INICIAÇÃO CIENTÍFICA EM BIBLIOTECONOMIA NA UFSC: um perfil de 1990 a

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INICIAÇÃO CIENTÍFICA EM BIBLIOTECONOMIA NA UFSC: um perfil de 1990 a 2010 1"

Transcrição

1 INICIAÇÃO CIENTÍFICA EM BIBLIOTECONOMIA NA UFSC: um perfil de 1990 a GARRIDO, Isadora dos Santos * O presente trabalho faz uma breve análise da produção em Iniciação Científica do curso de Biblioteconomia da Universidade Federal de Santa Catarina, no período de 1990 a Foi feita uma pesquisa documental, analisando os dados disponibilizados pelo site do PIBIC/UFSC e por meio de sua Intranet. Na análise e discussão dos resultados foi possível concluir que em relação à questão de gênero, 70% das pessoas envolvidas com pesquisa em IC na Biblioteconomia da UFSC são mulheres. Entre os temas mais abordados em pesquisa de Iniciação Científica estão: a Ciência da Informação (epistemologia), a Comunicação Científica, o Curso de Biblioteconomia, os Periódicos Científicos e os Profissionais da Informação. Em relação ao perfil geral dos alunos que participaram de programas de Iniciação Científica, através de pesquisa realizada na Plataforma Lattes, foi constatado que 16 ingressaram no mestrado e 5 trabalham ou trabalharam no Curso de Biblioteconomia da UFSC como professores adjuntos ou substitutos. Concluímos que, apesar de todas as dificuldades, o caminho da pesquisa através da Iniciação Científica pode ser vantajoso para o estudante que pretende tornar-se pesquisador e seguir carreira acadêmica. Palavra-chave: Biblioteconomia. Iniciação Científica. Pesquisa. UFSC. 1 Trabalho científico de comunicação oral apresentado ao GT 5 Livre. * Universidade Federal de Santa Catarina, Acadêmica do Curso de Biblioteconomia

2 1 INTRODUÇÃO O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) promove a pesquisa científica a partir da graduação e serve como introdução à carreira acadêmica. Ao fazer pesquisa, o aluno tem sua iniciação e primeiras experiências com pesquisa acadêmica e pode criar uma perspectiva diferenciada e aprofundada, enxergando os objetos de estudo de sua área de modo mais aproximado da academia. A partir dos anos 90 foi implementada na UFSC a bolsa PIBIC, que é financiada diretamente pelo CNPQ, sendo que anteriormente existia um edital apenas para Bolsa de Iniciação a Pesquisa (BIP), financiada pela própria UFSC. Em relação ao processo de seleção de projetos de pesquisa, o edital para concorrer a bolsas é publicado no primeiro semestre e são os docentes que enviam suas propostas de pesquisa. De acordo com as normas específicas da Iniciação Científica no site do CNPQ, a IC tem a finalidade de despertar vocação científica e incentivar talentos potenciais entre estudantes de graduação universitária, mediante participação em projeto de pesquisa, orientados por pesquisador qualificado. Na UFSC, a bolsa PIBIC tem duração de 1 ano, geralmente estendendo-se de agosto a julho. De acordo com Pereira (2010) o PIBIC procura desenvolver na instituição uma política de iniciação científica, aumentar a interação entre graduação e pós-graduação e qualificar os graduandos para os programas de pós-graduação (PEREIRA, 2010, p.13). Na perspectiva do bolsista, compreende-se que o estudante terá além de prática laboratorial e um estudo aprofundado, a oportunidade de exercer a escrita acadêmica e a apresentação de resultados em eventos. A partir da elaboração de um relatório, o discente terá um maior referencial teórico sobre seu tema e poderá também reconhecer-se como pesquisador e como parte da comunidade de sua área. Para concorrer à bolsa de IC, o aluno precisa ter um bom rendimento acadêmico e dedicar-se exclusivamente à atividade de pesquisa, sendo vetado qualquer outro tipo de vínculo empregatício ou de estágio. Atualmente o valor da bolsa é de R$360,00. Entre as vantagens da IC, Fava-de-Moraes e Fava (2000) enumeram algumas tais como: fuga da rotina, fuga da estrutura curricular, interpretação da bibliografia da área de

3 forma crítica, maior discernimento e autonomia. Entre as características que os autores mencionam é a perda de medo por parte do aluno: Uma outra vantagem alcançada pelos estudantes quando vivenciam a iniciação científica é a de perder o medo, não ter pânico do novo. Quando se aprendem coisas com uma certa autonomia apoiada na diretriz do orientador, posteriormente, na vida prática, ao surgir a primeira dificuldade, ele terá uma razoável habilidade para interpretar o fato e discernir se pode resolvê-lo ou se é preciso consultar quem sabe mais, pois, humildemente, reconhecerá que não tem a solução. (FAVA-DE- MORAES e FAVA, 2000, p. 75) Em seu trabalho de conclusão de curso sobre os benefícios advindos da participação em programas de IC, Pereira (2010, p ) constatou a partir de entrevista que a IC teve os seguintes resultados em maior ou menor grau nos pesquisadores: a) aprendizado sobre a elaboração de uma pesquisa científica; b) valorização do trabalho colaborativo, em especial com os professores, professoresorientadores e colegas; c) entendimento sobre as dinâmicas da vida acadêmica e envolvimento com a universidade; d) desenvolvimento da capacidade de interpretação, leitura e redação; e) desenvolvimento da comunicação oral; f) desenvolvimento da capacidade de crítica, de tomada de decisão e de raciocínio; g) aprofundamento teórico; h) aprofundamento de conteúdos pouco abordados nas disciplinas; i) vontade de ingressar na pós-graduação e seguir na carreira docente; j) capacidade de identificar fontes de informação; l) melhorar o currículo; m) capacidade de elaborar projetos; n) inspiração na hora de escolher o tema de pesquisa no mestrado. De acordo com Massi e Queiroz (2010) embora exista uma ampla disseminação de atividades de IC e pesquisa no Brasil, não existem muitos estudos a respeito. O objetivo geral deste trabalho tem seu foco na análise da produção em Iniciação Científica do curso de Biblioteconomia da UFSC, no período de 1990 a Entre os objetivos específicos podemos citar: delineamento do perfil discente que participou do programa de Iniciação Científica; Análise da questão de gênero na pesquisa de IC em Biblioteconomia na UFSC; Verificação dos temas mais abordados e quantificação da relação de alunos que participaram do programa de IC e foram posteriormente aprovados em pós-graduações.

