MANUAL DO USUÁRIO AE HOME BROKER 2.0

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DO USUÁRIO AE HOME BROKER 2.0"

Transcrição

1 MANUAL DO USUÁRIO AE HOME BROKER 2.0

2 Conteúdo Pré-requisitos... 3 Entrando no AE Home Broker... 3 Tela de Entrada - Default... 4 Como Acessar as Informações... 4 Informações Disponíveis Tela de Acompanhamento de Mercado Cotações Tela de Envio de Ordem ou Boleta Ordem de Compra Venda Ordem Stop Loss* Ordem Stop Gain/Loss Ordem Start Ordem do tipo Stop Trailing (Móvel) Funcionamento do Stop Trailing Exemplo Exemplo Campos específi cos Livro de Ofertas Tela de Acompanhamento de Ordens Ordens Automáticas Histórico Notícias Relatórios Bovespa e BM&F Considerações fi nais

3 Introdução Esta é a nova versão do AE Home Broker. Uma solução Web que disponibiliza diversas funcionalidades para a negociação segura de ações e opções da Bovespa e de minicontratos da BM&F, com sessão protegida por login e senha criptografada. Além das funcionalidades já disponíveis na versão anterior como: envio e acompanhamento de diversos tipos de ordem, consulta em tempo real de cotações, livros de ofertas, acompanhamento de mercado, gráfi co diário dos papéis e notícias, conta também com um layout mais amigável e moderno. Pré-requisitos O acesso deve ser feito por meio de navegador de internet: Microsoft Sistema operacional Windows XP, Vista; Navegador Internet Explorer 7.0 ou superior, Firefox 3 ou superior devidamente instalado e confi gurado na estação; Liberação do Firewall do Windows porta 443; Opção de cookies habilitada e suporte a Javascript e plugin Flash. Conexão em Banda Larga de no mínimo 256 kb/s. O navegador utilizado deve contar com suporte à máquina virtual Java e ter as opções de cookies e JavaScript habilitadas. Entrando no AE Home Broker Depois de efetuado o procedimento de cadastro, cujo modelo será defi nido entre a Agência Estado e a corretora que contratou o AE Home Broker, cada usuário receberá um login e senha de acesso. Depois do preenchimento destas informações na área de cadastro, clique no botão para ter acesso ao AE Home Broker. 3

4 Quando o usuário efetuar o primeiro login, o sistema sugerirá a alteração da senha para uma pessoal e intransferível. A nova senha será de conhecimento exclusivo do usuário. Tela de Entrada - Default Após o login, o sistema exibe, automaticamente, uma tela default (determinada conforme padrões da corretora) pré-confi gurada com várias informações, conforme demonstrado abaixo. Além desta tela, podem existir outros modelos telas default (conforme padrões da corretora) disponíveis para escolha do usuário no Menu >> Iniciar >> Meu Desktop >> Carregar. Mas é importante salientar que cada usuário poderá confi gurar suas telas conforme necessidade. Como Acessar as Informações Depois de efetuado o login, a tela default aparecerá automaticamente. Para conhecer todas as informações disponíveis no AE Home Broker, clique no botão Iniciar para ter acesso às seguintes informações: 4

5 Enviar Ordem Acompanhamento de mercado Gráfi cos Cotações Livro de Ofertas Notícias Acompanhamento de Ordens Relatórios Além dessas, estão disponíveis outras informações relativas ao AE Home Broker através do botão Iniciar: - Meu Desktop: opções para confi guração do seu desktop, salvamento dos arquivos, atalhos operacionais e preferências; 5

6 - Alterar Senha: permite alterar a senha de entrada do sistema. - Alterar Assinatura Eletrônica: permite alterar a assinatura eletrônica, esta solicitada no momento do envio da ordem. - Configurações: permite que você confi gure algumas opções como default. Exibir mensagem Cancelar Ordens em Aberto ao encerrar a sessão? Esta opção, quando marcada, faz com que o sistema exiba uma mensagem de confi rmação perguntando se o usuário deseja cancelar todas as suas Ordens Abertas ou Parcialmente Executadas. 6

7 Mostrar notificações do Sistema? Esta opção, quando marcada, exibe no canto inferior direito, através de pop up, mensagens do status de um evento solicitado ao sistema. Ex.: no envio de uma ordem o sistema mostra a mensagem abaixo: Mostrar nome dos campos nas tabelas de cotações? Esta opção, quando marcada, faz com que as tabelas exibam os nomes dos campos. Caso contrário, apenas as abreviações são exibidas. - Sair: Informações Disponíveis 1. Tela de Acompanhamento de Mercado Trata-se de um painel de cotações, em tempo real, totalmente personalizável. 7

8 A tela de Acompanhamento de Mercado permite que cada usuário monte seu portfólio de acordo com os papéis e informações de seu interesse. Para criar um portfólio, vá até a caixa de seleção SELECIONE UM PAPEL digite o código do papel de seu interesse e, automaticamente, o sistema trará uma tela com os resultados possíveis, conforme a fi gura abaixo: Escolha o papel desejado e pronto, ele já fará parte do seu portfólio. O sistema permite ainda que o usuário altere a posição das colunas dos campos do painel. Basta arrastar o campo que quiser e soltá-lo na posição escolhida. 8

9 Um portfólio pode conter diversos ativos. Para salvá-lo clique no botão Meus Painéis e escolha uma das opções Salvar ou Salvar Como. Além dessas opções, esta área oferece outras como: - Novo Painel que, como o próprio nome diz, permite criar um novo painel; - Carregar, que traz todos os painéis que já foram criados pelo usuário. É possível ainda Renomear ou Excluir os painéis que foram criados. 9

10 Os ícones disponíveis no campo Comandos de Atalho permitem que o usuário tenha mais fl exibilidade no envio de uma ordem de compra/venda e na exclusão de uma linha inteira do portfólio. Se houver interesse em excluir várias linhas ao mesmo tempo, a opção será marcar as linhas de interesse e pedir a opção Excluir clicando com o botão direito do mouse. Observação: As imagens ou localizadas no canto superior direito (próximos aos botões de controle da janela) referem-se aos botões Sincronizar. Estes botões permitem a sincronia ou não das informações, entre janelas distintas, mais precisamente entre as telas de: Acompanhamento de Mercado, Envio de Ordem, Cotação, Gráfi cos e Livro de Ofertas. 2. Cotações A janela de cotações exibe informações detalhadas, especifi cas do papel consultado. 10

11 3. Tela de Envio de Ordem ou Boleta Como o nome diz esta é a tela que permite que o usuário envie suas ordens. Ordem de Compra Boleta de envio de ordens de compra de ações ou opções na Bovespa e os mini contratos BM&F: índice, café e boi. Outra alternativa de enviar uma ordem é clicar diretamente nos campos compra ou venda, ou ainda nos ícones de Comando de Atalho de compra/venda de algum ativo da lista do portfólio. Desta forma, os campos: papel, quantidade e preço já virão preenchidos. 11

