Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 1 a Prova

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 1 a Prova"

Transcrição

1 Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 1 a Prova Prof. Carlos A. Heuser Setembro de 2007 Prova sem consulta duas horas de duração 1. Peso 2,5 Uma companhia de aviação deseja montar uma base de dados para divulgação em um site Web. A base de dados deve conter as seguintes informações. A companhia oferece vários vôos. Cada vôo é identificado por um código numérico e a base de dados deve registrar o tipo de aeronave que é usada para o vôo. Cada aeronave é identificada por uma sigla alfa-numérica, como "B-767"e possui uma descrição. Obviamente, um tipo de aeronave pode ser usado em muitos vôos. Além dos dados acima, é necessário saber os trechos que compõe o vôo. Um vôo é composto de vários trechos, numerados de um em diante, na ordem em que são voados. Para cada trecho é necessário saber o horário de saída, o horário de chegada, o aeroporto de origem e o aeroporto de destino. Um aeroporto é identificado por uma sigla de três letras, como "POA"ou "RIO"e tem um nome. Projete uma base de dados relacional que armazene os dados acima sem redundância de dados. Enumere as tabelas, suas colunas, as chaves primárias e a as chaves estrangeiras. Não devem ser criadas colunas artificiais, além das apresentadas no enunciado. Apresente o esquema na notação textual vista em aula. 1

2 Solução: Voo CodVoo,SiglaTipoAero CodTipoAero referencia TipoAeronave TipoAeronave SiglaTipoAero,DescricaoTipoAero Trecho CodVoo,NumTrecho,SiglaAeroSaida,HorarioSaida, SiglaAeroChegada,HorarioChegada SiglaAeroSaida referencia Aeroporto SiglaAeroChegada referencia Aeroporto CodVoo referencia Voo Aeroporto SiglaAero,NomeAero 2

3 2. A companhia de aviação referida na questão anterior já possui uma base de dados sobre as localidades por ela atendidas. Esta base de dados contém as seguintes tabelas: Aeroporto SiglaAero, NomeAero Tabela com dados dos aeroportos. Cidade CodCidade,NomeCidade,CodPais CodPais referencia Pais Tabela com dados das cidades Pais CodPais,NomePais Tabela com dados de países Atendimento CodCidade,SiglaAero,DistanciaAeroCid SiglaAero referencia Aeroporto CodCidade referencia Cidade Tabela que relaciona as cidades aos aeroportos que as servem e informa a distância em quilômetros da cidade ao aeroporto Filial CdoFilial,EnderecoFilial, CodCidade CodCidade referencia Cidade Tabela com as filiais onde acontece atendimento ao público Sobre esta base de dados, resolver as consultas que seguem usando álgebra relacional: 3

4 a Peso 1 Um aeroporto está localizado em um país e atende cidades deste país. Entretanto, sabe-se que podem ter ocorrido alterações na base de dados que a levaram a um estado inconsistente quanto a este requisito. Para cada par de cidades de diferentes países e que são atendidas pelo mesmo aeroporto, obter o nome do aeroporto, seguido dos nomes das cidades e respectivos nomes de país. Observar que o mesmo par não deve constar duas vezes. Por exemplo, se no resultado constar Aeroporto X,Cordoba,Porto Alegre não deve constar Aeroporto X,Porto Alegre,Cordoba. π Aeroporto.NomeAero, Cidade1.NomeCidade, Pais1.NomePais, Cidade2.NomeCidade, Pais2.NomePais σ Pais1.CodPais=Cidade1.CodPais AND Cidade1.CodCidade=Atendimento1.CodCidade AND Atendimento1.SiglaAero=Aeroporto.SiglaAero AND Pais2.CodPais=Cidade2.CodPais AND Cidade2.CodCidade=Atendimento2.CodCidade AND Atendimento2.SiglaAero=Aeroporto.SiglaAero Pais1.CodPais<Pais2.CodPais ρ Pais1 Pais ρ Cidade1 Cidade ρ Atendimento1 Atendimento ρ Pais2 Pais ρ Cidade2 Cidade ρ Atendimento2 Atendimento Aeroporto ou 4

5 π Aeroporto.NomeAero, Cidade1.NomeCidade, Pais1.NomePais, Cidade2.NomeCidade, Pais2.NomePais σ Pais1.CodPais=Cidade1.CodPais AND Cidade1.CodCidade=Atendimento1.CodCidade AND Atendimento1.SiglaAero=Aeroporto.SiglaAero AND Pais2.CodPais=Cidade2.CodPais AND Cidade2.CodCidade=Atendimento2.CodCidade AND Atendimento2.SiglaAero=Aeroporto.SiglaAero Pais1.CodPais<Pais2.CodPais ρ Pais1 Pais ρ Cidade1 Cidade ρ Atendimento1 Atendimento Atendimento2.SiglaAero= Atendimento1.SiglaAero AND Cidade1.CodCidade< Cidade2.CodCidade ρ Pais2 Pais ρ Cidade2 Cidade ρ Atendimento2 Atendimento Atendimento1.SiglaAeroSiglaAero Aeroporto 5

6 b Peso 1,5 Para cada filial localizada em uma cidade atendida pelo aeroporto de sigla "YYC"e que fica a menos de 20 Km do aeroporto, obter o endereço da filial. i. Resolver usando produto cartesiano. π EnderecoFilial σ Atendimento.CodCidade=Filial.CodCidade AND Atendimento.SiglaAero= YYC AND Atendimento.DistanciaAeroCid<20 Atendimento Filial ii. Resolver usando junções, de preferência junções naturais π EnderecoFilial σ Atendimento.DistanciaAeroCid<20 Atendimento.SiglaAero= YYC AND Atendimento Filial 6

