MERCHANDISING COMERCIAL E SOCIAL: PRODUTOS INTANGÍVEIS GERANDO PRODUTOS TANGÍVEIS E OUTROS INTANGÍVEIS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MERCHANDISING COMERCIAL E SOCIAL: PRODUTOS INTANGÍVEIS GERANDO PRODUTOS TANGÍVEIS E OUTROS INTANGÍVEIS"

Transcrição

1 MERCHANDISING COMERCIAL E SOCIAL: PRODUTOS INTANGÍVEIS GERANDO PRODUTOS TANGÍVEIS E OUTROS INTANGÍVEIS OSWALDO MARIANO MARTINS 1, ANA CAROLINA THEOPHILO 2, SIMONE APARECIDA PEDROSO 3 GISELE MARTINS VALERIO LYRA 4, MAURI CESAR SOARES 5 1 Aluno do Curso de Tecnologia em Gestão Empresarial FATEC Tatuí-SP 2 Aluna do Curso de Tecnologia em Gestão Empresarial FATEC Tatuí-SP 3 Aluna do Curso de Tecnologia em Gestão Empresarial FATEC Tatuí-SP 4 Aluna do Curso de Tecnologia em Gestão Empresarial FATEC Tatuí-SP 5 Professor do Curso de Tecnologia em Gestão Empresarial FATEC Tatuí-SP Resumo Este artigo busca discutir as maneiras como são tratados o merchandising comercial e social em novelas, minisséries, séries, seriados e soap operas no Brasil e no mundo. A questão do merchandising é utilizada em programas de TV, voltados para o público de massas. O merchandising comercial tem a função de persuadir o público a adquirir os produtos oferecidos durante cenas de exibição do programa. Por sua vez, o merchandising social tem a função de promover um serviço publicitário ou de responsabilidade social, ao promover discussões, lançar novas ideias e atingir valores de ideologia sem envolver custos. PALAVRAS-CHAVE: merchandising; produtos; responsabilidade social 1- INTRODUÇÂO 1.1- Conceito de merchandising Segundo Las Casas (2007, p.190): Merchandising é todo o esforço de apresentação do produto ou serviço no ponto-de-venda. Os serviços comercializados no varejo lojista ajustam-se a suas técnicas. Os bancos, por exemplo, divulgam seus produtos e serviços nas agências de forma chamativa e atraente. No conceito de merchandising, se traduzido ao pé da letra, encontramos a palavra mercado. Através disso, podemos começar uma discussão em torno do conceito, para saber como ele começou a conquistar tanto espaço nas mídias. Nesse artigo, o merchandising será objeto de reflexão das pequenas ações publicitárias que acontecem de forma cotidiana em telenovelas, minisséries, séries, seriados, soap opera e qualquer tipo de programa voltado para o público de massas. 1.2-Público de massas

2 O público de massas, se for analisado do ponto de vista artístico, existe desde a época da Grécia Antiga, pois já se realizavam encenações para divertir as pessoas e, assim, aparecia uma forma de entretenimento denominada Pão e Circo. Após a II Guerra Mundial, o mundo consolidava o capitalismo como sistema universal e, então, tornou-se necessário começar a atingir os consumidores de uma maneira diferente. Com isso, houve o auxílio dos meios de comunicação como o telégrafo, o telefone, a rádio, a televisão, e, com o tempo, surgiram as evoluções até chegarmos à nova onda da tecnologia em que começamos a difundir os conceitos de rede e internet. Para atrair essa massa, muitos gêneros de programas começaram a ser difundidos. O enfoque deste artigo se faz em programas de dramaturgia. 1.3-Pioneiras da dramaturgia Os primeiros folhetins já eram utilizados no entretenimento de massas desde o século XVIII, período denominado romantismo, que, no Brasil, teve destaque com autores como José de Alencar. Mais tarde, esse gênero foi utilizado com afinco pelas rádios. Com o invento da televisão, começamos a conhecer um gênero difundido primeiramente nos EUA, chamado de Soap Opera. A Soap Opera (Ópera de Sabão) é um gênero de dramaturgia exibido por episódios regulares, sem data para terminar, que exibem situações cômicas ou dramáticas. Elas receberam esse nome por serem patrocinadas por empresas de produtos de limpezas e cosméticos. As indústrias estavam conscientes que esse gênero chamava atenção do público feminino, já que, na época, a mulher não ocupava espaço significativo no mercado de trabalho, e preferiam programas de entretenimento a outros que fossem didáticos. O gênero da Soap Opera colaborou para o surgimento de outros como as telenovelas, minisséries, seriados, séries. No Brasil, a TV chegou na década de 50 pelas mãos da extinta TV TUPI com a telenovela Sua vida me pertence (1951). Na época, sem o auxílio do vídeo tape, as novelas eram adaptações de textos cubanos e argentinos, exibidas em média de 15 minutos, três vezes por semana e não duravam mais de 20 capítulos 1. A extinta TV Excelsior, vendo que precisava deixar o público diante da televisão por mais tempo, começou a exibir os capítulos todos os dias com a telenovela Ocupado (1963). Depois do sucesso de O Direito de Nascer (1964), as emissoras passaram a investir em teledramaturgia e começaram a fazer textos originais. Em 1968, a extinta TV TUPI exibiu Beto Rockfeller, com uma nova linguagem, características típicas brasileiras e o merchandising começou a ser utilizado de forma mais explícita. O anti-herói da trama bebia excessivamente uísque e depois tomada um antiácido Alka Seltzer para melhorar. Tudo isso foi feito em acordo com a empresa Engov, e o ator Luis Gustavo era quem protagonizava a trama. E, assim, nasceu o conceito de merchandising que utilizava a imagem de atores para agregar valor aos produtos, criar uma sociedade de consumo e atingir o lucro esperado pelas organizações. 1 Informação retirada no site Teledramaturgia (www.teledramaturgia.com.br) na seção Telenovelas nos anos 50 na TV TUPI.

3 Figura 1 (Capa da Revista Intervalo, retirada do site: em 29 de novembro de 2010) 2- DESENVOLVIMENTO 2.1. Polêmicas e lucro A partir da década de 70, a história da teledramaturgia passou pelo processo de consolidação e, cada vez mais, os produtos eram oferecidos durante os intervalos comerciais e merchandising comercial durante a exibição dos capítulos ou episódios. A ditadura militar que, desde os anos 60, existia no Brasil impedia que muitos assuntos fossem discutidos nas tramas. Em 1975, o autor Dias Gomes sofre com a censura de Roque Santeiro às vésperas de ir ao ar cedendo o horário para uma reprise de Selva de Pedra. E, assim, outras obras foram censuradas durante o período. Conforme Rodrigues e Gomes (2005) nada disso, porém, impediu que os maiores clássicos da TV fossem lançados consolidando um público fiel, principalmente na emissora de TV Rede Globo que acabou retendo a maior parte dos telespectadores em todo o país. A utilização da imagem dos atores, que ganhavam fama e espaço na mídia, atraía a atenção dos telespectadores e, assim, começou-se a utilizar os mesmos artifícios dos personagens que se identificavam e criavam um espécie de moda que acabava ao fim da trama. Muitos exemplos podem ser citados diante de tudo o que ocorreu no período: O corte de cabelo de Cristina (interpretada por Tônia Carrero) se tornou costume durante a exibição de Pigmalião 70 (1970) Meias coloridas de lurex e sandálias utilizadas por Júlia (interpretada por Sônia Braga) em Dancin Days (1978) finalizaram a década com muito sucesso na primeira

