MINISTÉRIO DA DEFESA SECRETARIA DE ESTUDOS E DE COOPERAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL DO PROJETO RONDON OPERAÇÃO AMAZÔNIA OCIDENTAL 2007

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MINISTÉRIO DA DEFESA SECRETARIA DE ESTUDOS E DE COOPERAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL DO PROJETO RONDON OPERAÇÃO AMAZÔNIA OCIDENTAL 2007"

Transcrição

1 MINISTÉRIO DA DEFESA SECRETARIA DE ESTUDOS E DE COOPERAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL DO PROJETO RONDON OPERAÇÃO AMAZÔNIA OCIDENTAL 2007 RELATÓRIO SOBRE OS TRABALHOS REALIZADOS PERÍODO : 15 A 30 DE JANEIRO DE 2007 INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR: UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS -UNICAMP CENTRO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CESET MUNICÍPIO ONDE A EQUIPE ATUOU: ATALAIA DO NORTE - AM AÇÕES QUE A EQUIPE REALIZOU: Diagnóstico físico e social da cidade, no âmbito estrutural Saneamento básico. Estrutura física da cidade. Saúde pública. Capacitações. Educação ambiental. Educação preventiva de DST. Entrevista em forma de questionário. : 1. SOBRE A IES E A SUA EQUIPE Nome e dado do responsável pela área de extensão da IES Nome:Mohamed Habib ( Proreitor de extensão e assuntos comunitários) Telefone: : (019) Endereço eletrônico: Nome e dados do professor-coordenador da equipe Nome: Pof. Hiroshi Paulo Yoshizane Telefone: (019) (019) (019) Endereço eletrônico:

2 Nome e dados do segundo professor da equipe Nome: Carmenlucia Santos Telefone: (19) Endereço eletrônico: 2. SOBRE A ADMINISTRAÇÃO DO MUNICÍPIO Nome e dados do prefeito municipal Nome: Prefeito Galatte Telefone: (097) Endereço eletrônico: Nome e dados do principal interlocutor da IES no município Nome: Amauri Aparecido Aguiar Telefone:(19) Endereço eletrônico: 3. ORIENTAÇÕES Este relatório divide-se em quatro partes: 1ª destinada a avaliar aspectos relacionados com a logística da operação; 2ª destinada a levantar dados quantitativos das ações realizadas nos municípios; 3ª destinada à apresentação de sugestões e críticas; e 4ª destinada ao relatório da IES. 1ª PARTE AVALIAÇÃO DOS ASPECTOS LOGÍSTICOS Nos aspectos logísticos foi excelente a atenção dada e servida ao grupo por parte da área de comunicações e confirmações via e_mail, por parte dos responsáveis junto ao Ministério da Defesa, desde os primeiros contatos até então. Quanto ao transporte por terra água e ar, foi excelente, muito segura e prestativa a atuação dos militares designados a nos acompanhar nos aeroportos de Guarulhos SP.,Aeroporto Eduardo Gomes Manaus AM e aeroporto de Tabatinga AM. Tanto na ida como na volta, com muita gentileza, respeito, pontualidade e principalmente a educação. Nos deslocamentos entre os aeroportos e as bases militares, todo conforto e instruções foram informadas de forma muito clara, aspectos da localidade respectiva do batalhão responsável, prezando sempre o conforto, segurança, saúde, aclimatação do grupo, levando-nos em pontos estratégicos, para termos uma visualização e contato com os costumes da região, povos e principalmente a alimentação. Tivemos também em Manaus uma reunião de dinâmica de grupo com as demais IES participantes do Projeto Rondon - Amazônia Ocidental UNICAMP UFSM UNB e UNINORTE. O que foi negativo foi a falta de apoio, por parte da Prefeitura Municipal de Atalaia do Norte, principalmente por parte da autoridade maior, e alguns descasos por parte da secretária do mesmo, que foi muito na situação do jogo de empurra, mas, após reunião com o Prefeito Municipal que nos recebeu somente na parte da tarde do dia seguinte da nossa chegada, prometendo algumas providências, nem todas cumpridas, e designou o secretário de obras a nos ajudar no que fôssem solicitados. Houve sim uma boa presteza por parte da secretária de saúde,.e secretária de ações sociais, que muito nos ajudou, na preparação de capacitação pública, fornecendo materiais básicos, como canetas papéis e tinta para confeccionar os cartazes de divulgação pública, das atividades do Grupo na cidade. De certa forma, o que foi até bom o não acompanhamento das autoridades municipais, pelo fato de termos uma liberdade de ação, principalmente no aspecto de diagnosticar os pontos falhos da cidade.

3 Junto ao grupo, vale ressaltar o belo acompanhamento, do Exército CFSol-8ºBIS, que designou o Sgt.Moisés e o Ten. Adonai, que em todos os aspectos principalmente no tocante à logistica, foram pontuais, e que também foram capacitados no tema proposto pela equipe. Importante também é salientar que no deslocamento de Tabatinga até Atalaia do Norte, ida e volta, via barco Chalana do Exército, pelo Rio Solimões e Rio Javari, toda a logística principalmente quanto a segurança foram muito expressivos, nos orientando quanto a periculosidade da viagem. Muito oportuno e importante foi também a oportunidade que eu coordenador do grupo, tive no deslocamento para o PEF-ESTIRÃO DO EQUADOR, à convite do Ten.Cel. Inf. Jorge F.M.de Almeida, num vôo de reconhecimento, junto com a Polícia Federal, onde pude diagnosticar as providências técnicas ambientais, que o Exército tem tomado de forma correta.há uma proposta dentro do meu diagnóstico, no tocante ao tratamento de água, e disposição do esgoto sanitário, que em breve estarei enviando. 2ª PARTE LEVANTAMENTO DAS AÇÕES REALIZADAS NO MUNICÍPIO Diagnóstico físico e social da cidade, no âmbito estrutural Saneamento básico: Água servida ( tratamento e distribuição da água potável). Disposição dos efluentes domésticos (esgoto sanitário). Zoonose (animais domésticos abandonados e doentes). Estrutura física da cidade: Ruas. (infraestrutura, superestrutura, manutenção e conservação) Pavimentação asfáltica. ( tipo, estrutura, manutenção e conservação) Infraestrutura do trânsito (segurança, sinalização e fluxo) Estrutura comercial (produtos consumidos e demanda) Industrial (tipo de produto, demanda de consumo e mão de obra) Extrativismo (caça, pesca, agricultura de subsistência). Lixo urbano (disposição, manejo, coleta e deposição). Saúde pública: Doenças regionais de veiculação hídrica (levantamento do índice de casos). Doenças sexualmente transmissíveis (levantamento do índice de casos). Capacitações: Educação ambiental (palestras para os adultos e recreação para as crianças com enfoque ambiental). Educação preventiva de DST (palestras de conscientização). Público (Professores da rede de ensino municipal e estadual e professores indígenas e comunidade ribeirinha, comunidade religiosa e comunidade de jovem).

