APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS REFERENTE AO EXERCÍCIO DE 2012 E PROJETOS PARA IRMANDADE DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SÃO CARLOS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS REFERENTE AO EXERCÍCIO DE 2012 E PROJETOS PARA 2013. IRMANDADE DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SÃO CARLOS"

Transcrição

1 IRMANDADE DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SÃO CARLOS APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS REFERENTE AO EXERCÍCIO DE 2012 E PROJETOS PARA FINANCEIRO Feito por: Diego dos Santos

2 CONTABILIDADE/CUSTOS

3 RECEITA LIQUÍDA RECEITA LIQUÍDA jan-12 fev-12 mar-12 abr-12 mai-12 jun-12 jul-12 ago-12 set-12 out-12 nov-12 dez-12

4 CONTABILIDADE - RESULTADOS COMPOSIÇÃO DAS RECEITAS 2011 COMPOSIÇÃO DAS RECEITAS ,2% 3,2% 2,1% 2,7% 38,7% 38,4% 57,0% 56,8% RECEITAS DO SUS RECEITAS DA UNIMED RECEITAS DE OUTROS CONVÊNIOS RECEITAS DE PACIENTES PARTICULARES RECEITAS DO SUS RECEITAS DA UNIMED RECEITAS DE OUTROS CONVÊNIOS RECEITAS DE PACIENTES PARTICULARES

5 CUSTOS DOS SERVIÇOS PRESTADOS CUSTOS DOS SERVIÇOS PRESTADOS jan-12 fev-12 mar-12 abr-12 mai-12 jun-12 jul-12 ago-12 set-12 out-12 nov-12 dez-12

6 COMPOSIÇÃO DOS CUSTOS ,9% 3,6% 1,6% 6,4% 31,1% 15,2% 2,8% 15,6% CUSTO COM FOLHA DE PAGAMENTO CUSTO COM TERCEIROS CUSTO COM MATERIAL E MEDICAMENTO CUSTO COM HEMODINÂMICA CUSTO INDIRETOS 20,9% CUSTO COM HONORÁRIOS MÉDICOS CUSTO COM SADT CUSTO COM ORTESE E PROTESES CUSTO COM DEPRECIAÇÃO

7 COMPOSIÇÃO DOS CUSTOS ,8% 1,2% 5,9% 4,5% 31,9% 16,5% 0,9% 15,9% CUSTO COM FOLHA DE PAGAMENTO CUSTO COM TERCEIROS CUSTO COM MATERIAL E MEDICAMENTO CUSTO COM HEMODINÂMICA CUSTO INDIRETOS 21,4% CUSTO COM HONORÁRIOS MÉDICOS CUSTO COM SADT CUSTO COM ORTESE E PROTESES CUSTO COM DEPRECIAÇÃO

8 DESPESAS SERVIÇOS PRESTADOS DESPESAS SERVIÇOS PRESTADOS jan-12 fev-12 mar-12 abr-12 mai-12 jun-12 jul-12 ago-12 set-12 out-12 nov-12 dez-12

9 COMPOSIÇÃO DAS DESPESAS ,4% 0,2% 1,6% 44,3% 5,4% 0,8% 17,8% 5,7% DESPESAS COM PESSOAL DESPESAS COM MATERIAIS DESPESAS COM COMISSÕES ÉTICA MÉDICAS DESPESAS COM PROCESSOS DESPESAS FINANCEIRAS 1,7% DESPESAS COM SERVIÇOS DE TERCEIROS DESPESAS GERAIS DESPESAS COM ENERGIA ELETRICA / TELE / PABX DESPESAS COM HON ADV E AUDITORIA

10 COMPOSIÇÃO DAS DESPESAS ,4% 48,5% 0,1% 1,7% 2,7% 0,8% 13,6% 1,7% 0,5% DESPESAS COM PESSOAL DESPESAS COM MATERIAIS DESPESAS COM COMISSÕES ÉTICA MÉDICAS DESPESAS COM PROCESSOS DESPESAS FINANCEIRAS DESPESAS COM SERVIÇOS DE TERCEIROS DESPESAS GERAIS DESPESAS COM ENERGIA ELETRICA / TELE / PABX DESPESAS COM HON ADV E AUDITORIA

11 RECEITAS DOS SERVIÇOS PRESTADOS NO SUS RECEITAS DOS SERVIÇOS PRESTADOS NO SUS

12 CUSTO DOS SERVIÇOS PRESTADOS NO SUS CUSTO DOS SERVIÇOS PRESTADOS NO SUS

13 DESPESAS DOS SERVIÇOS PRESTADOS NO SUS DESPESAS DOS SERVIÇOS PRESTADOS NO SUS

14 - SUPERAVIT/DÉFCIT DO PERÍODO - SUS SUPERAVIT/DÉFCIT DO PERÍODO - SUS ( ) ( ) ( ) ( ) ( ) ( ) ( ) ( ) ( ) ( ) ( ) ( ) ( ) ( ) ( ) ( ) ( )

15 EXTRA TETO SUS EXTRA TETO SUS ( ) jan-12 fev-12 mar-12 abr-12 mai-12 jun-12 jul-12 ago-12 set-12 out-12 nov-12 dez-12

16 RECEITA LÍQUIDA UNIMED RECEITA LÍQUIDA UNIMED

17 CUSTO DOS SERVIÇOS PRESTADOS UNIMED CUSTO DOS SERVIÇOS PRESTADOS UNIMED

18 DESPESAS DOS SERVIÇOS PRESTADOS UNIMED DESPESAS DOS SERVIÇOS PRESTADOS UNIMED

19 SUPERAVIT/DÉFCIT DO PERÍODO - UNIMED SUPERAVIT/DÉFCIT DO PERÍODO - UNIMED ( ) ( ) ( ) ( ) ( )

20 RECEITAS DOS OUTROS CONVÊNIOS ,00 RECEITA LÍQUIDA - OUTROS CONVENIOS , , , , , , , , , , , , , , , ,62 -

21 CUSTOS - OUTROS CONVÊNIOS , , , ,24 CUSTO - OUTROS CONVENIOS , , , , , , , , , , , , , , , ,41

22 12.000,00 DESPESAS - OUTROS CONVÊNIOS DESPESAS - OUTROS CONVÊNIOS , , , , , , , , , , , , , , , , ,75 -

23 SUPERAVIT/DÉFCIT BRUTO - OUTROS CONVENIOS SUPERAVIT/DÉFCIT BRUTO - OUTROS CONVENIOS (8.723) (7.111) (50.000) ( ) (66.679) (58.346) (78.069)

24 RECEITAS PARTICULAR RECEITA PARTICULAR

25 CUSTOS - PARTICULAR CUSTOS PARTICULAR

26 DESPESAS PARTICULAR DESPESAS PARTICULAR

27 SUPERAVIT/DÉFCIT DO PERÍODO - PARTIICULAR SUPERAVIT/DÉFCIT DO PERÍODO - PARTIICULAR (15.342) (6.478) (20.000) (40.000) (31.273) (60.000) (66.219) (80.000)

