Apresentação Institucional

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Apresentação Institucional"

Transcrição

1 Apresentação Institucional

2 Visão Geral da Indústria

3 BRASIL: PRINCIPAIS INDICADORES Crescimento da renda real, inflação sob controle e crescimento demográfico PIB PER CAPITA & DESEMPREGO (US$ milhares/ano) / (%) INFLAÇÃO & SELIC (IPCA % / ano) /(Taxa média anual %) 20,0 16,0% 2.500% 18,0 16,0 14,0 12,0 10,0 8,0 6,0 4,0 2,0 0,0 14,0% 11,7 12,0% 10,0% 6,0% 8,0% 6,0% 4,0% 2,0% 0,0% 40% 35% 30% 25% 20% 15% 10% 5% 0% 11,0% 4,5% PIB per capita (PPP) Desemprego Inflação Selic Fonte: Banco Central do Brasil, IBGE e SulAmérica Fonte: Banco Central do Brasil, IBGE e SulAmérica CLASSES SOCIAIS (% da população) 88 milhões de pessoas 15% 34% 22% 53% 143 milhões de pessoas 51% 25% Fonte: Ernst & Young Classes A/B Classe C Classes D/E 3

4 BRASIL: PRINCIPAIS INDICADORES Parcela crescente da população em idade ativa PIRÂMIDE ETÁRIA BRASILEIRA (Idade) or more 75 to to to to to to to to to to to to to to 14 5 to 9 0 to Fonte: IBGE e Deloitte Homens Mulheres Parcela crescente da população em idade ativa durante mais tempo, impulsionando o crescimento econômico, favorecendo o consumo de bens e serviços e, dessa forma, o consumo de produtos de seguros 4

5 VISÃO GERAL DA INDÚSTRIA Cenário econômico estável e subpenetração irão impulsionar o crescimento nos próximos anos CRESCIMENTO DA RECEITA EM TODOS OS SEGMENTOS (R$ bilhões) 14,7% CAGR ( ) 15,6% CAGR (2014e-2016e) CAGR por segmento (2014e-2016e) Capitalização Previdência Vida ORE Auto Saúde 22,2% 17,4% 15,3% 11,3% 13,4% 14,8% e 2015e 2016e Fonte: SUSEP, CNseg 5

6 VISÃO GERAL DA INDÚSTRIA 13º em prêmios em 2012, penetração abaixo dos demais países RANKING GLOBAL 2010 (Total de Prêmios bilhões de EUR*) 2020 Penetração do mercado de seguros (Prêmios em saúde % PIB) 1 EUA Japão Reino Unido França Alemanha China Itália Coréia do Sul 88 9 Canadá Holanda Austrália Espanha Taiwan Índia Brasil 45 *Dados históricos afetados pelo câmbio Fonte: Munich Re Economic Research PENETRAÇÃO DO MERCADO DE SEGUROS (Prêmios ex-saúde como % do PIB) 1 EUA Japão China Reino Unido França Alemanha Coréia do Sul Brasil Índia Itália Canadá Austrália Taiwan Holanda Rússia 82 3,1 3,1 3,2 3,2 1 Taiwan 17,6% 6 Reino Unido 11,5% 16 Itália 7,6% 17 EUA 7,5% 27 Espanha 5,3% 36 Chile 4,2% 38 Brasil 4,0% 40 Índia 3,9% 6,3 3,7 4,0 Fonte: Swiss Re (2013) Mundo

7 VISÃO GERAL DA INDÚSTRIA Brasil: Subpenetração nos principais segmentos de seguros SEGURO SAÚDE: 50,3 milhões de segurados (% da população total) ODONTOLÓGICO: 20,7 milhões de segurados (% da população total) 26% Segurados Não segurados 11% Segurados Não segurados 74% 89% Fonte: ANS Dez/2013 Fonte: ANS Dez/2013 SEGURO DE AUTOMÓVEIS: 16,8 milhões de veículos segurados (% da frota total) SEGURO RESIDENCIAL: 7 milhões de residências seguradas (% do total de residências) 22% Segurados 14% Segurados Não segurados Não segurados 78% 86% Fonte: FenSeg/Denatran 2012 Fonte: CNSeg Dez/2012 7

8 Visão Geral da Companhia

9 VISÃO GERAL DA COMPANHIA Modelo de seguros multilinha Maior seguradora independente do Brasil, com marca forte e reconhecida no mercado #1 Melhores práticas de sustentabilidade e governança corporativa do setor Ampla base de clientes, com alto nível de retenção 7 milhões clientes Equipe de gestão altamente qualificada e experiente Distribuição suportada pelo forte relacionamento com corretores e parcerias com instituições financeiras Investment grade (pela Fitch) com foco na criação de valor e retorno para os investidores ~5.000 funcionários corretores independentes R$1,2 bilhão em dividendos desde o IPO 9

10 DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA Forte presença em todo país 88 filiais em todas as capitais e grandes cidades do Brasil Mais de corretores independentes ( treinados pela SulAmérica em 2013) Mais de 20 parcerias de distribuição Mais de pontos de distribuição através de parcerias com instituições bancárias 100 pontos de presença 37 CASA s (Centros Automotivos) 10

11 ESTRUTURA ACIONÁRIA ATUAL SULASA 100,0% Free float total (3) 70,7% Pessoas Relacionadas SULASAPAR IFC SWISS RE Outros (1) 2,3% 25,2% (2) 7,8% 14,9% 49,8% (1) Tesouraria, diretoria e ações do free float (2) Equivalente a 50,3% do total de ações ordinárias, com direito a voto (3) Free float total exclui Sulasapar, tesouraria, pessoas ligadas, conselho e diretoria 11

12 PRINCIPAIS ACONTECIMENTOS História de inovação e crescimento sustentável Reorganização societária entre Sulasa e ING - concluída em Jan/14 Aquisição da SulaCap ING vende participação para IFC (7,8% do capital total) SulAmérica expande o seu portfólio com os segmentos de automóveis e outros ramos elementares SulAmérica inicia as suas operações de previdência SulAmérica e Aetna International formam joint venture em saúde, vida e previdência ING adquire participação da Aetna e se torna sócio da SulAmérica Fim da joint venture com o Banco do Brasil e aquisição da Brasil Saúde Aquisição da Dental Plan Rating elevado para investment grade (BBB-) pela S&P Swiss Re adquire 14,9% do capital da SulAmérica Nova marca é lançada SulAmérica é fundada como uma companhia de seguro de vida no Brasil 12 SulAmérica inicia suas operações em saúde, através dos planos de pós pagamento SulAmérica entra no segmento de gestão de ativos Acionistas controladores e ING estabelecem novo acordo para o controle da Companhia Emissão de Eurobonds: US$200 MM SulAmérica capta R$775 MM através do seu IPO e passa a integrar o Nível 2 de governança corporativa da BM&FBovespa Emissão de debêntures no valor de R$500 MM Rating elevado para investment grade (BBB-) pela Fitch e para BB+ pela S&P Emissão de debêntures no valor de R$500 MM ING vende 10,0% restantes de participação em leilão ao mercado