4 CERTIFICADO DE CAPACITAÇÃO DOS PROFESSORES DO ENSINO MUNICIPAL E ESTADUAL MEMBROS DA EQUIPE COM PROFESSORES INDÍGENAS MEMBROS DA EQUIPE COM INDÍGENAS, ENSINANDO O MÉTODO COMPLEMENTAR DE TRATAMENTO DE ÁGUA MÉTODO SODIS

5 MEMBROS DA EQUIPE EM PALESTRA PARA A COMUNIDADE DEJOVENS ESCOTEIROS REMATE DE MALES SOBRE O TEMA SEXUALIDADE E DST MEMBROS DA EQUIPE COM INDÍGENAS NA PAALESTRA SOBRE DST AGUAS E LIXO, NA CASAI (CENTRO DE ASSISTENCIA DA SAUDE INDÍGENA) Entrevista em forma de questionário: De forma aleatória, nós realizamos uma série de entrevista diretamente com a população, com o intuito de levantar dados, opiniões e sugestões, de forma geral da cidade, onde a maior necessidade popular foi quanto ao tratamento da água servida e potável, sistema de esgoto, mais áreas recreativas, e melhoria no atendimento na área de saúde.

6 3ª PARTE SUGESTÕES E CRÍTICAS Como docente de uma universidade pública, sabemos que nós somos contratados não somente para atender o público discente, mas sim, servir ao público, levando o nome da instituição a todos os lugares, prestando publicamente uma parte da vida de docente acadêmico, como uma doação pública do nosso conhecimento, e também conhecer outras regiões, seus costumes e hábitos, para informar os discentes em sala de aula, sempre de forma que o aluno tenham uma visão melhor da teoria na prática em situações reais. Nós realizamos tudo o que foi planejado, e tivemos um grande respeito da população, que é muito carente quanto a informações técnicas e metodologias modernas, porém tivemos a grande precaução, criada por mim coordenador, de não ferir os costumes e tradições do povo da região. Sendo assim, no relatório geral final, nós propusemos algumas sugestões técnicas, para que esse povo Atalaiense, tenha uma melhor condição de vida. Como crítica, fica-nos a impressão de que o povo está muito submisso a atividade de servidor da prefeitura local, onde eles não podem levar democraticamente reclamações ao poder executivo, nem ao legislativo, mas percebe-se que é um povo alegre e muito receptivo, fica uma grande dúvida entre nós, será que o povo não está conformado da vida pobre financeiramente que levam? O povo indígena está cada vez mais unido e é impressionante a vontade de conhecer novas técnicas ambientais, mas, fica uma grande dúvida, será que o povo indígena por si só não está se desintegrando principalmente quanto aos costumes e manejos? O que nos animou, foi ver, sentir e tocar no indígena, que estão carentes mas prontos a nos ouvir, e até nos ensinar um pouco dos costumes que lhes restam dos seus antepassados. Na minha opinião, é pura questão de integração e cidadania e porque não dizer da questão de inclusão social e respeito ao humano que há muito tempo ocupam a Amazônia. Há que se ter uma ação governamental de dar mais condições de sobrevivência e integrá-los e não deixá-los tão vulneráveis a intromissões estrangeiras. Sabemos que antes da retomada do NOSSO PROJETO RONDON, a ação governamental era como Universidade Solidária, que percebemos, deixou uma impressão muito diferente da nossa ação, pois pelo que diagnosticamos em contatos e questionamentos a um ex-integrante deste projeto, que a ação do projeto anterior, era mais no plano de levar conhecimentos culturais, com oficinas de manejo de artesanatos, teatros e diversões ao público que conforme citei, são muito carentes. Assim sendo, nós fomos muito questionados quanto ao plano de ações, pois o povo esperava shows, apresentações de teatro, danças, e outras artes cênicas. Nós somos da área de ciências tecnológicas e biológicas, onde não temos essa peculiaridade artística. Quando falamos de diagnóstico, muitos reclamaram dizendo que toda as vezes que o município recebe grupos de universitários, são feitos diagnósticos e que nunca vêem propostas concretas e execuções de melhorias. Assim sendo, é oportuno neste item, mencionar algo que é unânime dentro do grupo, isto é, porque nós ou parte de nós não retornamos no próximo PROJETO RONDON OPERAÇÃO AMAZÕNIA OCIDENTAL, levando a execução de alguma das propostas detalhadas no relatório geral final?. Vimos o quanto é árdua a missão de RONDONISTA, e que o esforço mesclado com uma viagem tão longa, e bonita, não pode passar em branco, ou seja terminando somente em propostas, e que se nenhum de nós voltarmos jamais para este município, ficaremos sempre com aquela dúvida, isto é será que a nossa proposta foi validada? Como sugestão, se isso não for possível, ou seja o retorno de alguns desse grupo, que faça com que o novo grupo entre em contato conosco, para passarmos essas informações técnicas, isto é o próximo grupo não irá falar em diagnóstico que o povo já está reclamando, e sim dar continuidade ao NOSSO PROJETO RONDON, e fica claro que desde que a proposta do novo grupo seja o mesmo ou bem similar ao nosso.

7 4ª PARTE ESPAÇO LIVRE Como é espaço livre, o que sentimos e é unânime, é a organização que as Forças Armadas nos mostrou, e o quanto eles estão compromissados com a ordem no Brasil. Volto a me expressar no quanto eles nos respeitaram durante toda a operação, e sempre preocupados com a nossa saúde e integridade de forma geral e extensiva. Vários integrantes do grupo, se pronunciaram dizendo que nunca tinham se sentido tão seguros e importantes, principalmente aqui no aeroporto de Guarulhos no meio de tanta gente que nos olhavam. Manifesto-me como um descendente Nipônico, isto é, nunca me senti tão BRASILEIRO como nessa árdua missão, e fiz um discurso de agradecimento ao 8º BIS, em nome do grupo, onde lágrimas de emoção e gratidão cairam no chão do anfiteatro, e ficaram com certeza como uma marca no solo Amazônico que nunca imaginava ter essa chance de conhecer. Espero ter novas oportunidades de participar junto ao MINISTÉRIO DA DEFESA, para poder por em prática e passar essa grande experiência aos novos alunos. 5ª PARTE ILUSTRAÇÕES: FOTOS AEROPORTO DE GUARULHOS O GRUPO SOB APOIO DO CPOR-SP AEROPORTO DE MANAUS O GRUPO SOB APOIO DO 12º

8 TABATINGA O GRUPO SOB APOIO DO 8ºBIS PASSEIO PELA CIDADE DE LETÍCIA - COLÔMBIA TABATINGA O GRUPO SOB APOIO DO 8ºBIS PASSEIO PELA CIDADE DE LETÍCIA COLÔMBIA

9 TABATINGA O GRUPO SOB APOIO DO 8ºBIS PASSEIO PELA CIDADE DE LETÍCIA COLÔMBIA TABATINGA O GRUPO SOB APOIO DO 8ºBIS PASSEIO PELA CIDADE DE LETÍCIA COLÔMBIA

10 TABATINGA O GRUPO SOB APOIO DO 8ºBIS PASSEIO PELA CIDADE DE LETÍCIA COLÔMBIA TABATINGA O GRUPO SOB APOIO DO 8º BIS CONTATO COM A SELVA TABATINGA SOB APOIO DO 8º BIS CONTATO COM COMUNIDADE INGÍGENA UMARIAÇU

11 TABATINGA SOB APOIO DO 8º BIS CONTATO COM COMUNIDADE INGÍGENA UMARIAÇU I TRAVESSIA EM BARCO PELO IGARAPÉ RUMO À UMARIAÇU II TABATINGA O GRUPO SOB APOIO DO 8º BIS PARTIDA PARA ATALAIA DO NORTE

12 TABATINGA O GRUPO SOB APOIO DO 8º BIS PARTIDA PARA ATALAIA DO NORTE PELO RIO SOLIMÕES E RIO JAVARI BARCO CHALANA DO EXÉRCITO TABATINGA O GRUPO SOB APOIO DO 8º BIS PARTIDA PARA ATALAIA DO NORTE PELO RIO SOLIMÕES E RIO JAVARI BARCO CHALANA DO EXÉRCITO

