Informativo Semanal de Economia Bancária

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Informativo Semanal de Economia Bancária"

Transcrição

1 1 Comentário Semanal Sem grandes novidades no Relatório Focus desta segunda-feira, apenas pequenos ajustes nas previsões para o IPCA e a Produção industrial de 2010, as atenções estarão voltadas esta semana para as publicações pelo BC das Notas de Política Monetária, Setor Externo, Crédito e Política Fiscal. Nesse sentido, vale ressaltar o desempenho esperado para o setor de crédito em outubro, na nota a ser divulgada na quarta-feira. Segundo nossa pesquisa de crédito realizada nas últimas semanas, verificamos evolução positiva de 1,2% nos saldos de operações para Pessoa Física e 0,5% em Pessoa Jurídica. Apesar desse crescimento ser mais forte do que o observado em setembro, os números são um pouco abaixo do esperado nas concessões, possivelmente indicando um ritmo marginal mais lento de recuperação do crédito. No segmento de PF, o desempenho deverá ser mais favorável nas operações com cartão e no crédito pessoal, compensando uma retração das concessões para financiamento de veículos, provavelmente pela queda nas vendas após a recomposição da alíquota do IPI. Em PJ, segundo nossa pesquisa, as concessões voltam a recuar, com queda no segmento de grandes empresas e aumento em pequenas e médias. Se estes números se confirmarem, a mudança na composição das carteiras pode pressionar os spreads (mais cartão de crédito e menos financiamento a veículos em PF e mais empréstimos para pequenas empresas e menos para grandes companhias no segmento de PJ). Nos EUA, apesar da semana reduzida pelo feriado de Ação de Graças na quinta, a agenda de indicadores é intensa até a quarta-feira, com a revisão do PIB do 3T09 e os importantes dados sobre a renda, gastos e confiança do consumidor, de cuja recuperação depende a economia norteamericana, dado o elevado peso do consumo no PIB do país. Em paralelo, é preciso acompanhar o debate sobre a questão da regulamentação do setor financeiro mundial. É verdade que o Brasil já adota regras mais rígidas que as internacionais em alguns aspectos e existe a expectativa de que eventuais medidas sejam finalizadas apenas no segundo semestre de 2010, pois serão definidas no âmbito das instituições multilaterais, como o G-20 e o BIS. Contudo, as mudanças deverão trazer repercussões também sobre o setor bancário brasileiro, conforme sinaliza o BC. Índice Indicadores Nacionais... pág. 2 Indicadores Internacionais... pág. 2 Destaques da Semana... pág. 3 a 4 Indicadores Úteis... pág. 5 e 6

2 2 Indicadores Nacionais Dia Indicadores Nacionais Período Consenso de Mercado Anterior 23/11 (seg) Arrecadação de impostos Out/ M M 23/11 (Seg) BC: Nota de Mercado Aberto Out/ /11 (Ter) BC: Nota de Setor Externo Out/ /11 (Qua) BC: Nota de Crédito Out/ /11 (Qua) FGV: Confiança do Consumidor Nov/09-114,5 25/11 (Qua) Tesouro: Resultado Fiscal do Governo Central Out/09 - R$ 12,4 bi - R$ 7,63 bi 26/11 (Qui) IBGE: Taxa de desemprego Out/09 7,6% 7,7% 26/11 (Qui) IBGE: IPCA-15 Nov/09 0,34% 0,18% 26/11 (Qui) BC: Nota de Política Fiscal Out/ /11 (Sex) FGV: IGP-M (M/M e A/A) Nov/09 0,15% / -1,51% 0,05% / -1,31% Indicadores Internacionais Dia Indicadores Internacionais Período Consenso de Mercado Anterior 23/11 (Seg) EUA: Índice de atividade / Fed Chicago Out/ ,81 23/11 (Seg) EUA: Venda de casas existentes Out/09 2,3% 9,4% 24/11 (Ter) EUA: PIB anualizado T/T (revisado) 3T/09 2,9% 3,5% 24/11 (Ter) EUA: S&P/CaseShiller Set/ /11 (Ter) EUA: Confiança do Consumidor Nov/09 47,5 47,7 24/11 (Ter) EUA: Ata do FOMC /11 (Qua) EUA: Renda Pessoal Out/09 0,2% 0% 25/11 (Qua) EUA: Gastos Pessoais Out/09 0,5% -0,5% 25/11 (Qua) EUA: Pedidos de bens duráveis Out/09 0,5% 1% 25/11 (Qua) EUA: Venda de casas novas Out/09 0,8% -3,6% 26/11 (Qui) Japão: Taxa de desemprego Out/09 5,4% 5,3% 27/11 (Sex) Z. do Euro: Confiança do consumidor, econômica e industrial Nov/09-17 / 88,0 / / 86,2 / -21

