MINISTÉRIO DA DEFESA SECRETARIA DE ESTUDOS E DE COOPERAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL DO PROJETO RONDON OPERAÇÃO AMAZÔNIA OCIDENTAL 2007

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MINISTÉRIO DA DEFESA SECRETARIA DE ESTUDOS E DE COOPERAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL DO PROJETO RONDON OPERAÇÃO AMAZÔNIA OCIDENTAL 2007"

Transcrição

1 MINISTÉRIO DA DEFESA SECRETARIA DE ESTUDOS E DE COOPERAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL DO PROJETO RONDON OPERAÇÃO AMAZÔNIA OCIDENTAL 2007 RELATÓRIO SOBRE OS TRABALHOS REALIZADOS PERÍODO : 15 A 30 DE JANEIRO DE 2007 INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR: UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS -UNICAMP CENTRO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CESET MUNICÍPIO ONDE A EQUIPE ATUOU: ATALAIA DO NORTE - AM AÇÕES QUE A EQUIPE REALIZOU: Diagnóstico físico e social da cidade, no âmbito estrutural Saneamento básico. Estrutura física da cidade. Saúde pública. Capacitações. Educação ambiental. Educação preventiva de DST. Entrevista em forma de questionário. : 1. SOBRE A IES E A SUA EQUIPE Nome e dado do responsável pela área de extensão da IES Nome:Mohamed Habib ( Proreitor de extensão e assuntos comunitários) Telefone: : (019) Endereço eletrônico: Nome e dados do professor-coordenador da equipe Nome: Pof. Hiroshi Paulo Yoshizane Telefone: (019) (019) (019) Endereço eletrônico:

2 Nome e dados do segundo professor da equipe Nome: Carmenlucia Santos Telefone: (19) Endereço eletrônico: 2. SOBRE A ADMINISTRAÇÃO DO MUNICÍPIO Nome e dados do prefeito municipal Nome: Prefeito Galatte Telefone: (097) Endereço eletrônico: Nome e dados do principal interlocutor da IES no município Nome: Amauri Aparecido Aguiar Telefone:(19) Endereço eletrônico: 3. ORIENTAÇÕES Este relatório divide-se em quatro partes: 1ª destinada a avaliar aspectos relacionados com a logística da operação; 2ª destinada a levantar dados quantitativos das ações realizadas nos municípios; 3ª destinada à apresentação de sugestões e críticas; e 4ª destinada ao relatório da IES. 1ª PARTE AVALIAÇÃO DOS ASPECTOS LOGÍSTICOS Nos aspectos logísticos foi excelente a atenção dada e servida ao grupo por parte da área de comunicações e confirmações via e_mail, por parte dos responsáveis junto ao Ministério da Defesa, desde os primeiros contatos até então. Quanto ao transporte por terra água e ar, foi excelente, muito segura e prestativa a atuação dos militares designados a nos acompanhar nos aeroportos de Guarulhos SP.,Aeroporto Eduardo Gomes Manaus AM e aeroporto de Tabatinga AM. Tanto na ida como na volta, com muita gentileza, respeito, pontualidade e principalmente a educação. Nos deslocamentos entre os aeroportos e as bases militares, todo conforto e instruções foram informadas de forma muito clara, aspectos da localidade respectiva do batalhão responsável, prezando sempre o conforto, segurança, saúde, aclimatação do grupo, levando-nos em pontos estratégicos, para termos uma visualização e contato com os costumes da região, povos e principalmente a alimentação. Tivemos também em Manaus uma reunião de dinâmica de grupo com as demais IES participantes do Projeto Rondon - Amazônia Ocidental UNICAMP UFSM UNB e UNINORTE. O que foi negativo foi a falta de apoio, por parte da Prefeitura Municipal de Atalaia do Norte, principalmente por parte da autoridade maior, e alguns descasos por parte da secretária do mesmo, que foi muito na situação do jogo de empurra, mas, após reunião com o Prefeito Municipal que nos recebeu somente na parte da tarde do dia seguinte da nossa chegada, prometendo algumas providências, nem todas cumpridas, e designou o secretário de obras a nos ajudar no que fôssem solicitados. Houve sim uma boa presteza por parte da secretária de saúde,.e secretária de ações sociais, que muito nos ajudou, na preparação de capacitação pública, fornecendo materiais básicos, como canetas papéis e tinta para confeccionar os cartazes de divulgação pública, das atividades do Grupo na cidade. De certa forma, o que foi até bom o não acompanhamento das autoridades municipais, pelo fato de termos uma liberdade de ação, principalmente no aspecto de diagnosticar os pontos falhos da cidade.

3 Junto ao grupo, vale ressaltar o belo acompanhamento, do Exército CFSol-8ºBIS, que designou o Sgt.Moisés e o Ten. Adonai, que em todos os aspectos principalmente no tocante à logistica, foram pontuais, e que também foram capacitados no tema proposto pela equipe. Importante também é salientar que no deslocamento de Tabatinga até Atalaia do Norte, ida e volta, via barco Chalana do Exército, pelo Rio Solimões e Rio Javari, toda a logística principalmente quanto a segurança foram muito expressivos, nos orientando quanto a periculosidade da viagem. Muito oportuno e importante foi também a oportunidade que eu coordenador do grupo, tive no deslocamento para o PEF-ESTIRÃO DO EQUADOR, à convite do Ten.Cel. Inf. Jorge F.M.de Almeida, num vôo de reconhecimento, junto com a Polícia Federal, onde pude diagnosticar as providências técnicas ambientais, que o Exército tem tomado de forma correta.há uma proposta dentro do meu diagnóstico, no tocante ao tratamento de água, e disposição do esgoto sanitário, que em breve estarei enviando. 2ª PARTE LEVANTAMENTO DAS AÇÕES REALIZADAS NO MUNICÍPIO Diagnóstico físico e social da cidade, no âmbito estrutural Saneamento básico: Água servida ( tratamento e distribuição da água potável). Disposição dos efluentes domésticos (esgoto sanitário). Zoonose (animais domésticos abandonados e doentes). Estrutura física da cidade: Ruas. (infraestrutura, superestrutura, manutenção e conservação) Pavimentação asfáltica. ( tipo, estrutura, manutenção e conservação) Infraestrutura do trânsito (segurança, sinalização e fluxo) Estrutura comercial (produtos consumidos e demanda) Industrial (tipo de produto, demanda de consumo e mão de obra) Extrativismo (caça, pesca, agricultura de subsistência). Lixo urbano (disposição, manejo, coleta e deposição). Saúde pública: Doenças regionais de veiculação hídrica (levantamento do índice de casos). Doenças sexualmente transmissíveis (levantamento do índice de casos). Capacitações: Educação ambiental (palestras para os adultos e recreação para as crianças com enfoque ambiental). Educação preventiva de DST (palestras de conscientização). Público (Professores da rede de ensino municipal e estadual e professores indígenas e comunidade ribeirinha, comunidade religiosa e comunidade de jovem).

4 CERTIFICADO DE CAPACITAÇÃO DOS PROFESSORES DO ENSINO MUNICIPAL E ESTADUAL MEMBROS DA EQUIPE COM PROFESSORES INDÍGENAS MEMBROS DA EQUIPE COM INDÍGENAS, ENSINANDO O MÉTODO COMPLEMENTAR DE TRATAMENTO DE ÁGUA MÉTODO SODIS

5 MEMBROS DA EQUIPE EM PALESTRA PARA A COMUNIDADE DEJOVENS ESCOTEIROS REMATE DE MALES SOBRE O TEMA SEXUALIDADE E DST MEMBROS DA EQUIPE COM INDÍGENAS NA PAALESTRA SOBRE DST AGUAS E LIXO, NA CASAI (CENTRO DE ASSISTENCIA DA SAUDE INDÍGENA) Entrevista em forma de questionário: De forma aleatória, nós realizamos uma série de entrevista diretamente com a população, com o intuito de levantar dados, opiniões e sugestões, de forma geral da cidade, onde a maior necessidade popular foi quanto ao tratamento da água servida e potável, sistema de esgoto, mais áreas recreativas, e melhoria no atendimento na área de saúde.