7 c Peso 1 Obter os nomes das cidades que não são atendidas por nenhum aeroporto. π NomeCid π CodCid, NomeCid Cidade π CodCid, NomeCid Cidade Atendimento ou π NomeCid π CodCid Cidade π CodCid Atendimento Cidade ou, ainda, π NomeCid σ Atendimento.CodCid IS NULL Cidade Atendimento Observar que a consulta abaixo não é bem correta. O que acontece quando duas cidades, uma atendida e outra não, têm o mesmo nome? π NomeCid Cidade π NomeCid Cidade Atendimento 7

8 d Peso 1 Por um erro de programação, foram incluídas linhas na tabela Atendimento, relacionando vários aeroportos a todas cidades do país de nome "Brasil". Obter o código e nome de cada aeroporto que está ligado a todas cidades deste país. π SiglaAero,NomeAero,CodPais Atendimento Aeroporto π CodPais σ NomePais= Brasil Pais 8

9 3. Sobre a base de dados da questão precedente Questão 2, expresse as seguintes consultas em SQL, sem o uso da sintaxe para junções explícitas, nem sub-consultas ainda não vistas em aula: a Peso 1 Obter os nomes das cidades que não são atendidas por nenhum aeroporto com menos de 20 Km de distância. SELECT NomeCidade FROM SELECT CodCidade,NomeCidade FROM Cidade EXCEPT SELECT CodCidade,NomeCidade FROM Cidade, Atendimento WHERE Cidade.CodCidade = Atendimento.CodCidade AND DistanciaAeroCid < 20 b Peso 1 Obter o nome de cada aeroporto que existe no país de nome "Brasil". SELECT NomeAero FROM Aeroporto, Atendimento, Cidade, Pais WHERE Aeroporto.SigalAero=Atendimento.SiglaAero AND Atendimento.CodCidade=Cidade.CodCidade AND Cidade.CodPais=Pais.CodPais AND NomePais= Brasil 9

Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 2 a Prova

Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 2 a Prova Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 2 a Prova Prof. Carlos A. Heuser Novembro de 2007 Prova com consulta duas horas de duração 1 Base de dados para as questões (Esta é a mesma base de dados que foi

Leia mais

Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 1 a Prova

Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 1 a Prova Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 1 a Prova Prof. Carlos A. Heuser Abril de 2006 Prova sem consulta duas horas de duração 1. Projete uma base de dados relacional para armazenar dados sobre pessoas

Leia mais

Prova de Fundamentos de Bancos de Dados

Prova de Fundamentos de Bancos de Dados Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 1 a Prova Prof. Carlos A. Heuser Setembro de 2008 Nome do aluno: Prova sem consulta duas horas de duração 1. (Peso 2 Deseja-se projetar uma base de dados para uma

Leia mais

Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 1 a Prova

Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 1 a Prova Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 1 a Prova Prof. Carlos A. Heuser Abril de 2005 1. Uma agência de turismo deseja controlar a reserva de pacotes de viagem por seus clientes. Cada cliente deve ser

Leia mais

Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 2 a Prova

Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 2 a Prova Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 2 a Prova Prof. Carlos A. Heuser Novembro de 2006 Prova com consulta duas horas de duração 1 Base de dados para as questões (Esta é a mesma base de dados que foi

Leia mais

Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 2 a Prova

Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 2 a Prova Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 2 a Prova Prof. Carlos A. Heuser Junho de 2009 Prova com consulta duas horas de duração Considere a base de dados abaixo (base de dados idêntica a da 1 a prova.

Leia mais

DCC011 - INTRODUÇÃO A BANCO DE DADOS : EXERCÍCIOS DE REVISÃO FINAL (1) PROJETO RESPOSTA. (2) PROJETO (a) RESPOSTA. (2) PROJETO (b) RESPOSTA.

DCC011 - INTRODUÇÃO A BANCO DE DADOS : EXERCÍCIOS DE REVISÃO FINAL (1) PROJETO RESPOSTA. (2) PROJETO (a) RESPOSTA. (2) PROJETO (b) RESPOSTA. DCC0 - INTRODUÇÃO A BANCO DE DADOS : EXERCÍCIOS DE REVISÃO FINAL () PROJETO RESPOSTA (2) PROJETO (a) RESPOSTA Rua (codigodarua, ) AreaGeografica (codigodaarea, daarea, ruainicio, ruafim, agregado) ruainicio

Leia mais

Fundamentos de Bancos de Dados Prova 2

Fundamentos de Bancos de Dados Prova 2 Fundamentos de Bancos de Dados 2 Prof. Carlos A. Heuser 29 de dezembro de 2003 Duração: 2 horas com consulta Para as consultas de SQL, considere o seguinte esquema de um banco de dados de estradas (mesmo

Leia mais

Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 1 a Prova

Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 1 a Prova Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 1 a Prova Prof. Carlos A. Heuser Setembro de 2005 1. A SBC deseja manter uma base de dados com artigos publicados pelos pesquisadores brasileiros. Para cada pesquisador,

Leia mais

CIn/UFPE Projeto Conceitual de BD - Prof. Robson Fidalgo 1

CIn/UFPE Projeto Conceitual de BD - Prof. Robson Fidalgo 1 CIn/UFPE Projeto Conceitual de BD - Prof. Robson Fidalgo 1 Projeto Conceitual de BD Transformação ER/Relacional Por: Robson do Nascimento Fidalgo rdnf@cin.ufpe.br CIn/UFPE Projeto Conceitual de BD - Prof.

