CTRL-SHIFT DOCUMENTO DE GAME DESIGN DESENVOLVIDO POR HILGAMES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CTRL-SHIFT DOCUMENTO DE GAME DESIGN DESENVOLVIDO POR HILGAMES"

Transcrição

1 CTRL-SHIFT DOCUMENTO DE GAME DESIGN DESENVOLVIDO POR HILGAMES

2 1. Introdução CTRL-SHIFT é um jogo de puzzle, plataforma 2D e 3D ao mesmo tempo. O jogador navega por um cenário de plataformas 2D, e quando não conseguir mais navegar, pode inverter o jogo no eixo x, ou entrar no mundo 3D para solucionar os puzzles e achar a saída Proposta Ao navegar por um cenário de plataforma, o jogador se depara com áreas inatingíveis, como paredes muito altas, para onde ele não consegue saltar. Como sair dali? Simples, usar um SHIFT, que vai invertê-lo no eixo x, e a parede vai se tornar um buraco, aonde ele pode cair. Mas e agora, mesmo usando SHIFT, o jogador não consegue sair do lugar. Então é hora de usar CTRL e descobrir se há uma saída escondida na terceira dimensão. Não há nenhuma saída? Talvez coletar chaves possa ajudar... Mas cuidado com os espinhos no caminho! Tente achar a saída no menor tempo possível, pois essa será a sua pontuação Público-alvo Jogadores casuais, de adolescentes a adultos Características Puzzle - Aprendizado lógico do jogador; - Nível crescente de dificuldade para solução dos puzzles; - Puzzles envolvendo reconhecimento de padrões, lógica, exploração e raciocínio espacial Arte visual Todo o jogo se passa em preto-e-branco (e tons de cinza para a vizualização de 3D); Na visualização 3D, o personagem permanece com arte 2D; O personagem é um Zé-palito Som e música Duas músicas principais são executadas no jogo, uma para os menus, e uma para o jogo. Ambas devem passar a impressão de mistério; Haverá efeitos sonoros também para ações do jogador, como utilização das técnicas SHIFT e CTRL, obtenção de itens e chegada ao objetivo da fase Características Técnicas

3 Ambiente de execução - Resolução de tela: 800x600 pixels; - Controle via teclado (obrigatório) e mouse para os menus (opcional); - Sistema operacional: Windows XP/Vista/7; - Memória RAM necessária estimada: 256MB; - Espaço em disco necessário estimado: 400MB; Ambiente de desenvolvimento - Desenvolvimento de código feito em linguagem C++, utilizando o Microsoft Visual Studio 2010; - Engine 2D/3D ainda não selecionada; - Música e sons em MP3, criadas com o TuxGuitar, convertidas para MP3 pelo Midi Converter Studio 6 e editadas no Music Editor Free (gratuitos) - Documentação utilizando o Microsoft Word 2007; - Criação das fases/puzzles utilizando o Google SketchUp 7.1

4 2. Mecânica 2.1. Regras O funcionamento do jogo se baseia na navegação de um personagem ao estilo Zé-Palito por um cenário, inicialmente 2D, do tipo plataforma. O cenário é composto de paredes e espaços, e por utilizar somente duas cores, é a cor do personagem que define que parte do cenário é parede e que parte é espaço. No exemplo a seguir, à esquerda tem-se paredes pretas e espaços brancos, e à direita, tem-se paredes brancas e espaços pretos. O jogador pode navegar para a direita e a esquerda e saltar para alcançar plataformas mais altas. Porém o objetivo principal do jogo é atender o gênero puzzle, e portanto, o desafio está em completar cada uma das fases, utilizando as técnicas SHIFT e CTRL, que dão nome ao jogo Técnica SHIFT A técnica SHIFT consiste na inversão total do jogo no eixo horizontal. Tudo que é considerado parede se torna espaço, e tudo que é espaço se torna parede. Isto ocorre ao girar em 180º o cenário do jogo e inverter a cor do jogador e sua posição em relação ao terreno atual em que ele estiver. A imagem utilizada para descrever as paredes e espaços é também um exemplo de utilização da técnica SHIFT Técnica CTRL A técnica CTRL consiste na expansão do cenário para o 3D, exibindo plataformas volumétricas para navegação, e criando mais um grau de liberdade para a navegação. Caso o jogo já esteja no 3D, um novo uso da técnica CTRL retorna o cenário ao 2D. As técnicas CTRL e SHIFT podem ser usadas em conjunto, dando mais opções de resolução para os puzzles Início do jogo O jogo inicia com o contador de tempo em 0.0 (ver 3.4.Pontuação).

5 O personagem inicia no cenário 2D, em uma posição inicial que varia conforme a fase. Todas as plataformas móveis (ver 3.3. Itens) iniciam no estado trancada. Para simplificar o level design e a programação, todas as fases têm início com o personagem e as paredes na cor preta, e os espaços na cor branca. Há fases em que o personagem não inicia visível, pois sua posição no mundo 2D se situa atrás de um bloco 3D, impedindo que ele seja visto do ponto de vista 2D Resolução do jogo Cada fase do jogo chega ao final quando o jogador alcança a porta de saída. As portas podem estar somente no nível 2D, ou seja, não é possível alcançar uma porta quando o modo 3D do jogo estiver ativado. As saídas podem estar disponíveis tanto para o cenário na orientação original, como na orientação shifted. Caso o jogador atinja um espinho (obstáculo) do cenário, a fase corrente é reiniciada, mas sem reiniciar a pontuação do jogador. O objetivo principal do jogo é resolver todas as fases no menor tempo possível. Os tempos mais baixos aparecem na tela de Récordes, em ordem crescente de tempo Fluxograma Tela inicial - Logo Menu principal Carregar jogo Créditos Jogo Récordes Novo récorde 2.3. Controles Controles de menu Clique do mouse: ao clicar sobre uma palavra-chave da tela, como Novo jogo, ou Créditos, é feita a seleção desta palavra, e seguido o fluxo de menu correspondente (ver 2.2. Fluxograma). Seta : destaca a palavra-chave anterior; Seta : destaca a próxima palavra-chave; Enter: seleciona o menu destacado e segue o fluxo correspondente; Esc: retorna ao menu anterior, caso este existir (sem confirmação), ou sai do jogo (com confirmação); Durante o jogo