6 3ª PARTE SUGESTÕES E CRÍTICAS Como docente de uma universidade pública, sabemos que nós somos contratados não somente para atender o público discente, mas sim, servir ao público, levando o nome da instituição a todos os lugares, prestando publicamente uma parte da vida de docente acadêmico, como uma doação pública do nosso conhecimento, e também conhecer outras regiões, seus costumes e hábitos, para informar os discentes em sala de aula, sempre de forma que o aluno tenham uma visão melhor da teoria na prática em situações reais. Nós realizamos tudo o que foi planejado, e tivemos um grande respeito da população, que é muito carente quanto a informações técnicas e metodologias modernas, porém tivemos a grande precaução, criada por mim coordenador, de não ferir os costumes e tradições do povo da região. Sendo assim, no relatório geral final, nós propusemos algumas sugestões técnicas, para que esse povo Atalaiense, tenha uma melhor condição de vida. Como crítica, fica-nos a impressão de que o povo está muito submisso a atividade de servidor da prefeitura local, onde eles não podem levar democraticamente reclamações ao poder executivo, nem ao legislativo, mas percebe-se que é um povo alegre e muito receptivo, fica uma grande dúvida entre nós, será que o povo não está conformado da vida pobre financeiramente que levam? O povo indígena está cada vez mais unido e é impressionante a vontade de conhecer novas técnicas ambientais, mas, fica uma grande dúvida, será que o povo indígena por si só não está se desintegrando principalmente quanto aos costumes e manejos? O que nos animou, foi ver, sentir e tocar no indígena, que estão carentes mas prontos a nos ouvir, e até nos ensinar um pouco dos costumes que lhes restam dos seus antepassados. Na minha opinião, é pura questão de integração e cidadania e porque não dizer da questão de inclusão social e respeito ao humano que há muito tempo ocupam a Amazônia. Há que se ter uma ação governamental de dar mais condições de sobrevivência e integrá-los e não deixá-los tão vulneráveis a intromissões estrangeiras. Sabemos que antes da retomada do NOSSO PROJETO RONDON, a ação governamental era como Universidade Solidária, que percebemos, deixou uma impressão muito diferente da nossa ação, pois pelo que diagnosticamos em contatos e questionamentos a um ex-integrante deste projeto, que a ação do projeto anterior, era mais no plano de levar conhecimentos culturais, com oficinas de manejo de artesanatos, teatros e diversões ao público que conforme citei, são muito carentes. Assim sendo, nós fomos muito questionados quanto ao plano de ações, pois o povo esperava shows, apresentações de teatro, danças, e outras artes cênicas. Nós somos da área de ciências tecnológicas e biológicas, onde não temos essa peculiaridade artística. Quando falamos de diagnóstico, muitos reclamaram dizendo que toda as vezes que o município recebe grupos de universitários, são feitos diagnósticos e que nunca vêem propostas concretas e execuções de melhorias. Assim sendo, é oportuno neste item, mencionar algo que é unânime dentro do grupo, isto é, porque nós ou parte de nós não retornamos no próximo PROJETO RONDON OPERAÇÃO AMAZÕNIA OCIDENTAL, levando a execução de alguma das propostas detalhadas no relatório geral final?. Vimos o quanto é árdua a missão de RONDONISTA, e que o esforço mesclado com uma viagem tão longa, e bonita, não pode passar em branco, ou seja terminando somente em propostas, e que se nenhum de nós voltarmos jamais para este município, ficaremos sempre com aquela dúvida, isto é será que a nossa proposta foi validada? Como sugestão, se isso não for possível, ou seja o retorno de alguns desse grupo, que faça com que o novo grupo entre em contato conosco, para passarmos essas informações técnicas, isto é o próximo grupo não irá falar em diagnóstico que o povo já está reclamando, e sim dar continuidade ao NOSSO PROJETO RONDON, e fica claro que desde que a proposta do novo grupo seja o mesmo ou bem similar ao nosso.

7 4ª PARTE ESPAÇO LIVRE Como é espaço livre, o que sentimos e é unânime, é a organização que as Forças Armadas nos mostrou, e o quanto eles estão compromissados com a ordem no Brasil. Volto a me expressar no quanto eles nos respeitaram durante toda a operação, e sempre preocupados com a nossa saúde e integridade de forma geral e extensiva. Vários integrantes do grupo, se pronunciaram dizendo que nunca tinham se sentido tão seguros e importantes, principalmente aqui no aeroporto de Guarulhos no meio de tanta gente que nos olhavam. Manifesto-me como um descendente Nipônico, isto é, nunca me senti tão BRASILEIRO como nessa árdua missão, e fiz um discurso de agradecimento ao 8º BIS, em nome do grupo, onde lágrimas de emoção e gratidão cairam no chão do anfiteatro, e ficaram com certeza como uma marca no solo Amazônico que nunca imaginava ter essa chance de conhecer. Espero ter novas oportunidades de participar junto ao MINISTÉRIO DA DEFESA, para poder por em prática e passar essa grande experiência aos novos alunos. 5ª PARTE ILUSTRAÇÕES: FOTOS AEROPORTO DE GUARULHOS O GRUPO SOB APOIO DO CPOR-SP AEROPORTO DE MANAUS O GRUPO SOB APOIO DO 12º

8 TABATINGA O GRUPO SOB APOIO DO 8ºBIS PASSEIO PELA CIDADE DE LETÍCIA - COLÔMBIA TABATINGA O GRUPO SOB APOIO DO 8ºBIS PASSEIO PELA CIDADE DE LETÍCIA COLÔMBIA

9 TABATINGA O GRUPO SOB APOIO DO 8ºBIS PASSEIO PELA CIDADE DE LETÍCIA COLÔMBIA TABATINGA O GRUPO SOB APOIO DO 8ºBIS PASSEIO PELA CIDADE DE LETÍCIA COLÔMBIA

10 TABATINGA O GRUPO SOB APOIO DO 8ºBIS PASSEIO PELA CIDADE DE LETÍCIA COLÔMBIA TABATINGA O GRUPO SOB APOIO DO 8º BIS CONTATO COM A SELVA TABATINGA SOB APOIO DO 8º BIS CONTATO COM COMUNIDADE INGÍGENA UMARIAÇU

11 TABATINGA SOB APOIO DO 8º BIS CONTATO COM COMUNIDADE INGÍGENA UMARIAÇU I TRAVESSIA EM BARCO PELO IGARAPÉ RUMO À UMARIAÇU II TABATINGA O GRUPO SOB APOIO DO 8º BIS PARTIDA PARA ATALAIA DO NORTE

12 TABATINGA O GRUPO SOB APOIO DO 8º BIS PARTIDA PARA ATALAIA DO NORTE PELO RIO SOLIMÕES E RIO JAVARI BARCO CHALANA DO EXÉRCITO TABATINGA O GRUPO SOB APOIO DO 8º BIS PARTIDA PARA ATALAIA DO NORTE PELO RIO SOLIMÕES E RIO JAVARI BARCO CHALANA DO EXÉRCITO

13 EM ATALAIA DO NORTE O GRUPO ATUANDO NA ATIVIDADE DE DIAGNÓSTICO EM ATALAIA DO NORTE O GRUPO ATUANDO NA ATIVIDADE DE DIAGNÓSTICO SEMPRE ACOMPANHADO PELOS SOLDADOS DESIGNADOS SGT.MOISES E TEM. ADONAI

14 EM ATALAIA DO NORTE O GRUPO ATUANDO NA ATIVIDADE DE DIAGNÓSTICO DO LOCAL DE DEPOSIÇÃO DO LIXO URBANO EM ATALAIA DO NORTE O GRUPO ATUANDO NA ATIVIDADE DE DIAGNÓSTICO -

