Fundada em 1941, pelo então Presidente Getúlio Vargas, a CSN Companhia Siderúrgica Nacional está em operação há mais de sete décadas.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Fundada em 1941, pelo então Presidente Getúlio Vargas, a CSN Companhia Siderúrgica Nacional está em operação há mais de sete décadas."

Transcrição

1 Abril de 2013

2 Fundada em 1941, pelo então Presidente Getúlio Vargas, a CSN Companhia Siderúrgica Nacional está em operação há mais de sete décadas. A empresa sempre exerceu papel fundamental para o desenvolvimento do País.

3 CSN Composição Acionária - 31 de Março de 2012 VICUNHA 47,86% RIO IACO CBS 3,99% 0,88% Início das Operações Fundação da CSN 2,02% BNDESPAR JP Morgan Bank ADRs 25,58% BOVESPA 19,67% 1974/ Expansões na UPV 1993 Privatização da CSN 1996/2002 CSN investiu US$2,4 bilhões em avanços tecnológicos 2005 Início das expansões na Casa de Pedra/ Porto de Itaguaí Aquisição da CFM Primeiro embarque de minério de ferro 2008 Criação da NAMISA 2009 Início da produção de cimento

4 Siderurgia Mineração Cimento Logística Energia Usina Presidente Vargas CSN Porto Real / CSN Paraná CSN LLC Lusosider Metalic Casa de Pedra NAMISA (60%) ERSA CSN Cimentos Porto de Sepetiba Transnordestina (84,34%) Hidrelétrica MRS Logística (33,27%) Central Termoelétrica (UPV) Igarapava (17,9%) Hidrelétrica Itá (29,5%) Prada Distribuição e Embalagens Stahlwerk Thüringen

5 A NAMISA foi criada em 2008 e a CSN detém 60% do seu capital. Os 40% restantes, pertencem a um consórcio formado por algumas das mais importantes usinas siderúrgicas asiáticas que estão distribuídos da seguinte forma: COMPOSIÇÃO DO CONSÓRCIO ITOCHU 21,95 % JFE 8,64 % POSCO 6,48 % KOBE STEEL 1,23 % NISSHIN 0,70 % CSC 1,00 %

6

7

8

9 A SEGURANÇA NO TRABALHO É PRIORIDADE E, MAIS QUE ISSO, TRATA-SE DE UM VALOR INEGOCIÁVEL PARA A CSN. NOSSAS ÁREAS NÃO OPERAM CASO HAJA RISCO PARA A VIDA DE UM ÚNICO COLABORADOR. TEMOS POR PRINCÍPIO ZELAR PELA SAÚDE DE TODOS OS COLABORADORES.

10

11 Política SST e diretrizes Matriz de Perigos e Riscos Análise de Risco e Permissão para Trabalho Avaliação de Risco em Projetos Planejamento Verificação Análise Crítica Tratamento de Não Conformidade Registro de Anomalias de Segurança Análise de Acidente Auditorias Cruzadas Requisitos Legais Abordagem Comportamental Objetivos e Metas Implementação e Operação Inspeções de Segurança Recursos e Responsabilidades Treinamento e Capacitação Comunicações de SST Documentação Controle Operacional Preparação e Resposta de Emergência

12 Desenvolver a Percepção de Risco através da Matriz de Perigos e Riscos

13 P R O A T I V O R E A T I V O 1 IDENTIFICAR E AVALIAR RISCOS E EXIGENCIAS LEGAIS 2 DEFINIR MEDIDAS DE CONTROLE COMPATÍVEIS COM PROCESSOS PRODUTIVOS 3 IMPLEMENTAR MEDIDAS DE CONTROLE DOS RISCOS 4 MONITORAS E MANTER ATIVAS MEDIDAS DE CONTROLE DOS RISCOS 5 PREVENIR O SURGIMENTO DE NOVOS RISCOS

14

15 Personalidade Estabelecimento e cumprimento de padrões conduta, eliminação da complacência. Crenças e VALORES Atitude Comportamento Filtros de Percepção Reforçar e alinhar os valores pessoais aos valores corporativos por meio de um processo eficiente de liderança, visível percebida e comunicação Conhecimento Habilidade Desenvolver competências comportamentais de percepção, abordagem e feedback. Envolvimento direto da liderança quanto aos controles dos Riscos.

16 ENVOLVIMENTO EFETIVO DA LIDERANÇA NA IDENTIFICAÇÃO DOS RISCOS Identificação dos RISCOS realizadas por Gerentes e Coordenadores com apoio de supervisores e operadores experientes Crenças e VALORES

17 LIDERANÇA AVALIA E CLASSIFICA O RISCO Avaliação e Classificação dos RISCOS realizados por Gerentes e Coordenadores com apoio da Segurança do Trabalho Conhecimento Habilidade Probabilidade Gravidade Incômodo Lesão Leve Lesão Grave Lesão Gravissima Atendimento Amb. Sem Lesão SPT CPT < 30 d CPT > 30 d Ocasional Mais 1 ano Desprezível Tolerável Tolerável Moderado Pouco Provável Anual Tolerável Tolerável Moderado Substancial Provável Mensal Tolerável Moderado Substancial Substancial Altamente Provável Semanal Moderado Substancial Substancial Crítico

18 LIDERANÇA DEFINE MEDIDAS DE CONTROLE Elaboração de planos de ação para Controle do RISCO de acordo com a significância e compatível com os processo produtivos Conhecimento Habilidade Hierarquia de Controles dos RISCOS

19 Liderança RESPONSÁVEIS PELA IMPLENTAÇÃO DAS MEDIDAS DE CONTROLE Controles de Engenharia - Gerentes Elaboração e Implantação de Procedimentos Coordenadores Treinamento dos operadores Supervisores e SESMT Comportamento

20 VERIFICAÇÃO DE DESEMPENHO EM SST Acompanhar mensalmente os resultados das Gerências, assegurando que sejam tomadas ações para redução dos riscos no Ambiente de Trabalho

21 INTERAÇÃO DE SEGURANÇA Abordagem comportamental realizada periodicamente por toda liderança. OBJETIVO Avaliar o comportamento dos empregados e a sua INTERAÇÃO com seu ambiente de trabalho, identificando os pontos fortes e oportunidades de melhorias no sistema de gestão de saúde e segurança do trabalho, bem como a melhoria contínua do compromisso da liderança, da comunicação, da influência positiva sobre os comportamentos e a mudança de atitude.