12 Descrição dos Campos: Campo Tipo Descrição Inserir o tipo de ordem desejada: compra, venda, Stop Loss, Stop Gain, Stop Fain/Loss, Stop Trailing, Start Conta Caixa de seleção que contém o código da conta (Bovespa e/ou BM&F) seguido do nome do cliente. Papel Insira o código do ativo a ser comprado. Qtde. Insira a quantidade desejada. O valor deve ser um múltiplo do lote de negociação, se o código digitado for pertencente ao mercado a vista. R$ Permite enviar ordem por um valor fi nanceiro. Preço Insira o preço desejado. À medida que o preço é digitado, no canto inferior esquerdo da boleta, em destaque, é atualizado o total fi nanceiro provisionado para essa ordem. Sem contar os custos operacionais. É possível utilizar os campos de atalhos disponíveis, como: Ult. Ultimo, PMe Preço Médio, MCp Melhor Comprador, MVd Melhor Vendedor, MQu Melhor que o último e MQa Melhor que a oferta atual. Validade Pode ser de quatro tipos: DIA oferta válida apenas para o dia corrente. EOC executa ou cancela. Esta ordem não deixa quantidade aberta. VAC válida até o cancelamento. DATA O usuário pode inserir uma data limite qualquer. 12

13 Senha Inserir a mesma senha informada para fazer o login no sistema. Existe a possibilidade de acionar o campo Lembrar, de modo que não seja necessário esse passo em futuros envios de ordem. A senha pode ser lembrada em futuras sessões, disponível na própria boleta. Quando houver a necessidade de programar uma data específi ca para o envio de uma ordem, a seguinte tela será exibida a fi m de facilitar a seleção: Realizados todos esses passos, basta clicar no botão Enviar exibido no canto inferior direito.uma nova tela se abrirá para que sejam verifi cados os dados e, então, confi rme o envio. 13

14 Se a ordem for enviada com sucesso, aparecerá à mensagem Ordem enviada com sucesso e a janela de acompanhamento será atualizada com a nova ordem. Venda Boleta de envio de ordens de venda de ações e opções. Seu funcionamento é idêntico ao da boleta de compra, descrita acima. No entanto, a cor das boletas de compra e venda são diferentes para não confundir as operações. Compra = amarela Venda = azul 14

15 Ordem Stop Loss* Consiste em uma ordem de venda enviada à Bolsa com critérios de validação previamente estabelecidos pelo cliente. O prazo de validade padrão da ordem é dia, que pode ser alterado, mas após esse período o investidor deve voltar a registrá-la, caso não tenha sido executada. A ordem do tipo Stop pode ser usada como proteção para o investidor, já que a ordem de venda é enviada à bolsa quando o preço do ativo fi ca abaixo do limite por ele determinado. EXEMPLO Se um investidor comprar uma ação a R$ 32,00 e quiser limitar sua perda a 10%, ele pode determinar uma ordem Stop limitada a R$ 28,80. Quando o preço do último negócio for menor ou igual a R$ 28,90 (gatilho), será disparada uma ordem de venda limitada a R$ 28,80 (preço). CAMPOS ESPECÍFICOS Campo Gatilho Descrição Inserir o valor de disparo desejado. Preço Inserir o preço limite desejado, menor ou igual ao valor do gatilho. Repetições Valor que indica quantas vezes a última cotação deve ser menor ou igual ao valor do gatilho, antes de efetivamente disparar a ordem. *Após a implantação do MegaDirect a ordem stop loss passou a ser controlada pela Bolsa. 15

16 Ordem Stop Gain/Loss Trata-se de uma ordem de venda enviada à Bolsa, cujo disparo é defi nido por dois parâmetros diferentes. A ordem pode limitar um prejuízo ou limitar um lucro. EXEMPLO Um investidor que comprou uma ação a R$ 39,00 pode limitar seu prejuízo a R$ 30,00 por ativo e o lucro a R$ 43,00 por papel. Nesse caso, devem-se colocar a ordem de Stop e esses dois gatilhos para disparo da ordem. Ao ser atingido um dos dois parâmetros, a ordem segue apenas uma vez para a Bovespa. Ou seja, mesmo que venha a ser atingido futuramente, o segundo parâmetro não será realizado, visto que a ordem já foi disparada de acordo com o primeiro parâmetro. CAMPOS ESPECÍFICOS Campo Gatilho Gain Descrição Inserir o valor superior de disparo desejado. Preço Gain Inserir o preço limite superior desejado, menor ou igual ao valor do gatilho Gain. Gatilho Loss Inserir o valor inferior de disparo desejado. Preço Loss Inserir o preço limite inferior desejado, menor ou igual ao valor do gatilho. Repetições Valor que indica quantas vezes a última cotação deve ser menor ou igual ao valor do gatilho Loss, antes de efetivamente disparar a ordem (válido apenas para Loss). 16

17 Ordem Start Consiste em uma ordem de compra enviada à Bolsa vinculada a um preço máximo. Quando essa ordem é solicitada, o papel em questão é comprado no momento em que o preço no mercado atingir ou ultrapassar o valor pré-determinado pelo cliente (preço Start). O prazo de validade padrão é para o dia. Após esse período, o investidor deve voltar a registrar a ordem, caso não tenha sido executada. Em outras palavras, este tipo de ordem funciona de maneira exatamente inversa à Stop Loss. *Após a implantação do MegaDirect a ordem start passou a ser controlada pela Bolsa. EXEMPLO Se um investidor deseja comprar uma ação apenas após a confi rmação do rompimento de uma resistência, ele poderá determinar o valor de disparo da ordem e o preço limite a ser pago pela ação. Por exemplo, uma ação é negociada a R$ 33,42, sua resistência é de R$ 33,89 e o investidor pretende comprá-la apenas se conseguir o negócio maior ou igual ao preço dessa resistência. Nesse caso, poderá ser colocada uma ordem com o gatilho a R$ 33,90 e o preço a R$ 34,00. CAMPOS ESPECÍFICOS Campo Gatilho Descrição Inserir o valor de disparo desejado. Preço Inserir o preço limite desejado, maior ou igual ao valor do gatilho. Repetições Valor que indica quantas vezes a última cotação deve ser maior ou igual ao valor do gatilho antes de efetivamente disparar a ordem. 17

18 Ordem do tipo Stop Trailing (Móvel) O Stop Móvel funciona como uma ordem Stop de venda. Porém, nela o Gatilho e Preço são ajustados de acordo com o Início e Ajuste confi gurados. Quando ocorrer um negócio igual ou superior ao Início, o Gatilho e o Preço serão acrescidos do Ajuste. Em seguida, para cada centavo acima do Início, o Gatilho e Preço também serão ajustados. Caso haja queda do mercado, os preços ajustados se manterão os mesmos, voltando a serem corrigidos com novas altas no valor superior ao do último ajuste. Esta ordem acompanha uma possível alta do mercado ao ajustar o preço para cima e o preço do gatilho conforme determinação do cliente. Muito utilizada em mercados mais desenvolvidos, também é chamada de Stop Trailing (Stop de pico). Ao enviar a ordem Stop Trailing, o cliente deve preencher quatro campos: Gatilho, Preço, Início (preço gatilho, sempre maior que o último negócio, que iniciará o processo de mobilidade dos preços Stop e limite) e Ajuste inicial (acréscimo sobre o preço e sobre o gatilho quando o início móvel for atingido). Funcionamento do Stop Trailing Primeiramente, preenchem-se o gatilho e o preço como em uma ordem Stop convencional. O parâmetro Início consiste em outro gatilho, que inicia a movimentação automática tanto do gatilho como do preço. Ou seja, quando a cotação do ativo for maior que o estabelecido em Início, então o gatilho e o preço serão corrigidos em Ajuste na primeira vez. A partir de então, cada vez que a cotação subir mais, o gatilho e o preço serão corrigidos para cima pela diferença entre a última correção e a cotação do último negócio. 18