15 VISITA AO PEF-ESTIRÃO DO EQUADOR PARA DIAGNÓSTICO AMBIENTAL

16 MOMENTO DA DESPEDIDA DOS SOLDADOS QUE NOS ACOMPANHARAM EM TODA MISSÃO EM ATALAIA DO NORTE TEN. ADONAI E SGT. MOISÉS DO 8º BIS Limeira, 16 de Março de 2007 Professor Hiroshi Paulo Yoshizane Coordenador do Grupo atalaia do Norte

SALAS INTERATIVAS E AÇÕES COMUNITÁRIAS: EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM TERRÁ INDÍGENA

SALAS INTERATIVAS E AÇÕES COMUNITÁRIAS: EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM TERRÁ INDÍGENA SALAS INTERATIVAS E AÇÕES COMUNITÁRIAS: EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM TERRÁ INDÍGENA Leilane Oliveira Chaves Graduanda em Geografia Universidade Federal do Ceará - UFC, Brasil E-mail: leilane_chaves@hotmail.com

Leia mais

O Programa de Educação em Saúde e Mobilização Social em Guarulhos-SP: desenvolvimento e contribuições

O Programa de Educação em Saúde e Mobilização Social em Guarulhos-SP: desenvolvimento e contribuições O Programa de Educação em Saúde e Mobilização Social em Guarulhos-SP: desenvolvimento e contribuições Autora: Vânia Maria Nunes dos Santos Outros autores: Marcos Tsutomu Tamai, Erotides Lacerda Choueri

Leia mais

PROJETO DESENVOLVIMENTO DO COOPERATIVISMO E ASSOCIATIVISMO EM COMUNIDADES DE BAIXA RENDA

PROJETO DESENVOLVIMENTO DO COOPERATIVISMO E ASSOCIATIVISMO EM COMUNIDADES DE BAIXA RENDA INSTITUTO BRASILEIRO DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO, EDUCACIONAL E ASSOCIATIVO INSTITUTO BRASILEIRO DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO, EDUCACIONAL E ASSOCIATIVO PROJETO DESENVOLVIMENTO DO COOPERATIVISMO E

Leia mais

2. VOLUNTARIADO O Projeto Rondon oferece uma excelente oportunidade para que os/as estudantes

2. VOLUNTARIADO O Projeto Rondon oferece uma excelente oportunidade para que os/as estudantes UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA UCB PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX DIRETORIA DE PROGRAMA DE EXTENSÃO - DPE EDITAL PROJETO RONDON UCB 01/2014 EDITAL PARA PREPARAÇÃO DE ESTUDANTES COM INTERESSE EM PARTICIPAR

Leia mais

Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório

Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório Recursos Humanos Coordenação de Gestão de Pessoas Pesquisa de Clima Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório Introdução No dia 04 de Agosto de 2011, durante a reunião de Planejamento, todos os

Leia mais

PLANO PLURIANUAL DE AÇÃO GOVERNAMENTAL 2012-2015 RELAÇÃO DE PROGRAMAS SOCIAIS (Inciso I do art. 12 da Lei n.º 20.024, de 9 de janeiro de 2012)

PLANO PLURIANUAL DE AÇÃO GOVERNAMENTAL 2012-2015 RELAÇÃO DE PROGRAMAS SOCIAIS (Inciso I do art. 12 da Lei n.º 20.024, de 9 de janeiro de 2012) ADMINISTRAÇÃO DE ESTÁDIOS DO ESTADO DE MINAS GERAIS 181 GERENCIAMENTO DE ESTÁDIOS E PROMOÇÃO DE EVENTOS ESPORTIVOS, RELIGIOSOS E SOCIO-CULTURAIS AGÊNCIA REGULADORA DE SERVIÇOS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA

Leia mais

Sua empresa é CIDADÃ?

Sua empresa é CIDADÃ? Sua empresa é CIDADÃ? A Câmara de Comércio e Indústria do Estado do Rio de Janeiro (CAERJ) em uma iniciativa inédita está compilando informações corporativas de todos os segmentos: indústria, comércio

Leia mais

Relatório de Atividades

Relatório de Atividades PROJETO BOLA NA REDE Relatório de Atividades "O Mestre na arte da vida faz pouca distinção entre o seu trabalho e o seu lazer, entre a sua mente e o seu corpo, entre a sua educação e a sua recreação, entre

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO SUL PPA 2010/2013 CLASSIFICAÇÃO DOS PROGRAMAS E AÇÕES POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO SUBFUNÇÃO PROGRAMA AÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO SUL PPA 2010/2013 CLASSIFICAÇÃO DOS PROGRAMAS E AÇÕES POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO SUBFUNÇÃO PROGRAMA AÇÃO FUNÇÃO: 01 - LEGISLATIVA 031 Ação Legislativa 0001 - Execução da Ação Legislativa Manutenção das Atividades Legislativas FUNÇÃO: 02 - JUDICIÁRIA 122 Administração Geral 0006 - Defesa Jurídica do Município

Leia mais

Enfim a missão chegou: os primeiros dias da Equipe UNIOESTE no Projeto Rondon 2012

Enfim a missão chegou: os primeiros dias da Equipe UNIOESTE no Projeto Rondon 2012 Enfim a missão chegou: os primeiros dias da Equipe UNIOESTE no Projeto Rondon 2012 A nossa missão começou na manhã do dia 12 de Julho, uma quinta-feira, com o encontro da equipe em frente ao prédio da

Leia mais

1.3. OBJETIVOS ESPECÍFICOS

1.3. OBJETIVOS ESPECÍFICOS UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA UCB PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX DIRETORIA DE PROGRAMA COMUNITÁRIOS - DPC EDITAL PROJETO RONDON UCB 01/2011 EDITAL PARA SELEÇÃO DE ESTUDANTES PARA PARTICIPAÇÃO NO PROJETO

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARANAENSES

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARANAENSES PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARANAENSES - 2012 a 2021 Instituição: ENSINO DE GRADUAÇÃO Programas/Projetos/Ações Ano Natureza Valores Fonte de Recursos Beneficiado Manutenção

Leia mais

PROJETO SERRAÇÃO SENSIBILIZAÇÃO E CONSCIENTIZAÇÃO DA COMUNIDADE DE PIRAQUARA (PR) SOBRE A IMPORTÂNCIA DO TURISMO PARA O MUNICÍPIO

PROJETO SERRAÇÃO SENSIBILIZAÇÃO E CONSCIENTIZAÇÃO DA COMUNIDADE DE PIRAQUARA (PR) SOBRE A IMPORTÂNCIA DO TURISMO PARA O MUNICÍPIO PROJETO SERRAÇÃO SENSIBILIZAÇÃO E CONSCIENTIZAÇÃO DA COMUNIDADE DE PIRAQUARA (PR) SOBRE A IMPORTÂNCIA DO TURISMO PARA O MUNICÍPIO Área Temática: Trabalho Área Temática complementar: Turismo Coordenador:

Leia mais

COORDENAÇÃO INSTITUCIONAL DO PROJETO RONDON EDITAL DE CONVOCAÇÃO 01/2015, DE 10 DE JULHO DE 2014

COORDENAÇÃO INSTITUCIONAL DO PROJETO RONDON EDITAL DE CONVOCAÇÃO 01/2015, DE 10 DE JULHO DE 2014 COORDENAÇÃO INSTITUCIONAL DO PROJETO RONDON EDITAL DE CONVOCAÇÃO 01/2015, DE 10 DE JULHO DE 2014 A Universidade Santa Cecília UNISANTA, por intermédio do Prof. Dr. Celso Volpe, Coordenador Institucional

Leia mais

Estatística de projetos de leis protocolados, aprovados e em tramitação

Estatística de projetos de leis protocolados, aprovados e em tramitação PROPOSIÇÕES 2010 2011 Mensagens do Prefeito Municipal 084 79 Anteprojetos de Leis 056 26 Projetos de Leis (de autoria dos Senhores Vereadores) 098 70 Projetos de Leis Complementares 015 8 Projetos de Decretos

Leia mais

PROJETO DE DEFESA DA BACIA DO RIO SÃO FRANCISCO A GRANDE DEVASTAÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO

PROJETO DE DEFESA DA BACIA DO RIO SÃO FRANCISCO A GRANDE DEVASTAÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO CADERNO DE METAS 2009 PROJETO DE DEFESA DA BACIA DO RIO SÃO FRANCISCO A GRANDE DEVASTAÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO Após longos anos de devastação e exploração, o povo e a cultura do Rio São Francisco vêem

Leia mais

RECURSOS HÍDRICOS URBANOS - PROPOSTA DE UM MODELO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO INTEGRADA E PARTICIPATIVA NO MUNICÍPIO DE MANAUS - AM.