13 OUTROS SEGMENTOS SEGUROS SULAMÉRICA RECEITAS CONSOLIDADAS PORTFÓLIO DA SULAMÉRICA (6M14) Prêmios (R$ milhões) Variação (% YoY) % das receitas totais Saúde e Odontológico 4.559,5 14,5% 55,4% Automóveis 1.491,8 8,8% 18,1% Portfólio (6M14) 2,7 milhões de segurados 1,6 milhão de veículos segurados Dados do mercado/portfólio (mais recentes) Top 3 no mercado de saúde com 8,7% de participação Top 4 em auto com 9,5% de participação Outros Ramos Elementares 248,6-4,2% 3,0% Vida e Acidentes Pessoais 203,2-5,9% 2,5% TOTAL DE PRÊMIOS DE SEGUROS 6.503,1 11,6% 79,1% Foco em produtos massificados 2,1 milhões de vidas seguradas Top 2 em Condomínios Top 11 em Vida #4 no mercado segurador (5,6% de participação) Prêmios (R$ milhões) Variação (% YoY) % das receitas totais Previdência (contribuições) 241,3 9,3% 2,9% Portfólio (6M14) R$ 4,2 bilhões em reservas Informações Portfólio (6M14) PGBL/VGBL representam 73% das reservas Planos Administrados de Pós Pagamento em Saúde (receitas) 363,9 20,9% 4,4% 305 mil membros Foco em grandes grupos de autogestão Gestão de Ativos (taxas de administração e performance) 22,3-5,3% 0,3% 120+ clientes institucionais R$ 19 bilhões em AUM Capitalização (arrecadações)* 1.093,1 251,1% 13,3% OUTRAS RECEITAS 1.720,5 100,8% 20,9% R$ 799 milhões em reservas Foco no garantia de aluguel e produtos de massa RECEITAS TOTAIS SULAMÉRICA 8.223,6 23,0% 100,0% *A SulaCap passou a ser consolidada nos resultados da SulAmérica em maio de Dessa forma, o total de arrecadações de capitalização apresentado acima reflete o que de fato foi consolidado no resultado da Companhia. 13

14 Segmentos de Negócios

15 3 ª maior operadora de saúde com 8,7% de participação (Dez/13) 2,7 milhões de segurados (92% grupal) R$ 4,6 bi em prêmios (6M14) Saúde e Odontológico

16 ODONTO SAÚDE VISÃO GERAL DE SAÚDE E ODONTOLÓGICO Demanda suportada historicamente pelos baixos níveis de desemprego e renda per capita crescente Cada vez mais adotado como meio de atração/retenção de funcionários Baixos investimentos no setor de saúde levam a um sistema público de baixo alcance Classe média com forte desejo por melhor assistência em saúde e odontológico RECEITAS DE MERCADO (R$ bilhões) SEGURADOS (milhões) PART. DE MERCADO (top 6) (% do total de prêmios Dez/13) 15,1% CAGR 5,3% CAGR 2,4% 2,3% 14,1% Bradesco 3,7% Amil 93,8 35,0 50,3 8,8% SulAmérica Unimed Rio Unimed BH 35,0 12,3% Intermédica % no top 6 23,7% CAGR 19,1% CAGR 2,9% 2,9% Odontoprev 3,6% Amil 3,1 20,7 4,0% Interodonto SulAmérica 0,7 6,1 11,6% 35,5% Tempo Assist Odonto System % no top 6 Fonte: ANS (2013) 16

17 Beneficiários (% do total) VISÃO GERAL DE SAÚDE E ODONTOLÓGICO NÚMERO DE OPERADORAS DE SAÚDE E ODONTOLÓGICO NÚMERO DE BENEFICIÁRIOS POR OPERADORA DE SAÚDE -45% 100,0% 90,0% ,0% 70,0% 60,0% 50,0% operadores 80% do total 15 operadores 40% do total 40,1% ,2% 21,0% operadores 21% do total Operadoras de Saúde Operadoras Odontológicas 14,4% Fonte: ANS (9M13) Fonte: ANS (2012) Número de Operadoras de Saúde OPERADORAS POR TIPO DE NEGÓCIO (% dos prêmios) 2% 1% 1% Cooperativas Médicas 28% 34% Autogestão Seguro Saúde Medicina de Grupo - Odontológica Medicina de Grupo - Saúde 2% 11% Filantropia Cooperativa Odontológica Fonte: ANS (9M13) 22% Administrado 17

18 SAÚDE E ODONTOLÓGICO - SULAMÉRICA PRÊMIOS DE SEGUROS (R$ milhões) +14,7% SINISTRALIDADE (% de prêmios ganhos) -0,3 p.p. -1,3 p.p ,5% 79,8% 80,9% 81,2% 84,9% 86,2% MARGEM BRUTA (% de prêmios ganhos) MEMBROS (Milhares de membros) +6,8% +1,3% 13,4% -0,2 p.p. 12,8% 12,6% 9,0% -1,4 p.p. 7,6% Corporativo PME Odontológico Individual Administrado 18

19 9,5% participação de mercado Top 4 (Dez/13) 1,6 milhão veículos segurados R$ 1,5 bi em prêmios (6M14) Automóveis

20 VISÃO GERAL DE AUTOMÓVEIS PRÊMIOS DE SEGUROS AUTO (Vendas de Carros Novos) 19,9 15,3 14,1 3,0 2,8 2,4 21,3 3,4 24,8 3, CAGR +12,8% +10,3% PENETRAÇÃO DE VEÍCULOS (Veículos/População) 59% 83% Venda de Carros Novos (milhões de unidades) Fonte: Fenabrave, SUSEP Prêmios totais de mercado (R$ bilhões) Fonte: ANFAVEA % 22% 15% Brasil Argentina França México EUA PARTICIPAÇÃO DE MERCADO DEZ/13 (% do total de prêmios) Porto Seguro + Itaú + Azul 24,9% 26,3% BB e Mapfre FROTA SEGURADA (% da frota) 96% 82% 58% 13% 78% Idade média da frota total: 8,8 anos 6,7% 7,2% 14,9% Bradesco SulAmérica HDI Allianz 4% 18% 42% 87% 22% Idade média da frota segurada: 3,5 anos 9,5% 10,5% Outras Veículos com mais de 11 anos Veículos de 7-11 anos Veículos de 0-6 anos Novos veículos Frota brasileira total 75% no top 6 Frota sem seguro Frota segurada Fonte: SUSEP Fonte: FenSeg/Denatran 20

21 AUTOMÓVEIS - SULAMÉRICA Forte relacionamento com corretores Desenvolvimento de novos canais de distribuição e parcerias Preço competitivo entre as principais marcas Produtos especializados e inovadores SulAmérica Caminhão SulAmérica Auto Mulher Auto 0km SulAmérica Caminhão km rodado Assistência 24h Excelência em serviços para sinistros com clientes Investimento constante em subscrição e TI para melhorar os serviços de cotação e back office 37 CASA s (Centros Automotivos) Aumentar a satisfação do cliente Cliente notifica sinistro ao call center Carro é levado ao C.A.S.A. Cliente sai com um carro alugado Veículo é levado para oficina de reparo Cliente recebe veículo reparado no C.A.S.A. Fidelidade do cliente - taxa de renovação acima da média Custos de reparação mais baixos (12% abaixo da média) 21

22 AUTOMÓVEIS - SULAMÉRICA PRÊMIOS DE SEGUROS (R$ milhões) +22,6% SINISTRALIDADE (% de prêmios ganhos) +4,9 p.p. -1,0 p.p ,8% 64,1% 64,7% 59,7% 59,6% 60,6% MARGEM BRUTA (% de prêmios ganhos) FROTA DE SEGURADA (Veículos - milhares) -3,3 p.p. +9,2% +7,4% +2,6 p.p ,9% 16,0% 18,6% 19,5% 16,2%

23 Foco em produtos massificados #2 em Condomínios #3 em Cascos Outros Ramos Elementares

24 OUTROS RAMOS ELEMENTARES - SULAMÉRICA Soluções customizáveis para subscrição simples e rápida Preço competitivo Diversificação de produtos e processos Forte relacionamento entre resseguradores e corretores especializados Sistema de cotação online COMPOSIÇÃO DA CARTEIRA 6M14 (% do total de prêmios) 13% Patrimoniais 21% Cascos 30% Massificados 35% Outros Experiência em seguros Possibilidade de resseguros Agilidade e flexibilidade Sistema de cotação 100% online Produtos padronizados (imóveis, condomínios e pequenos negócios) Incêndio, DPVAT, carga, obras de arte, entre outros 24

25 OUTROS RAMOS ELEMENTARES - SULAMÉRICA PRÊMIOS DE SEGUROS (R$ milhões) SINISTRALIDADE (% de prêmios ganhos) +13,6% -10,4 p.p. +5,8 p.p ,2% 54,3% 44,5% 54,9% 57,4% 51,6% MARGEM BRUTA (% de prêmios ganhos) -15,4 p.p. 37,8% +2,3 p.p. 24,5% 22,4% 21,6% 23,9% 25

