The Role of Business Aviation in the Infrastructure Development of Brazil: A Vision for the Future

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "The Role of Business Aviation in the Infrastructure Development of Brazil: A Vision for the Future"

Transcrição

1 The Role of Business Aviation in the Infrastructure Development of Brazil: A Vision for the Future

2 Brasil O Brasil representa 5% do mercado mundial de aviação executiva e representando a 2ª maior frota do mundo. Com grande extensão territorial ( Km²) e cerca de munícipios, apenas 124 são atendidos pela aviação comercial.

3 Frota Brasileira Atualmente a frota Brasileira da Aviação Geral é composta por aeronaves. Crescimento da Frota Brasileira ANAC; Anuário Brasileiro de Aviação Geral Nos últimos 5 anos foi registrado um crescimento de 14%.

4 Anuário Brasileiro de Aviação Geral A primeira edição do Anuário Brasileiro de Aviação Geral chega para contextualizar a conectividade da frota brasileira na extensão do país trazendo dados sobre: Perfil da frota brasileira Infraestrutura aeroportuária: Principais aeroportos Infraestrutura aérea: Principais movimentos da Aviação Geral Mercado: principais fornecedores de bens e serviços do setor.

5 Anuário Brasileiro da Aviação Geral Dados analisados e reunidos para compor o Anuário: Estudos 39 Aeroportos em 20 Estados Cerca de conexões voos entre pousos e decolagens Aeronaves 113 marcas e fabricantes no mundo Diretório Mais de empresas no banco de dados Distribuídas em 71 categorias de bens e serviços.

6 Perfil da Frota Brasileira Idade da Frota de Aviação Geral no Brasil em 2010 O perfil da frota de até 5 anos revela o forte aumento da participação dos helicópteros e jatos. Nesse período 2 novos jatos e 5,4 helicópteros foram adicionados à frota por mês.

7 Infraestrutura Aeroportuária e Infraestrutura Aérea Característica da movimentação da Aviação Geral nos 20 principais aeroportos do Brasil Aeroporto Cidade/UF Movimentação (voos) Número de Aeródromos conectados SBMT AEROPORTO CAMPO DE MARTE São Paulo/SP SBJR AEROPORTO DE JACAREPAGUÁ Rio de Janeiro/RJ SBBI AEROPORTO DE BACACHERI Curitiba/PR SBBH AEROPORTO DA PAMPULHA Belo Horizonte/MG SBSP AEROPORTO DE CONGONHAS São Paulo/SP SBGO AEROPORTO SANTA GENOVEVA Goiânia/GO SBRJ AEROPORTO SANTOS-DUMONT Rio de Janeiro/RJ SBSV AEROPORTO DEPUTADO LUÍS EDUARDO MAGALHÃES Salvador/BA SBBR AEROPORTO PRESIDENTE JUSCELINO KUBITSCHEK Brasília/DF SBRP AEROPORTO LEITE LOPES Ribeirão Preto/SP SBVT AEROPORTO EURICO DE AGUIAR SALLES Vitória/ES SBGR AEROPORTO DE GUARULHOS Guarulhos/SP SBFZ AEROPORTO PINTO MARTINS Fortaleza/CE SBME AEROPORTO DE MACAÉ Macaé/RJ SBPA AEROPORTO SALGADO FILHO Porto Alegre/RS SBLO AEROPORTO GOVERNADOR JOSÉ RICHA Londrina/PR SBUL AEROPORTO TEN. CEL. AV. CÉSAR BOMBONATO Uberlândia/MG SBEG AEROPORTO EDUARDO GOMES Manaus/AM SBRF AEROPORTO GUARARAPES Recipe/PE SBSJ AEROPORTO DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS São José dos Campos/SP Em 2010 a Aviação Geral conectou 39 aeroportos brasileiros com cerca de 3,5 mil aeródromos no mundo, gerando um volume de pousos e decolagens de 834 mil voos.

8 Conectividade municípios Cerca de aeródromos 726 aeroportos pavimentados 124 servidos por linhas regulares de passageiros 32 internacionais 7 com pista acima de 3 km

9 Uma visão de Futuro O Anuário pretende ser um elemento de conectividade, uma obra de consulta para: Governo Brasileiro - referência para elaboração de políticas públicas; Órgãos reguladores da aviação - ferramenta de apoio ao planejamento e tomada de decisão nos aspectos regulatórios, de navegação aérea e de infraestrutura aeroportuária; Associados da ABAG e empresas do setor - elemento de consulta para governança, fonte de informação e pesquisa; Demais empresas e interessados - instrumento de inteligência de mercado e fonte para análises. Inteligência Fundamentada

10 Recomendações Universalização do transporte aéreo a todos os municípios e cidadãos brasileiros através da presença da Aviação Geral como vetor de desenvolvimento, integrador do território nacional. Universalização do investimento direto, promotor de renda e emprego. Segurança de Voo da Aviação Geral Manter públicos os serviços de Táxi Aéreos, auditados pela ANAC Disponibilidade de Recursos Humanos qualificados Capacidade Aeroportuária e Acesso Aumentar infraestrutura dedicada Consolidar onde já existe Expandir onde se justifica (SP, RJ, BSB, BH) Criação de políticas públicas inclusivas para Aviação Geral explicitando em Lei (CBA) a definição de Aviação Geral.

Movimento Aeroportuário Ribeirão Preto/SP Prof. Dr. Sergio Naruhiko Sakurai Jenifer Barbosa

Movimento Aeroportuário Ribeirão Preto/SP Prof. Dr. Sergio Naruhiko Sakurai Jenifer Barbosa Esta edição especial do boletim CEPER-FUNDACE tem como objetivo apresentar um panorama da movimentação aeroportuária de nosso país, pois este indicador representa, ainda que indiretamente, o nível geral

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL. REGULAMENTO Prêmio AEROPORTOS + BRASIL - 2015 CAPÍTULO I DO PRÊMIO

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL. REGULAMENTO Prêmio AEROPORTOS + BRASIL - 2015 CAPÍTULO I DO PRÊMIO PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL REGULAMENTO Prêmio AEROPORTOS + BRASIL - 2015 CAPÍTULO I DO PRÊMIO Art. 1 o O Prêmio AEROPORTOS + BRASIL - 2015 é uma iniciativa da Secretaria de Aviação

Leia mais

SINDICATO NACIONAL DAS EMPRESAS. Ordem decrescente. Taxa de crescimento. acumulado. Aeroportos (Cód. ICAO) 2º Trimestre.

