Bradesco e Olimpíadas: o Esporte Como Estratégia no Discurso Promocional 1. Eliane GÜNTZEL 2 Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Bradesco e Olimpíadas: o Esporte Como Estratégia no Discurso Promocional 1. Eliane GÜNTZEL 2 Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS"

Transcrição

1 Bradesco e Olimpíadas: o Esporte Como Estratégia no Discurso Promocional 1 Eliane GÜNTZEL 2 Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS Resumo O presente estudo tem a intenção de servir como reflexão inicial sobre a relação entre marcas esporte sociedade, tomando como base o contexto atual, em que o Brasil está envolvido com a realização de dois grandes eventos: Copa do Mundo (2014) e Olimpíadas (2016). Para tanto, parte-se de uma discussão teórica sobre a comunicação, estratégias e esportes. Posteriormente é realizado um ensaio analítico sobre o comercial televisual Brazuca, em que o banco Bradesco divulga seu patrocínio das Olimpíadas, buscando compreender as estratégias discursivas e comunicativas utilizadas pela marca. Palavras-chave: estratégias comunicativas; estratégias discursivas; Bradesco; Olimpíadas. Introdução Frente a um mercado competitivo e público cada vez mais exigente, as empresas precisam diversificar suas produções e formas de comunicação. Sendo assim, o emprego dos meios de comunicação torna-se necessário para a manutenção e o fortalecimento da imagem organizacional. Empresas de diferentes segmentos utilizam as plataformas midiáticas para estarem em evidência em um mercado tão competitivo. Nesse viés, as marcas fazem uso de diferentes estratégias, com a intenção de influir na conduta do público e de convencê-lo, a fim de garantir fidelidade e confiança, sem esquecer a condição primeira de uma empresa, que é a sua sustentabilidade econômica. Por isso chama a atenção o contexto atual, no qual o Brasil está envolvido com a realização de grandes eventos relacionados ao esporte, como Copa do Mundo (em 2014) 1 Trabalho apresentado no Grupo de Trabalho Estudos em publicidade do V SIPECOM - Seminário Internacional de Pesquisa em Comunicação 2 Mestranda dos Programa de Pós Graduação em Comunicação Midiática da UFSM. 1

2 e Olimpíadas (em 2016), o que tem mobilizado todos os segmentos da comunidade na realização de obras e de melhorias, principalmente nas cidades envolvidas com os eventos. Alguns anunciantes, inclusive, têm-se valido desses acontecimentos, de repercussão internacional, para imprimir uma nova configuração a suas publicidades, como é o caso do Banco Bradesco, patrocinador oficial das Olimpíadas. A intenção do anunciante, ao atrelar o tema esporte ao seu produto/serviço, é dar-lhe outra dinâmica, além de buscar o aumento da fidelização de seu público. Ao longo dos anos percebem-se mudanças na forma de organização esportiva, nos princípios que fundam o esporte no mundo. Trata-se de injetar apoio financeiro, movimentando o negócio do esporte no mundo, o que implica valorização do espetáculo, contratos milionários, patrocínio. A intensificação da presença do esporte na programação televisiva reforça o relevante papel da promocionalidade nesse contexto midiático, econômico e social, por estar presente no cotidiano dos sujeitos. Isso levanta alguns questionamentos e reflexões, principalmente no que diz respeito ao âmbito da produção, referentes às regras e escolhas estratégicas que perpassam a produção destas mensagens. Conceitos preliminares Para iniciar este trabalho, é preciso lembrar a comunicação em sua forma geral. Segundo Greimas (1999), o ato comunicativo é como uma estrutura de um jogo, ou seja, não se trata de vencer, mas de com-vencer, provocar, obrigar o outro a partilhar de seu triunfo. Sendo assim, todo processo comunicativo em si intenta algo, busca persuadir, convencer. Assim, com-vencer significa tornar o receptor cativo através de estratégias de convencimento a fim de obter adesão/aceitação. Essa suposta manipulação exige a configuração dos atores envolvidos, a conferência de identidade que possibilita a identificação dos sujeitos entre si, de modo que favoreça a sua interpelação. Em um processo de comunicação considerado eficaz, os interpelados sempre se reconhecem, a comunicação é um confronto de quereres e poderes; mais do que 2

3 enunciação de verdades e falsidades, ela é uma atividade que se submete ao princípio da eficácia. (GREIMAS, 1980, p. 122). Devido à grande quantidade de informações às quais são expostos diariamente, os consumidores estão cada vez mais cientes dos seus direitos e atentos à cultura das empresas, exigindo transparência e permanente atualização. Assim, as marcas se encontram em constante concorrência, habitando um mercado onde o consumidor estabelece vínculos de afetividade com a marca, o que exige investimentos não só na melhoria dos produtos e serviços, mas, sobretudo, na sua própria imagem, construindo uma verdadeira guerra por preferência e fidelidade As marcas também se aproveitam do contexto social para ancorar sua comunicação, para dialogar com o imaginário do consumidor, uma vez que isso lhes permite aproveitar um aprofundamento em um fragmento do imaginário coletivo, dos valores simbólicos que estruturam o espaço social (SEMPRINI 2010, p. 199). Essa ancoragem no contexto social, fixa a marca em sua época, nas tendências socioculturais, nas preocupações da opinião pública e nos debates que se sucedem no espaço social, uma vez que a marca tem, cada vez mais, a necessidade de estar mais próxima do seu público, enraizando suas manifestações discursivas na sociedade, reiterando e reforçando sua relação com os destinatários. Essas manifestações discursivas se dão geralmente pelos meios de comunicação. Destaca-se que apesar da força da internet, os meios tradicionais, como a televisão, ainda são destaque, principalmente pelo alto volume de verbas investidas pelos anunciantes. Portanto, em conformidade com projetos e pesquisas futuras, nos é caro observar os aspectos referentes à produção desses discursos, sua análise. Este trabalho considerou, para fins de análise, o pressuposto de que toda estratégia televisual diz respeito à definição de procedimentos manipulatórios que interferem na ação do telespectador, consistindo no planejamento e execução de movimentos e operações que buscam com - vencer o interpelado (CASTRO e DUARTE, 2013). Castro (2007) propõe a existência de um verdadeiro gênero promocional, que atua em uma dupla direção: (1) publicização e (2) projeção. No âmbito da publicização, encontram-se as ações, com recursos de diferentes ordens, direcionadas a divulgar, propagar os aspectos positivos ou vantagens de um produto, 3

