MANUAL DE INTRODUÇÃO AO USO DO MOODLE PARA PROFESSORES E TUTORES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DE INTRODUÇÃO AO USO DO MOODLE PARA PROFESSORES E TUTORES"

Transcrição

1 MANUAL DE INTRODUÇÃO AO USO DO MOODLE PARA PROFESSORES E TUTORES Objetivo: introduzir o ambiente virtual de aprendizagem (AVA), Moodle Institucional da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, para que professores e seus tutores possam desenvolver habilidades na criação, manutenção e aperfeiçoamento de cursos oferecidos no formato EAD (ensino a distância) através da UAB Universidade Aberta do Brasil. Autores: Daniel Sergio Presta García Fabio Gonçalves Teixeira Cínthia Costa Kulpa Paulete Fridman Schwetz Última revisão:

2 AGRADECIMENTO Agradecemos a Tânia Rodrigues da Cruz por disponibilizar o material desenvolvido para o Manual de Introdução ao uso do Moodle para Professores e Tutores (Parte 1). Agradecemos a colaboração dos bolsistas Kênia Kerber Nunes e Fernando Fraga de Freitas dos Santos pelo apoio dado para a conclusão deste. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 2/76

3 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO O que é um SGC O que o Moodle oferece O Moodle UFRGS INICIANDO O MOODLE UFRGS A interface Moodle de acesso Meus cursos ADMINISTRANDO UM CURSO A interface do curso Cabeçalho Ativando edição Mudando função Rodapé Coluna da esquerda Coluna da direita Coluna central Espaço de apresentação Espaço de conteúdos e atividades Ícones de edição Ícones de edição de tópicos Ícones de edição para recursos e atividades A caixa atividades A caixa administração Designar funções Notas Grupos Backup Restaurar Importar Relatórios Perguntas Arquivos Perfil Modificando o perfil Demais guias do formulário perfil A caixa meus cursos UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 3/76

4 3.6 A caixa calendário A caixa participantes A caixa mensagens A caixa usuários online CRIANDO E GERENCIANDO CONTEÚDOS Como criar novos recursos (conteúdos) Tipos de recursos (conteúdos) Criar uma página de texto simples A caixa Geral A caixa Janela A caixa Configuração de módulos comuns Criar uma página web Link a um arquivo ou site Visualizar um diretório Usar um pacote IMS CP Inserir um rótulo O editor de textos html Inserindo um link Inserindo imagens Inserindo uma tabela Inserindo emoticons Inserindo caractere especial Buscando e alterando texto Ampliando o editor de textos html CRIANDO E GERENCIANDO ATIVIDADES Como criar atividades Tipos de atividades Base de dados Chat Escolha (enquete) Fórum Glossário Laboratório de avaliação Lição Pesquisa de avaliação Questionário SCORM/AICC Tarefas Modalidade avançada de carregamento de arquivos UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 4/76

5 Texto online Envio de arquivo único Atividade offline Wiki ROTEIRO BÁSICO PARA CRIAR E GERENCIAR UM CURSO Incluindo recursos (conteúdos) Incluindo atividades Acompanhando e avaliando atividades Gerenciando grupos (turmas) Reiniciando o processo (backup e restauro) REFERÊNCIAS UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 5/76

6 ÍNDICE DE FIGURAS Figura 1 Tela inicial do Moodle UFRGS (moodleinstitucional.ufrgs.br) Figura 2 Tela Meus cursos Figura 3 Interface principal do curso Figura 4 Cabeçalho da interface do curso Figura 5 Rodapé da interface do curso Figura 6 Tópico em branco Figura 7 Tópico com recursos e/ou atividades Figura 8 A caixa atividades Figura 9 Tela com conjunto de tarefas do curso Figura 10 A caixa administração Figura 11 Tela inicial de designar funções Figura 12 Tela para acrescentar ou remover funções Figura 13 Tela de notas Figura 14 Tela de gerenciamento de grupos Figura 15 Tela para criação e edição de grupos Figura 16 Tela para adicionar e remover usuário no grupo Figura 17 Tela para criação de grupos de forma automática Figura 18 Formulário de gerenciamento de relatórios Figura 19 Criando uma pergunta Figura 20 Adicionando uma questão de múltipla escolha Figura 21 Gerenciando arquivos e diretórios Figura 22 Enviando um arquivo Figura 23 Perfil Figura 24 Modificando o perfil Figura 25 A caixa meus cursos Figura 26 A caixa calendário Figura 27 Formulário de edição do calendário Figura 28 Formulário de identificação do tipo de evento Figura 29 Formulário para criar novo evento Figura 30 A caixa participantes Figura 31 Formulário de gerenciamento de participantes Figura 32 A caixa mensagens Figura 33 Formulário de gerenciamento de mensagens Figura 34 Formulário de envio e recebimento de mensagens Figura 35 A caixa usuários online Figura 36 Como criar novos conteúdos Figura 37 Formulário para criar uma página de texto simples Figura 38 A caixa Janela básica UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 6/76

7 Figura 39 A caixa Janela avançada Figura 40 A caixa Configuração de módulos comuns Figura 41 Formulário para criar uma página web Figura 42 Formulário para link a um arquivo ou site Figura 43 Formulário para escolher ou enviar arquivo Figura 44 Formulário para visualizar um diretório Figura 45 Formulário para inserir um rótulo Figura 46 Barras de ferramentas do editor de textos html Figura 47 Formulário para inserção de link Figura 48- Formulário para inserir imagem Figura 49 Formulário para inserir tabela Figura 51 Formulário para inserir caractere especial Figura 52 Formulário para buscar e alterar texto Figura 53 Editor de textos html completo Figura 54 Como criar atividades Figura 55 Formulário para criar chat Figura 57 - Enquete Figura 58 Formulário para criação de fórum Figura 59 Exemplo de fórum no Moodle Figura 60 Formulário para criar um glossário Figura 61 Exemplo de glossário com ferramenta de busca e visualização por alfabeto Figura 67 Formulário para criar questionário Figura 68 Inserindo perguntas no questionário Figura 69 Visualização do questionário Figura 70 Formulário para criar atividade de envio de múltiplos arquivos Figura 71 Formulário para criar texto online Figura 73 Formulário para criar atividade offline Figura 74 Formulário para criar wiki Figura 75 tela de edição do WIKI UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 7/76

8 ÍNDICE DE TABELAS Tabela 1 Ícones de edição de tópicos Tabela 2 Ícones de edição para recursos e atividades Tabela 3 Botões da barra de ferramentas superior do editor de textos html Tabela 4 Botões da barra de ferramentas inferior do editor de textos html Tabela 5 Parâmetros para a criação de uma sala de chat Tabela 6 Opções do Formulário Escolha Tabela 7 Parâmetros para a montagem de um Fórum Tabela 8 Parâmetros para a montagem de um Glossário Tabela 11 Parâmetros de configuração de um questionário Tabela 12 Parâmetros para a criação de uma tarefa na modalidade avançada de carregamento de arquivos Tabela 13 Parâmetros para criar tarefa de envio de arquivo único UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 8/76

9 1 INTRODUÇÃO 1.1 O que é um SGC Sistemas de Gerenciamento de Cursos SGC, também conhecidos como Ambientes Virtuais de aprendizagem AVA, são aplicações de Internet/Intranet que rodam a partir de um servidor e são acessadas através de um navegador web (browser). O SGC permite criar e desenvolver cursos com controles de acesso, com a possibilidade de compartilhar material de estudo, estabelecer discussões de forma síncrona (chat salas de bate-papo) ou assíncrona (fórum), aplicar testes de avaliação, pesquisas de opinião e diversas outras tarefas, além do registro de notas. 1.2 O que o Moodle oferece O Moodle é um SGC (AVA). Além de disponibilizar diversos recursos para gerenciamento de cursos o Moodle apresenta como grande diferencial o fato de ser um software do tipo open source (fonte aberta). Mais do que simplesmente gratuito, o conceito de open source permite que várias pessoas, no mundo inteiro, se engajem no desenvolvimento e na ampliação de soluções para o mesmo. Por este e por outros motivos, o Moodle é uma das soluções de referência em SGC no mundo. 1.3 O Moodle UFRGS O Moodle UFRGS pode ser acessado através de um navegador web como o Internet Explorer ou o Mozilla Firefox através do site moodleinstitucional.ufrgs.br (sem o www). Outros navegadores web podem ser utilizados, sem que possamos afirmar que todas as funcionalidades do Moodle estarão disponíveis. O Moodle UFRGS foi configurado de forma a disponibilizar aos seus usuários professores, tutores e alunos o acesso direto através do número do cartão UFRGS (código do usuário) e de sua senha. Desta forma, ao entrar pela primeira vez no Moodle, o usuário principiante encontrará seu perfil previamente preenchido. Esta é uma das vantagens que Moodle UFRGS oferece aos seus usuários. Diversos recursos do Moodle UFRGS foram previamente configurados de forma a facilitar o gerenciamento dos diferentes cursos disponibilizados pelos professores coordenadores e tutores. Também foi desenvolvida uma única interface padrão, para estabelecer uma identidade visual própria e normatizar os procedimentos disponíveis para cada um dos diferentes usuários da plataforma (professores, tutores e alunos, entre outros). UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 9/76

10 2.1 A interface Moodle de acesso 2 INICIANDO O MOODLE UFRGS O acesso a plataforma Moodle da UFRGS se dá através do site moodleinstitucional.ufrgs.br (sem o www), como já mencionado anteriormente. A página inicial, Figura 1, solicita o código de usuário e a senha para acesso a tela Meus cursos, Figura 2. Todos aqueles que possuem vínculo com a UFRGS poderão ingressar no Moodle utilizando: código de usuário: seu número do cartão UFRGS (com ou sem os zeros iniciais); senha: sua senha UFRGS do portal do servidor ou alunos. Figura 1 Tela inicial do Moodle UFRGS (moodleinstitucional.ufrgs.br) Aqueles que não possuem vínculo com a UFRGS e desejarem ter acesso a plataforma deverão se cadastrar através do botão Cadastramento de usuários sem vínculo com a UFRGS. Este cadastro não dá acesso direto as disciplinas oferecidas. Para tanto, o professor coordenador deverá autorizar a inclusão do solicitante externo e designar sua função (Tutor assistente, auxiliar, aluno fictício, etc.) Não é possível registrar um convidado externo como aluno nas disciplinas tradicionais de graduação. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 10/76

11 2.2 Meus cursos É importante salientar que o termo curso utilizado pelo Moodle refere-se a uma disciplina. As disciplinas no Moodle institucional podem ser divididas em dois grandes grupos: (i) disciplinas de graduação registradas na UFRGS e (ii) disciplinas de EAD, extensão, etc. Os professores e tutores da plataforma Moodle institucional UFRGS não precisam se preocupar em criar disciplinas de graduação tendo que cadastrar os usuários, visto que este tipo de gerenciamento é desenvolvido pelo CPD da UFRGS. No portal do servidor da UFRGS, em ensino de graduação -> professor -> informações professor -> ferramentas de apoio, o professor poderá solicitar a criação de uma disciplina, com respectiva turma. A Figura 2 apresenta os códigos das disciplinas de graduação, bem como turma, ano e semestre na página meus cursos. Figura 2 Tela Meus cursos Cursos que não pertençam a graduação deverão ser criados a partir de uma solicitação especial através do portal do servidor da UFRGS, em ensino a distânia -> solicitação de ação de EAD. A solicitação será avaliada e o pedido poderá ou não ser deferido. Para acessar um curso específico (turma e semestre), basta dar um clique sobre o código do mesmo. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 11/76

12 3 ADMINISTRANDO UM CURSO 3.1 A interface do curso A interface do curso, através da plataforma Moodle institucional UFRGS, se apresenta conforme a Figura 3. O leiaute padrão está dividido em: cabeçalho; rodapé; coluna da esquerda; coluna da direita; coluna central. Figura 3 Interface principal do curso Cabeçalho O cabeçalho da interface principal do curso possui informações relevantes sobre o mesmo. Bem a esquerda é possível observar o curso em questão no exemplo, Figura 4, a disciplina ARQ03316 A (09/1) á direita além da identificação do usuário que está logado tem-se a combo Mudar função para... e o botão Ativar ou Desativar edição. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 12/76