3 3 Destaques da Semana Crédito e Bancos O Banco Mercantil do Brasil apurou lucro de R$ 7 mi no 3T09, valor 42% abaixo do verificado no 2T09. No 3T08, entretanto, o lucro havia sido próximo de zero. Na comparação com o 2T09, houve retração da carteira de crédito (de R$ 4,12 bi para R$ 4,03 bi) e uma conseqüente queda de 5% das receitas com operações de crédito. As despesas com PDD somaram R$ 81 mi, 2,5% superiores ao 2T09 e 68,8% acima do 3T08. Houve crescimento de 6,9% da receita de prestação de serviços (R$ 31 mi) e de 14,1% das Outras Despesas Administrativas (R$ 113 mi), além de recuo de 4,6% da Despesa com Pessoal (R$ 63 mi). O nível de depósitos, que teve forte queda do terceiro para o quarto trimestre de 2008 em razão da crise, cresceu 6,46% em relação a junho desse ano, somando R$ 3,96 bi, e já é 5,81% maior que em setembro de O Panamericano lucrou R$ 46,7 mi no 3T09, resultado 6,8% menor que o 2T09 e 28,5% abaixo do 3T08. O ROAE anualizado atingiu 13,0%, taxa 1,5 p.p. menor que a do 2T09 e 9,3 p.p. abaixo do 3T08. A carteira de crédito somou R$ 9,3 bi, 2,7% acima da verificada no 2T09 e 1,6% menor que no 3T08. A receita com operações de crédito foi de R$ 617,6 mi, valor 24% maior que o do 2T09 e 6,3% abaixo do 3T08. Já as despesas com PDD foram de R$ 588,6 mi, queda de 14,1% ante o 2T09 e 14,2% maior que o do 3T08. Nível de Atividade e Preços Os dados do CAGED mostraram criação líquida de 231 mil postos de trabalho em outubro, reflexo da abertura de 1,43 milhão e corte de 1,20 milhão de vagas. Esse número, o maior da série para esse mês, foi encarado com otimismo pelo mercado, que previa a criação de 180 mil vagas, e confirma evolução positiva do mercado de trabalho no pós-crise. O setor que mais contribuiu para esse resultado foi o da indústria de transformação ( vagas líquidas), seguido dos serviços ( vagas líquidas) e do comércio ( vagas líquidas). O setor agropecuário foi o único que apresentou fechamento de postos ( ), devido em grande parte à entressafra na região sudeste. Os dados do emprego aumentam a ansiedade em relação ao comportamento da inflação e à conseqüente elevação dos juros em jan/08 Criação de Vagas Formais - CAGED abr/08 jul/08 out/08 jan/09 Média M óvel 12m abr/09 jul/09 M ensal Estudo do IBGE sobre as contas nacionais regionais mostra que os oito estados com maiores PIB em 2007 SP, RJ, MG, RS, PR, BA, SC, e DF eram os mesmos em Houve, entretanto, diminuição da participação do grupo no PIB total de 81,5% para 78,7% no período. A participação da região Sudeste continuava sendo a maior em 2007, mas foi a única a recuar (de 59,1% para 56,4%). Esse movimento foi liderado por SP (queda de 3,4 p.p.), que perdeu participação na indústria geral (-9,1 p.p.) resultado da migração de plantas industriais para outros estados, perdeu um pouco em serviços (-1,5 p.p.) e ganhou em agropecuária (1,4 p.p.). Já o Nordeste teve o maior avanço, tendo sua participação no PIB subido de 12% para 13,1% (veja a tabela abaixo). No ano de 2007, o estado do MT foi o que mais cresceu (11,3%), e SP ficou na quarta posição (7,4%). O DF, seguido de SP e RJ, terminou aquele ano ainda como o estado com maior PIB per capita (R$ ), cerca de três vezes o nacional (R$ ). Já o Piauí, logo atrás de Maranhão e Alagoas, teve o pior PIB per capita (R$ 4.662). Participação das grandes regiões no PIB a preço de mercado (%) Grandes regiões out/09 Variação real do PIB em 2007 Norte 4,2 4,4 5,0 5,0 3,8% Nordeste 12,0 12,4 13,1 13,1 4,8% Sudeste 59,1 58,3 56,5 56,4 6,4% Sul 16,2 16,5 16,6 16,6 6,5% Centro-Oeste 8,4 8,4 8,9 8,9 6,8% Brasil ,1%

4 4 Fonte: IBGE A segunda prévia do IGP-M de novembro variou 0,09%, taxa pouco superior à de outubro (0,04%). O IPA subiu de 0,02% na edição passada para 0,09% nesta, tendo a aceleração dos produtos agropecuários (de -1,05% para 0,71%) mais que compensado a desaceleração dos industriais (de 0,37% para 0,07%). O IPC também apresentou leve aceleração (de 0,03% para 0,07%), liderada pelos preços dos alimentos (de -0,96% para -0,38%). A inflação do INCC se manteve próxima da estabilidade (de 0,13% para 0,12%). Já o IGP-10 variou 0,07% em novembro, taxa 0,03 p.p. inferior à apurada em outubro. O IPA permaneceu relativamente estável, indo de 0,09% para 0,08% entre outubro e esse mês. A aceleração dos preços dos bens agropecuários foi compensada pela desaceleração dos produtos industriais. O IPC variou 0,02%, ante 0,11% em outubro. As classes Alimentação, Habitação, Vestuário e Despesas Diversas contribuíram para a queda. O INCC subiu 0,11%, abaixo da taxa de 0,20% em outubro. Cenário Internacional Nos EUA, os indicadores econômicos ficaram abaixo do esperado pelo mercado sugerindo que a recuperação americana ainda está no começo. O IPP caiu 1,9% (esperado de -1,8%) e o IPC caiu 0,2% (esperado de -0,3%) em termos anualizados. A Produção Industrial, apesar do crescimento marginal pelo 4º mês consecutivo, teve expansão de apenas 0,1% (esperado de 0,4%). Já o Nível de Utilização da Capacidade Instalada também manteve trajetória de recuperação, mas reduziu o ritmo de avanço para apenas 0,2 p.p atingindo 70,7% (consenso 70,8%) e ainda se situa em patamar bem inferior ao observado no momento anterior à crise, acima de 80%. Isto sugere menor ímpeto na recuperação da economia americana, onde o mercado de trabalho ainda mostra grande fragilidade e reforça os discursos favoráveis à manutenção dos estímulos econômicos no país. Capacidade Instalada fev/07 mai/07 ago/07 nov/07 fev/08 mai/08 Capacidade Instalada ago/08 nov/08 fev/09 mai/09 ago/09 Produção Industrial Mercados Financeiros O Ibovespa fechou a semana em ,9 pontos, com alta semanal de 2,92%. No acumulado anual a alta é de 76,64%. No setor financeiro, o Itaú Unibanco apresentou alta semanal de 0,93%; o Banco do Brasil, queda de -1,35%; o Bradesco subiu 1,09% e o Santander, alta de 2,87%. Variação Empresa Código Semanal Mensal Anual Ibovespa IBOV 2,92% 7,77% 76,64% Petrobras PETR4 4,48% 9,87% 68,56% Vale do Rio Doce VALE5 4,68% 7,73% 77,90% BANCOS Santander SANB11 2,87% 5,76% -5,49% Itaú Unibanco ITUB4 0,93% 10,72% 56,32% Bradesco BBDC4 1,09% 2,08% 56,18% Bco. Do Brasil BBAS3-1,35% 8,65% 108,79% BIC BICB4 1,75% 10,59% 318,49% Banrisul BRSR6-2,41% 5,57% 116,79% Daycoval DAYC4 0,00% 2,73% 77,36% Panamericano BPNM4 8,15% 29,62% 240,96% ABC ABCB4 0,46% 11,11% 111,95% Cruzeiro do Sul CZRS4 3,35% 5,78% 116,00% Sofisa SFSA4-5,14% -9,95% 38,33% Pine PINE4-3,18% 0,19% 188,30% Paraná Banco PRBC4-0,80% 5,53% 296,80% Indusval IDVL4-5,72% -13,21% 94,24% 2,5 1,5 0,5-0,5-1,5-2,5-3,5-4,5 Produção Industrial