SINDICATO NACIONAL DAS EMPRESAS. Ordem decrescente. Taxa de crescimento. acumulado. Aeroportos (Cód. ICAO) 2º Trimestre. Contato: Cmte Ronaldo Jenkins Diretor Técnico Office: Fone: (55 21)3578 1171 Fax: (55 21) 22201194 Rua Marechal Câmara, 160, sala 1734 Ed. Le Bourget Centro 20.020-080 RJ Brasil www.snea.com.br SINDICATO

Leia mais

5º Painel: Marcos regulatórios e Infra-Estrutura Aeroviária

5º Painel: Marcos regulatórios e Infra-Estrutura Aeroviária I Simpósio Infra-Estrutura e Logística no Brasil: DESAFIOS PARA UM PAÍS EMERGENTE 5º Painel: Marcos regulatórios e Infra-Estrutura Aeroviária Novembro 2008 Constituição Federal Aeródromos Públicos - Responsabilidades

Leia mais

Transporte aéreo no Brasil: evolução da oferta, da demanda e do preço

Transporte aéreo no Brasil: evolução da oferta, da demanda e do preço Transporte aéreo no Brasil: evolução da oferta, da demanda e do preço 26ª Reunião Conjunta Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle Comissão de Serviços de Infraestrutura

Leia mais

RELATÓRIO DE DESEMPENHO OPERACIONAL DOS AEROPORTOS. 3 TRIMESTRE 2015 Julho - Setembro

RELATÓRIO DE DESEMPENHO OPERACIONAL DOS AEROPORTOS. 3 TRIMESTRE 2015 Julho - Setembro 1. 2015 RELATÓRIO DE DESEMPENHO OPERACIONAL DOS AEROPORTOS 3 TRIMESTRE 2015 Julho - Setembro ENTIDADES ENVOLVIDAS NA EXECUÇÃO DA PESQUISA COORDENAÇÃO DA PESQUISA INTEGRANTES DO COMITÊ DE DESEMPENHO OPERACIONAL

Leia mais

Email: dnor1@decea.gov.br AFS: SBRJYGYO TEL.: (21) 2101-6761 ASSINATURA.: (21) 2117-7294

Email: dnor1@decea.gov.br AFS: SBRJYGYO TEL.: (21) 2101-6761 ASSINATURA.: (21) 2117-7294 BRASIL AIC DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO N SUBDEPARTAMENTO DE OPERAÇÕES 08/14 DIVISÃO DE COORDENAÇÃO E CONTROLE AV. GENERAL JUSTO, 160-2 ANDAR 20021-130 RIO DE JANEIRO-RJ 01 MAIO 2014 Email:

Leia mais

RELATÓRIO DE DESEMPENHO OPERACIONAL DOS AEROPORTOS. 4 TRIMESTRE 2014 Outubro - Dezembro

RELATÓRIO DE DESEMPENHO OPERACIONAL DOS AEROPORTOS. 4 TRIMESTRE 2014 Outubro - Dezembro 1. 2014 RELATÓRIO DE DESEMPENHO OPERACIONAL DOS AEROPORTOS 4 TRIMESTRE 2014 Outubro - Dezembro ENTIDADES ENVOLVIDAS NA EXECUÇÃO DA PESQUISA COORDENAÇÃO DA PESQUISA INTEGRANTES DO COMITÊ DE DESEMPENHO OPERACIONAL

Leia mais

INVESTIMENTOS PRIVADOS EM AEROPORTOS 1 / 53

INVESTIMENTOS PRIVADOS EM AEROPORTOS 1 / 53 INVESTIMENTOS PRIVADOS EM AEROPORTOS 1 / 53 INVESTIMENTOS PRIVADOS EM AEROPORTOS Sumário 1 - Panorama Mundial da Aviação Civil 2- Situação Atual dos Aeroportos Brasileiros 3 - O Futuros dos Aeroportos

Leia mais

Aeroportos Copa do Mundo 2014. 14 Dezembro 2009

Aeroportos Copa do Mundo 2014. 14 Dezembro 2009 Aeroportos Copa do Mundo 2014 14 Dezembro 2009 Belo Horizonte e Confins - MG 1. Aeroporto Internacional Tancredo Neves Confins 2. Aeroporto de Belo Horizonte/ Pampulha Carlos Drummond de Andrade Brasília

Leia mais

SENADO FEDERAL Comissão de Infraestrutura Subcomissão Temporária sobre Aviação Civil

SENADO FEDERAL Comissão de Infraestrutura Subcomissão Temporária sobre Aviação Civil SENADO FEDERAL Comissão de Infraestrutura Subcomissão Temporária sobre Aviação Civil Rio de Janeiro, 08/05/2012 Diretor Presidente José Márcio Monsão Mollo presidência@snea.com.br SNEA FROTA (ASSOCIADAS)

Leia mais

RELATÓRIO GERAL DOS INDICADORES DE DESEMPENHO OPERACIONAL EM AEROPORTOS JULHO-SETEMBRO

RELATÓRIO GERAL DOS INDICADORES DE DESEMPENHO OPERACIONAL EM AEROPORTOS JULHO-SETEMBRO 2013 RELATÓRIO GERAL DOS INDICADORES DE DESEMPENHO OPERACIONAL EM AEROPORTOS JULHO-SETEMBRO ENTIDADES ENVOLVIDAS NA EXECUÇÃO DA PESQUISA COORDENAÇÃO DA PESQUISA INTEGRANTES DO COMITÊ DE DESEMPENHO OPERACIONAL

Leia mais

Plano de Investimentos para os Eventos Internacionais Esportivos no Brasil

Plano de Investimentos para os Eventos Internacionais Esportivos no Brasil 40ª RAPv Reunião Anual de Pavimentação Plano de Investimentos para os Eventos Internacionais Esportivos no Brasil INFRAERO Superintendência de Obras Ricardo Ferreira ricardof@infraero.gov.br 26 Outubro

Leia mais

O DESAFIO DA INFRA-ESTRUTURA AEROPORTUÁRIA PARA A COPA DO MUNDO DE 2014

O DESAFIO DA INFRA-ESTRUTURA AEROPORTUÁRIA PARA A COPA DO MUNDO DE 2014 Anais do 15 O Encontro de Iniciação Científica e Pós-Graduação do ITA XV ENCITA / 2009 Instituto Tecnológico de Aeronáutica São José dos Campos SP Brasil Outubro 19 a 22 2009. O DESAFIO DA INFRA-ESTRUTURA

Leia mais

Sistema Aeroportoviário no Brasil

Sistema Aeroportoviário no Brasil Sistema Aeroportoviário no Brasil FERNANDA MINUZZI LUCIANO DOMINGUES RÉGIS GOMES FLORES VINÍCIOS Transportes Introdução O transporte aéreo no Brasil vem acompanhando o desenvolvimento do País.Hoje, o transporte

Leia mais

MÍDIA KIT 2013. Exploração publicitária, Ações Promocionais e locação de espaços para eventos em AEROPORTOS MÍDIA AEROPORTUÁRIA