28 DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO CNPJ / Patrmonio Social Reserva de Doação Ajuste de Exercícios Anteriores Déficit do Exercício SALDO em 31 de Dezembro de ( ) ( ) Défict do Exercício Incorporado ao Patrimonial Social ( ) Ajuste de Exercícios Anteriores Incorporado ao Patrimônio Social ( ) Reserva de Doações Incorporadas ao Patrimônio Social (17.813) - Doação para Imobilizado - Pessoa Jurídica - Ajuste de Exercício Anterior Défict Apurado no Exercício ( ) ( ) SALDO em 31 de Dezembro de ( ) Défict do Exercício Incorporado ao Patrimonial Social ( ) Ajuste de Exercícios Anteriores Incorporado ao Patrimônio Social ( ) - Reserva de Doações Incorporadas ao Patrimônio Social - Doação para Imobilizado - Pessoa Jurídica - Ajuste de Exercício Anterior Défict Apurado no Exercício ( ) ( ) SALDO em 31 de Dezembro de ( ) Total

29 CONVÊNIO/VERBAS PREVISTAS EM ANDAMENTOS Federal = Total Federal = R$ , R$ ,00 mil - para reforma de unidade de saúde - Dep. Nelson Marquezelli - proposta SICONV nº / convênio nº plano de trabalho; já está com Contrato assinado através da Caixa Econômica Federal. R$ ,00 mil - para aquisição de equipamentos - Ex. Dep. Lobbe Neto - proposta SICONV nº / convênio nº

30 Federal 2012 CONVÊNIO/VERBAS PREVISTAS EM ANDAMENTOS R$ ,00 mil - para aquisição de equipamentos - Dep. Nelson Marquezelliproposta SICONV nº / convênio assinado. R$ ,00 mil para reforma de unidade de saúde Dep. Newton Lima proposta SICONV nº / encontra-se em analise da área técnica do SICONV. R$ ,00 - para aquisição de equipamentos - Ministério da Saúde - proposta SICONV nº / encontra-se em analise da área técnica do SICONV. R$ ,00 - para reforma de unidade de saúde - Ministério da Saúde - proposta SICONV nº / encontra-se em analise da área técnica do SICONV.

31 VERBAS RECEBIDAS E PRESTADAS CONTAS 2012 PRÓ SANTA CASA : R$ ,00 Custeio Ambulatório de Ortopedia: R$ ,68 Dr Normando: R$ ,00 Aquisição de geladeira (maternidade) Reforma do E1º Cadeiras de acompanhantes (geral) Mazola: R$ ,00 Móveis para Enfermaria e SND. Devolução Câmara dos Vereadores: R$ Aquisição de MATMED.

32 CONVÊNIO PREVISTOS EM ANDAMENTOS Estadual 2012 R$ ,00 mil - para aquisição de equipamentos - Dep. Nelson Marquezelli- proposta SICONV nº / convênio assinado. R$ ,00 milhão - para CUSTEIO Governador Geraldo Alckmin $ ,00 mil - para aquisição de Instrumentais Cirúrgicos e Enxoval Hospitalar Governador Geraldo Alckmin R$ ,00 para aquisição de Equipamentos Dep. Estadual Gilmaci Santos Total Estadual = R$ ,00 Municipal 2012 R$ ,00 mil - para equipamentos Vereador Normando Lima R$ ,00 - para equipametnos Vereadora Alaide Total Municipal = R$ ,00 mil

33 IRMANDADE DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SÃO CARLOS GESTÃO ADMINISTRATIVA ADMINISTRAÇÃO HOSPITALAR Edson Eduardo Pramparo

34 COMPRAS MATMED Diminuição do Dispêndio Financeiro no ano de 2012.

35 Quantidade de Itens comprados Itens comprados ITENS Tendência Jan fev mar abr mai jun jul agos set out nov dez MEDICAMENTOS+ MATERIAIS+ PSICOTRÓPICOS

36 Taxa de Ocupação Em 2012 houve um aumento de na taxa de Ocupação Hospitalar em 0,26 % para atendimento SUS.

37 ARRECADAÇÃO Aumentamos a arrecadação via Telemarketing.

38 TURNOVER Diminuição da taxa de rotatividade, principalmente no segundo semestre.

39 PESSOAS - GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Iniciamos um novo processo de medição e agora são desconsiderados as horas de integração.

40 PESQUISA DO CLIMA ORGANIZACIONAL Em 2012, melhoramos nossa motivação interna e isso refletiu na pesquisa do clima organização em 6% com relação ao ano anterior.

41 MOVIMENTAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS Em 2012, aumentamos nosso número de funcionários (CAGED) para melhor atendimento ao usuário.

42 CONQUISTAS EM 2012 Visualização de exames laboratoriais via internet no SMU e demais setores; Reformas em andamento: Pediatria e E 1º e semi-intensivo maternidade; Nova parceria ambulatório de oftalmologia que resultou em + de 900 cirurgias oftalmológica (retina, catarata, pterígio e etc); Segunda Câmara Hiperbárica; Parceria com a Trevisan Escola de Negócios (pós-graduação em Gestão em Saúde); equipamentos no CIDI (Mamógrafo, Tomógrafo e Densitometria Óssea); Investimento e equipamentos e instrumentais para o CC ; Inauguração do novo reservado médico plantonista; Ambulatório de Ortopedia; Área de Convivência Colaboradores; Semi-intensivo Maternidade; Sala de paramentação acompanhantes maternidade

43 CONQUISTAS EM 2012 Adequação do posto de enfermagem SMU; Reformulação da sala de mamografia e ultrassom; Reforma/entrega de 02 quartos (10 leitos) do E1º; Projeto de acessibilidade do Ministério Público; Sala de ambulatório Ecodopler vascular Troca da calha central (lanchonete até Centro Cirúrgico)

44 ÁREAS RAIO X HOSPITALAR Total Geral TOTAIS MÉDIAS SUS NÃO SUS SUS NÃO SUS Internações Pacientes / dia Internados Clínica Cirúrgica Internados Clínica Obstétrica Internados Clínica Médica Internados Clínica Pediátrica Procedimentos Cirúrgicos Cirurgias Eletivas Cirurgias Ambulatoriais Cirurgias Urgencia Emergência Cirurgias Multirão Cirurgias Pró Santa Casa II Atendimento no Serviço Urg.e Emerg.(SMU) Exames Diagnósticos SADT s Parto Normal + Cesárias Quimioterapia Oftalmológica Radioterapia Endoscopia Hemodinâmica e Cardiológica Exames Radiologia Tomografia Ultrassonografia Ressonância Magnética Mamografia Serviço de Urolaser Hemodiálise

45 Refeitório - Hotelaria e Banco de Sangue Quantidade de Refeição Servida Café da manhã dos pacientes Almoço dos pacientes Jantar dos pacientes Almoço dos funcionários Jantar dos funcionários Refeição Noturno Lavagem de Roupa Bolsas de Sangue Total Geral

46 OBRIGADO A TODOS! FIM

Relatório de. Gestão

Relatório de. Gestão Relatório de Gestão Sumário Apresentação... 2 Serviços Ofertados... 3 Recursos Humanos... 4 Análise Operacional... 5... U RGÊNCIA E EMERGÊNCIA... 5... A MBULATÓRIO... 6... I NTERNAÇÃO... 7... D ESEMPENHO

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS AGOSTO/15

PRESTAÇÃO DE CONTAS AGOSTO/15 PRESTAÇÃO DE CONTAS AGOSTO/15 INDICE RELATÓRIO DE ATIVIDADES ATENDIMENTO P.A. ADULTO & PEDIATRIA INTERNAÇÕES PRESTAÇÃO DE CONTAS FINANCEIRO RECEBIMENTOS DESPESAS ESTUDOS PRÉ ABERTURA DA SANTA CASA AÇÕES

Leia mais

PROPOSTA DE PLANO DE SAÚDE ASSUFSM. Santa Maria, 06 de Junho de 2013.