4 2 METODOLOGIA Esta pesquisa pode ser classificada como documental segundo Gil uma vez que vale-se de materiais que não recebem ainda um tratamento analítico, ou que ainda podem ser re-elaborados de acordo com os objetos da pesquisa (2002, p. 45). Os dados da pesquisa foram coletados em março de 2011 através do site do PIBIC da UFSC 2 que disponibiliza online a Listagem de Bolsistas PIBIC do ano de 2004 até o ano de 2010, quando do início da vigência das bolsas Uma vez que o site apresenta apenas dados parciais, os dados anteriores ao ano de 2004 foram acessados a partir da Base de Dados geral (em Intranet) do PIBIC/UFSC, por intermédio do coordenador do Departamento de Projetos de Pesquisa/UFSC, Airton Costa. A coleta de dados para a pesquisa ocorreu em duas etapas. A primeira envolveu a busca por: a) Ano de vigência do programa de IC; b) Nomes dos professores e alunos participantes e c) Título do Projeto de Pesquisa desenvolvido. A partir da coleta completa dos dados no site do PIBIC e posteriormente pela Intranet as pesquisas de IC foram devidamente selecionadas e classificadas de acordo com alguns critérios como: pertencer ao Centro de Ciências da Educação (CED) e ter algum tipo de ligação com o curso de Biblioteconomia e/ou Departamento de Ciência da Informação (CIN), seja através de professores ou alunos, ou temática da pesquisa. A partir do levantamento destes dados, foi possível fazer um perfil dos tipos de pesquisas articuladas pelo CIN, bem como o perfil dos pesquisadores, sejam professores ou alunos de graduação. No entanto, apenas os dados encontrados no site e na intranet foram analisados, pois não foi possível ter acesso aos relatórios dos projetos de pesquisa. Após a tabulação dos dados (título das pesquisas, professores e alunos envolvidos e ano decorrente do programa de IC), a segunda parte da coleta de dados envolveu a base de dados da Plataforma Lattes, onde foi buscado o perfil dos alunos participantes das pesquisas de Iniciação Científica, com a finalidade de realizar um mapeamento de sua proveniência e atual status profissional e/ou acadêmico. Os resultados e análises específicas da pesquisa serão analisados detalhadamente na seção seguinte. 2 <http://pibic.ufsc.br/bolsistas />

5 3 RESULTADOS E DISCUSSÃO 2.1 Quantificação dos Projetos Aprovados: Cronologia Gráfico 1 Projetos de Pesquisa aprovados de 1990 a ; 20% 9; 17% 13; 24% 21; 39% O total de Bolsas e de Projetos de Pesquisa aprovados no período de 21 anos foram 54. De acordo com o gráfico acima, nos últimos 5 anos, o número de bolsas concedidas aumentou, chegando a 39% do total. Isso não significa necessariamente um aumento no número de publicações ou melhorias na área de pesquisa. É importante frisar que nem todas as bolsas são bem sucedidas e esta pesquisa analisa apenas as bolsas que obtiveram aprovação e foram concluídas ou seja, tiveram seus relatórios finais entregues ao Departamento de Projetos de Pesquisa da UFSC. Quando da análise dos dados, apenas no ano de não foram enviados (ou não foram deferidos) projetos de pesquisa que envolvia professores ou estudantespesquisadores do curso de Biblioteconomia. Os programas do ano de 2004 a 2006 foram os que mais receberam bolsas, chegando a um somatório total de 14.

6 3.2 Análise dos Temas de IC: Tag Cloud O conteúdo dos temas de IC abordados pela Biblioteconomia na UFSC reflete os interesses de pesquisa dos docentes-pesquisadores, seus projetos pessoais e as linhas de pesquisa onde atuam na pós-graduação, o mestrado em Ciência da Informação da UFSC (PGCIN-UFSC). Tendo a Área de Concentração em Gestão da Informação, as linhas de pesquisa do PGCIN são sobre Fluxos de Informação e Profissionais da Informação, o que justificam os temas de investigações mais abordados na IC em Biblioteconomia na UFSC. Para uma melhor visualização dos temas mais pesquisados na IC, foi criada uma tagcloud (Nuvem de tags) a partir da análise dos títulos de cada trabalho. O conceito de tagcloud é proveniente da folksonomia, que funciona a partir da agregação de etiquetas (do inglês tags ) a um objeto digital ou documento, para organizar a informação de modo orgânico e visualizá-la em um plano geral. Gráfico 2 TagCloud dos temas mais freqüentes na IC No caso desta pesquisa, as etiquetas utilizadas para a criação da tagcloud são as palavras extraídas dos títulos de cada trabalho, uma vez que não foi possível ter acesso aos resumos dos trabalhos na íntegra. Os números que acompanham as tags são referentes à

7 freqüência que esses termos aparecem nos títulos das pesquisas de IC. Foram identificados cinco temas mais abordados na IC, entre eles: Curso de Biblioteconomia (7), Ciência da Informação (7), Comunicação Científica (4), Periódicos Científicos (6) e Profissional da Informação (6). 3.4 Questão de Gênero: Participantes Ao longo dos 20 anos de pesquisa em IC na biblioteconomia da UFSC, um total de 59 pessoas estiveram envolvidas com projetos de pesquisa, entre docentes e discentes. Não apenas o curso, mas a própria profissão bibliotecária é reconhecida como a do colarinho rosa 3, ou seja, uma profissão em que tipicamente trabalham mulheres. Os dados obtidos na análise dos resultados revelam que as mulheres estão em maioria na IC, tanto enquanto professoras ou como alunas, fazendo parte de 75% do total de participantes. Consideramos o número de alunas mais expressivo e o número de mulheres na pesquisa (45) também ultrapassou a quantidade de homens professores e pesquisadores (14). Tabela 1 Levantamento de Gênero dos participantes Professores: 8 Professoras: Alunos : 6 Alunas: Homens: 14 Mulheres: Freqüência de pesquisa: Docentes Nesta parte da pesquisa, analisamos quantitativamente a produção dos professores de IC. Percebemos que, em alguns programas, um só professor poderia ser contemplado com duas bolsas, uma vez que poderia enviar projetos de pesquisa tanto para o programa do CNPQ quanto para o programa BIP-UFSC. Também referente à procedência dos professores, nem todos estavam diretamente relacionados com o CED ou o CIN, bem como também veremos na próxima seção que alunos de fora da graduação de Biblioteconomia participaram das pesquisas sobre a nossa área. Nos 21 anos de pesquisa em 3 <http://en.wikipedia.org/wiki/pink-collar_worker>

8 IC, 19 professores participaram submetendo projetos de pesquisa para avaliação. Em seguida o Gráfico 3 apresenta a relação de professores e bolsas deferidas: Gráfico 3 Freqüência de pesquisa em IC p-01 p-02 p-03 p-04 p-05 p-06 p-07 p-08 p-09 p-10 p-11 p-12 p-13 p-14 p-15 p-16 p-17 p-18 p-19 Entre os professores com maior produtividade em pesquisas de IC, estão os professores P-13, P-07, P-11 e P-14 que, juntos, obtiveram mais da metade do conjunto total de bolsas deferidas. A pesquisa em IC também envolve grupos de pesquisa e professores bolsistas de produtividade do CNPQ, o que faz com que a pesquisa seja uma parte importante do histórico profissional, tanto dos professores, como também para os alunos. 3.4 Perfil dos alunos: Plataforma Lattes Para delinear um perfil dos alunos que participaram da IC, foi feita uma breve pesquisa na Plataforma Lattes, uma vez que todos os pesquisadores devem ter seus perfis atualizados nesta base de dados. Os dados do gráfico a seguir foram retirados do campo Formação Acadêmica/Titulação e nos mostra a porcentagem para cada grupo referente à sua procedência:

9 Gráfico 4 Procedência da graduação dos alunos de IC 9; 23% 1; 3% 28; 69% 2; 5% Não Encontrado Administração Letras Biblioteconomia A maioria dos perfis não encontrados foi dos pesquisadores dos anos 90 até o ano 98. Isso se explica uma vez que neste período a Plataforma Lattes ainda não estava estruturada em rede, mas utilizava-se de um sistema de formulários em papel. Em relação aos alunos provenientes de outros cursos, mesmo que a maioria dos bolsistas pesquisadores em IC seja do curso de Biblioteconomia, é permitido que os professores orientadores indiquem alunos de fora do curso (Letras, Administração), bem como também de fora da instituição. A Tabela 3 apresenta a relação do status atual dos alunos pesquisadores em IC: Tabela 3 Status atual dos alunos pesquisadores em IC Status Atual Qtde. Graduandos 3 Mestrandos 4 Doutorandos 2 Bacharéis em Biblioteconomia 3 Bibliotecários 7 Bibliotecários/Mestres 4 Professores/Mestres 5 Professores/Doutores 1 Não Identificados 10 Outros 1 Total 40 A partir dos dados analisados na tabela, podemos verificar que 16 bolsistas encaminharam-se para a pós-graduação em nível de mestrado ou doutorado. Analisando as tabelas na pesquisa, pudemos verificar que duas bolsistas de IC do programa atualmente são professoras do curso de Biblioteconomia da UFSC, e que bolsistas dos programas de , e já foram professoras substitutas do curso.

10 A análise do status foi feita a partir da observação do campo de Atuação Profissional disponível no currículo Lattes. 4 CONCLUSÃO Esta pesquisa buscou delinear um perfil de como se desenvolve a pesquisa em Iniciação Científica no curso de Biblioteconomia da Universidade Federal de Santa Catarina. A IC auxilia o estudante pesquisador a agregar um maior valor ao seu currículo e ao seu campo de conhecimento, aprofundando seus estudos em determinada área. Através do levantamento, coleta e tabulação dos dados, encontramos como corpus de pesquisa um total de 54 projetos de pesquisa e 59 pesquisadores, entre alunos e professores. Sobre os temas das pesquisas em IC, verificamos que tanto questões sobre o Curso de Biblioteconomia quanto a Ciência da Informação tem a mesma freqüência de estudo. Pesquisas realizadas sobre profissionais da informação também são realizadas com mais freqüência uma vez que a pós-graduação na UFSC detém uma linha de pesquisa exclusiva para esta temática. As mulheres estão em maioria na pesquisa em IC, totalizando 75% dos participantes, entre estudantes e professoras pesquisadoras. A maioria dos alunospesquisadores são do curso de Biblioteconomia e 40% ingressou em alguma pós-graduação.

11 SCIENTIFIC INITIATION IN LIBRARY SCIENCE AT UFSC: a profile from 1990 until 2010 This paper briefly reviews the production of Scientific Initiation in the School of Library Science at Federal University of Santa Catarina, in the period from 1990 to A documental research was made, analyzing the data provided by the site PIBIC / UFSC and through its intranet. In the analysis and discussion of results it was concluded that in relation to gender, 70% of those involved with research in Scientific Initiation Programs in Library School at UFSC are women. Among the themes addressed in scientific initiation are: Information Science (epistemology), Scientific Communication, Library Science Programs, Scientific Journals and Information Professionals. In relation to the general profile of students who participated in the Scientific Initiation Program, through research conducted in the Lattes Platform, it was found that 16 enrolled in master's and five work or have worked in the Library Science Course at UFSC as adjunct professors or substitutes. We conclude that, despite all the difficulties, the research path through the Scientific Initiation Program can be advantageous for the student who intends to become a researcher and have an academic career. Keywords: Library Science. Scientific Initiation. Research. UFSC. REFERÊNCIAS CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO. Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC): norma específica. 2006b. Disponível em: <http://www.cnpq.br/normas/rn_06_017_anexo3.htm>. Acesso em: 11 abr FAVA-DE-MORAES, F. FAVA, M. A Iniciação Científica: muitas vantagens e poucos riscos. São Paulo em Perspectiva, n. 14, v. 1, Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/spp/v14n1/9803.pdf > Acesso em: 11 abr 2011 GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2002.

12 MASSI, L. QUEIROZ, S. L. Estudos sobre iniciação científica no Brasil: uma revisão. Cadernos de Pesquisa, v. 40, n. 139, p , jan./abr Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/cp/v40n139/v40n139a09.pdf> PEREIRA, J. P. S. Os benefícios advindos da participação em programas de iniciação científica nos cursos de graduação: revelações da literatura versus percepção dos alunos. Florianópolis, f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) Curso de Biblioteconomia, Centro de Ciências da Educação, Universidade Federal de Santa Catarina, Disponível em: <http://www.cin.publicacoes.ufsc.br/tccs/cin0078.pdf> Acesso: 25 mar 2011

UNIVERSIDADE NILTON LINS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE NILTON LINS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL INICIAÇÃO CIENTÍFICA/2015-2016 Programa de Iniciação Científica PROIC/NILTON LINS A Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade NILTON LINS, por meio da Coordenação de Iniciação Científica,

Leia mais

EDITAL 009/2015 INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX-VITÓRIA

EDITAL 009/2015 INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX-VITÓRIA EDITAL 009/2015 INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX-VITÓRIA Chamada para submissão de Projetos de Iniciação Científica e Tecnológica A Direção Geral da FACULDADE BRASILEIRA MULTIVIX-Vitória,

Leia mais

EDITAL 016/2015 PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2015

EDITAL 016/2015 PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2015 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE SÃO PAULO CÂMPUS CAPIVARI EDITAL 016/2015 PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2015 O Diretor do câmpus Capivari do Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA ANHEMBI MORUMBI

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA ANHEMBI MORUMBI EDITAL 03/2014 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA ANHEMBI MORUMBI A Pró-reitora de Pesquisa, por meio da Coordenadoria de Pesquisa da Universidade Anhembi Morumbi torna público o

Leia mais

PROGRAMAS INSTITUCIONAIS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA

PROGRAMAS INSTITUCIONAIS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA PROGRAMAS INSTITUCIONAIS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA 1 - APRESENTAÇÃO Com o objetivo de estimular e promover o desenvolvimento da ciência, da tecnologia e da inovação, compete à Pró - Reitoria

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS GERENCIAS DE MANHUAÇU COORDENAÇÃO DE PROJETOS PESQUISA E EXTENSÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

FACULDADE DE CIÊNCIAS GERENCIAS DE MANHUAÇU COORDENAÇÃO DE PROJETOS PESQUISA E EXTENSÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE CIÊNCIAS GERENCIAS DE MANHUAÇU COORDENAÇÃO DE PROJETOS PESQUISA E EXTENSÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA REGULAMENTO GERAL DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EDITAL 01/2015 - PRPGP/UEPB PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA UEPB/CNPq

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EDITAL 01/2015 - PRPGP/UEPB PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA UEPB/CNPq PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EDITAL 01/2015 - PRPGP/UEPB PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA UEPB/CNPq A Reitoria da Universidade Estadual da Paraíba, por intermédio de sua Pró-Reitoria