MÍDIA KIT 2013. Exploração publicitária, Ações Promocionais e locação de espaços para eventos em AEROPORTOS MÍDIA AEROPORTUÁRIA MÍDIA KIT 2013 Exploração publicitária, Ações Promocionais e locação de espaços para eventos em AEROPORTOS Com o crescente número de passageiros, a Mídia Aeroportuária passou a ser um dos veículos de comunicação

Leia mais

BRASIL DEPARTAMENTO DO CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO SUBDEPARTAMENTO DE OPERAÇÕES AV. GENERAL JUSTO, 160 2º Andar

BRASIL DEPARTAMENTO DO CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO SUBDEPARTAMENTO DE OPERAÇÕES AV. GENERAL JUSTO, 160 2º Andar BRASIL DEPARTAMENTO DO CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO SUBDEPARTAMENTO DE OPERAÇÕES AV. GENERAL JUSTO, 160 2º Andar AIC N 27/13 20021-130 RIO DE JANEIRO RJ 12 DEZ 2013 http://ais.decea.gov.br/ dpln1@decea.gov.br

Leia mais

Infraestrutura Aeroportuária Copa do Mundo 2014

Infraestrutura Aeroportuária Copa do Mundo 2014 VI Seminário ALACPA de Pavimentos Aeroportuários e IV FAA Workshop Infraestrutura Aeroportuária Copa do Mundo 2014 28 Outubro 2009 Arq. Jonas M. Lopes INFRAERO Aeroportos - Copa do Mundo 2014 Belo Horizonte

Leia mais

Press Kit Manual de planejamento Copa do Mundo 2014 Press Kit 1 Governo muda operação de aeroportos na Copa BRASÍLIA, 15 DE ABRIL DE 2014 A partir do dia 6 de junho, os aeroportos que atendem às cidades-sede

Leia mais

GERENCIAR PARA QUE TODOS POSSAM VOAR.

GERENCIAR PARA QUE TODOS POSSAM VOAR. GERENCIAR PARA QUE TODOS POSSAM VOAR. COPA DO MUNDO FIFA 2014 PLANEJAMENTO MELHORIA DA CAPACIDADE ATM Processo de Decisão Colaborativa (CDM) Coordenação Independente... para o processo de Decisão Colaborativa

Leia mais

Copa do Mundo 2014 Agosto de 2014

Copa do Mundo 2014 Agosto de 2014 Copa do Mundo 2014 Agosto de 2014 Aviação Comercial e GA/BA - 16 aeroportos de cidade sede + 8 de até 200Km terrestre; Exclusivo GA/BA 13 Bases Militares e 5 Aeroportos; Monitorados 53 Aeroportos; Coordenação

Leia mais

Considerando o art. 47 do Programa de Segurança Operacional Específico da ANAC (PSOE-

Considerando o art. 47 do Programa de Segurança Operacional Específico da ANAC (PSOE- PORTARIA ANAC N o 280/SIA, DE 30 DE JANEIRO DE 2013. Cria projeto piloto para monitoramento de Indicadores de Desempenho da Segurança Operacional em aeródromos. O SUPERINTENDENTE DE INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA

Leia mais

Índice de Acessibilidade Aérea. Aplicação de modelo no Aeroporto Santos Dumont DEIVISON DA SILVEIRA PEREIRA

Índice de Acessibilidade Aérea. Aplicação de modelo no Aeroporto Santos Dumont DEIVISON DA SILVEIRA PEREIRA Índice de Acessibilidade Aérea Aplicação de modelo no Aeroporto Santos Dumont DEIVISON DA SILVEIRA PEREIRA PRISCILLA NAVARRO DE ANDRADE KAUFFMANN PRESTA JOAO CARLOS CORREIA BAPTISTA SOARES DE MELLO UNIVERSIDADE

Leia mais

Press Kit Manual de planejamento Copa do Mundo 2014 Press Kit 1 Governo muda operação de aeroportos na Copa BRASÍLIA, 15 DE ABRIL DE 2014 A partir do dia 6 de junho, os aeroportos que atendem às cidades-sede

Leia mais

3 Panorama do Sistema Aeroportuário Brasileiro

3 Panorama do Sistema Aeroportuário Brasileiro 45 3 Panorama do Sistema Aeroportuário Brasileiro As novas tecnologias transformaram o modo de viver das pessoas e também, conseqüentemente, os novos espaços físicos. Os meios de transporte, no último

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE TRANSPORTES. Visão Estratégica do Governo do Estado sobre o uso dos Aeroportos do Galeão e Santos Dumont

SECRETARIA DE ESTADO DE TRANSPORTES. Visão Estratégica do Governo do Estado sobre o uso dos Aeroportos do Galeão e Santos Dumont Visão Estratégica do Governo do Estado sobre o uso dos Aeroportos do Galeão e Santos Dumont Delmo Pinho - março, 2009 Cenário Atual da Aviação Mundial 1.167 aeronaves imobilizadas; Número total de jatos

Leia mais

RELATÓRIO GERAL INDICADORES DE DESEMPENHO OPERACIONAL EM AEROPORTOS 1º TRIMESTRE DE 2013

RELATÓRIO GERAL INDICADORES DE DESEMPENHO OPERACIONAL EM AEROPORTOS 1º TRIMESTRE DE 2013 RELATÓRIO GERAL INDICADORES DE DESEMPENHO OPERACIONAL EM AEROPORTOS 1º TRIMESTRE DE 2013 ENTIDADES ENVOLVIDAS NA EXECUÇÃO DA PESQUISA COORDENAÇÃO DA PESQUISA INTEGRANTES DO COMITÊ DE DESEMPENHO OPERACIONAL

Leia mais

Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República. 10 de novembro de 2011

Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República. 10 de novembro de 2011 Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República 10 de novembro de 2011 Secretaria de Aviação Civil INFRAERO ANAC Ministério da Defesa DECEA PANORAMA Passageiros- quilômetros transportados no Brasil,

Leia mais

Email: dnor1@decea.gov.br AFS: SBRJYGYO TEL.: (21) 2101-6761 ASSINATURA.: (21) 2117-7294

Email: dnor1@decea.gov.br AFS: SBRJYGYO TEL.: (21) 2101-6761 ASSINATURA.: (21) 2117-7294 BRASIL AIC DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO N SUBDEPARTAMENTO DE OPERAÇÕES 12/14 DIVISÃO DE COORDENAÇÃO E CONTROLE AV. GENERAL JUSTO, 160-2 ANDAR 20021-130 RIO DE JANEIRO-RJ 01 MAIO 2014 Email:

Leia mais

Apresentação...3 Definições...4 Descrição dos resultados...5 Consolida do INFRAERO...6. Movimento nas Regionais...17

Apresentação...3 Definições...4 Descrição dos resultados...5 Consolida do INFRAERO...6. Movimento nas Regionais...17 Sumário Apresentação...3 Definições...4 Descrição dos resultados...5 Consolida do INFRAERO...6 INFRAERO...7 Companhias Aéreas...8 Ranking por Movimento de Aeroves...9 Ranking por Movimento de Passageiros...11