Leia mais

Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 2 a Prova

Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 2 a Prova Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 2 a Prova Prof. Carlos A. Heuser Maio de 2006 Prova com consulta duas horas de duração 1 Base de dados para as questões (Esta é a mesma base de dados que foi usada

Leia mais

Aula VI -MODELO RELACIONAL

Aula VI -MODELO RELACIONAL Aula VI -MODELO RELACIONAL ModeloRelacional É constituído de tabelas, ou relações. Para cada tabela deve haver um nome único. Uma tabela pode ser considerada como um tipo de relação matemática. Uma tabela

Leia mais

Ex.: INSERT INTO tmpautor (CDAUTOR, NMAUTOR) VALUES (1, Renato Araújo )

Ex.: INSERT INTO tmpautor (CDAUTOR, NMAUTOR) VALUES (1, Renato Araújo ) PRONATEC - Programador de Sistemas Banco de Dados 1) Incluindo linhas nas tabelas a. Para incluir linhas em tabelas utilize o comando INSERT INTO INSERT INTO tabela [ ( coluna [, coluna,...] ) ] VALUES

Leia mais

Junções e Índices em Tabelas

Junções e Índices em Tabelas Junções e Índices em Tabelas Prof. Fernanda Baião fernanda.baiao@uniriotec.com.br SGBD Considerados MySQL (http://www.mysql.org) SGBD gratuito e simples, sem muitos recursos avançados Fácil de instalar

Leia mais

f. Vocês podem selecionar todos os campos indicando-os, ou seja, sem usar * (boa prática) g. Muito relevante na manutenção de BD e de aplicações.

f. Vocês podem selecionar todos os campos indicando-os, ou seja, sem usar * (boa prática) g. Muito relevante na manutenção de BD e de aplicações. Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina: B1SGB - Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados Memória de aula Aula 11 1) Cláusulas SELECT e FROM a. Apesar de ser a primeira, ela é a

Leia mais

Fundamentos de Bancos de Dados Prova 3

Fundamentos de Bancos de Dados Prova 3 Fundamentos de Bancos de Dados Prova 3 Prof. Carlos A. Heuser 26 de janeiro de 2004 Duração: 2 horas Prova com consulta Questão 1 (Construção de modelo ER - Peso 3) Deseja-se construir uma base de dados

Leia mais

Tarefa Orientada 11 Junção Interna

Tarefa Orientada 11 Junção Interna Tarefa Orientada 11 Junção Interna Objectivos: Junção Interna (INNER JOIN) Junção Interna A operação de junção interna (INNER JOIN) é utilizada para combinar colunas de duas ou mais tabelas. O resultado

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM COLÉGIO AGRÍCOLA DE FREDERICO WESTPHALEN BANCO DE DADOS II

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM COLÉGIO AGRÍCOLA DE FREDERICO WESTPHALEN BANCO DE DADOS II UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM COLÉGIO AGRÍCOLA DE FREDERICO WESTPHALEN BANCO DE DADOS II BANCO DE DADOS II AULA 2 Linguagem SQL Linguagem de definição de dados (DDL) DISCIPLINA: Banco de Dados

Leia mais

1) O QUE NÃO É BANCO DE DADOS?

1) O QUE NÃO É BANCO DE DADOS? FMU - Graduação em Ciência da Computação - BANCO DE DADOS I - Prof. Fernando Alberto Covalski - pág 1 1) O QUE NÃO É BANCO DE DADOS? SISTEMAS ISOLADOS SISTEMA DE PRODUÇÃO SISTEMA DE VENDAS SISTEMA DE COMPRAS

Leia mais

ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO BANCO DE DADOS I CONTEÚDO 5 ABORDAGEM RELACIONAL

ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO BANCO DE DADOS I CONTEÚDO 5 ABORDAGEM RELACIONAL ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO BANCO DE DADOS I CONTEÚDO 5 ABORDAGEM RELACIONAL PROF. MS C. RICARDO ANTONELLO WWW.ANTONELLO.COM.B R PORQUE SER RELACIONAL? Hoje, há um claro predomínio dos SGBD relacionais, principalmente

Leia mais

select nome from Médicos where codm in (select codm from Consultas where data = 06/06/13 )

select nome from Médicos where codm in (select codm from Consultas where data = 06/06/13 ) Subconsultas * subconsulta: forma alternativa de expressar consultas envolvendo relacionamentos entre tabelas * cláusulas para tratamento de subconsultas: IN, ANY, ALL, EXISTS 3.1) Cláusula [NOT] IN *

Leia mais

IF685 Gerenciamento de Dados e Informação - Prof. Robson Fidalgo 1

IF685 Gerenciamento de Dados e Informação - Prof. Robson Fidalgo 1 IF685 Gerenciamento de Dados e Informação - Prof. Robson Fidalgo 1 Banco de Dados Fundamentos de SQL Structured Query Language Aula2 Apresentado por: Robson do Nascimento Fidalgo rdnf@cin.ufpe.br IF685

Leia mais

Tarefa Orientada 14 Subconsultas

Tarefa Orientada 14 Subconsultas Tarefa Orientada 14 Subconsultas Objectivos: Subconsultas não correlacionadas Operadores ALL, SOME e ANY Subconsultas correlacionadas Operador EXISTS Subconsultas incluídas na cláusula FROM de uma consulta

Leia mais

BANCO DE DADOS BANCO DE DADOS. Prof. Patrícia Lucas 3º Trimestre

BANCO DE DADOS BANCO DE DADOS. Prof. Patrícia Lucas 3º Trimestre BANCO DE DADOS BANCO DE DADOS Prof. Patrícia Lucas 3º Trimestre ROTEIRO PARA O 3º TRIMESTRE 1. O MySQL DDL SQL 1. Como funciona o MySQL 2. Como criar um banco de dados no MySQL 3. Como criar tabelas: comandos

Leia mais

Exame de Época Especial / 1º Semestre / 2007/2008. Todas as folhas devem ser identificadas, de forma legível, com o nome e número do aluno.