5 5 Indicadores Úteis Indicadores do Mercado 19/11/09 13/11/09 19/10/09 Var. (p.p.) semanal e mensal Meta Selic (% a.a.) 8,75 8,75 8,75 0/0 Juros DI de Janeiro de 2011 (%a.a.) 10,16 10,28 10,48-0,12p.p. / -0,32 p.p. Juros DI de Janeiro de 2012 (%a.a.) 11,63 11,59 11,73 0,04p.p. / -0,10p.p. Juros US$ 180 dias (Swap cambial taxa % anualizada) -1,22 1,55 1,65-2,77p.p. / -2,87p.p. Juros US$ 360 dias (Swap cambial taxa % anualizada) 0,51 1,99 1,97-1,48p.p. / -1,46p.p. Taxa de câmbio (Ptax) 1,73 1,73 1,71 0,0% / 1,17% Fed Funds (%) 0,25 0,25 0,25 0/0 T-BOND (10 anos - %) 3,34 3,42 3,39-0,08p.p. / -0,05p.p. T-BOND (30 anos - %) 4,28 4,36 4,20-0,08p.p. / 0,08p.p. Fonte: Bloomberg e Banco Central do Brasil FOCUS Indicadores Selecionados /11/09 13/11/09 19/10/09 Tendência* 19/11/09 13/11/09 19/10/09 Tendência* IPCA (%) 4,26 4,26 4,29 4,43 4,41 4,50 PIB (% de crescimento) 0,21 0,21 0,18 5,00 5,00 4,80 Meta Selic (%a.a.) 8,75 8,75 8,75 10,50 10,50 10,50 Fonte: Banco Central do Brasil * comportamento dos indicadores desde o último Relatório de Mercado do Bacen.. Indicadores de Crédito Evolução Recente Set/09 Ago/09 Set/08 Var. (mensal e 12 meses) Saldo Total das Operações de Crédito (R$ bi) 1.347, , ,8 1,6% e 16,9% Saldo das Operações de Crédito com PF (R$ bi) 307,9 302,7 270,5 1,7% e 13,8% Saldo das Operações de Crédito com PJ (R$ bi) 386,0 383,9 368,5 0,5% e 4,7% Taxa Média de Inadimplência Total (%) 5,8 5,9 4,0-0,1p.p. e 1,8p.p. Taxa Média de Inadimplência PF (%) 8,2 8,4 7,3-0,2p.p. e 0,9p.p. Taxa Média de Inadimplência PJ (%) 4,0 3,9 1,6 0,1p.p. e 2.4p.p. Fonte: Banco Central do Brasil Pesquisa FEBRABAN de Projeções e Expectativas Saldo das Operações de Crédito Out/09 Set/09 JuL/ Var. (p.p) Mensal Out/09 Set/09 Jul/09 Var. (p.p) Mensal Operações de Crédito Total (% crescimento) 17,9 16,9 16,3 1,0 18,8 18,0 17,9 0,8 Operações de Crédito - PF (% crescimento) 17,7 16,8 16,2 0,9 18,6 18,4 17,4 0,2 Operações de Crédito - PJ (% crescimento) 15,7 15,8 15,5-0,1 18,1 18,2 19,1-0,1 Taxa Média de Inadimplência Total (%) 5,7 5,3 5,8 0,4 5,0 4,8 4,9 0,2 Fonte: Pesquisa FEBRABAN de Projeções e Expectativas de Mercado Spread Bancário Set/09 Ago/09 Set/08 Var.(p.p.)Mensal Spread Bacen Total (p.p.) 26,0 26,3 26,4-0,3 Spread FEBRABAN Total (p.p.) 19,0 19,3 19,8-0,3 Spread Bacen PF (p.p.) 33,4 34,3 38,6-0,9 Cheque Especial pré 154,5 152,9 157,8 1,6 Crédito Pessoal pré 34,4 34,3 41,6 0,1 Aquisição de Veículos pré 14,5 16,1 18,4-1,6

6 6 Aquisição de Outros Bens pré 42,6 45,7 44,7-3,1 Spread FEBRABAN PF (p.p.) 26,8 27,3 31,8-0,5 Spread Bacen PJ (p.p.) 17,7 17,8 14,7-0,1 Desconto de Duplicatas pré 31,8 31,8 27,4 0,0 Capital de Giro pré 21,4 22,1 19,1-0,7 Conta Garantida pré 71,4 71,4 61,1 0,0 Aquisição de Bens pré 6,7 6,9 5,0-0,2 Spread FEBRABAN PJ (p.p.) 13,2 13,3 11,9-0,1 Fonte: FEBRABAN e Banco Central do Brasil Superintendência de Economia FEBRABAN Rubens Sardenberg Economista-chefe Jayme Alves Economista sênior Rachel Peixoto Bernardo Bordallo Claudia Bruschi

Informativo Semanal de Economia Bancária

Informativo Semanal de Economia Bancária Comentário Semanal A pesquisa Focus desta semana trouxe uma nova rodada de elevação das projeções para o IPCA, tanto para este ano como para 2011. Para 2010, a mediana das estimativas subiu para 5,29%

Leia mais

Informativo Semanal de Economia Bancária

Informativo Semanal de Economia Bancária 1 Comentário Semanal A semana começa ainda sob impacto do debate acerca da evolução do quadro fiscal e seus possíveis efeitos sobre o crescimento da economia e, conseqüentemente, sobre os juros em 2010.

Leia mais

Informativo Semanal de Economia Bancária

Informativo Semanal de Economia Bancária Comentário Semanal Os números da Pesquisa Focus divulgada nesta manhã apontam um recuo importante na estimativa para o IPCA deste ano, de 5,55% para 5,45%. O mesmo movimento pode ser verificado nas projeções

Leia mais

Informativo Semanal de Economia Bancária

Informativo Semanal de Economia Bancária Comentário Semanal No calendário doméstico teremos uma semana repleta de eventos. Ainda que com resultado previsível, destaque-se de início a reunião do Copom nesta quarta-feira, que deve optar pela manutenção

Leia mais

Informativo Semanal de Economia Bancária

Informativo Semanal de Economia Bancária Comentário Semanal Os números do IPCA de novembro e do PIB do 3T13 repercutiram sobre as previsões dos analistas para 213, conforme a pesquisa Focus divulgada nessa segunda-feira. A variação de,54% no

Leia mais

Informativo Semanal de Economia Bancária

Informativo Semanal de Economia Bancária Informativo Semanal de Economia Bancária Federação Brasileira de Bancos Semana de 11 a 15 de julho de 2016 Ano 8, Nº. 355 Comentário Semanal A pesquisa Focus divulgada na manhã de hoje (11) praticamente

Leia mais

Informativo Semanal de Economia Bancária

Informativo Semanal de Economia Bancária Comentário Semanal Os últimos dados divulgados de inflação e de atividade econômica motivaram novas reduções nas projeções de inflação na Pesquisa Focus dessa semana e ampliaram as dúvidas do mercado com