13 EM ATALAIA DO NORTE O GRUPO ATUANDO NA ATIVIDADE DE DIAGNÓSTICO EM ATALAIA DO NORTE O GRUPO ATUANDO NA ATIVIDADE DE DIAGNÓSTICO SEMPRE ACOMPANHADO PELOS SOLDADOS DESIGNADOS SGT.MOISES E TEM. ADONAI

14 EM ATALAIA DO NORTE O GRUPO ATUANDO NA ATIVIDADE DE DIAGNÓSTICO DO LOCAL DE DEPOSIÇÃO DO LIXO URBANO EM ATALAIA DO NORTE O GRUPO ATUANDO NA ATIVIDADE DE DIAGNÓSTICO -

15 VISITA AO PEF-ESTIRÃO DO EQUADOR PARA DIAGNÓSTICO AMBIENTAL

16 MOMENTO DA DESPEDIDA DOS SOLDADOS QUE NOS ACOMPANHARAM EM TODA MISSÃO EM ATALAIA DO NORTE TEN. ADONAI E SGT. MOISÉS DO 8º BIS Limeira, 16 de Março de 2007 Professor Hiroshi Paulo Yoshizane Coordenador do Grupo atalaia do Norte

Relatório de Atividades

Relatório de Atividades PROJETO BOLA NA REDE Relatório de Atividades "O Mestre na arte da vida faz pouca distinção entre o seu trabalho e o seu lazer, entre a sua mente e o seu corpo, entre a sua educação e a sua recreação, entre

Leia mais

Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório

Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório Recursos Humanos Coordenação de Gestão de Pessoas Pesquisa de Clima Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório Introdução No dia 04 de Agosto de 2011, durante a reunião de Planejamento, todos os

Leia mais

Prioridades para o PA 2014 Comunidade Externa. Câmpus Restinga Junho, 2013. Desenvolvimento Institucional

Prioridades para o PA 2014 Comunidade Externa. Câmpus Restinga Junho, 2013. Desenvolvimento Institucional Prioridades para o PA 2014 Comunidade Externa Câmpus Restinga Junho, 2013 Desenvolvimento Institucional APRESENTAÇÃO O presente relatório deve ser considerado como um Anexo ao Diagnóstico das Prioridades

Leia mais

Neste contexto, destacamos as ações desenvolvidas durante o ano letivo em seus respectivos meses. MARÇO:

Neste contexto, destacamos as ações desenvolvidas durante o ano letivo em seus respectivos meses. MARÇO: Relatório O brincando se Aprende Um Projeto Socioeducativo foi criado e aplicado como uma nova metodologia, para despertar o interesse dos alunos do Ensino Médio pelas atividades matemáticas e de linguagens,

Leia mais

O Programa de Educação em Saúde e Mobilização Social em Guarulhos-SP: desenvolvimento e contribuições

O Programa de Educação em Saúde e Mobilização Social em Guarulhos-SP: desenvolvimento e contribuições O Programa de Educação em Saúde e Mobilização Social em Guarulhos-SP: desenvolvimento e contribuições Autora: Vânia Maria Nunes dos Santos Outros autores: Marcos Tsutomu Tamai, Erotides Lacerda Choueri

Leia mais

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS.

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS. CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS DAURIMAR PINHEIRO LEÃO (depoimento) 2014 CEME-ESEF-UFRGS FICHA TÉCNICA Projeto:

Leia mais

GOVERNO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO DRE 3 COLÉGIO ESTADUAL DJENAL TAVARES DE QUEIROZ MOITA BONITA SE

GOVERNO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO DRE 3 COLÉGIO ESTADUAL DJENAL TAVARES DE QUEIROZ MOITA BONITA SE GOVERNO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO DRE 3 COLÉGIO ESTADUAL DJENAL TAVARES DE QUEIROZ MOITA BONITA SE O Colégio Estadual Djenal Tavares de Queiroz, foi fundado

Leia mais

QUALIFICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO DE PROFESSORES DAS UNIDADES DE ENSINO NA ELABORAÇÃO DE PROGRAMAS FORMAIS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

QUALIFICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO DE PROFESSORES DAS UNIDADES DE ENSINO NA ELABORAÇÃO DE PROGRAMAS FORMAIS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL QUALIFICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO DE PROFESSORES DAS UNIDADES DE ENSINO NA ELABORAÇÃO DE PROGRAMAS FORMAIS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL MOHAMED HABIB* & GIOVANNA FAGUNDES** * Professor Titular, IB, UNICAMP ** Aluna

Leia mais

Lixo na escola: Educação ambiental e a Sustentabilidade escolar

Lixo na escola: Educação ambiental e a Sustentabilidade escolar Lixo na escola: Educação ambiental e a Sustentabilidade escolar E.M. Jenny de Andrade Faria Patrícia Mara Nunes de Souza Mariele Rosa Introdução Dentre os reflexos do consumo exagerado, e quase sempre

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

RELATÓRIO DA OFICINA: COMO AGIR NA COMUNIDADE E NO DIA A DIA DO SEU TRABALHO. Facilitadoras: Liliane Lott Pires e Maria Inês Castanha de Queiroz

RELATÓRIO DA OFICINA: COMO AGIR NA COMUNIDADE E NO DIA A DIA DO SEU TRABALHO. Facilitadoras: Liliane Lott Pires e Maria Inês Castanha de Queiroz 1 RELATÓRIO DA OFICINA: COMO AGIR NA COMUNIDADE E NO DIA A DIA DO SEU TRABALHO Facilitadoras: Liliane Lott Pires e Maria Inês Castanha de Queiroz Contrato: AS.DS.PV.024/2010 Empresa: SENSOTECH ASSESSORAMENTO

Leia mais

Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais

Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais A campanha do prefeito de Duque de Caxias Alexandre Aguiar Cardoso, natural de Duque de Caxias, cidade da região metropolitana do Rio de Janeiro,

Leia mais

SALAS INTERATIVAS E AÇÕES COMUNITÁRIAS: EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM TERRÁ INDÍGENA

SALAS INTERATIVAS E AÇÕES COMUNITÁRIAS: EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM TERRÁ INDÍGENA SALAS INTERATIVAS E AÇÕES COMUNITÁRIAS: EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM TERRÁ INDÍGENA Leilane Oliveira Chaves Graduanda em Geografia Universidade Federal do Ceará - UFC, Brasil E-mail: leilane_chaves@hotmail.com

Leia mais

Contribuir para a implantação de programas de gestão e de educação ambiental em comunidades e em instituições públicas e privadas.