13 Figura 4 Cabeçalho da interface do curso É possível acessar seu perfil, mensagens, blog, etc. através do clique sobre o nome de identificação. Ao lado da identificação do usuário há um link com a opção Sair que permite ao usuário encerrar o seu acesso Ativando edição O modo de edição é utilizado para as atualizações e edições das atividades e tópicos do curso. Está localizada no canto superior direito da interface principal. Apenas o professor, o tutor coordenador e o tutor assistente podem ativar a edição de recursos e atividades. Os alunos, e demais tipos de tutores, não tem acesso a este recurso Mudando função A combo Mudar função para... permite ao usuário de maior hierarquia observar os recursos disponíveis aos colegas de hierarquia inferior. Por exemplo, o professor pode, a qualquer momento, alterar seu status para Aluno fictício, podendo observar a interface do curso, que está disponível aos seus alunos. Pressionando o botão Retornar a minha função normal o usuário de maior hierarquia retoma todas as suas atribuições Rodapé O rodapé, Figura 5, apresenta link de identificação do usuário, link para sair do Moodle e botão para acessar a Home Page que é definida como a tela de meus cursos, Figura 2. Figura 5 Rodapé da interface do curso O rodapé dos recursos e das atividades, ao invés de apresentar botão Home Page apresenta botão com o código de identificação do curso. Este botão, quando pressionado, retorna o usuário a interface principal do curso, Figura 3. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 13/76

14 3.1.3 Coluna da esquerda A coluna da esquerda está configurada para apresentar as caixas: atividades; administração; meus cursos Coluna da direita A coluna da direita está configurada para apresentar as caixas: calendário; participantes; mensagens; usuários online Coluna central A coluna central é destinada aos conteúdos (recursos) e atividades da disciplina. O curso, concebido em tópicos, apresenta dois espaços distintos: o espaço de apresentação e o espaço de conteúdos e atividades Espaço de apresentação O espaço de apresentação da disciplina está sempre visível. Para as disciplinas dos cursos de graduação e de pós-graduação da UFRGS, o texto de apresentação prévio é a própria súmula da disciplina, que foi cadastrada no sistema acadêmico. Este texto, contudo, pode ser editado (alterado ou suprimido). Também é possível inserir recursos e atividades. Por estar sempre visível, este espaço é indicado para a apresentação da disciplina (plano de ensino, cronograma de atividades, sistema de avaliação, etc.). Também recomenda-se a inserção do fórum da disciplina neste, que é o espaço mais nobre do curso Espaço de conteúdos e atividades Os demais espaços (de 1 a 30) são denominados de tópicos. Previamente foram dimensionados em 30, não sendo necessária a utilização de todos. O tópico, como o próprio nome sugere, é o espaço destinado a recursos e atividades comuns. Muitos professores estruturam suas disciplinas em áreas distintas, com conteúdos específicos, exercícios e avaliações. Os tópicos podem caracterizar estas áreas. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 14/76

15 Todo o gerenciamento de recursos e atividades se dá dentro de um tópico. O Moodle não permite a eliminação de um tópico, contudo, é possível editar, mover, destacar e deixar invisível um determinado tópico. Para tanto, é importante reconhecer os ícones de edição de tópicos, Tabela 1. Dentro da estrutura do tópico, com o botão Ativar edição, da Figura 4, ligado, se destacam as combos de inclusão de novos recursos e novas atividades, Figura 6. Através destas combos, o professor e/ou tutor assistente poderão incluir conteúdos, exercícios, questionários, etc, Figura 7. Figura 6 Tópico em branco Figura 7 Tópico com recursos e/ou atividades 3.2 Ícones de edição Os ícones de edição estão separados no Moodle em ícones de edição de tópicos e ícones de edição para recursos e atividades Ícones de edição de tópicos Tabela 1 Ícones de edição de tópicos ou ou ou Estes ícones servem para mostrar todos os tópicos do curso ou apenas o tópico selecionado, respectivamente. Destacar o tópico. O destaque tem o objetivo de chamar a atenção do aluno para o tema em questão. No Moodle UFRGS este destaque aparece com a cor laranja. O tópico para ser destacado deve estar visível. Visível ou invisível. Os tópicos invisíveis não podem ser visualizados pelos alunos, nem pelos Tutores Mediadores. Mover um tópico para cima ou para baixo. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 15/76

16 3.2.2 Ícones de edição para recursos e atividades Os conteúdos (denominados de recursos no Moodle) e atividades, uma vez criados, podem ser eliminados, editados, movidos, etc. através do conjunto de ícones da Tabela 2. Tabela 2 Ícones de edição para recursos e atividades ou Mover para o lado. Recuar. Mover para cima ou para baixo. Ao acionar esta função aparecerão retângulos pontilhados que identificam os locais para onde pode ser movido o item. Ao clicar sobre o retângulo pontilhado escolhido o item (atividade ou recurso) será movido. Edição e configuração do recurso ou da atividade. Para atualizar/modificar os textos, títulos e configurações de funcionamento. Apagar (remover) o recurso ou atividade Deixar visível ou invisível. Se o tópico está invisível nenhum recurso estará sendo mostrado aos alunos e tutores mediadores. Se o tópico está visível é possível decidir sobre a visualização ou não de cada recurso ou atividade separadamente (ocultar/mostrar) Sem Grupo todos os alunos do curso podem trabalhar em conjunto. Todos podem ver e interagir com todos. Grupos visíveis significa que os alunos participam das atividades apenas com o seu grupo, mas podem ver as atividades dos demais grupos (Ex. Fórum só participa das discussões do seu grupo, mas pode ver as demais discussões). Grupos Separados O aluno só participa das atividades de seu grupo. Não vê os alunos dos outros grupos. É como se os demais estudantes não existissem para a atividade. 3.3 A caixa atividades A caixa atividades só estará visível se houverem atividades (tarefas, questionários, chats, escolhas, fóruns, etc.). Além dos diferentes tipos de atividades, é possível observar os recursos disponibilizados. A caixa de atividades deve ser utilizada como link direto a um determinado tipo de recurso ou atividade. Desta forma, se o curso apresentar tarefas distintas, em diferentes tópicos, pode-se ter acesso as informações mais importantes das tarefas em uma única tela. Também é possível acessar a tarefa específica através do link atribuído ao nome, Figura 9. Figura 8 A caixa atividades UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 16/76

17 Figura 9 Tela com conjunto de tarefas do curso 3.4 A caixa administração A Figura 10 apresenta as ferramentas da caixa de administração disponíveis para o professor e tutores assistentes. Demais tutores e alunos terão acesso parcial ao conjunto de ferramentas conforme: tutor auxiliar: designar funções, notas, relatórios, perguntas e perfil; tutor mediador: notas, relatórios e perfil; tutor de apoio: grupos, perguntas, arquivos e perfil; aluno ou aluno fictício: notas e perfil. A seguir são apresentadas as ferramentas de administração do curso. Figura 10 A caixa administração Designar funções No Moodle há um sistema de hierarquia mais complexo do que apenas tutor ou professor e aluno. Um professor ou tutor pode designar a um usuário determinadas funções em um curso, diferentes da função aluno. Essas funções são as de tutor assistente, tutor auxiliar, tutor mediador, tutor de apoio e aluno fictício, cada uma com um nível de acesso específico. A Figura 11 apresenta a tela inicial para designar funções. A Figura 11 mostra as opções de funções que podem ser designadas a usuários previamente cadastrados em um curso (disciplina de graduação da UFRGS). Clicando em uma das funções, seguirá à tela da Figura 12, na qual é possível selecionar usuários. Isso é muito simples, apenas é preciso clicar no nome do usuário (lista da direita) e em seguida clicar em Acrescentar. Para Remover, basta selecionar o usuário da lista da esquerda e pressionar o respectivo botão. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 17/76

18 Figura 11 Tela inicial de designar funções Para uma maior agilidade no trabalho, existe a possibilidade de localizar um usuário através do seu nome ou parte deste, clicando no botão Buscar. O Moodle irá apresentar na lista da direita todos os usuários que se enquadrem no filtro definido. Para remover o filtro de busca, basta dar um clique no botão Mostrar todos os.... Figura 12 Tela para acrescentar ou remover funções UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 18/76

19 3.4.2 Notas O professor pode acompanhar e registrar o desempenho de seus alunos através do sistema de notas do Moodle. As atividades do Moodle podem ser avaliadas por notas e pesos. Desta forma, ao receber um trabalho (através de um arquivo) o professor pode atribuir uma nota ao mesmo. Na composição da nota final, o fator de ponderação será o peso atribuído àquela atividade. Os questionários são atividades que podem atribuir uma nota automática ao aluno. O professor tem, a qualquer momento, condições de alterar a nota dada. A tela de notas, Figura 13, confronta a listagem de alunos com as atividades propostas. A matriz resultante permite observar a nota atribuída a um determinado aluno, para uma determinada atividade (linha X coluna). A coluna mais a direita indica a média final do aluno, considerando-se os pesos atribuídos a cada atividade. A última linha apresenta a média obtida para uma determinada atividade. A célula do canto inferior direito (última linha X última coluna) indica a média final do grupo (Figura 13). Figura 13 Tela de notas UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 19/76

20 3.4.3 Grupos No Moodle pode-se distribuir os participantes de uma disciplina (curso) em grupos, para facilitar o acompanhamento das atividades. Os grupos funcionam como "turmas" assim cada grupo (alunos e tutores) interage apenas com seus participantes. Na inserção ou edição das atividades (fórum, tarefa, etc.) o professor deverá observar e configurar o item Tipo de Grupos entre as opções Grupos separados, Grupos visíveis e Nenhum Grupo. Os recursos (textos, objetos de aprendizagem, vídeos, etc) disponibilizados são os mesmos para todos os participantes (não há diferenciação por Grupos). Quando se acessa uma atividade configurada para funcionar com grupos deve-se estar atento a nova caixa de seleção que aparecerá no canto superior a esquerda e proceder a escolha do grupo que deseja-se interagir ou visualizar. Os professores e os tutores auxiliares sempre podem ter acesso a todos os grupos, independente da configuração de grupos separado ou grupos visíveis. Para criar e gerenciar grupos, basta dar um clique na opção Grupos da janela Administração. O formulário da Figura 14 será ativado. Figura 14 Tela de gerenciamento de grupos UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 20/76

21 A tela de gerenciamento de grupos, Figura 14, apresenta duas janelas de visualização. A primeira, a esquerda, lista os grupos existentes. Já a janela da direita, lista os membros de um grupo selecionado (para atualizar é possível pressionar o botão Mostrar membros do grupo ). Os botões Editar configurações de grupo e Criar grupo encaminham para a tela da Figura 15. Figura 15 Tela para criação e edição de grupos Existe ainda, o botão Apagar grupo selecionado e o botão Adicionar/remover usuários que remete para a tela da Figura 16. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 21/76

22 Figura 16 Tela para adicionar e remover usuário no grupo Da mesma forma como se procedeu na etapa de designar funções, para cadastrar um aluno em um grupo, basta selecioná-lo na caixa da direita e dar um clique no botão Acrescentar. É possível proceder de forma inversa para remover um aluno de um grupo. Neste caso, deve-se selecionar o aluno na caixa da esquerda e pressionar o botão Remover. Uma opção bastante interessante do sistema de gerenciamento de grupos do Moodle pode ser acessada através do botão Criar grupos automaticamente. Esta opção remete para a tela da Figura 17. Através deste recurso, o professor pode dividir os usuários em grupos de forma automática e aleatória. No exemplo da Figura 17 foram construídos 5 agrupamentos de alunos, com o nome definido em Grupo # (de forma a criar grupos com a nomenclatura: Grupo 1, Grupo2, etc.) É possível utilizar o caractere para Grupo A, Grupo B, etc.). O botão visualizar permite identificar a formação de grupos definida pelo Moodle. O botão Enviar irá criar os grupos. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 22/76

23 Figura 17 Tela para criação de grupos de forma automática No canto superior direito existe o botão Mostrar avançados. Esta opção amplia os recursos de gerenciamento de grupos automáticos. Uma das opções oferecidas refere-se a distribuição dos membros de forma aleatória, alfabética por primeiro nome, último nome, etc Backup Ao longo da implantação de conteúdos nos cursos se faz necessário ter uma cópia de segurança dos conteúdos (recursos e atividades) contidos no Moodle. Para tanto, é disponibilizada a opção Backup. No Moodle é possível realizar o backup do curso inteiro ou de apenas algumas partes. A opção backup gera um arquivo do tipo zip (compactado) que pode ser baixado para o seu computador e salvo em um HD ou CD. Para restabelecer os conteúdos de backup na disciplina deve-se utilizar o comando Restaurar do Moodle Restaurar O Moodle permite restaurar um ou mais cursos através de arquivos de backup anteriormente gerados. No Moodle Institucional da UFRGS esta opção não está ativa, nem visível, para os UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 23/76