22 REGISTRO DE ANOMALIAS E DESVIOS A comunicação e o tratamento do RAS, permite detectar riscos potenciais de acidentes e promove ações de bloqueios antes da ocorrência.

23 Base HHT NAMISA + CONTRATADAS Efetivo total Dez 2012: 2737 empregados

24

25 Aconselhamento e Tratamento Realização dos testes Sensibilização e Adesão dos Empregados Treinamento da Liderança Planejamento do Programa

26 TIPOS DE TESTE Etilômetro Ar Espirado Toxicológico Urina 1.Triagem 2. Confirmação Cromatografia gasosa Espectrometria de massas

27 APLICAÇÃO DE TESTE SORTEIO BLITZ PÓS-ACIDENTE MOTIVADO PRÉ-ATIVIDADE DE RISCO ACOMPANHAMENTO

28 O destino de um homem é determinado por seus desejos, suas vontades e seu arbítrio Immanuel Kant ( ) Frederico Rios Fonseca Gerente de Saúde e Segurança (31)

IPL - Indicador Proativo do Líder Para o desenvolvimento de Líderes em Segurança. Gerdau. Junho/2016 Leonardo Prado

IPL - Indicador Proativo do Líder Para o desenvolvimento de Líderes em Segurança. Gerdau. Junho/2016 Leonardo Prado IPL - Indicador Proativo do Líder Para o desenvolvimento de Líderes em Segurança Gerdau Junho/2016 Leonardo Prado Prática do IPL para Desenvolvimento de Líderes Ferramenta para apoiar o desenvolvimento

Leia mais

Banco Santander. Investidores Pessoa Física. Guarujá, 24 de agosto de 2007

Banco Santander. Investidores Pessoa Física. Guarujá, 24 de agosto de 2007 Banco Santander Investidores Pessoa Física Guarujá, 24 de agosto de 2007 Afirmações sobre o Futuro Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da

Leia mais

PALESTRA PRESPECTIVAS DA SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHADOR NO SÉCULO XXI

PALESTRA PRESPECTIVAS DA SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHADOR NO SÉCULO XXI PALESTRA - 2012 PRESPECTIVAS DA SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHADOR NO SÉCULO XXI Data: 27 de Novembro de 2012 Local: Macaé - RJ OBJETIVO Chamar atenção sobre a importância da prevenção dos acidentes e da

Leia mais

PREVENRIO PRESPECTIVAS DA SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHADOR NO SÉCULO XXI

PREVENRIO PRESPECTIVAS DA SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHADOR NO SÉCULO XXI PREVENRIO -2012 PRESPECTIVAS DA SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHADOR NO SÉCULO XXI Data: 24 de Agosto de 2012 Local: Centro de Convenções Sulamerica OBJETIVO Chamar atenção sobre a importância da prevenção

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ CIA SIDERURGICA NACIONAL Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ CIA SIDERURGICA NACIONAL Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

USINAS SIDERÚRGICAS DE MINAS GERAIS S.A. - USIMINAS. Companhia Aberta CNPJ/MF / NIRE

USINAS SIDERÚRGICAS DE MINAS GERAIS S.A. - USIMINAS. Companhia Aberta CNPJ/MF / NIRE USINAS SIDERÚRGICAS DE MINAS GERAIS S.A. - USIMINAS Companhia Aberta CNPJ/MF 60.894.730/0001-05 NIRE 313.000.1360-0 Usinas Siderúrgicas de Minas Gerais S.A. USIMINAS ( Usiminas ou Companhia ), tendo em

Leia mais

Titulo (Tahoma 28, branco, bold) Elektro Programa Comportamento pela Vida Novembro w w w. e l e k t r o. c o m. b r

Titulo (Tahoma 28, branco, bold) Elektro Programa Comportamento pela Vida Novembro w w w. e l e k t r o. c o m. b r Titulo (Tahoma 28, branco, bold) Elektro Programa Comportamento pela Vida Novembro 2011 Histórico Corporativo Ago 2004 Set 2005 Elektro conclui sua reestruturação de dívida Set 2006 Elektro é transferida

Leia mais

Contexto Econômico. O PMI da manufatura na Zona do Euro atingiu 47,7 pontos em março, uma redução frente aos 49,0 pontos registrados em fevereiro.

Contexto Econômico. O PMI da manufatura na Zona do Euro atingiu 47,7 pontos em março, uma redução frente aos 49,0 pontos registrados em fevereiro. Contexto Econômico As perspectivas para a economia mundial têm melhorado progressivamente após o revés de 2011 e o risco de uma desaceleração aguda está se dissipando, com o aumento gradativo da atividade

Leia mais

Conhecendo alguns Conceitos PERIGOS E RISCOS

Conhecendo alguns Conceitos PERIGOS E RISCOS Conhecendo alguns Conceitos PERIGOS E RISCOS O que você já ouviu falar sobre risco? RISCOS AMBIENTAIS São considerados riscos ambientais os agentes: Físicos; Químicos; Biológicos. Ergonômicos Acidentes

Leia mais

Características de Programas de Segurança Comportamental. Algumas Críticas Recentes

Características de Programas de Segurança Comportamental. Algumas Críticas Recentes Características de Programas de Segurança Comportamental. Algumas Críticas Recentes Ildeberto Muniz de Almeida Depto de Saúde Pública da Fac Medicina de Botucatu UNESP. Novembro de 2008 Programas de Segurança

Leia mais

MBA em Gerenciamento de Projetos

MBA em Gerenciamento de Projetos Coordenação: Prof. André Valle, Doutor Código SIGA: TMBAGPJ*12/01 Currículo: TMBAGPJ*12_01-1 1 JUSTIFICATIVA Em países emergentes como o Brasil, existe uma grande demanda a nível nacional por cursos de

Leia mais

Sumário. Mensagem da Administração em números. Destaques. A empresa. Resultados operacionais e financeiros. Governança corporativa

Sumário. Mensagem da Administração em números. Destaques. A empresa. Resultados operacionais e financeiros. Governança corporativa Capa Sumário Mensagem da Administração 2015 em números Destaques A empresa Resultados operacionais e financeiros Governança corporativa Recursos Humanos Gestão ambiental RELATóRio AnuAL Fundação CSN CSN