Contribuir para a implantação de programas de gestão e de educação ambiental em comunidades e em instituições públicas e privadas. TÍTULO: EDUCAÇÃO AMBIENTAL: ESTRATÉGIA PARA O CONHECIMENTO E A INCLUSÃO SOCIAL AUTORES: Chateaubriand, A. D.; Andrade, E. B. de; Mello, P. P. de; Roque, W. V.; Costa, R. C. da; Guimarães, E. L. e-mail:

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARANAENSES

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARANAENSES PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARANAENSES - 2012 a 2021 Instituição: ENSINO DE GRADUAÇÃO Programas/Projetos/Ações Ano Natureza Valores Fonte de Recursos Beneficiado Manutenção

Leia mais

Relatório de Acompanhamento do Trabalho Social PÓS OBRAS

Relatório de Acompanhamento do Trabalho Social PÓS OBRAS Relatório de Acompanhamento do Trabalho Social PÓS OBRAS Relatório nº 05 Período de referência do relatório: outubro, novembro e dezembro /2014. 1 IDENTIFICAÇÃO Programa: Minha Casa Minha Vida 2 Sub 50

Leia mais

10º Congreso Argentino y 5º Latinoamericano de Educación Física y Ciencias

10º Congreso Argentino y 5º Latinoamericano de Educación Física y Ciencias 10º Congreso Argentino y 5º Latinoamericano de Educación Física y Ciencias Relato de experiência de um agente social sobre suas atividades com as comunidades do município de Santa Maria- RS, através do

Leia mais

TRANSPARÊNCIA QUANTO À ATUAÇÃO PARLAMENTAR DIRETA

TRANSPARÊNCIA QUANTO À ATUAÇÃO PARLAMENTAR DIRETA De: Gabinete do Vereador Jimmy Pereira Para: Ação Jovem Brasil Resposta à solicitação de Informações para a formação do Índice de Transparência da Câmara do Rio TRANSPARÊNCIA QUANTO À ATUAÇÃO PARLAMENTAR

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 65 Discurso na solenidade do Dia

Leia mais

(UNIDADE CEBRAC BOTUCATU)

(UNIDADE CEBRAC BOTUCATU) CAMPANHA MAIS CIDADÃO (UNIDADE CEBRAC BOTUCATU) APRESENTAÇÃO Nossa Missão: Desenvolver o potencial das pessoas e formar o cidadão profissional para atuar com brilhantismo no mercado de trabalho Estar sintonizados

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO SUL PPA 2010/2013 CLASSIFICAÇÃO DOS PROGRAMAS E AÇÕES POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO SUBFUNÇÃO PROGRAMA AÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO SUL PPA 2010/2013 CLASSIFICAÇÃO DOS PROGRAMAS E AÇÕES POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO SUBFUNÇÃO PROGRAMA AÇÃO FUNÇÃO: 01 - LEGISLATIVA 031 Ação Legislativa 0001 - Execução da Ação Legislativa Manutenção das Atividades Legislativas FUNÇÃO: 02 - JUDICIÁRIA 122 Administração Geral 0006 - Defesa Jurídica do Município

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 49 Discurso no encontro com grupo

Leia mais

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DA ATUAÇÃO E CONDIÇÕES DE TRABALHO DOS TUTORES DE POLO DE APOIO PRESENCIAL

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DA ATUAÇÃO E CONDIÇÕES DE TRABALHO DOS TUTORES DE POLO DE APOIO PRESENCIAL RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DA ATUAÇÃO E CONDIÇÕES DE TRABALHO DOS TUTORES DE POLO DE APOIO PRESENCIAL ENSINO A DISTÂNCIA 2º SEMESTRE - 2014 CENTRO UNIVERSITÁRIO INTERNACIONAL UNINTER COMISSÃO PRÓPRIA

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 42 Discurso no Hotel Tropical MANAUS,

Leia mais

1. História - Combate à Dengue: Identificação de Ações

1. História - Combate à Dengue: Identificação de Ações BAHIA Período: de 05 a 11/05/2009 HISTÓRIAS POSITIVAS 1. História - Combate à Dengue: Identificação de Ações Nome da entidade: Associação dos Docentes da Universidade do Estado Sudoeste da Bahia Nome completo

Leia mais

TETRA PAK E ONG NOOLHAR Projeto Cultura Ambiental nas Escolas Oficina Educação para Sustentabilidade

TETRA PAK E ONG NOOLHAR Projeto Cultura Ambiental nas Escolas Oficina Educação para Sustentabilidade TETRA PAK E ONG NOOLHAR Projeto Oficina Educação para Sustentabilidade Sala de Capacitação do Centro Paulo Freire Recife, Pernambuco (PE) Educador Ambiental: William Monteiro Rocha Cidade: Recife (Pernambuco)

Leia mais

UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO

UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO PROJETO DE EXTENSÃO EDITAL N.º 05/2010 PROJETO RONDON- JULHO 2011 A Universidade Metodista de São Paulo concorrerá a quatro operações nacionais no mês de Julho de 2011.

Leia mais

POLUIÇÃO VISUAL NA CIDADE DE SÃO PAULO

POLUIÇÃO VISUAL NA CIDADE DE SÃO PAULO Pesquisa Quantitativa de Opinião Pública POLUIÇÃO VISUAL NA CIDADE DE SÃO PAULO Julho/ 2006 Índice I. Metodologia e Amostra II. Contexto III. Poluição Visual IV. O Projeto de Lei V. Considerações Finais

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Local PRODEL. Programa de Extensão Institucional

Programa de Desenvolvimento Local PRODEL. Programa de Extensão Institucional Programa de Desenvolvimento Local PRODEL Programa de Extensão Institucional Programa de Extensão Institucional Um programa de extensão universitária é o conjunto de projetos de extensão desenvolvido por

Leia mais

O passo a passo da participação popular Metodologia e diretrizes

O passo a passo da participação popular Metodologia e diretrizes O passo a passo da participação popular Metodologia e diretrizes Com o objetivo de garantir a presença da população na construção e no planejamento de políticas públicas, o Governo de Minas Gerais instituiu

Leia mais

PLANO PLURIANUAL DE AÇÃO GOVERNAMENTAL 2012-2015 RELAÇÃO DE PROGRAMAS SOCIAIS (Inciso I do art. 12 da Lei n.º 20.024, de 9 de janeiro de 2012)

PLANO PLURIANUAL DE AÇÃO GOVERNAMENTAL 2012-2015 RELAÇÃO DE PROGRAMAS SOCIAIS (Inciso I do art. 12 da Lei n.º 20.024, de 9 de janeiro de 2012) ADMINISTRAÇÃO DE ESTÁDIOS DO ESTADO DE MINAS GERAIS 181 GERENCIAMENTO DE ESTÁDIOS E PROMOÇÃO DE EVENTOS ESPORTIVOS, RELIGIOSOS E SOCIO-CULTURAIS AGÊNCIA REGULADORA DE SERVIÇOS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA

Leia mais

P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E B A U R U E s t a d o d e S ã o P a u l o S E C R E T A R I A D A E D U C A Ç Ã O

P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E B A U R U E s t a d o d e S ã o P a u l o S E C R E T A R I A D A E D U C A Ç Ã O P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E B A U R U E s t a d o d e S ã o P a u l o S E C R E T A R I A D A E D U C A Ç Ã O E. M. E. F. P R O F ª. D I R C E B O E M E R G U E D E S D E A Z E V E D O P

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR 1. Como são os cursos ofertados pela plataforma freire e quais os benefícios para os professores que forem selecionados? O professor sem formação poderá estudar nos

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA Faculdades Integradas Dom Pedro II São José do Rio Preto - SP

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA Faculdades Integradas Dom Pedro II São José do Rio Preto - SP RELATÓRIO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DAS FACULDADES INTEGRADAS DOM PEDRO II SÃO JOSÉ DO RIO PRETO-SP 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS As, ao apresentar o Relatório do sistema de autoavaliação (CPA), consideram

Leia mais

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE ENSINO EAD

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE ENSINO EAD RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE ENSINO EAD 2º SEMESTRE 2014 CENTRO UNIVERSITÁRIO INTERNACIONAL UNINTER COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA RELATÓRIO GERENCIAL DA AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE

Leia mais

FACULDADE REDENTOR ITAPERUNA RJ

FACULDADE REDENTOR ITAPERUNA RJ RESULTADOS DA PESQUISA DE PERCEPÇÃO E SATISFAÇÃO DOS CURSOS DE: MBA - GESTÃO ESTRATÉGICA DOS NEGÓCIOS MBA - GESTÃO ESTRATÉGICA COM PESSOAS FACULDADE REDENTOR 2012 ITAPERUNA RJ MODELO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO

Leia mais

FACULDADE MODELO CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO. RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2º Semestre de 2010

FACULDADE MODELO CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO. RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2º Semestre de 2010 FACULDADE MODELO CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2º Semestre de 2010 1. APRESENTAÇÃO O relatório que segue apresenta a Avaliação Institucional da Faculdade Modelo

Leia mais

A gestão de resíduos na UNISINOS atendendo aos requisitos da ISO 14.001:2004. Palestrante: Dra. Luciana Paulo Gomes, UNISINOS lugomes@unisinos.