6 Seta : o personagem caminha para a esquerda; Seta : o personagem caminha para a direita; Seta : o personagem caminha para a frente (somente no modo 3D); Seta : o personagem caminha para trás (somente no modo 3D); Barra de espaço: o personagem dá um salto; Shift: utiliza a técnica SHIFT; Ctrl: utiliza a técnica CTRL. Esc: retorna ao menu principal (com confirmação);

7 3. Elementos do jogo 3.1. Personagem O personagem será um boneco ao estilo Zé-Palito, e poderá ter duas cores: preto ou branco. As duas cores são usadas alternadamente, para identificar se o personagem navega num cenário shifted ou não- shifted (ver 2.1.Regras) Cenário O cenário varia conforme a fase corrente do jogador, e é onde se passam os puzzles. Consiste basicamente de paredes e espaços disponíveis para a navegação do persnoagem, e pode ser visualizado de dois modos: 2D e 3D. O modo 2D utiliza somente as cores preto e branco para definir o que são as paredes e o que são os espaços, enquanto que o modo 3D utiliza também a iluminação e as sombras dos volumes ocupados pelas paredes. As paredes são obrigatoriamente qualquer área/volume da mesma cor do personagem. Os espaços são obrigatoriamente qualquer área/volume da cor oposta à do personagem. As paredes podem ou não ter volume no modo 3D, ou seja, sejam paredes no modo 2D, mas ao expandidas, não ocupem volume, se tornando paredes figurativas Porta de saída A porta de saída é o objetivo principal do jogo. Pode iniciar visível ou escondida, e em orientação padrão ou shifted Espinhos Os espinhos são obstáculos fixos que causam a morte do personagem em caso de colisão entre eles. Os espinhos podem ou não ter volume no modo 3D, assim como as paredes Itens Chaves + Plataformas móveis As chaves e plataformas são parte dos puzzles do cenário. Para cada chave há uma plataforma correspondente. Quando o personagem coleta uma chave, automaticamente a plataforma correspondente desloca-se (este deslocamento é definido especificamente para cada plataforma de cada fase). Ao iniciar o jogo, as plataformas e chaves estão sempre no estado trancado, ou seja, plataformas em sua posição originais e chaves visíveis. Ao coletar uma chave, ela passa a não existir mais, e a plataforma desloca-se, passando ao estado destrancada Pontuação

8 A pontuação é mostrada no canto superior esquerdo da tela, numa área reservada da interface, e não pode ser sobreposta por nenhum tipo de elemento do jogo. Esta pontuação é o tempo decorrido em segundos, com precisão de décimos de segundo (ex: 10.1) e é atualizada a cada décimo de segundo na tela. O objetivo principal da precisão em décimos de segundo é para passar impressão ao jogador de que os puzzles devem ser resolvidos rapidamente.

9 4. Progressão O CTRL-SHIFT conterá quatro fases de tutorial, para ensinar ao jogador em que situações se aplicam as técnicas SHIFT e CTRL, e em torno de 12 fases (número ainda não definido) de puzzle, totalizando um número estimado de 16 fases. Não há final devido a game over, pois a cada morte do jogador, sua fase corrente é reiniciada. A penalidade é a continuidade do tempo decorrido, que não é reiniciado Fases tutoriais As quatro primeiras fases, de tutorial, têm o objetivo de demonstrar ao jogador: 1 A navegação do jogo em modo 2D; 2 A técnica SHIFT para solução dos puzzles; 3 A técnica CTRL para solução dos puzzles. 4 O uso dos itens disponíveis (chaves, plataformas) e outros elementos (espinhos); 4.2. Fases puzzle As demais fases de puzzle, ainda não totalmente projetadas, devem incluir: - Fase(s) utilizando somente SHIFT; - Fase(s) utilizando somente CTRL; - Fase(s) utilizando uma combinação de CTRLs e SHIFTs; - Fase(s) utilizando as técnicas SHIFT e CTRL simultaneamente; - Fase(s) utilizando chaves e plataformas; - Fase(s) utilizando as técnicas SHIFT e CTRL simultaneamente, e chaves e plataformas; - Fase(s) do tipo pegadinha : - Todo o cenário iniciando na cor preta, pois o jogador está escondido atrás de um bloco 3D que cobre todo o cenário; - O cenário inicia em 2D como um labirinto de saltos ou SHIFTS que levariam muito mais tempo do que se o jogador utilizasse um único CTRL e fugisse do labirinto via 3D, pois o labirinto não deve possuir volume significativo.

10 5. Interface 5.1. Tela inicial 5.2. Menu principal

11 5.3. Carregar jogo

12 5.4. Interface do jogo A pequena área do canto superior esquerdo exibindo xx.x como é visto nas imagens a seguir, é reservada para a exibição do score do jogador, ou seja, o tempo decorrido desde o início do jogo. Esta área é fixa, e não se altera conforme a expansão para 3D do jogo.

13 5.4.1 Transformações de tela durante o jogo Ao aplicar a técnica SHIFT,, o cenário todo gira para a direita em 180º, se estiver em modo 2D. Caso esteja em modo 3D, o cenário gira 180º em torno do ponto central, da mesma forma como se estivesse em modo 2D. Ao aplicar a técnica CTRL,, se o cenário estiver em modo 2D, ele é expandido, e a visão de câmera do jogador suavemente gira até que se veja a cena num ângulo isométrico, como na figura a seguir:

14 A câmera então permanece na posição isométrica, mantendo o sprite do jogador inteiramente dentro de uma área de 400pixels de largura e 300pixels de altura. A área permanece exatamente no centro da tela Novo recorde 5.7. Récordes

15 5.8. Créditos

NAPNE / RENAPI. Google SketchUp 8

NAPNE / RENAPI. Google SketchUp 8 NAPNE / RENAPI Google SketchUp 8 Agosto de 2011 Sumário 1 Introdução... 4 2 Requisitos básicos... 4 3 Itens... 4 3.1 Assista os tutoriais em vídeo... 5 3.2 Leia dicas e truques... 6 3.3 Visite a Central

Leia mais

Barra de Títulos. Barra de Menu. Barra de Ferramentas. Barra de Formatação. Painel de Tarefas. Seleção de Modo. Área de Trabalho.