26 2,1 milhões de vidas seguradas #11 em Vida #8 em Previdência R$ 4,2 bi em reservas R$ 241 milhões Contribuições de previdência (6M14)) Vida e Previdência

27 VIDA E PREVIDÊNCIA PRÊMIOS DE SEGUROS DE VIDA - BRASIL (R$ milhões) 14,7% CAGR 12,7% CAGR 29 CONTRIBUIÇÕES DE PREVIDÊNCIA (PGBL + VGBL) - BRASIL (R$ bilhões) 17,5% CAGR 16,1% CAGR Fonte: Fenaprevi / 2011 Fonte: Fenaprevi / 2011 Seguro de Vida - SulAmérica Amplo portfólio de produtos com preços competitivos para pessoas, companhias e distribuição em massa Forte rede de distribuição e desenvolvimento de canais alternativos Excelência em subscrição e investimentos em TI Previdência - SulAmérica Foco em canais de vendas alternativos Desenvolvimento de produtos diversificados, especialmente em acumulação de recursos, devido às crescentes fontes de renda e tributos atrativos Ajudando na educação financeira: Foco em eficiência de custos 27

28 VIDA E PREVIDÊNCIA - SULAMÉRICA PRÊMIOS DE SEGUROS DE VIDA (R$ milhões) CONTRIBUIÇÕES DE PREVIDÊNCIA (R$ milhões) -9,1% ,6% 418-5,9% ,3% SINISTRALIDADE DE SEGUROS DE VIDA (% de prêmios ganhos) RESERVAS DE PREVIDÊNCIA (R$ milhões) +8,1% +10,7% 64,0% -11,6 p.p. 56,7% 62,6% +17,7 p.p ,1% 45,0% 28

29 2ª Maior Gestora independente de ativos no Brasil R$ 18,9 bilhões AUM R$ 9,6 bilhões Portfólio próprio (2T14) AMP-1 muito forte Maior rating da Standard & Poors Gestão de Ativos

30 GESTÃO DE ATIVOS - SULAMÉRICA Experiência e história sólidas (desde 1996) Relacionamento ativo com 20% dos investidores institucionais (total ex-varejo: 920 investidores) ATIVOS SOB GESTÃO (R$ bilhões) 18,2 +3,5% 18,9 Portfólio diversificado de produtos (renda fixa, multimercado e ações) Gestora de ativos reconhecida, expandindo para investimentos em ações Estratégia de fundos ativista 8,6 9,3 +7,7% 9,6 9,6-0,2% Oportunidades com investidores estrangeiros 1T14 Próprios Terceiros 2T14 Único gestor independente com o rating mais alto AMP-1 muito forte pela Standard & Poors 30

31 GESTÃO DE ATIVOS - SULAMÉRICA ATIVOS SOB GESTÃO (R$ bilhões) ATIVOS SOB GESTÃO - TERCEIROS (R$ 9,3 bilhões AUM) -13,7% +3,5% 19,6 21,1 18,2 18,2 18,9 3% 6% 11,3 12,2 8,8 8,6 9,3 Institucional Distribuição Prestige 8,4 8,9 9,4 9,6 9, T14 2T14 Próprios Terceiros 91% RESULTADO DA ATIVIDADE DE GESTÃO DE ATIVOS (R$ milhões) ALOCAÇÃO DE ATIVOS - TERCEIROS (R$ 9,3 bilhões AUM) +1,8% 44,9 45,7 25% 14% 4% Ações e Clubes de Investimentos Outros 26,4-1,6% 21,3 21,0 Renda Fixa e Referenciado DI Multimercado 57% 31

32 4 ª maior no Brasil 9,0% de participação no mercado em Dez/13 R$ 799 milhões em reservas (2T14) Sinergias e oportunidade de cross selling com produtos de seguros Capitalização

33 CAPITALIZAÇÃO TOTAL DE ARRECADAÇÕES DE CAPITALIZAÇÃO - BRASIL (R$ bilhões) 14,1 22,0% CAGR 16,6 21,0 24,4 22,2% CAGR 29,8 36, E 2015E 2016E Fonte: Susep e Projeções da CNseg ( ) Títulos de capitalização são instrumentos com um vencimento definido e possibilidades de concorrer a sorteios periódicos SulAmérica é a 4ª maior operadora do Brasil Oportunidades de cross selling com os produtos de seguros da SulAmérica Mobilidade social abre oportunidades para aumentar participação no segmento de varejo 33

34 CAPITALIZAÇÃO - SULAMÉRICA ARRECADAÇÕES (R$ milhões) RESERVAS (R$ milhões) +251,1% +22,2% +82,3% 1.093,1 653,8 798,8 567,6 311,3 311,3 2T13 2T14 6M13 6M14 2T13 2T14 RESULTADO OPERACIONAL* (R$ milhões) +25,7% +144,2% 28,6 11,7 14,7 11,7 2T13 2T14 6M13 6M14 *A SulaCap passou a ser consolidada nos resultados da SulAmérica em maio de Dessa forma, os valores de capitalização apresentados acima refletem o que de fato foi consolidado no resultado da Companhia. 34

35 Destaques Financeiros e Mercado de Capitais

36 DESTAQUES FINANCEIROS CONSOLIDADOS PRÊMIOS DE SEGUROS (R$ bilhões) SINISTRALIDADE (% de prêmios ganhos) +15,1% -0,6 p.p. 9,4 10,6 12,2 +11,6% -0,4 p.p. 77,6% 78,2% 5,8 6,5 74,5% 74,4% 74,8% MARGEM BRUTA (% de prêmios ganhos) DESPESAS ADMINISTRATIVAS (% de prêmios retidos) 13,0% 15,2% -1,0 p.p. 14,2% 11,6% -1,1 p.p. 10,5% +0,4 p.p. +0,2 p.p. 9,2% 9,5% 9,2% 9,1% 8,9% 36

37 DESTAQUES FINANCEIROS CONSOLIDADOS (cont.) ATIVOS (R$ bilhões) PATRIMÔNIO LÍQUIDO (R$ bilhões) +6,3% +3,3% 13,4 14,3 17,0 18,0 3,1 3,3 3,6 3, T T14 LUCRO LÍQUIDO E ROAE (R$ milhões) DIVIDENDOS E PAYOUT 15,0% 15,1% 13,8% 13,6% 15,2% 50% 30% 30% 30% -0,6% ,1% M14 Dividendos (R$ milhões) Payout (%)

38 PRINCIPAIS INDICADORES FINANCEIROS ÍNDICE COMBINADO (%) ÍNDICE DE RESULTADO FINANCEIRO (%) +0,6 p.p. -0,7 p.p. 100,0% 99,4% 98,8% 101,8% 102,6% 7,3% -1,4 p.p. +1,7 p.p. 5,4% 5,1% 4,0% 3,4% ÍNDICE COMBINADO AMPLIADO (%) 92,7% 94,0% -0,8 p.p. 94,8% 98,4% +1,0 p.p. 97,5% DÍVIDA E ÍNDICE DE ENDIVIDAMENTO (R$ milhões / %) Endividamento (R$ milhões) Índice de endividamento (Dívida/Patrimônio Líquido) 27% 11% 15% 14% (100) T14 38

39 RESULTADO FINANCEIRO ESTRATÉGIA DE INVESTIMENTOS (Ex-previdência) 1% 2% 3% ALOCAÇÃO DE INVESTIMENTOS (Ex-previdência) 1% 23% 22% R$ 6,2 bilhões 71% R$ 6,2 bilhões 77% Selic/CDI IPCA Pré-fixado Ações Outros ESTRATÉGIA DE INVESTIMENTOS (Total) 2% 2% 4% ALOCAÇÃO DE INVESTIMENTOS (Total) Títulos Públicos Títulos Privados Ações 2% 10% 23% 18% R$ 10,4 bilhões 64% R$ 10,4 bilhões 75% Selic/CDI IPCA IGPM Pré-fixado Ações Outros Títulos Públicos Títulos Privados Ações 39