Leia mais

A IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA AR PARA PARCEIROS TQUIM TRANSPORTES

A IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA AR PARA PARCEIROS TQUIM TRANSPORTES A IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA AR PARA PARCEIROS TQUIM TRANSPORTES Estrutura Fundação: 1980 Estrutura: Matriz: Diadema/SP Pátio Estação de limpeza de tanques equipe com 12 operadores, 3 líderes, 3 turnos de

Leia mais

DuPont, sua Cultura de Segurança e PSM

DuPont, sua Cultura de Segurança e PSM DuPont, sua Cultura de Segurança e PSM Eduardo Francisco Gerente Corporativo SSMA Líder PSM América Latina A Cultura DuPont em Segurança, Saúde e Meio Ambiente 1802 Início das operações fábrica de pólvora

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE SEGURANÇA

SISTEMA DE GESTÃO DE SEGURANÇA SISTEMA DE GESTÃO DE SEGURANÇA PROCESSO: PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇAO DOS INDICADORES DE PO.SEG.04 05 1 / 8 1. OBJETIVO Estabelecer padrões para elaboração dos indicadores de saúde e segurança do trabalho;

Leia mais

Quem ganha é você e a sua família!!!

Quem ganha é você e a sua família!!! 2 N. Pesquisa de Percepção de Cultura de Segurança e Saúde do Trabalho A SER PREENCHIDO PELO EMPREGADO Prezado(a) empregado(a): Este questionário serve para conhecer o estado da Segurança e Saúde no seu

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 2015

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 2015 RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 1. MENSAGEM DA ADMINISTRAÇÃO CSN COMPOSIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL EM (%) A CSN continua encarando os desafios com otimismo e confiança no desenvolvimento econômico e nas potencialidades

Leia mais

Compromissos. de OURO. de SEGURANÇA. Golden Safety Rules

Compromissos. de OURO. de SEGURANÇA. Golden Safety Rules 1 7 10 2 5 4 2m 12 Compromissos de OURO de SEGURANÇA 9 8 3 Golden Safety Rules 6 11 12 ÍNDICE PORTUGUÊS 1. Objetivo...03 2. Aplicação...03 3. Procedimento... 05 4. Responsabilidade e Autoridades... 09

Leia mais

Recursos Minerais: para quê e para quem?

Recursos Minerais: para quê e para quem? Recursos Minerais: para quê e para quem? Rodrigo Salles P. Santos Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) santosrodrigosp@hotmail.com Seminário Marco Regulatório da Mineração Roteiro Geologia e Dotação

Leia mais

ThyssenKrupp CSA Siderúrgica do Atlântico Seminário Perspectivas e Condicionantes do Desenvolvimento do Setor Siderúrgico do Estado do Rio de Janeiro

ThyssenKrupp CSA Siderúrgica do Atlântico Seminário Perspectivas e Condicionantes do Desenvolvimento do Setor Siderúrgico do Estado do Rio de Janeiro 1 CSA Siderúrgica do Atlântico Seminário Perspectivas e Condicionantes do Desenvolvimento do Setor Siderúrgico do Estado do Rio de Janeiro Condicionantes Fiscais e Financeiros Henrique Chamhum Rio de Janeiro,

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE (OFICINA 08)

SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE (OFICINA 08) SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE (OFICINA 08) Oficina 07 Política de Meio Ambiente, Segurança e Saúde no Trabalho Objetivos, Metas e Programas 4.2 Política de SSTMA A Alta Administração

Leia mais

DEPARTAMENTO DE SEG. E MEDICINA DO TRABALHO PLANEJAMENTO 2010

DEPARTAMENTO DE SEG. E MEDICINA DO TRABALHO PLANEJAMENTO 2010 PLANEJAMENTO 2010 ORGANOGRAMA DO DEPARTAMENTO COORDENADORES ENGº RUY JAEGGER JUNIOR MED. JOSÉ CARLOS FERREIRA FISIOC. RICARDO TÓFFOLI CONSELHEIROS DO DEPARTAMENTO JOEL DE SOUSA SILVIA CARDOSO OBJETIVO:

Leia mais

PROJETO NOVAS FRONTEIRAS

PROJETO NOVAS FRONTEIRAS PROJETO NOVAS FRONTEIRAS PLANO DE GERENCIAMENTO DE RECURSOS HUMANOS STAFF MANAGEMENT PLAN Preparado por Rodrigo Mendes Lemos Gerente do Projeto Versão 3 Aprovado por Rodrigo Mendes Lemos Gerente do Projeto

Leia mais

XX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI a 26 de outubro Rio de Janeiro - RJ - Brasil

XX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI a 26 de outubro Rio de Janeiro - RJ - Brasil XX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2012-22 a 26 de outubro Rio de Janeiro - RJ - Brasil Marcelo Gomes dos Santos Marcelo Puertas Otávio dos Anjos AES Eletropaulo Metropolitana

Leia mais

Apresentação 4T15 e 2015

Apresentação 4T15 e 2015 Apresentação 4T15 e 2015 Apresentação Usiminas 2T11 - APIMEC Classificação da Informação: Pública 2 Agenda Usiminas em linhas gerais Informações de Mercado Usiminas e suas Unidades de Negócio Informações

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO, ATUÁRIA, CONTABILIDADE E SECRETARIADO DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO, ATUÁRIA, CONTABILIDADE E SECRETARIADO DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO, ATUÁRIA, CONTABILIDADE E SECRETARIADO DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO Análise de Investimentos Copyright Pereira, F. I. Prof. Isidro MINI

Leia mais

Sistemas de Informação e Vigilância em Saúde do Trabalhador

Sistemas de Informação e Vigilância em Saúde do Trabalhador Sistemas de Informação e Vigilância em Saúde do Trabalhador Limites e Possibilidades nas Políticas de Prevenção Secretaria de Inspeção do Trabalho Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho Junho de

Leia mais

I ENCONTRO DA ABM REGIONAL MG. Impactos do Crescimento Mínero- Metalúrgico e de Materiais no Estado de Minas Gerais

I ENCONTRO DA ABM REGIONAL MG. Impactos do Crescimento Mínero- Metalúrgico e de Materiais no Estado de Minas Gerais I ENCONTRO DA ABM REGIONAL MG Impactos do Crescimento Mínero- Metalúrgico e de Materiais no Estado de Minas Gerais Demandas e Qualificações dos Profissionais de Mercado Histórico e Importância da Mineração

Leia mais

O QUE É UM SISTEMA DE GESTÃO?