4 telenovela do autor Gilberto Braga para o horário nobre. 2 Figura 2 (trecho de abertura da novela Dancin Days (1978), retirada do site: em 29 de novembro de 2010) Na década de 80, o Brasil consegue implantar o sistema da Nova República e a ditadura militar chega ao fim oficialmente. Os programas de TV começam a ousar mais e tratar de problemas sociais e políticos sem sofrer grandes imposições como anteriormente. A novela Roque Santeiro,depois de dez de censura, consegue finalmente, no ano de 1985, ser veiculada, com elenco repaginado e lançando moda de muitos produtos como cita O dicionário da Rede Globo (2003, apud Jorge ZAHAR Editor, 2003, p. 144): O figurino da viúva, criado por Marco Aurélio, virou moda, dando origem ao Porcina s look : maquiagem exagerada, vestidos colantes, em geral de seda, para realçar a silhueta, com drapeados e decotes profundos, cores e bijuterias extravagantes, muito brilho, chapéus, turbantes, óculos berrantes e sapatos de salto altíssimos. A produção nacional de perucas também foi influenciada pelo personagem Lima Duarte. Segundo dados da época, as vendas de perucas aumentaram 80% no país. No mesmo ano de 1985, a Rede Globo lançava no horário das 19 horas a novela Tititi, que atualmente tem uma reedição produzida no mesmo horário. A trama lançou no mercado um batom com nome Boka Loka e, assim, atingiu muito sucesso com o público feminino. E agora novamente a Rede Globo lança mão dos produtos da novela. Figura 3 (Batom lançado através da novela Tititi, em 29 de novembro de 2010) 2 Informação retirada no site Teledramaturgia (www.teledramaturgia.com.br) na seção Telenovelas na década de 70 na TV GLOBO.

5 A inserção de merchandising nas novelas ganhou cada vez mais espaço e, na década de 90 e de 2000, houve cada vez mais inserção de anúncios publicitários durante a programação Merchandising social Diante dessa grande massa de vendas de serviços e de produtos, as emissoras começaram a perceber que programas de televisão não podiam ser construídos apenas de anúncios publicitários. (SANT ANNA CLEMENTE, 2009) A partir disso, as emissoras começaram a investir em merchandising social, que tinham não só justamente um compromisso de responsabilidade de questões sociais e que não apenas iriam fazer parte do drama construído pelas personagens, mas também a questão de lançar novas ideias na sociedade e no bem estar das pessoas. (PÍA NICOLOSI, 2009) Logicamente, o merchandising social não foi lançado porque as emissoras possuem preocupação com os problemas sociais do país, mas o fato é que a responsabilidade social agrega valor às empresas fazendo com que elas criem imagem diante da sociedade. Muitos foram os casos nos últimos tempos de merchandising social retratado nas telenovelas. Isso não se expressa apenas através da Rede Globo, porém a emissora carioca tem mais facilidade de ganhar lugar em mídias de grande espaço ao público e mais elaborado; esse é o casoda revista Veja e,assim, começam não só ajudar e atender às necessidades da sociedade, bem como influenciar o seu pensamento e e o seu comportamento. Desde o início da TV, podemos visualizar o merchandising social, pois ele pode ser inserido até mesmo em tramas de época. A reedição de Sinhá Moça (2006), reprisado há pouco tempo, fez um merchandising da posição do negro no país mesmo se passando em outra época. Novelas de época costumam ter mais merchandising social, já que é mais difícil exibir o merchandising comercial por passar em outra época, o que tornaria as cenas extremamente superficiais. Mas, o horário nobre da Rede Globo dificilmente exibe novelas de época. Na década de 2000, as únicas exibidas foram Terra Nostra (2000) e Esperança (2002). O horário nobre da Rede Globo, às 21 horas, acaba por investir mais em telenovelas contemporâneas para favorecer o lançamento de produtos. Apesar de todo esse investimento em merchandising comercial, vemos muitos exemplos de merchandising social. Em O Rei do Gado (1996) que abordou a realidade da vida dos sem terras ; Em Explode Coração (1996), o drama de crianças desaparecidas; Em Por Amor (1997), o alcoolismo; Em O Clone (2001), o mundo das drogas; Em Senhora do Destino (2005), a questão de adoção de crianças por casais homossexuais; Em Páginas da Vida (2006), foi abordada a questão da bulimia e síndrome de Down; Em Viver a Vida (2010), foram abordadas as dificuldades de deficientes físicos no Brasil; Em Mulheres Apaixonadas (2003), muitos assuntos, como homossexualismo, convivência com idosos, violência urbana e contra a mulher, câncer de mama, foram expostos.muitas outras questões foram veiculadas, com um espaço grande nos meios de comunicação, o que geroudiscussão em todo o país em torno de temas relevantes. Nesse sentido, o merchandising social traz a oportunidade de criar uma responsabilidade social diante do público, o que gera vários balanços sociais nas emissoras de televisão. A discussão e o debate público, executado através da reunião familiar diante da TV, podem fazer com que muitas pessoas passem a refletir assuntos que,por vergonha e preconceito, são ignorados na sociedade.

6 Figura 4 (Camila, personagem da atriz Carolina Dieckmann na novela Laços de família (2000)) Imagem retirada do site: EI7590-FI ,00.html) Podemos encontrar uma importante citação no Dicionário da TV Globo a respeito da campanha de medula óssea na novela Laços de Família, (2003, apud Jorge ZAHAR Editora, 2003, p. 278): O merchandising social da Rede Globo foi o ganhador do BitC Awards for Excellence 2001, na categoria Global Leardership Award, o mais importante prêmio de responsabilidade social do mundo. A emissora concorreu com inserções de campanhas sociais realizadas durante a programação de 2000, com ênfase chamado Efeito Camila o brusco aumento no número de doadores de sangue, órgãos e sobretudo medula óssea, em função do drama vivido pela personagem de Carolina Dieckmann. O instituto Nacional do Câncer, que registrava dez novos cadastramentos por mês, passou a receber 149 nas semanas que se seguiram ao término da novela Produtos dos programas Muitos produtos ganham espaço no varejo através do lançamento dos programas. Durante a exibição, as emissoras fazem parcerias e oferecem os mais diversos produtos para os consumidores: CDs, DVDs, álbum de figurinhas, brinquedosentre outros. O lançamento de trilhas sonoras já tinha destaque desde os anos 60, mas foi com o lançamento do disco de Estúpido Cúpido em 1976 que a Rede Globo atingiu a marca de venda de 1 milhão de cópias. No final da década de 80, chega ao Brasil os CDs que consolidam mercado nos anos 90. Na década de 2000, começa o lançamento de minisséries com a A Muralha (2000). No México, as telenovelas começam a ser lançadas de maneira compactada em disco duplo. No Brasil, a única novela a ser lançada até o momento em DVD foi Roque Santeiro com 16 discos 3. 3 Informação retirada no site Teledramaturgia (www.teledramaturgia.com.br) na seção Telenovelas nas décadas de 70, 80, 90 e (Estúpido Cupido), (A Muralha) (Dvds de novelas mexicanas).

7 O público infantil sempre foi um grande alvo de produtos. Novelas mexicanas exibidas no SBT como Carrossel (1991) e Rebeldes (2005) tiveram grande espaço no mercado com bonecas dos protagonistas, álbum de figurinhas, roupas, sapatos, maquiagem, CDs, DVDs, shows entre outros tipos de comercialização. Ou seja, uma trama pode inserir merchandising de outras empresas e também lançar produtos da própria obra em parcerias. Figura 5 (Cd e DVD da minissérie Maysa (2009)) Imagem retirada do site: Públicos e gêneros No Brasil e no mundo, as emissoras costumam promover os programas exibidos para o público alvo do horário. No caso da Rede Globo, as novelas foram divididas em três horários: 18 horas Novelas leves e românticas 19 horas Novelas de humor e ação 21 horas Novelas com drama exacerbado e conteúdo mais adulto A emissora carioca também oferece algumas vezes ao ano minisséries que são exibidas depois das 23 horas para um público mais exigente e específico. O SBT primou por apresentar novelas estrangeiras (geralmente mexicanas) e adaptações de textos latinos americanos e, assim, consolidou um público específico na emissora. Emissoras como a Rede Record, Band e Rede TV utilizam-se de vários recursos do mercado, sem, todavia, criarem uma identidade de público e de gênero. Os gêneros podem mudar de um país para outro. Em países como México e outros latinos, o público costuma ser mais conservador já que prefere ver telenovelas e programas de cunho maniqueísta, em que os personagens são centralizados no núcleo central da trama. Um exemplo disso foi o lançamento da telenovela A Favorita (2008) no mercado internacional. Enquanto, no Brasi,l até o meados do capítulo 50, o público não sabia qual era a mocinha e a vilã (interpretadas pelas atrizes Cláudia Raia e Patrícia Pillar), no mercado latino, as personagens já foram divulgadas com suas verdadeiras características e os capítulos em que havia a dúvida foram compactados para evitar supostas rejeições da audiência. Nos EUA, os seriados e o cinema possuem maior parcela do público. No caso dos seriados, dependendo da repercussão, conseguem atingir anos de exibição. Na Europa, soap operas costumam ter curto tempo de exibição do episodio (geralmente 15 minutos de exibição) e abordam assuntos que dificilmente teriam repercussão no Brasil. Na Alemanha, por exemplo, há alguns anos, são exibidas Alles was Zahlt e Verbotene Liebe que retratam conflitos de geração jovem e tocam em assuntos polêmicos como terrorismo, drogas e homossexualismo 4. 4 Mais informações:

8 No Brasil, o gênero da soap opera é retratado desde 1995 com a exibição de Malhação. Ao contrario do passado, esse gênero não busca mais o patrocínio de cosméticos e sabão para donas de casa, e sim o consumo do público jovem e adolescente 5. Ao fazer a pesquisa de mercado, pode-se mensurar as necessidades que o público do horário deseja e, dessa forma, tornar as tramas adequadas ao horário. A única emissora do país que utiliza essa metodologia, há anos, foi a que conseguiu maior repercussão econômica. Figura 6 (Cena da soap opera alemã Alles was Zahlt, em que retrata conflitos de uma geração jovem) Imagem retirada do site: Mudança de hábitos A audiência da televisão vem diminuindo nos últimos tempos. A entrada de canais a cabo e internet fez com que o público migrasse para essas novas mídias e começaram a utilizar recursos como YouTube e sitesonde se permitem baixar programas e filmes de forma clandestina. Com isso, as pessoas que postam os programas costumam editar e retirar os intervalos comerciais, o que faz com que o merchandising comece a aumentar durante a exibição do programa. O EUA já possui um medidor de audiência dessas novas mídias; no Brasil ainda está em estudo. 3- Conclusão O merchandising é a forma de oferecer produtos de maneira prática e elegante. A forma como vem sendo utilizado é relativamente exagerada e deve ser ponderado para ser exibido de forma mais sutil e, assim, respeitar os telespectadores para não haver enganos. Muitos países utilizam esse recurso e ele não deve ser abolido como muitos desejam. Na verdade, o lançamento de produtos, durante a exibição do programa, é um forma de investimento interessante e que deve ser bem trabalhado, principalmente na utilização de capital intelectual das mais diversas áreas do conhecimento para haver melhor aproveitamento dos profissionais no mercado. 5 Mais informações:

9 Mas vale ressaltar que os programas de massas analisados como intangíveis, em que são mais difíceis de mensurar a repercussão, têm a responsabilidade social de gerar outras questões intangíveis para o auxilio da sociedade e não apenas o lançamento de produtos tangíveis que são comercializados no mercado. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS CASAS, Alexandre Luiz Las. Marketing de serviços. São Paulo: Atlas, MEDEIROS, Analuce Barbosa Coelho. Merchandising em Telenovela:Merchandising em Telenovela f. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Linguagem ), Universidade Tuiuti do Paraná, Curitiba MOTTA, Fernanda Gosser. Muito além da maquiagem carregada: O sucesso das telenovelas mexicanas no Brasil A visão dos telespectador f. Monografia (Bacharelado em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo), Universidade Tuiuti do Paraná, São Pedro, NICOLOSI, Alejandra Pia. Merchandising Social: Um diálogo possível f. Dissertação (Mestrado em Teoria e Pesquisa em Comunicação), Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009 PROJETO MEMÓRIA DA REDE GLOBO. Dicionário da TV Globo: Programas de dramaturgia & entretenimento. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, RODRIGUES, Adriano; GOMES, Josir Simeone. Controle gerencial em empresas internacionalizadas: o caso da TV Globo Ltda f. IX Congresso Internacional de Custos (Bacharel) - Universidade de São Paulo, Florianópolis, RTL INTERACTIVE GMBH (Org.). Alles was Zahlt. Disponível em: <http://www.rtl.de/medien/unterhaltung/awz/awz-storys/16dac-b d-12/die-schoenstenmomente-von-deniz-und-roman.html>. Acesso em: 25 set SANT, Andrea. Merchandising Social: A Caixa de Pandora da Telenovela Brasileira f. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Cultura), Universidade de Sorocaba, Sorocaba, 2009.

MERCHANDISING COMERCIAL NA TELENOVELA: DA PERSUASÃO AO INCOMODO

MERCHANDISING COMERCIAL NA TELENOVELA: DA PERSUASÃO AO INCOMODO MERCHANDISING COMERCIAL NA TELENOVELA: DA PERSUASÃO AO INCOMODO Elisa Peres Maranho 1 ; Gláucia Brida 2 RESUMO: Ao inserir-se no intervalo comercial da novela, a publicidade se beneficia da audiência e

Leia mais

Ator e diretor Marcos Paulo morre aos 61 anos no Rio de Janeiro. Escrito por Fábio Barbosa Seg, 12 de Novembro de 2012 10:09

Ator e diretor Marcos Paulo morre aos 61 anos no Rio de Janeiro. Escrito por Fábio Barbosa Seg, 12 de Novembro de 2012 10:09 O ator e diretor Marcos Paulo, um dos principais nomes da teledramaturgia brasileira, morreu neste domingo (11), aos 61 anos, no Rio de Janeiro. De acordo com comunicado divulgado pela TV Globo, ele sofreu

Leia mais

de braços abertos gravação do CD e DVD

de braços abertos gravação do CD e DVD de braços abertos gravação do CD e DVD o começo A cantora e compositora Marcella Fogaça, com mais de 10 anos de carreira, começou a cantar em Belo Horizonte, onde nasceu. Se mudou para o Rio de Janeiro

Leia mais

Radionovela para e com deficientes visuais 1

Radionovela para e com deficientes visuais 1 Radionovela para e com deficientes visuais 1 Gabriela Rodrigues Pereira CAPPELLINI 2 Raquel PELLEGRINI 3 Christian GODOI 4 Centro Universitário do Monte Serrat, Santos, SP RESUMO Narrar histórias a deficientes

Leia mais

Televisão brasileira: o início da problemática 1

Televisão brasileira: o início da problemática 1 Televisão brasileira: o início da problemática 1 AUTOR: QUINTANA JÚNIOR, José CURSO: Comunicação Social Jornalismo/Unifra, Santa Maria, RS OBRA: CAPARELLI, Sérgio. Televisão e capitalismo no Brasil: com

Leia mais

PALAVRAS CHAVES: Programa Sintonia; Cinema; Música; Encarte DVD.

PALAVRAS CHAVES: Programa Sintonia; Cinema; Música; Encarte DVD. RESUMO: Programa Sintonia: Encarte DVD 1 Adilson Soares Ferreira 2 Andre Renato Tambucci 3 Adam Pierre 4 Renata Boutin Becate 5 Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio CEUNSP Salto - SP Para atrair

Leia mais

Planejamento de Campanha de Propaganda. Aula 5. Contextualização. Instrumentalização. Meios e Veículos. Mídia Conceito. Profa.

Planejamento de Campanha de Propaganda. Aula 5. Contextualização. Instrumentalização. Meios e Veículos. Mídia Conceito. Profa. Planejamento de Campanha de Propaganda Aula 5 Contextualização Profa. Karin Villatore Esta aula tem como objetivo mostrar quais são as principais mídias que podem ser usadas em campanhas de publicidade

Leia mais

Arquétipos na publicidade e propaganda

Arquétipos na publicidade e propaganda Arquétipos na publicidade e propaganda Mauricio BARTH 1 Moris Mozart MUSSKOPF 2 Resumo Diversos indicadores comprovam o processo de envelhecimento da população brasileira. Esta tendência, do ponto de vista

Leia mais

TELEVISÃO x CRIANÇA: novo alvo da publicidade televisiva.