Leia mais

EDITAL N. 001/2015 PROJETO DE PESQUISA PIBIC/PIBITI/CNPQ/UNISALESIANO 2015/2016

EDITAL N. 001/2015 PROJETO DE PESQUISA PIBIC/PIBITI/CNPQ/UNISALESIANO 2015/2016 EDITAL N. 001/2015 PROJETO DE PESQUISA PIBIC/PIBITI/CNPQ/UNISALESIANO 2015/2016 A Pró-Reitoria de Pesquisa, Extensão e Ação Comunitária, no uso de suas atribuições legais, torna público o presente edital

Leia mais

1. Período e local de inscrição

1. Período e local de inscrição FUNDAÇÃO ESCOLA DE SOCIOLOGIA E POLITICA DE SÃO PAULO DIRETORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE PESQUISA EDITAL DE INSCRIÇÃO Inscrição de Projetos para a Seleção do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação

Leia mais

CNPJ: 41.478.561/0003-40 Av. Colares Moreira, n 443 Renascença São Luís/MA CEP 65075-970 Tel.: (98) 4009-7070 www.undb.edu.br

CNPJ: 41.478.561/0003-40 Av. Colares Moreira, n 443 Renascença São Luís/MA CEP 65075-970 Tel.: (98) 4009-7070 www.undb.edu.br A coordenação do curso de Sistemas de Informação realiza por meio do presente Edital o lançamento do Projeto de Pesquisa UM SISTEMA DE INFORMAÇÃO AO PASSAGEIRO DE TRANSPORTE PÚBLICO, e convoca a comunidade

Leia mais

FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO EDITAL 013/15

FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO EDITAL 013/15 FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO EDITAL 013/15 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (2015 2016) PIBIC/CNPq/FAI 1. APRESENTAÇÃO

Leia mais

Promover o Ensino Superior Associado ao Desenvolvimento Sustentável de Belém e Região

Promover o Ensino Superior Associado ao Desenvolvimento Sustentável de Belém e Região Promover o Ensino Superior Associado ao Desenvolvimento Sustentável de Belém e Região Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica- PIC A iniciação científica viabiliza, aos universitários

Leia mais

REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI FAMEC -

REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI FAMEC - REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI FAMEC - REGULAMENTO PARA OS PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FAMEC CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1. O Programa de

Leia mais

Adequação das Normas do Programa IC da UNITAU

Adequação das Normas do Programa IC da UNITAU Adequação das Normas do Programa IC da UNITAU Alteração da Deliberação Consuni N o 080/2010 Artigo 4 o Os projetos de Iniciação Científica poderão ser aprovados por um período de até 24 (vinte e quatro)

Leia mais

AUTOR(ES): ADRIANA LAURA VICTORETTI, HENRIQUE MARINHO MASCARENHAS, LAÍS REGINA RODRIGUES CARVALHO

AUTOR(ES): ADRIANA LAURA VICTORETTI, HENRIQUE MARINHO MASCARENHAS, LAÍS REGINA RODRIGUES CARVALHO TÍTULO: INICIAÇÃO CIENTÍFICA: ESTAMOS ATUANDO CORRETAMENTE? CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE DE SOROCABA AUTOR(ES): ADRIANA LAURA

Leia mais

Edital 011 VV - 2015 Programa de Iniciação Científica - PIC Faculdade Estácio Vila Velha

Edital 011 VV - 2015 Programa de Iniciação Científica - PIC Faculdade Estácio Vila Velha Edital 011 VV - 2015 Programa de Iniciação Científica - PIC Faculdade Estácio Vila Velha Artigo 1º - O Programa de Iniciação Científica - PIC tem por finalidade despertar o interesse e incentivar vocações

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (PRÓ-CIÊNCIA) CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS

REGULAMENTO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (PRÓ-CIÊNCIA) CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS REGULAMENTO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (PRÓ-CIÊNCIA) CAPÍTULO DOS OBJETIVOS Art. 1. O Programa Institucional de Iniciação Científica (Pró-Ciência) tem por objetivo geral o desenvolvimento

Leia mais

EDITAL PIBIC / CNPq/ UFF 2014/2015

EDITAL PIBIC / CNPq/ UFF 2014/2015 EDITAL PIBIC / CNPq/ UFF 2014/2015 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA A Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação PROPPI torna públicas as normas para apresentação de propostas

Leia mais

NORMAS PARA PROGRAMAS DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE FORMAÇÃO, DE PESQUISA E TECNOLÓGICA - FAPEG-I

NORMAS PARA PROGRAMAS DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE FORMAÇÃO, DE PESQUISA E TECNOLÓGICA - FAPEG-I RESOLUÇÃO N. 001/2007 ANEXO NORMAS PARA PROGRAMAS DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE FORMAÇÃO, DE PESQUISA E TECNOLÓGICA - FAPEG-I 1. Conceituação As normas relativas à concessão de Bolsas de Formação, de Pesquisa

Leia mais

EDITAL 001/2015-DP/PROPESP/UFAM

EDITAL 001/2015-DP/PROPESP/UFAM EDITAL 001/2015-DP/PROPESP/UFAM PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (IC) (PERÍODO DE VIGÊNCIA: AGOSTO/2015 A JULHO/2016) A, em conformidade com as diretrizes dos

Leia mais

LIGA DE ENSINO DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO UNIVERSITÁRIO DO RIO GRANDE DO NORTE EDITAL DE DISTRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

LIGA DE ENSINO DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO UNIVERSITÁRIO DO RIO GRANDE DO NORTE EDITAL DE DISTRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA LIGA DE ENSINO DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO UNIVERSITÁRIO DO RIO GRANDE DO NORTE EDITAL DE DISTRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA BOLSA PIBIC E BOLSA INSTITUCIONAL PROCESSO SELETIVO 2015-2016

Leia mais

REGIMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS E AUXÍLIO INSTITUCIONAL DE INCENTIVO À PESQUISA IFRS

REGIMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS E AUXÍLIO INSTITUCIONAL DE INCENTIVO À PESQUISA IFRS REGIMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS E AUXÍLIO INSTITUCIONAL DE INCENTIVO À PESQUISA IFRS Aprovado pela Resolução nº 096, de 25 de agosto de 2010 e retificado pela Resolução nº 016, de 23 de fevereiro de 2011.

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS RESOLUÇÃO INTERNA Nº 03/2014

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS RESOLUÇÃO INTERNA Nº 03/2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS RESOLUÇÃO INTERNA Nº 03/2014 Aprova a Resolução Interna que regulamenta normas complementares para o trabalho da Comissão de Bolsas e Acompanhamento

Leia mais

COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EDITAL PIBIC / FAPEMIG / FTM-2015

COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EDITAL PIBIC / FAPEMIG / FTM-2015 COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EDITAL PIBIC / FAPEMIG / FTM-2015 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA: PIBIC/ FAPEMIG/FTM- 2015 A Coordenação do Programa de Pós-Graduação e

Leia mais

EDITAL Nº 02/2015 PIBIC FAPEMIG 2015-2016 SUBSTITUIÇÕES

EDITAL Nº 02/2015 PIBIC FAPEMIG 2015-2016 SUBSTITUIÇÕES EDITAL Nº 02/2015 PIBIC FAPEMIG 2015-2016 SUBSTITUIÇÕES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FAPEMIG. SELEÇÃO DE BOLSISTAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA A Universidade Vale do Rio Doce,

Leia mais

DAS BOLSAS DE INCENTIVO A QUALIFICAÇÃO DE SERVIDORES EM NÍVEL DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTU SENSU

