RESOLUÇÃO Nº 020/2008

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RESOLUÇÃO Nº 020/2008"

Transcrição

1 RESOUÇÃO Nº 020/2008 Fixa o currículo do Curso de Música, da Escola Superior de Artes e urismo, da Universidade do Estado do Amazonas. A REIORA DA UNIVERSIDADE DO ESADO DO AMAZONAS e PRESIDENE DO CONSEHO UNIVERSIÁRIO, usando de suas atribuições estatutárias e, CONSIDERANDO a ei nº 9.394/96, de 24 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional; CONSIDERANDO a Resolução CNE/CP 1, de 18 de fevereiro de 2002, que institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica, em nível superior, curso de licenciatura, de graduação plena; CONSIDERANDO a Resolução CNE/CP 2, de 19 de fevereiro de 2002, que institui a duração e a carga horária dos cursos de licenciatura, de graduação plena, de formação de professores da Educação Básica em nível superior; CONSIDERANDO o Parecer nº CES/CNE 0146/2002, de 3 de abril de 2002 que dispõe sobre as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Música; CONSIDERANDO a Resolução nº 2, da CES/CNE, de 8 de março de 2004 que estabelece Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Música; CONSIDERANDO o Artigo 8º, 1º e Artigo 16 inciso IX do Estatuto da Universidade do Estado do Amazonas, aprovado pelo Decreto nº , datado de 27/06/2001; CONSIDERANDO o disposto na Resolução nº 004/2004, aprovada pelo CONSUNIV, datada de 27/04/2004; CONSIDERANDO o disposto no Projeto Pedagógico do Curso de Música, apresentado pela Escola Superior de Artes e urismo (EA); CONSIDERANDO a decisão do Conselho Acadêmico da Escola Superior de Artes e urismo (EA), constantes dos autos; CONSIDERANDO, finalmente, a decisão do Conselho Universitário, em reunião desta data. RESOVE: Art. 1º - Fixar o Currículo do Curso de Música, nas modalidades, icenciatura e Bacharelado, com as Habilitações em Canto, Instrumento, Regência e Música Popular/ Instrumento. Art. 2º - Funcionando sob o regime letivo semestral, o Curso de Música organizar-se-á pelo sistema curricular de créditos, com duração, mínima de 08 (oito) e, máxima de 14 (quatorze) períodos letivos. 1º - Para a conclusão do Curso de Graduação Plena em Música, serão necessários: 1

2 I - Na modalidade, icenciatura, Habilitação em Canto: 174 (cento e setenta e quatro) créditos, totalizando (três mil, quatrocentas e cinqüenta e cinco) horas, distribuídas em: a) 1905 (mil, novecentas e cinco) horas para conteúdos curriculares teóricos de natureza científico-cultural, incluindo-se a carga horária de disciplinas optativas; b) 870 (oitocentas e setenta) horas práticas vivenciadas ao longo do curso; c) 420 (quatrocentas e vinte) horas de Estágio Profissional d) 60 (sessenta) horas de rabalho de Conclusão de Curso; e) 200 (duzentas) horas de atividades acadêmico-científicoculturais. II - Na modalidade, Bacharelado, Habilitação em Canto: 159 (cento e cinqüenta e nove) créditos totalizando (duas mil, novecentas e setenta) horas, subdivididas em horas de atividades didáticas e 195 horas de rabalho de Conclusão de Curso, sendo 60 (sessenta) de rabalho Monográfico, e 135 (cento e trinta e cinco) correspondentes ao Recital de Formaturas; III - Na modalidade, icenciatura, Habilitação em Instrumento: 176 (cento e setenta e seis) créditos, totalizando (três mil, trezentas e noventa e cinco) horas, distribuídas em: a) (mil, novecentas e sessenta e cinco) horas para conteúdos curriculares teóricos de natureza científico-cultural, incluindo-se a carga horária de disciplinas optativas; b) 750 (setecentas e cinqüenta) horas práticas vivenciadas ao longo do curso; c) 420 (quatrocentas e vinte) horas de Estágio Profissional; d) 200 (duzentas) horas de atividades acadêmico-científicoculturais. e) 60 (sessenta) horas de rabalho de Conclusão de Curso; IV - Na modalidade, Bacharelado, Habilitação em Instrumento: 159 (cento e cinqüenta e nove) créditos, totalizando (três mil) horas, subdivididas em horas de atividades didáticas e 195 horas de rabalho de Conclusão de Curso, sendo 60 (sessenta) de rabalho Monográfico e 135 (cento e trinta e cinco) correspondentes ao Recital de Formatura; V - Na modalidade, icenciatura, Habilitação em Regência: 186 (cento e oitenta e seis) créditos, totalizando (três mil, seiscentas e trinta e cinco) horas, distribuídas em: a) (duas mil e vinte e cinco) horas para conteúdos curriculares teóricos de natureza científico-cultural, incluindo-se a carga horária de disciplinas optativas; b) 930 (novecentas e trinta) horas práticas vivenciadas ao longo do curso; c) 420 (quatrocentas e vinte) horas-aula de Estágio Profissional; d) 60 (sessenta) horas de rabalho de Conclusão de Curso; e) 200 (duzentas) horas de atividades acadêmico-científicoculturais. VI - Na modalidade, Bacharelado, Habilitação em Regência: 165 (cento e sessenta e cinco) créditos, totalizando (três mil e noventa) horas, subdivididas em horas de atividades didáticas e 195 horas de rabalho de Conclusão de Curso, 2