TELEVISÃO x CRIANÇA: novo alvo da publicidade televisiva. TELEVISÃO x CRIANÇA: novo alvo da publicidade televisiva. Mariana Carneiro da Cunha CAMPELO 1 Resumo Ao longo dos anos, na publicidade televisiva brasileira, vem ocorrendo algumas mudanças na comunicação

Leia mais

INSTITUCIONAL ZEZÉ DI CAMARGO & LUCIANO

INSTITUCIONAL ZEZÉ DI CAMARGO & LUCIANO APRESENTA INSTITUCIONAL ZEZÉ DI CAMARGO & LUCIANO ASSISTA O VÍDEO RELEASE! The image cannot be displayed. The ima ge UMA HISTÓRIA DE TALENTO E SUCESSO DE UMA CARREIRA QUE POSSUI NÚMEROS MAIS QUE EXPRESSIVOS

Leia mais

Divulgação do novo telefone da Central de Atendimento da Cemig: Análise da divulgação da Campanha

Divulgação do novo telefone da Central de Atendimento da Cemig: Análise da divulgação da Campanha XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2008-06 a 10 de outubro Olinda - Pernambuco - Brasil Divulgação do novo telefone da Central de Atendimento da Cemig: Análise da divulgação

Leia mais

Projeto de Lei de Iniciativa Popular para uma mídia Democrática

Projeto de Lei de Iniciativa Popular para uma mídia Democrática Projeto de Lei de Iniciativa Popular para uma mídia Democrática Comunicação é um direito de todos No Brasil, os meios de comunicação estão concentrados nas mãos de poucas empresas familiares que têm a

Leia mais

SE EU FOSSE VOCÊ 2. material de apoio FICHA TÉCNICA ELENCO

SE EU FOSSE VOCÊ 2. material de apoio FICHA TÉCNICA ELENCO material de apoio DIVULGAÇÃO SE EU FOSSE VOCÊ FICHA TÉCNICA ELENCO BRASIL, 009 GÊNERO: COMÉDIA DURAÇÃO: 00 MINUTOS CLASSIFICAÇÃO: 0 ANOS SITE OFICIAL: Glória Pires - Helena Tony Ramos - Cláudio Isabelle

Leia mais

AMORES ROUBADOS AMORES ROUBADOS. Minissérie, livremente inspirada no livro A emparedada da Rua Nova, é um thriller sobre o poder avassalador da paixão

AMORES ROUBADOS AMORES ROUBADOS. Minissérie, livremente inspirada no livro A emparedada da Rua Nova, é um thriller sobre o poder avassalador da paixão plano comercial AMORES ROUBADOS NO SERTÃO DE PERNAMBUCO, TRAMA ENVOLVE AMOR E ÓDIO LEANDRO E ANTÔNIA De 6 a 17 de janeiro/14 (segunda a sexta-feira), a Globo exibe a minissérie Amores Roubados, em 10 capítulos

Leia mais

O CÂNCER DE MAMA NO ALVO DA MODA

O CÂNCER DE MAMA NO ALVO DA MODA O CÂNCER DE MAMA NO ALVO DA MODA Corridas e Caminhadas contra o Câncer de Mama 2009 Correr durante 10 anos é uma grande vitória. E mais expressivo é quando os números revelam conquistas surpreendentes

Leia mais

PRAIEIRO. Lili Araujo

PRAIEIRO. Lili Araujo PRAIEIRO Lili Araujo APRESENTAÇÃO: "PRAIEIRO" será o terceiro trabalho fonográfico solo da cantora e compositora carioca Lili Araujo. Haverá a produção de uma tiragem mínima do CD em formato físico (1.000

Leia mais

O PAPEL DA PROPAGANDA NO AMBIENTE ESCOLAR

O PAPEL DA PROPAGANDA NO AMBIENTE ESCOLAR O PAPEL DA PROPAGANDA NO AMBIENTE ESCOLAR Izabele Silva Gomes Vívian Galvão Barbosa Universidade Federal de Campina Grande UFCG izabelesilvag@gmail.com viviangbarbosa@msn.com INTRODUÇÃO Termos como Era

Leia mais

Midia Kit Dados OUTUBRO 2015 (31/08/15 29/09/15)

Midia Kit Dados OUTUBRO 2015 (31/08/15 29/09/15) Midia Kit Dados OUTUBRO 2015 (31/08/15 29/09/15) A marca: A marca Bom Gosto por Gabriela Rossi engloba o site Blog do Bom Gosto (www.blogdobomgosto.com), que aborda os temas gastronomia/bem-estar/moda;

Leia mais

Midia Kit Dados setembro/2015 (08/08/15 06/09/15)

Midia Kit Dados setembro/2015 (08/08/15 06/09/15) Midia Kit Dados setembro/2015 (08/08/15 06/09/15) A marca: A marca Bom Gosto por Gabriela Rossi engloba o site Blog do Bom Gosto (www.blogdobomgosto.com), que aborda os temas gastronomia/bem-estar/moda;

Leia mais

Projeto dia dos Pais 2015 Comemoração dia 15/08/15

Projeto dia dos Pais 2015 Comemoração dia 15/08/15 Projeto dia dos Pais 2015 Comemoração dia 15/08/15 Objetivo:Promover a interação entre pais e filhos, de maneira divertida, prazerosa e colaborativa, dentro do contexto escolar de convivência e socialização.

Leia mais

Pronac Nº 1111032 Você em Cenna é um concurso cultural que irá eleger atores e atrizes amadores de todo o país, que enviarão vídeos de suas performances para votação popular e de júri especializado. Os

Leia mais

Jovem Guarda além do iê-iê-iê: Estilo de vida jovem nos anos 1960. Maíra Zimmermann. No período relativo ao segundo pós-guerra, com o avanço da

Jovem Guarda além do iê-iê-iê: Estilo de vida jovem nos anos 1960. Maíra Zimmermann. No período relativo ao segundo pós-guerra, com o avanço da Jovem Guarda além do iê-iê-iê: Estilo de vida jovem nos anos 1960 Maíra Zimmermann Data da defesa: 15/MAIO/2009 Instituição: Centro Universitário Senac No período relativo ao segundo pós-guerra, com o

Leia mais

2º PRÊMIO SESCAP-PR DE JORNALISMO. Regulamento

2º PRÊMIO SESCAP-PR DE JORNALISMO. Regulamento 2º PRÊMIO SESCAP-PR DE JORNALISMO Regulamento 1. OBJETIVO: O PRÊMIO SESCAP-PR DE JORNALISMO é uma iniciativa do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias,

Leia mais

UM PLANO DE COMUNICAÇÃO INTEGRADA

UM PLANO DE COMUNICAÇÃO INTEGRADA APRESENTAÇÃO No inverno da charmosa Vitória da Conquista, localizada no sudoeste baiano, acontece entre 29 e 31 de agosto a décima edição o Festival de Inverno da Bahia. Consolidado no calendário cultural

Leia mais

SÁBADO TOTAL PATROCÍNIO E MERCHANDISING O LEÃO ESTÁ DE VOLTA PARA ALEGRIA DA FAMÍLIA BRASILEIRA NOVEMBRO DE 2012 REDETV! www.redetv.com.