4 marca valor ou serviço. Através da publicização, objetiva-se estabelecer vínculo com determinado público, levando o consumidor a adquirir o produto/serviço ofertado, aceitar ou aprovar a marca ou serviço. Vale dizer que atua como mediadora entre os interesses do enunciador/anunciante e o fortalecimento do consumo. Já no âmbito da projeção, encontram-se as ações direcionadas a lançar para frente, conferir credibilidade a marca, serviço, produto, tornando-as conhecidas e respeitadas por suas atividades. É um movimento de exaltação, de influência, de poder a tudo que ocupa espaço na mídia, uma vez que combina valores da sociedade com a natureza e os interesses públicos, valores esses fundantes e decisivos nas relações entre as pessoas. Assim, a produção promocional: identifica-se como um ato singular de comunicação que, voltado à divulgação e/ou conferência de prestígio a produtos, pessoas, serviços, ideias, valores, instituições, marcas, tem vínculo com uma determinada situação e ocorre em resposta a um determinado estado de coisas, correspondendo a uma atividade entre sujeitos (enunciadores e enunciatários) na linguagem (CASTRO, 2011, p. 127). Na realidade, de acordo com Castro (2011), nada passa pela televisão sem simultaneamente se promover, incluindo fatos, pessoas, ideias, objetos, serviços. Isso leva a autora a reconhecer a promoção como um verdadeiro gênero que tem, como princípio constitutivo, a lógica mercadológica. A função desse gênero é estabelecer relações entre o mundo e o discurso, possibilitando que essas produções, veiculadas na e pela TV, sejam estudadas do ponto de vista da discursivização. Isso situa o gênero de forma ampla numa dimensão abstrata com vistas à divulgação e projeção de prestígio para produtos, serviços e marcas a favor do incentivo à prática do consumo. Essa mesma ordem mercadológica ao agir sobre o gênero promocional desencadeia atualizações de ações estratégicas (subgênero) e manifestações em configurações específicas (formato). No âmbito deste trabalho, um subgênero merece destaque: as peças comerciais. São textos autônomos, produzidos pelo anunciante externo e exibidos mediante compra de espaço na emissora, no caso, o banco Bradesco. 4

5 Destaque dos eventos esportivos Após breves considerações sobre os eixos que são caros ao estudo: sociedade, marca e comunicação, é preciso voltar um olhar mais atento ao esporte, que também compõe o cenário de interesse. O esporte é tido como um dos mais importantes fenômenos socioculturais atuais, recebendo destaque dos diversos segmentos da sociedade (meios de comunicação, pesquisa científica, política, educação, entre outros). Por isso, ao se falar nele, é preciso lembrar o envolvimento da sociedade, uma vez que o esporte deve ser encarado como um: [...] fato social, isto é, como algo socialmente construído, que existe fora das consciências individuais de cada um, mas que se impõe como força imperativa capaz de penetrar intensamente no cotidiano de nossas vidas, influenciando nossos hábitos e costumes. (HELAL, 1990, p. 14) Mandell (1986) destaca aspectos importantes que fomentaram o crescimento dos esportes no Brasil e em outros países das Américas: a aparição das grandes metrópoles unidas por uma extensa rede de comunicação e transportes, as constantes experimentações de novas tecnologias, os novos sistemas de produção industrial e a predisposição favorável dos governos. A partir do final da década de 1970, com a crescente integração das economias, ocorre entrada maciça das grandes empresas como patrocinadoras de equipes e atletas, tornando, aos poucos, os eventos esportivos, locais de negócios e de movimentação econômica, com o objetivo de aliar produtos e marcas à imagem do atleta, equipe ou evento patrocinado. Esse tipo de vínculo tem-se mostrado eficiente, o que só vem comprovar o enorme poder de mobilização que os eventos esportivos têm hoje nas economias. De fato, o esporte passou a ser um local de afirmação de identidades de negócios (entretenimento, turismo, mídia, produtos esportivos, etc.), de possibilidade de mobilidade e ascensão social, pois, como se vê, o esporte é capaz de promover grandes eventos em âmbito mundial, como as olimpíadas e a copa do mundo de futebol. Assim, percebe-se que, na medida em que o esporte se propagou, seu significado social também se ampliou. 5

6 A maior presença do segmento bancário no patrocínio esportivo, eleva o país a um novo patamar de relacionamento das marcas com o esporte, até porque, mundialmente, os grandes patrocinadores do esporte são as empresas mais ricas. Essas organizações passaram a adotar o vínculo com o esporte, algumas sob a forma de patrocínio esportivo, como ferramenta de comunicação, como foi o caso do segmento bancário brasileiro: os bancos passaram a destinar vultosas somas a atletas e modalidades esportivas, a exemplo do patrocínio do banco Badesco. Metodologia São levados em consideração, para fins de análise, os apontamentos de Duarte e Castro (2013), que apresentam duas instâncias para análise de um produto televisivo. A primeira diz respeito às estratégias comunicativas que antecedem a própria veiculação, aborda o contexto sociocultural, as configurações da empresa midiática, o tipo de investimento, a programação, a emissora, as formas de divulgação, o modo de inserção na grade de programação. Já a segunda se refere às estratégias discursivas, que remetem às escolhas da narrativa tematização (dimensão temática), temporalização (marcação temporal), espacialização (tratamento espacial), tonalização (efeito de sentido pelo qual o programa quer ser identificado), actorialização e figurativização (configuração dos atores e personagens). Assim, ao analisar um produto televisivo, é importante considerar tanto a configuração das lógicas quanto a manifestação das estratégias comunicacionais e discursivas que o ato de comunicação, propõe. Definição do objeto de estudo Para análise, selecionou-se o comercial Brazuca 3, criação da agência WmcCann, lançando em rede nacional em julho de 2012, e que faz parte da campanha que reforça o 3 O vídeo pode ser visto pelo YouTube: 6

7 posicionamento do banco em relação aos Jogos Olímpicos de 2016, reafirmando a sua presença na vida dos brasileiros. Somando os esforços de ativação em torno de seu patrocínio aos Jogos Olímpicos de 2016, o Bradesco assina a campanha composta de filme, mídia impressa e spots de rádio que reforça o posicionamento do banco alinhado aos ideais olímpicos, bem como sua presença na vida dos brasileiros. O comercial, denominado Brazuca, tem como trilha sonora uma música inédita especialmente criada pelo grupo Clube do Balanço, que evoca a cultura brasileira e mostra de maneira lúdica a integração da temática olímpica ao dia a dia do banco e de seus correntistas. A mensagem é composta de alegres cenas que mostram gestos e comportamentos tipicamente associados ao universo esportivo incorporados em situações prosaicas das vidas dos correntistas, como o homem que está acessando do trabalho o internet banking quando surge uma bola de futebol em cena, que ele mata no peito e chuta de volta; ou quando uma gerente do Bradesco está atendendo uma cliente e recebe uma bola de vôlei, que ela recepciona e levanta para a cliente então cortar. A trilha sonora especial, que também é a base de jingle veiculado no rádio, reforça o apoio do Bradesco ao evento e ao País. No final, surge o mote Agora é BRA. BRA de Brasil, BRA de Bradesco, que permeará todo o esforço de comunicação do anunciante atrelado aos jogos olímpicos. Letra do jingle: Ser Brazuca é tá na moral Ganhar o seu dindin num trampo legal Na praia ou na cidade No morro ou na perifa Agora é no balanço, agora é no batuque Agora é Brasil Locutor finaliza: Agora é Bra, Bra de Brasil, Bra de Bradesco, Lado a Lado com o time Brasil É bra, é bra, é Brasil É bra, é bra, é Brasil Ficha Técnica: Agência: WMcCann Cliente: Bradesco Produto: Institucional 7