Barra de Títulos. Barra de Menu. Barra de Ferramentas. Barra de Formatação. Painel de Tarefas. Seleção de Modo. Área de Trabalho. Conceitos básicos e modos de utilização das ferramentas, aplicativos e procedimentos do Sistema Operacional Windows XP; Classificação de softwares; Principais operações no Windows Explorer: criação e organização

Leia mais

Apostila para o 7º ano Profª Yandra

Apostila para o 7º ano Profª Yandra Apostila para o 7º ano Profª Yandra INTRODUÇÃO Scratch é uma linguagem de programação desenvolvida por uma conceituada universidade norte-americana (MIT). Através de um sistema inovador que introduz noções

Leia mais

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal Word 1 - Introdução O Word para Windows ou NT, é um processador de textos cuja finalidade é a de nos ajudar a trabalhar de maneira mais eficiente tanto na elaboração de documentos simples, quanto naqueles

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft Word 2013 parece diferente das versões anteriores, por isso criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Barra de Ferramentas de Acesso Rápido

Leia mais

Universidade Federal do Rio de Janeiro NCE/PGTIAE. Tutorial SweetHome3D

Universidade Federal do Rio de Janeiro NCE/PGTIAE. Tutorial SweetHome3D Universidade Federal do Rio de Janeiro NCE/PGTIAE Tutorial SweetHome3D Trabalho apresentado ao Prof. Carlo na Disciplina de Software Livre no curso Pós Graduação em Tecnologia da Informação Aplicada a

Leia mais

Microsoft Excel 2000. Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br. http://www.pcs.usp.br/~alan

Microsoft Excel 2000. Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br. http://www.pcs.usp.br/~alan Microsoft Excel 2000 Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br http://www.pcs.usp.br/~alan Microsoft Índice 1.0 Microsoft Excel 2000 3 1.1 Acessando o Excel 3 1.2 Como sair do Excel 3 1.3 Elementos da

Leia mais

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica Em certa época, a planilha era um pedaço de papel que os contadores e planejadores de empresas utilizavam para colocar

Leia mais

4o Ano. Aula 1 Prof. Sidnéia Valero Egido

4o Ano. Aula 1 Prof. Sidnéia Valero Egido 4o Ano Aula 1 Prof. Sidnéia Valero Egido Introdução Scratch é uma linguagem de programação desenvolvida por uma conceituada universidade norte-americana (MIT). Através de um sistema inovador que introduz

Leia mais

Migrando para o Outlook 2010

Migrando para o Outlook 2010 Neste guia Microsoft O Microsoft Outlook 2010 está com visual bem diferente, por isso, criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Leia-o para saber mais sobre as principais

Leia mais

XXIV SEMANA MATEMÁTICA

XXIV SEMANA MATEMÁTICA XXIV SEMANA ACADÊMICA DA MATEMÁTICA Minicurso: Produção de Páginas Web para Professores de Matemática Projeto de Extensão: Uma Articulação entre a Matemática e a Informática como Instrumento para a Cidadania

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 2 Windows Vista Professora: Cintia Caetano AMBIENTE WINDOWS O Microsoft Windows é um sistema operacional que possui aparência e apresentação aperfeiçoadas para que o trabalho

Leia mais

Universidade Federal de Santa Maria UFSM Centro de Tecnologia CT. Power Point. Básico

Universidade Federal de Santa Maria UFSM Centro de Tecnologia CT. Power Point. Básico Universidade Federal de Santa Maria UFSM Centro de Tecnologia CT Power Point Básico Santa Maria, julho de 2006 O Power Point é um aplicativo do Microsoft Office direcionado à criação de apresentações.

Leia mais

Vinte dicas para o Word 2007

Vinte dicas para o Word 2007 Vinte dicas para o Word 2007 Introdução O Microsoft Word é um dos editores de textos mais utilizados do mundo. Trata-se de uma ferramenta repleta de recursos e funcionalidades, o que a torna apta à elaboração

Leia mais

Manual do KNotes. Fabian Dal Santo Greg M. Holmes Revisão: Lauri Watts Tradução: Marcus Gama

Manual do KNotes. Fabian Dal Santo Greg M. Holmes Revisão: Lauri Watts Tradução: Marcus Gama Fabian Dal Santo Greg M. Holmes Revisão: Lauri Watts Tradução: Marcus Gama 2 Conteúdo 1 Introdução 5 2 Usando o KNotes 6 3 Configuração 9 3.1 Configurando as Opções Padrão do KNotes.......................

Leia mais

6.5. Renomeando Arquivos ou Pastas

6.5. Renomeando Arquivos ou Pastas 50 II. Para mover um arquivo, pasta, objeto dentro do Windows: 1) Clique com o mouse sobre a pasta, arquivo a serem movidos; 2) Mantenha o botão esquerdo do mouse pressionado; 3) Arraste o objeto para

Leia mais

MANUAL DE POWERPOINT 2007

MANUAL DE POWERPOINT 2007 MANUAL DE POWERPOINT 2007 ICSF INFORMÁTICA, CONTABILIDADE, SERVIÇOS E FORMAÇÃO, LDA CALDAS DA RAINHA ANO 2010 Sumário Introdução... 4 Tela do PowerPoint... 4 Elementos da Tela do PowerPoint... 4 Criar

Leia mais

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Neste capítulo nós iremos examinar as características da interface do gerenciador de arquivos Konqueror. Através dele realizaremos as principais operações com arquivos

Leia mais

Sistema operacional Windows 7, Windows Live Mail e Adobe Reader. Sistemas operacionais em concursos públicos

Sistema operacional Windows 7, Windows Live Mail e Adobe Reader. Sistemas operacionais em concursos públicos Sistema operacional Windows 7, Windows Live Mail e Adobe Reader Sistemas operacionais em concursos públicos Antes de tudo é importante relembrarmos que o sistema operacional é um tipo de software com a