SÁBADO TOTAL PATROCÍNIO E MERCHANDISING O LEÃO ESTÁ DE VOLTA PARA ALEGRIA DA FAMÍLIA BRASILEIRA NOVEMBRO DE 2012 REDETV! www.redetv.com. SÁBADO TOTAL PATROCÍNIO E MERCHANDISING NOVEMBRO DE 2012 REDETV! www.redetv.com.br www.redetv.com.br/comercial DEPARTAMENTO DE MARKETING REDETV! DIVISÃO PLANEJAMENTO DE MARKETING PUBLICITÁRIO O LEÃO ESTÁ

Leia mais

3ª MOSTRA DE CINEMA AMADOR DO COLÉGIO CIVITATIS (CIVIFILMES) E 3º TROFÉU GRAÇA ARANHA DE CINEMA AMADOR REGULAMENTO

3ª MOSTRA DE CINEMA AMADOR DO COLÉGIO CIVITATIS (CIVIFILMES) E 3º TROFÉU GRAÇA ARANHA DE CINEMA AMADOR REGULAMENTO 3ª MOSTRA DE CINEMA AMADOR DO COLÉGIO CIVITATIS (CIVIFILMES) E 3º TROFÉU GRAÇA ARANHA DE CINEMA AMADOR REGULAMENTO O COLÉGIO CIVITATIS sediado na Rua Falchi Gianini, 842, no bairro da Vila Prudente, CEP:

Leia mais

Análise Semiótica de Anúncio de TV

Análise Semiótica de Anúncio de TV Análise Semiótica de Anúncio de TV DADOS TÉCNICOS: Título: Segredos; Anunciante: Etti ; Criação: Fábio Fernandes e Renata Flori; Agência: F/Nazca; Produto: Molho de Tomate Salsaretti; Ano de veiculação

Leia mais

PLANO DE PATROCÍNIO INTEGRADO

PLANO DE PATROCÍNIO INTEGRADO PLANO DE PATROCÍNIO INTEGRADO VICE-PRESIDÊNCIA COMERCIAL 17/Mar/2014 Esse é o cara: atua, canta, apresenta e ainda faz você faturar! O ator e cantor Rodrigo Faro agora comanda as tardes de domingo da REDE

Leia mais

1º Prêmio Abril de Personagens.

1º Prêmio Abril de Personagens. O projeto Com o intuito de promover e incentivar a produção de conteúdo infantil de qualidade, a Editora Abril, com o apoio da ABPI-TV, lança o 1º Prêmio Abril de Personagens. A Editora convoca roteiristas,

Leia mais

Vídeo de divulgação do FUSCA 2014 - A Forca 1

Vídeo de divulgação do FUSCA 2014 - A Forca 1 Vídeo de divulgação do FUSCA 2014 - A Forca 1 Aryel Silva SIQUEIRA 2 Bryan José Ferreira de SOUZA 3 Adryan Kaike Fortaleza Alves MOREIRA 4 Laércio Cruz ESTEVES 5 Faculdade Estácio do Pará, Belém, PA RESUMO

Leia mais

1º PRÊMIO SESCAP-PR DE JORNALISMO. Regulamento

1º PRÊMIO SESCAP-PR DE JORNALISMO. Regulamento 1º PRÊMIO SESCAP-PR DE JORNALISMO Regulamento 1. OBJETIVO: O PRÊMIO SESCAP-PR DE JORNALISMO é uma iniciativa do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias,

Leia mais

IDEAS.ART.BR. p r o d u ç õ e s a r t í s t i c a s APRESENTA APRESENTA TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

IDEAS.ART.BR. p r o d u ç õ e s a r t í s t i c a s APRESENTA APRESENTA TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. p r o d u ç õ e s a r t í s t i c a s APRESENTA APRESENTA No início, há quem te chame de sonhador, de louco. Há momentos difíceis que te deixam de cara, mas você levanta, ergue a cabeça e a felicidade

Leia mais

Projeto aprovado na Lei de Incentivo Fiscal ICMS de Minas Gerais. Protocolo: 1649/001/2011

Projeto aprovado na Lei de Incentivo Fiscal ICMS de Minas Gerais. Protocolo: 1649/001/2011 Projeto aprovado na Lei de Incentivo Fiscal ICMS de Minas Gerais. Protocolo: 1649/001/2011 A TURNÊ Trazendo releituras de trilhas sonoras famosas com um sotaque bastante pessoal, o Quinteto São do Mato

Leia mais

Spot: Acessibilidade - Conscientização e Prática 1

Spot: Acessibilidade - Conscientização e Prática 1 Spot: Acessibilidade - Conscientização e Prática 1 Felipe Marinho da Silva 2 Waldemar Moreira Ramos 3 Rodolfo Nunes Freire Ribeiro 4 José Zilmar Alves da Costa 5 Universidade Federal do Rio Grande do Norte,

Leia mais

MDD Mídias Interativas. A Evolução da TV no Brasil

MDD Mídias Interativas. A Evolução da TV no Brasil Pós-Graduação MDD Mídias Interativas A Evolução da TV no Brasil Apresentações Profª. Graciana Simoní Fischer de Gouvêa Email: graciana.fischer@prof.infnet.edu.br Evolução da TV Evolução do Homem x TV Evolução

Leia mais

PLANEJAMENTO DE MARKETING ELETRÔNICO

PLANEJAMENTO DE MARKETING ELETRÔNICO Instituto FA7 IBMEC MBA em Marketing Disciplina: Professor: Turma: Equipe: Marketing Eletrônico Renan Barroso Marketing II - Fortaleza Ana Hilda Sidrim, Ana Carolina Danziger PLANEJAMENTO DE MARKETING

Leia mais

CORPO FEMININO E DETERMINAÇÕES DA INDÚSTRIA CULTURAL: CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA SOCIAL Bruna Trevizoli Ferraz Lobo 1

CORPO FEMININO E DETERMINAÇÕES DA INDÚSTRIA CULTURAL: CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA SOCIAL Bruna Trevizoli Ferraz Lobo 1 CORPO FEMININO E DETERMINAÇÕES DA INDÚSTRIA CULTURAL: CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA SOCIAL Bruna Trevizoli Ferraz Lobo 1 (Orientador) Profa. Dra. Tatiana Machiavelli Carmo Souza 2 RESUMO O presente trabalho

Leia mais

A CRIANÇA NA PUBLICIDADE

A CRIANÇA NA PUBLICIDADE A CRIANÇA NA PUBLICIDADE Entrevista com Fábio Basso Montanari Ele estuda na ECA/USP e deu uma entrevista para e seu grupo de colegas para a disciplina Psicologia da Comunicação, sobre sua história de vida

Leia mais

Fundamentos da Propaganda TV e Cinema. Prof. Adriano Portela

Fundamentos da Propaganda TV e Cinema. Prof. Adriano Portela Fundamentos da Propaganda TV e Cinema Prof. Adriano Portela Brasil, 1950. A chegada da televisão revoluciona a vida dos brasileiros. Os Anos de Chumbo, como foram chamados os 20 anos de ditadura, marcaram

Leia mais

10º ENCONTRO NACIONAL DE CINEMA E VÍDEO DOS SERTÕES Realização ESCALET Produções Cinematográficas Patrocínio PETROBRAS. De 04 a 08 de novembro de 2015

10º ENCONTRO NACIONAL DE CINEMA E VÍDEO DOS SERTÕES Realização ESCALET Produções Cinematográficas Patrocínio PETROBRAS. De 04 a 08 de novembro de 2015 10º ENCONTRO NACIONAL DE CINEMA E VÍDEO DOS SERTÕES Realização ESCALET Produções Cinematográficas Patrocínio PETROBRAS De 04 a 08 de novembro de 2015 REGULAMENTO I DA DATA E LOCAL Art. 1º: O 10º ENCONTRO

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO CÓDIGO 042 CÓD. CURSO CÓD. DISC. 090.3630.1 CRÉDITOS UNIDADE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CURSO PROPAGANDA, PUBLICIDADE E CRIAÇÃO DISCIPLINA Redação e Expressão Oral VI ETAPA 6ª Período

Leia mais

amor saúde felicidade equilíbrio

amor saúde felicidade equilíbrio amor saúde felicidade equilíbrio Revista Mais A Revista Mais foi criada pela Trip Editora para o Grupo Pão de Açucar e tem como objetivo reforçar o DNA do Mais (programa de relacionamento do Grupo Pão

Leia mais

Grow Up Grow Up Grow Up Grow Up

Grow Up Grow Up Grow Up Grow Up Franchising Nossa história Um jovem casal com um sonho em comum: empreender. Deste sonho nasceu a Grow Up, grife de moda infantil de 0 a 4 anos. Helen e Eduardo Guelfi se conheceram em 2004 e logo depois