8 Nome da campanha: Brazuca CCO: Washington Olivetto Direção de criação: Duda Hernandez e Sérgio Franco Direção de arte: Bruno Guimarães e Alexandre Nascimento Ensaio analítico: O processo de análise está fundamentado na proposta teórico-metodológica da semiótica discursiva, com referência nos estudos de DUARTE e CASTRO (2013). Este estudo, então, busca verificar as estratégias comunicativas e discursivas presentes no comercial Brazuca, para entender como a instituição/marca Banco Bradesco, por meio do comercial, busca criar identidade e relacionamento com o cliente. Dentro da noção de gênero, subgênero e formato, o produto selecionado se classifica como pertencente ao gênero promocional, atualizado no subgênero comercial televisual e concretizado como vídeo Brazuca. Estratégias comunicativas: entre as estratégias comunicativas percebidas, se destaca o período de início de divulgação em rede nacional do comercial, 15 de julho de 2012, ou seja, cerca de 15 dias antes do início das Olimpíadas de Londres. A construção da trilha sonora também é destaque, pois funciona como o fio condutor da narrativa do vídeo. Estratégias discursivas: a peça tem como tematização uma espécie de convite para que a população se desloque do seu habitat natural e participe ou pelo menos assista aos jogos. A temporalização é bem marcada, há um encadeamento da narrativa, e o passe da bola, que a cada quadro se altera entre os tipos de bolas usados nos diferentes esportes, vai costurando essa construção temporal (figura abaixo exemplifica): bola sendo repassada pelas pessoas (jogadores) até marcar o ponto final que leva o Brasil ao pódio. 8

9 Passe de bola entre as pessoas, diferentes cenas e bola a cada quadro. O mesmo ocorre com a espacialização, que se altera em cada quadro, reforçando os diferentes espaços em que e encontram os brasileiros no dia-a-dia: sala de aula, no caixa eletrônico, no trabalho (cenário do próprio Banco), na rua. A actorialização sobrepõe pessoas comuns em seus cenários diários, são atores diversificados em faixa etária, sexo, classe social, apresentando inclusive uma ator com deficiência física (em cadeira de rodas). Essa mesma configuração é visível na figurativização, ou seja, é reforçada a ideia de TODOS os brasileiros se voltarem para o acontecimento esportivo. E a tonalização apresenta um ar festivo, de lazer, como um convite a participar dos esporte, do brasileiro também jogar uma das bolas e festejar com os campeões, mesmo que assistindo e torcendo de casa. Considerações finais: O Bradesco procura difundir a ideia de que o acontecimento dos jogos será marcante para os brasileiros, que estes devem se orgulhar, valorizar e participar, se não como praticantes de esportes, como torcedores. Assim, atrela sua marca à vinda do evento, criando na mente do consumidor um vínculo forte, firmado pelo amor ao esporte e a camiseta Brasil. 9

10 Nesse sentido a mídia televisiva contribui significativamente para dar visibilidade a essas ações (de divulgação do patrocínio), além de, com inserções constantes, permitir que a mensagem se fixe na mente dos consumidores, de modo que os sujeitos se reconheçam, interajam, troquem, mantenham, criam, fidelizam suas relações, na produção de sentido. Percebe-se que a grande audiência, tanto da Copa do Mundo como das Olimpíadas, mostra a grande aceitação do esporte em nossa sociedade, como forma de lazer e diversão, seja através da participação direta, seja apenas assistindo aos eventos. Recebem destaque os valores destinados na organização dos eventos, bem como as receitas envolvidas diretamente (venda de ingressos, patrocínio e direitos de transmissão) que alcançam valores exorbitantes, evidenciando a exploração comercial a que o esporte está sujeito. Assim há o interesse de grandes empresas em associar suas marcas ao esporte, desembolsando significativos volumes de recursos, faz acreditar no potencial do esporte em contribuir com a geração de valor para a marca patrocinadora. Mas, além de realizarem o investimento em patrocínio, as grandes empresas geralmente se preocupam em divulgar a existência do patrocínio. Essa divulgação se dá por meio de mídias nacionais, principalmente pela televisão, que ainda é o principal destino de verbas publicitárias dos anunciantes. Referências: Comercial Brazuca: CASTRO, M. L. D. de. Do gênero ao formato promocional televisual. In: DUARTE, Elizabeth Bastos; CASTRO, Maria Lilia Dias de (orgs). Comunicação audiovisual: gêneros e formatos. Porto Alegre: Sulina, DUARTE, Elizabeth Bastos e CASTRO, Maria Lília Dias de. Mídia e Estratégias de Imagem. Anotações em aula do curso Mídia e Estratégias de Imagem. Mestrado POSCOM UFSM, GREIMAS, A. A propósito do jogo, Verso e Reverso, São Leopoldo, Unisinos,

11 HELAL, Ronaldo. O que é sociologia do esporte? 1º ed. São Paulo: Brasiliense, MANDELL, R. D. Historia cultural del deporte. Barcelona: Ediciones Bellaterra, SEMPRINI, A. A marca pós-moderna. São Paulo: Estação das Letras,

MARKETING II. Comunicação Integrada de Marketing

MARKETING II. Comunicação Integrada de Marketing CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO CIÊNCIAS SOCIAIS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO MARKETING II Comunicação Integrada de Marketing Profª: Michele Freitas Santa Maria, 2012. O que é comunicação integrada? É o desenvolvimento

Leia mais

Estratégias em Propaganda e Comunicação

Estratégias em Propaganda e Comunicação Ferramentas Gráficas I Estratégias em Propaganda e Comunicação Tenho meu Briefing. E agora? Planejamento de Campanha Publicitária O QUE VOCÊ DEVE SABER NO INÍCIO O profissional responsável pelo planejamento

Leia mais

A INFLUÊNCIA DA COMUNICAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL NO BRASIL

A INFLUÊNCIA DA COMUNICAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL NO BRASIL A INFLUÊNCIA DA COMUNICAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL NO BRASIL Introdução A partir da década de 90 as transformações ocorridas nos aspectos: econômico, político, social, cultural,

Leia mais

Planejamento de Campanha Publicitária

Planejamento de Campanha Publicitária Planejamento de Campanha Publicitária Prof. André Wander UCAM O briefing chegou. E agora? O profissional responsável pelo planejamento de campanha em uma agência de propaganda recebe o briefing, analisa

Leia mais

Marketing Esportivo. os desafios e as oportunidades. Claudinei P. Santos. Delft Consultores - ABRAESPORTE - INNE

Marketing Esportivo. os desafios e as oportunidades. Claudinei P. Santos. Delft Consultores - ABRAESPORTE - INNE Marketing Esportivo os desafios e as oportunidades Delft Consultores - ABRAESPORTE - INNE Algumas provocações... Incentivo ao esporte Integração social pelo esporte Patrocínio Copa 2014 Olimpíadas 2016

Leia mais

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR &DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR Toda comunicação publicitária visa atender a alguma necessidade de marketing da empresa. Para isso, as empresas traçam estratégias de comunicação publicitária, normalmente traduzidas

Leia mais

A importância do branding

A importância do branding A importância do branding Reflexões para o gerenciamento de marcas em instituições de ensino Profª Ligia Rizzo Branding? Branding não é marca Não é propaganda Mas é sentimento E quantos sentimentos carregamos

Leia mais

COMUNICAÇÃO DE MARKETING

COMUNICAÇÃO DE MARKETING COMUNICAÇÃO DE MARKETING COMUNICAÇÃO INTEGRADA DE MARKETING Meio através do qual a empresa informa, persuadi e lembra os consumidores sobre o seu produto, serviço e marcas que comercializa. Funções: Informação

Leia mais

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Curso 09/05/2011 14:54

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Curso 09/05/2011 14:54 Curso: DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Centro de Ciências Humanas e da Comunicação Comunicação Social (Noturno) Ano/Semestre: 011/1 09/05/011 1:5 COM.0000.0.000- COM.0001.0.001-0 COM.0019.01.001-7 FIL.0051.00.00-3

Leia mais

O PROJETO PORQUE PATROCINAR

O PROJETO PORQUE PATROCINAR PAIXÃO NACIONAL O gosto pelo futebol parece ser uma das poucas unanimidades nacionais do Brasil. As diferenças sociais, políticas e econômicas, tão marcantes no dia a dia do país diluem-se quando a equipe

Leia mais

SERÁ UM ORGULHO TÊ-LO EM NOSSO TIME!!!