RECURSOS HÍDRICOS URBANOS - PROPOSTA DE UM MODELO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO INTEGRADA E PARTICIPATIVA NO MUNICÍPIO DE MANAUS - AM. RECURSOS HÍDRICOS URBANOS - PROPOSTA DE UM MODELO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO INTEGRADA E PARTICIPATIVA NO MUNICÍPIO DE MANAUS - AM. Andréa Viviana Waichman* João Tito Borges** INTRODUÇÃO Nas últimas décadas

Leia mais

Campanha Nacional de Escolas da Comunidade Colégio Cenecista Nossa Senhora dos Anjos Gravataí RS. São Geraldo/Barnabé

Campanha Nacional de Escolas da Comunidade Colégio Cenecista Nossa Senhora dos Anjos Gravataí RS. São Geraldo/Barnabé Campanha Nacional de Escolas da Comunidade Colégio Cenecista Nossa Senhora dos Anjos Gravataí RS São Geraldo/Barnabé Data: 29/04/2015 Nomes: Nícolas Christmann João Marcelo Paulo Francisco Matheus Valadares

Leia mais

O Brasil, oitava Potência econômica coloca o seu povo na 69a. Categoria no IDH & 59a no IDT.

O Brasil, oitava Potência econômica coloca o seu povo na 69a. Categoria no IDH & 59a no IDT. O Brasil, oitava Potência econômica coloca o seu povo na 69a. Categoria no IDH & 59a no IDT. EXCLUSÃO SOCIAL NO BRASIL 1% dos brasileiros é dono de 53% das riquezas do país. Nos países capitalistas centrais,

Leia mais

Ações do Sistema SEPROR para o incentivo a produção de orgânicos. Sonia Alfaia Secretaria Executiva Adjunta de Planejamento

Ações do Sistema SEPROR para o incentivo a produção de orgânicos. Sonia Alfaia Secretaria Executiva Adjunta de Planejamento Ações do Sistema SEPROR para o incentivo a produção de orgânicos Sonia Alfaia Secretaria Executiva Adjunta de Planejamento Política Institucional da SEPROR QUEM SOMOS NÓS? O Amazonas possui 270 mil produtores

Leia mais

Problema conhecido. Matérias veiculadas sobre a problemática do lixo para o meio ambiente

Problema conhecido. Matérias veiculadas sobre a problemática do lixo para o meio ambiente Problema conhecido Matérias veiculadas sobre a problemática do lixo para o meio ambiente Formação e Capacitação do Time Apresentação CETESB Apresentação SABESP Diagnóstico do problema Diagnóstico do problema

Leia mais

Contrata Consultor na modalidade

Contrata Consultor na modalidade Contrata Consultor na modalidade PROJETO 914/BRZ/1138 EDITAL Nº 10/2015 1. Perfil: Código: 20/ 2015 - Consultor em epidemiologia 3. Qualificação educacional: Nível superior completo na área da saúde. Pós-graduação

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO SUL PPA 2010/2013 CLASSIFICAÇÃO DOS PROGRAMAS E AÇÕES POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO SUBFUNÇÃO PROGRAMA AÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO SUL PPA 2010/2013 CLASSIFICAÇÃO DOS PROGRAMAS E AÇÕES POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO SUBFUNÇÃO PROGRAMA AÇÃO FUNÇÃO: 01 - LEGISLATIVA 31 Ação Legislativa 0001- Execução da Ação Legislativa 2001 - Manutenção das Atividades Legislativas da Câmara Municipal FUNÇÃO: 02 - JUDICIÁRIA 122 Administração Geral 0006- Defesa

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 42 Discurso no Hotel Tropical MANAUS,

Leia mais

PROJETO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL COM A COMUNIDADE INDÍGENA MBYA GUARANI

PROJETO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL COM A COMUNIDADE INDÍGENA MBYA GUARANI PROJETO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL COM A COMUNIDADE INDÍGENA MBYA GUARANI Prefeitura Municipal de Barra do Ribeiro BARRA DO RIBEIRO RIO GRANDE DO SUL AUTOR: John Fernando de Farias Würdig ENDEREÇO: Rua Dr.

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE POLÍTICAS SOBRE DROGAS FUNDO MUNICIPAL DE POLÍTICAS SOBRE DROGAS GUIA PARA CRIAÇÃO ABRIL 2013

CONSELHO MUNICIPAL DE POLÍTICAS SOBRE DROGAS FUNDO MUNICIPAL DE POLÍTICAS SOBRE DROGAS GUIA PARA CRIAÇÃO ABRIL 2013 CONSELHO MUNICIPAL DE POLÍTICAS SOBRE DROGAS FUNDO MUNICIPAL DE POLÍTICAS SOBRE DROGAS GUIA PARA CRIAÇÃO ABRIL 2013 ÍNDICE I - Apresentação 03 II - Fases para a criação 04 III - Informações gerais sobre

Leia mais

1.2 - Implantação do programa de habitação rural (construção de casas de qualidade nas propriedades rurais).

1.2 - Implantação do programa de habitação rural (construção de casas de qualidade nas propriedades rurais). PLANO DE GOVERNO - ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA PARTICIPATIVA PARA 2013/2016 COLIGAÇÃO O PRESENTE NOS PERMITE SEGUIR EM FRENTE - CANDIDATO A PREFEITO PEDRINHO DA MATA 11 Ações a serem realizadas por Secretarias:

Leia mais

Neste contexto, destacamos as ações desenvolvidas durante o ano letivo em seus respectivos meses. MARÇO:

Neste contexto, destacamos as ações desenvolvidas durante o ano letivo em seus respectivos meses. MARÇO: Relatório O brincando se Aprende Um Projeto Socioeducativo foi criado e aplicado como uma nova metodologia, para despertar o interesse dos alunos do Ensino Médio pelas atividades matemáticas e de linguagens,

Leia mais

como juventude, intelectualidade e alteridade e também político-partidária do Chefe do Poder Executivo: realização do compromisso político-social

como juventude, intelectualidade e alteridade e também político-partidária do Chefe do Poder Executivo: realização do compromisso político-social A SECRETARIA MUNICIPAL DA JUVENTUDE E CIDADANIA DE MARÍLIA E AS POLÍTICAS PÚBLICAS MUNICIPAIS PARA MULHERES E OUTRAS MINORIAS SOCIAIS: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA Tereza Cristina Albieri Baraldi Advogada.