40 MELHORES PRÁTICAS BM&FBOVESPA - NÍVEL 2 Tag-along de 100% para todos os acionistas 5 de 9 membros do Conselho (56%) são independentes (vs. mínimo de 20%) Conselho de Administração suportado por 5 comitês estatutários (Auditoria, Investimentos, Remuneração, Governança e Sustentabilidade) Remuneração da diretoria totalmente alinhada com a visão de longo prazo dos acionistas 30% de payout para dividendos (vs. mínimo de 25%) 40

41 SUSTENTABILIDADE 2008 Adoção dos princípios GRI para o relatório anual 2009 Companhia passa a fazer parte do índice de sustentabilidade da BM&FBovespa pela primeira vez SulAmérica Investimentos passa a integrar o PRI º GHG Inventário de Emissões 2012 SulAmérica passa a ser signatária do Pacto Global e membro do GRI OS 2013 SulAmérica é, pelo quinto ano consecutivo, a única seguradora a fazer parte do Índice de Sustentabilidade (ISE) Criação do Comitê de Sustentabilidade e da área de sustentabilidade corporativa Utilização de tinta à base de água no segmento de automóveis Cobrança online em saúde; certificada eletronicamente e sem utilização de papel Comitê de Sustentabilidade passa a reportar diretamente ao Conselho de Administração SulAmérica integra a UNEP-FI e é uma das companhias fundadoras do PSI 41

42 SASA SASA RATINGS SULAMÉRICA (Global/Longo Prazo) Investment grade AAA AA+ AA AA- A+ A A- BBB+ BBB BBB- Mai13 AAA AA+ AA AA- A+ A A- BBB+ BBB BBB- Mai12 Non-investment grade BB+ BB BB- B+ B B- Nov12/Fev14 Nov11/Mar14 Mai11 Mai08 Mar07 BB+ BB BB- B+ B B- Dez10 Jul09 Jul07 Mar07 CCC+ CCC CCC CC CCC- C CC RD / D C D 42

43 Relações com Investidores Versão: Agosto/

Mercado Segurador e Drivers de Crescimento

Mercado Segurador e Drivers de Crescimento APIMEC BH 2014 Mercado Segurador e Drivers de Crescimento BRASIL: PRINCIPAIS INDICADORES Crescimento da renda real, inflação sob controle e mobilidade social PIB PER CAPITA & DESEMPREGO (US$ milhares/ano)

Leia mais

Mercado Segurador e Drivers de Crescimento

Mercado Segurador e Drivers de Crescimento Apimec Fortaleza 2014 Mercado Segurador e Drivers de Crescimento BRASIL: PRINCIPAIS INDICADORES Crescimento da renda real, inflação sob controle e mobilidade social PIB PER CAPITA & DESEMPREGO INFLAÇÃO

Leia mais

Mercado Segurador e Drivers de Crescimento

Mercado Segurador e Drivers de Crescimento Apimec Porto Alegre 2014 Mercado Segurador e Drivers de Crescimento BRASIL: PRINCIPAIS INDICADORES Crescimento da renda real, inflação sob controle e mobilidade social PIB PER CAPITA & DESEMPREGO (US$

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional SulAmérica e a Indústria SULAMÉRICA - MODELO DE NEGÓCIOS Maior seguradora independente do Brasil Modelo multilinha One-stop shop e forte cross selling de produtos Subscrição

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional SulAmérica e a Indústria SULAMÉRICA UMA ABORDAGEM DIFERENCIADA Maior seguradora independente do Brasil, com forte reputação e um modelo de atuação multilinha: One Stop Shop,

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional SulAmérica e a Indústria SULAMÉRICA UMA ABORDAGEM DIFERENCIADA Maior seguradora independente do Brasil, com forte reputação e um modelo de atuação multilinha: One Stop Shop,

Leia mais

Reunião Pública Apimec - BH 2015

Reunião Pública Apimec - BH 2015 Reunião Pública Apimec - BH 2015 SulAmérica e a Indústria SULAMÉRICA - MODELO DE NEGÓCIOS Maior seguradora independente do Brasil Modelo multilinha One-stop shop e forte cross selling de produtos Subscrição

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional APIMEC 2011 Crescimento nos próximos 115 anos SULAMÉRICA HOJE Uma Empresa de Seguros Única Maior grupo segurador independente do Brasil não pertencente a um banco #1 Sólida reputação

Leia mais

Reunião Pública dos Analistas 4T11

Reunião Pública dos Analistas 4T11 Grjrr Reunião Pública dos Analistas 4T11 Porto Seguro Agenda Visão da Indústria de Seguros Cenário Atual Perspectivas Visão Geral da Porto Seguro Estrutura Linhas de Negócio Estratégia e Cultura Resultados

Leia mais

APIMEC Reunião com Analistas e Investidores. Rio de Janeiro, 13 de abril de 2010

APIMEC Reunião com Analistas e Investidores. Rio de Janeiro, 13 de abril de 2010 APIMEC Reunião com Analistas e Investidores Rio de Janeiro, 13 de abril de 2010 Perfil SulAmérica Maior grupo segurador independente do Brasil Sólida reputação e alto reconhecimento da marca Grupo segurador

Leia mais

APIMEC Reunião com Analistas e Investidores. Florianópolis, 23 de novembro de 2010

APIMEC Reunião com Analistas e Investidores. Florianópolis, 23 de novembro de 2010 APIMEC Reunião com Analistas e Investidores Florianópolis, 23 de novembro de 2010 PERFIL SULAMÉRICA Maior grupo segurador independente do Brasil Sólida reputação e alto reconhecimento da marca Grupo segurador

Leia mais

Reunião Pública dos Analistas 1T12

Reunião Pública dos Analistas 1T12 Reunião Pública dos Analistas Agenda Visão da Indústria de Seguros Cenário Atual Perspectivas Visão Geral da Estrutura Linhas de Negócio Estratégia e Cultura Resultados em 2011 Principais Realizações e

Leia mais

Conferência Telefônica dos Resultados do 4T11 e 2011. 01/03/2011 às 09:30h

Conferência Telefônica dos Resultados do 4T11 e 2011. 01/03/2011 às 09:30h Conferência Telefônica dos Resultados do 4T11 e 2011 01/03/2011 às 09:30h Agenda 4T11e 2011 Principais Realizações e Destaques em 2011 Receitas, Lucro Líquido e Retorno sobre Capital Desempenho dos principais

Leia mais

Resultados do 2T08 PSSA3

Resultados do 2T08 PSSA3 Resultados do PSSA3 Perspectivas Perspectivas para o para segundo 2008 semestre de 2008 A Aumento criação de de empregos 31,6% no formais número até de empregos junho foi o formais maior desde em relação

Leia mais

Porto Seguro S.A. Receitas Totais

Porto Seguro S.A. Receitas Totais Porto Seguro S.A. Porto Seguro S.A. Receitas Totais R$ m ilhões 2006 2005 Variação Receitas Totais 4.548,1 3.849,9 18,1% (R$ milhões) 4.548,1 3.849,9 2.384,6 2.758,5 3.232,4 2002 2003 2004 2005 2006 CAGR

Leia mais

Porto Seguro S.A. Conference Call 3T06

Porto Seguro S.A. Conference Call 3T06 Porto Seguro S.A Conference Call 3T06 1 Ranking Brasileiro de Seguros Terceira maior Companhia 19,9% 14,9% 8,4% 7,6% 6,9% 5,4% 3,7% Bradesco Sul América Porto Seguro Unibanco Itaú Mapfre Tokio Marine Obs:

Leia mais

Atualização Janeiro 2005

Atualização Janeiro 2005 Atualização Janeiro 2005 A Indústria Visão Geral da Indústria Prêmios Auferidos (R$) (1) 2.400.000.000 2.300.000.000 2.200.000.000 2.100.000.000 2.000.000.000 1.900.000.000 jan/04 fev/04 mar/04 abr/04