A gestão de resíduos na UNISINOS atendendo aos requisitos da ISO 14.001:2004. Palestrante: Dra. Luciana Paulo Gomes, UNISINOS lugomes@unisinos. A gestão de resíduos na UNISINOS atendendo aos requisitos da ISO 14.001:2004 Palestrante: Dra. Luciana Paulo Gomes, UNISINOS lugomes@unisinos.br 1 LIVRO: Gestão de Resíduos em Universidades 1. Como foi

Leia mais

consulta participativa de opinião

consulta participativa de opinião consulta participativa de opinião Interesses e perspectivas dos jovens da Brasilândia, Cachoeirinha e Freguesia do Ó CONSULTA PARTICIPATIVA DE OPINIÃO: INTERESSES E PERSPECTIVAS DOS JOVENS DA BRASILÂNDIA,

Leia mais

Comunicação JOGOS TEATRAIS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO MATERNAL E EDUCAÇÃO INFANTIL

Comunicação JOGOS TEATRAIS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO MATERNAL E EDUCAÇÃO INFANTIL Comunicação JOGOS TEATRAIS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO MATERNAL E EDUCAÇÃO INFANTIL ROSA, Maria Célia Fernandes 1 Palavras-chave: Conscientização-Sensibilização-Transferência RESUMO A psicóloga Vanda

Leia mais

ARQUITETURA E URBANISMO

ARQUITETURA E URBANISMO FEAR -Faculdade de Engenharia e Arquitetura FEAR CAMPUS Fig.1 Mapa Campus I (Adaptado pela autora) Fonte: WebSite www.upf.com.br FEAR ENSINO O curso de Arquitetura e Urbanismo da UPF, iniciou suas atividades

Leia mais

Comemoração da 1ª semana de Meio Ambiente do Município de Chuvisca/RS

Comemoração da 1ª semana de Meio Ambiente do Município de Chuvisca/RS Comemoração da 1ª semana de Meio Ambiente do Município de Chuvisca/RS Sustentabilidade: Reflexões sobre a temática ambiental P R E F E I T O M U N I C I P A L E R V I N O W A C H H O L S V I C E - P R

Leia mais

Pesquisa de Opinião Pública Nacional. Associação dos Magistrados Brasileiros AMB Voto, Eleições e Corrupção Eleitoral

Pesquisa de Opinião Pública Nacional. Associação dos Magistrados Brasileiros AMB Voto, Eleições e Corrupção Eleitoral Pesquisa de Opinião Pública Nacional Associação dos Magistrados Brasileiros AMB Voto, Eleições e Corrupção Eleitoral Julho de 2008 Roteiro I. Metodologia II. III. IV. Eleições e Política Corrupção eleitoral

Leia mais

Reserva da Biosfera da Amazônia Central

Reserva da Biosfera da Amazônia Central Reserva da Biosfera da Amazônia Central Estudo de caso da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Uatumã Seminário Internacional sobre Mineração e Sustentabilidade Socioambiental em Reservas da Biosfera

Leia mais

Campanha Nacional de Escolas da Comunidade Colégio Cenecista Nossa Senhora dos Anjos Gravataí RS. São Geraldo/Barnabé

Campanha Nacional de Escolas da Comunidade Colégio Cenecista Nossa Senhora dos Anjos Gravataí RS. São Geraldo/Barnabé Campanha Nacional de Escolas da Comunidade Colégio Cenecista Nossa Senhora dos Anjos Gravataí RS São Geraldo/Barnabé Data: 29/04/2015 Nomes: Nícolas Christmann João Marcelo Paulo Francisco Matheus Valadares

Leia mais

A EXTENSÃO NA CASA BRASIL DE ANÁPOLIS: APONTAMENTOS INICIAIS

A EXTENSÃO NA CASA BRASIL DE ANÁPOLIS: APONTAMENTOS INICIAIS A EXTENSÃO NA CASA BRASIL DE ANÁPOLIS: APONTAMENTOS INICIAIS SANTOS, Jéssica de Andrade¹; BESSA, Vanessa Cristina Gadêlha 1 ; SILVA, Vinícius Costa 1 ; SILVA, Núbia Carla de Souza 1 ; FIGUEIREDO, Adda

Leia mais

APOIO À PESQUISA NO INSTITUTO DE ESTUDOS DA LINGUAGEM DA UNICAMP. Secretaria de Pesquisas e Projetos, Coordenação de Pesquisa & Direção do IEL

APOIO À PESQUISA NO INSTITUTO DE ESTUDOS DA LINGUAGEM DA UNICAMP. Secretaria de Pesquisas e Projetos, Coordenação de Pesquisa & Direção do IEL APOIO À PESQUISA NO INSTITUTO DE ESTUDOS DA LINGUAGEM DA UNICAMP Secretaria de Pesquisas e Projetos, Coordenação de Pesquisa & Direção do IEL O IEL Cursos de graduação (506 alunos): Letras diurno Letras

Leia mais

EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE MARANGUAPE-CE

EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE MARANGUAPE-CE EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE MARANGUAPE-CE EDITAL N 20/2015 1. INTRODUÇÃO A ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE LUZIA LOPES GADÊLHA, por meio do Termo Convênio nº 05/2015, como parte integrante

Leia mais

Gtp+ PROGRAMAS E PROJETOS Grupo de Trabalhos em Prevenção Posithivo (GTP+) Fundação em 2000, Recife-PE O Grupo de Trabalhos em Prevenção Posithivo é a única ONG da Região Nordeste do Brasil coordenada

Leia mais

Ações de Educação Ambiental do INEA com foco em recursos hídricos. Gerência de Educação Ambiental (GEAM/DIGAT/INEA)

Ações de Educação Ambiental do INEA com foco em recursos hídricos. Gerência de Educação Ambiental (GEAM/DIGAT/INEA) Ações de Educação Ambiental do INEA com foco em recursos hídricos Gerência de Educação Ambiental (GEAM/DIGAT/INEA) Ações: Agenda Água na Escola (SEA); Cartilha de atividades de sensibilização, pesquisa

Leia mais

LOGOMARCA DO PROADES E DA UFJF

LOGOMARCA DO PROADES E DA UFJF LOGOMARCA DO PROADES E DA UFJF Pró-Reitoria de Recursos Humanos Coordenação de Avaliação e Movimentação de Pessoas Relatório do Desempenho das Unidades de Avaliação da Universidade Federal de Juiz de Fora

Leia mais

O ESPAÇO E O TEMPO DE FORA DA SALA DE AULA OBSERVAÇÕES PRELIMINARES

O ESPAÇO E O TEMPO DE FORA DA SALA DE AULA OBSERVAÇÕES PRELIMINARES 1 Trabalho apresentado no II EREBIO Encontro Regional de Ensino de Biologia. Niterói, Rio de Janeiro. Referência: DIB-FERREIRA, Declev Reynier. O espaço e o tempo de fora da sala de aula observações preliminares.