Leia mais

ANEXO I ROTEIRO DE ENTREVISTA PARA LEVANTAMENTOS PRELIMINARES. Data:

ANEXO I ROTEIRO DE ENTREVISTA PARA LEVANTAMENTOS PRELIMINARES. Data: ANEXO I ROTEIRO DE ENTREVISTA PARA LEVANTAMENTOS PRELIMINARES Dados Socioeconômicos: Levantamento das Demandas do Município Responsável Técnico pelo Levantamento: Data: Município: Nome do Informante /

Leia mais

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS UNIVERSIDADE DE RIO VERDE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS ESTUDANTIS CURSO DE EXTENSÃO JOGOS COOPERATIVOS NO CENTRO COMUNITÁRIO DE PSICOLOIGA EM AÇÃO 2013/1 FORMULÁRIO PARA PROJETOS DAS AÇÕES

Leia mais

PESQUISA DE AVALIAÇÃO QUANTITATIVA DO PROGRAMA DE ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL

PESQUISA DE AVALIAÇÃO QUANTITATIVA DO PROGRAMA DE ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL PESQUISA DE AVALIAÇÃO QUANTITATIVA DO PROGRAMA DE ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL FICHA TÉCNICA Instituição executora: Fundação Euclides da Cunha / Núcleo de Pesquisas, Informações e Políticas Públicas

Leia mais

FUNDAÇÃO GUIMARÃES ROSA

FUNDAÇÃO GUIMARÃES ROSA João Guimarães Rosa está entre os homens ilustres que fazem a história da Polícia Militar Minas Gerais. O escritor mineiro atuou como médico voluntário a serviço do Setor do Túnel da Mantiqueira, na Revolução

Leia mais

TÍTULO: AUTORES: INSTITUIÇÃO: ÁREA TEMÁTICA:

TÍTULO: AUTORES: INSTITUIÇÃO: ÁREA TEMÁTICA: TÍTULO: PROJETO: DST/AIDS AUTORES: Dálcio Ricardo de Andrade; Maria Helena Ribeiro de Barros Barbosa; Marcelo Silva Sthel; Elba Suely Gomes Pessanha G. Mesquita e Danuza da Cunha Rangel. INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE

Leia mais

OS CUIDADOS COM A ÁGUA NA ESCOLA FUNDAMENTAL PROFESSOR ADAILTON COELHO COSTA

OS CUIDADOS COM A ÁGUA NA ESCOLA FUNDAMENTAL PROFESSOR ADAILTON COELHO COSTA OS CUIDADOS COM A ÁGUA NA ESCOLA FUNDAMENTAL PROFESSOR ADAILTON COELHO COSTA Dantas 1, Mayara; Gomes 1, Márcia; Silva 1, Juliene; Silva 1, Jaciele; 1 Discente do Curso de Bacharelado em Ecologia; 2 Professora

Leia mais

Projeto Voz do Batuque

Projeto Voz do Batuque Mostra Local de: Maringá PR Projeto Voz do Batuque Categoria do projeto: I Projetos em Andamento Nome da Instituição/Empresa: Instituto Morena Rosa de Responsabilidade Sócio Ambiental, Cultural e Desenvolvimento

Leia mais

CENSO SUAS 2015 Questionário Centros de Convivência

CENSO SUAS 2015 Questionário Centros de Convivência As informações declaradas pelo agente público neste questionário possuem Fé Pública e constituem registros administrativos do Sistema Único de Assistência Social. O fornecimento de informações inverídicas

Leia mais

Palavras chaves: espaço público, cidadania, educação, arte.

Palavras chaves: espaço público, cidadania, educação, arte. 1 ESPORTE, ARTE E EDUCAÇÃO INTERVENÇÕES EM UM ESPAÇO PÚBLICO Profª Ketlin Elisa Thomé Wenceslau Fiocco Resumo: Todos os anos o Colégio Arautos organiza um projeto interdisciplinar que tem como proposta

Leia mais

FESURV UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2009-2010

FESURV UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2009-2010 FESURV UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2009-2010 1 Fragilidade resultado inferior a 50% Ponto a ser melhorado 50% e 59,9% Potencialidade igual ou

Leia mais

PROJETO BRASIL CONTRA A VIOLÊNCIA

PROJETO BRASIL CONTRA A VIOLÊNCIA 1 Ordem dos Advogados do Brasil Seção Minas Gerais Comissão OABCidadã PROJETO BRASIL CONTRA A VIOLÊNCIA Em Minas Gerais, a Secional da Ordem dos Advogados do Brasil, através da Comissão OAB/Cidadã, já

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: CONHECENDO A COLETA SELETIVA. Categoria do projeto: II Projetos em implantação (projetos que estão em fase inicial)

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: CONHECENDO A COLETA SELETIVA. Categoria do projeto: II Projetos em implantação (projetos que estão em fase inicial) EDUCAÇÃO AMBIENTAL: CONHECENDO A COLETA SELETIVA Mostra Local de: Araruna Categoria do projeto: II Projetos em implantação (projetos que estão em fase inicial) Nome da Instituição/Empresa: JK Consultoria

Leia mais

Inclusão Social - mudanças K A T I A C A V A L C A N T E 2 0 1 4

Inclusão Social - mudanças K A T I A C A V A L C A N T E 2 0 1 4 Inclusão Social - mudanças K A T I A C A V A L C A N T E 2 0 1 4 Sumário Assistência Social Saúde Educação Infraestrutura - Comunicação e Energia Moradia Bolsa Família Bolsa Verde Direitos Culturais A

Leia mais

Código Especificação Fiscal Seg.Social Investimentos Total

Código Especificação Fiscal Seg.Social Investimentos Total 100 Fortalecimento da Atuação Legislativa 8.475.000 8.475.000 101 Fortalecimento do Controle Externo Estadual 80.649.880 80.649.880 102 Fortalecimento do Controle Externo Municipal 3.245.000 3.245.000

Leia mais

1. História - Combate à Dengue: Identificação de Ações

1. História - Combate à Dengue: Identificação de Ações BAHIA Período: de 30/03 a 06/04/2009 HISTÓRIA NEGATIVA 1. História - Combate à Dengue: Identificação de Ações Nome da entidade: Escritório de Advocacia Nome completo do parceiro: Michelle Stephanie Santos

Leia mais

Projeto de Extensão. Título: Esporte e Inclusão Social no Instituto de Educação Física da Universidade Federal Fluminense

Projeto de Extensão. Título: Esporte e Inclusão Social no Instituto de Educação Física da Universidade Federal Fluminense Projeto de Extensão Título: Esporte e Inclusão Social no Instituto de Educação Física da Universidade Federal Fluminense 1.0 - JUSTIFICATIVA Considerando que a Extensão Universitária tem entre as suas

Leia mais

A economia solidária como estratégia de inclusão produtiva no Programa Bolsa Família

A economia solidária como estratégia de inclusão produtiva no Programa Bolsa Família A economia solidária como estratégia de inclusão produtiva no Programa Bolsa Família Adriane Vieira Ferrarini Docente e pesquisadora do Programa de Pós graduação em Ciências Sociais da Unisinos Estelamaris

Leia mais

O papel do Ministério Público na Implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos

O papel do Ministério Público na Implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos PROGRAMAÇÃO ETAPA BELÉM 18 DE SETEMBRO DE 2014 O papel do Ministério Público na Implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos Raimundo Moraes Ministério Público do Pará CONFERÊNCIA DAS NAÇÕES

Leia mais

Projeto Alvorada: ação onde o Brasil é mais pobre

Projeto Alvorada: ação onde o Brasil é mais pobre Projeto Alvorada: ação onde o Brasil é mais pobre N o Brasil há 2.361 municípios, em 23 estados, onde vivem mais de 38,3 milhões de pessoas abaixo da linha de pobreza. Para eles, o Governo Federal criou

Leia mais

DIRETRIZES GERAIS PARA ELABORAÇÃO DE UM PLANO DE GOVERNO

DIRETRIZES GERAIS PARA ELABORAÇÃO DE UM PLANO DE GOVERNO DIRETRIZES GERAIS PARA ELABORAÇÃO DE UM PLANO DE GOVERNO POR UM CEARÁ MELHOR PRA TODOS A COLIGAÇÃO POR UM CEARA MELHOR PRA TODOS, com o objetivo de atender à Legislação Eleitoral e de expressar os compromissos

Leia mais

LEI Nº 310/2009, DE 15 DE JUNHO DE 2009.