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL. REGULAMENTO Prêmio AEROPORTOS + BRASIL CAPÍTULO I DO PRÊMIO

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL. REGULAMENTO Prêmio AEROPORTOS + BRASIL CAPÍTULO I DO PRÊMIO PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL REGULAMENTO Prêmio AEROPORTOS + BRASIL - 2016 CAPÍTULO I DO PRÊMIO Art. 1 o O Prêmio AEROPORTOS + BRASIL - 2016 é uma iniciativa da Secretaria de Aviação

Leia mais

RELATÓRIO DE DESEMPENHO OPERACIONAL DOS AEROPORTOS. 2 TRIMESTRE 2014 Abril - Junho

RELATÓRIO DE DESEMPENHO OPERACIONAL DOS AEROPORTOS. 2 TRIMESTRE 2014 Abril - Junho 2014 RELATÓRIO DE DESEMPENHO OPERACIONAL DOS AEROPORTOS 2 TRIMESTRE 2014 Abril - Junho ENTIDADES ENVOLVIDAS NA EXECUÇÃO DA PESQUISA COORDENAÇÃO DA PESQUISA INTEGRANTES DO COMITÊ DE DESEMPENHO OPERACIONAL

Leia mais

AEROPORTOS RESULTADOS DO 10º BALANÇO

AEROPORTOS RESULTADOS DO 10º BALANÇO AEROPORTOS RESULTADOS DO 10º BALANÇO AEROPORTOS Manaus Ampliação TPS Rio Branco Reforma e Ampliação TPS e Recuperação de Pista e Pátio Macapá Novo TPS 1ª fase Macapá Ampliação Pátio São Luís Reforma e

Leia mais

INFRAERO. Planejamento dos Investimentos 2010 a 2016 Aeroportos Cidades Sede da Copa 2014. Audiência Pública Câmara dos Deputados 14 de julho de 2010

INFRAERO. Planejamento dos Investimentos 2010 a 2016 Aeroportos Cidades Sede da Copa 2014. Audiência Pública Câmara dos Deputados 14 de julho de 2010 1 INFRAERO Planejamento dos Investimentos 2010 a 2016 Aeroportos Cidades Sede da Copa 2014 Audiência Pública Câmara dos Deputados 14 de julho de 2010 Demanda Histórica 1997 : 0,3 pax/habitantes (163,8

Leia mais

ANEXO II. Ata de Reuniao de Diretoria realizada em 718 de agosto de 20

ANEXO II. Ata de Reuniao de Diretoria realizada em 718 de agosto de 20 ANEXO II Ata de Reuniao de Diretoria realizada em 718 de agosto de 20 Empresa : OCEANAIR NO. do pedido: Entrada na COMCLAR: Vigencia: Aditamento: Entrada na COMCLAR: Vigencia: HOTRAN ONE-248-00: ONE-022/07

Leia mais

Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República. 23 de novembro de 2011

Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República. 23 de novembro de 2011 Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República 23 de novembro de 2011 Secretaria de Aviação Civil INFRAERO ANAC Ministério da Defesa DECEA 1960 1962 1964 1966 1968 1970 1972 1974 1976 1978 1980

Leia mais

"Sua marca vista por mais de 46 milhões de passageiros."

Sua marca vista por mais de 46 milhões de passageiros. O Público O segmento mundial de mídia out of home cresce quatro vezes mais do que o mercado de mídia tradicional. A Mídia Aeroportuária é extremamente segmentada, permitindo anunciar de forma criativa

Leia mais

Aeroporto/Sistema Período Passageiros (unid.) Aeronaves (unid.) Carga (kg)

Aeroporto/Sistema Período Passageiros (unid.) Aeronaves (unid.) Carga (kg) Esta edição especial do boletim CEPER- FUNDACE tem como objetivo apresentar um panorama da movimentação aeroportuária do país, uma vez que este indicador representa, ainda que indiretamente, o nível geral

Leia mais

Plano de Aviação Regional. Janeiro I 2013

Plano de Aviação Regional. Janeiro I 2013 Plano de Aviação Regional 1 Janeiro I 2013 A Azul A maior malha aérea do Brasil servindo 98 destinos, 218 rotas e 798 decolagens por dia #1 em 76% das rotas servidas e 32% de participação no mercado brasileiro

Leia mais

Eficiência Técnica de Aeroportos: uma abordagem focada na infraestrutura aeroportuária - Lado Ar

Eficiência Técnica de Aeroportos: uma abordagem focada na infraestrutura aeroportuária - Lado Ar Eficiência Técnica de Aeroportos: uma abordagem focada na infraestrutura aeroportuária - Lado Ar Antonio Márcio Ferreira Crespo Air Navigation Commission International Civil Aviation Organization- Montreal

Leia mais

CRONOGRAMA DE CURSOS PREVISTOS PAC-2014 Ordenados pelas Áreas de Conhecimento do MPOG CARGA HORÁRIA

CRONOGRAMA DE CURSOS PREVISTOS PAC-2014 Ordenados pelas Áreas de Conhecimento do MPOG CARGA HORÁRIA AUDITORIA SISTEMA DE GESTÃO EM QUALIDADE E FORMAÇÃO DE AUDITOR CURSO PRESENCIAL 40 10/03/2014 14/03/2014 RIO DE JANEIRO/RJ INTERNO ANAC AUDITORIA FORMAÇÃO DE AUDITORES EM SGSO CURSO PRESENCIAL 80 07/04/2014

Leia mais

Mckinsey - BNDES CARACTERIZAÇÃO E DIMENSIONAMENTO DA MATRIZ ORIGEM DESTINO DO TRANSPORTE AÉREO NO BRASIL. Plano de Pesquisa

Mckinsey - BNDES CARACTERIZAÇÃO E DIMENSIONAMENTO DA MATRIZ ORIGEM DESTINO DO TRANSPORTE AÉREO NO BRASIL. Plano de Pesquisa Mckinsey - BNDES CARACTERIZAÇÃO E DIMENSIONAMENTO DA MATRIZ ORIGEM DESTINO DO TRANSPORTE AÉREO NO BRASIL Plano de Pesquisa SÃO PAULO 2009 EQUIPE TÉCNICA FIPE Coordenador Técnico Wilson Abrahão Rabahy Coordenador

Leia mais

Ano IV Nov./2016. Leite Lopes. Sistema DAESP

Ano IV Nov./2016. Leite Lopes. Sistema DAESP Esta edição especial do boletim Movimento Aeroportuário do CEPER-FUNDACE tem como objetivo apresentar um panorama da movimentação aeroportuária de nosso país, pois este indicador representa, ainda que