Leia mais

Informativo Semanal de Economia Bancária

Informativo Semanal de Economia Bancária Comentário Semanal Nesta semana mais curta em função dos feriados do carnaval, o destaque fica por conta da Ata do Copom, que sai nesta quintafeira, pela manhã. Na reunião passada, o BC confirmou as expectativas

Leia mais

(com base na Nota do Banco Central do Brasil de 27-05-2009) Edição de 27 de Maio de 2009

(com base na Nota do Banco Central do Brasil de 27-05-2009) Edição de 27 de Maio de 2009 Relatório Febraban - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro (com base na Nota do Banco Central do Brasil de 27-05-2009) Edição de 27 de Maio de 2009 Em Abril de 2009, operações de crédito atingiram

Leia mais

Informativo Semanal de Economia Bancária

Informativo Semanal de Economia Bancária Informativo Semanal de Economia Bancária Semana de 15 a 19 de fevereiro de 2016 Ano 8, Nº. 334 Federação Brasileira de Bancos Comentário Semanal A pesquisa Focus, divulgada nesta manhã, trouxe uma relativa

Leia mais

Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro

Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro (com base na Nota do Banco Central do Brasil de 22-10-08) Edição de 27 de Outubro de 08 Crise não teve impacto significativo nas operações

Leia mais

Pesquisa FEBRABAN de Projeções Macroeconômicas e Expectativas de Mercado

Pesquisa FEBRABAN de Projeções Macroeconômicas e Expectativas de Mercado Pesquisa FEBRABAN de Projeções Macroeconômicas e Expectativas de Mercado Variáveis Macroeconômicas Pesquisa de Projeções Macroeconômicas (Média) Efetivos Efetivos Pesquisas anteriores 2012 2013 Pesquisa

Leia mais

Informativo Semanal de Economia Bancária

Informativo Semanal de Economia Bancária Comentário Semanal A pesquisa Focus divulgada nesta segundafeira voltou a trazer pequenos ajustes nas projeções para o PIB e inflação em 2012, na mesma direção das anteriores, quer dizer um pouco menos

Leia mais

Panorama do Mercado de Crédito

Panorama do Mercado de Crédito Panorama do Mercado de Crédito FEBRABAN Dezembro de 2011 Rubens Sardenberg Economista-chefe ÍNDICE I. Evolução do Crédito II. Pessoa Física III. Pessoa Jurídica IV. Inadimplência V. Spread VI. Projeções

Leia mais

5 ECONOMIA MONETÁRIA E FINANCEIRA

5 ECONOMIA MONETÁRIA E FINANCEIRA 5 ECONOMIA MONETÁRIA E FINANCEIRA Os sinais de redução de riscos inflacionários já haviam sido descritos na última Carta de Conjuntura, o que fez com que o Comitê de Política Monetária (Copom) decidisse

Leia mais

Informativo Semanal de Economia Bancária

Informativo Semanal de Economia Bancária Comentário Semanal A despeito das previsões desfavoráveis para a economia internacional e dos impactos esperados por aqui, as expectativas oficiais divulgadas pelas instituições ainda não parecem refletir

Leia mais

Nota de Crédito PJ. Janeiro 2015. Fonte: BACEN Base: Novembro de 2014

Nota de Crédito PJ. Janeiro 2015. Fonte: BACEN Base: Novembro de 2014 Nota de Crédito PJ Janeiro 2015 Fonte: BACEN Base: Novembro de 2014 mai/11 mai/11 Carteira de Crédito PJ não sustenta recuperação Após a aceleração verificada em outubro, a carteira de crédito pessoa jurídica

Leia mais

Indicadores da Semana

Indicadores da Semana Indicadores da Semana O saldo total das operações de crédito do Sistema Financeiro Nacional atingiu 54,5% do PIB, com aproximadamente 53% do total do saldo destinado a atividades econômicas. A carteira

Leia mais

Informativo Semanal de Economia Bancária

Informativo Semanal de Economia Bancária Comentário Semanal Como abordamos no informativo anterior, na análise do Relatório de Inflação, a despeito dos últimos indicadores de inflação terem correspondido mais aos cenários do BC, sobretudo com

Leia mais

Informativo Semanal de Economia Bancária

Informativo Semanal de Economia Bancária Comentário Semanal Como não poderia deixar de ser, o destaque no calendário doméstico fica por conta da reunião do COPOM, que acontece nesta quarta-feira, dia 17 de abril. Ao que parece, a maioria do mercado

Leia mais

Informativo Semanal de Economia Bancária

Informativo Semanal de Economia Bancária Informativo Semanal de Economia Bancária Semana de 07 a 11 de março de 2016 Ano 8, Nº. 337 Comentário Semanal As projeções da pesquisa Focus divulgadas na manhã de hoje (7) mostraram poucas alterações

Leia mais

Indicadores da Semana

Indicadores da Semana Indicadores da Semana O Copom decidiu, por unanimidade, elevar a taxa de juros Selic em 0,5 p.p., a 14,25% ao ano, conforme esperado pelo mercado. A decisão ocorreu após elevação de 0,5 p.p no último encontro.

Leia mais

Portal de Informações FEBRABAN. Módulo I Crédito

Portal de Informações FEBRABAN. Módulo I Crédito Portal de Informações FEBRABAN Módulo I Crédito Módulo de dados I: Crédito Sumário Este módulo de dados abrange as operações de crédito com recursos livres e direcionados (taxas de juros administradas)

Leia mais

5 MOEDA E CRÉDITO. ipea SUMÁRIO

5 MOEDA E CRÉDITO. ipea SUMÁRIO 5 MOEDA E CRÉDITO SUMÁRIO Na reunião de fevereiro último, o Comitê de Política Monetária (Copom) elevou a meta para a taxa Selic em 25 pontos-base (pb), fazendo-a chegar a 10,75% ao ano (a.a.). Essa redução

Leia mais

Introdução. PIB varia 0,4% em relação ao 1º trimestre e chega a R$ 1,10 trilhão

Introdução. PIB varia 0,4% em relação ao 1º trimestre e chega a R$ 1,10 trilhão 16 a 31 de agosto de 2012 As principais informações da economia mundial, brasileira e baiana Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia Diretoria de Indicadores e Estatísticas Coordenação

Leia mais

Operações Crédito do SFN

Operações Crédito do SFN Oper. Crédito do Sistema Financeiro Nacional (SFN) em julho/2015 O crédito total do SFN incluindo as operações com recursos livres e direcionados somou R$ 3,11 trilhões em julho/15, após alta de 0,3% no