Leia mais

Apresentação Corporativa 2015

Apresentação Corporativa 2015 Apresentação Corporativa 2015 Agenda Visão Geral da Indústria de Seguros Evolução do Mercado Segurador Ambiente Competitivo Fatores Chave de Crescimento e Rentabilidade Quem Somos Nossos Negócios Estratégia

Leia mais

Uma Visão do Setor de Seguros no Brasil. Alexandre H. Leal Neto Superintendente de Regulação

Uma Visão do Setor de Seguros no Brasil. Alexandre H. Leal Neto Superintendente de Regulação Uma Visão do Setor de Seguros no Brasil Alexandre H. Leal Neto Superintendente de Regulação Pauta da apresentação 1º Estrutura do Setor 2º Representação Institucional do Setor 3º Arrecadação Visão por

Leia mais

TEMPO ASSIST Apresentação Institucional 1T12

TEMPO ASSIST Apresentação Institucional 1T12 TEMPO ASSIST Apresentação Institucional 1T12 0 Agenda 1. Introdução e Visão Geral 2. Saúde 3. Odonto 4. Assistência 5. Resultados Financeiros Consolidados 6. Perspectivas para 2012 1 Introdução e Visão

Leia mais

A representação institucional do mercado segurador

A representação institucional do mercado segurador A representação institucional do mercado segurador A Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização CNseg é a entidade de representação

Leia mais

Resultados do 4T08 e 2008 PSSA3

Resultados do 4T08 e 2008 PSSA3 Resultados do 4T08 e 2008 PSSA3 Questões Onde queremos chegar? Como vamos chegar? Onde estamos? Como estamos indo? 2 Mercado Segurador Brasileiro Expanção Geográfica: Oportunidade de Crescimento Queremos

Leia mais

SEMINÁRIO NOVA LEI GERAL DE SEGUROS

SEMINÁRIO NOVA LEI GERAL DE SEGUROS SEMINÁRIO NOVA LEI GERAL DE SEGUROS Marco Antonio Rossi Presidente da Fenaprevi Presidente da Bradesco Seguros Agenda Mercado Segurador Nacional Os direitos dos Segurados e Participantes Legislação O Brasil

Leia mais

Ao seu lado, onde você estiver, no que você precisar.

Ao seu lado, onde você estiver, no que você precisar. Ao seu lado, onde você estiver, no que você precisar. 0 0 Participação da Indústria no PIB - Internacional Prêmios/PIB em % (2004) 1 1 A Indústria de Seguros no Brasil Desde a implantação do Plano Real,

Leia mais

4T12 RESULTADO TRIMESTRAL. Crescimento Forte e Consistente em Prêmios. Melhoria nos Resultados. 27/FEV/13

4T12 RESULTADO TRIMESTRAL. Crescimento Forte e Consistente em Prêmios. Melhoria nos Resultados. 27/FEV/13 Crescimento Forte e Consistente em Prêmios. Melhoria nos Resultados. R$10,6 bilhões em prêmios de seguros no ano, crescimento de 12,5%, incluindo crescimento de 8,3% no 17,8% de crescimento em prêmios

Leia mais

Marco Antonio Rossi. A Economia Brasileira Atual com Foco na Área de Benefícios

Marco Antonio Rossi. A Economia Brasileira Atual com Foco na Área de Benefícios Marco Antonio Rossi A Economia Brasileira Atual com Foco na Área de Benefícios 1 Agenda 1. Linha do Tempo 2. Mercado Brasileiro 3. Cenários Indicadores de Desenvolvimento 4. Desafios e Oportunidades 5.

Leia mais

Apresentação Institucional 2014

Apresentação Institucional 2014 Apresentação Institucional 2014 Visão Geral Histórico 2013 IPO BB Seguridade Participação acionária no IRB Brasil RE 2012 1981 Início da operação de seguros do BB 1987 Criação da BB Corretora 1992 Criação

Leia mais

Divulgação de Resultados 2T08

Divulgação de Resultados 2T08 Divulgação de Resultados 2T08 Rio de Janeiro, 14 de agosto de 2008 A Sul América S.A. (Bovespa: SULA11) anuncia hoje os resultados do segundo trimestre de 2008 (2T08). As informações operacionais e financeiras

Leia mais

PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$110,9 MILHÕES OU R$0,48

PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$110,9 MILHÕES OU R$0,48 PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$110,9 MILHÕES OU R$0,48 POR AÇÃO ATÉ MAIO DE 2008. São Paulo, 02 de julho de 2008 Porto Seguro S.A. (BOVESPA: PSSA3), anuncia os resultados dos 5M08. As informações

Leia mais

Porto Seguro S.A. Conferência Telefônica de Resultados 2T2007 e 1S2007

Porto Seguro S.A. Conferência Telefônica de Resultados 2T2007 e 1S2007 Porto Seguro S.A. Conferência Telefônica de Resultados 2T2007 e 1S2007 Porto Seguro 1º Semestre de 2007 Avanço de 13,5% na Receita Total*; Aumento de 12,0% no total de Prêmios Auferidos*; Melhora de 1,9

Leia mais

Resultados do 3T08 PSSA3

Resultados do 3T08 PSSA3 Resultados do PSSA3 Porto Seguro Fundação Mudança de controle Líder Segmento Auto no Brasil Grupos Seguradores Funcionários diretos Sucursais e escritórios no Brasil Principais cidades 2 Estrutura Societária

Leia mais

Reunião Pública dos Analistas 3T11

Reunião Pública dos Analistas 3T11 Grjrr Reunião Pública dos Analistas 3T11 Porto Seguro História e Posição A empresa se desenvolveu e atingiu posição de liderança em Auto e Residência, e conta com forte estrutura operacional e de distribuição

Leia mais

Reunião Pública de Analistas 2T10

Reunião Pública de Analistas 2T10 Reunião Pública de Analistas 2T10 Porto Seguro Inicio das atividades Mudança de Controle Líder nacional em seguro de automóvel Maior seguradora do Brasil Posição Companhia `Principal Produto 1 Bradesco

Leia mais

TEMPO ASSIST Apresentação Institucional 2T12

TEMPO ASSIST Apresentação Institucional 2T12 TEMPO ASSIST Apresentação Institucional 2T12 0 Agenda 1. Introdução e Visão Geral 2. Saúde 3. Odonto 4. Assistência 5. Resultados Financeiros Consolidados 6. Perspectivas para 2012 1 Introdução e Visão

Leia mais

Índice. RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas

Índice. RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas CICLO APIMEC 2010 Índice RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas 3 RS no Brasil DADOS DEMOGRÁFICOS RS BRASIL População

Leia mais

Marco Antonio Rossi. Diretor Presidente do Grupo Bradesco Seguros e Previdência

Marco Antonio Rossi. Diretor Presidente do Grupo Bradesco Seguros e Previdência Marco Antonio Rossi Diretor Presidente do Grupo Bradesco Seguros e Previdência 1 Brasil Entre as Maiores Economias do Mundo Mercado Brasileiro de Seguros e Previdência O Mundo do Seguro e Previdência Desafios

Leia mais

Pessoas que cuidam de pessoas

Pessoas que cuidam de pessoas Pessoas que cuidam de pessoas Agenda Cenário Econômico Mundial Ranking PIB 2012 15,68 8,22 5,96 3,40 2,60 2,44 2,39 2,02 2,01 1,82 Estados Unidos China Japão Alemanha França Reino Brasil Rússia Itália

Leia mais

Marco Antonio Rossi Bradesco Seguros

Marco Antonio Rossi Bradesco Seguros Marco Antonio Rossi Bradesco Seguros MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO PANORAMA DO GRUPO SEGURADOR PERSPECTIVAS E EVOLUÇÃO FUTURA ESTRATÉGIA EM AÇÃO MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO

Leia mais

Release de Resultado Janeiro/08

Release de Resultado Janeiro/08 PORTO SEGURO anuncia lucro líquido de R$10,0 milhões ou R$0,13 por ação em janeiro de 2008 São Paulo, 17 de Março de 2008 Porto Seguro S.A. (BOVESPA: PSSA3), anuncia os resultados de janeiro de 2008. As

Leia mais

Clube Vida em Grupo CVG

Clube Vida em Grupo CVG Clube Vida em Grupo CVG Edward Lange Agosto, 2013 Agenda 1 2 3 4 Allianz SE Allianz Brasil Estratégia Vida e Saúde 1 Allianz SE Concorrentes Globais Prêmio Emitido Líquido EUR Bi Allianz 52,3 46,9 99,2

Leia mais

Marco Antonio Rossi. FenaPrevi e o Mercado de Seguros e Previdência

Marco Antonio Rossi. FenaPrevi e o Mercado de Seguros e Previdência Marco Antonio Rossi FenaPrevi e o Mercado de Seguros e Previdência 1 Agenda 1. Linha do Tempo 2. Mercado Brasileiro 3. Indicadores de Desenvolvimento 4. Cenários 5. O Agregado de Oportunidades 6. Seguros

Leia mais

Gabriel Portella Presidente

Gabriel Portella Presidente Gabriel Portella Presidente Mercado segurador e drivers de crescimento No Brasil, a Indústria de Seguros vem crescendo a 2 dígitos por ano, pelo menos 3 vezes mais que o crescimento do PIB Prêmios/Receitas

Leia mais

Reunião Pública de Analistas 1T11

Reunião Pública de Analistas 1T11 Reunião Pública de Analistas 1T11 Porto Seguro Inicio das atividades Mudança de Controle Líder nacional em seguro de automóvel Líder nacional em seguro de residência Empregados Diretos Porto S/A Sucursais

Leia mais

Conferência Telefônica de Resultados do 1T08. 12 de maio de 2008

Conferência Telefônica de Resultados do 1T08. 12 de maio de 2008 Conferência Telefônica de Resultados do 12 de maio de 2008 Perspectivas para 2008 Aumento de de 38,7% 31,6% no no número de de empregos formais em em relação ao a primeiro dezembro trimestre de 2006; de

Leia mais

Apresentação Institucional Junho 2013

Apresentação Institucional Junho 2013 Apresentação Institucional Junho 2013 BB Seguridade Maior Companhia de Seguros, Previdência e Capitalização da América Latina Rápido Crescimento com Alta Rentabilidade Maior Corretora de Seguros da América

Leia mais

2005 Corretora em Nova York. Diversificação do portfólio. 2007 Expansão em Investment Bank, Consignado e Cartões. Estrutura acionária 3

2005 Corretora em Nova York. Diversificação do portfólio. 2007 Expansão em Investment Bank, Consignado e Cartões. Estrutura acionária 3 VISÃO GERAL - 2T5 Histórico 99 Início das operações como banco múltiplo 2002 Agência em Nassau 2005 Corretora em Nova York 2009 Início da parceria estratégica com o Banco do Brasil 205 BV Promotora (Consignado

Leia mais

CENÁRIO POSITIVO PARA O MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO

CENÁRIO POSITIVO PARA O MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO CENÁRIO POSITIVO PARA O MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO Evolução do mercado de seguros brasileiro, passou de pouco mais de 1% de representação no PIB para 6% em 15 anos 2 CENÁRIO POSITIVO PARA O MERCADO SEGURADOR

Leia mais

Marco Antonio Rossi. Diretor Presidente do Grupo Bradesco Seguros e Vice Presidente do Banco Bradesco

Marco Antonio Rossi. Diretor Presidente do Grupo Bradesco Seguros e Vice Presidente do Banco Bradesco 1 Marco Antonio Rossi Diretor Presidente do Grupo Bradesco Seguros e Vice Presidente do Banco Bradesco 2 AGENDA AVANÇO DO MERCADO SEGURADOR NOSSO CRESCIMENTO PRESENTE E FUTURO 3 4 SEGUROS E RESSEGUROS:

Leia mais

Vencedoras - XI Prêmio Cobertura Francisco Galiza Outubro/2008

Vencedoras - XI Prêmio Cobertura Francisco Galiza Outubro/2008 Vencedoras - XI Prêmio Cobertura Francisco Galiza Outubro/2008 I) Critérios www.ratingdeseguros.com.br 1) Os dados usados serão os números de 2007 e do 1º Semestre de 2008. 2) Os prêmios serão dados nas

Leia mais

Porto Seguro S.A. Março 2007

Porto Seguro S.A. Março 2007 Porto Seguro S.A. Março 2007 Porto Seguro em Resumo Porto Seguro em Resumo Fundação Ranking de Grupos Líder Segmento Auto no Brasil R$ bilhões Prêmios Auferidos em 2006 Funcionários diretos Sucursais e

Leia mais

MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO PANORAMA DO GRUPO SEGURADOR ESTRATÉGIA EM AÇÃO

MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO PANORAMA DO GRUPO SEGURADOR ESTRATÉGIA EM AÇÃO 1 MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO 2 PANORAMA DO GRUPO SEGURADOR 3 4 PERSPECTIVAS E EVOLUÇÃO FUTURA ESTRATÉGIA EM AÇÃO 1 MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO Seguros Gerais 14 Milhões de Automóveis Segurados 7 Milhões

Leia mais

Clube Vida em Grupo São Paulo Mercado Brasileiro de Seguros: Tendências e Oportunidades

Clube Vida em Grupo São Paulo Mercado Brasileiro de Seguros: Tendências e Oportunidades Clube Vida em Grupo São Paulo Mercado Brasileiro de Seguros: Tendências e Oportunidades 13 de novembro, 2013 Gabriel Portella O mercado está em constante mudança... Desenvolvimento tecnológico Mudança

Leia mais

PROPOSTA DO IBMEC PROJETO ACESSO DAS EMPRESAS AO MERCADO DE CAPITAIS SÃO PAULO 29/06/2012

PROPOSTA DO IBMEC PROJETO ACESSO DAS EMPRESAS AO MERCADO DE CAPITAIS SÃO PAULO 29/06/2012 PROPOSTA DO IBMEC PROJETO ACESSO DAS EMPRESAS AO MERCADO DE CAPITAIS CEMEC SÃO PAULO 29/06/2012 C.A.ROCCA INDICE 1. Bases da proposta do IBMEC 2. Mercado de capitais brasileiro: regulação, funcionalidade

Leia mais

Seguros, Previdência e Capitalização

Seguros, Previdência e Capitalização Seguros, Previdência e Capitalização Análise das contas Patrimoniais e do Resultado Ajustado do Grupo Bradesco de Seguros, Previdência e Capitalização: Balanço Patrimonial Mar10 Dez09 Mar09 Ativo Circulante

Leia mais

Teleconferência Resultado 2T2013 13/08/2013

Teleconferência Resultado 2T2013 13/08/2013 Teleconferência Resultado 2T2013 13/08/2013 BB Seguridade S.A. Resultado do 2º Trimestre de 2013 Aviso Importante Esta apresentação faz referências e declarações sobre expectativas, sinergias planejadas,

Leia mais

Superintendência Executiva N/CO Manaus / AM - Agosto/2011

Superintendência Executiva N/CO Manaus / AM - Agosto/2011 Superintendência Executiva N/CO Manaus / AM - Agosto/2011 Agenda Análise de Mercado Estrutura do Mercado de Seguros Brasileiro Distribuição Geográfica Mercado Interno de Veículos e Frota Circulante Desafios

Leia mais

Marco Antonio Rossi. Diretor Presidente do Grupo Bradesco Seguros e Vice Presidente do Banco Bradesco

Marco Antonio Rossi. Diretor Presidente do Grupo Bradesco Seguros e Vice Presidente do Banco Bradesco Marco Antonio Rossi Diretor Presidente do Grupo Bradesco Seguros e Vice Presidente do Banco Bradesco 1 AGENDA AVANÇO DO MERCADO SEGURADOR NOSSO CRESCIMENTO PRESENTE E FUTURO 2 3 SEGUROS E RESSEGUROS: UM

