formexport Programa de formação pme 2014 Módulos de formação

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "formexport Programa de formação pme 2014 Módulos de formação"

Transcrição

1 formexport Programa de formação pme 2014 Módulos de formação 1. Primeiros Passos para Exportar 2. Market Tools 3. Marketing Internacional 4. Elevator Pitch 5. Logística 6. Balanced Scorecard na Exportação 7. Trade Finance 8. Horizonte 2020 e COSME - Programas Europeus de Apoio às Empresas O seu potencial. A nossa experiência Tlf

2 2 formexport Ñ O seu potencial. A nossa experiência Ñ aicep portugal global

3 índice O seu potencial. A nossa experiência. Porquê um Programa de formação para Empresas? Módulos de formação 1. Primeiros Passos para Exportar 2. Market Tools 3. Marketing Internacional 4. Elevator Pitch 5. Logística 6. Balanced Scorecard na Exportação 7. Trade Finance 8. Horizonte 2020 e COSME - Programas Europeus de Apoio às Empresas Condições gerais de participação Calendário

4 O seu potencial. A nossa experiência.

5 aicep portugal global O seu potencial. A nossa experiência formexport 3 formexport Programa de formação 2014 A é o organismo nacional de referência no domínio do Comércio Externo, fruto de uma vasta experiência internacional com mais de meio século e de uma presença permanente em cerca de 40 países no mundo. Fornecer novas abordagens e ferramentas e partilhar o conhecimento adquirido com as empresas, associações e demais entidades ligadas à internacionalização, é uma aposta estratégica do Programa formexport, da responsabilidade desta Agência. Trata-se de um instrumento incontornável para qualquer empresa que pretenda iniciar ou melhorar o seu processo de internacionalização, através de um aprofundamento dos seus conhecimentos, da busca de novas pistas para uma abordagem robusta e adequada aos seus mercados-alvo e sobretudo quando procura saber fazer, enquanto fatores determinantes de melhoria de competitividade no complexo xadrez dos negócios internacionais. O programa é constituído por oito módulos formativos que abrangem os temas chave da exportação: como dar os primeiros passos para exportar; quais as ferramentas principais para a exportação/internacionalização; como realizar um Plano de Marketing Internacional; como fazer uma apresentação adequada ao parceiro ideal; quais os elementos chave associados à logística na exportação; qual o papel do Balanced Scorecard na avaliação do desempenho da empresa em termos de exportação/internacionalização; como encontrar a melhor solução para o seu negócio mitigando eventuais riscos, e como recorrer ao financiamento europeu, através dos Programas Horizonte 2020 e COSME. A sua extensão a várias cidades do país, nomeadamente Braga, Porto, Coimbra, Viseu, Leiria, e Lisboa, espelha claramente a nossa preocupação em incluir tipologias diversas de empresas, com compromissos internacionais distintos e setores de atividade igualmente diversos. De realçar o pronto apoio do Millennium BCP, AIMinho, AIRV, NERLEI e Apicer na concretização deste Programa, sem o qual não seria possível levar a bom porto tamanho desafio. Desejamos a todos os que confiam na AICEP, excelentes resultados nos vossos negócios, fruto da vossa participação no Programa de formação formexport. Joana Neves Unidade de Conhecimento

6 4 aicep portugal global O seu potencial. A nossa experiência formexport Porquê um programa de formação para as empresas?

7 aicep portugal global O seu potencial. A nossa experiência formexport 5 formexport Programa de formação 2014 Porque as empresas precisam de: Ganhar dimensão e máxima crítica, enquanto forças motor da economia portuguesa. Expandir a sua carteira de produtos e serviços para fazer face à procura global. Definir estratégias ganhadoras para desenvolvimento da sua atividade nos mercados-alvo. Inovar para reforçar redes de fornecedores e clientes e ganhar competitividade internacional. E porque muitas empresas, no arranque dos seus negócios nos mercados externos, registam: Desconhecimento sobre a informação útil disponível sobre os negócios e mercados internacionais. Falta de informação sobre os fatores culturais dos mercados de exportação e sua influência na decisão do negócio. Fragilidades na adaptação do produto/serviço ao mercado-alvo e na definição do respetivo posicionamento estratégico. Desconhecimento de como apresentar de forma eficaz os produtos e/ou serviços junto do potencial parceiro internacional. Desconhecimento de como conquistar novos mercados. Fragilidades nas formas de criar valor acrescentado aos produtos e/ou serviços. Desconhecimento de como reinventar novos discursos para os clientes-alvo. Dificuldades na realização de um Plano de Marketing Internacional. Debilidades na avaliação dos custos de transação e seus impactos no planeamento logístico dos produtos a exportar. Desconhecimento de como avaliar o seu potencial de exportação/internacionalização com base em indicadores de gestão. Desconhecimento dos instrumentos financeiros oferecidos pela União Europeia para promoção de atividades de inovação e facilitação do acesso a novos mercados, nomeadamente o Horizonte 2020 e o Programa COSME. Dificuldades em identificar a melhor solução para as suas trocas comerciais com o estrangeiro com vista a mitigar eventuais riscos. Público-alvo Está envolvido ou é responsável pela internacionalização da sua empresa? É um coordenador internacional? É líder de um projeto de internacionalização? Trabalha na área da exportação? Este programa é especialmente dirigido para si!

8 6 aicep portugal global O seu potencial. A nossa experiência formexport módulos de formação Primeiros Passos para Exportar Market Tools Marketing Internacional Elevator Pitch Logística Balanced Scorecard na Exportação Trade Finance Horizonte 2020 e COSME - Programas Europeus de apoio às Empresas

9 aicep portugal global O seu potencial. A nossa experiência formexport 7 1. Primeiros Passos para Exportar O processo de internacionalização exige um investimento e um compromisso por parte da empresa em termos de tempo, recursos e esforço financeiro. Daí que, numa primeira fase, a empresa deva avaliar a sua capacidade de exportação e o seu grau de preparação para enfrentar o mercado global. Este módulo inclui um diagnóstico aos diferentes recursos existentes na empresa em termos organizacionais, humanos, financeiros e comerciais. Porque só a partir dele, a empresa poderá considerar-se apta a avaliar a sua capacidade de exportação, selecionar os mercados externos mais adequados, adequar os seus produtos/serviços aos mercados, assim como detetar os ajustamentos necessários para enfrentar os mercados internacionais. GIL FERRAZ MDA Formação Relativamente à participação deste módulo realço a qualidade e profissionalismo demonstrados pelos formadores. Foram abordados temas muito específicos e pertinentes para as empresas que pretendam iniciar a sua internacionalização, através da identificação e análise Programa 1. Perfil do potencial exportador de elementos que auxiliam a detetar o grau de maturidade necessário que 2. Passos para a exportação permita às empresas, com a segurança 3. Pesquisa e seleção de mercados possível, transpor as fronteiras nacionais. 4. Como adaptar o produto/serviço ao mercado A internacionalização tem riscos 5. Produtos e serviços oferecidos pela AICEP inerentes, que poderão ser minimizados, se forem tidos em conta fatores chave, apresentados e desenvolvidos neste Objetivo módulo, os quais poderão contribuir Dotar as empresas de conhecimentos e ferramentas consideradas prioritárias para iniciarem o seu processo de internacionalização. da internacionalização de uma e influenciar o sucesso ou insucesso empresa. Formadores ANA CRISTINA CARREIRA VENTURA 25 anos de experiência na AICEP. Diretora da Direção de Informação da AICEP. Licenciada em Economia. ETELVINA MARTINS 22 anos de experiência na AICEP. Coordenadora da área de informação sobre mercados na AICEP. Licenciada em Gestão. JOANA NEVES 20 anos de experiência na AICEP. Diretora da Unidade Conhecimentoda AICEP. Docente universitária. Doutorada em Gestão.