Leia mais

Os brasileiros precisam conhecer a história dos negros. (textos e fotos Maurício Pestana)

Os brasileiros precisam conhecer a história dos negros. (textos e fotos Maurício Pestana) Os brasileiros precisam conhecer a história dos negros (textos e fotos Maurício Pestana) Responsável pelo parecer do Conselho Nacional de Educação que instituiu, há alguns anos, a obrigatoridade do ensino

Leia mais

Eduardo J. A. e SILVA 2 Camilla P. BRASILEIRO 3 Claudomilson F. BRAGA 4 Universidade Federal de Goiás, Goiânia, GO

Eduardo J. A. e SILVA 2 Camilla P. BRASILEIRO 3 Claudomilson F. BRAGA 4 Universidade Federal de Goiás, Goiânia, GO Estudo da proporção e o nível de conhecimento dos alunos de graduação do período vespertino do Campus II da UFG sobre o Programa Coleta Seletiva Solidária 1 Eduardo J. A. e SILVA 2 Camilla P. BRASILEIRO

Leia mais

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo Projeto Amplitude Plano de Ação 2015 P r o j e t o A m p l i t u d e R u a C a p i t ã o C a v a l c a n t i, 1 4 7 V i l a M a r i a n a S ã o P a u l o 11 4304-9906 w w w. p r o j e t o a m p l i t u

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: CONHECENDO A COLETA SELETIVA. Categoria do projeto: II Projetos em implantação (projetos que estão em fase inicial)

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: CONHECENDO A COLETA SELETIVA. Categoria do projeto: II Projetos em implantação (projetos que estão em fase inicial) EDUCAÇÃO AMBIENTAL: CONHECENDO A COLETA SELETIVA Mostra Local de: Araruna Categoria do projeto: II Projetos em implantação (projetos que estão em fase inicial) Nome da Instituição/Empresa: JK Consultoria

Leia mais

O Brasil, oitava Potência econômica coloca o seu povo na 69a. Categoria no IDH & 59a no IDT.

O Brasil, oitava Potência econômica coloca o seu povo na 69a. Categoria no IDH & 59a no IDT. O Brasil, oitava Potência econômica coloca o seu povo na 69a. Categoria no IDH & 59a no IDT. EXCLUSÃO SOCIAL NO BRASIL 1% dos brasileiros é dono de 53% das riquezas do país. Nos países capitalistas centrais,

Leia mais

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PROPOSTA DE AÇÃO Criar um fórum permanente onde representantes dos vários segmentos do poder público e da sociedade civil atuem juntos em busca de uma educação

Leia mais

Ensino de Artes Visuais à Distância

Ensino de Artes Visuais à Distância 1 Ensino de Artes Visuais à Distância Bárbara Angelo Moura Vieira Resumo: Através de uma pesquisa, realizada em meio ao corpo docente da Escola de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais, as

Leia mais

Paisagens Socioambientais em Bacias Hidrográficas

Paisagens Socioambientais em Bacias Hidrográficas Paisagens Socioambientais em Bacias Hidrográficas Yanina Micaela Sammarco Bióloga, Ms em Engenharia Ambiental Dtnda pela Universidade Autonoma de Madrid-Espanha Consultora do Instituto Pró-Terra Educadora,

Leia mais

Prova bimestral. história. 4 o Bimestre 3 o ano. 1. Leia o texto e responda.

Prova bimestral. história. 4 o Bimestre 3 o ano. 1. Leia o texto e responda. Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Ensino fundamental Publicado em 2012 Prova bimestral 4 o Bimestre 3 o ano história 1. Leia o texto e responda. As evidências mais antigas da amizade entre

Leia mais

P Como foi essa experiência com o barco da Justiça no

P Como foi essa experiência com o barco da Justiça no VISITA AO AMAPÁ FÁTIMA NANCY ANDRIGHI Ministra do Superior Tribunal de Justiça A Justiça brasileira deve se humanizar. A afirmação foi feita pela ministra Nancy Andrighi, do Superior Tribunal de Justiça,

Leia mais

EDITAL 03/2012/COMUNICAÇÃO BOLSA VERDE TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATO POR PRODUTO

EDITAL 03/2012/COMUNICAÇÃO BOLSA VERDE TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATO POR PRODUTO EDITAL 03/2012/COMUNICAÇÃO BOLSA VERDE TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATO POR PRODUTO I. IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO PROJETO BRA/11/021 - PROGRAMA DE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS COM INCLUSÃO SOCIAL (PSA)

Leia mais

Planos de Logística Sustentáveis (manhã)

Planos de Logística Sustentáveis (manhã) Planos de Logística Sustentáveis (manhã) Brasília, 17 de junho de 2015 Conteúdo Programático: Planos de Logística Sustentável: conceitos Conteúdo Mínimo Temas e Planos de Ação para PLS Etapas de elaboração

Leia mais

ESCOLA MUNICIPAL DE PERÍODO INTEGRAL IRMÃ MARIA TAMBOSI

ESCOLA MUNICIPAL DE PERÍODO INTEGRAL IRMÃ MARIA TAMBOSI PREFEITURA MUNICIPAL DE LONTRAS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTE ESCOLA MUNICIPAL DE PERÍODO INTEGRAL IRMÃ MARIA TAMBOSI DESPERTANDO AÇÕES SUSTENTÁVEIS LONTRAS 2013 1.TEMA A preservação

Leia mais

PROJETO NINHO VAZIO EM BUSCA DA EDUCAÇÃO EMOCIONAL

PROJETO NINHO VAZIO EM BUSCA DA EDUCAÇÃO EMOCIONAL PROJETO NINHO VAZIO EM BUSCA DA EDUCAÇÃO EMOCIONAL Oficinas de apoio e fortalecimento de laços intergeracionais, com dinâmicas, arteterapia, psicoeducativos, exercícios de alongamento, respiração e relaxamento,

Leia mais

PROJETO PRAÇA VIVA. INTEGRANTES: Profissionais/ Alunos/ Professores envolvidos.