LEI Nº 310/2009, DE 15 DE JUNHO DE 2009. LEI Nº 310/2009, DE 15 DE JUNHO DE 2009. DISPÕE SOBRE A REESTRUTURAÇÃO DO DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE SAÚDE, CRIAÇÃO DO DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA E DESENVOLVIMENTO SOCIAL, DA DIVISÃO DE MEIO-AMBIENTE E

Leia mais

Você sabia que... Alguns fatos sobre o meu país

Você sabia que... Alguns fatos sobre o meu país Brasil Você sabia que... A pobreza e a desigualdade causam a fome e a malnutrição. Os alimentos e outros bens e serviços básicos que afetam a segurança dos alimentos, a saúde e a nutrição água potável,

Leia mais

Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Guarulhos Departamento de Relações Comunitárias PROGRAMA DE USO RACIONAL DA ÁGUA MOBILIZAÇÃO COMUNITÁRIA

Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Guarulhos Departamento de Relações Comunitárias PROGRAMA DE USO RACIONAL DA ÁGUA MOBILIZAÇÃO COMUNITÁRIA Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Guarulhos Departamento de Relações Comunitárias PROGRAMA DE USO RACIONAL DA ÁGUA MOBILIZAÇÃO COMUNITÁRIA AUTOR: Tatiana Rodrigues Moura. Chefe de Seção de Expediente

Leia mais

PROGRAMA DE MOBILIZAÇÃO SOCIAL EM SISTEMA DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO CONDOMINIAL NO MUNICÍPIO DE ALAGOINHAS BA

PROGRAMA DE MOBILIZAÇÃO SOCIAL EM SISTEMA DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO CONDOMINIAL NO MUNICÍPIO DE ALAGOINHAS BA PROGRAMA DE MOBILIZAÇÃO SOCIAL EM SISTEMA DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO CONDOMINIAL NO MUNICÍPIO DE ALAGOINHAS BA Autora: Patrícia Cristina Moreira Assistente Social Assessoria de Assistência e Integração Social-

Leia mais

Reserva da Biosfera da Amazônia Central

Reserva da Biosfera da Amazônia Central Reserva da Biosfera da Amazônia Central Estudo de caso da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Uatumã Seminário Internacional sobre Mineração e Sustentabilidade Socioambiental em Reservas da Biosfera

Leia mais

Projeto de Capacitação de Crianças e Adolescentes sobre Socorrismo, prevenção de acidentes, Defesa Civil e Cidadania

Projeto de Capacitação de Crianças e Adolescentes sobre Socorrismo, prevenção de acidentes, Defesa Civil e Cidadania R e s g a t e M i r i m Comunitário Projeto de Capacitação de Crianças e Adolescentes sobre Socorrismo, prevenção de acidentes, Defesa Civil e Cidadania 1 B E L O H O R I Z O N T E, S A N T A L U Z I A

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA FERRAMENTA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS DO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE POMBAL

A IMPORTÂNCIA DA FERRAMENTA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS DO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE POMBAL A IMPORTÂNCIA DA FERRAMENTA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS DO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE POMBAL Erica Bento SARMENTO 1 Diêgo Lima CRISPIM 2 Jucielio Calado ALVES 3 Alan Del Carlos Gomes

Leia mais

PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESIDUOS SOLIDOS URBANOS

PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESIDUOS SOLIDOS URBANOS PREFEITURA MUNICIPAL DE TUCURUÍ PARÁ SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE DE TUCURUÍ SEMMA / TUCURUÍ PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESIDUOS SOLIDOS URBANOS APRESENTAÇAO O presente documento consolida o diagnóstico

Leia mais

Órgão: SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Unid. Orç.: SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Programa: MANUTENÇÃO DA SECRETARIA DE

Órgão: SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Unid. Orç.: SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Programa: MANUTENÇÃO DA SECRETARIA DE Programa/Ação 2014 2015 2016 Unid Meta Valor Meta Valor Meta Poder: PODER LEGISLATIVO Órgão: PODER LEGISLATIVO Unid. Orç.: PODER LEGISLATIVO Programa: Manutenção da Câmara Municipal Un 1.00 1,144,000.00

Leia mais

4º SEMINÁRIO REGIONAL SUL DE RESÍDUOS SÓLIDOS PROGRAMA LIXO NOSSO DE CADA DIA

4º SEMINÁRIO REGIONAL SUL DE RESÍDUOS SÓLIDOS PROGRAMA LIXO NOSSO DE CADA DIA 4º SEMINÁRIO REGIONAL SUL DE RESÍDUOS SÓLIDOS PROGRAMA LIXO NOSSO DE CADA DIA Daniela Kramer Frassetto Assessora de Gabinete CME/MPSC cme@mpsc.mp.br Realidade do Planeta e do Brasil A manutenção do aumento

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BETÂNIA Estado de Pernambuco LEI Nº 636 /2012 DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS 2013 Anexo de Prioridades e Metas ( Sintético )

PREFEITURA MUNICIPAL DE BETÂNIA Estado de Pernambuco LEI Nº 636 /2012 DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS 2013 Anexo de Prioridades e Metas ( Sintético ) Anexo de Prioridades e s ( Sintético ) s Processo Legislativo Administração Legislativa Planejamento Governamental Gestão Política Administrativa Suporte Administrativo Garantir o exercício da função legislativa

Leia mais

RELATÓRIO REDE DE SUSTENTABILIDADE - APC

RELATÓRIO REDE DE SUSTENTABILIDADE - APC APC - MOÇAMBIQUE ASSOCIAÇĂO PROJETO CIDADĂO Fazendo Jesus Conhecido Através da Convivência e Serviço RELATÓRIO REDE DE SUSTENTABILIDADE - APC Introdução A Rede de Sustentabilidade é uma equipe multi setorial

Leia mais

Categoria Franqueador Pleno

Categoria Franqueador Pleno PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2013 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueador Pleno Dados da empresa Razão Social: MOLDURA MINUTO FRANCHISING LTDA Nome fantasia: MOLDURA MINUTO Data de

Leia mais

REALIZAÇÕES DO PIBID NA UNIDADE EDUCACIONAL JOSÉ LUSTOSA ELVAS FILHO, BOM JESUS-PI

REALIZAÇÕES DO PIBID NA UNIDADE EDUCACIONAL JOSÉ LUSTOSA ELVAS FILHO, BOM JESUS-PI REALIZAÇÕES DO PIBID NA UNIDADE EDUCACIONAL JOSÉ LUSTOSA ELVAS FILHO, BOM JESUS-PI Francisco Cleiton da Rocha 1 Marcos Vinícius de Sousa 2 Stella Indira Rocha Lobato 3 1 Professor Assistente da Universidade

Leia mais

Terça-feira, 27.07.10

Terça-feira, 27.07.10 Terça-feira, 27.07.10 Pensamento do dia: A felicidade consiste em preparar o futuro, pensando no presente e esquecendo o passado, se foi triste. John Ruskin A dúvida é: Incluso ou inclusas seguem as notas

Leia mais

Desenvolvimento Agrícola e Meio Ambiente

Desenvolvimento Agrícola e Meio Ambiente p Relatório Consulta Bico do Papagaio Oficinas 279 pessoas se credenciaram para participar das oficinas na cidade de Tocantinópolis. Foi solicitado à elas que elencassem as demandas e problemas regionais.

Leia mais

RELATÓRIO ABRIL 2013 PROGRAMA OPERAÇÕES COLETIVAS IGARASSU MINHA VIDA

RELATÓRIO ABRIL 2013 PROGRAMA OPERAÇÕES COLETIVAS IGARASSU MINHA VIDA RELATÓRIO ABRIL 2013 PROGRAMA OPERAÇÕES COLETIVAS IGARASSU MINHA VIDA RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DO TRABALHO TÉCNICO SOCIAL 1 IDENTIFICAÇÃO 1.1 DADOS DA CONTRATAÇÃO Programa: Igarassu Minha Vida Contrato

Leia mais

O passo a passo da participação popular Metodologia e diretrizes

O passo a passo da participação popular Metodologia e diretrizes O passo a passo da participação popular Metodologia e diretrizes Com o objetivo de garantir a presença da população na construção e no planejamento de políticas públicas, o Governo de Minas Gerais instituiu

Leia mais

Ações de Educação Ambiental do INEA com foco em recursos hídricos. Gerência de Educação Ambiental (GEAM/DIGAT/INEA)

Ações de Educação Ambiental do INEA com foco em recursos hídricos. Gerência de Educação Ambiental (GEAM/DIGAT/INEA) Ações de Educação Ambiental do INEA com foco em recursos hídricos Gerência de Educação Ambiental (GEAM/DIGAT/INEA) Ações: Agenda Água na Escola (SEA); Cartilha de atividades de sensibilização, pesquisa