Exame de Época Especial / 1º Semestre / 2007/2008. Todas as folhas devem ser identificadas, de forma legível, com o nome e número do aluno. ISEL - DEETC Exame de Época Especial / 1º Semestre / 2007/2008 SI1 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1 Duração: 3 00 09.ABR.2008 ATENÇÃO Todas as folhas devem ser identificadas, de forma legível, com o nome e número

Leia mais

1.264 Aula 7. Introdução ao SQL

1.264 Aula 7. Introdução ao SQL 1.264 Aula 7 Introdução ao SQL Linguagem Estruturada de Consulta (SQL) Aula 7 SELECT, INSERT, DELETE, UPDATE Junções Aula 8 Subconsultas Visões (tabelas virtuais) Índices Transações Segurança Desempenho

Leia mais

Seleção de Dados (DQL Data Query Language) Seleção de Dados - DQL

Seleção de Dados (DQL Data Query Language) Seleção de Dados - DQL Seleção de Dados (DQL Data Query Language) 1 Embora compreendido de apenas um comando, a Data Query Language (DQL) é o principal foco de SQL para usuários de banco de dados relacional. Comando de seleção

Leia mais

Comandos de Manipulação

Comandos de Manipulação SQL - Avançado Inserção de dados; Atualização de dados; Remoção de dados; Projeção; Seleção; Junções; Operadores: aritméticos, de comparação,de agregação e lógicos; Outros comandos relacionados. SQL SQL

Leia mais

Abordagem relacional Capítulo 4

Abordagem relacional Capítulo 4 Abordagem relacional Capítulo 4 Carlos A. Heuser - Transparências para uso com o livro Projeto de Banco de Dados, Ed. Sagra&Luzzatto, Porto Alegre, 1999 1 Abordagem Relacional Abordagem de modelagem de

Leia mais

Memória de aula Semanas 15 e 16

Memória de aula Semanas 15 e 16 FMU Curso: Ciência da Computação Disciplina: Banco de Dados I Professor: Ecivaldo Matos Memória de aula Semanas 15 e 16 1) Incluindo linhas nas tabelas a. Para incluir linhas em tabelas utilize o comando

Leia mais

SQL Uma Visão mais Ampla

SQL Uma Visão mais Ampla SQL Uma Visão mais Ampla Banco de Dados Modelo Entidade-Relacionamento n possui 1 1 oferece n filial_nro filial_local filial_data_abertura cli_codigo cli_nome cli_telefone m aluga n FILIAL 1 cadastra n

Leia mais

BANCO DE DADOS I. Exercícios

BANCO DE DADOS I. Exercícios BANCO DE DADOS I Exercícios Nos próximos slide estão apresentados um modelo ER parcial de uma fábrica e o seu respectivo modelo Relacional. O esquema da base de dados relacional contém os nomes das tabelas,

Leia mais

Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 1 a Prova

Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 1 a Prova Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 1 a Prova Prof. Carlos A. Heuser Setembro de 2006 Prova sem consulta duas horas de duração 1. (Peso 2 Uma loja de equipamentos fotográficos deseja montar uma base

Leia mais

Ex.: INSERT INTO tmpautor (CDAUTOR, NMAUTOR) VALUES (1, Renato Araújo )

Ex.: INSERT INTO tmpautor (CDAUTOR, NMAUTOR) VALUES (1, Renato Araújo ) Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina: B1SGB - Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados Memória de aula Aula 10 1) Incluindo linhas nas tabelas a. Para incluir linhas em tabelas

Leia mais

Banco de Dados Oracle 10g: Introdução à Linguagem SQL

Banco de Dados Oracle 10g: Introdução à Linguagem SQL Oracle University Entre em contato: 0800 891 6502 Banco de Dados Oracle 10g: Introdução à Linguagem SQL Duração: 5 Dias Objetivos do Curso Esta classe se aplica aos usuários do Banco de Dados Oracle8i,

Leia mais

Structured Query Language (SQL) Aula Prática

Structured Query Language (SQL) Aula Prática Structured Query Language (SQL) Aula Prática Linguagens de SGBD Durante o desenvolvimento do sistema R, pesquisadores da IBM desenvolveram a linguagem SEQUEL, primeira linguagem de acesso para Sistemas

Leia mais

BANCO DE DADOS. Eliminar redundâncias e inconsistências de um banco de dados, com reorganização mínima dos dados.

BANCO DE DADOS. Eliminar redundâncias e inconsistências de um banco de dados, com reorganização mínima dos dados. Modelagem de Dados Normalização Objetivo: BANCO DE DADOS Eliminar redundâncias e inconsistências de um banco de dados, com reorganização mínima dos dados. Sub-Fases: Identificação das redundâncias e outros

Leia mais

FTIN FORMAÇÃO TÉCNICA EM INFORMÁTICA. Módulo de Programação Prof. Bruno Maciel

FTIN FORMAÇÃO TÉCNICA EM INFORMÁTICA. Módulo de Programação Prof. Bruno Maciel FTIN FORMAÇÃO TÉCNICA EM INFORMÁTICA Módulo de Programação Prof. Bruno Maciel Competências a serem trabalhadas nessa aula Criação da Base de Dados (MySQL) Criação de Tabelas Tipo de Dados Chave Primária

Leia mais

ORACLE 11 G INTRODUÇÃO AO ORACLE, SQL,PL/SQL. Carga horária: 32 Horas

ORACLE 11 G INTRODUÇÃO AO ORACLE, SQL,PL/SQL. Carga horária: 32 Horas ORACLE 11 G INTRODUÇÃO AO ORACLE, SQL,PL/SQL Carga horária: 32 Horas Pré-requisito: Para que os alunos possam aproveitar este treinamento ao máximo, é importante que eles tenham participado dos treinamentos

Leia mais

Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 1 a Prova

Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 1 a Prova Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 1 a Prova Prof. Carlos A. Heuser Abril de 2009 Prova sem consulta duas horas de duração 1. (Peso 2 Deseja-se projetar um banco de dados para o sítio de uma prefeitura.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE ESCOLA AGRÍCOLA DE JUNDIAÍ EAJ - PRONATEC / REDE etec MÓDULO III DESENVOLVIMENTO PROFESSOR ADDSON COSTA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE ESCOLA AGRÍCOLA DE JUNDIAÍ EAJ - PRONATEC / REDE etec MÓDULO III DESENVOLVIMENTO PROFESSOR ADDSON COSTA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE ESCOLA AGRÍCOLA DE JUNDIAÍ EAJ - PRONATEC / REDE etec MÓDULO III DESENVOLVIMENTO PROFESSOR ADDSON COSTA RESUMO DE AULA CRIAÇÃO E MANIPULAÇÃO DO BANCO DE DADOS

Leia mais

Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 1 a Prova

Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 1 a Prova Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 1 a Prova Prof. Carlos A. Heuser Setembro de 2008 Prova sem consulta duas horas de duração 1. (Peso 2 Deseja-se projetar um banco de dados para um sítio de relacionamento.