SERÁ UM ORGULHO TÊ-LO EM NOSSO TIME!!! A MVP é uma agência de Comunicação e Marketing Esportivo que atua de forma diferenciada no mercado, gerenciando a imagem de grandes atletas do esporte nacional desde 2006, passando pelos ciclos olímpicos

Leia mais

UNIDADE II METODOLOGIA DO FORMAÇÃO PELA ESCOLA

UNIDADE II METODOLOGIA DO FORMAÇÃO PELA ESCOLA UNIDADE II METODOLOGIA DO FORMAÇÃO PELA ESCOLA Quando focalizamos o termo a distância, a característica da não presencialidade dos sujeitos, num mesmo espaço físico e ao mesmo tempo, coloca se como um

Leia mais

PROGRAMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL PRS-FACIIP

PROGRAMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL PRS-FACIIP PROGRAMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL PRS-FACIIP Aprovado na Reunião do CONASU em 21/01/2015. O Programa de Responsabilidade Social das Faculdades Integradas Ipitanga (PRS- FACIIP) é construído a partir

Leia mais

Programa de Comunicação Interna e Externa

Programa de Comunicação Interna e Externa Programa de Comunicação Interna e Externa Aprovado na Reunião do CONASU em 21/01/2015. O Programa de Comunicação Interna e Externa das Faculdades Integradas Ipitanga FACIIP pretende orientar a execução

Leia mais

PLANO DE PATROCÍNIO EVENTO REGIONAL VICE-PRESIDÊNCIA COMERCIAL

PLANO DE PATROCÍNIO EVENTO REGIONAL VICE-PRESIDÊNCIA COMERCIAL PLANO DE PATROCÍNIO EVENTO REGIONAL VICE-PRESIDÊNCIA COMERCIAL Dir. Nac. de Marketing Jun/13 APRESENTAÇÃO As emoções da Copa Espírito Santo de Futebol estão de volta. A Rede Vitória, pelo sexto ano consecutivo,

Leia mais

Palavras-chave: Peças publicitárias; comerciais marcantes; televisão; criatividade. Área do conhecimento: Ciências Sociais Aplicadas.

Palavras-chave: Peças publicitárias; comerciais marcantes; televisão; criatividade. Área do conhecimento: Ciências Sociais Aplicadas. COMERCIAIS MARCANTES Açucena Vieira de Morais, Daniella Zarro Teixeira Silva Pinto, James da Silva Costa, Ariane Fernanda da Silva Costa, Silene Fernandes Bicudo Univap Universidade do Vale do Paraíba/FCSAC

Leia mais

1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL

1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 1.1 APRESENTAÇÃO O Plano de Comunicação e Participação Social subsidiará a elaboração do Plano Diretor de Mobilidade Urbana, criando as bases para

Leia mais

JORNALISMO CULTURAL ONLINE: EXPERIÊNCIAS DE COBERTURA JORNALÍSTICA DO SITE CULTURA PLURAL

JORNALISMO CULTURAL ONLINE: EXPERIÊNCIAS DE COBERTURA JORNALÍSTICA DO SITE CULTURA PLURAL 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( x ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA JORNALISMO

Leia mais

Política de Comunicação Integrada

Política de Comunicação Integrada Política de Comunicação Integrada agosto 2009 Política de Comunicação Integrada Política de Comunicação Integrada 5 1. Objetivos Promover a comunicação integrada entre as empresas Eletrobras e dessas

Leia mais

Política de Comunicação Integrada

Política de Comunicação Integrada Política de Comunicação Integrada agosto 2009 Política de Comunicação Integrada 4 1 Objetivos Promover a comunicação integrada entre as empresas Eletrobras e dessas com os seus públicos de relacionamento,

Leia mais

Bazar das Nações é uma exposição itinerante que tem como objetivo pesquisar, documentar, exibir e divulgar os tradicionais Mercados Centrais,

Bazar das Nações é uma exposição itinerante que tem como objetivo pesquisar, documentar, exibir e divulgar os tradicionais Mercados Centrais, Bazar das Nações é uma exposição itinerante que tem como objetivo pesquisar, documentar, exibir e divulgar os tradicionais Mercados Centrais, oriundos do Brasil Colônia próximos aos portos e alfândegas,

Leia mais

Atendimento. Item 4- Publicidade e Propaganda

Atendimento. Item 4- Publicidade e Propaganda Atendimento Item 4- Publicidade e Propaganda Atendimento Item 4- Publicidade e Propaganda PUBLICIDADE X PROPAGANDA PUBLICIDADE Deriva de público (latim: publicus) Atendimento Item 4- Publicidade e Propaganda

Leia mais

CONGRESSO CARIOCA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2º FEP RJ ABERTURA DO FÓRUM: CONTEXTO GERAL DA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR

CONGRESSO CARIOCA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2º FEP RJ ABERTURA DO FÓRUM: CONTEXTO GERAL DA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR CONGRESSO CARIOCA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2º FEP RJ ABERTURA DO FÓRUM: CONTEXTO GERAL DA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR Acreditamos ser relevante abordar de forma rápida o contexto atual da Educação Física Escolar

Leia mais

Rede IPTV DX - Clubes Desportivos

Rede IPTV DX - Clubes Desportivos White Paper 24 de Setembro de 2014 Rede IPTV DX - Clubes Desportivos Alcançando e realizando o potencial do torcedor móvel IPTV Móvel para Clubes Desportivos - DX - 1 O negócio de mídia e venda para torcedores

Leia mais

O Programa Água Brasil como possibilidade de construção de uma identidade sustentável. 1

O Programa Água Brasil como possibilidade de construção de uma identidade sustentável. 1 O Programa Água Brasil como possibilidade de construção de uma identidade sustentável. 1 Fabiane da Silva VERISSIMO 2 Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS RESUMO A proposta do artigo é

Leia mais

CENTRO BRASILEIRO DE REFERÊNCIA EM TECNOLOGIA SOCIAL INSTITUTO DE TECNOLOGIA SOCIAL

CENTRO BRASILEIRO DE REFERÊNCIA EM TECNOLOGIA SOCIAL INSTITUTO DE TECNOLOGIA SOCIAL CENTRO BRASILEIRO DE REFERÊNCIA EM TECNOLOGIA SOCIAL INSTITUTO DE TECNOLOGIA SOCIAL Curso: Tecnologia Social e Educação: para além dos muros da escola Resumo da experiência de Avaliação do Programa "Apoio

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

Rede Jovem de Cidadania, programa de TV de Acesso público. Alexia Melo. Clebin Quirino. Michel Brasil. Gracielle Fonseca. Rafaela Lima.