PROPOSTA DE PLANO DE SAÚDE ASSUFSM. Santa Maria, 06 de Junho de 2013. PROPOSTA DE PLANO DE SAÚDE ASSUFSM Santa Maria, 06 de Junho de 2013. INTRODUÇÃO Trata-se de uma proposta de Plano de Saúde no sistema de pré-pagamento para atender os associados da ASSUFSM de Santa Maria/RS,

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES Página 1 de 28 Atualização: da poupança jun/81 1 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00 26.708,00-0,000% - 26.708,00 26.708,00 26.708,00 jul/81 2 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 1.72.380,00 0,00 0,00 0,00 361.00,00 22,96 22,96 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl Acum 14 set/11 15

Leia mais

Descrição Jan a Jun. 2013 Jan a Jun. 2014 Variação R$ Variação % Receitas Custos Assistenciais Resultado Operacional

Descrição Jan a Jun. 2013 Jan a Jun. 2014 Variação R$ Variação % Receitas Custos Assistenciais Resultado Operacional Comparativamente com o mesmo período de 2013, o percentual de crescimento dos custos assistenciais (atendimentos a beneficiários locais - 158) foi de 20,06%, enquanto que as receitas oriundas de mensalidades

Leia mais

CÓPIA DO BALANÇO PATRIMONIAL DEZEMBRO / 2014

CÓPIA DO BALANÇO PATRIMONIAL DEZEMBRO / 2014 CÓPIA DO BALANÇO PATRIMONIAL DEZEMBRO / 2014 ASSOCIAÇÃO ESPIRITA MAOS UNIDAS ENDEREÇO : RUA CASA FORTE, 609 CEP/BAI./CID. : 02336-040 / AGUA FRIA / São Paulo - SP TELEFONE : I.MUN.CCM : 8.624.555-4 INSCR.EST

Leia mais

Nome do Condomínio. Demonstrativo Financeiro

Nome do Condomínio. Demonstrativo Financeiro Mês: Janeiro 1.5 - Mês: Fevereiro 1.5 - Mês: Março 1.5 - Mês: Abril 1.5 - Mês: Maio 1.5 - Mês: Junho 1.5 - Mês: Julho 1.5 - Mês: Agosto 1.5 - Mês: Setembro 1.5 - Mês: Outubro 1.5 - Mês: Novembro 1.5 -

Leia mais

LISTA TELEFÔNICA DO HCE LOCALIZAÇÃO DDD PABX RAMAL RITEX + RAMAL CENTRAL TELEFÔNICA

LISTA TELEFÔNICA DO HCE LOCALIZAÇÃO DDD PABX RAMAL RITEX + RAMAL CENTRAL TELEFÔNICA LISTA TELEFÔNICA DO HCE LOCALIZAÇÃO DDD PABX RAMAL RITEX + RAMAL CENTRAL TELEFÔNICA 21 3891 7000 816+Ramal DIREÇÃO Gabinete do Diretor 21 Tel. Direto 3860-6570 Gabinete do Diretor (FAX) 21 Tel. Direto

Leia mais

Manual Específico Unimed-Rio - TISS

Manual Específico Unimed-Rio - TISS UNIME D-RIO Manual Específico Unimed-Rio - TISS Área de Relacionamento com Hospitais Rio 2 PADRONIZAÇÃO DOS NOVOS FORMULÁRIOS QUE SERÃO UTILIZADOS PELOS PRESTADORES PARA ENVIO PARA A UNIMED-RIO. Estes documentos

Leia mais

MARÇO 2009 Treinamento O IMIP promoveu, no último dia 26 de março, treinamento para novos voluntários, no Auditório Alice Figueira. A abertura foi realizada pela coordenadora do Voluntariado do IMIP, Rejane

Leia mais

RelatóRio de execução

RelatóRio de execução RelatóRio de execução JANEIRO/2015 CONSIDERAÇÕES INICIAIS Início de um novo ano seguindo as diretrizes de qualidade e excelência técnica preconizadas pelo Instituto D or de Gestão de Saúde Pública. O Contrato

Leia mais

Série 34 E 35 Relatório de Acompanhamento do CRI 31-jan-14

Série 34 E 35 Relatório de Acompanhamento do CRI 31-jan-14 31-jan-14 a - Juros 6.691.919,50 a - Juros 1.672.979,81 b - Amortização 3.757.333,97 b - Amortização 939.333,65 a - Saldo atual dos CRI Seniors (984.936.461,48) b - Saldo atual dos CRI Junior (246.234.105,79)

Leia mais

ABRANGÊNCIA DO PLANO EMPRESARIAL HOSPITALAR COM/SEM OBSTETRÍCIA:

ABRANGÊNCIA DO PLANO EMPRESARIAL HOSPITALAR COM/SEM OBSTETRÍCIA: C o b e r t u r a C o n t r a t u a l ABRANGÊNCIA DO PLANO EMPRESARIAL HOSPITALAR COM/SEM OBSTETRÍCIA: -ATENDIMENTO 24 horas; I - AS CONSULTAS DE URGÊNCIA serão realizadas com médico plantonista no HOSPITAL

Leia mais

O PEP como Instrumento de Otimização Clinica Marcos Sobral

O PEP como Instrumento de Otimização Clinica Marcos Sobral O PEP como Instrumento de Otimização Clinica Marcos Sobral São Paulo, 19 de setembro de 2005 Agenda Introdução Desafios MVPEP Formas de acessos Funcionalidades Formulários eletrônicos Índices clínicos

Leia mais

Manual TISS Troca de Informaçõ

Manual TISS Troca de Informaçõ Manual TISS Troca de Informaçõ ções em Saúde Suplementar Versão o 1.1 Instruçõ ções para preenchimento das guias PREENCHER EXCLUSIVAMENTE COM CANETA PRETA OU AZUL GCES A Unimed Natal desenvolveu este manual

Leia mais

REQUISITOS E DOCUMENTAÇÕES PARA FORMATAÇÃO DE CONTRATO P.M.E

REQUISITOS E DOCUMENTAÇÕES PARA FORMATAÇÃO DE CONTRATO P.M.E REQUISITOS E DOCUMENTAÇÕES PARA FORMATAÇÃO DE CONTRATO P.M.E REQUISITOS NECESSÁRIOS PARA FORMATAÇÃO DO CONTRATO: - Possuir um CNPJ; - Contrato Social, Contrato Individual ou MEI (Micro Empresa Individual);

Leia mais

Ferramentas de Gestão para uma prática segura e sustentável

Ferramentas de Gestão para uma prática segura e sustentável Ferramentas de Gestão para uma prática segura e sustentável Fluxo de pacientes: melhoria de processos Coordenadora de Enfermagem Hospital Israelita Albert Einstein Unidade Morumbi Durante nossa vida...