10 8 aicep portugal global O seu potencial. A nossa experiência formexport 2. Market Tools novo módulo A sociedade e o ambiente empresarial em que vivemos alteram-se a cada momento, exigindo que as empresas definam com precisão estratégias para o futuro. A cada dia que passa, novas exigências impõem-se, nomeadamente ao nível dos métodos, estratégias e planos de ação e implementação a adotar perante este contexto. As seis ferramentas estratégicas desenvolvidas neste módulo visam orientar as empresas e os seus produtos/ serviços no sentido de alcançar oportunidades de crescimento e de expansão nos mercados nacional e internacional. Programa 1. Observatório de Mercado: Ferramenta estratégica de segmentação e posicionamento que tem como objetivo a contextualização e internacionalização de Marcas, Produtos e Serviços 2. Incorporação do Design: Ferramenta estratégica de gestão e inovação que tem como objectivo desenvolver e orientar Marcas, Produtos e Serviços em mercados internos e externos 3. Identificação de Tendências: Ferramenta estratégica de interpretação e validação que tem como objetivo enquadrar Marcas, Produtos e Serviços em novos conceitos de mercado 4. Reindustrialização: Ferramenta estratégica de revalorização que tem como objetivo incorporar dinâmicas que criem compromissos entre o projeto, os layouts de produção e o desenvolvimento de tecnologias inovadoras 5. Design de Produto: Ferramenta estratégica de projeto que tem como objetivo o desenvolvimento e inovação de Produtos 6. Design de Comunicação: Ferramenta estratégica de divulgação e promoção que tem como objectivo desenvolver estratégias de comunicação de Marcas, Produtos e Serviços orientadas para o mercado global Objectivo Orientar as empresas no sentido da melhoria, fortalecimento e crescimento da sua posição nos mercados alvo, dotando-as de conhecimentos essenciais que garantam vantagens competitivas em novos mercados. Com base num conjunto de passos metodológicos, este módulo permite a construção de Planos de Ação a implementar por cada empresa participante. Formador ANTÓNIO DA CRUZ RODRIGUES Doutorado em Design pelo IADE- Crative University, Master em Design Industrial pela Scuola Politecnica de Design de Milão e licenciado em Design Industrial pelo IADE Inst. de Ates Visuais, Design e Marketing. Coordenador e professor da Área Científica de Projeto da Licenciatura e Mestrado em Design do IADE - Creative University, Portugal. Colabora com a Scuola Politecnica de Design de Milão, Itália; Università IUAV di Venezia, Itália; Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Brasil. Fundador, CEO e diretor criativo da Modus Design, Portugal. Presidente do SDD, Santos Design District, Portugal.

11 aicep portugal global O seu potencial. A nossa experiência formexport 9 3. Marketing Internacional A importância deste curso é enorme, sobretudo no momento atual, em que a sobrevivência da economia portuguesa assenta no aumento das suas exportações e da internacionalização do seu tecido empresarial. A cadeia de valor integrada a nível internacional exige informação atualizada dos mercados, relacionamentos com gestores de outras culturas e cálculos de risco. Hoje a rendibilidade de muitas empresas depende da capacidade dos seus gestores compreenderem esta mudança e agirem rapidamente e, para isso, exige-se que os gestores tenham um mindset global. O marketing e a sua estratégia internacional são estudados no contexto mais abrangente dos negócios internacionais, sobretudo na análise internacional e áreas chave, tais como o comportamento dos consumidores, envolvência de marketing, oferta do mix de produtos e serviços, branding, redes de distribuição, estratégia de preços e mix de comunicação. Programa 1. Conceito de Marketing Internacional e Perspetivas 2. Planear a oferta global 3. Tendências do Mercado Internacional 4. Cadeia de Valor Global 5. Importância do mindset Global de Gestão ALEXANDRE CORREIA Fumados Douro No módulo de Marketing Internacional foram de forma clara, concisa e abrangente, abordados temas de extrema importância para as empresas que estão a dar os primeiros passos no duro caminho que é internacionalização sustentada. Ter frequentado este módulo, permitiu ganhar competências para a correcta elaboração do plano de marketing da empresa com vista a internacionalização. Aconselho vivamente a frequência desta formação e outras que o AICEP coloca a disposição das empresas nacionais, pois são um complemento muito importante à vontade de expandir negócios. Objetivo Proporcionar aos formandos um enquadramento teórico-conceptual consistente e, um conjunto de instrumentos práticos, que permitam, num futuro próximo, capacitá-los para funções executivas nas áreas de Marketing Internacional. Formador MARIA FERNANDA PARGANA ILHÉU Professora no ISEG. Licenciada em Economia pelo ISCEF (atual ISEG), pós-graduada em Marketing de Exportação pelo Cambridge Institute de Massachusetts, Mestre em Gestão Estratégica pelo ISCTE, tem o Doutoramento Europeu em Administração de Empresas e Marketing, da Universidade de Sevilha. É autora dos livros Estratégia de Marketing Internacional (2009) e Internacionalização das Empresas Portuguesas e a China (2006), ambos da Almedina.

12 10 aicep portugal global O seu potencial. A nossa experiência formexport 4. Elevator Pitch novo módulo A técnica do Elevator Pitch é uma forma concisa e motivadora de descrever a proposta de valor de uma empresa, preparando-as para a venda do seu produto ou serviço no mercado-alvo. Especialmente utilizada em mercados bastante competitivos, esta técnica, quando bem executada, é memorável, permitindo, aumentar a credibilidade e a possibilidade de concretização dos objetivos a atingir, sejam eles comerciais, de obtenção de financiamento ou de natureza mais institucional. Programa 1. Conceito e importância do Elevator Pitch 2. Modelos concetuais do Elevator Pitch 3. Como fazer um Elevator Pitch, segundo o modelo NABC (Need, Approach, Benefits, Competition) 4. Técnicas de comunicação 5. Dinâmicas de grupo e individuais 6. Construção do Elevator Pitch da empresa Objectivo Aumentar o sucesso da sua proposta de negócio, através do desenvolvimento de uma apresentação curta, clara e concisa, com base na técnica do Elevator Pitch. Formador PAULA NEVES Manager da Leadership Business Academy, unidade de negócio da Leadership Business Consulting dedicada à formação e desenvolvimento de competências; Licenciada em Economia pelo Instituto Superior de Economia e Gestão, e Pós-Graduada em Gestão Empresarial pelo INDEG Business School; Consultora, formadora e coach com mais de 15 anos de experiência profissional e horas de formação desenvolvida com empresas públicas e privadas.

13 aicep portugal global O seu potencial. A nossa experiência formexport Logística O atual desafio de qualquer empresa é crescer de modo sustentável, respondendo às necessidades da procura, sobretudo da internacional, através do fornecimento de produtos e serviços a preços competitivos. Para se atingir tal desidrato, em termos internacionais é fundamental que a empresa avalie os custos de transação e seus impactos no planeamento logístico, sabendo manusear os indicadores que evidenciam a sofisticação alcançada pelas cadeias produtivas exportadoras. Programa 1. Regras da Contratação Internacional da Compra e Venda 2. Incoterms 2010 e principais diferenças face aos Incoterms Legislação e procedimentos aplicáveis aos diversos modos de transporte, formalidades e reclamações e sua articulação com os seguros das mercadorias 4. Contrato de compra e venda internacional 5. Modos de transporte e suas especificidades 6. Guia de transporte 7. Práticas e documentos 8. Reclamações e procedimentos Objectivo Dotar o formando de capacidades suficientes, de forma a que o seu planeamento logístico se adeque ao processo de exportação. PAULO PARADELA Euro Fardas Consideramos o programa na sua globalidade extremamente interessante e oportuno no que ao despertar de consciências das empresas e seus quadros para a operacionalidade das exportações diz respeito, tornando acessíveis conceitos básicos dentro da cada uma das áreas, permitindo o despoletar de processos e/ou melhoria dos já existentes. No que ao módulo de Logística diz respeito, ajudou-nos a desmistificar e conhecer uma série de terminologias e classificações no que ao transporte internacional diz respeito e que até então desconhecíamos existirem, permitindo a partir daí melhorar a construção das nossas propostas ao nível de preço e opção para o Cliente peca apenas pelo facto de não apenas o módulo de Logística, mas assim como todos os restantes serem tão limitados em termos de tempo. Formador ROGÉRIO ALVES VIEIRA Experiência profissional na TAP Carga, KLM Carga e Arnaud Transitários. Docente convidado em pós-graduações e MBA nas áreas da Logística e Transportes. Quadro da APAT Associação dos Transitários de Portugal e atualmente Presidente executivo. É membro do EACPJC European Air Cargo Programe Joint Council da IATA (Genève) e do Advisory Board of Vocational Training da FIATA (Zurique). Licenciado em direito. Pós Graduado em Transporte Marítimo, Gestão Portuária e Intermodalismo. Advogado inscrito no Conselho Distrital de Lisboa, desde 1986.