Rede Jovem de Cidadania, programa de TV de Acesso público. Alexia Melo. Clebin Quirino. Michel Brasil. Gracielle Fonseca. Rafaela Lima. Rede Jovem de Cidadania, programa de TV de Acesso público Alexia Melo Clebin Quirino Michel Brasil Gracielle Fonseca Rafaela Lima Satiro Saone O projeto Rede Jovem de Cidadania é uma iniciativa da Associação

Leia mais

Público Interno e crises organizacionais: um estudo abordando a incidência de demissões motivadas pelo uso inadequado das redes sociais digitais

Público Interno e crises organizacionais: um estudo abordando a incidência de demissões motivadas pelo uso inadequado das redes sociais digitais Público Interno e crises organizacionais: um estudo abordando a incidência de demissões motivadas pelo uso inadequado das redes sociais digitais Penélope da Silva Almeida SANTOS Universidade Sagrado Coração

Leia mais

Equipe da GCO: 1. Carlos Campana Gerente 2. Maria Helena 3. Sandro 4. Mariana

Equipe da GCO: 1. Carlos Campana Gerente 2. Maria Helena 3. Sandro 4. Mariana Gerência de Comunicação GCO tem por finalidade planejar, organizar, coordenar e controlar as atividades de comunicação e editoriais do Confea. Competências da GCO 1. Organizar e executar projetos editoriais:

Leia mais

V Encontro das Agências no Brasil 18 e 19 de março de 2001. Mudanças na Cultura de Gestão

V Encontro das Agências no Brasil 18 e 19 de março de 2001. Mudanças na Cultura de Gestão 1 V Encontro das Agências no Brasil 18 e 19 de março de 2001. Painel: Desenvolvimento Institucional Mudanças na Cultura de Gestão Roteiro: 1. Perfil das organizações do PAD. 2. Desenvolvimento Institucional:

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR PROJETO INTEGRADOR 1. INTRODUÇÃO Conforme as diretrizes do Projeto Pedagógico dos Cursos Superiores de Tecnologia da Faculdade Unida de Suzano

Leia mais

Exposição de marca Além de obter maior visibilidade na mídia, através da associação com equipes e atletas de alto rendimento, a marca da instituição

Exposição de marca Além de obter maior visibilidade na mídia, através da associação com equipes e atletas de alto rendimento, a marca da instituição Os jogos olímpicos mais diretamente possuem vinculação com o ensino superior por ter a participação de atletas oriundos de disputas universitárias. Conforme aponta estimativa da Koch Tavares, empresa especializada

Leia mais

DIRETRIZES PARA O PATROCÍNIO CULTURAL

DIRETRIZES PARA O PATROCÍNIO CULTURAL DIRETRIZES PARA O PATROCÍNIO CULTURAL A Brookfield Incorporações é hoje uma das maiores incorporadoras do país. Resultado da integração de três reconhecidas empresas do mercado imobiliário Brascan Residential,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS RESOLUÇÃO Nº xx/xxxx CONSELHO UNIVERSITÁRIO EM dd de mês de aaaa Dispõe sobre a criação

Leia mais

OBJETIVOS DE MARKETING

OBJETIVOS DE MARKETING CASE Banco do Brasil Todo Seu O Banco do Brasil é a mais antiga instituição bancária brasileira. Reconhecido como fundamental para o desenvolvimento econômico e social do país, é também o maior banco da

Leia mais

Política de Patrocínio

Política de Patrocínio SUMÁRIO APRESENTAÇÃO...02 1. OBJETIVO INSTITUCIONAL...03 2. OBJETIVOS ESTRATÉGICOS...04 3. LINHAS DE ATUAÇÃO...05 3.1 Projetos prioritários...05 3.2 Projetos que não podem ser patrocinados...05 4. ABRANGÊNCIA...06

Leia mais

APRENDIZAGEM E INFORMÁTICA: UMA ANÁLISE SOBRE OS ALUNOS USUÁRIOS DO NPI

APRENDIZAGEM E INFORMÁTICA: UMA ANÁLISE SOBRE OS ALUNOS USUÁRIOS DO NPI APRENDIZAGEM E INFORMÁTICA: UMA ANÁLISE SOBRE OS ALUNOS USUÁRIOS DO NPI * Centro Universitário Filadélfia Unifil. mariana.munk@unifil.br Mariana Gomes Musetti Munck* Roberto Yukio Nishimura* Edison Sahd*

Leia mais

UNITERMOS: Marketing esportivo, futebol, administração esportiva.

UNITERMOS: Marketing esportivo, futebol, administração esportiva. ARTIGO Paulo Lanes Lobato * RESUMO Considerando que o marketing é hoje integrante de grande parte das conversas relacionadas ao esporte e, principalmente, que se transformou na esperança do esporte em

Leia mais

Plano de Marketing. Produto (Posicionamento) Preço. Artigos de PN Como fazer Plano de Marketing. josedornelas.com.br

Plano de Marketing. Produto (Posicionamento) Preço. Artigos de PN Como fazer Plano de Marketing. josedornelas.com.br Artigos de PN Como fazer Plano de Marketing Plano de Marketing Para traçar o plano de marketing do plano de negócios, deve-se atentar à estratégia que será seguida pela empresa. A estratégia pode ser definida

Leia mais

PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO. Fatima Gouvêa

PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO. Fatima Gouvêa PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO Fatima Gouvêa Comunicação = papel estratégico MISSÃO Gerar e tornar disponível conhecimento relevante e formar profissionais qualificados, devolvendo à sociedade o investimento

Leia mais

CULTURA JOVEM E NARRATIVA PUBLICITÁRIA: UM ESTUDO SOBRE ANÚNCIOS DE CIGARRO DAS DÉCADAS DE 1960/1970

CULTURA JOVEM E NARRATIVA PUBLICITÁRIA: UM ESTUDO SOBRE ANÚNCIOS DE CIGARRO DAS DÉCADAS DE 1960/1970 Departamento de Comunicação Social CULTURA JOVEM E NARRATIVA PUBLICITÁRIA: UM ESTUDO SOBRE ANÚNCIOS DE CIGARRO DAS DÉCADAS DE 1960/1970 Aluno: Juliana Cintra Orientador: Everardo Rocha Introdução A publicidade

Leia mais

META Explicar a importância da análise dos impactos socioculturais advindos do desenvolvimento da prática turística.