DAS BOLSAS DE INCENTIVO A QUALIFICAÇÃO DE SERVIDORES EM NÍVEL DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTU SENSU REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INCENTIVO À QUALIFICAÇÃO DE SERVIDORES DO INSTITUTO FEDERAL DO MARANHÃO (PROQUALIS) BOLSAS EM NÍVEL DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU CAPITULO I DOS OBJETIVOS Art. 1º Os objetivos

Leia mais

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CENTRO DE PESQUISA. PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/USJT/CNPq 2015/2016

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CENTRO DE PESQUISA. PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/USJT/CNPq 2015/2016 UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CENTRO DE PESQUISA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/USJT/CNPq 2015/2016 EDITAL PRPPG n.º 02/2015, de 22 de maio de 2015 A Pró-Reitoria de Pesquisa

Leia mais

Um Histórico de Crescimento das Bolsas de Iniciação Científica na Graduação na Universidade Federal do Tocantins

Um Histórico de Crescimento das Bolsas de Iniciação Científica na Graduação na Universidade Federal do Tocantins Um Histórico de Crescimento das Bolsas de Iniciação Científica na Graduação na Universidade Federal do Tocantins Tatiane de Sousa Soares Borges 1, Elvira Aparecida Simões de Araújo 2, Edson Aparecida de

Leia mais

MANUAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

MANUAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA MANUAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA MONTES CLAROS MAIO/2010 SUMÁRIO 1. Introdução 4 2. Programa Institucional de Iniciação Científica 5 3. Regulamentação do Programa Iniciação Científica 7 3.1 Obrigações das

Leia mais

COMITÊ INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE CNEC RIO DAS OSTRAS PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (PROIC-FACRO)

COMITÊ INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE CNEC RIO DAS OSTRAS PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (PROIC-FACRO) COMITÊ INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE CNEC RIO DAS OSTRAS PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (PROIC-FACRO) PROCESSO SELETIVO DISCENTE EDITAL 02/2015 O Comitê Institucional de Iniciação

Leia mais

Programa de Bolsas de Iniciação Científica PROBIC/IBMEC. Edital de seleção - 2014

Programa de Bolsas de Iniciação Científica PROBIC/IBMEC. Edital de seleção - 2014 Programa de Bolsas de Iniciação Científica PROBIC/IBMEC Edital de seleção - 2014 A Faculdade Ibmec-RJ - por meio da Coordenação de Pesquisa e da Coordenação de Iniciação Científica, abre inscrições aos

Leia mais

Edital PIICT / CNPq / Fucapi 2015-2016

Edital PIICT / CNPq / Fucapi 2015-2016 Fundação Centro de Análise Pesquisa e Inovação Tecnológica FUCAPI Faculdade Fucapi Instituto de Ensino Superior Fucapi Coordenação de Pesquisa CPESQ Programa Institucional de Iniciação Científica e Tecnológica

Leia mais

FACULDADE ESTÁCIO DE BELÉM ESTÁCIO BELÉM REGULAMENTO DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA BELÉM PARÁ

FACULDADE ESTÁCIO DE BELÉM ESTÁCIO BELÉM REGULAMENTO DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA BELÉM PARÁ FACULDADE ESTÁCIO DE BELÉM ESTÁCIO BELÉM REGULAMENTO DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA BELÉM PARÁ 1 2015 O Programa de Iniciação Científica da Faculdade Estácio de Belém, doravante denominada Estácio

Leia mais

CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO DA FASETE - CEPEX REGULAMENTO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FASETE PROICSETE

CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO DA FASETE - CEPEX REGULAMENTO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FASETE PROICSETE CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO DA FASETE - CEPEX REGULAMENTO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FASETE PROICSETE RESOLUÇÃO CONSUP Nº 010/2005 PAULO AFONSO-BA Setembro de 2015 1 APRESENTAÇÃO A

Leia mais

Centro Institucional de Pesquisa

Centro Institucional de Pesquisa Centro Institucional de Pesquisa Edital do Programa de Iniciação Científica (PIC UNISANTA) 01/2014 Dispõe sobre as normas contidas no Edital processo de chamada de propostas de projetos de iniciação científica

Leia mais

COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO (COPPEX) NÚCLEO INTEGRADO DE PESQUISA FACULDADE INTEGRADA DO RECIFE FIR

COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO (COPPEX) NÚCLEO INTEGRADO DE PESQUISA FACULDADE INTEGRADA DO RECIFE FIR COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO (COPPEX) NÚCLEO INTEGRADO DE PESQUISA FACULDADE INTEGRADA DO RECIFE FIR Edital de Convocação para a Seleção de Projetos de Pesquisa Programa Institucional

Leia mais

2 DAS CONDIÇÕES GERAIS

2 DAS CONDIÇÕES GERAIS Universidade Federal do Rio de Janeiro Conselho de Ensino para Graduados e Conselho de Ensino de Graduação EDITAL nº 59 CEG/CEPG 2013, de 22 de março de 2013 Programa Institucional de Bolsas de Iniciação

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIC/PIBITI/UniCEUB EDITAL DE 2015

PROGRAMA DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIC/PIBITI/UniCEUB EDITAL DE 2015 PROGRAMA DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIC/PIBITI/UniCEUB EDITAL DE 2015 O reitor do Centro Universitário de Brasília UniCEUB, no uso de suas atribuições legais e estatutárias,

Leia mais

EDITAL Nº 004/2014 SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA

EDITAL Nº 004/2014 SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL Nº 004/2014 SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA Chamada para seleção de Projetos para o Edital de Pesquisa e Iniciação Científica da Faculdade Capixaba de Nova Venécia. A Professora

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIC UniCEUB

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIC UniCEUB PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIC UniCEUB DOCUMENTO ORIENTADOR Brasília, 2007 1 REITORIA Reitor Vice-Reitor Pró-Reitora Acadêmica Pró-Reitor Administrativo e Financeiro Pró-Reitor de Legislação e Normas

Leia mais

PIBID: ALUNOS MONITORES COMO ORIENTADORES DA METODOLOGIA CIENTÍFICA PARA FEIRA DE CIÊNCIAS DA ESCOLA ESTADUAL MOREIRA DIAS

PIBID: ALUNOS MONITORES COMO ORIENTADORES DA METODOLOGIA CIENTÍFICA PARA FEIRA DE CIÊNCIAS DA ESCOLA ESTADUAL MOREIRA DIAS PIBID: ALUNOS MONITORES COMO ORIENTADORES DA METODOLOGIA CIENTÍFICA PARA FEIRA DE CIÊNCIAS DA ESCOLA ESTADUAL MOREIRA DIAS Ewelanny Louyde Ferreira de Lima¹; Daiane Rodrigues Soares². Alunas de graduação

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO DIRETORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO DIRETORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO DIRETORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO EDITAL Nº 49, de 06 de abril de 2015 PROCESSO DE RENOVAÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA, SELEÇÃO DE NOVOS PROJETOS E SELEÇÃO DE ESTUDANTES

Leia mais

2. O QUE É O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIBITI EM PARCERIA COM O FUNTTEL

2. O QUE É O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIBITI EM PARCERIA COM O FUNTTEL CHAMADA PARA O PROCESSO DE INSCRIÇÃO 2014/2015 DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIBITI NA ÁREA DE TELECOMUNICAÇÕES E AFINS DETALHAMENTO GERAL 1.