Leia mais

MAIORES INFORMAÇÕES NOS SITES: www.decea.gov.br www.cgna.gov.br www.anac.gov.br

MAIORES INFORMAÇÕES NOS SITES: www.decea.gov.br www.cgna.gov.br www.anac.gov.br Guiia prráttiico de consulltta sobrre as alltterrações do espaço aérreo parra a Riio+20.. Deparrttamentto de Conttrrolle do Espaço Aérreo ESTE GUIA TEM APENAS A FUNÇÃO DE ILUSTRAR E APRESENTAR, RESUMIDAMENTE,

Leia mais

INFRAERO Diretoria de Engenharia e Meio Ambiente Jaime Parreira E-mail: jparreira@infraero.gov.br

INFRAERO Diretoria de Engenharia e Meio Ambiente Jaime Parreira E-mail: jparreira@infraero.gov.br 1 INFRAERO Diretoria de Engenharia e Meio Ambiente Jaime Parreira E-mail: jparreira@infraero.gov.br 2 Organização 9 Superintendências Regionais Superintendência Regional do Noroeste; Superintendência Regional

Leia mais

Infraero. Informações Institucionais, Financeiras e Operacionais. Documento elaborado em Junho/2009

Infraero. Informações Institucionais, Financeiras e Operacionais. Documento elaborado em Junho/2009 ANEXO I 26 Infraero Informações Institucionais, Financeiras e Operacionais Documento elaborado em Junho/2009 27 36 anos de existência Infraero Rede com 67 Aeroportos (inclusive todos os de capitais), 80

Leia mais

Civil - Aeronáutica INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA. Trabalho de Graduação 2007

Civil - Aeronáutica INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA. Trabalho de Graduação 2007 INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA Pedro Siqueira Macharoto Análise Operacional de Configurações Aeroportuárias: Estudo de casos. Trabalho de Graduação 2007 Civil - Aeronáutica 656.7 Pedro Siqueira

Leia mais

DESAFIO: LOGÍSTICA COMO FATOR DE COMPETITIVIDADE, PLATAFORMAS LOGÍSTICAS NA REGIAO NORTE

DESAFIO: LOGÍSTICA COMO FATOR DE COMPETITIVIDADE, PLATAFORMAS LOGÍSTICAS NA REGIAO NORTE DESAFIO: LOGÍSTICA COMO FATOR DE COMPETITIVIDADE, PLATAFORMAS LOGÍSTICAS NA REGIAO NORTE Márcia Helena Veleda Moita Coordenadora do Núcleo de Transporte e Construção Naval - NTC mhvmoita@yahoo.com.br REGIÃO

Leia mais

Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária. Coordenação de Meio Ambiente MERJ TERMO DE REFERÊNCIA

Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária. Coordenação de Meio Ambiente MERJ TERMO DE REFERÊNCIA Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária Superintendência Regional do Rio de Janeiro - SRRJ Coordenação de Meio Ambiente MERJ TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA REALIZAÇÃO

Leia mais

Fretamento. Índice. TAM Aviação Executiva: Você sem limite de tempo ou espaço

Fretamento. Índice. TAM Aviação Executiva: Você sem limite de tempo ou espaço TAM Aviação Executiva: Você sem limite de tempo ou espaço O Fretamento está em nosso DNA. Foi a partir desse serviço que nascemos como empresa. Há quase 50 anos nos dedicamos a oferecer soluções personalizadas

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO PAESP 2007-2027

CLASSIFICAÇÃO PAESP 2007-2027 1 AEROPORTO REGIONAL CLASSIFICAÇÃO PAESP 27-227 São os aeroportos destinados a atender as áreas de interesse regional e/ou estadual que apresentam demanda por transporte aéreo regular, em ligações com

Leia mais

ANAIS EFICIÊNCIA OPERACIONAL DOS AEROPORTOS BRASILEIROS

ANAIS EFICIÊNCIA OPERACIONAL DOS AEROPORTOS BRASILEIROS EFICIÊNCIA OPERACIONAL DOS AEROPORTOS BRASILEIROS ANTONIO CARLOS RODRIGUES ( tonimacr@gmail.com, tonimufv@gmail.com ) CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISAS EM ADMINISTRAÇÃO (CEPEAD/UFMG) MARIANA RIBEIRO

Leia mais

1ª OPERACIONAL/2015. Diretoria de Aeroportos

1ª OPERACIONAL/2015. Diretoria de Aeroportos 1ª OPERACIONAL/2015 Diretoria de Aeroportos AGOSTO 2015 ROTEIRO Planejamento Estratégico da Empresa Mudança na Metodologia de Gestão Relação entre Investimentos e Resultados Projeto Eficiência Operacional

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS Proposta de resolução que revoga as limitações e proibições operacionais impostas à Área de Controle Terminal (TMA) do Rio de Janeiro, estabelecidas

Leia mais

Code-P0 AEROPORTOS SÃO PAULO. Jaime Parreira e-mail: jparreira@infraero.gov.br

Code-P0 AEROPORTOS SÃO PAULO. Jaime Parreira e-mail: jparreira@infraero.gov.br Code-P0 AEROPORTOS SÃO PAULO Jaime Parreira e-mail: jparreira@infraero.gov.br 0 Code-P1 AEROPORTOS DA REGIONAL DE SÃO PAULO Movimento Operacional Infraero Regional de São Paulo 2010 Passageiros 48.224.873

Leia mais

DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO AIC N 07/16

DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO AIC N 07/16 DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO AIC N 07/16 ALTERAÇÕES TEMPORÁRIAS NO ESPAÇO AÉREO BRASILEIRO DURANTE A REALIZAÇÃO DOS JOGOS OLÍMPICOS E PARALÍMPICOS RIO 2016 1SG AV-CV DONIZETH RESTRIÇÕES DO

Leia mais

B-Logis. Boletim Logístico. Setembro 2015. Caderno de Movimentação. Terminal de Logística de Foz do Iguaçu - PR

B-Logis. Boletim Logístico. Setembro 2015. Caderno de Movimentação. Terminal de Logística de Foz do Iguaçu - PR Boletim Logístico B-Logis Caderno de Movimentação Terminal de Logística de Foz do Iguaçu - PR Diretoria Comercial e de Logística de Cargas Superintendência de Negócios em Logística de Carga Resultado da

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO PORTARIA DECEA Nº 78/DGCEA, DE 26 DE JULHO DE 2012.