Leia mais

Apresentação Institucional Março 2013

Apresentação Institucional Março 2013 Apresentação Institucional Março 2013 BB Seguridade Maior Companhia de Seguros, Previdência e Capitalização da América Latina Rápido Crescimento com Alta Rentabilidade Maior Corretora de Seguros da América

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - SUL AMERICA S/A Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - SUL AMERICA S/A Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Release de Resultado 3T08

Release de Resultado 3T08 PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$75,0 MILHÕES OU R$0,33 POR AÇÃO NO E R$211,6 MILHÕES OU R$0,92 POR AÇÃO NO 9M08. São Paulo, 7 de Novembro de 2008 Porto Seguro S.A. (BOVESPA: PSSA3), anuncia os

Leia mais

Workshop Seguros de Pessoas: Desafios e Oportunidades Sincor-MG - 10dez2012 Hélio Marcelino Loreno João Paulo Moreira de Mello

Workshop Seguros de Pessoas: Desafios e Oportunidades Sincor-MG - 10dez2012 Hélio Marcelino Loreno João Paulo Moreira de Mello Elaboração: Maurício Tadeu Barros Morais Workshop Seguros de Pessoas: Desafios e Oportunidades Sincor-MG - 10dez2012 Hélio Marcelino Loreno João Paulo Moreira de Mello Agenda 1. Mercado Brasileiro principais

Leia mais

do 4º Trimestre de 2009

do 4º Trimestre de 2009 Divulgação dos Resultados Divulgação dos Resultados do 4º Trimestre de 2009 Destaques Operacionais O ano de 2009 foi marcado por investimentos em sistemas (plataforma proprietária de planos odontológicos),

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2015 - SUL AMERICA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2015 - SUL AMERICA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Reformas dos sistemas nacionais de saúde: experiência brasileira 5º Congresso Internacional dos Hospitais

Reformas dos sistemas nacionais de saúde: experiência brasileira 5º Congresso Internacional dos Hospitais Reformas dos sistemas nacionais de saúde: experiência brasileira 5º Congresso Internacional dos Hospitais Carlos Figueiredo Diretor Executivo Agenda Anahp Brasil: contexto geral e econômico Brasil: contexto

Leia mais

Earnings Release. Relação com Investidores. Destaques do 2T11. Brasil Insurance Anuncia Resultados do 2T11

Earnings Release. Relação com Investidores. Destaques do 2T11. Brasil Insurance Anuncia Resultados do 2T11 Relação com Investidores Luis Eduardo Fischman Diretor de Relações com Investidores (55 21) 3433-5060 ri@brinsurance.com.br Teleconferência de Resultados 2T11 Terça-Feira, 16 de agosto de 2011 Português

Leia mais

Lucro Líquido de R$179,4 milhões ou R$2,33 por ação no 4T06 e R$460,2 milhões ou R$5,99 por ação em 2006.

Lucro Líquido de R$179,4 milhões ou R$2,33 por ação no 4T06 e R$460,2 milhões ou R$5,99 por ação em 2006. Lucro Líquido de R$179,4 milhões ou R$2,33 por ação no 4T06 e R$460,2 milhões ou R$5,99 por ação em 2006. São Paulo, 28 de fevereiro de 2007 - A Porto Seguro S.A. (Bovespa: PSSA3) anuncia seu resultado

Leia mais

Panorama e Perspectivas 2011/2012. Mercado de Seguros, Previdência Complementar Aberta e Capitalização

Panorama e Perspectivas 2011/2012. Mercado de Seguros, Previdência Complementar Aberta e Capitalização Panorama e Perspectivas / Mercado de Seguros, Previdência Complementar Aberta e Capitalização 1. Sumário Executivo... 2 2. Seguradoras do grupo de seguros gerais... 2 2.1 Ramos do grupo de seguros gerais...

Leia mais

CEO Conference Março 2009

CEO Conference Março 2009 CEO Conference Março 2009 Informações e Projeções Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar variações materiais

Leia mais

IVANI BENAZZI DE ANDRADE. Gerente Departamental de Relações com o Mercado

IVANI BENAZZI DE ANDRADE. Gerente Departamental de Relações com o Mercado Apimec Bradesco IVANI BENAZZI DE ANDRADE Gerente Departamental de Relações com o Mercado Estratégia de Sustentabilidade Para um maior alinhamento com o mercado e para facilitar a compreensão do tema, as

Leia mais

23/02/2010. Tarcísio José Massote de Godoy

23/02/2010. Tarcísio José Massote de Godoy 23/02/2010 Tarcísio José Massote de Godoy Agenda Grupo Segurador Brasil e Mercado Segurador Mundial Mercado de Seguros na América Latina Mercado de Seguros, Previdência e Capitalização Seguros e Previdência

Leia mais

2ª Conferência de Investimentos Alternativos: FIDC, FII E FIP

2ª Conferência de Investimentos Alternativos: FIDC, FII E FIP 2ª Conferência de Investimentos Alternativos: FIDC, FII E FIP São Paulo, 21 de Agosto de 2013 Hotel Caesar Park Patrocínio SPX Capital Agosto 2013 Perspectivas Macroeconômicas Inflação acumulada em 12

Leia mais

Associação Itaú Unibanco Holding S.A. e Porto Seguro S.A.

Associação Itaú Unibanco Holding S.A. e Porto Seguro S.A. Associação Itaú Unibanco Holding S.A. e Porto Seguro S.A. www.itauunibancori.com.br www.portoseguro.com.br/ri As Companhias A Porto Seguro S.A. continuará listada no Novo Mercado da BM&Fbovespa (PSSA3);

Leia mais

Panorama da empresa. Estratégia de negócio. Performance e Portfólio de produtos

Panorama da empresa. Estratégia de negócio. Performance e Portfólio de produtos 2014 Panorama da empresa Estratégia de negócio Performance e Portfólio de produtos Panorama da empresa Panorama da empresa Nossa História Criada em 1992 para atuar nos ramos de vida e acidentes pessoais,

Leia mais

1T11. Principais. Destaques. Qualidade da Carteira de Crédito 4T09 3T09 4T08. 4T09 x 4T08

1T11. Principais. Destaques. Qualidade da Carteira de Crédito 4T09 3T09 4T08. 4T09 x 4T08 1T11 Disclaimer Todas as informações financeiras aqui apresentadas são consolidadas, abrangendo as demonstrações financeiras do Banco, suas controladas, a JMalucelli Seguradora, a JMalucelli Seguradora

Leia mais

Apresentação dos Resultados do 2T09 e 1S09

Apresentação dos Resultados do 2T09 e 1S09 Apresentação dos Resultados do 2T09 e 1S09 Comentários 2T09 Evolução dos prêmios auferidos no 2T09 em relação ao 2T08; Evolução da frota segurada; Sinistralidade das carteiras de automóvel na Azul Seguros

Leia mais

RBC BRASIL DTVM LTDA. Confiança que faz a diferença

RBC BRASIL DTVM LTDA. Confiança que faz a diferença RBC BRASIL DTVM LTDA Confiança que faz a diferença Sobre o RBC Brasil O RBC Brasil (RBC Brasil DTVM Ltda) é uma subsidiária integral do Royal Bank of Canada, cuja história de atuação em nosso país remonta

Leia mais

A Retomada dos Investimentos e o Mercado de Capitais Instituto IBMEC 18.08.2015

A Retomada dos Investimentos e o Mercado de Capitais Instituto IBMEC 18.08.2015 A Retomada dos Investimentos e o Mercado de Capitais Instituto IBMEC 18.08.2015 A RETOMADA DOS INVESTIMENTOS E O MERCADO DE CAPITAIS Sumário I. O MERCADO DE TÍTULOS DE DÍVIDA PRIVADA NO BRASIL II. A AGENDA