Leia mais

Teclas de Atalho - Microsoft Access

Teclas de Atalho - Microsoft Access Abrir bancos de dados Imprimir e salvar Atalho Função CTRL+O Para abrir um novo banco de dados CTRL+A Para abrir um banco de dados existente ALT+F4 Para sair do Microsoft Access CTRL+P Para imprimir o

Leia mais

Como fazer uma pesquisa de Imagens

Como fazer uma pesquisa de Imagens Como fazer uma pesquisa de Imagens Nesta etapa irá aprender como fazer uma pesquisa de imagens no motor de pesquisa Google e ficará a saber como: Reconhecer as diferentes opções do menu de pesquisa Pesquisar

Leia mais

Migrando para o Word 2010

Migrando para o Word 2010 Neste guia O Microsoft Word 2010 está com visual bem diferente, por isso, criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Leia-o para saber as partes principais da nova interface,

Leia mais

Tutorial do programa

Tutorial do programa 1 Tutorial do programa I. Guia Rápido 1. Clique no produto. 2. Clique na pasta de imagens. 3. Clique em preenchimento auto. 4. Verificar pedido. 5. Finalizar pedido. 6. Fazer pagamento / Entrega. 7. Fazer

Leia mais

Trabalhando com Imagens no Word XP

Trabalhando com Imagens no Word XP Table of Contents Trabalhando com imagens...1 A barra de desenho...2 Tela de desenho...2 Caixa de Texto...3 Linha...4 Seta...4 Retângulo (e quadrado)...5 Elipse (e círculo)...5 AutoFormas...6 Modificação

Leia mais

SIMULADO Windows 7 Parte V

SIMULADO Windows 7 Parte V SIMULADO Windows 7 Parte V 1. O espaço reservado para a Lixeira do Windows pode ser aumentado ou diminuído clicando: a) Duplamente no ícone lixeira e selecionando Editar propriedades b) Duplamente no ícone

Leia mais

Iniciando o Word 2010. Criar um novo documento. Salvando um Documento. Microsoft Office Word

Iniciando o Word 2010. Criar um novo documento. Salvando um Documento. Microsoft Office Word 1 Iniciando o Word 2010 O Word é um editor de texto que utilizado para criar, formatar e imprimir texto utilizado para criar, formatar e imprimir textos. Devido a grande quantidade de recursos disponíveis

Leia mais

Tecnologias da Informação e Comunicação: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

Tecnologias da Informação e Comunicação: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Tecnologias da Informação e Comunicação UNIDADE 1 Tecnologias da Informação e Comunicação: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico 1º Período Elementos básicos da interface gráfica do Windows (continuação).

Leia mais

1 UNIT Universidade do Trabalhador Dr. Abel dos Santos Nunes

1 UNIT Universidade do Trabalhador Dr. Abel dos Santos Nunes 1 UNIT Universidade do Trabalhador Dr. Abel dos Santos Nunes Janelas são estruturas do software que guardam todo o conteúdo exibido de um programa, cada vez que um aplicativo é solicitado à janela do sistema

Leia mais

INFORMÁTICA Questões - Windows. FUNDATEC Parte 1

INFORMÁTICA Questões - Windows. FUNDATEC Parte 1 INFORMÁTICA Questões - Windows FUNDATEC Parte 1 DETRAN 2009 - FUNDATEC A questão 21 baseia-se nas Figuras 1(a) e 1(b), do Windows XP. A Figura 1(a) mostra a janela principal do Windows Explorer. A Figura

Leia mais

Descobrindo e analisando. Qlik Sense 1.0.3 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados.

Descobrindo e analisando. Qlik Sense 1.0.3 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Descobrindo e analisando Qlik Sense 1.0.3 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Qlik,

Leia mais

Ajuda disponível no software Klik & Play

Ajuda disponível no software Klik & Play 1 Ajuda disponível no software Klik & Play Esta ajuda não precisa ser lida seqüencialmente, mas consultada como uma referência de acordo com as necessidades do momento. Ela está disponível no help do software.

Leia mais

Aula 8 POWER POINT. Patrícia Soares de Lima. META Aprender a utilizar o Power Point como ferramenta pedagógica nas aulas de Química.

Aula 8 POWER POINT. Patrícia Soares de Lima. META Aprender a utilizar o Power Point como ferramenta pedagógica nas aulas de Química. Aula 8 POWER POINT META Aprender a utilizar o Power Point como ferramenta pedagógica nas aulas de Química. OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno deverá: Discutir, de forma breve, a utilização deste software

Leia mais

Aula Au 3 la 7 Windows-Internet

Aula Au 3 la 7 Windows-Internet Aula 37 Aula Ferramenta de Captura 2 Você pode usar a Ferramenta de Captura para obter um recorte de qualquer objeto na tela e, em seguida, anotar, salvar ou compartilhar a imagem. 3 Vamos fazer o seguinte:

Leia mais

ALBUM DE FOTOGRAFIAS NO POWER POINT

ALBUM DE FOTOGRAFIAS NO POWER POINT ALBUM DE FOTOGRAFIAS NO POWER POINT O PowerPoint é uma poderosa ferramenta que faz parte do pacote Office da Microsoft. O principal uso desse programa é a criação de apresentação de slides, para mostrar

Leia mais

Informática básica Telecentro/Infocentro Acessa-SP

Informática básica Telecentro/Infocentro Acessa-SP Informática básica Telecentro/Infocentro Acessa-SP Aula de hoje: Verificando data e hora, desligando o computador, janelas, copiar colar, excluindo um arquivo. Prof: Lucas Aureo Guidastre Verificando data

Leia mais

Microsoft Office Excel 2007

Microsoft Office Excel 2007 1 Microsoft Office Excel 2007 O Excel é um programa dedicado a criação de planilhas de cálculos, além de fornecer gráficos, função de banco de dados e outros. 1. Layout do Excel 2007 O Microsoft Excel

Leia mais

Módulo 1 Microsoft Word 2007 ( 4 Horas)

Módulo 1 Microsoft Word 2007 ( 4 Horas) No final deste módulo o formando deverá estar apto a: Enunciar a definição do Microsoft Word 2007; Reconhecer as principais vantagens da utilização; Distinguir as diferentes áreas do ambiente de trabalho