Leia mais

Informativo Semanal de Economia Bancária

Informativo Semanal de Economia Bancária Informativo Semanal de Economia Bancária Semana de 04 a 08 de julho de 2016 Ano 8, Nº. 354 Comentário Semanal As projeções da pesquisa Focus divulgadas na manhã de hoje (04) apresentaram uma nova tendência

Leia mais

SPREAD BANCÁRIO NO BRASIL

SPREAD BANCÁRIO NO BRASIL SPREAD BANCÁRIO NO BRASIL Comissão de Acompanhamento da Crise Financeira e da Empregabilidade 26 DE MARÇO DE 2009 Fábio Colletti Barbosa Presidente ÍNDICE 1. A Crise Financeira Mundial 2. O Brasil, a Crise

Leia mais

Perspectivas para a Inflação

Perspectivas para a Inflação Perspectivas para a Inflação Carlos Hamilton Araújo Setembro de 213 Índice I. Introdução II. Ambiente Internacional III. Condições Financeiras IV. Atividade V. Evolução da Inflação 2 I. Introdução 3 Missão

Leia mais

Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro

Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro (com base na Nota do Banco Central do Brasil de 29-07-2008) Edição de 30 de julho de 2008 Crédito à pessoa jurídica permanece forte Em junho

Leia mais

Volume de crédito segue em expansão em 2008

Volume de crédito segue em expansão em 2008 Relatório Febraban - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro (com base na Nota do Banco Central do Brasil de 25-03-2008) Edição de 25 de março de 2008 Volume de crédito segue em expansão em 2008 O ritmo

Leia mais

Boletim de Conjuntura Econômica Dezembro 2008

Boletim de Conjuntura Econômica Dezembro 2008 Boletim de Conjuntura Econômica Dezembro 2008 Crise Mundo Os EUA e a Europa passam por um forte processo de desaceleração economica com indicios de recessão e deflação um claro sinal de que a crise chegou

Leia mais

Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro

Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro Relatório FEBRABAN - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro (com base na Nota do Banco Central do Brasil de 24-06-2008) Edição de 25 de junho de 2008 Operações de crédito à pessoa física apresentam

Leia mais

Bancos financiam crescentemente a produção

Bancos financiam crescentemente a produção Operações de Crédito do Sistema Financeiro Nota do dia 25 de julho de 2007 Fontes: Bacen, IBGE e CNI Elaboração: Febraban Bancos financiam crescentemente a produção Pessoa Jurídica O crédito destinado

Leia mais

Informativo Semanal de Economia Bancária

Informativo Semanal de Economia Bancária Informativo Semanal de Economia Bancária Semana de 22 a 26 de agosto de 2016 Ano 8, Nº. 361 Comentário Semanal O Relatório Focus do Banco Central divulgado na manhã de hoje (22) não trouxe novidades quanto

Leia mais

Preços. 2.1 Índices gerais

Preços. 2.1 Índices gerais Preços A inflação, considerada a evolução dos índices de preços ao consumidor e por atacado, apresentou contínua elevação ao longo do trimestre encerrado em maio. Esse movimento, embora tenha traduzido

Leia mais

PAINEL 9,6% dez/07. out/07. ago/07 1.340 1.320 1.300 1.280 1.260 1.240 1.220 1.200. nov/06. fev/07. ago/06

PAINEL 9,6% dez/07. out/07. ago/07 1.340 1.320 1.300 1.280 1.260 1.240 1.220 1.200. nov/06. fev/07. ago/06 Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior ASSESSORIA ECONÔMICA PAINEL PRINCIPAIS INDICADORES DA ECONOMIA BRASILEIRA Número 35 15 a 30 de setembro de 2009 EMPREGO De acordo com a Pesquisa

Leia mais

Panorama Econômico Abril de 2014

Panorama Econômico Abril de 2014 1 Panorama Econômico Abril de 2014 Alerta Esta publicação faz referência a análises/avaliações de profissionais da equipe de economistas do Banco do Brasil, não refletindo necessariamente o posicionamento

Leia mais

Sistema Financeiro e os Fundamentos para o Crescimento

Sistema Financeiro e os Fundamentos para o Crescimento Sistema Financeiro e os Fundamentos para o Crescimento Henrique de Campos Meirelles Novembro de 20 1 Fundamentos macroeconômicos sólidos e medidas anti-crise 2 % a.a. Inflação na meta 8 6 metas cumpridas

Leia mais

Boletim de Conjuntura Econômica Outubro 2008

Boletim de Conjuntura Econômica Outubro 2008 Boletim de Conjuntura Econômica Outubro 008 PIB avança e cresce 6% Avanço do PIB no segundo trimestre foi o maior desde 00 A economia brasileira cresceu mais que o esperado no segundo trimestre, impulsionada

Leia mais

SINCOR-SP 2015 JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO SFN DEZEMBRO / 2008

OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO SFN DEZEMBRO / 2008 OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO SFN DEZEMBRO / 2008 Fonte: Bacen 27/01/2009 DESTAQUES DE DEZEMBRO / 2008 As operações de crédito no SFN, incluindo recursos livres e direcionados, finalizaram o ano com um incremento

Leia mais

Operações Crédito do SFN

Operações Crédito do SFN Operações de Crédito do Sistema Financeiro Nacional em fev/2015 O crédito total do SFN incluindo as operações com recursos livres e direcionados somou R$ 3,03 trilhões em fev/15, após alta de 0,5% no mês

Leia mais

Cenário Econômico de Curto Prazo O 2º Governo Lula

Cenário Econômico de Curto Prazo O 2º Governo Lula Cenário Econômico de Curto Prazo O 2º Governo Lula Esta apresentação foi preparada pelo Grupo Santander Banespa (GSB) e o seu conteúdo é estritamente confidencial. Essa apresentação não poderá ser reproduzida,

Leia mais

SINCOR-SP 2015 OUTUBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 OUTUBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS OUTUBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

INFORME ECONÔMICO 24 de abril de 2015

INFORME ECONÔMICO 24 de abril de 2015 RESENHA SEMANAL E PERSPECTIVAS Economia global não dá sinais de retomada da atividade. No Brasil, o relatório de crédito apresentou leve melhora em março. Nos EUA, os dados de atividade seguem compatíveis

Leia mais

Cenário Econômico para 2014

Cenário Econômico para 2014 Cenário Econômico para 2014 Silvia Matos 18 de Novembro de 2013 Novembro de 2013 Cenário Externo As incertezas com relação ao cenário externo em 2014 são muito elevadas Do ponto de vista de crescimento,