Leia mais

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+ CALENDÁRIO, 2015 7 A JAN. 0 QUARTA -1-0.0018 7022.5 3750.3 1 QUINTA 0 +0.0009 7023.5 3751.3 2 SEXTA 1 +0.0037 7024.5 3752.3 3 SÁBADO 2 +0.0064 7025.5 3753.3 4 DOMINGO 3 +0.0091 7026.5 3754.3 5 SEGUNDA

Leia mais

Modelo GFACH - Anexo 1 Indicadores mais Utilizados na Gestão Hospitalar no Brasil

Modelo GFACH - Anexo 1 Indicadores mais Utilizados na Gestão Hospitalar no Brasil Gestão do Relacionamento Externo Posicionamento no Sistema de Saúde Coeficiente de Mortalidade Nº de Óbitos / Nº de Indivíduos da Amostra * 1.000 Geral (toda a amostra), por idade (ex: infantil), por sexo

Leia mais

TABELA DO PLANO INDIVIDUAL

TABELA DO PLANO INDIVIDUAL TABELA DO PLANO INDIVIDUAL NÃO TEM TABELA FAMILIAR Plano Premium Premium Platinum Platinum Standard Executivo Standard Executivo Acomodação Enfermaria Apartamento Enfermaria Apartamento Abrangencia Regional

Leia mais

Remuneração Hospitalar. Modelo com Diária e Atendimento Semi-Global

Remuneração Hospitalar. Modelo com Diária e Atendimento Semi-Global Remuneração Hospitalar Modelo com Diária e Atendimento Semi-Global Sobre a Unimed Vitória UNIMED VITÓRIA / ES 310.000 CLIENTES, SENDO DESTES, 20.000 EM ATENÇÃO PRIMÁRIA; 2.380 MÉDICOS COOPERADOS; 208 PRESTADORES

Leia mais

Pompeia Santana Ipiranga

Pompeia Santana Ipiranga Pompeia Santana Ipiranga Apresentação dos Resultados Gerenciamento de Leitos Gerenciamento de leitos Significa buscar a utilização dos leitos disponíveis em sua capacidade máxima dentro dos critérios

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL REGIONAL JARAGUAENSE - FERJ BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE Valores expressos em Reais. ATIVO Notas 2010 2009

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL REGIONAL JARAGUAENSE - FERJ BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE Valores expressos em Reais. ATIVO Notas 2010 2009 BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE ATIVO Notas 2010 2009 CIRCULANTE Caixa e bancos 422.947 20.723 Contas a receber 4 698.224 903.098 Outras contas a receber 5 3.304.465 121.908 Estoques 14.070

Leia mais

FORMULÁRIOS TISS SUMÁRIO

FORMULÁRIOS TISS SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Formulários Padrão TISS 2. Preenchimento das Guias Padrão TISS Guia de Consulta Guia de Serviço Profissional/Serviço Auxiliar de Diagnóstico e Terapia SP/SADT Guia de Solicitação de Internação

Leia mais

HOSPITAL ESPIRITA JOAO MARCHESI CNPJ: 00.033.940/0001-87 BALANCO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31/12/2014

HOSPITAL ESPIRITA JOAO MARCHESI CNPJ: 00.033.940/0001-87 BALANCO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31/12/2014 ATIVO 31/12/2014 CIRCULANTE 259.291,95 DISPONIVEL 50.120,06 BANCOS CONTA MOVIMENTO 48.703,69 APLICACOES FINANCEIRAS DE LIQUIDEZ IMEDIATA 1.416,37 DISPONIBILIDADES 0,00 NUMERÁRIOS EM TRANSITO 0,00 CREDITOS

Leia mais

Produtos Unimed Grande Florianópolis

Produtos Unimed Grande Florianópolis Produtos Unimed Grande Florianópolis A Unimed é o plano de saúde que oferece os melhores médicos do Brasil. Vamos além para que sua saúde seja plena e de qualidade. Para nós, o importante é ver você bem

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA EXECUÇÃO FINANCEIRA

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA EXECUÇÃO FINANCEIRA CONTRATO 07/2013 EXERCÍCIO 2013 jan/13 fev/13 mar/13 abr/13 mai/13 jun/13 jul/13 ago/13 set/13 out/13 nov/13 dez/13 Número da Nota Fiscal emitida - - - - - - 92 99 110 121/133-157 - - Depósitos realizados

Leia mais

APAE - ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS DE DIADEMA Demonstrações financeiras de 2013 comparativo 2012 BALANÇO PATRIMONIAL

APAE - ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS DE DIADEMA Demonstrações financeiras de 2013 comparativo 2012 BALANÇO PATRIMONIAL BALANÇO PATRIMONIAL A T I V O 2013 2012 ATIVO CIRCULANTE 500.580 566.437 DISPONIBILIDADES 477.026 544.078 Caixa e Bancos Recursos Livres - Assistência Social 6.774 23.649 Bancos Recursos Terceiros - Assistência

Leia mais

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,8 21-Jul-00 Real 0,6493 Sem frete - PIS/COFINS

Leia mais

FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE APARECIDA DE GOIÂNIA APARECIDAPREV

FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE APARECIDA DE GOIÂNIA APARECIDAPREV 1 FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE APARECIDA DE GOIÂNIA APARECIDAPREV LUIZ ALBERTO MAGUITO VILELA Prefeito ELI DE FARIA Presidente ANDRE LUIS CARNEIRO Procurador EPITÁCIO BARBOSA DO

Leia mais

A PROPOSTA Uma ação urgente e necessária em prol do Hospital Antônio Moreira da Costa - HAMC

A PROPOSTA Uma ação urgente e necessária em prol do Hospital Antônio Moreira da Costa - HAMC A PROPOSTA Uma ação urgente e necessária em prol do Hospital Antônio Moreira da Costa - HAMC 1 O GRANDE OBJETIVO Aumentar a arrecadação financeira (R$) do hospital O ÚNICO MOTIVO Garantir sua sobrevivência

Leia mais

ÍNDICE TISS versão 3.0 Implantação 31/05/2014

ÍNDICE TISS versão 3.0 Implantação 31/05/2014 1 ÍNDICE 1. Visão Geral 3 2. O que é a TISS 3 3. Histórico da evolução do modelo 3 4. O que faz parte da TISS 4 5. Guias e demonstrativos 4 6. Plano de contingência 4 7. Guia de consulta 5 8. Guia de SP/SADT

Leia mais

Módulo Ambulatorial+Hospitalar +Obstetrícia PREZADO ASSOCIADO

Módulo Ambulatorial+Hospitalar +Obstetrícia PREZADO ASSOCIADO Tabela Comercial UNIFAMÍLIA EMPRESARIAL POR ADESÃO COPARTICIPATIVO 50% Módulo Ambulatorial+Hospitalar +Obstetrícia Cobertura de consultas médicas de pré-natal, exames complementares bem como atendimentos

Leia mais

Gestão Estratégica da Cadeia de Suprimentos: Modelos e Tendências SANTA CASA DE SÃO PAULO. Dr. Antonio Carlos Forte

Gestão Estratégica da Cadeia de Suprimentos: Modelos e Tendências SANTA CASA DE SÃO PAULO. Dr. Antonio Carlos Forte Gestão Estratégica da Cadeia de Suprimentos: Modelos e Tendências SANTA CASA DE SÃO PAULO Dr. Antonio Carlos Forte SANTA CASA DE SÃO PAULO Complexo hospitalar formado por dez unidades de assistência a

Leia mais

Apresentação TISS 3.01.00. Obrigatoriedade 30/05/2014 RN 305 / 341 IN 51 (ANS)

Apresentação TISS 3.01.00. Obrigatoriedade 30/05/2014 RN 305 / 341 IN 51 (ANS) Apresentação TISS 3.01.00 Obrigatoriedade 30/05/2014 RN 305 / 341 IN 51 (ANS) 1 Apresentação TISS 3.01.00 Obrigatoriedade 30/05/2014 RN 305 / 341 IN 51 (ANS) Paulo Andrade (Gerente TI) Coordenador TISS

Leia mais

NORMAS DE ATENDIMENTO A CONVÊNIOS E PARTICULARES

NORMAS DE ATENDIMENTO A CONVÊNIOS E PARTICULARES NORMAS DE ATENDIMENTO A CONVÊNIOS E PARTICULARES Conceitos CONSULTAS Atendimentos sem urgência por ordem de chegada. Não existe dentro do Pronto-Socorro e em nenhum local do hospital prévia marcação de