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE PESQUISA REGULAMENTO DO PROGRAMA UNISC DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PUIC e PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E INOVAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIC DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE GOIÁS Uni-ANHANGUERA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIC DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE GOIÁS Uni-ANHANGUERA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIC DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE GOIÁS Uni-ANHANGUERA CAPÍTULO I DA INICIAÇÃO CIENTÍFICA Art. 1º - O Centro Universitário de Goiás Uni-ANHANGUERA, sempre sincronizado

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA IC/FAPESB-UNIVASF INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO SELETIVO EDITAL 01/2009

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA IC/FAPESB-UNIVASF INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO SELETIVO EDITAL 01/2009 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA IC/FAPESB-UNIVASF INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO SELETIVO EDITAL 01/2009 A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Federal do Vale

Leia mais

UNIVERSIDADE VILA VELHA ES REITORIA EDITAL Nº 10/2012 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC / UVV / FAPES

UNIVERSIDADE VILA VELHA ES REITORIA EDITAL Nº 10/2012 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC / UVV / FAPES REITORIA EDITAL Nº 10/2012 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC / UVV / FAPES O Reitor da Universidade Vila Velha faz saber a todos os interessados que estarão abertas, de 31 de maio a

Leia mais

SUGESTÕES PARA ARTICULAÇÃO ENTRE O MESTRADO EM DIREITO E A GRADUAÇÃO

SUGESTÕES PARA ARTICULAÇÃO ENTRE O MESTRADO EM DIREITO E A GRADUAÇÃO MESTRADO SUGESTÕES PARA ARTICULAÇÃO ENTRE O MESTRADO EM DIREITO E A GRADUAÇÃO Justificativa A equipe do mestrado em Direito do UniCEUB articula-se com a graduação, notadamente, no âmbito dos cursos de

Leia mais

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CENTRO DE PESQUISA. PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/USJT/CNPq 2006/2007

UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CENTRO DE PESQUISA. PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/USJT/CNPq 2006/2007 UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CENTRO DE PESQUISA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/USJT/CNPq 2006/2007 EDITAL nº 01 de 01 de agosto de 2006 (em consonância com a Resolução Normativa

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO IC/FUC PROBIC-FAPERGS

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO IC/FUC PROBIC-FAPERGS EDITAL 002/2010 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO IC/FUC PROBIC-FAPERGS O Instituto de Cardiologia do Rio Grande do Sul/ Fundação Universitária de Cardiologia (IC/FUC), através

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIC/FAINTVISA

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIC/FAINTVISA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIC/FAINTVISA Vitória de Santo Antão 2012 1 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DAS FACULDADES INTEGRADAS DA VITÓRIA DE SANTO ANTÃO - PIC/FAINTVISA

Leia mais

Tatiana Brandão Fernandes Amanda de Queiroz Bessa Edinara Sobrinho da Silva

Tatiana Brandão Fernandes Amanda de Queiroz Bessa Edinara Sobrinho da Silva A INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS: um estudo do perfil e das perspectivas dos discentes de biblioteconomia que ingressaram no PIBIC entre os anos de 2010 a 2012 Tatiana Brandão

Leia mais

EDITAL 002 2014/2015 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIC REDE DOCTUM DE ENSINO

EDITAL 002 2014/2015 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIC REDE DOCTUM DE ENSINO EDITAL 002 2014/2015 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIC REDE DOCTUM DE ENSINO Diretoria de Pesquisa e Pós Graduação Dra. Maria Renata Prado Iniciação Científica é uma atividade acadêmica que possibilita

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA A Coordenadora da Faculdade de Ciência e Tecnologia de Montes Claros FACIT, no uso de suas atribuições regimentais, considerando que o projeto dos cursos

Leia mais

EDITAL N 001/2012/CPI/IFAM-MAUÉS

EDITAL N 001/2012/CPI/IFAM-MAUÉS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MÉDIA E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS COORDENAÇÃO DE PESQUISA E INOVAÇÃO DO IFAM MAUÉS EDITAL N 001/2012/CPI/IFAM-MAUÉS

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PRODUÇÃO VEGETAL

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PRODUÇÃO VEGETAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PRODUÇÃO VEGETAL REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA UNIBAN BRASIL

REGULAMENTO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA UNIBAN BRASIL REGULAMENTO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA UNIBAN BRASIL Artigo 1º. O Programa Institucional de Iniciação Científica e Tecnológica da UNIBAN Brasil tem por objetivo,

Leia mais

BOLSAS DE EXTENSÃO PARA PROJETOS NA ÁREA DA SAÚDE

BOLSAS DE EXTENSÃO PARA PROJETOS NA ÁREA DA SAÚDE BOLSAS DE EXTENSÃO PARA PROJETOS NA ÁREA DA SAÚDE Edital Nº 003/2013 Em consonância com a Resolução Normativa 03/CUn/09 de 8 de dezembro de 2009 e com a Resolução Normativa N.º 09/CUn/10, de 7 de dezembro

Leia mais

REGULAMENTO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

REGULAMENTO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA REGULAMENTO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA O Programa de Iniciação Científica da Universidade Nove de Julho UNINOVE destinase a alunos de graduação para desenvolvimento de pesquisa científica (IC) ou tecnológica

Leia mais

EDITAL DE INCENTIVO AO ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA

EDITAL DE INCENTIVO AO ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA Coordenação de Educação a Distância CEAD, Pró-Reitoria de Graduação PROGRAD, Pró-Reitoria de Extensão e Cultura PROExC, Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa PROPG e Diretoria de Assuntos Comunitários

Leia mais

Leonardo Pereira Rodrigues dos Santos

Leonardo Pereira Rodrigues dos Santos Leonardo Pereira Rodrigues dos Santos Desenvolvimento de serviços na área de educação: uma aplicação de análise conjunta nos cursos de mestrado em administração de empresas DISSERTAÇÃO DE MESTRADO DEPARTAMENTO

Leia mais

APRESENTAÇÃO 1 OBJETIVOS. 1.1 Objetivo Geral

APRESENTAÇÃO 1 OBJETIVOS. 1.1 Objetivo Geral APRESENTAÇÃO Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica O Instituto de Pós-Graduação e Graduação IPOG, no uso de suas atribuições legais, torna público o presente Edital, convocando os docentes

Leia mais

MANUAL PROPPG BOLSAS E AUXÍLIOS À PESQUISA DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS - UEMG

MANUAL PROPPG BOLSAS E AUXÍLIOS À PESQUISA DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS - UEMG MANUAL PROPPG BOLSAS E AUXÍLIOS À PESQUISA DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS - UEMG SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 O MANUAL DE APOIO À PESQUISA DA UEMG... 4 3 OS PROGRAMAS... 4 3.1 Programas Financiados

Leia mais

SELEÇÃO DE ESTUDANTES BOLSISTAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA ou TECNOLÓGICA

SELEÇÃO DE ESTUDANTES BOLSISTAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA ou TECNOLÓGICA Santa Maria, 7 de maio de 2012. Edital IF Farroupilha/PRPPGI/nº 06/2012 Jovens Cientistas SELEÇÃO DE ESTUDANTES BOLSISTAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA ou TECNOLÓGICA A Pró-Reitoria de, Pós-Graduação e Inovação