Leia mais

Operações Crédito do SFN

Operações Crédito do SFN Banco Central do Brasil: Operações de Crédito do Sistema Financeiro Nacional (SFN) em agosto de 2015 O crédito total do SFN incluindo as operações com recursos livres e direcionados somou R$ 3,13 trilhões

Leia mais

SINCOR-SP 2015 AGOSTO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 AGOSTO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS AGOSTO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

II - Evolução do crédito, da taxa de juros e do spread bancário 1

II - Evolução do crédito, da taxa de juros e do spread bancário 1 II - Evolução do crédito, da taxa de juros e do spread bancário 1 Desde março do ano passado, a partir da reversão das expectativas inflacionárias e do início da retomada do crescimento econômico, os juros

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE TAXAS DE JUROS / 2011 EMPRÉSTIMO PESSOAL E CHEQUE ESPECIAL

RELATÓRIO ANUAL DE TAXAS DE JUROS / 2011 EMPRÉSTIMO PESSOAL E CHEQUE ESPECIAL RELATÓRIO ANUAL DE TAXAS DE JUROS / 2011 EMPRÉSTIMO PESSOAL E CHEQUE ESPECIAL ANÁLISE COMPARATIVA O levantamento anual envolveu sete instituições financeiras: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica

Leia mais

Os fatos atropelam os prognósticos. O difícil ano de 2015. Reunião CIC FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Fevereiro/2015

Os fatos atropelam os prognósticos. O difícil ano de 2015. Reunião CIC FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Fevereiro/2015 Os fatos atropelam os prognósticos. O difícil ano de 2015 Reunião CIC FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Fevereiro/2015 O cenário econômico nacional em 2014 A inflação foi superior ao centro da meta pelo quinto

Leia mais

Conjuntura - Saúde Suplementar

Conjuntura - Saúde Suplementar Apresentação Nesta 17ª Carta de Conjuntura da Saúde Suplementar, constam os principais indicadores econômicos de 2011 e uma a n á l i s e d o i m p a c t o d o crescimento da renda e do emprego sobre o

Leia mais

Persistência da desaceleração e ligeira elevação na inadimplência

Persistência da desaceleração e ligeira elevação na inadimplência Persistência da desaceleração e ligeira elevação na inadimplência Em maio, a carteira de crédito do SFN totalizou aproximadamente 56,2% do PIB, indicando crescimento de 12,7% em 12 meses. O maior dinamismo

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE TAXAS DE JUROS / 2012 EMPRÉSTIMO PESSOAL E CHEQUE ESPECIAL

RELATÓRIO ANUAL DE TAXAS DE JUROS / 2012 EMPRÉSTIMO PESSOAL E CHEQUE ESPECIAL ANÁLISE COMPARATIVA RELATÓRIO ANUAL DE TAXAS DE JUROS / 2012 EMPRÉSTIMO PESSOAL E CHEQUE ESPECIAL O levantamento anual envolveu sete instituições financeiras: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica

Leia mais

Ministério da Fazenda. Crise Financeira. Impactos sobre o Brasil e Resposta do Governo. Nelson Barbosa. Novembro de 2008

Ministério da Fazenda. Crise Financeira. Impactos sobre o Brasil e Resposta do Governo. Nelson Barbosa. Novembro de 2008 1 Crise Financeira Impactos sobre o Brasil e Resposta do Governo Nelson Barbosa Novembro de 20 1 2 Impactos da Crise Financeira nas Economias Avançadas Primeiro impacto: grandes perdas patrimoniais, crise

Leia mais

SINCOR-SP 2015 JULHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 JULHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS JULHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

ATA DE REUNIÃO DO COMITÊ DE INVESTIMENTOS - COMIN COMIN - Nº 08/2014

ATA DE REUNIÃO DO COMITÊ DE INVESTIMENTOS - COMIN COMIN - Nº 08/2014 ATA DE REUNIÃO DO COMITÊ DE INVESTIMENTOS - COMIN COMIN - Nº 08/2014 Data: 29/04/2014 Participantes Efetivos: Edna Raquel Rodrigues Santos Hogemann Presidente, Valcinea Correia da Silva Assessora Especial,

Leia mais

CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 2 SUMÁRIO Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita de

Leia mais

12 de setembro de 2014

12 de setembro de 2014 Capacidade de promover mudanças Para o rating brasileiro a recuperação econômica conduzida por investimento e o rígido cumprimento das metas de superávit primário entre 2% e 3% são essenciais. Por outro

Leia mais

Visão. O papel anticíclico do BNDES e sua contribuição para conter a demanda agregada. do Desenvolvimento. nº 96 29 jul 2011

Visão. O papel anticíclico do BNDES e sua contribuição para conter a demanda agregada. do Desenvolvimento. nº 96 29 jul 2011 Visão do Desenvolvimento nº 96 29 jul 2011 O papel anticíclico do BNDES e sua contribuição para conter a demanda agregada Por Fernando Puga e Gilberto Borça Jr. Economistas da APE BNDES vem auxiliando

Leia mais

O Brasil e a Crise Internacional

O Brasil e a Crise Internacional O Brasil e a Crise Internacional Sen. Aloizio Mercadante PT/SP RESUMO 1 Março de 2009 Cenário Internacional 2 Evoluçã ção o da Crise - Em sete dos últimos 20 anos a taxa de crescimento do PIB foi inferior

Leia mais

Panorama Econômico. Principais Fatos da Semana. 04 de Maio de 2015. Sumário. Acompanhamento De 27 de Abril a 01 de Maio

Panorama Econômico. Principais Fatos da Semana. 04 de Maio de 2015. Sumário. Acompanhamento De 27 de Abril a 01 de Maio Panorama Econômico 04 de Maio de 2015 Sumário Principais Fatos da Semana 1 Economia EUA 2 Economia Brasileira 3 Índices de Mercado 5 Calendário Semanal 5 Acompanhamento Principais Fatos da Semana Nos Estados

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Juros. Altas e Baixas do Ibovespa. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Juros. Altas e Baixas do Ibovespa. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa A Bovespa não conseguiu sustentar o movimento de alta dos últimos dias com movimento de realização de lucro em importantes empresas do Índice. O Ibovespa terminou o dia em baixa de 0,45%,

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL DE INVESTIMENTOS INFINITY JUSPREV

RELATÓRIO MENSAL DE INVESTIMENTOS INFINITY JUSPREV CENÁRIO ECONÔMICO EM OUTUBRO São Paulo, 04 de novembro de 2010. O mês de outubro foi marcado pela continuidade do processo de lenta recuperação das economias maduras, porém com bons resultados no setor

Leia mais

Dados de Crédito agosto

Dados de Crédito agosto 29/09/09 Dados de Crédito agosto O Banco Central divulgou relatório de política monetária e crédito referente ao mês de agosto. O crédito com recursos livres teve aumento real de 6, nos últimos 12 meses.