Leia mais

Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br

Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br Programação com acesso a BD Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br 1 Agenda Introdução Conceitos do Modelo Relacional Restrições de Integridade Básicas Esquema do BD Relacional Restrições

Leia mais

Exercícios de Lógica Exercícios de Fixação 08

Exercícios de Lógica Exercícios de Fixação 08 Exercícios Exercícios de Lógica Exercícios de Fixação 08 1. A linguagem SQL apresenta uma série de comandos que permitem a definição dos dados, chamada de DDL (Data Definition Language). Assinale a alternativa

Leia mais

SQL. SQL (Structured Query Language) Comando CREATE TABLE. SQL é uma linguagem de consulta que possibilita:

SQL. SQL (Structured Query Language) Comando CREATE TABLE. SQL é uma linguagem de consulta que possibilita: SQL Tópicos Especiais Modelagem de Dados Prof. Guilherme Tavares de Assis Universidade Federal de Ouro Preto UFOP Instituto de Ciências Exatas e Biológicas ICEB Mestrado Profissional em Ensino de Ciências

Leia mais

MODELAGEM DE DADOS MODELAGEM DE DADOS. rafaeldiasribeiro.com.br 04/08/2012. Aula 7. Prof. Rafael Dias Ribeiro. M.Sc. @ribeirord

MODELAGEM DE DADOS MODELAGEM DE DADOS. rafaeldiasribeiro.com.br 04/08/2012. Aula 7. Prof. Rafael Dias Ribeiro. M.Sc. @ribeirord MODELAGEM DE DADOS PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO, M.Sc. @ribeirord MODELAGEM DE DADOS Aula 7 Prof. Rafael Dias Ribeiro. M.Sc. @ribeirord 1 Objetivos: Aprender sobre a modelagem lógica dos dados. Conhecer os

Leia mais

Desenvolvimento de uma base de dados. Relação. Modelo lógico: SGBD relacional

Desenvolvimento de uma base de dados. Relação. Modelo lógico: SGBD relacional Desenvolvimento de uma base de dados Realidade Bases de dados relacionais e SQL Conceitos básicos de bases de dados relacionais A 3ª forma normal Structured Query Language (SQL) Modelo conceptual (e.g.

Leia mais

Linguagem de Consulta - SQL

Linguagem de Consulta - SQL SQL Structured Query Language Linguagem de Consulta Estruturada; Originou-se da linguagem SEQUEL (1974); Revisada e chamada de SQL em 1976/77; Em 1986, padronizada pelo ANSI/ISO - chamada SQL-86; Em 1987

Leia mais

Modelo Relacional. Aécio Costa

Modelo Relacional. Aécio Costa Aécio Costa O Modelo de Dados Relacional foi introduzido por Codd (1970). Entre os modelos de dados de implementação, o modelo relacional é o mais simples, com estrutura de dados uniforme, e também o mais

Leia mais

NOME SEXO CPF NASCIMENTO SALARIO

NOME SEXO CPF NASCIMENTO SALARIO Tutorial SQL Fonte: http://www.devmedia.com.br/articles/viewcomp.asp?comp=2973 Para começar Os Sistemas Gerenciadores de Bancos de Dados Relacionais (SGBDr) são o principal mecanismo de suporte ao armazenamento

Leia mais

Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br

Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br Programação com acesso a BD Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br 1 Agenda Consultas SQL envolvendo NULL; Consultas Aninhadas IN; Funções EXISTS e NOT EXISTS; Funções de Agregação: GROUP

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul QUESTÃO: 28 Prezada comissão, solicito revisão para a questão de número 28 referente a prova do edital IFRS - 011/2013 - Área: Informática - Informática Geral. A questão de número 28 solicita que realize

Leia mais

Banco de Dados Profa. Dra. Cristina Dutra de Aguiar Ciferri. Banco de Dados Processamento e Otimização de Consultas

Banco de Dados Profa. Dra. Cristina Dutra de Aguiar Ciferri. Banco de Dados Processamento e Otimização de Consultas Processamento e Otimização de Consultas Banco de Dados Motivação Consulta pode ter sua resposta computada por uma variedade de métodos (geralmente) Usuário (programador) sugere uma estratégia para achar

Leia mais

Sistemas de Informação

Sistemas de Informação MODELO CONCEPTUAL DE DADOS Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Felgueiras Engenharia Informática 3º ano - 2003/2004 Ana Maria Madureira 1. MODELO CONCEPTUAL DE DADOS Descreve o S.I. da Organização

Leia mais

Banco de Dados. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br. Exercícios SQL

Banco de Dados. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br. Exercícios SQL Banco de Dados Exercícios SQL 1 TRF (ESAF 2006) 32. Analise as seguintes afirmações relacionadas a Bancos de Dados e à linguagem SQL: I. A cláusula GROUP BY do comando SELECT é utilizada para dividir colunas

Leia mais

Subconsultas ou Consultas Aninhadas

Subconsultas ou Consultas Aninhadas Subconsultas ou Consultas Aninhadas Forma alternativa de especificar consultas envolvendo relacionamentos entre tabelas Otimização filtragens prévias de dados na subconsulta apenas tuplas/atributos de

Leia mais

FEAP - Faculdade de Estudos Avançados do Pará PROFª LENA VEIGA PROJETOS DE BANCO DE DADOS UNIDADE V- SQL