24 professores. Este procedimento foi tomado para proteger o sistema de possíveis falhas. Isso, contudo, não inviabiliza o restauro a partir de arquivo, bastando ao professor fazer a solicitação deste procedimento diretamente ao CPD da UFRGS, disponibilizando o arquivo de backup Importar A opção importar é bastante semelhante a opção restaurar. A diferença consiste que esta última não utiliza um arquivo de backup como referência e sim um curso já existente. Desta forma, é possível resgatar de disciplinas de semestres anteriores conteúdos (recursos), atividades ou a disciplina inteira. Esta opção é a recomendada pelo CPD para o transporte de informações Relatórios Esta ferramenta é usada para obter informações sobre as atividades (participação) dos alunos de um curso (Figura 18). É possível ter acesso a: curso: se você for professor de mais de um curso/disciplina escolha aqui qual deseja analisar. participantes: você pode ver as atividades de todos os alunos ou de um aluno em particular. grupos: selecione uma das opções: todos os grupos ou um grupo específico. dia: você pode escolher um dia específico ou todos os dias para sua análise. atividades: escolha se quer ver a participação em todas as atividades ou em um dia específico. ações: você pode selecionar uma entre as seguintes opções: todas as ações,ver, acrescentar, atualizar, cancelar, todas as mudanças. opções de visualização: você deve selecionar entre as opções: mostrar na página, download em formato TEXT, download em formato ODS, download em formato Excel. Após ter selecionado as opções, clique em obter estes logs (históricos). É possível ainda, visualizar os logs da última hora clicando neste link. Em relatório de atividades, tem-se acesso a uma listagem com links para todas os recursos e as atividades que estão disponíveis em cada tópico utilizado pelo professor. Pode-se ainda ver as estatísticas. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 24/76

25 Figura 18 Formulário de gerenciamento de relatórios Perguntas Questionários são atividades que permitem avaliar o desempenho do aluno. Os questionários no Moodle podem apresentar diferentes características segundo configurações do próprio questionário e das propriedades de suas perguntas. O sistema de gerenciamento de perguntas é um dos mais complexos do Moodle, permitindo criar, editar, importar, exportar, definir categorias e eliminar perguntas. Uma vez dentro do sistema de gerenciamento de perguntas, a tela da Figura 19 irá aparecer para o professor e/ou tutor assistente. Nesta tela é possível identificar as guias Perguntas (ativa), Categorias, Importação e Exportar. A guia Perguntas permite gerenciar (criar, editar e eliminar) perguntas. A guia Categorias permite gerenciar categorias de perguntas que podem estar divididas em assuntos e/ou níveis de dificuldade e/ou pesos. As guias Importação e Exportar permitem armazenar e recuperar banco de questões para um ambiente externo ao Moodle. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 25/76

26 Figura 19 Criando uma pergunta Existem 10 tipos de perguntas, variando de múltipla escolha à verdadeiro/falso. A apresentação de cada um dos diferentes tipos de perguntas necessitaria de um manual extra (que não é nosso objetivo). Para exemplificar a criação de uma pergunta, optou-se por utilizar uma questão de múltipla escolha. Na Figura 19 é possível perceber a escolha desta opção. Já a Figura 20 apresenta tela parcial para edição de uma questão de múltipla escolha. Figura 20 Adicionando uma questão de múltipla escolha UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 26/76

27 Cada tipo de pergunta apresenta características próprias, podendo apresentar elementos configuráveis distintos. No exemplo da Figura 20, tem-se o formulário para edição de uma pergunta de múltipla escolha. Abaixo os principais quadros que aparecem neste tipo de pergunta e que podem aparecer em outros tipos de perguntas também: caixa geral: ocorre em todos os tipos de perguntas e apresenta o nome da pergunta, seu texto, imagem a ser mostrada, avaliação pré-definida, entre outros elementos configuráveis; caixas de escolhas: com a opção correta e demais opções. É possível definir nestas caixas o texto de resposta, a nota atribuída a opção e um feedback específico para a mesma; caixa feedback geral: o feedback geral está dividido em três opções distintas: o feedback para quem acertou a resposta, para quem acertou parcialmente a resposta e para quem errou. O gerenciamento das perguntas pode ser melhor apreciado na atividade de criação de questionários Arquivos O professor que desejar disponibilizar arquivos aos alunos poderá fazê-lo através do item Arquivo da caixa de Administração. Os arquivos disponibilizados deverão ser encaminhados ao servidor da UFRGS conforme apresentado nos procedimentos a seguir. Uma vez feita a seleção, a tela da Figura 21 apresentará as opções Criar diretório, Selecionar tudo, Anular todas as seleções e Enviar um arquivo. A opção Criar diretório permite definir novas pastas de trabalho. Estas pastas de trabalho são muito úteis para o gerenciamento dos conteúdos por áreas (Aula 1, Aula 2, etc.) ou por tipos de arquivos (PDF, JPG, DOC, XLS). Figura 21 Gerenciando arquivos e diretórios UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 27/76

28 Os botões Selecionar tudo e Anular todas as seleções permitem ampliar o processo de seleção sobre os arquivos que também podem ser selecionados ou removidos da seleção através de um clique sobre o respectivo quadrado, situado a esquerda do nome do arquivo. Uma vez selecionado um ou mais arquivos, é possível, através da combo Com arquivos escolhidos..., mover, cancelar (eliminar) ou criar um arquivo zip (compactado). O botão Enviar um arquivo remete para a tela da Figura 22. Inicialmente, o formulário padrão apresenta os botões Arquivo, Enviar este arquivo e Cancelar. Ao pressionar-se o botão Arquivo uma caixa de diálogo de Enviar arquivo será aberta. Nesta, deve-se selecionar o arquivo e pressionar o botão Abrir. Para concluir o procedimento, deve-se pressionar o botão Enviar este arquivo e pronto, o arquivo já estará no servidor da UFRGS, podendo ser disponibilizado através de um recurso ou de uma atividade para os alunos. Figura 22 Enviando um arquivo Perfil Todo usuário do Moodle tem um perfil. Este perfil, Figura 23, apresenta em sua tela inicial o nome do usuário, em destaque, País, Cidade/Município, Endereço de , Cursos (aos quais possui vínculo), Primeiro acesso, Último acesso e Funções. O botão Mensagens dá acesso as mensagens recebidas. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 28/76

29 Figura 23 Perfil Uma vez dentro do Perfil é possível acessar outras telas através das guias Modificar perfil, Mensagens do fórum, Blog, Notas e Relatório de atividades Modificando o perfil Na opção Modificar perfil é possível editar seus dados de perfil, ampliando informações sobre o usuário, incluindo um avatar (imagem) ou foto e definindo lista de interesses. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 29/76

30 Figura 24 Modificando o perfil UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 30/76

31 Demais guias do formulário perfil Além da possibilidade de modificar o perfil, o formulário de gerenciamento do perfil do Moodle oferece acesso aos itens abaixo relacionados: Mensagens do fórum Blog Notas Relatórios de atividades 3.5 A caixa meus cursos A caixa Meus cursos apresenta listagem de todos os cursos aos quais o usuário está vinculado, quer seja como aluno, professor ou tutor (diferentes tipos). Esta caixa tem por objetivo oferecer ao usuário um acesso rápido aos diferentes cursos que está cadastrado. Através do ícone de sinal de menos [-], no canto superior direito da caixa, é possível minimizar a mesma. Uma vez minimizada o ícone disponível, sinal de mais [+], permite visualizar novamente a caixa aberta. 3.6 A caixa calendário Figura 25 A caixa meus cursos A caixa calendário permite apresentar programação de eventos e atividades globais, do curso, do grupo e de usuário. Estas 4 opções hierárquicas podem ser configuradas como visíveis ( olho aberto ao lado da opção) ou invisíveis, pelo professor e/ou seu tutor assistente especificamente para seu curso. Atividades do Moodle podem ser configuradas de forma a se definir uma data de início e fim para as mesmas. Estas atividades aparecem de forma automática na caixa calendário (Figura 26). Figura 26 A caixa calendário Eventos e informações adicionais, não associadas a atividades, também podem ser registradas na caixa calendário. Para tanto, basta dar um clique sobre o link do mês (no exemplo abril 2009 ), a Figura 27 apresenta o formulário de edição do calendário. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 31/76

32 Figura 27 Formulário de edição do calendário Para definir um novo evento, basta dar um clique no botão Novo evento. Uma nova tela (Figura 28) surge para a identificação do tipo de evento: do usuário, do grupo ou do curso. Existe ainda o botão Preferências... que permite alterar o formato de visualização da hora, o primeiro dia da semana, entre outras configurações. Figura 28 Formulário de identificação do tipo de evento Ao pressionar-se o botão OK, o Moodle passa a apresentar o formulário de edição do evento, conforme Figura 29. Neste formulário é possível definir um nome, uma descrição, data e hora de referência, duração e repetição (se o evento apresentar esta característica). O botão Salvar mudanças confirma a criação do evento. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 32/76

33 Figura 29 Formulário para criar novo evento Lembre-se que a definição de datas para atividade e eventos, e seu registro na caixa calendário, oferece ao aluno informações fundamentais para a sua organização diante deste e de demais cursos. 3.7 A caixa participantes A caixa participantes (Figura 30) oferece um link de acesso aos participantes do curso, encaminhando para o formulário de gerenciamento de participantes da Figura 31. Figura 30 A caixa participantes O formulário de gerenciamento de participantes, além de oferecer a visualização dos alunos inscritos em um determinado curso (combo Meus cursos ) e/ou grupo (combo Grupos visíveis ) permite encaminhar uma mensagem, adicionar uma nota, etc. para um grupo selecionado de alunos. O procedimento de seleção é facilitado através dos botões Selecionar tudo e Anular todas as seleções. Além destes é possível selecionar e remover da seleção qualquer aluno através de um clique sobre o quadrado da coluna Selecionar do respectivo aluno. Também é possível ordenar a lista de alunos através do nome, sobrenome, cidade, país e último acesso. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 33/76

34 Figura 31 Formulário de gerenciamento de participantes 3.8 A caixa mensagens A comunicação entre professor, tutor assistente e alunos é fundamental para o pleno desenvolvimento do curso. O Moodle, através da caixa de mensagens (Figura 32), oferece a estes três agentes do ensino uma poderosa ferramenta de comunicação. Ao acessar o curso, no caso de existirem mensagens ainda não visualizadas, o Moodle, de forma automática, abre uma janela pop-up (janela extra) com a listagem de contatos (Figura 33-a). Figura 32 A caixa mensagens IMPORTANTE: Para ter acesso a lista de contatos assim que entrar em seu curso, o navegador (browser) deverá estar configurado de forma a permitir a abertura de janelas do tipo pop-up. O formulário de gerenciamento de mensagens (Figura 33) permite visualizar lista de contatos (mensagens recebidas), procurar um determinado contato e atualizar preferências, através das guias Contatos, Buscar e Preferências (Figura 33-a,b,c). A caixa de mensagens é recarregada automaticamente a cada 60 segundos, ou seja, esta é atualizada e apresenta mensagens que foram enviadas até um minuto atrás. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 34/76

35 (a) (b) (c) Figura 33 Formulário de gerenciamento de mensagens Ao clicar-se sobre um contato (mensagem recebida ou o resultado de procurar uma pessoa) o Moodle apresenta o formulário de envio e recebimento de mensagens da Figura 34. Neste formulário é possível observar o nome e avatar da pessoa de contato, a mensagem que esta deixou e uma caixa para a inclusão de uma resposta e/ou nova mensagem. O botão Enviar mensagem encaminha a mesma para o destinatário. Figura 34 Formulário de envio e recebimento de mensagens 3.9 A caixa usuários online A caixa Usuários Online apresenta todos os usuários que estão acessando ou acessaram o curso nos últimos 5 minutos. Através do clique no nome é possível encaminhar uma mensagem ao mesmo. Figura 35 A caixa usuários online UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 35/76