O QUE É UM SISTEMA DE GESTÃO? O QUE É UM SISTEMA DE GESTÃO? É UM SISTEMA DE GERENCIAMENTO DOS FATORES DE PRODUÇÃO, MÁQUINAS, EQUIPAMENTOS, PROCESSOS E RECURSOS HUMANOS, VOLTADOS PARA A SOBREVIVÊNCIA DA EMPRESA, ATRAVÉS DA BUSCA CONSTANTE

Leia mais

Plano de Investimento 08 de junho de 2011

Plano de Investimento 08 de junho de 2011 Plano de Investimento 08 de junho de 2011 1 Aviso Geral Algumas afirmações nesta apresentação podem ser projeções ou afirmações sobre expectativas futuras. Tais afirmações estão sujeitas a riscos conhecidos

Leia mais

Empresas e Consórcios do Grupo CEMIG

Empresas e Consórcios do Grupo CEMIG Empresas e Consórcios do Grupo CEMIG Roteiro 1. A EMPRESA EFFICIENTIA 2. CAMPOS DE ATUAÇÃO 3. PROJETOS TÍPICOS E CASOS DE SUCESSO A Efficientia na Holding CEMIG Empresa especializada em eficiência e Soluções

Leia mais

Relatório de Mercado Semanal

Relatório de Mercado Semanal Boletim Focus Relatório de Mercado Focus Fonte:Banco Central Cenário A semana que passou foi marcada pelo forte movimento de correção nas bolsas mundiais ocorrido na sexta-feira (9), após declarações hawkish

Leia mais

Definições. Tarefa: atividades individualizadas e executadas por um ocupante de cargo. Cargos simples e repetitivos.

Definições. Tarefa: atividades individualizadas e executadas por um ocupante de cargo. Cargos simples e repetitivos. Desenho de Cargos 1 Definições Tarefa: atividades individualizadas e executadas por um ocupante de cargo. Cargos simples e repetitivos. Atribuição: atividades individualizadas, executadas por um ocupante

Leia mais

FORMAÇÃO DE TREINADORES COM PNL

FORMAÇÃO DE TREINADORES COM PNL FORMAÇÃO DE TREINADORES COM PNL Garanta já a sua vaga! APRESENTAÇÃO A Formação de Treinadores em programação neurolinguística visa possibilitar a aplicação das técnicas da PNL como um treinador, desenvolver

Leia mais

QUADRO DE DISCIPLINAS

QUADRO DE DISCIPLINAS QUADRO DE DISCIPLINAS Disciplinas 1 Horas- Aula 2 1. Fundamentos do Gerenciamento de Projetos 24 2. Gerenciamento do Escopo em Projetos 24 3. Gerenciamento da Qualidade em Projetos 12 4. Gerenciamento

Leia mais

BLOQUEIO E IDENTIFICAÇÃO DE ENERGIA LOCK-OUT & TAG-OUT AGUINALDO

BLOQUEIO E IDENTIFICAÇÃO DE ENERGIA LOCK-OUT & TAG-OUT AGUINALDO BLOQUEIO E IDENTIFICAÇÃO DE ENERGIA LOCK-OUT & TAG-OUT ENERGIA Elétrica Mecânica Hidraúlica Pneumática Química Térmica Gravidade Radiação Os procedimentos de Bloqueio e Identificação de Energia são a maneira

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Segurança Privada

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Segurança Privada SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Segurança Privada Campus Centro I Missão O Curso Superior de Tecnologia em Gestão da Segurança Privada tem como missão, formar profissionais

Leia mais

Liderando Mudanças. Jorge Bassalo Outubro 2015

Liderando Mudanças. Jorge Bassalo Outubro 2015 Liderando Mudanças Jorge Bassalo Outubro 2015 Liderando Mudanças Conceituando Gestão de Mudanças Organizacionais Dificuldades de Adoção nas Empresas Liderança Transformadora Modelos Individual/Organizacional

Leia mais

Cases de sucesso em Higienização das Mãos

Cases de sucesso em Higienização das Mãos Cases de sucesso em Higienização das Mãos Serviço de Controle de Infecção Hospitalar Enf. Juliana Prates O começo... 2008 Início do processo mais estruturado de Higiene de Mãos O processo... Campanhas

Leia mais

Atendimento a Empresas. Como a Voitto pode acelerar os resultados da sua empresa por meio do Desenvolvimento de Pessoas.

Atendimento a Empresas. Como a Voitto pode acelerar os resultados da sua empresa por meio do Desenvolvimento de Pessoas. Atendimento a Empresas Como a Voitto pode acelerar os resultados da sua empresa por meio do Desenvolvimento de Pessoas. 1. Programa de Atendimento Corporativo Voitto Fundada em Maio de 2008, a Voitto é

Leia mais

IV SEMINÁRIO HOSPITAIS SAUDÁVEIS SHS 2011 ISCMSP CARMEN E. HADDAD

IV SEMINÁRIO HOSPITAIS SAUDÁVEIS SHS 2011 ISCMSP CARMEN E. HADDAD IV SEMINÁRIO HOSPITAIS SAUDÁVEIS SHS 2011 ISCMSP CARMEN E. HADDAD PORTARIA Nº 485 11/11/2005 Aprova a Norma Regulamentadora nº 32 Segurança e Saúde no Trabalho em Estabelecimento de Saúde ARTIGOS DE INTERESSE

Leia mais

ACADEMIA DRIVU. OFERTA FORMATIVA 2017 Nível Estratégico. Transformamos condutores em motoristas profissionais

ACADEMIA DRIVU. OFERTA FORMATIVA 2017 Nível Estratégico. Transformamos condutores em motoristas profissionais ACADEMIA DRIVU ACADEMIA DRIVU Nível NívelEstratégico Estratégico 6. Saúde edo Segurança 1.Gestão Tempo no Trabalho Noções básicas Como gasta o seu tempo? Interação Comercial Eficaz Como deseja gastar o

Leia mais

III Benchmarking de Segurança 2015

III Benchmarking de Segurança 2015 III Benchmarking de Segurança 2015 INOVAÇÃO. EDUCAÇÃO. COMPORTAMENTO Karla M. P. de Carvalho e Rubens Kuhl GERDAU AO REDOR DO MUNDO MISSÃO, VISÃO, VALORES E CÓDIGO DE ÉTICA Missão Gerar valor para nossos