Leia mais

FAPAC Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Acre

FAPAC Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Acre PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NO ENSINO MÉDIO ICJ EDITAL COMPLEMENTAR 002/2012 A Fundação de Tecnologia do Estado do Acre FUNTAC, através do Fundo de Desenvolvimento Científico

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO (PIBIC, PIBIC - AF, PIBITI, PIBIC - EM) - PICDTI/PRPPG/UFPR

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO (PIBIC, PIBIC - AF, PIBITI, PIBIC - EM) - PICDTI/PRPPG/UFPR PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO (PIBIC, PIBIC - AF, PIBITI, PIBIC - EM) - PICDTI/PRPPG/UFPR EDITAL 2015-2016 De acordo com a Legislação Vigente, Resolução RN

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO DA USC PIBIC/PIBITI 2013/2014

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO DA USC PIBIC/PIBITI 2013/2014 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO DA USC PIBIC/PIBITI 2013/2014 A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade do Sagrado Coração torna público o

Leia mais

PROGRAMA DE INCENTIVO À PESQUISA CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA NO CAMPUS ARARANGUÁ DO IF-SC EDITAL INTERNO- N0 XX/2010

PROGRAMA DE INCENTIVO À PESQUISA CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA NO CAMPUS ARARANGUÁ DO IF-SC EDITAL INTERNO- N0 XX/2010 PROGRAMA DE INCENTIVO À PESQUISA CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA NO DO IF-SC EDITAL INTERNO- N0 XX/2010 CHAMADA DE PROJETOS DE PESQUISA CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA EXECUÇÃO: 19 DE ABRIL DE 2010 A 10 DE MAIO DE 2010

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE PESQUISA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE PESQUISA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL 2015-2016 O Programa Institucional de Iniciação Científica (PIIC) da UFES é um programa voltado para a iniciação à pesquisa de estudantes de graduação

Leia mais

EDITAL PIBIC Nº 02/2012 PROGRAMA DE GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NO EXTERIOR - SWG

EDITAL PIBIC Nº 02/2012 PROGRAMA DE GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NO EXTERIOR - SWG EDITAL PIBIC Nº 02/2012 PROGRAMA DE GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NO EXTERIOR - SWG PROGRAMA DE BOLSAS NO EXTERIOR - CNPq A Comissão de Mobilidade Internacional da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy

Leia mais

EDITAL 081/2013 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UESB PIC/UESB

EDITAL 081/2013 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UESB PIC/UESB UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA UESB PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PPG Programa de Iniciação Científica da UESB PIC/UESB Gerência de Pesquisa / Comitê Interno de Iniciação Científica

Leia mais

EDITAL PICVOL UNITAU Período: agosto 2015 julho 2016 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ

EDITAL PICVOL UNITAU Período: agosto 2015 julho 2016 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ EDITAL PICVOL UNITAU Período: agosto 2015 julho 2016 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ DEFINIÇÃO O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO COORDENAÇÃO GERAL DE EXTENSÃO

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO COORDENAÇÃO GERAL DE EXTENSÃO UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO COORDENAÇÃO GERAL DE EXTENSÃO FORMULÁRIO-SÍNTESE DA PROPOSTA ProEXT EDITAL PROEXT 2017 TÍTULO: PARTE I IDENTIFICAÇÃO TIPO DA PROPOSTA: ( ) Programa ( ) Projeto COORDENADOR:

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL VOLUNTÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PIVIC/FAI

PROGRAMA INSTITUCIONAL VOLUNTÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PIVIC/FAI PROGRAMA INSTITUCIONAL VOLUNTÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - 1. APRESENTAÇÃO As Faculdades Adamantinenses Integradas FAI, por meio do Núcleo de Prática de Pesquisa - NPP torna pública a normatização e seleção

Leia mais

Assunto: Regulamenta o Programa Institucional de Bolsas Iniciação Científica e Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação.

Assunto: Regulamenta o Programa Institucional de Bolsas Iniciação Científica e Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação. UERJ ORDEM DE SERVIÇO OS - 01 / SR-2 / 2011 1/10 1. Apresentação A Universidade do Estado do Rio de Janeiro conta atualmente com dois Programas Insitutcionais de Bolsas: o Programa Institucional de Bolsas

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EDITAL 009 /2014 PRPGP/UFSM Programa Especial de Incentivo à Pesquisa para o Servidor Mestre (PEIPSM)

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO PNPD/CAPES EDITAL 07/2014

PROCESSO SELETIVO PARA BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO PNPD/CAPES EDITAL 07/2014 PROCESSO SELETIVO PARA BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO PNPD/CAPES EDITAL 07/2014 O Programa de Pós-Graduação em Biologia Experimental (PGBIOEXP) do Departamento de Medicina, Núcleo de Saúde dispõe de 1 (uma) bolsa

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO PNPD/CAPES EDITAL 05/2014 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA

PROCESSO SELETIVO PARA BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO PNPD/CAPES EDITAL 05/2014 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA PROCESSO SELETIVO PARA BOLSAS DE PÓS-DOUTORADO PNPD/CAPES EDITAL 05/2014 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA O da UNIR- informa que estão abertas as inscrições para candidatura a bolsa de estudo, em

Leia mais

CHAMADA INTERNA 40/2011 PRPGP-PROGRAD-SAI PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CNPq - UFSM

CHAMADA INTERNA 40/2011 PRPGP-PROGRAD-SAI PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS CNPq - UFSM Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa Pró-Reitoria de Graduação Secretaria de Apoio Internacional CHAMADA INTERNA 40/ PRPGP-PROGRAD-SAI PROGRAMA

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UEMA PIBIC-CNPq/UEMA/FAPEMA EDITAL UEMA/PPG Nº 03/2015

PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UEMA PIBIC-CNPq/UEMA/FAPEMA EDITAL UEMA/PPG Nº 03/2015 PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UEMA PIBIC-CNPq/UEMA/FAPEMA EDITAL UEMA/PPG Nº 03/2015 A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Estadual do Maranhão - PPG UEMA em conjunto

Leia mais

GRUPO DE PESQUISA PSICOLOGIA E SAÚDE COLETIVA : A EXPERIÊNCIA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

GRUPO DE PESQUISA PSICOLOGIA E SAÚDE COLETIVA : A EXPERIÊNCIA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 1 GRUPO DE PESQUISA PSICOLOGIA E SAÚDE COLETIVA : A EXPERIÊNCIA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA ANA HELENA ARAÚJO BOMFIM QUEIROZ 1 BRUNA ALBUQUERQUE VIEIRA LIMA 2 JOSÉ ALEXANDRE DE SOUZA XAVIER 3 MARIA FERNANDES

Leia mais

EDITAL CEPLAC/CEPEC N O 05/2013 ABERTURA DE INSCRIÇÕES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA- CEPLAC.