Leia mais

- 1 - Regras de Votação Meus Prêmios Nick 2013

- 1 - Regras de Votação Meus Prêmios Nick 2013 - 1 - Regras de Votação Meus Prêmios Nick 2013 As regras de votação aqui descritas ( Regras ) regerão os procedimentos de seleção dos indicados e dos ganhadores do prêmio denominado Meus Prêmios Nick 2013

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO CÓDIGO 042 CÓD. CURSO CÓD. DISC. CRÉDITOS UNIDADE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CURSO PROPAGANDA, PUBLICIDADE E CRIAÇÃO DISCIPLINA Redação e Expressão Oral VI ETAPA 6 Período CH 2 ANO

Leia mais

Banco de dados para consulta e pesquisa da criação publicitária realizada no meio universitário contemporâneo. 1

Banco de dados para consulta e pesquisa da criação publicitária realizada no meio universitário contemporâneo. 1 Banco de dados para consulta e pesquisa da criação publicitária realizada no meio universitário contemporâneo. 1 Ricardo Bruscagin Morelatto. 2 Universidade Mackenzie. Resumo: Registro da produção criativa

Leia mais

Repórter sensacionalista, de estilo machão e truculento. Não se conforma com a separação de Berê. Guarda um segredo a sete chaves.

Repórter sensacionalista, de estilo machão e truculento. Não se conforma com a separação de Berê. Guarda um segredo a sete chaves. Taxista, divorciada, uma mulher interessante, de mente aguçada e observadora, que deixou a vida cair na rotina. Mantém com o filho uma relação distante e automática. O envolvimento de Tiago no assassinato

Leia mais

OBJETIVOS DE MARKETING

OBJETIVOS DE MARKETING CASE Banco do Brasil Todo Seu O Banco do Brasil é a mais antiga instituição bancária brasileira. Reconhecido como fundamental para o desenvolvimento econômico e social do país, é também o maior banco da

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE PLANO DE ENSINO CÓDIGO 042 CÓD. CURSO 42951 CÓD. DISC. 090.3630.1 UNIDADE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CURSO PROPAGANDA, PUBLICIDADE E CRIAÇÃO DISCIPLINA REDAÇÃO E EXPRESSÃO ORAL VI ETAPA 6ª CH 02 ANO 2011 OBJETIVO

Leia mais

REGULAMENTO Festival Luz de Cinema 1º Festival de cinema latino-americano Curitiba, 20 a 24 de outubro de 2014

REGULAMENTO Festival Luz de Cinema 1º Festival de cinema latino-americano Curitiba, 20 a 24 de outubro de 2014 REGULAMENTO 1º Festival de cinema latino-americano Curitiba, 20 a 24 de outubro de 2014 1 ORGANIZAÇÃO O evento será realizado pela Escola de Comunicação e Artes da Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Leia mais

LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA

LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA LEI DA MÍDIA DEMOCRÁTICA (versão simples da Lei da Comunicação Social Eletrônica) CAPÍTULO 1 PARA QUE SERVE A LEI Artigo 1 - Esta lei serve para falar como vai acontecer de fato o que está escrito em alguns

Leia mais

Editorial de Moda: Anos 60 1

Editorial de Moda: Anos 60 1 Editorial de Moda: Anos 60 1 Lucas Paiva de OLIVEIRA 2 Rosana Vilanova LACERDA 3 Paola Monteiro CORRÊA 4 Gabriella Grendene ZANCHI 5 Renata STODUTO 6 Centro Universitário Metodista do IPA, Porto Alegre,

Leia mais

Política de doação de Mídia Social

Política de doação de Mídia Social Política de doação de Mídia Social 1.Objetivo A presente política tem como objetivo definir critérios institucionais para cada modalidade de parceria em Mídia Social estabelecida pela Rede Gazeta e adotada

Leia mais

Mídia Kit PRETINHO BÁSICO

Mídia Kit PRETINHO BÁSICO Mídia Kit PRETINHO BÁSICO As marcas querem contar histórias e nisso nós somos Contamos repercutem histórias que Jargões do programa são usados no dia a dia pelo público. Eu sou designer Óquei Bordão para

Leia mais

Dia Global do Voluntariado Jovem

Dia Global do Voluntariado Jovem Projeto: Dia Global do Voluntariado Jovem O Dia Global do Voluntariado Jovem, promovido desde 2000 pela oitava vez em mais de 120 países, será celebrado no Brasil nos dias 27, 28 e 29 de abril de 2007.

Leia mais

9º ENCONTRO NACIONAL DE CINEMA E VÍDEO DOS SERTÕES Realização ESCALET Produções Cinematográficas Patrocínio PETROBRAS MINISTÉRIO DA CULTURA

9º ENCONTRO NACIONAL DE CINEMA E VÍDEO DOS SERTÕES Realização ESCALET Produções Cinematográficas Patrocínio PETROBRAS MINISTÉRIO DA CULTURA 9º ENCONTRO NACIONAL DE CINEMA E VÍDEO DOS SERTÕES Realização ESCALET Produções Cinematográficas Patrocínio PETROBRAS MINISTÉRIO DA CULTURA De 05 a 09 de novembro de 2014 Floriano/PI e Barão de Grajaú/MA

Leia mais

A CULTURA NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO NA DÉCADA DE 70

A CULTURA NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO NA DÉCADA DE 70 A CULTURA NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO NA DÉCADA DE 70 JUNIOR, Carlos de Faria 1 FERNANDES, Priscila Mendonça 2 Palavras-Chave: Indústria Cultural. Regime Militar. Telenovelas. Introdução O projeto consiste

Leia mais

Projetos culturais: desenvolvimento, captação e gestão

Projetos culturais: desenvolvimento, captação e gestão Projetos culturais: desenvolvimento, captação e gestão Módulo 4: Captação de recursos (parte 1) André Fonseca Santo André / maio 2009 Captação de recursos Fases anteriores à captação Preparação do projeto

Leia mais

Universidade de Brasília

Universidade de Brasília Disciplina: Comunicação Pública Professores: Ellis e Asdrubal Aluno: João Paulo Apolinário Passos Universidade de Brasília Assessoria de Imprensa em Comunicação Pública e Governamental Prefeitura de Curitiba

Leia mais

Campanha promocional Doutores da Alegria - Voluntáriado 1

Campanha promocional Doutores da Alegria - Voluntáriado 1 Campanha promocional Doutores da Alegria - Voluntáriado 1 Alexandre COELHO 2 Catarina CARVALHO 3 Danielle RIBEIRO 4 Leoni ROCHA 5 Paloma HADDAD 6 Professor/Orientador: Daniel CAMPOS 7 Universidade Fumec,

Leia mais

Numa recente e longa entrevista concedida para a rede de emissoras rádio via satélite AMERICAN SAT, o cantor PAULINHO BOCA lembrou dos fatos mais

Numa recente e longa entrevista concedida para a rede de emissoras rádio via satélite AMERICAN SAT, o cantor PAULINHO BOCA lembrou dos fatos mais Numa recente e longa entrevista concedida para a rede de emissoras rádio via satélite AMERICAN SAT, o cantor PAULINHO BOCA lembrou dos fatos mais importantes que marcaram a trajetória da MPB nos últimos

Leia mais

III - regionalização da produção cultural, artística e jornalística, conforme percentuais estabelecidos em lei;

III - regionalização da produção cultural, artística e jornalística, conforme percentuais estabelecidos em lei; Excelentíssimos Senhores Senadores, gostaria de agradecer pela oportunidade de participar dessa audiência pública, essencial não apenas para regulamentação do art. 221, II e III da Constituição, mas também

Leia mais

Marketing de Causas Sociais

Marketing de Causas Sociais Marketing de Causas Sociais Denilson Motta denilson.motta@yahoo.com.br AEDB Lúcia Maria Aparecido Vieira lucivie3@hotmail.com UBM Vanderléia Duarte potter_van@yahoo.com.br AEDB Rayanna Mattos Viana rayannamviana@gmail.com

Leia mais

A Realidade dos mercados regionais. Antonio Ricardo Ferreira

A Realidade dos mercados regionais. Antonio Ricardo Ferreira A Realidade dos mercados regionais Antonio Ricardo Ferreira Pesquisas nos mercados regionais É importante regionalizar o planejamento de mídía? Existem pesquisas regulares para viabilizar esta regionalização?