3 sendo 60 de rabalho Monográfico e 135 correspondentes ao Recital de Formatura. VII - Na modalidade, Bacharelado, Habilitação em Música Popular-Instrumento: 183 (cento e oitenta e três) créditos, 2850 (duas mil, oitocentas e cinqüenta) horas, subdivididas em horas de atividades didáticas e 195 horas de rabalho de Conclusão de Curso, sendo 60 de rabalho Monográfico e 135 correspondentes ao Recital de Formatura. Art. 3º - Os Componentes Curriculares do Curso de Música nas habilitações: Canto, Instrumento, Regência e Música Popular-Instrumento, icenciatura e Bacharelado, são os seguintes: I - Disciplinas de Formação Básica, carga horária de 480 (quatrocentas e oitenta) horas, a saber: Disciplinas de Formação Básica NOMENCAURA CARGA CRÉDIOS Redação e Expressão Oral I Redação e Expressão Oral II íngua inglesa instrumental I íngua inglesa instrumental II Filosofia da Arte Estética e História da Arte I Estética e História da Arte II Metodologia do rabalho Científico O A 8 disciplinas II - Disciplinas de Formação Específicas, com carga horária de (mil e cento e dez) horas, a saber: Harmonia I Harmonia II Harmonia III Harmonia IV Harmonia V Contraponto I Contraponto II Contraponto III Contraponto IV Contraponto V História da Evolução da Música I História da Evolução da Música II

4 inguagem e Estruturação Musical I inguagem e Estruturação Musical II inguagem e Estruturação Musical III inguagem e Estruturação Musical IV inguagem e Estruturação Musical V Análise Interpretativa de Repertório I Análise Interpretativa de Repertório II Prosódia musical Organologia Folclore: Etnomusicologia e Música atino-americana Música Brasileira I Música Brasileira II O A 24 disciplinas III - Disciplinas de Formação Profissional: Os conteúdos que caracterizam as disciplinas obrigatórias de Formação Profissional no curso de graduação em Música (Bacharelado e icenciatura) foram elaborados de forma a efetivar o processo de aquisição de competências e habilidades específicas fundamentais ao exercício profissional de cada modalidade/habilitação, compondo-se, de: a) Música-Canto: com a carga horária de 1095 (mil e noventa e cinco) horas, a saber: Canto Coral: écnicas de Expressão Vocal I Canto Coral: écnicas de Expressão Vocal II Canto Coral: écnicas de Expressão Vocal III Prática de Conjunto em Canto I Prática de Conjunto em Canto II Canto I Canto II Canto III

5 Canto IV Canto V Canto VI Canto VII Canto VIII Piano Complementar I Piano Complementar II Piano Complementar III Piano Complementar IV Regência Coral I Regência Coral II O A 19 disciplinas b) Música-Instrumento: com a carga horária de 1095 (mil e noventa e cinco) horas, a saber: NOMENCAURA CARGA CRÉDI OS Instrumento I* ou Piano I ** Instrumento II* ou Piano II ** Instrumento III* ou Piano III ** Instrumento IV* ou Piano IV ** Instrumento V* ou Piano V ** Instrumento VI* ou Piano VI Instrumento VII* ou Piano VII ** Instrumento VIII* ou Piano VIII** Piano Complementar I* ou Instrumento Complementar I** Piano Complementar II* ou Instrumento Complementar II** Piano Complementar III* ou Instrumento Complementar III** Piano Complementar IV* ou Instrumento Complementar IV** Prática de Conjunto I Prática de Conjunto II Prática de Conjunto III Prática de Conjunto IV Canto Coral: écnicas de Expressão Vocal I Canto Coral: écnicas de Expressão Vocal II Canto Coral: écnicas de Expressão Vocal III 5

6 O A 19 disciplinas egenda: * = Disciplina obrigatórias para o Curso de Música, Habilitação Instrumento, com exceção da opção por Piano; ** = Disciplinas obrigatórias para o Curso de Música, Habilitação Instrumento tendo Piano como Instrumento Principal. c) Música-Regência: com carga horária de 1515 (mil, quinhentas e quinze) horas, a saber: Instrumento I* ou Piano I ** Instrumento II* ou Piano II ** Instrumento III* ou Piano III ** Instrumento IV* ou Piano IV ** Instrumento V* ou Piano V ** Instrumento VI* ou Piano VI Instrumento VII* ou Piano VII ** Instrumento VIII* ou Piano VIII** Piano Complementar I* ou Instrumento Complementar I** Piano Complementar II* ou Instrumento Complementar II** Piano Complementar III* ou Instrumento Complementar III** Piano Complementar IV* ou Instrumento Complementar IV** Instrumento Complementar I -A Instrumento Complementar II-B Prática de Conjunto I Prática de Conjunto II Canto Coral: écnicas de Expressão Vocal I Canto Coral: écnicas de Expressão Vocal II Canto Coral: écnicas de Expressão Vocal III Regência Coral I Regência Coral II Regência Orquestral I Regência Orquestral II Regência Orquestral III Regência Orquestral IV Regência Orquestral V Regência Orquestral VI Redução de Partituras para Piano I Redução de Partituras para Piano II