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa A Bovespa registrou o terceiro pregão em alta na terça-feira, (+1,53%) fechando aos 50.890 pontos, mais uma vez ajudada pelas ações de Petrobras e Vale. O volume financeiro fraco (R$ 4,56

Leia mais

O desafio da competitividade. Maio 2012

O desafio da competitividade. Maio 2012 O desafio da competitividade Maio 2012 ECONOMY RESEARCH Roberto Padovani Economista-Chefe (55 11) 5171.5623 roberto.padovani@votorantimcorretora.com.br Rafael Espinoso Estrategista CNPI-T (55 11) 5171.5723

Leia mais

Ativa Corretora. Novembro de 2010

Ativa Corretora. Novembro de 2010 Ativa Corretora Novembro de 2010 Roteiro A economia global passa por ajustes severos, quase que simultaneamente, o que torna o trabalho de previsão ainda mais complexo do que o normal. Existem ainda questões

Leia mais

Carta Mensal Mauá Sekular

Carta Mensal Mauá Sekular Mauá Participações I e II www.mauasekular.com.br contato@mauasekular.com.br Carta Mensal Mauá Sekular Fundos Macro Maio 2015 Sumário (I) (II) (III) Cenário Internacional Cenário Doméstico Principais Estratégias

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa O Ibovespa não conseguiu sustentar o movimento de alta do começo da tarde e terminou o dia em queda de 0,15% aos 53.100 pontos, com baixo volume financeiro de R$ 4,7 bilhões, acumulando

Leia mais

AGÊNCIA ESPECIAL DE FINANCIAMENTO INDUSTRIAL FINAME RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE DEZEMBRO DE 2008

AGÊNCIA ESPECIAL DE FINANCIAMENTO INDUSTRIAL FINAME RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE DEZEMBRO DE 2008 AGÊNCIA ESPECIAL DE FINANCIAMENTO INDUSTRIAL FINAME RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE DEZEMBRO DE 2008 Senhor acionista e demais interessados: Apresentamos o Relatório da Administração e as informações

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE CARAZINHO/RS. RELATÓRIO BIMESTRAL DA CARTEIRA DE INVESTIMENTOS Fevereiro/15

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE CARAZINHO/RS. RELATÓRIO BIMESTRAL DA CARTEIRA DE INVESTIMENTOS Fevereiro/15 INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE CARAZINHO/RS RELATÓRIO BIMESTRAL DA CARTEIRA DE INVESTIMENTOS Fevereiro/15 INTRODUÇÃO Informamos que o conteúdo deste relatório bem como

Leia mais

NÍVEL DE ATIVIDADE, INFLAÇÃO E POLÍTICA MONETÁRIA A evolução dos principais indicadores econômicos do Brasil em 2007

NÍVEL DE ATIVIDADE, INFLAÇÃO E POLÍTICA MONETÁRIA A evolução dos principais indicadores econômicos do Brasil em 2007 NÍVEL DE ATIVIDADE, INFLAÇÃO E POLÍTICA MONETÁRIA A evolução dos principais indicadores econômicos do Brasil em 2007 Introdução Guilherme R. S. Souza e Silva * Lucas Lautert Dezordi ** Este artigo pretende

Leia mais

Situação da economia e perspectivas. Gerência-Executiva de Política Econômica (PEC)

Situação da economia e perspectivas. Gerência-Executiva de Política Econômica (PEC) Situação da economia e perspectivas Gerência-Executiva de Política Econômica (PEC) Recessão se aprofunda e situação fiscal é cada vez mais grave Quadro geral PIB brasileiro deve cair 2,9% em 2015 e aumentam

Leia mais

ANEXO VII OBJETIVOS DAS POLÍTICAS MONETÁRIA, CREDITÍCIA E CAMBIAL LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS

ANEXO VII OBJETIVOS DAS POLÍTICAS MONETÁRIA, CREDITÍCIA E CAMBIAL LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS ANEXO VII OBJETIVOS DAS POLÍTICAS MONETÁRIA, CREDITÍCIA E CAMBIAL LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS - 2007 (Anexo específico de que trata o art. 4º, 4º, da Lei Complementar nº 101, de 4 de maio de 2000)

Leia mais

Cenário Macroeconômico

Cenário Macroeconômico INSTABILIDADE POLÍTICA E PIORA ECONÔMICA 24 de Março de 2015 Nas últimas semanas, a instabilidade política passou a impactar mais fortemente o risco soberano brasileiro e o Real teve forte desvalorização.

Leia mais

1 a 15 de setembro de 2011

1 a 15 de setembro de 2011 1 a 15 de setembro de 2011 As principais informações da economia mundial, brasileira e baiana Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia Diretoria de Indicadores e Estatísticas Coordenação

Leia mais

Notícias Economia Internacional. e Indicadores Brasileiros. Nº 1/2 Julho de 2012

Notícias Economia Internacional. e Indicadores Brasileiros. Nº 1/2 Julho de 2012 Notícias Economia Internacional e Indicadores Brasileiros Nº 1/2 Julho de 2012 Sindmóveis - Projeto Orchestra Brasil www.sindmoveis.com.br www.orchestrabrasil.com.br Realização: inteligenciacomercial@sindmoveis.com.br

Leia mais

1º a 15 de agosto de 2011

1º a 15 de agosto de 2011 1º a 15 de agosto de 2011 As principais informações da economia mundial, brasileira e baiana Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia Diretoria de Indicadores e Estatísticas Coordenação

Leia mais

Informativo Semanal de Economia Bancária

Informativo Semanal de Economia Bancária Informativo Semanal de Economia Bancária Semana de 26 a 30 de setembro de 2016 Ano 8, Nº. 366 Federação Brasileira de Bancos Comentário Semanal O Relatório Focus divulgado na manhã desta segunda-feira

Leia mais

O cenário econômico atual e a Construção Civil Desafios e perspectivas

O cenário econômico atual e a Construção Civil Desafios e perspectivas O cenário econômico atual e a Construção Civil Desafios e perspectivas 1 O conturbado cenário nacional Economia em recessão: queda quase generalizada do PIB no 2º trimestre de 2015, com expectativa de

Leia mais

Taxas de juros das operações de crédito têm terceira elevação no ano, constata ANEFAC

Taxas de juros das operações de crédito têm terceira elevação no ano, constata ANEFAC Taxas de juros das operações de crédito têm terceira elevação no ano, constata ANEFAC Todas as linhas de crédito para pessoas jurídicas subiram. Para pessoas físicas, houve aumento nos juros do comércio,

Leia mais

O crédito ao setor privado atingiu R$1.948 bilhões no final de 2011, após acréscimos de 2,2% no mês e de 18,9% em relação a dezembro de 2010.