Leia mais

Marcele Bastos. o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas. Fundamentos de marketing. o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing

Marcele Bastos. o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas. Fundamentos de marketing. o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas o Docente universitária na disciplina Fundamentos de marketing o 12 anos de experiência em comunicação

Leia mais

Campanha ONG Animais 1

Campanha ONG Animais 1 Campanha ONG Animais 1 Bruna CARVALHO 2 Carlos VALÉRIO 3 Mayara BARBOSA 4 Rafaela ALVES 5 Renan MADEIRA 6 Romulo SOUZA 7 Marcelo PRADA 8 Paulo César D ELBOUX 9 Faculdade Anhanguera Santa Bárbara, Santa

Leia mais

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Jornalismo 2011-2 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Jornalismo 2011-2 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais. Especial Online ISSN 1982-1816 www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.html DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Jornalismo 2011-2 O PAPEL DO YOUTUBE NA CONSTRUÇÃO DE CELEBRIDADES INSTANTÂNEAS Aluno: Antonio,

Leia mais

Público escolhe o repertório do próximo show de Oswaldo Montenegro. No mesmo ano: cinema, música, televisão e teatro

Público escolhe o repertório do próximo show de Oswaldo Montenegro. No mesmo ano: cinema, música, televisão e teatro Público escolhe o repertório do próximo show de Oswaldo Montenegro No mesmo ano: cinema, música, televisão e teatro Consagrado pela crítica e pelo público Para comemorar o sucesso de tantos lançamentos

Leia mais

Mestres 1 RESUMO. 4. Palavras-chave: Comunicação; audiovisual; documentário. 1 INTRODUÇÃO

Mestres 1 RESUMO. 4. Palavras-chave: Comunicação; audiovisual; documentário. 1 INTRODUÇÃO Mestres 1 Tiago Fernandes 2 Marcelo de Miranda Noms 3 Mariane Freitas 4 Tatiane Moura 5 Felipe Valli 6 Bruno Moura 7 Roberto Salatino 8 Conrado Langer 9 Prof. Msc. Luciana Kraemer 10 Centro Universitário

Leia mais

O MERCHANDISING SOCIAL NA TELENOVELA BRASILEIRA

O MERCHANDISING SOCIAL NA TELENOVELA BRASILEIRA O MERCHANDISING SOCIAL NA TELENOVELA BRASILEIRA Jefferson Balbino (G-CLCA-UENP/CJ) Jean Carlos Moreno (Orientador CCHE-UENP/CJ) RESUMO: A telenovela é uma importante expressão da cultura brasileira, ocupando

Leia mais

Estratégias de Comunicação

Estratégias de Comunicação Prof. Edmundo W. Lobassi A propaganda é parte do marketing e uma das ferramentas da comunicação. Uma boa estratégia de marketing não garante que a campanha de propaganda será boa, mas é condição essencial

Leia mais

CUIDAR, EDUCAR E BRINCAR: REFLETINDO SOBRE A ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

CUIDAR, EDUCAR E BRINCAR: REFLETINDO SOBRE A ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL CUIDAR, EDUCAR E BRINCAR: REFLETINDO SOBRE A ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL Gislaine Franco de Moura (UEL) gislaine.franco.moura@gmail.com Gilmara Lupion Moreno (UEL) gilmaralupion@uel.br

Leia mais

PLANO DE PATROCÍNIO EVENTO REGIONAL VICE-PRESIDÊNCIA COMERCIAL

PLANO DE PATROCÍNIO EVENTO REGIONAL VICE-PRESIDÊNCIA COMERCIAL PLANO DE PATROCÍNIO EVENTO REGIONAL VICE-PRESIDÊNCIA COMERCIAL Dir. Nac. de Marketing Jun/13 APRESENTAÇÃO A Rede Calderaro de Comunicação realiza pelo quinto ano a transmissão do Campeonato Amazonense

Leia mais

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI Nº 5.269, DE 2001 (Apensos os Pls. 2.134/96, 2.415/96, 3.046/97, 3.422/97, 4.052/98, 4.360/98, 1.568/99, 2.029/99, 2.089/99, 2.507/00, 3.573/00, 3.235/00,

Leia mais

Sinopse. Um filme sobre amor, esperança, perdas e espera.

Sinopse. Um filme sobre amor, esperança, perdas e espera. De Thiago Luciano Apresentação Enquanto Espero é um longa-metragem destinado ao público do mundo mas, especialmente, ao brasileiro, que não conhece a presença do país na Legião Estrangeira. O roteiro é

Leia mais

PENSAR GRANDE CATEGORIA INDÚSTRIA DE BEBIDAS

PENSAR GRANDE CATEGORIA INDÚSTRIA DE BEBIDAS EXPERIMENTA! NOVA SCHIN PENSAR GRANDE CATEGORIA INDÚSTRIA DE BEBIDAS Este bem poderia ser o lema do Grupo Schincariol, que teve origem na pitoresca cidade de Itu, no interior paulista, conhecida em todo

Leia mais

Festival Rnab. Revelando Novos Atores Brasileiros

Festival Rnab. Revelando Novos Atores Brasileiros Festival Rnab Revelando Novos Atores Brasileiros Projeto Aprovado para Captação Segmento:Cultura Resumo do Projeto 1º Festival no segmento audiovisual que busca revelar novos atores para o cinema, este

Leia mais

O Projeto O projeto consiste em um espetáculo de Teatro, cênico/ musical com foco nas questões de sustentabilidade e meio ambiente destinado ao público infantil entre 06 e 12 anos. O projeto teatral proporcionará,

Leia mais

TÍTULO: NEUROMARKETING: UMA NOVA FORMA DE FAZER PROPAGANDA. CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS

TÍTULO: NEUROMARKETING: UMA NOVA FORMA DE FAZER PROPAGANDA. CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS TÍTULO: NEUROMARKETING: UMA NOVA FORMA DE FAZER PROPAGANDA. CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE DE RIBEIRÃO PRETO AUTOR(ES): FELIPE

Leia mais

TV RÁ TIM BUM O primeiro canal infantil brasileiro da TV por Assinatura para a criança brasileira

TV RÁ TIM BUM O primeiro canal infantil brasileiro da TV por Assinatura para a criança brasileira O primeiro canal infantil brasileiro da TV por Assinatura para a criança brasileira Tel: 3874-3015 / Fax: 3611-2060 PROGRAMAÇÃO INFANTIL DA TV CULTURA Na década de 70, a TV Cultura uniu-se à TV Globo e

Leia mais

Planejamento de Campanha Publicitária

Planejamento de Campanha Publicitária Planejamento de Campanha Publicitária Prof. André Wander UCAM O briefing chegou. E agora? O profissional responsável pelo planejamento de campanha em uma agência de propaganda recebe o briefing, analisa

Leia mais

Novos talentos do clipe e da música

Novos talentos do clipe e da música Novos talentos do clipe e da música O que é? Objetivo: Realização do Festival de Clipes e Bandas, que premiará e revelará talentos da área musical e de videoclipes. Além disso, é objetivo do projeto criar

Leia mais

Interatividade: O conceito e a prática no SBT

Interatividade: O conceito e a prática no SBT Interatividade: O conceito e a prática no SBT A EVOLUÇÃO DA TV O Ã Ç U L O EV A IMPORTÂNCIA DA TV ABERTA NO BRASIL 84% da população 96% brasileira assiste apenas TV aberta, 10% assiste TV aberta e TV por

Leia mais

Escola Secundária Ferreira Dias. Trabalho de pesquisa realizado por: Jéssica Brissos. Curso técnico de vitrinismo. Disciplina: TIC