Leia mais

POWER POINT 2003 CARREGANDO O POWER POINT

POWER POINT 2003 CARREGANDO O POWER POINT ÍNDICE POWER POINT 2003...2 CARREGANDO O POWER POINT...2 JANELA PRINCIPAL...3 PARTES DA JANELA...3 MENUS DO POWER POINT...4 BARRAS DE FERRAMENTAS...6 BARRA DE FERRAMENTA PADRÃO...6 BARRA DE FERRAMENTA

Leia mais

LICENCIAMENTO DE USO. Este documento é propriedade intelectual 2002 do Centro de Computação da Unicamp e distribuído sob os seguintes termos:

LICENCIAMENTO DE USO. Este documento é propriedade intelectual 2002 do Centro de Computação da Unicamp e distribuído sob os seguintes termos: LICENCIAMENTO DE USO Este documento é propriedade intelectual 2002 do Centro de Computação da Unicamp e distribuído sob os seguintes termos: 1. As apostilas publicadas pelo Centro de Computação da Unicamp

Leia mais

Informática Aplicada

Informática Aplicada Informática Aplicada SO Windows Aula 3 Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com 2014 APRESENTAÇÃO Todo computador precisa de um sistema operacional. O Windows

Leia mais

SOFTWARES EDUCATIVOS MANUAL TUX MATH 1.9.0 BENTO GONÇALVES

SOFTWARES EDUCATIVOS MANUAL TUX MATH 1.9.0 BENTO GONÇALVES SOFTWARES EDUCATIVOS MANUAL TUX MATH 1.9.0 BENTO GONÇALVES Março de 2015 Sumário Apresentação do Software... 3 O que é?... 3 Requisitos... 3 Objetivos... 3 Como funciona?... 4 Link para download... 4 Comandos

Leia mais

Microsoft Office 2007

Microsoft Office 2007 Produzido pela Microsoft e adaptado pelo Professor Leite Júnior Informática para Concursos Microsoft Office 2007 Conhecendo o Office 2007 Visão Geral Conteúdo do curso Visão geral: A nova aparência dos

Leia mais

Prática 3 Microsoft Word

Prática 3 Microsoft Word Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado da Paraíba, Campus Sousa Disciplina: Informática Básica Prática 3 Microsoft Word Assunto: Tópicos abordados: Prática Utilização dos recursos

Leia mais

Tornando sites mais fáceis para visualização 16

Tornando sites mais fáceis para visualização 16 Primeiros passos com o essential Accessibility 3 O que é essential Accessibility? essential Accessibility : uma visão geral Sobre este manual Como instalar o essential Accessibility Requisitos do sistema

Leia mais

Aula 3. Word Administrativo. Solicitamos que guarde seus arquivos, para o projeto final do módulo

Aula 3. Word Administrativo. Solicitamos que guarde seus arquivos, para o projeto final do módulo Aula 3 Solicitamos que guarde seus arquivos, para o projeto final do módulo Microsoft Word Tema da aula: Criando um Papel Timbrado Características do Papel Timbrado 1. Nome da empresa no cabeçalho 2. Design

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHAIS ESTADO DO PARANÁ

PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHAIS ESTADO DO PARANÁ NOVEMBRO / 2007 17 APRESENTAÇÃO Este material foi solicitado pela Secretaria Municipal da Administração SEMAD, e elaborado com o intuito de capacitar os servidores desta prefeitura, de todos os cargos

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice Índice Apresentação...2 Barra de Título...2 Barra de Menus...2 Barra de Ferramentas Padrão...2 Barra de Ferramentas de Formatação...3 Barra de Fórmulas e Caixa de Nomes...3 Criando um atalho de teclado

Leia mais

CADERNO DE QUESTÕES WINDOWS 8

CADERNO DE QUESTÕES WINDOWS 8 CADERNO DE QUESTÕES WINDOWS 8 1) No sistema operacional Microsoft Windows 8, uma forma rápida de acessar o botão liga/desliga é através do atalho: a) Windows + A. b) ALT + C. c) Windows + I. d) CTRL +

Leia mais

Windows 7. Questões Informática FUNDATEC

Windows 7. Questões Informática FUNDATEC Windows 7 Questões Informática FUNDATEC CREF 2012 - FUNDATEC A questão 27 baseia-se na Figura 4, que mostra, intencionalmente, apenas parte da tela do monitor de vídeo, de um computador com Windows 7 Professional,

Leia mais

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA. Microsoft Windows XP

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA. Microsoft Windows XP CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA Microsoft Windows XP William S. Rodrigues APRESENTAÇÃO WINDOWS XP PROFISSIONAL O Windows XP, desenvolvido pela Microsoft, é o Sistema Operacional mais conhecido e utilizado

Leia mais

SGE SISTEMA DE GESTÃO ESCOLAR DIÁRIO WEB MANUAL DO PROFESSOR

SGE SISTEMA DE GESTÃO ESCOLAR DIÁRIO WEB MANUAL DO PROFESSOR ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA EDUCAÇÃO E CULTURA SUPERINTENDÊNCIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO COORDENADORIA DE APOIO E RECURSOS TECNOLÓGICOS COORDENADORIA DE SISTEMAS SGE SISTEMA DE GESTÃO ESCOLAR

Leia mais

APLICATIVO APRESENTAÇÕES EFEITOS IMAGENS POWERPOINT SLIDES SONS VÍDEOS TEXTOS

APLICATIVO APRESENTAÇÕES EFEITOS IMAGENS POWERPOINT SLIDES SONS VÍDEOS TEXTOS Respostas do Capítulo 1 1. Caça-palavras - Localize as seguintes palavras: APLICATIVO APRESENTAÇÕES EFEITOS IMAGENS POWERPOINT SLIDES SONS VÍDEOS TEXTOS IMAGEM 03 2. Use as palavras do quadro para completar

Leia mais

EDITOR DE TEXTO BROFFICE WRITER

EDITOR DE TEXTO BROFFICE WRITER 1 1 Editor de Texto BrOffice Writer O Writer é o editor de texto do pacote OpenOffice, que corresponde ao Microsoft Word. Um editor de texto é um programa com recursos para formatação de texto que poderá

Leia mais

JURÍDICO. Gestão de Escritório de Advocacia Manual do Usuário. versão 1

JURÍDICO. Gestão de Escritório de Advocacia Manual do Usuário. versão 1 JURÍDICO Gestão de Escritório de Advocacia Manual do Usuário versão 1 Sumário Introdução 1 Operação básica do aplicativo 2 Formulários 2 Filtros de busca 2 Telas simples, consultas e relatórios 3 Parametrização

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS. Instruções para Uso do Software VISIO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS. Instruções para Uso do Software VISIO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS Instruções para Uso do Software VISIO Fevereiro/2006 Instruções para uso do Visio... 03 Instruções para Uso do Software VISIO 2 Instruções para uso do Visio O Visio 2003...