PROJETO PRAÇA VIVA. INTEGRANTES: Profissionais/ Alunos/ Professores envolvidos. PROJETO PRAÇA VIVA INTEGRANTES: Profissionais/ Alunos/ Professores envolvidos. Coordenador: Itamar José de Oliveira Junior (Profissional de Educação Física) Acadêmicos do Curso de Educação Física, Nutrição

Leia mais

ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE SEGURANÇA, DEFESA E CIDADANIA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR GABINETE DO COMANDO COORDENAÇÃO GERAL DO PROJETO VERÃO LIMPO

ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE SEGURANÇA, DEFESA E CIDADANIA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR GABINETE DO COMANDO COORDENAÇÃO GERAL DO PROJETO VERÃO LIMPO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE SEGURANÇA, DEFESA E CIDADANIA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR GABINETE DO COMANDO COORDENAÇÃO GERAL DO PROJETO VERÃO LIMPO Relatório da Etapa Vale do Guaporé (Zona da Mata)

Leia mais

Carta Influência do Clima no Cotidiano Juvenil. Prezados representantes brasileiros da Conferencia Juvenil de Copenhague,

Carta Influência do Clima no Cotidiano Juvenil. Prezados representantes brasileiros da Conferencia Juvenil de Copenhague, Rio de Janeiro 03 de dezembro de 2009 Carta Influência do Clima no Cotidiano Juvenil Prezados representantes brasileiros da Conferencia Juvenil de Copenhague, Tendo em vista a confecção coletiva de uma

Leia mais

Divulgação do Seminário

Divulgação do Seminário NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL Avaliação do IV Seminário de Desenvolvimento Profissional: Qualidade de Vida no Trabalho e Desempenho no Serviço Público A avaliação do seminário foi realizada através

Leia mais

PARA SEMPRE CERTIFICAÇÃO FLORESTAL FSC. Carmen Figueiredo

PARA SEMPRE CERTIFICAÇÃO FLORESTAL FSC. Carmen Figueiredo PARA SEMPRE CERTIFICAÇÃO FLORESTAL FSC Carmen Figueiredo PARA SEMPRE CERTIFICAÇÃO FLORESTAL FSC 1ª edição 2005 Realização Apoio CRÉDITOS Produção Ethnos estratégias socio ambientais - ethnosconsultoria@uol.com.br

Leia mais

Projetos bem sucedidos de educação moral: em busca de experiências brasileiras I

Projetos bem sucedidos de educação moral: em busca de experiências brasileiras I Projetos bem sucedidos de educação moral: em busca de experiências brasileiras I A escola que nos chamou a atenção pelos 11 projetos inscritos Luciene Regina Paulino Tognetta Em Camaragibe... A vida aqui

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

Faculdade de Direito Ipatinga Núcleo de Investigação Científica e Extensão NICE Coordenadoria de Extensão. Identificação da Ação Proposta

Faculdade de Direito Ipatinga Núcleo de Investigação Científica e Extensão NICE Coordenadoria de Extensão. Identificação da Ação Proposta Faculdade de Direito Ipatinga Núcleo de Investigação Científica e Extensão NICE Coordenadoria de Extensão Identificação da Ação Proposta Área do Conhecimento: Ciências Sociais Aplicadas Área Temática:

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 17 Discurso após a cerimónia de assinatura

Leia mais

Kit de Apoio à Gestão Pública 1

Kit de Apoio à Gestão Pública 1 Kit de Apoio à Gestão Pública 1 Índice CADERNO 3: Kit de Apoio à Gestão Pública 3.1. Orientações para a reunião de Apoio à Gestão Pública... 03 3.1.1. O tema do Ciclo 4... 03 3.1.2. Objetivo, ações básicas

Leia mais

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I FORTALECENDO SABERES CIÊNCIAS NAT. CIÊNCIAS HUM. CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA. Conteúdo:

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I FORTALECENDO SABERES CIÊNCIAS NAT. CIÊNCIAS HUM. CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA. Conteúdo: CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA I Conteúdo: - Alguns aspectos que interferem na saúde das pessoas - Saúde como Direito Constitucional dos brasileiros

Leia mais

GRADUAÇÃO INOVADORA NA UNESP

GRADUAÇÃO INOVADORA NA UNESP PROGRAMA GRADUAÇÃO INOVADORA NA UNESP 2014 PROGRAMA GRADUAÇÃO INOVADORA NA UNESP INTRODUÇÃO A Pró-reitoria de graduação (PROGRAD), a Câmara Central de Graduação (CCG), o Núcleo de Educação à Distância

Leia mais

BAIXO ARAGUAIA PORTAL DA AMAZÔNIA BAIXADA CUIABANA NOROESTE

BAIXO ARAGUAIA PORTAL DA AMAZÔNIA BAIXADA CUIABANA NOROESTE BAIXO ARAGUAIA PORTAL DA AMAZÔNIA BAIXADA CUIABANA NOROESTE APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA TERRITÓRIOS RIOS DA CIDADANIA Objetivos Os Territórios TERRITÓRIOS RIOS Os Territórios Rurais se caracterizam por: conjunto

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Contratação de consultoria pessoa física para serviços de preparação

Leia mais

Experiências de Orçamento Participativo (OP) no Brasil: democratização da gestão pública e controle social. Por Ana Claudia Teixeira Instituto Pólis

Experiências de Orçamento Participativo (OP) no Brasil: democratização da gestão pública e controle social. Por Ana Claudia Teixeira Instituto Pólis Experiências de Orçamento Participativo (OP) no Brasil: democratização da gestão pública e controle social Por Ana Claudia Teixeira Instituto Pólis O que é? Um mecanismo (ou processo) pelo qual a população

Leia mais

PALÍNDROMO Nº 7 /2012 Programa de Pós Graduação em Artes Visuais CEART/UDESC

PALÍNDROMO Nº 7 /2012 Programa de Pós Graduação em Artes Visuais CEART/UDESC ENTREVISTA MUSEO DE ARTE LATINOAMERICANO DE BUENOS AIRES MALBA FUNDACIÓN CONSTANTINI Entrevista realizada com a educadora Florencia González de Langarica que coordenou o educativo do Malba até 2012, concedida

Leia mais

Informativo Mensal ANIVERSÁRIO DO COLÉGIO INOVATI

Informativo Mensal ANIVERSÁRIO DO COLÉGIO INOVATI Informativo Mensal Março 2015 ANIVERSÁRIO DO COLÉGIO INOVATI No dia 13 de março comemoramos o 26º aniversário do Colégio Inovati com nossos alunos, professores e funcionários. Num ambiente alegre e festivo

Leia mais

Pronunciamento do Excelentíssimo Senhor Ministro de Estado Chefe da Casa Civil da Presidência da República, Antonio Palocci Filho

Pronunciamento do Excelentíssimo Senhor Ministro de Estado Chefe da Casa Civil da Presidência da República, Antonio Palocci Filho Pronunciamento do Excelentíssimo Senhor Ministro de Estado Chefe da Casa Civil da Presidência da República, Antonio Palocci Filho Brasília, 02/01/2011 (Saudações e agradecimentos)... Senhoras e senhores,

Leia mais

DIRETRIZES GERAIS PARA UM PLANO DE GOVERNO

DIRETRIZES GERAIS PARA UM PLANO DE GOVERNO DIRETRIZES GERAIS PARA UM PLANO DE GOVERNO Ações de Inclusão Social e de Combate à Pobreza Modelo Próprio de Desenvolvimento Infra-estrutura para o Desenvolvimento Descentralizado Transparência na Gestão

Leia mais

TÍTULO: PRINCÍPIOS E GESTÃO DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL GUARULHOS: SANEAMENTO AMBIENTAL E QUALIDADE DE VIDA

TÍTULO: PRINCÍPIOS E GESTÃO DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL GUARULHOS: SANEAMENTO AMBIENTAL E QUALIDADE DE VIDA TÍTULO: PRINCÍPIOS E GESTÃO DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL GUARULHOS: SANEAMENTO AMBIENTAL E QUALIDADE DE VIDA Autora: Erotides Lacerda Choueri Outros autores: Marcos Tsutomu Tamai, Vânia Maria Nunes

Leia mais

A economia solidária como estratégia de inclusão produtiva no Programa Bolsa Família

A economia solidária como estratégia de inclusão produtiva no Programa Bolsa Família A economia solidária como estratégia de inclusão produtiva no Programa Bolsa Família Adriane Vieira Ferrarini Docente e pesquisadora do Programa de Pós graduação em Ciências Sociais da Unisinos Estelamaris

Leia mais

PRÁTICAS PEDAGÓGICAS PARA O ENSINO DE ESPANHOL: EDUCAÇÃO BÁSICA E O CLIC/UFS.