Leia mais

PROJETO FUMCAD 2011 RODA DE CONVERSA: O QUE EU QUERO SER QUANDO CRESCER? COMO DOAR

PROJETO FUMCAD 2011 RODA DE CONVERSA: O QUE EU QUERO SER QUANDO CRESCER? COMO DOAR PROJETO FUMCAD 2011 RODA DE CONVERSA: O QUE EU QUERO SER QUANDO CRESCER? COMO DOAR O projeto pretende atingir 22.000 alunos, professores, dirigentes e familiares por meio de atividades lúdicas, artísticas

Leia mais

Prioridades para o PA 2014 Comunidade Externa. Câmpus Restinga Junho, 2013. Desenvolvimento Institucional

Prioridades para o PA 2014 Comunidade Externa. Câmpus Restinga Junho, 2013. Desenvolvimento Institucional Prioridades para o PA 2014 Comunidade Externa Câmpus Restinga Junho, 2013 Desenvolvimento Institucional APRESENTAÇÃO O presente relatório deve ser considerado como um Anexo ao Diagnóstico das Prioridades

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE: Por um MP mais eficiente

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE: Por um MP mais eficiente PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE: Por um MP mais eficiente Natal, 2011 1. Quem somos 2. Histórico da Gestão Estratégica 3. Resultados práticos 4. Revisão

Leia mais

PROJETO interação FAMÍLIA x ESCOLA: UMA relação necessária

PROJETO interação FAMÍLIA x ESCOLA: UMA relação necessária PROJETO interação FAMÍLIA x ESCOLA: UMA relação necessária Apoio: Secretária municipal de educação de santo Afonso PROJETO INTERAÇÃO FAMÍLIA X ESCOLA: UMA RELAÇÃO NECESSÁRIA. É imperioso que dois dos principais

Leia mais

Ministério Público do Trabalho

Ministério Público do Trabalho Ministério Público do Trabalho Procuradoria Regional do Trabalho da Nona Região www.prt9.mpt.gov.br A realidade Fundamentos Jurídicos Declaração Universal dos Direitos do Homem, que diz que o reconhecimento

Leia mais

Expedição Bibliotecas Comunitárias Vaga Lume 4 dias 09 a 12 de Julho de 2015 Navegando pelo Rio Unini, no coração da Amazônia

Expedição Bibliotecas Comunitárias Vaga Lume 4 dias 09 a 12 de Julho de 2015 Navegando pelo Rio Unini, no coração da Amazônia Navegando pelo coração da Amazônia Com uma riqueza ambiental imensa, o Rio Negro é protegido em praticamente todo seu leito por Unidades de Conservação. Nosso destino nesta viagem será a Reserva Extrativista

Leia mais

ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE SEGURANÇA, DEFESA E CIDADANIA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR GABINETE DO COMANDO COORDENAÇÃO GERAL DO PROJETO VERÃO LIMPO

ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE SEGURANÇA, DEFESA E CIDADANIA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR GABINETE DO COMANDO COORDENAÇÃO GERAL DO PROJETO VERÃO LIMPO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE SEGURANÇA, DEFESA E CIDADANIA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR GABINETE DO COMANDO COORDENAÇÃO GERAL DO PROJETO VERÃO LIMPO Relatório da Etapa Vale do Guaporé (Zona da Mata)

Leia mais

Clipping Eletrônico Quarta-feira dia 02/09/2015. Semsa anuncia estratégias para diminuir filas nas UBSs, em Manaus

Clipping Eletrônico Quarta-feira dia 02/09/2015. Semsa anuncia estratégias para diminuir filas nas UBSs, em Manaus Clipping Eletrônico Quarta-feira dia 02/09/2015 Portal D24 AM Saúde 03 de Setembro de 2015. Fonte: http://new.d24am.com/noticias/saude/semsa-anuncia-estrategias-paradiminuir-filas-ubss-manaus/139451 Semsa

Leia mais

Nome : E-mail : RG : CPF : 10428009603 RNE : Sexo :

Nome : E-mail : RG : CPF : 10428009603 RNE : Sexo : Nome : Júlia Soares Parreiras E-mail : julia.jsp@gmail.com RG : MG-14.206 CPF : 10428009603 RNE : Sexo : F Data de Nascimento : 21/11/1989 Logradouro Residencial : Rua Campanha Número : 35 Complemento

Leia mais

Planejamento Turístico para Promoção do Turismo de Base Comunitária: experiências no Amazonas e no Pará

Planejamento Turístico para Promoção do Turismo de Base Comunitária: experiências no Amazonas e no Pará Capítulo do Livro: Série Integração, Transformação e Desenvolvimento: Áreas Protegidas e Biodiversidade Fundo Vale para o Desenvolvimento Sustentável. Rio de Janeiro. 2012. Planejamento Turístico para

Leia mais

A gestão de resíduos na UNISINOS atendendo aos requisitos da ISO 14.001:2004. Palestrante: Dra. Luciana Paulo Gomes, UNISINOS lugomes@unisinos.

A gestão de resíduos na UNISINOS atendendo aos requisitos da ISO 14.001:2004. Palestrante: Dra. Luciana Paulo Gomes, UNISINOS lugomes@unisinos. A gestão de resíduos na UNISINOS atendendo aos requisitos da ISO 14.001:2004 Palestrante: Dra. Luciana Paulo Gomes, UNISINOS lugomes@unisinos.br 1 LIVRO: Gestão de Resíduos em Universidades 1. Como foi

Leia mais

AMARRIBO. Ribeirão Bonito - SP Abril 2008 AMARRIBO

AMARRIBO. Ribeirão Bonito - SP Abril 2008 AMARRIBO Ribeirão Bonito - SP Abril 2008 - Amigos Associados de Ribeirão Bonito www.amarribo.org.br fundação: 14 de novembro de 1999 localização Localização - Ribeirão Bonito Inauguração Nova Sede - Visão Geral

Leia mais

Relatório da Etapa Ponta do Abunã

Relatório da Etapa Ponta do Abunã ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE SEGURANÇA, DEFESA E CIDADANIA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR GABINETE DO COMANDO COORDENAÇÃO GERAL DO PROJETO VERÃO LIMPO Relatório da Etapa Ponta do Abunã PORTO VELHO RO 2012

Leia mais

CARTILHA DO INGRESSANTE U N I V E R S I D A D E E S T A D U A L D E C A M P I N A S

CARTILHA DO INGRESSANTE U N I V E R S I D A D E E S T A D U A L D E C A M P I N A S CARTILHA DO INGRESSANTE U N I V E R S I D A D E E S T A D U A L D E C A M P I N A S Bem-vindo a U N I V E R S I D A D E E S TA INTRODUÇÃO Prezado Servidor, Estamos felizes em tê-lo conosco, pois a partir

Leia mais

FORMULÁRIO DE PROJETO FIP/MAGSUL Ano: 2014

FORMULÁRIO DE PROJETO FIP/MAGSUL Ano: 2014 FORMULÁRIO DE PROJETO FIP/MAGSUL Ano: 2014 Administração: (Bacharel) Direito: (Bacharel) Mantida pela A.E.S.P. R: Tiradentes, 322 Centro Tel.: (67) 3437-8820 Ponta Porã MS Home Page: www.magsul-ms.com.br

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO ANEXO I. PROJETO DE ( X ) CURTA DURAÇÃO ( ) LONGA DURAÇÃO

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO ANEXO I. PROJETO DE ( X ) CURTA DURAÇÃO ( ) LONGA DURAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO ANEXO I. PROJETO DE ( X ) CURTA DURAÇÃO ( ) LONGA DURAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

1. História - Combate à Dengue: Identificação de Ações

1. História - Combate à Dengue: Identificação de Ações BAHIA Período: de 05 a 11/05/2009 HISTÓRIAS POSITIVAS 1. História - Combate à Dengue: Identificação de Ações Nome da entidade: Associação dos Docentes da Universidade do Estado Sudoeste da Bahia Nome completo

Leia mais

BAIXO ARAGUAIA PORTAL DA AMAZÔNIA BAIXADA CUIABANA NOROESTE

BAIXO ARAGUAIA PORTAL DA AMAZÔNIA BAIXADA CUIABANA NOROESTE BAIXO ARAGUAIA PORTAL DA AMAZÔNIA BAIXADA CUIABANA NOROESTE APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA TERRITÓRIOS RIOS DA CIDADANIA Objetivos Os Territórios TERRITÓRIOS RIOS Os Territórios Rurais se caracterizam por: conjunto

Leia mais

ENSINO DE CIÊNCIAS NO ENSINO FUNDAMENTAL EM DIFERENTES ESPAÇOS EDUCATIVOS USANDO O TEMA DA CONSERVAÇÃO DA FAUNA AMAZÔNICA.