36 4 CRIANDO E GERENCIANDO CONTEÚDOS 4.1 Como criar novos recursos (conteúdos) Recursos são os instrumentos (textos, vídeos, apresentações, hipertextos, etc.) que o professor utilizará para apresentar o conteúdo da disciplina. É o material didático da disciplina: arquivos (.PDF,.DOC,.PPT, vídeos, música), objeto de aprendizagem, sites, páginas WEB, etc. IMPORTANTE: Arquivos.PPT: não recomendados (http://docs.moodle.org/en/teaching_don'tshh). Salve em outro formato. Vídeos: atenção para tamanho do arquivo, visto que muitos alunos acessam o curso fora do Pólo (internet discada ou baixa velocidade). Indique sempre o Programa para assistir o vídeo. A Figura 36 apresenta a combo Acrescentar recurso... existente em todos os tópicos do curso (a combo só é visível quando a função edição está ativa botão Ativar edição do canto superior direito). A combo permite a inclusão de novos recursos classificados em: Criar uma página de texto simples ; Criar uma página web ; Link a um arquivo ou site ; Visualizar um diretório ; Usar um pacote IMS CP ; Inserir um rótulo. Figura 36 Como criar novos conteúdos UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 36/76

37 4.2 Tipos de recursos (conteúdos) A seguir são tratados os principais recursos oferecidos pelo Moodle para inclusão de conteúdos Criar uma página de texto simples A página de texto simples, como o próprio nome já sugere, destina-se a inclusão de um texto para leitura, sem maiores recursos de formatação. Os campos com asteriscos ( Nome e Texto completo ) devem ser obrigatoriamente preenchidos. Além destes dois campos, é oferecido ao professor o campo sumário, para inclusão de uma breve descrição sobre o conteúdo. Figura 37 Formulário para criar uma página de texto simples UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 37/76

38 Observando o formulário da Figura 37 é possível identificar uma estrutura de caixas com campos e combos agrupadas. Algumas destas caixas ocorrerão na maioria dos outros recursos. São elas: caixa Geral ; caixa Janela ; caixa Configuração de módulos comuns A caixa Geral A caixa Geral é formada pelos campos Nome e Sumário. O primeiro, como já mencionado anteriormente, é de registro obrigatório. O campo sumário oferece um editor de texto html, que pode ser visto em profundidade no item 4.3. Neste campo, sugere-se ao professor realizar uma breve descrição sobre o conteúdo disponibilizado A caixa Janela A caixa Janela pode apresentar duas configurações distintas, conforme a opção do botão Mostrar avançados ou Ocultar avançado. Na primeira opção (Figura 38), é oferecido ao professor apenas uma combo com as opções: Mesma janela e Nova janela. Estas opções referem-se a como o conteúdo será disponibilizado ao aluno: redirecionando para o conteúdo através da janela existente ou abrindo uma nova. Figura 38 A caixa Janela básica A Figura 39 mostra as opções disponíveis ao ativar a opção avançada, através do botão Mostrar avançados. É possível observar que para opção janela Mesma janela apenas a opção Mostrar os Box do curso está ativa. Todas as demais só permitem acesso através da opção janela Nova janela. As opções avançadas permitem configurar propriedades da janela de visualização dos conteúdos. Como algumas páginas web não suportam serem visualizadas dentro de um frame (de outra página web) no caso o Moodle, recomenda-se configurar para abrir em Nova janela. Salientase que para outros arquivos (que não páginas web) ao abrir na mesma janela os boxes e outras funções do Moodle não ficarão disponíveis. Abrindo em Nova janela o professor poderá configurar o tamanho da janela sendo que o padrão sugerido é 620X450. Além da configuração do tamanho da janela poderão ser configurados outros parâmetros para visualização da nova janela (barras de navegação, endereço, etc). UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 38/76

39 Figura 39 A caixa Janela avançada A caixa Configuração de módulos comuns A caixa Configuração de módulos comuns (Figura 40) apresenta dois campos para edição. A combo Visível (com as opções Mostrar e Ocultar ) permite tornar visível, ou não, o conteúdo disponibilizado aos alunos. A opção ID não será abordada neste curso. Figura 40 A caixa Configuração de módulos comuns Criar uma página web Semelhante a página de texto simples, a página web diferencia-se desta por apresentar a caixa Criar uma página web com um editor html (Figura 41). Também são encontradas as caixas Geral, Janela e Configurações de módulos comuns, vistas anteriormente. Uma página web oferece possibilidades de inclusão de imagens, tabelas, e diversos outros recursos que podem ser melhor observados no item 4.3. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 39/76

40 Figura 41 Formulário para criar uma página web UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 40/76

41 4.2.3 Link a um arquivo ou site O professor pode vincular páginas da internet ou arquivos através deste recurso. Os arquivos devem ser enviados para o servidor Moodle previamente (através da caixa administração -> arquivos) ou no momento da criação do recurso. IMPORTANTE: A instalação do moodle na UFRGS suporta arquivos com tamanho até 16Mb. Os arquivos podem ser: sites, vídeo, música, textos, imagens, etc. Estas produções podem ser próprias, de domínio público, autorização cedida. O formulário, disponibilizado pelo Moodle, para inserção de um link a um arquivo ou site (Figura 42) apresenta as caixas Geral e Janela, vistas anteriormente. A caixa Link a um arquivo ou site deverá receber o endereço web ou o arquivo de interesse. A maioria dos professores possui conteúdos nos formatos.doc,.xls e.ppt. Ao invés de transcrever estes conteúdos para páginas html (com perda de formatação) muitos optam pela transformação destes arquivos em formato.pdf, disponibilizando este último. Além de garantir a formatação original, os arquivos.pdf podem ser abertos através do Adobe Reader, (gratuito). A caixa Parâmetros não será abordada neste curso. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 41/76

42 Figura 42 Formulário para link a um arquivo ou site A Figura 43 mostra o formulário para envio de arquivo. Alem de enviar um arquivo, é possível criar e definir como destino um novo diretório, de forma a organizar os arquivos em pastas. Ao dar-se um clique sobre o arquivo, o mesmo será aberto e/ou salvo. Para definir o link ao arquivo é necessário clicar na palavra Escolher. Também é possível Renomear o arquivo. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 42/76

43 A combo Com arquivos escolhidos... permite mover, cancelar (eliminar) e criar arquivo zip (arquivo compactado) os arquivos previamente selecionados através dos botões Selecionar tudo, Anular todas as seleções e do clique no quadrado anterior a cada arquivo. Figura 43 Formulário para escolher ou enviar arquivo Visualizar um diretório Com esse recurso é possível fazer com que os alunos visualizem e façam o download de quaisquer arquivos presentes em um determinado diretório, previamente selecionado pelo tutor e/ou professor, através do formulário da Figura 44. Inicialmente, é preciso nomear o recurso, preenchendo o campo obrigatório Nome. Em seguida é possível escrever um sumário no próximo campo, esse não é obrigatório. Então selecione o diretório a ser disponibilizado para os alunos (só poderá ser disponibilizado um diretório de cada vez, para disponibilizar mais diretórios repita esse procedimento quantas vezes precisar). Por fim, pode-se escolher a visibilidade do recurso e relacionar uma identificação ao mesmo (Número ID). Feito esses procedimentos, clique em salvar e voltar ao curso. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 43/76

44 Figura 44 Formulário para visualizar um diretório Usar um pacote IMS CP Não será abordado neste curso Inserir um rótulo Figura 45 Formulário para inserir um rótulo Rótulo é o texto situado em cada tópico que tem a função de descrever, organizar e permitir uma estrutura lógica, para a apresentação dos demais recursos e atividades. Estes rótulos podem UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 44/76

45 conter textos, imagens, animações, links (para arquivos ou sites). Ao inserir um rótulo, o formulário da Figura 45, com um editor html será aberto. 4.3 O editor de textos html O editor de textos html permite a edição de textos mais elaborados quanto a sua formatação e inserção de diferentes recursos (imagens, tabelas, emoticons, links, etc.). Sua interface de trabalho apresenta duas barras de ferramentas, conforme Figura 46, com combos e botões para gerenciar os recursos disponíveis. Figura 46 Barras de ferramentas do editor de textos html A Tabela 3 e a Tabela 4 apresentam os recursos disponíveis no editor de textos html. Tabela 3 Botões da barra de ferramentas superior do editor de textos html Combo de fontes: possibilita a seleção do tipo de fonte. Combo tamanho: permite a seleção do tamanho da fonte de 1(8 pt) a 7 (36 pt). Combo de estilo: possibilita a seleção de estilos predefinidos (Título 1, Título 2, Normal, etc.). Combo idioma: possibilita a seleção do idioma corrente (br português Brasil). Negrito: altera o texto selecionado para negrito. Tecla do tipo liga/desliga. Itálico: altera o texto selecionado para itálico. Tecla do tipo liga/desliga. Sublinhado: altera o texto selecionado para sublinhado. Tecla do tipo liga/desliga. Tachado: altera o texto selecionado para tachado. Tecla do tipo liga/desliga. Subscrito: altera o texto selecionado para subscrito. Tecla do tipo liga/desliga. Sobrescrito: altera o texto selecionado para sobrescrito. Tecla do tipo liga/desliga. Limpa html do Word: melhora código html oriundo do Word.. Undo: cancela última ação. Redo: repete a última ação. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 45/76

46 Tabela 4 Botões da barra de ferramentas inferior do editor de textos html Esquerda: alinha o texto à margem esquerda. Centrar: centraliza o texto. Direita: alinha o texto à margem direita. Justificar: alinha o texto as margens esquerda e direita. - - Listas numeradas. Listas com marcadores. Tabulação (-): reduzir distância da margem. Tabulação (+): aumentar distância da margem. Cor das letras: permite alterar a cor do texto selecionado. Cor do fundo: permite alterar a cor do fundo do texto selecionado. Linha horizontal: cria uma linha horizontal de separação. - Inserir link web: permite criar link a uma página web através do formulário da Figura 47. Remover link web. Evitar link automático. Inserir imagem: permite criar link a uma imagem através do formulário da Figura 48. Inserir tabela: permite criar uma tabela através do formulário da Figura 49. Inserir emoticons: permite inserir emoticons através do formulário da Figura 50. Inserir caractere especial: permite inserir caractere especial através do formulário da Figura 51. Buscar e substituir: permite localizar e alterar textos através do formulário da Figura Passar ao código html: permite visualizar as instruções de código html. Tecla do tipo liga/desliga. Aumentar o editor: permite abrir nova página contendo o editor de textos html completo, conforme Figura 53. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 46/76

47 4.3.1 Inserindo um link No Moodle, o professor pode trabalhar com o conceito de hipertexto (é o termo que remete a um texto em formato digital, ao qual agrega-se outros conjuntos de informação na forma de blocos de textos, imagens ou sons, cujo acesso se dá através de referências específicas denominadas hiperlinks, ou simplesmente links). Para tanto, basta selecionar o texto que se prestará como referência para link (exemplo: clique aqui. selecionado o aqui ) e pressionar o botão Inserir link web. O formulário da Figura 47 será apresentado. Figura 47 Formulário para inserção de link No campo URL, o professor deverá digitar a página de interesse. É possível, através do botão Procurar..., selecionar um conteúdo já existente no curso. O campo Título deve ser preenchido com um texto de referência ao conteúdo. Quanto a Destinação, é possível optar pela visualização em Nova janela, Mesmo frame e Mesma janela Inserindo imagens Imagens enriquecem os conteúdos didáticos. O Moodle, através do botão Inserir imagens, permite a inclusão e configuração de apresentação (layout, distâncias e tamanho) de imagens nos formatos.jpg,.gif e.bmp. A Figura 48 apresenta o formulário padrão para seleção da imagem. O Navegador de arquivos, do formulário, irá apresentar os arquivos disponíveis na pasta do curso. Apenas os arquivos de imagens podem ser selecionados. Selecionando um arquivo, será possível ter a visualização prévia através da janela Ver (Figura 48). Se a imagem ainda não estiver no servidor Moodle, é possível encaminhá-la através dos botões Arquivo... e Enviar. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 47/76