Leia mais

Padrão de Preenchimento de Guias - TISS. Manual de Preenchimento de Guias Padrão TISS

Padrão de Preenchimento de Guias - TISS. Manual de Preenchimento de Guias Padrão TISS Manual de Preenchimento de Guias Padrão TISS Este manual foi desenvolvido com o intuito de auxiliar o usuário no preenchimento das guias de consulta, SADT, Internação, Honorário Individual conforme regras

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31/12/2014 e 31/12/2013

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31/12/2014 e 31/12/2013 Registro no Cartório de Títulos e Documentos em 02/10/1934. Sob o nº 1.152, Livro "A" nº 6. BALANÇO PATRIMONIAL EM 31/12/2014 e 31/12/2013 2014 2013 Variação ATIVO ATIVO CIRCULANTE Caixa - - - Banco do

Leia mais

ADITIVO DE REDUÇÃO MÁXIMA DE CARÊNCIA E DOS PRAZOS PARA INÍCIO DA COBERTURA DE DOENÇAS PREEXISTENTES - CONTRATOS - PESSOA FÍSICA

ADITIVO DE REDUÇÃO MÁXIMA DE CARÊNCIA E DOS PRAZOS PARA INÍCIO DA COBERTURA DE DOENÇAS PREEXISTENTES - CONTRATOS - PESSOA FÍSICA FOLHA 1/5 DO OBJETO Este aditivo tem por finalidade alterar a redução dos prazos de carência e dos prazos para início das coberturas e eventos cirúrgicos, leitos de alta tecnologia e procedimentos de alta

Leia mais

Plano de Saúde C let let vo v o p or o r A des es o

Plano de Saúde C let let vo v o p or o r A des es o Plano de Saúde Coletivo por Adesão UNIMED GRANDE FLORIANÓPOLIS REDE CREDENCIADA 247.000 clientes 1.644 médicos cooperados 43 laboratórios 39 hospitais 257 clínicas 19 municípios cobertos REDE CREDENCIADA

Leia mais

Serviço de Controle Financeiro SAC Sistema de Apuração de Custos

Serviço de Controle Financeiro SAC Sistema de Apuração de Custos Universidade Federal de Santa Catarina Hospital Universitário Serviço de Controle Financeiro SAC Sistema de Apuração de Custos RELATÓRIO DE ANÁLISE DE CUSTOS MARÇO/2012 I Introdução Sabe-se que as empresas

Leia mais

Projeto de gestão em serviços de urgência e emergência

Projeto de gestão em serviços de urgência e emergência Projeto de gestão em serviços de urgência e emergência Composição do Financiamento do Setor Saúde - estimativa para 2006 MEDICAMENTOS 16% FEDERAL 25% DESEMBOLSO DIRETO 10% ESTADUAL 11% PLANOS E SEGUROS

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE COORDENADORIA DE RECURSOS HUMANOS. Observatório de Recursos Humanos em Saúde SETEMBRO / 2015

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE COORDENADORIA DE RECURSOS HUMANOS. Observatório de Recursos Humanos em Saúde SETEMBRO / 2015 1 SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE COORDENADORIA DE RECURSOS HUMANOS Indicadores de Recursos Humanos- SES/SP Observatório de Recursos Humanos em Saúde SETEMBRO / 2015 Equipe Técnica: Adriana R. L. Carro -

Leia mais

PLANO INDIVIDUAL OU FAMILIAR UNIMED. Cuidamos de quem é importante para você

PLANO INDIVIDUAL OU FAMILIAR UNIMED. Cuidamos de quem é importante para você PLANO INDIVIDUAL OU FAMILIAR UNIMED Cuidamos de quem é importante para você plano individual ou familiar Unimed Atenção, respeito e e ciência são pré-requisitos indispensáveis quando se pensa em uma operadora

Leia mais

COPARTICIPAÇÃO MÉDICA E MELHORIAS NA. Clique para editar os estilos do texto mestre ASSISTÊNCIA

COPARTICIPAÇÃO MÉDICA E MELHORIAS NA. Clique para editar os estilos do texto mestre ASSISTÊNCIA COPARTICIPAÇÃO MÉDICA E MELHORIAS NA ASSISTÊNCIA JULHO/2013 REDE DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE Aumento da Rede credenciada MÊS DE REFERÊNCIA Dez/11 Dez/12 CLINICA 508 653 CLINICA ODONTOLÓGICA 42 41 HOSPITAL 161

Leia mais

GESTÃO DO CORPO CLINICO. Integração do Médico às Estratégias do Hospital para a Melhoria nas Práticas Assistenciais

GESTÃO DO CORPO CLINICO. Integração do Médico às Estratégias do Hospital para a Melhoria nas Práticas Assistenciais GESTÃO DO CORPO CLINICO Integração do Médico às Estratégias do Hospital para a Melhoria nas Práticas Assistenciais Marco Aurélio Dainezi Diretor Hospitalar A UNIMED FRANCA Fundada em 1º de maio de 1971

Leia mais

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12 JANEIRO 2,8451 2,7133 2,4903 2,3303 2,1669 1,9859 1,7813 1,6288 1,4527 1,3148 1,1940 1,0684 FEVEREIRO 2,8351 2,6895 2,4758 2,3201 2,1544 1,9676 1,7705 1,6166 1,4412 1,3048 1,1840 1,0584 MARÇO 2,8251 2,6562

Leia mais

COBERTURAS E CARÊNCIAS:

COBERTURAS E CARÊNCIAS: PLANO REGIONAL E LOCAL UNIVERSITARIO PESSOA FÍSICA Lei 9656/98 ANS Beneficiários que residem em Guaratinguetá, Aparecida, Cunha ou Potim Definições: Unimed: Cooperativa de Trabalho Médico, regida pela

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA PREENCHIMENTO DA PLANILHA SIG SISTEMA DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS

ORIENTAÇÕES PARA PREENCHIMENTO DA PLANILHA SIG SISTEMA DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS ORIENTAÇÕES PARA PREENCHIMENTO DA PLANILHA SIG SISTEMA DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS 1. ORIENTAÇÕES As planilhas possuem vínculos, portanto pedimos que NÃO INCLUAM E NEM EXCLUAM LINHAS, para que não tenhamos

Leia mais

Santa Casa de Marília

Santa Casa de Marília COMO COMPROMETER AS EQUIPES NOS OBJETIVOS DE QUALIDADE E SUSTENTABILIDADE Santa Casa de Marília Kátia Ferraz Santana (por Márcio Mielo) Fundação 29 de abril de 1929 19.000 m2 de área construída 214 leitos

Leia mais

Rua Visconde de Inhaúma, 38-9º Andar, Sala 902 - Centro - Rio de Janeiro - RJ - 20091-007 Tel.: (21) 2216-6900.