Leia mais

Continuação. 32. Inserir uma imagem da GALERIA CLIP-ART

Continuação. 32. Inserir uma imagem da GALERIA CLIP-ART Continuação 32. Inserir uma imagem da GALERIA CLIP-ART a) Vá para o primeiro slide da apresentação salva no item 31. b) Na guia PÁGINA INICIAL, clique no botão LAYOUT e selecione (clique) na opção TÍTULO

Leia mais

1 Crie uma pasta (dentro do seu diretório) com o seu nome. 2. Se tiver dúvida pergunte o seu professor

1 Crie uma pasta (dentro do seu diretório) com o seu nome. 2. Se tiver dúvida pergunte o seu professor i.exe FrontPage Criação de Home Page s PPaaggi innaa 1 Sobre FrontPage Parte 1 Front Page é uma ferramenta para criação e gerenciamento de web s.o aluno não necessita de nenhum conhecimento de programação

Leia mais

Você sabia que o computador pode ser uma rica ferramenta no. processo de inclusão escolar e social de crianças com necessidades

Você sabia que o computador pode ser uma rica ferramenta no. processo de inclusão escolar e social de crianças com necessidades Você sabia que o computador pode ser uma rica ferramenta no processo de inclusão escolar e social de crianças com necessidades educacionais especiais? Juliana Moraes Almeida Silva Em várias situações do

Leia mais

MICROSOFT WORD 2007. George Gomes Cabral

MICROSOFT WORD 2007. George Gomes Cabral MICROSOFT WORD 2007 George Gomes Cabral AMBIENTE DE TRABALHO 1. Barra de título 2. Aba (agrupa as antigas barras de menus e barra de ferramentas) 3. Botão do Office 4. Botão salvar 5. Botão de acesso à

Leia mais

AULA 5 Manipulando Dados Matriciais: Grades e Imagens. 5.1 Importando Grades e Imagens Interface Simplificada

AULA 5 Manipulando Dados Matriciais: Grades e Imagens. 5.1 Importando Grades e Imagens Interface Simplificada 5.1 AULA 5 Manipulando Dados Matriciais: Grades e Imagens Nessa aula serão apresentadas algumas funcionalidades do TerraView relativas a manipulação de dados matriciais. Como dados matriciais são entendidas

Leia mais

Manual do Gwenview. Aurélien Gâteau Christopher Martin Henry de Valence Tradução: Marcus Gama Tradução: André Marcelo Alvarenga

Manual do Gwenview. Aurélien Gâteau Christopher Martin Henry de Valence Tradução: Marcus Gama Tradução: André Marcelo Alvarenga Aurélien Gâteau Christopher Martin Henry de Valence Tradução: Marcus Gama Tradução: André Marcelo Alvarenga 2 Conteúdo 1 Introdução 5 1.1 O que é o Gwenview.................................... 5 2 Interface

Leia mais

Sumário. Computação Gráfica Illustrator

Sumário. Computação Gráfica Illustrator 1 Sumário Área de trabalho... 2 Barra de tarefas... 5 Menu ajuda... 6 Menu janela... 7 Menu exibir... 8 Menu efeito... 9 Menu selecionar... 10 Menu tipo... 10 Menu objeto... 12 Menu editar... 13 Menu arquivo...

Leia mais

Procedimento de anexação de peças e envio

Procedimento de anexação de peças e envio 2014 Manual prático de Ajuizamento de Petições Intercorrentes Portal Processual Eletrônico Procedimento de anexação de peças e envio Orientações gerais para anexar arquivos e enviar petições intercorrentes

Leia mais

Tutorial de Blender, Animação básica do tipo keyframe

Tutorial de Blender, Animação básica do tipo keyframe Tutorial de Blender, Animação básica do tipo keyframe Enfim, o momento por muitos esperado! ;-) Agora que você já está mais familiarizado com o blender, com o básico sobre edição mesh e sobre renderização,

Leia mais

Power Point. Autor: Paula Pedone

Power Point. Autor: Paula Pedone Power Point Autor: Paula Pedone INTRODUÇÃO O POWER POINT é um editor de apresentações, pertencente ao Pacote Office da Microsoft. Suas principais características são: criação de apresentações através da

Leia mais

Serviço Técnico de Informática. Curso Básico de PowerPoint

Serviço Técnico de Informática. Curso Básico de PowerPoint Serviço Técnico de Informática Curso Básico de PowerPoint Instrutor: Tiago Souza e Silva de Moura Maio/2005 O Microsoft PowerPoint No Microsoft PowerPoint, você cria sua apresentação usando apenas um arquivo

Leia mais

Pág 31. UC Introdução a Informática Docente: André Luiz Silva de Moraes 1º sem Redes de Computadores. 5 Introdução ao uso do BrOffice Impress

Pág 31. UC Introdução a Informática Docente: André Luiz Silva de Moraes 1º sem Redes de Computadores. 5 Introdução ao uso do BrOffice Impress 5 Introdução ao uso do BrOffice Impress O pacote BrOffice é um pacote de escritório muito similar ao já conhecido Microsoft Office e ao longo do tempo vem evoluindo e cada vez mais ampliando as possibilidades

Leia mais

parte I Apostila Esquematizada de Informática Sumário Navegadores e Mecanismos de Pesquisas na web Unidade 1 Navegadores (browser)

parte I Apostila Esquematizada de Informática Sumário Navegadores e Mecanismos de Pesquisas na web Unidade 1 Navegadores (browser) Apostila Esquematizada de Informática parte I Navegadores e Mecanismos de Pesquisas na web Sumário Unidade 1 Navegadores (browser) Unidade 2 Internet Explorer Explorando a interface e suas funções Unidade