48 É possível alterar as dimensões (largura e altura) da imagem. Esta alteração não recorta a imagem, reduzindo-a ou ampliando-a, segundo fator estabelecido. Neste procedimento, sempre ocorre a perda de qualidade da imagem, sendo recomendado em casos muito específicos. Figura 48- Formulário para inserir imagem Inserindo uma tabela Tabelas disponibilizam informação de forma concentrada. São muito úteis e podem ser incorporadas ao texto através do botão Inserir tabela do editor de textos html. O formulário para inserir tabelas, Figura 49, permite criar uma nova tabela definindo o número de linha e colunas, a largura da mesma (em porcentagens ou pixels), seu alinhamento (esquerda, direita, centro, etc.), a espessura das bordas e as distâncias entre células e texto e bordas. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 48/76

49 Figura 49 Formulário para inserir tabela Inserindo emoticons Os emoticons são pequenos ícones que identificam um estado de espírito (alegre, triste, surpreso, etc.) Através do botão Inserir emoticons, o formulário da Figura 50 é disponibilizado para seleção. Basta clicar em uma das imagens para inserir a mesma no texto. Figura 50 Formulário para inserir emoticons Inserindo caractere especial Da mesma forma que os emoticons, o formulário da Figura 51 permite inserir no texto um caracter especial. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 49/76

50 Figura 51 Formulário para inserir caractere especial Buscando e alterando texto O editor de textos html do Moodle disponibiliza a ferramenta de buscar e substituir uma palavra ou parte de um texto. Diferente do Localizar e Substituir que conhecemos, este é bastante limitado, fornecendo apenas a opção de Substituir tudo. Figura 52 Formulário para buscar e alterar texto Ampliando o editor de textos html O editor de textos html padrão do Moodle apresenta uma janela de edição reduzida. Se for interessante visualizar o texto em uma janela maior ou maximizada é possível abrir esta nova UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 50/76

51 janela através do botão Aumentar o editor. O editor de textos html completo do Moodle será aberto em nova janela, com recursos adicionais, mais avançados. É possível reduzir (fechar) a janela através do último botão da direita da segunda barra de ferramentas. Figura 53 Editor de textos html completo UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 51/76

52 5 CRIANDO E GERENCIANDO ATIVIDADES 5.1 Como criar atividades O Moodle permite a criação de atividades que possibilitam a formatação do curso propriamente dito, disponibilizando conteúdo (através de lições e base de dados) e proporcionando a interação entre os usuários (Chat, Fórum), a produção colaborativa de conteúdo (Wiki), além de ferramentas de avaliação (Tarefas, Questionário). Figura 54 Como criar atividades 5.2 Tipos de atividades Base de dados Bases de dados constituem um banco de dados que pode ser alimentado e acessado pelos usuários do curso. Trata-se de uma banco de dados com arquitetura constituída por campos de diversos tipos, tais como arquivos, imagens, rótulos de texto, datas, URLs, entre outros. Não será abordado neste curso Chat O Chat é uma sala de bate-papo virtual que é utilizada para a interação síncrona entre os alunos do curso e também professores e instrutores. É possível criar várias salas, uma em cada etapa do curso, por exemplo. A Figura 55 apresenta o formulário para criar um chat e a Tabela 5 apresenta uma descrição dos parâmetros a serem preenchidos no mesmo. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 52/76

53 Nome desta sala de chat Tabela 5 Parâmetros para a criação de uma sala de chat. O nome pode estar vinculado a um tópico do curso. Introdução Data do próximo chat Repetir sessões Salvar as sessões encerradas Todos podem ver as sessões encerradas Tipo de Grupo Visível para alunos Descrição da sala. Data e hora de início do chat. Permite a repetição do chat diária ou semanalmente. Salva as seções de chat por um período de tempos. Permite o controle de acesso às sessões encerradas, permitindo a visualização por todos ou somente pelo professor. Seleciona o grupo de usuários que vai ter acesso à sala. Controla a visibilidade para os alunos. Figura 55 Formulário para criar chat UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 53/76

54 5.2.3 Escolha (enquete) Esta atividade permite fazer pesquisas de opinião rápidas, para estimular a reflexão sobre um tópico, para escolher entre sugestões dadas para a solução de um problema ou, ainda, para obter a permissão de utilizar dados pessoais dos alunos em pesquisas do professor. Escolhendo a atividade Escolha, é mostrado o formulário da Figura 56. Figura 56 Formulário para criar enquetes. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 54/76

55 Nome da Escolha Texto da Escolha Escolha Formato de visualização Publicar resultados Privacidade dos resultados Permitir a atualização da escolha feita Mostrar coluna "sem respostas" Tipo de Grupo Visível para alunos Tabela 6 Opções do Formulário Escolha. Nome da Enquete Enunciado da Enquete Define as respostas permitidas. Não é necessário preencher todas. Disposição das respostas: horizontal ou vertical. Permite quatro opções: Não mostrar os resultados da pesquisa aos alunos; Mostrar os resultados ao aluno só depois que ele tiver dado sua resposta; Mostrar os resultados aos alunos só depois que a pesquisa de opinião tiver sido fechada; Mostra sempre os resultados aos alunos. Se no campo anterior tiver sido escolhida alguma opção de mostrar resultados, aqui é definido se serão mostrados apenas os números da pesquisa ou o resultado completo, informando quem escolheu qual alternativa. O professor decide se, durante o tempo em que a pesquisa estiver disponível, um aluno pode ou não mudar sua escolha. Define se uma coluna sem respostas é exibida ou não. Se os participantes do curso estiverem divididos em grupos, a pesquisa pode ser dirigida a todos os participantes ou a membros de um determinado grupo. Também é possível definir se os membros de um grupo podem ou não ver os resultados de membros de outros grupos. Define quando exibir a pesquisa aos alunos. A Figura 57 apresenta a forma como a Enquete é exibida aos usuários, com a sua pergunta e as opções de resposta. Neste caso, foi definida uma disposição horizontal dos itens disponíveis para a resposta. Figura 57 - Enquete UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 55/76

56 5.2.4 Fórum O Fórum é uma importante ferramenta de comunicação e de discussão assíncrona. O Moodle permite adicionar anexos às respostas, a avaliação de mensagens e a notificação de novas mensagens através de . A Figura 58 apresenta o formulário para a criação de um Fórum e a Tabela 7 apresenta os parâmetros que devem ser preenchidos. A Figura 59 apresenta um exemplo de fórum no Moodle com os diversos tópicos. Figura 58 Formulário para criação de fórum. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 56/76

57 Geral Tabela 7 Parâmetros para a montagem de um Fórum. Nome do Fórum - Nome atribuído ao Fórum. É necessário, pois um curso pode ter mais de um Fórum. Introdução ao Fórum - Descrição do Fórum, onde é possível estabelecer regras e diretrizes para a discussão. Obrigar todos a serem assinantes? - Define se a inscrição no Fórum é voluntária ou se todos os inscritos no curso devem participar. Monitorar a leitura deste Fórum? - Se for habilitada a opção registro de mensagens lidas para os fóruns, os usuários podem verificar se as mensagens foram ou não lidas. O instrutor pode escolher forçar o tipo de registro de mensagens lidas no fórum usando esta opção. Há três opções: Opcional: os alunos podem escolher a vontade o registro automático de mensagens lidas ou não nos fóruns. Ligado: O registro de mensagens lidas está sempre ativado. Desligado: O registro de mensagens lidas está sempre desligado. Tamanho máximo do anexo - É possível definir o tamanho máximo de arquivos anexos das mensagens do fórum. Os arquivos com dimensão superior à definida não são transferidos ao servidor e uma mensagem de erro será visualizada. Notas Tipo de agregação - Define como todas as notas dadas em um fórum são combinadas para formar a nota final (para cada postagem e para a atividade fórum como um todo). As opções são: Média (padrão) - A média de todas as notas dadas para as postagens no fórum. Conta - O número de postagens que receberam notas é a nota final. Isto é útil quando o número de postagens é importante. Observe que o total não pode exceder a nota máxima permitida para o fórum. Máximo - A nota mais alta é a nota final. Este método é útil para enfatizar o melhor trabalho do participante, permitindo que eles façam uma postagem com ótima qualidade e outras postagens mais casuais. Mínimo - A menor nota é escolhida como a nota final. Este método promove a cultura de alta qualidade para todas as postagens. Soma - Todas as notas para cada usuário são somadas. Observe que o total não pode exceder a nota máxima para o fórum. Nota - Escala de notas permitida. Limite de mensagens para bloqueio Configuração de Módulos Comuns Nesta opção o professor pode limitar o número de mensagens de um usuário em um determinado espaço de tempo. Tipo de Grupo - Se os participantes do curso estiverem divididos em grupos, o fórum pode ser dirigido a todos os participantes ou a membros de um determinado grupo. Também é possível definir se os membros de um grupo podem ou não ver os resultados de membros de outros grupos. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 57/76

58 Figura 59 Exemplo de fórum no Moodle Glossário Esta atividade cria glossários, listas de definições que podem ser criadas de forma interativa e colaborativa. É possível exportar itens de um glossário secundários para um glossário principal de um mesmo curso e, ainda, criar links em textos diretamente para as definições contidas no glossário. A Figura 60 apresenta o formulário para a criação de um glossário no Moodle e a Tabela 8 descreve os parâmetros que devem ser preenchidos. Figura 60 Formulário para criar um glossário. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 58/76

59 Geral Tabela 8 Parâmetros para a montagem de um Glossário. Nome - Nome atribuído ao Glossário. É necessário, pois um curso pode conter mais de um Glossário. Descrição - Descrição do Glossário, onde é possível estabelecer regras e diretrizes para a inserção de termos. Número de itens mostrados em cada página define o número de itens por página na visualização do Glossário. Tipo de glossário - O sistema de glossários permite a exportação de itens a partir de qualquer glossário secundário para o glossário principal do curso. Para que isto seja possível, é necessário definir um dos glossários do curso como glossário principal. Cada curso pode ter apenas um glossário principal e somente os professores tem permissão para atualizá-lo. Permitir itens repetidos - Permite criar diversos itens com o mesmo nome. Permitir comentários - Permite que sejam acrescentados comentários aos itens do glossário. Permitir versão para impressão - Permite que os alunos tenham acesso a uma versão para impressão do glossário. Os professores sempre têm acesso à versão para impressão. Fazer o link automático dos itens deste glossário - Habilita a criação automática de links que levam aos itens do glossário sempre que as palavras ou frases definidas como itens estiverem presentes nos textos do curso. Isto inclui as mensagens do fórum, materiais do curso, sumários das semanas, diários, etc. Para evitar links em um texto, é necessário adicionar as tags <nolink> e </nolink> ao redor do texto. Os nomes das categorias também dão origem a links nos textos. Aprovação imediata de novos itens - Esta configuração permite que o professor defina se novos itens acrescentados pelos alunos estarão disponíveis automaticamente para todos, ou se é necessária a aprovação pelo professor para a publicação de cada item. Formato de visualização - Esta configuração define o modo em que cada item é visualizado no glossário. Os formatos predefinidos são: Dicionário simples: um dicionário convencional com os itens separados; não são indicados os autores e os anexos são mostrados como links. Contínuo sem autor: mostra os itens um após o outro sem qualquer tipo de separação além dos pulsantes de edição. Completo com Autor: visualiza os itens com o mesmo formato de um fórum, incluindo os dados do autor; os anexos são mostrados como links. Completo sem Autor: visualiza os itens com o mesmo formato de um fórum, sem os dados do autor; os anexos são mostrados como links. Enciclopédia: mesmas características do formato 'Completo com Autor' mas as imagens anexadas são visualizadas no texto. FAQ: edita itens como listas de Perguntas e Respostas (FAQ) e anexa as palavras PERGUNTA e RESPOSTA respectivamente ao conceito e à definição. Mostrar o link 'ESPECIAL' - Habilita ou desabilita o menu de navegação UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 59/76

60 por caracteres especiais tais como o #. Mostrar o alfabeto - Habilita ou desabilita o menu de navegação por letras do alfabeto. Mostrar o link 'TODOS' - Habilita ou desabilita a navegação de todos os itens de uma só vez. Editar sempre - Define se os alunos são autorizados a modificar, a qualquer momento, os textos criados por eles. As opções são: Notas Sim: Os textos podem ser editados sempre. Não: Os textos podem ser modificados durante o período determinado. Habilitar a avaliação dos itens - permite que os itens inseridos pelos alunos sejam avaliados. Usuários - Define quem pode avaliar: Somente o professor ou todos os usuários do curso. Nota - Escala de notas permitida. Limitar as avaliações aos itens criados a este período - Permite definir um período de tempo onde as avaliações são permitidas. Configuração de Módulos Comuns Tipo de Grupo - Se os participantes do curso estiverem divididos em grupos, o fórum pode ser dirigido a todos os participantes ou a membros de um determinado grupo. Também é possível definir se os membros de um grupo podem ou não ver os resultados de membros de outros grupos. Visível - Habilita ou desabilita a atividade para os alunos. Número ID - Identifica a atividade para fins de cálculo de avaliação. Se a atividade não estiver inclusa em nenhum cálculo de avaliação então o campo do Número ID pode ser deixado em branco. Figura 61 Exemplo de glossário com ferramenta de busca e visualização por alfabeto. UAB-UFRGS Manual de introdução ao uso do Moodle para professores e tutores 60/76

MANUAL DO MOODLE VISÃO DO ALUNO

MANUAL DO MOODLE VISÃO DO ALUNO MANUAL DO MOODLE VISÃO DO ALUNO Desenvolvido por: Patricia Mariotto Mozzaquatro SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO....03 2 O AMBIENTE MOODLE......03 2.1 Quais as caixas de utilidade que posso adicionar?...04 2.1.1 Caixa

Leia mais

CURSOS A DISTÂNCIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO

CURSOS A DISTÂNCIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO CURSOS A DISTÂNCIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO TUTORIAL PARA TUTORES PLATAFORMA MOODLE OURO PRETO 2014 1 SUMÁRIO 1. PRIMEIRO ACESSO À PLATAFORMA... 03 2. PLATAFORMA DO CURSO... 07 2.1 Barra de Navegação...