19 Exemplo 1 Imaginemos o cenário inicial abaixo. Ativo = PETR4 Gatilho = 86,00 Preço = 85,80 Início = 88,00 Ajuste = 1,00 Cotação atual = 86,34 Supondo que a Bovespa negocie a seguinte seqüência de cotações de PETR4, teríamos as seguintes atualizações dos valores: Cotação de PETR4 Gatilho Preço Início 87,00 86,00 85,80 88,00 88,00 87,00 86,80 88,00 88,20 87,20 87,00 88,00 88,10 87,20 87,00 88,00 88,30 87,30 87,10 88,00 87,00 DISPARO de uma ordem limitada com preço a R$ 87,10 Exemplo 2 Um investidor envia uma ordem Stop móvel para o papel PETR4 com as seguintes confi gurações: gatilho a R$ 95,00, preço a R$ 94,00, início a R$ 105,00 e ajuste a R$ 3,00. A cotação atual do papel é de R$ 100,00. Se a cotação cair para R$ 95,00, o sistema enviará uma ordem à Bolsa a 94,00. Caso a cotação de PETR4 atinja o valor de R$ 105,00, o gatilho será ajustado para R$ 98,00 (acréscimo de R$ 3,00) e, analogamente, o preço passará a ser de R$ 97,00. Uma vez que o início do móvel foi atingido, os valores do gatilho e do preço se ajustarão a cada variação (centavos) em caso de persistência de alta de PETR4. Ou seja, se após o início do móvel a PETR4 subir mais e atingir a cotação de R$ 107,53, o gatilho subirá na mesma variação, indo para R$ 100,53 (R$ 98,00 + R$ 2,53). Da mesma maneira, o preço-limite irá para R$ 99,53 (R$ 97,00 + R$ 2,53). É importante lembrar que o gatilho e o preço nunca se movem para baixo, ou seja, se PETR4 voltar a cair a uma cotação inferior ou igual a R$ 100,53, a ordem será enviada a R$ 99,53. 19

20 Campos específicos Campo Gatilho Preço Início Ajuste Ocorrências antes do disparo Descrição Inserir o valor de disparo desejado. Hint: Valor de disparo do Stop Trailing. Inserir o preço-limite desejado, menor ou igual ao valor do gatilho. Hint: Preço da ordem menor ou igual ao valor do gatilho. Inserir o valor de cotação desejado para o início do processo de mobilidade. Hint: Valor que representa a cotação desejada para dar início ao processo de mobilidade. Valor do primeiro ajuste do processo de mobilidade. Uma vez que o processo de mobilidade se iniciou, os novos ajustes considerados são as variações do mercado, e não mais o valor de ajuste. (Veja novamente o exemplo.) Hint: Valor do primeiro ajuste do processo de mobilidade. Valor que indica quantas vezes a última cotação deve ser maior ou igual ao valor do gatilho, antes de efetivamente disparar a ordem. Hint: Valor indicativo de quantas vezes a última cotação deve ser menor ou igual ao valor do gatilho, antes de efetivamente ocorrer o envio da ordem. OBSERVAÇÕES IMPORTANTES SOBRE AS ORDENS 1. As ordens automáticas não são garantia de sucesso, uma vez que as operações em bolsa de valores são dinâmicas e, em razão de eventuais oscilações, a confi guração da ordem pode não ser sufi ciente para a realização do negócio. 2. Ao tentar enviar uma ordem de compra ou de venda, o sistema fará a validação de seus limites operacionais. O limite para compra é composto pelo saldo na conta-corrente (ou conta investimento), e o limite para venda é constituído da quantidade de ações disponíveis na carteira. A corretora pode alterar as confi gurações de limites, conforme a necessidade. 3. Quando a ordem é enviada com sucesso, a seção Status atualiza-se automaticamente. Lembre-se de que ordens de compra e de venda atualizam a lista de Ordens, e ordens automáticas atualizam a lista de Automáticas. Se a ordem automática for disparada, ela se move para a lista de Ordens. 20

21 4. Livro de Ofertas Informações disponíveis no livro de ofertas: Inclusão do ativo; Expandir / agrupar ofertas; Mostrar nome / número da corretora; Preço do último negócio; Variação percentual em relação ao fechamento; Hora da última cotação; Quantidade do lote padrão; Livro de ofertas com o nome/número das corretoras que estão ofertando; Quantidades ofertadas por corretora; Preços de compra e de venda por corretora; 21

22 Preço teórico e quantidade teórica quando o ativo está em leilão; Estado do instrumento, nos casos relativos à minicontratos da BM&F. 5. Tela de Acompanhamento de Ordens Essa tela esta dividida em 03 seções: Ordens Possibilita que o usuário acompanhe, em tempo real, todas as ordens enviadas por ele, bem como o status de cada uma delas. Apresenta todas as ordens dentro do prazo de validade, mais aquelas canceladas ou executadas durante o dia corrente. Já ao clicar em cima de uma ordem, com o status Aberta ou Parcialmente Executada, via mouse direito, o sistema habilita as seguintes possibilidades: 22

23 1. Alterar Ordem permite a alteração dos campos Quantidade e Preço. 2. Cancelar permite o cancelamento da ordem conforme demonstrado na janela abaixo: 23

24 3. Detalhes traz todos os detalhes da ordem solicitada, da mesma forma que se tivesse clicado duas vezes em cima de uma ordem. É possível ver o operador que efetuou a ação sobre a ordem selecioanda. Automáticas O funcionamento é similar ao da seção Ordens. No entanto, exibe as ordens automáticas ainda não enviadas à Bovespa, isto é, aquelas que estão à espera do evento que provocará seu disparo, conforme os parâmetros de Stop Loss, Stop Gain/Loss ou de Start, previamente confi gurados. Enquanto estiver na lista de Automáticas, uma ordem não pode ser alterada, mas apenas cancelada ou disparada pelo sistema. 24

25 Histórico Exibe todo o histórico das ordens enviadas em datas anteriores. Para obter os dados, basta clicar no botão Atualizar. Existe a possibilidade de consultar por períodos específi cos. Para isso clique na data inicial e fi nal, do período que pretende visualizar, porém a data fi nal deve ser menor ou igual à data do último pregão. O Histórico das ordens irá variar de acordo com as regras de armazenamento de cada corretora. Na tela de Acompanhamento de Ordens é possível ainda ordenar os campos, em crescente e decrescente, ao clicar em cima de cada uma das colunas. Outra função facilitadora é de Filtros que permite ajustes mais precisos dentro de uma consulta. 25