META Explicar a importância da análise dos impactos socioculturais advindos do desenvolvimento da prática turística. OS IMPACTOS SOCIOCULTURAIS VERSUS PRÁTICA TURÍSTICA META Explicar a importância da análise dos impactos socioculturais advindos do desenvolvimento da prática turística. OBJETIVOS Ao fi nal desta aula,

Leia mais

Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão Proppex Supervisão de Extensão

Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão Proppex Supervisão de Extensão Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão Proppex Supervisão de Extensão FORMULÁRIO DE AÇÃO DE EXTENSÃO 1. IDENTIFICAÇÃO DA ORIGEM 1.1. TÍTULO: CAPACITAÇÃO PARA EDUCADORES DA PRIMEIRA INFÂNCIA,

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS Versão 2.0 09/02/2015 Sumário 1 Objetivo... 3 1.1 Objetivos Específicos... 3 2 Conceitos... 4 3 Princípios... 5 4 Diretrizes... 5 4.1

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA Profº Paulo Barreto Paulo.santosi9@aedu.com www.paulobarretoi9consultoria.com.br 1 DO MARKETING À COMUNICAÇÃO Conceitualmente, Marketing é definido por Kotler

Leia mais

introdução a publicidade & propaganda Aula 3 - Departamentos e uxograma da agência de propaganda

introdução a publicidade & propaganda Aula 3 - Departamentos e uxograma da agência de propaganda introdução a publicidade & propaganda Aula 3 - Departamentos e uxograma da agência de propaganda professor Rafael Ho mann Campanha Conjunto de peças com o mesmo objetivo, conjunto de peças publicitárias

Leia mais

MESTRADO EM MEMÓRIA SOCIAL E BENS CULTURAIS. 1.1 Matriz Curricular Disciplinas obrigatórias

MESTRADO EM MEMÓRIA SOCIAL E BENS CULTURAIS. 1.1 Matriz Curricular Disciplinas obrigatórias MESTRADO EM MEMÓRIA SOCIAL E BENS CULTURAIS 1.1 Matriz Curricular Disciplinas obrigatórias C/H Memória Social 45 Cultura 45 Seminários de Pesquisa 45 Oficinas de Produção e Gestão Cultural 45 Orientação

Leia mais

Atingir Escolinhas de Futebol e Futsal em todos os Estados Brasileiros, oferecendo uma competição de alto nível, planejada, organizada e contínua;

Atingir Escolinhas de Futebol e Futsal em todos os Estados Brasileiros, oferecendo uma competição de alto nível, planejada, organizada e contínua; A ABEFF A ABEFF é uma associação sem fins lucrativos que visa oportunizar, organizar, representar e defender as entidades que se denominam Escolinhas de Futebol e de Futsal e Futsete, setor este, que tem

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES CURSO PROFISSIONAL de Técnico de Comunicação Marketing, Relações Públicas e Publicidade DISCIPLINA: Comunicação Publicitária e Criatividade ANO: 11º Turma:

Leia mais

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA 1 CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) 2012 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INTRODUÇÃO A PUBLICIDADE E PROPAGANDA... 4 02 HISTÓRIA DA ARTE... 4 03 COMUNICAÇÃO

Leia mais

O PAPEL DA AGÊNCIA DE JORNALISMO DA UEPG NO FOMENTO À PRODUÇÃO DE NOTÍCIAS INSTITUCIONAIS NA WEB

O PAPEL DA AGÊNCIA DE JORNALISMO DA UEPG NO FOMENTO À PRODUÇÃO DE NOTÍCIAS INSTITUCIONAIS NA WEB 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( X ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA O PAPEL DA

Leia mais

Política de Comunicação do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) - PCS

Política de Comunicação do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) - PCS Política de Comunicação do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) - PCS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO DO SERVIÇO FEDERAL DE PROCESSAMENTO DE DADOS (SERPRO) - PCS A Política de Comunicação do Serviço

Leia mais

FORMULÁRIO DAS AÇÕES DE EXTENSÃO

FORMULÁRIO DAS AÇÕES DE EXTENSÃO Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão Proppex Supervisão de Extensão 1. IDENTIFICAÇÃO DA ORIGEM FORMULÁRIO DAS AÇÕES DE EXTENSÃO 1.1. TÍTULO: Viagens de Estudos e Visitas Técnicas Internacionais

Leia mais

Ora, é hoje do conhecimento geral, que há cada vez mais mulheres licenciadas, com mestrado, doutoramentos, pós-docs e MBA s.

Ora, é hoje do conhecimento geral, que há cada vez mais mulheres licenciadas, com mestrado, doutoramentos, pós-docs e MBA s. Bom dia a todos e a todas, Não é difícil apontar vantagens económicas às medidas de gestão empresarial centradas na igualdade de género. Em primeiro lugar, porque permitem atrair e reter os melhores talentos;

Leia mais

Questões abordadas no capítulo

Questões abordadas no capítulo AULA 12 Marketing Questões abordadas no capítulo Qual é a função da comunicação de marketing? Como funciona a comunicação de marketing? Quais são as principais etapas do desenvolvimento de uma comunicação

Leia mais

Marcele Bastos. o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas. Fundamentos de marketing. o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing

Marcele Bastos. o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas. Fundamentos de marketing. o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing o Especialista em Gestão - ênfase em Marketing o Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas o Docente universitária na disciplina Fundamentos de marketing o 12 anos de experiência em comunicação

Leia mais

Spot: Acessibilidade - Conscientização e Prática 1

Spot: Acessibilidade - Conscientização e Prática 1 Spot: Acessibilidade - Conscientização e Prática 1 Felipe Marinho da Silva 2 Waldemar Moreira Ramos 3 Rodolfo Nunes Freire Ribeiro 4 José Zilmar Alves da Costa 5 Universidade Federal do Rio Grande do Norte,

Leia mais

BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA. Programa Setorial Integrado de Promoção às Exportações da Arte Contemporânea Brasileira.

BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA. Programa Setorial Integrado de Promoção às Exportações da Arte Contemporânea Brasileira. 1 PROJETO SETORIAL INTEGRADO BRASIL ARTE CONTEMPORÂNEA Programa Setorial Integrado de Promoção às Exportações da Arte Contemporânea Brasileira. 2 Introdução O Ministério da Cultura, sugeriu a Fundação

Leia mais

Telejornalismo e Educação para a Cidadania: uma experiência de Educomunicação

Telejornalismo e Educação para a Cidadania: uma experiência de Educomunicação Telejornalismo e Educação para a Cidadania: uma experiência de Educomunicação Educomunicação Comunicação-Educação Uma área emergente Pesquisa na linha do NCE/ECA/USP As pesquisas do NCE/ECA/USP buscam

Leia mais

PROJETO FAZENDO ESCOLA: UMA EXPERIÊNCIA DO ORIENTADOR NO COMPROMISSO DA CAPACITAÇÃO DOCENTE

PROJETO FAZENDO ESCOLA: UMA EXPERIÊNCIA DO ORIENTADOR NO COMPROMISSO DA CAPACITAÇÃO DOCENTE PROJETO FAZENDO ESCOLA: UMA EXPERIÊNCIA DO ORIENTADOR NO COMPROMISSO DA CAPACITAÇÃO DOCENTE Sérgio Dal-Ri Moreira Pontifícia Universidade Católica do Paraná Palavras-chave: Educação Física, Educação, Escola,

Leia mais

O TEXTO COMO ELEMENTO DE MEDIAÇÃO ENTRE OS SUJEITOS DA AÇÃO EDUCATIVA

O TEXTO COMO ELEMENTO DE MEDIAÇÃO ENTRE OS SUJEITOS DA AÇÃO EDUCATIVA O TEXTO COMO ELEMENTO DE MEDIAÇÃO ENTRE OS SUJEITOS DA AÇÃO EDUCATIVA Maria Lúcia C. Neder Como já afirmamos anteriormente, no Texto-base, a produção, a seleção e a organização de textos para a EAD devem

Leia mais

JUQUERIQUERÊ. Palavras-chave Rios, recursos hídricos, meio-ambiente, poluição, questão indígena.