Escola Secundária Ferreira Dias. Trabalho de pesquisa realizado por: Jéssica Brissos. Curso técnico de vitrinismo. Disciplina: TIC Escola Secundária Ferreira Dias Trabalho de pesquisa realizado por: Jéssica Brissos Curso técnico de vitrinismo Disciplina: TIC Professora: Vanda Pereira Novembro de 2013 Índice Introdução... 1 Moda dos

Leia mais

6º ENCONTRO NACIONAL DE CINEMA E VÍDEO DOS SERTÕES Realização ESCALET e Pontão de Cultura Cultura Viva ao Alcance de Todos Patrocínio - PETROBRAS

6º ENCONTRO NACIONAL DE CINEMA E VÍDEO DOS SERTÕES Realização ESCALET e Pontão de Cultura Cultura Viva ao Alcance de Todos Patrocínio - PETROBRAS 1 6º ENCONTRO NACIONAL DE CINEMA E VÍDEO DOS SERTÕES Realização ESCALET e Pontão de Cultura Cultura Viva ao Alcance de Todos Patrocínio - PETROBRAS De 22 a 26 de novembro de 2011 Floriano - PI REGULAMENTO

Leia mais

FESTIVAL DE AUDIOVISUAL DE BELÉM FAB 2015 REGULAMENTO CURTAS METRAGENS

FESTIVAL DE AUDIOVISUAL DE BELÉM FAB 2015 REGULAMENTO CURTAS METRAGENS FESTIVAL DE AUDIOVISUAL DE BELÉM FAB 2015 REGULAMENTO CURTAS METRAGENS 01. O FESTIVAL Criado em 2013, o Festival de Audiovisual de Belém FAB é uma promoção do CLIC, empreendimento sociocultural especializado

Leia mais

17º FESTIVAL BRASILEIRO DE CINEMA UNIVERSITÁRIO. 06.08 a 12.08 Rio de Janeiro 13.08 a 19.08 São Paulo

17º FESTIVAL BRASILEIRO DE CINEMA UNIVERSITÁRIO. 06.08 a 12.08 Rio de Janeiro 13.08 a 19.08 São Paulo 17º FESTIVAL BRASILEIRO DE CINEMA UNIVERSITÁRIO 06.08 a 12.08 Rio de Janeiro 13.08 a 19.08 São Paulo APRESENTAÇÃO O 17º Festival Brasileiro de Cinema Universitário acontecerá de 6 a 12 de agosto de 2012,

Leia mais

Campanha "Está Provado por A+B arma não é brinquedo"

Campanha Está Provado por A+B arma não é brinquedo Campanha "Está Provado por A+B arma não é brinquedo" Mostra Local de: Londrina Categoria do projeto: I Projetos em Andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: "Participo do

Leia mais

TEM SEMPRE UM FILME EM SUA VIDA 1

TEM SEMPRE UM FILME EM SUA VIDA 1 TEM SEMPRE UM FILME EM SUA VIDA 1 Fernando LOUZADA 2 Juliana GIRALDI 3 Tatiana MICHAUD 4 Vinicius CARVALHO 5 Christiane Monteiro MACHADO 6 Universidade Positivo, Curitiba, PR RESUMO O tempo de vida das

Leia mais

de 20, à criação do samba no Rio de Janeiro ou ao cinema novo. Ao mesmo tempo procurei levar em conta as aceleradas transformações que ocorriam nesta

de 20, à criação do samba no Rio de Janeiro ou ao cinema novo. Ao mesmo tempo procurei levar em conta as aceleradas transformações que ocorriam nesta 5 Conclusão A década de 70 foi com certeza um período de grande efervescência para a cultura brasileira e em especial para a música popular. Apesar de ser muito difícil mensurar a constituição de um termo

Leia mais

Gaveta de Letras 1. Trabalho submetido ao XXII Prêmio Expocom 2015, na Categoria Produção Transdisciplinar, modalidade Produção Multimídia.

Gaveta de Letras 1. Trabalho submetido ao XXII Prêmio Expocom 2015, na Categoria Produção Transdisciplinar, modalidade Produção Multimídia. Gaveta de Letras 1 Maria Anna leal MARTINS 2 Ana Roberta Amorim da SILVA 3 Edmilson Rodrigues de Souza FILHO 4 Lara TORRÊS 5 Matheus Fábio da SILVA 6 Pedro Alves Ferreira JÚNIOR 7 Arlene Carvalho de Souza

Leia mais

Cerveja Heineken 1. PALAVRAS-CHAVE: Heineken; Fotografia; Latinhas; Festa; Diversão.

Cerveja Heineken 1. PALAVRAS-CHAVE: Heineken; Fotografia; Latinhas; Festa; Diversão. Cerveja Heineken 1 Lais Eloara Nunes 2 Camila Roberta Fernandes 3 Paulo Oliveira 4 Mérsia Alvarinho Casimiro 5 Thayne Cristina dos Santos 6 Cristiane Peixoto Nabarretti. 7 Faculdade Anhanguera de Limeira,

Leia mais

Período: agosto e setembro de 2004 Especial para mostrar a formação do mapa étnico do Sul de Santa Catarina.

Período: agosto e setembro de 2004 Especial para mostrar a formação do mapa étnico do Sul de Santa Catarina. ETNIAS DO SUL Período: agosto e setembro de 2004 Especial para mostrar a formação do mapa étnico do Sul de Santa Catarina. A região Sul de Santa Catarina se caracteriza pela colonização italiana, mas outros

Leia mais

São Paulo, 11 de abril de 2011

São Paulo, 11 de abril de 2011 São Paulo, 11 de abril de 2011 À WMS Supermercados do Brasil Ltda. A/c: Departamento Jurídico Avenida Tucunaré, 125/211 Tamboré Barueri/SP 06460-020 Ref.: Apresentação do Projeto Criança e Consumo, solicitação

Leia mais

COLÉGIO SETE DE SETEMBRO ENSINO FUNDAMENTAL II

COLÉGIO SETE DE SETEMBRO ENSINO FUNDAMENTAL II COLÉGIO SETE DE SETEMBRO ENSINO FUNDAMENTAL II Alunos Projeto Cênico (Nome do espetáculo) Disciplinas: Arte e Redação Profª. Andréia Ferreira do Carmo Profª. Marla Paulo Afonso Bahia Outubro/2014 ALUNOS

Leia mais

RESUMO. PALAVRAS-CHAVE: Experimental, Animação, Seriado, Criatividade. INTRODUÇÃO. Adeus, Johnny!¹

RESUMO. PALAVRAS-CHAVE: Experimental, Animação, Seriado, Criatividade. INTRODUÇÃO. Adeus, Johnny!¹ Adeus, Johnny!¹ Débora Caroline de Oliveira AZEVEDO² Bruna Camara ALEXANDRINO³ Renata Boutin BECATE 4 Faculdade de Comunicação, Artes e Design do Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio, Salto,

Leia mais

Ações de Interatividade

Ações de Interatividade Ações de Interatividade Fundação Padre Anchieta TV Cultura Julho de 2007 Diário de Bárbara Em agosto de 2007, 14 adolescentes de várias partes do mundo foram convidados a conhecer o Pólo Norte para ver

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO E EDUCAÇÃO-SEED COLÉGIO ESTADUAL MARCELINO CHAMPAGNAT-ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PROGRAMA DE

GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO E EDUCAÇÃO-SEED COLÉGIO ESTADUAL MARCELINO CHAMPAGNAT-ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PROGRAMA DE GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO E EDUCAÇÃO-SEED COLÉGIO ESTADUAL MARCELINO CHAMPAGNAT-ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL-PDE PROJETO DE INTERVENÇÃO NA ESCOLA-PDE

Leia mais

Marketing Infantil. Professor André Martins

Marketing Infantil. Professor André Martins Marketing Infantil Professor André Martins Século 20 Crianças vistas como seres inocentes e cheio de desejos; Natal única época de conseguir presentes; No século IV, as igrejas ocidentais passaram a adotar

Leia mais