26 6. Notícias Área destinada às notícias em tempo real e online. Ao clicar em uma manchete a íntegra da notícia é mostrada em nova página. É possível alterar o tamanho da fonte e imprimi-la. 26

27 7. Relatórios Bovespa e BM&F 1. Bovepa - Custódia: exibe as posições em custódia das carteiras disponíveis. - Extrato Conta Corrente: exibe o extrato da conta-corrente e/ou da conta-investimento. - Financeiro: exibe as informações referentes à posição fi nanceira atual e aos limites operacionais. 27

28 - Nota de Corretagem Bovespa: exibe as informações relativas à nota de corretagem para uma data específi ca de negociação. 2. BM&F Relatório onde permite ao cliente acompanhar os limites e exposição de risco confi gurado pelo administrador do canal AE Home Broker. 28

29 Considerações finais Após 30 minutos de inatividade na área restrita, o sistema irá desconectar-se em caso de tentativa de envio, alteração ou cancelamento de ordem. Será necessário efetuar um novo login. Em caso de instabilidade do site, recomendamos ao cliente verifi car no canto inferior direito do sistema a data e o horário apresentados, que representam a última atualização do sistema. Se esse horário não é atualizado, é necessário fi nalizar a sessão, clicando no botão Sair, e em seguida efetuar novamente o login. Se o problema persistir, contate a corretora para esclarecimentos. Cada corretora proporciona um ambiente digital seguro que protege as informações, reduz a fraude digital, roubo de identidade e a autenticidade do Homebroker, utilizando-se de criptografi a SSL. 29

HOME BROKER 2.0. Manual do usuário

HOME BROKER 2.0. Manual do usuário HOME 2013 BROKER 2.0 Manual do usuário SUMÁRIO Tela inicial 2 Adicionando nova tela 2 Adicionando janelas 3 Criando Atalhos das janelas no menu lateral 4 Menu Lateral visualizando saldos e limites 5 Ocultando

Leia mais

Manual Socopa Home Broker v.2.0 2012 Todos os direitos reservados

Manual Socopa Home Broker v.2.0 2012 Todos os direitos reservados ÍNDICE 1. Acesso ao Home Broker 2. Operações 2.1. Compra e Venda 2.2. Cancelamento 3. Consultas 3.1. Ordens 3.2. Carteira 3.3. Posição Financeira 3.4. Extrato 3.5. Notas de Corretagem 1. Acesso ao Home

Leia mais

Manual do Usuário BOLETA RÁPIDA

Manual do Usuário BOLETA RÁPIDA Manual do Usuário BOLETA RÁPIDA Página 2 de 9 A é uma ferramenta que permite a negociação on-line de ativos na BM&FBovespa através das páginas do Portal Ágora, sem precisar acessar o Home Broker. Também

Leia mais

CONSULTAS CUSTÓDIA DE AÇÕES FINANCEIRO BOVESPA EXTRATO NOTAS DE CORRETAGEM ORDENS DO DIA HISTÓRICO DE ORDENS ORDEM DE START/STOP

CONSULTAS CUSTÓDIA DE AÇÕES FINANCEIRO BOVESPA EXTRATO NOTAS DE CORRETAGEM ORDENS DO DIA HISTÓRICO DE ORDENS ORDEM DE START/STOP ÍNDICE FERRAMENTAS CONSULTAS COTAÇÃO RÁPIDA GRÁFICO HISTÓRICO DE NEGOCIAÇÃO NEGÓCIOS POR CORRETORA LIVRO DE OFERTAS COMPLETO LIVRO DE OFERTAS CONSOLIDADO LIVRO DE OFERTAS 8 RANKING DE ATIVOS RANKING DE

Leia mais

Tela que exibe os status das ordens enviadas, além dos dados de custódia do usuário (Tela 24).

Tela que exibe os status das ordens enviadas, além dos dados de custódia do usuário (Tela 24). 4. Status de Ordem Tela que exibe os status das ordens enviadas, além dos dados de custódia do usuário (Tela 24). Tela 24 Clique no [Menu] e, em seguida, na opção [Status de Ordem]. A tela de Status de

Leia mais

Home Broker Ativa 2.2. Manual do Usuário

Home Broker Ativa 2.2. Manual do Usuário Home Broker Ativa 2.2 Manual do Usuário Sumário Objetivo... 4 Tecnologias Utilizadas... 4 Configuração mínima necessária... 4 Características e principais elementos... 4 Primeiro login e assinatura digital...

Leia mais

FolhaInvest Manual Carteira

FolhaInvest Manual Carteira FolhaInvest Manual Carteira Carteira é onde estão consolidadas as informações sobre suas ações e seu capital. A partir de atalhos, você poderá comprar, clicando na letra C, ou vender, clicando na letra

Leia mais

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização WebEDI - Tumelero Manual de Utilização Pedidos de Compra Notas Fiscais Relação de Produtos 1. INTRODUÇÃO Esse documento descreve o novo processo de comunicação e troca de arquivos entre a TUMELERO e seus

Leia mais

WTr Web Trading BM&F. Manual do Investidor

WTr Web Trading BM&F. Manual do Investidor WTr Web Trading BM&F Manual do Investidor Versão 1.3 15/09/2005 Índice 1. Introdução... 4 2. Funcionalidades... 6 2.1. Home Page... 6 2.1.1.Objetivo...6 2.1.2. Funcionalidades...7 2.1.2.1. Dados do participante...7

Leia mais

HomeBroker Web 2.0. Manual do Usuário. Página 1 de 81

HomeBroker Web 2.0. Manual do Usuário. Página 1 de 81 HomeBroker Web 2.0 Manual do Usuário Página 1 de 81 Índice Objetivo...6 Tecnologias Utilizadas...6 Configuração mínima necessária...6 Características e principais objetos...6 Primeiro logon e assinatura

Leia mais

WTr Web Trading BM&F. Manual do Investidor

WTr Web Trading BM&F. Manual do Investidor WTr Web Trading BM&F Manual do Investidor Versão 1.2 13/11/2004 Índice 2.1. Home Page... 6 2.1.1.Objetivo...6 2.1.2. Funcionalidades...7 2.1.2.1. Dados do participante...7 2.1.2.2. Limites...7 2.1.2.3.

Leia mais

Home Broker Web 2.0 Manual do Usuário

Home Broker Web 2.0 Manual do Usuário Home Broker Web 2.0 Manual do Usuário E-mail: atendimento@slw.com.br Página 1 Sumário Objetivo... 5 Tecnologias Utilizadas... 5 Configuração mínima necessária... 5 Requisitos... 5 Configurações Mínimas...