Leia mais

Manual do Ambiente Virtual Moodle

Manual do Ambiente Virtual Moodle Manual do Ambiente Virtual Moodle versão 0.3 Prof. Cristiano Costa Argemon Vieira Prof. Hercules da Costa Sandim Outubro de 2010 Capítulo 1 Primeiros Passos 1.1 Acessando o Ambiente Acesse o Ambiente Virtual

Leia mais

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Índice Como acessar o Moodle Editando seu PERFIL Editando o curso / disciplina no Moodle Incluindo Recursos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS GIZ/PROGRAD. Tutorial UFMG Virtual Os primeiros passos do docente

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS GIZ/PROGRAD. Tutorial UFMG Virtual Os primeiros passos do docente UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS GIZ/PROGRAD Tutorial UFMG Virtual Os primeiros passos do docente Nereu Agnelo Cavalheiro contato@nereujr.com Tutorial UFMG Virtual Primeiros passos do docente Este

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL AMBIENTE VIRTUAL INSTITUCIONAL MOODLE/UFFS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL AMBIENTE VIRTUAL INSTITUCIONAL MOODLE/UFFS UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL AMBIENTE VIRTUAL INSTITUCIONAL MOODLE/UFFS Guia Inicial de Acesso e Utilização Para Docentes Versão 1.0b Outubro/2010 Acesso e utilização do Ambiente Virtual de Ensino

Leia mais

Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor

Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor Sumário Pré-requisitos para o Moodle... Entrar no Ambiente... Usuário ou senha esquecidos?... Meus cursos... Calendário... Atividades recentes...

Leia mais

INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA. Guia rápido

INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA. Guia rápido INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA Guia rápido A PLATAFORMA MOODLE Moodle (Modular Object Oriented Distance LEarning) é um Sistema para Gerenciamento de Cursos (SGC). Trata-se de um programa para computador

Leia mais

Guia Rápido de Utilização. Ambiente Virtual de Aprendizagem. Perfil Aluno

Guia Rápido de Utilização. Ambiente Virtual de Aprendizagem. Perfil Aluno Guia Rápido de Utilização Ambiente Virtual de Aprendizagem Perfil Aluno 2015 APRESENTAÇÃO O Moodle é um Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) open source¹. Esta Plataforma tornouse popular e hoje é utilizada

Leia mais

XXIV SEMANA MATEMÁTICA

XXIV SEMANA MATEMÁTICA XXIV SEMANA ACADÊMICA DA MATEMÁTICA Minicurso: Criação e Desenvolvimento de Cursos Online via Moodle Projeto de Extensão: Uma Articulação entre a Matemática e a Informática como Instrumento para a Cidadania

Leia mais

Apresentação. Estamos à disposição para quaisquer dúvidas e sugestões! Atenciosamente, Equipe do Portal UNESC

Apresentação. Estamos à disposição para quaisquer dúvidas e sugestões! Atenciosamente, Equipe do Portal UNESC Sumário Apresentação... 1 1. Orientações Iniciais... 2 2. Recursos... 4 2.1 Rótulos... 4 2.2 Página de Texto Simples... 8 2.3 Página de Texto Formatado... 12 2.4 Site... 16 2.5 Arquivo... 21 2.6 Pasta

Leia mais

MANUAL DO ALUNO EAD 1

MANUAL DO ALUNO EAD 1 MANUAL DO ALUNO EAD 1 2 1. CADASTRAMENTO NO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Após navegar até o PORTAL DA SOLDASOFT (www.soldasoft.com.br), vá até o AMBIENTE DE APRENDIZAGEM (www.soldasoft.com.br/cursos).

Leia mais

SUMÁRIO 1. ACESSO À PÁGINA DO AMBIENTE VIRTUAL 2. CONTATANDO O SUPORTE 3. ATUALIZAR PERFIL 4. COMO ACESSAR AS DISCIPLINAS

SUMÁRIO 1. ACESSO À PÁGINA DO AMBIENTE VIRTUAL 2. CONTATANDO O SUPORTE 3. ATUALIZAR PERFIL 4. COMO ACESSAR AS DISCIPLINAS SUMÁRIO 1. ACESSO À PÁGINA DO AMBIENTE VIRTUAL 2. CONTATANDO O SUPORTE 3. ATUALIZAR PERFIL 4. COMO ACESSAR AS DISCIPLINAS 5. PARTICIPANTES DA DISCIPLINA 6. ENVIAR MENSAGENS 7. PARTICIPAÇÃO NO FÓRUM 8.

Leia mais

Para uma melhor compreensão das ferramentas disponíveis no ambiente, é importante:

Para uma melhor compreensão das ferramentas disponíveis no ambiente, é importante: Módulo A Introdutório - Bases legais, ao Curso políticas, e ao conceituais Ambiente Virtual e históricas da educação Apresentação Este módulo tem por objetivo promover o conhecimento do Ambiente Virtual

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL ALUNO Versão 1.0 2014 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE

Leia mais

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 Este tutorial não tem como finalidade esgotar todas as funcionalidades do Ambiente, ele aborda de forma prática

Leia mais

TUTORIAL DO ALUNO. Olá, bem vindo à plataforma de cursos a distância da Uniapae!!!

TUTORIAL DO ALUNO. Olá, bem vindo à plataforma de cursos a distância da Uniapae!!! TUTORIAL DO ALUNO Olá, bem vindo à plataforma de cursos a distância da Uniapae!!! O Moodle é a plataforma de ensino a distância utilizada pela Uniapae sendo a unidade de ensino para rápida capacitação

Leia mais

COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD

COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD TUTORIAL MOODLE VERSÃO ALUNO Machado/MG 2013 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 2. EDITANDO O PERFIL... 5 2.1 Como editar o perfil?... 5 2.2 Como mudar a senha?... 5 2.3

Leia mais

Sumário INTRODUÇÃO... 3. 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4. 2. Ferramentas e Configurações... 5. 2.1 Ver Perfil... 5. 2.2 Modificar Perfil...

Sumário INTRODUÇÃO... 3. 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4. 2. Ferramentas e Configurações... 5. 2.1 Ver Perfil... 5. 2.2 Modificar Perfil... Sumário INTRODUÇÃO... 3 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4 2. Ferramentas e Configurações... 5 2.1 Ver Perfil... 5 2.2 Modificar Perfil... 6 2.3 Alterar Senha... 11 2.4 Mensagens... 11 2.4.1 Mandando

Leia mais

Manual de Utilização Moodle

Manual de Utilização Moodle Manual de Utilização Moodle Perfil Professor Apresentação Esse manual, baseado na documentação oficial do Moodle foi elaborado pela Coordenação de Tecnologia de Informação CTI do câmpus e tem como objetivo

Leia mais

GUIA BÁSICO DA SALA VIRTUAL

GUIA BÁSICO DA SALA VIRTUAL Ambiente Virtual de Aprendizagem - MOODLE GUIA BÁSICO DA SALA VIRTUAL http://salavirtual.faculdadesaoluiz.edu.br SUMÁRIO 1. Acessando Turmas 4 2. Inserindo Material 4 3. Enviando Mensagem aos Alunos 6

Leia mais

Tutorial para Professores

Tutorial para Professores Tutorial para Professores Revisão 2.2 Suporte de Informática 21/01/2014 suporte@faccentro.com.br Diego Weiland Sumário O que é Moodle?... 4 Para que serve o Moodle?... 4 Como acessar o Moodle?... 5 Tela

Leia mais

Manual do Usuário 2013

Manual do Usuário 2013 Manual do Usuário 2013 MANUAL DO USUÁRIO 2013 Introdução Um ambiente virtual de aprendizagem é um programa para computador que permite que a sala de aula migre para a Internet. Simula muitos dos recursos

Leia mais

Ambiente de Aprendizagem Moodle FPD Manual do Aluno

Ambiente de Aprendizagem Moodle FPD Manual do Aluno Ambiente de Aprendizagem Moodle FPD Manual do Aluno Maio 2008 Conteúdo 1 Primeiros passos...4 1.1 Tornando-se um usuário...4 1.2 Acessando o ambiente Moodle...4 1.3 O ambiente Moodle...4 1.4 Cadastrando-se

Leia mais

Moodle - CEAD Manual do Estudante

Moodle - CEAD Manual do Estudante Moodle - CEAD Manual do Estudante Índice Introdução 3 Acessando o Ambiente 4 Acessando o Curso 5 Navegando no Ambiente do Curso 5 Box Participantes 5 Box Atividades 5 Box Buscar nos Fóruns 5 Box Administração

Leia mais

Manual de Introdução ao uso do Moodle para Professores e Tutores (Parte 1)

Manual de Introdução ao uso do Moodle para Professores e Tutores (Parte 1) (versão 1.8) Manual de Introdução ao uso do Moodle para Professores e Tutores (Parte 1) Tânia Rodrigues da Cruz PLAGEDER Núcleo de EAD Universidade Federal do Rio Grande do Sul Imagens: Daniel Centeno

Leia mais

Tema 3 Ferramentas e Funcionalidades do Moodle

Tema 3 Ferramentas e Funcionalidades do Moodle Tema 3 Ferramentas e Funcionalidades do Moodle O Moodle dispõe de uma variedade de ferramentas que podem aumentar a eficácia de um curso online. É possível facilmente compartilhar materiais de estudo,

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA MANUAL DO MOODLE PROFESSOR

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA MANUAL DO MOODLE PROFESSOR 1 PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA MANUAL DO MOODLE PROFESSOR Rose Mary Almas de Carvalho 1 Adriane Camilo Costa 2 Vera Lúcia de Siqueira

Leia mais

Manual de Utilização do Moodle

Manual de Utilização do Moodle Manual de Utilização do Moodle Alexandre Barras Baptista a.baptista@isegi.unl.pt 1 Índice Moodle... 3 Aceder ao Moodle SuGIK... 4 Login... 4 Disciplinas... 5 Estrutura da disciplina... 5 Edição da Disciplina...