Rua Visconde de Inhaúma, 38-9º Andar, Sala 902 - Centro - Rio de Janeiro - RJ - 20091-007 Tel.: (21) 2216-6900. ADITIVO CONTRATUAL AO CONTRATO CELEBRADO ENTRE SALUTAR SAÚDE SEGURADORA S.A, O SINDICATO DOS ESTABELECIMENTOS DE ENSINO LIVRE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E AS EMPRESAS ASSOCIADAS À SINDELIVRERIO. 1 SALUTAR

Leia mais

V. CONSIDERAÇÕES FINAIS

V. CONSIDERAÇÕES FINAIS AGENDA I. PERSPECTIVAS DA GESTÃO Trabalhando DA SAÚDE em Redes Cooperativas: Compartilhamento II. ABORDAGENS para DE CUSTEIO SUStentabilidade Case I Apresentação do III. EXPERIÊNCIA DAS SANTAS CASAS DE

Leia mais

NOTAS EXPLICATIVAS BALANÇO GERAL ENCERRADO EM

NOTAS EXPLICATIVAS BALANÇO GERAL ENCERRADO EM NOTAS EXPLICATIVAS BALANÇO GERAL ENCERRADO EM 31/12/2012 Para fins de otimizar os Procedimentos Orçamentários e Contábeis, principalmente baseados naqueles constantes da Lei nº 4.320/64, estamos cônscios

Leia mais

REDE CREDENCIADA MARÍTIMA SEGURO SAÚDE- MAIO 2014

REDE CREDENCIADA MARÍTIMA SEGURO SAÚDE- MAIO 2014 CATEGORIA_DIVULGAÇÃO ESPECIALIDADE_DIVULGAÇÃO NOME_FANTASIA_PONTO BAIRRO_PONTO SERVIÇO DE DIAGNÓSTICO LABORATORIO / ANATOMIA PATOLOGICA CEDACLIN CENTRO SERVIÇO DE TERAPIA FISIOTERAPIA CEMED IMAGEM CENTRO

Leia mais

Regulamentação do Contrato. Coberturas Contratuais

Regulamentação do Contrato. Coberturas Contratuais Regulamentação do Contrato Coberturas Contratuais Regulamentação do Contrato Planos Não Regulamentados: Planos antigos que foram contratados antes de 1999, com direitos contratuais restritos em relação

Leia mais

Balancete de Verificação De 01/08/2014 até 31/08/2014

Balancete de Verificação De 01/08/2014 até 31/08/2014 Folha 1 ATIVO CAIXA 1.1.1.01.001 CAIXA 3.695,75D 1.488,01 1.583,65 3.600,11 D Total do Grupo 3.695,75D 1.488,01 1.583,65 3.600,11 D BANCO CTA MOVIMENTO 1.1.1.02.001 BANCO BRASIL AG 1622-5 CC 11766-8 ACOLHIMENTO

Leia mais

Titulares e Dependentes NACIONAL ENFERMARIA

Titulares e Dependentes NACIONAL ENFERMARIA Sepe Saude Sindicato dos Profissionais da Educação do Estado do Rio de Janeiro DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PLANO DE SAÚDE Contrato Sepe pe/uni Unimed Rio Faixa Etária Titulares e Dependentes PC PP

Leia mais

Índice Periódico de Variação de Custos Condominiais Junho 2015

Índice Periódico de Variação de Custos Condominiais Junho 2015 Índice Periódico de Variação de Custos Condominiais Junho 2015 Elaborado pelo Departamento de Pesquisa - AABIC CONSIDERAÇÕES JUNHO DE 2015 No mês de junho, o IPEVECON registrou variação positiva de 0,72%,

Leia mais

Repasses do Fundo Nacional de Saúde para o município de Niterói em 2009

Repasses do Fundo Nacional de Saúde para o município de Niterói em 2009 Página 1 de 7 Nº de Ref Programa Data da OB Valor Bruto OB Nº Competência Nº do convênio Data de chegada PAGAMENTO DE CENTROS DE ESPECIALIDADES ONDONTOLOGICAS COMP 11/2008?004723 MUNICIPAL RJ 31/12/2008

Leia mais

Safra 2016/2017. Safra 2015/2016

Safra 2016/2017. Safra 2015/2016 Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado do Paraná Safra 2016/2017 Mar/16 0,6048 0,6048 0,6048 66,04 73,77 Abr 0,6232 0,6232 0,5927 64,72 72,29 Mai 0,5585 0,5878 0,5868

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS MÉDICOS ITEM FUNÇÃO OBJETIVOS

ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS MÉDICOS ITEM FUNÇÃO OBJETIVOS ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS MÉDICOS ITEM FUNÇÃO OBJETIVOS 48 MÉDICO ANESTESIOLOGISTA 49 MÉDICO CARDIOLOGISTA 50 MÉDICO CIRURGIÃO GERAL 51 MÉDICO CIRURGIÃO PEDIÁTRICO 52 MÉDICO CIRURGIÃO VASCULAR 53 MÉDICO CLÍNICO

Leia mais

GOVERNO DA BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA Centro Estadual de Oncologia. Salvador, 14 de março de 2013

GOVERNO DA BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA Centro Estadual de Oncologia. Salvador, 14 de março de 2013 GOVERNO DA BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA Centro Estadual de Oncologia Salvador, 14 de março de 2013 ROTEIRO O CICAN Breve Histórico Missão Perfil Ambulatórios Quimioterapia Centro Cirúrgico

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS W ARTE "SERRALHARIA E ESQUADRIA RAPOSÃO" Empreendedor(a): WALBER MACEDO DOS SANTOS

PLANO DE NEGÓCIOS W ARTE SERRALHARIA E ESQUADRIA RAPOSÃO Empreendedor(a): WALBER MACEDO DOS SANTOS PLANO DE NEGÓCIOS W ARTE "SERRALHARIA E ESQUADRIA RAPOSÃO" Empreendedor(a): WALBER MACEDO DOS SANTOS Maio/2013 SUMÁRIO 1 SUMÁRIO EXECUTIVO 1.1 Resumo dos principais pontos do plano de negócio 1.2 Empreendedores

Leia mais

ESTADO DO TOCANTINS CAMARA MUNICIPAL DE SAO VALERIO CAMARA MUNICIPAL DE SAO VALERIO RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO DA DESPESA DE PESSOAL

ESTADO DO TOCANTINS CAMARA MUNICIPAL DE SAO VALERIO CAMARA MUNICIPAL DE SAO VALERIO RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO DA DESPESA DE PESSOAL LRF, Artigo 55, inciso I, alínea "a" - Anexo I JANEIRO/2013 FEV/2012 a JAN/2013 DESPESA BRUTA COM PESSOAL (I) 22.609,19 Pessoal Ativo 22.609,19 TOTAL DA DESPESA COM PESSOAL PARA FINS DE APURACAO DO LIMITE

Leia mais

Prestação de Contas Exercício 2013. Sisma/MT

Prestação de Contas Exercício 2013. Sisma/MT Prestação de Contas Exercício 2013 Sisma/MT SINDICATO DOS SERV. DA SAÚDE E MEIO AMB. ESTADO DE MATO GROSSO CNPJ: 03.094.349/0001-28 SINDICATO DOS SERV. DA SAÚDE E MEIO AMB. ESTADO DE MATO GROSSO CNPJ:

Leia mais

RELATÓRIO FINANCEIRO - FETEMS ABRIL / 2009

RELATÓRIO FINANCEIRO - FETEMS ABRIL / 2009 RELATÓRIO FINANCEIRO - FETEMS ABRIL / 2009 SALDO ANTERIOR 395.226,36 Caixa 4.231,89 Banco do Brasil c/c 1722-1 198.896,83 Banco HSBC c/c 2150-16 1.106,61 Banco do Brasil c/c 6730-x 71.962,99 Banco HSBC

Leia mais

Extrato de Unidade. Período de 01/01/1901 até 22/06/2015 2542 COND.JULHO/2007(50%) 162,00 4073 FUNDO DE RESERVA 18,00 2542 COND.