JUQUERIQUERÊ. Palavras-chave Rios, recursos hídricos, meio-ambiente, poluição, questão indígena. JUQUERIQUERÊ Resumo Neste breve documentário, um índio faz uma retrospectiva de como ele vivia na região do Rio Juqueriquerê, localizada no litoral norte do Estado de São Paulo. Em seu relato, compara

Leia mais

FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM ADMINISTRAÇÃO MÓDULO DE MARKETING. Professor: Arlindo Neto

FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM ADMINISTRAÇÃO MÓDULO DE MARKETING. Professor: Arlindo Neto FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM ADMINISTRAÇÃO MÓDULO DE MARKETING Professor: Arlindo Neto Competências a serem trabalhadas GESTÃO DE MARKETING PUBLICIDADE E PROPAGANDA GESTÃO COMERCIAL FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM

Leia mais

1.3. Planejamento: concepções

1.3. Planejamento: concepções 1.3. Planejamento: concepções Marcelo Soares Pereira da Silva - UFU O planejamento não deve ser tomado apenas como mais um procedimento administrativo de natureza burocrática, decorrente de alguma exigência

Leia mais

INTRODUÇÃO. Sobre o Sou da Paz: Sobre os Festivais Esportivos:

INTRODUÇÃO. Sobre o Sou da Paz: Sobre os Festivais Esportivos: 1 INTRODUÇÃO Sobre o Sou da Paz: O Sou da Paz é uma organização que há mais de 10 anos trabalha para a prevenção da violência e promoção da cultura de paz no Brasil, atuando nas seguintes áreas complementares:

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA PARA PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS (PNEE): construindo a autonomia na escola

EDUCAÇÃO FÍSICA PARA PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS (PNEE): construindo a autonomia na escola EDUCAÇÃO FÍSICA PARA PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS (PNEE): construindo a autonomia na escola Autora: CAMILA SOUZA VIEIRA Introdução A presente pesquisa tem como temática Educação física para Portadores

Leia mais

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA 1 CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) 2012 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INTRODUÇÃO A PUBLICIDADE E PROPAGANDA... 4 02 HISTÓRIA DA ARTE... 4 03 COMUNICAÇÃO

Leia mais

Copa Rede. Amazônica de Futsal! APRESENTAÇÃO

Copa Rede. Amazônica de Futsal! APRESENTAÇÃO Copa Rede Amazônica de Futsal APRESENTAÇÃO A Copa Rede Amazônica de Futsal chega a sua 18ª edição em 2016. O evento leva milhares de pessoas para torcer pelos times locais e do interior, incentivando o

Leia mais

PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO

PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL MBA e Pós-Graduação Cursos inovadores e alinhados às tendências globais Nossos cursos seguem modelos globais e inovadores de educação. Os professores

Leia mais

Pós Graduação em Comunicação Organizacional Integrada

Pós Graduação em Comunicação Organizacional Integrada Público - alvo Pós Graduação em Organizacional Integrada Indicado para profissionais de comunicação organizacional, relações públicas, assessores de comunicação, gestores de comunicação, bem como para

Leia mais

Palavras-chave: Aquecimento global, Mídias, Tecnologias, Ecossistema.

Palavras-chave: Aquecimento global, Mídias, Tecnologias, Ecossistema. Aquecimento Global e Danos no Manguezal Pernambucano SANDRA MARIA DE LIMA ALVES 1 - sandrali@bol.com.br RESUMO Este artigo procura enriquecer a discussão sobre o fenômeno do aumento da temperatura na terra

Leia mais

A Importância do brincar nas aulas de Educação Física MARCELO LEITE

A Importância do brincar nas aulas de Educação Física MARCELO LEITE A Importância do brincar nas aulas de Educação Física MARCELO LEITE RESUMO Este texto é uma reflexão sobre o brincar nas aulas de educação física escolar do primeiro e segundo ciclo do ensino fundamental,

Leia mais

A. D. HANDEBOL MASCULINO 15 DE PIRACICABA PROJETO DE PATROCÍNIO TEMPORADA 2010

A. D. HANDEBOL MASCULINO 15 DE PIRACICABA PROJETO DE PATROCÍNIO TEMPORADA 2010 A. D. HANDEBOL MASCULINO 15 DE PIRACICABA PROJETO DE PATROCÍNIO TEMPORADA 2010 A História da Modalidade O Handebol: O jogo de "Urânia" era praticado com as mãos na antiga Grécia com uma bola do tamanho

Leia mais

FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ESTRUTURA DA PARTE ESCRITA MODALIDADE: CAMPANHA

FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ESTRUTURA DA PARTE ESCRITA MODALIDADE: CAMPANHA FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ESTRUTURA DA PARTE ESCRITA MODALIDADE: CAMPANHA ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS: Capa Folha de rosto Dedicatória

Leia mais

introdução a publicidade & propaganda Aula 3- Funções e Conceitos de publicidade e propaganda

introdução a publicidade & propaganda Aula 3- Funções e Conceitos de publicidade e propaganda introdução a publicidade & propaganda Aula 3- Funções e Conceitos de publicidade e propaganda professor Rafael Ho mann Setores envolvidos Anunciante também conhecido como cliente, é a empresa, pessoa ou

Leia mais

CONEXÃO CULTURAL. Projeto Itinerante de Teatro

CONEXÃO CULTURAL. Projeto Itinerante de Teatro CONEXÃO CULTURAL Projeto Itinerante de Teatro O teatro reflete a cultura da população. Ele permite que a sociedade tenha a possibilidade de apreciar a realidade em mudança por meio da exploração de idiomas

Leia mais

O Marketing Esportivo evoluiu. A Escala também.

O Marketing Esportivo evoluiu. A Escala também. O Marketing Esportivo evoluiu. A Escala também. O número de academias dobrou de 2007 a 2010; O futebol do Brasil é o 6º mais rico do mundo; Se na década de 70 tivemos as primeiras transmissões de eventos

Leia mais

COMO A PROPAGANDA FUNCIONA?

COMO A PROPAGANDA FUNCIONA? COMO A PROPAGANDA FUNCIONA? Definição: a manipulação planejada da comunicação visando, pela persuasão, promover comportamentos em benefício do anunciante que a utiliza. Funções: cabe a propaganda informar

Leia mais

MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA

MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA Há muito se discute que o mercado de farmácias é ambiente competitivo e que a atividade vem exigindo profissionalismo para a administração de seus processos, recursos e pessoal.

Leia mais

A REAÇÃO DO JOVEM MARINGAENSE FRENTE ÀS PROPAGANDAS QUE INCENTIVAM A PRÁTICA ESPORTIVA ATRAVÉS DA MÍDIA

A REAÇÃO DO JOVEM MARINGAENSE FRENTE ÀS PROPAGANDAS QUE INCENTIVAM A PRÁTICA ESPORTIVA ATRAVÉS DA MÍDIA 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 A REAÇÃO DO JOVEM MARINGAENSE FRENTE ÀS PROPAGANDAS QUE INCENTIVAM A PRÁTICA ESPORTIVA ATRAVÉS DA MÍDIA Ivania Skura 1, Julia Cristina Paixão 2, Joaquim

Leia mais

Comunicação Integrada de marketing.