14 12 aicep portugal global O seu potencial. A nossa experiência formexport 6. Balanced Scorecard na exportação O Balanced Scorecard é um sistema de cariz eminentemente prático que permite à empresa avaliar o seu desempenho em termos de exportação/ internacionalização. Assim, manusear um conjunto de indicadores através de metodologia dirigida, com vista à definição de uma visão e de estratégias, gestão do negócio e gestão de desempenho empresarial, é, nos nossos dias, um fator de competitividade internacional para as empresas. MANUELA OLIVEIRA LUDGERO MOURINHA Gallo Worldwide Sendo a Gallo Worldwide uma companhia predominantemente virada para os mercados externos, o Balanced Scorecard é uma ferramenta de auxilio à estruturação do negocio nas suas diferentes abordagens e adaptações, necessária aos mercados onde se destina. Trabalhar globalmente uma categoria que tem diferentes estados de desenvolvimento e importância, sem uma coordenação estruturada, torna-se extramente difícil manter a visão e adaptar estratégias que levem ao seu desenvolvimento. Consideramos que o Balanced Scorecard permite-nos medir, ajustar, e corrigir os factores que influenciam o sucesso dos nossos objectivos. Programa 1. Promover uma Cultura de Partilha das Metas da empresa 2. Minimizar os impactos negativos da reorganização de processos 3. Analisar a situação atual do processo de internacionalização da empresa 4. Estrutura do Plano de Ação e metodologias de aplicação 5. Construção do Scorecard da empresa Objectivo Melhorar desempenho empresarial através de indicadores na exportação/ internacionalização, de modo a que a empresa se torne competitiva num ambiente internacional. Formador JOANA MIGUEL SANTOS Consultora de Gestão Estratégica na Quidgest, onde exerce as funções de consultora e formadora na implementação e monitorização da metodologia e ferramenta Balanced Scorecard. É gestora de projeto para a implementação do Balanced Scorecard na CCDR Alentejo e no CHSJ. Experiência profissional na Deloitte & Associados, SROC, S.A. Aluna do mestrado em Marketing Estratégico na Católica Lisbon School Of Business and Economics. Licenciada em Gestão pelo ISCTE Instituto Universitário de Lisboa".

15 aicep portugal global O seu potencial. A nossa experiência formexport Trade Finance A necessidade das empresas em conhecer as oportunidades que os mercados externos proporcionam para a expansão dos seus negócios internacionais, exige estarem atentas ao vasto leque de apoios financeiros à sua disposição. Assim, e considerando o binómio segurança/risco comercial, as empresas podem recorrer a diferentes tipos de operações bancárias por forma a minimizar os riscos da transação, consoante a operação seja de Exportação ou de Importação. Importadores e exportadores têm interesses diferentes e opostos na seleção do método de pagamento a utilizar. Por exemplo, o exportador tem interesse em assegurar o recebimento, preferencialmente, antes de exportar a mercadoria. Já o importador prefere proceder ao pagamento apenas após o recebimento da mercadoria. Este módulo pretende que as empresas possam atuar com maior segurança em novos mercados, otimizando a gestão de riscos e os seus financiamentos. novo módulo Programa 1. Comércio Internacional conceitos e documentos mais usados 2. Produtos de Trade Finance ordens de pagamento, cheques bancários, créditos documentários, stand by letter of credit, garantias bancárias internacionais e factoring de exportação 3. Produtos de apoio ao Trade Finance abonos e descontos sobre o estrangeiro, e financiamento à importação e exportação 4. Serviços de Trade Finance seguro Import-Export 5. Risco Cambial oportunidades de negócio cambial, tipos de operações cambiais e regras de liquidação, e produtos financeiros de cobertura de risco cambial e suas vantagens Objectivo Dotar as empresas de conhecimentos sobre questões-chave do Trade Finance que lhes permitam atuar com maior segurança em novos mercados, otimizando a gestão de riscos e os seus financiamentos. Este módulo terá uma componente eminentemente prática. Formadores ANA TERESA ARAÚJO E SÁ 25 anos de experiência na Banca. Diretora adjunta do Millennium bcp. Atualmente desempenhando funções de coordenação de uma equipa de especialistas dedicada ao apoio e aconselhamento a empresas importadoras, exportadoras e em processo de internacionalização. Licenciada em Economia pela Católica Lisbon School of Business & Economics. MARTA SOARES 19 anos de experiência bancária em diversas áreas: Empresas, Banca de Investimento, Sala de Mercados e Trade Finance. Atualmente desempenhando funções de coordenadora adjunta do Millenniumbcp na equipa Millennium Trade Solutions, atuando no apoio ao negócio internacional das empresas. Licenciada em Economia pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto. JORGE VALPAÇOS 23 anos de experiência bancária na área de empresas, particular e Trade Finance. Atualmente a desempenhar funções como Especialista na equipa Millennium Trade Solutions dedicada ao apoio ao negócio internacional das empresas.

16 14 aicep portugal global O seu potencial. A nossa experiência formexport 8. Horizonte 2020 e COSME Programas Europeus de apoio às Empresas novo módulo A internacionalização é um elemento determinante das estratégias empresariais, constituindo-se como um fator-chave para o aumento da competitividade das empresas. Paralelamente, mostra-se cada vez mais relevante o reforço das capacidades empresariais de investigação, desenvolvimento e inovação (IDI) que permita às empresas apresentar novos e melhorados produtos ou serviços, ou adotar processos mais adequados. A comunidade europeia disponibiliza instrumentos específicos que promovem atividades de inovação e facilitam o acesso a novos mercados externos, através de dois Programas específicos: o Horizonte 2020 e o COSME. O Horizonte 2020 é o maior programa da União Europeia orientado para o apoio a atividades de IDI, com um orçamento de aproximadamente 80 mil milhões de euros, para o período de 2014 a Através deste, as empresas poderão melhorar o seu conhecimento e competências em IDI, integrar redes europeias de tecnologia, acedendo assim a novos mercados, assim como oferece igualmente medidas dedicadas ao fomento da inovação nas empresas, facilitando a transformação das suas ideias inovadoras em produtos e serviços viáveis com potencial de comercialização real. O COSME, com um orçamento de 2,3 mil milhões de euros para o mesmo período, assenta na disponibilização de serviços específicos para apoiar a internacionalização e inovação das PME. Programa 1. Introdução aos Programas Horizonte 2020 e COSME 2. PME no Horizonte 2020 regras e informações úteis 3. Desenvolvimento de ideias de projeto para o Horizonte Análise de conteúdos do formulário de candidatura do Horizonte PME no Programa COSME Objectivo Fornecer conhecimento aos participantes sobre os programas, as vantagens da participação e as oportunidades específicas para as empresas; e, dotá-las de competências e ferramentas para participar no Horizonte Formador SARA MEDINA Administradora da Sociedade Portuguesa de Inovação (SPI e da SPI Ventures. Contribui para a gestão da SPI a nível global, sendo consultora em projetos financiados pela Comissão Europeia, Banco Mundial e Banco Interamericano para o Desenvolvimento, incluindo projetos na área de Investigação, Desenvolvimento e Inovação. É responsável desde 2004 pela coordenação das atividades e serviços do escritório da SPI na China. É doutorada em Economia Agroalimentar pela Universidade da Florida nos EUA.

17 aicep portugal global O seu potencial. A nossa experiência formexport 15 Condições gerais de participação 1. Inscrição Por módulo e por localidade. Opção de inscrição em apenas um módulo, em vários módulos ou na sua totalidade. Valor da inscrição é individual. Aceite inscrição apenas após receção do respetivo pagamento. Prazo de inscrição de cada módulo termina dez dias úteis antes da data do início da formação. Inscrição realizada online, através do endereço 2. Pagamento Obrigatoriedade da inscrição e pagamento prévio, via transferência bancária, através do NIB: Comprovativo do pagamento deve ser enviado para Pagamento da inscrição a realizar impreterivelmente até uma semana antes do início da formação. Após boa cobrança, AICEP remete a respetiva fatura-recibo. Falta de comparência da empresa implica a perda total do valor da inscrição. Isenção de IVA (artigo 9º Nº10 do CIVA). 3. Elementos para faturação Na ordem de transferência, no campo da descrição, é obrigatória a inclusão do NIF, nome abreviado da empresa, designação do módulo e local de realização da ação. 4. Cancelamento AICEP reserva-se o direito de cancelar qualquer um dos módulos, se não houver número mínimo de participantes. AICEP avisará imediatamente as empresas inscritas sobre o cancelamento da formação, via . AICEP efetuará o reembolso das quantias pagas.