Leia mais

OpenOffice.org Impress

OpenOffice.org Impress OpenOffice.org Impress OpenOffice.org Impress - Jusiana do Prado 1 SUMÁRIO CONHEÇA A JANELA PRINCIPAL... 3 EXIBA AS BARRAS DE FERRAMENTAS E OS PAINÉIS QUE SERÃO UTILIZADOS... 3 CONHEÇA OS MODOS DE EXIBIÇÃO

Leia mais

Microsoft Office PowerPoint 2007

Microsoft Office PowerPoint 2007 INTRODUÇÃO AO MICROSOFT POWERPOINT 2007 O Microsoft Office PowerPoint 2007 é um programa destinado à criação de apresentação através de Slides. A apresentação é um conjunto de Sides que são exibidos em

Leia mais

Versões próximas incluirão o uso de acionadores conectados à porta paralela (de impressora) ou serial do computador e dispositivos especiais.

Versões próximas incluirão o uso de acionadores conectados à porta paralela (de impressora) ou serial do computador e dispositivos especiais. Programa microfênix Manual de operação 1. Introdução O projeto microfênix foi criado pelo professor Antonio Borges, no NCE/UFRJ, em 2004/6, para facilitar o uso do computador pelos portadores de deficiência

Leia mais

Auto Treinamento. Versão 10.05.13

Auto Treinamento. Versão 10.05.13 Auto Treinamento Versão 10.05.13 Sumário 1. OBJETIVO... 3 2. CONCEITO DE BUSINESS INTELLIGENCE... 3 3. REALIZANDO CONSULTAS NO BI-PUBLIC... 4 3.2. Abrindo uma aplicação... 4 3.3. Seleções... 6 3.4. Combinando

Leia mais

Basicão de Estatística no EXCEL

Basicão de Estatística no EXCEL Basicão de Estatística no EXCEL Bertolo, Luiz A. Agosto 2008 2 I. Introdução II. Ferramentas III. Planilha de dados 3.1 Introdução 3.2 Formatação de células 3.3 Inserir ou excluir linhas e colunas 3.4

Leia mais

Microsoft. Power Point 97

Microsoft. Power Point 97 Microsoft Power Point 97 Microsoft Power Point 97 Índice INTRODUÇÃO... 1 DIRETRIZES PARA APRESENTAÇÕES DE SLIDES... 2 Tela Inicial... 3 Tipos de layouts para formatar slides:... 3 AS BARRAS DE FERRAMENTAS...

Leia mais

Unidade 2. ROM BIOS (Basic Input/Output System) Sistema Operativo. Interacção entre as diferentes partes num computador: software e hardware

Unidade 2. ROM BIOS (Basic Input/Output System) Sistema Operativo. Interacção entre as diferentes partes num computador: software e hardware Interacção entre as diferentes partes num computador: software e hardware Unidade 2 Utilização do ambiente operativo Windows Aplicações Sistema Operativo ROM BIOS Processador+memória+... Software aplicacional

Leia mais

Manual PowerPoint 2000

Manual PowerPoint 2000 Manual PowerPoint 2000 Índice 1. INTRODUÇÃO 1 2. DIRECTRIZES PARA APRESENTAÇÕES DE DIAPOSITIVOS 1 3. ECRÃ INICIAL 2 4. TIPOS DE ESQUEMA 2 5. ÁREA DE TRABALHO 3 5.1. ALTERAR O ESQUEMA AUTOMÁTICO 4 6. MODOS

Leia mais

O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft.

O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft. Introdução ao Microsoft Windows 7 O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft. Visualmente o Windows 7 possui uma interface muito intuitiva, facilitando a experiência individual do

Leia mais

Informática Básica para o PIBID

Informática Básica para o PIBID Universidade Federal Rural do Semi Árido Programa Institucional de Iniciação à Docência Informática Básica para o PIBID Prof. Dr. Sílvio Fernandes Roteiro O Tamanho e Resolução de imagens O Compactação

Leia mais

Manual Sistema MLBC. Manual do Sistema do Módulo Administrativo

Manual Sistema MLBC. Manual do Sistema do Módulo Administrativo Manual Sistema MLBC Manual do Sistema do Módulo Administrativo Este documento tem por objetivo descrever as principais funcionalidades do sistema administrador desenvolvido pela MLBC Comunicação Digital.

Leia mais

Informática. Rodrigo Schaeffer

Informática. Rodrigo Schaeffer Informática Rodrigo Schaeffer PREFEITURA DE PORTO ALEGRE- INFORMÁTICA Conceitos básicos de Word 2007; formatar, salvar e visualizar arquivos e documentos; alinhar, configurar página e abrir arquivos; copiar,

Leia mais

POWERPOINT BÁSICO. Facilitador Alisson Cleiton dos Santos Analista Programador / Professor contato@alissoncleiton.com.br

POWERPOINT BÁSICO. Facilitador Alisson Cleiton dos Santos Analista Programador / Professor contato@alissoncleiton.com.br POWERPOINT BÁSICO Facilitador Alisson Cleiton dos Santos Analista Programador / Professor contato@alissoncleiton.com.br POWER POINT INICIANDO O POWERPOINT 2000 Para iniciar o PowerPoint 2000. A partir

Leia mais

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA Sumário O que são leitores de Tela?... 1 O NVDA - Non Visual Desktop Access... 1 Procedimentos para Download e Instalação do NVDA... 2 Iniciando

Leia mais

Microsoft Power Point 2007

Microsoft Power Point 2007 Microsoft Power Point 2007 Sumário Layout e Design 4 Formatação de Textos 8 Salvando um arquivo do PowerPoint 15 Plano de Fundo 16 Marcadores 18 Réguas e grade 19 Tabelas 20 Gráficos 21 Imagens 22 Smart

Leia mais

Criar fotos em 3D no Creator

Criar fotos em 3D no Creator Criar fotos em 3D no Creator O aplicativo Criar fotos em 3D da Roxio torna simples produzir fotos em 3D a partir de várias origens, incluindo arquivos 3D MPO de Fujifilm FinePix REAL 3D W1, fotos digitais