Comunicação Integrada de marketing. Comunicação Integrada de marketing. - COMPOSTO DE COMUNICAÇÃO - 4 A s - 4 C s Comunicação: é a transmissão de uma mensagem de um emissor para um receptor, de modo que ambos a entendam da mesma maneira.

Leia mais

A Comunicação Organizacional e a Mídia o papel dos meios de comunicação na construção da imagem empresarial para o público externo 1

A Comunicação Organizacional e a Mídia o papel dos meios de comunicação na construção da imagem empresarial para o público externo 1 A Comunicação Organizacional e a Mídia o papel dos meios de comunicação na construção da imagem empresarial para o público externo 1 Bárbara Fernandes Valente da Cunha 2 * Palavras-chaves: Comunicação

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS Cultura Brasileira 1º PERÍODO O fenômeno cultural. Cultura(s) no Brasil. Cultura regional e

Leia mais

Papeis que lembram 1

Papeis que lembram 1 Papeis que lembram 1 Clayton PEREIRA 2 Wictor FARIAS 3 Fábio SANTOS 4 Paola CORTEZI 5 Paulo VALIENGO 6 Centro Universitário Monte Serrat Unimonte, Santos/SP RESUMO Através do Projeto Papeis que lembram,

Leia mais

- Deptº de Marketing -TV Bahia. Rua Aristides Novis nº 123 Federação. Tel.: (71) 3203-1207 -

- Deptº de Marketing -TV Bahia. Rua Aristides Novis nº 123 Federação. Tel.: (71) 3203-1207 - O Projeto Despertar a consciência de que cada um é responsável pelo equilíbrio ambiental e que, cabe a nós convencermos a quem convivemos disso. É o mote do projeto que vai estimular a conscientização

Leia mais

Indústria do Esporte. Futebol, a maior paixão dos brasileiros Potencial mercadológico atual

Indústria do Esporte. Futebol, a maior paixão dos brasileiros Potencial mercadológico atual Indústria do Esporte Futebol, a maior paixão dos brasileiros Potencial mercadológico atual Abril 2011 Futebol, a maior paixão dos brasileiros Potencial mercadológico atual A BDO RCS, por meio de sua área

Leia mais

O advento das mídias sociais digitais e o mercado de trabalho para o profissional de relações públicas

O advento das mídias sociais digitais e o mercado de trabalho para o profissional de relações públicas O advento das mídias sociais digitais e o mercado de trabalho para o profissional de relações públicas Julie Caroline de Alcântara Universidade do Sagrado Coração, Bauru/SP E-mail: juliealcantara.31@gmail.com

Leia mais

Manual de conduta nas mídias sociais. colégio magnum cidade nova

Manual de conduta nas mídias sociais. colégio magnum cidade nova Manual de conduta nas mídias sociais colégio magnum cidade nova Manual de conduta nas mídias sociais Práticas de comportamento dos educadores do Colégio Magnum nas mídias sociais A Magnum 2 Introdução

Leia mais

Situando o uso da mídia em contextos educacionais

Situando o uso da mídia em contextos educacionais Situando o uso da mídia em contextos educacionais Maria Cecília Martinsi Dentre os pressupostos educacionais relevantes para a época atual, considera-se que as múltiplas dimensões do ser humano - intelectual,

Leia mais

PLANO COMERCIAL - COTA MASTER 3 A 7 DE JUNHO

PLANO COMERCIAL - COTA MASTER 3 A 7 DE JUNHO PLANO COMERCIAL - COTA MASTER 3 A 7 DE JUNHO Para ampliar ideias e adotar novas práticas para a conservação do planeta PLANO COMERCIAL - SEMANA DE SUSTENTABILIDADE A Semana da Sustentabilidade chega a

Leia mais

Um novo jeito de governar

Um novo jeito de governar 1 Um novo jeito de governar Apresentamos nosso programa de governo para as eleições da Comunidade Estudantil 2015 do Colégio La Salle Abel, com um objetivo principal de mudar a escola, que há 60 anos,

Leia mais

EMENTÁRIO DO CURO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

EMENTÁRIO DO CURO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA EMENTÁRIO DO CURO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA LET 02630 LÍNGUA PORTUGUESA Noções gerais da língua portuguesa. Leitura e produção de diferentes tipos de textos, em especial os relativos à comunicação de

Leia mais

Elvira Cristina de Azevedo Souza Lima' A Utilização do Jogo na Pré-Escola

Elvira Cristina de Azevedo Souza Lima' A Utilização do Jogo na Pré-Escola Elvira Cristina de Azevedo Souza Lima' A Utilização do Jogo na Pré-Escola Brincar é fonte de lazer, mas é, simultaneamente, fonte de conhecimento; é esta dupla natureza que nos leva a considerar o brincar

Leia mais

Desde 2008. Mídia Kit 2015. encontrasãopaulo. www.encontrasaopaulo.com.br

Desde 2008. Mídia Kit 2015. encontrasãopaulo. www.encontrasaopaulo.com.br Desde 2008 Mídia Kit 2015 encontrasãopaulo www.encontrasaopaulo.com.br Introdução O Mídia Kit 2015 do guia online Encontra São Paulo tem o objetivo de contextualizar a atuação do site no segmento de buscas

Leia mais

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional.

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Empresa MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Nossa filosofia e oferecer ferramentas de gestão focadas na

Leia mais

Informativo Fundos Solidários nº 13

Informativo Fundos Solidários nº 13 Informativo Fundos Solidários nº 13 Em dezembro de 2014, em Recife, Pernambuco, foi realizado o 2º seminário de Educação Popular e Economia Solidária. Na ocasião, discutiu-se sobre temas relevantes para

Leia mais

TRANSVERSALIDADE. 1 Educação Ambiental

TRANSVERSALIDADE. 1 Educação Ambiental TRANSVERSALIDADE Os temas transversais contribuem para formação humanística, compreensão das relações sociais, através de situações de aprendizagens que envolvem a experiência do/a estudante, temas da

Leia mais

POLíTICA DE PATROCíNIOS E DOAÇÕES VOLVO DO BRASIL

POLíTICA DE PATROCíNIOS E DOAÇÕES VOLVO DO BRASIL POLíTICA DE PATROCíNIOS E DOAÇÕES VOLVO DO BRASIL índice APRESENTAÇÃO...3 POLíTICA DE PATROCíNIOS DA VOLVO DO BRASIL...3 1. Objetivos dos Patrocínios...3 2. A Volvo como Patrocinadora...3 3. Foco de Atuação...4

Leia mais

INTRODUÇÃO AO CURSO DE MARKETING ELEITORAL

INTRODUÇÃO AO CURSO DE MARKETING ELEITORAL INTRODUÇÃO AO CURSO DE MARKETING ELEITORAL FAÇA SUA CAMPANHA PARA PROJETO PODER P - Planejamento O - Organização D - Delegação E - Execução R - Realização Lance sua campanha para Vereador com o Projeto

Leia mais