7 O 29 disciplinas A egenda: * = Disciplina obrigatórias para o Curso de Música, Habilitação Instrumento, com exceção da opção por Piano; ** = Disciplinas obrigatórias para o Curso de Música, Habilitação Instrumento tendo Piano como Instrumento Principal. d) Música Popular-Instrumento: com carga horária de 1380 (mil, trezentas e oitenta) horas, a saber: Arranjo I Arranjo II História do Jazz e da Música atina I História do Jazz e da Música atina II Harmonia de Música Popular I Harmonia de Música Popular II Instrumento I Instrumento II Instrumento III Instrumento IV Instrumento V Instrumento VI Instrumento VII Instrumento VIII Improvisação I Improvisação II Prática de Conjunto I Prática de Conjunto II Prática de Conjunto III Prática de Conjunto IV Piano Complementar I Piano Complementar II O A 22 disciplinas e) Às Habilitações: Canto, Instrumento e Regência, na modalidade icenciatura, acrescentar-se-ão ao componente curricular: Disciplinas de Formação Profissional com carga horária de 180(cento e oitenta) horas correspondentes a disciplinas obrigatórias de Formação Pedagógica, a saber: 7

8 Psicologia da Educação Estrutura e Funcionamento do Ensino Básico Didática O A 03 disciplinas IV Estágio: Às Habilitações: Canto, Instrumento e Regência, na modalidade icenciatura, estágio curricular com carga horária de 420 (quatrocentas e vinte) horas: Estágio Supervisionado I Estágio Supervisionado II O A 2 disciplinas V rabalho de Conclusão de Curso: a) Às Habilitações: Canto, Instrumento e Regência, na modalidade icenciatura, rabalho de Conclusão de Curso com carga horária de 60 (sessenta) horas: rabalho de Conclusão de Curso O A 1 disciplina 60 2 b) Às Habilitações: Canto, Instrumento, Regência e Música Popular/ Instrumento, na modalidade Bacharelado, rabalho de Conclusão de Curso com carga horária de 195 (cento e noventa e cinco) horas, sendo 60 horas de rabalho Monográfico e 135 horas correspondente ao Recital de Formatura: Recital de Formatura rabalho de Conclusão de Curso O A 2 disciplina VI - Conteúdos Complementares Optativos, com a carga horária de 180 (cento e oitenta) horas, em todas habilitações e modalidade, direcionadas para as áreas e temas de maior interesse profissional na área de música, a serem escolhidas 8

9 entre as relacionadas no Projeto Pedagógico ou dentre outras que venham a ser aprovadas pelo Conselho Universitário. VII - Atividades Acadêmico-Científico-Culturais com carga horária de 200 (duzentas) horas, a serem integralizadas como estratégia para promover a interação dos conteúdos teórico-práticos, devendo ser contemplados nesta categoria: monitoria, iniciação científica, participação em projetos e cursos de extensão, congressos e seminários e estágios voluntários relacionados à formação do profissional em Música, na modalidade icenciatura, Habilitações: Canto, Instrumento e Regência. Art. 4º O currículo do curso de Música, composto a partir dos Componentes Curriculares, encontra-se organizado por modalidade e por habilitação, obedecendo a uma seqüência de periodização, e se encontra disposto no Apêndice A do Projeto Pedagógico do Curso de Música, parte integrante desta Resolução. As Habilitações Instrumento e Regência, dadas as especificidades que as envolvem, possuem mais de uma estrutura curricular: a)curso de Música, Habilitação Canto, com uma única estrutura curricular, para cada modalidade, desde a implantação do Curso de Música: Estrutura curricular 2001 Estrutura curricular 2001 (icenciatura) b)curso de Música, Habilitação: Instrumento com duas estruturas curriculares para cada modalidade:: Estrutura curricular 2001 Específico para Piano Estrutura curricular 2001 Específico para Piano (icenciatura) Estrutura curricular 2001 Outros Instrumentos Estrutura curricular 2001 Outros Instrumentos (icenciatura) c) Curso de Música, Habilitação: Regência com quatro estruturas curriculares para cada modalidade: Estrutura curricular 2001 Específico para Piano Estrutura curricular 2001 Específico para Piano (icenciatura) 9

10 Estrutura curricular 2001 Outros Instrumentos Estrutura curricular 2001 Outros Instrumentos (icenciatura) Estrutura curricular 2004 Específico para Piano Estrutura curricular 2004 Específico para Piano (icenciatura) Estrutura curricular 2004 Outros Instrumentos Estrutura curricular 2004 Outros Instrumentos (icenciatura) e)curso de Música, Habilitação: Música Popular/Instrumento com uma única estrutura curricular desde a implantação do Curso de Música: Estrutura curricular 2002 Art. 5º - O currículo do Curso de Graduação em Música fixado por esta Resolução aplicar-se-á aos alunos que ingressaram no curso a partir de Parágrafo Único - Os alunos que cursaram disciplinas obrigatórias diferentes das fixadas para o currículo aprovado por esta Resolução terão aproveitamento de estudos conforme quadro de equivalência disposto no Apêndice F. Art. 6º - Para garantir o desenvolvimento adequado das habilidades artísticas dos discentes, será obrigatória a matricula, em todos os períodos, da disciplina de Canto, para habilitação Canto, Instrumento principal para habilitações: Instrumento, Música Popular/Instrumento e Regência, contabilizando, no mínimo, 120(cento e vinte) horas por período letivo. Art. 7º - Será permitido aos alunos já formados em uma das habilitações: Canto, Instrumento ou Regência, na modalidade, Bacharelado ou icenciatura, o reingresso no curso, na mesma habilitação do primeiro diploma obtido, para cursar a segunda modalidade, integralizar os créditos e carga horária, exigidos, e obter o diploma correspondente ou apostilar o grau obtido no verso do diploma da primeira modalidade. Parágrafo Único - O reingresso do que trata o caput deste Artigo ficará sujeito à disponibilidade de vagas nas disciplinas da modalidade pretendida em conformidade com o parecer da coordenação pedagógica do Curso de Música, excluindo desse atendimento a habilitação Música Popular/Instrumento, que é oferecida unicamente na modalidade de Bacharelado. Art. 8º - O ementário das disciplinas do currículo do Curso de Música nas modalidades: licenciatura e bacharelado com suas respectivas habilitações, compõem o Apêndice B do Projeto 10