Leia mais

Administração da disciplina

Administração da disciplina Administração da disciplina Agrupamento Vertical de Escolas de Tarouca Documento disponível em: http://avetar.no-ip.org 1.Acesso e utilização da plataforma:. Seleccione a opção Entrar, que se encontra

Leia mais

CADERNO DIDÁTICO DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM MOODLE VERSÃO DO PROFESSOR

CADERNO DIDÁTICO DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM MOODLE VERSÃO DO PROFESSOR CADERNO DIDÁTICO DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM MOODLE VERSÃO DO PROFESSOR Desenvolvido por: Patricia Mariotto Mozzaquatro 1 SUMÁRIO 1. Entrar na plataforma 05 2. Para quem não está cadastrado na

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA ACADÊMICA NÚCLEO DE EDUCAÇÃO EM AMBIENTES DIGITAIS NEAD

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA ACADÊMICA NÚCLEO DE EDUCAÇÃO EM AMBIENTES DIGITAIS NEAD 0 CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA ACADÊMICA NÚCLEO DE EDUCAÇÃO EM AMBIENTES DIGITAIS NEAD ORIENTAÇÕES SOBRE USO DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM (MOODLE) PARA DISPONIBILIZAÇÃO

Leia mais

Potencialidades Tecnológicas e Educacionais - Parte II

Potencialidades Tecnológicas e Educacionais - Parte II UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA V SEMINÁRIO DE DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DOCENTE Patric da Silva Ribeiro patricribeiro@unipampa.edu.br Maicon Isoton maiconisoton@gmail.com Potencialidades Tecnológicas

Leia mais

AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM MOODLE - VERSÃO 2.7 MANUAL DO PROFESSOR

AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM MOODLE - VERSÃO 2.7 MANUAL DO PROFESSOR AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM MOODLE - VERSÃO 2.7 MANUAL DO PROFESSOR Organização Equipe do Suporte Pedagógico às plataformas de EAD Secretaria de Educação a Distância Universidade Federal do Rio Grande

Leia mais

Manual básico para usuários da plataforma moodle

Manual básico para usuários da plataforma moodle 2012 Manual básico para usuários da plataforma moodle Manual editado tendo como base o Guia Básico para o uso do Moodle - Interface do aluno elaborado por Carlos Alberto dos Santos em 2009. Sumário 1.

Leia mais

3 Acrescentar Recursos

3 Acrescentar Recursos 2010 1 publicar o nome, sua descrição, a data de publicação, a duração e sua repetição. Funcionará como a agenda do professor, a qual os estudantes não terão acesso. Para finalizar, selecione o Tipo de

Leia mais

MANUAL. Perfil de Professor

MANUAL. Perfil de Professor MANUAL Perfil de Professor Índice 1. Acesso 1.1. Acessando o Canal do Norte... 03 2. Disciplinas 2.1. Acessando Disciplinas... 07 3. Recursos 3.1. Adicionando Recursos... 10 3.2. Página de texto simples...

Leia mais

ÁREA DO PROFESSOR (TUTOR)

ÁREA DO PROFESSOR (TUTOR) ÁREA DO PROFESSOR (TUTOR) 2- FÓRUM O fórum serve para avaliar os alunos através da participação na discussão sobre um ou mais assuntos, inserção de textos ou arquivos. Os fóruns de discussão compõem uma

Leia mais

Flex. MANUAL DE USO DA FERRAMENTA FLEX O Flex como gerenciador de conteúdo

Flex. MANUAL DE USO DA FERRAMENTA FLEX O Flex como gerenciador de conteúdo 2011 MANUAL DE USO DA FERRAMENTA FLEX O Flex como gerenciador de conteúdo Aprenda como é simples utilizar a ferramenta Flex como seu gerenciador de conteúdo online. Flex Desenvolvido pela ExpandWEB 31/01/2011

Leia mais

Manual de acesso ao UNICURITIBA Virtual (Moodle) para alunos

Manual de acesso ao UNICURITIBA Virtual (Moodle) para alunos Manual de acesso ao UNICURITIBA Virtual (Moodle) para alunos 2015 Sumário Acessando o UNICURITIBA Virtual... 3 Conhecendo o UNICURITIBA Virtual... 4 1. Foto do Perfil... 4 2. Campo de Busca... 5 3. Bloco

Leia mais

Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual

Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual Escritório de Gestão de Projetos em EAD Unisinos http://www.unisinos.br/ead 2 A partir de agora,

Leia mais

Manual do Tutor Capacitação em EaD do IFNMG

Manual do Tutor Capacitação em EaD do IFNMG Manual do Tutor Capacitação em EaD do IFNMG 1 A plataforma Moodle/ AVA O Moodle é um sistema de administração de atividades educacionais destinado à criação de comunidade on-line em ambientes virtuais

Leia mais

UNIDADE II Conhecendo o Ambiente Virtual de Aprendizagem

UNIDADE II Conhecendo o Ambiente Virtual de Aprendizagem UNIDADE II Conhecendo o Ambiente Virtual de Aprendizagem 2.1 Introdução Caro Pós-Graduando, Nesta unidade, abordaremos o Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) que será utilizado no curso: o Moodle. Serão

Leia mais

PRIMEIROS PASSOS: AVA CMSM MOODLE. VAGÃO 24h

PRIMEIROS PASSOS: AVA CMSM MOODLE. VAGÃO 24h PRIMEIROS PASSOS: AVA CMSM MOODLE VAGÃO 24h ÍNDICE: 1. Como faço para acessar o site do CMSM? 4 2. Como faço para localizar o AVA-CMSM Vagão 24h? 5 3. Como faço para acessar o AVA-CMSM Vagão 24h? 6 4.

Leia mais

Manual do Aluno. NetAula. Manual produzido pela Coordenadoria de Capacitação e Formação Continuada 1

Manual do Aluno. NetAula. Manual produzido pela Coordenadoria de Capacitação e Formação Continuada 1 Manual do Aluno NetAula Manual produzido pela Coordenadoria de Capacitação e Formação Continuada 1 Manual do Aluno NetAula Caro aluno da EAD da ULBRA Para você ter acesso às salas das disciplinas ofertadas

Leia mais

Manual do. Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment. Manual do

Manual do. Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment. Manual do Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment 1 Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle O Moodle é um Ambiente Virtual de Aprendizagem gratuito para gestão e desenvolvimento de cursos na modalidade

Leia mais

SGCD 2.2. Sistema Gerenciador de Conteúdo Dinâmico

SGCD 2.2. Sistema Gerenciador de Conteúdo Dinâmico Atualizado em 13/AGO/2012 Sistema Gerenciador de Conteúdo Dinâmico No final de 2007, o Serviço Técnico de Informática da UNESP Marília, disponibilizou para a comunidade acadêmica e administrativa o Sistema

Leia mais

Mozart de Melo Alves Júnior

Mozart de Melo Alves Júnior Mozart de Melo Alves Júnior WORD 2000 INTRODUÇÃO: O Word é um processador de texto com recursos de acentuação, formatação de parágrafo, estilo de letras diferentes, criação de tabelas, corretor ortográfico,

Leia mais

SGCD 2.0 Sistema Gerenciador de Conteúdo Dinâmico

SGCD 2.0 Sistema Gerenciador de Conteúdo Dinâmico Sistema Gerenciador de Conteúdo Dinâmico Atualizado em 24/08/2011 No final de 2007, o Serviço Técnico de Informática da UNESP Marília, disponibilizou para a comunidade acadêmica e administrativa o Sistema

Leia mais

Manual do Moodle Perfil de Professor (Versão 1.9)

Manual do Moodle Perfil de Professor (Versão 1.9) 1 Manual do Moodle Perfil de Professor (Versão 1.9) Elaboração Projeto EAD CPD Moodle UFBA 2 Universidade Federal da Bahia Centro de Processamento de Dados Projeto EAD CPD Moodle UFBA Manual do Moodle

Leia mais

MANUAL DO ALUNO MOODLE

MANUAL DO ALUNO MOODLE MANUAL DO ALUNO MOODLE 1. Primeiros passos 1.1. Tornando-se um usuário No ambiente Moodle alunos e tutores são usuários do sistema. Assim, o primeiro passo, para todos, é tornar-se usuário. Este manual

Leia mais

1. ACESSO AO SISTEMA. LOGIN E SENHA Para ter acesso ao painel administrativo de seu site, acesse o link: http://atualiza.urldosite.com.

1. ACESSO AO SISTEMA. LOGIN E SENHA Para ter acesso ao painel administrativo de seu site, acesse o link: http://atualiza.urldosite.com. Manual de uso 1. ACESSO AO SISTEMA LOGIN E SENHA Para ter acesso ao painel administrativo de seu site, acesse o link: http://atualiza.urldosite.com.br Após acessar o link acima, favor digitar seu LOGIN

Leia mais

Manual de Introdução ao uso do Moodle para Professores e Tutores (Parte 1)

Manual de Introdução ao uso do Moodle para Professores e Tutores (Parte 1) (versão 1.8) Manual de Introdução ao uso do Moodle para Professores e Tutores (Parte 1) Tânia Rodrigues da Cruz PLAGEDER Núcleo de EAD Universidade Federal do Rio Grande do Sul Imagens: Daniel Centeno

Leia mais

Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle

Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle No INSEP, o ambiente virtual de aprendizagem oferecido ao acadêmico é o MOODLE. A utilização dessa ferramenta é fundamental para o sucesso das atividades em EAD,

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

www.siteware.com.br Versão 2.6

www.siteware.com.br Versão 2.6 www.siteware.com.br Versão 2.6 Sumário Apresentação... 4 Login no PortalSIM... 4 Manutenção... 5 Unidades... 5 Unidades... 5 Grupos de CCQ... 5 Grupos de unidades... 6 Tipos de unidades... 6 Sistema de

Leia mais

Moodle - Tutorial para Professores

Moodle - Tutorial para Professores Moodle - Tutorial para Professores por Prof. Maurício Lima 1 agosto de 2010 Objetivo Este documento apresenta aos professores da Faculdade Novos Horizontes os primeiros passos na utilização do pacote Moodle.

Leia mais

Manual de acesso ao UNICURITIBA Virtual (Moodle) para alunos EAD

Manual de acesso ao UNICURITIBA Virtual (Moodle) para alunos EAD 1 Manual de acesso ao UNICURITIBA Virtual (Moodle) para alunos EAD 2015 2 Sumário Acessando o UNICURITIBA Virtual... 4 Conhecendo o UNICURITIBA Virtual... 5 1. Foto do Perfil... 5 2. Campo de Busca...

Leia mais

Apostila Moodle 2.5 EnsineOnline

Apostila Moodle 2.5 EnsineOnline Sumário Apresentação... 6 Menu administração... 7 Usuários... 7 Cadastrar um usuário... 7 Ação em lote sobre os usuários:... 9 Campos de perfil de usuários:... 13 Criando e trabalhando com Grupos... 15

Leia mais

NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL PROFESSOR

NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL PROFESSOR NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL PROFESSOR 2014 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL

Leia mais

Manual UNICURITIBA VIRTUAL para Professores

Manual UNICURITIBA VIRTUAL para Professores Manual UNICURITIBA VIRTUAL para Professores 1 2 2015 Sumário 1 Texto introdutório... 3 2 Como Acessar o UNICURITIBA VIRTUAL... 3 3 Tela inicial após login... 3 3.1) Foto do perfil... 4 3.2) Campo de busca...

Leia mais

Adapti - Technology Solutions www.adapti.net Leonor cardoso nº 331 Fone : (041) 8844-7805 81240-380 Curitiba - PR MANUAL DO USUÁRIO

Adapti - Technology Solutions www.adapti.net Leonor cardoso nº 331 Fone : (041) 8844-7805 81240-380 Curitiba - PR MANUAL DO USUÁRIO MANUAL DO USUÁRIO 1 Índice Administração de Documentos...2 Lista de documentos criados...3 Criando um novo documento...3 Barra de ferramentas do editor...4 Editando um documento...7 Administrando suas

Leia mais

MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO MOODLE FACULDADE INTERAÇÃO AMERICANA VIRTUAL - Versão: Aluno

MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO MOODLE FACULDADE INTERAÇÃO AMERICANA VIRTUAL - Versão: Aluno 1 MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO MOODLE FACULDADE INTERAÇÃO AMERICANA VIRTUAL - Versão: Aluno Acessando o sistema 1- Para acessar a Faculdade Interação Americana Virtual digite o seguinte endereço: http://ead.fia.edu.br/

Leia mais

Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal)

Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal) Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal) Acessando o Sistema Para acessar a interface de colaboração de conteúdo, entre no endereço http://paginapessoal.utfpr.edu.br. No formulário

Leia mais

UFPel Departamento de Informática. Tutorial Google Docs. Profa. Lisane Brisolara de Brisolara

UFPel Departamento de Informática. Tutorial Google Docs. Profa. Lisane Brisolara de Brisolara UFPel Departamento de Informática Tutorial Google Docs Profa. Lisane Brisolara de Brisolara Sumário O que é o Google Docs Seus principais recursos Editor de textos/documentos Editor de planilhas eletrônicas

Leia mais

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Elaboração: Equipe de Suporte Avançado do CPD SA/SRS/CPD/UnB suporte@unb.br Universidade de Brasília Brasília / 2014 Resumo A

Leia mais

TUTORIAL AVA/MOODLE INSTITUCIONAL PARA PROFESSORES

TUTORIAL AVA/MOODLE INSTITUCIONAL PARA PROFESSORES UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS TUTORIAL AVA/MOODLE INSTITUCIONAL PARA PROFESSORES Centro de Educação a Distância - UFPEL RS - BRASIL Dados Técnicos MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS

Leia mais

TUTORIAL UNP VIRTUAL

TUTORIAL UNP VIRTUAL UNIVERSIDADE POTIGUAR UnP PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NEaD TUTORIAL UNP VIRTUAL Aluno Primeira edição NATAL/RN 2012 SUMÁRIO Conteúdo PREFÁCIO - BEM-VINDO(A) AO UNP VIRTUAL...