18 16 aicep portugal global O seu potencial. A nossa experiência formexport calendário módulos de formação

19 aicep portugal global O seu potencial. A nossa experiência formexport 17 Primeiros Passos para Exportar Braga 28 Abril AI Minho - Associação Industrial do Minho Avª Dr. Francisco Pires Gonçalves, 45. Tel Porto 11 Setembro Avª júlio Dinis, 748, 9º andar. Tel Coimbra 28 Outubro APICER Associação Portuguesa das Indústrias de Cerâmica e de Cristalaria Rua Coronel Veiga Simão, Edifício C Tel Viseu 5 Novembro AIRV - Associação Empresarial da Região de Viseu Edifício Expobeiras Parque Industrial de Coimbrões. Tel Carga horária: 7 horas (09h30-13h00 e 14h00-17h30) Preço da formação: 120 Market Tools Lisboa 6 e 7 Maio Avª 5 de Outubro, 101 Tel: Porto 13 e 14 Maio Avª júlio Dinis, 748, 9º andar Tel Leiria 27 e 28 Maio NERLEI - Associação Empresarial da Região de Leiria Avª Bernardo Pimenta, Edifício NERLEI Tel: Carga horária: 14 horas (09h30-13h00 e 14h00-17h30) Preço da formação: 250 Marketing Internacional Braga 12 Setembro AI Minho - Associação Industrial do Minho Avª Dr. Francisco Pires Gonçalves, 45. Tel Lisboa 18 Setembro Avª 5 de Outubro, 101 Tel: Coimbra 19 Setembro APICER Associação Portuguesa das Indústrias de Cerâmica e de Cristalaria Rua Coronel Veiga Simão, Edifício C Tel Viseu 22 Setembro AIRV - Associação Empresarial da Região de Viseu Edifício Expobeiras Parque Industrial de Coimbrões. Tel Leiria 26 Setembro NERLEI - Associação Empresarial da Região de Leiria Avª Bernardo Pimenta, Edifício NERLEI Tel: Porto 29 Setembro Avª júlio Dinis, 748, 9º andar Tel Carga horária: 6 horas (10h00-13h00 e 14h00-17h00) Preço da formação: 120

20 18 aicep portugal global O seu potencial. A nossa experiência formexport Elevator Pitch Coimbra 14 Abril APICER Associação Portuguesa das Indústrias de Cerâmica e de Cristalaria Rua Coronel Veiga Simão, Edifício C Tel Lisboa 20 Maio Avª 5 de Outubro, 101 Tel: Porto 21 Maio Avª júlio Dinis, 748, 9º andar. Tel Leiria 17 Junho NERLEI - Associação Empresarial da Região de Leiria Avª Bernardo Pimenta, Edifício NERLEI Tel: Viseu 30 Junho AIRV - Associação Empresarial da Região de Viseu Edifício Expobeiras Parque Industrial de Coimbrões. Tel Carga horária: 6 horas (10h00-13h00 e 14h00-17h00) Preço da formação: 150 Logística Lisboa 8 Outubro Avª 5 de Outubro, 101 Tel: Leiria 14 Outubto NERLEI - Associação Empresarial da Região de Leiria Avª Bernardo Pimenta, Edifício NERLEI Tel: Porto 21 Outubro Avª júlio Dinis, 748, 9º andar Tel Carga horária: 6 horas (10h00-13h00 e 14h00-17h00) Preço da formação: 150 Balanced Scorecard na Exportação Coimbra 7 Outubro APICER Associação Portuguesa das Indústrias de Cerâmica e de Cristalaria Rua Coronel Veiga Simão, Edifício C Tel Porto 22 Outubro Avª júlio Dinis, 748, 9º andar Tel Viseu 13 Novembro AIRV - Associação Empresarial da Região de Viseu Edifício Expobeiras Parque Industrial de Coimbrões. Tel Leiria 21 Novembro NERLEI - Associação Empresarial da Região de Leiria Avª Bernardo Pimenta, Edifício NERLEI Tel: Lisboa 27 Novembro Avª 5 de Outubro, 101 Tel: Carga horária: 7 horas (09h30-13h00 e 14h00-17h30) Preço da formação: 170

21 aicep portugal global O seu potencial. A nossa experiência formexport 19 Trade Finance Viseu 7 Abril AIRV - Associação Empresarial da Região de Viseu Edifício Expobeiras Parque Industrial de Coimbrões. Tel Porto 8 Abril Avª júlio Dinis, 748, 9º andar. Tel Coimbra 16 Abril APICER Associação Portuguesa das Indústrias de Cerâmica e de Cristalaria Rua Coronel Veiga Simão, Edifício C Tel Lisboa 29 Abril Avª 5 de Outubro, 101 Tel: Leiria 8 Maio NERLEI - Associação Empresarial da Região de Leiria Avª Bernardo Pimenta, Edifício NERLEI Tel: Braga 16 Maio AI Minho - Associação Industrial do Minho Avª Dr. Francisco Pires Gonçalves, 45. Tel Carga horária: 7 horas (09h30-13h00 e 14h00-17h30) Preço da formação: 120 Horizonte 2020 e COSME - Programas Europeus de apoio às Empresas Lisboa 11 Abril Avª 5 de Outubro, 101 Tel: Leiria 19 Maio NERLEI - Associação Empresarial da Região de Leiria Avª Bernardo Pimenta, Edifício NERLEI Tel: Porto 22 Maio Avª júlio Dinis, 748, 9º andar. Tel Carga horária: 7 horas (09h30-13h00 e 14h00-17h30) Preço da formação: 150

PROGRAMA DE FORMAÇÃO PMEs

PROGRAMA DE FORMAÇÃO PMEs PROGRAMA DE FORMAÇÃO PMEs NOTA DE DIVULGAÇÃO A aicep Portugal Global é o organismo nacional de referência no domínio do Comércio Internacional, detendo vasta experiência e conhecimento sobre a atividade

Leia mais

Workshop em Balanced Scorecard Programa de formação

Workshop em Balanced Scorecard Programa de formação Workshop em Balanced Scorecard Programa de formação Índice Apresentação... 3 Designação do curso... 3 Enquadramento do curso de formação... 3 Duração do curso... 3 Público-alvo do curso... 3 Objectivos

Leia mais

> O MUNDO ESPERA PELA SUA EMPRESA

> O MUNDO ESPERA PELA SUA EMPRESA > O MUNDO ESPERA PELA SUA EMPRESA MILLENNIUM TRADE SOLUTIONS > CONQUISTE NOVOS MERCADOS PARA A SUA EMPRESA A Exportação e Importação, bem como a Internacionalização da sua Empresa, exigem conhecimento

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA Gestão Empresarial Internacional e Diplomacia Económica International Management and Economic Diplomacy 2 O aumento das exportações

Leia mais

Gestão Empresarial. Comércio e Serviços

Gestão Empresarial. Comércio e Serviços Curso de Gestão Empresarial para Comércio e Serviços PROMOÇÃO: COLABORAÇÃO DE: EXECUÇÃO: APRESENTAÇÃO: > A aposta na qualificação dos nossos recursos humanos constitui uma prioridade absoluta para a Confederação

Leia mais

Mini-MBA de Marketing

Mini-MBA de Marketing Mini-MBA de Marketing Coordenador/Formador: José Guimarães Índice Designação do curso... 2 Duração Total... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída... 2 Pré-Requisitos... 3 Objectivo Geral... 3 Objetivos

Leia mais

HR Scorecard Linking Strategy, People and Performance

HR Scorecard Linking Strategy, People and Performance www.pwc.pt/academy Linking Strategy, People and Performance Lisboa, 8 e 9 de abril de 2013 Academia da PwC Um curso onde irá conhecer as tendências e melhores práticas de alinhamento da estratégia com

Leia mais

As ações de formação ação no âmbito do presente Aviso têm, obrigatoriamente, de ser desenvolvidas com a estrutura a seguir indicada.

As ações de formação ação no âmbito do presente Aviso têm, obrigatoriamente, de ser desenvolvidas com a estrutura a seguir indicada. Anexo A Estrutura de intervenção As ações de formação ação no âmbito do presente Aviso têm, obrigatoriamente, de ser desenvolvidas com a estrutura a seguir indicada. 1. Plano de ação para o período 2016

Leia mais

Programa. Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012

Programa. Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012 Programa Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012 Programa Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012 3 Hemisfério esquerdo responsável pelo pensamento lógico e pela competência

Leia mais

MASTER INNOVATION MANAGEMENT SYSTEMS SGS. Duração 112 Horas / 3 meses. Edição 1ª Edição. Calendário outubro dezembro 2015

MASTER INNOVATION MANAGEMENT SYSTEMS SGS. Duração 112 Horas / 3 meses. Edição 1ª Edição. Calendário outubro dezembro 2015 Edição 1ª Edição Calendário outubro dezembro 2015 Duração 112 Horas / 3 meses Regime Pós-laboral e ao sábado MASTER INNOVATION MANAGEMENT SYSTEMS Em parceria com: SGS ENQUADRAMENTO E OBJETIVOS COORDENAÇÃO

Leia mais

Pós-graduação em Design de Calçado. Coordenação Nuno Sá Leal

Pós-graduação em Design de Calçado. Coordenação Nuno Sá Leal Pós-graduação em Design de Calçado Coordenação Nuno Sá Leal Porquê fazer esta Pós-graduação? O design de calçado é uma área do design que até ao presente não foi contemplada pelo ensino superior em Portugal.