FEAP - Faculdade de Estudos Avançados do Pará PROFª LENA VEIGA PROJETOS DE BANCO DE DADOS UNIDADE V- SQL Quando os Bancos de Dados Relacionais estavam sendo desenvolvidos, foram criadas linguagens destinadas à sua manipulação. O Departamento de Pesquisas da IBM desenvolveu a SQL como forma de interface para

Leia mais

LINGUAGEM DE BANCO DE DADOS

LINGUAGEM DE BANCO DE DADOS LINGUAGEM DE BANCO DE DADOS Gabriela Trevisan Bacharel em Sistemas de Informação Universidade Federal do Rio Grande Pós-Graduanda Formação Pedagógica de Professores (FAQI) Conceito de BD Um banco de dados

Leia mais

Tarefa Orientada 16 Vistas

Tarefa Orientada 16 Vistas Tarefa Orientada 16 Vistas Objectivos: Vistas só de leitura Vistas de manipulação de dados Uma vista consiste numa instrução de SELECT que é armazenada como um objecto na base de dados. Deste modo, um

Leia mais

Roteiro 9 - SQL Básico: chave estrangeira, operadores de comparação e operadores booleanos

Roteiro 9 - SQL Básico: chave estrangeira, operadores de comparação e operadores booleanos Roteiro 9 - SQL Básico: chave estrangeira, operadores de comparação e operadores booleanos Objetivos: Criar restrições para atributos, chaves primárias e estrangeiras; Explorar consultas SQL com uso de

Leia mais

SQL Linguagem de Manipulação de Dados. Banco de Dados Profa. Dra. Cristina Dutra de Aguiar Ciferri

SQL Linguagem de Manipulação de Dados. Banco de Dados Profa. Dra. Cristina Dutra de Aguiar Ciferri SQL Linguagem de Manipulação de Dados Banco de Dados SQL DML SELECT... FROM... WHERE... lista atributos de uma ou mais tabelas de acordo com alguma condição INSERT INTO... insere dados em uma tabela DELETE

Leia mais

TRABALHO DE BANCO DE DADOS POSTGRES MINI-MUNDO: BD PARA GERENCIAMENTO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO

TRABALHO DE BANCO DE DADOS POSTGRES MINI-MUNDO: BD PARA GERENCIAMENTO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO UERJ Universidade do Estado do Rio de Janeiro Mestrado em Engenharia da Computação Geomática Docente: Oscar Luiz Monteiro de Farias Disciplina: Banco de Dados Alunos: Elisa Santos de Oliveira Teixeira

Leia mais

SQL UMA ABORDAGEM INTERESSANTE

SQL UMA ABORDAGEM INTERESSANTE SQL é uma linguagem de consulta estruturada, do inglês Structured Query Language. É uma linguagem de pesquisa declarativa para banco de dados relacional (base de dados relacional). Muitas das características

Leia mais

Banco de Dados. Arquitetura e Terminologia. Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.

Banco de Dados. Arquitetura e Terminologia. Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo. Banco de Dados Arquitetura e Terminologia Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com 2015 Modelo de Dados e Esquemas O modelo de Banco de Dados é como um detalhamento

Leia mais

SQL é uma linguagem de consulta que implementa as operações da álgebra relacional de forma bem amigável.

SQL é uma linguagem de consulta que implementa as operações da álgebra relacional de forma bem amigável. SQL (Structured Query Language) SQL é uma linguagem de consulta que implementa as operações da álgebra relacional de forma bem amigável. Além de permitir a realização de consultas, SQL possibilita: definição

Leia mais

Correção da 1a Prova de GBD1 2009/2. Profa. Sandra de Amo

Correção da 1a Prova de GBD1 2009/2. Profa. Sandra de Amo Correção da 1a Prova de GBD1 2009/2 Profa. Sandra de Amo 1. Você foi contratado para fazer o projeto de um banco de dados para um teatro. Seu cliente (o gerente do teatro) deseja estocar informações a

Leia mais

Formação em Banco de Dados. Subtítulo

Formação em Banco de Dados. Subtítulo Formação em Banco de Dados Subtítulo Sobre a APTECH A Aptech é uma instituição global, modelo em capacitação profissional, que dispõe de diversos cursos com objetivo de preparar seus alunos para carreiras

Leia mais

UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSAMENTO DE DADOS BANCO DE DADOS

UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSAMENTO DE DADOS BANCO DE DADOS CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM PROCESSAMENTO DE DADOS CLAUDIO RIBEIRO DA SILVA MARÇO 1997 2 1 - CONCEITOS GERAIS DE 1.1 - Conceitos Banco de Dados - Representa

Leia mais

SQL DML CONSULTAS ENVOLVENDO MAIS DE UMA TABELA

SQL DML CONSULTAS ENVOLVENDO MAIS DE UMA TABELA SQL DML CONSULTAS ENVOLVENDO MAIS DE UMA TABELA Uma consulta envolvendo informações de mais de uma tabela podem ser realizadas por encadeamento ou junção(join). 1. Consultas Encadeadas - SubConsultas Consultas

Leia mais

Tarefa Orientada 15 Manipulação de dados

Tarefa Orientada 15 Manipulação de dados Tarefa Orientada 15 Manipulação de dados Objectivos: Criação de tabelas teste Comando INSERT INTO Inserção de dados Comando INSERT Actualização de dados Comando UPDATE Eliminação de dados Comando DELETE

Leia mais

Bases de Dados BDDAD. Linguagem SQL. Comando SELECT Divisão Algébrica. Nelson Freire (ISEP LEI-BDDAD 2015/16) 1/9

Bases de Dados BDDAD. Linguagem SQL. Comando SELECT Divisão Algébrica. Nelson Freire (ISEP LEI-BDDAD 2015/16) 1/9 BDDAD Bases de Dados Linguagem SQL Comando SELECT Nelson Freire (ISEP LEI-BDDAD 2015/16) 1/9 Operador Sumário Introdução Expressão Equivalente em SQL Soluções Tradução Directa de Expressão Algébrica Quantificação