Leia mais

Funcionalidades do Sistema de Negociação de Créditos de Carbono. Anexo VIII

Funcionalidades do Sistema de Negociação de Créditos de Carbono. Anexo VIII Anexo VIII Este Manual do Usuário possui caráter informativo e complementar ao Edital do Leilão de Venda de Reduções Certificadas de Emissão nº 001/2012, promovido pela Prefeitura da Cidade de São Paulo

Leia mais

Portal Sindical. Manual Operacional Empresas/Escritórios

Portal Sindical. Manual Operacional Empresas/Escritórios Portal Sindical Manual Operacional Empresas/Escritórios Acesso ao Portal Inicialmente, para conseguir acesso ao Portal Sindical, nos controles administrativos, é necessário acessar a página principal da

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA A INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO DE LEILÃO ELETRÔNICO DA CONAB

PROCEDIMENTOS PARA A INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO DE LEILÃO ELETRÔNICO DA CONAB PROCEDIMENTOS PARA A INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO DE LEILÃO ELETRÔNICO DA CONAB Sumep Julho/2006 PROCEDIMENTOS PARA A INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO DE LEILÃO ELETRÔNICO DA CONAB Objetivo

Leia mais

Manual do Usuário HOME BROKER 2.0

Manual do Usuário HOME BROKER 2.0 Manual do Usuário HOME BROKER 2.0 Introdução... 4 1. Cabeçalho... 5 2. Menu Lateral... 8 2.1 Menu Lateral Expandido... 11 3. Área de Trabalho... 13 3.1 Cotações... 15 3.2 Suas Ordens & Custódia... 18 3.2.1

Leia mais

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida nem transmitida

Leia mais

Alertas ComStop Manual de Instruções

Alertas ComStop Manual de Instruções Alertas ComStop Manual de Instruções Índice: 1. Introdução: O que são e quando são enviados os Alertas 2. Como visualizar os Alertas ComStop no seu Terminal Enfoque 3. Alertas de Compra e Venda 3.1 Botão

Leia mais

Manual do Usuário Cyber Square

Manual do Usuário Cyber Square Manual do Usuário Cyber Square Criado dia 27 de março de 2015 as 12:14 Página 1 de 48 Bem-vindo ao Cyber Square Parabéns! Você está utilizando o Cyber Square, o mais avançado sistema para gerenciamento

Leia mais

Cia de Tecidos Cedro Cachoeira, 2008. Pedido de Compra pela

Cia de Tecidos Cedro Cachoeira, 2008. Pedido de Compra pela Pedido de Compra pela Internet 1 Índice Introdução 3 Sistema de Pedido de Compra via Internet 3 Iniciando a Aplicação 4 Iniciando o Java Web Starting 4 Login de Acesso 5 Tela Principal 6 Funções 7 Fazendo

Leia mais

Como funciona? SUMÁRIO

Como funciona? SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Introdução... 2 2. Benefícios e Vantagens... 2 3. Como utilizar?... 2 3.1. Criar Chave / Senha de Usuário... 2 3.2. Recursos da Barra Superior... 2 3.2.1. Opções... 3 3.2.1.1. Mover Para...

Leia mais

O que é uma corretora de valores

O que é uma corretora de valores A maioria dos home-broker disponibilizados palas corretoras gratuitamente são bem parecidos. Por essa razão, este material traz uma abordagem genérica, onde o investidor terá uma visão geral do funcionamento

Leia mais

MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S

MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 CADASTRANDO-SE NO SISTEMA... 4 CADASTRANDO UM FAMILIAR... 7 ACESSANDO O SISTEMA já sou cadastrado... 8 COMO AGENDAR UMA CONSULTA pesquisar horários...

Leia mais

As ações, em sua maioria, são negociadas a partir de códigos formados através de letras e números:

As ações, em sua maioria, são negociadas a partir de códigos formados através de letras e números: Como funciona o mercado de ações Conceitualmente, uma ação é um pedaço de uma empresa, ou seja, comprar uma ação significa ser sócio de uma companhia. No Brasil, as ações de empresas de capital aberto

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. - INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Manual (Office 365) Para acesso ao sistema de e-mails, os passos iniciais continuam os mesmos.

Manual (Office 365) Para acesso ao sistema de e-mails, os passos iniciais continuam os mesmos. Histórico de Alterações Versão Data Autor Função Descrição 1 14/09/2012 Roberto Gouveia Analista de Help Desk Criação inicial 2 19/11/2013 Roberto Gouveia Analista de Help Desk Atualização A partir de

Leia mais

Manual Home Broker ST

Manual Home Broker ST Manual Home Broker ST SUMÁRIO: 1) Introdução... 2 2) Tecnologias Utilizadas... 2 3) Características e principais objetos... 3 4) Customização da Interface... 5 5) Barra de Tarefas... 7 6) Itens de Menu...

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Mobile

MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Mobile MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Mobile 1 1 INICIANDO O APLICATIVO PELA PRIMEIRA VEZ... 3 2 PÁGINA PRINCIPAL DO APLICATIVO... 4 2.1 INTERFACE INICIAL... 4 2.2 DISPOSITIVO NÃO REGISTRADO...

Leia mais

HomeBroker NET 2.0. Manual do Usuário. Página 1 de 79

HomeBroker NET 2.0. Manual do Usuário. Página 1 de 79 HomeBroker NET 2.0 Manual do Usuário Página 1 de 79 Sumário Objetivo...5 Tecnologias Utilizadas...5 Configuração mínima necessária...5 Características e principais objetos...5 Primeiro logon e assinatura

Leia mais

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 Este tutorial não tem como finalidade esgotar todas as funcionalidades do Ambiente, ele aborda de forma prática

Leia mais

WEB COLABORADOR. Envio e Recebimento de arquivos de consignação

WEB COLABORADOR. Envio e Recebimento de arquivos de consignação TUTORIAL Envio e Recebimento de arquivos de consignação Para acessar o Web Colaborador e transferir arquivos de consignação, entre com os dados de CNPJ, usuário e senha, nos campos correspondentes. Regras

Leia mais

I. Personalizando a Área de Trabalho

I. Personalizando a Área de Trabalho 1 I. Personalizando a Área de Trabalho Área de Trabalho (desktop) do Novo Painel de Negociação do Home broker: Existem quatro desktops disponíveis para uso. Para alternar entre um e outro, clique sobre

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor

Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor Sumário Pré-requisitos para o Moodle... Entrar no Ambiente... Usuário ou senha esquecidos?... Meus cursos... Calendário... Atividades recentes...