Leia mais

Noções de Informática TRT -RS

Noções de Informática TRT -RS Analista Judiciário 26. Um usuário do Windows 7 Professional em português clicou, a partir do Painel de Controle, nas seguintes opções: Rede e Internet; Exibir o status e as tarefas da rede; Conexão Local;

Leia mais

Tutorial Paint Brush

Tutorial Paint Brush Tutorial Paint Brush GET da Engenharia Computacional Curso de Mídias Digitais Jan 17, 2011 GET da Engenharia Computacional Tutorial Paint Brush 1/27 O Paint é um programa utilizado para a criação de desenhos

Leia mais

MANUAL DO NVDA Novembro de 2013

MANUAL DO NVDA Novembro de 2013 MANUAL DO NVDA Novembro de 2013 PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL Núcleo IFRS Manual do NVDA Sumário O que são leitores de Tela?... 3 O NVDA - Non Visual Desktop Access... 3 Procedimentos para Download

Leia mais

Estatística no EXCEL

Estatística no EXCEL Estatística no EXCEL Prof. Ms. Osorio Moreira Couto Junior 1. Ferramentas... 2 2. Planilha de dados... 3 2.1. Introdução... 3 2.2. Formatação de células... 4 2.3. Inserir ou Excluir Linhas e Colunas...

Leia mais

USANDO PROJEÇÃO POTENTE

USANDO PROJEÇÃO POTENTE A P Ê N D I C E V I N T E C USANDO PROJEÇÃO POTENTE C-1 AVISO Leia a seguinte informação de antemão cuidadosamente, antes de iniciar a instalação do Software Power Cinema. 1. Para instalar o Software Power

Leia mais

Microsoft Office Excel

Microsoft Office Excel 1 Microsoft Office Excel Introdução ao Excel Um dos programas mais úteis em um escritório é, sem dúvida, o Microsoft Excel. Ele é uma planilha eletrônica que permite tabelar dados, organizar formulários,

Leia mais

2.1-Trabalhando com plano de fundo... 7 2.2-Compreendendo o funcionamento do plano de fundo... 8

2.1-Trabalhando com plano de fundo... 7 2.2-Compreendendo o funcionamento do plano de fundo... 8 NRTE CAMPINAS OESTE 2006 Índice 1.Trabalhando com o Publisher... 4 1.1- Iniciando com o catálogo... 4 1.2- Usando um assistente para alterar a publicação... 5 1.3 -Usando molduras... 5 1.4- Ferramentas...

Leia mais

Manual de Utilização do Easy Reader versão 6

Manual de Utilização do Easy Reader versão 6 Manual de Utilização do Easy Reader versão 6 Página 1 Índice Manual de Utilização do Easy Reader versão 6 1 O que é o EasyReader? 4 Abrir um livro 5 Abrir um novo livro de um CD/DVD 5 Abrir um novo livro

Leia mais

Aula 05 - Elementos e Organização de janelas

Aula 05 - Elementos e Organização de janelas Aula 05 - Elementos e Organização de janelas Sumário Os elementos de uma Janela Menu de Controle Título da Janela Guias Barras de Rolagem Botões de Acesso Rápido Barra de Status Movendo e Dimensionando

Leia mais

3-Alterar o Volume do Som DO WINDOWS na barra de tarefas e do aplicativo Windows Media Player.

3-Alterar o Volume do Som DO WINDOWS na barra de tarefas e do aplicativo Windows Media Player. EXECÍCIOS RÁPIDOS AULA WINDOWS - NR 01 1-Localize e Abra a pasta MINHAS MÚSICAS 2-Execute todos os mp3 de uma pasta de sua escolha. (Executar Tudo) 3-Alterar o Volume do Som DO WINDOWS na barra de tarefas

Leia mais

.: NAPRO :. NÚCLEO DE APOIO APRENDIZAGEM DE PROGRAMAÇÃO

.: NAPRO :. NÚCLEO DE APOIO APRENDIZAGEM DE PROGRAMAÇÃO Software Visualg 2.0 Bruno Tonet ELABORADO POR BRUNO TONET Sumário 1 - VISUALG - EDITOR E INTERPRETADOR DE ALGORITMOS... 3 1.1. OBJETIVOS... 3 2 - INSTALAÇÃO E REQUERIMENTOS DE HARDWARE... 4 3 - A TELA

Leia mais

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Iniciando o Windows XP...2 Desligar o computador...3 Área de trabalho...3

Leia mais

SAMUEL SEAP 01-04-2015 INFORMÁTICA. Rua Lúcio José Filho, 27 Parque Anchieta Tel: 3012-8339

SAMUEL SEAP 01-04-2015 INFORMÁTICA. Rua Lúcio José Filho, 27 Parque Anchieta Tel: 3012-8339 SEAP 01-04-2015 SAMUEL INFORMÁTICA Microsoft Windows 7 O Windows 7 é um sistema operacional que trás uma melhor performance não apenas em recursos sistêmicos como também nos atrai pelo seu belo visual

Leia mais

Microsoft Windows. Aspectos gerais

Microsoft Windows. Aspectos gerais Aspectos gerais É um sistema operativo desenvolvido pela Microsoft Foi desenhado de modo a ser fundamentalmente utilizado em computadores pessoais Veio substituir o sistema operativo MS-DOS e as anteriores

Leia mais

Superintendência Regional de Ensino de Ubá - MG Núcleo de Tecnologia Educacional NTE/Ubá. LibreOffice Impress Editor de Apresentação

Superintendência Regional de Ensino de Ubá - MG Núcleo de Tecnologia Educacional NTE/Ubá. LibreOffice Impress Editor de Apresentação Superintendência Regional de Ensino de Ubá - MG Núcleo de Tecnologia Educacional NTE/Ubá LibreOffice Impress Editor de Apresentação Iniciando o Impress no Linux Educacional 4 1. Clique no botão 'LE' no

Leia mais

Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa dos Santos Schmid WORD 2007

Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa dos Santos Schmid WORD 2007 WORD 2007 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE TECNOLOGIA Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa

Leia mais