Leia mais

Tempo Assist. Dezembro de 2010

Tempo Assist. Dezembro de 2010 Tempo Assist Dezembro de 2010 Agenda A Tempo Mercados e ambiente competitivo Projeto eficiência Desafios para os próximos 12 meses 1 Histórico: Tempo é resultado da combinação de 15 companhias em 10 anos

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T11

Divulgação de Resultados 3T11 Divulgação de Resultados 3T11 15 de Novembro de 2011 Palestrantes Luis Eduardo Fischman Diretor Financeiro e de RI José Ricardo Brun Fausto Diretor Operacional 2 Disclaimer Esta apresentação não constitui

Leia mais

Juiz de Fora, 02 de abril de 2009

Juiz de Fora, 02 de abril de 2009 Juiz de Fora, 02 de abril de 2009 1 2 3 4 5 6 7 Cenário Econômico Principais Destaques Estrutura Foco no Acionista Desempenho Perspectivas Sustentabilidade PIB Brasileiro % 5,4 7,8 7,5 Média dos 20 anos

Leia mais

Resultados 3T11. Teleconferência de Resultados 18 de Novembro de 2011

Resultados 3T11. Teleconferência de Resultados 18 de Novembro de 2011 Resultados 3T11 Teleconferência de Resultados 18 de Novembro de 2011 Agenda Perfil Coelce e Conquistas 1 Mercado de Energia 2 Resultados Operacionais 3 Resultados Econômico-Financeiros 4 Perguntas e Respostas

Leia mais

O apoio do BNDES à Inovação por meio do Capital de Risco

O apoio do BNDES à Inovação por meio do Capital de Risco O apoio do BNDES à Inovação por meio do Capital de Risco CNI-MEI São Paulo, 19 de outubro de 2015 Agenda Atuação da BNDESPAR em Capital de Risco Participações diretas Participações por meio de Fundos de

Leia mais

Luiz Carlos Angelotti. Diretor Executivo Gerente e Diretor de Relações com Investidores

Luiz Carlos Angelotti. Diretor Executivo Gerente e Diretor de Relações com Investidores 59 Luiz Carlos Angelotti Diretor Executivo Gerente e Diretor de Relações com Investidores Estratégia de Atuação 60 60 Balanço Patrimonial Tecnologia vs Eficiência operacional Basileia Desempenho Financeiro

Leia mais

Conference Call. Maio 2008

Conference Call. Maio 2008 Conference Call Maio 2008 Cenário macro O Brasil é Investment Grade: E agora? Taxa de câmbio/ taxa de juros Atração de capital de longo prazo Potencial impacto positivo no PIB Disponibilidade de crédito:

Leia mais

SINCOR-SP 2015 JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

Release de Resultados do 1T10

Release de Resultados do 1T10 Release de Resultados do 1T10 Fale com R.I Relações com Investidores Tel: (11) 3366-5323 / 3366-5378 www.portoseguro.com.br, gri@portoseguro.com.br Porto Seguro S.A. Alameda Ribeiro da Silva, 275 1º andar

Leia mais

Apresentação de Resultados 4T11. 1º de Março de 2012

Apresentação de Resultados 4T11. 1º de Março de 2012 Apresentação de Resultados 4T11 1º de Março de 2012 Contax Visão Geral GRUPO CONTAX Operação em 4 países: Brasil, Colômbia, Argentina e Peru Líder na América Latina em serviços de relacionamento com consumidores

Leia mais

Apresentação da Companhia. Setembro de 2010

Apresentação da Companhia. Setembro de 2010 Apresentação da Companhia Setembro de 2010 Comprovada capacidade de execução Visão geral da Inpar Empreendimentos por segmento (1) Modelo de negócios integrado (incorporação, construção e venda) Comercial

Leia mais

ABDIB Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de base

ABDIB Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de base ABDIB Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de base Cenário Econômico Internacional & Brasil Prof. Dr. Antonio Corrêa de Lacerda antonio.lacerda@siemens.com São Paulo, 14 de março de 2007

Leia mais

A Importância dos Fundos de Investimento no Financiamento do Governo

A Importância dos Fundos de Investimento no Financiamento do Governo A Importância dos Fundos de Investimento no Financiamento do Governo A importância dos Fundos de Investimento no Financiamento do Governo Prof. William Eid Junior Professor Titular Coordenador do GV CEF

Leia mais

Os fundos referenciados identificam em seu nome o indicador de desempenho que sua carteira tem por objetivo acompanhar.

Os fundos referenciados identificam em seu nome o indicador de desempenho que sua carteira tem por objetivo acompanhar. FUNDO REFERENCIADO DI Os fundos referenciados identificam em seu nome o indicador de desempenho que sua carteira tem por objetivo acompanhar. Para tal, investem no mínimo 80% em títulos públicos federais

Leia mais

Locamerica 20 anos. Você espera o melhor. A gente faz. Dezembro / 2013

Locamerica 20 anos. Você espera o melhor. A gente faz. Dezembro / 2013 Locamerica 20 anos Você espera o melhor. A gente faz. Dezembro / 2013 SEÇÃO 1 Visão Geral da Companhia História de Empreendedorismo e Crescimento Uma história de sucesso, crescimento e rentabilidade 2012

Leia mais

Proposta do Ibmec estratégia nacional de acesso ao mercado de capitais

Proposta do Ibmec estratégia nacional de acesso ao mercado de capitais ESTUDOS E PESQUISAS Nº 417 Proposta do Ibmec estratégia nacional de acesso ao mercado de capitais Carlos A. Rocca * XXIV Fórum Nacional Rumo ao Brasil Desenvolvido (Em Duas Décadas): Estratégia de Desenvolvimento

Leia mais

BANCO DO BRASIL 1º Trimestre 2012

BANCO DO BRASIL 1º Trimestre 2012 BANCO DO BRASIL 1º Trimestre 2012 Aviso Importante Esta apresentação faz referências e declarações sobre expectativas, sinergias planejadas, estimativas de crescimento, projeções de resultados e estratégias

Leia mais

Setor de Saúde no Brasil

Setor de Saúde no Brasil Setor de Saúde no Brasil PANORAMA DO MERCADO BRASILEIRO DE SAÚDE Forte desejo por saúde privada, em todos os segmentos de consumidores Razões pelas quais as pessoas gostariam de ter um plano privado (%

Leia mais

A economia brasileira e oportunidades de investimento

A economia brasileira e oportunidades de investimento A economia brasileira e oportunidades de investimento Guido Mantega Ministro da Fazenda Aumento do investimento como prioridade do governo Formação Bruta de Capital Fixo, em % PIB *Acumulado até o 3º trimestre

Leia mais

EMPRESAS BRADESCO SEGUROS, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO

EMPRESAS BRADESCO SEGUROS, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO L2 0 0 6 R E L AT Ó R I O A N U A EMPRESAS BRADESCO SEGUROS, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO Prêmio de Seguros Participação no Mercado (em %) Mercado 74,2% Fonte: Susep e ANS Base: Nov/2006 Bradesco 25,8%

Leia mais

O País que Queremos Ser Os fatores de competitividade e o Plano Brasil Maior

O País que Queremos Ser Os fatores de competitividade e o Plano Brasil Maior O País que Queremos Ser Os fatores de competitividade e o Plano Brasil Maior Alessandro Golombiewski Teixeira Secretário-Executivo São Paulo, agosto de 2012 Introdução 1 Contexto Econômico Internacional;

Leia mais

8º Santander Healthcare Trip

8º Santander Healthcare Trip 8º Santander Healthcare Trip Destaques Beneficiários (Mil) Presença nacional 3.963 4.167 Operadora líder do mercado brasileiro de saúde 3.426 4.530 suplementar com 11,6% de Market Share 46,9% de Market

Leia mais

A LOCAMERICA SEMINOVOS

A LOCAMERICA SEMINOVOS A LOCAMERICA A Locamerica é uma companhia especializada em locação de frotas customizadas para empresas. Desde 13 no mercado, a locadora ocupa o segundo lugar no ranking das maiores do setor em número

Leia mais