Leia mais

Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica I Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Conteúdo Part I Introdução

Leia mais

Manual Web Viewer PACS Unimed Rio Claro - http://pacs.unimedrc.com.br

Manual Web Viewer PACS Unimed Rio Claro - http://pacs.unimedrc.com.br Manual Web Viewer PACS Unimed Rio Claro - http://pacs.unimedrc.com.br Atualizado em 29/01/2013 Este documento orienta sobre a utilização do aplicativo Web Viewer para acesso ao sistema PACS (Sistema de

Leia mais

iconnect 3.3 Atualizações Pesquisa Dinâmica

iconnect 3.3 Atualizações Pesquisa Dinâmica iconnect 3.3 Atualizações Pesquisa Dinâmica Conteúdo iconnect 3.3 Atualizações Pesquisa Dinâmica... 3 1. Feedback do Cliente...3 1.1 Feedback do Cliente no Email da Pesquisa Dinâmica... 3 1.2 Página de

Leia mais

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ÍNDICE INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ACESSO ÀS FERRAMENTAS 9 FUNÇÕES 12 MENSAGENS 14 CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB 0 Sumário Introdução... 2 Funcionalidades... 2 Requisitos Necessários... 2 Faturamento Web... 3 Faturamento Simplificado... 4 Faturamento Detalhado... 9 Faturamento

Leia mais

Primeiros Passos para o Simulador de Ações do FinanceDesktop. Parte A INICIANDO E CONFIGURANDO (5 passos)

Primeiros Passos para o Simulador de Ações do FinanceDesktop. Parte A INICIANDO E CONFIGURANDO (5 passos) Primeiros Passos para o Simulador de Ações do FinanceDesktop. Seja bem-vindo(a) ao Simulador de Ações FinanceDesktop. Seu propósito é oferecer um ambiente completo e fácil de usar que permita o registro

Leia mais

OneDrive: saiba como usar a nuvem da Microsoft

OneDrive: saiba como usar a nuvem da Microsoft OneDrive: saiba como usar a nuvem da Microsoft O OneDrive é um serviço de armazenamento na nuvem da Microsoft que oferece a opção de guardar até 7 GB de arquivos grátis na rede. Ou seja, o usuário pode

Leia mais

Para acessar o menu do ISBA Online entre no site www.isba.com.br. A página abaixo irá se abrir:

Para acessar o menu do ISBA Online entre no site www.isba.com.br. A página abaixo irá se abrir: INSTITUTO SOCIAL DA BAHIA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO FAMILIAR E SOCIAL Rua Macapá, 128, Ondina, Salvador, Bahia Tel.: (71) 4009-3666 Faz: (71) 3332-1033 http://www.isba.com.br E-mail: info@isba.com.br

Leia mais

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Elaboração: Equipe de Suporte Avançado do CPD SA/SRS/CPD/UnB suporte@unb.br Universidade de Brasília Brasília / 2014 Resumo A

Leia mais

DRIVE CONTÁBIL NASAJON

DRIVE CONTÁBIL NASAJON DRIVE CONTÁBIL NASAJON Módulo Gestão de Documentos Versão 1.0 Manual do Usuário 1 Sumário Os Módulos do Gerenciador de NFe: Informações Básicas Primeiro Acesso: Requisitos Acesso ao Drive Contábil Nasajon

Leia mais

Presskit Guia Rápido. Release 2.0. Presskit

Presskit Guia Rápido. Release 2.0. Presskit Presskit Guia Rápido Release 2.0 Presskit 06/07/2009 Sumário 1 Login 2 Login e Senha...................................... 2 Esqueci minha senha.................................. 2 Fale Com o Suporte...................................

Leia mais

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO Criação de Conta de Usuário...03 Edição da Conta de Usuário...10 Download do Backup Online Embratel...10 Descrição dos Conjuntos de Cópia de Segurança...19

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA MEUSOFT MEI

MANUAL DO SISTEMA MEUSOFT MEI MANUAL DO SISTEMA MEUSOFT MEI www.meusoft.com.br Indice Item Descrição Pg 1. Objetivo e Principais Funcionalidades 3 2. Para acessar e instalar a aplicação 4 3. Conhecendo o MeuSoft MEI 6 3.0 Tela inicial

Leia mais

Este documento consiste em 25 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Março de 2010.

Este documento consiste em 25 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Março de 2010. Manual do Usuário Este documento consiste em 25 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Março de 2010. Impresso no Brasil. Sujeito a alterações técnicas. A reprodução deste documento,

Leia mais

Version Notes (Notas da versão) Versão 4.10.1.8-05-12-2012

Version Notes (Notas da versão) Versão 4.10.1.8-05-12-2012 Florianópolis, 05 de dezembro de 2012. Abaixo você confere as características e funcionalidades da nova versão 4.10.1.8-05-12-2012 do Channel. Para quaisquer dúvidas ou na necessidade de maiores esclarecimentos,

Leia mais

Manual do usuário (v 1.2.0) E-commerce

Manual do usuário (v 1.2.0) E-commerce Manual do usuário (v 1.2.0) E-commerce Sumário Acessando o sistema gerencial... 1 Enviando logomarca, banners e destaques... 1 Logomarca... 1 Destaques... 2 Banners... 3 Cadastrando produtos... 4 Embalagem...

Leia mais

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge Manual do Usuário Versão 1.1 ExpressoMG 14/10/2015 Sumário 1. Apresentação... 4 1.1 Objetivos do Manual... 4 1.2 Público Alvo...

Leia mais

Índice 1. PORTAL DE VENDAS... 3 2. INTEGRAÇÃO PORTAL DE VENDAS X FOX... 4 3. CADASTRO DE VENDEDORES/SUPERVISORES... 5 4. CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA...

Índice 1. PORTAL DE VENDAS... 3 2. INTEGRAÇÃO PORTAL DE VENDAS X FOX... 4 3. CADASTRO DE VENDEDORES/SUPERVISORES... 5 4. CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA... Portal de Vendas Índice 1. PORTAL DE VENDAS... 3 2. INTEGRAÇÃO PORTAL DE VENDAS X FOX... 4 3. CADASTRO DE VENDEDORES/SUPERVISORES... 5 1.1. Guia Portal de Vendas... 7 4. CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA... 8 5.

Leia mais

Navegando no produto e utilizando esse material de apoio, você descobrirá os benefícios do IOB Online Regulatório, pois só ele é:

Navegando no produto e utilizando esse material de apoio, você descobrirá os benefícios do IOB Online Regulatório, pois só ele é: 1. CONCEITO Completo, prático e rápido. Diante do aumento da complexidade da tributação e do risco fiscal, pelos desafios de conhecimento e capacitação e pela velocidade para acompanhar mudanças na legislação,

Leia mais

SIGEP WEB - Gerenciador de Postagens dos Correios Manual do Usuário

SIGEP WEB - Gerenciador de Postagens dos Correios Manual do Usuário MANUAL DO USUÁRIO 2 ÍNDICE 1. PRÉ REQUISITOS PARA UTILIZAÇÃO DO SIGEP WEB 04 2. PROCEDIMENTOS PARA DOWNLOAD DO SISTEMA 04 3. INSTALANDO O SIGEP WEB 07 4. CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA 09 COMPARTILHANDO O BANCO

Leia mais

INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS

INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS INSTALAÇÃO DO SISTEMA CONTROLGÁS 1) Clique duas vezes no arquivo ControlGasSetup.exe. Será exibida a tela de boas vindas do instalador: 2) Clique em avançar e aparecerá a tela a seguir: Manual de Instalação

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DE DOCUMENTOS PARA CERTAMES SIGEDCERT - MODO USUÁRIO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DE DOCUMENTOS PARA CERTAMES SIGEDCERT - MODO USUÁRIO MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DE DOCUMENTOS PARA CERTAMES SIGEDCERT - MODO USUÁRIO 1. Acesse através do navegador (preferencialmente Mozilla Firefox ou Google Chrome) o endereço web do sistema:

Leia mais

Prefeitura de Rio Verde GO. SEFAZ - Secretaria da Fazenda. DMS e Emissão de Notas Fiscais Eletrônicas

Prefeitura de Rio Verde GO. SEFAZ - Secretaria da Fazenda. DMS e Emissão de Notas Fiscais Eletrônicas Prefeitura de Rio Verde GO SEFAZ - Secretaria da Fazenda DMS e Emissão de Notas Fiscais Eletrônicas DMS e Notas Fiscais Eletrônicas Rio Verde, GO, setembro 2009 1 Sumário INTRODUÇÃO... 03 LEGISLAÇÃO...