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO PORTARIA DECEA Nº 78/DGCEA, DE 26 DE JULHO DE 2012. MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO PORTARIA DECEA Nº 78/DGCEA, DE 26 DE JULHO DE 2012. Atualiza a Relação dos Aeródromos Públicos Nacionais Classificados

Leia mais

110590.32012.7852.4341.187205407096.314

110590.32012.7852.4341.187205407096.314 110590.32012.7852.4341.187205407096.314 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE AVIACAO CIVIL DA PRESIDENCIA DA REPUBLICA Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00003/2012 Às 10:01 horas do dia 05 de

Leia mais

Belo Horizonte, 6 de junho, 2011. Prefeitura de Belo Horizonte Secretaria Municipal Adjunta de Relações Internacionais

Belo Horizonte, 6 de junho, 2011. Prefeitura de Belo Horizonte Secretaria Municipal Adjunta de Relações Internacionais Belo Horizonte, 6 de junho, 2011 Infraestrutura Aeroportuária de Belo Horizonte Região metropolitana: Aeroporto Carlos Prates Aeroporto da Pampulha Aeroporto Internacional Tancredo Neves Movimento operacional

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO PORTARIA N o 102/DGCEA, DE 15 DE JULHO DE 2010. Classifica Aeródromos Públicos Nacionais, para fins específicos de Cobrança

Leia mais

SISTEMAS DE TRANSPORTES TT046

SISTEMAS DE TRANSPORTES TT046 SISTEMAS DE TRANSPORTES TT046 Prof. Eduardo Ratton Prof. Garrone Reck Prof a. Gilza Fernandes Blasi Prof. Jorge Tiago Bastos Prof a. Márcia de Andrade Pereira Prof. Wilson Kuster Versão 2015 TRANSPORTE

Leia mais

ANUÁRIO DO TRANSPORTE AÉREO

ANUÁRIO DO TRANSPORTE AÉREO SUPERINTENDÊNCIA DE REGULAÇÃO ECONÔMICA E ACOMPANHAMENTO DE MERCADO ANUÁRIO DO TRANSPORTE AÉREO 2009 2ª. Edição Volume Único Dados Estatísticos e Econômicos ANAC AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL DIRETORES

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO CLIMATOLOGIA AERONÁUTICA INSTITUTO DE CONTROLE DO ESPAÇO AÉREO DADOS CLIMATOLÓGICOS DOS AERÓDROMOS: SBFN, SBFZ, SBTE,

Leia mais

Carlos Amaral Hölbig 1. Jorge Luís Gomes 2. Sin Chan Chou 3. Christiane Osório 4

Carlos Amaral Hölbig 1. Jorge Luís Gomes 2. Sin Chan Chou 3. Christiane Osório 4 Correção estatística das previsões de temperatura e umidade relativa a 2 metros do Modelo Eta-15km para aprimorar as estimativas de carga do sistema elétrico Carlos Amaral Hölbig 1 Jorge Luís Gomes 2 Sin

Leia mais

APROVEITE NOSSOS SERVIÇOS DE ATENDIMENTO AEROPORTUÁRIO NOS JOGOS DO RIO EM 2016.

APROVEITE NOSSOS SERVIÇOS DE ATENDIMENTO AEROPORTUÁRIO NOS JOGOS DO RIO EM 2016. APROVEITE NOSSOS SERVIÇOS DE ATENDIMENTO AEROPORTUÁRIO NOS JOGOS DO RIO EM 2016. A maior competição esportiva do mundo vai começar. E desta vez será no Brasil. Nós da TAM Aviação Executiva estamos de braços

Leia mais

Insper Instituto de Ensino e Pesquisa. Rodrigo Zalli Rodriguez ESTUDO DE EFICIÊNCIA DOS PRINCIPAIS AEROPORTOS BRASILEIROS PARA O ANO DE 2010

Insper Instituto de Ensino e Pesquisa. Rodrigo Zalli Rodriguez ESTUDO DE EFICIÊNCIA DOS PRINCIPAIS AEROPORTOS BRASILEIROS PARA O ANO DE 2010 Insper Instituto de Ensino e Pesquisa Faculdade de Economia e Administração Rodrigo Zalli Rodriguez ESTUDO DE EFICIÊNCIA DOS PRINCIPAIS AEROPORTOS BRASILEIROS PARA O ANO DE 2010 São Paulo 2011 Rodrigo

Leia mais

INFRAESTRUTURA TURÍSTICA, MEGAEVENTOS ESPORTIVOS E PROMOÇÃO DE IMAGEM DO BRASIL NO EXTERIOR. Ralph Lima Terra Vice Presidente Executivo

INFRAESTRUTURA TURÍSTICA, MEGAEVENTOS ESPORTIVOS E PROMOÇÃO DE IMAGEM DO BRASIL NO EXTERIOR. Ralph Lima Terra Vice Presidente Executivo INFRAESTRUTURA TURÍSTICA, MEGAEVENTOS ESPORTIVOS E PROMOÇÃO DE IMAGEM DO BRASIL NO EXTERIOR Ralph Lima Terra Vice Presidente Executivo Brasília / DF 16-17 de Agosto de 2011 ÁREAS ATENDIDAS SETORES DA INFRAESTRUTURA

Leia mais

CADERNO DE DIAGNÓSTICO. Resíduos Sólidos de Serviços de Transportes Aéreos e Aquaviários. Equipe Técnica:

CADERNO DE DIAGNÓSTICO. Resíduos Sólidos de Serviços de Transportes Aéreos e Aquaviários. Equipe Técnica: CADERNO DE DIAGNÓSTICO Resíduos Sólidos de Serviços de Transportes Aéreos e Aquaviários Equipe Técnica: Katia Sakihama Ventura Pesquisadora PNPD/IPEA Júlio César Roma Adriana M. M. Moura Técnicos de Planejamento

Leia mais

ANUÁRIO ESTATÍSTICO DE 2012

ANUÁRIO ESTATÍSTICO DE 2012 ANUÁRIO ESTATÍSTICO DE 212 INTRODUÇÃO A Secretaria de Turismo do Estado do Rio de Janeiro, através da Companhia de Turismo do Estado do Rio de Janeiro - TurisRio, ciente da necessidade de se criar números

Leia mais

REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL

REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL Título: REGULAMENTO BRASILEIRO DA AVIAÇÃO CIVIL RBAC nº 139 EMENDA nº 04 CERTIFICAÇÃO OPERACIONAL DE AEROPORTOS Aprovação: Resolução nº 96, de 11 de maio de 2009. Origem: SIA Sumário SUBPARTE A - GENERALIDADES

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL RESOLUÇÃO Nº 113, DE 22 DE SETEMBRO DE 2009.