Leia mais

www.highskills.pt geral@highskills.pt

www.highskills.pt geral@highskills.pt www.highskills.pt geral@highskills.pt Índice Designação do Curso... 2 Duração Total... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída... 2 Pré-Requisitos... 2 Objetivo Geral... 2 Objetivos Específicos... 3 Estrutura

Leia mais

MBA Internacionalização de Empresas Comércio e Serviços

MBA Internacionalização de Empresas Comércio e Serviços MBA Internacionalização de Empresas Comércio e Serviços Com o apoio: CEGE Centro de Estudos de Gestão INTRODUÇÃO O MBA Internacionalização de Empresas Comércio e Serviços, promovido pela Confederação do

Leia mais

Missão Empresarial à China

Missão Empresarial à China Missão Empresarial à China Fornecedores do setor automóvel Xangai e Pequim 9 a 14 de setembro de 2013 Atualização Enquadramento A previsão do Governo Chinês emitida em Janeiro deste ano estima que em 2013

Leia mais

Apoio. Programa NOVOS EXPORTADORES

Apoio. Programa NOVOS EXPORTADORES Programa NOVOS EXPORTADORES Artº 1º Definição e Âmbito 1. A Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, E.P.E., adiante designada por AICEP, está a promover o Programa NOVOS EXPORTADORES.

Leia mais

Programa Operacional de Potencial Humano EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL

Programa Operacional de Potencial Humano EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL Programa Operacional de Potencial Humano EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL TIPOLOGIA DE INTERVENÇÃO 3.1.1 PROGRAMA DE FORMAÇÃO-AÇÃO PARA PME REGULAMENTO DE CANDIDATURA PARA ENTIDADES

Leia mais

CATÓLICA PORTO BUSINESS SCHOOL Gestão de Operações

CATÓLICA PORTO BUSINESS SCHOOL Gestão de Operações CATÓLICA PORTO BUSINESS SCHOOL Gestão de Operações Member of www.catolicabs.porto.ucp.pt A Católica Porto Business School Fundada em 2002, a Católica Porto Business School é a escola de negócios da Universidade

Leia mais

O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO

O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO Bem-vindo aos Programas Executivos do ISAG. A experiência adquirida ao longo dos anos e a atualização de conceitos, permitiu ao ISAG European Business School desenvolver

Leia mais

Curso de Especialização em Análise do Credito - Gestão e Recuperação

Curso de Especialização em Análise do Credito - Gestão e Recuperação Curso de Especialização em Análise do Credito - Gestão e Recuperação Índice Curso de Especialização em Análise do Credito Gestão e Recuperação... 2 Descrição do Curso... 2 Duração Total... 2 Destinatários...

Leia mais

Com o apoio. Formação Avançada. Key Account Management

Com o apoio. Formação Avançada. Key Account Management Com o apoio Formação Avançada Testemunhos A EAB é um exemplo extraordinário de uma aliança estratégica entre as empresas e o ensino superior. João Rebelo Cotta Presidente da Associação Empresarial da Região

Leia mais

INTRA-EMPREENDEDORISMO PROGRAMA AVANÇADO. Think, Create and Share

INTRA-EMPREENDEDORISMO PROGRAMA AVANÇADO. Think, Create and Share PROGRAMA AVANÇADO DESTINATÁRIOS Quadros intermédios e superiores em organizações do setor privado; técnicos e outros profissionais com potencial para assumir posições de liderança, consultores, gestores,

Leia mais

NOVOS FUNDOS COMUNITÁRIOS

NOVOS FUNDOS COMUNITÁRIOS NOVOS FUNDOS COMUNITÁRIOS Sessão de Esclarecimento Associação Comercial de Braga 8 de abril de 2015 / GlobFive e Creative Zone PT2020 OBJETIVOS DO PORTUGAL 2020 Promover a Inovação empresarial (transversal);

Leia mais

PROGRAMA AVANÇADO. Think, Create and Share

PROGRAMA AVANÇADO. Think, Create and Share GESTÃO ESTRATÉGICA DA INOVAÇÃO E DA CRIATIVIDADE: DIAGNÓSTICOS EMPRESARIAIS E DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS PROGRAMA AVANÇADO DESTINATÁRIOS Este programa foi desenhado para gestores, consultores e todos

Leia mais

SEMINÁRIO ESTRATÉGICO CONCURSOS INTERNACIONAIS COMO OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO. LISBOA, 29 de MARÇO 2012. ORGANIZAÇÃO Uma publicação:

SEMINÁRIO ESTRATÉGICO CONCURSOS INTERNACIONAIS COMO OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO. LISBOA, 29 de MARÇO 2012. ORGANIZAÇÃO Uma publicação: SEMINÁRIO ESTRATÉGICO CONCURSOS INTERNACIONAIS COMO OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO LISBOA, 29 de MARÇO 2012 FORMADORA ENG.ª ÂNGELA VELOSO Ângela Veloso é licenciada em Engenharia Química e tem o Mestrado em Refinação

Leia mais

Curso de Língua Chinesa, Cultura e Dinâmica de Negócios para Empresários e Gestores na China

Curso de Língua Chinesa, Cultura e Dinâmica de Negócios para Empresários e Gestores na China Curso de Língua Chinesa, Cultura e Dinâmica de Negócios para Empresários e Gestores na China Lisboa, Janeiro de 2014 Realizar Negócios na China é o sonho de qualquer empresário mas pode ser uma realidade

Leia mais

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EM GESTÃO E LIDERANÇA PARA PME LÍDER

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EM GESTÃO E LIDERANÇA PARA PME LÍDER PDGL PME LÍDER WWW.CLSBE.LISBOA.UCP.PT/EXECUTIVOS PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EM GESTÃO E LIDERANÇA PARA PME LÍDER EM PARCERIA COM: Unleash your full potential PDGL PAGEF PME LÍDER PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Coordenador Dr. Pedro Pires

Coordenador Dr. Pedro Pires Curso de Especialização de Logística -Supply Chain Coordenador Dr. Pedro Pires Índice Duração Total... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída... 2 Pré-Requisitos... 2 Objetivo Geral... 2 Objetivos Específicos...

Leia mais

Diagnóstico de Competências para a Exportação

Diagnóstico de Competências para a Exportação Diagnóstico de Competências para a Exportação em Pequenas e Médias Empresas (PME) Guia de Utilização DIRECÇÃO DE ASSISTÊNCIA EMPRESARIAL Departamento de Promoção de Competências Empresariais Índice ENQUADRAMENTO...

Leia mais

SEMINÁRIO ESTRATÉGICO CONCURSOS INTERNACIONAIS COMO OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO. LISBOA, 29 de MARÇO 2012. ORGANIZAÇÃO Uma publicação:

SEMINÁRIO ESTRATÉGICO CONCURSOS INTERNACIONAIS COMO OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO. LISBOA, 29 de MARÇO 2012. ORGANIZAÇÃO Uma publicação: SEMINÁRIO ESTRATÉGICO CONCURSOS INTERNACIONAIS COMO OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO LISBOA, 29 de MARÇO 2012 FORMADORA ENG.ª ÂNGELA VELOSO Ângela Veloso é licenciada em Engenharia Química e tem o Mestrado em Refinação

Leia mais

1. Apresentação. 2. Objetivos do Curso de Formação

1. Apresentação. 2. Objetivos do Curso de Formação 1. Apresentação... 3 2. Objetivos do Curso de Formação... 3 2.1. Destinatários... 3 2.2. Modalidade e Forma de Organização da Formação:... 3 3. Plano de Estudos... 4 3.1. Coordenação do curso... 4 3.2.

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO

PROGRAMA OPERACIONAL COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO PROGRAMA OPERACIONAL COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO Jorge Abegão Secretário-Técnico do COMPETE Coimbra, 28 de janeiro de 2015 Estratégia Europa 2020 ESTRATÉGIA EUROPA 2020 CRESCIMENTO INTELIGENTE

Leia mais

CONFERÊNCIA VENCENDO EM TEMPO DE CRISE. 24 de Março de 2010

CONFERÊNCIA VENCENDO EM TEMPO DE CRISE. 24 de Março de 2010 CONFERÊNCIA VENCENDO EM TEMPO DE CRISE ALGUMAS ESTRATÉGIAS PARA O SUCESSO DAS EMPRESAS 24 de Março de 2010 Caro Industrial, No seguimento das diversas reuniões sectoriais do passado ano, que permitiram

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO ENTRA NUM NÍVEL SUPERIOR. 2012/2013 GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA WWW.IDEFE.PT PÁG. 1

PÓS-GRADUAÇÃO ENTRA NUM NÍVEL SUPERIOR. 2012/2013 GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA WWW.IDEFE.PT PÁG. 1 PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA 2012/2013 ENTRA NUM NÍVEL SUPERIOR. WWW.IDEFE.PT PÁG. 1 GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA 11ª EDIÇÃO COORDENAÇÃO CIENTÍFICA Prof. Doutor José Augusto Felício

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO DE GESTÃO DE PROJETOS

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO DE GESTÃO DE PROJETOS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO DE GESTÃO DE PROJETOS COORDENADOR ENG.º JOSÉ MIGUEL RODRIGUES GASPAR Índice Designação do Curso... 2 Duração Total... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída... 2 Pré-Requisitos...