EDITAL CEPLAC/CEPEC N O 05/2013 ABERTURA DE INSCRIÇÕES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA- CEPLAC. 1 EDITAL CEPLAC/CEPEC N O 05/2013 ABERTURA DE INSCRIÇÕES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA- CEPLAC. O Chefe de Centro de Pesquisas do Cacau - CEPEC, no uso de suas atribuições, em

Leia mais

Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação PROBITI/FAPERGS/UFRGS - 2015/2016

Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação PROBITI/FAPERGS/UFRGS - 2015/2016 Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação PROBITI/FAPERGS/UFRGS - 2015/2016 A Universidade Federal do Rio Grande do Sul, por intermédio da Secretaria de Desenvolvimento

Leia mais

Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação BIT/UFRGS - 2015/2016

Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação BIT/UFRGS - 2015/2016 Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação BIT/UFRGS - 2015/2016 A Universidade Federal do Rio Grande do Sul, por intermédio da Secretaria de Desenvolvimento Tecnológico

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS APLICADAS DO ARAGUAIA

EDITAL DE ABERTURA DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS APLICADAS DO ARAGUAIA EDITAL DE ABERTURA DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS APLICADAS DO ARAGUAIA A Diretora Acadêmica da Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais Aplicadas do

Leia mais

E-mail: pibic@ifbaiano.edu.br. Procedimentos para Implementação de Bolsas da Fapesb/IF Baiano

E-mail: pibic@ifbaiano.edu.br. Procedimentos para Implementação de Bolsas da Fapesb/IF Baiano Procedimentos para Implementação de Bolsas da Fapesb/IF Baiano 1. Considerando que a divulgação dos resultados da Chamada Interna 01/2015 estava previsto para o dia 11 de maio de 2015 e foi prorrogada

Leia mais

3. Dos requisitos do Supervisor (Orientador). docente permanente

3. Dos requisitos do Supervisor (Orientador). docente permanente UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE TECNOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS EDITAL Nº 03 DE 05 DE NOVEMBRO DE 2015 O Programa de Pós-Graduação em

Leia mais

Edital Nº 156/2015 PIBID/DIVERSIDADE-PROEN

Edital Nº 156/2015 PIBID/DIVERSIDADE-PROEN Edital Nº 156/2015 PIBID/DIVERSIDADE-PROEN Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência para Diversidade PIBID/DIVERSIDADE/UFMA/CAPES (Seleção de estudantes-bolsistas de iniciação à docência)

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília EDITAL Nº 007/RIFB, DE 28 DE ABRIL DE 2015.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília EDITAL Nº 007/RIFB, DE 28 DE ABRIL DE 2015. EDITAL Nº 007/RIFB, DE 28 DE ABRIL DE 2015. SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS E VOLUNTARIADO EM INICIAÇÃO CIENTÍFICA NAS AÇÕES AFIRMATIVAS (ENSINO

Leia mais

Regulamento do Programa de Iniciação Científica Estácio FAMAP CAPÍTULO III. Da Natureza e Finalidades

Regulamento do Programa de Iniciação Científica Estácio FAMAP CAPÍTULO III. Da Natureza e Finalidades Regulamento do Programa de Iniciação Científica Estácio FAMAP CAPÍTULO I Da Natureza e Finalidades Art. 1º. A iniciação científica é um instrumento que introduz o estudante de graduação com potencial promissor

Leia mais

7º EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA VOLUNTÁRIOS DA UNICAP Período 2014/2015

7º EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA VOLUNTÁRIOS DA UNICAP Período 2014/2015 UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO - UNICAP PRÓ-REITORIA ACADÊMICA - PRAC COORDENAÇÃO GERAL DE PESQUISA CGPQ PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA 7º EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Leia mais

EDITAL DE BOLSAS DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

EDITAL DE BOLSAS DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL DE BOLSAS DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Rubens Guilhemat, Secretário Geral do Centro Universitário Sant Anna, no uso de suas atribuições torna público o presente EDITAL que regerá o Processo

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E ARTES DE LIMEIRA (Pic-FAAL) - REGULAMENTO -

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E ARTES DE LIMEIRA (Pic-FAAL) - REGULAMENTO - PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E ARTES DE LIMEIRA (Pic-FAAL) - REGULAMENTO - O Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Administração e Artes de Limeira (Pic-FAAL)

Leia mais

EDITAL Nº 34/2013/PROPPI RETIFICADO PROPICIE 5. Programa de Cooperação Internacional para Intercâmbio de Estudantes do IFSC -

EDITAL Nº 34/2013/PROPPI RETIFICADO PROPICIE 5. Programa de Cooperação Internacional para Intercâmbio de Estudantes do IFSC - EDITAL Nº 34/2013/PROPPI RETIFICADO PROPICIE 5 Programa de Cooperação Internacional para Intercâmbio de Estudantes do IFSC - Modalidade Curso de Graduação e Pós-Graduação CHAMADA 2013-2 EXECUÇÃO: JANEIRO

Leia mais

COORDENAÇÃO DE PESQUISA EDITAL PROIC BOLSA 1º/2012

COORDENAÇÃO DE PESQUISA EDITAL PROIC BOLSA 1º/2012 FACULDADES INTEGRADAS DO NORTE DE MINAS FUNORTE INSTITUTO DE CIÊNCIAS DE SAÚDE - ICS FACULDADE DE SAÚDE IBITURUNA FASI COORDENAÇÃO DE PESQUISA PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROIC EDITAL PROIC BOLSA

Leia mais

Regulamento Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica Sênior do Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá

Regulamento Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica Sênior do Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá Regulamento Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica Sênior do I. CONSIDERAÇÕES GERAIS ART. 1º - Este regulamento tem por objetivo orientar a apresentação, tramitação, aprovação, execução,

Leia mais

EDITAL PIBIC/CNPq-IF - 2014

EDITAL PIBIC/CNPq-IF - 2014 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC-IF EDITAL PIBIC/CNPq-IF - 2014 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NO INSTITUTO FLORESTAL CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS DO

Leia mais

EDITAL Nº 01, DE 22 DE JUNHO DE 2015. PROGRAMA VOLUNTÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PROVIC

EDITAL Nº 01, DE 22 DE JUNHO DE 2015. PROGRAMA VOLUNTÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PROVIC CENTRO EDUCACIONAL NOSSA SENHORA AUXILIADORA INSTITUTOS SUPERIORES DE ENSINO DO CENSA CENTRO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL Nº 01, DE 22 DE JUNHO DE 2015. PROGRAMA VOLUNTÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Leia mais

EDITAL 002/2015. Observação: A descrição das linhas de pesquisa pode ser acessada em: http://portal.unincor.br/index.php/linhas-de-pesquisa

EDITAL 002/2015. Observação: A descrição das linhas de pesquisa pode ser acessada em: http://portal.unincor.br/index.php/linhas-de-pesquisa EDITAL 002/2015 O Programa de Mestrado em Letras Linguagem, Cultura e Discurso, da Universidade Vale do Rio Verde (UNINCOR), torna público o edital de seleção de bolsista de pósdoutorado no âmbito do Programa

Leia mais

EDITAL PIBI Nº 03/2011 PROGRAMA DE GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NO EXTERIOR - SWG

EDITAL PIBI Nº 03/2011 PROGRAMA DE GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NO EXTERIOR - SWG EDITAL PIBI Nº 03/2011 PROGRAMA DE GRADUAÇÃO SANDUÍCHE NO EXTERIOR - SWG PROGRAMA DE BOLSAS NO EXTERIOR - CNPq A Comissão de Mobilidade Internacional da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy

Leia mais