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL RESOLUÇÃO Nº 113, DE 22 DE SETEMBRO DE 2009. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL RESOLUÇÃO Nº 113, DE 22 DE SETEMBRO DE 2009. Estabelece critérios e procedimentos para a alocação de áreas aeroportuárias. A DIRETORIA DA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL

Leia mais

AEROPORTO DE SALVADOR. Caracterização do Empreendimento da 2ª 2 Pista de Pouso e Decolagem

AEROPORTO DE SALVADOR. Caracterização do Empreendimento da 2ª 2 Pista de Pouso e Decolagem Caracterização do Empreendimento da 2ª 2 Pista de Pouso e Decolagem Gerência de Planos Diretores - Sede Abril/2010 Documento de Planejamento Plano Diretor Aeroportuário rio Objetivo Definição Objetivos

Leia mais

AUDIÊNCIA PÚBLICAP COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL E TURISMO

AUDIÊNCIA PÚBLICAP COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL E TURISMO AUDIÊNCIA PÚBLICAP COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL E TURISMO Brasília, 19 de maio de 2010 1 3 SEGURANÇA OPERACIONAL SAFETY Continua sendo a prioridade na aviação comercial Brasil 0.00 0.00 Hull losses

Leia mais

Aviação Comercial no Brasil: Serviços e Infraestrutura Aeroportuária

Aviação Comercial no Brasil: Serviços e Infraestrutura Aeroportuária Aviação Comercial no Brasil: Serviços e Infraestrutura Aeroportuária Ministro de Estado Chefe da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República Sr. WAGNER BITTENCOURT 2 5 d e J u n h o d e 2 0

Leia mais

Guia Prático de Consulta sobre as alterações do Espaço Aéreo para a Copa do Mundo de Futebol FIFA Brasil 2014

Guia Prático de Consulta sobre as alterações do Espaço Aéreo para a Copa do Mundo de Futebol FIFA Brasil 2014 Guia Prático de Consulta sobre as alterações do Espaço Aéreo para a Copa do Mundo de Futebol FIFA Brasil 2014 Guia de Consulta sobre as alterações do Espaço Aéreo 2 Este guia tem apenas a função de ilustrar

Leia mais

Investimento Privado e Concessões Aeroportuárias. O que ainda há por fazer

Investimento Privado e Concessões Aeroportuárias. O que ainda há por fazer Investimento Privado e Concessões Aeroportuárias O que ainda há por fazer Conteúdo A Agenda da Indústria do Transporte Aéreo Resultados Já Alcançados Os Próximos Candidatos As Necessidades de Cada Um Congonhas

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO 2OO6

RELATÓRIO DE GESTÃO 2OO6 AEROPORTO INTERNACIONAL DE SÃO PAULO/GUARULHOS /GOV. ANDRÉ FRANCO MONTORO - SBGR Objeto: Implantação, adequação, ampliação e revitalização do sistema de pátios e pistas; recuperação e revitalização do

Leia mais

AEROPORTO INTERNACIONAL DE SÃO PAULO/GUARULHOS

AEROPORTO INTERNACIONAL DE SÃO PAULO/GUARULHOS AEROPORTO INTERNACIONAL DE SÃO PAULO/GUARULHOS SITUAÇÃO ATUAL AMPLIAÇÃO março/2009 A Empresa 67 aeroportos (32 internacionais) 80 estações de apoio à navegação aéreaa s s 32 terminais de logística de carga

Leia mais

Cidades e Aeroportos no Século XXI 11

Cidades e Aeroportos no Século XXI 11 Introdução Nos trabalhos sobre aeroportos e transporte aéreo predominam análises específicas que tratam, por exemplo, do interior do sítio aeroportuário, da arquitetura de aeroportos, da segurança aeroportuária,

Leia mais

CAPÍTULO II EXTRATO NORMATIVO

CAPÍTULO II EXTRATO NORMATIVO ROTAER 2-1 CAPÍTULO II EXTRATO NORMATIVO 2-1 Utilização de Aeródromos a. Nenhum aeródromo civil poderá ser utilizado por aeronaves civis se não estiver devidamente registrado ou homologado e, ainda, divulgado

Leia mais

* Subcomissão Permanente CMACOPOLIM. Carlos Eduardo M.S. Pellegrino Brasília, 07 de junho de 2011

* Subcomissão Permanente CMACOPOLIM. Carlos Eduardo M.S. Pellegrino Brasília, 07 de junho de 2011 Apresentação ao Senado Federal Audiência Pública Conjunta das Comissões de * Serviços de Infraestrutura * Desenvolvimento Regional e Turismo * Assuntos Econômicos * Meio Mi Ambiente, Df Defesa do Consumidor

Leia mais

CERTIFICAÇÃO OPERACIONAL DE AEROPORTOS

CERTIFICAÇÃO OPERACIONAL DE AEROPORTOS CERTIFICAÇÃO OPERACIONAL DE AEROPORTOS Objetivo Descrever o processo de certificação operacional dos aeroportos no Brasil, regido pelo RBAC 139. Roteiro 1. Apresentar as recomendações da OACI e as normas

Leia mais

Perspectivas para o Setor

Perspectivas para o Setor Perspectivas para o Setor André Dantas Diretor Técnico São Paulo, 05 de dezembro de 2013 Estrutura da apresentação Contexto; Dados do setor; e Perspectivas. CONTEXTO (O que está acontecendo ao nosso redor?)

Leia mais

SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL. RESOLUÇÃO No- 316, DE 9 DE MAIO DE 2014

SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL. RESOLUÇÃO No- 316, DE 9 DE MAIO DE 2014 SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL RESOLUÇÃO No- 316, DE 9 DE MAIO DE 2014 Dispõe sobre o Regime Especial da Copa do Mundo FIFA 2014 e dá outras providências. A DIRETORIA DA

Leia mais

Regulamento Sanitário Internacional

Regulamento Sanitário Internacional Regulamento Sanitário Internacional Vigilância em Saúde em Portos e Aeroportos no Estado de São Paulo O REGULAMENTO SANITÁRIO INTERNACIONAL (RSI) E O QUE AS MACROREGIÕES DO ESTADO DE SÃO PAULO TEM A VER

Leia mais

OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS EM ÁREAS EXTERNAS NOS AEROPORTOS INFRAERO

OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS EM ÁREAS EXTERNAS NOS AEROPORTOS INFRAERO OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS EM ÁREAS EXTERNAS NOS AEROPORTOS INFRAERO CONCESSIONÁRIAS HOTÉIS HANGARES DE VEÍCULOS ESTACIONAMENTOS CENTROS COMERCIAIS POSTOS DE COMBUSTÍVEIS OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS voltar

Leia mais

1 - INTRODUÇÃO. Adilson Cleômenes Rocha

1 - INTRODUÇÃO. Adilson Cleômenes Rocha Adilson Cleômenes Rocha *ICEA São José dos Campos cleomenes@gmail.com Maria Paulete Pereira Martins INPE São José dos Campos maria.paulete@cptec.inpe.br Cícero Barbosa dos Santos UTP Curitiba carcarazao@gmail.com

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência EDITAL DE CONCORRÊNCIA N 2014-003 (SRP) VALIDADE: 16/04/2015 LOCAÇÃO DE VEÍCULOS PARA PROJETOS DA FATEC