Leia mais

1. Apresentação. 2. Objetivos do Curso de Formação

1. Apresentação. 2. Objetivos do Curso de Formação Índice 1. Apresentação... 3 2. Objetivos do Curso de Formação... 3 2.1. Destinatários... 4 2.2. Modalidade e Forma de Organização da Formação:... 4 3. Plano de Estudos... 4 3.1. Coordenação do curso...

Leia mais

MGI Internacional. Presença em mais de 80 países

MGI Internacional. Presença em mais de 80 países MGI Internacional Presença em mais de 80 países Presente em mais de 80 países e com mais de 280 escritórios em todos os Continentes, a MGI é uma das maiores associações internacionais de empresas independentes

Leia mais

O curso terá uma duração de 70 horas, repartidas por 4 módulos: Módulo 1 Contabilidade Financeira 25 horas

O curso terá uma duração de 70 horas, repartidas por 4 módulos: Módulo 1 Contabilidade Financeira 25 horas Índice 1. Apresentação, Destinatários e Objetivos... 3 1.1. Estrutura e Duração do Curso... 3 1.2. Coordenação e Equipa de Formadores... 4 2. Estrutura Funcional... 5 2.1. Custo... 5 2.2. Duração, Calendário

Leia mais

Programas. cabo verde. Angola. portugal. s.tomé e príncipe. Fundación Universitaria San Pablo CEU

Programas. cabo verde. Angola. portugal. s.tomé e príncipe. Fundación Universitaria San Pablo CEU Programas de MESTRADO Online MBA Master in Business Administration Mestrado em Direcção de Empresas Mestrado em Direcção de Marketing e Vendas Mestrado em Direcção Financeira Mestrado em Comércio Internacional

Leia mais

MINI-MBA de Especialização em Relações Públicas e Protocolo Empresarial

MINI-MBA de Especialização em Relações Públicas e Protocolo Empresarial MINI-MBA de Especialização em Relações Públicas e Protocolo Empresarial www.highskills.pt geral@highskills.pt Índice Designação do Curso... 2 Duração Total... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída... 2

Leia mais

MASTER EXECUTIVO GESTÃO ESTRATÉGICA

MASTER EXECUTIVO GESTÃO ESTRATÉGICA MASTER EXECUTIVO GESTÃO ESTRATÉGICA MASTER EXECUTIVO GESTÃO ESTRATÉGICA OBJETIVOS: promover competências pessoais específicas; disponibilizar ferramentas práticas de gestão de competências pessoais e profissionais;

Leia mais

Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses

Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses Ficha de Inscrição Encontre a resposta às suas dúvidas! Identifique a sessão pretendida: Porto AICEP (Rua António Bessa Leite, 1430-2.º andar)

Leia mais

DESIGN THINKING ESTRATÉGIA EMPRESARIAL

DESIGN THINKING ESTRATÉGIA EMPRESARIAL ESTRATÉGIA EMPRESARIAL PROGRAMA AVANÇADO DESTINATÁRIOS Gestores de Topo, Gestores de Processos, Gestores de Negócio, Gestores de Produto, Gestores de Clientes, Gestores de empresas em fase de Internacionalização,

Leia mais

O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO

O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO Bem-vindo aos Programas Executivos do ISAG. A experiência adquirida ao longo dos anos e a atualização de conceitos, permitiu ao ISAG European Business School desenvolver

Leia mais

1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA. JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org

1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA. JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org 1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org CONCEITO Realização do 1º Fórum União de Exportadores CPLP (UE-CPLP) que integra:

Leia mais

Curso de Empreendedorismo de Base Científica e Tecnológica

Curso de Empreendedorismo de Base Científica e Tecnológica Curso de Empreendedorismo de Base Científica e Tecnológica PROGR AMA PROV I SÓ RIO Edição de 2012 O rganização OTIC UTL Co ordenação Prof. Jorge R omero Prof. Manuel M ira Godinho Índice Âmbito do Curso

Leia mais

Managing Team Performance

Managing Team Performance www.pwc.pt/academy Managing Team Performance Helping you push harder Lisboa, 22 e 24 de abril Academia da PwC Um curso onde irá conhecer as melhores práticas de gestão contínua de performance e de resultados

Leia mais

CONCURSOS INTERNACIONAIS COMO OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO Skyna Hotel 22 de Junho de 2015

CONCURSOS INTERNACIONAIS COMO OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO Skyna Hotel 22 de Junho de 2015 LUANDA PROGRAMA AVANÇADO PARA DECISORES CONCURSOS INTERNACIONAIS COMO OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO Skyna Hotel 22 de Junho de 2015 2.ª EDIÇÃO Inscrições e mais informações em: www.ambienteonline.pt/luanda-concursos-internacionais-2015

Leia mais

Liderança e Gestão de Equipas

Liderança e Gestão de Equipas Liderança e Gestão de Equipas de 1.) Introdução O líder, no contexto atual, assume um papel ativo e determinante para o sucesso da equipa, por isso esta formação está orientada para a partir da perceção

Leia mais

www.highskills.pt geral@highskills.pt PT: 00351 217 931 365 AO: 00244 94 112 60 90 MZ: 00258 821 099 522

www.highskills.pt geral@highskills.pt PT: 00351 217 931 365 AO: 00244 94 112 60 90 MZ: 00258 821 099 522 Apresentação... 3 Como Empresa... 3 A nossa Visão... 3 A nossa Missão - A SUA VALORIZAÇÃO, A NOSSA MISSÃO!... 3 Os nossos Valores... 3 Porquê fazer um Curso de Especialização?... 4 Formação Certificada...

Leia mais

HR Strategic Delivery Model HR as a strategic partner

HR Strategic Delivery Model HR as a strategic partner www.pwc.pt/academy HR Strategic Delivery Model HR as a strategic partner Lisboa, 21 e 22 de março de 2013 Academia da PwC Um curso onde irá conhecer os desafios da função de RH e como se posicionar como

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL 2015-2016

PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL 2015-2016 PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL 2015-2016 2 PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL COORDENAÇÃO Prof. Doutor Paulo Lopes Henriques Prof.ª Doutora Carla Curado Prof. Doutor Pedro Verga Matos APRESENTAÇÃO Este

Leia mais

GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA

GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA 11ª edição PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA 2013/14 11ª edição Coordenação Científica Prof. Doutor José Augusto Felício DIREÇÃO EXECUTIVA Dr. José António Rousseau ( EX-APED Associação

Leia mais

março 2014 FORGETUR Formação Técnica para a Gestão no Turismo Técnicas de Gestão Financeira e Empresarial

março 2014 FORGETUR Formação Técnica para a Gestão no Turismo Técnicas de Gestão Financeira e Empresarial março 2014 FORGETUR Formação Técnica para a no Turismo Técnicas de Financeira e Empresarial Direção de Qualificação Formativa e Certificação FORGETUR Técnicas de Financeira e Empresarial 1. Enquadramento

Leia mais

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012 Apoio à Internacionalização CENA 3 de Julho de 2012 Enquadramento Enquadramento Comércio Internacional Português de Bens e Serviços Var. 13,3% 55,5 68,2 57,1 73,4 48,3 60,1 54,5 66,0 67,2 61,7 Exportação

Leia mais

COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO

COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO 21-4-2015 UNIÃO EUROPEIA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA Fundos Europeus Estruturais e de Investimento Índice A. Madeira 14-20 Instrumentos de Apoio ao tecido empresarial.