PRÁTICAS PEDAGÓGICAS PARA O ENSINO DE ESPANHOL: EDUCAÇÃO BÁSICA E O CLIC/UFS. PRÁTICAS PEDAGÓGICAS PARA O ENSINO DE ESPANHOL: EDUCAÇÃO BÁSICA E O CLIC/UFS. Maria da Conceição da Cruz (PIBIX/PIBID-UFS) marynni@hotmail.com Tayane dos Santos (PIBIX -UFS) tayaneyat@gmail.com Resumo:

Leia mais

Plano de Fiscalização de Unidades de Conservação - SIM

Plano de Fiscalização de Unidades de Conservação - SIM Plano de Fiscalização de Unidades de Conservação - SIM Formação Socioambiental 3º Encontro Planejando intervenções Polo 6 P.E. Serra do Mar Núcleo Caraguatatuba Algo que pode provocar ou, também, inspirar...

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL. Secretaria de Planejamento e Habitação Departamento de Meio Ambiente Secretaria de Educação, Cultura e Desporto.

PREFEITURA MUNICIPAL. Secretaria de Planejamento e Habitação Departamento de Meio Ambiente Secretaria de Educação, Cultura e Desporto. PREFEITURA MUNICIPAL Secretaria de Planejamento e Habitação Departamento de Meio Ambiente Secretaria de Educação, Cultura e Desporto Julho - 2012 ABRANGÊNCIA RESÍDUOS SÓLIDOS ESGOTAMENTO SANITÁRIO ABASTECIMENTO

Leia mais

2. VOLUNTARIADO O Projeto Rondon oferece uma excelente oportunidade para que os/as estudantes

2. VOLUNTARIADO O Projeto Rondon oferece uma excelente oportunidade para que os/as estudantes UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA UCB PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX DIRETORIA DE PROGRAMA DE EXTENSÃO - DPE EDITAL PROJETO RONDON UCB 01/2014 EDITAL PARA PREPARAÇÃO DE ESTUDANTES COM INTERESSE EM PARTICIPAR

Leia mais

Entrevista da Professora Rosa Trombetta à rádio Jovem Pan.

Entrevista da Professora Rosa Trombetta à rádio Jovem Pan. Entrevista da Professora Rosa Trombetta à rádio Jovem Pan. A Professora Rosa Trombetta, Coordenadora de Cursos da FIPECAFI aborda o assunto elearning para os ouvintes da Jovem Pan Online. Você sabe o que

Leia mais

TRADUTORES-INTÉRPRETES BACHARELANDOS DO CURSO LETRAS- LIBRAS: UMA REFLEXÃO ACERCA DA INFLUÊNCIA DA PRÁTICA DOCENTE E FORMAÇÃO PRECEDENTE AO CURSO

TRADUTORES-INTÉRPRETES BACHARELANDOS DO CURSO LETRAS- LIBRAS: UMA REFLEXÃO ACERCA DA INFLUÊNCIA DA PRÁTICA DOCENTE E FORMAÇÃO PRECEDENTE AO CURSO TRADUTORES-INTÉRPRETES BACHARELANDOS DO CURSO LETRAS- LIBRAS: UMA REFLEXÃO ACERCA DA INFLUÊNCIA DA PRÁTICA DOCENTE E FORMAÇÃO PRECEDENTE AO CURSO Marcos Luchi 1 (UFSC) Fabíola Sucupira Ferreira Sell 2

Leia mais

Anexo IV EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS VIRANDO O JOGO MARÇO MULHER - 2013. Formulário de Avaliação de Projetos SPM/BA - 2013

Anexo IV EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS VIRANDO O JOGO MARÇO MULHER - 2013. Formulário de Avaliação de Projetos SPM/BA - 2013 Anexo IV EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS VIRANDO O JOGO MARÇO MULHER - 2013 Formulário de Avaliação de Projetos SPM/BA - 2013 Orientações para preenchimento Este formulário é utilizado pela Secretaria de

Leia mais

Eixo Temático ET-13-010 - Educação Ambiental CAPACITAÇÃO EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL: PROCESSO, AÇÃO, TRANSFORMAÇÃO

Eixo Temático ET-13-010 - Educação Ambiental CAPACITAÇÃO EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL: PROCESSO, AÇÃO, TRANSFORMAÇÃO 486 Eixo Temático ET-13-010 - Educação Ambiental CAPACITAÇÃO EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL: PROCESSO, AÇÃO, TRANSFORMAÇÃO Samuel Brito Ferreira Santos 1 ; Rebecca Ruhama Gomes Barbosa 2 ; Adeilton Padre de Paz

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA MUDANÇA DE CULTURA DAS PESSOAS COMO UM DOS FATORES DE SUCESSO DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

A IMPORTÂNCIA DA MUDANÇA DE CULTURA DAS PESSOAS COMO UM DOS FATORES DE SUCESSO DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA A IMPORTÂNCIA DA MUDANÇA DE CULTURA DAS PESSOAS COMO UM DOS FATORES DE SUCESSO DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Elisa Maçãs IDÉIAS & SOLUÇÕES Educacionais e Culturais Ltda www.ideiasesolucoes.com 1

Leia mais

VAMOS DAR INICIO A MAIS UMA AULA DO CURSO DE PROPAGANDA E MARKETING- 4 MÓDULO COMO GANHAR DINHEIRO COM MALA DIRETA

VAMOS DAR INICIO A MAIS UMA AULA DO CURSO DE PROPAGANDA E MARKETING- 4 MÓDULO COMO GANHAR DINHEIRO COM MALA DIRETA VAMOS DAR INICIO A MAIS UMA AULA DO CURSO DE PROPAGANDA E MARKETING- 4 MÓDULO COMO GANHAR DINHEIRO COM MALA DIRETA 4 E ÚLTIMO MÓDULO: Como Ganhar dinheiro com Mala Direta APRESENTAÇÃO PESSOAL Edileuza

Leia mais

Sumário. I. Apresentação do Manual. II. A Prevenção de Acidentes com Crianças. III. Programa CRIANÇA SEGURA Pedestre

Sumário. I. Apresentação do Manual. II. A Prevenção de Acidentes com Crianças. III. Programa CRIANÇA SEGURA Pedestre Sumário I. Apresentação do Manual II. A Prevenção de Acidentes com Crianças III. Programa CRIANÇA SEGURA Pedestre IV. Como a Educação pode contribuir para a Prevenção de Acidentes no Trânsito V. Dados

Leia mais

Projeto de Extensão. Título: Esporte e Inclusão Social no Instituto de Educação Física da Universidade Federal Fluminense

Projeto de Extensão. Título: Esporte e Inclusão Social no Instituto de Educação Física da Universidade Federal Fluminense Projeto de Extensão Título: Esporte e Inclusão Social no Instituto de Educação Física da Universidade Federal Fluminense 1.0 - JUSTIFICATIVA Considerando que a Extensão Universitária tem entre as suas

Leia mais

Mostra de Projetos 2011 COMUNICAÇÃO: FONTE DE DIREITO E CIDADANIA

Mostra de Projetos 2011 COMUNICAÇÃO: FONTE DE DIREITO E CIDADANIA Mostra de Projetos 2011 COMUNICAÇÃO: FONTE DE DIREITO E CIDADANIA Mostra Local de: Londrina. Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: (Campo

Leia mais