Leia mais

O MERCADO INTERNACIONAL DE MINÉRIO DE FERRO E SUAS PERSPECTIVAS

O MERCADO INTERNACIONAL DE MINÉRIO DE FERRO E SUAS PERSPECTIVAS O MERCADO INTERNACIONAL DE MINÉRIO DE FERRO E SUAS PERSPECTIVAS Maio, 2014 N T I A L S T R I C T L Y P R I V A T E A N D C O N F I D E N HRC - China Níquel Cobre Alumínio Minério de Ferro Apr-14 Jan-14

Leia mais

Estudo de acidentalidade na mineração do Estado de Minas Gerais

Estudo de acidentalidade na mineração do Estado de Minas Gerais Estudo de acidentalidade na mineração do Estado de Minas Gerais Renan Collantes Candia; Vitor Moreira Campos. Departamento de Engenharia de Minas Universidade Federal de Minas Gerais Mário Parreiras de

Leia mais

PSICOLOGIA E GERENCIAMENTO DE PESSOAS. DISCIPLINA: RELACIONAMENTO INTERPESSOAL Prof. Dr. Márcio Magalhães Fontoura

PSICOLOGIA E GERENCIAMENTO DE PESSOAS. DISCIPLINA: RELACIONAMENTO INTERPESSOAL Prof. Dr. Márcio Magalhães Fontoura PSICOLOGIA E GERENCIAMENTO DE PESSOAS DISCIPLINA: RELACIONAMENTO INTERPESSOAL Prof. Dr. Márcio Magalhães Fontoura Psicologia Objeto de Estudo Psique = alma + logos = estudo Grécia berço da Psicologia Desejo

Leia mais

Apresentação 1T15. Apresentação Usiminas 2T11 - APIMEC. Classificação da Informação: Pública

Apresentação 1T15. Apresentação Usiminas 2T11 - APIMEC. Classificação da Informação: Pública Apresentação 1T15 Apresentação Usiminas 2T11 - APIMEC Classificação da Informação: Pública 2 Agenda Usiminas em linhas gerais Informações de Mercado Usiminas e suas Unidades de Negócio Informações Financeiras

Leia mais

Liderança em Projetos

Liderança em Projetos Liderança em Projetos Ricardo Viana Vargas, MSc, IPMA-B, PMP ricardo.vargas@macrosolutions.com.br Ricardo Viana Vargas, MSc, IPMA-B, PMP Ricardo Vargas é especialista em gerenciamento de projetos, portfólio

Leia mais

Apresentação 4T14 e 2014

Apresentação 4T14 e 2014 Apresentação 4T14 e 2014 Apresentação Usiminas 2T11 - APIMEC Classificação da Informação: Pública 2 Agenda Usiminas em linhas gerais Informações de Mercado Usiminas e suas Unidades de Negócio Informações

Leia mais

Apresentação Usiminas 1T11

Apresentação Usiminas 1T11 Apresentação Usiminas 1T11 Agenda Visão Geral Usiminas e suas Unidades de Negócio Destaques Financeiros 2 Agenda Visão Geral Usiminas e suas Unidades de Negócio Destaques Financeiros 3 Produção Mundial

Leia mais

Introdução controle manual pelo coordenador da disciplina: abordagem conceitual: jogos lúdicos:

Introdução controle manual pelo coordenador da disciplina: abordagem conceitual: jogos lúdicos: 1 Introdução Desde a última década, uma nova forma de ensino na área administrativa tem chamado a atenção por seu espírito inovador, pela forma dinâmica de seu aprendizado e pela criatividade estimulada

Leia mais

O QUE QUEREMOS DA CONSTRUÇÃO NO BRASIL? Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho

O QUE QUEREMOS DA CONSTRUÇÃO NO BRASIL? Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho Engº José Carlos de Arruda Sampaio Diretor da JDL Qualidade, Segurança do Trabalho e Meio Ambiente Brasília: 10/05/2015 O Mercado Crescimento vai depender da disponibilidade

Leia mais

PLANO DE EMERGÊNCIA. Responsável Técnico: Executante: Portador/ Ponto de Uso: Recursos Necessários:

PLANO DE EMERGÊNCIA. Responsável Técnico: Executante: Portador/ Ponto de Uso: Recursos Necessários: TÍTULO: PLANO DE EMERGÊNCIA N.º PRO- -DECG Pág.: 1 de 5 Responsável Técnico: Executante: Portador/ Ponto de Uso: Recursos Necessários: PLANO DE EMERGÊNCIA TÍTULO: PLANO DE EMERGÊNCIA N.º PRO- -DECG Pág.:

Leia mais

APIMEC-SP. Rômel Erwin de Souza CEO 23/11/16. Classificação da Informação: Pública

APIMEC-SP. Rômel Erwin de Souza CEO 23/11/16. Classificação da Informação: Pública APIMEC-SP Rômel Erwin de Souza CEO 23/11/16 Classificação da Informação: Pública 2 Agenda Usiminas em linhas gerais Informações de Mercado Usiminas e suas Unidades de Negócio Informações Financeiras 3

Leia mais

1 - Educação Pré- Escolar (Despacho n.º 5220/97, de 4 de agosto) 2-1.º Ciclo do Ensino Básico (DL n.º 139/2012, de 5 de julho, com as alterações

1 - Educação Pré- Escolar (Despacho n.º 5220/97, de 4 de agosto) 2-1.º Ciclo do Ensino Básico (DL n.º 139/2012, de 5 de julho, com as alterações 1 - Educação Pré- Escolar (Despacho n.º 5220/97, de 4 de agosto) 2-1.º Ciclo do Ensino Básico (DL n.º 139/2012, de 5 de julho, com as alterações introduzidas pelo DL n.º 91/2013, de 10 de julho) 3-2.º

Leia mais

Fundamentos da Gestão de Riscos

Fundamentos da Gestão de Riscos BUSINESS ASSURANCE Fundamentos da Gestão de Riscos Gestão de riscos ambientais Felipe Antunes e Deodato dos Santos SAFER, SMARTER, GREENER DNV GL Fundaçãodatadade 1864 400+ escritórios 100+ países 16.500