Leia mais

Perspetivas de colaboração Portugal China, Apoios à internacionalização e o papel da AICEP

Perspetivas de colaboração Portugal China, Apoios à internacionalização e o papel da AICEP Perspetivas de colaboração Portugal China, Apoios à internacionalização e o papel da AICEP AIMINHO Braga, 24 de Outubro, 2014 1 P a g e Distintas Entidades aqui presentes, Senhores Empresários, Minhas

Leia mais

CURSO Formação Pedagógica Inicial de Formadores

CURSO Formação Pedagógica Inicial de Formadores REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO CURSO Formação Pedagógica Inicial de Formadores Homologado pelo IEFP com o código de curso C1840003 Presencial 90 horas (Conforme Portaria n.º 214/2011, de 30 de maio) DPJ.FOR.FPIF.01

Leia mais

I C A P REGRAS E ÉTICA 1 AS ACÇÕES DE FORMAÇÃO COMUNICAÇÃO COMERCIAL DA PUBLICIDADE E DE OUTRAS FORMAS DA

I C A P REGRAS E ÉTICA 1 AS ACÇÕES DE FORMAÇÃO COMUNICAÇÃO COMERCIAL DA PUBLICIDADE E DE OUTRAS FORMAS DA I C A P 1 AS ACÇÕES DE FORMAÇÃO 2015 REGRAS E ÉTICA DA PUBLICIDADE E DE OUTRAS FORMAS DA COMUNICAÇÃO COMERCIAL INTRODUÇÃO As presentes Acções de Formação têm como principais destinatários todos aqueles

Leia mais

KEY Centro de Formação, Lda. Regulamento de Funcionamento da Formação

KEY Centro de Formação, Lda. Regulamento de Funcionamento da Formação Regulamento de Funcionamento da Formação KEY Centro de Formação, Lda. Regulamento de Funcionamento da Formação Página 2 de 12 ÍNDICE 1. ENQUADRAMENTO... 3 2. REQUISITOS DE ACESSO E FORMAS DE INSCRIÇÃO...

Leia mais

PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA

PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA 2015 CONSTITUIÇÃO DO JÚRI Joaquim Sérvulo Rodrigues Membro da Direcção da COTEC Portugal, Presidente do Júri; Carlos Brazão Director Sénior de Vendas

Leia mais

GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA

GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA 12ª edição PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA 2015 12ª edição Coordenação Científica Prof. Doutor José Augusto Felício direção executiva dr. José António Rousseau (Presidente do Fórum de

Leia mais

Regulamento do Núcleo de Formação

Regulamento do Núcleo de Formação Regulamento do Núcleo de Formação 2013 1.Nota Introdutória Qualquer processo de formação com qualidade exige medidas e instrumentos de normalização e controlo, que permitam garantir desempenhos de excelência

Leia mais

ce tec CURSO DE EMPREENDEDORISMO 3ª Edição-Internacional CENTRO DE EMPREENDEDORISMO / ISMAI - TECMAIA

ce tec CURSO DE EMPREENDEDORISMO 3ª Edição-Internacional CENTRO DE EMPREENDEDORISMO / ISMAI - TECMAIA ce tec CENTRO DE EMPREENDEDORISMO / ISMAI - TECMAIA CURSO DE EMPREENDEDORISMO 3ª Edição-Internacional O CEITEC (Centro de Empreendedorismo ISMAI-Tecmaia) apresenta a 3ª edição do Curso em Empreendedorismo,

Leia mais

Desafios da Internacionalização O papel da AICEP. APAT 10 de Outubro, 2015

Desafios da Internacionalização O papel da AICEP. APAT 10 de Outubro, 2015 Desafios da Internacionalização O papel da AICEP APAT 10 de Outubro, 2015 Internacionalização - Desafios Diversificar Mercados Alargar a Base Exportadora 38º PORTUGAL TEM MELHORADO A SUA COMPETITIVIDADE

Leia mais

GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA

GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA 12ª edição PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DA DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA 2015 12ª edição Coordenação Científica Prof. Doutor José Augusto Felício direção executiva dr. José António Rousseau (Presidente do Fórum de

Leia mais

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO PÓS-GRADUAÇÃO/ESPECIALIZAÇÃO EM SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO QUALIDADE, AMBIENTE, SEGURANÇA E RESPONSABILIDADE SOCIAL FORMAÇÃO SGS ACADEMY PORQUÊ A SGS ACADEMY? Criada, em 2003, como área de negócio da

Leia mais

CICLOS CORPORATE GOVERNANCE

CICLOS CORPORATE GOVERNANCE CICLOS CORPORATE GOVERNANCE 8, 9, 15, 22 e 29 Abril 15 LISBOA Pós-Laboral LEXDEBATA SEMINÁRIOS JURÍDICOS, LDA Fundada em 2006, em Lisboa, a LexDebata Seminários Jurídicos, Lda., tem em vista a realização

Leia mais

BES AS APOIO FINANCEIRO BES AS FINANCEIR ÕES ÀS EMPRESAS FINANCEIR ÕES UÇ SOL

BES AS APOIO FINANCEIRO BES AS FINANCEIR ÕES ÀS EMPRESAS FINANCEIR ÕES UÇ SOL 38 PME Líder SOLUÇÕES FINANCEIRAS BES Helen King/CORBIS APOIO FINANCEIRO ÀS EMPRESAS O BES disponibiliza uma vasta oferta de produtos financeiros e serviços, posicionando-se como o verdadeiro parceiro

Leia mais

Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas

Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas Da União Europeia vão chegar até 2020 mais de 20 mil milhões de euros a Portugal. Uma pipa de massa, nas palavras do ex-presidente da Comissão

Leia mais

1. Introdução... 3 1. 1. Objetivos... 3 1.2. Destinatários... 3

1. Introdução... 3 1. 1. Objetivos... 3 1.2. Destinatários... 3 1. Introdução... 3 1. 1. Objetivos... 3 1.2. Destinatários... 3 2. Plano de Estudos... 4 2.1. Coordenação do Curso... 4 2.2. Programa / Objetivos Específicos... 4 3. Estrutura funcional... 9 3.1. Custo...

Leia mais

Candidatura ao FIAEA Regulamento

Candidatura ao FIAEA Regulamento Candidatura ao FIAEA Regulamento ARTIGO 1 Objectivos 1.1 A Candidatura ao FIAEA é um processo sistemático e ágil para a avaliação de projetos de investimento de capital de risco no âmbito da Agenda Açoriana

Leia mais

Curso de Língua Chinesa, Cultura e Dinâmica de Negócios para Empresários e Gestores na China

Curso de Língua Chinesa, Cultura e Dinâmica de Negócios para Empresários e Gestores na China 2ª Edição Curso de Língua Chinesa, Cultura e Dinâmica de Negócios para Empresários e Gestores na China Realizar Negócios na China é o sonho de qualquer empresário, mas pode ser uma realidade para os que

Leia mais

Missão empresarial a Santiago do Chile. Multisetorial

Missão empresarial a Santiago do Chile. Multisetorial Missão empresarial a Santiago do Chile Multisetorial 25 a 29 de Novembro de 2013 Enquadramento: Missão empresarial Chile multisetorial O Chile constitui uma das economias mais desenvolvidas, estáveis e

Leia mais

OFERTA FORMATIVA BRAGA

OFERTA FORMATIVA BRAGA 20 OFERTA FORMATIVA BRAGA Rua Diogo Botelho, 127 416-005 Porto T. +51 226 196 260 F. +51 226 196 259 www.catolicabs.porto.ucp.pt Campus Camões 4710-62 Braga T. +51 25 206 100 F. +51 25 206 10 www.braga.ucp.pt

Leia mais

Inscrições. As inscrições para os cursos realizam-se em Setembro de 2012. O Sector Empresarial do Estado não se encontra abrangido por esta Aliança.

Inscrições. As inscrições para os cursos realizam-se em Setembro de 2012. O Sector Empresarial do Estado não se encontra abrangido por esta Aliança. Caderno de s 2 Objectivos A formação de executivos é, hoje em dia, uma necessidade incontornável, sendo um importante factor do sucesso, da competitividade e da sustentabilidade das organizações. Considerando

Leia mais

MARKETING MANAGEMENT 2014/15 39ª EDIÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO. Coordenação Científica. Natureza do curso e perfil da formação

MARKETING MANAGEMENT 2014/15 39ª EDIÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO. Coordenação Científica. Natureza do curso e perfil da formação 39ª EDIÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO MARKETING MANAGEMENT 2014/15 39ª EDIÇÃO Coordenação Científica Profª. Doutora Maria Margarida Duarte Prof. Doutor João Mota Natureza do curso e perfil da formação O curso de Pós-Graduação

Leia mais

Alexandre Ulisses. Habilitações Académicas:

Alexandre Ulisses. Habilitações Académicas: Alexandre Ulisses Pós-Graduação em Ciências da Educação, da Faculdade de Psicologia e Ciências de Educação do Porto; Mestrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores, Faculdade de Engenharia da

Leia mais

Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses

Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses Ficha de Inscrição Encontre a resposta às suas dúvidas! Identifique a sessão pretendida: Porto AICEP (Rua António Bessa Leite, 1430-2.º andar)

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL

PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL TIPOLOGIA DE INTERVENÇÃO 3.1.1 PROGRAMA DE FORMAÇÃO-ACÇÃO PARA PME REGULAMENTO DE CANDIDATURA PARA ENTIDADES

Leia mais

1. Apresentação. 2. Objetivos do Curso de Formação

1. Apresentação. 2. Objetivos do Curso de Formação Índice 1. Apresentação... 3 2. Objetivos do Curso de Formação... 3 2.1. Destinatários... 4 2.2. Modalidade e Forma de Organização da Formação:... 4 3. Plano de Estudos... 4 3.1. Coordenação do curso...