Leia mais

Sumário. Capítulo 2 Iniciando o TR4... 8 2.1 Como efetuar o login... 8

Sumário. Capítulo 2 Iniciando o TR4... 8 2.1 Como efetuar o login... 8 1 Sumário Capítulo 1 Introdução ao TR4... 4 1.1 Requisitos Mínimos... 4 1.2 Layout do Sistema... 5 1.3 Legenda... 5 1.4 Visão geral das funcionalidades... 6 1.4.1 O Menu Administração... 6 1.4.2 O Menu

Leia mais

COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD

COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD TUTORIAL MOODLE VERSÃO ALUNO Machado/MG 2013 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 2. EDITANDO O PERFIL... 5 2.1 Como editar o perfil?... 5 2.2 Como mudar a senha?... 5 2.3

Leia mais

IREasy Manual do Usuário Versão do manual - 0.0.9

IREasy Manual do Usuário Versão do manual - 0.0.9 OBJETIVOS DO PROGRAMA DE COMPUTADOR IREasy Permitir a apuração do Imposto de Renda dos resultados das operações em bolsa de valores (mercado à vista, a termo e futuros). REQUISITOS MÍNIMOS DO COMPUTADOR

Leia mais

manual Sistema de Gestão de Contribuições

manual Sistema de Gestão de Contribuições manual Sistema de Gestão de Contribuições Conteúdo 1. Login 4 2. Home 5 3. Informações básicas 3.1. Menus 6 3.2. Números e status 7 3.3. Ações 8 4. Ambientes da ferramenta 4.1. Sindicato 13 4.2. Empresas

Leia mais

G-Bar. Módulo Básico Versão 4.0

G-Bar. Módulo Básico Versão 4.0 G-Bar Software para Gerenciamento de Centrais de Corte e Dobra de Aço Módulo Básico Versão 4.0 Pedidos de Vendas Manual do Usuário 1 As informações contidas neste documento, incluindo links, telas e funcionamento

Leia mais

Guia Rápido: Mobilidade (ipad) O objetivo deste guia rápido é apresentar os passos necessário para a inclusão de um orçamento através da mobilidade.

Guia Rápido: Mobilidade (ipad) O objetivo deste guia rápido é apresentar os passos necessário para a inclusão de um orçamento através da mobilidade. Guia Rápido: Mobilidade (ipad) O objetivo deste guia rápido é apresentar os passos necessário para a inclusão de um orçamento através da mobilidade. Pré-requisitos. 1 - Antes de iniciar a integração com

Leia mais

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx 1 Introdução O Conecta S_Line permite que o laboratório envie à Central S_Line os resultados de exames gerados pelo Sistema de Informação Laboratorial (LIS) em forma de arquivos digitais. Todo o processo

Leia mais

Sistema de Compras TV Globo

Sistema de Compras TV Globo Sistema de Compras TV Globo Guia de Uso - v. PÁGINA Índice Índice Negociações Sistema de Compras O que é o Sistema de Compras TV Globo Criar a sua cotação (Cota) Salvar Rascunho 7 Cadastro no Sistema Cotar

Leia mais

SCP Desktop Broker. Manual SCP Desktop Broker. 2010 - Todos os direitos reservados. Versão: 1.0

SCP Desktop Broker. Manual SCP Desktop Broker. 2010 - Todos os direitos reservados. Versão: 1.0 SCP Desktop Broker Manual SCP Desktop Broker 00 - Todos os direitos reservados Versão:.0 Índice.0. Instalação.0. Estrutura.. Operações - Compra e Venda.. Consulta - Histórico de ordens - Acompanhamento

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES 1.3

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES

Leia mais

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Iniciando o Windows XP...2 Desligar o computador...3 Área de trabalho...3

Leia mais

Manual de Sistema - DDMantra

Manual de Sistema - DDMantra Prezado Cliente Bysoft Você acaba de adquirir um sistema de recuperação e consulta de informações automáticas do Mantra Neste material, você encontrará explicações de todos os recursos oferecidos pelo

Leia mais

Volpe Enterprise Resource Planning

Volpe Enterprise Resource Planning Volpe Enterprise Resource Planning Este manual não pode, em parte ou no seu todo, ser copiado, fotocopiado, reproduzido, traduzido ou reduzido a qualquer mídia eletrônica ou máquina de leitura, sem a expressa

Leia mais

TCEnet. Manual Técnico. Responsável Operacional das Entidades

TCEnet. Manual Técnico. Responsável Operacional das Entidades TCEnet Manual Técnico Responsável Operacional das Entidades 1 Índice 1. Introdução... 3 2. Características... 3 3. Papéis dos Envolvidos... 3 4. Utilização do TCEnet... 4 4.1. Geração do e-tcenet... 4

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Desktop

MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Desktop MANUAL DE UTILIZAÇÃO Aplicativo Controle de Estoque Desktop 1 1 INICIANDO O APLICATIVO PELA PRIMEIRA VEZ... 3 2 PÁGINA PRINCIPAL DO APLICATIVO... 4 2.1 INTERFACE INICIAL... 4 3 INICIANDO PROCESSO DE LEITURA...

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

Sistema de Controle de Bolsas e Auxílios - SCBA

Sistema de Controle de Bolsas e Auxílios - SCBA Sistema de Controle de Bolsas e Auxílios - SCBA Manual de Utilização Perfil Beneficiário 1. 2. Objetivo do Manual... 2 Siglas e Abreviações... 2 3. Perfil do Usuário... 2 4. Descrição Geral do Sistema...

Leia mais

Índice. Tenho uma conta pessoal e uma conta da instituição em que dou aula, porém não consigo acessar a conta da escola. O que fazer?

Índice. Tenho uma conta pessoal e uma conta da instituição em que dou aula, porém não consigo acessar a conta da escola. O que fazer? Índice Acesso ao Super Professor Web Como recuperar a senha de acesso? Tenho uma conta pessoal e uma conta da instituição em que dou aula, porém não consigo acessar a conta da escola. O que fazer? Selecionando

Leia mais

Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes)

Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes) Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes) 1. Sobre o Microsoft Dynamics CRM - O Microsoft Dynamics CRM permite criar e manter facilmente uma visão clara dos clientes,

Leia mais

Manual do Usuário. Novo Internet Banking Governo - IBG

Manual do Usuário. Novo Internet Banking Governo - IBG Manual do Usuário Novo Internet Banking Governo - IBG Versão V - Abril 2013 Sumário 2. Visão Geral do Sistema... 5 2.1. Operações disponíveis no novo IBG... 6 2.1. Perfis disponíveis... 7 2.2. Definições,

Leia mais

Índice. Manual Backup Online. 03 Capítulo 1: Visão Geral

Índice. Manual Backup Online. 03 Capítulo 1: Visão Geral Índice 03 Capítulo 1: Visão Geral 04 Capítulo 2: Conta de Usuário 04 Criação 08 Edição 09 Grupo de Usuários 10 Informações da Conta 12 Capítulo 3: Download do Backup Online Embratel 16 Capítulo 4: Cópia

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 Vendas... 3 1.1

Leia mais

3.000.000 de registros de candidatos e respondentes de pesquisa, número que continua crescendo.