Leia mais

AULA 13 GESTÃO DE PESSOAS III PROF. PROCÓPIO

AULA 13 GESTÃO DE PESSOAS III PROF. PROCÓPIO AULA 13 GESTÃO DE PESSOAS III PROF. PROCÓPIO ETEC SÃO MATEUS - 13-05-2016 Não fique sem o conteúdo, acesse: www.professorprocopio.com OTreinamento É um processo que promove a aquisição de habilidades,

Leia mais

Relatório de Investimento e Gestão Social 2014

Relatório de Investimento e Gestão Social 2014 Relatório de Investimento e Gestão Social 2014 Divisão de Promoção da Cidadania Empresarial e Projetos com a Sociedade - PCSC Departamento de Responsabilidade Social e Projetos com a Sociedade PCS Sumário

Leia mais

Gestão de Pessoas Natura

Gestão de Pessoas Natura Seminário Internacional Em Busca da Excelência 2004 Gestão de Pessoas Natura Flavio Pesiguelo Natura 24/03/2004 Natura Maior empresa brasileira de cosméticos Nascida em 1969 Países em que atua: Brasil,

Leia mais

Lei n.º 28/2016, de 23/08/2016

Lei n.º 28/2016, de 23/08/2016 Lei n.º 28/2016, de 23/08/2016 Combate as formas modernas de trabalho forçado, procedendo à: - 11ª alteração à Lei n.º 7/2009, de 12/02, que aprova o Código do Trabalho (altera artº 174º e 551º); - 5ª

Leia mais

Mais que uma agência, a sua consultoria!

Mais que uma agência, a sua consultoria! 2016149 - Analista de Negócio Idade Mínima:18 Requisitos - Ensino Superior em Ciências Contábeis - Experiências na área contábil e fiscal Atividades - Prestar suporte as áreas de negócio da empresa. -

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE ENGENHARIA QUÍMICA MAPA DE RISCOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE ENGENHARIA QUÍMICA MAPA DE RISCOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE ENGENHARIA QUÍMICA MAPA DE RISCOS Autores: Professor: Cláudia Gonçalves de Azevedo Marina Damião Besteti Kallyu Manoel de Souza Luís Cláudio Lopes Outubro,

Leia mais

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO COM TOUROS NO PROGRAMA NACIONAL DE MELHORAMENTO DO GIR LEITEIRO PRÉ-SELEÇÃO E TESTE DE PROGÊNIE

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO COM TOUROS NO PROGRAMA NACIONAL DE MELHORAMENTO DO GIR LEITEIRO PRÉ-SELEÇÃO E TESTE DE PROGÊNIE REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO COM TOUROS NO PROGRAMA NACIONAL DE MELHORAMENTO DO GIR LEITEIRO PRÉ-SELEÇÃO E TESTE DE PROGÊNIE CAPÍTULO I REQUISITOS DO PROPRIETÁRIO Art.1º - O interessado em inscrever touro

Leia mais

RECEITA LÍQUIDA E LUCRO LÍQUIDO NOS 9M11 ATINGEM RECORDES. São Paulo, 27 de outubro de 2011

RECEITA LÍQUIDA E LUCRO LÍQUIDO NOS 9M11 ATINGEM RECORDES. São Paulo, 27 de outubro de 2011 RECEITA LÍQUIDA E LUCRO LÍQUIDO NOS 9M11 ATINGEM RECORDES São Paulo, 27 de outubro de 2011 A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) (BM&FBOVESPA: CSNA3) (NYSE: SID) divulga seus resultados do terceiro trimestre

Leia mais

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO Ancoragem das expectativas inflacionárias Por motivos internos e externos, na semana de 08 a 15 de abril, o prêmio de risco soberano brasileiro reduziu-se em 48 pontos básicos. A expectativa de um eventual

Leia mais

ANDRÉA KATHERINE VERA CRUZ Companhia Energética de Pernambuco. Renato Gomes da Silveira. Companhia Energética do Rio Grande do Norte

ANDRÉA KATHERINE VERA CRUZ Companhia Energética de Pernambuco. Renato Gomes da Silveira. Companhia Energética do Rio Grande do Norte XXII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétri SENDI 2016-07 a 10 de novembro Curitiba - PR - Brasil ANDRÉA KATHERINE VERA CRUZ Companhia Energética de Pernambuco andreak@neoenergia.com Renato

Leia mais

Avaliação socioambiental de fornecedores

Avaliação socioambiental de fornecedores Avaliação socioambiental de fornecedores IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA Razão Social: CNPJ: Material/serviço que fornece: Responsável pelas informações: Cargo: Telefone: E-mail: Questionário Gostaríamos de conhecer

Leia mais

Plano de Carreira para Vendedores Ivy Mara ey Royalle

Plano de Carreira para Vendedores Ivy Mara ey Royalle Plano de Carreira para Vendedores Ivy Mara ey Royalle Vamos conhecer agora o nosso Plano de Carreira, criado para que você possa evoluir junto conosco sempre. Vendedor Júnior Quando você entende que deseja

Leia mais

Mercado Internacional. Renato Vallerini Junior

Mercado Internacional. Renato Vallerini Junior Mercado Internacional Renato Vallerini Junior Produção Mundial de Aço Bruto - 2005 348 Produção Mundial 1.129 milhões de t 112 94 64 48 45 39 39 32 29 21 China Japão EUA Rússia Coréia Alemanha Índia Ucrânia

Leia mais

Estratégia. Usiminas e o Setor de Distribuição. Projeto Reinventando

Estratégia. Usiminas e o Setor de Distribuição. Projeto Reinventando Agosto, 2009 1S09 Agenda Cenário Atual Estratégia Usiminas e o Setor de Distribuição Plano de Investimentos t Projeto Reinventando 2 Cenário Atual 3 A Usiminas é a maior produtora de aços planos da América

Leia mais

LIDERANÇA SISTEMA DE GESTÃO DA PECUÁRIA DE LEITE GESTÃO DE EMPRESAS PRODUTORAS DE LEITE LIDERANÇA MÉTODO CONHECIMENTO

LIDERANÇA SISTEMA DE GESTÃO DA PECUÁRIA DE LEITE GESTÃO DE EMPRESAS PRODUTORAS DE LEITE LIDERANÇA MÉTODO CONHECIMENTO CLINICA DO LEITE DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA LUIZ DE QUEIROZ UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO SISTEMA DE GESTÃO DA PECUÁRIA DE LEITE Universidade de São Paulo Escola Superior de Agricultura