11 Pedagógico do Curso de Música, parte Integrante desta Resolução. Art. 9º - Aprova os regulamentos referentes ao Regulamento do Estágio Supervisionado e ao rabalho de Conclusão de Curso (CC) constantes, respectivamente, do Apêndice C e D do Projeto Pedagógico, parte integrante desta Resolução. Art Esta Resolução entra em vigor nesta data revogado as disposições em contrário. CIENIFIQUE-SE. PUBIQUE-SE. CUMPRA-SE. SAA DE REUNIÕES DO CONSEHO UNIVERSIÁRIO DA UNIVERSIDADE DO ESADO DO AMAZONAS, em Manaus, 27 de março de Profª Drª MARIENE CORRÊA DA SIVA FREIAS Presidente do Conselho Universitário 11

Diretrizes Curriculares Nacionais e com a Legislação Interna, tendo como princípio a compreensão da informática em suas bases epistemológicas de

Diretrizes Curriculares Nacionais e com a Legislação Interna, tendo como princípio a compreensão da informática em suas bases epistemológicas de RESOLUÇÃO Nº 014/2010 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Informática, da Escola Superior de Tecnologia, da Universidade do Estado do Amazonas. O REITOR, EM EXERCÍCIO, DA UNIVERSIDADE

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 027/2005

RESOLUÇÃO Nº 027/2005 RESOLUÇÃO Nº 027/2005 Fixa o currículo do Curso de Letras Habilitação em Língua Portuguesa, na modalidade Licenciatura, da Universidade do Estado do Amazonas. REITOR DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N. 99/2013 - CONSUNIV Aprova a reformulação do Projeto Pedagógico do Curso de

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N. 99/2013 - CONSUNIV Aprova a reformulação do Projeto Pedagógico do Curso de UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N. 99/2013 - CONSUNIV Aprova a reformulação do Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Geografia, oferecido regularmente pela

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 012/2007 CONSUNIV

RESOLUÇÃO Nº 012/2007 CONSUNIV RESOLUÇÃO Nº 012/2007 CONSUNIV Fixa o currículo do Curso de Graduação em Medicina, na modalidade Bacharelado, da Universidade do Estado do Amazonas. A REITORA DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS e PRESIDENTE

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Resolução n 57/ 2009 Aprova o Projeto Político-Pedagógico do Curso Superior em Regência de Bandas

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 16/2012 Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições,

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições, RESOLUÇÃO Nº 07/2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

MARLY GUIMARÃES FERNANDES COSTA Vice-Presidente

MARLY GUIMARÃES FERNANDES COSTA Vice-Presidente UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 2/2013-CONSUNIV Dispõe sobre diretrizes para estruturação e organização curricular dos Cursos de Graduação da UEA e dá outras providências.

Leia mais

SALA DE REUNIÕES DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS, em Manaus, 19 de março de 2013. JOSÉ ALDEMIR DE OLIVEIRA Presidente

SALA DE REUNIÕES DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS, em Manaus, 19 de março de 2013. JOSÉ ALDEMIR DE OLIVEIRA Presidente UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N.º 18/2013 - CONSUNIV Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Engenharia de Controle e Automação, bacharelado, oferecido em Manaus e

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 01/2013 Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições;

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições; 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 13/2012 Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições;

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições; RESOLUÇÃO N.º 03/2013 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições;

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições; SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 06/2014 Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições e,

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições e, SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 04/2014 Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições e,

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições e, SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 16/2014 Aprova a estrutura curricular do Curso de Letras, modalidade licenciatura,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 08/2011 Aprova a estrutura curricular do Curso de Enfermagem, modalidade bacharelado,

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE PALMEIRAS DE GOIÁS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE PALMEIRAS DE GOIÁS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS Unidade Universitária de Palmeiras de Goiás Rua S-7, s/ nº _ Setor Sul_ Palmeiras de Goiás-GO Fone/ Fax: (64) 3571-1198 (64) 3571-1173 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 39/2015-CONSUNIV/UEA

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 39/2015-CONSUNIV/UEA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 39/2015-CONSUNIV/UEA Aprova o Projeto Pedagógico do Curso Superior de Tecnologia em Produção Audiovisual, de oferta especial, na modalidade

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 301/2003

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 301/2003 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 301/2003 Dispõe sobre a alteração do Currículo Pleno dos Cursos de licenciaturas, de graduação plena, em Pedagogia: Magistério para a Educação Infantil e Magistério para os Anos Iniciais

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº09/2011 Aprova a estrutura curricular do Curso de Administração do Centro de

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO DE RIO CLARO ASSOCIAÇÃO DE ESCOLAS REUNIDAS - ASSER

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO DE RIO CLARO ASSOCIAÇÃO DE ESCOLAS REUNIDAS - ASSER 1 ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO DE RIO CLARO ASSOCIAÇÃO DE ESCOLAS REUNIDAS - ASSER ATIVIDADES ACADÊMICAS CURRICULARES COMPLEMENTARES (A.A.C.C.) DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO: ATIVIDADES

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 21/2011 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO Aprova a estrutura curricular do Curso de Ciências Biológicas, modalidade

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 021/2008

RESOLUÇÃO Nº 021/2008 ROLUÇÃO Nº 0/008 Fixa o currículo do Curso de Pedagogia, na modalidade Licenciatura, da Universidade do Estado do Amazonas. A REITORA DA UNIVERSIDADE DO TADO DO AMAZONAS e PRIDENTE DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO,

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições,

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições, SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE COLEGIADO PLENO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 02/2012 Aprova a estrutura curricular contida no Projeto

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 063/2003-COU/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 063/2003-COU/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 063/2003-COU/UNICENTRO ESTA RESOLUÇÃO ESTÁ REVOGADA PELA RESOLUÇÃO Nº 25/2009-COU/ UNICENTRO. O ART. 5º, DESTA RESOLUÇÃO, ESTÁ ALTERADO PELA RESOLUÇÃO Nº 35/2004-COU/UNICENTRO. Aprova o Currículo

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 02/2011 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO Aprova a estrutura curricular do Curso de Nutrição, na modalidade bacharelado,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO. providências.