3.000.000 de registros de candidatos e respondentes de pesquisa, número que continua crescendo. SUMÁRIO 1 1 - Conceitos Gerais O CRQ é um sistema de controle de qualidade utilizado na etapa de recrutamento de estudos de natureza qualitativa. Ele é um banco de dados que tem como principal objetivo

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 Manual do Usuário Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 1. CONFIGURAÇÕES E ORIENTAÇÕES PARA ACESSO... 4 2 GUIAS... 11 2.1 DIGITANDO AS GUIAS... 11 2.2 SALVANDO GUIAS... 12 2.3 FINALIZANDO UMA GUIA... 13

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO WEBMAIL SBC

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO WEBMAIL SBC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO WEBMAIL SBC SUMÁRIO 1 - Tela de Login...03 2 - Caixa de Entrada...04 3 - Escrever Mensagem...06 4 - Preferências...07 4.1 - Configurações Gerais...07 4.2 - Trocar Senha...07 4.3

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema

Leia mais

Certificado Digital A1

Certificado Digital A1 Certificado Digital A1 Geração Todos os direitos reservados. Imprensa Oficial do Estado S.A. - 2012 Página 1 de 41 Pré-requisitos para a geração Dispositivos de Certificação Digital Para que o processo

Leia mais

Manual de Apoio à Assinatura Eletrônica DISO

Manual de Apoio à Assinatura Eletrônica DISO Manual de Apoio à Assinatura Eletrônica DISO Índice Hyperlinks Descanse o mouse na frase, aperte sem largar o botão Ctrl do seu teclado e click com o botão esquerdo do mouse para confirmar. Introdução

Leia mais

MÓDULO CLIENTE 1. O QUE PODE SER FEITO PELO SITE: 3 2. APRESENTAÇÃO DO SITE 4

MÓDULO CLIENTE 1. O QUE PODE SER FEITO PELO SITE: 3 2. APRESENTAÇÃO DO SITE 4 MÓDULO CLIENTE Conteúdo 1. O QUE PODE SER FEITO PELO SITE: 3 2. APRESENTAÇÃO DO SITE 4 2.2 HOME 4 2.3 A VALECARD 5 2.4 PRODUTOS 6 2.5 REDE CREDENCIADA 7 2.6 ROTA 9 2.7 CONTATO 9 3. EMPRESAS 11 3.1. ACESSO

Leia mais

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas 2014 V.1.0 SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Contas Médicas SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Módulos CONTAS MÉDICAS Capa

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

Manual Comunica S_Line

Manual Comunica S_Line 1 Introdução O permite a comunicação de Arquivos padrão texto entre diferentes pontos, com segurança (dados criptografados e com autenticação) e rastreabilidade, isto é, um CLIENTE pode receber e enviar

Leia mais

Manual de Instalação START PREMIUM V 3.2.14

Manual de Instalação START PREMIUM V 3.2.14 Manual de Instalação START PREMIUM V 3.2.14 1/48 Este documento possui 46 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Novembro de 2013. Impresso no Brasil. Sujeito a alterações técnicas.

Leia mais

FAQ Perguntas Frequentes

FAQ Perguntas Frequentes FAQ Perguntas Frequentes 1. COMO ACESSO A PLATAFORMA DE ENSINO?... 2 2. NÃO CONSIGO REALIZAR O MEU CADASTRO NO AMBIENTE VIRTUAL DO MMA.... 4 3. FIZ MEU CADASTRO NO SITE E NÃO RECEBI O E-MAIL DE CONFIRMAÇÃO

Leia mais

Manual do Sistema TBZ OnLine - Entidade

Manual do Sistema TBZ OnLine - Entidade Manual do Sistema TBZ OnLine - Entidade DM003.0 Página 1 / 42 Índice 1 APRESENTAÇÃO... 4 DETALHAMENTO DOS LINKS DO TECBIZ ONLINE... 5 2 INICIAL... 5 3 ASSOCIADO... 5 3.1 SELECIONA ASSOCIADO... 5 3.2 ALTERAR

Leia mais

Requisitos Mínimos para instalação do Antivírus McAfee

Requisitos Mínimos para instalação do Antivírus McAfee Requisitos Mínimos para instalação do Antivírus McAfee Requisitos Mínimos do computador: Microsoft Windows 2000 (32 bits) com Service Pack 4 (SP4) ou superior, Windows XP (32 bits) com Service Pack 1 (SP1)

Leia mais

Acesso ao Localidade. LOCALIDADE Sistema de Cadastro Localidade. Acesso ao Sistema de Cadastro Localidade

Acesso ao Localidade. LOCALIDADE Sistema de Cadastro Localidade. Acesso ao Sistema de Cadastro Localidade Acesso ao Localidade Acesso ao O endereço do sistema é: www.saude.gov.br/localidade Quem pode acessar o Sistema de Cadastro de Localidade? Somente profissionais que foram cadastrados no CSPUWEB terão acesso

Leia mais

Manual de usuário. do sistema multicálculo CotakWeb

Manual de usuário. do sistema multicálculo CotakWeb Manual de usuário do sistema multicálculo CotakWeb Belo Horizonte 01 de setembro de 2010 1 Sumário 1. CANAIS DE ATENDIMENTO... 3 2. DOWNLOAD DO APLICATIVO... 3 3. LOGIN... 3 4. CONFIGURAÇÃO... 4 4.1. PARÂMETROS

Leia mais

Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão

Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão Manual do Usuário Cidadão SIC Serviço de informação ao cidadão NOVOSIS 3ª Versão Conteúdo Introdução... 3 Principais recursos:... 4 Para o cidadão:... 4 Para os órgãos públicos:... 4 Como Utilizar o SIC...

Leia mais

MANUAL DE USO DO COMUNICADOR INSTANTÂNEO

MANUAL DE USO DO COMUNICADOR INSTANTÂNEO MANUAL DE USO DO COMUNICADOR INSTANTÂNEO GEINFO Gerência de Tecnologia da Informação E-mail geinfo@sejus.ro.gov.br Página 1 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 ACESSANDO O SPARK... 4 3 INICIANDO UMA CONVERSAÇÃO...

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Versão 1.0. Visão Transportador

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Versão 1.0. Visão Transportador MANUAL DE INSTRUÇÕES Versão 1.0 Visão Transportador 2 Sumário Introdução... 3 Requisitos mínimos... 3 Acesso... 3 Primeiro acesso... 5 Navegando pelo sistema... 6 Menu Perfil... 7 Dados do Fornecedor...

Leia mais