Leia mais

O Cartão consignado líder do mercado. BMG CARD

O Cartão consignado líder do mercado. BMG CARD O Cartão consignado líder do mercado. BMG CARD ACOMPANHE AS PRINCIPAIS ETAPAS PARA SER BEM SUCEDIDO NA VENDA, GANHAR A SATISFAÇÃO DO CLIENTE E SER BEM REMUNERADO. Roteiro Operacional Limites Múltiplos

Leia mais

Gestão da Segurança em Saúde

Gestão da Segurança em Saúde Gestão da Segurança em Saúde Fernanda P. Fernandes dos Anjos Consultora de Gerenciamento e Vigilância do Risco Diretoria de Prática Assistencial, Qualidade, Segurança e Meio Ambiente 44.000-98.000 mortes

Leia mais

INSTITUTO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS VALE DO PARANAPANEMA LTDA CNPJ: / FACULDADES INTEGRADAS DE TAGUAÍ

INSTITUTO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS VALE DO PARANAPANEMA LTDA CNPJ: / FACULDADES INTEGRADAS DE TAGUAÍ VALE DO PARANAPANEMA LTDA CNPJ: 19.412.711/0001-30 POLÍTICA DE AQUISIÇÃO, ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) TAGUAÍ SP 2015 Política de Aquisição, Atualização e Manutenção

Leia mais

Segurança e saúde no trabalho em espaços confinados. Engº Laércio Zgoda

Segurança e saúde no trabalho em espaços confinados. Engº Laércio Zgoda Segurança e saúde no trabalho em espaços confinados Engº Laércio Zgoda Ocorrido em 10/04/2015 Ocorrido em 5/5/2016 Fonte: DATAPREV, CAT, SUB. ÓBITOS POR 1.000 ACIDENTES DO TRABALHO, SEGUNDO AS GRANDES

Leia mais

MODELODEREUNIÃODESUPERVISÃO

MODELODEREUNIÃODESUPERVISÃO MODELODEREUNIÃODESUPERVISÃO BrunoMonteiro ÉPastorPresidentedoMinistérioUnçãodo Crescimento e apaixonado por liderança. TreinaecapacitaPastoreselíderesno BrasilenoExterior. Estudou administração, é formado

Leia mais

CORPO TÉCNICO PROGRAMAS DE FORMAÇÃO: SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO, TECNOLOGIA E GESTÃO AMBIENTAL E GESTOR DA QUALIDADE

CORPO TÉCNICO PROGRAMAS DE FORMAÇÃO: SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO, TECNOLOGIA E GESTÃO AMBIENTAL E GESTOR DA QUALIDADE EDUARDO ANDRADE GESTOR TÉCNICO GESTÃO INTEGRADA Formado em tecnologia Mecânica especialidade em processos de produção. Pós graduado em Administração Industrial, Tecnologia Ambiental e Higiene Ocupacional.

Leia mais

Dados Gerais PONTE DE LAGUNA. Extensão Total da Ponte: 2.815m. Valor do Contrato: R$ ,20. Data base: Março/2010. Prazo Contratual: 36 meses

Dados Gerais PONTE DE LAGUNA. Extensão Total da Ponte: 2.815m. Valor do Contrato: R$ ,20. Data base: Março/2010. Prazo Contratual: 36 meses 2 Dados Gerais Extensão Total da Ponte: 2.815m Valor do Contrato: R$ 597.390.145,20 Data base: Março/2010 Prazo Contratual: 36 meses Data da Assinatura do Contrato: 29/04/2011 Ordem de Reinício a partir

Leia mais

4Q 2008 Figures Março 2009,

4Q 2008 Figures Março 2009, 4Q 2008 Figures Março, 2009 Agenda Cenário Atual Estratégia Plano de Investimentos Usiminas e o Setor de Distribuição 2 Cenário Atual 3 A maior produtora de aços planos da América Latina e a 35 produtora

Leia mais

RAPHAEL TALAYER DA SILVA LAGES Tel: (21) / Nascimento: 28/02/

RAPHAEL TALAYER DA SILVA LAGES Tel: (21) / Nascimento: 28/02/ RAPHAEL TALAYER DA SILVA LAGES Tel: (21) 4107-1328 / 99284-2288 Nascimento: 28/02/1981 E-mail: raphael.talayer@gmail.com OBJETIVO: Gerência de QSMS / Gerência Administrativa Formação Acadêmica Doutorando

Leia mais

Informações sobre a Economia Mineral do Estado de Minas Gerais

Informações sobre a Economia Mineral do Estado de Minas Gerais Informações sobre a Economia Mineral do Estado de Minas Gerais Atualizado em Julho de 2013 Estatísticas Minerais sobre MG Minas Gerais é o mais importante estado minerador do país; Minas Gerais extrai

Leia mais

Informações sobre a Economia Mineral do Estado de Minas Gerais. Informações até Dezembro de 2014 Divulgado em 25 de Março de 2015

Informações sobre a Economia Mineral do Estado de Minas Gerais. Informações até Dezembro de 2014 Divulgado em 25 de Março de 2015 Informações sobre a Economia Mineral do Estado de Minas Gerais Informações até Dezembro de 2014 Divulgado em 25 de Março de 2015 Estatísticas Minerais sobre MG Minas Gerais é o mais importante estado minerador

Leia mais

AS HABILIDADES QUE VOCÊ PRECISA TER COMO GERENTE DE PROJETOS

AS HABILIDADES QUE VOCÊ PRECISA TER COMO GERENTE DE PROJETOS AS HABILIDADES QUE VOCÊ PRECISA TER COMO GERENTE DE PROJETOS INTRODUÇÃO Quais são as habilidades que você precisa ter como gerente de projetos PG 02 e 04 Habilidades Comportamentais Quais são as habilidades

Leia mais

Anexo I - Notícia: Desde 2004 que não morriam tantas pessoas no trabalho

Anexo I - Notícia: Desde 2004 que não morriam tantas pessoas no trabalho Anexo I - Notícia: Desde 2004 que não morriam tantas pessoas no trabalho Desde 2004 que não morriam tantas pessoas no trabalho Data: 27-01-2012 Fonte: Diário Notícias Desde 2004 que não morriam tantas

