMAR" CAPÍTULO II

ESTATUTO DA ASSOCIAÇÃO DOS MORADORES DA MARINA PORTO BÚZIOS - AMMAR CAPÍTULO II ESTATUTO DA ASSOCIAÇÃO DOS MORADORES DA MARINA PORTO BÚZIOS - "AMMAR" CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃQ, SEDE, OBJETIVOS E DURAÇÃO Art.1 - Sob a denominação de AMMAR - Associação dos Moradores da Marina Porto

Leia mais

Banrisul Armazéns Gerais S.A.

Banrisul Armazéns Gerais S.A. Balanços patrimoniais 1 de dezembro de 2012 e 2011 Nota Nota explicativa 1/12/12 1/12/11 explicativa 1/12/12 1/12/11 Ativo Passivo Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 4 17.891 18.884 Contas

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I - DENOMINAÇÃO, SEDE, OBJETO E DURAÇÃO

ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I - DENOMINAÇÃO, SEDE, OBJETO E DURAÇÃO ESTATUTO SOCIAL DOC I CAPÍTULO I - DENOMINAÇÃO, SEDE, OBJETO E DURAÇÃO Art. 1º: SOCIALCRED S/A SOCIEDADE DE CRÉDITO AO MICROEMPREENDEDOR E À EMPRESA DE PEQUENO PORTE rege-se pelo presente estatuto social

Leia mais

ETERNIT S.A. C.N.P.J. nº 61.092.037/0001-81 NIRE 35.300.013.344 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 17 DE SETEMBRO DE 2.

ETERNIT S.A. C.N.P.J. nº 61.092.037/0001-81 NIRE 35.300.013.344 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 17 DE SETEMBRO DE 2. ETERNIT S.A. C.N.P.J. nº 61.092.037/0001-81 NIRE 35.300.013.344 ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 17 DE SETEMBRO DE 2.008 Aos 17 dias do mês de setembro do ano de dois mil e oito,

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DO JARDIM BOTÂNICO DO RIO DE JANEIRO

ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DO JARDIM BOTÂNICO DO RIO DE JANEIRO ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DO JARDIM BOTÂNICO DO RIO DE JANEIRO DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2014 E 2013 ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DO JARDIM BOTÂNICO DO RIO DE JANEIRO Demonstrações Contábeis Em 31

Leia mais

A companhia permanece com o objetivo de investir seus recursos na participação do capital de outras sociedades.

A companhia permanece com o objetivo de investir seus recursos na participação do capital de outras sociedades. RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO Senhores Acionistas, Apresentamos as Demonstrações Financeiras da Mehir Holdings S.A. referente ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2004 e as respectivas Notas

Leia mais

GIFE - Grupo de Institutos, Fundações e Empresas Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2007 e de 2006 e parecer dos auditores independentes

GIFE - Grupo de Institutos, Fundações e Empresas Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2007 e de 2006 e parecer dos auditores independentes GIFE - Grupo de Institutos, Fundações e Empresas Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2007 e de 2006 e parecer dos auditores independentes Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo Passivo

Leia mais

Relatório do Plano de Contas

Relatório do Plano de Contas 1 10000 ATIVO 1.01 10001 ATIVO CIRCULANTE 1.01.01 10002 DISPONIVEL 1.01.01.01 10003 CAIXA 1.01.01.01.00001 10004 CAIXA GERAL S 1.01.01.02 10020 BANCO CONTA MOVIMENTO 1.01.01.02.00001 10021 BANCO DO BRASIL

Leia mais

TELEFÔNICA BRASIL S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF 02.558.157/0001-62 - NIRE 35.3.0015881-4

TELEFÔNICA BRASIL S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF 02.558.157/0001-62 - NIRE 35.3.0015881-4 1. DATA, HORA e LOCAL: 11 de junho de 2013, às 11:00h, na sede social da Companhia, na Cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, na Avenida Eng. Luiz Carlos Berrini, nº 1376, Bairro Cidade Monções. 2.