Leia mais

SQL Structured Query Language

SQL Structured Query Language Janai Maciel SQL Structured Query Language (Banco de Dados) Conceitos de Linguagens de Programação 2013.2 Structured Query Language ( Linguagem de Consulta Estruturada ) Conceito: É a linguagem de pesquisa

Leia mais

Projeto de Banco de Dados

Projeto de Banco de Dados Projeto de Banco de Dados SQL-Consultas Comando SELECT Prof. Luiz Antônio Vivacqua C. Meyer (la.vivacqua@gmail.com) Sintaxe Geral SELECT [ALL/DISTINCT] coluna1, coluna2,..., colunan FROM nome_tabela1,

Leia mais

LINGUAGEM SQL. SQL Server 2008 Comandos iniciais

LINGUAGEM SQL. SQL Server 2008 Comandos iniciais 1 LINGUAGEM SQL SQL Server 2008 Comandos iniciais SQL - STRUCTURED QUERY LANGUAGE Quando os Bancos de Dados Relacionais estavam sendo desenvolvidos, foram criadas linguagens destinadas à sua manipulação.

Leia mais

18/03/2012. Formação. E-mail: alunos@ecivaldo.com

18/03/2012. Formação. E-mail: alunos@ecivaldo.com Formação Bacharelado em Ciência da Computação (UFBA) Especialização avançada em Sistemas Distribuídos (UFBA) Mestrado em Ciência da Computação (UFCG) Doutorado em Educação (USP) 1a. Aula 2012.1 2 Empresa

Leia mais

Computadores e Sistemas de Informação. Bases de Dados Relacionais (linguagem SQL)

Computadores e Sistemas de Informação. Bases de Dados Relacionais (linguagem SQL) Computadores e Sistemas de Informação Bases de Dados Relacionais (linguagem SQL) 2004/2005 Utilidade das Bases de Dados Recolha e processamento de dados que possuem um volume significativo, que são interrelacionados,

Leia mais

MODELO DE DADOS VS ESQUEMA

MODELO DE DADOS VS ESQUEMA MODELO DE DADOS VS ESQUEMA Um modelo de dados é um conjunto de conceitos usados para se descrever dados. Um esquema é uma descrição de uma determinada coleção de dados, descrição essa baseada num certo

Leia mais

1. Assinale as afirmações que são verdadeiras e as que são falsas, corrigindo-as:

1. Assinale as afirmações que são verdadeiras e as que são falsas, corrigindo-as: Curso Profissional Técnico de Informática de Gestão 10ºB Prof. Pedro Lopes S i s t e m a s d e I n f o r m a ç ã o M ó d u l o : L i n g u a g e m S Q L T e s t e s u m a t i v o d u r a ç ã o 8 0 m i

Leia mais

Introdução às Bases de Dados

Introdução às Bases de Dados Introdução às Bases de Dados Chave primária Domínios Relação F# F Nome Estado Cidade F1 José 20 Braga F2 João 10 Faro F3 Luís 30 Lisboa F4 Rui 30 Setúbal Atributos Tuplas Introdução às Bases de Dados Modelo

Leia mais

PROJETO DE BANCO DE DADOS -PROJETO CONCEITUAL -EXERCÍCIOS. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br

PROJETO DE BANCO DE DADOS -PROJETO CONCEITUAL -EXERCÍCIOS. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br PROJETO DE BANCO DE DADOS -PROJETO CONCEITUAL -EXERCÍCIOS Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br 1. CLÍNICA MÉDICA Em uma clínica trabalham médicos e existem pacientes internados.

Leia mais

Memória de aula Aulas 11 e 12

Memória de aula Aulas 11 e 12 Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina: B1SGB - Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados Memória de aula Aulas 11 e 12 1) Revisão a. Cláusula join (inner e outer) 2) Cláusula GROUP

Leia mais

Introdução ao SQL. Aécio Costa

Introdução ao SQL. Aécio Costa Aécio Costa A linguagem SQL é um padrão de linguagem de consulta comercial e possui as seguintes partes: Linguagem de definição de dados (DDL) Linguagem interativa de manipulação de dados (DML) Definição

Leia mais

Sumário. Introdução... 1. 1 O Problema... 3

Sumário. Introdução... 1. 1 O Problema... 3 Sumário Introdução... 1 1 O Problema... 3 1.1 Definição do Problema... 3 1.2 A Solução... 3 1.2.1 Projeto Conceitual...4 1.2.2 Projeto Lógico... 5 1.2.3 Projeto Físico... 6 2 Criação de Bancos de Dados...

Leia mais

Avaliação DCC011. Programa. Conceitos Básicos. Definição de Banco de Dados. Sist. de Gerência de Banco de Dados. [Elmasri & Navathe, 2000]

Avaliação DCC011. Programa. Conceitos Básicos. Definição de Banco de Dados. Sist. de Gerência de Banco de Dados. [Elmasri & Navathe, 2000] DCC011 Introdução a Banco de Dados -08 Mirella M. Moro Departamento de Ciência da Computação Universidade Federal de Minas Gerais mirella@dcc.ufmg.br 2009/1 Avaliação Provas 60 pontos Trabalhos Práticos

Leia mais

Principais Conceitos. Modelo Relacional representa o banco de dados como uma coleção de relações Tupla Atributos Relação Domínio

Principais Conceitos. Modelo Relacional representa o banco de dados como uma coleção de relações Tupla Atributos Relação Domínio MODELO RELACIONAL Principais Conceitos Modelo Relacional representa o banco de dados como uma coleção de relações Tupla Atributos Relação Domínio Conceitos Básicos - Relações A Álgebra Relacional fundamenta-se

Leia mais

Introdução em Banco de Dados

Introdução em Banco de Dados Introdução em Banco de Dados Aula08 ComandosSQL II comando ORDER BY Uma lista completa dos registros da tabela por ordem alfabética do campo NOME. comando ORDER BY... DESC Uma lista completa dos registros

Leia mais

Linguagem de Consulta - SQL

Linguagem de Consulta - SQL Complementos da Linguagem SQL - Eliminando Tuplas Repetidas Exemplo: Obter o código das editoras que têm livros publicados CodEditora Titulo Publicacao... 04 Banco de Dados 1989 02 Análise 2000 01 XML

Leia mais

1- Identifique para cada questão abaixo, se o enunciado se refere a View, Stored Procedures, Trigger ou Function. Apenas um por questão.