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO. providências. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 09/2013 Altera a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N. 50/2014-CONSUNIV Aprova ad referendum a reformulação do Projeto Pedagógico do

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N. 50/2014-CONSUNIV Aprova ad referendum a reformulação do Projeto Pedagógico do UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N. 50/2014-CONSUNIV Aprova ad referendum a reformulação do Projeto Pedagógico do Curso de Engenharia de, Bacharelado, de oferta regular

Leia mais

CONSELHO COORDENADOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

CONSELHO COORDENADOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO A imagem não pode ser exibida. Talvez o computador não tenha memória suficiente para abrir a imagem ou talvez ela esteja corrompida. Reinicie o computador e abra o arquivo novamente. Se ainda assim aparecer

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 20/2015-CONSUNIV/UEA Aprova o Projeto Pedagógico do Curso Superior de

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 20/2015-CONSUNIV/UEA Aprova o Projeto Pedagógico do Curso Superior de UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 20/2015-CONSUNIV/UEA Aprova o Projeto Pedagógico do Curso Superior de Tecnologia em Produção Audiovisual, de oferta especial, na modalidade

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ASCES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ASCES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ASCES DAS DISPOSIÇÕES GERAIS DOS PRINCÍPIOS NORTEADORES Art. 1º A ASCES, por meio deste Regulamento, contempla as Normas Gerais de Atividades complementares, permitindo

Leia mais

NORMA DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UFCPA CAPÍTULO I DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

NORMA DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UFCPA CAPÍTULO I DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES NORMA DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UFCPA Art. 1º Revogar a Resolução 02/2010. CAPÍTULO I DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Art. 2º Respeitada a legislação vigente e as normas específicas

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 237/2014

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 237/2014 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 237/2014 Dispõe sobre o Currículo do Curso de Letras - Licenciatura, com habilitações em Língua Portuguesa, Língua Inglesa e respectivas Literaturas, regime seriado semestral. O CONSELHO

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 365/2002

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 365/2002 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 365/2002 Aprova a estrutura do currículo pleno do curso de Pedagogia com habilitação em Educação de Deficientes Mentais. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade do Processo

Leia mais

Fundação de Ensino Superior de Cajazeiras - FESC Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Cajazeiras - FAFIC

Fundação de Ensino Superior de Cajazeiras - FESC Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Cajazeiras - FAFIC REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS DO CURSO DE LICENCIATURA EM FILOSOFIA Art. 1º As atividades acadêmico-científico-culturais, denominadas atividades complementares, compreendem

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 218/2015

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 218/2015 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 218/2015 Altera a Deliberação Consep nº 237/2014, que dispõe sobre o Currículo do Curso de Letras - Licenciatura, com habilitações em Língua Portuguesa, Língua Inglesa e respectivas

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 242/2014

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 242/2014 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 242/2014 Altera a Deliberação CONSEP Nº 107/2012, que Dispõe sobre o Currículo Pleno do Curso de Pedagogia - Licenciatura, regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei 5.152 de 21/10/1966 São Luís Maranhão

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei 5.152 de 21/10/1966 São Luís Maranhão RESOLUÇÃO N 125-CONSUN, de 2 de maio de 20 Aprova o projeto de criação do Curso de Licenciatura em Artes Visuais, em substituição à Habilitação em Artes Plásticas do Curso de Licenciatura em Educação Artística

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº. 040/2011-CONSUNIV Aprova o Projeto Pedagógico do Curso Superior de Tecnologia

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº. 040/2011-CONSUNIV Aprova o Projeto Pedagógico do Curso Superior de Tecnologia UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº. 040/2011-CONSUNIV Aprova o Projeto Pedagógico do Curso Superior Tecnologia em Gestão, da Universida do Estado do Amazonas (UEA).

Leia mais

RESOLUÇÃO SETORIAL Nº27/97

RESOLUÇÃO SETORIAL Nº27/97 RESOLUÇÃO SETORIAL Nº27/97 (Na sessão do dia 07 de julho de 2000, o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CEPE aprovou, por unanimidade, o parecer do Conselheiro relator do processo nº 29073/98-19,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei 5.152 de 21/10/1966 São Luís Maranhão

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei 5.152 de 21/10/1966 São Luís Maranhão RESOLUÇÃO N 758CONSEPE, de 24 de maio de 2010. Aprova a mudança de denominação do Curso de Desenho Industrial para Design, modalidade Bacharelado, e sua reestruturação pedagógica. O Reitor da Universidade

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.662, DE 28 DE ABRIL DE 2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.662, DE 28 DE ABRIL DE 2015 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.662, DE 28 DE ABRIL DE 2015 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO SERVÇO PÚBLCO FEDERAL UNVERSDADE FEDERAL DE CAMPNA GRANDE CONSELHO UNVERSTÁRO CÂMARA SUPEROR DE ENSNO RESOLUÇÃO Nº 04/2012 Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso de Graduação

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES QUADRO SÍNTESE DA PORTARIA N.º 08/CCEF/2010 DE 12/06/2010, ABAIXO.