Leia mais

Sumário. Acessando a Sala Virtual...3. Acessando a Disciplina...3. Boxes Laterais...4. Usuários...4. Mensagens...5. Usuários Online...

Sumário. Acessando a Sala Virtual...3. Acessando a Disciplina...3. Boxes Laterais...4. Usuários...4. Mensagens...5. Usuários Online... Sumário Acessando a Sala Virtual...3 Acessando a Disciplina...3 Boxes Laterais...4 Usuários...4 Mensagens...5 Usuários Online...6 Suporte Técnico...6 Tutores Online...6 Calendário...6 Buscar nos Fóruns...7

Leia mais

Guia de Acesso Rápido AVA Ambiente Virtual de Aprendizagem Aluno

Guia de Acesso Rápido AVA Ambiente Virtual de Aprendizagem Aluno Guia de Acesso Rápido AVA Ambiente Virtual de Aprendizagem Aluno Introdução O Ambiente de Aprendizagem, ou AVA, é um aplicativo web onde os educadores e alunos podem disponibilizar materiais didáticos,

Leia mais

Conceitos Fundamentais de Microsoft Word. Professor Rafael rafampsilva@yahoo.com.br www.facebook.com/rafampsilva

Conceitos Fundamentais de Microsoft Word. Professor Rafael rafampsilva@yahoo.com.br www.facebook.com/rafampsilva Conceitos Fundamentais de Microsoft Word Professor Rafael www.facebook.com/rafampsilva Introdução É um editor de texto ou processador de texto? editores de texto: editam texto (assim como uma máquina de

Leia mais

Tutorial para Professores com as alterações do Ambiente Moodle 2.7

Tutorial para Professores com as alterações do Ambiente Moodle 2.7 Tutorial para Professores com as alterações do Ambiente Moodle 2.7 Prezados Professores, a atualização do ambiente Moodle da versão 2.5 para a versão 2.7 gerou algumas mudanças na interface visual do Moodle.

Leia mais

Google Docs EDITOR DE TEXTOS

Google Docs EDITOR DE TEXTOS Google Docs Um destes serviços oferecidos é o Google Docs, uma espécie de suíte de aplicativos online, bastante semelhante ao Microsoft Office e ao OpenOffice.org/BrOffice.org. O serviço da Google possui

Leia mais

Índice de perguntas mais freqüentes. (no verso encontra-se o índice estruturado por assunto)

Índice de perguntas mais freqüentes. (no verso encontra-se o índice estruturado por assunto) 2 Índice de perguntas mais freqüentes. (no verso encontra-se o índice estruturado por assunto) Como funciona o Ambiente Virtual de Aprendizagem? Página 5 Como acessar o Ambiente Virtual de Aprendizagem?

Leia mais

TUTORIAL BÁSICO GOOGLE DOCS - TEXTO E APRESENTAÇÃO

TUTORIAL BÁSICO GOOGLE DOCS - TEXTO E APRESENTAÇÃO TUTORIAL BÁSICO GOOGLE DOCS - TEXTO E APRESENTAÇÃO O Google Docs é um recurso do Google Apps que funciona como um HD VIRTUAL, proporcionandonos criar e compartilhar trabalhos de modo on-line. Trata-se

Leia mais

Manual do Ambiente Moodle para Alunos

Manual do Ambiente Moodle para Alunos UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL Manual do Ambiente Moodle para Alunos Versão 1.0b Setembro/2011 Direitos Autorais: Essa apostila está licenciada sob uma Licença Creative Commons 3.0 Atribuição de

Leia mais

Educação a Distância Definições

Educação a Distância Definições Educação a Distância Definições Educação a distância é o processo de ensino-aprendizagem, mediado por tecnologias, onde professores e alunos estão separados espacial e/ou temporalmente; Visa a interação

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Se ainda tiver dúvidas entre em contato com a equipe de atendimento: Por telefone: 0800 642 3090 Por e-mail atendimento@oisolucoespraempresas.com.br Introdução... 3 1. O que é o programa Oi Backup Empresarial?...

Leia mais

Sistemas Enturma: Manual de Ferramentas do Usuário

Sistemas Enturma: Manual de Ferramentas do Usuário versão do manual: 1 1 Apresentação A evolução da tecnologia vem provocando uma revolução no ensino. O acesso à Internet e a disseminação do uso do computador vêm mudando a forma de produzir, armazenar

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 1.9

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 1.9 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC COORDENADORIA DE ENSINO A DISTÂNCIA - CEAD MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 1.9 Perfil Professor Versão 1.0 2010 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA NÚCLEO

Leia mais

CONCEITO: Moodle Moodle Moodle Moodle

CONCEITO: Moodle Moodle Moodle Moodle NE@D - Moodle CONCEITO: O Moodle é uma plataforma de aprendizagem a distância baseada em software livre. É um acrônimo de Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment (ambiente modular de aprendizagem

Leia mais

Sistema de Gestão de Recursos de Aprendizagem

Sistema de Gestão de Recursos de Aprendizagem Sistema de Gestão de Recursos de Aprendizagem Ambiente Virtual de Aprendizagem (Moodle) - - Atualizado em 29/07/20 ÍNDICE DE FIGURAS Figura Página de acesso ao SIGRA... 7 Figura 2 Portal de Cursos... 8

Leia mais

LMS: Manual do professor

LMS: Manual do professor UNO Internacional LMS: Manual do professor Neste Learning Coffee você vai aprender a: Acessar a plataforma e administrar a sua conta. Acessar suas notificações. Consultar o calendário e criar novos eventos.

Leia mais

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA Sumário O que são leitores de Tela?... 1 O NVDA - Non Visual Desktop Access... 1 Procedimentos para Download e Instalação do NVDA... 2 Iniciando

Leia mais

FAQ Perguntas Frequentes

FAQ Perguntas Frequentes FAQ Perguntas Frequentes 1. COMO ACESSO A PLATAFORMA DE ENSINO?... 2 2. NÃO CONSIGO REALIZAR O MEU CADASTRO NO AMBIENTE VIRTUAL DO MMA.... 4 3. FIZ MEU CADASTRO NO SITE E NÃO RECEBI O E-MAIL DE CONFIRMAÇÃO

Leia mais

MANUAL DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM - NETAULA CURSOS DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PERFIL ALUNO

MANUAL DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM - NETAULA CURSOS DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PERFIL ALUNO MANUAL DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM - NETAULA CURSOS DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PERFIL ALUNO MANUAL NETAULA PERFIL ALUNO Caro aluno da EAD da ULBRA Para você ter acesso às salas das disciplinas ofertadas

Leia mais

OFICINA BLOG DAS ESCOLAS

OFICINA BLOG DAS ESCOLAS OFICINA BLOG DAS ESCOLAS Créditos: Márcio Corrente Gonçalves Mônica Norris Ribeiro Março 2010 1 ACESSANDO O BLOG Blog das Escolas MANUAL DO ADMINISTRADOR Para acessar o blog da sua escola, acesse o endereço

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA. Manual do Moodle- Sala virtual

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA. Manual do Moodle- Sala virtual UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA Manual do Moodle- Sala virtual UNIFAP MACAPÁ-AP 2012 S U M Á R I O 1 Tela de Login...3 2 Tela Meus

Leia mais

1. Introdução ao Campus Virtual 1.1. Introdução

1. Introdução ao Campus Virtual 1.1. Introdução 1. Introdução ao Campus Virtual 1.1. Introdução Este tutorial tem a finalidade de guiar o aluno, dando orientações necessárias para o acesso, navegação e utilização das ferramentas principais. Um ambiente

Leia mais

Excel 2010 Modulo II

Excel 2010 Modulo II Excel 2010 Modulo II Sumário Nomeando intervalos de células... 1 Classificação e filtro de dados... 3 Subtotais... 6 Validação e auditoria de dados... 8 Validação e auditoria de dados... 9 Cenários...

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE A EQUIPA DO PTE 2009/2010 Índice 1. Entrar na plataforma Moodle 3 2. Editar o Perfil 3 3. Configurar disciplina 4 3.1. Alterar definições 4 3.2. Inscrever alunos

Leia mais

Tutorial 5 Questionários

Tutorial 5 Questionários Tutorial 5 Questionários A atividade Questionário no Moodle pode ter várias aplicações, tais como: atividades de autoavaliação, lista de exercícios para verificação de aprendizagem, teste rápido ou ainda

Leia mais

Faculdade de Ciências Médicas FCM Unicamp Núcleo de Tecnologia de Informação NTI

Faculdade de Ciências Médicas FCM Unicamp Núcleo de Tecnologia de Informação NTI Manual do usuário Desenvolvendo páginas em Drupal Faculdade de Ciências Médicas FCM Unicamp Núcleo de Tecnologia de Informação NTI Conteúdo Primeiro Passo... 3 1.1 Login... 3 1.2 Recuperando a Senha...

Leia mais

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal Word 1 - Introdução O Word para Windows ou NT, é um processador de textos cuja finalidade é a de nos ajudar a trabalhar de maneira mais eficiente tanto na elaboração de documentos simples, quanto naqueles

Leia mais

Tutorial do administrador do HelpCenterLive (Sistema de Ajuda)

Tutorial do administrador do HelpCenterLive (Sistema de Ajuda) Tutorial do administrador do HelpCenterLive (Sistema de Ajuda) Sumário Introdução...3 Entrar (Login)...3 Página Inicial (Home Page)...4 Ajuda...5 Conversação (Chat)...6 Mensagens Registradas...7 Registros...8

Leia mais

Moodlerooms Instructor Essentials

Moodlerooms Instructor Essentials Moodlerooms Instructor Essentials [Type the company address] 2015 Moodlerooms Índice VISÃO GERAL DO BOLETIM JOULE... 4 Benefícios do Boletim Joule... 4 Documentação do professor no Boletim Joule... 4 Acesso

Leia mais

Tutorial para Professores com as alterações do Ambiente Moodle 2.7

Tutorial para Professores com as alterações do Ambiente Moodle 2.7 Tutorial para Professores com as alterações do Ambiente Moodle 2.7 Prezados Professores, a atualização do ambiente Moodle da versão 2.5 para a versão 2.7 gerou algumas mudanças na interface visual do Moodle.

Leia mais

Tutorial Plone 4. Manutenção de Sites. Universidade Federal de São Carlos Departamento de Sistemas Web Todos os direitos reservados

Tutorial Plone 4. Manutenção de Sites. Universidade Federal de São Carlos Departamento de Sistemas Web Todos os direitos reservados Tutorial Plone 4 Manutenção de Sites Universidade Federal de São Carlos Departamento de Sistemas Web Todos os direitos reservados Sumário Introdução 1 Como fazer a autenticação do usuário 1.1 Através do

Leia mais

Novell Vibe 3.4. Novell. 1º de julho de 2013. Inicialização Rápida. Iniciando o Novell Vibe. Conhecendo a interface do Novell Vibe e seus recursos

Novell Vibe 3.4. Novell. 1º de julho de 2013. Inicialização Rápida. Iniciando o Novell Vibe. Conhecendo a interface do Novell Vibe e seus recursos Novell Vibe 3.4 1º de julho de 2013 Novell Inicialização Rápida Quando você começa a usar o Novell Vibe, a primeira coisa a se fazer é configurar sua área de trabalho pessoal e criar uma área de trabalho

Leia mais

Guia Básico para o uso do Moodle

Guia Básico para o uso do Moodle Guia Básico para o uso do Moodle Interface do aluno Carlos Alberto dos Santos Sumário 1 Introdução... 3 2 Configuração... 5 3 Primeiro acesso: preenchendo o perfil... 7 4 Primeiro acesso: examinando os

Leia mais