O crédito ao setor privado atingiu R$1.948 bilhões no final de 2011, após acréscimos de 2,2% no mês e de 18,9% em relação a dezembro de 2010. O volume total de crédito do sistema financeiro, computadas as operações com recursos livres e direcionados, atingiu R$2.030 bilhões em dezembro, após crescimento mensal de 2,3%. Ao longo de 2011, o crédito

Leia mais

OPERAÇÕES DE CRÉDITO MARÇO/ 2009

OPERAÇÕES DE CRÉDITO MARÇO/ 2009 OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO SFN MARÇO/ 2009 Fonte: Bacen 23/04/2009 DESTAQUES DE MARÇO/ 2009 O estoque total de crédito contratado no SFN totalizou R$ 1,23 trilhões em Março. Esse montante representou uma

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Julho 2012 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS GRADUADOS

Leia mais

Análise Macroeconômica Projeto Banco do Brasil

Análise Macroeconômica Projeto Banco do Brasil Análise Macroeconômica Projeto Banco do Brasil Segundo Trimestre de 2013 Energia Geração, Transmissão e Distribuição Conjuntura Projeto Banco Macroeconômica do Brasil Energia Geração, Transmissão e Distribuição

Leia mais

A Economia Brasileira e o Governo Dilma: Desafios e Oportunidades. Britcham São Paulo. Rubens Sardenberg Economista-chefe. 25 de fevereiro de 2011

A Economia Brasileira e o Governo Dilma: Desafios e Oportunidades. Britcham São Paulo. Rubens Sardenberg Economista-chefe. 25 de fevereiro de 2011 A Economia Brasileira e o Governo Dilma: Desafios e Oportunidades Britcham São Paulo 25 de fevereiro de 2011 Rubens Sardenberg Economista-chefe Onde estamos? Indicadores de Conjuntura Inflação em alta

Leia mais

Ajuste Macroeconômico na Economia Brasileira

Ajuste Macroeconômico na Economia Brasileira Ajuste Macroeconômico na Economia Brasileira Fundação Getúlio Vargas 11º Fórum de Economia Ministro Guido Mantega Brasília, 15 de setembro de 2014 1 Por que fazer ajustes macroeconômicos? 1. Desequilíbrios

Leia mais

EconoWeek Relatório Semanal. EconoWeek 18/05/2015

EconoWeek Relatório Semanal. EconoWeek 18/05/2015 18/05/2015 EconoWeek DESTAQUE INTERNACIONAL Semana bastante volátil de mercado, com uma agenda mais restrita em termos de indicadores macroeconômicos. Entre os principais destaques, os resultados de Produto

Leia mais

Perspectivas da economia em 2012 e medidas do Governo Guido Mantega Ministro da Fazenda

Perspectivas da economia em 2012 e medidas do Governo Guido Mantega Ministro da Fazenda Perspectivas da economia em 2012 e medidas do Governo Guido Mantega Ministro da Fazenda Comissão de Assuntos Econômicos do Senado Federal Brasília, 22 de maio de 2012 1 A situação da economia internacional

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL II RELATÓRIO ANALÍTICO

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL II RELATÓRIO ANALÍTICO II RELATÓRIO ANALÍTICO 15 1 CONTEXTO ECONÔMICO A quantidade e a qualidade dos serviços públicos prestados por um governo aos seus cidadãos são fortemente influenciadas pelo contexto econômico local, mas

Leia mais

Relatório Mensal. 2015 Março. Instituto de Previdência e Assistência do Município do Rio de Janeiro - PREVI-RIO DIRETORIA DE INVESTIMENTOS

Relatório Mensal. 2015 Março. Instituto de Previdência e Assistência do Município do Rio de Janeiro - PREVI-RIO DIRETORIA DE INVESTIMENTOS Relatório Mensal 2015 Março Instituto de Previdência e Assistência do Município do Rio de Janeiro - PREVI-RIO DIRETORIA DE INVESTIMENTOS Composição da Carteira Ativos Mobiliários, Imobiliários e Recebíveis

Leia mais

ABDIB Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de base

ABDIB Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de base ABDIB Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de base Cenário Econômico Internacional & Brasil Prof. Dr. Antonio Corrêa de Lacerda antonio.lacerda@siemens.com São Paulo, 14 de março de 2007

Leia mais

Classificação da Informação: Uso Irrestrito

Classificação da Informação: Uso Irrestrito Cenário Econômico Qual caminho escolheremos? Cenário Econômico 2015 Estamos no caminho correto? Estamos no caminho correto? Qual é nossa visão sobre a economia? Estrutura da economia sinaliza baixa capacidade

Leia mais

PESQUISA DE JUROS. As taxas de juros das operações de crédito apresentaram em agosto/2014 comportamentos distintos.

PESQUISA DE JUROS. As taxas de juros das operações de crédito apresentaram em agosto/2014 comportamentos distintos. PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito apresentaram em agosto/2014 comportamentos distintos. Na pessoa física as taxas de juros tiveram uma pequena elevação sendo esta a décima quinta

Leia mais

Teleconferência de Resultados 4T09

Teleconferência de Resultados 4T09 Teleconferência de Resultados 4T09 Índice Comentários de Mercado Pág. 3 Qualidade da Carteira de Crédito Pág. 10 Liquidez Pág. 4 Índice de Eficiência Pág. 14 Funding e Carteira de Crédito Pág. 5 Rentabilidade

Leia mais

Brazil and Latin America Economic Outlook

Brazil and Latin America Economic Outlook Brazil and Latin America Economic Outlook Minister Paulo Bernardo Washington, 13 de maio de 2009 Apresentação Impactos da Crise Econômica Situação Econômica Brasileira Ações Contra-Cíclicas Previsões para

Leia mais

INFORME ECONÔMICO 22 de maio de 2015

INFORME ECONÔMICO 22 de maio de 2015 RESENHA SEMANAL E PERSPECTIVAS Setor de construção surpreende positivamente nos EUA. Cenário de atividade fraca no Brasil impacta o mercado de trabalho. Nos EUA, os indicadores do setor de construção registraram

Leia mais

Cenários da Macroeconomia e o Agronegócio

Cenários da Macroeconomia e o Agronegócio MB ASSOCIADOS Perspectivas para o Agribusiness em 2011 e 2012 Cenários da Macroeconomia e o Agronegócio 26 de Maio de 2011 1 1. Cenário Internacional 2. Cenário Doméstico 3. Impactos no Agronegócio 2 Crescimento

Leia mais