Extrato de Unidade. Período de 01/01/1901 até 22/06/2015 2542 COND.JULHO/2007(50%) 162,00 4073 FUNDO DE RESERVA 18,00 2542 COND. 13975867 20/07/2007 033508 13991044 02/08/2007 034027 13998459 02/09/2007 034534 14014148 20/09/2007 034969 14031362 08/10/2007 035487 14049982 02/11/2007 036071 14065498 02/12/2007 036420 14083661 02/01/2008

Leia mais

Plano de Saúde Coletivo por Adesão Ambulatorial +Hospitalar com Obstetrícia Sem Coparticipação

Plano de Saúde Coletivo por Adesão Ambulatorial +Hospitalar com Obstetrícia Sem Coparticipação Plano de Saúde Coletivo por Adesão Ambulatorial +Hospitalar com Obstetrícia Sem Coparticipação Tabela A Entidades Multiprofissionais. Faixa Etária AMIL BLUE 400 AMIL BLUE 500 AMIL BLUE 700 Acomodação Enfermaria

Leia mais

RECALL SMITHS LISTA DOS PRODUTOS ENVOLVIDOS, IMPORTADOS AO BRASIL PELA CIRÚRGICA FERNANDES, COM INFORMAÇÕES SOBRE PRODUTOS VENDIDOS E EM ESTOQUE

RECALL SMITHS LISTA DOS PRODUTOS ENVOLVIDOS, IMPORTADOS AO BRASIL PELA CIRÚRGICA FERNANDES, COM INFORMAÇÕES SOBRE PRODUTOS VENDIDOS E EM ESTOQUE DOCUMENTO 2 LISTA DOS PRODUTOS ENVOLVIDOS, IMPORTADOS AO BRASIL PELA CIRÚRGICA FERNANDES, COM INFORMAÇÕES SOBRE PRODUTOS VENDIDOS E EM ESTOQUE 100.105.025 644425 10 10 fev/05 fev/10 9660 10/10/2005 13/10/2005

Leia mais

Relatório dos principais pontos relevantes a respeito das Demonstrações Contábeis do Exercício Social de 2007.

Relatório dos principais pontos relevantes a respeito das Demonstrações Contábeis do Exercício Social de 2007. Relatório dos principais pontos relevantes a respeito das Demonstrações Contábeis do Exercício Social de 2007. Srs. Diretores, Membros do Conselho Fiscal e Deliberativo da CAC, Submetemos à apreciação

Leia mais

RESULTADO DO 1º TRIMESTRE DE 2013

RESULTADO DO 1º TRIMESTRE DE 2013 RESULTADO DO 1º TRIMESTRE DE 2013 DASA divulga receita bruta de R$ 640,4 milhões e geração de caixa operacional de R$ 43,3 milhões no 1T13 Romeu Cortes Domingues Presidente do Conselho de Administração

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE TECNOLOGIAS: Atendimento das Prescrições por Lote e com Uso de Palmtop

UTILIZAÇÃO DE TECNOLOGIAS: Atendimento das Prescrições por Lote e com Uso de Palmtop UTILIZAÇÃO DE TECNOLOGIAS: Atendimento das Prescrições por Lote e com Uso de Palmtop Hospital Nossa Senhora da Conceição SERVIÇO DE FARMÁCIA STELLA GOULART LAMEIRA Farmacêutica-Bioquímica Especialista

Leia mais

"Acreditação: Valeu a pena investir na Certificação de Qualidade?" Centro Integrado de Atenção a Saúde CIAS Unimed Vitória - ES

Acreditação: Valeu a pena investir na Certificação de Qualidade? Centro Integrado de Atenção a Saúde CIAS Unimed Vitória - ES "Acreditação: Valeu a pena investir na Certificação de Qualidade?" Centro Integrado de Atenção a Saúde CIAS Unimed Vitória - ES AGENDA Programação do Evento - Histórico do Centro Integrado de Atenção a

Leia mais

Associação Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada IMPA-OS

Associação Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada IMPA-OS Associação Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada IMPA-OS Demonstrações Financeiras em 31 de dezembro de 2003 e Parecer dos Auditores Independentes Parecer dos Auditores Independentes 29 de janeiro

Leia mais

REDE HOSPITALAR DE SANTAS CASAS E FILANTRÓPICOS BRASILEIROS

REDE HOSPITALAR DE SANTAS CASAS E FILANTRÓPICOS BRASILEIROS REDE HOSPITALAR DE SANTAS CASAS E FILANTRÓPICOS BRASILEIROS HOSPITAIS ATENDIMENTOS AMBULATORIAIS SUS 240.430.247 1.753 TOTAL SUS LEITOS 170.869 126.883 (74%) INTERNAÇÕES SUS TOTAL 11.590.793 100% FILANTRÓPICOS

Leia mais

Internação Hospitalar

Internação Hospitalar Internação Hospitalar José Carlos Prado Jr Subsecretario Geral 09 de dezembro de 2014 Plataforma de Liberação de Internação Hospitalar Portaria S/SUBGE n o 002 de 01/dez/2014 Serve para liberação de numeração

Leia mais

e a definição dos procedimentos. Sistema informatizado adequado à metodologia utilizada. Manual de procedimentos elaborado/atualizado.

e a definição dos procedimentos. Sistema informatizado adequado à metodologia utilizada. Manual de procedimentos elaborado/atualizado. ANEXO I CRONOGRAMA DE AÇÕES PARA IMPLEMENT AÇÃO DA CONT ABILIDADE APLICADA AO SET OR PÚBLICO PORTARIA STN n.º 753, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2012 I - Reconhecimento,

Leia mais

PLANOS UNIMED CONVÊNIO ASDEP Contato: convênios@asdep.com.br

PLANOS UNIMED CONVÊNIO ASDEP Contato: convênios@asdep.com.br PLANOS UNIMED CONVÊNIO ASDEP Contato: convênios@asdep.com.br 1. PLANO UNIMAX COLETIVOS POR ADESÃO Características: Apresentam abrangência Nacional, com atendimentos e ampla utilização na rede Unimed, contando

Leia mais

A Experiência do HESAP na Implementação do Protocolo TEV: Desafios e Estratégias

A Experiência do HESAP na Implementação do Protocolo TEV: Desafios e Estratégias CULTURA A Experiência do HESAP na Implementação do Protocolo TEV: Desafios e Estratégias 01/10/2014 Drª Monica Pinheiro Enfª Karina Tomassini HOSPITAL ESTADUAL DE SAPOPEMBA Liderança Superintendente Maria

Leia mais

SAÚDE NÃO TEM PREÇO MAS TEM CUSTO

SAÚDE NÃO TEM PREÇO MAS TEM CUSTO SAÚDE NÃO TEM PREÇO MAS TEM CUSTO DESPESAS FEDERAIS R$ 2,86 TRILHÕES 19% 0,3% 19% 52% 10% Somente 10 % de liberdade!!! RESERVA DE CONTINGENCIA PRIMÁRIA DESPESAS FINANCEIRAS DESPESAS DISCRICIONÁRIAS PREVIDÊNCIA

Leia mais

Requisitos mínimos (Item 2.1 dos Editais 01, 02 e 03/2014)

Requisitos mínimos (Item 2.1 dos Editais 01, 02 e 03/2014) Requisitos mínimos (Item 2.1 dos Editais 01, 02 e 03/2014) CARGOS Farmacêutico Médico Anestesiologista Médico Clínico Geral Médico Obstetra* Doenças Externas Oculares* REQUISITOS MÍNIMOS (1) Graduação

Leia mais

Prestadores do SUS devem ser contratados;

Prestadores do SUS devem ser contratados; Prestadores do SUS devem ser contratados; Respeitar: Princípios e Diretrizes do SUS : regionalização, pactuação, programação, parâmetros de cobertura assistencial e a universalidade do acesso. Contratualização