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência EDITAL DE CONCORRÊNCIA N 2014-003 (SRP) VALIDADE: 16/04/2015 LOCAÇÃO DE VEÍCULOS PARA PROJETOS DA FATEC 1 EDITAL DE CONCORRÊNCIA N 2014-003 (SRP) VALIDADE: 16/04/2015 LOCAÇÃO DE VEÍCULOS PARA PROJETOS DA FATEC LOTE 1 Serviços de Locação de automóveis para retirada em SANTA MARIA/RS: Empresa: MAPI LOCADORA

Leia mais

O direito à tecnologia da informação: perspectivas e desafios. Prof. José Carlos Vaz EACH-USP

O direito à tecnologia da informação: perspectivas e desafios. Prof. José Carlos Vaz EACH-USP O direito à tecnologia da informação: perspectivas e desafios Prof. José Carlos Vaz EACH-USP 1 1. A importância da democratização do acesso à TI A desigualdade no acesso à tecnologia é um fator adicional

Leia mais

MANUAL DA AVIAÇÃO Jogos Olímpicos e Paralímpicos 2016

MANUAL DA AVIAÇÃO Jogos Olímpicos e Paralímpicos 2016 MANUAL DA AVIAÇÃO Jogos Olímpicos e Paralímpicos 2016 Pela primeira vez, o setor de aviação está lançando todas as diretrizes operacionais com mais de 300 dias de antecedência, o que contribui decisivamente

Leia mais

DEFINIÇÃO DE INDICADORES PARA MEDIÇÃO DA EFICIÊNCIA EM TERMINAIS DE CARGAS EM AEROPORTOS BRASILEIROS

DEFINIÇÃO DE INDICADORES PARA MEDIÇÃO DA EFICIÊNCIA EM TERMINAIS DE CARGAS EM AEROPORTOS BRASILEIROS Anais do 12 O Encontro de Iniciação Científica e Pós-Graduação do ITA XII ENCITA / 2006 Instituto Tecnológico de Aeronáutica, São José dos Campos, SP, Brasil, Outubro, 16 a 19, 2006 DEFINIÇÃO DE INDICADORES

Leia mais

A PARTICIPAÇÃO PRIVADA, ATRAVÉS DE CONCESSÃO, NA MELHORIA E AMPLIAÇÃO DA INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA DO BRASILAEROPORTUÁRIA AEROSERVICE CONSULTORIA

A PARTICIPAÇÃO PRIVADA, ATRAVÉS DE CONCESSÃO, NA MELHORIA E AMPLIAÇÃO DA INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA DO BRASILAEROPORTUÁRIA AEROSERVICE CONSULTORIA A PARTICIPAÇÃO PRIVADA, ATRAVÉS DE CONCESSÃO, NA MELHORIA E AMPLIAÇÃO DA INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA DO BRASILAEROPORTUÁRIA AEROSERVICE CONSULTORIA E ENGENHARIA DE PROJETO LTDA. DR. MARIO LUIZ FERREIRA

Leia mais

Roteiro Aula 01 Saber Direito.

Roteiro Aula 01 Saber Direito. 1 Roteiro Aula 01 Saber Direito. O Direito aeronáutico Internacional, segundo Rodriguez Jurado: é o conjunto de princípios e normas de direito público e privado, de ordem interna e internacional, que regem

Leia mais

Rio de Janeiro - BH / MG Gol Tarifa W Adulto R$ 226,00 Sab, 30 Ago 08 Vôo 1746 18:30 Partida RIO-Galeão-RJ (GIG) 19:30 Chegada BHZ-Confins-MG (CNF

Rio de Janeiro - BH / MG Gol Tarifa W Adulto R$ 226,00 Sab, 30 Ago 08 Vôo 1746 18:30 Partida RIO-Galeão-RJ (GIG) 19:30 Chegada BHZ-Confins-MG (CNF LEVANENTO PASSAGENS AÉREAS DO RIO DE JANEIRO PARA AS DEMAIS CAPITAIS (EM 2 DE JUNHO DE 2008) Rio de Janeiro - Aracaju / Sergipe Tarifa M Adulto R$ 620, Vôo 1714 19:00 Partida RIO-Galeão-RJ (GIG) Escala

Leia mais

INVESTIMENTOS EM AEROPORTOS

INVESTIMENTOS EM AEROPORTOS AEROPORTOS INVESTIMENTOS EM AEROPORTOS 6 concessões de aeroportos Investimentos de R$ 26 Bilhões São Gonçalo do Amarante RN Brasília DF Guarulhos SP Confins MG Viracopos SP Galeão RJ 5 operadores aeroportuários

Leia mais

Infraestrutura Aeroportuária: Desafios e Perspectivas

Infraestrutura Aeroportuária: Desafios e Perspectivas Infraestrutura Aeroportuária: Desafios e Perspectivas 8 de dezembro de 2011 SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL INFRAERO ANAC Ministério da Defesa DECEA AVIAÇÃO CIVIL PANORAMA INVESTIMENTOS CONCESSÕES INFRAERO

Leia mais

Tarifas Aeroportuárias e ATAERO. Uma proposta de destinação de parte destes recursos financeiros ao fomento do potencial turístico nacional

Tarifas Aeroportuárias e ATAERO. Uma proposta de destinação de parte destes recursos financeiros ao fomento do potencial turístico nacional Tarifas Aeroportuárias e ATAERO Uma proposta de destinação de parte destes recursos financeiros ao fomento do potencial turístico nacional Tarifas Aeroportuárias - legislação Criação de Tarifas Aeroportuárias

Leia mais

A QUESTÃO DA MODERNIZAÇÃO REGULATÓRIA Por Comandante Francisco Lyra, Presidente da C>FLY Aviation

A QUESTÃO DA MODERNIZAÇÃO REGULATÓRIA Por Comandante Francisco Lyra, Presidente da C>FLY Aviation SENADO FEDERAL SECRETARIA-GERAL DA MESA SECRETARIA DE COMISSÕES SUBSECRETARIA DE APOIO ÀS COMISSÕES PERMANENTES 2ª SESSÃO LEGISLATIVA ORDINÁRIA DA 54ª LEGISLATURA Em 08 de agosto de 2012 (quarta-feira)

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência EDITAL DE CONCORRÊNCIA N 2014-003 (SRP) VALIDADE: 16/04/2016 LOCAÇÃO DE VEÍCULOS PARA PROJETOS DA FATEC

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência EDITAL DE CONCORRÊNCIA N 2014-003 (SRP) VALIDADE: 16/04/2016 LOCAÇÃO DE VEÍCULOS PARA PROJETOS DA FATEC 1 EDITAL DE CONCORRÊNCIA N 2014-003 (SRP) VALIDADE: 16/04/2016 LOCAÇÃO DE VEÍCULOS PARA PROJETOS DA FATEC LOTE 1 Serviços de Locação de automóveis para retirada em SANTA MARIA/RS: Empresa: MAPI LOCADORA

Leia mais