ATIVIDADES COMPLEMENTARES QUADRO SÍNTESE DA PORTARIA N.º 08/CCEF/2010 DE 12/06/2010, ABAIXO. ATIVIDADES COMPLEMENTARES QUADRO SÍNTESE DA PORTARIA N.º 08/CCEF/2010 DE 12/06/2010, ABAIXO. Horas/a A) Programa de Iniciação Científica, Projetos de Pesquisa, Publicações... Sem limites a I) Participação

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Designamos atividades complementares o conjunto de eventos oferecidos aos alunos de

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 190/00-CEE/MT.

RESOLUÇÃO Nº 190/00-CEE/MT. RESOLUÇÃO Nº 190/00-CEE/MT. Fixa normas complementares, para o Sistema Estadual de Ensino, à lmplementação das Diretrizes Curriculares para a Formação de Professores da Educação Infantil e dos anos iniciais

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE 19/2007

RESOLUÇÃO CONSEPE 19/2007 RESOLUÇÃO CONSEPE 19/2007 ALTERA O REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO, DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA, MODALIDADE LICENCIATURA DO CÂMPUS DE BRAGANÇA PAULISTA DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO. O Vice-Reitor

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA INGRESSOS 2014-1

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA INGRESSOS 2014-1 ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA GRUPOS: EFI 100 EFI 200 EFI 300 EFI 400 INGRESSOS 2014-1 Ampliada. Específica. Pedagógica Aplicada. Unidades de Ensino de Estágio Supervisionado e Outras

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Resolução n 02/2012 Altera a Resolução nº. 34/2009 do CONSEPE que aprova o Projeto Pedagógico

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 146 de 30/09/2015 - CAS

RESOLUÇÃO N o 146 de 30/09/2015 - CAS RESOLUÇÃO N o 146 de 30/09/2015 - CAS Disciplina a matrícula e a rematrícula do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Positivo (UP). O CONSELHO ACADÊMICO SUPERIOR (CAS), órgão da administração

Leia mais

RESOLUÇÃO 50/2004. II Estágio Curricular Supervisionado será composto pelas seguintes disciplinas:

RESOLUÇÃO 50/2004. II Estágio Curricular Supervisionado será composto pelas seguintes disciplinas: 1 O Presidente do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no uso de suas atribuições, de acordo com a Lei Estadual nº 7.176/97, publicada no D.O.E de 11 de setembro de 1997, combinada

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Resolução n 35/ 2009 Aprova o Projeto Político-Pedagógico do Curso de Graduação em Música, Modalidade

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.580, DE 23 DE OUTUBRO DE 2014

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.580, DE 23 DE OUTUBRO DE 2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.580, DE 23 DE OUTUBRO DE 2014 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Bacharelado em

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Aprovado pela Resolução CONSUNI nº 15/15, de 03/06/15. Capítulo I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento tem

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.264, DE 24 DE ABRIL DE 2012

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.264, DE 24 DE ABRIL DE 2012 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.264, DE 24 DE ABRIL DE 2012 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Serviço

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.638, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.638, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.638, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE QUÍMICA, CAMPUS PATO BRANCO

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE QUÍMICA, CAMPUS PATO BRANCO Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Pato Branco Coordenação do Curso Superior de Química: Bacharelado em Química Industrial e Licenciatura em Química REGULAMENTO DAS

Leia mais

GRADE CURRICULAR DO CURSO

GRADE CURRICULAR DO CURSO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO COORDENADORIA DO CURSO DE LETRAS-INGLÊS A DISTÂNCIA GRADE CURRICULAR DO CURSO A grade curricular do Curso em Licenciatura em Letras-Inglês

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.958, DE 31 DE MARÇO DE 2010

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.958, DE 31 DE MARÇO DE 2010 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.958, DE 31 DE MARÇO DE 2010 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Bacharelado em Cinema

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG CONSELHO UNIVERSITÁRIO

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG CONSELHO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG CONSELHO UNIVERSITÁRIO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FISIOTERAPIA (Ato de Aprovação:

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 76/2014-CONSUNIV/UEA Aprova a reformulação do Projeto Pedagógico do Curso de

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 76/2014-CONSUNIV/UEA Aprova a reformulação do Projeto Pedagógico do Curso de UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 76/2014-CONSUNIV/UEA Aprova a reformulação do Projeto Pedagógico do Curso de Bacharelado em Enfermagem, de oferta regular em Manaus.

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N 18/2006 Aprova o Projeto Político-Pedagógico do Curso de Ciências Sociais, Bacharelado,

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES O presente Regulamento dispõe acerca das Atividades Complementares e dá outras providências. Art. 1.º O presente Regulamento tem por finalidade normatizar as Atividades

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições,

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições, SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 04/2015 Altera a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

ANEXO 1 75ª Reunião do Conselho de Pós-Graduação Stricto Sensu

ANEXO 1 75ª Reunião do Conselho de Pós-Graduação Stricto Sensu REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ADMINISTRAÇÃO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FEI TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS DO PROGRAMA E SEUS OBJETIVOS Art. 1º - Este Regulamento complementa as

Leia mais

ANEXO II REGULAMENTO DAS ATIVIDADES CURRICULARES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO - BACHARELADO

ANEXO II REGULAMENTO DAS ATIVIDADES CURRICULARES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO - BACHARELADO ANEXO II REGULAMENTO DAS ATIVIDADES CURRICULARES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO - BACHARELADO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES CURRICULARES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N 28/2011 Altera as Resoluções nº. 17/2006 e 21/2009 do CONSEPE, que aprovam o Projeto