Leia mais

Implantação dos Requisitos Acreditação RN 277 (ANS)

Implantação dos Requisitos Acreditação RN 277 (ANS) Implantação dos Requisitos Acreditação RN 277 (ANS) Debates GVSaúde Acreditação Operadoras de Planos de Saúde Helton Marcondes Coordenação de Processos e Qualidade - GEPP Roteiro Unimed-BH em Números;

Leia mais

INSTITUTO COMUNITÁRIO GRANDE FLORIANÓPOLIS - ICOM

INSTITUTO COMUNITÁRIO GRANDE FLORIANÓPOLIS - ICOM INSTITUTO COMUNITÁRIO GRANDE FLORIANÓPOLIS - ICOM DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REFERENTES AOS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2006 E DE 2005 E RELATÓRIO SOBRE A REVISÃO LIMITADA A BDO International é

Leia mais

Manual Ilustrado Repasse de Honorários Médicos

Manual Ilustrado Repasse de Honorários Médicos Junho - 2014 Índice Título do documento 1. Objetivos... 3 2. Introdução... 3 3. Cadastros... 4 3.1. Cadastro de Desconto em Repasse... 4 3.2. Cadastro de Critério Geral de Repasse... 4 3.3. Cadastro de

Leia mais

Conceitos e definições da ANS (Agencia Nacional de Saúde)

Conceitos e definições da ANS (Agencia Nacional de Saúde) Conceitos e definições da ANS (Agencia Nacional de Saúde) Demonstrativo de retorno: modelo formal de representação e descrição documental do padrão TISS sobre o pagamento dos eventos assistenciais realizados

Leia mais

Resultados 1T15. 05 de Maio de 2015 11h00 (Brasília) / 10h00 (US EST) Português: +55 (11) 2188-0155 Inglês: +1 (646) 843-6054 Código de Acesso: Marisa

Resultados 1T15. 05 de Maio de 2015 11h00 (Brasília) / 10h00 (US EST) Português: +55 (11) 2188-0155 Inglês: +1 (646) 843-6054 Código de Acesso: Marisa Resultados 05 de Maio de 2015 11h00 (Brasília) / 10h00 (US EST) Português: +55 (11) 2188-0155 Inglês: +1 (646) 843-6054 Código de Acesso: Marisa Nota de Ressalva E s t a a p r e s e n t a ç ã o pode i

Leia mais

Pessoal, ACE-TCU-2007 Auditoria Governamental - CESPE Resolução da Prova de Contabilidade Geral, Análise e Custos

Pessoal, ACE-TCU-2007 Auditoria Governamental - CESPE Resolução da Prova de Contabilidade Geral, Análise e Custos Pessoal, Hoje, disponibilizo a resolução da prova de Contabilidade Geral, de Análise das Demonstrações Contábeis e de Contabilidade de Custos do Concurso para o TCU realizado no último final de semana.

Leia mais

INTERPRETAÇÃO DA RESOLUÇÃO CFC No. 1.409/12 ITG 2002

INTERPRETAÇÃO DA RESOLUÇÃO CFC No. 1.409/12 ITG 2002 INTERPRETAÇÃO DA RESOLUÇÃO CFC No. 1.409/12 ITG 2002 NO CONTEXTO OPERACIONAL DEVE TER OS REQUISITOS QUE ENQUADRAM A ENTIDADE COMO SEM FINS LUCRATIVOS: A) pessoas jurídicas de direito privado sem finalidade

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE REFERÊNCIA AO RELATÓRIO FISCALIZAÇÃO DO CONVÊNIO 118/10 E A ADITIVOS

APRESENTAÇÃO DE REFERÊNCIA AO RELATÓRIO FISCALIZAÇÃO DO CONVÊNIO 118/10 E A ADITIVOS IRMANDADE DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SÃO CARLOS APRESENTAÇÃO DE REFERÊNCIA AO RELATÓRIO FISCALIZAÇÃO DO CONVÊNIO 118/10 E A ADITIVOS Provedoria Santa Casa SÃO CARLOS, 24 MAIO 2012. DAS RESPOSTAS

Leia mais

Instituto Lina Galvani

Instituto Lina Galvani Balanços patrimoniais Em milhares de reais Ativo 31 de dezembro de 2011 31 de dezembro de 2010 Passivo e patrimônio social 31 de dezembro de 2011 31 de dezembro de 2010 Circulante Circulante Caixa e equivalentes

Leia mais

Audiência Pública. Câmara dos Deputados. Comissão de Defesa do Consumidor

Audiência Pública. Câmara dos Deputados. Comissão de Defesa do Consumidor Audiência Pública Câmara dos Deputados Comissão de Defesa do Consumidor Agenda Central de Atendimento - Índices NII e Nextel Brasil Qualidade Técnica Conclusão Central de Atendimento Própria Serviço não

Leia mais

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE INTERNAÇÃO (11) 4414-6072. Horário de Funcionamento: De 2ª a 6ª: das 6h às 22h Sábados e feriados: das 7h às 19h

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE INTERNAÇÃO (11) 4414-6072. Horário de Funcionamento: De 2ª a 6ª: das 6h às 22h Sábados e feriados: das 7h às 19h O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE INTERNAÇÃO Tel.: (11) 4414-6000 - Ramal: 6420 (11) 4414-6072 Horário de Funcionamento: De 2ª a 6ª: das 6h às 22h Sábados e feriados: das 7h às 19h Seja bem-vindo ao nosso

Leia mais

QUESTIONÁRIO PARA O SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL PARA HOSPITAIS, CLÍNICAS, LABORATÓRIOS E DEMAIS PRESTADORAS DE SERVIÇOS MÉDICOS

QUESTIONÁRIO PARA O SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL PARA HOSPITAIS, CLÍNICAS, LABORATÓRIOS E DEMAIS PRESTADORAS DE SERVIÇOS MÉDICOS QUESTIONÁRIO PARA O SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL PARA HOSPITAIS, CLÍNICAS, LABORATÓRIOS E DEMAIS PRESTADORAS DE SERVIÇOS MÉDICOS O objetivo deste questionário é analisar as atividades

Leia mais

RECURSOS E SERVIÇOS PRÓPRIOS UNIMED GOIÂNIA DR. RICARDO ESPIRIDIÃO

RECURSOS E SERVIÇOS PRÓPRIOS UNIMED GOIÂNIA DR. RICARDO ESPIRIDIÃO RECURSOS E SERVIÇOS PRÓPRIOS UNIMED GOIÂNIA DR. RICARDO ESPIRIDIÃO Verticalização A partir de 2005 as Unimed s passaram a investir no processo de verticalização. Isto é, as Singulares criaram suas redes

Leia mais

ITG 2002: Os principais desafios na implementação das novas práticas na visão da Auditoria Independente.

ITG 2002: Os principais desafios na implementação das novas práticas na visão da Auditoria Independente. ITG 2002: Os principais desafios na implementação das novas práticas na visão da Auditoria Independente. Evelyse Amorim Lourival Amorim Florianópolis, 11 de novembro de 2014 ITG 2002 Introdução e Principais

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DE SANTO ANDRÉ

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DE SANTO ANDRÉ ANEXO I EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO N 008/2014 PARA CREDENCIAMENTO DE HOSPITAIS E CLÍNICAS HABILITADOS PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ALTA COMPLEXIDADE, ASSIM COMPREENDIDOS OS CENTROS DE INFUSÃO DE IMUNOBIOLÓGICOS;

Leia mais