ENSINO DE CIÊNCIAS NO ENSINO FUNDAMENTAL EM DIFERENTES ESPAÇOS EDUCATIVOS USANDO O TEMA DA CONSERVAÇÃO DA FAUNA AMAZÔNICA. 1 ENSINO DE CIÊNCIAS NO ENSINO FUNDAMENTAL EM DIFERENTES ESPAÇOS EDUCATIVOS USANDO O TEMA DA CONSERVAÇÃO DA FAUNA AMAZÔNICA. Clodoaldo Pires Araújo 1 Ruth Cristina Soares Gomes 2 Augusto Fachín Terán 3

Leia mais

INCLUSÃO PRODUTIVA. 3 - O governo estadual desenvolve ações, programas ou projetos de inclusão produtiva para a geração de trabalho e renda?

INCLUSÃO PRODUTIVA. 3 - O governo estadual desenvolve ações, programas ou projetos de inclusão produtiva para a geração de trabalho e renda? 1 - Existe algum tipo de estudo setorial e/ou diagnóstico socioeconômico do estado que tenha sido realizado no período entre 2010 e 2014? 1 Sim 1.1 - Ano do diagnóstico: Não (passe para 2 o quesito 3)

Leia mais

A letra Q, símbolo do programa de qualidade no serviço público Gespública, pelo qual a Seplan é certificada, figura em todos os seus documentos.

A letra Q, símbolo do programa de qualidade no serviço público Gespública, pelo qual a Seplan é certificada, figura em todos os seus documentos. Q A letra Q, símbolo do programa de qualidade no serviço público Gespública, pelo qual a Seplan é certificada, figura em todos os seus documentos. É uma alusão à essência e ao compromisso da Secretaria

Leia mais

Linhas de Extensão definida pela Política Nacional de Extensão FÓRUM DE PRÓ-REITORES DE EXTENSÃO DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS BRASILEIREAS (FORPROEX)

Linhas de Extensão definida pela Política Nacional de Extensão FÓRUM DE PRÓ-REITORES DE EXTENSÃO DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS BRASILEIREAS (FORPROEX) Ministério da Educação. Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica. Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais. Pró-reitoria de Extensão. Diretoria de Extensão Campus Rio Pomba. Av. Dr. José Sebastião

Leia mais

PLANO DE SANEAMENTO AMBIENTAL

PLANO DE SANEAMENTO AMBIENTAL PLANO DE SANEAMENTO AMBIENTAL Município de Dois Irmãos Município de Dois Irmãos RS- RS Agosto, 2012 Agosto, 2012 Oficina Jogos Cooperativos: Bairro São João 02/06/2012 02/06/201 REFLEXÃO ABRANGÊNCIA RESÍDUOS

Leia mais

Números de Deliberações Ano de 2004

Números de Deliberações Ano de 2004 001 002 003 Números de Deliberações Ano de 2004 DOE. 09/03/04, Seção I, p.36 DELIBERAÇÃO CEETEPS N.º 01, DE 08 DE MARÇO DE 2004 Dispõe sobre a prestação, no âmbito da Administração Central e das Unidades

Leia mais

Seres vivos. Mensagens aos jovens. Proposta 1

Seres vivos. Mensagens aos jovens. Proposta 1 Mensagens aos jovens Nós, jovens, devemos nos organizar para a construção de projetos, em que possamos, juntos com a população e os órgãos responsáveis, nos responsabilizar pelo bem-estar do nosso patrimônio.

Leia mais

ITAPIRAPUÃ PAULISTA. OBRAS E AÇÕES Gestão 2007-2010 2010 R$ 2.515.600,00

ITAPIRAPUÃ PAULISTA. OBRAS E AÇÕES Gestão 2007-2010 2010 R$ 2.515.600,00 ITAPIRAPUÃ PAULISTA OBRAS E AÇÕES Gestão 2007-2010 2010 R$ 2.515.600,00 AGRICULTURA: Distribuição de Leite: distribuídos 128.532 litros de leite, no período Jan/2007 a Abr/2009 - Custo: R$ 169 mil, beneficiando

Leia mais

ÍNDICE. Apresentação. Participantes da Oficina. Aldeias Guaranis do Litoral Norte. Programação da Oficina

ÍNDICE. Apresentação. Participantes da Oficina. Aldeias Guaranis do Litoral Norte. Programação da Oficina ÍNDICE Encontro de Mulheres Guarani do Litoral Norte do Estado de São Paulo Organização: Selma A. Gomes Projeto gráfico: Irmãs de Criação Fotos: Carlos Penteado Publicado com o apoio da CAFOD Novembro

Leia mais

MINUTA DE PROJETO DE LEI

MINUTA DE PROJETO DE LEI MINUTA DE PROJETO DE LEI DISPÕE SOBRE A POLÍTICA MUNICIPAL DE SANEAMENTO AMBIENTAL E O PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO AMBIENTAL DE PENÁPOLIS O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE PENÁPOLIS, no uso de suas atribuições

Leia mais

- Local para a disposição final de lixo e esgoto gerados a bordo da embarcação identificada;

- Local para a disposição final de lixo e esgoto gerados a bordo da embarcação identificada; 413 - Escritório de apoio administrativo e Posto de Informação implantado; - Visitantes informados sobre o Parque, seus objetivos e atividades de visitação disponíveis; - Local para a disposição final

Leia mais

Guarulhos. Dados Estatísticos. Malha Rodoviária

Guarulhos. Dados Estatísticos. Malha Rodoviária Dados Estatísticos Guarulhos Região metropolitana Estado de São Paulo de São Paulo 2ª economia do estado de São Paulo 9ª economia do Brasil Tem extensão territorial de 320 km², sendo composta por 47 Bairros

Leia mais

Trabalho Interdisciplinar: Desafios e possibilidades para uma vida melhor. Bairro São Geraldo

Trabalho Interdisciplinar: Desafios e possibilidades para uma vida melhor. Bairro São Geraldo CAMPANHA NACIONAL DE ESCOLAS DA COMUNIDADE COLEGIO CENECISTA NOSSA SENHORA DOS ANJOS GRAVATAÍ - RS Trabalho Interdisciplinar: Desafios e possibilidades para uma vida melhor Bairro São Geraldo Nomes: Ana,

Leia mais

PROCESSO SIMPLIFICADO DE SELEÇÃO DE ACADÊMICOS VOLUNTÁRIOS PARA PARTICIPAÇÃO NO PROJETO RONDON OPERAÇÃO VELHO MONGE CONJUNTO B

PROCESSO SIMPLIFICADO DE SELEÇÃO DE ACADÊMICOS VOLUNTÁRIOS PARA PARTICIPAÇÃO NO PROJETO RONDON OPERAÇÃO VELHO MONGE CONJUNTO B PROCESSO SIMPLIFICADO DE SELEÇÃO DE ACADÊMICOS VOLUNTÁRIOS PARA PARTICIPAÇÃO NO PROJETO RONDON OPERAÇÃO VELHO MONGE CONJUNTO B Considerando a aprovação da UFSCar no edital-convite do Ministério da Defesa,

Leia mais