Leia mais

Governo do Estado lança programa de redistribuição de renda através da Lotep

Governo do Estado lança programa de redistribuição de renda através da Lotep PLANO DE REVENDA Governo do Estado lança programa de redistribuição de renda através da Lotep O Governo do Estado da Paraíba, através da Loteria do Estado (Lotep), lança o sistema de venda de bilhete de

Leia mais

TIPOS DE PATROCÍNIOS. Categoria Principal Especial Auspiciante Colaborador. Preço (U$S) Publicidade em comunicações online

TIPOS DE PATROCÍNIOS. Categoria Principal Especial Auspiciante Colaborador. Preço (U$S) Publicidade em comunicações online TIPOS DE PATROCÍNIOS Categoria Principal Especial Auspiciante Colaborador Publicidade em comunicações online Publicidade em entregáveis Opções de estandes disponíveis 2 (0 m 2 ) 3 4 5 6 7 (4,5 m 2 ) 2

Leia mais

http://www.youtube.com/watch?v=d0fptv_kq9s XII WORKSHOP DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA 8º ENCONTRO DO FÓRUM DE COORDENADORES DE CURSOS DE GRADUAÇÃO EM QUÍMICA Aprendendo a Empreender Um novo desafio Mauricio

Leia mais

Treinamento Presencial: Spend Analysis para Compras. Data: 10 de Novembro de 2015 Carga horária: 8 horas Local: São Paulo/ SP

Treinamento Presencial: Spend Analysis para Compras. Data: 10 de Novembro de 2015 Carga horária: 8 horas Local: São Paulo/ SP Treinamento Presencial: Spend Analysis para Compras Data: 10 de Novembro de 2015 Carga horária: 8 horas Local: São Paulo/ SP Procurement Business School Quem somos: Procurement Business School é a mais

Leia mais

Controle da qualidade on-line Prof. André Jun Nishizawa Capítulo 4

Controle da qualidade on-line Prof. André Jun Nishizawa Capítulo 4 Controle da qualidade on-line Prof. Capítulo 4 Sumário 7 ferramentas da qualidade 7 novas ferramentas da qualidade 7 ferramentas da qualidade Diagrama de causa-efeito Folha de verificação Histograma Gráfico

Leia mais

Resultados do Terceiro Trimestre de 2015

Resultados do Terceiro Trimestre de 2015 São Paulo, 13 de novembro de 2015 Resultados do Terceiro Trimestre de 2015 A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) (BM&FBOVESPA: CSNA3) (NYSE: SID) divulga seus resultados do terceiro trimestre de 2015

Leia mais

PRECEPTOR DA RESIDÊNCIA MÉDICA. CFM Câmara Técnica de Pediatria

PRECEPTOR DA RESIDÊNCIA MÉDICA. CFM Câmara Técnica de Pediatria PRECEPTOR DA RESIDÊNCIA MÉDICA CFM Câmara Técnica de Pediatria Definição Na educação médica a figura de um profissional experiente, que auxilia na formação, é uma constante. No decorrer dos tempos, até

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE OUVIDORIA]

PROCEDIMENTOS DE OUVIDORIA] 2013 CONSÓRCIO UNILANCE TRIXX CONSULTING [MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS DE OUVIDORIA] De forma a atender aos procedimentos de controle e Direção, bem como agir de acordo com a legislação o Consórcio

Leia mais

PERCURSO 14 Região Norte: a construção de espaços geográficos. Prof. Gabriel Rocha 7º ano - EBS

PERCURSO 14 Região Norte: a construção de espaços geográficos. Prof. Gabriel Rocha 7º ano - EBS PERCURSO 14 Região Norte: a construção de espaços geográficos. Prof. Gabriel Rocha 7º ano - EBS 1 A construção do espaço geográfico de 1500 a 1930 A ocupação da Amazônia não despertava tanto interesse

Leia mais

Boa Leitura! Essa é a Black Friday Gazin 2015!

Boa Leitura! Essa é a Black Friday Gazin 2015! Sexta feira, 27 de Novembro de 2015 Jornalista Responsável: Juliana Cardozo Black Friday Gazin 2015! Confira as dicas do Gazin Atacado para o Black Friday. Semana de treinamento na Matriz da Gazin, veja

Leia mais

Apresentação Usiminas 3T12

Apresentação Usiminas 3T12 Apresentação Usiminas 3T12 Agenda Visão Geral Visão Geral Usiminas e suas Unidades de Negócio Destaques Operacionais e Financeiros 2 Produção Mundial - 2011 Total 1.527 milhões de toneladas Produção por

Leia mais

Governança aplicada à Gestão de Pessoas

Governança aplicada à Gestão de Pessoas Governança de pessoal: aperfeiçoando o desempenho da administração pública Governança aplicada à Gestão de Pessoas Ministro substituto Marcos Bemquerer Brasília DF, 15 de maio de 2013 TCU Diálogo Público

Leia mais

Samarco intensifica obras em Candonga

Samarco intensifica obras em Candonga Samarco intensifica obras em Candonga Empresa implanta tecnologia usada em construção de atracadouros de navios e pontes de grande porte para ampliar a contenção de rejeitos. Trabalhos de dragagem continuam

Leia mais

Clima e Socialização organizacional

Clima e Socialização organizacional Função Aplicação de pessoas: Clima e Socialização organizacional Livros: CHIAVENATO, Gestão de pessoas TACHIZAMA, et al. Material na xerox (pg.240-255) SOCIALIZAÇÃO ORGANIZACIONAL É a maneira pela qual

Leia mais

PRUMO LOGÍSTICA S.A. CNPJ/MF n.º / NIRE (Companhia Aberta)

PRUMO LOGÍSTICA S.A. CNPJ/MF n.º / NIRE (Companhia Aberta) PRUMO LOGÍSTICA S.A. CNPJ/MF n.º 08.741.499/0001-08 NIRE 33.3.0028154-1 (Companhia Aberta) ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 04 DE OUTUBRO DE 2015 I. DATA, HORA E LOCAL: No dia 04

Leia mais

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA FEIRA DA BOAVISTA DA FREGUESIA DE BENFICA

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA FEIRA DA BOAVISTA DA FREGUESIA DE BENFICA REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA FEIRA DA BOAVISTA DA FREGUESIA DE BENFICA Artigo 1º Caracterização da Feira - Localização, Tema, Periodicidade e Horário funcionamento 1. A feira DA BOAVISTA rege-se pelo

Leia mais