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL DA COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO PARANÁ

ESTATUTO SOCIAL DA COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO PARANÁ ESTATUTO SOCIAL DA COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO PARANÁ CAPÍTULO I DA SOCIEDADE, DENOMINAÇÃO, NATUREZA, SEDE, PRAZO E FINALIDADES Artigo 1 - A Comissão Estadual de Residência Médica

Leia mais

NORTEV TRANSPORTE DE VEÍCULOS LTDA. LAUDO DE AVALIAÇÃO DO ACERVO LÍQUIDO

NORTEV TRANSPORTE DE VEÍCULOS LTDA. LAUDO DE AVALIAÇÃO DO ACERVO LÍQUIDO NORTEV TRANSPORTE DE VEÍCULOS LTDA. LAUDO DE AVALIAÇÃO DO ACERVO LÍQUIDO LAUDO DE AVALIAÇÃO DO ACERVO LÍQUIDO NORTEV TRANSPORTE DE VEÍCULOS LTDA. ELABORADO EM 30 DE NOVEMBRO DE 2009 BAKER TILLY BRASIL

Leia mais

FAPAN Faculdade de Agronegócio de Paraíso do Norte

FAPAN Faculdade de Agronegócio de Paraíso do Norte TEORIA DA CONTABILIDADE 1. CONTA: Conta é o nome técnico que identifica cada componente patrimonial (bem, direito ou obrigação), bem como identifica um componente de resultado (receita ou despesas). As

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01901-1 EMPR. CONCESS. DE RODOVIAS DO NORTE S.A. 02.222.736/0001-30 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01901-1 EMPR. CONCESS. DE RODOVIAS DO NORTE S.A. 02.222.736/0001-30 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/25 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

Estatuto da Convenção Batista Nacional do Estado de São Paulo

Estatuto da Convenção Batista Nacional do Estado de São Paulo Estatuto da Convenção Batista Nacional do Estado de São Paulo CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO, FINS E SEDE Art. 1o. A Convenção Batista Nacional do Estado de São Paulo, também, designada pela sigla CBN/SP, é

Leia mais

FAPAN Faculdade de Agronegócio de Paraíso do Norte

FAPAN Faculdade de Agronegócio de Paraíso do Norte BALANÇO PATRIMONIAL 1. CRITÉRIO DE DISPOSIÇÃO DAS CONTAS NO ATIVO E NO PASSIVO (ART. 178 DA LEI 6.404/76): a. No ativo, as contas serão dispostas em ordem decrescente de grau de liquidez dos elementos

Leia mais

CNPJ: 01.052.752/0001-69 Número livro: Emissão: Hora: DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO EM 31/12/2011

CNPJ: 01.052.752/0001-69 Número livro: Emissão: Hora: DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO EM 31/12/2011 Empresa: ASAS DE SOCORRO Folha: CNPJ: 01.052.752/0001-69 Número livro: CONSOLIDADO Emissão: Hora: 0001 0042 01/11/2012 11:36:58 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO EM 31/12/2011 Descrição Receita Operacional

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Hospital da Criança (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e

Fundo de Investimento Imobiliário Hospital da Criança (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e Fundo de Investimento Imobiliário Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e parecer dos auditores independentes 2 Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo 2009 2008 Passivo e patrimônio

Leia mais

ABDE Associação Brasileira de Desenvolvimento

ABDE Associação Brasileira de Desenvolvimento TAX ABDE Associação Brasileira de Desenvolvimento Ativo diferido de imposto de renda da pessoa jurídica e de contribuição social sobre o lucro líquido aspectos fiscais e contábeis Outubro de 2014 1. Noções

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2012 - BPMB I Participações S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2012 - BPMB I Participações S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS De acordo com o comando a que cada um dos itens de 51 a 120 se refira, marque, na folha de respostas, para cada item: o campo designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o campo designado com

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO FISCAL DO FUNDO DE APOSENTADORIA E PENSÃO DO SERVIDOR- FAPS

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO FISCAL DO FUNDO DE APOSENTADORIA E PENSÃO DO SERVIDOR- FAPS REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO FISCAL DO FUNDO DE APOSENTADORIA E PENSÃO DO SERVIDOR- FAPS CAPÍTULO I DA NATUREZA Art. 1.º - O Conselho Fiscal do Fundo de Aposentadoria e Pensão do Servidor- FAPS, criado

Leia mais

PARTIDO PROGRESSISTA Diretório Estadual de Santa Catarina

PARTIDO PROGRESSISTA Diretório Estadual de Santa Catarina PARTIDO PROGRESSISTA Diretório Estadual de Santa Catarina Florianópolis (Se), 10 de Janeiro de 2011. Excelentíssimo Senhor Newton Trisotto PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL/Se NESTA Cumprimentando-o

Leia mais

Demonstrações Contábeis

Demonstrações Contábeis Demonstrações Contábeis 12.1. Introdução O artigo 176 da Lei nº 6.404/1976 estabelece que, ao fim de cada exercício social, a diretoria da empresa deve elaborar, com base na escrituração mercantil, as

Leia mais