Leia mais

PESQUISA SOBRE VALIDAÇÃO DE DISCIPLINA/APROVEITAMENTO DE ESTUDOS NOS CURSOS SUPERIORES

PESQUISA SOBRE VALIDAÇÃO DE DISCIPLINA/APROVEITAMENTO DE ESTUDOS NOS CURSOS SUPERIORES PESQUISA SOBRE VALIDAÇÃO DE DISCIPLINA/APROVEITAMENTO DE ESTUDOS NOS CURSOS SUPERIORES Adriane Stroisch De acordo com pesquisa realizada elaboramos a síntese a seguir com as informações

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições,

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições, RESOLUÇÃO Nº 01/2012 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

Resolução n o 113 de 30/12/2014 CAS

Resolução n o 113 de 30/12/2014 CAS Resolução n o 113 de 30/12/2014 CAS Disciplina a matrícula e a rematrícula do curso de Direito da Universidade Positivo (UP). O CONSELHO ACADÊMICO SUPERIOR (CAS), órgão da administração superior da Universidade

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 37/2009

RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 37/2009 DISPÕE SOBRE CRITÉRIOS PARA O EXAME DE IDENTIDADE OU EQUIVALÊNCIA DE DISCIPLINAS PARA EFEITO DE APROVEITAMENTO DE ESTUDOS O Presidente do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão CONSEPE, no uso

Leia mais

Regulamento Geral das Atividades Complementares do CENTRO UNIVERSITÁRIO SANT ANNA

Regulamento Geral das Atividades Complementares do CENTRO UNIVERSITÁRIO SANT ANNA Regulamento Geral das Atividades Complementares do CENTRO UNIVERSITÁRIO SANT ANNA São Paulo - 2010 CAPÍTULO I DA NATUREZA E DEFINIÇÃO Art. 1º As Atividades Complementares, com a sigla ACs, de todos os

Leia mais

Estrutura Curricular do curso Música - Bacharelado com Habilitação em Instrumento ou Canto

Estrutura Curricular do curso Música - Bacharelado com Habilitação em Instrumento ou Canto Estrutura Curricular do curso Música - Bacharelado com Habilitação em Instrumento ou Canto 1º período Canto Coral A 36 Canto I 54 Consciência Corporal em Performance Musical I 36 Contraponto I 36 Fisiologia

Leia mais

REDE GONZAGA DE ENSINO SUPERIOR REGES FACULDADE REGES DE DRACENA

REDE GONZAGA DE ENSINO SUPERIOR REGES FACULDADE REGES DE DRACENA REGULAMENTO _ DAS ACADEMICAS Em cumprimento às exigências da Resolução CNE/CES nº 9, de 29 de setembro de 2004 (do Conselho Nacional de Educação Câmara de Educação Superior) e ao Projeto Pedagógico do

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 11/2012 Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

RESOLUÇAO No 502-CONSEPE, de 31 de outubro de 2006.

RESOLUÇAO No 502-CONSEPE, de 31 de outubro de 2006. -+ UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÁO RESOLUÇAO No 502-CONSEPE, de 31 de outubro de 2006. Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Geografia nas modalidades Bacharelado e Bacharelado-Licenciatura e db outras

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 38 de 30/12/2011 - CAS

RESOLUÇÃO N o 38 de 30/12/2011 - CAS RESOLUÇÃO N o 38 de 30/12/2011 - CAS O Conselho Acadêmico Superior (CAS), no uso de suas atribuições conferidas pelo Estatuto da Universidade Positivo (UP), dispõe sobre as normas acadêmicas dos cursos

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições e,

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições e, RESOLUÇÃO Nº 05/2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

II Fórum dos Diretores de Ensino, Coordenadores de Ensino e de Cursos e Equipes Pedagógicas do Instituto Federal do Triângulo Mineiro IFTM

II Fórum dos Diretores de Ensino, Coordenadores de Ensino e de Cursos e Equipes Pedagógicas do Instituto Federal do Triângulo Mineiro IFTM II Fórum dos Diretores de Ensino, Coordenadores de Ensino e de Cursos e Equipes Pedagógicas do Instituto Federal do Triângulo Mineiro IFTM Reflexões sobre a Prática Pedagógica e a Construção da Identidade

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.074, DE 29 DE OUTUBRO DE 2010

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.074, DE 29 DE OUTUBRO DE 2010 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.074, DE 29 DE OUTUBRO DE 2010 Dispõe sobre os Planos Acadêmicos, Regimes e Horário de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO MARANHÃO CONSELHO DIRETOR. RESOLUÇÃO Nº. 27/2006, de 14 de julho de 2006.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO MARANHÃO CONSELHO DIRETOR. RESOLUÇÃO Nº. 27/2006, de 14 de julho de 2006. RESOLUÇÃO Nº. 27/2006, de 14 de julho de 2006. Aprova o Regulamento das Atividades Acadêmico-Científico- Culturais dos Cursos de Licenciatura do CEFET-MA. O PRESIDENTE DO DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DE AACC 2011/13

REGULAMENTO DE AACC 2011/13 REGULAMENTO DE AACC 2011/13 1 Apresentação A FESAR - Faculdade de Ensino Superior da Amazônia Reunida apresenta por meio deste Manual, orientações a fim de que os discentes ao longo de sua jornada acadêmica

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO Diretoria de Educação a Distância REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS Art. 1º. As atividades acadêmico-científico-culturais

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO DA UNESP FFC/MARÍLIA. Seção I. Dos Objetivos