1- Identifique para cada questão abaixo, se o enunciado se refere a View, Stored Procedures, Trigger ou Function. Apenas um por questão. 1- Identifique para cada questão abaixo, se o enunciado se refere a View, Stored Procedures, Trigger ou Function. Apenas um por questão. a- Representam tabelas virtuais não armazenadas, compostas de campos

Leia mais

INF01145 - Fundamentos de Banco de Dados Exercícios sobre normalização

INF01145 - Fundamentos de Banco de Dados Exercícios sobre normalização INF045 - Fundamentos de Banco de Dados Exercícios sobre normalização Carlos A. Heuser 28 de Junho de 2006 Exercícios do Capítulo 5 do livro Exercício. Considere as seguintes alternativas de implementação

Leia mais

MODELO RELACIONAL E RESTRIÇÕES DE INTEGRIDADE

MODELO RELACIONAL E RESTRIÇÕES DE INTEGRIDADE MODELO RELACIONAL E RESTRIÇÕES DE Prof. Ronaldo R. Goldschmidt Definição: O Modelo Relacional representa o banco de dados como uma coleção de relações. Fundamenta-se na Teoria dos Conjuntos. Informalmente:

Leia mais

Tarefa Orientada 10 Obter informação a partir de uma tabela

Tarefa Orientada 10 Obter informação a partir de uma tabela Tarefa Orientada 10 Obter informação a partir de uma tabela Objectivos: Consultar dados de uma tabela Utilizar operadores aritméticos, relacionais, lógicos, de concatenação de cadeias de caracteres, LIKE

Leia mais

Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 1 a Prova

Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 1 a Prova Prova de Fundamentos de Bancos de Dados 1 a Prova Prof. Carlos A. Heuser Abril de 2004 1. Uma agência de viagens resolveu montar uma base de dados com informações sobre vôos das companhias de aviação das

Leia mais

Exercício 3.9: Estudo de caso - Sistema de reserva de passagens aéreas

Exercício 3.9: Estudo de caso - Sistema de reserva de passagens aéreas Exercício 3.9: Estudo de caso - Sistema de reserva de passagens aéreas O objetivo do trabalho é projetar um sistema de reservas para uma companhia de aviação. O sistema contará com um banco de dados central,

Leia mais

4.6. SQL - Structured Query Language

4.6. SQL - Structured Query Language 4.6. SQL - Structured Query Language SQL é um conjunto de declarações que é utilizado para acessar os dados utilizando gerenciadores de banco de dados. Nem todos os gerenciadores utilizam SQL. SQL não

Leia mais

O modelo de dados relacional e as restrições de um banco de dados relacional

O modelo de dados relacional e as restrições de um banco de dados relacional O modelo de dados relacional e as restrições de um banco de dados relacional Vitor Valerio de Souza Campos Modelo de dados relacional OBJETIVOS Apresentar os conceitos do Modelo Relacional Apresentar as

Leia mais

SQL Linguagem de Definição de Dados. Laboratório de Bases de Dados Profa. Dra. Cristina Dutra de Aguiar Ciferri

SQL Linguagem de Definição de Dados. Laboratório de Bases de Dados Profa. Dra. Cristina Dutra de Aguiar Ciferri SQL Linguagem de Definição de Dados SQL Structured Query Language Uma das mais importantes linguagens relacionais (se não a mais importante) Exemplos de SGBD que utilizam SQL Oracle Informix Ingress SQL

Leia mais

Modelo Relacional. Modelo Relacional. Tabelas

Modelo Relacional. Modelo Relacional. Tabelas MODELO RELACIONAL Banco de Dados Relacional = consiste em uma coleção de tabelas ou relações, cada uma das quais com um nome único. 2 1 Tabelas Conjunto não ordenado de linhas (tuplas); Cada linha é composta

Leia mais

BDII SQL Junção Revisão 8

BDII SQL Junção Revisão 8 exatasfepi.com.br BDII SQL Junção Revisão 8 André Luís Duarte Leais são as feridas feitas pelo amigo, mas os beijos do inimigo são enganosos. Provérbios 27:6 SQL Introdução Produto cartesiano Nomes alternativos

Leia mais

Correção da 1a Prova de GBD1 2010/1. Profa. Sandra de Amo

Correção da 1a Prova de GBD1 2010/1. Profa. Sandra de Amo Correção da 1a Prova de GBD1 2010/1 Profa. Sandra de Amo 1. Você foi contratado para fazer o projeto de um banco de dados para a Auto-Escola Ideal. Seu cliente (o dono da auto-escola) deseja estocar e

Leia mais

BANCO DE DADOS. info 3º ano. Prof. Diemesleno Souza Carvalho diemesleno@iftm.edu.br www.diemesleno.com.br

BANCO DE DADOS. info 3º ano. Prof. Diemesleno Souza Carvalho diemesleno@iftm.edu.br www.diemesleno.com.br BANCO DE DADOS info 3º ano Prof. Diemesleno Souza Carvalho diemesleno@iftm.edu.br www.diemesleno.com.br BANCO DE DADOS Unidade 1 - Introdução Dados; Banco de Dados; Base de Dados; Projeto de Banco de Dados.

Leia mais