Leia mais

INTERNACIONALIZAR COM SUCESSO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO 2013. Organização

INTERNACIONALIZAR COM SUCESSO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO 2013. Organização INTERNACIONALIZAR COM SUCESSO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO 2013 Organização OBJECTIVOS Comece aqui o processo de internacionalização da sua empresa! Internacionalize o seu negócio! Conte com a vasta experiência

Leia mais

MINI-MBA de Especialização em Relações Públicas, Protocolo Empresarial e Eventos

MINI-MBA de Especialização em Relações Públicas, Protocolo Empresarial e Eventos MINI-MBA de Especialização em Relações Públicas, Protocolo Empresarial e Eventos Índice Duração Total... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída... 2 Pré-Requisitos... 2 Objetivo Geral... 2 Objetivos Específicos...

Leia mais

DR. MARCOS SOUSA. www.highskills.pt geral@highskills.pt Telf: 00351 217 931 365 ou 00244 94 112 60 90

DR. MARCOS SOUSA. www.highskills.pt geral@highskills.pt Telf: 00351 217 931 365 ou 00244 94 112 60 90 DR. MARCOS SOUSA Índice Designação do Curso... 2 Duração Total do Curso de Formação... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída... 2 Pré-Requisitos... 2 Objetivo Geral... 2 Objetivos Específicos... 2 Estrutura

Leia mais

50 the International Paris Air Show

50 the International Paris Air Show Cluster Aeroespacial Nacional Pavilhão de Portugal 50 the International Paris Air Show Paris - Le Bourget 17 a 23 de Junho de 2013 www.salon-du-bourget.fr ENQUADRAMENTO e OBJECTIVO Na continuidade das

Leia mais

Programa Avançado. Negócios Internacionais Programa de natureza profissional - não académico

Programa Avançado. Negócios Internacionais Programa de natureza profissional - não académico Programa Avançado Negócios Internacionais Programa de natureza profissional - não académico De 25 de Janeiro de 2013 a 10 de Maio de 2013 Programa Avançado Negócios Internacionais Objetivos Desenvolver

Leia mais

CURSO COMO FAZER UM BUSINESS PLAN?

CURSO COMO FAZER UM BUSINESS PLAN? CURSO COMO FAZER UM BUSINESS PLAN? ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO 05 02 Moneris Academy

Leia mais

FATORES DE SUCESSO PARA O SEU NEGÓCIO

FATORES DE SUCESSO PARA O SEU NEGÓCIO FATORES DE SUCESSO PARA O SEU NEGÓCIO INTERNACIONALIZAÇÃO Objetivo: -Refletir sobre a internacionalização como uma oportunidade para a empresa, apresentando uma metodologia de diagnóstico e os fatores

Leia mais

Criamos. valor à sua empresa

Criamos. valor à sua empresa Criamos valor à sua empresa ORGANIZAÇÃO Somos o que fazemos repetidamente. Então, a excelência não é um acto isolado, mas sim um hábito. Aristóteles Compromisso A FISCOSEGUR é uma organização que presta

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO QUALIDADE NA SAÚDE FORMAÇÃO SGS ACADEMY POSSIBILIDADE DE FREQUÊNCIA À DISTÂNCIA

PÓS-GRADUAÇÃO QUALIDADE NA SAÚDE FORMAÇÃO SGS ACADEMY POSSIBILIDADE DE FREQUÊNCIA À DISTÂNCIA PÓS-GRADUAÇÃO QUALIDADE NA SAÚDE FORMAÇÃO SGS ACADEMY POSSIBILIDADE DE FREQUÊNCIA À DISTÂNCIA TESTEMUNHOS A Pós-Graduação Qualidade na Saúde permitiu-me adquirir e consolidar conhecimentos nesta área.

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA NOVA POLÍTICA DE INCENTIVOS 2014-2020 SISTEMA DE INCENTIVOS PARA A COMPETITIVIDADE EMPRESARIAL COMPETIR +

APRESENTAÇÃO DA NOVA POLÍTICA DE INCENTIVOS 2014-2020 SISTEMA DE INCENTIVOS PARA A COMPETITIVIDADE EMPRESARIAL COMPETIR + APRESENTAÇÃO DA NOVA POLÍTICA DE INCENTIVOS 2014-2020 SISTEMA DE INCENTIVOS PARA A COMPETITIVIDADE EMPRESARIAL COMPETIR + Ponta Delgada, 28 de Abril de 2014 Intervenção do Presidente do Governo Regional

Leia mais

Visita a Portugal do Importador C & C Casa & Construção

Visita a Portugal do Importador C & C Casa & Construção Visita a Portugal do Importador C & C Casa & Construção Sector da Construção Brasil 21 a 25 de Outubro de 2013 Enquadramento Com uma extensão territorial de aproximadamente 8,5 milhões km 2, vastos recursos

Leia mais

Workshop: Controlo Metrológico de Produtos Pré-embalados (4 horas)

Workshop: Controlo Metrológico de Produtos Pré-embalados (4 horas) Workshop: Controlo Metrológico de Produtos Pré-embalados (4 horas) Edifício Nerlei - Associação Empresarial da Região de Leiria 14 Março 2014 14H 18H Formadora: Cristina Barros ESTE WORKSHOP DESTINA-SE

Leia mais

Sandra Maria Fevereiro Marnoto Licenciada em Gestão (1994) e Mestre em Finanças (2001) pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto e é

Sandra Maria Fevereiro Marnoto Licenciada em Gestão (1994) e Mestre em Finanças (2001) pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto e é Célio Alberto Alves Sousa Licenciado em Relações Internacionais, Ramo Ciências Económicas e Políticas, pela Universidade do Minho (1994), pós graduado em Gestão Empresarial (1998) e doutorado em Management

Leia mais

Novos Apoios ao Comércio. Miguel Cruz

Novos Apoios ao Comércio. Miguel Cruz Novos Apoios ao Comércio Miguel Cruz Comércio Investe QREN e Linhas de Crédito Portugal 2020 2 Comércio Investe Medida financiada através do Fundo de Modernização do Comércio, com dotação orçamental regional,

Leia mais

Sociedades de Garantia Mútua (SGM) são:

Sociedades de Garantia Mútua (SGM) são: Sociedades de Garantia Mútua (SGM) são: Operadores financeiros que prestam às instituições bancárias as garantias que lhes permitem disponibilizar às PME empréstimos em condições mais favoráveis. Ao partilhar

Leia mais

Missão empresarial ao Brasil Rio de Janeiro e São Paulo

Missão empresarial ao Brasil Rio de Janeiro e São Paulo Missão empresarial ao Brasil Rio de Janeiro e São Paulo Multisectorial Petróleo e Gás, Energias Renováveis e Eficiencia Energética; Infraestruturas (Ferroviárias, Aeroportuárias, Rodoviárias e Portuárias);

Leia mais

JORNADAS TÉCNICAS DA CERÂMICA 15

JORNADAS TÉCNICAS DA CERÂMICA 15 JORNADAS TÉCNICAS DA CERÂMICA 15 2º Painel Incentivos à Indústria O papel do IAPMEI na Competitividade do setor Miguel Cruz 26 Novembro de 2015 Apoiar as PME nas suas estratégias de crescimento inovador

Leia mais

Manual da Garantia Mútua

Manual da Garantia Mútua Março de 2007 Manual da Garantia Mútua O que é a Garantia Mútua? É um sistema privado e de cariz mutualista de apoio às pequenas, médias e micro empresas (PME), que se traduz fundamentalmente na prestação

Leia mais

Formação: Distribuição & Logística Melhoria e aperfeiçoamento do sistema de distribuição da empresa.

Formação: Distribuição & Logística Melhoria e aperfeiçoamento do sistema de distribuição da empresa. Formação: Distribuição & Logística Melhoria e aperfeiçoamento do sistema de distribuição da empresa. A Distribuição e a Gestão Logística é uma actividade que emprega um elevado e intenso volume de recursos

Leia mais