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO DA UNESP FFC/MARÍLIA. Seção I. Dos Objetivos REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO DA UNESP FFC/MARÍLIA Seção I Dos Objetivos Artigo 1º O Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Filosofia e Ciências de Marília será estruturado

Leia mais

REGULAMENTO NÚCLEO FLEXÍVEL CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO NÚCLEO FLEXÍVEL CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO NÚCLEO FLEXÍVEL CURSO DE DIREITO Art. 1º O presente conjunto de regras tem por finalidade normatizar as atividades que compõem o núcleo flexível do Currículo de Graduação em Direito e cujo

Leia mais

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU USJT REGULAMENTO INTERNO DO CURSO DE MESTRADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU USJT REGULAMENTO INTERNO DO CURSO DE MESTRADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU USJT REGULAMENTO INTERNO DO CURSO DE MESTRADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA CEPE 04/12/2013 I - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1 o O Curso de Mestrado do Programa

Leia mais

O SECRETÁRIO DE ESTADO DE EDUCAÇÃO, no uso de suas atribuições legais, tendo

O SECRETÁRIO DE ESTADO DE EDUCAÇÃO, no uso de suas atribuições legais, tendo Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Educação RESOLUÇÃO SEE Nº 6 DE DE JANEIRO DE 00. ESTABELECE AS MATRIZES CURRICULARES DA EDUCAÇÃO BÁSICA NAS UNIDADES ESCOLARES DA REDE PÚBLICA

Leia mais

RESOLUÇÃO N 003/2010

RESOLUÇÃO N 003/2010 RESOLUÇÃO N 003/2010 Institui regulamento para o cumprimento das atividades de Estágio Curricular Supervisionado do Curso de Pedagogia da FCH/ FUMEC. O PRESIDENTE DO COLEGIADO DE CURSOS NO USO DE SUAS

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 012/07 CONSUNI

RESOLUÇÃO Nº 012/07 CONSUNI RESOLUÇÃO Nº 012/07 CONSUNI APROVA A ALTERAÇÃO DA MATRIZ CURRICULAR DOS CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO, ADMINISTRAÇÃO HABILITAÇÃO EM COMÉRCIO EXTERIOR E ADMINISTRAÇÃO HABILITAÇÃO EM MARKETING E O REGULAMENTO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 62 DE 26 DE SETEMBRO DE 2013

RESOLUÇÃO Nº 62 DE 26 DE SETEMBRO DE 2013 RESOLUÇÃO Nº 62 DE 26 DE SETEMBRO DE 2013 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal do Pampa, em sua 45ª Reunião Ordinária, realizada no dia 26 de setembro de 2013, no uso das atribuições que lhe

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS REGULAMENTO DAS Estabelece normas para o funcionamento das Atividades Complementares Obrigatórias Art. 1º. As atividades complementares obrigatórias são classificadas em cinco grupos: I de Pesquisa; II

Leia mais

RESOLUÇÃO N. 0 01/12

RESOLUÇÃO N. 0 01/12 RESOLUÇÃO N. 0 01/12 EMENTA: Aprova, no âmbito do Colegiado do Departamento de Matemática e Estatística, ao qual se vincula o Curso de Graduação de Licenciatura em Matemática modalidade à Distância da

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 298/2014

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 298/2014 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 298/2014 Altera a Deliberação CONSEP Nº 158/2010, que Aprova o Currículo do Curso de Graduação Licenciatura em Pedagogia, na modalidade a distância do Programa Segunda Licenciatura.

Leia mais

GERAL DOS CURSOS DE PÓS GRADUAÇÃO PROPe

GERAL DOS CURSOS DE PÓS GRADUAÇÃO PROPe REGULAMENTO GERAL DOS CURSOS DE PÓS GRADUAÇÃO PROPe Sumário Título I Dos Cursos de Pós Graduação e suas finalidades...1 Título II Dos Cursos de Pós Graduação em Sentido Lato...1 Título III Dos Cursos de

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE COOPERATIVAS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE COOPERATIVAS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE COOPERATIVAS Santa Maria RS 2011 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DO CURSO SUPERIOR

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.640, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.640, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.640, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Bacharelado

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições,

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições, 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 05/2009 Altera a estrutura curricular do Curso de Graduação em Pedagogia Licenciatura,

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Escola de Administração Comissão de Graduação em Administração RESOLUÇÃO Nº 04/2010

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Escola de Administração Comissão de Graduação em Administração RESOLUÇÃO Nº 04/2010 RESOLUÇÃO Nº 04/2010 A COMISSÃO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Comgrad/ADM, em reunião realizada no dia 02 de junho de 2010, tendo em vista a Resolução nº 24/2006 [e 50/2009] do Conselho de Ensino, Pesquisa

Leia mais

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí RESOLUÇÃO Nº 05 DE 17 DE DEZEMBRO DE 2012 Aprova alteração da matriz curricular do curso de Pedagogia.. A PRESIDENTE DO CONSELHO SUPERIOR DAS FACULDADES INTEGRADAS DO VALE DO IVAÍ, no uso da delegação

Leia mais

Aprova o Regulamento das Atividades Complementares dos Cursos de Graduação da Faculdade Murialdo - FAMUR

Aprova o Regulamento das Atividades Complementares dos Cursos de Graduação da Faculdade Murialdo - FAMUR RESOLUÇÃO CONSUP Nº 25/2015 Aprova o Regulamento das Atividades Complementares dos Cursos de Graduação da Faculdade Murialdo - FAMUR O Presidente do Conselho Superior CONSUP, no uso de suas atribuições

Leia mais